Língua Portuguesa. Professor Valber Freitas

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Língua Portuguesa. Professor Valber Freitas"

Transcrição

1 Língua Portuguesa Professor Valber Freitas

2 Conteúdo Programático Ementa: Banca: FGV LÍNGUA PORTUGUESA: Interpretação de textos argumentativos, com destaque para métodos de raciocínio e tipologia argumentativa; processos de construção textual; a progressão textual; as marcas de textualidade: a coesão, a coerência e a intertextualidade; reescritura de frases em busca da melhor expressão escrita; domínio vocabular e sua importância na construção do sentido do texto; a presença dos estrangeirismos em nosso léxico; os diversos usos das várias classes de palavras; a organização sintática e o emprego dos sinais de pontuação; a variação linguística e sua adequação às diversas situações comunicativas; a linguagem denotativa e a conotativa; a nova ortografia.

3 SINTAXE

4 Orações subordinadas São orações sintaticamente dependentes uma das outras. As orações subordinadas podem ser: Substantivas Adjetivas Adverbiais

5 Orações subordinadas Subordinadas Substantivas Desempenham funções sintáticas típicas de substantivo Podem ser desenvolvidas (introduzidas por conjunção integrante). Que e SE são as únicas conjunções integrantes existentes. Reduzidas de verbos no infinitivo. Justapostas.

6 Orações subordinadas Subordinadas Substantivas Podem desempenhar, para a oração principal, funções de: Sujeito Objeto direto Objeto Indireto Complemento Nominal Predicativo Aposto

7 Orações subordinadas Subordinadas Substantivas Subjetiva Desempenha a função sintática de sujeito da oração principal. - É necessário que o time vença no domingo. - É bom você rever sua postura.

8 FGV - Auditor Fiscal da Receita Estadual (SEFAZ RJ)/2009 Não se sabe, por exemplo, quem inventou a palavra "excluídos" para designar pobres. De acordo com a descrição sintática tradicional, a oração sublinhada deve ser analisada como: a) objeto direto indeterminado do verbo saber, que é impessoal. b) sujeito oracional do verbo saber, que está na voz passiva sintética. c) adjunto adverbial de finalidade em relação à ideia de designar algo. d) sujeito indeterminado do verbo inventar, que não admite determinação do sujeito. e) complemento nominal oracional da expressão por exemplo.

9 FGV - Auditor Fiscal da Receita Estadual (SEFAZ RJ)/2009 Não se sabe, por exemplo, quem inventou a palavra "excluídos" para designar pobres. De acordo com a descrição sintática tradicional, a oração sublinhada deve ser analisada como: a) objeto direto indeterminado do verbo saber, que é impessoal. b) sujeito oracional do verbo saber, que está na voz passiva sintética. c) adjunto adverbial de finalidade em relação à ideia de designar algo. d) sujeito indeterminado do verbo inventar, que não admite determinação do sujeito. e) complemento nominal oracional da expressão por exemplo.

10 Orações subordinadas Subordinadas Substantivas Objetiva direta Desempenha a função de objeto direto da oração principal. - O jovem perguntou se o médico era recém-formado. - Vi quando ela chegou à noite. - Ela temia não aprender a matéria.

11 FGV - Auditor Fiscal da Receita Estadual (SEFAZ RJ)/2008 "É importante que os contribuintes percebam que a política tributária é justa, a administração fiscal é proba, sensível e confiável, e os recursos arrecadados são corretamente aplicados." A respeito da estrutura sintática do período acima, é correto afirmar que há: a) cinco orações subordinadas e duas coordenadas entre si. b) quatro orações subordinadas e três coordenadas entre si. c) quatro orações subordinadas e duas coordenadas entre si. d) cinco orações subordinadas e três coordenadas entre si. e) três orações subordinadas e somente uma coordenada.

12 FGV - Auditor Fiscal da Receita Estadual (SEFAZ RJ)/2008 "É importante que os contribuintes percebam que a política tributária é justa, a administração fiscal é proba, sensível e confiável, e os recursos arrecadados são corretamente aplicados." A respeito da estrutura sintática do período acima, é correto afirmar que há: a) cinco orações subordinadas e duas coordenadas entre si. b) quatro orações subordinadas e três coordenadas entre si. c) quatro orações subordinadas e duas coordenadas entre si. d) cinco orações subordinadas e três coordenadas entre si. e) três orações subordinadas e somente uma coordenada.

13 Assinale a alternativa na qual o emprego da palavra que tenha a função de conjunção integrante. a) O diretor de negócios Marcos Brêda, acrescenta que o mapeamento e o tratamento das doenças crônicas são fundamentais não apenas para aumentar a produtividade no trabalho. b) A identificação e a criação de programas que permitam a adesão ao tratamento de suas doenças crônicas são ações-foco do PBM. c) (...) Allan Assumpção, geralmente uma carteira de beneficiários possui, em média, 10% de doentes crônicosque correspondem a mais de 70% dos custos com saúde. d) Para Assumpção, o número de organizações que têm seus benefícios de medicamentos administrados por gestoras especializadas vem crescendo devido a fatores como redução dos custos de administração dos benefícios, (...) e) Observamos um crescimento mais elevado e consistente da demanda, especialmente nos últimos três anos, pois as empresas que estão cada vez mais interessadas em cuidar da saúde de seus colaboradores apresenta uma gestão em todas as frentes.

14 Assinale a alternativa na qual o emprego da palavra que tenha a função de conjunção integrante. a) O diretor de negócios Marcos Brêda, acrescenta que o mapeamento e o tratamento das doenças crônicas são fundamentais não apenas para aumentar a produtividade no trabalho. b) A identificação e a criação de programas que permitam a adesão ao tratamento de suas doenças crônicas são ações-foco do PBM. c) (...) Allan Assumpção, geralmente uma carteira de beneficiários possui, em média, 10% de doentes crônicos que correspondem a mais de 70% dos custos com saúde. d) Para Assumpção, o número de organizações que têm seus benefícios de medicamentos administrados por gestoras especializadas vem crescendo devido a fatores como redução dos custos de administração dos benefícios, (...) e) Observamos um crescimento mais elevado e consistente da demanda, especialmente nos últimos três anos, pois as empresas que estão cada vez mais interessadas em cuidar da saúde de seus colaboradores apresenta uma gestão em todas as frentes.

15 Orações subordinadas Subordinadas Substantivas Objetiva indireta Desempenha a função de objeto indireto da oração principal. - As pessoas duvidam de que a crise política terá um final feliz. - Ela sempre necessita dizer a verdade.

16 Orações subordinadas Subordinadas Substantivas Completiva nominal Desempenha a função sintática de complemento nominal da oração principal. - Tenho receio de que você não volte. - Todos têm a necessidade de compartilhar algo com o próximo.

17 Orações subordinadas Subordinadas Substantivas Predicativa Desempenha a função sintática de predicativo do sujeito da oração principal. - O desejo dos pais é que os filhos sejam felizes. - A única solução seria aprender a matéria desde o início.

18 Orações subordinadas Subordinadas Substantivas Apositiva Desempenha a função sintática de aposto de um dos termos da oração principal. - Algo me preocupa: que ela não confie mais em mim. - Desejo-lhe algo: amar durante toda a vida.

19 Nos trechos "... não é impossível que a notícia da morte me deixasse alguma tranquilidade, alívio, e um ou dois minutos de prazer" e "Digo-vos que as lágrimas eram verdadeiras", a palavra que está introduzindo, respectivamente, orações: a) subordinada substantiva subjetiva, subordinada substantiva objetiva direta. b) subordinada substantiva objetiva direta, subordinada substantiva objetiva direta. c) subordinada substantiva subjetiva, subordinada substantiva subjetiva. d) subordinada substantiva completiva nominal, subordinada adjetiva explicativa. e) subordinada adjetiva explicativa, subordinada substantiva predicativa.

20 Nos trechos "... não é impossível que a notícia da morte me deixasse alguma tranquilidade, alívio, e um ou dois minutos de prazer" e "Digo-vos que as lágrimas eram verdadeiras", a palavra que está introduzindo, respectivamente, orações: a) subordinada substantiva subjetiva, subordinada substantiva objetiva direta. b) subordinada substantiva objetiva direta, subordinada substantiva objetiva direta. c) subordinada substantiva subjetiva, subordinada substantiva subjetiva. d) subordinada substantiva completiva nominal, subordinada adjetiva explicativa. e) subordinada adjetiva explicativa, subordinada substantiva predicativa.

21 Em... urgia que tomássemos uma providência, a oração subordinada é: a) objetiva direta b) subjetiva c) apositiva d) completiva nominal e) adverbial final.

22 Em... urgia que tomássemos uma providência, a oração subordinada é: a) objetiva direta b) subjetiva c) apositiva d) completiva nominal e) adverbial final.

Sumário. Apresentação. Parte 1 Período simples 1 Quadro geral dos termos da oração 3 Frase, oração e período 3

Sumário. Apresentação. Parte 1 Período simples 1 Quadro geral dos termos da oração 3 Frase, oração e período 3 Sumário Prefácio Apresentação XIII XV Parte 1 Período simples 1 Quadro geral dos termos da oração 3 Frase, oração e período 3 1. Tipologia do sujeito 6 Método para identificar o sujeito 6 Sujeito simples

Leia mais

GRAMÁTICA MODERNA DA LÍNGUA PORTUGUESA

GRAMÁTICA MODERNA DA LÍNGUA PORTUGUESA GRAMÁTICA MODERNA DA LÍNGUA PORTUGUESA Sumário Capítulo 1 O ESTUDO DAS PALAVRAS Lição 1 Fonética 1.1. Fonema e letra 1.2. Divisão dos fonemas 1.3. Classificação dos fonemas 1.4. Encontro vocálico 1.5.

Leia mais

CAPÍTULO 1 O ESTUDO DAS PALAVRAS

CAPÍTULO 1 O ESTUDO DAS PALAVRAS Índice CAPÍTULO 1 O ESTUDO DAS PALAVRAS LIÇÃO 1 FONÉTICA...3 1.1. Fonema e letra... 3 1.2. Divisão dos fonemas... 3 1.3. Classificação dos fonemas... 4 1.4. Encontro vocálico... 5 1.5. Encontro consonantal...

Leia mais

Professor Jailton. www. professorjailton.com.br

Professor Jailton. www. professorjailton.com.br Professor Jailton www. professorjailton.com.br Período Composto por Subordinação Oração Subordinada Substantiva Oração Subordinada Adjetiva Oração Subordinada Adverbial Funções do substantivo Sujeito Objeto

Leia mais

Funções do substantivo. Sujeito Objeto direto Objeto indireto Complemento nominal Predicativo Aposto

Funções do substantivo. Sujeito Objeto direto Objeto indireto Complemento nominal Predicativo Aposto Funções do substantivo Sujeito Objeto direto Objeto indireto Complemento nominal Predicativo Aposto Orações desenvolvidas São introduzidas por uma conjunção integrante (que,se); ou introduzidas por pronome

Leia mais

O ESTUDO DAS PALAVRAS

O ESTUDO DAS PALAVRAS Sumário Capítulo 1 O ESTUDO DAS PALAVRAS Lição 1 Fonética...3 1.1. Fonema e letra... 3 1.2. Divisão dos fonemas... 3 1.3. Classificação dos fonemas... 5 1.4. Encontro vocálico... 6 1.5. Encontro consonantal...

Leia mais

O ESTUDO DO VOCABULÁRIO

O ESTUDO DO VOCABULÁRIO Sumário Capítulo 1 O ESTUDO DO VOCABULÁRIO Lição 1 Fonética...3 1.1. Fonema e Letra... 3 1.2. Divisão dos Fonemas... 3 1.3. Classificação dos fonemas... 5 1.4. Encontro Vocálico... 7 1.5. Encontro Consonantal...

Leia mais

Oração subordinada: substantiva relativa e adjetiva relativa

Oração subordinada: substantiva relativa e adjetiva relativa Oração subordinada: substantiva relativa e adjetiva relativa Relação entre um elemento subordinante (palavra, constituinte ou oração) e uma oração subordinada. As orações subordinadas podem ser: adverbiais

Leia mais

Português. Orações Subordinadas Adjetivas: Restritivas e Explicativas. Professor Arthur Scandelari.

Português. Orações Subordinadas Adjetivas: Restritivas e Explicativas. Professor Arthur Scandelari. Português Orações Subordinadas Adjetivas: Restritivas e Explicativas Professor Arthur Scandelari www.acasadoconcurseiro.com.br Português ORAÇÕES SUBORDINADAS ADJETIVAS: RESTRITIVAS E EXPLICATIVAS 1. (FUNRIO

Leia mais

Antes de iniciar as respostas, faça uma leitura completa da avaliação. Lembre-se:

Antes de iniciar as respostas, faça uma leitura completa da avaliação. Lembre-se: 9º Rasuras serão consideradas erro! Não use corretivo! Não abrevie palavras! Utilize apenas caneta de tinta azul ou preta! Responda ao que foi solicitado de forma coerente e coesa. Boa Sorte! Dar o conceito

Leia mais

CURSOS DE FÉRIAS SISTEMA DE ENSINO COM EXCELÊNCIA

CURSOS DE FÉRIAS SISTEMA DE ENSINO COM EXCELÊNCIA CURSOS DE FÉRIAS SISTEMA DE ENSINO COM EXCELÊNCIA ATUALIZAÇÃO EM LÍNGUA PORTUGUESA (PORTUGUÊS E REDAÇÃO INSTRUMENTAIS) 1. ORTOGRAFIA - uso de s, ss, sc, ç, ch, lh etc 2. REDAÇÃO DE CORRESPONDÊNCIAS ELETRÔNICAS

Leia mais

Mapeamento dos Critérios de Correção de Redação e correspondência com Matrizes de Referência para Avaliação

Mapeamento dos Critérios de Correção de Redação e correspondência com Matrizes de Referência para Avaliação Mapeamento dos e correspondência com Para cada aspecto avaliado há uma ou mais habilidades correspondentes das Matrizes que o aluno precisa desenvolver Para desenvolver a competência escritora: o Crie

Leia mais

Período composto por coordenação

Período composto por coordenação Período composto por coordenação É o período composto por duas ou mais orações independentes. Estas orações podem ser assindéticas ou sindéticas. Orações coordenadas assindéticas Não apresentam conectivos

Leia mais

INSTITUTO EDUCACIONAL MANOEL PINHEIRO PROGRAMA DE ATIVIDADES DIAGNÓSTICAS PROCESSO DE ADMISSÃO DE NOVOS ALUNOS 2017

INSTITUTO EDUCACIONAL MANOEL PINHEIRO PROGRAMA DE ATIVIDADES DIAGNÓSTICAS PROCESSO DE ADMISSÃO DE NOVOS ALUNOS 2017 INSTITUTO EDUCACIONAL MANOEL PINHEIRO PROGRAMA DE ATIVIDADES DIAGNÓSTICAS PROCESSO DE ADMISSÃO DE NOVOS ALUNOS 2017 1ª SÉRIE DO ENSINO MÉDIO 1. Compreensão de textos diversos: Textos verbais e não verbais;

Leia mais

Súmario APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO SINOPSES PARA CARREIRAS FISCAIS APRESENTAÇÃO PARTE I FONÉTICA

Súmario APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO SINOPSES PARA CARREIRAS FISCAIS APRESENTAÇÃO PARTE I FONÉTICA Súmario Súmario APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO SINOPSES PARA CARREIRAS FISCAIS... 15 APRESENTAÇÃO... 17 PARTE I FONÉTICA CAPÍTULO 1 ORTOGRAFIA... 21 1. Introdução... 21 2. O alfabeto...21 3. Emprego das letras

Leia mais

Odilei França. Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., mais informações

Odilei França. Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., mais informações Odilei França Graduado em Letras pela Fafipar. Graduado em Teologia pela Faculdade Batista. Professor de Língua Portuguesa para concursos públicos há 22 anos. Sintaxe do período composto: parte I Conceitos

Leia mais

PORTUGUÊS. Relação aula x conteúdo

PORTUGUÊS. Relação aula x conteúdo CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DAS AULAS CURSO: UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ (UFCCE) - ASSISTENTE ADMINISTRATIVO - REGULAR Poderá haver substituições de professores, ficando a critério da coordenação pedagógica

Leia mais

Lições de Português pela análise sintática

Lições de Português pela análise sintática Evanildo Bechara Professor Titular e Emérito da Universidade do Estado do Riy'deJãneÍro;(tJERj) e da Universidade Federal Fluminense (UFF) Membro da A caciemia 'Brasileira de Letras e da Academia Brasileira

Leia mais

Programação Anual. 7 ọ ano (Regime 9 anos) 6 ạ série (Regime 8 anos) VOLUME VOLUME

Programação Anual. 7 ọ ano (Regime 9 anos) 6 ạ série (Regime 8 anos) VOLUME VOLUME Programação Anual 7 ọ ano (Regime 9 anos) 6 ạ série (Regime 8 anos) 1 ọ 2 ọ 1. Amarrando as idéias COESÃO Introdução ao conceito de coesão Introdução aos mecanismos básicos de coesão Ordem das palavras

Leia mais

PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO Profª Giovana Uggioni Silveira

PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO Profª Giovana Uggioni Silveira PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO Profª Giovana Uggioni Silveira ORAÇÕES SUBORDINADAS Exercem função sintática sobre as outras. Oração principal, orações desenvolvidas ou reduzidas. ORAÇÕES SUBORDINADAS

Leia mais

PLANEJAMENTO DE ESTUDOS Você merece se preparar com os melhores! Resolução de Provas 002 Português Essencial para Concurso PROFESSOR: Alexandre Amorim Leia o texto abaixo para responder aos itens de 1

Leia mais

REVISÃO DE ANÁLISE SINTÁTICA Período composto

REVISÃO DE ANÁLISE SINTÁTICA Período composto REVISÃO DE ANÁLISE SINTÁTICA Período composto Professora Melina 9º. Ano Relembrando... ORAÇÃO Enunciado organizado em torno de um verbo. Você abre a janela. PERÍODO SIMPLES frase formada por uma só oração.

Leia mais

ENSINO FUNDAMENTAL 2 ª FASE

ENSINO FUNDAMENTAL 2 ª FASE ENSINO FUNDAMENTAL 2 ª FASE CONTEÚDO 6 º ANO Língua Portuguesa 1) Produção de texto: Narração. Foco narrativo: narrador-observador. Estrutura do texto narrativo. Elementos narrativos. Uso do diálogo. Paragrafação.

Leia mais

PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO ORAÇÕES SUBSTANTIVAS

PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO ORAÇÕES SUBSTANTIVAS PORTUGUÊS SÉRIE: Pré-Vestibular PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO ORAÇÕES SUBSTANTIVAS Profª Raquel Sampaio LÍNGUA PORTUGUESA GRAMÁTICA PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO ORAÇÕES SUBSTANTIVAS Profª. Raquel

Leia mais

Preparatório - Concurso Bombeiro Militar do Pará Língua Portuguesa

Preparatório - Concurso Bombeiro Militar do Pará Língua Portuguesa Preparatório - Concurso Bombeiro Militar do Pará Língua Portuguesa Aula IV Conhecimentos Linguísticos: Período Composto por Coordenação Período Composto por Subordinação PERÍODO COMPOSTO O período composto

Leia mais

DISCIPLINA DE LÍNGUA PORTUGUESA

DISCIPLINA DE LÍNGUA PORTUGUESA DISCIPLINA DE LÍNGUA PORTUGUESA OBJETIVOS: 6º ano Usar a Língua Portuguesa como língua materna, para integrar e organizar o mundo e a própria identidade com visão empreendedora e como pensador capaz de

Leia mais

ENSINO FUNDAMENTAL II

ENSINO FUNDAMENTAL II ENSINO FUNDAMENTAL II CONTEÚDO 6 º ANO 1) Produção de texto: Narração. Foco narrativo: narrador-observador. Estrutura do texto narrativo. Elementos narrativos. Uso do diálogo. Paragrafação. 2) Texto: Leitura

Leia mais

Capítulo 2 - Acentuação gráfica Regras gerais...10 Casos especiais...10 Prosódia...12 Exercícios...14

Capítulo 2 - Acentuação gráfica Regras gerais...10 Casos especiais...10 Prosódia...12 Exercícios...14 Sumário Capítulo 1 - Noções de fonética... 2 Fonemas...2 Letra...2 Sílaba...2 Número de sílabas...3 Tonicidade...3 Posição da sílaba tônica...3 Dígrafos...3 Encontros consonantais...3 Encontros vocálicos...4

Leia mais

Capítulo1. Capítulo2. Índice A LÍNGUA E A LINGUAGEM O PORTUGUÊS: uma língua, muitas variedades... 15

Capítulo1. Capítulo2. Índice A LÍNGUA E A LINGUAGEM O PORTUGUÊS: uma língua, muitas variedades... 15 Capítulo1 Capítulo2 A LÍNGUA E A LINGUAGEM............................................. 9 Linguagem: aptidão inata.............................................. 10 Funções.............................................................

Leia mais

Sumário. Capítulo 1 Comunicação 1

Sumário. Capítulo 1 Comunicação 1 Sumário Capítulo 1 Comunicação 1 1.1 Elementos da comunicação 1 1.2 Linguagem, língua e fala 1 1.3 Significante e significado 2 1.4 Língua escrita e falada 2 1.5 Variedades linguísticas 2 1.6 Funções da

Leia mais

índice geral Prefácio, X/77

índice geral Prefácio, X/77 índice geral Prefácio, X/77 Capítulo I CONCEITOS GERAIS, / Linguagem, língua, discurso, estilo / Língua e sociedade: variação e conservação linguística, 2 Diversidade geográfica da língua: dialecto e falar,

Leia mais

Orações Subordinadas Adverbiais

Orações Subordinadas Adverbiais Orações Subordinadas Adverbiais Finitas Consoante a natureza da relação existente entre a oração subordinada e a subordinante, aquela pode ser: 1. Temporal situa um acontecimento anterior ou posterior

Leia mais

CAPÍTULO 01 - INTERPRETAÇÃO DE TEXTO TIPOS DE TEXTO GÊNERO DE TEXTO TIPOS DE DISCURSO... 21

CAPÍTULO 01 - INTERPRETAÇÃO DE TEXTO TIPOS DE TEXTO GÊNERO DE TEXTO TIPOS DE DISCURSO... 21 sumário CAPÍTULO 01 - INTERPRETAÇÃO DE TEXTO...14 1.1.TIPOS DE TEXTO... 15 1.2.GÊNERO DE TEXTO... 20 1.3.TIPOS DE DISCURSO... 21 1.3.1. DISCURSO DIRETO... 22 1.3.2. DISCURSO INDIRETO... 22 1.3.3. DISCURSO

Leia mais

Sumário. Capítulo 1 Comunicação 1

Sumário. Capítulo 1 Comunicação 1 Sumário Capítulo 1 Comunicação 1 1.1 Elementos da comunicação 1 1.2 Linguagem, língua e fala 1 1.3 Significante e significado 2 1.4 Língua escrita e falada 2 1.5 Modalidades da língua 2 1.6 Funções da

Leia mais

Olá, resolva os exercícios com atenção e, se surgir dúvida, procure-me para que eu possa ajudá-lo(-a). Bom estudo! Abraços, Jana!

Olá, resolva os exercícios com atenção e, se surgir dúvida, procure-me para que eu possa ajudá-lo(-a). Bom estudo! Abraços, Jana! Olá, resolva os exercícios com atenção e, se surgir dúvida, procure-me para que eu possa ajudá-lo(-a). Bom estudo! Abraços, Jana! Orações Subordinadas Substantivas EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO 1. (FCE-SP) "Os

Leia mais

Valor modal e aspetual.

Valor modal e aspetual. ÍNDICE GERAL Índice de conteúdos 4 Apresentação 6 Ficha 1 7 Subclasses de palavras. Ficha 2 12 Classes Palavras convergentes. Ficha 3 17 Subclasses de palavras. Orações coordenadas. Ficha 4 22 Ficha 5

Leia mais

PERFIS DE SAÍDA DOS ESTUDANTES DA 5ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL, COMPONENTE CURRICULAR LÍNGUA PORTUGUESA

PERFIS DE SAÍDA DOS ESTUDANTES DA 5ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL, COMPONENTE CURRICULAR LÍNGUA PORTUGUESA PERFIS DE SAÍDA DOS ESTUDANTES DA 5ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL, COMPONENTE CURRICULAR LÍNGUA PORTUGUESA CONTEÚDOS EIXO TEMÁTICO COMPETÊNCIAS ESPERADAS Variedades lingüísticas; Diálogo; Turnos. Gênero

Leia mais

Gêneros e Tipologia textuais e seus elementos constituintes (1).

Gêneros e Tipologia textuais e seus elementos constituintes (1). Aula Demonstrativa Compreensão e interpretação de textos verbais e não verbais. Análise de discursos no plano das relações entre Linguagem, Comunicação e Sociedade. Produção e recepção textuais nas práticas

Leia mais

PORTUGUÊS - 2 o ANO MÓDULO 52 ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS

PORTUGUÊS - 2 o ANO MÓDULO 52 ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS PORTUGUÊS - 2 o ANO MÓDULO 52 ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS Fixação 1) Classifique a oração subordinada que ocorre no terceiro quadrinho da tira abaixo: Fixação F 2) Classifique a oração subordinada

Leia mais

ORAÇÕES SUBORDINADAS. Professor: Aramis de Cássio

ORAÇÕES SUBORDINADAS. Professor: Aramis de Cássio ORAÇÕES SUBORDINADAS Professor: Aramis de Cássio ORAÇÕES SUBORDINADAS ORAÇÕES SUBORDINADAS As ORAÇÕES SUBORDINADAS funcionam sempre como um termo essencial, integrante e acessório da oração principal.

Leia mais

Professor Marlos Pires Gonçalves

Professor Marlos Pires Gonçalves PERÍODO COMPOSTO As orações podem ser constituídas da seguinte forma: Períodos simples» são aqueles formados por uma só oração. Exemplo: O mar estava calmo. (Aparece apenas um verbo: estava. Logo, período

Leia mais

INSTITUTO EDUCACIONAL MANOEL PINHEIRO PROGRAMA DE ATIVIDADES DIAGNÓSTICAS PROCESSO DE ADMISSÃO DE NOVOS ALUNOS 2017

INSTITUTO EDUCACIONAL MANOEL PINHEIRO PROGRAMA DE ATIVIDADES DIAGNÓSTICAS PROCESSO DE ADMISSÃO DE NOVOS ALUNOS 2017 INSTITUTO EDUCACIONAL MANOEL PINHEIRO PROGRAMA DE ATIVIDADES DIAGNÓSTICAS PROCESSO DE ADMISSÃO DE NOVOS ALUNOS 2017 6º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1. Leitura e compreensão de diferentes gêneros textuais

Leia mais

Durante. Utilize os conteúdos multimídia para ilustrar a matéria de outras formas.

Durante. Utilize os conteúdos multimídia para ilustrar a matéria de outras formas. Olá, Professor! Assim como você, a Geekie também tem a missão de ajudar os alunos a atingir todo seu potencial e a realizar seus sonhos. Para isso, oferecemos recomendações personalizadas de estudo, para

Leia mais

2014/ º Período Unidades. Domínios / Conteúdos. Unidade 3 Narrativas juvenis. Unidade 0 Uma nova viagem

2014/ º Período Unidades. Domínios / Conteúdos. Unidade 3 Narrativas juvenis. Unidade 0 Uma nova viagem Agrupamento de Escolas Gonçalo Sampaio Escola E.B. 2, 3 professor Gonçalo Sampaio Departamento de línguas Português - 8ºano Planificação anual simplificada 2014/2015 1º Período Unidade 0 Uma nova viagem

Leia mais

CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO DISTRITO FEDERAL CENTRO DE ORIENTAÇÃO E SUPERVISÃO DO ENSINO ASSISTENCIAL COLÉGIO MILITAR DOM PEDRO II

CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO DISTRITO FEDERAL CENTRO DE ORIENTAÇÃO E SUPERVISÃO DO ENSINO ASSISTENCIAL COLÉGIO MILITAR DOM PEDRO II ARTE e MÚSICA EMENTA RECUPERAÇÃO FINAL - 2016 Elementos de linguagem visual Pop Art Fotografia Comunicação Comunicação Visual Grafite (Street Art) 12/12 10,0 Cassiano de Melo Barra 3º Sgt QBMG-01 Coordenador

Leia mais

o erro: Vamos retomar o período simples do exemplo anterior e observar a classe gramatical e a função sintática da palavra

o erro: Vamos retomar o período simples do exemplo anterior e observar a classe gramatical e a função sintática da palavra Vamos retomar o período simples do exemplo anterior e observar a classe gramatical e a função sintática da palavra o erro: Neymar não admitiu o erro do juiz. suj VTD função: núcleo do direto classe: substantivo

Leia mais

Excelência acadêmica para a vivência dos valores humanos e cristãos. Admissão de Alunos CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 9º ANO ENSINO FUNDAMENTAL II

Excelência acadêmica para a vivência dos valores humanos e cristãos. Admissão de Alunos CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 9º ANO ENSINO FUNDAMENTAL II Excelência acadêmica para a vivência dos valores humanos e cristãos. Admissão de Alunos 2018 CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 9º ANO ENSINO FUNDAMENTAL II CIÊNCIAS 1. O CORPO HUMANO 1.1 Células procariotas e eucariotas.

Leia mais

Lista 6 - Língua Portuguesa 1

Lista 6 - Língua Portuguesa 1 Lista 6 - Língua Portuguesa 1 Períodos compostos LISTA 6 - LP 1 - PERÍODOS COMPOSTOS Períodos compostos Em listas anteriores, vimos alguns conceitos sintáticos importantes para o domínio da norma culta

Leia mais

Orações Subordinadas d Adjetivas. Apostila 3, Capítulo 9 Unidades 39 e 40 (pág. 322 a 329)

Orações Subordinadas d Adjetivas. Apostila 3, Capítulo 9 Unidades 39 e 40 (pág. 322 a 329) Orações Subordinadas d Adjetivas Apostila 3, Capítulo 9 Unidades 39 e 40 (pág. 322 a 329) Professora Simone 2 Orações Subordinadas Adjetivas A sua história assustadora será contada para todos assustadora

Leia mais

GUIA DE AULAS - PORTUGUÊS - SITE: EDUCADORES.GEEKIELAB.COM.BR

GUIA DE AULAS - PORTUGUÊS - SITE: EDUCADORES.GEEKIELAB.COM.BR GUIA DE AULAS - PORTUGUÊS - SITE: EDUCADORES.GEEKIELAB.COM.BR Olá, Professor! Assim como você, a Geekie também quer ajudar os alunos a atingir todo seu potencial e a realizar seus sonhos. Por isso, oferecemos

Leia mais

As Metas Curriculares de Português, para o 3º Ciclo, apresentam cinco características essenciais:

As Metas Curriculares de Português, para o 3º Ciclo, apresentam cinco características essenciais: DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS PORTUGUÊS º ANO A Ano Letivo: 204 / 205. Introdução / Metas Curriculares Na disciplina de Português o desenvolvimento do ensino será orientado por Metas Curriculares cuja definição

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXÉRCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATÓRIA E ASSISTENCIAL

MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXÉRCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATÓRIA E ASSISTENCIAL MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXÉRCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATÓRIA E ASSISTENCIAL 6º ANO Ensino Fundamental Língua Portuguesa 2) Inferir o sentido

Leia mais

Apresentação 11 Lista de abreviações 13. Parte I: NATUREZA, ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO DA LINGUAGEM

Apresentação 11 Lista de abreviações 13. Parte I: NATUREZA, ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO DA LINGUAGEM Sumário Apresentação 11 Lista de abreviações 13 Parte I: NATUREZA, ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO DA LINGUAGEM O homem, a linguagem e o conhecimento ( 1-6) O processo da comunicação humana ( 7-11) Funções da

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. GINESTAL MACHADO PLANIFICAÇÃO ANUAL DE PORTUGUÊS 11º ANO

ESCOLA SECUNDÁRIA DR. GINESTAL MACHADO PLANIFICAÇÃO ANUAL DE PORTUGUÊS 11º ANO Objetivos: Desenvolver os processos linguísticos, cognitivos e metacognitivos necessários à operacionalização de cada uma das competências de compreensão e produção nas modalidades oral e escrita. Interpretar

Leia mais

Língua. Portuguesa. Sintaxe do Período

Língua. Portuguesa. Sintaxe do Período Língua Portuguesa Sintaxe do Período Orações Subordinadas Substantivas É necessário o seu auxílio. 1) Subjetivas: É necessário que me auxilie. Convém que me auxilie. Observou-se que foi um golpe de mestre.

Leia mais

PORTUGUÊS com DUDA NOGUEIRA ANATEL / julho 2014

PORTUGUÊS com DUDA NOGUEIRA ANATEL / julho 2014 1 Edital SISTEMATIZADO ANATEL - Língua Portuguesa Edital: http://www.cespe.unb.br/concursos/anatel_14/arquivos/ed_1_abertura.pdf Olá, guerreiros! Em primeiro lugar, vamos aos tópicos exigidos nas últimas

Leia mais

COMPLEMENTO NOMINAL E ADJUNTO ADNOMINAL. Profª Giovana Uggioni Silveira

COMPLEMENTO NOMINAL E ADJUNTO ADNOMINAL. Profª Giovana Uggioni Silveira COMPLEMENTO NOMINAL E ADJUNTO ADNOMINAL Profª Giovana Uggioni Silveira ADJUNTO ADNOMINAL É o termo da oração que acompanha e modifica um substantivo, conferindo-lhe características e atributos. Artigos,

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA. Professora Rosane Reis. MÓDULO 10 Sintaxe III

LÍNGUA PORTUGUESA. Professora Rosane Reis. MÓDULO 10 Sintaxe III LÍNGUA PORTUGUESA Professora Rosane Reis MÓDULO 10 Sintaxe III A SUBORDINAÇÃO No período composto por subordinação, há uma que traz presa a si, como dependente, outra ou outras. Dependentes porque cada

Leia mais

Conteúdo para concurso de bolsa 9º ano

Conteúdo para concurso de bolsa 9º ano Conteúdo para concurso de bolsa 9º ano Língua Portuguesa: - Interpretação de texto; - Revisão Análise morfossintática; - Revisão de período composto por subordinação (subordinadas substantivas); - Período

Leia mais

4) Entre o verbo e o predicativo. Ex.: Eu já fui professor. Professor eu já fui.

4) Entre o verbo e o predicativo. Ex.: Eu já fui professor. Professor eu já fui. 4) Entre o verbo e o predicativo. Ex.: Eu já fui professor. Professor eu já fui. Obs.: Na inversão, aparecerá a vírgula se houver predicativo pleonástico. Ex.: Professor, eu já o fui. predicativo: professor.

Leia mais

Programa Anual LÍNGUA PORTUGUESA

Programa Anual LÍNGUA PORTUGUESA Programa Anual LÍNGUA PORTUGUESA A proposta Na proposta do Material Didático Positivo, o ensino da Língua Portuguesa é entendido como a própria linguagem posta em ação. Esse pressuposto faz com que as

Leia mais

PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO ORAÇÕES ADJETIVAS

PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO ORAÇÕES ADJETIVAS PORTUGUÊS SÉRIE: Pré-Vestibular PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO ORAÇÕES ADJETIVAS Profª Raquel Sampaio LÍNGUA PORTUGUESA GRAMÁTICA PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO ORAÇÕES ADJETIVAS Profª. Raquel Freitas

Leia mais

Língua Portuguesa 8º ano

Língua Portuguesa 8º ano Língua Portuguesa 8º ano Conteúdos por Unidade Didática 1º Período A - Comunicação Oral. Ideias principais.. Ideias secundárias..adequação comunicativa ( processos persuasivos; recursos verbais e não verbais)..

Leia mais

AULA 11. Sintaxe da oração e do período MINISTÉRIO DA FAZENDA

AULA 11. Sintaxe da oração e do período MINISTÉRIO DA FAZENDA AULA 11 Sintaxe da oração e do período MINISTÉRIO DA FAZENDA Professor Marlus Geronasso Frase, período e oração Frase é todo enunciado suficiente por si mesmo para estabelecer comunicação. Expressa juízo,

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE PORTUGUÊS 8.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE PORTUGUÊS 8.º ANO DE PORTUGUÊS 8.º ANO Ano Letivo 2015 2016 PERFIL DO ALUNO No final do 8.º ano de escolaridade, o aluno deve ser capaz de: interpretar e produzir textos orais com diferentes graus de formalidade, finalidade

Leia mais

Análise sintática do período composto por subordinação: uma viagem pelas relações sintático-semânticas.

Análise sintática do período composto por subordinação: uma viagem pelas relações sintático-semânticas. Análise sintática do período composto por subordinação: uma viagem pelas relações sintático-semânticas. As orações subordinadas podem ser: 1. Substantivas exercem na principal uma função própria do substantivo.

Leia mais

ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS. Exerce a função de sujeito do verbo da oração principal.

ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS. Exerce a função de sujeito do verbo da oração principal. ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS ORAÇÃO SUBORDINADA SUBSTANTIVA SUBJETIVA Exerce a função de sujeito do verbo da oração principal. É necessário que você se apresente ao serviço amanhã. Foi anunciado que

Leia mais

SUMÁRIO. Capítulo 1. INTERPRETAÇÃO DE TEXTO, 21

SUMÁRIO. Capítulo 1. INTERPRETAÇÃO DE TEXTO, 21 SUMÁRIO Capítulo 1. INTERPRETAÇÃO DE TEXTO, 21 1.1. Tipos de texto, 22 1.2. Gênero de texto, 26 1.3. Tipos de discurso, 27 1.3.1. Discurso direto, 27 1.3.2. Discurso indireto, 28 1.3.3. Discurso indireto

Leia mais

PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO

PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO O período composto por coordenação é constituído por orações coordenadas. Chamamos oração coordenada por não exercer nenhuma função sintática em outra oração, daí ser chamada

Leia mais

PONTUAÇÃO. PONTUAÇÃO DO PERÍODO SIMPLES

PONTUAÇÃO.  PONTUAÇÃO DO PERÍODO SIMPLES PONTUAÇÃO GRAMÁTICA PONTUAÇÃO As regras de pontuação se baseiam, em sua maioria, nas regras de análise sintática, portanto saber pontuação requer conheciento prévio da sintaxe. PONTUAÇÃO DO PERÍODO SIMPLES

Leia mais

Complexo de Ensino Renato Saraiva (081) Profª Junia Andrade MPU 2010 Isolada Português PORTUGUÊS

Complexo de Ensino Renato Saraiva  (081) Profª Junia Andrade MPU 2010 Isolada Português PORTUGUÊS MPU técnicos e analistas JÚNIA ANDRADE Exemplos Cespe - Abin Mudado seu modo de pensar, o pesquisador já não concebe aquele tema da mesma forma e, assim, já não é capaz de estabelecer um relação exatamente

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO DAS CONJUNÇÕES SUBORDINATIVAS

CLASSIFICAÇÃO DAS CONJUNÇÕES SUBORDINATIVAS CLASSIFICAÇÃO DAS CONJUNÇÕES SUBORDINATIVAS CAUSAIS Principais conjunções causais: porque, visto que, já que, uma vez que, como (= porque). Exemplos: - Não pude comprar o CD porque estava em falta. - Ele

Leia mais

2011/2012 (Despacho nº 5238/2011 de 28 de Março) 2º Ano CONTEÚDOS ANUAIS DISCIPLINA: Língua Portuguesa. CEF Serviço de Bar

2011/2012 (Despacho nº 5238/2011 de 28 de Março) 2º Ano CONTEÚDOS ANUAIS DISCIPLINA: Língua Portuguesa. CEF Serviço de Bar 2011/2012 (Despacho nº 5238/2011 de 28 de Março) 2º Ano CONTEÚDOS ANUAIS DISCIPLINA: Língua Portuguesa CEF Serviço de Bar CONTEÚDOS 1º PERÍODO AULAS PREVISTAS 46 TEXTOS DE TEATRO - AUTO DA BARCA DO INFERNO,

Leia mais

Sumário. O que é Gramática Normativa, Norma Culta, Registro Culto etc.?

Sumário. O que é Gramática Normativa, Norma Culta, Registro Culto etc.? Sumário Introdução O que é Gramática Normativa, Norma Culta, Registro Culto etc.? Capítulo 1 Fonologia Fonema Letra Dígrafo e Dífono dos Fonemas Sílaba Encontros Vocálicos Encontros Consonantais Separação

Leia mais

Sumário SUMÁRIO LÍNGUA PORTUGUESA. Paula Barbosa. 1. Noções gerais Grupo nominal... 20

Sumário SUMÁRIO LÍNGUA PORTUGUESA. Paula Barbosa. 1. Noções gerais Grupo nominal... 20 SUMÁRIO 11 LÍNGUA PORTUGUESA Paula Barbosa CLASSES GRAMATICAIS: O NOME E SEUS MODIFICADORES... 19 1. Noções gerais... 19 2. Grupo nominal... 20 CLASSES GRAMATICAIS: O VERBO E SEUS MODIFICADORES... 27 1.

Leia mais

Ex. A garota com quem simpatizei está à sua procura. Os alunos cujas redações foram escolhidas receberão um prêmio.

Ex. A garota com quem simpatizei está à sua procura. Os alunos cujas redações foram escolhidas receberão um prêmio. A) Restritiva: é aquela que limita, restringe o sentido do substantivo ou pronome a que se refere. A restritiva funciona como adjunto adnominal de um termo da oração principal e não pode ser isolada por

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE PORTUGUÊS - 7.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE PORTUGUÊS - 7.º ANO DE PORTUGUÊS - 7.º ANO Ano Letivo 2015 2016 PERFIL DO ALUNO No final do 7.º ano de escolaridade, o aluno deve ser capaz de: interpretar e produzir textos orais com diferentes graus de formalidade e complexidade,

Leia mais

QUESTÕES GLOBAIS P E R Í O D O C O M P O S T O P R O N O M E R E L A T I V O

QUESTÕES GLOBAIS P E R Í O D O C O M P O S T O P R O N O M E R E L A T I V O QUESTÕES GLOBAIS P E R Í O D O C O M P O S T O P R O N O M E R E L A T I V O Pág. 40 Ex. 1 a) Referem-se aos cães: Alimento no Oriente; companheiro no Ocidente; o melhor amigo do homem; cães; eles; cachorro;

Leia mais

EDITAL PROGRAMA DE BOLSA SOUZA LEÃO 2017

EDITAL PROGRAMA DE BOLSA SOUZA LEÃO 2017 EDITAL PROGRAMA DE BOLSA SOUZA LEÃO 2017 A Direção do Colégio Souza Leão, Unidade Candeias, torna pública a realização, no site www.colegiosouzaleao.com.br, de inscrições de candidatos(as) a aluno(a) do

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO. Língua Portuguesa

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO. Língua Portuguesa CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Língua Portuguesa 5º ano Interpretação de Texto; Verbos; Silaba Tônica; Pronomes (Tratamento); Substantivo; Acentuação e Pontuação; Adjetivo; Artigo; Advérbio de Tempo e Espaço. 6º

Leia mais

Competências globais a serem adquiridas na série

Competências globais a serem adquiridas na série PLANO DE ENSINO - 2016 Disciplina: Língua Portuguesa 9º ANO Professor: Ricardo Andrade Competências globais a serem adquiridas na série.fundamentar uma aprendizagem significativa, desenvolvendo múltiplas

Leia mais

PARTE V UNIDADE 01: OS TERMOS DA ORAÇÃO

PARTE V UNIDADE 01: OS TERMOS DA ORAÇÃO PARTE V UNIDADE 01: OS TERMOS DA ORAÇÃO SUJEITO 01 1. comemorações 2. imagem 3. rio 4. soldados 5. major/coronel 6. quem 7. ninguém 8. alto-falantes 9. trocos 10. Tio 02 1. (3) 2. (2) 3. (1) 4. (2) 5.

Leia mais

Conteúdos para as Provas de Seleção 6º ano do Ensino Fundamental ao Ensino Médio

Conteúdos para as Provas de Seleção 6º ano do Ensino Fundamental ao Ensino Médio Conteúdos para as Provas de Seleção 6º ano do Ensino Fundamental ao Ensino Médio Português Ao final do 6 ano: Leitura, interpretação e compreensão dos diversos textos que circulam na sociedade: - inferir

Leia mais

Educando para transformar

Educando para transformar 6º ANO A (ENSINO FUNDAMENTAL II) Capítulo 3 Os espaços da circulação e do consumo; Capítulo 4 A representação do espaço geográfico. IMC; Definições dos termos esportivos; Valências Físicas; Atletismo (Corridas,

Leia mais

Admissão de alunos 2017

Admissão de alunos 2017 Tradição em Excelência Admissão de alunos 2017 CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 9º ANO ENSINO FUNDAMENTAL II CIÊNCIAS 1. OS MINERAIS E A VIDA 1.1. Obtenção e função dos minerais em animais e vegetais. 1.2. O que

Leia mais

Recursos para Estudo / Atividades

Recursos para Estudo / Atividades COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 1ª Etapa 2013 Disciplina: Língua Portuguesa Ano: 2013 Professor (a): Felipe Amaral Turma:3º ano FG/ADM Caro aluno, você está recebendo

Leia mais

SUMÁRIO PERÍODO SIMPLES............................. 01

SUMÁRIO PERÍODO SIMPLES............................. 01 SUMÁRIO Capítulo 1 PERÍODO SIMPLES... 01 Frase... 02 Oração... 02 Oração coordenada... 03 Oração justaposta... 03 Oração principal... 03 Oração reduzida... 03 Oração relativa... 03 Oração subordinada...

Leia mais

COLÉGIO ALMIRANTE TAMANDARÉ

COLÉGIO ALMIRANTE TAMANDARÉ Língua Portuguesa: Interpretação de texto. CONTEÚDOS APS 4º BIMESTRE/2016 2º ANO Gramática: Unidade 20 Adjetivo: concordância; Unidade 21 Aumentativo e diminutivo (páginas 190 a 209). Linguagens: A letra

Leia mais

Curso: 3.º Ciclo do Ensino Básico Disciplina: Português Ano: 7º, 8.º e 9.º

Curso: 3.º Ciclo do Ensino Básico Disciplina: Português Ano: 7º, 8.º e 9.º DOMÍNIOS A AVALIAR INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO Tipo 1 Leitura, Educação Literária, Gramática e Escrita. Testes de avaliação (leitura, educação literária, gramática e escrita) DOMÍNIO COGNITIVO (COMPETÊNCIAS

Leia mais

SINTAXE. Período Composto. Conjunto de orações constituído por mais de uma oração.

SINTAXE. Período Composto. Conjunto de orações constituído por mais de uma oração. SINTAXE Período Composto Conjunto de orações constituído por mais de uma oração. O período composto pode ser período composto por coordenação ou subordinação. Período composto por subordinação No período

Leia mais

Anexo B Relação de Assuntos Pré-Requisitos à Matrícula

Anexo B Relação de Assuntos Pré-Requisitos à Matrícula Anexo B Relação de Assuntos Pré-Requisitos à Matrícula MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXÉRCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATÓRIA E ASSISTENCIAL 6º ANO Ensino

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VALE DE MILHAÇOS ESCOLA BÁSICA DE VALE DE MILHAÇOS PLANIFICAÇÃO ANUAL 7.º Ano

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VALE DE MILHAÇOS ESCOLA BÁSICA DE VALE DE MILHAÇOS PLANIFICAÇÃO ANUAL 7.º Ano AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VALE DE MILHAÇOS ESCOLA BÁSICA DE VALE DE MILHAÇOS PLANIFICAÇÃO ANUAL 7.º Ano Disciplina de Português Ano Letivo - 2016/2017 Objetivos das Metas Curriculares Conteúdos Nº de aulas

Leia mais

Português. Índice de aulas. Tipologias textuais

Português. Índice de aulas. Tipologias textuais Índice de aulas Tipologias textuais Texto narrativo Ação Personagens Narrador Espaço Tempo Modalidades do discurso Narrativas de tradição popular O caldo de pedra Mestre Finezas: o passado glorioso Mestre

Leia mais

PORTUGUÊS. Relação aula x conteúdo

PORTUGUÊS. Relação aula x conteúdo CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DAS AULAS CURSO: UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ (UECE) - ASSISTENTE EM ADMINISTRAÇÃO - REGULAR Poderá haver substituições de professores, ficando a critério da coordenação pedagógica

Leia mais

PORTUGUÊS SÉRIE: Pré-Vestibular SINTAXE 1. Profª Raquel Sampaio

PORTUGUÊS SÉRIE: Pré-Vestibular SINTAXE 1. Profª Raquel Sampaio PORTUGUÊS SÉRIE: Pré-Vestibular SINTAXE 1 Profª Raquel Sampaio LÍNGUA PORTUGUESA GRAMÁTICA SINTAXE 1 Profª. Raquel Freitas Sampaio É a parte da gramática que estuda as relações entre as palavras dentro

Leia mais

PORTUGUÊS. Relação aula x conteúdo

PORTUGUÊS. Relação aula x conteúdo CURSO: CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DAS AULAS (IFCE) - ASSISTENTE EM ADM. - REGULAR Poderá haver substituições de professores, ficando a critério da coordenação pedagógica do curso quaisquer alterações. PORTUGUÊS

Leia mais

PROF. MARCO ANTONIO MACARRÃO

PROF. MARCO ANTONIO MACARRÃO PROF. MARCO ANTONIO MACARRÃO QUESTÃO 01: CESPE CPRM 2013) Quando isso ocorre, os clientes que já haviam contratado o serviço continuam no direito de usá-lo, mas a operadora não pode aceitar novos beneficiários

Leia mais

Disciplina Série Turma (s) Ano Letivo L. Portuguesa 3.º ano 2231 e Turno. Matutino 5h/aula 200h/aula M.ª Leogete J.

Disciplina Série Turma (s) Ano Letivo L. Portuguesa 3.º ano 2231 e Turno. Matutino 5h/aula 200h/aula M.ª Leogete J. UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA CENTRO DE EDUCAÇÃO - CEDUC COORDENAÇÃO GERAL DE EDUCAÇÃO BÁSICA COLÉGIO DE APLICAÇÃO CAP Disciplina Série Turma (s) Ano Letivo L. Portuguesa 3.º ano 2231 e 2232 2013 Turno

Leia mais

ROTEIRO DE ESTUDOS DISCIPLINA: QUÍMICA RECUPERAÇÃO FINAL SÉRIE: 2º EM DATA DA PROVA: /12/2016 CONTEÚDO:

ROTEIRO DE ESTUDOS DISCIPLINA: QUÍMICA RECUPERAÇÃO FINAL SÉRIE: 2º EM DATA DA PROVA: /12/2016 CONTEÚDO: DISCIPLINA: QUÍMICA RECUPERAÇÃO FINAL SÉRIE: 2º EM 1) Balanceamento pelo método das tentativas; 2) Leis de Lavoisier e Proust; 3) Cálculo estequiométrico; 4) Estudo dos gases; 5) Soluções Estudo das concentrações;

Leia mais

FORMAS NOMINAIS. GERÚNDIO - indica uma ação verbal incompleta ou prolongada e possui a terminação -NDO.

FORMAS NOMINAIS. GERÚNDIO - indica uma ação verbal incompleta ou prolongada e possui a terminação -NDO. 3º ANO FORMAS NOMINAIS Para falarmos sobre as formas nominais do verbo, é importante sabermos o porquê desta denominação, ou seja, em certas circunstâncias, este verbo pode assumir o papel de um nome :

Leia mais