PROJETO - 1. TÍTULO DO PROJETO: Gestor de Locação de Máquinas e Equipamentos.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROJETO - 1. TÍTULO DO PROJETO: Gestor de Locação de Máquinas e Equipamentos."

Transcrição

1 PROJETO - 1 TÍTULO DO PROJETO: Gestor de Locação de Máquinas e Equipamentos. COMPONENTES: Bruno Lene de Oliveira, Leandro Nora do Nascimento, Simara Iagues Silva Freitas e Thalita Botelho da Silva ORIENTADOR: - Prof. Rosenclever Lopes Gazonni - Formado em Tecnologia de Processamento de Dados pelo Centro Universitário de Volta Redonda, especialista em Gestão de Educação a Distância pela Universidade Federal de Juiz de Fora, Mestrando em Ciência da Computação no Instituto Tecnológico de Aeronáutica. Há tempos as organizações, cada vez mais, apresentam a necessidade de informatizar os seus processos e se modernizar. Tal necessidade também surgiu na empresa MPR Locações de Máquinas e Equipamentos devido o seu recente crescimento no mercado. As empresas prestam serviços de locação de máquinas, equipamentos ou serviços integrais que utilizem os mesmos, para pessoas físicas ou jurídicas. A necessidade de implantação de um sistema ficou evidente, pois, estava se tornando muito complexo visualizar qual o funcionário ideal para realizar determinada tarefa e qual equipamento o mesmo poderia utilizar. A dificuldade também estava presente no momento de criar propostas e transformá-las em contrato após a aprovação do cliente; também no controle visando evitar que equipamentos fossem utilizados de forma incorreta, fazendo com que surgisse a necessidade de locar o mesmo equipamento de outras locadoras; além de ter aumentado o número de movimentos financeiros, o que dificultou manter o controle dos mesmos. Diante disto, foi explorada a idéia de criação de um sistema informatizado, para auxílio na solução de tais problemas. Foi estudada a possibilidade de criar um Gestor de Locação de Máquinas e Equipamentos. A criação deste gestor percorreu várias tarefas baseadas nos conceitos da UML, desde Análise de Requisitos até Implantação. Os problemas que este gestor tende a resolver são: permitir um maior controle dos funcionários, equipamentos, clientes e movimentos financeiros, visto que atualmente, a empresa não possui um cadastro dos mesmos, com isso será resolvida a dificuldade de selecionar o equipamento e o funcionário que irá atender determinado cliente, de forma que a empresa não precise deslocar determinado equipamento para outro serviço, interrompendo o que estava sendo executado; agilizar a elaboração de propostas pois, todos os elementos necessários para a criação das mesmas já são conhecidos e caso forem aprovadas pelo cliente todos os dados serão aproveitados para gerar o contrato, quando o mesmo for gerado, o gestor irá verificar qual o equipamento e funcionário estarão disponíveis para a realização do serviço, permitindo que a empresa cumpra o que foi acordado com o cliente, incluindo automaticamente no sistema,o movimento financeiro gerado pelo contrato. Será utilizado o gestor de forma desktop, visto que apenas um funcionário irá manusear o sistema e será disponibilizado um micro computador que servirá de servidor de banco de dados. Palavras Chave: Equipamentos; Gestor; UML.

2 PROJETO - 2 TÍTULO DO PROJETO: Desenvolvimento de uma Calculadora Financeira para Celular. COMPONENTES: Alexandre Santana da Silva, Ataíde da Silva Júnior, Douglas Lima Franco da Silva, Emerson Melo Silveira Júnior e Paulo Roberto Barcelos Gomes Zacarias ORIENTADOR: - Prof. Venicio Siqueira Filho - Formado em Engenharia Civil - FERP, especialista em Análise de Sistemas - FERP, Mestre em Educação UNIFOA, Mestrando em Tecnologia CEFET/RJ. O mercado de telecomunicações tem sido alvo de grandes transformações, para não um gerador de mudanças comportamentais nos clientes, os quais são consumidores que procuram cada vez mais por novas tecnologias. Aproveitando esse momento de constante evolução a proposta do nosso projeto consiste em desenvolver um aplicativo de cálculos financeiros para celular, apresentando algumas novidades como, por exemplo, demonstração de históricos de cálculo. Fomos motivados a desenvolver este projeto também pelo fato de já existirem muitos outros visando controles básicos de gestão, assim sendo decidimos implementar algo diferenciado utilizando uma tecnologia que atinge todas as esferas da sociedade. De acordo com a metodologia adotada, serão realizadas várias etapas de desenvolvimento, sendo a primeira delas a Análise de Requisitos, que tem como objetivo conhecer o escopo da aplicação com os tipos de cálculos financeiros, para definir as propostas de implementação com os principais cálculos para o dia-a-dia. Esta etapa contém os seguintes produtos principais: descrição dos cálculos necessários para uma calculadora financeira, Diagrama de Casos de Uso, e proposta de implementação. Em seguida vem a etapa de Análise (Modelo Conceitual do Sistema) que define um conjunto de características que a aplicação deve possuir para atingir seu propósito, dentre elas podemos destacar: o Diagrama de Classe Conceitual, Diagrama de Objetos relevantes, Diagrama de Estado de Objetos e Diagramas de Atividade. A seguir vem a Etapa do Design que abrange a modelagem física da aplicação, englobando os Diagramas de Iteração (Diagrama de Seqüência ou Diagrama de Colaboração) e o Diagrama de Classe de Projeto. A última etapa é a implementação que consiste na elaboração dos Diagramas de Componente e de Implantação, nesta etapa temos ainda os seguintes produtos: requisitos de segurança e confiabilidade da aplicação, layout das telas e relatórios, plano de implementação da nova aplicação e o plano de contingência. Neste projeto aplicaremos a linguagem Java no desenvolvimento da calculadora, demonstrando o suporte da linguagem ao desenvolvimento de aplicações para dispositivos móveis utilizando a Análise Orientada a Objetos. Palavras Chave: Telecomunicações, Calculadora Financeira; Orientação a Objetos.

3 PROJETO - 3 TÍTULO DO PROJETO: Food Manager. COMPONENTES: Clauber dos Reis Ferreira, Diogo Simão e Ricardo Ramires ORIENTADOR: - Prof. Rosenclever Lopes Gazonni - Formado em Tecnologia de Processamento de Dados pelo Centro Universitário de Volta Redonda, especialista em Gestão de Educação a Distância pela Universidade Federal de Juiz de Fora, Mestrando em Ciência da Computação no Instituto Tecnológico de Aeronáutica. Ultimamente vimos que desde pequenos empreendedores até grandes multinacionais estão buscando soluções para automatizar as atividades do ramo. Soluções que se resumem em sistema de informações baseados nos processos de negócio da organização, interfaces padronizadas, redes de comunicação, gerenciamento de dados e tecnologias que interagem com intuito de auxiliar e melhorar a gestão da empresa. E nas organizações dos setores alimentícios não é diferente a falta de um sistema informatizado acaba comprometendo a sobrevivência destas empresas. A busca constante pela organização das informações e o planejamento antecipado podem significar um crescimento sustentável. O sistema Food Manager pretende atuar neste contexto. Esse sistema esta sendo desenvolvido, pois poucas organizações no ramo possuem este tipo de controle, prejudicando o desenvolvimento do negócio. O sistema visa melhorar significativamente os processos, controlando assim a movimentação dos insumos do estoque, pedidos de compras com base nos cardápios que seriam preparados gerando os custos necessários para preparação das refeições, disponibilizando os valores nutricionais dos alimentos para o consumidor, relatórios gerenciais como fluxo de caixa, posições de estoque, curva ABC, possibilitando ter uma visão financeira do negócio. Para o desenvolvimento deste sistema foram utilizados fundamentos da UML e a metodologia XP. Palavras Chave: Negócio; Organização; Cardápio.

4 PROJETO - 4 TÍTULO DO PROJETO: Gestão de Adequação Homem ao Posto de Trabalho. COMPONENTES: Caio Luiz de Carvalho Ferreira, Gustavo Soares Guimarães, Natália Cristina Santagueda Zerbone e Tamara Cristina Dalpian ORIENTADOR: - Prof. Venicio Siqueira Filho - Formado em Engenharia Civil - FERP, especialista em Análise de Sistemas - FERP, Mestre em Educação UNIFOA, Mestrando em Tecnologia CEFET/RJ. Nos últimos tempos, temos notado a busca das empresas, por soluções na gestão de informações importantes, e que sejam eficientes no seu tipo de negócio. Estas soluções, chamadas de sistema de informações, são uma combinação de pessoas, dados, processos, interfaces, redes de comunicação e tecnologia que interagem com o objetivo de dar suporte e melhorar o processo de negócio de uma organização empresarial. E organizações de diversas áreas têm dificuldades em escolher as pessoas mais adequadas aos seus setores. É notável a necessidade de ampliar os métodos de escolha de funcionários, adequando-os aos diferentes aspectos e habilidades exigidas dentro da empresa. Baseado nessa busca por meios mais avançados e mais práticos para estabelecer padrões que forneçam facilidades para empresas na hora de gerir seus funcionários, que este sistema foi desenvolvido. A empresa alvo de nosso estudo é a PSA Peugeot Citroën, uma montadora de automóveis francesa que se instalou em Porto Real, no estado do Rio de Janeiro. O sistema é preparado para relacionar os dados de doenças e teste de habilidades do funcionário, restrições de doenças e habilidade dos postos de trabalho, assim gerando uma tomada de decisão que é se o funcionário está adequado ou não para trabalhar naquele posto. A Inteligência Artificial desenvolvida é capaz de melhorar a performance do sistema proposto, pois o sistema existente na fábrica não suporta todos os processamentos necessários para a tomada de decisão. Além disso, haverá setores da empresa responsáveis por determinados módulos dentro do sistema, tais como: Ambulatório: controla os dados médicos de cada funcionário e analisa o nível de ergonomia e as possíveis lesões que cada posto pode causar para o funcionário. Formação: faz a gestão do sistema atual e o controle de destreza de cada funcionário. Fabricação: consulta a análise de adequação do sistema, assim garantindo que os funcionários trabalhem nos postos que realmente estão adequados. Para o desenvolvimento deste Sistema serão realizadas várias etapas baseadas nos conceitos da UML: Análise de Requisitos, responsável por analisar todas as necessidades da empresa; Análise, que dirá como o sistema reagirá aos requisitos, de acordo com recursos disponíveis; Projeto, onde se desenvolve os conceitos físicos do sistema; e Implementação, gerenciamento de versões e confiabilidade do sistema. Palavras Chave: Software; Orientação a Objetos; Gestão de Funcionários, Inteligência Artificial.

5 PROJETO - 5 TÍTULO DO PROJETO: Classificação de Imagens Baseado em Inteligência Artificial COMPONENTES: Igor de O. Sá, Juliana F. da Costa, Paulo R. N. dos Santos e Vanessa X. dos Reis ORIENTADOR: - Prof. Rosenclever Lopes Gazonni - Formado em Tecnologia de Processamento de Dados pelo Centro Universitário de Volta Redonda, especialista em Gestão de Educação a Distância pela Universidade Federal de Juiz de Fora, Mestrando em Ciência da Computação no Instituto Tecnológico de Aeronáutica. Nos últimos anos, com o advento da Tecnologia da Informação acessível a todos, e com cada vez mais necessidade de sigilo e segurança, tornou-se comum a aquisição de softwares anti-invasão. Não são incomuns as pesquisas a respeito de danos decorrentes de invasões apontarem que mais da metade das empresas entrevistadas já foram prejudicadas de algum modo. O ser humano tem uma capacidade inata de reconhecer objetos através de padrões. Esse reconhecimento tenta ser reproduzido neste projeto. Com o intuito de evitar que sistemas sejam burlados com o roubo de senhas/logins, a identificação será feita por meio da classificação de imagens. Esbarra-se em um empecilho: e se alguém simplesmente inserir uma foto e tentar se passar por outra pessoa? E se a pessoa estiver disfarçada? Para todas estas questões vamos desde o início do reconhecimento de imagens até o projeto atual. O início do uso desse método era realizado comparando uma foto capturada com uma foto previamente armazenada em um banco de dados. A ineficácia neste método consiste em tentar achar a semelhança entre duas fotos 2D, ou seja, qualquer alteração na iluminação, posição de captura, alterações na face(disfarce) alterariam o resultado. Neste projeto uma técnica usando Inteligência Artificial (Redes Neurais) marca pontos de referência em um rosto como: distância entre os olhos, tamanho do nariz, formato da boca etc. Tais atributos são específicos e sem igual em diferentes indivíduos, o que torna a técnica mais eficiente. Desde a análise de requisitos até o design do projeto buscamos aprimorar meios parar evitar que informações/softwares sejam lidas/executados por pessoas que não possuam tal autorização. Esta proposta se torna viável, visto que seu custo de implantação e manutenção é muito pequeno relacionado ao seu benefício. O necessário para executá-lo é apenas um computador que possua um poder de processamento razoavelmente alto (muito comum hoje em dia). Além de todos os dados supracitados, desenvolver esse projeto agregaria conhecimento às técnicas de restrições a diversos acessos lógicos (softwares, documentos) e físicos (salas, departamentos), protegendo e prevenindo o sistema de possíveis vazamentos de informações e acessos indevidos. Palavras Chave: Segurança do Sistema, Inteligência Artificial, Redes Neurais.

6 PROJETO - 6 TÍTULO DO PROJETO: Sistema de Transmissão Multimídia COMPONENTES: Bruno Victorino Medeiros e Jonei Reis Pereira Rocha ORIENTADOR: - Prof. Venicio Siqueira Filho - Formado em Engenharia Civil - FERP, especialista em Análise de Sistemas - FERP, Mestre em Educação UNIFOA, Mestrando em Tecnologia CEFET/RJ. A necessidade de comunicação entre os seres humanos possui registro inicial em épocas remotas e a cada momento novos meios de comunicação surgem para aprimorá-lo cada vez mais, seja através de meios físicos ou com a evolução tecnológica no decorrer do tempo tem utilizado um meio de tráfego de dados genérico como a Internet ou através da criação de Transmissores de Multimídia. O sistema, em sua concepção inicial, permitirá a formação de grupos de administradores e participantes que poderão assistir à exibição de um vídeo armazenado em uma fonte de dados e/ou em tempo real. O Projeto TM tem por finalidade trazer benefícios na comunicação de administradores para seus participantes podendo ser usado em reuniões, grupos de estudos, transmissão de eventos ao vivo, anúncio de produtos entre inúmeras maneiras de ser utilizado de acordo com a necessidade do cliente. Com isso reduzindo gastos com transportes, locomoção desnecessária e economia de tempo que é fundamental no dia de hoje. Para desenvolvermos este projeto, será composto pela etapa de Comunicação e Transmissão de Informações que define um conjunto de características que o sistema deve possuir para atingir seu propósito, precisamos conceituar a multimídia, as ferramentas ou softwares existentes, Strem de Vídeo, Formato de mídias, Processamento de mídias, Capturando mídias, Ambiente do Usuário, Novas Necessidades e Propostas de Melhorias e Alternativas de Implementação. Na etapa da gestão do projeto e estudo econômico é a fase da modelagem conceitual, onde serão desenvolvidos os seguintes Diagramas: Classe Conceitual, Diagrama de Objetos, o de Estado dos Objetos e o das Atividades. A etapa seguinte visa o desenvolvimento de modelos necessários na modelagem conceitual do Sistema, sendo preciso construir diversos diagramas, como por exemplo: os Pacotes do Sistema Proposto, Desenvolvimento dos Diagramas e, Tabelas de Caso de Uso, de Contexto, de Classe Conceitual, Desenvolvimento do Diagrama de Objetos e de Estado dos Objetos e o Diagrama de Atividade. A seguir vem a Etapa do Design que abrange a modelagem física do sistema, englobando os Diagramas de Iteração (Diagrama de Seqüência ou Diagrama de Colaboração), Diagrama de Classe do Projeto e Desenvolvimento dos Contratos. A última etapa é a Implementação que consiste na elaboração dos Diagramas de Componentes e de Implantação, nesta etapa temos ainda os seguintes produtos: Montagem das Telas e Relatórios na Documentação, Desenvolvimento do Estudo de Segurança, Propostas de Segurança, de Confiabilidade, de Contingência e de Implantação e Contagem dos Pontos de Função do Projeto Concluído. Contudo, com o desenvolvimento do sistema, procuramos agilizar as consultas, dar mais segurança e eficiência, para atender as demandas de transmissões existentes na Transmissão Multimídia. Palavras Chave: Comunicação; Multimídia; Transmissão.

7 PROJETO - 7 TÍTULO DO PROJETO: Pró Vida OnLine COMPONENTES: Guilherme Rodrigues Leal, Hudson Bento Inês, José Ricardo Guedes Gomes, Renato da Silva Sampaio e Thiago Darc Senna ORIENTADOR: - Prof. Rosenclever Lopes Gazonni - Formado em Tecnologia de Processamento de Dados pelo Centro Universitário de Volta Redonda, especialista em Gestão de Educação a Distância pela Universidade Federal de Juiz de Fora, Mestrando em Ciência da Computação no Instituto Tecnológico de Aeronáutica. O Pró Vida, Centro Integrado de Atenção a Saúde, da Unimed Volta Redonda, é um programa que funciona de acordo com a orientação do médico e das necessidades do cliente, constando de reuniões em grupo, uma vez por semana, e atividades físicas, duas vezes por semana. Quando há necessidade e acontece a indicação de um médico, o Pró Vida presta atendimentos individualizados com psicólogos, nutricionistas, educadores físicos e fisioterapeutas, completando o tratamento prescrito. A proposta, para este programa do Pró Vida, consistiu em um sistema que pudesse controlar suas atividades de forma consistente, para uma melhor organização e gerenciamento dos processos realizados neste centro. Essas atividades consistiam em: controlar a entrada e saída de materiais e medicamentos, controlar o custo destes medicamentos, controlar o estoque de medicamentos, emitir protocolos de atendimentos domiciliares e controlar os gastos de condução dos atendentes domiciliares. Para este Projeto, serão realizadas várias etapas de desenvolvimento, a primeira delas é a Análise de Requisitos, que tem como objetivo conhecer o sistema atual: detectar os problemas existentes e as necessidades não contempladas visando definir alternativas para a construção de um novo sistema. Em seguida dando continuidade aos trabalhos, vem a etapa de Análise (Modelo Conceitual do Sistema) que define um conjunto de características que o sistema deve possuir para atingir seu propósito. A seguir vem a Etapa de Projeto que abrange a modelagem física do sistema. A última etapa é a Implementação que consiste nos seguintes produtos: requisitos de segurança e confiabilidade do sistema, layout das telas e relatórios, plano de implementação do novo sistema e o plano de contingência. Contudo, com o desenvolvimento do sistema, procuramos agilizar as consultas, dar mais segurança e eficiência, para atender as demandas de trabalhos existentes no Pró Vida. Palavras Chave: Sistema Web; Orientação a Objetos;

8 PROJETO - 8 TÍTULO DO PROJETO: Sistema Gerencial de Faturamento Eletrônico COMPONENTES: Ana Paula dos Santos Souza, Bruno Fidelis Campos, Carla Glênia Guedes Dias e Michel Batista Alves ORIENTADOR: - Prof. Venicio Siqueira Filho - Formado em Engenharia Civil - FERP, especialista em Análise de Sistemas - FERP, Mestre em Educação UNIFOA, Mestrando em Tecnologia CEFET/RJ. Sistemas integrados estão presentes no nosso dia a dia, tornando indiscutível sua utilização para uma melhor organização e controle das informações. Não se pode esquecer que a eficiência destes, é de extrema importância. Por este motivo, fez-se necessário a migração e implantação de novas soluções no Sistema Gerencial de Faturamento Eletrônico utilizado pela SEFATH (Serviço Especializado de Faturamento Hospitalar e Ambulatorial). A nova proposta visa migrar o sistema para uma plataforma mais estável e atual, corrigindo assim os problemas existentes e implantando novas soluções, como o faturamento eletrônico, que busca atender as normas estabelecidas pela ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar). Com isso espera-se que o cliente tenha uma melhoria nos controles existentes, maior agilidade nas consultas e maior competitividade no mercado de trabalho. Para este Projeto, serão realizadas várias etapas de desenvolvimento, a primeira delas é a Análise de Requisitos, que tem como objetivo conhecer o sistema atual: detectar os problemas existentes e as necessidades não contempladas visando definir alternativas para a construção de um novo sistema. Em seguida temos à etapa de Análise (Modelo Conceitual do Sistema) que define um conjunto de características que o sistema deve possuir para atingir seu propósito. A próxima etapa do Design que abrange a modelagem física do sistema. Encerrando o desenvolvimento elaboramos a etapa da Implementação onde serão detalhados requisitos de segurança e confiabilidade, plano de implementação do novo sistema e o plano de contingência. Contudo, com o desenvolvimento do sistema, procuramos agilizar as consultas, dar mais segurança e eficiência, para atender as demandas de trabalhos existentes no SEFATH. Palavras Chave: Software; Orientação a Objetos; XML.

9 PROJETO - 9 TÍTULO DO PROJETO: Sistema Gerencial de Faturamento Eletrônico COMPONENTES: Flávia Santos Brandão ORIENTADOR: - Prof. Venicio Siqueira Filho - Formado em Engenharia Civil - FERP, especialista em Análise de Sistemas - FERP, Mestre em Educação UNIFOA, Mestrando em Tecnologia CEFET/RJ. Nos últimos tempos tem se visto um avanço muito intenso em vendas pela internet. Tendo em vista a utilização desse tipo de negocio utilizado por várias empresas de vários ramos, foi elaborada uma criação de um site de e-commerce com um grau maior de tecnologia incorporada, tendo a idéia de suprir alguns elementos e prover maior satisfação do usuário do sistema, sendo assim o sistema terá: uma interface mais amigável, um controle mais rígido de dados, através de um banco de dados, já que o site atua não utiliza um banco de dados, pois o mesmo não utiliza sistema de vendas. A empresa para a qual este projeto foi desenvolvido é a ALBRAN. Trata-se de uma empresa que existe há trinta anos, com um potencial muito grande, devido à vasta experiência de mercado que seus administradores possuem. A empresa tem o objetivo de atender todos os seus clientes. A Albran conta hoje com venda de diversos produtos. Para realizar as vendas, a empresa conta com uma média de 50 empregados, trabalhando diariamente. A Albran possui um website que não está atendendo as necessidades da empresa, pois o mesmo se encontra incompleto. A empresa necessita promover o seu marketing por meio de um site de e-commerce contendo os seus produtos de forma mais organizada e clara. Este sistema descreve a criação de um site de e-commerce para a empresa Albran que possibilitou ao cliente da empresa interessado em adquirir um produto, comprá-lo pelo site ou procurar a empresa para negociações. Na sua construção foi realizada vária etapa de desenvolvimento segundo as seguintes etapas: a Análise de Requisitos, que tem como objetivo conhecer o sistema atual: detectar os problemas existentes e as necessidades não contempladas visando definir alternativas para a construção de um novo sistema. Em seguida temos a Análise (Modelo Conceitual do Sistema) que define um conjunto de características que o sistema deve possuir para atingir seu propósito. A seguir vem o Design que abrange a modelagem física do sistema, englobando os Diagramas de Iteração (Diagrama de Seqüência ou Diagrama de Colaboração) e o Diagrama de Classe do Projeto. E por último elaboramos os Diagramas de Componentes e de Implantação, temos ainda os seguintes produtos: requisitos de segurança e confiabilidade do sistema, plano de implementação e contingência. Palavras Chave: e-commerce, vendas pela Internet.

SISTEMA GERENCIADOR DE FORMULÁRIOS APLICADO AO SISTEMA NETCIF CENTRO INTEGRADO DE FISIOTERAPIA

SISTEMA GERENCIADOR DE FORMULÁRIOS APLICADO AO SISTEMA NETCIF CENTRO INTEGRADO DE FISIOTERAPIA SISTEMA GERENCIADOR DE FORMULÁRIOS APLICADO AO SISTEMA NETCIF CENTRO INTEGRADO DE FISIOTERAPIA Autores: Francisco de Oliveira Dantas; FILHO, PINTO, Giovanni Ferreira; MARIA, Hevanderson da Silva; Orientador:

Leia mais

Especial Online RESUMO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO. Sistemas de Informação 2011-1 ISSN 1982-1816. www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais.

Especial Online RESUMO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO. Sistemas de Informação 2011-1 ISSN 1982-1816. www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais. Especial Online ISSN 1982-1816 www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais.html DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO Sistemas de Informação 2011-1 SISTEMA DE GERÊNCIA DE ODONTOGRAMA EM 3D Alunos: MAIA, Eric Guttemberg

Leia mais

Especial Online RESUMO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO. Sistemas de Informação 2010-1 ISSN 1982-1816. www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais.

Especial Online RESUMO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO. Sistemas de Informação 2010-1 ISSN 1982-1816. www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais. Especial Online ISSN 1982-1816 www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais.html DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO Sistemas de Informação 2010-1 DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO SISTEMA CARTEIRA DE ATIVIDADES

Leia mais

Especial Online RESUMO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO. Sistemas de Informação 2011-2 ISSN 1982-1816. www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais.

Especial Online RESUMO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO. Sistemas de Informação 2011-2 ISSN 1982-1816. www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais. Especial Online ISSN 1982-1816 www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais.html DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO Sistemas de Informação 2011-2 SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE MANUTENÇÃO AUTOMOTIVA Alunos: WERNECK,

Leia mais

Sistema de Automação Comercial de Pedidos

Sistema de Automação Comercial de Pedidos Termo de Abertura Sistema de Automação Comercial de Pedidos Cabana - Versão 1.0 Iteração 1.0- Release 1.0 Versão do Documento: 1.5 Histórico de Revisão Data Versão do Documento Descrição Autor 18/03/2011

Leia mais

Especificação dos Requisitos do Software: Sistema de Gerenciamento de Planos Corporativo de Celulares

Especificação dos Requisitos do Software: Sistema de Gerenciamento de Planos Corporativo de Celulares Empresa de Informática Infinity LTDA Especificação dos Requisitos do Software: Sistema de Gerenciamento de Planos Corporativo de Celulares Autores: Bruno Alexandre de Souza Emerson Diogo de Lima Muzambinho/MG

Leia mais

Documento de Visão. Versão 2.5 Projeto SysTrack - Grupo 01

Documento de Visão. Versão 2.5 Projeto SysTrack - Grupo 01 Documento de Visão Versão 2.5 Projeto SysTrack - Grupo 01 Junho de 2011 Histórico de revisão: DATA VERSÃO DESCRIÇÃO AUTORES 19/02/2011 1.0 Versão inicial. João Ricardo, Diogo Henrique. 24/02/2011 2.0 Modificação

Leia mais

Declaração de Escopo

Declaração de Escopo 1/9 Elaborado por: Adriano Marra, Bruno Mota, Bruno Leite, Janaina Versão: 1.4 Lima, Joao Augusto, Paulo Takagi, Ricardo Reis. Aprovado por: Porfírio Carlos Roberto Junior 24/08/2010 Time da Equipe de

Leia mais

Especial Online RESUMO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO. Sistemas de Informação 2012-2 ISSN 1982-1816. www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais.

Especial Online RESUMO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO. Sistemas de Informação 2012-2 ISSN 1982-1816. www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais. Especial Online ISSN 1982-1816 www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais.html DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO Sistemas de Informação 2012-2 SISTEMA GERENCIADOR DE REVENDAS DE COSMÉTICOS Alunos: BARROS,

Leia mais

Automação do Processo de Instalação de Softwares

Automação do Processo de Instalação de Softwares Automação do Processo de Instalação de Softwares Aislan Nogueira Diogo Avelino João Rafael Azevedo Milene Moreira Companhia Siderúrgica Nacional - CSN RESUMO Este artigo tem como finalidade apresentar

Leia mais

Declaração do Escopo do Projeto. SysTrack

Declaração do Escopo do Projeto. SysTrack Declaração do Escopo do Projeto SysTrack Nome do Projeto: SysTrack Versão do Documento: 1.0 Elaborado por: André Ricardo, André Luiz, Daniel Augusto, Diogo Henrique, João Ricardo e Roberto Depollo. Revisado

Leia mais

Cláudia Araújo Coordenadora Diego Macêdo Programador Marcelo Rodrigues Suporte

Cláudia Araújo Coordenadora Diego Macêdo Programador Marcelo Rodrigues Suporte BCON Sistema de Controle de Vendas e Estoque Declaração de escopo Versão 1.0 Histórico de Revisão Elaborado por: Filipe de Almeida do Amaral Versão 1.0 Aprovado por: Marcelo Persegona 22/03/2011 Time da

Leia mais

Histórico da Revisão. Versão Descrição Autor. 1.0 Versão Inicial

Histórico da Revisão. Versão Descrição Autor. 1.0 Versão Inicial 1 of 14 27/01/2014 17:33 Sistema de Paginação de Esportes Universitários Documento de Arquitetura de Software Versão 1.0 Histórico da Revisão Data 30 de novembro de 1999 Versão Descrição Autor 1.0 Versão

Leia mais

Gerenciador de Log. Documento Visão. Projeto Integrador 2015/2. Engenharia de Software. Versão 2.0. Engenharia de Software

Gerenciador de Log. Documento Visão. Projeto Integrador 2015/2. Engenharia de Software. Versão 2.0. Engenharia de Software Documento Visão e Documento Suplementar Gerenciador de Log Documento Visão Versão 2.0 1 Índice 1. Histórico de Revisões...3 2. Objetivo do Documento...4 3. Sobre o Problema...4 4. Sobre o produto...4 4.1.

Leia mais

Análise e Projeto Orientados a Objetos Aula IV Requisitos. Prof.: Bruno E. G. Gomes IFRN

Análise e Projeto Orientados a Objetos Aula IV Requisitos. Prof.: Bruno E. G. Gomes IFRN Análise e Projeto Orientados a Objetos Aula IV Requisitos Prof.: Bruno E. G. Gomes IFRN 1 Introdução Etapa relacionada a descoberta e descrição das funcionalidades do sistema Parte significativa da fase

Leia mais

SISTEMATIZAÇÂO DOS TIPOS DE INFORMAÇÂO DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO EMPRESARIAL E DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÂO E COMUNICAÇÂO

SISTEMATIZAÇÂO DOS TIPOS DE INFORMAÇÂO DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO EMPRESARIAL E DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÂO E COMUNICAÇÂO SISTEMATIZAÇÂO DOS TIPOS DE INFORMAÇÂO DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO EMPRESARIAL E DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÂO E COMUNICAÇÂO Danilo Freitas Silvas Sistemas de informação CEATEC danilofs.ti@gmail.com Resumo:

Leia mais

Especial Online RESUMO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO. Sistemas de Informação 2013-1 ISSN 1982-1816. www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais.

Especial Online RESUMO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO. Sistemas de Informação 2013-1 ISSN 1982-1816. www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais. Especial Online ISSN 1982-1816 www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais.html DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO Sistemas de Informação 2013-1 DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO BOOK PLUS: UM AMBIENTE DE

Leia mais

Uma Proposta de Tecnologia Embarcada na Internação Domiciliar Capítulo 3 Implementação do SMD 93

Uma Proposta de Tecnologia Embarcada na Internação Domiciliar Capítulo 3 Implementação do SMD 93 Capítulo 3 Implementação do SMD 93 CAPÍTULO 3 IMPLEMENTAÇÃO DO SMD Este capítulo reserva-se à apresentação da implementação do SMD tomando como partida o desenvolvimento do Projeto Preliminar que consta

Leia mais

CONHECENDO E CONCEITUANDO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

CONHECENDO E CONCEITUANDO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CONHECENDO E CONCEITUANDO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Franco Vieira Sampaio 1 Atualmente a informática está cada vez mais inserida no dia a dia das empresas, porém, no início armazenavam-se os dados em folhas,

Leia mais

GESimob GERENCIAMENTO DE IMOBILIÁRIAS

GESimob GERENCIAMENTO DE IMOBILIÁRIAS GESimob GERENCIAMENTO DE IMOBILIÁRIAS Mais de uma década de experiência e evolução é o que dá ao sistema uma vasta gama de funcionalidades. Esse conhecimento que faz total diferença para sua empresa. xp+

Leia mais

Termo de Abertura. Projeto: SysTrack. Documento: 1.0

Termo de Abertura. Projeto: SysTrack. Documento: 1.0 Termo de Abertura Projeto: SysTrack Documento: 1.0 1 Nome do Projeto: SysTrack Centro de Custo: XXXX Gerente do Projeto: Renato Santos Empresa contratante: Hórus Empresa contratada: TechHouse Método de

Leia mais

Estudo de Viabilidade

Estudo de Viabilidade Universidade Federal de Pernambuco Ciência da Computação Especificação de Requisitos e Validação de Sistemas Professora: Carla Taciana Lima Lourenço Silva Schuenemann Estudo de Viabilidade Clínica médica

Leia mais

Palavras-Chaves: estoque, modelagem, requisitos, UML, vendas.

Palavras-Chaves: estoque, modelagem, requisitos, UML, vendas. UTILIZAÇÃO DA UML NO DESENVOLVIMENTO DE SISTEMA DE CONTROLE DE VENDAS E ESTOQUE GILBERTO FRANCISCO PACHECO DOS SANTOS Discente da AEMS Faculdades Integradas de Três Lagoas JACKSON LUIZ ARROSTI Discente

Leia mais

Sistema de Automação Comercial de Pedidos- Versão 1.1

Sistema de Automação Comercial de Pedidos- Versão 1.1 Termo de Abertura Sistema de Automação Comercial de Pedidos- Versão 1.1 Iteração 1.0- Release 1.0 Versão do Documento: 1.1 Histórico de Revisão Data Versão do Documento Descrição Autor 18/03/2011 1.0 Versão

Leia mais

Especial Online RESUMO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO. Sistemas de Informação 2010-2 ISSN 1982-1816. www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais.

Especial Online RESUMO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO. Sistemas de Informação 2010-2 ISSN 1982-1816. www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais. Especial Online ISSN 1982-1816 www.unifoa.edu.br/cadernos/especiais.html DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO Sistemas de Informação 2010-2 BIOMETRIC SYSTEM CONTROL - BSC Alunos: SANTIAGO, Flávia Ribeiro

Leia mais

SAV Sistema de Aluguel de Veículos I - DOCUMENTO DE REQUISITOS Versão 1.00

SAV Sistema de Aluguel de Veículos I - DOCUMENTO DE REQUISITOS Versão 1.00 SAV Sistema de Aluguel de Veículos I - DOCUMENTO DE REQUISITOS Versão 1.00 Conteúdo 1. INTRODUÇÃO...3 1.1 CONVENÇÕES, TERMOS E ABREVIAÇÕES... 3 1.1.1 Identificação dos Requisitos... 3 1.1.2 Prioridades

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE TECNOLOGIA EM ANALISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE TECNOLOGIA EM ANALISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE TECNOLOGIA EM ANALISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS Professor: Adriel Ziesemer Disciplina: Engenharia de Software TRABALHO ACADÊMICO Cristian Santos - nº 45671 Guilherme

Leia mais

Plano de Projeto G Stock. G Stock. Plano de Projeto. Versão 1.0

Plano de Projeto G Stock. G Stock. Plano de Projeto. Versão 1.0 Plano de Projeto G Stock Plano de Projeto G Stock Versão 1.0 Histórico das Revisões Data Versão Descrição Autores 10/09/2010 1.0 Descrição inicial do plano de projeto Denyson José Ellís Carvalho Isadora

Leia mais

SISTEMAS INTELIGENTES DE APOIO À DECISÃO

SISTEMAS INTELIGENTES DE APOIO À DECISÃO SISTEMAS INTELIGENTES DE APOIO À DECISÃO As organizações estão ampliando significativamente suas tentativas para auxiliar a inteligência e a produtividade de seus trabalhadores do conhecimento com ferramentas

Leia mais

SYSLOG Sistema de Logística. Modelo do Projeto

SYSLOG Sistema de Logística. Modelo do Projeto SYSLOG Sistema de Logística Modelo do Projeto Fac Senac Sumário 1. Título do Projeto... 3 2. Equipe de Elaboração do Projeto... 3 3. Apresentação... 3 4. Justificativa... 3 a. Benefícios esperados... 3

Leia mais

1. DESCRIÇÃO DO SIE Sistema de Informações para o Ensino

1. DESCRIÇÃO DO SIE Sistema de Informações para o Ensino 1. DESCRIÇÃO DO SIE Sistema de Informações para o Ensino O SIE é um sistema aplicativo integrado, projetado segundo uma arquitetura multicamadas, cuja concepção funcional privilegiou as exigências da Legislação

Leia mais

Documento de Análise e Projeto VideoSystem

Documento de Análise e Projeto VideoSystem Documento de Análise e Projeto VideoSystem Versão Data Versão Descrição Autor 20/10/2009 1.0 21/10/2009 1.0 05/11/2009 1.1 Definição inicial do documento de análise e projeto Revisão do documento

Leia mais

O Processo Unificado: Captura de requisitos

O Processo Unificado: Captura de requisitos O Processo Unificado: Captura de requisitos Itana Gimenes Graduação em Informática 2008 Captura de Requisitos Modelagem do negócio: Visão de negócios Modelo de objetos de negócio de negócio Especificação

Leia mais

Acesse: www.eyenet.com.br ou ligue : (11) 5049-0441

Acesse: www.eyenet.com.br ou ligue : (11) 5049-0441 1 2 Tenha acesso fácil e rápido para que os clientes vejam melhor meus produtos e serviços de forma objetiva. Expresse o que de fato vendemos, o que de fato solucionamos. Seja fácil de atualizar com sistema

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS SEBRAE/TO UNIDADE: GESTÃO ESTRATÉGICA PROCESSO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS SEBRAE/TO UNIDADE: GESTÃO ESTRATÉGICA PROCESSO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS SEBRAE/TO UNIDADE: GESTÃO ESTRATÉGICA PROCESSO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Competências Analista 1. Administração de recursos de infra-estrutura de tecnologia da informação 2.

Leia mais

Corporativo. Transformar dados em informações claras e objetivas que. Star Soft. www.starsoft.com.br

Corporativo. Transformar dados em informações claras e objetivas que. Star Soft. www.starsoft.com.br Corporativo Transformar dados em informações claras e objetivas que possibilitem às empresas tomarem decisões em direção ao sucesso. Com essa filosofia a Star Soft Indústria de Software e Soluções vem

Leia mais

Artur Petean Bove Júnior Tecnologia SJC

Artur Petean Bove Júnior Tecnologia SJC Artur Petean Bove Júnior Tecnologia SJC Objetivo O objetivo do projeto é especificar o desenvolvimento de um software livre com a finalidade de automatizar a criação de WEBSITES através do armazenamento

Leia mais

SISTEMA DE CONTROLE INTERNO DE FLUXO DE CAIXA DO SETOR DE APOIO FINANCEIRO (ULBRA GUAÍBA)

SISTEMA DE CONTROLE INTERNO DE FLUXO DE CAIXA DO SETOR DE APOIO FINANCEIRO (ULBRA GUAÍBA) SISTEMA DE CONTROLE INTERNO DE FLUXO DE CAIXA DO SETOR DE APOIO FINANCEIRO (ULBRA GUAÍBA) Alessandra Lubbe 1 Alexandre Evangelista 2 Jeandro Perceval 3 José Ramiro Pereira 4 Luiz Gustavo Mahlmann 5 RESUMO

Leia mais

Apresentação do Portfólio da ITWV Soluções Inteligentes em Tecnologia

Apresentação do Portfólio da ITWV Soluções Inteligentes em Tecnologia P ORTFÓ FÓLIO Apresentação do Portfólio da ITWV Soluções Inteligentes em Tecnologia versão 1.1 ÍNDICE 1. A EMPRESA... 3 2. BI (BUSINESS INTELLIGENCE)... 5 3. DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS... 6 3.1. PRODUTOS

Leia mais

XX Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica SENDI 2012-22 a 26 de outubro Rio de Janeiro - RJ - Brasil

XX Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica SENDI 2012-22 a 26 de outubro Rio de Janeiro - RJ - Brasil XX Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica SENDI 2012-22 a 26 de outubro Rio de Janeiro - RJ - Brasil José Monteiro Lysandro Junior Light Serviços de Eletricidade S/A jose.monteiro@light.com.br

Leia mais

Estudo de Viabilidade

Estudo de Viabilidade Estudo de Viabilidade PGE: Plastic Gestor Empresarial Especificação de Requisitos e Validação de Sistemas Recife, janeiro de 2013 Sumário 1. Motivação... 1 2. Introdução: O Problema Indentificado... 2

Leia mais

Unisant Anna Gestão Empresarial com ERP 2014 Modelagem de Sistemas - UML e MER

Unisant Anna Gestão Empresarial com ERP 2014 Modelagem de Sistemas - UML e MER Objetivo dessa aula é descrever as características e a simbologia dos diagramas UML e MER na modelagem de sistemas de informação de uma forma a permitir a comunicação entre técnicos e gestores. Modelagem

Leia mais

Tecnologia da Informação Aplicada a Gerenciamento de Acervo Documental Histórico

Tecnologia da Informação Aplicada a Gerenciamento de Acervo Documental Histórico Tecnologia da Informação Aplicada a Gerenciamento de Acervo Documental Histórico Kayo Delgado Medeiros de Almeida¹, Elon Gomes Vieira 2, Carlos Vitor de Alencar Carvalho 3, Magno Fonseca Borges 4, José

Leia mais

Sobre nós 1. Um pouco da nossa história 1. Sobre o produto 2. Sistema 100% Web 2. Controle operacional 3. Coletores de dados 4.

Sobre nós 1. Um pouco da nossa história 1. Sobre o produto 2. Sistema 100% Web 2. Controle operacional 3. Coletores de dados 4. Apresentação Sumário Sobre nós 1 Um pouco da nossa história 1 Sobre o produto 2 Sistema 100% Web 2 Controle operacional 3 Coletores de dados 4 Faturamento 5 Nota fiscal eletrônica 5 Nota fiscal de serviços

Leia mais

DOCUMENTO DE REQUISITOS

DOCUMENTO DE REQUISITOS DOCUMENTO DE REQUISITOS ID documento: Data: / / Versão : Responsável pelo documento: ID Projeto: HISTÓRICO DE REVISÕES Data de criação/ atualização Descrição da(s) Mudança(s) Ocorrida(s) Autor Versão do

Leia mais

Concepção e Elaboração

Concepção e Elaboração UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS, LETRAS E CIÊNCIAS EXATAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DE COMPUTAÇÃO E ESTATÍSTICA Análise e Projeto Orientado a Objetos Concepção e Elaboração Estudo

Leia mais

Sistema de Gerenciamento de Planos de Curso: Uma ferramenta de aperfeiçoamento para o processo de controle de planos de curso nas universidades

Sistema de Gerenciamento de Planos de Curso: Uma ferramenta de aperfeiçoamento para o processo de controle de planos de curso nas universidades Sistema de Gerenciamento de Planos de Curso: Uma ferramenta de aperfeiçoamento para o processo de controle de planos de curso nas universidades André Torres, Ednaldo Onofre, Francisco Celestino, Jafet

Leia mais

UTILIZAÇÃO DA UML NO DESENVOLVIMENTO DE SISTEMA DE CONTROLE DE ESTOQUE

UTILIZAÇÃO DA UML NO DESENVOLVIMENTO DE SISTEMA DE CONTROLE DE ESTOQUE UTILIZAÇÃO DA UML NO DESENVOLVIMENTO DE SISTEMA DE CONTROLE DE ESTOQUE ÉDER ALUÍSIO SIMÕES Discente da AEMS Faculdades Integradas de Três Lagoas HEITOR DE OLIVEIRA SARAIVA Discente da AEMS Faculdades Integradas

Leia mais

Codificar Sistemas Tecnológicos

Codificar Sistemas Tecnológicos Codificar Sistemas Tecnológicos Especificação dos Requisitos do Software Sistema de gestão para a Empresa Cliente SlimSys Autor: Equipe Codificar Belo Horizonte MG Especificação dos Requisitos do Software

Leia mais

Aplicativo para elaboração de questionários, coleta de respostas e análise de dados na área da saúde em dispositivos móveis

Aplicativo para elaboração de questionários, coleta de respostas e análise de dados na área da saúde em dispositivos móveis Aplicativo para elaboração de questionários, coleta de respostas e análise de dados na área da saúde em dispositivos móveis Visão Versão Histórico da Revisão Data Versão Descrição Autor 24/06/12

Leia mais

MANUAL CLIENTE TODA A

MANUAL CLIENTE TODA A MANUAL CLIENTE TODA A Qualidade GVT AOS OLHOS DOS CLIENTES. TODA A QUALIDADE GVT AOS SEUS OLHOS O Serviço de Gerência é uma ferramenta fundamental para garantir o melhor desempenho dos serviços de telecomunicações

Leia mais

Estudo de Viabilidade

Estudo de Viabilidade Universidade Federal de Pernambuco Centro de Informática Estudo de Viabilidade SorveTech (Sistema de Gerenciamento) Professora: Carla Silva Disciplina: Especificação de Requisitos e Validação de Sistemas

Leia mais

2.3. ORGANIZAÇÕES E GESTÃO DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

2.3. ORGANIZAÇÕES E GESTÃO DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO 2.3. ORGANIZAÇÕES E GESTÃO DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO As Empresas e os Sistemas Problemas locais - impacto no sistema total. Empresas como subsistemas de um sistema maior. Uma empresa excede a soma de

Leia mais

Diretrizes para criação de um padrão de desenvolvimento de sistemas de informação baseados em cots

Diretrizes para criação de um padrão de desenvolvimento de sistemas de informação baseados em cots Diretrizes para criação de um padrão de desenvolvimento de sistemas de informação baseados em cots Roosewelt Sanie Da Silva¹ 1 Ciência da Computação Universidade Presidente Antônio Carlos (UNIPAC) Rodovia

Leia mais

Sistemas de Informações Gerenciais

Sistemas de Informações Gerenciais Sistemas de Informações Gerenciais Aula 4 Sistema de Informação SI baseado em computadores Organização, administração e estratégia Professora: Cintia Caetano INTRODUÇÃO Sistemas de Informação são parte

Leia mais

Plano de Negócios. Bruno Menegola Gustavo Führ Jonas Hartmann Rosália Schneider William Gonçalves

Plano de Negócios. Bruno Menegola Gustavo Führ Jonas Hartmann Rosália Schneider William Gonçalves Plano de Negócios Bruno Menegola Gustavo Führ Jonas Hartmann Rosália Schneider William Gonçalves 1 Instituto de Informática Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) Caixa Postal 15.064 91.501-970

Leia mais

GUIA DE CURSO. Tecnologia em Sistemas de Informação. Tecnologia em Desenvolvimento Web. Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

GUIA DE CURSO. Tecnologia em Sistemas de Informação. Tecnologia em Desenvolvimento Web. Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas PIM PROGRAMA DE INTEGRAÇÃO COM O MERCADO GUIA DE CURSO Tecnologia em Sistemas de Informação Tecnologia em Desenvolvimento Web Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Tecnologia em Sistemas

Leia mais

Documento de Visão. Sistema de Ponto Eletrônico A2MEPonto. Versão 1.0

Documento de Visão. Sistema de Ponto Eletrônico A2MEPonto. Versão 1.0 Documento de Visão Sistema de Ponto Eletrônico A2MEPonto Versão 1.0 HISTÓRICO DE REVISÕES Data Versão Descrição Autor 23/10/2010 #1 Elaboração do documento. Eduardo Neto Versão 1.0 Documento de Visão A2ME

Leia mais

Provedor de Digital Signage. Apresentação Comercial. contato@rj21.net www.rj21.net

Provedor de Digital Signage. Apresentação Comercial. contato@rj21.net www.rj21.net Apresentação Comercial contato@rj21.net www.rj21.net O que é Digital Signage? Uma mídia dinâmica e interativa Exibe mensagens digitais em pontos de venda, espaços públicos, transportes, TVs corporativas,

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA DEPARTAMENTO DE SAÚDE E SERVIÇOS CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA DEPARTAMENTO DE SAÚDE E SERVIÇOS CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA DEPARTAMENTO DE SAÚDE E SERVIÇOS CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA CHRISTIAN GALAFASSI EDENIR HENRIQUE MARTINS GUSTAVO STANCK VILLAGE CLOUD

Leia mais

Projeto Disciplinar de Infra-Estrutura de Software SISPA FACULDADE SENAC

Projeto Disciplinar de Infra-Estrutura de Software SISPA FACULDADE SENAC 1 Projeto Disciplinar de Infra-Estrutura de Software SISPA FACULDADE SENAC Edilberto Silva 1, André Luiz (1012545), Andreia Pereira da Silva (1012547) Carlos Alberto (1012206), Humberto César de Carvalho

Leia mais

Módulo 6: Inteligência Artificial

Módulo 6: Inteligência Artificial Módulo 6: Inteligência Artificial Assuntos: 6.1. Aplicações da IA 6.2. Sistemas Especialistas 6.1. Aplicações da Inteligência Artificial As organizações estão ampliando significativamente suas tentativas

Leia mais

:: aula 11. :: Diagrama de Seqüência e Protótipos. :: Olá! Nesta aula, continuaremos a 4ª fase do Projeto Desenho.

:: aula 11. :: Diagrama de Seqüência e Protótipos. :: Olá! Nesta aula, continuaremos a 4ª fase do Projeto Desenho. :: Nome do Curso Sistemas da informação :: Nome da Unidade Curricular PI Sistemas orientados a objetos :: Tema da aula Diagrama de Seqüência e Prototipação :: Fase / Etapa Fase 4 Desenho do Projeto e Interligação

Leia mais

IMPLANTAÇÃO DE PROJETOS

IMPLANTAÇÃO DE PROJETOS IMPLANTAÇÃO DE PROJETOS GERENCIAMENTO DE PROJETOS CICLO DE VIDA DE PROJETOS (viabilidade até a entrega / iniciação ao encerramento) RELEVÂNCIA SOBRE AS AREAS DE CONHECIMENTO FATORES IMPACTANTES EM PROJETOS

Leia mais

DEFINIÇÃO DE REQUISITOS SISTEMA DE CONTROLE DE FINANÇAS WEB 1.0 BAIXA DE CONTAS A PAGAR RELEASE 4.1

DEFINIÇÃO DE REQUISITOS SISTEMA DE CONTROLE DE FINANÇAS WEB 1.0 BAIXA DE CONTAS A PAGAR RELEASE 4.1 DEFINIÇÃO DE REQUISITOS SISTEMA DE CONTROLE DE FINANÇAS WEB 1.0 BAIXA DE CONTAS A PAGAR RELEASE 4.1 SUMÁRIO DEFINIÇÃO DE REQUISITOS 4 1. INTRODUÇÃO 4 1.1 FINALIDADE 4 1.2 ESCOPO 4 1.3 DEFINIÇÕES, ACRÔNIMOS

Leia mais

Perguntas para avaliar a efetividade do processo de segurança

Perguntas para avaliar a efetividade do processo de segurança Perguntas para avaliar a efetividade do processo de segurança Questionário básico de Segurança da Informação com o objetivo de ser um primeiro instrumento para você avaliar, em nível gerencial, a efetividade

Leia mais

Agora todas as Unimeds vão falar uma só língua. Unimed do Brasil Federação São Paulo Portal Unimed

Agora todas as Unimeds vão falar uma só língua. Unimed do Brasil Federação São Paulo Portal Unimed Agora todas as Unimeds vão falar uma só língua. Unimed do Brasil Federação São Paulo Portal Unimed Folheto perguntas e respostas (15X15)cm.indd 1 9/25/08 4:38:13 PM E as primeiras palavras são inovação,

Leia mais

Autores: Leandro César de Paula e Thiago Leonardo Magalhães Goulart Orientador: Soraya Regina Ferreira

Autores: Leandro César de Paula e Thiago Leonardo Magalhães Goulart Orientador: Soraya Regina Ferreira RECRUTAMENTO E SELEÇÃO NAS ORGANIZAÇÕES Autores: Leandro César de Paula e Thiago Leonardo Magalhães Goulart Orientador: Soraya Regina Ferreira Os objetivos deste artigo são mostrar a importância do recrutamento

Leia mais

O Gerenciamento de Documentos Analógico/Digital

O Gerenciamento de Documentos Analógico/Digital Tipos de GED: Document imaging Document management Document Imaging / Document Management O Gerenciamento de Documentos Analógico/Digital Mundo analógico Criação Revisão Processamento Arquivo Mundo digital

Leia mais

Quem somos? Por que a sua empresa merece o Sistema de Gestão ERP da Otimizy?

Quem somos? Por que a sua empresa merece o Sistema de Gestão ERP da Otimizy? Por que a sua empresa merece Quem somos? A Otimizy Sistemas Inteligentes é a desenvolvedora do software ErpSoft, um Sistema de Gestão Empresarial voltado a resultados, que automatiza processos operacionais

Leia mais

Palavras-Chaves: engenharia de requisitos, modelagem, UML.

Palavras-Chaves: engenharia de requisitos, modelagem, UML. APLICAÇÃO DA ENGENHARIA DE REQUISITOS PARA COMPREENSÃO DE DOMÍNIO DO PROBLEMA PARA SISTEMA DE CONTROLE COMERCIAL LEONARDO DE PAULA SANCHES Discente da AEMS Faculdades Integradas de Três Lagoas RENAN HENRIQUE

Leia mais

XIV SEMINÁRIO NACIONAL DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA INFORMATIZAÇÃO DAS NORMAS E PROCEDIMENTOS DE MEDIÇÃO VIA INTRANET E INTERNET

XIV SEMINÁRIO NACIONAL DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA INFORMATIZAÇÃO DAS NORMAS E PROCEDIMENTOS DE MEDIÇÃO VIA INTRANET E INTERNET XIV SEMINÁRIO NACIONAL DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA INFORMATIZAÇÃO DAS NORMAS E PROCEDIMENTOS DE MEDIÇÃO VIA INTRANET E INTERNET Autores: OROMAR CÓRDOVA GILBERTO ALVES LOBATO COPEL Companhia Paranaense

Leia mais

Acesse: www.eyenet.com.br ou ligue : (11) 5049-0441

Acesse: www.eyenet.com.br ou ligue : (11) 5049-0441 1 2 Tenha acesso fácil e rápido para que os clientes vejam melhor meus produtos e serviços de forma objetiva. Expresse o que de fato vendemos, o que de fato solucionamos. Seja fácil de atualizar com sistema

Leia mais

Consistência da Base Cadastral e Controle da Qualidade dos Dados de Faturamento

Consistência da Base Cadastral e Controle da Qualidade dos Dados de Faturamento XVIII Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica SENDI 2008-06 a 10 de outubro Olinda - Pernambuco - Brasil Consistência da Base Cadastral e Controle da Qualidade dos Dados de Faturamento Carlos

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO EDUARDO ROCHA BRUNO CATTANY FERNANDO BAPTISTA

FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO EDUARDO ROCHA BRUNO CATTANY FERNANDO BAPTISTA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO EDUARDO ROCHA BRUNO CATTANY FERNANDO BAPTISTA Descrição da(s) atividade(s): Indicar qual software integrado de gestão e/ou ferramenta

Leia mais

Áreas de utilização do GED e o que levar em consideração no Projeto de Implantação de GED em uma empresa Simone de Abreu

Áreas de utilização do GED e o que levar em consideração no Projeto de Implantação de GED em uma empresa Simone de Abreu Áreas de utilização do GED e o que levar em consideração no Projeto de Implantação de GED em uma empresa Simone de Abreu Cerca de dois milhões de pessoas estão trabalhando em aproximadamente 300 mil projetos

Leia mais

Resumo de TCC Desenvolvimento de um sistema ERP com foco nas tecnologias de software livre / código aberto

Resumo de TCC Desenvolvimento de um sistema ERP com foco nas tecnologias de software livre / código aberto UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina CTC Centro Tecnológico INE Departamento de Informática e Estatística INE5631 Projetos I Prof. Renato Cislaghi Resumo de TCC Desenvolvimento de um sistema ERP

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE CAMPUS PROF. ALBERTO CARVALHO DEPARTAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO ENGENHARIA DE SOFTWARE I

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE CAMPUS PROF. ALBERTO CARVALHO DEPARTAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO ENGENHARIA DE SOFTWARE I UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE CAMPUS PROF. ALBERTO CARVALHO DEPARTAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO ENGENHARIA DE SOFTWARE I PROF. MSC. MARCOS BARBOSA DÓSEA BRUNO PAIXÃO FABRÍCIO BARRETO LEONALDO ANDRADE

Leia mais

Fundamentos da inteligência de negócios: gestão da informação e de bancos de dados

Fundamentos da inteligência de negócios: gestão da informação e de bancos de dados Fundamentos da inteligência de negócios: gestão da informação e de bancos de dados slide 1 1 Copyright 2011 Pearson Education, Inc. publishing as Prentice Hall Objetivos de estudo Como um banco de dados

Leia mais

Engenharia de Requisitos

Engenharia de Requisitos Engenharia de Requisitos Conteúdo Definição Questionamentos Típicos Visão Geral Ciclo de Vida dos Requisitos Síntese dos Objetivos Gerência de Mudança Identificação de Requisitos Classificação de Requisitos

Leia mais

ANEXO 04 PROCESSO E METODOLOGIA DE DESENVOLVIMENTO PROCERGS MDP. Processo de Desenvolvimento de Sistemas

ANEXO 04 PROCESSO E METODOLOGIA DE DESENVOLVIMENTO PROCERGS MDP. Processo de Desenvolvimento de Sistemas ANEXO 04 PROCESSO E METODOLOGIA DE DESENVOLVIMENTO PROCERGS MDP Processo de Desenvolvimento de Sistemas MDP - Metodologia de Desenvolvimento PROCERGS - é uma estrutura básica de definição de processos

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec: Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Informação e Comunicação Habilitação Profissional: Técnico em Informática para

Leia mais

Aplicativo Cliente/Servidor multicamadas para controle de uma rede de lojas via web utilizando Java

Aplicativo Cliente/Servidor multicamadas para controle de uma rede de lojas via web utilizando Java Aplicativo Cliente/Servidor multicamadas para controle de uma rede de lojas via web utilizando Java Aluno: Henrique Eduardo M. Oliveira Orientador: Prof. Dr. Leandro J. Komosinski Banca: Prof. M. Maria

Leia mais

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ. Campus Ponta Grossa ANDRÉ LUIS CORDEIRO DE FARIA RELATÓRIO DE ESTÁGIO

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ. Campus Ponta Grossa ANDRÉ LUIS CORDEIRO DE FARIA RELATÓRIO DE ESTÁGIO UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Campus Ponta Grossa ANDRÉ LUIS CORDEIRO DE FARIA RELATÓRIO DE ESTÁGIO Ponta Grossa 2012 ANDRÉ LUIS CORDEIRO DE FARIA RELATÓRIO DE ESTÁGIO Trabalho elaborado pelo

Leia mais

TÍTULO: SERVIÇOS HTTP COM GEOPOSICIONAMENTO DE FROTA CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: ENGENHARIAS E ARQUITETURA SUBÁREA: ENGENHARIAS

TÍTULO: SERVIÇOS HTTP COM GEOPOSICIONAMENTO DE FROTA CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: ENGENHARIAS E ARQUITETURA SUBÁREA: ENGENHARIAS TÍTULO: SERVIÇOS HTTP COM GEOPOSICIONAMENTO DE FROTA CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: ENGENHARIAS E ARQUITETURA SUBÁREA: ENGENHARIAS INSTITUIÇÃO: FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO JOSÉ DOS CAMPOS AUTOR(ES):

Leia mais

Maximus Software Soluções Tecnológicas Ltda. A empresa que desenvolve o seu Produto ao Máximo

Maximus Software Soluções Tecnológicas Ltda. A empresa que desenvolve o seu Produto ao Máximo Maximus Software Soluções Tecnológicas Ltda. A empresa que desenvolve o seu Produto ao Máximo FARMAINFOR Modernização da Farmácia do Hospital Mater Day Documento de Requisitos Versão 2.0 Histórico de Revisão

Leia mais

SISGAP - Sistema Gerenciador de Avaliações Psicopedagógicas

SISGAP - Sistema Gerenciador de Avaliações Psicopedagógicas SISGAP - Sistema Gerenciador de Avaliações Psicopedagógicas Geandré Meller Zacher 1 Luiz Gustavo Galves Mahlmann 2 Newton Muller 3 RESUMO Este artigo tem como finalidade apresentar o projeto SISGAP, que

Leia mais

Glossário Apresenta a definição dos termos, siglas e abreviações utilizadas no contexto do projeto Citsmart.

Glossário Apresenta a definição dos termos, siglas e abreviações utilizadas no contexto do projeto Citsmart. Apresenta a definição dos termos, siglas e abreviações utilizadas no contexto do projeto Citsmart. Versão 1.6 15/08/2013 Visão Resumida Data Criação 15/08/2013 Versão Documento 1.6 Projeto Responsáveis

Leia mais

ITIL na Prática. Quais são os fatores críticos de sucesso para obter valor a partir de um Service Desk? Conhecimento em Tecnologia da Informação

ITIL na Prática. Quais são os fatores críticos de sucesso para obter valor a partir de um Service Desk? Conhecimento em Tecnologia da Informação Conhecimento em Tecnologia da Informação ITIL na Prática Quais são os fatores críticos de sucesso para obter valor a partir de um Service Desk? Conhecimento em Tecnologia da Informação 2010 Bridge Consulting

Leia mais

Inteligência Artificial

Inteligência Artificial Inteligência Artificial As organizações estão ampliando significativamente suas tentativas para auxiliar a inteligência e a produtividade de seus trabalhadores do conhecimento com ferramentas e técnicas

Leia mais

10. Defina Sistemas Distribuídos: Um conjunto de computadores independentes que se apresenta a seus usuários como um sistema único e coerente

10. Defina Sistemas Distribuídos: Um conjunto de computadores independentes que se apresenta a seus usuários como um sistema único e coerente 1. Quais os componentes de um sistema cliente-servidor? Clientes e servidores 2. Na visão do hardware, defina o que é cliente e o que é servidor: Clientes. Qualquer computador conectado ao sistema via

Leia mais

Número de pessoas com acesso à internet passa de 120 milhões

Número de pessoas com acesso à internet passa de 120 milhões MÍDIA KIT INTERNET Número de pessoas com acesso à internet passa de 120 milhões Segundo pesquisa da Nielsen IBOPE, até o 1º trimestre/2014 número 18% maior que o mesmo período de 2013. É a demonstração

Leia mais

Análise estruturada de sistemas

Análise estruturada de sistemas Análise estruturada de sistemas Prof. Marcel O que é Engenharia de software Engenharia de software é uma área do conhecimento da computação voltada para a especificação, desenvolvimento e manutenção de

Leia mais

Documento de Requisitos de Sistemas. SGC Sistema Gerenciador de Clínicas

Documento de Requisitos de Sistemas. SGC Sistema Gerenciador de Clínicas Documento de Requisitos de Sistemas SGC Sistema Gerenciador de Clínicas Versão 1.0 Autores: Angelo Alexandre Pinter Estevão Danilo Abílio Luiz Guilherme Schlickmann Espíndola Leonardo Machado Fernandes

Leia mais

Framework de comunicação para Webservices 2P2

Framework de comunicação para Webservices 2P2 Universidade Federal de Ouro Preto - UFOP Instituto de Ciências Exatas e Biológicas - ICEB Departamento de Computação - DECOM Framework de comunicação para Webservices 2P2 Aluno: Brayan Vilela Alves Neves

Leia mais

Curso de Sistemas de Informação 8º período Disciplina: Tópicos Especiais Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-1

Curso de Sistemas de Informação 8º período Disciplina: Tópicos Especiais Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-1 Curso de Sistemas de Informação 8º período Disciplina: Tópicos Especiais Professor: José Maurício S. Pinheiro V. 2009-1 Aula 4 Introdução aos Sistemas Biométricos 1. Identificação, Autenticação e Controle

Leia mais

DESAFIO ETAPA 1 Passo 1

DESAFIO ETAPA 1 Passo 1 DESAFIO Um dos maiores avanços percebidos pela área de qualidade de software foi comprovar que a qualidade de um produto final (software) é uma consequência do processo pelo qual esse software foi desenvolvido.

Leia mais

Nome da Empresa Sistema digitalizado no almoxarifado do EMI

Nome da Empresa Sistema digitalizado no almoxarifado do EMI Nome da Empresa Documento Visão Histórico de Revisões Data Versão Descrição Autor 23/02/2015 1.0 Início do projeto Anderson, Eduardo, Jessica, Sabrina, Samuel 25/02/2015 1.1 Correções Anderson e Eduardo

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS

DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS Agência Nacional de Vigilância Sanitária METODOLOGIA DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS GGTIN GESIS Brasília, julho de 2006. Página: 1 Histórico de Revisões Data Versão Descrição Autor 12/06/2006 1.0.00 Criação

Leia mais

Universidade Federal Rural de Pernambuco. Bacharelado em Sistemas de Informação. Disciplina: Análise e Projeto de Sistemas de Informação

Universidade Federal Rural de Pernambuco. Bacharelado em Sistemas de Informação. Disciplina: Análise e Projeto de Sistemas de Informação Universidade Federal Rural de Pernambuco Bacharelado em Sistemas de Informação Disciplina: Análise e Projeto de Sistemas de Informação Docente: Rodrigo Aluna: Thays Melo de Moraes Diagramas do Projeto

Leia mais