EM VIRTUDE DAS FÉRIAS COLETIVAS DA ABRAPAC EM DEZEMBRO, O ALERTA 07 SÓ SERÁ DISPONIBILIZADO EM JANEIRO DE 2013

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "EM VIRTUDE DAS FÉRIAS COLETIVAS DA ABRAPAC EM DEZEMBRO, O ALERTA 07 SÓ SERÁ DISPONIBILIZADO EM JANEIRO DE 2013"

Transcrição

1 Mama Alerta ALERTA 06 OUTUBRO-NOVEMBRO DE 2012 EM VIRTUDE DAS FÉRIAS COLETIVAS DA ABRAPAC EM DEZEMBRO, O ALERTA 07 SÓ SERÁ DISPONIBILIZADO EM JANEIRO DE 2013 O Projeto Mama Alerta, a super-ouvidoria da Associação Brasileira de Apoio aos Pacientes de Câncer - ABRAPAC, visando contribuir para a melhoria do atendimento dos pacientes do câncer de mama no Estado do Rio de Janeiro, apresenta os registros de informações recebidas de profissionais de saúde, pacientes e seus familiares relacionados ao câncer de mama, no estado do Rio de Janeiro. QUEIXAS RECEBIDAS: ASSUNTO INSTITUIÇÃO NÚMERO DE OBSERVAÇÕES QUEIXAS Cirurgias Mario Kroeff e Hospital da lagoa 02 Paciente se quueixa de que teve que fazer 3 mastectomias, pois as de quadrantes não removeram completamente o nódulo: paciente fez mastectomia em 1/08/12 e até agora não conseguiu fazer revisão da cirurugia porque a médica desapareceu Transporte Riocard 23 Pacientes que precisa de buscar medicamentos no Hospital; não tem recursos para o transporte pois o Riocard foi cortado após ao fim da Quimioterapia ou Radioterapia; alguns só mantém o benefício assegurado pela Lei em caso de esvaziamento axilar. As pacientes continuam à mercê da vontade aleatória do burocrata de determinados postos do Riocard. Os pacientes do câncer de mama precisam de serviços de saúde complementares: retirada de medicamentos, fisioterapia, atendimento psiquiátrico ou psicológico, etc.. Radioterapia INCA III e Hospital dos Servidores 04 Os serviços de radioterapia do Hospital dos Servidores continuam parados, pois a máquina está quebrada e faltam técnicos; a fila de

2 Fisioterapia Mamografia Hospital do Fundão INCA III Cms Ernesto Zeferino Timbau Jr. radioterapia no INCA III e a 06 Pacientes reclamam da falta de fisioterapia (Fundão) Paciente reclama da demora 03 do início da Fisioterapia só marcada no INCA III três meses após a cirurgia, o lanche da Fisioterapia do INCA III está cortado há meses, apesar da longa espera dos pacientes e de serem habilitados para Hospital Dia. faltam técnicos; a fila de radioterapia no INCA III continua 6 meses. 16 O serviço de ginecologia não conseguem marcar mamogrofia. Medicamento Laboratório Sandoz 06 Pacientes reclamam que ao usarem o tamoxifeno desta marca descreveram dores nas articulações terríveis, depressão, cansaço terrível. Todas substituíram a marca e os sintomas desapareceram. RESULTADOS POSITIVOS: ASSUNTO INSTITUIÇÃO OBSERVAÇÕES Detecção precoce e tratamento de câncer de mama e úteri IASERJ O Programa PROMUSA voltou a funcionar, agora no bairro do Maracanã. MARGARETH GUIMARÃES MARTINS - VOLUNTÁRIA DA ABRAPAC RESPONSÁVEL PELO PROJETO MAMA ALERTA\DIRETORA ADMINISTRATIVA DA ABRAPAC PROJETO MAMA ALERTA - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE APOIO AOS PACIENTES DE CÂNCER - ABRAPAC TELEFONE:

3 ALERTA 05 AGOSTO-SETEMBRO DE 2012 O Projeto Mama Alerta, a super-ouvidoria da Associação Brasileira de Apoio aos Pacientes de Câncer - ABRAPAC, visando contribuir para a melhoria do atendimento dos pacientes do câncer de mama no Estado do Rio de Janeiro, apresenta os registros de informações recebidas de profissionais de saúde, pacientes e seus familiares relacionados ao câncer de mama, no estado do Rio de Janeiro. QUEIXAS RECEBIDAS: ASSUNTO INSTITUIÇÃO NÚMERO DE OBSERVAÇÕES QUEIXAS Cirurgias INCA III 02 Pacientes que precisam Transporte Riocard 19 Pacientes que precisa de buscar medicamentos no Hospital; não tem recursos para o transporte pois o Riocard foi cortado após ao fim da Quimioterapia ou Radioterapia; alguns só mantém o benefício assegurado pela Lei em caso de esvaziamento axilar. As pacientes continuam à mercê da vontade aleatória do burocrata de determinados postos do Riocard. Os pacientes do câncer de mama precisam de serviços de saúde complementares: retirada de medicamentos, fisioterapia, atendimento psiquiátrico ou psicológico, etc.. Radioterapia INCA III e Hospital dos Servidores 08 Os serviços de radioterapia do Hospital dos Servidores continuam parados, pois a máquina está quebrada e faltam técnicos; a fila de radioterapia no INCA III e a Fisioterapia Hospital do Fundão 14 Pacientes reclamam da falta de fisioterapia (Fundão) Paciente reclama da demora

4 INCA III do início da Fisioterapia só marcada no INCA III três meses após a cirurgia, o lanche da Fisioterapia do INCA III está cortado há meses, apesar da longa espera dos pacientes e de serem habilitados para Hospital Dia. faltam técnicos; a fila de radioterapia no INCA III continua 6 meses. SISREG Hospital Mario Kroeff 06 Pacientes descobriu o câncer em Janeiro de 2011 no PAM 25 de Agosto de Caxias e foi encaminhada para o Hospital Mario Kroeff, fez cirurgia em maio de 2012 e tem tido dificuldades na marcação de consultas de revisão com o oncologista, pois só conseguiu para três meses depois da cirurgia. Paciente mastectomizada em maio de 2012 só tem volta prevista ao oncologista em setembro de 2012, reclama da demora da marcação da continuação do tratamento e da incerteza se fará quimio ou radioterapia. Mamografia Cms Ernesto Zeferino Timbau Jr. 25 O serviço de ginecologia não conseguem marcar mamogrofia. Medicamento Laboratório Sandoz 38 Pacientes reclamam que ao usarem o tamoxifeno desta marca descreveram dores nas articulações terríveis, depressão, cansaço terrível. Todas substituíram a marca e os sintomas desapareceram. Interrupção do Tratamento IASERJ 15 O Programa PROMUSA PROGRAMA MULHER SAUDÁVEL continua interrompido, incluindo para as pacientes oncológicas do câncer de mama, colo de útero e ovário. RESULTADOS POSITIVOS:

5 ASSUNTO INSTITUIÇÃO OBSERVAÇÕES Assistência Social A ABRAPAC fez um convênio com a UNISUAM e temos disponível aquele serviço para nossos usuários. Os usuários do Mama Alerta estão incluídos. Psico-oncologia. A ABRAPAC conta com mais uma Psico-oncologista com nível de pósgraduação. Os usuários do Mama Alerta estão incluídos. ASPECTOS NEGATIVOS: Workshop Instituição Adiamento Departamento de Ouvidoria- Geral do SUS SGEP/MS Foi adiada avisita do Dr. Luiz Carlos Bolzan Diretor do Departamento de Ouvidoria Geral do SUS por compromissos com o Ministro da Saúde. MARGARETH GUIMARÃES MARTINS - VOLUNTÁRIA DA ABRAPAC RESPONSÁVEL PELO PROJETO MAMA ALERTA\DIRETORA ADMINISTRATIVA DA ABRAPAC PROJETO MAMA ALERTA - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE APOIO AOS PACIENTES DE CÂNCER - ABRAPAC TELEFONE: ALERTA 04 JULHO DE 2012 O Projeto Mama Alerta, a super-ouvidoria da Associação Brasileira de Apoio aos Pacientes de Câncer - ABRAPAC, visando contribuir para a melhoria do atendimento dos pacientes do câncer de mama no Estado do Rio de Janeiro, apresenta os registros de informações recebidas de profissionais de saúde, pacientes e seus familiares relacionados ao câncer de mama, no estado do Rio de Janeiro. QUEIXAS RECEBIDAS: ASSUNTO INSTITUIÇÃO NÚMERO DE OBSERVAÇÕES QUEIXAS Mastectomia INCA III 01 Paciente reclama que a cirurgia com enxerto da perna ficou com aspecto horrível,

6 por apresentar vários quelóides; Transporte Riocard/Hospital Servidores INCA 03 Pacientes que precisa de buscar medicamentos para hormônioterapia no Hospital não tem recursos para o transporte pois o Riocard foi cortado após ao fim da Quimioterapia; Paciente que precisa de tratamento fisioterápico não tem dinheiro para a passagem de ônibus e teve o Riocard cortado após o fim da radioterapia. Radioterapia INCA III e Hospital dos Servidores 06 Os serviços de radioterapia do Hospital dos Servidores continuam parados, pois a máquina está quebrada e faltam técnicos; a fila de radioterapia no INCA III continua em média seis meses. Fisioterapia Hospital do Fundão INCA III 03 Pacientes reclamam da falta de fisioterapia (Fundão) Paciente reclama da demora do início da Fisioterapia só marcada no INCA III três meses após a cirurgia SISREG Hospital Mario Kroeff 02 Paciente descobriu o câncer em Janeiro de 2011 no PAM 25 de Agosto de Caxias e foi encaminhada para o Hospital Mario Kroeff, fez cirurgia em maio de 2012 e tem tido dificuldades na marcação de consultas de revisão com o oncologista, pois só conseguiu para três meses depois da cirurgia. Paciente mastectomizada em maio de 2012 só tem volta prevista ao oncologista em setembro de 2012, reclama da demora da marcação da continuação do tratamento e da incerteza se fará quimioterapia ou radioterapia Exames Mario Kroeff 01 Paciente com câncer primário em 1982 e recidiva em 2011, necessita de broncos copia, o Hospital não possui esse exame e não indicou nenhum lugar. A paciente já foi à Santa Casa, ao Rio Imagem e não conseguiu fazer o exame

7 Cuidados Paliativos Hospital dos Servidores 01 Paciente não conseguiu quarto e ficou internada em canto do Plantão por diversas semanas com a família recebendo pressões para levála para casa apesar de ser uma paciente restrita ao leito que não conseguia se alimentar e nem receber medicação por via ora. Acabou falecendo sem conseguir obter internação em local adequado Interrupção do Tratamento IASERJ 15 Com a transferência dos pacientes do Hospital do IASERJ o Programa PROMUSA PROGRAMA MULHER SAUDÁVEL foi interrompido, incluindo para as pacientes oncológicas do câncer de mama, colo de útero e ovário. ELOGIOS: ASSUNTO INTERNAÇÃO INSTITUIÇÃO Hospital de Ipanema OBSERVAÇÕES Paciente critica falta de infra-estrutura no Hospital, mas elogia o tratamento recebido pelo pessoal RESULTADOS POSITIVOS: Workshop ASSUNTO INSTITUIÇÃO OBSERVAÇÕES Departamento de Ouvidoria- Geral do SUS SGEP/MS Visita do Dr. Luiz Carlos Bolzan Diretor do Departamento de Ouvidoria Geral do SUS para workshop sobre os problemas dos pacientes do câncer de mama no estado do Rio de Janeiro MARGARETH GUIMARÃES MARTINS - VOLUNTÁRIA DA ABRAPAC RESPONSÁVEL PELO PROJETO MAMA ALERTA PROJETO MAMA ALERTA - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE APOIO AOS PACIENTES DE CÂNCER - ABRAPAC TELEFONE:

8 ALERTA 03 JUNHO DE 2012 O Projeto Mama Alerta, a super-ouvidoria da Associação Brasileira de Apoio aos Pacientes de Câncer - ABRAPAC, visando contribuir para a melhoria do atendimento dos pacientes do câncer de mama no Estado do Rio de Janeiro, apresenta os registros de informações recebidas de profissionais de saúde, pacientes e seus familiares relacionados ao câncer de mama, no estado do Rio de Janeiro. QUEIXAS RECEBIDAS: ASSUNTO INSTITUIÇÃO NÚMERO DE OBSERVAÇÕES QUEIXAS Quimioterapia Hospital de Ipanema 01 Paciente operada em 17/04/2012 reclama da demora para o início de quimioterapia Mamografia Hospital Moacir do Carmo/ Caxias, INCA III, Instituto Fernandes Figueira 03 Paciente reclama do tempo de seis meses para realização de mamografia (HMC); Paciente operada em 2008, espera por mamografia há seis meses (INCA III); Reconstrução INCA III 02 A mesma paciente acima, operada em 2008, reclama que não consegue fazer reconstrução mamária; Paciente reclama que a previsão para sua reconstrução mamária é de cinco anos, apesar de ter linfonodos negativos; Apenas uma cirurgiã faz reconstrução mamária no Instituto Fernandes Figueira Transporte Cirurgia Riocard/Hospital Cardoso Fontes Hospital da Mulher; Hospital Municipal da Piedade 01 Paciente com linfedema não consegue renovação do Riocard para prosseguir tratamento de fisioterapia 02 Paciente reclama do encaminhamento feito por guia errada, pois, foi recusada pelos Hospitais do Andaraí e Mario Kroeff, em junho de Só conseguiu ser operada em abril de 2012, em segunda tentativa no Hospital Mario Kroeff; Paciente reclama na demora da

9 marcação de cirurgia, que só foi conseguida após intervenção externa (Hospital da Piedade) Medicamentos INCA III 03 Está faltando Fluoxetina no setor de Psiquiatria para fornecimento a pacientes do câncer de mama; Escassez de tamoxifeno no INCA III continua. Radioterapia INCA III e Hospital dos Servidores 08 Os serviços de radioterapia do Hospital dos Servidores continuam parados; a fila de radioterapia no INCA III continua em média seis meses. Fisioterapia INCA III 04 Pacientes reclamam que o serviço de fisioterapia que até o ano passado funcionava até às 18 hs, continua encerrandose às 14 hs, comprometendo o atendimento. Transportes Riocard 03 Paciente que completou tratamento de quimioterapia no INCA III, não consegue transporte gratuito para realizar tratamentos das seqüelas do câncer (fisioterapia e psiquiatria); Paciente do Hospital Marcílio Dias morreu sem obter o benefício; Paciente do INCA III precisa voltar várias vezes ao hospital para buscar medicamento com estoque irregular e não possui recursos para as passagens. Diagnóstico Hospital Municipal da Piedade 01 Filha de paciente reclama da demora de seis meses no pedido de exames complementares após mamografia com imagem de forte suspeita de câncer, que se confirmou ELOGIOS: ASSUNTO INSTITUIÇÃO OBSERVAÇÕES RESULTADOS POSITIVOS:

10 ASSUNTO INSTITUIÇÃO OBSERVAÇÕES Apoio parlamentar Câmara Municipal do Rio de Janeiro Publicação do Discurso do Vereador Dr. Eduardo Moura, realizado na sessão plenária de 30/05/2012, que divulga e elogia o Mama Alerta. ALERTA 02 MAIO DE 2012 Enviado em 05/06/2012 A ABRAPAC (Associação Brasileira de Apoio aos Pacientes de Câncer) acaba de lançar o Projeto Mama Alerta, uma super-ouvidoria, que visa contribuir para a melhoria do atendimento dos pacientes do câncer de mama no Estado do Rio de Janeiro. Para tanto, a partir de abril de 2012, começamos a registrar as queixas e as boas experiências dos pacientes do câncer de mama, relacionadas ao diagnóstico, tratamento e direitos nos estabelecimentos públicos e privados. Todos os meses as informações recebidas serão repassadas aos mais diversos agentes (gestores públicos, gestores de clinicas e hospitais, planos de saúde, parlamentares, etc.) para que possam refletir e contribuir para a melhoria das condições do atendimento aos pacientes do câncer mama, no estado de maior incidência e mortalidade da doença. QUEIXAS RECEBIDAS: Radioterapia ASSUNTO INSTITUIÇÃO NÚMERO DE QUEIXAS INCA III e Hospital dos Servidores OBSERVAÇÕES 06 Os serviços de radioterapia do Hospital dos Servidores estão parados; a fila de radioterapia no INCA III é de em média seis meses. Transportes Riocard 03 Paciente que completou tratamento de quimioterapia no INCA III, não consegue transporte gratuito para realizar tratamentos das seqüelas do câncer (fisioterapia e psiquiatria); Paciente do Hospital Marcílio Dias morreu sem obter o benefício; Paciente do INCA III precisa voltar várias vezes ao hospital para buscar medicamento com estoque irregular e não possui recursos para as

11 Medicamentos INCA III, Hospital Marcílio Dias passagens. 02 Escassez de tamoxifeno no INCA III; falta de medicamento para enjôos no Hospital Marcílio Dias Negligência PAM de Bangu 01 Perda de prontuário que resultou em atraso no início do tratamento em mais de seis meses. Desinformação Posto de Saúde de Santa Tereza 01 Médica desconhece mecanismo de encaminhamento para tratamento do câncer RESULTADOS POSITIVOS: Fisioterapia ASSUNTO INSTITUIÇÃO OBSERVAÇÕES Centro Municipal de Reabilitação do Engenho de Dentro Disponibilização do serviço de fisioterapia em mastologia oncológica Divulgação Contax S.A Empresa agendou palestra para divulgação sobre a detecção precoce do câncer de mama e do projeto Mama Alerta Parceria Sociedade Brasileira de Mastologia RJ Apoio ao Projeto Mama Alerta MARGARETH GUIMARÃES MARTINS - VOLUNTÁRIA DA ABRAPAC RESPONSÁVEL PELO PROJETO MAMA ALERTA PROJETO MAMA ALERTA - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE APOIO AOS PACIENTES DE CÂNCER - ABRAPAC TELEFONE: ALERTA 01 ABRIL DE 2012 A ABRAPAC (Associação Brasileira de Apoio aos Pacientes de Câncer) acaba de lançar o Projeto Mama Alerta, uma super-ouvidoria, que visa contribuir para a melhoria do atendimento dos pacientes do câncer de mama no Estado do Rio de Janeiro. Para tanto, a partir de abril de 2012, começamos a registrar as queixas e as boas experiências dos pacientes do câncer de mama, relacionadas ao diagnóstico, tratamento e direitos nos estabelecimentos públicos e

12 privados. Todos os meses as informações recebidas serão repassadas aos mais diversos agentes (gestores públicos, gestores de clinicas e hospitais, planos de saúde, parlamentares, etc.) para que possam refletir e contribuir para a melhoria das condições do atendimento aos pacientes do câncer mama, no estado de maior incidência e mortalidade da doença. Nos poucos dias de funcionamento de nossa super-ouvidoria, recebemos diversas queixas de pacientes e profissionais de saúde do INCA II, todas relativas à demora ao acesso aos serviços de radioterapia. As informações recebidas dão conta que, em geral, um paciente do câncer de mama demora seis meses para o início do tratamento, sendo que existem cerca de aproximadamente 160 pacientes na fila de espera para o procedimento. A unidade tenta encaminhar os pacientes para outros estabelecimentos de saúde. Não obstante, devido às suas próprias demandas, hospitais como os universitários Pedro Ernesto e Clementino Fraga Filho não aceitam mais receber pacientes oriundos do INCA II. Recentemente o Ministério da Saúde anunciou investimentos nos serviços de radioterapia, consideramos que a agilização do emprego destes recursos torna-se urgente para o atendimento dos pacientes do câncer, em geral, e do câncer de mama, em particular, no Estado do Rio de Janeiro. MARGARETH GUIMARÃES MARTINS - VOLUNTÁRIA DA ABRAPAC RESPONSÁVEL PELO PROJETO MAMA ALERTA PROJETO MAMA ALERTA - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE APOIO AOS PACIENTES DE CÂNCER - ABRAPAC TELEFONE: Mama Alerta ALERTA 01 ABRIL DE 2012

13 Enviado em 10/05/2012 A ABRAPAC (Associação Brasileira de Apoio aos Pacientes de Câncer) acaba de lançar o Projeto Mama Alerta, uma super-ouvidoria, que visa contribuir para a melhoria do atendimento dos pacientes do câncer de mama no Estado do Rio de Janeiro. Para tanto, a partir de abril de 2012, começamos a registrar as queixas e as boas experiências dos pacientes do câncer de mama, relacionadas ao diagnóstico, tratamento e direitos nos estabelecimentos públicos e privados. Todos os meses as informações recebidas serão repassadas aos mais diversos agentes (gestores públicos, gestores de clinicas e hospitais, planos de saúde, parlamentares, etc.) para que possam refletir e contribuir para a melhoria das condições do atendimento aos pacientes do câncer mama, no estado de maior incidência e mortalidade da doença. Nos poucos dias de funcionamento de nossa super-ouvidoria, recebemos diversas queixas de pacientes e profissionais de saúde do INCA II, todas relativas à demora ao acesso aos serviços de radioterapia. As informações recebidas dão conta que, em geral, um paciente do câncer de mama demora seis meses para o início do tratamento, sendo que existem cerca de aproximadamente 160 pacientes na fila de espera para o procedimento. A unidade tenta encaminhar os pacientes para outros estabelecimentos de saúde. Não obstante, devido às suas próprias demandas, hospitais como os universitários Pedro Ernesto e Clementino Fraga Filho não aceitam mais receber pacientes oriundos do INCA II. Recentemente o Ministério da Saúde anunciou investimentos nos serviços de radioterapia, consideramos que a agilização do emprego destes recursos torna-se urgente para o atendimento dos pacientes do câncer, em geral, e do câncer de mama, em particular, no Estado do Rio de Janeiro. MARGARETH GUIMARÃES MARTINS - VOLUNTÁRIA DA ABRAPAC RESPONSÁVEL PELO PROJETO MAMA ALERTA PROJETO MAMA ALERTA - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE APOIO AOS PACIENTES DE CÂNCER - ABRAPAC TELEFONE:

GOVERNO DA BAHIA SECRETARIA DA SAÚDE DO ESTADO DA BAHIA Centro Estadual de Oncologia. Salvador, 14 de março de 2013

GOVERNO DA BAHIA SECRETARIA DA SAÚDE DO ESTADO DA BAHIA Centro Estadual de Oncologia. Salvador, 14 de março de 2013 GOVERNO DA BAHIA SECRETARIA DA SAÚDE DO ESTADO DA BAHIA Centro Estadual de Oncologia Salvador, 14 de março de 2013 ROTEIRO O CICAN Breve Histórico Missão Perfil Ambulatórios Quimioterapia Centro Cirúrgico

Leia mais

FÓRUM Câncer de Mama. Políticas Públicas: Tratamento e Apoio Dra. Nadiane Lemos SSM-DAS/SES-RS

FÓRUM Câncer de Mama. Políticas Públicas: Tratamento e Apoio Dra. Nadiane Lemos SSM-DAS/SES-RS FÓRUM Câncer de Mama Políticas Públicas: Tratamento e Apoio Dra. Nadiane Lemos SSM-DAS/SES-RS Análise Situacional Marcadores das ações em saúde envolvendo a saúde da mulher na atual gestão: Pré-natal -

Leia mais

Tratamento do câncer no SUS

Tratamento do câncer no SUS 94 Tratamento do câncer no SUS A abordagem integrada das modalidades terapêuticas aumenta a possibilidade de cura e a de preservação dos órgãos. O passo fundamental para o tratamento adequado do câncer

Leia mais

Diagnóstico do câncer de mama Resumo de diretriz NHG M07 (segunda revisão, novembro 2008)

Diagnóstico do câncer de mama Resumo de diretriz NHG M07 (segunda revisão, novembro 2008) Diagnóstico do câncer de mama Resumo de diretriz NHG M07 (segunda revisão, novembro 2008) De Bock GH, Beusmans GHMI, Hinloopen RJ, Corsten MC, Salden NMA, Scheele ME, Wiersma Tj traduzido do original em

Leia mais

Instituto Avon investe R$ 2,1 milhões em Minas Gerais para combate ao Câncer de Mama

Instituto Avon investe R$ 2,1 milhões em Minas Gerais para combate ao Câncer de Mama Instituto Avon investe R$ 2,1 milhões em Minas Gerais para combate ao Câncer de Mama São Paulo, 25 de julho de 2014 Minas Gerais recebeu um reforço de R$ 2,1 milhões na luta contra o câncer de mama. O

Leia mais

INTRODUÇÃO (WHO, 2007)

INTRODUÇÃO (WHO, 2007) INTRODUÇÃO No Brasil e no mundo estamos vivenciando transições demográfica e epidemiológica, com o crescente aumento da população idosa, resultando na elevação de morbidade e mortalidade por doenças crônicas.

Leia mais

Relato de Experiência. Projeto Reabilta-ação Fisioterapia Oncológica. PICIN, Celis i e COPETTI, Solange M. B. ii Faculdade de Pato Branco FADEP

Relato de Experiência. Projeto Reabilta-ação Fisioterapia Oncológica. PICIN, Celis i e COPETTI, Solange M. B. ii Faculdade de Pato Branco FADEP Relato de Experiência Projeto Reabilta-ação Fisioterapia Oncológica PICIN, Celis i e COPETTI, Solange M. B. ii Faculdade de Pato Branco FADEP RESUMO A intenção em produzir um material informativo a respeito

Leia mais

PORTARIA Nº 876/GM, DE 16 DE MAIO DE 2013. p. DOU, Seção1, de 17.5.2013, págs. 135/136

PORTARIA Nº 876/GM, DE 16 DE MAIO DE 2013. p. DOU, Seção1, de 17.5.2013, págs. 135/136 PORTARIA Nº 876/GM, DE 16 DE MAIO DE 2013 p. DOU, Seção1, de 17.5.2013, págs. 135/136 Dispõe sobre a aplicação da Lei nº 12.732, de 22 de novembro de 2012, que versa a respeito do primeiro tratamento do

Leia mais

CANCER DE MAMA FERNANDO CAMILO MAGIONI ENFERMEIRO DO TRABALHO

CANCER DE MAMA FERNANDO CAMILO MAGIONI ENFERMEIRO DO TRABALHO CANCER DE MAMA FERNANDO CAMILO MAGIONI ENFERMEIRO DO TRABALHO OS TIPOS DE CANCER DE MAMA O câncer de mama ocorre quando as células deste órgão passam a se dividir e se reproduzir muito rápido e de forma

Leia mais

Sistema Público de Saúde em Curitiba - 2011

Sistema Público de Saúde em Curitiba - 2011 Sistema Público de Saúde em Curitiba - 2011 09 Distritos Sanitários 109 US (55 ESF) - informatizada 8 CMUMs 10 CAPS 1 Laboratório Municipal 1 Hospital Municipal 1.851.213 habitantes 223.000 mulheres acima

Leia mais

Instituto Nacional de Câncer Fisioterapia HCII/INCA

Instituto Nacional de Câncer Fisioterapia HCII/INCA Instituto Nacional de Câncer Fisioterapia HCII/INCA QUALIFICAÇÃO DO FISIOTERAPEUTA NOS SERVIÇOS ASSISTENCIAIS DO SUS PARA CÂNCER DE MAMA E CÂNCER DO COLO DO ÚTERO. Fátima Bussinger Chefe da Fisioterapia

Leia mais

A participação do radiologista no controle da qualidade da mamografia

A participação do radiologista no controle da qualidade da mamografia VII Encontro Nacional para o Controle do Câncer de Colo do Útero e de Mama QUALIDADE DA MAMOGRAFIA A participação do radiologista no controle da qualidade da mamografia Objetivo - Roteiro Descrever as

Leia mais

MODELO PROJETO: PRÊMIO POR INOVAÇÃO E QUALIDADE

MODELO PROJETO: PRÊMIO POR INOVAÇÃO E QUALIDADE MODELO PROJETO: PRÊMIO POR INOVAÇÃO E QUALIDADE 1 Identificação Título Câncer de Colo de útero: a importância de diagnostico precoce. Área temática Comunicação, Promoção e Educação em Saúde Lotação Boninal

Leia mais

NOTA TÉCNICA 40 2013 REDE DE ATENÇÃO À SAÙDE DAS PESSOAS COM DOENÇAS CRONICAS. Política Nacional para a Prevenção e Controle do Câncer

NOTA TÉCNICA 40 2013 REDE DE ATENÇÃO À SAÙDE DAS PESSOAS COM DOENÇAS CRONICAS. Política Nacional para a Prevenção e Controle do Câncer NOTA TÉCNICA 40 2013 REDE DE ATENÇÃO À SAÙDE DAS PESSOAS COM DOENÇAS CRONICAS Política Nacional para a Prevenção e Controle do Câncer Cria o Serviço de Referência para Diagnostico e Tratamento de Lesões

Leia mais

UNILAB no Outubro Rosa Essa luta também é nossa. CUIDAR DA SAÚDE É UM GESTO DE AMOR À VIDA. cosbem COORDENAÇÃO DE SAÚDE E BEM-ESTAR www.unilab.edu.

UNILAB no Outubro Rosa Essa luta também é nossa. CUIDAR DA SAÚDE É UM GESTO DE AMOR À VIDA. cosbem COORDENAÇÃO DE SAÚDE E BEM-ESTAR www.unilab.edu. UNILAB no Outubro Rosa Essa luta também é nossa. CUIDAR DA SAÚDE É UM GESTO DE AMOR À VIDA. cosbem COORDENAÇÃO DE SAÚDE E BEM-ESTAR www.unilab.edu.br CUIDAR DA SUA SAÚDE É UM GESTO DE AMOR À VIDA. As mamas

Leia mais

Próteses de silicone adulteradas

Próteses de silicone adulteradas 3ª CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO CONSUMIDOR E ORDEM ECONÔMICA SAF Sul Quadra 4 Conjunto C Bloco B Sala 301; Brasília/DF, CEP 70050-900, (61)3105-6028, http://3ccr.pgr.mpf.gov.br/, 3camara@pgr.mpf.gov.br

Leia mais

O que é câncer de mama?

O que é câncer de mama? Câncer de Mama O que é câncer de mama? O câncer de mama é a doença em que as células normais da mama começam a se modificar, multiplicando-se sem controle e deixando de morrer, formando uma massa de células

Leia mais

Melhorar sua vida, nosso compromisso Redução da Espera: tratar câncer em 60 dias é obrigatório

Melhorar sua vida, nosso compromisso Redução da Espera: tratar câncer em 60 dias é obrigatório Melhorar sua vida, nosso compromisso Redução da Espera: tratar câncer em 60 dias é obrigatório Maio de 2013 Magnitude do Câncer no Brasil 518 mil novos casos em 2013 Câncer de pele não melanoma deve responder

Leia mais

Apesar de ser um tumor maligno, é uma doença curável se descoberta a tempo, o que nem sempre é possível, pois o medo do diagnóstico é muito grande,

Apesar de ser um tumor maligno, é uma doença curável se descoberta a tempo, o que nem sempre é possível, pois o medo do diagnóstico é muito grande, Cancêr de Mama: É a causa mais frequente de morte por câncer na mulher, embora existam meios de detecção precoce que apresentam boa eficiência (exame clínico e auto-exame, mamografia e ultrassonografia).

Leia mais

ANAIS DA 4ª MOSTRA DE TRABALHOS EM SAÚDE PÚBLICA 29 e 30 de novembro de 2010 Unioeste Campus de Cascavel ISSN 2176-4778

ANAIS DA 4ª MOSTRA DE TRABALHOS EM SAÚDE PÚBLICA 29 e 30 de novembro de 2010 Unioeste Campus de Cascavel ISSN 2176-4778 REDE DE VIGILÂNCIA EM CÂNCER DE MAMA MUNICÍPIO DE NOVA SANTA ROSA PR Viviane Delcy da Silva 1 1. INTRODUÇÃO Este relato de experiência descreve a forma de reorganização dos serviços de saúde do SUS do

Leia mais

EMENTA: Câncer urológico - Critérios de alta para pacientes com câncer CONSULTA

EMENTA: Câncer urológico - Critérios de alta para pacientes com câncer CONSULTA PARECER Nº 2422/2013 CRM-PR PROCESSO CONSULTA N.º 11/2013 PROTOCOLO N. º 10115/2013 ASSUNTO: CRITÉRIOS DE ALTA DE SERVIÇOS DE CANCEROLOGIA PARECERISTA: CONS. JOSÉ CLEMENTE LINHARES EMENTA: Câncer urológico

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº,DE 2014

PROJETO DE LEI Nº,DE 2014 PROJETO DE LEI Nº,DE 2014 (Do Sr. Alexandre Roso) Acrescenta o inciso IV ao art. 2º da Lei nº 11.664, de 29 de abril de 2008, que dispõe sobre a efetivação de ações de saúde que assegurem a prevenção,

Leia mais

Rastreamento Organizado para a Detecção Precoce do Câncer de Mama

Rastreamento Organizado para a Detecção Precoce do Câncer de Mama SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE Rastreamento Organizado para a Detecção Precoce do Câncer de Mama Programa Mulheres de Peito São Paulo, 24 de julho de 2014 Justificativas O câncer de mama é a primeira causa

Leia mais

POLÍTICA NACIONAL DO CÂNCER FEMININO. Rio de Janeiro RJ 30 de junho de 2011

POLÍTICA NACIONAL DO CÂNCER FEMININO. Rio de Janeiro RJ 30 de junho de 2011 MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE - SAS DEPARTAMENTO DE ASSISTÊNCIA ESPECIALIZADA DAE Coordenação-Geral de Média e Alta Complexidade POLÍTICA NACIONAL DO CÂNCER FEMININO Maria Inez Pordeus

Leia mais

*CD145101996985* Discurso proferido pelo deputado GERALDO RESENDE (PMDB/MS), em sessão no dia 11/02/2014. MAMOGRAFIA EM UMA SÓ MAMA: IGNORÂNCIA

*CD145101996985* Discurso proferido pelo deputado GERALDO RESENDE (PMDB/MS), em sessão no dia 11/02/2014. MAMOGRAFIA EM UMA SÓ MAMA: IGNORÂNCIA Discurso proferido pelo deputado GERALDO RESENDE (PMDB/MS), em sessão no dia 11/02/2014. MAMOGRAFIA EM UMA SÓ MAMA: IGNORÂNCIA OU MONSTRUOSIDADE Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados, No último

Leia mais

Registro Hospitalar de Câncer de São Paulo:

Registro Hospitalar de Câncer de São Paulo: Registro Hospitalar de Câncer de São Paulo: Análise dos dados e indicadores de qualidade 1. Análise dos dados (jan ( janeiro eiro/2000 a setembro/201 /2015) Apresenta-se aqui uma visão global sobre a base

Leia mais

Superando o tabu da doença: controle do câncer ganha destaque na mídia com campanhas de prevenção. Ano V - nº 18 - Rio Pesquisa 30

Superando o tabu da doença: controle do câncer ganha destaque na mídia com campanhas de prevenção. Ano V - nº 18 - Rio Pesquisa 30 Superando o tabu da doença: controle do câncer ganha destaque na mídia com campanhas de prevenção Ano V - nº 18 - Rio Pesquisa 30 31 Rio Pesquisa - nº 18 - Ano V SAÚDE Conhecer o passado para cuidar do

Leia mais

Serviço Social. DISCURSIVA Residência Saúde 2012 C COORDENADORIA DE DESENVOLVIMENTO ACADÊMICO D A. wwww.cepuerj.uerj.br ATIVIDADE DATA LOCAL

Serviço Social. DISCURSIVA Residência Saúde 2012 C COORDENADORIA DE DESENVOLVIMENTO ACADÊMICO D A. wwww.cepuerj.uerj.br ATIVIDADE DATA LOCAL HOSPITAL UNIVERSITÁRIO PEDRO ERNESTO C COORDENADORIA DE DESENVOLVIMENTO ACADÊMICO D A Serviço Social DISCURSIVA Residência Saúde 2012 ATIVIDADE DATA LOCAL Divulgação do gabarito - Prova Objetiva (PO) 31/10/2011

Leia mais

CASO 1 NO CONSULTÓRIO

CASO 1 NO CONSULTÓRIO RECUSA DETRATAMENTO E ALTA APEDIDO Hermes de Freitas Barbosa Departamento de Patologia e Medicina Legal FMRP USP CASO 1 NO CONSULTÓRIO Paciente de 45 anos, após exames para investigar um quadro de dor

Leia mais

OUTUBRO ROSA UMA CAMPANHA DE CONSCIENTIZAÇÃO DA SOFIS TECNOLOGIA

OUTUBRO ROSA UMA CAMPANHA DE CONSCIENTIZAÇÃO DA SOFIS TECNOLOGIA C A R T I L H A OUTUBRO ROSA UMA CAMPANHA DE CONSCIENTIZAÇÃO DA SOFIS TECNOLOGIA OOUTUBRO ROSA é um movimento mundial pela prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama. Com suas ações especialmente

Leia mais

Câncer de Mama COMO SÃO AS MAMAS:

Câncer de Mama COMO SÃO AS MAMAS: Câncer de Mama COMO SÃO AS MAMAS: As mamas (ou seios) são glândulas e sua função principal é a produção de leite. Elas são compostas de lobos que se dividem em porções menores, os lóbulos, e ductos, que

Leia mais

AVALIAÇÃO DOS PLANOS DE SAÚDE PELOS USUÁRIOS ANO II SÃO PAULO 2013

AVALIAÇÃO DOS PLANOS DE SAÚDE PELOS USUÁRIOS ANO II SÃO PAULO 2013 1 AVALIAÇÃO DOS PLANOS DE SAÚDE PELOS USUÁRIOS ANO II SÃO PAULO Temas 2 Objetivo e metodologia Utilização dos serviços do plano de saúde e ocorrência de problemas Reclamação ou recurso contra o plano de

Leia mais

Núcleo Mama Porto Alegre (NMPOA) Estudo longitudinal de rastreamento e atenção organizada no diagnóstico e tratamento do câncer de mama

Núcleo Mama Porto Alegre (NMPOA) Estudo longitudinal de rastreamento e atenção organizada no diagnóstico e tratamento do câncer de mama Núcleo Mama Porto Alegre (NMPOA) Estudo longitudinal de rastreamento e atenção organizada no diagnóstico e tratamento do câncer de mama 2004 Projeto Núcleo Mama Porto Alegre Estudo com parceria entre Hospital

Leia mais

HUMANIZAÇÃO NO ATENDIMENTO À MULHER COM CÂNCER. Enfª Rosenice Perkins D S Clemente Enfermagem oncológica

HUMANIZAÇÃO NO ATENDIMENTO À MULHER COM CÂNCER. Enfª Rosenice Perkins D S Clemente Enfermagem oncológica HUMANIZAÇÃO NO ATENDIMENTO À MULHER COM CÂNCER Enfª Rosenice Perkins D S Clemente Enfermagem oncológica 12 de julho de 2013 Cena 1 Joana - casada, dois filhos pequenos, do lar, evangélica, desinteressada

Leia mais

CÂNCER DE MAMA. O controle das mamas de seis em seis meses, com exames clínicos, é também muito importante.

CÂNCER DE MAMA. O controle das mamas de seis em seis meses, com exames clínicos, é também muito importante. CÂNCER DE MAMA Dr. José Bél Mastologista/Ginecologista - CRM 1558 Associação Médico Espírita de Santa Catarina AME/SC QUANDO PEDIR EXAMES DE PREVENÇÃO Anualmente, a mulher, após ter atingindo os 35 ou

Leia mais

Projeto Saúde On-line

Projeto Saúde On-line Projeto Saúde On-line Sistemas de computadorizados de registro médico e tecnologia de informação em saúde. INTRODUÇÃO: Visando organizar o acesso aos serviços, agilizar processo, impactar na qualidade

Leia mais

Prótese de silicone tem prazo de validade; veja respostas sobre implante

Prótese de silicone tem prazo de validade; veja respostas sobre implante Página 1 de 6 22/10/2009-11h42 Prótese de silicone tem prazo de validade; veja respostas sobre implante GABRIELA CUPANI da Folha de S.Paulo Nenhuma prótese de mama dura para sempre. Embora os especialistas

Leia mais

PORTARIA Nº 196, DE 6 DE FEVEREIRO DE 2012

PORTARIA Nº 196, DE 6 DE FEVEREIRO DE 2012 PORTARIA Nº 196, DE 6 DE FEVEREIRO DE 2012 Aprova a diretriz para acompanhamento e tratamento de pacientes portadores de implantes mamários das marcas PIP (Poly Implants Prothèse) e ROFIL e inclui procedimentos

Leia mais

de nódulos axilares e sintomas como desconforto e dor, são importantes para o diagnóstico e conduta a serem tomados em cada caso. Há exames de imagem

de nódulos axilares e sintomas como desconforto e dor, são importantes para o diagnóstico e conduta a serem tomados em cada caso. Há exames de imagem ANEXO MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE DEPARTAMENTO DE ATENÇÃO ESPECIALIZADA COORDENAÇÃO-GERAL DA MÉDIA E ALTA COMPLEXIDADE SAF Sul, lotes 5/6, Ed. Premium, Torre II, Sala 23 CEP: 7.7-6

Leia mais

RELATÓRIO FINAL NASPEC- NÚCLEO ASSISTENCIAL PARA PESSOAS COM CÂNCER. PROJETO: Capacitação e Rastreamento sobre os Cuidados com a Saúde da Mama

RELATÓRIO FINAL NASPEC- NÚCLEO ASSISTENCIAL PARA PESSOAS COM CÂNCER. PROJETO: Capacitação e Rastreamento sobre os Cuidados com a Saúde da Mama RELATÓRIO FINAL NASPEC- NÚCLEO ASSISTENCIAL PARA PESSOAS COM CÂNCER PROJETO: Capacitação e Rastreamento sobre os Cuidados com a Saúde da Mama Responsável: NASPEC Cidade: SALVADOR Mês e Ano: 06/2012 OBJETIVO

Leia mais

PANORAMA DA ONCOLOGIA PEDIÁTRICA. Boletim ano 1, nº 1 Novembro 2014

PANORAMA DA ONCOLOGIA PEDIÁTRICA. Boletim ano 1, nº 1 Novembro 2014 PANORAMA DA ONCOLOGIA PEDIÁTRICA Boletim ano 1, nº 1 Novembro 2014 Esta publicação tem por objetivo apresentar um panorama da oncologia pediátrica no estado do Rio de Janeiro. Ao propor este boletim, o

Leia mais

TÍTULO: "SE TOCA MULHER" CONHECIMENTO DAS UNIVERSITÁRIAS SOBRE O CÂNCER DE MAMA

TÍTULO: SE TOCA MULHER CONHECIMENTO DAS UNIVERSITÁRIAS SOBRE O CÂNCER DE MAMA TÍTULO: "SE TOCA MULHER" CONHECIMENTO DAS UNIVERSITÁRIAS SOBRE O CÂNCER DE MAMA CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE SUBÁREA: ENFERMAGEM INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICO

Leia mais

PESQUISA INSTITUTO AVON/IPSOS ALERTA PARA A IMPORTÂNCIA DE MULTIPLICAR INFORMAÇÕES SOBRE CÂNCER DE MAMA

PESQUISA INSTITUTO AVON/IPSOS ALERTA PARA A IMPORTÂNCIA DE MULTIPLICAR INFORMAÇÕES SOBRE CÂNCER DE MAMA PESQUISA INSTITUTO AVON/IPSOS ALERTA PARA A IMPORTÂNCIA DE MULTIPLICAR INFORMAÇÕES SOBRE CÂNCER DE MAMA Nilcéa Freire, Ministra de Estado Chefe da Secretaria de Políticas para as Mulheres, enalteceu hoje,

Leia mais

PROJETO CONSULTA ÚNICA: METODOLOGIA PAUTADA NA RESOLUTIVIDADE.

PROJETO CONSULTA ÚNICA: METODOLOGIA PAUTADA NA RESOLUTIVIDADE. PROJETO CONSULTA ÚNICA: METODOLOGIA PAUTADA NA RESOLUTIVIDADE. Caracterização da situação anterior Em 2013, a Secretaria de Saúde Pública de Campo Grande (SESAU) detectou déficit de profissionais ginecologistas/obstetras

Leia mais

Relatório Preliminar da 2ª volta do Programa de Rastreio do Cancro da Mama no Algarve

Relatório Preliminar da 2ª volta do Programa de Rastreio do Cancro da Mama no Algarve Relatório Preliminar da 2ª volta do Programa de Rastreio do Cancro da Mama no Algarve Filomena Horta Correia Coordenadora do Núcleo de Rastreios da ARSA, IP 15 de Setembro de 2010 O cancro da mama é o

Leia mais

Hospital de Base do Distrito Federal - HBDF Unidade de Ginecologia Oncológica / UGON Estágio médico em Ginecologia Oncológica

Hospital de Base do Distrito Federal - HBDF Unidade de Ginecologia Oncológica / UGON Estágio médico em Ginecologia Oncológica 1. Observações gerais: Estágio de capacitação em Ginecologia Oncológica da Unidade de Ginecologia Oncológica (UGON) do Hospital de Base do Distrito Federal: O estágio em Ginecologia Oncológica da Unidade

Leia mais

Letícia Casado Serviço de Edição e Informação Técnico Cientifica CGPV-Coordenação Geral de Prevenção e Vigilância

Letícia Casado Serviço de Edição e Informação Técnico Cientifica CGPV-Coordenação Geral de Prevenção e Vigilância Letícia Casado Serviço de Edição e Informação Técnico Cientifica CGPV-Coordenação Geral de Prevenção e Vigilância O que é uma Biblioteca Virtual? É um tipo de biblioteca que compila e organiza informações

Leia mais

Editoria: Dia a Dia. Veículo:

Editoria: Dia a Dia. Veículo: 7 Comunicação e Marketing Ltda Editoria: Dia a Dia Amazonas em Tempo Coluna: -- Colisão na Cosme Ferreira leva família para o hospital ( ) Press-release da assessoria de imprensa (X) Iniciativa do próprio

Leia mais

DISCIPLINA DE ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE I MSP 0670/2011. SISTEMAS DE SAÚDE

DISCIPLINA DE ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE I MSP 0670/2011. SISTEMAS DE SAÚDE DISCIPLINA DE ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE I MSP 0670/2011. SISTEMAS DE SAÚDE Paulo Eduardo Elias* Alguns países constroem estruturas de saúde com a finalidade de garantir meios adequados para que as necessidades

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 6. Cronograma de Aulas Pág. 9. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 6. Cronograma de Aulas Pág. 9. Coordenação Programa e metodologia; Investimento 1 SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento 3 4 5 Etapas do Processo Seletivo Pág. 6 Matrícula 8 Cronograma de Aulas Pág. 9 2 PÓS-GRADUAÇÃO EM ONCOLOGIA - CURITIBA Unidade

Leia mais

SECRETARIA DE SAÚDE - Pronto Socorro Municipal recebe Licença Sanitária de Funcionamento: - Mais de 12 mil atendimentos nos mutirões:

SECRETARIA DE SAÚDE - Pronto Socorro Municipal recebe Licença Sanitária de Funcionamento: - Mais de 12 mil atendimentos nos mutirões: SECRETARIA DE SAÚDE - Pronto Socorro Municipal recebe Licença Sanitária de Funcionamento: o Pronto Socorro Adulto de Taubaté teve seu funcionamento aprovado pela Vigilância Sanitária Estadual. O documento

Leia mais

Diário Oficial Estado de São Paulo

Diário Oficial Estado de São Paulo Diário Oficial Estado de São Paulo Poder Executivo Seção I Palácio dos Bandeirantes Av. Morumbi, 4.500 - Morumbi - CEP 05698-900 - Fone: 3745-3344 Nº 64 DOE de 04/04/09 p.33 Saúde GABINETE DO SECRETÁRIO

Leia mais

Clínica de Ortopedia e Traumatologia - Térreo

Clínica de Ortopedia e Traumatologia - Térreo Nome do setor/especialidade: Horário de funcionamento: Clínica de Ortopedia e Traumatologia - Térreo - PRONTO SOCORRO ORTOPÉDICO (Emergência; Urgência e Serviço de Imobilizações): >HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO=

Leia mais

LINHA DE CUIDADOS DE SAÚDE EM ONCOLOGIA

LINHA DE CUIDADOS DE SAÚDE EM ONCOLOGIA SAÚDE EM DIA O Programa Saúde em Dia consiste em linhas de cuidados integrais, com foco na patologia e na especialidade médica, direcionados a melhoria da saúde dos beneficiários de planos de saúde empresariais.

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014. Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social

RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014. Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social RELATÓRIO ANUAL DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS / 2014 Convênio Municipal Secretaria de Desenvolvimento Social Entidade: Grupo de Pesquisa e Assistência ao Câncer Infantil Endereço: Rua Antônio Miguel Pereira

Leia mais

Descobrindo o valor da

Descobrindo o valor da Descobrindo o valor da Ocâncer de mama, segundo em maior ocorrência no mundo, é um tumor maligno que se desenvolve devido a alterações genéticas nas células mamárias, que sofrem um crescimento anormal.

Leia mais

CÂNCER DE MAMA: é preciso falar disso. Ministério da Saúde Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva

CÂNCER DE MAMA: é preciso falar disso. Ministério da Saúde Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva CÂNCER DE MAMA: é preciso falar disso Ministério da Saúde Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva 2014 Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva/ Ministério da Saúde. Esta

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ Faculdade de Medicina Departamento de Cirurgia Grupo de Educação e Estudos Oncológicos

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ Faculdade de Medicina Departamento de Cirurgia Grupo de Educação e Estudos Oncológicos E D I T A L Nº 04/2007 Seleção ao II Curso de Especialização em Mastologia A Coordenação do, extensão do Departamento de Cirurgia da da Universidade Federal do Ceará FAZ SABER aos interessados que estarão

Leia mais

DIAGNÓSTICO MÉDICO DADOS EPIDEMIOLÓGICOS FATORES DE RISCO FATORES DE RISCO 01/05/2015

DIAGNÓSTICO MÉDICO DADOS EPIDEMIOLÓGICOS FATORES DE RISCO FATORES DE RISCO 01/05/2015 01/05/2015 CÂNCER UTERINO É o câncer que se forma no colo do útero. Nessa parte, há células que podem CÂNCER CERVICAL se modificar produzindo um câncer. Em geral, é um câncer de crescimento lento, e pode

Leia mais

OUTUBRO. um mes PARA RELEMBRAR A IMPORTANCIA DA. prevencao. COMPARTILHE ESSA IDEIA.

OUTUBRO. um mes PARA RELEMBRAR A IMPORTANCIA DA. prevencao. COMPARTILHE ESSA IDEIA. OUTUBRO ROSA ^ um mes PARA RELEMBRAR A IMPORTANCIA DA ~ prevencao. COMPARTILHE ESSA IDEIA. ~ ^ O movimento popular internacionalmente conhecido como Outubro Rosa é comemorado em todo o mundo. O nome remete

Leia mais

Página 19, 1.ª frase: O Ministério da Saúde do Reino Unido recomenda que, em vez de examinar a mama mensalmente, conheça a sua mama.

Página 19, 1.ª frase: O Ministério da Saúde do Reino Unido recomenda que, em vez de examinar a mama mensalmente, conheça a sua mama. Página 5, 1.ª frase da resposta: O cancro da mama é o cancro mais comum no Reino Unido. Página 6, 1.ª frase da resposta à 1.ª pergunta: O cancro da mama é a segunda maior causa de morte de cancro na mulher

Leia mais

Desigualdades no Acesso à Tecnologia: Relevância para Grupos de Pacientes

Desigualdades no Acesso à Tecnologia: Relevância para Grupos de Pacientes Desigualdades no Acesso à Tecnologia: Relevância para Grupos de Pacientes Capacitação ACS /FEMAMA 2012 Eduardo Cronemberger Oncologia em 120 anos Willian Halsted Aqui está minha sequencia! Mastectomia

Leia mais

Palácio dos Bandeirantes Av. Morumbi, 4.500 - Morumbi - CEP 05698-900 - Fone: 3745-3344 Nº 65 DOE de 07/04/09 p.33

Palácio dos Bandeirantes Av. Morumbi, 4.500 - Morumbi - CEP 05698-900 - Fone: 3745-3344 Nº 65 DOE de 07/04/09 p.33 Diário Oficial Estado de São Paulo Poder Executivo Seção I Palácio dos Bandeirantes Av. Morumbi, 4.500 - Morumbi - CEP 05698-900 - Fone: 3745-3344 Nº 65 DOE de 07/04/09 p.33 SAÚDE GABINETE DO SECRETÁRIO

Leia mais

PORTARIA Nº 375, DE 10 DE MARÇO DE 2014

PORTARIA Nº 375, DE 10 DE MARÇO DE 2014 PORTARIA Nº 375, DE 10 DE MARÇO DE 2014 Regulamenta a aplicação das emendas parlamentares que adicionarem recursos à Rede SUS no exercício de 2014 para aplicação em obras de ampliação e construção de entidades

Leia mais

PORTARIA No- 189, DE 31 DE JANEIRO DE 2014

PORTARIA No- 189, DE 31 DE JANEIRO DE 2014 PORTARIA No- 189, DE 31 DE JANEIRO DE 2014 Institui o Serviço de Referência para Diagnóstico e Tratamento de Lesões Precursoras do Câncer do Colo de Útero (SRC), o Serviço de Referência para Diagnóstico

Leia mais

Tudo sobre TELEMEDICINA O GUIA COMPLETO

Tudo sobre TELEMEDICINA O GUIA COMPLETO Tudo sobre TELEMEDICINA O GUIA COMPLETO O QUE É TELEMEDICINA? Os recursos relacionados à Telemedicina são cada vez mais utilizados por hospitais e clínicas médicas. Afinal, quem não quer ter acesso a diversos

Leia mais

Programa de Apoio a Pacientes Oncológicos e

Programa de Apoio a Pacientes Oncológicos e Programa de Apoio a Pacientes Oncológicos e Família Secretaria Municipal de Saúde CASC - Centro de Atenção a Saúde Coletiva Administração Municipal Horizontina RS Noroeste do Estado Distante 520 Km da

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE PORTARIA Nº 196, DE 6 DE FEVEREIRO DE 2012 (*)

MINISTÉRIO DA SAÚDE PORTARIA Nº 196, DE 6 DE FEVEREIRO DE 2012 (*) 1 MINISTÉRIO DA SAÚDE PORTARIA Nº 196, DE 6 DE FEVEREIRO DE 2012 (*) Aprova a diretriz para acompanhamento e tratamento de pacientes portadores de implantes mamários das marcas PIP (Poly Implants Prothèse)

Leia mais

VISITA TÉCNIA AO HOSPITAL ARAUJO JORGE

VISITA TÉCNIA AO HOSPITAL ARAUJO JORGE VISITA TÉCNIA AO HOSPITAL ARAUJO JORGE A Comissão de Saúde e Promoção Social, de acordo com a competência regimental que lhe confere o Art. 45, inciso V, do Regimento Interno desta Casa de Leis, realizou

Leia mais

PREVINA O CÂNCER DO COLO DO ÚTERO

PREVINA O CÂNCER DO COLO DO ÚTERO SENADO FEDERAL PREVINA O CÂNCER DO COLO DO ÚTERO SENADOR CLÉSIO ANDRADE 2 Previna o câncer do colo do útero apresentação O câncer do colo do útero continua matando muitas mulheres. Especialmente no Brasil,

Leia mais

O PAPEL DOS PROFISSIONAIS MÉDICOS NA JUDICIALIZAÇÃO DA SAÚDE PÚBLICA E PRIVADA. Florentino Cardoso

O PAPEL DOS PROFISSIONAIS MÉDICOS NA JUDICIALIZAÇÃO DA SAÚDE PÚBLICA E PRIVADA. Florentino Cardoso O PAPEL DOS PROFISSIONAIS MÉDICOS NA JUDICIALIZAÇÃO DA SAÚDE PÚBLICA E PRIVADA Florentino Cardoso SUS Operadoras de Saúde SUS CF 1988 SUS 1990 Universalidade, Equidade, Integralidade Financiamento Gestão

Leia mais

Projeto de Detecção Precoce. Data: 15 de julho de 2010

Projeto de Detecção Precoce. Data: 15 de julho de 2010 Projeto de Detecção Precoce Data: 15 de julho de 2010 ACS: Alessandra Durstine Cristina Parsons Peres e equipe Emília Fenton TCC Group:Chris Cadorna Jared Raynor Ana Ramos Hernandez Consultora ACS:Cristina

Leia mais

Reabilitação Pós câncer de mama Assistência às mulheres mastectomizadas

Reabilitação Pós câncer de mama Assistência às mulheres mastectomizadas Reabilitação Pós câncer de mama Assistência às mulheres mastectomizadas Profª Drª Fabiana Flores Sperandio O que é câncer de mama? É uma doença que surge quando células da mama sofrem uma mutação e se

Leia mais

Sociedade Brasileira de Radioterapia SBRT Conveniada ao Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem - CBR

Sociedade Brasileira de Radioterapia SBRT Conveniada ao Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem - CBR Carta a população, A radioterapia é o tratamento que se utiliza de radiação ionizante para destruir ou controlar o crescimento de células neoplásicas. Esse tratamento é uma das três armas mais utilizadas

Leia mais

PROGRAMA DE RASTREAMENTO DO CÂNCER DE MAMA EM MULHERES DA REGIÃO DO CARIRI OCIDENTAL, ESTADO DA PARAÍBA

PROGRAMA DE RASTREAMENTO DO CÂNCER DE MAMA EM MULHERES DA REGIÃO DO CARIRI OCIDENTAL, ESTADO DA PARAÍBA PROGRAMA DE RASTREAMENTO DO CÂNCER DE MAMA EM MULHERES DA REGIÃO DO CARIRI OCIDENTAL, ESTADO DA PARAÍBA Eulina Helena Ramalho de Souza 1 Telma Ribeiro Garcia 2 INTRODUÇÃO O câncer de mama é uma neoplasia

Leia mais

CÂNCER DE MAMA: é preciso falar disso. Ministério da Saúde Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva

CÂNCER DE MAMA: é preciso falar disso. Ministério da Saúde Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva CÂNCER DE MAMA: é preciso falar disso Ministério da Saúde Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva 2014 Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva/ Ministério da Saúde. Esta

Leia mais

CÂNCER DE MAMA: é preciso falar disso. Ministério da Saúde Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva

CÂNCER DE MAMA: é preciso falar disso. Ministério da Saúde Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva CÂNCER DE MAMA: é preciso falar disso Ministério da Saúde Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva Cartilha_Outubro Rosa_Mitos_26-09-2014.indd 1 08/10/2014 14:24:37 2014 Instituto Nacional

Leia mais

TOMOSSÍNTESE MAMÁRIA CASOS CLÍNICOS

TOMOSSÍNTESE MAMÁRIA CASOS CLÍNICOS TOMOSSÍNTESE MAMÁRIA CASOS CLÍNICOS SELMA DI PACE BAUAB Radiologista da Mama Imagem São José do Rio Preto - SP CASO 1 55 anos. Assintomática TOMOSSÍNTESE LESÃO EPITELIAL ESCLEROSANTE (Cicatriz Radial)

Leia mais

Ministério da Saúde Gabinete do Ministro PORTARIA Nº 189, DE 31 DE JANEIRO DE 2014

Ministério da Saúde Gabinete do Ministro PORTARIA Nº 189, DE 31 DE JANEIRO DE 2014 Ministério da Saúde Gabinete do Ministro PORTARIA Nº 189, DE 31 DE JANEIRO DE 2014 Institui o Serviço de Referência para Diagnóstico e Tratamento de Lesões Precursoras do Câncer do Colo de Útero (SRC),

Leia mais

Women and Cancer: Saving Lives and Avoiding Suffering. Ministério da Saúde Brasília, Brazil May/2012

Women and Cancer: Saving Lives and Avoiding Suffering. Ministério da Saúde Brasília, Brazil May/2012 Women and Cancer: Saving Lives and Avoiding Suffering Ministério da Saúde Brasília, Brazil May/2012 Fortalecimento da Rede de Prevenção, Diagnóstico e Tratamento do Câncer Conjunto de ações estratégicas

Leia mais

4ª JORNADA DE FISIOTERAPIA: O APRENDIZADO É PROGRESSIVO

4ª JORNADA DE FISIOTERAPIA: O APRENDIZADO É PROGRESSIVO 1. TEMA 4ª JORNADA DE FISIOTERAPIA: O APRENDIZADO É PROGRESSIVO 2. PERÍODO 28 a 30 de maio 2015. 3. APRESENTAÇÃO A CHRISTUS FACULDADE DO PIAUÍ - CHRISFAPI por meio da Coordenação do Curso de Fisioterapia

Leia mais

Numeração Única: 112.13.008257-4 TEMA: TAMOXIFENO NO TRATAMENTO ADJUVANTE DO CANCER DE MAMA

Numeração Única: 112.13.008257-4 TEMA: TAMOXIFENO NO TRATAMENTO ADJUVANTE DO CANCER DE MAMA NT 209/2013 Solicitante: Dra. Renata Abranches Perdigão do JESP da Fazenda Pública de Campo Belo Data: 01/11/2013 Medicamento X Material Procedimento Cobertura Numeração Única: 112.13.008257-4 TEMA: TAMOXIFENO

Leia mais

NORMAS DE ATENDIMENTO A CONVÊNIOS E PARTICULARES

NORMAS DE ATENDIMENTO A CONVÊNIOS E PARTICULARES NORMAS DE ATENDIMENTO A CONVÊNIOS E PARTICULARES Conceitos CONSULTAS Atendimentos sem urgência por ordem de chegada. Não existe dentro do Pronto-Socorro e em nenhum local do hospital prévia marcação de

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE. Gerência de Regulação PROTOCOLO DE ACESSO A EXAMES/PROCEDIMENTOS AMBULATORIAIS ULTRASSONOGRAFIA MAMÁRIA

SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE. Gerência de Regulação PROTOCOLO DE ACESSO A EXAMES/PROCEDIMENTOS AMBULATORIAIS ULTRASSONOGRAFIA MAMÁRIA Gerência de Regulação PROTOCOLO DE ACESSO A EXAMES/PROCEDIMENTOS AMBULATORIAIS ULTRASSONOGRAFIA MAMÁRIA 2013 Observações a serem consideradas no preenchimento de todas as solicitações de Exames disponibilizados

Leia mais

CENÁRIO. Estimativa de Câncer de Mama e Colo de Útero para o Ano de 2012 Estados da Região Nordeste SUREGS 2.500 2.190 2.110 2.000 1.500 1.

CENÁRIO. Estimativa de Câncer de Mama e Colo de Útero para o Ano de 2012 Estados da Região Nordeste SUREGS 2.500 2.190 2.110 2.000 1.500 1. CENÁRIO Estimativa de Câncer de Mama e Colo de Útero para o Ano de 2012 Estados da Região Nordeste 2.500 2.190 2.110 2.000 1.770 1.500 1.000 500 970 1.030 850 640 320 580 230 780 460 440 410 280 370 370

Leia mais

Orientações aos pacientes sobre radioterapia

Orientações aos pacientes sobre radioterapia Orientações aos pacientes sobre radioterapia SUMÁRIO Prezado paciente....................... 03 O que é radioterapia?..................... 04 Quais os benefícios da Radioterapia?.............. 04 Como

Leia mais

RELATÓRIO EXECUTIVO N 004/14 32ª REUNIÃO DE DIRETORIA GERIR/HUGO

RELATÓRIO EXECUTIVO N 004/14 32ª REUNIÃO DE DIRETORIA GERIR/HUGO RELATÓRIO EXECUTIVO N 004/14 32ª REUNIÃO DE DIRETORIA GERIR/HUGO Data: 04/02/2014 Horário: 10h Presentes: Ciro Ricardo Pires de Castro (Diretor Geral - HUGO), Sr. Thulio Lorentz (Diretor Administrativo

Leia mais

INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER

INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER II JORNADA DE TÉCNICOS DE ENFERMAGEM DO INCA Práticas do Técnico de Enfermagem no Atendimento ao Paciente Oncológico Tratamento Cirúrgico - Ginecologia Téc. de Enfermagem Juliana

Leia mais

MONITORAMENTO DAS AÇÕES DE CONTROLE DOS CÂNCERES DO COLO DO ÚTERO E DE MAMA

MONITORAMENTO DAS AÇÕES DE CONTROLE DOS CÂNCERES DO COLO DO ÚTERO E DE MAMA Abril a Junho/ 2010/ n 2 MONITORAMENTO DAS AÇÕES DE CONTROLE DOS CÂNCERES DO COLO DO ÚTERO E DE MAMA Apresentação Neste segundo boletim de 2010, são apresentados os dados parciais para acompanhamento dos

Leia mais

Cartilha REGISTROS DE CÂNCER E O RHC DO HAJ

Cartilha REGISTROS DE CÂNCER E O RHC DO HAJ Cartilha REGISTROS DE CÂNCER E O RHC DO HAJ O que é um registro de câncer? -Centro de coleta, armazenamento, processamento e análise - de forma sistemática e contínua - de informações (dados) sobre pacientes

Leia mais

EVENTO: 10ª EDIÇÃO DO CÂNCER DE MAMA GRAMADO RS. 2015. Deputada Federal Carmen Zanotto Enfermeira

EVENTO: 10ª EDIÇÃO DO CÂNCER DE MAMA GRAMADO RS. 2015. Deputada Federal Carmen Zanotto Enfermeira EVENTO: 10ª EDIÇÃO DO CÂNCER DE MAMA GRAMADO RS. 2015 Deputada Federal Carmen Zanotto Enfermeira Constituição Federal 1988 Art.:196 A saúde é direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas

Leia mais

A SRA. MARINHA RAUPP (PMDB-RO) pronuncia o. seguinte discurso: Senhor Presidente, Senhoras e. Senhores Deputados, é motivo de orgulho trazer a palavra

A SRA. MARINHA RAUPP (PMDB-RO) pronuncia o. seguinte discurso: Senhor Presidente, Senhoras e. Senhores Deputados, é motivo de orgulho trazer a palavra A SRA. MARINHA RAUPP (PMDB-RO) pronuncia o seguinte discurso: Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados, é motivo de orgulho trazer a palavra de solidariedade do PMDB à sessão solene que a Câmara

Leia mais

Conheça o SUS e seus direitos e deveres, como usuário da saúde

Conheça o SUS e seus direitos e deveres, como usuário da saúde Conheça o SUS e seus direitos e deveres, como usuário da saúde O Escritório de Projetos de Humanização do ICESP desenvolveu esta cartilha para orientar os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) sobre

Leia mais

HOSPITAL DE CANCER DE BARRETOS

HOSPITAL DE CANCER DE BARRETOS Hospital de Cancer Barretos -DE 120.000 m2 construídos HOSPITAL DEdeCANCER BARRETOS HOSPITAL DE CANCER DE BARRETOS A Fundação Pio XII foi instituída em 27 de novembro de 1967 e tem como objetivos primordiais:

Leia mais

PESQUISA DE SATISFAÇÃO DOS GESTORES MUNICIPAIS

PESQUISA DE SATISFAÇÃO DOS GESTORES MUNICIPAIS PESQUISA DE SATISFAÇÃO DOS GESTORES MUNICIPAIS Como você avalia a marcação da a Consulta com biópsia positiva em dias úteis? SATISFAÇÃO + = 7 = 9,3% Como você avalia a marcação de consultas de retorno?

Leia mais

IESUS. Anexo 1. Novas Metodologias para Vigilância Epidemiológica: Uso do SIH/SUS. Informe Epidemiológico do SUS 22

IESUS. Anexo 1. Novas Metodologias para Vigilância Epidemiológica: Uso do SIH/SUS. Informe Epidemiológico do SUS 22 IESUS Novas Metodologias para Vigilância Epidemiológica: Uso do SIH/SUS Anexo 1 Instrumentos do Sistema de Informação Hospitalar Laudo Médico para Emissão de AIH O Laudo Médico é o instrumento para solicitação

Leia mais

CARTA ACORDO Nº. 0600.103.002 Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho mantenedora da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo

CARTA ACORDO Nº. 0600.103.002 Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho mantenedora da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo Ao Ministério da Saúde Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde Departamento de Gestão da Educação na Saúde E-mail: deges@saude.gov.br - prosaude@saude.gov.br CARTA ACORDO Nº. 0600.103.002

Leia mais