PROGRAMA INOVA SENAI PE 2015

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROGRAMA INOVA SENAI PE 2015"

Transcrição

1 PROGRAMA INOVA SENAI PE Estrutura do INOVA SENAI-PE 1.1. O que é O Programa INOVA SENAI-PE 2015 é uma ação anual, promovida e patrocinada pelo Departamento Regional de Pernambuco (SENAI DR-PE), de alcance estadual, norteado por uma das ações de abrangência nacional do SENAI Departamento Nacional (SENAI-DN) direcionada a alunos, docentes, técnicos e consultores, com o propósito de estimular à captação e premiação de projetos de Inovação desenvolvida por meio de competências alinhadas com as demandas da indústria e do mercado. O Programa INOVA SENAI-PE 2015 será desenvolvido em 02 momentos: - 1ª etapa: avaliação das propostas de projetos em março/2015 (banca avaliadora) - 2ª etapa: realização da Amostra INOVA SENAI-PE outubro/ Objetivo Estimular a capacidade empreendedora, criatividade e raciocínio lógico de alunos, docentes, técnicos e consultores do SENAI, por meio do desenvolvimento de projetos de Inovação desde a concepção, planejamento, execução e demonstração para empresas passíveis de interesse pelas tecnologias geradas Modalidades e Categorias Podem ser submetidos e concorrer à premiação, projetos de Inovação tecnológica de interesse do SENAI e da indústria, conforme as modalidades: Produto Inovador: novos materiais, softwares, hardwares, componentes, instrumentos e ferramentas; Processo Inovador: novas máquinas ou equipamentos, ou sua adaptação, que proporcionem melhorias de processos produtivos; 1 7

2 De acordo com as seguintes categorias tecnológicas: a) Industriais: produtos e processos inovadores que estejam alinhados às áreas industriais atendidas pelo SENAI. b) Educacionais: Simuladores físicos ou virtuais; jogos e aplicativos para web, tablets, smartphones, consoles específicos ou hardware especial; softwares ou plataformas de educação; kits didáticos, como painéis, bancadas ou plantas didáticas; equipamentos inovadores com aplicação didática; material multimídia para cursos e que estejam alinhados aos desenhos curriculares nacionais, dando suporte ao desenvolvimento de capacidades técnicas. c) Inclusivas: serviços, produtos ou processos inovadores que estejam alinhados ao Programa SENAI de Ações Inclusivas, nas vertentes de inclusão (pessoas com deficiência, altas habilidades, transtorno global do desenvolvimento), gênero, etnia, maturidades/idosos, evidenciando uma ou mais acessibilidades nas dimensões: arquitetônica, atitudinal, metodológica, instrumental, comunicacional e programática. d) Voto Popular: Categoria simbólica, na qual se inserem todos os projetos, cujo vencedor será definido por votação realizada pelos visitantes da exposição. Área de abrangência dos Projetos. Poderão participar projetos dos setores industriais e áreas tecnológicas: Comunicação, Informática, Edificações, Obras de Infraestrutura, Alimentos e Bebidas, Celulose e Papel, Couro e Calçados, Eletroeletrônica, Equipamentos Médicos, Hospitalares, Ópticos e de Precisão; Fumo; Gráfica e Editoração; Joalheria e Gemologia; Madeira e Móveis; Metalmecânica; Equipamentos de Transporte; Petróleo, Gás e Combustíveis; Plásticos e Borrachas; Química, Petroquímica e Farmacêutica; Têxtil e Vestuário; Veículos Automotores; Transporte Dutoviário; Transporte Ferroviário; Extração e beneficiamento de Minerais Metálicos; Minerais não metálicos; Extração de Petróleo, Carvão e Gás Natural; Produção Florestal, Água e Esgoto e Eletricidade e Gás Estrutura Organizacional O INOVA SENAI PE é composto pelas seguintes unidades administrativas: a) Coordenação Geral; b) Banca Avaliadora. 2 7

3 A Coordenação Geral é constituída por colaboradores pertencentes ao quadro efetivo do SENAI, sendo estes indicados pela Direção Regional. Estrutura Coordenação Geral SENAI DR PE: Direção Técnica - DITEC: -Ana Cristina Dias Divisão de Inovação e Tecnologia DIT: -Gerência: Marcelo Dantas -Coordenação: Suely Roma 1.5. Recursos Financeiros O Programa contará com recursos financeiros totalizados em até R$ ,00 (setenta e cinco mil reais) destinados ao apoio para desenvolvimento dos 15 (quinze) projetos selecionados para exposição na Amostra INOVA SENAI Esse apoio se traduzirá na compra de materiais, equipamentos de pequeno porte de interesse (e patrimônio) do SENAI PE, insumos ou pequenos itens destinados ao uso nos projetos. A destinação da verba pelos projetos obedecerá a critérios de análise da Banca, levando em conta a composição de orçamento, atendimento ao disposto no item 4.2 Critérios de Avaliação; item 8 - Orçamento para desenvolvimento do projeto, potencialização do recurso, dentre outras considerações. Obs2. A compra de materiais, equipamentos e insumos, será de responsabilidade da Unidade do SENAI PE em que o projeto selecionado estiver alocado, respeitando o valor aprovado pela Banca Avaliadora, sendo a mesma ressarcida da despesa, devidamente comprovada. 2. Participantes e Público Alvo do INOVA SENAI-PE Para a participação no INOVA SENAI 2015, o SENAI-PE estabelece como requisito a formação de equipes. Poderão compor as equipes dos projetos: a) Alunos* regularmente matriculados no SENAI-PE ou egressos até 2 (dois) anos; b) Colaboradores efetivos do SENAI, docentes, técnicos e consultores do SENAI; c) Representantes de empresas. * Alunos dos cursos de nível Técnico ou Superior; alunos dos cursos de Qualificação com carga horária mínima de 400 horas-aula; e alunos dos cursos de Aprendizagem. 3 7

4 As equipes devem ser compostas por, no máximo, 04 (quatro) integrantes; e, no mínimo, 02 (dois) integrantes, pelo menos, um aluno e um colaborador SENAI PE. Não poderão ser formadas equipes por somente uma categoria de participantes (alunos / docentes / técnicos / consultores / representantes de empresas). 3. Cronograma e Inscrição 3.1. Cronograma INOVA SENAI-PE 2015 Inova SENAI PE 2015 Período 1 Lançamento do Inova SENAI /11/ Período para inscrição dos projetos 17/11/2014 a 15/03/ Seleção dos projetos pela Banca Avaliadora 18 a 20/03/ Divulgação da lista dos projetos selecionados 25/03/ Período para desenvolvimento dos projetos 25/03/2015 a 25/09/ Entrega dos artigos técnicos 28/08/2015 Amostra INOVA SENAI PE a 24/10/ Abertura INOVA SENAI PE 21/10/ Montagem e arrumação dos projetos nos estandes 21/10/ Período para exposição dos projetos pelas equipes 21 a 24/10/ Apreciação e avaliação dos projetos pela Comissão 23/10/2015 Examinadora 5 Divulgação dos resultados, premiação e fechamento 24/10/ A inscrição deverá ser realizada, através do envio da proposta de projeto à Divisão de Inovação e Tecnologia DIT, através do Ao todo serão selecionados em 2015 até 15 (quinze) propostas de projetos para desenvolvimento e exposição pela Banca Avaliadora Os projetos com pontuação superior a 70 (setenta) pontos deverão ser listados em ordem decrescente de pontuação total, tendo como linha de corte de seleção para exposição o total de recursos financeiros disponibilizados pelo SENAI DR PE para desenvolvimento dos projetos. Totalizando o limite de até 15 (quinze) projetos para exposição na Amostra INOVA SENAI PE Obs. Informações complementares sobre critérios de participação ver o REGULAMENTO do INOVA SENAI-PE. 4 7

5 4. Amostra INOVA SENAI-PE - Exposição, Avaliação e Premiação dos Projetos. A Amostra INOVA SENAI PE será realizada, no período de 21 à 24 de outubro 2015, com exposição de, pelo menos, 15 projetos de Inovação; O evento será aberto ao público externo ao SENAI Exposição e Avaliação dos projetos A Amostra INOVA SENAI PE 2015 será realizada em outubro com a exposição dos projetos selecionados; 4.2. Critérios de Avaliação A Banca Avaliadora das propostas de projetos inscritas e a Comissão Examinadora dos projetos de Inovação apresentados durante a Amostra observarão os critérios de pontuação, conforme REGULAMENTO Premiação Os participantes das equipes vencedoras receberão premiação conforme participação: Colaboradores do SENAI Primeiro lugar: medalha de ouro, certificado de classificação e premiação; (Prêmio equivalente ao valor de até R$ 2.000,00 Dois mil reais); Segundo Lugar: medalha de prata, certificado de classificação e premiação; (Prêmio equivalente ao valor de até R$ 1.500,00 Hum mil e quinhentos reais); Terceiro lugar: medalha de bronze, certificado de classificação e premiação; (Prêmio equivalente ao valor de até R$ 1.000,00 Hum mil reais); 5 7

6 Alunos do SENAI Primeiro lugar: medalha de ouro, certificado de classificação e premiação; (Prêmio equivalente ao valor de até R$ 2.000,00 Dois mil reais); Segundo Lugar: medalha de prata, certificado de classificação e premiação; (Prêmio equivalente ao valor de até R$ 1.500,00 Hum mil e quinhentos reais); Terceiro lugar: medalha de bronze, certificado de classificação e premiação; (Prêmio equivalente ao valor de até R$ 1.000,00 Hum mil reais); Representantes de empresa Primeiro lugar: medalha de ouro e certificado de classificação; Segundo Lugar: medalha de prata e certificado de classificação; Terceiro lugar: medalha de bronze e certificado de classificação; A premiação referente ao representante de empresa será concedida por opção e patrocínio da empresa participante do projeto; Os participantes da equipe vencedora na categoria Voto Popular receberão medalhas. 5. Bolsa de Apoio à Pesquisa INOVA SENAI-PE 2015 O SENAI PE disponibilizará recursos financeiros para pagamento de bolsas de apoio à pesquisa para alunos participantes das equipes que tiverem propostas de projetos selecionados através do Programa INOVA SENAI 2015 para exposição na Amostra INOVA SENAI As bolsas serão disponibilizadas através do PROGRAMA DE BOLSA DE APOIO À PESQUISA INOVA SENAI-PE, programa institucional para concessão de bolsas de apoio a pesquisa para o desenvolvimento de projetos de inovação tecnológica INOVA SENAI PE. 5.1 Do Valor e da Vigência das Bolsas O valor mensal da bolsa de apoio à pesquisa INOVA SENAI será de R$ 250,00 (duzentos e cinquenta reais); 6 7

7 A vigência da bolsa será de até 6 (seis) meses, com: Início em abril e término em (até) setembro de 2015, para os projetos de Inovação tecnológica selecionados pela banca avaliadora em março de Obs. Informações complementares sobre critérios de bolsas ver o Programa de Bolsas do SENAI-PE. Recife, dezembro de 2014 Coordenação Geral do Inova SENAI. 7 7

Recife 2015. Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial SENAI Departamento Regional de Pernambuco. Diretor Regional Sergio Gaudêncio

Recife 2015. Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial SENAI Departamento Regional de Pernambuco. Diretor Regional Sergio Gaudêncio 1 1 6 Recife 2015 Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial SENAI Departamento Regional de Pernambuco Diretor Regional Sergio Gaudêncio Diretor Administrativo e Financeiro Heinz Dieter Loges Diretor

Leia mais

INOVA SENAI EDITAL 2015

INOVA SENAI EDITAL 2015 INOVA SENAI EDITAL 2015 Sumário 1 Estrutura do Inova SENAI... 2 1.1 O que é... 2 1.2 Objetivo... 2 1.3 Objetivos específicos... 2 1.4 Categorias... 3 1.5 Estrutura Organizacional... 4 2 Participantes e

Leia mais

REGULAMENTO. Prêmio INOVA SENAI e SESI 2015

REGULAMENTO. Prêmio INOVA SENAI e SESI 2015 REGULAMENTO Prêmio INOVA SENAI e SESI 2015 CURITIBA 2015 1 Sumário I. Apresentação... 3 II. Objetivos... 4 III. Categorias... 5 IV. Estrutura Organizacional... 7 V. Participantes e público alvo... 9 VI.

Leia mais

REGULAMENTO INOVA SENAI/MT 2015 (ETAPA REGIONAL)

REGULAMENTO INOVA SENAI/MT 2015 (ETAPA REGIONAL) REGULAMENTO INOVA SENAI/MT 2015 (ETAPA REGIONAL) 1. ESTRUTURA DO INOVA SENAI 1.1 O QUE É Ação de abrangência regional direcionada a Discentes, técnicos e docentes das Unidades Operacionais (UO s) do SENAI/MT,

Leia mais

FAQ Edital SENAI SESI de inovação 2010 21 Edital SENAI SESI de inovação 2010

FAQ Edital SENAI SESI de inovação 2010 21 Edital SENAI SESI de inovação 2010 FAQ 21 Edital SENAI SESI de inovação 2010 1. Edital SENAI e SESI 1.1 O que é o Edital SENAI e SESI de Inovação? O Edital é uma iniciativa do SENAI e do SESI que visa despertar a cultura da inovação na

Leia mais

EDITAL SENAI SESI DE INOVAÇÃO. 2) Qual é a vantagem para a indústria participar do Edital de Inovação?

EDITAL SENAI SESI DE INOVAÇÃO. 2) Qual é a vantagem para a indústria participar do Edital de Inovação? 1) O que é o Edital SENAI e SESI de Inovação? 2) Qual é a vantagem para a indústria participar do Edital de Inovação? 3) Qual é a vantagem para um Departamento Regional participar do Edital de Inovação?

Leia mais

ESCOLA SENAI ÍTALO BOLOGNA. INOVAÇÃO Ítalo Bologna

ESCOLA SENAI ÍTALO BOLOGNA. INOVAÇÃO Ítalo Bologna ESCOLA SENAI ÍTALO BOLOGNA INOVAÇÃO Ítalo Bologna REGULAMENTO VERSÃO 01/2011 1 REGULAMENTO TÍTULO I DA DENOMINAÇÃO E FINALIDADES Capítulo I Das Finalidades e Objetivos Terá como principal objetivo desenvolver

Leia mais

VISÃO DA EDUCAÇÃO SOBRE A CERTIFICAÇÃO DE PESSOAS

VISÃO DA EDUCAÇÃO SOBRE A CERTIFICAÇÃO DE PESSOAS Fórum Internacional de Certificação de Pessoas VISÃO DA EDUCAÇÃO SOBRE A CERTIFICAÇÃO DE PESSOAS Alberto B. Araújo Gerente Executivo de Educação Profissional SENAI/DN São Paulo, setembro 2007 Educação

Leia mais

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE SERGIPE DESO PRESIDÊNCIA ASSESSORIA DE MARKETING GESTÃO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE SERGIPE DESO PRESIDÊNCIA ASSESSORIA DE MARKETING GESTÃO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL COMPANHIA DE SANEAMENTO DE SERGIPE DESO PRESIDÊNCIA ASSESSORIA DE MARKETING GESTÃO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL Primeiro Concurso de Desenho, Poesia e Redação da DESO: Por uma cultura de Saneamento Ambiental

Leia mais

CRITÉRIOS DE SELEÇÃO DE PROJETOS PARA O CONCURSO VALORIZANDO AS MELHORES PRÁTICAS EM GESTÃO DO TRABALHO E EDUCAÇÃO EM SAÚDE, EDIÇÃO 2012.

CRITÉRIOS DE SELEÇÃO DE PROJETOS PARA O CONCURSO VALORIZANDO AS MELHORES PRÁTICAS EM GESTÃO DO TRABALHO E EDUCAÇÃO EM SAÚDE, EDIÇÃO 2012. CRITÉRIOS DE SELEÇÃO DE PROJETOS PARA O CONCURSO VALORIZANDO AS MELHORES PRÁTICAS EM GESTÃO DO TRABALHO E EDUCAÇÃO EM SAÚDE, EDIÇÃO 2012. A Coordenadoria Setorial de Gestão de Desenvolvimento de Pessoas

Leia mais

Painel Setorial Inmetro Desafios Atuais da Educação a Distância Módulo VI Educação a Distância: com parcerias se faz mais

Painel Setorial Inmetro Desafios Atuais da Educação a Distância Módulo VI Educação a Distância: com parcerias se faz mais Painel Setorial Inmetro Desafios Atuais da Educação a Distância Módulo VI Educação a Distância: com parcerias se faz mais Centro Operacional do Inmetro Xerém/RJ, 31 de julho de 2009 SENAI Grandes Números

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL N 01/2012 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO PROBEXT-SERVIDOR

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL N 01/2012 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO PROBEXT-SERVIDOR PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL N 01/2012 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO PROBEXT-SERVIDOR 1- PREÂMBULO O PROBEXT SERVIDOR é um instrumento que abrange Programas e Projetos de Extensão, com

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA 2015

CHAMADA PÚBLICA 2015 EDITAL N º 13 /PRPPGI/2015 CHAMADA PÚBLICA 2015 PROGRAMA DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS COM FINALIDADE DIDÁTICO- PEDAGÓGICA EM CURSOS REGULARES NO EXECUÇÃO: MAIO A NOVEMBRO DE 2015. A Reitora

Leia mais

REGULAMENTO INOVA SENAI DEPARTAMENTO REGIONAL DO PARÁ

REGULAMENTO INOVA SENAI DEPARTAMENTO REGIONAL DO PARÁ REGULAMENTO INOVA SENAI DEPARTAMENTO REGIONAL DO PARÁ 1 FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DO PARÁ FIEPA José Conrado Azevedo Santos Presidente SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL SENAI-PA Gerson

Leia mais

AUD. Audiência Pública: PRONATEC

AUD. Audiência Pública: PRONATEC AUD Audiência Pública: PRONATEC SENAI Missão Promover a educação profissional i e tecnológica, a inovação e a transferência de tecnologias industriais, contribuindo para elevar a competitividade da indústria

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA 2014

CHAMADA PÚBLICA 2014 EDITAL N º 34/PROPPI/2014 CÂMPUS URUPEMA CHAMADA PÚBLICA 2014 PROGRAMA DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS TÉCNICOS COM FINALIDADE DIDÁTICO-PEDAGÓGICA EM CURSOS REGULARES NO CÂMPUS URUPEMA EXECUÇÃO:

Leia mais

Universidade Federal da Bahia Escola de Administração da UFBA Programa de Desenvolvimento e Gestão Social - PDGS

Universidade Federal da Bahia Escola de Administração da UFBA Programa de Desenvolvimento e Gestão Social - PDGS EDITAL DE SELEÇÃO PARA BOLSA DE MESTRADO PROFISSIONAL O Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento e Gestão Social PDGS/EAUFBA, no uso de suas atribuições legais, torna público este edital e estabelece

Leia mais

A MARCA DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA

A MARCA DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA A MARCA DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA Rede SENAI de Educação Profissional e Tecnológica UNIGEPLAN O SENAI Ceará foi criado em 27 de novembro de 1943, organizado e administrado pela Federação das

Leia mais

Tabelas anexas Capítulo 7

Tabelas anexas Capítulo 7 Tabelas anexas Capítulo 7 Tabela anexa 7.1 Indicadores selecionados de inovação tecnológica, segundo setores das indústrias extrativa e de transformação e setores de serviços selecionados e Estado de São

Leia mais

Curso Superior de Tecnologia em Automação Industrial. Curso Superior de Tecnologia em Construção Naval

Curso Superior de Tecnologia em Automação Industrial. Curso Superior de Tecnologia em Construção Naval Automação Industrial Indústria O Tecnólogo em Automação Industrial é um profissional a serviço da modernização das técnicas de produção utilizadas no setor industrial, atuando na execução de projetos,

Leia mais

ORIENTAÇÕES GERAIS PARA UTILIZAÇÃO DE RECURSOS DO PROEX (2015)

ORIENTAÇÕES GERAIS PARA UTILIZAÇÃO DE RECURSOS DO PROEX (2015) UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Instituto de Medicina Social Rua São Francisco Xavier, 524 / 7º andar / Bloco D - Maracanã CEP: 20550-013 - Rio de Janeiro - BRASIL TEL: 55-021- 2334-0235 FAX:

Leia mais

REGULAMENTO DO PRÊMIO NACIONAL DE EDUCAÇÃO FISCAL - 1ª EDIÇÃO 2012

REGULAMENTO DO PRÊMIO NACIONAL DE EDUCAÇÃO FISCAL - 1ª EDIÇÃO 2012 REGULAMENTO DO PRÊMIO NACIONAL DE EDUCAÇÃO FISCAL - 1ª EDIÇÃO 2012 1.0 DOS OBJETIVOS A 1ª. Edição do Prêmio Nacional de Educação Fiscal será realizada pela FEBRAFITE com o apoio das associações filiadas

Leia mais

REGULAMENTO Prêmio IEL de Estágio 2014

REGULAMENTO Prêmio IEL de Estágio 2014 REGULAMENTO Prêmio IEL de Estágio 2014 Curitiba, Fevereiro de 2014 Sumário 1. O PRÊMIO... 3 2. OBJETIVOS... 4 3. CATEGORIAS DE PREMIAÇÃO... 5 4. ETAPAS DE AVALIAÇÃO... 5 5. PREMIAÇÃO... 5 6. PARTICIPAÇÃO/INSCRIÇÃO...

Leia mais

PRÊMIO FINEP DE INOVAÇÃO

PRÊMIO FINEP DE INOVAÇÃO PRÊMIO FINEP DE INOVAÇÃO Objetivo: O Prêmio FINEP de Inovação foi criado para reconhecer e divulgar esforços inovadores realizados por empresas, Instituições Científicas e Tecnológicas - ICTs e inventores

Leia mais

SELEÇÃO INTERNA DE MONITORIAS NÍVEL TÉCNICO

SELEÇÃO INTERNA DE MONITORIAS NÍVEL TÉCNICO CAMPUS TERESINA ZONA SUL COORDENAÇÃO DE PESQUISA E INOVAÇÃO EDITAL N.º 0/05 SELEÇÃO INTERNA DE MONITORIAS NÍVEL TÉCNICO O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí, Campus Teresina Zona

Leia mais

EDITAL PARA SELEÇÃO DE PROPOSTAS DE PROJETOS DE EXTENSÃO- EDITAL Nº 76, DE 10 DE JULHO DE 2014

EDITAL PARA SELEÇÃO DE PROPOSTAS DE PROJETOS DE EXTENSÃO- EDITAL Nº 76, DE 10 DE JULHO DE 2014 EDITAL PARA SELEÇÃO DE PROPOSTAS DE PROJETOS DE EXTENSÃO- EDITAL Nº 76, DE 10 DE JULHO DE 2014 O Diretor Geral do Campus São Luís Centro Histórico, do Instituto Federal do Maranhão, torna público que estarão

Leia mais

Edital SENAI SESI de Inovação 2012 PERGUNTAS FREQUENTES

Edital SENAI SESI de Inovação 2012 PERGUNTAS FREQUENTES Edital SENAI SESI de Inovação 2012 PERGUNTAS FREQUENTES Brasília 2012 Edital SENAI SESI de Inovação 2012 PERGUNTAS FREQUENTES Brasília 2012 Edital SENai SESi de inovação 2012 PERGUNTAS FREQUENTES 3 1)

Leia mais

Este Boletim substitui BI-012/15

Este Boletim substitui BI-012/15 Nº Boletim: BI-019/15 Data: 06/08/2015 Público Alvo no Distribuidor: Titulares Gerentes LQS Consultores Funilaria TI Garantia SAC Peças Técnicos Líder Ambiental Área/ Responsável: Dealer Operation e Meio

Leia mais

CAMPANHA DE SUSTENTABILIDADE (mudança no título antes chamada de Campanha Indústria Farmacêutica & Iniciativas de Responsabilidade Corporativa)

CAMPANHA DE SUSTENTABILIDADE (mudança no título antes chamada de Campanha Indústria Farmacêutica & Iniciativas de Responsabilidade Corporativa) CAMPANHA DE SUSTENTABILIDADE (mudança no título antes chamada de Campanha Indústria Farmacêutica & Iniciativas de Responsabilidade Corporativa) A categoria SUSTENTABILIDADE é a antiga categoria Indústria

Leia mais

Está vedada a participação das empresas e instituições que tenham sido vencedoras regionais e nacionais no Prêmio FINEP de Inovação 2009.

Está vedada a participação das empresas e instituições que tenham sido vencedoras regionais e nacionais no Prêmio FINEP de Inovação 2009. Regulamento O Prêmio FINEP de Inovação foi criado para reconhecer e divulgar esforços inovadores realizados por empresas, Instituições Científicas e Tecnológicas - ICTs e inventores brasileiros, desenvolvidos

Leia mais

Pesquisa Impactos da Escassez de Água. Gerência de Pesquisas Divisão de Pesquisas Novembro 2014

Pesquisa Impactos da Escassez de Água. Gerência de Pesquisas Divisão de Pesquisas Novembro 2014 Pesquisa Impactos da Escassez de Água Gerência de Pesquisas Divisão de Pesquisas Novembro 2014 Perfil Foram ouvidas 487 empresas localizadas no Estado do Rio de Janeiro A maioria é de pequeno porte (76,8%);

Leia mais

PRÉ-INCUBADORA SENAI/SC 2014 - REGULAMENTO

PRÉ-INCUBADORA SENAI/SC 2014 - REGULAMENTO PRÉ-INCUBADORA SENAI/SC 2014 - REGULAMENTO SUMÁRIO 1. OBJETIVO GERAL...2 2. OBJETIVOS ESPECÍFICOS...2 3. METODOLOGIA...2 4. FASES...3 5. INCRIÇÃO DE IDEIAS...4 6. EQUIPES...4 7. PREMIAÇÃO...5 8. QUEM PODE

Leia mais

Panel I - Formación e innovación para la mejora de la productividad y la competitividad. 42ª Reunión de la Comisión Técnica (OIT/Cinterfor)

Panel I - Formación e innovación para la mejora de la productividad y la competitividad. 42ª Reunión de la Comisión Técnica (OIT/Cinterfor) Panel I - Formación e innovación para la mejora de la productividad y la competitividad 42ª Reunión de la Comisión Técnica (OIT/Cinterfor) Principais obstáculos à ampliação da produtividade do trabalho

Leia mais

Faculdades Integradas do Vale do Ivaí Instituto Superior de Educação - ISE

Faculdades Integradas do Vale do Ivaí Instituto Superior de Educação - ISE DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO 1 Do estágio curricular supervisionado A modalidade de Estágio Supervisionado é uma importante variável a ser considerada no contexto de perfil do egresso. A flexibilidade prevista

Leia mais

EDITAL nº 01/2015 Submissão de Trabalhos. VII Chamada de Trabalhos. X Semana de Petróleo e Gás SPE/UFRJ 10ª SPEtro

EDITAL nº 01/2015 Submissão de Trabalhos. VII Chamada de Trabalhos. X Semana de Petróleo e Gás SPE/UFRJ 10ª SPEtro EDITAL nº 01/2015 Submissão de Trabalhos VII Chamada de Trabalhos X Semana de Petróleo e Gás SPE/UFRJ 10ª SPEtro O Capítulo de Estudantes SPE da UFRJ torna público o presente Edital para a comunidade técnico-científica

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA (TR) GAUD 4.6.8 01 VAGA

TERMO DE REFERÊNCIA (TR) GAUD 4.6.8 01 VAGA INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA TERMO DE REFERÊNCIA (TR) GAUD 4.6.8 01 VAGA 1 IDENTIFICAÇÃO DA CONSULTORIA Contratação de consultoria pessoa física para serviços de preparação

Leia mais

XIX Ciência Viva. Tema: Ciência, tecnologia e desenvolvimento social. 06 e 07 de Novembro de 2014

XIX Ciência Viva. Tema: Ciência, tecnologia e desenvolvimento social. 06 e 07 de Novembro de 2014 XIX Ciência Viva Tema: Ciência, tecnologia e desenvolvimento social 06 e 07 de Novembro de 2014 A CIÊNCIA VIVA A Ciência Viva é uma exposição anual aberta ao público, em que estudantes da educação básica

Leia mais

CONSELHO DE ENSINO PESQUISA E EXTENSÃO DA FASETE - CEPEX REGULAMENTO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FASETE PROICSETE

CONSELHO DE ENSINO PESQUISA E EXTENSÃO DA FASETE - CEPEX REGULAMENTO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FASETE PROICSETE CONSELHO DE ENSINO PESQUISA E EXTENSÃO DA FASETE - CEPEX REGULAMENTO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FASETE PROICSETE RESOLUÇÃO CONSUP Nº 010/2005 PAULO AFONSO-BA Setembro de 2015 1 APRESENTAÇÃO A

Leia mais

III FEIRA ESTADUAL DE CIÊNCIAS DA NATUREZA DO ACRE E III MOSTRA CIENTÍFICA DE CIÊNCIAS DA AMAZÔNIA OCIDENTAL

III FEIRA ESTADUAL DE CIÊNCIAS DA NATUREZA DO ACRE E III MOSTRA CIENTÍFICA DE CIÊNCIAS DA AMAZÔNIA OCIDENTAL III FEIRA ESTADUAL DE CIÊNCIAS DA NATUREZA DO ACRE E III MOSTRA CIENTÍFICA DE CIÊNCIAS DA AMAZÔNIA OCIDENTAL Dias 6 e 7 de Novembro de 2013 Realização e apoio: facebook: https://www.facebook.com/fecinac

Leia mais

Edital 05/2013 Projeto UNA-SUS Chamada para o Programa de Bolsas Acadêmicas

Edital 05/2013 Projeto UNA-SUS Chamada para o Programa de Bolsas Acadêmicas Edital 05/2013 Projeto UNA-SUS Chamada para o Programa de Bolsas Acadêmicas A Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-graduação torna público o presente Edital de chamada para o Programa de Bolsas Acadêmicas do

Leia mais

PRÊMIO FINEP DE INOVAÇÃO 15ª EDIÇÃO REGULAMENTO

PRÊMIO FINEP DE INOVAÇÃO 15ª EDIÇÃO REGULAMENTO PRÊMIO FINEP DE INOVAÇÃO 15ª EDIÇÃO REGULAMENTO 1. Objetivo O Prêmio FINEP de Inovação foi criado para reconhecer e divulgar esforços inovadores realizados por empresas, instituições sem fins lucrativos

Leia mais

PROGRAMA DE INICIAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO PIC/PIBITI/UniCEUB EDITAL DE 2016

PROGRAMA DE INICIAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO PIC/PIBITI/UniCEUB EDITAL DE 2016 PROGRAMA DE INICIAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E INOVAÇÃO PIC/PIBITI/UniCEUB EDITAL DE 2016 O reitor do Centro Universitário de Brasília UniCEUB, no uso de suas atribuições legais e estatutárias,

Leia mais

EDITAL 009/2015 INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA DA FACULDADE MULTIVIX-VITÓRIA

EDITAL 009/2015 INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA DA FACULDADE MULTIVIX-VITÓRIA EDITAL 009/2015 INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA DA FACULDADE MULTIVIX-VITÓRIA Chamada para submissão de Projetos de Iniciação Científica e Tecnológica A Direção Geral da FACULDADE BRASILEIRA MULTIVIX-Vitória,

Leia mais

2- PÚBLICO ALVO. Página 1 de 8 CURSO PRÁTICO FORMAÇÃO DE CONSULTORES EMPRESARIAIS. SESI Serviço Social da Indústria. IEL Instituto Euvaldo Lodi

2- PÚBLICO ALVO. Página 1 de 8 CURSO PRÁTICO FORMAÇÃO DE CONSULTORES EMPRESARIAIS. SESI Serviço Social da Indústria. IEL Instituto Euvaldo Lodi 1- Objetivo Geral Capacitar profissionais para o exercício da consultoria empresarial com qualidade, possibilitando assim um melhor atendimento as demandas das empresas paraenses por estes serviços. Disseminar

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE APOIO À EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA EDITAL 2015 CAMPUS NATAL

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE APOIO À EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA EDITAL 2015 CAMPUS NATAL PRÓ-REITORIA ACADÊMICA EDITAL DE EXTENSÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE APOIO À EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA EDITAL 2015 CAMPUS NATAL 1. EDITAL A Universidade Potiguar UnP, através da Pró-Reitoria Acadêmica, torna

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES

ATIVIDADES COMPLEMENTARES S COMPLEMENTARES A partir das Diretrizes Curriculares, as Atividades Complementares constituem-se, também, em um dos componentes dos Cursos Superiores. As Diretrizes Curriculares objetivam servir de referência

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES

ATIVIDADES COMPLEMENTARES ATIVIDADES COMPLEMENTARES A partir das Diretrizes Curriculares, as Atividades Complementares constituem-se, também, em um dos componentes dos Cursos Superiores. As Diretrizes Curriculares objetivam servir

Leia mais

PROGRAMA DE INCENTIVO À PESQUISA CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA NO CAMPUS ARARANGUÁ DO IF-SC EDITAL INTERNO- N0 XX/2010

PROGRAMA DE INCENTIVO À PESQUISA CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA NO CAMPUS ARARANGUÁ DO IF-SC EDITAL INTERNO- N0 XX/2010 PROGRAMA DE INCENTIVO À PESQUISA CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA NO DO IF-SC EDITAL INTERNO- N0 XX/2010 CHAMADA DE PROJETOS DE PESQUISA CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA EXECUÇÃO: 19 DE ABRIL DE 2010 A 10 DE MAIO DE 2010

Leia mais

EDITAL CONCURSO DE IDEIAS INOVADORAS

EDITAL CONCURSO DE IDEIAS INOVADORAS EDITAL PRPPG, PREC, PROPLAN, PRG, PRAINFRA, PRA, PROGEP, PRAE CONCURSO DE IDEIAS INOVADORAS A UFPel, através das Pró-Reitorias de Pesquisa e Pós-Graduação, de Extensão e Cultura, de Graduação, de Planejamento

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO PARA PROFESSOR DO QUADRO DOCENTE DA FACULDADE DE AMERICANA

PROCESSO DE SELEÇÃO PARA PROFESSOR DO QUADRO DOCENTE DA FACULDADE DE AMERICANA EDITAL N.º 004/2014 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA PROFESSOR DO QUADRO DOCENTE DA FACULDADE DE AMERICANA A Direção Geral da Faculdade de Americana - FAM torna público que até 12 horas do dia 12 de janeiro de

Leia mais

CENTRO DE GESTÃO E NEGÓCIOS ETEP FACULDADES REGRAS - JOGOS DE NEGÓCIOS

CENTRO DE GESTÃO E NEGÓCIOS ETEP FACULDADES REGRAS - JOGOS DE NEGÓCIOS CENTRO DE GESTÃO E NEGÓCIOS ETEP FACULDADES REGRAS - JOGOS DE NEGÓCIOS 1. Objetivo Promover momento de aprendizagem sobre a postura empreendedora e gestão de negócios a partir de atividades dinâmicas e

Leia mais

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SENAI DR/ES N 029/2013 11/08/2013

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SENAI DR/ES N 029/2013 11/08/2013 COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SENAI DR/ES N 029/2013 11/08/2013 O SENAI Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial torna pública a realização de processo seletivo para provimento de vagas de Docentes

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA CERTIFICAÇÃO LOJA SUSTENTÁVEL 2015 PROGRAMA CERTIFICAÇÃO LOJA SUSTENTÁVEL REGULAMENTO PRÉ-REQUISITOS

REGULAMENTO DO PROGRAMA CERTIFICAÇÃO LOJA SUSTENTÁVEL 2015 PROGRAMA CERTIFICAÇÃO LOJA SUSTENTÁVEL REGULAMENTO PRÉ-REQUISITOS REGULAMENTO DO PROGRAMA CERTIFICAÇÃO LOJA SUSTENTÁVEL 2015 PROGRAMA CERTIFICAÇÃO LOJA SUSTENTÁVEL O programa Certificação Loja Sustentável é uma iniciativa da CDL Porto Alegre que visa estimular e dar

Leia mais

REGULAMENTO DO PRÊMIO MULHERES QUE FAZEM A DIFERENÇA

REGULAMENTO DO PRÊMIO MULHERES QUE FAZEM A DIFERENÇA REGULAMENTO DO PRÊMIO MULHERES QUE FAZEM A DIFERENÇA O Prêmio Mulheres que Fazem a Diferença é uma realização do Núcleo Multissetorial da Mulher Empresária da Associação Comercial e Industrial de Florianópolis

Leia mais

EDITAL DE CHAMAMENTO PARA 1ª MOSTRA DE PROJETOS DO EMPRENDE LITORAL

EDITAL DE CHAMAMENTO PARA 1ª MOSTRA DE PROJETOS DO EMPRENDE LITORAL EDITAL DE CHAMAMENTO PARA 1ª MOSTRA DE PROJETOS DO EMPRENDE LITORAL A DINÂMICA CONSULTORIA, com a oportunidade do 2º EMPREENDE LITORAL, convida todos os interessados, a participarem da 1ª MOSTRA DE PROJETOS

Leia mais

EDITAL Nº 061/2014 PROEX/IFPI

EDITAL Nº 061/2014 PROEX/IFPI SELEÇÃO DE PROJETOS DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE APOIO À EXTENSÃO - ProAEx/IFPI SUBPROGRAMA IFPI EM AÇÃO SOCIAL PROJETOS DE INTERVENÇÃO COMUNITÁRIA - PRO-IC EDITAL Nº 061/2014 PROEX/IFPI A Pró-Reitoria

Leia mais

III Desafio ITA de Empreendedorismo

III Desafio ITA de Empreendedorismo III Desafio ITA de Empreendedorismo Edição 2015 Sumário 1 DENOMINAÇÃO, OBJETIVO, CONCEITO E GOVERNANÇA... 3 1.1 Denominação... 3 1.2 Objetivo do Desafio... 3 1.3 Conceito... 3 1.4 Governança... 4 1.4.1

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO (apenas modalidade 5)

REGULAMENTO ESPECÍFICO (apenas modalidade 5) REGULAMENTO ESPECÍFICO (apenas modalidade 5) 1. PARTICIPAÇÃO 1.1 Os trabalhos acadêmicos inscritos deverão ter sido implementados nos últimos 02 anos e os autores deverão ser portadores de diplomas de

Leia mais

critérios para indicação referem-se à abrangência e qualidade do trabalho, sua permanência, amplitude e articulação das ações.

critérios para indicação referem-se à abrangência e qualidade do trabalho, sua permanência, amplitude e articulação das ações. Art. 1º O Prêmio VIVALEITURA foi criado por meio da Portaria Interministerial nº 214, de 23 de novembro de 2005, publicado no D.O.U. de 28.11.2005, do Ministério da Cultura e do Ministério da Educação.

Leia mais

REGULAMENTO GERAL COMISSÃO ORGANIZADORA PATROCINADOR DE OURO CO-FINANCIAMENTO PATROCINADOR DE PRATA

REGULAMENTO GERAL COMISSÃO ORGANIZADORA PATROCINADOR DE OURO CO-FINANCIAMENTO PATROCINADOR DE PRATA REGULAMENTO GERAL COMISSÃO ORGANIZADORA PATROCINADOR DE OURO CO-FINANCIAMENTO PATROCINADOR DE PRATA PNAM REGULAMENTO GERAL VALORES E NORMAS REGULAMENTARES GERAIS DO 1. ORIGEM, OBJETIVOS E PERIODICIDADE

Leia mais

Estruturar informações econômicas básicas sobre a caracterização da indústria mineira no Estado de Minas Gerais e em suas Regionais.

Estruturar informações econômicas básicas sobre a caracterização da indústria mineira no Estado de Minas Gerais e em suas Regionais. Maio/2014 OBJETIVO Estruturar informações econômicas básicas sobre a caracterização da indústria mineira no Estado de Minas Gerais e em suas Regionais. Permitir ainda, uma análise comparativa da evolução

Leia mais

2. A EMPEC 3. UPDATE. 4. Disposições Gerais

2. A EMPEC 3. UPDATE. 4. Disposições Gerais Índice 1. Agradecimentos... 03 2. A EMPEC... 04 3. UPDATE... 04 4. Disposições Gerais... 04 5. Critérios de Participação... 05 6. Regulamento... 06 7. Inscrições... 06 8. Pagamento... 07 9. Etapas do Concurso...

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DOCENTE PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA CIENTÍFICA (PIBID/FAI) EDITAL N O.

EDITAL DE SELEÇÃO DOCENTE PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA CIENTÍFICA (PIBID/FAI) EDITAL N O. EDITAL DE SELEÇÃO DOCENTE PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA CIENTÍFICA (PIBID/FAI) EDITAL N O. 004/15 1. APRESENTAÇÃO A Direção-Geral das FACULDADES ADAMANTINENSES INTEGRADAS

Leia mais

USO DE TECNOLOGIAS E METODOLOGIAS

USO DE TECNOLOGIAS E METODOLOGIAS USO DE TECNOLOGIAS E METODOLOGIAS PARA A FORMAÇÃO UNIDADE DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA -UNIEP Crescimento de Matrículas Educação Profissional Crescimento de Matrículas - PRONATEC Evolução de

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO CHAMADA INTERNA PRPPG 01/2015 SELEÇÃO DE SUB-PROJETOS PARA COMPOR A PROPOSTA UNILA PARA A CHAMADA PÚBLICA MCTI/FINEP/CT-INFRA-PROINFRA 02/2014 EQUIPAMENTOS MULTIUSUÁRIOS 1. Público Alvo Grupo de pesquisadores

Leia mais

Importante: ABED e Adobe autorizaram a prorrogação do prazo de inscrição até 31 de julho de 2013.

Importante: ABED e Adobe autorizaram a prorrogação do prazo de inscrição até 31 de julho de 2013. 1 o Prêmio ABED Adobe de Conteúdos Educacionais Interativos para Tablets Importante: ABED e Adobe autorizaram a prorrogação do prazo de inscrição até 31 de julho de 2013. A Educação a Distância tem papel

Leia mais

Objetivo do Programa

Objetivo do Programa Objetivo do Programa O Programa Futuros Engenheiros visa favorecer o desenvolvimento de competências técnicas e habilidades comportamentais de universitários dos cursos de Engenharia para atuar na indústria.

Leia mais

2ª Olimpíada de Empreendedorismo Universitário

2ª Olimpíada de Empreendedorismo Universitário 2ª Olimpíada de Empreendedorismo Universitário da Universidade Federal de Goiás CATEGORIA 2 EMPREENDEDORISMO SOCIAL Agosto de 2015 REGULAMENTO CATEGORIA 2 EMPREENDEDORISMO SOCIAL 1. APRESENTAÇÃO A Categoria

Leia mais

RESOLUÇÃO N.º 101/2008

RESOLUÇÃO N.º 101/2008 MEC - UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 101/2008 EMENTA: Aprovação do Regimento Interno do Curso de Pós-graduação, nível Especialização, em SMS em Obras de Engenharia

Leia mais

II PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC/FSMA 2014/2015 EDITAL 01/2014 Coordenação de Pesquisa e Extensão.

II PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC/FSMA 2014/2015 EDITAL 01/2014 Coordenação de Pesquisa e Extensão. II PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PIBIC/FSMA 2014/2015 EDITAL 01/2014 Coordenação de Pesquisa e Extensão. A Direção Geral e Vice-direção Acadêmica juntamente com a Coordenação de Pós-graduação, Pesquisa

Leia mais

REGULAMENTO DO PROJETO INTEGRADOR DO CURSO DE TECNÓLOGO EM PRODUÇÃO DO VESTUÁRIO (com ênfase em calçados)

REGULAMENTO DO PROJETO INTEGRADOR DO CURSO DE TECNÓLOGO EM PRODUÇÃO DO VESTUÁRIO (com ênfase em calçados) Mantenedora: Fundação Educacional Fausto Pinto da Fonseca - CNPJ : 04.149.536/0001-24 Av. Dom Cabral, 31 Centro - CEP: 35.519-000 - Nova Serrana - MG Fone: (37) 3226-8200 - Site: www.fanserrana.com.br

Leia mais

1 Orientações 1.1 Inscrições: As inscrições poderão ser realizadas até 13 de fevereiro de 2015.

1 Orientações 1.1 Inscrições: As inscrições poderão ser realizadas até 13 de fevereiro de 2015. UNIVERSIDADE DE SANTA CRUZ DO SUL PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PROGRAMA UNISC DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA EDITAL 2/2015 - PUIC Inovação Tecnológica A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PROPPG)

Leia mais

PRÓ-EQUIPAMENTOS CAPES/2013

PRÓ-EQUIPAMENTOS CAPES/2013 PRÓ-EQUIPAMENTOS CAPES/2013 EDITAL INTERNO PRPPG/UFRPE A Universidade Federal Rural de Pernambuco UFRPE, por meio da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PRPPG), comunica a abertura de Edital Interno

Leia mais

DIREÇÃO ACADÊMICA PROGRAMA DE PROJETOS DE EXTENSÃO - EDITAL 2015-2016

DIREÇÃO ACADÊMICA PROGRAMA DE PROJETOS DE EXTENSÃO - EDITAL 2015-2016 1 DIREÇÃO ACADÊMICA PROGRAMA DE PROJETOS DE EXTENSÃO - EDITAL 2015-2016 1 INTRODUÇÃO O Programa de Projetos de Extensão tem o objetivo de contribuir para a formação acadêmica, profissional e cidadã, fruto

Leia mais

Edital PIICT / CNPq / Fucapi 2015-2016

Edital PIICT / CNPq / Fucapi 2015-2016 Fundação Centro de Análise Pesquisa e Inovação Tecnológica FUCAPI Faculdade Fucapi Instituto de Ensino Superior Fucapi Coordenação de Pesquisa CPESQ Programa Institucional de Iniciação Científica e Tecnológica

Leia mais

Programa de Iniciação Científica da Faculdade de Tecnologia de São Vicente (PIC-FATEF)

Programa de Iniciação Científica da Faculdade de Tecnologia de São Vicente (PIC-FATEF) FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO VICENTE Programa de Iniciação Científica da Faculdade de Tecnologia de São Vicente (PIC-FATEF) Introdução O Programa de Iniciação Científica da Faculdade de Tecnologia de

Leia mais

REGULAMENTO SINDUSCON PREMIUM ETAPA LITORAL NORTE 2013. 1ª edição

REGULAMENTO SINDUSCON PREMIUM ETAPA LITORAL NORTE 2013. 1ª edição REGULAMENTO SINDUSCON PREMIUM ETAPA LITORAL NORTE 2013 1ª edição 1 DA INSTITUIÇÃO DA PREMIAÇÃO 1.1 O Sinduscon Premium Etapa Litoral Norte 1ª edição instituído pelo SINDUSCON RS, Sindicato das Indústrias

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA EDITAL Nº 01/2012

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA EDITAL Nº 01/2012 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA EDITAL Nº 01/2012 Edital de Seleção de Bolsistas de Extensão para o Projeto de Extensão "Ações de extensão para a inclusão digital da juventude

Leia mais

Salvador, Bahia Quarta-feira 16 de Abril de 2014 Ano XCVIII N o 21.405 EDITAL Nº 034/2014

Salvador, Bahia Quarta-feira 16 de Abril de 2014 Ano XCVIII N o 21.405 EDITAL Nº 034/2014 Salvador, Bahia Quarta-feira 16 de Abril de 2014 Ano XCVIII N o 21.405 EDITAL Nº 034/2014 O REITOR DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA (UNEB), no uso de suas atribuições legais e regimentais, RESOLVE tornar

Leia mais

O que é a Olimpíada de Empreendedorismo Universitário?! E quem pode participar?

O que é a Olimpíada de Empreendedorismo Universitário?! E quem pode participar? O que é a Olimpíada de Empreendedorismo Universitário?! Uma competição para apoiar você, universitário, no desenvolvimento daquela sua ideia inovadora e criação de um novo negócio! Essa é a sua chance

Leia mais

INSTITUTO METROPOLITANO DE ENSINO SUPERIOR NÚCLEO DE ASSESSORAMENTO EM EDUCAÇÃO PERMANENTE EM SAÚDE ATIVIDADES COMPLEMENTARES

INSTITUTO METROPOLITANO DE ENSINO SUPERIOR NÚCLEO DE ASSESSORAMENTO EM EDUCAÇÃO PERMANENTE EM SAÚDE ATIVIDADES COMPLEMENTARES ATIVIDADES COMPLEMENTARES A partir das Diretrizes Curriculares dos Cursos de Graduação do Ministério da Educação, as Atividades Complementares passaram a figurar como importante componente dos Cursos Superiores

Leia mais

2ª Olimpíada de Empreendedorismo Universitário

2ª Olimpíada de Empreendedorismo Universitário 2ª Olimpíada de Empreendedorismo Universitário da Universidade Federal de Goiás CATEGORIA 1 EMPREENDEDORISMO DE NEGÓCIOS Agosto de 2015 REGULAMENTO CATEGORIA 1 EMPREENDEDORISMO DE NEGOCIOS 1. APRESENTAÇÃO

Leia mais

Prêmio IESS de Produção Científica em Saúde Suplementar

Prêmio IESS de Produção Científica em Saúde Suplementar Prêmio IESS de Produção Científica em Saúde Suplementar Regulamento 2013 1 - Do Objetivo 1.1 O tem por objetivo o incentivo à pesquisa na área de saúde suplementar, reconhecendo os trabalhos de qualidade

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA 2015

CHAMADA PÚBLICA 2015 EDITAL - N º 30/PROPPI/2015 CHAMADA PÚBLICA 2015 PROGRAMA DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS TÉCNICOS COM FINALIDADE DIDÁTICO- PEDAGÓGICA EM CURSOS REGULARES NO EXECUÇÃO: SETEMBRO À DEZEMBRO DE 2015

Leia mais

SENAI. Linhas de atuação prioritárias : Educação Profissional e Tecnológica Inovação e Tecnologia Industriais

SENAI. Linhas de atuação prioritárias : Educação Profissional e Tecnológica Inovação e Tecnologia Industriais SENAI Missão: Promover a educação profissional e tecnológica, a inovação e a transferência de tecnologias industriais, contribuindo para elevar a competitividade da Indústria Brasileira. Linhas de atuação

Leia mais

EDITAL nº 04, de 06 de janeiro de 2015

EDITAL nº 04, de 06 de janeiro de 2015 EDITAL nº 04, de 06 de janeiro de 2015 EDITAL PARA SELEÇÃO DE PROJETOS RELATIVOS A NÚCLEOS DE ESTUDOS AFRO-BRASILEIROS E INDÍGENAS E CONCESSÃO DE BOLSAS DE EXTENSÃO E INICIAÇÃO CIENTÍFICA PARA NEABI -

Leia mais

REGULAMENTO FESTIVAL SESI MÚSICA ETAPA ESTADUAL/2012

REGULAMENTO FESTIVAL SESI MÚSICA ETAPA ESTADUAL/2012 O SERVIÇO SOCIAL DA INDÚSTRIA, DEPARTAMENTO REGIONAL DA BAHIA - SESI/DR/BA, doravante denominado SESI/DR/BA, faz saber, para conhecimento dos trabalhadores da indústria e dependentes, e alunos da Rede

Leia mais

Agenda. Início: março de 2015. Prazo para envio dos projetos: 13 de julho. Período de análise dos trabalhos: 14 a 21 de julho. Julgamento: 22 de julho

Agenda. Início: março de 2015. Prazo para envio dos projetos: 13 de julho. Período de análise dos trabalhos: 14 a 21 de julho. Julgamento: 22 de julho Apresenta Agenda Início: março de 2015 Prazo para envio dos projetos: 13 de julho Período de análise dos trabalhos: 14 a 21 de julho Julgamento: 22 de julho Etapa Grand Prix: 12 de agosto Festa de Premiação

Leia mais

Tema: Fachadas do Pavilhão de Laboratórios da Arquitetura e Urbanismo e Engenharias

Tema: Fachadas do Pavilhão de Laboratórios da Arquitetura e Urbanismo e Engenharias 1º Concurso para Estudantes de Arquitetura e Urbanismo da Faculdade Doctum. Tema: Fachadas do Pavilhão de Laboratórios da Arquitetura e Urbanismo e Engenharias REGULAMENTO DO CONCURSO APRESENTAÇÃO: O concurso

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA 2015

CHAMADA PÚBLICA 2015 EDITAL N º 10/PROPPI/2015 Retificado CHAMADA PÚBLICA 2015 PROGRAMA DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS TÉCNICOS COM FINALIDADE DIDÁTICO-PEDAGÓGICA EM CURSOS REGULARES NO Câmpus SÃO MIGUEL DO OESTE

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Brasília EDITAL Nº 007/RIFB, DE 28 DE ABRIL DE 2015.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Brasília EDITAL Nº 007/RIFB, DE 28 DE ABRIL DE 2015. EDITAL Nº 007/RIFB, DE 28 DE ABRIL DE 2015. SELEÇÃO DE PROJETOS DE PESQUISA PARA CONCESSÃO DE BOLSAS DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS E VOLUNTARIADO EM INICIAÇÃO CIENTÍFICA NAS AÇÕES AFIRMATIVAS (ENSINO

Leia mais

PROGRAMA INOVACRED /FINEP. Empresas com receita bruta anual ou anualizada de até R$ 90 milhões, divididas nos seguintes portes:

PROGRAMA INOVACRED /FINEP. Empresas com receita bruta anual ou anualizada de até R$ 90 milhões, divididas nos seguintes portes: PROGRAMA INOVACRED /FINEP Classificação do porte das empresas Empresas com receita bruta anual ou anualizada de até R$ 90 milhões, divididas nos seguintes portes: Porte I empresas com receita operacional

Leia mais

EDITAL 016/2015 PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA 2015

EDITAL 016/2015 PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA 2015 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE SÃO PAULO CÂMPUS CAPIVARI EDITAL 016/2015 PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA 2015 O Diretor do câmpus Capivari do Instituto Federal de Educação, Ciência

Leia mais

MINISTÉRIO DAS CIDADES SECRETARIA EXECUTIVA DEPARTAMENTO NACIONAL DE TRÂNSITO COORDENAÇÃO GERAL DE QUALIFICAÇÃO DO FATOR HUMANO NO TRÂNSITO

MINISTÉRIO DAS CIDADES SECRETARIA EXECUTIVA DEPARTAMENTO NACIONAL DE TRÂNSITO COORDENAÇÃO GERAL DE QUALIFICAÇÃO DO FATOR HUMANO NO TRÂNSITO MINISTÉRIO DAS CIDADES SECRETARIA EXECUTIVA DEPARTAMENTO NACIONAL DE TRÂNSITO COORDENAÇÃO GERAL DE QUALIFICAÇÃO DO FATOR HUMANO NO TRÂNSITO EDITAL DE CONCURSO VII PRÊMIO DENATRAN DE EDUCAÇÃO NO TRÂNSITO

Leia mais

PROGRAMA DE MONITORIA VOLUNTÁRIA DOS CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO EDITAL 001 02/2015

PROGRAMA DE MONITORIA VOLUNTÁRIA DOS CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO EDITAL 001 02/2015 PROGRAMA DE MONITORIA VOLUNTÁRIA DOS CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO EDITAL 001 02/2015 A Coordenação Geral dos Cursos Superiores de Tecnologia da Informação da Faculdade JK, no uso de suas

Leia mais

Edição 2014 REGULAMENTO PROGRAMA DESENVOLVENDO TALENTOS 2014

Edição 2014 REGULAMENTO PROGRAMA DESENVOLVENDO TALENTOS 2014 REGULAMENTO PROGRAMA DESENVOLVENDO TALENTOS 2014 1- Das Disposições Preliminares Em Pato Branco, o NTI APL TI Sudoeste-PR é reconhecido e faz parte do SRI- Sistema Regional de Inovação. Ambos buscam disseminar

Leia mais

6ª BENTOTEC: Feira Cultural e Tecnológica. Etapas. Entrega do regulamento e modelo de projeto para todos os alunos 31 de março

6ª BENTOTEC: Feira Cultural e Tecnológica. Etapas. Entrega do regulamento e modelo de projeto para todos os alunos 31 de março 6ª BENTOTEC: Feira Cultural e Tecnológica Regulamento Etapas Entrega do regulamento e modelo de projeto para todos os alunos 31 de março Entrega dos pré-projetos para avaliação (todas as categorias) -

Leia mais

EDITAL 32 / 2015 12ª SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA LUZ, CIÊNCIA E VIDA 09 A 14 DE NOVEMBRO DE 2015

EDITAL 32 / 2015 12ª SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA LUZ, CIÊNCIA E VIDA 09 A 14 DE NOVEMBRO DE 2015 EDITAL 32 / 2015 12ª SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA LUZ, CIÊNCIA E VIDA 09 A 14 DE NOVEMBRO DE 2015 MOSTRA DE TRABALHOS O IF Sudeste MG Campus Barbacena, por meio da Comissão Organizadora da Semana

Leia mais

MINISTÉRIO DE EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA DIREÇÃO-GERAL - CAMPUS JOÃO PESSOA EDITAL N 09/2015

MINISTÉRIO DE EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA DIREÇÃO-GERAL - CAMPUS JOÃO PESSOA EDITAL N 09/2015 MINISTÉRIO DE EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA DIREÇÃO-GERAL - CAMPUS JOÃO PESSOA EDITAL N 09/2015 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DO IFPB CAMPUS JOÃO PESSOA EDITAL

Leia mais