Avanços e crescimento da PUC Goiás no caminho da excelência

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Avanços e crescimento da PUC Goiás no caminho da excelência"

Transcrição

1 Jornal da Pontifícia Universidade Católica de Goiás Goiânia, janeiro de Ano XXIII N. 514 Especial Retrospectiva Avanços e crescimento da PUC Goiás no caminho da excelência

2 Goiânia, janeiro de 2012 Folha PUC Goiânia, janeiro de 2012 Folha PUC Universidade e evangelização Nossa Pontifícia Universidade Católica de Goiás é um decisivo e competente instrumento de evangelização no mundo contemporâneo. Precisamos ter clareza de que a produção de conhecimento, quando orientada a serviço da vida, é participação da ação criadora divina. Este, sem dúvida, é o sentido mais profundo e denso da excelência. Gestores, professores e funcionários da PUC Goiás: cada um de vocês, com suas habilidades e competências, com seu compromisso diário, contribui de maneira imprescindível com esta missão abençoada. Olhando retrospectivamente para o trabalho desenvolvido no semestre passado, temos a oportunidade de sentir a alegria do bem que fizemos, dos resultados que obtivemos. Que esta alegria, como graça divina, nos dê forças para continuar animados e comprometidos em O Senhor nos abençoe e nos guarde. Que nos assista a força interior do Espírito Santo, sob a materna proteção da Santa Mãe de Deus, Sede da Sabedoria. Aprendizagem requer tempos e espaços Iniciamos este semestre discutindo os tempos e espaços de aprendizagem durante a 30ª Semana de Integração Acadêmica e Planejamento. O marco das 30 edições desse evento expressa nosso compromisso de incorporar às atividades acadêmicas o planejamento, a avaliação, a reflexão sobre o contexto sócio-histórico nacional e internacional e as políticas para a educação superior brasileira. É este empenho de planejamento e avaliação que motiva a constante adequação dos espaços físicos e dos recursos pedagógicos essenciais ao sucesso do processo de ensino-aprendizagem. Assim, refletindo juntos, podemos buscar sempre as melhores condições de oferta das atividades acadêmicas de ensino, pesquisa e extensão. Nessa edição retrospectiva apresentamos as iniciativas que marcaram o segundo semestre de 2011, renovando nosso compromisso com a permanente construção da excelência de nossa universidade. Vamos fazer memória, juntos, dos passos que demos na realização de nosso projeto educativo. Todas essas iniciativas têm um único objetivo: promover uma educação integral, orientada pelos valores de nossa identidade, e construir conhecimento emancipatório, sempre a serviço da vida humana e da vida no planeta. Um ótimo semestre para todos! Crescimento é fruto do foco na Excelência Criada há 52 anos, a Pontifícia Universidade Católica de Goiás conta, hoje, com cerca de 25 mil estudantes. De natureza comunitária, sua atuação é marcada pela permanente busca de excelência acadêmica e científica. Esta perspectiva orienta os projetos pedagógicos dos cursos ministrados pela universidade, bem como seus projetos de pesquisa, extensão e ação comunitária. A PUC Goiás oferece uma qualificação profissional atualizada e formação integral, que diferencia o graduado e o pós-graduado pela instituição no mundo do trabalho. Dom Washington Cruz Arcebispo de Goiânia, grão-chanceler da PUC Goiás e presidente da Sociedade Goiana de Cultura Professor Wolmir Therezio Amado Reitor da Pontifícia Universidade Católica de Goiás Conquistou a segunda melhor nota A PUC Goiás conquistou a segunda melhor nota na Avaliação Institucional atribuída pelo MEC, integrando assim o percentual de 25% das IES do Brasil com melhor avaliação. Nas últimas avaliações dos cursos de graduação destacaram-se com nota 4 (avaliação de 1 a 5) os cursos de Economia, Engenharia de Alimentos, Tecnologia em Eventos, Arqueologia e Tecnologia em Gestão Ambiental. No segundo semestre de 2011, a PUC recebeu 11 comissões de avaliação externa, do Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep/MEC), que confirmaram a qualidade do corpo docente, a excelência da infraestrutura e a atualização dos projetos pedagógicos dos cursos da PUC Goiás. Expediente Instituição juridicamente mantida pela Sociedade Goiana de Cultura - SGC Folha PUC - Jornal da Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC Goiás), produzido pela Divisão de Comunicação Social - Dicom/GR - Tel.: Diretora: Eliane Borges (GO n JP) Redação: Eliane Borges (GO n JP), editor; Carla de Oliveira (GO n JP), Carla Lacerda (DF n JP) e Belisa Monteiro (GO n JP) Diagramação: Adriano Abreu Reportagem Fotográfica: Wagmar Alves e Weslley Cruz Fotográfos colaboradores: Ruy Bozza e Angelo Rézio Impressão: Gráfica da PUC Goiás GRÃO-CHANCELER: Dom Washington Cruz, CP REITOR Prof. Wolmir Therezio Amado VICE-REITORA Profa. Olga Izilda Ronchi PRÓ-REITORA DE GRADUAÇÃO Profa. Sônia Margarida Gomes Sousa PRÓ-REITORA DE EXTENSÃO E APOIO ESTUDANTIL Profa. Márcia de Alencar Santana PRÓ-REITORA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA Profa. Sandra de Faria ADMINISTRAÇÃO SUPERIOR DA PUC GOIÁS PRÓ-REITORA DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL Profa. Helenisa Maria Gomes de Oliveira Neto PRÓ-REITOR DE ADMINISTRAÇÃO Prof. Daniel Rodrigues Barbosa PRÓ-REITOR DE COMUNICAÇÃO Prof. Eduardo Rodrigues da Silva PRÓ-REITOR DE SAÚDE Prof. Sérgio Antônio Machado CHEFE DE GABINETE Prof. Lorenzo Lago

3 Goiânia, janeiro de 2012 Folha PUC Goiânia, janeiro de 2012 Folha PUC Entre as melhores do Brasil A PUC Goiás conquistou o primeiro lugar entre as universidades particulares do Centro-Oeste e o 11º lugar no país, entre todas as avaliadas pelo Guia do Estudante A vice-reitora Olga Ronchi e a pró-reitora de Graduação, Sônia Margarida Gomes Sousa, representaram a PUC na solenidade de entrega do 7º Prêmio Melhores Universidades. O Guia do Estudante também concedeu estrelas a 27 cursos da instituição. Tradição acadêmica e inovação A inovação é um dos principais pressupostos do projeto Excelência PUC. A partir dos 46 cursos de graduação, os acadêmicos são estimulados a pesquisar e a desenvolver projetos individuais e em grupo, utilizando as novas tecnologias de aprendizagem. Suporte para tanto é oferecido nos mais de 470 ambientes laboratoriais, distribuídos nos cinco câmpus da PUC Goiás. Exemplo do investimento em laboratórios é a ampliação do espaço físico e a atualização dos simuladores de voo no Laboratório de Ciências Aeronáuticas. Projetos No segundo período letivo de 2011 foram desenvolvidos 194 projetos de pesquisa, que engajaram 291 estudantes em programas de Iniciação Científica. Iniciação Científica Estiveram em atividade 34 unidades de pesquisa institucionais (26 núcleos, 4 centros e 4 institutos), com participação docente e inserção de 366 estudantes. Acadêmico da PUC Goiás apresenta pesquisa Pesquisa em rede A PUC também participa de 45 grupos de pesquisa certificados pelo CNPq e tem 125 docentes engajados em 75 redes de pesquisa credenciadas pela Fundação de Amparo à Pesquisa em Goiás.

4 Goiânia, janeiro de 2012 Folha PUC Goiânia, janeiro de 2012 Folha PUC O conhecimento produzido é socializado Demonstrando o interesse de docentes, estudantes e da população em geral pelos resultados das pesquisas acadêmicas e seus respectivos acervos, somente no segundo semestre de 2011, um total de 3 mil pessoas visitou unidades do Instituto do Trópico Subúmido (ITS), especialmente o Memorial do Cerrado; o Centro Cultural Jesco Puttkamer, coordenado pelo Instituto Goiano de Pré-História e Antropologia (IGPA); e o Centro de Estudos e Pesquisas Biológicas da PUC Goiás. Editora PUC Goiás publica 337 títulos em 2011 Para cumprir sua missão de divulgar a produção acadêmica e incentivar o desenvolvimento cultural regional, a Editora PUC Goiás une-se ao Parque Gráfico e à Livraria institucionais, estabelecendo também parcerias com outras editoras. Em média, publica um livro a cada dois dias. Semana de Ciência e Tecnologia Evento que apresenta a produção científica da universidade em centenas de atividades, em outubro, a Semana de Ciência e Tecnologia da PUC Goiás integra-se à programação anual da Secretaria Estadual e do Ministério de Ciência e Tecnologia. Conferências, exposições científicas, comunicações orais, jornadas, fóruns de pesquisa, lançamentos de livros e curiosidades, como o Programa Itinerante Célula Gigante, reuniram mais de 4 mil pessoas, entre participantes e visitantes. Reunião da SBPC tem participação da PUC Também mobilizou a comunidade acadêmica, em julho de 2011, a Reunião da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, sediada pela UFG. A PUC Goiás marcou presença no evento apresentando sua produção científica docente e estudantil, ministrando conferências e mantendo estande para divulgação da sua produção editorial. Gráfica da PUC amplia produção A Divisão Gráfica e Editorial atendeu 118 unidades acadêmicas e administrativas da PUC, de julho a dezembro de Na prestação de serviços externos, que hoje realiza, a Gráfica da PUC vem afirmando-se no mercado pela qualidade do trabalho que executa. Em 2011, a Editora comemorou 25 anos de atuação, foi o ano da maior produção editorial de sua história: 337 títulos, entre impressos e eletrônicos. Nas gestões da atual Reitoria e da coordenação da Editora, foram editados títulos. Antes de 2002, foram publicadas 185 obras. Dos livros publicados com o apoio da Editora da PUC Goiás, constam as quatro edições de livros em parceria com a Secretaria de Cultura de Goiânia no projeto Goiânia em Prosa e Verso. Foram publicados 432 títulos, num total de 432 mil exemplares, que divulgaram a marca da Editora da PUC Goiás em cada um.

5 Goiânia, janeiro de 2012 Folha PUC Goiânia, janeiro de 2012 Folha PUC Acesso e inclusão social Para apresentar os perfis dos cursos de graduação da PUC Goiás e orientar sobre o sistema de ingresso na universidade, a Comissão de Admissão Discente visitou 23 colégios e recebeu outros 28, interagindo com estudantes do Ensino Médio, no semestre passado. Para dinamizar a comunicação com os estudantes interessados em ingressar na PUC, o site sobre o vestibular foi totalmente reformulado. Lançamento do Vestibular Vestibular No segundo semestre de 2011 foram realizados quatro vestibulares, incluindo o Vestibular Social da PUC Goiás, que oferece bolsa de 50% aos aprovados, de acordo com a renda familiar. Farmácia é o novo curso da PUC Uma novidade do semestre passado foi a criação do curso de Farmácia pela PUC Goiás, que ofereceu 100 vagas já no primeiro vestibular, para ingresso em O curso de bacharelado terá duração de cinco anos, visando o desenvolvimento das competências e habilidades necessárias ao exercício profissional do farmacêutico, em todos os níveis de atenção à saúde. Biblioteca Além dos ambientes laboratoriais que integram seu Parque Tecnológico, a PUC dispõe de um Sistema de Bibliotecas, cujo acervo reúne mais de 454 mil livros e periódicos, e ainda quase 3 mil teses e dissertações. O sistema de consulta é eletrônico e tem conexão com a Biblioteca Virtual. No último semestre, todos os livros indicados pelos docentes foram adquiridos. Primeira turma de Medicina cola grau na PUC Goiás A colação de grau da primeira turma do curso de Medicina, em agosto de 2011, entregou para a sociedade os primeiros médicos e médicas formados pela PUC Goiás. A turma, de 34 formandos, homenageou, com seu nome, o diretor do Departamento de Medicina da PUC Goiás, professor Paulo Luiz Carvalho Francescantonio. Em solenidade marcada por homenagens e emoções, eles receberam a Bênção Apostólica do Papa, inscrita em placa enviada pelo Vaticano. Essa foi uma das 44 colações de grau realizadas no segundo semestre de 2011, na PUC Goiás. Elas certificaram a capacitação dos novos profissionais que a universidade graduou, em suas área de conhecimento. O filho da pró-reitora Helenisa Gomes integrou a 1ª turma concluinte de Medicina Bolsas e financiamentos para 8 mil estudantes Centro de Educação a Distância O Centro de Educação a Distância ofereceu seis cursos gratuitos pelo Programa de Apoio ao Aluno de Graduação, três cursos de extensão e um curso de graduação em Física, atendendo a mais de mil alunos no semestre. Oportunidades para concluir estudos com bolsas e financiamentos são oferecidas ao estudante da PUC, que dispõe de um Crédito Educativo Interno, mediante processos seletivos. No semestre passado, 8 mil alunos foram beneficiados. Também foi oferecida moradia estudantil para 60 acadêmicos.

6 Goiânia, janeiro de 2012 Folha PUC Goiânia, janeiro de 2012 Folha PUC Primeira instituição de Ensino Superior do Centro-Oeste e há dois anos Pontifícia Universidade Católica de Goiás, a instituição completou 52 anos, em Quais conquistas podem ser destacadas? Olha, tanto pequenas como grandes iniciativas são importantes para construirmos uma universidade de excelência. O processo é contínuo e o bem-fazer deve estar presente em nossa rotina diária não importa o tamanho da missão. É uma questão de identidade, de consciência, de responsabilidade, de senso ético e espiritual. O que hoje podemos chamar de grandes ações, grandes conquistas, não seriam possíveis sem o zelo, o cuidado, a disciplina das pequenas atitudes, os esforços coletivos, o empenho na concretização de sonhos. E os sonhos foram muitos. São muitos. Melhor ainda é poder vê-los, paulatinamente, ganharem contornos reais. Sendo assim, em 2011, tivemos muitos motivos para celebrar. Em agosto, por exemplo, a PUC Goiás formou sua primeira turma de Medicina. Este foi um sonho que envolveu três gerações a dos acadêmicos e a de seus pais, e a dos gestores da universidade, que começaram a pensar neste projeto em A colação de grau destes 34 alunos marca o início de uma nova fase da Medicina em Goiás, com profissionais formados por uma instituição de ensino superior que prima e busca a excelência em todos os seus campos e áreas de atuação. O mês de setembro também foi muito especial por conseguir traduzir este conjunto de esforços e atitudes diárias e coletivas que ganham dimensões perenes quando materializadas. Um desses momentos foi o aniversário de 4 anos da UCG TV, que terá sua denominação mudada para PUC TV Goiás, após autorização legal que está sendo aguardada. Durante a cerimônia de comemoração, lançamos a nova marca e o novo portal de notícias da emissora, assinamos o contrato de afiliação com a Rede Aparecida Entrevista Prof. Wolmir Amado Reitor avalia 2011 na PUC Goiás e reafirma prioridades institucionais Nessa entrevista ao Folha PUC, o reitor Wolmir Amado fala sobre as conquistas alcançadas pela universidade em 2011, como são aplicados os recursos na instituição, como anda o processo de internacionalização e o investimento no Projeto Excelência PUC de Comunicação e divulgamos o livro PUC TV Goiás: do sonho ao encanto, de autoria do professor Daniel Barbosa, pró-reitor de Administração e ex-diretor da UCG TV. A obra registra a história do nascimento deste importante veículo de comunicação em nossa universidade. Outro fato também marcante para a PUC Goiás foi a inauguração, no último mês de outubro, do Memorial João Paulo II, no Câmpus II. O espaço recebeu a estrutura que estava no Estádio Serra Dourada, de onde o papa celebrou a missa em Goiânia, em Este é um momento de reverência à memória do povo de Goiânia e do Estado de Goiás, que recupera seus ícones, sua percepção histórica, e também um gesto de gratidão e reconhecimento para com os católicos, que celebram a beatificação de João Paulo II. O altar, agora restaurado, será um espaço para a meditação e devoção ao santo padre. Somos hoje, entre 1,8 mil universidades católicas no mundo, a 19ª que é PUC. Isso valoriza o diploma de nossos alunos também foi o ano da aprovação do Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) da universidade. Qual a importância e o que prevê este documento? O Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) articula as prioridades da PUC Goiás em três ênfases e quatro opções fundamentais. São nossas ênfases: a excelência PUC, a internacionalização e a sustentabilidade institucional. Nossas opções fundamentais são a qualidade social, a ciência e a tecnologia na perspectiva da inovação, o meio ambiente e a formação integral. Além das ênfases e opções, o PDI detalha dezenas de metas e estratégias que geram centenas de ações a serem implementadas. Dentre elas, algumas estão previstas para este semestre. Gradualmente, implantaremos o Programa de Orientação ao Aluno (Proa), com espaço físico e equipamentos adequados para que os docentes possam oferecer acompanhamento personalizado aos estudantes. Outras metas são a implantação das Atividades Externas da Disciplina nos currículos dos cursos de graduação e a institucionalização da Avaliação Interdisciplinar semestral. O senhor falou sobre o processo de internacionalização. O que tem sido feito na universidade para impulsionar esta área? Somos hoje, entre 1,8 mil universidades católicas no mundo, a 19ª que é PUC. Isso valoriza o diploma de nossos alunos, possibilita mais intercâmbio e internacionaliza a instituição. E, para fortalecer ainda mais este processo, diversas iniciativas estão sendo empreendidas. No semestre passado, inauguramos a ampla reforma do prédio onde funciona a PUC Idiomas (na Rua 9, do Setor Marista), que agora conta com certificação internacional. Estamos buscando também ampliar as ações de intercâmbio e mobilidade estudantil. Neste sentido, destacamos nossa participação na articulação do Programa de Mobilidade do Mercosul (PMM), promovido pelo MEC. A parceria com o Banco Santander, por meio do Santander Universidades, também tem sido proveitosa para nossos alunos, que podem se candidatar em programas de bolsas ibero-americanas e também em outros com os quais o banco mantém convênios são 945 universidades conveniadas, espalhadas por todo o mundo. Recentemente, tivemos um desdobramento prático desta parceria. Após o primeiro intercâmbio internacional de uma aluna do curso de Enfermagem, na Espanha, a professora e vice-diretora de Enfermagem da Faculdade de Enfermagem, Fisioterapia e Podologia, da Universidade de Sevilla, Juana Macias Seda, visitou a PUC. Os laços começaram a ser estreitados visando à articulação de pesquisas conjuntas entre as duas instituições. Toda esta coordenação do programa de mobilidade internacional durante a graduação e a pós-graduação é desenvolvida pela nossa Assessoria de Relações Internacionais, responsável também pela recepção e acolhida, junto com a Pró-Reitoria de Extensão e Apoio Estudantil, aos alunos estrangeiros que vêm estudar na PUC. E na parte de laboratórios, quais são as novidades? Inaugura-se na PUC, em média, um novo laboratório por mês. Dando continuidade à expansão e à melhoria do nosso parque tecnológico, que atende a graduação e a pós- -graduação, dentre as muitas iniciativas, de imediato preparamos a instalação de cinco novos simuladores de voos nos laboratórios do curso de Ciências Aeronáuticas, para acompanhar a expansão do transporte aéreo brasileiro e colaborar com a qualificação dos pilotos. Dessa forma, chegamos ao total de 476 ambientes laboratoriais. Com foco na qualidade social, será ampliado e melhorado o espaço físico do Laboratório de Saúde (LAS), para o atendimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS), e na Clínica Escola Vida, para estágio, atendimento de fisioterapia e demais serviços de saúde. Como o senhor avalia o cenário da Educação Superior brasileira? Atualmente, há no Brasil Instituições de Educação Superior. Destas, 86,4% são faculdades; 5,5% são centros universitários e 8,1%, universidades. É distinta a natureza jurídica das IES brasileiras: 2,7% são municipais; 3,7%, estaduais; 4,1%, federais; e 89,5% são particulares (aqui incluídas também as comunitárias e confessionais). Dos mais de 25 mil cursos de graduação existentes, 59,4% são bacharelados; 21,4%, licenciaturas; e 19,2%, tecnológicos. Mas qual a importância de todos estes números? Eles são importantes porque servem de subsídios para as políticas públicas elaboradas pelo governo federal na área de educação. E também são importantes dentro de contextos específicos, como o Plano Nacional de Educação (PNE). A meta do PNE é elevar, até 2020, a taxa líquida de matrícula na educação superior de 14% para 33% da população de 18 a 24 anos, assegurando a qualidade de oferta. Isso significa mais do que dobrar o número de vagas. E, mesmo com a expansão das instituições federais por meio do programa Reuni, deve-se observar que de cada dez estudantes universitários, sete estão em instituições particulares. Portanto, para uma expansão eficaz, o MEC deverá contar com as IES privadas e, de modo muito especial, com as universidades comunitárias, categoria de pertença da PUC Goiás. O senhor citou o fato da PUC ser uma universidade comunitária, mas nem todos sabem, na prática, o papel de instituições assim. O que difere uma universidade comunitária de uma particular? As universidades comunitárias estão inseridas na comunidade por meio de programas e projetos sociais, aplicam 20% de seu orçamento em bolsas de estudo e ação comunitária, e toda a receita é aplicada nas finalidades da instituição (livros, laboratórios, salas de aula, equipamentos etc.), jamais podendo ser apropriada por nenhum indivíduo. As universidades privadas com fins econômicos pertencem a um dono e este pode legalmente apropriar-se de parte da receita e aplicá-la em outras finalidades particulares, segundo seu próprio interesse. Os bons indicadores de qualidade já alcançados pela PUC Goiás devem nos encorajar para que avancemos ainda mais na excelência. Na PUC, as mensalidades são a principal fonte de custeio da instituição. Com a receita, a universidade coloca o recurso em quatro grandes rubricas: na folha de pessoal, que utiliza 72,4% da receita, como salário pago aos professores (1.672), aos funcionários (1.046) e aos funcionários terceirizados (513); na ação comunitária e bolsas de estudo (20% da receita), especialmente o Prouni e o Vestibular Social; na manutenção (4,6%), como o pagamento da energia, água, combustível, correio, telefone e internet, papel, consertos, pintura dos prédios, troca de lâmpadas e torneiras, jardinagem, elevadores, água das piscinas, equipamentos e suprimentos dos laboratórios etc.; e no investimento (aproximadamente 3%), como aquisição de laboratórios, livros, construções, prédios etc. Em 2011, o Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) foi aplicado para acadêmicos de 21 cursos da PUC Goiás. Como o senhor vê este processo? Um curso bem avaliado no Enade - prova organizada pelo Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes), do MEC, e aplicada em todo o país - fortalece a instituição e, ao mesmo tempo, beneficia o aluno, que vai para o mercado de trabalho com uma boa referência do local onde estudou. O resultado do exame é também um indicador utilizado para definir as políticas públicas para a educação, como o programa de bolsas, por exemplo. Portanto, esforçar- -se para realizar uma boa prova é uma demonstração de compromisso social com os colegas que permanecem no curso e com aqueles que virão. Para esclarecer as dúvidas dos nossos estudantes sobre essa avaliação, lançamos, no dia 15 de setembro, a Campanha do Enade, com o lema Atitude e Orgulho de ser PUC Goiás. Um site foi desenvolvido pela Pró-Reitoria de Graduação (Prograd), em parceria com a Divisão de Comunicação Social (Dicom) e Centro de Processamento de Dados (CPD), para que os alunos tenham acesso a uma série de informações sobre o exame, inclusive em áudio e vídeo, com comentários elaborados pelos próprios professores da instituição sobre as questões das provas. Uma programação de atividades diversificada, que incluiu palestras, realização de simulados e reuniões de estudo, foi também cuidadosamente preparada pela Prograd para os alunos que prestariam o Enade. Além de encontros específicos para cada curso, o planejamento previu a realização de quatro seminários temáticos. Uma das grandes novidades desta campanha em relação às passadas foi o que chamamos de Bolsa Enade. Os melhores colocados de cada curso na prova ganharão uma bolsa de especialização na PUC. Esta é uma forma de motivarmos nossos alunos para o exame, a partir da afirmação de sua importância. Como a PUC está posicionada nas avaliações nacionais da educação superior? Recentemente, conquistamos nota 4 na Avaliação Institucional realizada pelo MEC, integrando, assim, o percentual de 25% das IES com melhor avaliação no Brasil. As últimas avaliações dos cursos de graduação também foram boas, destacando-se os cursos que tiveram nota 4 (na avaliação de 1 a 5), de Economia, Engenharia de Alimentos, Curso Superior Tecnológico de Gestão de Eventos, Arqueologia e Curso Superior Tecnológico de Gestão Ambiental. Uma análise comparativa feita pelo Guia do Estudante 2012, da Editora Abril, que considerou os resultados de todos os instrumentos de avaliação aplicados pelo MEC, e também instrumentos próprios de pesquisa, colocou a PUC Goiás na 11ª posição como Universidade do Ano, dentre as IES particulares do Brasil, incluindo a instituição na publicação Melhores Universidades, do Guia do Estudante Os bons indicadores de qualidade já alcançados pela PUC Goiás devem nos encorajar para que avancemos ainda mais na excelência.

7 Goiânia, janeiro de 2012 Folha PUC Goiânia, janeiro de 2012 Folha PUC A PUC é referência em pós-graduação Novos mestres No âmbito da pós- -graduação stricto sensu e lato sensu, muitos também foram os concluintes no segundo semestre, a partir da oferta de três doutorados, 12 mestrados e 113 especializações. Em solenidade específica, os 21 novos mestres e três doutores receberam seus títulos pela PUC Goiás. Um mundo de possibilidades no intercâmbio O processo de internacionalização da PUC Goiás, uma das prioridades da sua atual gestão, se intensificou ainda mais em Tanto, que a universidade foi tema de matéria do jornal norte-americano USA Today, no dia 14 de dezembro de 2011, com reportagem que abordou as iniciativas da universidade na área de internacionalização, assim como seu pioneirismo no Brasil, como uma das maiores instituições de ensino superior. Teses e dissertações Teses e dissertações de concluintes de mestrados e doutorados foram apresentadas na II Mostra de Produção Científica da Pós-Graduação Stricto Sensu. Elas podem ser consultadas no Sistema de Bibliotecas da PUC. De 1999 a 2011 foram apresentadas 285 dissertações de mestrado, com o ingresso de 274 alunos nos cursos. No caso dos doutorados, três teses foram defendidas e ingressaram 51 alunos, de 2007 ao primeiro semestre de Relações Internacionais A PUC Goiás mantém uma Assessoria de Relações Internacionais, para orientar sua comunidade quanto às oportunidades de intercâmbio acadêmico, científico e tecnológico, como o atual Ciência sem Fronteiras, da Capes. Cursos de especialização Professores e alunos dos cursos de Arquitetura, Enfermagem e Medicina da PUC visitaram o Chile, a Argentina e os Estados Unidos para estudos. Já os 200 trabalhos resultantes dos cursos de especialização oferecidos em 2011 foram apresentados na 6ª Mostra de Produção Científica da Pós-Graduação Lato Sensu, com a presença também de estudantes de outros estados. Todas as áreas do conhecimento têm algum curso oferecido pela PUC Goiás, que já atua na pós-graduação em 12 estados do país, além de Goiás. Novos estados serão atendidos neste ano, a partir de convênios para oferta de novos cursos de especialização, como os de Ortodontia e Implantologia. Convênios para intercâmbio No último período letivo, a universidade completou 33 convênios com instituições estrangeiras, das quais recebeu estudantes e professores visitantes e enviou 16 alunos para intercâmbio. Neste semestre, 22 alunos da PUC Goiás realizarão estudos em diferentes países. A docente Helena Beatriz de Moura Belle tomou posse no dia 16 de setembro como titular da Coordenação de Pós-Graduação Lato Sensu da PUC Goiás. A cerimônia foi realizada na Sociedade Goiana de Cultura. De 2002 até 2011 houve um aumento de 413% em número de cursos de especialização ministrados pela PUC Goiás e em conjunto com 29 instituições parceiras. A previsão para 2012 é de que 135 cursos tenham início, entre novas propostas e reedições.

8 Goiânia, janeiro de 2012 Folha PUC Goiânia, janeiro de 2012 Folha PUC Programa Fórmula Santander entrega bolsas a selecionados As culturas dos jovens nas universidades católicas A Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC Goiás) vai integrar, a convite da Federação Internacional das Universidades Católicas (Fiuc), a pesquisa internacional intitulada As culturas dos jovens nas universidades católicas: desafios para as práticas pedagógicas, que será desenvolvida em 44 países com questionários traduzidos em 17 idiomas. Cursos de extensão No mesmo prédio em que está a PUC Idiomas, no Setor Marista, encontra-se agora instalado o Programa de Cursos de Extensão, que ofereceu 29 cursos no último período letivo. Os cursos de extensão têm curta duração, como 40 horas. Abertos aos estudantes da PUC e à comunidade externa em geral, são também chamados cursos livres. Alunos visitantes da Feira Empreender Talentos Três estudantes foram contemplados com bolsas do programa Fórmula Santander. Além desse, a PUC tem parceria com o programa Bolsas Ibero-Americanas, do Santander Universidades. Na foto, a vice-reitora Olga Ronchi com os acadêmicos, na solenidade de entrega do benefício. Bolsistas do Santander Universidades PUC Idiomas A escola PUC Idiomas também incentiva o intercâmbio internacional, a partir da oferta de cursos em cinco línguas. Adota metodologia dinâmica, que inclui pesquisa e atividades interativas, como o Open Day e mostras culturais. Desde o início do semestre passado, a PUC Idiomas inaugurou suas novas instalações, que foram ampliadas e adequadas às atividades que desenvolve. Desenvolvimento, gestão e tecnologia Os números do Ensino, da Pesquisa, da Extensão e da Administração da PUC Goiás, no segundo semestre de 2011, estão registrados no documento PUC em Dados, utilizado para avaliar a instituição frente ao seu Plano de Desenvolvimento Institucional. O Centro de Processamento de Dados (CPD) da PUC Goiás trabalhou com ênfase na consolidação de sistemas, que visam dar maior agilidade e segurança às informações da universidade, bem como garantir integração entre os diferentes setores da instituição. Destaca-se, neste período, a consolidação da rede e interligação à Rede Nacional de Pesquisa; o avanço na integração do Departamento de Recursos Humanos com sistemas financeiro e acadêmico; além da melhoria na rede sem fio e instalação de vários equipamentos, incluindo 350 novos computadores. O CPD também ganhou sete novos funcionários. Posse a dezenas de funcionários A PUC deu posse a dezenas de funcionários como gestores, ao longo do segundo semestre de Os mestrados nas áreas de Psicologia, Genética, Serviço Social e Ecologia e Produção Sustentável passaram a ter novos coordenadores e vice-coordenadores, bem como a Pós-Graduação Lato Sensu. Os departamentos de Enfermagem, de Ciências Econômicas, e o de História, Geografia, Ciências Sociais e Relações Internacionais empossaram diretores. Na Coordenação de Filantropia, houve recondução da chefia. O Setor de Obras e Manutenção da Divisão de Serviços Gerais ganhou nova supervisora, e o Departamento de Recursos Humanos, nova coordenadora. Recursos Humanos Um dos principais projetos desenvolvidos pelo Departamento de Recursos Humanos da PUC Goiás, o CulturaRH, contou com recorde de público em sua oitava edição, realizada em setembro de Foram funcionários participantes da programação. Ao longo do segundo semestre, o DRH realizou cursos de Vice-reitora Olga Ronchi e pró-reitor Daniel Barbosa na posse da nova supervisora de obras da DSG, Priscila Fernandes capacitação para 45 pessoas e promoveu sessões do Alonga- RH, que contaram, em média, com participantes. Foram realizados processos seletivos para contratação de 39 funcionários administrativos e 14 docentes. A PUC chegou ao final de 2011 com docentes e funcionários administrativos em seu quadro de pessoal. Reitor Wolmir e pró-reitora Helenisa Gomes com a nova coordenadora do DRH, Rosa Campos

9 Goiânia, janeiro de 2012 Folha PUC Goiânia, janeiro de 2012 Folha PUC Infraestrutura e equipamentos são investimentos constantes Excelência. Um dos principais compromissos da universidade está presente em cada sala, laboratório e canteiro de obras da PUC Goiás. Não é à toa que a infraestrutura tem recebido uma das melhores notas nas avaliações feitas pelo MEC. No segundo semestre de 2011, mais melhorias foram entregues à comunidade universitária, como as novas instalações da Coordenação de Filantropia (que agora está no subsolo da Área 2), as reformas do Centro Comunitário de Meninos e Meninas e do Centro Aldeia Juvenil; a ampla reforma e adequação da escola PUC Idiomas, que divide a sede com o Programa de Cursos de Extensão, e reforma na Área 5. Reformas gerais Novo espaço Ainda no primeiro semestre de 2012, a PUC Goiás implantará o Programa de Orientação ao Aluno (Proa), que objetiva oferecer aos acadêmicos acompanhamento e auxílio para superação de dificuldades de aprendizagem e aprofundamento de conhecimentos. A primeira unidade do Proa, com 167 m 2 e capacidade para 76 alunos, está sendo construída no Bloco D, da Área 2, na Praça Universitária. As obras tiveram início em dezembro de Neste mesmo período também começaram as reformas do prédio da Reitoria, na Área 4, e de novos laboratórios para o curso de Ciências Aeronáuticas, que vão abrigar cinco novos simuladores de voo, de aeronaves de grande porte e última geração. Outra iniciativa importante realizada foi a instalação de sistemas de segurança eletrônica em três áreas da universidade. Dezenas de outras obras de manutenção, reforma e adequação foram concluídas no semestre passado. Comunicação social cresce a cada dia Comunicação Social Na área de Comunicação Social da PUC Goiás, diversas iniciativas foram mantidas ou estabelecidas com o objetivo de ampliar o diálogo da universidade com a sociedade, no segundo semestre de Entre elas, foram publicadas 184 colunas PUC Goiás com Você, no jornal O Popular; circularam edições quinzenais do jornal Folha PUC (agora com novo projeto editorial gráfico) e foi atualizado diariamente o jornal eletrônico PUC Notícias. Divulgações Para divulgar seus cursos, eventos, e projetos de interesse comunitário, a PUC Goiás realizou diversas campanhas publicitárias no semestre passado, utilizando diversificados meios de comunicação. Outra ação inovadora foi a formulação de sites específicos, para a campanha de divulgação do Enade junto aos acadêmicos e para os vestibulandos, incluindo um Manual do Candidato. Desenvolvidos pelo CPD, com a parceria da Divisão de Comunicação. Em agosto, a UCG TV comemorou aniversário de 4 anos, quando foi anunciada a mudança de denominação da emissora, para PUC TV Goiás, com apresentação da nova marca, que aguarda autorização ministerial para ser utilizada. A solenidade, transmitida ao vivo pela emissora, foi marcada pela assinatura do contrato de afiliação com a Rede Aparecida de Comunicação e apresentação do novo portal de notícias da PUC TV Goiás. Ao final, foi lançado o livro PUC TV Goiás: Do Sonho ao Encanto, de autoria do professor Daniel Rodrigues Barbosa, pró-reitor de Administração da PUC Goiás e primeiro diretor da UCG TV. Redes sociais Nas redes sociais, a universidade continua divulgando seus cursos, eventos e conquistando cada vez mais seguidores e amigos: só no Facebook, um milhão de visualizações, e no twitter, o número de seguidores subiu para 3 mil. Com foco na comunicação interna e no público que transita no entorno dos câmpus da PUC, foi realizado mapeamento que catalogou 364 pontos para identificação visual. PUC na mídia Fruto da credibilidade institucional e do trabalho de envio de boletim diário com as notícias da PUC à imprensa, foram publicadas 219 referências positivas da PUC Goiás em notas, matérias, reportagens, artigos e editoriais de jornais impressos e sites. Concederam entrevistas, indicados aos veículos pela Divisão de Comunicação Social da PUC, 54 professores e gestores.

10 Goiânia, janeiro de 2012 Folha PUC Goiânia, janeiro de 2012 Folha PUC Reconhecimento ao projeto e compromisso O reconhecimento da PUC Goiás como instituição de excelência e compromisso social foi uma constante ao longo do segundo semestre de Entre gestores, docentes, funcionários e ex-alunos da universidade, 58 profissionais arrebataram prêmios e homenagens. Leia, abaixo, sobre alguns desses destaques e acesse o jornal eletrônico PUC Notícias (www.pucgoias.edu.br), onde todos estão registrados. Mais Admirados da Educação em Goiás, na categoria Faculdade e Pós-Graduação, foi outro prêmio recebido pela PUC Goiás, concedido pela Contato Comunicação. A vice-reitora Olga Ronchi e a pró-reitora Sandra de Faria representaram a PUC na solenidade premiação. A PUC Goiás conquistou o Certificado Memória do Mundo, da Unesco, pelo acervo audiovisual Jesco Puttkamer. O reitor Wolmir Amado recebeu o prêmio em solenidade no Rio de Janeiro. Comemorações e homenagens internas O ano de 2011 foi de muitas comemorações na PUC Goiás. A Pontifícia Universidade Católica de Goiás completou 52 anos em outubro de A data foi comemorada na Paróquia Universitária São João Evangelista, onde foi celebrada uma missa em Ação de Graças. Antes da celebração foram homenageados 18 professores e 18 funcionários administrativos, com 35 anos de efetivo exercício funcional na instituição. O prof. Wolmir Amado, reitor da PUC Goiás, foi homenageado pela Câmara de Vereadores de Goiânia, na solenidade comemorativa pelo Dia dos Professores. Enquanto reitor da PUC, o professor Wolmir também mereceu homenagem da Câmara na sessão solene pelo Dia do Fonoaudiólogo, quando docentes do curso de Fonoaudiologia da instituição foram homenageados. Outros professores foram homenageados pela Câmara Municipal de Goiânia, com a Medalha do Mérito Sulivan Silvestre. Receberam a Medalha Pedro Ludovico Teixeira, concedida pela Assembleia Legislativa de Goiás, os professores Sueli Amado, Wilson Ferreira e Roberto Rodrigues, pela contribuição à Educação em Goiás; Danilo Suassuna, por sua atuação no Projeto Plantar; e os pró-reitores Sérgio Antônio Machado (Saúde) e Helenisa Maria Gomes de Oliveira Neto (Desenvolvimento Institucional), pelo trabalho prestado em defesa da vida. Elder Rocha Lima torna-se Doutor Honoris Causa da PUC Goiás Entre as homenagens feitas pela PUC Goiás, merece destaque a concessão do título de Doutor Honoris Causa ao professor Elder Rocha Lima. Arquiteto, desenhista, aquarelista, crítico de arte, artista gráfico e professor, ele foi um dos criadores do curso de Arquitetura da UCG, no período de 1960/7, juntamente com o frei Confaloni, diretor da Escola de Belas Artes da então Universidade Católica de Goiás. Prêmios para estudantes Professores e alunos receberam outros prêmios pela qualidade de trabalhos acadêmicos e de estágio: Desafio Sebrae, Prêmio IEL de Estágio, Prêmio GP de Comunicação e 9º Prêmio Colemar Natal e Silva. Durante o Intermídias, o Congresso e Feira Internacional de Comunicação, Informação e Marketing do Centro-Oeste, realizado na UFG, foram premiados os cursos de graduação e pós-graduação oferecidos na área de Publicidade e Propaganda. O prof. Antônio Porto Bandeira e a professora Patrícia Quitero receberam os prêmios pela PUC Goiás. Estudantes dos cursos de Comunicação Social tiveram a qualidade de seus trabalhos reconhecidos, com o Prêmio Galo de Propaganda (foto) e o Prêmio PUC de Jornalismo.

11 Goiânia, janeiro de 2012 Folha PUC Goiânia, janeiro de 2012 Folha PUC Desenvolvendo potenciais e construindo cidadania Os programas permanentes de Extensão visam o desenvolvimento social das comunidades onde atuam, promovendo atividades para todas as idades. Foram atendidas mais de 31 mil pessoas no semestre passado, somando os atendimentos realizados nos diversos programas, como o Instituto Dom Fernando. As interferências incluem a participação no processo de discussão das políticas públicas para crianças, adolescentes, juventude e família. O Centro de Educação Comunitária de Meninos e Meninas (Cecom) teve sua sede toda reformada e adequada aos projetos de educação formal e não formal, desenvolvidos em parceria com os governos federal, estadual e municipal. Desenvolvimento artístico e cultural Colaborar para o desenvolvimento artístico e cultural de sua comunidade e região é o objetivo do trabalho realizado pela PUC Goiás, por meio da formação e vivência oferecidas em oficinas gratuitas e espetáculos. Os grupos de criação e produção em teatro, dança e canto coral montam espetáculos e conquistam cada vez mais públicos e premiações. Foi o caso do grupo Arte e Fatos, no semestre passado, que conquistou novos prêmios em dois festivais nacionais, para os espetáculos Ser Tão Grande e Balada de um Palhaço, atores, cenário e iluminação e para o diretor Danilo Alencar. São ministradas também oficinas de cultura visual, sobre cinema, pintura, fotografia e arte. Nas apresentações de julho a dezembro, um público de quase 70 mil pessoas se emocionou ou deu boas gargalhadas nas apresentações de grupos da PUC Goiás. Estabelecendo a interface da PUC Goiás com a definição e a defesa das políticas públicas em Goiás e no Brasil, a universidade tem 31 membros de seus quadros integrando diversos conselhos de direitos municipais, estaduais e nacionais. CONSELHOS REPRESENTANTES UNIDADE ACADÊMICA Conselho Nacional de Recursos Hídricos Profº Antônio Pasqualetto ENG/PROGRAD Conselho Estadual de Recursos Hídricos Profº Antônio Pasqualetto ENG/PROGRAD Conselho Estadual de Saúde Profª Maria Salete Silva ENF/PROGRAD Conselho Municipal de Saúde Profª Kênia Cristina Lopes ENF/PROGRAD Conselho Municipal de Política Urbana Profª Elaine Neves da Silva ARQ/PROGRAD Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente Profº Edson Lucas Viana CECOM/PROEX Conselho Municipal de Turismo Profª Luçany Silva Bueno ADM/PROGRAD Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente Profª Norma Aparecida Cardoso IDF/PROEX Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente Profª Zélia Maria Borges IDF/PROEX Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente Psicóloga Maria Luiza Moura IDF/PROEX Conselho Estadual de Cultura Profª Custódia Annunziata Oliveira CAC/PROEX Conselho Estadual do Idoso Profª Eline Maranhão de Sá UNATI/ETG/PROEX Conselho Municipal do Idoso Profª Marli Bueno de Castro UNATI/ETG/PROEX Conselho Municipal de Turismo Profª Luçany Silva Bueno ADM/PROGRAD Conselho Municipal de Entorpecentes Profª Vera Lúcia Morselli PNV/ETG/PROEX Conselho Estadual de Direitos Humanos Profº José Eduardo Barbieri JUR/PROGRAD Conselho Estadual da Mulher Profª Aldevina Maria Santos PIMEP/ETG/PROEX Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial Profº Uene José Gomes FIT/HGS/PROGRAD Conselho Estadual Provita Profº Valdivino Gonçalves AJUR Conselho Municipal da Bacia do Meia Ponte Profº Carlos Vaz de Campos OPUA/ETG/PROEX Conselho Municipal da Bacia do João Leite Profº Everaldo Pastore OPUA/ETG/PROEX Conselho Municipal de Habitação Profº Everaldo Pastore OPUA/ETG/PROEX Conselho Estadual das Cidades Profº Everaldo Pastore OPUA/ETG/PROEX Conselho Estadual de Assistência Social Profª Maria José Viana SER/PROGRAD Conselho Municipal de Assistência Social Profª Marly Machado Bento SER/PROGRAD Conselho Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação de Goiânia Profº Wolmir Therezio Amado e profª Sandra de Faria GABINETE REITORIA/PROPE Conselho Municipal do Meio Ambiente Profº Harley Anderson de Souza ITS/PROPE Conselho Estadual do Meio Ambiente Profº Ruy Chaves Bozza Júnior ITS/PROPE Conselho Estadual para Assuntos Indígenas Profª Marlene Castro Moura IGPA/PROPE Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional Profª Nástia Rosa Almeida Coelho MAF/PROGRAD Conselho Estadual de Segurança Pública Profª Cláudia Helena Gomes PROGRAD Atendimento gratuito para a comunidade Atendimento gratuito para a comunidade, na área de saúde, é oferecido no hospital de ensino Santa Casa de Misericórdia de Goiânia e nas quatro clínicas escola que propiciam campo de estágio para os cursos de Enfermagem, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Medicina, Nutrição, Psicologia e também Serviço Social. No último semestre, somente as clínicas atenderam pacientes. Já a Santa Casa atendeu 90% dos pacientes pelo SUS e recebeu cerca de acadêmicos da PUC Goiás, para estágio. O Laboratório da Área de Saúde da PUC, também campo de estágio, atendeu pacientes, sendo a maioria pelo SUS. O Núcleo de Prática Jurídica foi campo para mais de 4 mil estagiários no primeiro semestre de 2011, atendendo a usuários gratuitamente.

12 Goiânia, janeiro de 2012 Folha PUC Goiânia, janeiro de 2012 Folha PUC Arquidiocese, SGC e universidade João Paulo II ganha memorial na PUC No mês do aniversário da PUC Goiás, em outubro, Goiânia recebeu um presente especial. Foi inaugurado, no Câmpus II da universidade, o Memorial João Paulo II, agora guardião do altar onde o papa celebrou missa, em sua visita à capital, em A estrutura, originalmente edificada no estacionamento do Estádio Serra Dourada, foi restaurada e cedida pelo governo de Goiás à Arquidiocese de Goiânia, e permanecerá aos cuidados da PUC, ao lado do Memorial do Cerrado. Centenas de fieis seguiram em carreata, acompanhando a estátua do papa, que foi esculpida na Itália para compor o Memorial. Célia Valadão e Carlos Vitorino animaram a celebração, realizada no local, presidida pelo arcebispo de Goiânia, dom Washington Cruz. PUC participa de Congresso Mundial das Católicas......e Jornada Mundial da Juventude O Congresso Mundial de Universidades Católicas e Jornada Mundial da Juventude, ambas realizadas na Espanha, contaram com as presenças do arcebispo de Goiânia, dom Washington Cruz, do reitor da PUC Goiás, Wolmir Amado, além de funcionários da universidade, da UCG TV, e de representantes da Paróquia Universitária São João Evangelista. Thiago Fernandes representou a Arquidiocese de Goiânia na delegação oficial da CNBB Jovens que representaram a Arquidiocese de Goiânia na Jornada Mundial da Juventude Livro sobre o papa Um livro sobre o Papa foi também lançado na ocasião, cuja pesquisa documental foi realizada por Antônio César Caldas Pinheiro e equipe do Instituto de Pesquisa e Estudos Históricos do Brasil Central (IPEHBC) da PUC Goiás. Peregrinação Fundação Aroeira empossa conselhos e diretoria O Conselho de Curadores da Fundação Aroeira, entidade instituída pela Sociedade Goiana de Cultura (SGC), se reuniu, na manhã do último dia 7 de dezembro, na sala de reuniões da Fundação, para indicação, eleição e posse dos membros do Conselho de Curadores e da Diretoria Executiva e recondução dos membros do Conselho Fiscal da Fundação Aroeira, entre outros assuntos. Por unanimidade, dom Washington Cruz (presidente), dom Waldemar Passini Dalbello, (vice-presidente), Wolmir Therezio Amado, Helenisa Maria Gomes de Oliveira Neto, Roberto Malheiros e Sônia Margarida Gomes Sousa (conselheiros) foram reconduzidos às funções já ocupadas. Na mesma reunião foi aprovada a indicação do professor Pedro Daniel Bittar para compor o quadro de conselheiros. A inauguração do Memorial João Paulo II foi prestigiada por diversas personalidades dos meios político, educacional e religioso, como o governador Marconi Perillo e a primeira-dama Valéria Perillo. Em peregrinação organizada com o apoio da PUC Goiás e da Arquidiocese de Brasília, a imagem do papa João Paulo II percorreu 80 paróquias em todo o Estado, no Papamóvel, antes de ser colocada no Memorial do papa beatificado. Pedro Bittar: novo conselheiro Dom Waldemar também foi reconduzido ao cargo de diretor presidente da Diretoria Executiva da Fundação Aroeira e o professor Leonardo Guerra de Rezende Guedes (centro) indicado, eleito e empossado diretor Administrativo e Financeiro da Fundação. Também foi votada, e aprovada por unanimidade, a recondução dos membros do Conselho Fiscal da entidade.

13 Goiânia, janeiro de 2012 Folha PUC Uma cidade universitária...em movimento Dezenas de eventos de âmbito local e internacional movimentaram os acadêmicos, docentes e funcionários na verdadeira cidade universitária que é a PUC Goiás, que reúne cerca de 30 mil pessoas em suas atividades de Ensino, Pesquisa, Extensão e Ação Comunitária. Entre os eventos de alcance internacional, a instituição sediou o TED X PUC Goiás, em que o reitor Wolmir Amado foi um dos palestrantes, assim como o prof. Altair Sales Barbosa (ITS). Eles foram assistidos em tempo real pela internet. Semana do Folclore recebeu 18 mil estudantes Durante 11ª Semana do Folclore, em agosto, foi inaugurada a revitalização do Memorial do Cerrado. Cerca de 18 mil estudantes participaram da programação, que ofereceu oficinas, feira de artesanato, lançamento de livros, apresentações culturais e muito mais.

PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019

PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019 PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019 Candidato Gilmar Ribeiro de Mello SLOGAN: AÇÃO COLETIVA Página 1 INTRODUÇÃO Considerando as discussões realizadas com a comunidade interna

Leia mais

CRONOGRAMA DE IMPLEMENTAÇÃO DO PDI

CRONOGRAMA DE IMPLEMENTAÇÃO DO PDI CRONOGRAMA DE IMPLEMENTAÇÃO DO PDI A implementação do Plano de Desenvolvimento Institucional, envolve além dos objetivos e metas já descritos, o estabelecimento de indicadores, como forma de se fazer o

Leia mais

DIMENSÃO 1 A MISSÃO E O PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL

DIMENSÃO 1 A MISSÃO E O PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL Faculdade Educacional da Lapa 1 FAEL RESULTADOS - AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2012 O referido informativo apresenta uma súmula dos resultados da autoavaliação institucional, realizada no ano de 2012, seguindo

Leia mais

REFERENCIAIS ESTRATÉGICOS. PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO 2011-2020: metas que envolvem a Educação Profissional

REFERENCIAIS ESTRATÉGICOS. PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO 2011-2020: metas que envolvem a Educação Profissional REFERENCIAIS ESTRATÉGICOS Projeto de Lei nº 8.035, de 2010 PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO 2011-2020: metas que envolvem a Educação Profissional O PNE é formado por: 10 diretrizes; 20 metas com estratégias

Leia mais

PLANO DE GESTÃO 2015-2017

PLANO DE GESTÃO 2015-2017 UNIFAL-MG FACULDADE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS PLANO DE GESTÃO 2015-2017 Profa. Fernanda Borges de Araújo Paula Candidata a Diretora Profa. Cássia Carneiro Avelino Candidata a Vice Diretora Índice Apresentação...

Leia mais

Plano de Ação do Centro de Educação e Letras 2012-2015

Plano de Ação do Centro de Educação e Letras 2012-2015 Plano de Ação do Centro de Educação e Letras 2012-2015 Apresentação: O presente plano de trabalho incorpora, na totalidade, o debate e indicativo do coletivo docente e discente do Centro de Educação e

Leia mais

EIXO III CRONOGRAMA DE IMPLANTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DA INSTITUIÇÃO E DE CADA UM DE SEUS CURSOS

EIXO III CRONOGRAMA DE IMPLANTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DA INSTITUIÇÃO E DE CADA UM DE SEUS CURSOS UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA EIXO III CRONOGRAMA DE IMPLANTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DA INSTITUIÇÃO E DE CADA UM DE SEUS CURSOS EIXO III - CRONOGRAMA DE IMPLANTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DA INSTITUIÇÃO

Leia mais

PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL UNIVERSIDADES ESTADUAIS PARANAENSES

PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL UNIVERSIDADES ESTADUAIS PARANAENSES PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL UNIVERSIDADES ESTADUAIS PARANAENSES - 2012 a 2021 Instituição: ENSINO DE GRADUAÇÃO Programas/Projetos/Ações Ano Natureza Valores Fonte de Recursos Beneficiado Manutenção

Leia mais

SALA TEMÁTICA: EDUCAÇÃO SUPERIOR

SALA TEMÁTICA: EDUCAÇÃO SUPERIOR SALA TEMÁTICA: EDUCAÇÃO SUPERIOR Metas PNE - Meta 12 Elevar a taxa bruta de matrícula na Educação Superior para 50% (cinquenta por cento) e a taxa líquida para 33% (trinta e três por cento) da população

Leia mais

Universidade Estatual do Sudoeste da Bahia UESB. Pró-Reitoria de Graduação

Universidade Estatual do Sudoeste da Bahia UESB. Pró-Reitoria de Graduação Universidade Estatual do Sudoeste da Bahia UESB Pró-Reitoria de Graduação ESTRUTURA PROGRAD A Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD) é um órgão assessor da Reitoria responsável pelo Ensino de Graduação. Atualmente

Leia mais

DIMENSÃO 2: - Política para o ensino, pesquisa, pós-graduação e extensão - Respectivas normas de operacionalização

DIMENSÃO 2: - Política para o ensino, pesquisa, pós-graduação e extensão - Respectivas normas de operacionalização DIMENSÃO 2: - Política para o ensino, pesquisa, pós-graduação e extensão - Respectivas normas de operacionalização 2.1 - GRADUAÇÃO 2.1.1. Descrição do Ensino de Graduação na UESC Cursos: 26 cursos regulares

Leia mais

8. Excelência no Ensino Superior

8. Excelência no Ensino Superior 8. Excelência no Ensino Superior PROGRAMA: 08 Órgão Responsável: Contextualização: Excelência no Ensino Superior Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior - SETI O Programa busca,

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES: REGULAMENTO CONCLUINTES EM 2015/1

ATIVIDADES COMPLEMENTARES: REGULAMENTO CONCLUINTES EM 2015/1 CENTRO UNIVERSITÁRIO BELAS ARTES DE SÃO PAULO CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL Publicidade e Propaganda Rádio e Televisão Relações Públicas ATIVIDADES COMPLEMENTARES: REGULAMENTO CONCLUINTES EM 2015/1 DEFINIÇÃO

Leia mais

Documento Base do Plano Estadual de Educação do Ceará. Eixo Temático Educação Superior

Documento Base do Plano Estadual de Educação do Ceará. Eixo Temático Educação Superior Documento Base do Plano Estadual de Educação do Ceará Eixo Temático Educação Superior Ceará, 2015 1 Socioeconômico Diagnóstico Para compreender a situação da educação no estado do Ceará é necessário também

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES: REGULAMENTO CONCLUÍNTES EM 2014/1

ATIVIDADES COMPLEMENTARES: REGULAMENTO CONCLUÍNTES EM 2014/1 CENTRO UNIVERSITÁRIO BELAS ARTES DE SÃO PAULO CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL Publicidade e Propaganda Rádio e Televisão Relações Públicas ATIVIDADES COMPLEMENTARES: REGULAMENTO CONCLUÍNTES EM 2014/1 DEFINIÇÃO

Leia mais

PLANO SETORIAL DE DANÇA. DOCUMENTO BASE: Secretaria de Políticas Culturais - SPC Fundação Nacional de Artes FUNARTE Câmaras Setoriais de Dança

PLANO SETORIAL DE DANÇA. DOCUMENTO BASE: Secretaria de Políticas Culturais - SPC Fundação Nacional de Artes FUNARTE Câmaras Setoriais de Dança PLANO SETORIAL DE DANÇA DOCUMENTO BASE: Secretaria de Políticas Culturais - SPC Fundação Nacional de Artes FUNARTE Câmaras Setoriais de Dança MARÇO DE 2009 CAPÍTULO I DO ESTADO FORTALECER A FUNÇÃO DO ESTADO

Leia mais

Universidade Federal de Uberlândia Diretoria de Comunicação Social (Dirco) Políticas Públicas de Comunicação

Universidade Federal de Uberlândia Diretoria de Comunicação Social (Dirco) Políticas Públicas de Comunicação Universidade Federal de Uberlândia Diretoria de Comunicação Social Políticas Públicas de Comunicação...a presença ativa duma universidade, revigorada ao contato de seu núcleo mais vivo e ciosa do seu espaço

Leia mais

PROPOSTA DE ESTRUTURAÇÃO

PROPOSTA DE ESTRUTURAÇÃO U N I R I O UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO REITORA MALVINA TUTTMAN PROPOSTA DE ESTRUTURAÇÃO COORDENAÇÃO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL (COMSO) Fernanda Soares Coordenadora Gabriel Melo Assistente

Leia mais

ANEXO III. Cronograma detalhado do PROAVI

ANEXO III. Cronograma detalhado do PROAVI ANEXO III Cronograma detalhado do PROAVI 65 PROGRAMA DE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA PUC-CAMPINAS CRONOGRAMA COMPLEMENTAR DETALHANDO AS ATIVIDADES E AS AÇÕES DE DIVULGAÇÃO COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO

Leia mais

Cursos de Administração: qualidade necessária. XIV Fórum Internacional de Administração

Cursos de Administração: qualidade necessária. XIV Fórum Internacional de Administração Cursos de Administração: qualidade necessária XIV Fórum Internacional de Administração Rio de Janeiro, 18 de maio de 2015 ENSINAR, APRENDER, AVALIAR... TRAJETÓRIA DA AVALIAÇÃO EDUCAÇÃO SUPERIOR CAPES avaliação

Leia mais

Especialização em Gestão Estratégica de Projetos Sociais

Especialização em Gestão Estratégica de Projetos Sociais Especialização em Gestão Estratégica de Apresentação CAMPUS COMÉRCIO Inscrições Abertas Turma 02 --> Início Confirmado: 07/06/2013 últimas vagas até o dia: 05/07/2013 O curso de Especialização em Gestão

Leia mais

Sistema de Educación Superior en Brasil: Panorama, perspectivas y desafíos.

Sistema de Educación Superior en Brasil: Panorama, perspectivas y desafíos. Sistema de Educación Superior en Brasil: Panorama, perspectivas y desafíos. CLAUDIA MAFFINI GRIBOSKI Directora de Evaluación del INEP Instituto Nacional de Estudos e Pesquizas Educacionais Ainísio Teixeria

Leia mais

2 Oferta de cursos técnicos e superiores por eixo tecnológico, por Campus. Taxa de ingresso nos cursos técnicos na forma de oferta, por Campus

2 Oferta de cursos técnicos e superiores por eixo tecnológico, por Campus. Taxa de ingresso nos cursos técnicos na forma de oferta, por Campus PERSPECTIVA OBJETIVO INDICADOR META RESULTADOS INSTITUCIONAIS 1 Nº de cursos técnicos e superiores, articulados com os arranjos produtivos locais por Campus; 2 Oferta de cursos técnicos e superiores por

Leia mais

Carta Documento: pela construção e implementação de uma Política de Educação do Campo na UNEB

Carta Documento: pela construção e implementação de uma Política de Educação do Campo na UNEB Salvador, 21 de setembro de 2015 Carta Documento: pela construção e implementação de uma Política de Educação do Campo na UNEB Nos dias 19, 20 e 21 de agosto de 2015 realizou-se no Hotel Vila Velha, em

Leia mais

NORMAS PARA PROGRAMAS DE CONCESSÃO DE BOLSAS DE FORMAÇÃO, DE PESQUISA E TECNOLÓGICA - FAPEG-I

NORMAS PARA PROGRAMAS DE CONCESSÃO DE BOLSAS DE FORMAÇÃO, DE PESQUISA E TECNOLÓGICA - FAPEG-I RESOLUÇÃO N. 001/2007 ANEXO NORMAS PARA PROGRAMAS DE CONCESSÃO DE BOLSAS DE FORMAÇÃO, DE PESQUISA E TECNOLÓGICA - FAPEG-I 1. Conceituação As normas relativas à concessão de Bolsas de Formação, de Pesquisa

Leia mais

A Construção de Categorias e Indicadores para Avaliação Institucional de Cursos, Projetos e Atividades de Extensão Universitária

A Construção de Categorias e Indicadores para Avaliação Institucional de Cursos, Projetos e Atividades de Extensão Universitária Anais do 2º Congresso Brasileiro de Extensão Universitária Belo Horizonte 12 a 15 de setembro de 2004 A Construção de Categorias e Indicadores para Avaliação Institucional de Cursos, Projetos e Atividades

Leia mais

Facebook/Cearpa Sorriso

Facebook/Cearpa Sorriso Facebook/Cearpa Sorriso Facebook/Weider Santana @joelmaqueirozz Facebook/Cila Vilela Facebook/Gorette Rocha @inpev ENGAJAMENTO 29 ENGAJAMENTO G4-26 e DMA @eliandersonzte O inpev articula os elos da cadeia

Leia mais

RESOLUÇÃO N.º 36, DE 04 DE ABRIL DE 2005. Dispõe sobre alterações à Resolução CONSEPE n. 57, de 14 de maio de 2001. R E S O L V E: I DA CONCEITUAÇÃO

RESOLUÇÃO N.º 36, DE 04 DE ABRIL DE 2005. Dispõe sobre alterações à Resolução CONSEPE n. 57, de 14 de maio de 2001. R E S O L V E: I DA CONCEITUAÇÃO RESOLUÇÃO N.º 36, DE 04 DE ABRIL DE 2005. Dispõe sobre alterações à Resolução CONSEPE n. 57, de 14 de maio de 2001. O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO, no

Leia mais

Planejamento Estratégico. Departamento de Antropologia / Programa de Pós-Graduação em Antropologia - UFPR

Planejamento Estratégico. Departamento de Antropologia / Programa de Pós-Graduação em Antropologia - UFPR Planejamento Estratégico Departamento de Antropologia / Programa de Pós-Graduação em Antropologia - UFPR Visão Oferecer ensino de excelência em nível de Graduação e Pós-Graduação; consolidar-se como pólo

Leia mais

A Escola. Com uma média de 1.800 alunos por mês, a ENAP oferece cursos presenciais e a distância

A Escola. Com uma média de 1.800 alunos por mês, a ENAP oferece cursos presenciais e a distância A Escola A ENAP pode contribuir bastante para enfrentar a agenda de desafios brasileiros, em que se destacam a questão da inclusão e a da consolidação da democracia. Profissionalizando servidores públicos

Leia mais

N de cursos ofertados; % de vagas ocupadas/ formas de ingresso.

N de cursos ofertados; % de vagas ocupadas/ formas de ingresso. Anexo II Dimensões Elementos Indicadores quantitativos Indicadores qualitativos % de cursos com projeto pedagógico/ adequados ao Projeto Condições de implementação dos Projetos Projeto Pedagógico dos Institucional

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO COLEGIADO: CES. IGC Faixa Contínuo 2007 3 256 2008 3 252 2009 3 200

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO COLEGIADO: CES. IGC Faixa Contínuo 2007 3 256 2008 3 252 2009 3 200 PARECER HOMOLOGADO Despacho do Ministro, publicado no D.O.U. de 11/5/2011, Seção 1, Pág. 20. Portaria n 529, publicada no D.O.U. de 11/5/2012, Seção 1, Pág. 19. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Educação a Distância SEED Departamento de Regulação e Supervisão da Educação a Distância Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Inep

Leia mais

PROJETOS ÁREA COMUNICAÇÃO

PROJETOS ÁREA COMUNICAÇÃO Comunicação Christina Ferraz Musse estratégica Comunicação Social para grupos de economia popular solidária de Juiz de Fora e região (Núcleo de Comunicação Social da INTECOOP/ UFJF) Website da Liga Acadêmica

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO PARECER HOMOLOGADO Despacho do Ministro, publicado no D.O.U. de 18/9/2009, Seção 1, Pág. 47. Portaria n 890, publicada no D.O.U. de 18/9/2009, Seção 1, Pág. 47. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL

Leia mais

Síntese do plano de atuação da CPA- ciclo avaliativo 2008/2010

Síntese do plano de atuação da CPA- ciclo avaliativo 2008/2010 Síntese do plano de atuação da CPA- ciclo avaliativo 2008/2010 O trabalho da CPA/PUCSP de avaliação institucional está regulamentado pela Lei federal nº 10.861/04 (que institui o SINAES), artigo 11 e pelo

Leia mais

PROGRAMA MUNICIPAL DE VOLUNTARIADO INTERNACIONAL

PROGRAMA MUNICIPAL DE VOLUNTARIADO INTERNACIONAL PROGRAMA MUNICIPAL DE VOLUNTARIADO INTERNACIONAL SECRETARIA MUNICIPAL ADJUNTA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS SECRETARIA MUNICIPAL ADJUNTA DE RECURSOS HUMANOS O PROGRAMA O Programa Municipal de Voluntariado

Leia mais

O Papel do Sistema CFA/CRAs na Construção da Qualidade do Ensino de Administração

O Papel do Sistema CFA/CRAs na Construção da Qualidade do Ensino de Administração Conselho Federal de Administração Câmara de Formação Profissional O Papel do Sistema /CRAs na Construção da Qualidade do Ensino de Administração Prof. Lúcio Mariano Albuquerque Melo adm.luciomelo@gmail.com

Leia mais

PLANO DE AÇÃO-DIREÇÃO DO CAMPUS TERESINA ZONA SUL GESTÃO 2013-2017

PLANO DE AÇÃO-DIREÇÃO DO CAMPUS TERESINA ZONA SUL GESTÃO 2013-2017 PLANO DE AÇÃO-DIREÇÃO DO CAMPUS TERESINA ZONA SUL GESTÃO 2013-2017 O ensino, como a justiça, como a administração, prospera e vive muito mais realmente da verdade e da moralidade, com que se pratica do

Leia mais

RESUMO O HOMEM E O RIO: EDUCAÇÃO AMBIENTAL PARA A SUSTENTABILIDADE DO RIO PARAÍBA DO SUL

RESUMO O HOMEM E O RIO: EDUCAÇÃO AMBIENTAL PARA A SUSTENTABILIDADE DO RIO PARAÍBA DO SUL RESUMO O HOMEM E O RIO: EDUCAÇÃO AMBIENTAL PARA A SUSTENTABILIDADE DO RIO PARAÍBA DO SUL UNITAU - Universidade de Taubaté CBH-PS Comitê de Bacias Hidrográficas do Rio Paraíba do Sul Trabalho realizado

Leia mais

NORIEL VIANA PEREIRA Candidato a Diretor ESTES

NORIEL VIANA PEREIRA Candidato a Diretor ESTES NORIEL VIANA PEREIRA Candidato a Diretor ESTES CHAPA: InterAÇÃO: Equidade e Responsabilidade Propostas para a Gestão Junho/2013 a Junho/2017 UBERLÂNDIA 2013 1.0 APRESENTAÇÃO DO CANDIDATO Bacharel e Licenciado

Leia mais

Profa. Dra. Sheila Rodrigues de Sousa Porta PLANO DE AÇÃO 2013-2017

Profa. Dra. Sheila Rodrigues de Sousa Porta PLANO DE AÇÃO 2013-2017 UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA Escola Técnica de Saúde Profa. Dra. Sheila Rodrigues de Sousa Porta PLANO DE AÇÃO 2013-2017 Proposta de trabalho apresentada como pré-requisito para inscrição no processo

Leia mais

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADA: Associação Escola Superior de Propaganda e Marketing UF: SP ASSUNTO: Recredenciamento da Escola Superior de Propaganda

Leia mais

www.pucrs.br/pos *AVALIAÇÃO CAPES POR QUE A PUCRS?

www.pucrs.br/pos *AVALIAÇÃO CAPES POR QUE A PUCRS? A Pós-Graduação da PUCRS é a porta de entrada para um novo momento da sua vida profissional e acadêmica. Você pode ampliar habilidades, fomentar ideias e adquirir conhecimento com experiências inovadoras

Leia mais

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADO: CENECT Centro Integrado de Educação, Ciência e UF: PR Tecnologia S/C Ltda. ASSUNTO: Recredenciamento da Faculdade

Leia mais

PUC MINAS. Uma universidade em sintonia com o futuro

PUC MINAS. Uma universidade em sintonia com o futuro PUC MINAS Uma universidade em sintonia com o futuro No mapa de Minas Gerais, a Pontifícia Universidade Católica está presente em importantes regiões do Estado, através de uma estrutura multicampi composta

Leia mais

Mestrados Profissionais em Segurança Pública. Documento do Workshop Mestrado Profissional em Segurança Pública e Justiça Criminal

Mestrados Profissionais em Segurança Pública. Documento do Workshop Mestrado Profissional em Segurança Pública e Justiça Criminal I- Introdução Mestrados Profissionais em Segurança Pública Documento do Workshop Mestrado Profissional em Segurança Pública e Justiça Criminal Este documento relata as apresentações, debates e conclusões

Leia mais

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE ARAGUAIA

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE ARAGUAIA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE ARAGUAIA RELATÓRIO FINAL DE AUTOAVALIAÇÃO DO CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS 2014/01 a 2014/02 APRESENTAÇÃO O Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior

Leia mais

Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu. Mestrado em. Serviço Social

Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu. Mestrado em. Serviço Social Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu Mestrado em Serviço Social APRESENTAÇÃO O Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu Mestrado em Serviço Social da Pontifícia Universidade Católica de Goiás PPSS, reconhecido

Leia mais

Relatório de Gestão Setorial 2010

Relatório de Gestão Setorial 2010 UFRB UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA ASCOM ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO Relatório de Gestão Setorial 2010 Cruz das Almas BA 2010 ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO RELATÓRIO DE ATIVIDADES Período: Janeiro

Leia mais

REQUERIMENTO. (Do Sr. Edson Silva) Senhor Presidente:

REQUERIMENTO. (Do Sr. Edson Silva) Senhor Presidente: REQUERIMENTO (Do Sr. Edson Silva) Requer o envio de Indicação ao Poder Executivo, sugerindo ao Ministério da Educação que a disciplina língua inglesa seja incluída nos currículos dos cursos de graduação

Leia mais

Faculdade de Direito Promove Comissão Própria de Avaliação PROJETO DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL

Faculdade de Direito Promove Comissão Própria de Avaliação PROJETO DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Faculdade de Direito Promove Comissão Própria de Avaliação PROJETO DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Abril de 2012 Página 1 de 11 Sumário Introdução 3 Justificativa 5 Objetivos 6 Metodologia 7 Dimensões de

Leia mais

ATIVIDADES COMPLEMENTARES

ATIVIDADES COMPLEMENTARES ATIVIDADES COMPLEMENTARES Regulamento das Atividades Complementares dos Cursos de Graduação da Faculdade Barretos Art. 1º - O presente Regulamento tem por finalidade definir normas e critérios para a seleção

Leia mais

Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes - ENADE. Coordenadoria de Avaliação Institucional Comissão Própria de Avaliação - CPA ENADE 2011

Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes - ENADE. Coordenadoria de Avaliação Institucional Comissão Própria de Avaliação - CPA ENADE 2011 Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes - ENADE Coordenadoria de Avaliação Institucional Comissão Própria de Avaliação - CPA ENADE 2011 SOBRE O ENADE O Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes -

Leia mais

64 pontos não remunerada.

64 pontos não remunerada. UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA FACULDADE DE COMUNICAÇÃO SOCIAL RESOLUÇÃO 001/2015 ESTABELECE PROCEDIMENTOS E PARÂMETROS AVALIATIVOS PARA PROGRESSÃO DE DOCENTES À CLASSE E PROFESSOR TITULAR ANEXO

Leia mais

PARECER HOMOLOGADO(*) (*) Portaria/MEC nº 2.690, publicada no Diário Oficial da União de 02/08/2005

PARECER HOMOLOGADO(*) (*) Portaria/MEC nº 2.690, publicada no Diário Oficial da União de 02/08/2005 PARECER HOMOLOGADO(*) (*) Portaria/MEC nº 2.690, publicada no Diário Oficial da União de 02/08/2005 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADA: Fundação Universidade do Vale do Itajaí

Leia mais

Prepare-se para Faculdade. Leticia Bechara Pedagoga e Coordenadora Trevisan Escola de Negócios

Prepare-se para Faculdade. Leticia Bechara Pedagoga e Coordenadora Trevisan Escola de Negócios Prepare-se para Faculdade Leticia Bechara Pedagoga e Coordenadora Trevisan Escola de Negócios Sucesso $$$ sonho habilidade Passos para Faculdade 1- Conhecer você mesmo. 2- Características da faculdade.

Leia mais

Diretoria de Avaliação da Educação Superior DAES/INEP Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e IES

Diretoria de Avaliação da Educação Superior DAES/INEP Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e IES Diretoria de Avaliação da Educação Superior DAES/INEP Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e IES EDUCAÇÃO SUPERIOR BRASILEIRA ALGUNS INDICADORES¹ 2.314 IES 245 públicas (10,6%) e 2.069

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS GABINETE DO REITOR FÓRMULA SANTANDER PROGRAMA DE BOLSAS DE MOBILIDADE INTERNACIONAL

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS GABINETE DO REITOR FÓRMULA SANTANDER PROGRAMA DE BOLSAS DE MOBILIDADE INTERNACIONAL O Gabinete do Reitor da Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC Goiás), no uso de suas atribuições, torna público este Edital de seleção de estudantes de graduação da PUC Goiás para a realização

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E ASSUNTOS ESTUDANTIS - PROEXAE PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO - PIBEX EDITAL Nº 006/2015 PROEXAE/UEMA

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E ASSUNTOS ESTUDANTIS - PROEXAE PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO - PIBEX EDITAL Nº 006/2015 PROEXAE/UEMA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E ASSUNTOS ESTUDANTIS - PROEXAE PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO - PIBEX EDITAL Nº 006/2015 PROEXAE/UEMA A Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Estudantis da Universidade

Leia mais

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE ARAGUAIA RELATÓRIO FINAL DE AUTO-AVALIAÇÃO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DA CPA DA FACULDADE ARAGUAIA

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE ARAGUAIA RELATÓRIO FINAL DE AUTO-AVALIAÇÃO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DA CPA DA FACULDADE ARAGUAIA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE ARAGUAIA RELATÓRIO FINAL DE AUTO-AVALIAÇÃO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DA CPA DA FACULDADE ARAGUAIA 2013/01 a 2013/02 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 3 1. Diagnóstico geral

Leia mais

Coordenação de Pós-Graduação e Extensão. Legislação sobre cursos de Pós-graduação Lato Sensu e Credenciamento da FACEC

Coordenação de Pós-Graduação e Extensão. Legislação sobre cursos de Pós-graduação Lato Sensu e Credenciamento da FACEC Coordenação de Pós-Graduação e Extensão Legislação sobre cursos de Pós-graduação Lato Sensu e Credenciamento da FACEC Os cursos de especialização em nível de pós-graduação lato sensu presenciais (nos quais

Leia mais

PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL PDI 2014-2018 PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO 2011 2020 METAS E ESTRATÉGIAS DE IMPLEMENTAÇÃO

PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL PDI 2014-2018 PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO 2011 2020 METAS E ESTRATÉGIAS DE IMPLEMENTAÇÃO PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL PDI 2014-2018 PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO 2011 2020 METAS E ESTRATÉGIAS DE IMPLEMENTAÇÃO Marcos Neves Comissão Central PDI do IFSC PNE EXIGÊNCIA CONSTITUCIONAL O art.

Leia mais

setores administrativos Barreiro

setores administrativos Barreiro setores administrativos Barreiro PUC Minas no atualização março de 2010 Pró-reitoria Adjunta Local: Prédio 4, sala 102 Telefone: 3328 9508 E-mail: proreitoriasec.bar@pucminas.br Diretoria Acadêmica Local:

Leia mais

GUIA PARA ESTUDAR NO EXTERIOR

GUIA PARA ESTUDAR NO EXTERIOR GUIA PARA ESTUDAR NO EXTERIOR O QUE É INTERCÂMBIO ACADÊMICO? É a ida de estudantes de um país para o outro por um determinado período do ano letivo. O objetivo é estender os estudos da Graduação para outra

Leia mais

PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL 2014-2018 PROPOSTAS DE METAS, AÇÕES E INDICADORES

PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL 2014-2018 PROPOSTAS DE METAS, AÇÕES E INDICADORES PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS PROPOSTAS DE METAS, AÇÕES E INDICADORES CAMPUS CONGONHAS DEZEMBRO - 2013 INFRA-ESTRUTURA Objetivo

Leia mais

UFRB UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA GABINETE DA REITORIA ASCOM ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO. Relatório de Gestão Setorial do Exercício 2012

UFRB UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA GABINETE DA REITORIA ASCOM ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO. Relatório de Gestão Setorial do Exercício 2012 UFRB UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA GABINETE DA REITORIA ASCOM ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO Relatório de Gestão Setorial do Exercício 2012 Cruz das Almas BA 2013 UFRB UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO

Leia mais

RELATÓRIO SÍNTESE DA CPA (COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO) - 2014

RELATÓRIO SÍNTESE DA CPA (COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO) - 2014 A CPA (Comissão Própria De Avaliação) apresentou ao MEC, em março de 2015, o relatório da avaliação realizada no ano de 2014. A avaliação institucional, realizada anualmente, aborda as dimensões definidas

Leia mais

RETIFICAÇÃO - E D I T A L A R I I - 011/2013 PROGRAMA FÓRMULA SANTANDER DE BOLSAS DE MOBILIDADE INTERNACIONAL 2013

RETIFICAÇÃO - E D I T A L A R I I - 011/2013 PROGRAMA FÓRMULA SANTANDER DE BOLSAS DE MOBILIDADE INTERNACIONAL 2013 RETIFICAÇÃO - E D I T A L A R I I - 011/2013 PROGRAMA FÓRMULA SANTANDER DE BOLSAS DE MOBILIDADE INTERNACIONAL 2013 Estão abertas as inscrições para seleção de 3 (três) estudantes de graduação (licenciatura/bacharelado)

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES ASCES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES ASCES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES ASCES DAS DISPOSIÇÕES GERAIS DOS PRINCÍPIOS NORTEADORES Art. 1º A ASCES, por meio deste Regulamento, contempla as Normas Gerais de Atividades complementares, permitindo

Leia mais

Ednei Nunes de Oliveira - Candidato a Diretor. Por uma EaD focada no aluno e na qualidade com inovação: crescer com justiça e humanização.

Ednei Nunes de Oliveira - Candidato a Diretor. Por uma EaD focada no aluno e na qualidade com inovação: crescer com justiça e humanização. PROGRAMA DE TRABALHO PARA O QUADRIÊNIO 2015-2019 DOS CANDIDATOS À DIREÇÃO DA FACULDADE DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA (EAD) DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS Ednei Nunes de Oliveira - Candidato a Diretor

Leia mais

POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DA PÓS-GRADUAÇÃO DA CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO E DOS PRINCÍPIOS

POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DA PÓS-GRADUAÇÃO DA CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO E DOS PRINCÍPIOS POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DA PÓS-GRADUAÇÃO DA CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO E DOS PRINCÍPIOS Art. 1. A Política de Assistência Estudantil da Pós-Graduação da UFGD é um arcabouço de princípios e diretrizes

Leia mais

Pesquisa inédita faz paralelo entre sistema de educação infantil português e brasileiro

Pesquisa inédita faz paralelo entre sistema de educação infantil português e brasileiro Pesquisa inédita faz paralelo entre sistema de educação infantil português e brasileiro O estudo Educação Infantil em Debate - a Experiência de e a Realidade eira faz um paralelo entre as soluções encontradas

Leia mais

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADO: Grupo Nobre de Ensino Ltda. UF: BA ASSUNTO: Recredenciamento da Faculdade Nobre de Feira de Santana, a ser instalada

Leia mais

CONSELHO UNIVERSITÁRIO CONSUNI

CONSELHO UNIVERSITÁRIO CONSUNI CONSELHO UNIVERSITÁRIO CONSUNI PROCESSO Nº 011/2012 ASSUNTO: Proposta de adequação das diretrizes para a parceria FURB-UFSC. INTERESSADO: Administração Superior. PROCEDÊNCIA: Reitoria. I - HISTÓRICO: Em

Leia mais

Cultura do não Foco do RH no Departamento Pessoal Não alinhamento das estratégias de Gestão de Pessoas com as estratégias do MTur Pouco envolvimento

Cultura do não Foco do RH no Departamento Pessoal Não alinhamento das estratégias de Gestão de Pessoas com as estratégias do MTur Pouco envolvimento Cultura do não Foco do RH no Departamento Pessoal Não alinhamento das estratégias de Gestão de Pessoas com as estratégias do MTur Pouco envolvimento da alta direção nos eventos Desinteresse dos servidores

Leia mais

REGULAMENTO INSTITUCIONAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES NORMAS OPERACIONAIS PARA ACOMPANHAMENTO E REGISTRO DOS ESTUDOS COMPLEMENTARES

REGULAMENTO INSTITUCIONAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES NORMAS OPERACIONAIS PARA ACOMPANHAMENTO E REGISTRO DOS ESTUDOS COMPLEMENTARES REGULAMENTO INSTITUCIONAL DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES NORMAS OPERACIONAIS PARA ACOMPANHAMENTO E REGISTRO DOS ESTUDOS COMPLEMENTARES O Parecer do CNE/CES nº 492/2001, assim define as atividades complementares:

Leia mais

Ciências Humanas. Relatoria. Grupo de Trabalho (GT1) I Seminário de Avaliação da Pós- Graduação da Universidade Brasília

Ciências Humanas. Relatoria. Grupo de Trabalho (GT1) I Seminário de Avaliação da Pós- Graduação da Universidade Brasília I Seminário de Avaliação da Pós- Graduação da Universidade Brasília Relatoria Grupo de Trabalho (GT1) Realização Decanato de Pesquisa e Pós-Graduação (DPP) da Universidade de Brasília Brasília DF, 6 a

Leia mais

Comunicação e Gestão de Pessoas

Comunicação e Gestão de Pessoas PÓS-GRADUAÇÃO ESPECIALIZAÇÂO 1ª TURMA 2008/1 Comunicação e Gestão de Pessoas Pro-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa Coordenação de Pós-Graduação Lato Senso Departamento de Letras e Secretariado Executivo

Leia mais

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO 1 REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Regulamento de Atividades Complementares previstas para o Curso de Administração da Faculdade Del Rey. BELO HORIZONTE 2012 2 Regulamento

Leia mais

MEC. INEP. INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO. REVISÃO - III

MEC. INEP. INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO. REVISÃO - III SIC 38/10* Belo Horizonte, 3 de dezembro de 2010. MEC. INEP. INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO. REVISÃO - III O MEC publicou a Portaria nº 1326, de 18/11/2010 (ver íntegra do texto abaixo). É preciso ser mágico

Leia mais

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE ARAGUAIA

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE ARAGUAIA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE ARAGUAIA RELATÓRIO FINAL DE AUTO-AVALIAÇÃO DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DA CPA DA FACULDADE ARAGUAIA 2014/01 a 2014/02 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 3 1. Análise dos resultados

Leia mais

3Uy5HLWRULDSDUD$VVXQWRVGH 3HVTXLVDH3yV*UDGXDomRGD8)3( 5HODWyULRGH$WLYLGDGHV. 0DUoR

3Uy5HLWRULDSDUD$VVXQWRVGH 3HVTXLVDH3yV*UDGXDomRGD8)3( 5HODWyULRGH$WLYLGDGHV. 0DUoR 3Uy5HLWRULDSDUD$VVXQWRVGH 3HVTXLVDH3yV*UDGXDomRGD8)3( 5HODWyULRGH$WLYLGDGHV 0DUoR $'0,1,675$d 2 Aprovação junto a CPPG da Resolução nº 01/2001 que dispõe sobre as atribuições da Comissão de Pós-Graduação

Leia mais

2005, um ano de ações a de iniciativas

2005, um ano de ações a de iniciativas 2005, um ano de ações a e de iniciativas 9 de dezembro de 2005 Principais ações e iniciativas Principais ações a e iniciativas em 2005 Acadêmicas Programa de Capacitação Docente Plano de Credenciamento

Leia mais

LICENCIATURA EM HISTÓRIA. fgv.br/vestibular

LICENCIATURA EM HISTÓRIA. fgv.br/vestibular LICENCIATURA EM HISTÓRIA fgv.br/vestibular IDEALISMO, EXCELÊNCIA E CREDIBILIDADE A Fundação Getulio Vargas surgiu em 20 de dezembro de 1944 com o objetivo de preparar profissionais qualificados em Administração

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICAS CURRICULARES COMPLEMENTARES PARA OS CURSOS DE ADMINISTRAÇÃO E CIÊNCIAS CONTÁBEIS

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICAS CURRICULARES COMPLEMENTARES PARA OS CURSOS DE ADMINISTRAÇÃO E CIÊNCIAS CONTÁBEIS REGULAMENTO DAS ATIVIDADES ACADÊMICAS CURRICULARES COMPLEMENTARES PARA OS CURSOS DE ADMINISTRAÇÃO E CIÊNCIAS CONTÁBEIS EDITORIAL Profª. Dra. Lúcia Helena Vasques Diretora Acadêmica Prof. Me. Domingos Sávio

Leia mais

RELATO DO PROJETO OBSERVATÓRIO DA EDUCAÇÃO. GT 06 Formação de professores de Matemática: práticas, saberes e desenvolvimento profissional

RELATO DO PROJETO OBSERVATÓRIO DA EDUCAÇÃO. GT 06 Formação de professores de Matemática: práticas, saberes e desenvolvimento profissional RELATO DO PROJETO OBSERVATÓRIO DA EDUCAÇÃO GT 06 Formação de professores de Matemática: práticas, saberes e desenvolvimento profissional Maria Madalena Dullius, madalena@univates.br Daniela Cristina Schossler,

Leia mais

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADA: Associação Brasileira de Educação Familiar e Social UF: BA ASSUNTO: Recredenciamento da Faculdade Social da Bahia

Leia mais

1. IDENTIFICAÇÃO DO CURSO

1. IDENTIFICAÇÃO DO CURSO 1. IDENTIFICAÇÃO DO CURSO O Curso de Secretariado Executivo das Faculdades Integradas de Ciências Exatas Administrativas e Sociais da UPIS, reconhecido pelo MEC desde 1993, pela Portaria 905, de 24.06,1993,

Leia mais

Edna Misseno Universidade Católica de Goiás ednamisseno@ucg.br. Rose Mary Almas de Carvalho Universidade Católica de Goiás rose.cead@ucg.

Edna Misseno Universidade Católica de Goiás ednamisseno@ucg.br. Rose Mary Almas de Carvalho Universidade Católica de Goiás rose.cead@ucg. CURSO DE LÍNGUA BRASILEIRA DE SINAIS LIBRAS ON-LINE: RELATO DE UMA EXPERIÊNCIA Edna Misseno Universidade Católica de Goiás ednamisseno@ucg.br Rose Mary Almas de Carvalho Universidade Católica de Goiás

Leia mais

Realização de rodas de conversa e de troca de conhecimento para intercâmbio do que foi desenvolvido e produzido.

Realização de rodas de conversa e de troca de conhecimento para intercâmbio do que foi desenvolvido e produzido. Realização de rodas de conversa e de troca de conhecimento para intercâmbio do que foi desenvolvido e produzido. Criar novos mecanismos de intercâmbio e fortalecer os programas de intercâmbio já existentes,

Leia mais

PLANO DE AÇÃO 2012 Resolução COP Nº. 114/2011 de 08/12/2011

PLANO DE AÇÃO 2012 Resolução COP Nº. 114/2011 de 08/12/2011 PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL De acordo com o Decreto 5.773/2006 PERÍODO - 2012-2015 Resolução COP Nº 113/2011, de 08/12/2011 PLANO DE AÇÃO 2012 Resolução COP Nº. 114/2011 de 08/12/2011 Lucas

Leia mais

BEM-VINDO AO IZABELA HENDRIX

BEM-VINDO AO IZABELA HENDRIX BEM-VINDO AO IZABELA HENDRIX ESTAR NA VANGUARDA É ESTAR À FRENTE. É APONTAR OS CAMINHOS E SER REFERÊNCIA. O Izabela Hendrix representa a vanguarda na educação, com ações pioneiras que começaram há mais

Leia mais

Gestão 2013-2017. Plano de Trabalho. Colaboração, Renovação e Integração. Eduardo Simões de Albuquerque Diretor

Gestão 2013-2017. Plano de Trabalho. Colaboração, Renovação e Integração. Eduardo Simões de Albuquerque Diretor Gestão 2013-2017 Plano de Trabalho Colaboração, Renovação e Integração Eduardo Simões de Albuquerque Diretor Goiânia, maio de 2013 Introdução Este documento tem por finalidade apresentar o Plano de Trabalho

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DIREÇÃO DO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE. UNIOESTE - Campus de Francisco Beltrão. Quadriênio 2016-2019. Candidata

PLANO DE TRABALHO DIREÇÃO DO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE. UNIOESTE - Campus de Francisco Beltrão. Quadriênio 2016-2019. Candidata PLANO DE TRABALHO DIREÇÃO DO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE UNIOESTE - Campus de Francisco Beltrão Quadriênio 2016-2019 Candidata Franciele Ani Caovilla Follador Slogan: CCS em ação! 1 INTRODUÇÃO Em 1991,

Leia mais

CENTRO DE ESTUDO DE PÓS-GRADUAÇÃO PROPOSTA DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

CENTRO DE ESTUDO DE PÓS-GRADUAÇÃO PROPOSTA DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU CENTRO DE ESTUDO DE PÓS-GRADUAÇÃO PROPOSTA DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU 2013 INTRODUÇÃO: O presente trabalho apresenta a relação de Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu a serem reorganizados no

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA (Licenciatura e Bacharelado)

MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA (Licenciatura e Bacharelado) FACULDADES INTEGRADAS DE RIBEIRÃO PIRES Entidade Mantenedora: ORGANIZAÇÃO EDUCACIONAL DE RIBEIRÃO PIRES R. Cel. Oliveira Lima, 3.345 Parque Aliança SP CEP: 09400-000 C.P.150 Telefones: 4828-2066 Fax: 4828-5513

Leia mais

SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR SINAES

SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR SINAES MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior - Conaes Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira - Inep SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO AUTÔNOMO DO BRASIL CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PROFESSOR ME. ORLEI JOSÉ POMBEIRO REGULAMENTO ATIVIDADES COMPLEMENTARES

CENTRO UNIVERSITÁRIO AUTÔNOMO DO BRASIL CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PROFESSOR ME. ORLEI JOSÉ POMBEIRO REGULAMENTO ATIVIDADES COMPLEMENTARES CENTRO UNIVERSITÁRIO AUTÔNOMO DO BRASIL CURSO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO PROFESSOR ME. ORLEI JOSÉ POMBEIRO REGULAMENTO ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURITIBA 2015 1 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

Leia mais

2º RELATÓRIO PARCIAL DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL

2º RELATÓRIO PARCIAL DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2º RELATÓRIO PARCIAL DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL - CPA Mantenedora: Fundação Presidente Antônio Carlos Mantida: Faculdade Presidente Antônio Carlos de Araguari

Leia mais