DECRETO Nº de 22 de abril de 2010.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DECRETO Nº 27631. de 22 de abril de 2010."

Transcrição

1 DECRETO Nº de 22 de bril de Regulment Períci Médic e Ocupcionl dos servidores municipis d Prefeitur de Gurulhos. SEBASTIÃO DE ALMEIDA, PREFEITO DA CIDADE DE GUARULHOS, no uso de sus tribuições legis que lhe confere o inciso XIV do rtigo 63 d Lei Orgânic do Município de Gurulhos; e Considerndo necessidde de regulmentr, no âmbito d Prefeitur de Gurulhos, s norms dministrtivs de períci médic e ocupcionl dos servidores públicos d Prefeitur de Gurulhos; DECRETA: Art. 1º A regulridde dos fstmentos por incpcidde lbortiv ou compnhmento de entes fmilires ou dependentes dr-se-á medinte presentção de testdo ou declrção do profissionl médico ou dentist regulrmente inscrito nos respectivos conselhos de clsse. Art. 2º O testdo ou declrção médic deverá obrigtorimente ser entregue em vi originl e conter, de form legível: I - nome do pciente, se servidor, tmbém o código funcionl; II - período do fstmento; III - Código Interncionl de Doenç (CID) ou dignóstico por extenso; IV - crimbo contendo o nome do profissionl, o número do CRM ou CRO ou ppel timbrdo com ests informções; V - se emitido por médico ou dentist de clínic prticulr, receituário em ppel timbrdo com os ddos do item IV; e VI - se emitido por médico do serviço público de súde, conter ind identificção do órgão emitente. Prágrfo único. Os testdos ou declrções omisss qunto o CID - Código Interncionl de Doençs ou dignóstico por extenso, somente poderão ser recepcionds diretmente pel DTSSS/DRH. Art. 3º O servidor que por motivo de doenç própri for fstdo ds tividdes lboris por té 14 (qutorze) dis, medinte tendimento de médico ou dentist d rede públic ou privd, deverá comunicr, pessolmente ou por fmilir tl fto o superior imedito té o primeiro di útil seguinte o fstmento. Prágrfo único. Sempre que possível o servidor deverá comunicr, previmente ou imeditmente o chefe imedito impossibilidde de comprecer o serviço por incpcidde lbortiv, fim de possibilitr bo orgnizção do serviço público envolvido. Art. 4º Além ds providêncis do rtigo nterior o servidor fstdo ds tividdes lboris por té 14 (qutorze) dis, deverá providencir entreg do testdo ou declrção médic em su unidde de trblho, no przo de 03 (três) dis úteis prtir do fstmento. Fonte: Deprtmento de Relções Administrtivs Prefeitur de Gurulhos

2 1º A chefi imedit, de posse do testdo ou declrção médic, deverá encminhr o documento à Divisão Técnic de Segurnç e Súde do Servidor (DTSSS/DRH) em té 03 (três) dis úteis prtir de seu recebimento, juntmente com Plnilh de Encminhmento de Atestdos Médicos nos termos do Anexo Único que compnh este Decreto. 2º A Plnilh de Encminhmento de Atestdos Médicos deverá ser devidmente preenchid e el nexdos os testdos pr envio à DTSSS/DRH. Art. 5º O testdo ou declrção médic de fstmento superior 14 (qutorze) dis, deverá ser entregue diretmente pelo servidor ou fmilir à DTSSS/DRH no przo de 03 (três) dis úteis contr do fstmento. Art. 6º Pr regulrizção d situção funcionl do servidor submetido à internção clínic, cirúrgic ou cometido de incpcidde motor, documentção comprobtóri de tl condição deverá ser entregue à DTSSS/DRH em té 03 (três) dis úteis prtir do fstmento. Art. 7º O servidor que presentr fstmentos decorrentes do mesmo CID - Código Interncionl de Doençs em períodos que somdos superem 15 (quinze) dis num período de 60 (sessent) dis, será encminhdo o uxílio-previdenciário pelo INSS. Art. 8º Nos csos de fstmentos superiores 15 (quinze) dis o servidor deverá retornr à Divisão Técnic de Segurnç e Súde do Servidor (DTSSS/DRH) por ocsião d lt, pr nov vlição médic e fornecimento do (ASO) - Atestdo de Súde Ocupcionl, que deverá ser presentdo no serviço de tendimento o servidor do Deprtmento de Recursos Humnos - DRH d Secretri de Administrção e Modernizção, pr emissão d comunicção de retorno o trblho e tivção de seus benefícios, se houver. Art. 9º O servidor que for submetido fstmento médico por período superior 180 (cento e oitent) dis consecutivos, qundo de seu retorno será colocdo à disposição d Divisão Técnic de Segurnç e Súde do Servidor - DTSSS/SESMT do Deprtmento de Recursos Humnos - DRH, d Secretri de Administrção e Modernizção, pr su dequd relocção n tividde e locl de trblho comptíveis com seu crgo ou função e cpcidde lbortiv. Art. 10. N hipótese de usênci do servidor esttutário o trblho pr compnhmento de dependente em consults, internções ou exmes complementres, sem prejuízo d comunicção prévi à chefi imedit, o servidor deverá entregr o chefe imedito no przo de 03 (três) dis, o documento comprobtório emitido pelo médico ssistente e o documento comprobtório do gru de prentesco ou dependênci econômic, mntids s regrs d Lei Municipl 1.429/68. Art. 11. N hipótese de usêncis do servidor celetist o trblho pr compnhmento de internção de filho menor de 18 (dezoito) nos, scendentes direto (pi/mãe) com idde superior 60 (sessent) nos, cônjuge ou compnheiro, o servidor deverá entregr o chefe imedito no przo de 03 (três) dis contr do início d internção o documento médico comprobtório emitido pelo médico ssistente e documento comprobtório do gru de prentesco. Fonte: Deprtmento de Relções Administrtivs Prefeitur de Gurulhos

3 Prágrfo único. O servidor de que trt o cput terá bondo e justificdo o período de usênci de té 30 (trint) dis corridos ou interpoldos, dentro de um período de 12 (doze) meses, contdos prtir d primeir declrção de compnhmento. Art. 12. N hipótese de usênci do servidor celetist o trblho pr compnhmento domicilir de filhos doecidos menores de 12 (doze) nos, o servidor deverá entregr declrção de compnhmento domicilir emitid pelo médico ssistente e cópi de documento que comprove o prentesco com pesso doecid à chefi imedit no przo de 03 (três) dis prtir do fstmento. Prágrfo único. O servidor poderá se usentr por no máximo 14 (qutorze) dis, corridos ou intercldos, dentro de um período de 12 (doze) meses contdos prtir d dt d primeir declrção de compnhmento. Art. 13. Nos csos previstos nos rtigos 10, 11 e 12 chefi imedit, de posse do testdo ou declrção médic, deverá encminhr o documento à DTSSS/DRH em té 03 (três) dis úteis prtir de seu recebimento, juntmente com Plnilh de Encminhmento de Atestdos Médicos nos termos do Anexo Único que compnh este Decreto. Art. 14. Nos csos de Acidente de Trblho, pós tendimento em serviço de urgênci e providêncis necessáris, o servidor ou representnte legl deverá comprecer à DTSSS/DRH no przo de 24 (vinte qutro) hors, com o formulário PAT - Procedimento de Acidente de Trblho preenchido pel chefi imedit pr entreg à períci médic, emissão de testdo ou preenchimento d CAT - Comunicção de Acidente de Trblho. Art. 15. Este Decreto será regulmentdo no que couber, por meio de Portri do Secretário de Administrção e Modernizção. Art. 16. Este Decreto entrrá em vigor prtir de 1º de junho de 2010, revogds s disposições em contrário, em especil os Decretos Municipis nºs /2004 e /2006. Gurulhos, 22 de bril de SEBASTIÃO ALMEIDA Prefeito Municipl MARCO ANTONIO ARROYO VALDEBENITO Secretário de Administrção e Modernizção Registrdo no Deprtmento de Relções Administrtivs, d Secretri do Governo Municipl, d Prefeitur do Município de Gurulhos e fixd no lugr público de costume os vinte e dois dis do mês de bril de dois mil e dez. ADRIANA GALVÃO FARIAS Diretor do Deprtmento de Relções Administrtivs Publicdo no Diário Oficil do Município em 23 de bril de 2010 Fonte: Deprtmento de Relções Administrtivs Prefeitur de Gurulhos

4 PREFEITURA DE GUARULHOS SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO E MODERNIZAÇÃO DEPARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS DIVISÃO TÉCNICA DE SEGURANÇA E SAÚDE DO SERVIDOR ANEXO ÚNICO PLANILHA PARA ENCAMINHAMENTO DE ATESTADOS MÉDICOS Unidde Remetente: À SAM - DRH - Divisão Técnic de Segurnç e Súde do Servidor (SAM 01.03) Cód. Func. Nome do Servidor Telefone do Servidor Período de Afstmento Escl de Trblho Plntonist Dirist Plntonist Dirist Plntonist Dirist Plntonist Dirist Plntonist Dirist Plntonist Dirist Plntonist Dirist Plntonist Dirist Plntonist Dirist Plntonist Dirist Gurulhos, / / Orientções sobre os testdos (conforme Decreto nº...) *O servidor celetist ou esttutário que por motivo de súde própri for fstdo ds tividdes lbortivs por té 14 dis deverá comunicr su chefi imedit e entregr o testdo em su unidde de trblho no przo de 03 (três) dis úteis prtir do fstmento. *A chefi deverá encminhr o testdo à DTSSS/DRH em té 03 (três) dis úteis prtir de seu recebimento, juntmente com est plnilh. *Os testdos nexdos à plnilh devem ser originis e conter: nome do servidor legível, período de fstmento legível, CRM/CRO do médico/cirurgião dentist com o crimbo e ssintur ou nome completo legível; se emitido por médico/cirurgião dentist prticulr deve ter receituário timbrdo com nome, CRM/CRO e endereço. Qundo de órgãos públicos deverá conter crimbo d unidde emitente. Os testdos tmbém deverão indicr o código d doenç (CID 10) ou dignóstico por extenso legivel; os testdos sem o dignóstico expresso ou CID-10 devem ser entregues pelo servidor diretmente à DTSSS/DRH em té 03 dis úteis prtir d dt do fstmento. *Os testdos de fstmentos superiores 14 dis devem ser entregues pelo servidor à DTSSS/DRH em té 03 dis úteis prtir d dt do fstmento. Declrções de Acompnhmento *O servidor esttutário que compnhr dependente em consults, internções ou exmes deverá entregr à chefi declrção de compnhmento emitid pelo médico e cópi de documento que comprove o prentesco com pesso doecid em té 03 dis úteis. *O servidor celetist que compnhr internção de filho menor de 18 nos ou scendente direto (pi/mãe) com idde superior 60 nos ou cônjuge, deverá entregr à chefi declrção de compnhmento emitid pelo médico e cópi de documento que comprove o prentesco com pesso doecid em té 03 dis úteis; Fonte: Deprtmento de Relções Administrtivs Prefeitur de Gurulhos

5 *O servidor celetist que compnhr em domicílio o filho menor de 12 nos deverá entregr à chefi declrção de compnhmento domicilir emitid pelo médico e cópi de documento que comprove o prentesco em té 03 dis úteis. Em todos os csos chefi deverá encminhr plnilh preenchid com referid documentção em nexo em té 03 dis úteis prtir de seu recebimento. Sugerem-se como documentos de identificção o R.G., certidão de csmento ou certidão de nscimento. Miores informções e esclrecimentos: / (DTSSS/DRH) Fonte: Deprtmento de Relções Administrtivs Prefeitur de Gurulhos

PROGRAMA SENAC DE GRATUIDADE - PSG 1º EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SENAC/AL

PROGRAMA SENAC DE GRATUIDADE - PSG 1º EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SENAC/AL PROGRAMA SENAC DE GRATUIDADE - PSG 1º EDITAL DE PROCESSO SELETIVO SENAC/AL 1. DO PROGRAMA 1.1. O PSG destin-se pessos de bix rend cuj rend fmilir mensl per cpit não ultrpsse 2 slários mínimos federis,

Leia mais

TEMA CENTRAL: A interface do cuidado de enfermagem com as políticas de atenção ao idoso.

TEMA CENTRAL: A interface do cuidado de enfermagem com as políticas de atenção ao idoso. TERMO DE ADESÃO A POLITICA DE INSCRIÇÃO NOS EVENTOS DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ENFERMAGEM 9ª. JORNADA BRASILEIRA DE ENFERMAGEM GERIÁTRICA E GERONTOLÓGICA TEMA CENTRAL: A interfce do cuiddo de enfermgem

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 3.768, DE 25 DE OUTUBRO DE 2005

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 3.768, DE 25 DE OUTUBRO DE 2005 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº.768, DE 5 DE OUTUBRO DE 005 O MINISTRO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso de sus tribuições legis, e considerndo o disposto n Portri MP no 08, de de julho

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE PROFESSOR DA EDUCAÇÃO SUPERIOR EDITAL N 004/2012 UNEMAT A, no uso de sus tribuições legis e em cumprimento ds norms prevists no rtigo

Leia mais

Serviços de Acção Social da Universidade de Coimbra

Serviços de Acção Social da Universidade de Coimbra Serviços de Acção Socil d Universidde de Coimbr Serviço de Pessol e Recursos Humnos O que é o bono de fmíli pr crinçs e jovens? É um poio em dinheiro, pgo menslmente, pr judr s fmílis no sustento e n educção

Leia mais

Edital de Processo Seletivo Nº 21/2015

Edital de Processo Seletivo Nº 21/2015 Editl de Processo Seletivo Nº 21/2015 O SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL ADMINISTRAÇÃO REGIONAL NO ESTADO DO PIAUÍ, SENAC-PI, no uso de sus tribuições regimentis, torn público que estão berts

Leia mais

Considerando a necessidade de contínua atualização do Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores - PROCONVE;

Considerando a necessidade de contínua atualização do Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores - PROCONVE; http://www.mm.gov.br/port/conm/res/res97/res22697.html Pge 1 of 5 Resoluções RESOLUÇÃO Nº 226, DE 20 DE AGOSTO DE 1997 O Conselho Ncionl do Meio Ambiente - CONAMA, no uso ds tribuições que lhe são conferids

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO, no uso da atribuição que lhe confere o artigo 91, inciso III, da Constituição Estadual e,

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO, no uso da atribuição que lhe confere o artigo 91, inciso III, da Constituição Estadual e, DECRETO N.º 2297 R, DE 15 DE JULHO DE 2009. (Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial de 16/07/2009) Dispõe sobre procedimentos para concessão de licenças médicas para os servidores públicos

Leia mais

Finalidade Pessoa Física Residencial

Finalidade Pessoa Física Residencial Gui de Contrtção Finlidde Pesso Físic Residencil Setembro/2013 O correto preenchimento e envio de documentos é ponto importnte n contrtção do Seguro Aluguel ou Finç Loctíci. Elbormos este gui pr judá-lo

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE MUNIZ FREIRE - ES

PREFEITURA MUNICIPAL DE MUNIZ FREIRE - ES DECRETO Nº 6.106/2013 REGULAMENTA AS LICENÇAS PARA TRATAMENTO DE SAÚDE, DE QUE TRATAM OS ARTS. 80, I; 82 A 100, DA LEI MUNICIPAL Nº 1.132, DE 02 DE JULHO DE 1990 (ESTATUTO DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO

Leia mais

01. Documento comprovativo da legitimidade do requerente. Pág. a. 02. Termo de responsabilidade do técnico pela ocupação da via pública. Pág.

01. Documento comprovativo da legitimidade do requerente. Pág. a. 02. Termo de responsabilidade do técnico pela ocupação da via pública. Pág. Câmr Municipl d Amdor DAU - Deprtmento de Administrção Urbnístic OCUPAÇÃO DA VIA PÚBLICA 20 Assunto: Ocupção d Vi Públic. MOD. 20/CMA/DAU/2004 FOLHA 00 List de Documentos (Consultr instruções em nexo)

Leia mais

Oferta n.º 1274; 1275 e 1276

Oferta n.º 1274; 1275 e 1276 Procedimento de seleção pr recrutmento de Técnicos no âmbito do Progrm de Atividdes de Enriquecimento Curriculr do 1.º Ciclo de Ensino Básico Inglês Ofert n.º 1274; 1275 e 1276 A Câmr Municipl Mi procede

Leia mais

U04.6. Câmara Municipal da Amadora. Pág. 1 a. 00. Requerimento (Modelo 04.6/CMA/DAU/2009) 01. Documento comprovativo da legitimidade do requerente.

U04.6. Câmara Municipal da Amadora. Pág. 1 a. 00. Requerimento (Modelo 04.6/CMA/DAU/2009) 01. Documento comprovativo da legitimidade do requerente. Câmr Municipl d Amdor Deprtmento de Administrção U04.6 Urbnísitic EMISSÃO DE LICENÇA ESPECIAL OU COMUNICAÇÃO PRÉVIA PARA OBRAS INACABADAS LISTA DE DOCUMENTOS 00. Requerimento (Modelo 04.6/CMA/DAU/2009)

Leia mais

Nome/Designação Social: Nº Identificação do Registo Nacional de Pessoas Colectivas: Endereço: Concelho: Actividade Principal:

Nome/Designação Social: Nº Identificação do Registo Nacional de Pessoas Colectivas: Endereço: Concelho: Actividade Principal: GOVERNO REGIONAL SECRETARIA REGIONAL DOS ASSUNTOS SOCIAIS INSTITUTO DE EMPREGO DA MADEIRA IP RAM Cndidtur Progrm Formção/Emprego (FE) (Portri nº 19/2009 de 23 de Fevereiro) A preencher pelo Instituto de

Leia mais

GOVERNO REGIONAL SECRETARIA REGIONAL DA INCLUSÃO E ASSUNTOS SOCIAIS INSTITUTO DE EMPREGO DA MADEIRA, IP-RAM

GOVERNO REGIONAL SECRETARIA REGIONAL DA INCLUSÃO E ASSUNTOS SOCIAIS INSTITUTO DE EMPREGO DA MADEIRA, IP-RAM GOVERNO REGIONAL SECRETARIA REGIONAL DA INCLUSÃO E ASSUNTOS SOCIAIS INSTITUTO DE EMPREGO DA MADEIRA IP-RAM Proc. Nº 201 /FE/ Cndidtur o Progrm Formção Emprego (FE) (Portri 190/2014 de 6 de novembro) (O

Leia mais

- NORMA REGULAMENTADORA Nº 5 COMISSÃO INTERNA DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES - CIPA

- NORMA REGULAMENTADORA Nº 5 COMISSÃO INTERNA DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES - CIPA - NORMA REGULAMENTADORA Nº COMISSÃO INTERNA DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES - CIPA Aprovd pel Portri GM/MTB nº. - DOU //. DO OBJETIVO Título do item. d NR crescido pelo rt. º d Portri SSMT nº - DOU //.. - Comissão

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CALDAS TAIPAS CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE RECEÇÃO. DISCIPLINA: OPERAÇÕES TÉCNICAS DE RECEÇÃO (12º Ano Turma M)

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CALDAS TAIPAS CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE RECEÇÃO. DISCIPLINA: OPERAÇÕES TÉCNICAS DE RECEÇÃO (12º Ano Turma M) ESCOLA SECUNDÁRIA DE CALDAS TAIPAS CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE RECEÇÃO DISCIPLINA: (12º Ano Turm M) PLANIFICAÇÃO ANUAL Diretor do Curso Teres Sous Docente Teres Bstos Ano Letivo 2015/2016 Competêncis

Leia mais

ESTÁGIO PARA ESTUDANTE DA UFU

ESTÁGIO PARA ESTUDANTE DA UFU 1 ESTÁGIO PARA ESTUDANTE DA UFU EDITAL UFU/PREFE/044/2010 EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PARA ESTAGIÁRIO(A) A Pró-reitori de Grdução d Universidde Federl de Uberlândi, mprd no rtigo 248 ds Norms de Grdução

Leia mais

GABINETE DO PREFEITO

GABINETE DO PREFEITO ESTDO D PRIB PREFEITUR MUNICIPL DE LGO SEC GBINETE DO PREFEITO Lei nº 117/20, de 31 de dezembro de 20 INSTITUI O CENTRO DE TENÇÃO PSICOSSOCIL NO MUNICÍPIO DE LGO SEC-PB, CRI CRGOS DE PROVIMENTO EFETIVO

Leia mais

INSS 2014 Regime Jurídico único e Ética no Serviço Público João Paulo

INSS 2014 Regime Jurídico único e Ética no Serviço Público João Paulo De vlidde de concurso público Pr o nomedo tomr posse Pr o servidor entrr em exercício De estágio probtório Pr dquirir estbilidde Pr o servidor em débito com o erário, que for demitido, exonerdo ou que

Leia mais

LEI Nº 5.580. Institui o Plano de Carreira e Vencimentos do Magistério Público Estadual do Espírito Santo O GOVERNADOR DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO

LEI Nº 5.580. Institui o Plano de Carreira e Vencimentos do Magistério Público Estadual do Espírito Santo O GOVERNADOR DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO LEI Nº 5.580 Institui o Plno de Crreir e Vencimentos do Mgistério Público Estdul do Espírito Snto O GOVERNADOR DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO Fço sber que Assembléi Legisltiv decretou e eu snciono seguinte

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE FERREIRA DO ZÊZERE

CÂMARA MUNICIPAL DE FERREIRA DO ZÊZERE CAPITULO I VENDA DE LOTES DE TERRENO PARA FINS INDUSTRIAIS ARTIGO l. A lienção, trvés de vend, reliz-se por negocição direct com os concorrentes sendo o preço d vend fixo, por metro qudrdo, pr um ou mis

Leia mais

Oferta n.º 1260. Praça do Doutor José Vieira de Carvalho 4474-006 Maia Tel. 229 408 600 Fax 229 412 047 educacao@cm-maia.pt www.cm-maia.

Oferta n.º 1260. Praça do Doutor José Vieira de Carvalho 4474-006 Maia Tel. 229 408 600 Fax 229 412 047 educacao@cm-maia.pt www.cm-maia. Procedimento de seleção pr recrutmento de Técnicos no âmbito do Progrm de Atividdes de Enriquecimento Curriculr do 1.º Ciclo de Ensino Básico Inglês Ofert n.º 1260 A Câmr Municipl Mi procede à bertur do

Leia mais

II NÚMERO DE VAGAS: As vagas serão oferecidas em cada disciplina optativa de acordo com a disponibilidade institucional do Programa.

II NÚMERO DE VAGAS: As vagas serão oferecidas em cada disciplina optativa de acordo com a disponibilidade institucional do Programa. Av. Fernndo Ferrri, 514 Vitóri ES CEP: 29.075-910 Cmpus de Goibeirs Tel/Fx: +55 (27) 4009-7657 E-mil: ppghis.ufes@hotmil.com http://www.histori.ufes.br/ppghis EDITAL DE SELEÇÃO DE CANDIDATOS A ALUNO ESPECIAL

Leia mais

Nº 36, segunda-feira, 12 de maio de 2015 HOSPITAL UNIVERSITÁRIO LAURO WANDERLEY

Nº 36, segunda-feira, 12 de maio de 2015 HOSPITAL UNIVERSITÁRIO LAURO WANDERLEY Nº 36, segund-feir, 12 de mio de 25 HOSPITAL UNIVERSITÁRIO LAURO WANDERLEY N 36, 12 de mio de 25 1 Nº 36, segund-feir, 12 de mio de 25 EMPRESA BRASILEIRA DE SERVIÇOS HOSPITALARES EBSERH HOSPITAL UNIVERSITÁRIO

Leia mais

Oferta n.º Praça do Doutor José Vieira de Carvalho Maia Tel Fax

Oferta n.º Praça do Doutor José Vieira de Carvalho Maia Tel Fax Procedimento de seleção pr recrutmento de Técnicos no âmbito do Progrm de Atividdes de Enriquecimento Curriculr do 1.º Ciclo de Ensino Básico Atividdes Lúdico Expressivs Expressão Musicl Ofert n.º 3237

Leia mais

Ofertas n.º 1187; 1188; 1189; 1190 e 1191

Ofertas n.º 1187; 1188; 1189; 1190 e 1191 Procedimento de seleção pr recrutmento de Técnicos no âmbito do Progrm de Atividdes de Enriquecimento Curriculr do 1.º Ciclo de Ensino Básico Atividdes Lúdico Expressivs Ligção d Escol o Meio Oferts n.º

Leia mais

SERVIÇOS DE ACÇÃO SOCIAL DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA Serviço de Pessoal e Recursos Humanos

SERVIÇOS DE ACÇÃO SOCIAL DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA Serviço de Pessoal e Recursos Humanos SERVIÇOS DE ACÇÃO SOCIAL DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA Serviço de Pessol e Recursos Humnos O que é o bono de fmíli pr crinçs e jovens? É um poio em dinheiro, pgo menslmente, pr judr s fmílis no sustento e

Leia mais

RESOLUÇÃO CONAD Nº 01/2015

RESOLUÇÃO CONAD Nº 01/2015 RESOLUÇÃO CONAD Nº 01/2015 Regulment, no âmbito do Sistem Ncionl de Polítics Públics sobre Drogs (SISNAD), s entiddes que relizm o colhimento de pessos, em cráter voluntário, com problems ssocidos o uso

Leia mais

Oferta n.º As funções serão exercidas nos Estabelecimentos de Ensino de 1º Ciclo Ensino Básico da rede pública do Concelho da Maia.

Oferta n.º As funções serão exercidas nos Estabelecimentos de Ensino de 1º Ciclo Ensino Básico da rede pública do Concelho da Maia. Procedimento de seleção pr recrutmento de Técnicos no âmbito do Progrm de Atividdes de Enriquecimento Curriculr do 1.º Ciclo de Ensino Básico Atividde Físic e Desportiv Ofert n.º 1257 A Câmr Municipl Mi

Leia mais

Orientações sobre Benefícios do INSS

Orientações sobre Benefícios do INSS Orientações sobre Benefícios do INSS A PREFEITURA DE GUARULHOS MANTÉM UM CONVÊNIO COM O INSS AGÊNCIA DA PREVIDÊNCIA SOCIAL DE GUARULHOS PARA REQUERIMENTO DOS SEGUINTES BENEFÍCIOS: AUXÍLIO DOENÇA PREVIDENCIÁRIO,

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL SECRETARIA ESPECIAL DE GESTÃO DE PESSOAS - SEGEP

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL SECRETARIA ESPECIAL DE GESTÃO DE PESSOAS - SEGEP ATENÇÃO: PARA ENVIO À SEGEP, IMPRIMA APENAS O(S) FORMULÁRIO(S) DO FINAL DO ARQUIVO. REDISTRIBUIÇÃO DE SERVIDORES DE OUTRAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO PARA A UFFS 1.O que é? É o deslocmento de crgo de provimento

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÕES CONFIDENCIAIS

FICHA DE INFORMAÇÕES CONFIDENCIAIS SECRETARIA DA SEGURANÇA PÚBLICA E DEFESA SOCIAL DO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DO PLANEJAMENTO E GESTÃO DO ESTADO DO CEARÁ POLÍCIA MILITAR DO CEARÁ CONCURSO PÚBLICO PARA INGRESSO NO CARGO DE SOLDADO PM

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA CENTRAL DE ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL

SUPERINTENDÊNCIA CENTRAL DE ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL SUPERINTENDÊNCIA CENTRAL DE ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL INSTRUÇÃO NORMATIVA /SEPLAG/SCAP/Nº 02/2011 Dispõe sobre o exercício de funções temporárias nos órgãos e entidades das Administrações Direta e Indireta

Leia mais

EDITAL/SEE Nº 002/2014

EDITAL/SEE Nº 002/2014 EDITAL/SEE Nº 002/2014 PROCESSO DE SELEÇÃO SIMPLIFICADA PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE MONITOR/A PROFESSOR/A INDÍGENA DO ENSINO FUNDAMENTAL E ENSINO MÉDIO PARA AS ESCOLAS INDÍGENAS DA REDE ESTADUAL DE

Leia mais

TIRA-DÚVIDAS DE PERÍCIA. Ajudando o Servidor. Unidade SIASS UFMA

TIRA-DÚVIDAS DE PERÍCIA. Ajudando o Servidor. Unidade SIASS UFMA TIRA-DÚVIDAS DE PERÍCIA Ajudando o Servidor Unidade SIASS UFMA Prof. Dr. Natalino Salgado Filho Reitor Prof. Dr. Antonio José Silva Oliveira Vice-Reitor Maria Elisa Cantanhede Lago Braga Borges Pró-Reitora

Leia mais

L E I Nº 6.969, DE 9 DE MAIO DE 2007

L E I Nº 6.969, DE 9 DE MAIO DE 2007 L E I Nº 6.969, DE 9 DE MIO DE 2007 Institui o Plno de rreirs, rgos e Remunerção dos Servidores do Poder Judiciário do Estdo do Prá e dá outrs providêncis. seguinte Lei: SSEMLÉI LEGISLTIV DO ESTDO DO PRÁ

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA CENTRAL DE ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL

SUPERINTENDÊNCIA CENTRAL DE ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL SUPERINTENDÊNCIA CENTRAL DE ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL INSTRUÇÃO NORMATIVA /SEPLAG/SCAP/Nº. 01/2012 Dispõe sobre o exercício de funções temporárias nos órgãos e entidades das Administrações Direta e Indireta

Leia mais

ESTRATÉGIA e-sus ATENÇÃO BÁSICA

ESTRATÉGIA e-sus ATENÇÃO BÁSICA NOTA TÉCNICA 07 2013 ESTRATÉGIA e-sus ATENÇÃO BÁSICA E SISTEMA DE INFORMAÇÃO EM SAÚDE DA ATENÇÃO BÁSICA - SISAB Brsíli, 19 de bril de 2013 (tulizd em julho de 2013 com Portri nº 1.412, de 10 de julho de

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE TECNOLOGIA - COPPE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA ELÉTRICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE TECNOLOGIA - COPPE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA ELÉTRICA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE TECNOLOGIA - COPPE PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA ELÉTRICA EDITAL COPPE-PEE/PÓS nº 01/2009 - PROCESSO SELETIVO DE INGRESSO NO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO

Leia mais

SUMÁRIO ESTE BOLETIM DE SERVIÇO É CONSTITUÍDO DE 26 (VINTE E SEIS) PÁGINAS CONTENDO AS SEGUINTES MATÉRIAS:

SUMÁRIO ESTE BOLETIM DE SERVIÇO É CONSTITUÍDO DE 26 (VINTE E SEIS) PÁGINAS CONTENDO AS SEGUINTES MATÉRIAS: ANO XLIV N.º 095 01/07/2014 SUMÁRIO ESTE BOLETIM DE SERVIÇO É CONSTITUÍDO DE 26 (VINTE E SEIS) PÁGINAS CONTENDO AS SEGUINTES MATÉRIAS: SEÇÃO I EXTRATO DE INSTRUMENTO CONVENIAL...02 SEÇÃO II PARTE 1: DESPACHOS

Leia mais

DIÁRIO OFICIAL MUNICÍPIO DE CARLOS BARBOSA RIO GRANDE DO SUL

DIÁRIO OFICIAL MUNICÍPIO DE CARLOS BARBOSA RIO GRANDE DO SUL DIÁRIO OFICIAL MUNICÍPIO DE CARLOS BARBOSA RIO GRANDE DO SUL Edição 038 Dt 20/11/2015 Págin 1/121 Instituído pel Lei Municipl nº 3.084, de 03 de setembro de 2014 SUMÁRIO PODER EXECUTIVO...1 Leis...1 Lei

Leia mais

EDITAL DO PROGRAMA DE BOLSA DE ESTUDO 2015

EDITAL DO PROGRAMA DE BOLSA DE ESTUDO 2015 EDITAL DO PROGRAMA DE BOLSA DE ESTUDO 2015 A Diretor do Colégio Noss Senhor do Perpétuo Socorro no exercício ds tribuições que lhe conferem o seu Regimento Escolr, - considerndo o que determin Lei 12.101/2009,

Leia mais

PORTARIA Nº 2.113, DE 09 DE NOVEMBRO DE 2010

PORTARIA Nº 2.113, DE 09 DE NOVEMBRO DE 2010 PORTARIA Nº 2.113, DE 09 DE NOVEMBRO DE 2010 O REITOR DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO, no uso de suas atribuições legais e, CONSIDERANDO o disposto no Decreto nº 7003,

Leia mais

ACIDENTE DE TRABALHO

ACIDENTE DE TRABALHO 1 - DEFINIÇÃO 1.1 - Acidente de trabalho Qualquer prejuízo à saúde ou integridade física do trabalhador ocorrida no trabalho ou em decorrência do trabalho. 1.1.1 - Acidente Típico Acidente que ocorre numa

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 068/2012

PREGÃO ELETRÔNICO Nº 068/2012 P.J.U.- TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18ª REGIÃO 1 PODER JUDICIÁRIO DA UNIÃO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18ª REGIÃO PREGÃO ELETRÔNICO Nº 068/2012 Regido pel Lei nº 10.520/2002, Lei Complementr

Leia mais

I AÇÕES DE AUDITORIA INTERNA PREVISTAS:

I AÇÕES DE AUDITORIA INTERNA PREVISTAS: PAINT 24 - I AÇÕES DE AUDITORIA INTERNA PREVISTAS: 1.1 - Auditoris de Conformidde Uniddes Orig d dnd: Intern com bse nos resultdos d Mtriz de Risco elbord pel Auditori Intern Nº UNIDADE OBJETIVOS ESCOPO

Leia mais

DIRETORIA DE OPERAÇÃO GERENCIA DE OPERAÇÃO DE SISTEMAS -TGO

DIRETORIA DE OPERAÇÃO GERENCIA DE OPERAÇÃO DE SISTEMAS -TGO PREGÃO ELETRÔNICO 010/2010 ITEM 15.1.5 NEXO V DOCUMENTOS SEREM OBRIGTORIMENTE PRESENTDOS PR LIBERÇÃO DOS PGMENTOS NOME D EMPRES CONTRTD: Nº DO CONTRTO: NO Item DOCUMENTOS DETLHMENT O QUNDO EXIGIR DOCUMENTO

Leia mais

GUIA PRÁTICO ABONO DE FAMILIA PARA CRIANÇAS E JOVENS

GUIA PRÁTICO ABONO DE FAMILIA PARA CRIANÇAS E JOVENS Mnul de GUIA PRÁTICO ABONO DE FAMILIA PARA CRIANÇAS E JOVENS INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Deprtmento/Gbinete Pág. 1/26 FICHA TÉCNICA TÍTULO Gui Prático Abono de fmíli pr crinçs e jovens

Leia mais

DECRETO Nº 23581. De 09 de janeiro de 2006

DECRETO Nº 23581. De 09 de janeiro de 2006 DECRETO Nº 23581 De 09 de janeiro de 2006 Cria a Comissão de Locação de Imóveis e estabelece procedimentos para celebração, prorrogação e rescisão de contratos de locação. O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE GUARULHOS,

Leia mais

DECRETO Nº 2.108/2009

DECRETO Nº 2.108/2009 DECRETO Nº 2.108/2009 Súmula: Estabelece Procedimentos e critérios para os atestados médicos dos Servidores Públicos Municipais. O Prefeito Municipal de Colombo, no uso de suas atribuições que lhe são

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 2015-2 MANUAL DO CANDIDATO. Edital de Vagas Remanescentes PROCESSO SELETIVO POR MEIO DE SORTEIO. Organização:

PROCESSO SELETIVO 2015-2 MANUAL DO CANDIDATO. Edital de Vagas Remanescentes PROCESSO SELETIVO POR MEIO DE SORTEIO. Organização: PROCESSO SELETIVO 2015-2 MANUAL DO CANDIDATO Editl de Vgs Remnescentes PROCESSO SELETIVO POR MEIO DE SORTEIO Orgnizção: EDITAL COMPLEMENTAR PARA PREENCHIMENTO DAS VAGAS REMANESCENTES DOS EDITAIS DO PROCESSO

Leia mais

SITUAÇÃO ATUAL DA ESTRATÉGIA e-sus ATENÇÃO BÁSICA

SITUAÇÃO ATUAL DA ESTRATÉGIA e-sus ATENÇÃO BÁSICA NOTA TÉCNICA 08 2014 SITUAÇÃO ATUAL DA ESTRATÉGIA e-sus ATENÇÃO BÁSICA Avlição d situção tul e sugestões de encminhmento bseds ns discussões relizds em Reunião d Câmr Técnic de Informção e Informátic do

Leia mais

a FICHA DE AVALIAÇÃO FORMATIVA 9.º ANO

a FICHA DE AVALIAÇÃO FORMATIVA 9.º ANO Cristin Antunes Mnuel Bispo Pul Guindeir FICHA DE AVALIAÇÃO FORMATIVA 9.º ANO Escol Turm N.º Dt Grupo I Documento I É um serviço de tendimento telefónico de Trigem, Aconselhmento e Encminhmento, Assistênci

Leia mais

Brasília, 16 de julho de 2015. Boletim de Serviço da FUNAI Ano 28 Número 07. SUMÁRIO Presidência... 01 Coordenações Regionais...

Brasília, 16 de julho de 2015. Boletim de Serviço da FUNAI Ano 28 Número 07. SUMÁRIO Presidência... 01 Coordenações Regionais... p. 1 SUMÁRIO Presidência... 01 Coordenações Regionais...05 PORTARIA Nº 659/PRES, de 15 de julho de 2015. PRESIDÊNCIA Dispõe sobre a regulamentação quanto à concessão de licença por motivo de doença em

Leia mais

EXEMPLAR DE ASSINANTE DA IMPRENSA NACIONAL

EXEMPLAR DE ASSINANTE DA IMPRENSA NACIONAL ISSN 1677-7042 Ano CXLV 243 Brsíli - DF, segund-feir, 15 de dezembro de 2008. Sumário PÁGINA Atos do Poder Judiciário... 1 Atos do Poder Executivo... 1 Presidênci d Repúblic... 104 Ministério d Agricultur,

Leia mais

1 de 8. Ofertas n.º 2842

1 de 8. Ofertas n.º 2842 1 de 8 Procedimento de seleção pr recrutmento de Técnicos no âmbito do Progrm de Atividdes de Enriquecimento Curriculr do 1.º Ciclo de Ensino Básico Atividdes Lúdico Expressivs Ligção d Escol com o Meio

Leia mais

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AGRÍCOLA

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AGRÍCOLA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AGRÍCOLA Editl PPGEA 04/2016: http://portl.ufgd.edu.br/pos-grduco/mestrdo-engenhrigricol 1.1 Conttos: Horário de tendimento d secretri: d 8 s 11 h e ds 13 s 16 h;

Leia mais

Portaria nº. 275/2012 de 20 de Julho de 2012.

Portaria nº. 275/2012 de 20 de Julho de 2012. Portaria nº. 275/2012 de 20 de Julho de 2012. Dispõe sobre procedimentos a serem adotados com relação aos atestados para os Servidores Público Municipais. O Secretário de Administração e Recursos Humanos

Leia mais

O PREFEITO DE GOIÂNIA, no uso de suas atribuições legais, e CAPÍTULO I DO FUNDO MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER

O PREFEITO DE GOIÂNIA, no uso de suas atribuições legais, e CAPÍTULO I DO FUNDO MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER 1 Gabinete do Prefeito DECRETO Nº 4139, DE 11 DE SETEMBRO DE 2013. Regulamenta o Fundo Municipal de Esporte e Lazer e o Incentivo ao Esporte e Lazer e dá outras providências. O PREFEITO DE GOIÂNIA, no

Leia mais

Edital 005/2017/CCB BOLSA DE AÇÕES EXTENSIONISTAS

Edital 005/2017/CCB BOLSA DE AÇÕES EXTENSIONISTAS Editl 005/2017/CCB BOLSA DE AÇÕES EXTENSIONISTAS 1 DA ABERTURA 1.1 A Universidde Estdul de Goiás (UEG), pesso jurídic de direito público, utrqui do poder executivo estdul, constituíd pel Lei Estdul n.

Leia mais

CURSOS OFERECIDOS NO PERÍODO DA MANHÃ CURSOS OFERECIDOS NO PERÍODO DA TARDE CURSOS OFERECIDOS NO PERÍODO DA NOITE

CURSOS OFERECIDOS NO PERÍODO DA MANHÃ CURSOS OFERECIDOS NO PERÍODO DA TARDE CURSOS OFERECIDOS NO PERÍODO DA NOITE PREFEITURA MUNICIPAL DE LORENA ESCOLA MUNICIPAL PROFISSIONALIZANTE MILTON BALLERINI Av. São José nº 150 centro Loren SP Tel. (12) 3153-1548 CEP 12.600-560 125 CURSOS GRATUITOS OFERECIDOS PELA PREFEITURA

Leia mais

Portaria Interministerial MPS/MF/MP/MDS/SEP Nº 1 DE 01/08/2014

Portaria Interministerial MPS/MF/MP/MDS/SEP Nº 1 DE 01/08/2014 Portaria Interministerial MPS/MF/MP/MDS/SEP Nº 1 DE 01/08/2014 Publicado no DO em 4 ago 2014 Dispõe sobre a concessão e manutenção do benefício assistencial devido aos trabalhadores portuários avulsos

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO C-74

CONCURSO PÚBLICO C-74 GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ SECRETARIA EXECUTIVA DE ESTADO DE ADMINISTRAÇÃO SEAD CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM EMPREGOS DE NÍVEL SUPERIOR E DE NÍVEL MÉDIO EDITAL N.º 2/2004 SEAD/PRODEPA, DE

Leia mais

ATO Nº 20/2011. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 7ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais,

ATO Nº 20/2011. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 7ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais, ATO Nº 20/2011 Disciplina a concessão de licenças-médicas aos servidores em exercício neste Regional e dá outras providências. O PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 7ª REGIÃO, no uso de suas

Leia mais

BOLETIM ADMINISTRATIVO Nº 020 DE 12 a 16/05/14

BOLETIM ADMINISTRATIVO Nº 020 DE 12 a 16/05/14 Leia-se:...Art. 1º DELEGAR COMPETÊNCIA e as responsabilidades decorrentes ao Superintendente Regional do DNIT nos estados de Goiás e Distrito Federal para Lavrar o Termo Aditivo de Prorrogação de prazo,

Leia mais

Questionário. Base de Dados dos Recursos Humanos da Área Jurídica da Administração Pública da Região Administrativa Especial de Macau

Questionário. Base de Dados dos Recursos Humanos da Área Jurídica da Administração Pública da Região Administrativa Especial de Macau Registo inicil Actulizção de ddos Direcção dos Serviços d Reform Jurídic e do Direito Interncionl Questionário Bse de Ddos dos Recursos Humnos d Áre Jurídic d Administrção Públic d Região Administrtiv

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CALDAS TAIPAS CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE COMÉRCIO. DISCIPLINA: ORGANIZAR E GERIR A EMPRESA (10º Ano Turma K)

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CALDAS TAIPAS CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE COMÉRCIO. DISCIPLINA: ORGANIZAR E GERIR A EMPRESA (10º Ano Turma K) ESCOLA SECUNDÁRIA DE CALDAS TAIPAS CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE COMÉRCIO DISCIPLINA: ORGANIZAR E GERIR A EMPRESA (10º Ano Turm K) PLANIFICAÇÃO ANUAL Diretor do Curso Celso Mnuel Lim Docente Celso Mnuel

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO Edital nº 334 de 09 de outubro de 2013 Acesso aos Cursos de Graduação 2014 O Reitor da Universidade Federal do

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO Edital nº 334 de 09 de outubro de 2013 Acesso aos Cursos de Graduação 2014 O Reitor da Universidade Federal do UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO Editl nº 334 de 09 de outubro de 2013 Acesso os Cursos de Grdução 2014 O Reitor d Universidde Federl do Jneiro (UFRJ), no uso de sus tribuições legis, torn público

Leia mais

E D I T A L N º 0 3 / 2 0 1 5

E D I T A L N º 0 3 / 2 0 1 5 E D I T A L N º 0 3 / 2 0 1 5 A FACULDADE DE TECNOLOGIA MACHADO DE ASSIS FAMA, trvés d Comissão do Processo Seletivo COPS, comunic os interessdos bertur ds inscrições o PROCESSO SELETIVO pr ingresso nos

Leia mais

1 de 8. Oferta n.º 2844

1 de 8. Oferta n.º 2844 1 de 8 Procedimento de seleção pr recrutmento de Técnicos no âmbito do Progrm de Atividdes de Enriquecimento Curriculr do 1.º Ciclo de Ensino Básico Atividdes Lúdico Expressivs Expressão Musicl Ofert n.º

Leia mais

Manual TISS. Consultórios, Hospitais, Clínicas e Laboratórios. 1ª Versão: 12/06/2007

Manual TISS. Consultórios, Hospitais, Clínicas e Laboratórios. 1ª Versão: 12/06/2007 Mnul TISS Instruções pr preenchimento. Consultórios Hospitis Clínics e Lbortórios. 1ª Versão 12062007 Índice 1. Apresentção... 1 2. Definição do Pdrão TISS... 2 3. Objetivo do Pdrão TISS... 2 4. Guis (formulários)

Leia mais

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE CARIACICA - IPC. Principais procedimentos Perícia Médica e Benefícios Previdenciários

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE CARIACICA - IPC. Principais procedimentos Perícia Médica e Benefícios Previdenciários INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO MUNICÍPIO DE CARIACICA - IPC Principais procedimentos Perícia Médica e Benefícios Previdenciários APRESENTAÇÃO DE ATESTADO À CHEFIA IMEDIATA As licenças

Leia mais

ESTADO DE RONDÔNIA PREFEITURA MUNICIPAL DE MINISTRO ANDREAZZA Lei de Criação 372 13/02/92 PROGRAMA FINALÍSTICO

ESTADO DE RONDÔNIA PREFEITURA MUNICIPAL DE MINISTRO ANDREAZZA Lei de Criação 372 13/02/92 PROGRAMA FINALÍSTICO PROGRAMA FINALÍSTICO PROGRAMA: 022 - Progrm Súde d Fmíli 1. Problem: Alto índice de pcientes que visitm unidde Mist de Súde pr trtr de problems que poderim ser resolvidos com visit do médico em su cs.

Leia mais

EXAME MÉDICO, BIOMÉTRICO E PSICOTÉCNICO

EXAME MÉDICO, BIOMÉTRICO E PSICOTÉCNICO GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA SECRETARIA DE ESTADO DA SEGURANÇA, DEFESA E CIDADANIA DE RONDÔNIA CONSELHO SUPERIOR DE POLÍCIA CIVIL O Secretário de Estdo d Segurnç, Defes e Ciddni do Estdo de Rondôni, no

Leia mais

SIASS SISTEMA INTEGRADO DE ATENÇÃO A SÁUDE DO SERVIDOR LEGISLAÇÃO REFERENTE A LICENÇAS PARA TRATAMENTO DE SAÚDE JUNHO 2015

SIASS SISTEMA INTEGRADO DE ATENÇÃO A SÁUDE DO SERVIDOR LEGISLAÇÃO REFERENTE A LICENÇAS PARA TRATAMENTO DE SAÚDE JUNHO 2015 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL-RIO-GRANDENSE SIASS 0261 SISTEMA INTEGRADO DE ATENÇÃO A SÁUDE DO SERVIDOR LEGISLAÇÃO REFERENTE A LICENÇAS PARA TRATAMENTO DE SAÚDE JUNHO 2015 PROGEP

Leia mais

Diário Oficial. Estado de Mato Grosso do Sul. Secretária de Estado de Administração THIE HIGUCHI VIEGAS DOS SANTOS MARIA NILENE BADECA DA COSTA

Diário Oficial. Estado de Mato Grosso do Sul. Secretária de Estado de Administração THIE HIGUCHI VIEGAS DOS SANTOS MARIA NILENE BADECA DA COSTA 11-1 0-1977 Diário Oficil Estdo de Mto Grosso do Sul ANO XXXVI n. 8.719 CAMPO GRANDE-MS, SEGUNDA-FEIRA, 70 PÁGINAS GOVERNADOR ANDRÉ PUCCINELLI Vice-Governdor SIMONE TEBET Secretário de Estdo de Governo

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul Município de Venâncio Aires

Estado do Rio Grande do Sul Município de Venâncio Aires DECRETO Nº 5.672, DE 02 DE ABRIL 2015 Dispõe sobre as inspeções de saúde física e mental no Poder Executivo Municipal. AIRTON LUIZ ARTUS, PREFEITO MUNICIPAL DE VENÂNCIO AIRES, no uso de suas atribuições

Leia mais

NP-NORMAS E PROCEDIMENTOS EM SEGURANÇA E SAÚDE OCUPACIONAL

NP-NORMAS E PROCEDIMENTOS EM SEGURANÇA E SAÚDE OCUPACIONAL Página 1 de 7 1. OBJETIVO 1.1. Estabelecer procedimentos técnico-administrativos para Registro, Análise e Investigação de Acidente do Trabalho envolvendo os servidores públicos e empregados fundacionais

Leia mais

A Diretoria de Relações Internacionais da Fundação de Ensino e Pesquisa do Sul de Minas - 1. OBJETIVO 2. PRÉ-REQUISITOS. Re~ unis

A Diretoria de Relações Internacionais da Fundação de Ensino e Pesquisa do Sul de Minas - 1. OBJETIVO 2. PRÉ-REQUISITOS. Re~ unis Crid pel Lei Estdul nn 2. 766/63 CNPJ.: 21.420.85610001-96 - lrrsc Estdul. ISENTA Entidde M ntenedor do Grupo Educcionl Uni: Centro Universitdrio do Sul d Mins - UNIS Fculdde Bum- FABE Fculdde Três Ponts

Leia mais

Faculdade Atenas Maranhense (FAMA) FAMA A Avenida São Luis Rei de França, n.º 32 Turu, São Luís/MA

Faculdade Atenas Maranhense (FAMA) FAMA A Avenida São Luis Rei de França, n.º 32 Turu, São Luís/MA PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO LUÍS SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DE SÃO LUÍS HOSPITAL MUNICIPAL DJALMA MARQUES CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS E FORMAÇÃO DE CADASTRO DE RESERVA EM CARGOS

Leia mais

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA POSSE NO CARGO PÚBLICO

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA POSSE NO CARGO PÚBLICO PREFEITURA MUNICIPAL DE OLHO D ÁGUA DAS FLORES CNPJ: nº 12.251.468/0001-38 Avenida 02 de Dezembro, nº 426 - Centro. Fone/Fax: (82) 3623.1280 e-mail: prefeituraoaflores@ig.com.br DOCUMENTOS NECESSÁRIOS

Leia mais

Acoplamento. Tipos de acoplamento. Acoplamento por dados. Acoplamento por imagem. Exemplo. É o grau de dependência entre dois módulos.

Acoplamento. Tipos de acoplamento. Acoplamento por dados. Acoplamento por imagem. Exemplo. É o grau de dependência entre dois módulos. Acoplmento É o gru de dependênci entre dois módulos. Objetivo: minimizr o coplmento grndes sistems devem ser segmentdos em módulos simples A qulidde do projeto será vlid pelo gru de modulrizção do sistem.

Leia mais

NORMA DE CONCESSÃO DE LICENÇA NOR 305

NORMA DE CONCESSÃO DE LICENÇA NOR 305 Empresa Brasileira de Comunicação S. A. MANUAL DE PESSOAL COD. 300 ASSUNTO: NORMA DE CONCESSÃO DE LICENÇA COD: NOR- 305 APROVAÇÃO: Res. Nº 108/12, de 12/07/95 Res. Nº 013/00, de 01/08/00 Res. Nº 005/04,

Leia mais

PROGRAMA SENAC DE GRATUIDADE - PSG EDITAL DE SELEÇÃO PARA INGRESSO DE ALUNOS EM CURSOS OFERTADOS PELO SENAC

PROGRAMA SENAC DE GRATUIDADE - PSG EDITAL DE SELEÇÃO PARA INGRESSO DE ALUNOS EM CURSOS OFERTADOS PELO SENAC PROGRAMA SENAC DE GRATUIDADE - PSG EDITAL DE SELEÇÃO PARA INGRESSO DE ALUNOS EM S OFERTADOS PELO SENAC O SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DO PARÁ, SENAC/PA, no uso de sus

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA PORTARIA Nº 173, DE 5 DE MARÇO DE 2015. Revogada pela Portaria PGR/MPF nº 239, de 31 de março de 2015. Regulamenta a avaliação pericial administrativa

Leia mais

EDITAL DE ABERTURA E PUBLICAÇÃO DO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO N.º 001/2011.

EDITAL DE ABERTURA E PUBLICAÇÃO DO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO N.º 001/2011. EDITAL DE ABERTURA E PUBLICAÇÃO DO PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO N.º 001/2011. O PREFEITO DE NOVA MUTUM ESTADO DE MATO GROSSO no uso de sus tribuições legis, torn público pr conhecimento dos interessdos,

Leia mais

NORMA REGULAMENTADORA 1 - NR 1 DISPOSIÇÕES GERAIS

NORMA REGULAMENTADORA 1 - NR 1 DISPOSIÇÕES GERAIS NORMA REGULAMENTADORA 1 - NR 1 DISPOSIÇÕES GERAIS 1.1. As Norms Regulmentdors - NR, reltivs à segurnç e medicin do trblho, são de observânci obrigtóri pels empress privds e públics e pelos órgãos públicos

Leia mais

EDITAL 001/2013 - EADUnC

EDITAL 001/2013 - EADUnC EDITAL 001/2013 - EADUnC O Reitor d Universidde do Contestdo-UnC, de cordo com o disposto no Regimento, fz sber, trvés do presente Editl, que estrão berts inscrições e mtriculs pr ingresso nos Cursos de

Leia mais

MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS

MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS PROCEDIMENTOS 1 MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS PROCEDIMENTOS 2 Índice 1- Exames Médicos Ocupacionais. 2- Controle de Atestados Médicos. 3 - Afastamentos: INSS/Licença Maternidade. 4 - Avaliação Médica.

Leia mais

- 3. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

- 3. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES EDITAL Nº 011/2015 SENAC ACRE TRATA DAS NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA RECRUTAMENTO, INSCRIÇÃO E MATRÍCULA NA MODALIDADE DE EDUCAÇÃO PRESENCIAL NO PROGRAMA SENAC DE GRATUIDADE PSG PARA A UNIDADE DE CRUZEIRO

Leia mais

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO CONSELHO DELIBERATIVO DO PROGRAMA TST-SAÚDE

TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO CONSELHO DELIBERATIVO DO PROGRAMA TST-SAÚDE TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO CONSELHO DELIBERATIVO DO PROGRAMA TST-SAÚDE ATO DELIBERATIVO Nº 56, DE 25 DE NOVEMBRO DE 2014 Dispõe sobre a assistência odontológica indireta aos beneficiários do Programa

Leia mais

INFORMATIVO PREVIQUAM.

INFORMATIVO PREVIQUAM. INFORMATIVO PREVIQUAM. INSTITUIDO PELA LEI Nº. 480 DE 24/03/1994 O QUE É PREVIQUAM? É uma autarquia com personalidade jurídica própria que destina-se a assegurar aos Servidores públicos Municipais de São

Leia mais

Ilha Solteira, 17 de janeiro de 2013. OFICIO OSISA 05/2013

Ilha Solteira, 17 de janeiro de 2013. OFICIO OSISA 05/2013 Nossos prceiros Pel trnsprênci e qulidde d plicção dos recursos públicos Ilh Solteir, 17 de jneiro de 2013. OFICIO OSISA 05/2013 Ao Exmo. Sr. Alberto dos Sntos Júnior Presidente d Câmr Municipl de Ilh

Leia mais

3. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

3. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES EDITAL Nº 004/2016 SENAC ACRE TRATA DAS NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA RECRUTAMENTO, INSCRIÇÃO E MATRÍCULA NA MODALIDADE DE EDUCAÇÃO PRESENCIAL NO PROGRAMA SENAC DE GRATUIDADE PSG PARA A UNIDADE DO NEP/RIO

Leia mais

1.8 Não será permitida a inscrição simultânea em mais de 2 (dois) componentes curriculares a serem lecionados no mesmo período.

1.8 Não será permitida a inscrição simultânea em mais de 2 (dois) componentes curriculares a serem lecionados no mesmo período. VISO PÚBLICO Nº 04/UNOESC-R/2015 O Reitor d Universidde do Oeste de Snt Ctrin Unoesc, Unoesc Virtul, entidde educcionl, crid pel Lei Municipl nº 545/68 e estruturd de direito privdo, sem fins lucrtivos,

Leia mais

JOSÉ DE ANCHIETA JUNIOR

JOSÉ DE ANCHIETA JUNIOR SUMÁRIO Págin Atos do Poder Executivo...01 Governdori do Estdo...01 Secretri de Estdo d Gestão Estrtégic e Administrção...04 Secretri de Estdo d Súde...09 Secretri de Estdo de Educção, Cultur e Desportos...16

Leia mais

PROGRAMA SENAC DE GRATUIDADE - PSG EDITAL DE SELEÇÃO PARA INGRESSO DE ALUNOS EM CURSOS OFERTADOS PELO SENAC

PROGRAMA SENAC DE GRATUIDADE - PSG EDITAL DE SELEÇÃO PARA INGRESSO DE ALUNOS EM CURSOS OFERTADOS PELO SENAC PROGRAMA SENAC DE GRATUIDADE - PSG EDITAL DE SELEÇÃO PARA INGRESSO DE ALUNOS EM S OFERTADOS PELO SENAC O SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DO PARÁ, SENAC/PA, no uso de sus

Leia mais