PRIMEIRA REUNIÃO DA REDE DE ASSOCIACIÕES DE PSORÍASE DE LATONOAMÉRICA LATINAPSO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PRIMEIRA REUNIÃO DA REDE DE ASSOCIACIÕES DE PSORÍASE DE LATONOAMÉRICA LATINAPSO"

Transcrição

1 PRIMEIRA REUNIÃO DA REDE DE ASSOCIACIÕES DE PSORÍASE DE LATONOAMÉRICA LATINAPSO Dia 1 17:20h Silvia Fernández Barrio da a bemvinda e agradece a presença e o esforço de Abott, Jeffrey Group, Carlos Compagno, Mario Burgos e a todos os assistentes. Silvia apresenta a Mario Burgos como especialista em gestão de organizações. Mario explica a sua labor e o seu papel no desenvolvimento e a gestão de organizações. Ele fala do seu trabalho na Universidade. Mario comenta o programa e faz énfasis em que o importante é compreender a situação das associações e gerar idéias para melhorar, elaborar compromisos e começar a trabalhar em rede. 17:35h O Dr. Gabriel Magariños começa com a sua apresentação. Comenta os diferentes aspeitos médicos da psoríase: tipos, implicações, comorbilidades, importância dum diagnóstico temprano em artritis psoriática. O doutor explica os diferentes tratamentos existentes e os riscos associados à doença. Também fala do impacto psicológico da doença e de como são as medições médicas da severidade da enfermidade. O doutor enfatizou a importância do papel das associações no contato com os pacientes para que o tratamento seja continuado (para ter constância e não abandono) e por tanto, seja efectivo. Terapias biológicas. Os custos se relacionam com os danos que se produciriam si não se utilizaram. São terapias não muito conhecidas em Latinoamérica, mas não são novas e tem probada eficácia (Anti TNF). Importância das campanhas de educação para informar à sociedade e não caer na discriminação. Idéia de deixar de lado uma terapêutica para passar a um processo terapêutico. Ou seja, um processo que vai se adaptar a cada pessoa. A base desta medicina basada no paciente tem como forma de atuar a decisão do tratamento consensuada com o paciente. O doutor resalta o papel das associações em aceitar o desafio de acompanhar aõ paciente. Se despede dizendo que a mais lunga caminhada começa por um primeiro passo. Hoje vem a ser o primeiro passo duma lunga caminhada. (Aplausos) 1

2 Itzia de Panamá conta que ela mesma não é paciente mas sim trabalha dia a dia com a informação que acaba de aportar o doutor. Conta a sua experiência com os grupos de autoajuda, a dificuldade para se aplicar uma crema todo dia com constância. O doutor responde que faz falta muita educação médica, os profissionais da medicina devem saber se pôr no lugar do sacrifício que tem que fazer o paciente aõ seguir o tratamento. Tem que adatar o tratamento conforme à gravedade do cada caso. No princípio não existe tratamento tópico específico indicado para os casos que superem o 10% da pele. Lúcia de Manaus comenta o problema que eles têm: quando um paciente se plantea chegar e accede tras muita dificuldade a um tratamento biológico, a sua enfermidade já está muito avanzada. O doutor responde que faz falta conciência médica e consenso, para melhorar a accesibilidade aos tratamentos. As associações têm que encontrar a maneira de pedir que as legislações regulem isto. Fabio de Chile comenta a sua experiência: em vários anos tem usado todo tipo de cremas, comenta a dificuldade de manter a constância na sua aplicação várias vezes no dia. Comenta a dificuldade para detectar os síntomas da psoríase em alguns casos. O doutor comenta que a dificuldade é aún maior para detectar a artritis psoriática. Repasa o comentado respecto a este tema na sua apresentação, especialmente os factores hereditários. Fala das lesiões na matriz das unhas como indicativo de lesão na inserção dos tendões, como primeira pista de lesão articular. Artritis axial normalmente subdiagnosticada, confundida com problemas posturais. Uma senhora comenta a distância que se cria habitualmente quando o paciente acude à consulta. Os médicos as vezes utilizam luvas quando não é uma doença contagiosa, etc. O doutor responde que em SOLAPSo consideram fundamental dar um turno de 1h na primeira consulta, para estabelecer uma relação médico-paciente seria. Crê que é imposível que todos os colegas façam isso, aunque sim se pode lograr que os pacientes saibam que profissionais trabalham deste modo e quais não para escolher. 2

3 Silvia Fernández Barrio pergunta como vêm as sociedades médicas (sociedade de dermatologia, etc.) às associações de pacientes. Existe a sensação de que os pacientes estudam e investigam muito em quanto que os médicos não. O doutor contesta que ele estudeu em profundidade o tema da psoríase, também como os pacientes aprenderam à sua maneira sobre a doença. Faze um paralelismo de como o psicólogo pode ajudar a que o paciente se predisponga a se curar, mas não o cura em sí. O profissioal deve ter respeito pela pessoa que padece a doença e individualizar-o. Johanna comenta a sua experiência pessoal com Jaime, quem estaba em cadeira de rodas o ano passado, este ano presente na sala em muletas. Conta como a sua curação tem sido em grande parte pela motivação no seu trabalho e nos seus desafios diários ademais da medicação, alimentação, etc. Describe como é que a motivação, a cercania e a implicação na situação do enfermo é clave para que a curação se dê. Luisa de Venezuela comenta que no seu país tem muitos meninos e adolescentes com psoríase. Comenta como no seu caso os seus pais a cuidaram e a apoiaram nos seus tratamentos, mas ela ve também que tem pais que sobreprotegem aos filhos e lhes remarcam a doença ( não pode sair a correr, não podes fazer isto ni aquilo ). Tem um trabalho que devería fazer o dermatólogo para que os pais não aumentem a doença. O doutor e Silvia destacam importância das associações para não victimizar aos doentes. A associação também está para dar apoio aos parentes, ajudar à reinserção social. O doutor comenta o caso dum paciente já casi sem síntomas que desearia ir a um natatório e ele mesmo se põe excusas, se autolimita e não se atreve a ir desde anos. Tem que evitar a desinserção social que muitas vezes vem provocada por o próprio entorno familiar o inclusive por um mesmo. Ricardo de México pergunta que esperança se pode ter de que os profissionais do seu país vão a cambiar de perspectiva e começem a se interesar pela atenção e os tratamentos para melhorar a qualidade de vida dos pacientes. O doutor responde que a doença não pode estar muito tempo se mostrando como algo que não é. Confia no papel das associações para que isto cambie. 19:01 Mario B. apresenta a Carlos C. Sua apresentação se titula Comunicação e Integração 3

4 Carlos faz um exercício introductório e nos pede a todos que fechemos os olhos e imaginemos tudo o que poderiamos chegar a fazer juntos. Organiza a tudos aos pares e nos pede que nos apresentemos nomeiando nada mais tres palavras ou idéias. Despois cada um conta para todos as respostas do companheiro. Nos dá as targetas de identificação para que cada um procuremos a nostra. Carlos conta a anédota dos cinco monos numa gaiola com uma escada para chegar às bananas. Quando um tentava de subir, aos demais lhes tiravam um jorro de aigua fria. No final não subia niguém. Vão substituindo monos e aõ final ninguém ascendia sem saber por que não o faziam. É mais facil desmontar um átomo que um preconceipto. A idéia das associações não é fazer o que não se pode, senão encontrar o próprio caminho para estar melhor. La melhoria da situação é uma cuestão de convicção e ciência. Vídeo do águila: explicam como vive naturalmente até os 40 anos e depois deve passar por um processo de transformação de 150 dias para renovar pico, unhas e plumas velhas e poder volver a sua vida normal até os 70 anos. Carlos destaca a importância da atenção a uma pessoa que liga por vez primeira a uma associação. Importância da capacidade de comunicação. Jogo: oito pessoas caminham se entrecruzando para se cumprimentar com cada vez maior cercania e terminam num abraço. Conclusão: No é o que se diz, senão como se diz. Jogo: Carlos pede a dois pares que falem sem usar palavras, só números, fazendo énfasis na entonação. Isto não é novo para nadie, mas sim acontece que as vezes esquecemos e então vêm os problemas na comunicação. Valor da associação e da rede de associações para compartir o dia a dia e beneficiarse duma boa comunicação. Jogo da linha, no qual pede aos voluntários para se ordenar pela altura, por país Para ver a importância da comunicação e como as vezes as cosas não são tão faciles como aparentam. Carlos fala da confiânza como o que da valor à comunicação. Confiânza numo mesmo e no outro, para potenciar a confiânza de ambas partes. 4

5 História da carpinteria, na qual se narra como todas as ferramentas têm alguma virtude e algum defeito. Mas é precisamente pelas suas virtudes e as suas particularidades que são útiles para construir. Película PILOBOLUS Dance Theater. APRESENTAÇÕES das ASSOCIAÇÕES Ricardo de México Associação Mexicana contra a Psoríase Começaram em maio São uma organização sem ánimo nem fines de lucro, integrada e dirigida pelos mesmos pacientes. Não se limitam a um grupo de idade, credo, nem estão adheridos a interesse econômico, político, religioso o empresarial nenhum. A misão é brindar apoio e orientação respeito à doença assim como impulsar as investigações. Também procuram que os enfermos e suas famílias melhorem sua qualidade de vida. Querem manter o contato com outras associações e consolidar-se no país. Algums dos seus valores são: independência, generosidade, humildade, respeito, bem comum. Num primer momento teve muita importância a ajuda dos médicos que colaboraram com eles, todos de México e um de Espanha. A sua base e o seu começo foram os grupos de autoajuda. Começaram num saguão emprestado. Agora eles têm uma casa na qual se podem reunir até 80 pessoas. Querem fomentar os lazos de união entre os membros, por isso organizam congressos anuais e viagens a distintas cidades do país. A administração e a conducção estão a cargo da doutora Gladys León, a sua mulher e ele, sem cobrar aporte nenhum nos sete anos de vida da associação. Luisa de Venezuela Associação Venezolana de Psoríase. Agora são 9 pessoas. Nasceu por iniciativa da Dra. Érika Paez há 4 mêses. A misão é ajudar e não sentirse sozinhos. São os únicos no país. 5

6 O importante não é em que estado esteja a doença em cada um, senão que os doentes saibam que têm com quem compartir e abraçarse, para aprender a conviver com a enfermidade. Pensam que é melhor dar um paso todos juntos que muitos cada uno pelo seu lado. A misão é apoiar, assistir e orientar aos pacientes e a suas famílias em todos sus ámbitos, para ter uma melhor qualidade de vida. Apóiam toda investigação que leve a uma cura da psoríase. Eles afirmam que ter psoríase não deve condicionar nem ser motivo de discriminação. Luisa porta uma nómina de profissionais não médicos (abogados, economistas, etc.) e médicos (dermatólogos), em várias cidades. Querem conseguir ter um médico em cada estado, para que o acesso seja fácil. Todos os membros trabalham gratuitamente. Têm uma sede em Caracas, cerca da sede de saúde nacional. Estão trabalhamdo num sitio de internet. Têm uma lojinha na qual os pacientes que não podem trabalhar exhibem e vendem seus trabalhos de artesania. Apoiam especialmente aos meninos com psoríase. Invitam a ter uma actitud positiva ante a vida, para saber que sim se pode cambiar, tanto um mesmo como os demais. Fabio de Chile Corporação Psoríase Chile Ele chegou à associação como usuario da mesma. Estão começando agora. Seu lema é: abrendo um novo caminho. São os únicos no país. Chile tem amplia váriabilidad de climas, o que implica maior dificuldade para os tratamentos. São 16,5 millões de habitantes, 3,5% com psoríase, de istos o 67,6% estão entre 15 e 64 anos (algo mais de pessoas) O seu projecto pode resumirse assim: 1. Criar centros de atenção de doentes a nível nacional 2.- Criar unidades de contato e voluntariado 3.- Formar grupos de voluntariado e formação. 4.- Campanhas de difusão da informação para um maior conhecimento da doença. 6

7 Atualmente não existe ajuda nenhuma por parte do Estado para os pacientes. Querem lograr ajuda pública e privada, que se comprometam com o doente de psoríase e não o marginem. Também querem lograr um maior conhecimento da enfermidade, lograr apoio e ajuda efectiva para os enfermos. Confiam que com ajuda internacional é posível conseguir todos seus objetivos. Cecilia de Ecuador Fundação Ecuatoriana da Psoríase Dra. Cecilia Cañarte A misão é brindar atenção médica humanitária de óptima qualidade aos enfermos e ser um lugar para compartir experiências e apoio. Eles são referencia em todo o país em investigação. A direcção está formada por um consejo corportativo e vários directores de área as comisiões estão integradas por médicos e pacientes. Em janeiro 2009 estrenaram novas instituções. Os pacientes têm voz para decidir e votar acordos. Trabalham em várias áreas: investigação, publicidade, apoio, tratamentos Também assistem a pacientes com ictiosis, enfermidade irmã da psoríase. Fazem várias reuniões e celebrações de dias especiais no ano: dia do menino, da madre, da família, sessião solemne, manhãs deportivas, campanhas do brinquedos em natal, talheres de cocina, manualidades, etc Sempre metem pacientes com profissionais, fazendo interacção. Eles têm 9 anos de labor. O equipe são 23 médicos. Atualmente têm mais de atenções per ano, em crescimiento desde que começaram. Agora têm uma unidade de fototerapia e outros méios nas consultas. Fepso tem obtido 9 premios em investigação nacionais e internacionais. Trabalham com instituções do estado, fazem campanhas de difusão, têm o seu próprio material educativo. 7

8 O mais importante de su misão é sanar e melhorar a calida de vida. Ela finaliza com uma cita de M. Benedetti. Celio Associaçao cearense de portadores de psoríase Ele junto com Silvia? fundaram a associação. Ele ficou em Ceará e ela foi a Sao Paulo O seu objetivo é que a organização seja forte. A sede está em Fortaleza. As associações mais próximas estão em Manaus, Amazonas e Salvador de Bahía. Tnuma gran carência de associações pelo país. São consciêntes da necessidade de unirse nacioalmente. No septembro de 2009 estão tramitando a obtenção de pessoalidade jurídica. Quando a tenham poderão obter recursos públicos e privados, para poder dispôr de mais médios. A misão é promover a união entre os doentes, para ter apoio e contenção, assim como compartir a informação para uma melhor qualidade de vida. Leticia de Puerto Rico ainda não têm associação Ela vai apresentar uma investigação que foi a sua apresentação doutoral. Ela foi a investigadora sobre a vida de outras pessoas com a enfermidade. O primeiro problema que se apresentou foi o da investigação. A pesar de que a doença é conhecida, no país não tenham nenhum estudo prévio. O estudo quer ajudar à pessoa a trabalhar o aspeito psicoeduacativo, tanto de profissionais como de pacientes. A istos dos grupos (profissionais e pacientes) se les perguntou pelas experiências com a doença. O estudo se fez sobre tres pacientes, aos que lhes fez tres entrevistas profundas: enfoque fenomenológico (entender as experiências e os pacientes desde sua perspectiva). Resultados: emociões ante o diagnóstico: choro, rábia, frustração Sentimientos: desesperação, pena, 8

9 Relações famíliais, incomprensão as vezes. Câmbios em seu pensamento e hábitos. Sentimentos ante a falta de cura: tristeza, desesperação Manejo da enfermidade com fe e esperanza. Enfrentando à comunidade. Importância das relações familiares e interpessoais. A continuação enumera uma serie de limitações e recomendações relativas à psoríase. Vencindo a psoríase: já têm uma reunião grupal todos os meses desde faz méio ano. Estão começando. Silvia Galli Associaçao de apoio aos portadores de psoriase de São Paulo Misão: orientar aõ paciente a procurar equilibrio bio-psico-social, num ambiente onde prevaleça a valorização de sua autoestima e se lhe transmita alegria de viver. Valores: ética, transparência, contenção, alegria de viver. Objetivos: orientação sobre novos tratamentos, orientação a familiares, atividades que levem à inserção social. Se fundaram no janeiro 2008 como organização civil. Sucessos: Registro do estatuto (foi custoso em tempo e dinheiro), criação do logo (dos maõs que simbolizam o tacto, o contato, o acogimiento), sala, página web. Atividades: Reuniões grupais, terápia de grupo com voluntários, audiência pública com o Sr. Ministro de Saúde, fizeram um grupo de teatro, invitaram uma monja budista tibetana Tentam ser muito criativos, mantenendo siempre a alegria de viver. Explica como seu pai, portador de psoríase eritrodérmica sofrera tudo tipo de discriminações. Esta situação lhe motivou a todo o trabalho que está fazendo agora. 9

10 PSORIEJ Associação de amigos e portadores de Psoríase do estado de Río de Janeiro, apresentada por Silvia Galli. Seu diretor não pôde vir porque estava grave da sua doença. Silvia é a vicepresidente. Fundada em março 2004 para dar apoio, orientação e informação a doentes e familiares. Também querem despertar o interés geral e das autoridades para a melhora de direitos e qualidade de vida. Orientam em como obter medicamentos de alto custo. Ainda não têm sede própia, alugam um espaço na associação médica de Río de Janeiro. Associacao brasiliense de psoriase ABRAPSE, apresentada por María Parecida. Iniciativa de portadores de psoríase. Aproximação social e cooperação dos membros. Querem educar e informar para fortalecer a autoestima. Fomentam investigações para cura e tratamentos. Metodologia: com o servicio de Dermatologia do Hospital Universitario de Brassimlia e com a Sociedade Brasilera de Dermatologia. Programa de apoio aos portadores de psoríase: vários projetos desenvolvidos, entre outros de informação e apoio psicológico tanto para pacientes como familiares. Sucessos: Lei federal em novembro 2006 na qual se estabelece o 29 otubro como dia nacional da psoríase, liberação da medicação de alto custo pela Secretaría de Saúde do Goberno Federal, criação dum folheto educativo, outras atividades (reuniões abertas de acogimento, grupo de apoio a mulheres, atenção psicológica individual, apoio a famílias) Dificuldades: baixa adhesão dos membros nos eventos, falta de recursos financieiros. 10

11 Dia 2 Começa a jornada com a apresentação do programa do dia por Mario Burgos. 10:00h Mario Burgos apresenta o diagnóstico realizado a cada associação e explica brevemente a situação na qual se encontram na atualidade. 10:31h Mario Burgos pergunta pelas fortalezas de cada organização e as vai anotando num block ante todo o público. Idéias que salen: organização, compromiso, tecnología, conocimento, unidade, hospital universitario, motivação, credibilidade, seriedade. Agora passa a anotar os desafios: organização, recursos humanos e recaudação de fundos, comisão, integrar aos médicos, integração dos individuos, comunicação e difusão, conciênciação nacional, geral, voluntariado. Mario destaca a importância de saber fazer as coisas bem, integrando todas as fortalezas e os desafios. Menciona o manual da Fundação Luis Vives, explicando sus apartados e subrayando que é um manual basado na práctica e não na teoría. Termina sua exposição enumerando os desafios locais e as principais fortalezas. 11:15h Mario Burgos apresenta a Mariano Castro (responsável de tecnología e comisão directiva) e Mónica (fundadora e comisão directiva) de Diabéticos.org e a Liliana Tieri, fundadora e directora ejecutiva da organização Cuidar. Diabéticos.org surgiu em internet no ano 2002, em plena crisis econômica. Mariano explica o que é a diabetes. Na Argentina tem 2,5 millões de afetados. Faz um paralelismo entre o apuro que pode supor ter que se por uma inyecção a sim mesmo com uma escena duma película de Rambo. Mariano comenta as facilidades e meios que hay hoje no dia em quanto a agujas, inyectables, medidores de insulina, etc. Faz a reflexão de que esta é uma boa épouca para ter diabetes em comparação com décadas passadas nas que não existiam istos meios. Cada diabético precisa de um tratamento. Existem tantas combinações como pessoas e estilos de vida, a fórmula não é matemática, senão artesanal. Aõ igual que a psoríase, é uma enfermidade tratable aunque hoje por hoje não tem cura. 11

12 Los pacientes não dispõem de muito tempo com seu médico, já que boa parte da consulta consiste na firma de recetas e órdenes para conseguir medidores e insulina. Os pacientes têm pouco tempo para consultar suas dúvidas. Esta situação leva a tomar uma actitude determinada aos pacientes, se fazem consciêntes da importância de estar informados como ponto clave para controlar a sua situação. Ademais assim é a única forma que eles têm de garantir que o sistema de saúde funcione e podam aceder a todos os medicamentos que precisam. Mariano cita vários estudos internacionais que mostram como diferentes grupos de apoio e outros enfoques ajudaram na contenção e control da doença. Atualmente são 878 pessoas no grupo de internet. Se centram em dar apoio emocional, compartir experiências, etc. Todos estão de acordo em que isto lhes ajudou muito a viver com sua doença. Não dispõem de sede social, não tem sueldos aõ pessoal, casi têm um custo cero já que se manejam por internet (de modo intangível). Sim que têm os custos de manter os libros como associação legal, nada mais. Ao estar no internet, mantêm o foco nos associados e nas invitações a novos associados. A idéia era para ajudar a ajudar, não tentavam recaudar fundos, nunca pedem dinheiro aos membros. Criam a confiânza pela transparência com a que se manejam. A única publicidade que permitem é de eventos gratuitos, exclusivamente. Deixam claro que não são médicos, não fazem diagnósticos nem receitas. Têm um foro no qual eles podem comentar as suas emoções, seus pontos de vista, compartem experiências para se ajudar. Mas para assessoramento médico siempre recomendam acudir aõ médico. Os associados que são médicos tampouco intervém como profissionais, senão como um associado mais. Nistos anos tevem casi mensagens de corréio. Mas sua principal misão é ser um grupo de soporte e convocar para a união de pacientes. 11:44h Fala Mónica. Na rede, entre eles intercambiam opiniões, intercambiam informação de melhores prácticas que les enriquezcam a todos. A intenção é que cada um explique as suas idéias respeito às posíveis combinações de fármacos e o analice com seu médico, jamais que cada um decida si é conveniente o não pela sua conta. 12

13 Também têm associados não diabéticos como médicos, podólogos, abogados, familiares de afetados, que de algum modo ou outro têm relação com a doença. Pela forma de funcionar que têm não precisam de grande pressuposto, é por isto que se consideram comodamente independiêntes econômicamente. A misão é formar um grupo para que entre eles tenham comprensão, contenção, para que possam compartir experiências entre iguais, entre pessoas que estão na mesma situação. Valores: solidaridade, disponibilidade permanente, transparência institucional, independência da indústria. Mónica aporta um mapa de grupos de afiliação. Entre os grupos de afiliação têm a vários médicos especialistas que confirmam o melhoram a informação que se comparte. No coração estão os sócios fundadores, tem depois sócios ativos, outros sócios que só participam pasivamente da lista. A maior distância estaria a comunidade médica geral e outras associações de pacientes de outras enfermidades com as que compartem contato, idéias e estratégias (ej.: celíacos, outras doenças autoinmunes). Comisião diretiva de 9 membros totalmente democrática. No total são 39 sócios no núcleo. Se financiam com um 95% de aporte dos sócios, que é uma cuota muito baixa e com um 5% de doações. 11:56h Fala Liliana de CUID.AR Associação para o cuidado da diabetes na Argentina Levam realiçadas mais de 350 atividades educativas, mais de 130 atividades físicas e deportivas, programa em 80 escolas la diabetes vai à escola, apoio e contenção aos pais no momento do diagnóstico, banco de insulina, elaboram e distribuem pequenos folhetos de informação. Ela não pode deixar de contar a sua experiência. Fala da sua filha Steffi, que tem diabetes desde que fiz um ano. Ela compreendeu que não podia estar siempre dependendo do médico, senão que devia tomar o control, o poder sobre a doença. A importância de darle poder aõ paciente. Liliana entendeu que a forma de adquirir o control fora estar bem informada. Senteu a necessidade de contactarse com outros pais, que sua filha estivera com outros meninos na sua mesma situação. Procurou a maneira de defender seus direitos, de facilitar o acesso aos tratamentos. Se senteu com o dever moral de informar a outros, já que ela se tinha capacitado e devia compartir algo tão valioso. 13

14 CUIDAR é o resultado de pessoas que se preocuparam, pensaram como solucionar as necessidades e quiseram transformar a sociedade para uma maior comprensão e melhor qualidade de vida. Convicção e passião como algo imprescindível para conseguir um verdadeiro câmbio. O enfoque está nos meninos e adolescentes, a misão é melhorar sua qualidade de vida. Identificam as necessidades para dar respostas concretas no aqui e no agora. Também miram as necessidades a largo prazo, queindo chegar a incidir nas políticas públicas. Para isso conformaram redes de trabalho (Paradigma 21, que é uma rede de atenção basada no paciente). Comunicar: utilizam todos os méios que estão a su alcance. Tentam de aproveitar as energías em gerar novos espaços para chegar aõ público, em lugar de brigar por um espaço que tal vez não podam conseguir. O objetivo é dar visibilidade aos meninos com diabetes, para poder dar resposta às suas necessidades. Prevenção como vía para que a doença não empeore, e não só para prevenir em sí. Campanhas pela diabetes infantil apoiadas por Unicef e a OMS. 12:11 Proyecção dum vídeo no qual os meninos explicam o que é viver com diabetes. Cuidar começou em agosto Pelo suo compromiso e integridade se convirtiram em exemplo nacional. Sucessos: maior convocatoria, maior quantidade de atividades educativas, maior impacto na melhora da qualidade de vida dos informes. Se relata em voces de meninos como se sentem quando começam a saber do seu problema, como se sentem aõ ter que compartir-o. Explicam como segundo crescem eles vão apreendendo a se controlar eles mesmos, inclusive sindo muito pequenos (4-5 anos). Uma mai explica que é posível o paso do dor à acção, que é posível conseguir um câmbio nas pessoas para que todos vivam melhor. Uma adolescente conta como compartindo seu problema consigue comprensão e apoio para levar melhor seu problema. Outros meninos explicam como a pesar da sua doença fazem uma vida normal. Fala a direitora, que chegou porque sua filha començou com diabetes sindo muito pequena. Comenta como no principio foi difícil mas agora se sente feliz de poder 14

15 ajudar a outros meninos a que realizem seus sãohos, que está em maõs dos adultos criar uma realidade mais justa para que todos tenham melhor qualidade de vida. 12:21h Mario Burgos abre um tempo de perguntas relacionadas com todo o que tenha que ver com pontos em comum que possam ajudar aos dos tipos de associações. Fabio de Chile explica que si nos juntáramos 100 pessoas e les pidéramos que levem a maõ os diabéticos, istos o faram seguramente sem problema. Não assim sucedería com os psoriáticos. Se centra na importância de conseguir esa comunicação e levãotar os tabúes. Lhes felicita pelas suas acções de comunicação. Liliana comenta que nos meninos isto não é siempre assim, segue existindo muito tabú. Jaime de Colombia aporta que seria interesante ter nas webs enlace a suas páginas para os psoriáticos que padecem diabetes. Mónica da os datos de contato de diabéticos.org, Silvia Fernández Barrio pergunta pela antiguidade de Cuidar. Para ter 9 anos eles tem logrado muitos projetos e muitos sucessos. Têm vários programas, para meninos sem recursos, com ajuda da Unicef, OMS, influem em contatos para melhorar políticas públicas Como o consiguiram, quem lhes ajudou, como se capacitaram? Liliana conta como o querer cuidar e ajudar a sua filha foi motivação para se formar. Foram dando resposta às necessidades que venham surgindo pela sua história pessoal e pelas histórias de outros iguais. No decembro de 2006 nas Nações Unidas pela vez primeira observaram o dia mundial da diabetes. Tentaram de armar contatos e acções de comunicação para fazer que todo isto chegue aos meninos mediante atividades (acções urbãs). Procuram todas as oportunidades e fazem muchísimo trabalho para aproveitarlas e ter os melhores resultados. Cecilia: Patología combinada tem psoriáticos, especialmente meninos, que padecem diabetes. Pergunta si têm conhecimento de diabéticos com psoríase entre seus membros. 15

16 Liliana fala dos casos que conoce com hipotiroidismo e celiaquia, e outras doenças autoinmunes. Conhecem tres casos declarados com psoríase, mas crêem que pode haber muitos mais. Luisa de Venezuela comenta que muitos pais não gostam de que seus filhos sejam mostrados pela condição de ter psoríase, lhes avergonha que sua doença se faça pública. Como fizeram para mudar a mentalidade? Liliana contesta que não sabe si efetivamente conseguiram mudar a mentalidade, mas sim aõ menos tentam mudar a mirada. Tentam que os pais se aproximem a sua associação. Uma vez que chegam sempre se terminam por ficar, porque os meninos se integram e melhoram a sua autoestima. Consiguiram que Nick Jonas (pessoa celeebre no mundo adolescente), que é diabético, posara para a revista da sua associação. Liliana ao final foi a única pessoa que lhe fiz uma entrevista. A acção que fizeram mostrou aos meninos jogando, disfrutando como eles são. Irma de Venezuela diz que lhe inquieta saber como se poderia mudar a mentalidade dos pais, que é muito mais difícil que fazer cambiar aos meninos. Liliana diz que tem que cambiar a mirada do menino, depois cambiarão os pais aõ ver que o menino está melhor na associação. Mónica aporta que o importante é chegar aos pais que negam a doença dos seus filhos. Eles tem que compreender separadamente dos meninos já que seus condicionamientos são outros. Trabalham separadamente, por grupos de pertenencia. Os meninos, aõ verse entre iguais, avançam muito mais. María Julia comenta a crueldade da sociedade, que não se abre ante uma enfermidade que é vistosa, como pode ser a psoríase. É preciso educação e dar mensagens para que tenha apoio tanto da família como da sociedade. Tem muito desconhecimento geral na sociedade. Mónica enfatiza como pode ajudar um conhecimento geral na sociedade. Uma primeira reacção ante uma situação mala é a negação. Quanto antes aceitemos o 16

17 que temos, mais fácil vai ser dar os passos hacia um apoio e uma melhora da situação. Tem que passar à acção para manejar a diabetes e não aõ revés. Silvia Fernández Barrio aporta que o idéial seria que não fizera falta a associação porque a sociedade e as famílias estiveram consciêntes para dar todo o apoio. Tem que perder o medo a se mostrar para que a doença seja conhecida, para que as pessoas saibam. É boa idéia utilizar as acções urbãs para educar à sociedade. Silvia reflete sobre o esforço que tiveram que fazer as associações de diabetes para dar a conhecer a enfermidade. Para a psoríase têm que chegar ao mesmo, a uma reflexão na comunidade que permita uma maior conciênciação. 12:43h Carlos Compagno toma a palavra. Resume o exposto. Destaca a importância da profissioalização do trabalho das associações para cumprir todos os objetivos. Carlos propõe um jogo de abraço coletivo e projeta um vídeo que mostra a efectividade e a especialização do trabalho das hormigas. 15:20h Mario Burgos apresenta a Rosario González Morón, de Idealistas. Rosario começa perguntando à audiência quem tem web, quem usa s, quem tem servidor próprio de corréio, quem usa outlook, quem usa Hotmail, Messenger, skype, que sabe o que é um CRM, etc Rosario explica que seu trabalho é ajudar às organizações. Tem muitas ferramentas, mas eles se centram nas que são baratas, de fácil acesso o de muito baixo custo. Nomeia ferramentas gratuitas de comunicação: msn, skype, oovoo.com, gtalkathleen Ferramentas de trabalho colaborativo no dia a dia: Google Apps: gmail, documentos e calendários compartidos. Ventajas do google mail respeito a outros, se detiene em explicar como funcionam as aplicações de google. Vídeo explicativo sobre como funcionam os documentos compartidos de Google Apps. Rosario faz uma demostração em linha com uma companheira que está no outra ubicação e entre as duas modificam o documento, dão acesso, etc. Explicam as 17

18 posibilidades de exportar os documentos compartidos a Word, Excel, Também a pdf. Rosario explica os calendários compartidos e entra em todas as posibilidades. Importância de que todo o equipo esté de acordo em usar estas mesmas aplicações, senão as usam todos, não servem de nada. Como armar o site web? Existem várias ferramentas gratuitas e confiables que podem ser aplicadas pelo noaao proveedor. Não obstante é muito importante adaptar o site à audiência e aos objetivos, a o que se quer transmitir. Rosario fala da posibilidade de aproveitar os recursos da rede, para subir os vídeos e fotos aos sitios webs específicos para ello e enlazarlos a nossa web, em lugar de ocupar espaço em nossa própria web. Assim liberamos espaço e temos maior rapidez de carga de página. Também é muito importante ter actualizada a web e que em ela esteja a informação toda que deve estar. Ferramentas para fazer páginas de código aberto (acesso gratuito e modificável): wordpress, blogger. Também CMS (Content Management System Sistema de gestão de contenidos): Joomla, Drupal, Ning. Tnuma comunidade detrás que da soporte e actualizações constantes. Rosario enfatiza que o importante não é que saibam utilizar estas ferramentas, senão que saibam que existem para poder aprender a utilizarlas o incluso pedir que os proveedores as utilicen. La web tem que ter promoção adecuada: banners o marketing, posicionamento orgânico (relevãocia das palavras claves para figurar nas buscas de google no primeiro lugar), enlaces patrocinados em google. Google dona USD como doação para publicidade para ongs na secção de enlaces patrocinados. Outra ferramenta mais de promoção da web é o marketing. Manejar o registro online a eventos, consultas, votações, etc. Google tnuma ferramenta que permite enviar invitações para que as pessoas se registrem mediante um formulário a algum evento, votem e incluso permite fazer uma pesquisa. Os campos podem ser obrigatórios ou não, isso se pode elegir em cada caso. Fabio de Chile pergunta si é posível criar um formulário a través do que os pacientes possam perguntar e tenham que deixar seus datos. Assim se poderia criar uma base de pacientes num Excel. 18

19 Para casos mais complexos, Rosario recomienda o uso dum CRM (customer relationship management). Idealistas usa Saisforce, que é um sistema basado em internet. Este sistema é comercializado por una empresa que dona licências gratuitamente às ONGs. É um sistema muito completo que actualiza sua versão cada 6 mêses. Mario Burgos aporta que na fundação que ele dirige tomaram a decisão no momento preciso de passar da base de datos anterior a Saisforce, quando já manejabam cerca de datos. Graças aõ câmbio puderam crescer mais rápidamente e hoje sobrepasam os datos. Silvia comenta que eles realizaram uma busca a través da web de Idealistas e recibiram cerca de 200 postulações. Rosario entra no seu programa de Saisforce e abre a conta de AEPSO,onde podemos ver toda a informação que permite gestionar, o historial de atividade, etc. Silvia Fernández Barrio pergunta si Idealistas podem dar soporte a distância. Tem aplicações pensadas para vários países, especialmente para usuarios de USA. Wingu é um soporte que têm desenvolvido para ONGs e que está disponível internacionalmente. Rosario se oferece a disposição dos assistentes para ajudar e asesorar em o que seja posível. Fabio de Chile pergunta si Facebook tem custo. Rosario diz que criar um grupo não tem custo e que podem fazer invitações gratuitas a eventos a todos os contatos. Também tem invitações e publicidade de pago. Rosario termina dizendo que está muito bem saber as opções que existem, mas que é aun mais importante pensar estratégicamente si nos interesa usá-las e invertir o tempo que nos tomará fazé-las funcionar. 17:10h Silvia Fernández Barrio apresenta às seguentes invitadas: Leticia Crescentini e María Inés Bianco Consultoría Jurídica Gratuita ONG Elas começaram seu trabalho com a consideração da saúde como um direito fundamental. Assim está declarado em tratados internacionais e na constitução Argentina. Direito à saúde como direito humano. Acesso aõ goce efectivo de prestações e consideração de discriminação positiva para facilitar a melhor qualidade de vida dos pacientes e o acesso a certificados de discapacidade que lhes permitam mais fácil acesso aos tratamentos. 19

20 Causas que levaram a criar o Centro de Atenção Legal em ONG. A psoríase foi considerada num primer momento como uma enfermidade de baja incidência e de altos custos de medicamentos, o que dificulta o acesso aos tratamentos. Este acesso se tem conseguido graças à jurisprudencia, considerando os estados avançados da enfermidade como um grado de discapacidade. Ademais tem falta de cobertura por parte dos prestadores de servícios de saúde, e incluso negativa de cobertura. A isto devemos adicionar a ausência de política de discapacidade para as pessoas excluidas do sistema de saúde. Muitas vezes a falta de informação e o medo a reclamar excede a paciência dos pacientes e familiares para seguir o trámite até a consecução do tratamento. Também tem que ter em conta que existem outros factores de discriminação assim como a falta de declaração de emergência sanitaria. A função do seu centro legal é acompanhar com trabalhadores sociaies aos doentes para que possam reclamar sus direitos. Também estão para apresentar projetos, petições de legislação específica, fazer acções de informação, charlas, assessoramento a associações do interior. Na Argentina o Estado não cumpre com sua função de informar. É por isto que as ONGs devem ocupar este posto e evitar aos pacientes o largo caminho até chegar aõ tratamento. Elas entendem por saúde um conceito amplio que compreende: vivenda, necessidades básicas, acesso a medicamentos, trabalho, transporte, etc A maior atenção de AEPSO foi sobre cobertura de medicação e outros tratamentos. Em menor medida se pediu assessoramento geral e sobre cobertura de discapacidade. A Dra. Bianco nos fala agora de Advocacy. A saúde como direito humano é exigível, a través da judicialização. Depois de tantos reclamos se termina felizmente influendo nas políticas públicas. Existe uma dicotomía entre saúde e discapacidade. Cuidado integral da saúde e cuidado específico dum problema. O importante é exigir o 100% da cobertura e acceder à cobertura social. 20

02/12/2004. Discurso do Presidente da República

02/12/2004. Discurso do Presidente da República , Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de entrega do Prêmio Finep e sanção da Lei de Inovação de Incentivo à Pesquisa Tecnológica Palácio do Planalto, 02 de dezembro de 2004 Meus companheiros ministros,

Leia mais

Projeto IPPDH Cooperação Humanitária Internacional

Projeto IPPDH Cooperação Humanitária Internacional TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONSULTORIA COORDENADOR/A DE CAPACITAÇÃO 1. Antecedentes Projeto IPPDH Cooperação Humanitária Internacional O Projeto Cooperação Humanitária Internacional tem por objetivo o desenvolvimento

Leia mais

Para Entender o Resultado Do Seu Autodiagnóstico: EM QUE CASOS O EMAIL É MAIS RECOMENDADO?

Para Entender o Resultado Do Seu Autodiagnóstico: EM QUE CASOS O EMAIL É MAIS RECOMENDADO? Para Entender o Resultado Do Seu Autodiagnóstico: EM QUE CASOS O EMAIL É MAIS RECOMENDADO? Saber se o email é mais ou menos apropriado para o seu negócio depende do tipo de produto ou serviço que vende,

Leia mais

Antes de tudo... Obrigado!

Antes de tudo... Obrigado! Antes de tudo... Obrigado! Eu, Luiz Felipe S. Cristofari, agradeço por ter baixado esse PDF. Criei esse material para ajudar você a ter mais sucesso com suas ideias na internet e fico muito feliz quando

Leia mais

Realização e Organização. www.vamaislonge.com.br

Realização e Organização. www.vamaislonge.com.br Realização e Organização www.vamaislonge.com.br Quem somos... Leonardo Alvarenga, tenho 23 anos, sou criador do Não Tenho Ideia e do #VáMaisLonge. Sou formado em Educação Física mas larguei tudo logo após

Leia mais

Boa Saúde. crianças, como lidam com suas dificuldades e decepções?

Boa Saúde. crianças, como lidam com suas dificuldades e decepções? Amigos do Zippy Boa Saúde Nós cuidamos muito da saúde física das nossas crianças - cuidamos para que comam bem, estejam agasalhadas no tempo do frio, as motivamos para a prática de esportes e para se

Leia mais

Este texto é de autoria da Diretora de Vendas Cláudia Leme, muito bom!!! Vale a pena conferir!!! O PRIMEIRO PEDIDO

Este texto é de autoria da Diretora de Vendas Cláudia Leme, muito bom!!! Vale a pena conferir!!! O PRIMEIRO PEDIDO Este texto é de autoria da Diretora de Vendas Cláudia Leme, muito bom!!! Vale a pena conferir!!! O PRIMEIRO PEDIDO A Sra Mary Kay já dizia: nada acontece enquanto você não vende alguma coisa. Se você está

Leia mais

30/09/2008. Entrevista do Presidente da República

30/09/2008. Entrevista do Presidente da República Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, em conjunto com o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, com perguntas respondidas pelo presidente Lula Manaus-AM,

Leia mais

Como usar seu website para captar recursos

Como usar seu website para captar recursos Como usar seu website para captar recursos Objetivo: Hoje em dia, com mais de 1.5 bilhão de pessoas acessando a Internet regularmente em todo o mundo, nunca foi tão importante tirar o máximo de proveito

Leia mais

PAR. Torne-se um PAR para que sua vida seja ÍMPAR ACELBRA-RJ

PAR. Torne-se um PAR para que sua vida seja ÍMPAR ACELBRA-RJ PAR Torne-se um PAR para que sua vida seja ÍMPAR ACELBRA-RJ PAR Paciente Ativo e Responsável ACELBRA-RJ Ser um PAR celíaco Flávia Anastácio de Paula Adaptação do Texto de Luciana Holtz de Camargo Barros

Leia mais

RELATÓRIO DA PESQUISA ONLINE: Avaliação dos Atores do Sistema de Garantia de Direitos participantes das Oficinas em São Paulo

RELATÓRIO DA PESQUISA ONLINE: Avaliação dos Atores do Sistema de Garantia de Direitos participantes das Oficinas em São Paulo RELATÓRIO DA PESQUISA ONLINE: Avaliação dos Atores do Sistema de Garantia de Direitos participantes das Oficinas em São Paulo APRESENTAÇÃO A SaferNet Brasil é uma associação civil de direito privado, com

Leia mais

Prefeitura Municipal de Botucatu

Prefeitura Municipal de Botucatu I- Identificação: Projeto Empresa Solidária II- Apresentação : O Fundo Social de Solidariedade é um organismo da administração municipal, ligado ao gabinete do prefeito, que atua em diversos segmentos

Leia mais

Boa Saúde. Brian L. Mishara, Ph.D., Professor do Departamento de Psicologia, Universidade de Quebec Montreal, Canadá

Boa Saúde. Brian L. Mishara, Ph.D., Professor do Departamento de Psicologia, Universidade de Quebec Montreal, Canadá Guia para Pais Boa Saúde Nós cuidamos bastante da saúde física das nossas crianças cuidamos para que comam bem e que estejam agasalhadas quando faz frio e também as motivamos para a prática de esportes

Leia mais

InterCall Online Início

InterCall Online Início M A N U A L D O U S U Á R I O InterCall Online Início InterCall Online é um serviço fornecido pela InterCall que lhe permite acessar de maneira mais rápida e cômoda todos seus serviços da InterCall. Desde

Leia mais

Política de Proteção Infantil

Política de Proteção Infantil Política de Proteção Infantil Diga SIM à Proteção Infantil! Como uma organização internacional de desenvolvimento comunitário centrado na criança e no adolescente, cujo trabalho se fundamenta na Convenção

Leia mais

Blue Mind Desenvolvimento Humano

Blue Mind Desenvolvimento Humano Conhecendo o Coaching Por Fábio Ferreira Professional & Self Coach pelo Instituto Brasileiro de Coaching, com certificação internacional pela European Coaching Association e Global Coaching Community,

Leia mais

Organização de Eventos

Organização de Eventos Organização de Eventos Página de Rosto Aluna: Tânia Marlene Silva Ano/ Turma: 12º ano do Curso Profissional Técnico de Secretariado Disciplina: Técnicas de Secretariado Modulo: 20 Organização de Eventos

Leia mais

DIRETOR(A) DE SEDE ESCRITÓRIO TETO BRASIL BAHIA

DIRETOR(A) DE SEDE ESCRITÓRIO TETO BRASIL BAHIA DIRETOR(A) DE SEDE ESCRITÓRIO TETO BRASIL BAHIA Identificação do Cargo Departamento / Área Cargo a que reporta (Liderança direta) Cargos sob sua dependência (Liderança direta) Organograma Diretoria de

Leia mais

PARA DIVULGAÇÃO DO NAR-ANON

PARA DIVULGAÇÃO DO NAR-ANON PARA DIVULGAÇÃO DO NAR-ANON 36GE Este Guia tem como finalidade incentivar e capacitar os membros do Nar-Anon que compõem esses comitês e serviços. Nele são abordados os três aspectos principais da divulgação

Leia mais

MINISTÉRIO DO TRABALHO E DA SOLIDARIEDADE Gabinete do Secretário de Estado do Trabalho e Formação

MINISTÉRIO DO TRABALHO E DA SOLIDARIEDADE Gabinete do Secretário de Estado do Trabalho e Formação INTERVENÇÃO DE S.EXA. O SECRETÁRIO DE ESTADO DO TRABALHO E FORMAÇÃO NO CONGRESSO DO ANO INTERNACIONAL DOS VOLUNTÁRIOS Senhora Presidente da Comissão Nacional para o Ano Internacional do Voluntariado, Senhor

Leia mais

REVALORIZAR AS COMPETÊNCIAS CONVERSACIONAIS

REVALORIZAR AS COMPETÊNCIAS CONVERSACIONAIS Rafael Echeverría REVALORIZAR AS COMPETÊNCIAS CONVERSACIONAIS São chaves para as pessoas e as organizações, porque são as únicas que apoiam as grandes transformações pelas quais a sociedade e o mundo estão

Leia mais

Venda com Tráfego Gratuito

Venda com Tráfego Gratuito Venda com Tráfego Gratuito Depois de vários anos no marketing digital, acabei por aprender como fazer divulgação online de forma gratuita. Estou falando de algo totalmente novo, diferente de tudo o que

Leia mais

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos!

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! Documento final aprovado por adolescentes dos Estados do Amazonas, da Bahia, do Ceará, do Mato Grosso,

Leia mais

Transcrição de Entrevista nº 5

Transcrição de Entrevista nº 5 Transcrição de Entrevista nº 5 E Entrevistador E5 Entrevistado 5 Sexo Feminino Idade 31 anos Área de Formação Engenharia Electrotécnica e Telecomunicações E - Acredita que a educação de uma criança é diferente

Leia mais

Introdução à Arte da Ciência da Computação

Introdução à Arte da Ciência da Computação 1 NOME DA AULA Introdução à Arte da Ciência da Computação Tempo de aula: 45 60 minutos Tempo de preparação: 15 minutos Principal objetivo: deixar claro para os alunos o que é a ciência da computação e

Leia mais

Região. Mais um exemplo de determinação

Região. Mais um exemplo de determinação O site Psicologia Nova publica a entrevista com Úrsula Gomes, aprovada em primeiro lugar no concurso do TRT 8 0 Região. Mais um exemplo de determinação nos estudos e muita disciplina. Esse é apenas o começo

Leia mais

KIT ONLINE PARA SEU SALÃO DE BELEZA Como criar um blog de sucesso para seu salão de beleza e triunfar nas redes sociais

KIT ONLINE PARA SEU SALÃO DE BELEZA Como criar um blog de sucesso para seu salão de beleza e triunfar nas redes sociais KIT ONLINE PARA SEU SALÃO DE BELEZA Como criar um blog de sucesso para seu salão de beleza e triunfar nas redes sociais INTRODUÇÃO Em plena era 2.0 é imprescindível que as empresas estejam presentes na

Leia mais

Organizando Voluntariado na Escola. Aula 3 Planejando a Ação Voluntária

Organizando Voluntariado na Escola. Aula 3 Planejando a Ação Voluntária Organizando Voluntariado na Escola Aula 3 Planejando a Ação Voluntária Objetivos 1 Entender a importância de fazer um planejamento. 2 Aprender como planejar o projeto de voluntariado. 3 Conhecer ferramentas

Leia mais

Email marketing: os 10 erros mais comuns

Email marketing: os 10 erros mais comuns Email marketing: os 10 erros mais comuns Publicado em: 18/02/2008 Não ter permissão dos contatos para enviar mensagens Um dos princípios fundamentais do email marketing é trabalhar apenas com contatos

Leia mais

QUANDO TODO MUNDO JOGA JUNTO, TODO MUNDO GANHA!

QUANDO TODO MUNDO JOGA JUNTO, TODO MUNDO GANHA! QUANDO TODO MUNDO JOGA JUNTO, TODO MUNDO GANHA! NOSSA VISÃO Um mundo mais justo, onde todas as crianças e todos os adolescentes brincam, praticam esportes e se divertem de forma segura e inclusiva. NOSSO

Leia mais

MODELO DE CONTRATO DE REPRESENTAÇÃO COMERCIAL INTERNACIONAL

MODELO DE CONTRATO DE REPRESENTAÇÃO COMERCIAL INTERNACIONAL MODELO DE CONTRATO DE REPRESENTAÇÃO COMERCIAL INTERNACIONAL Descarregue exemplo de CONTRATO DE REPRESENTAÇÃO COMERCIAL INTERNATIONAL em formato Word. Preencha os espaços em branco e escolha as cláusulas

Leia mais

Patrocínios: Governos Nacionais e Locais, empresas, organismos de cooperação internacional, universidades, doações.

Patrocínios: Governos Nacionais e Locais, empresas, organismos de cooperação internacional, universidades, doações. Criando ferramentas para a garantia ao direito à convivência familiar e comunitária. Documento Preparatório do Seminário Relaf 2013 Fortalecendo os Avanços. Criando ferramentas para a Garantia do Direito

Leia mais

CARTA DA TERRA PARA CRIANÇAS

CARTA DA TERRA PARA CRIANÇAS 1 CARTA DA TERRA A Carta da Terra é uma declaração de princípios fundamentais para a construção de uma sociedade que seja justa, sustentável e pacífica. Ela diz o que devemos fazer para cuidar do mundo:

Leia mais

Técnicas de fecho de vendas

Técnicas de fecho de vendas Técnicas de fecho de vendas Índice Estratégias para a conversão de prospectos em clientes... 3 Algumas estratégias e técnicas de fecho de vendas... 4 Recolha de objecções... 4 Dar e depois 5rar o rebuçado

Leia mais

Encontro Nacional Jovem de Futuro 2013: conexões e troca de experiências

Encontro Nacional Jovem de Futuro 2013: conexões e troca de experiências boletim Jovem de Futuro ed. 04-13 de dezembro de 2013 Encontro Nacional Jovem de Futuro 2013: conexões e troca de experiências O Encontro Nacional Jovem de Futuro 2013 aconteceu de 26 a 28 de novembro.

Leia mais

Autor: Marcelo Maia http://infoempreendedorismo.com

Autor: Marcelo Maia http://infoempreendedorismo.com Nesse ebook você irá aprender como gerar uma renda mesmo que do zero rapidamente na internet, se você já tem um produto irá aprender como aumentar suas vendas agora mesmo de forma garantida. Crie um sistema

Leia mais

Universidade do Estado do Rio de Janeiro Vice-Reitoria Curso de Abordagem da Violência na Atenção Domiciliar Unidade 2 Violência de gênero

Universidade do Estado do Rio de Janeiro Vice-Reitoria Curso de Abordagem da Violência na Atenção Domiciliar Unidade 2 Violência de gênero Universidade do Estado do Rio de Janeiro Vice-Reitoria Curso de Abordagem da Violência na Atenção Domiciliar Unidade 2 Violência de gênero Nesta unidade, analisaremos os aspectos específicos referentes

Leia mais

CompuStream Procedimentos para ajudar a vender COMPUSTREAM CONSULTORIA LTDA.

CompuStream Procedimentos para ajudar a vender COMPUSTREAM CONSULTORIA LTDA. CompuStream Procedimentos para ajudar a vender COMPUSTREAM CONSULTORIA LTDA. Por Maximilian Immo Orm Gorissen I. Ser seletivo na venda Para aumentar as vendas da sua empresa, você deve em primeiro lugar

Leia mais

Indicadores de resultados de projetos sociais http://www.rits.org.br Leandro Lamas Valarelli

Indicadores de resultados de projetos sociais http://www.rits.org.br Leandro Lamas Valarelli Indicadores de resultados de projetos sociais http://www.rits.org.br Leandro Lamas Valarelli O contexto do debate A idéia da construção de indicadores de resultados para projetos vem ganhado força entre

Leia mais

Os "fundos de confiança" como mecanismo de financiamento para a agricultura urbana participativa

Os fundos de confiança como mecanismo de financiamento para a agricultura urbana participativa Os "fundos de confiança" como mecanismo de financiamento para a agricultura urbana participativa César Jaramillo Avila - aurbana@quito.gov.ec Coordenador do Programa Municipal de Agricultura Urbana da

Leia mais

ACOMPANHAMENTO GERENCIAL SANKHYA

ACOMPANHAMENTO GERENCIAL SANKHYA MANUAL DE VISITA DE ACOMPANHAMENTO GERENCIAL SANKHYA Material exclusivo para uso interno. O QUE LEVA UMA EMPRESA OU GERENTE A INVESTIR EM UM ERP? Implantar um ERP exige tempo, dinheiro e envolve diversos

Leia mais

CAPÍTULO VII (Disposições Finais e Transitórias)

CAPÍTULO VII (Disposições Finais e Transitórias) Artigo 18º (Comissão Eleitoral) 1. O procedimento eleitoral será conduzido por uma comissão eleitoral constituída por dois vogais, designados pelo Conselho Científico de entre os seus membros, e presidida

Leia mais

NEGOCIAÇÃO DE CONSULTORIA EM VENDAS ONLINE

NEGOCIAÇÃO DE CONSULTORIA EM VENDAS ONLINE 2 NEGOCIAÇÃO DE CONSULTORIA EM VENDAS ONLINE Quando uma empresa vai pra internet e investe em marketing digital, essas são as 3 coisas que precisam ser feitas: 1- GERAR LEADS 2- TRANSFORMAR LEADS EM CLIENTES

Leia mais

Carta de Adesão à Iniciativa Empresarial e aos 10 Compromissos da Empresa com a Promoção da Igualdade Racial - 1

Carta de Adesão à Iniciativa Empresarial e aos 10 Compromissos da Empresa com a Promoção da Igualdade Racial - 1 Carta de Adesão à Iniciativa Empresarial pela Igualdade Racial e à sua agenda de trabalho expressa nos 10 Compromissos da Empresa com a Promoção da Igualdade Racial 1. Considerando que a promoção da igualdade

Leia mais

Quem é Ana Luiza Cunha?

Quem é Ana Luiza Cunha? Apresentação WSI Quem é a WSI? Fundada em 1995 Nascimento da Internet 1.100 Consultores de Marketing Digital 81 países 12 grandes Centros de Produção Receita estimada da rede: acima de US$160 milhões Parceiros:

Leia mais

BM&FBOVESPA A Bolsa é pra você!

BM&FBOVESPA A Bolsa é pra você! BM&FBOVESPA A Bolsa é pra você! Como Investir na Bolsa Nesta seção você descobrirá como investir na Bolsa. Os tópicos desta seção trazem, de maneira direta e sucinta, cada etapa pela qual você passará

Leia mais

ATENDIMENTO AO CLIENTE

ATENDIMENTO AO CLIENTE ATENDIMENTO AO CLIENTE Tópicos a serem apresentados: O que é? Para que serve? Objetivos do Curso. Conteúdo Programático. Empresa As Pessoas O Produto O serviço Atendimento Competitividade Tipos de Clientes

Leia mais

Os Segredos da Internet / John Heine http://www.ganheaki.com

Os Segredos da Internet / John Heine http://www.ganheaki.com John Heine 2011 Acesse para obter mais informações! 1 Distribua livremente Você tem agora permissão para distribuir livremente este e-book, ou seja, você pode estar vendendo, ou distribuindo livremente,

Leia mais

Projeto Amplitude. Plano de Ação 2015. Conteúdo

Projeto Amplitude. Plano de Ação 2015. Conteúdo Projeto Amplitude Plano de Ação 2015 P r o j e t o A m p l i t u d e R u a C a p i t ã o C a v a l c a n t i, 1 4 7 V i l a M a r i a n a S ã o P a u l o 11 4304-9906 w w w. p r o j e t o a m p l i t u

Leia mais

A confluência dos vídeos e a Internet

A confluência dos vídeos e a Internet WHITEPAPER A confluência dos vídeos e a Internet Por que sua empresa deveria investir em vídeos em 2013 e como a Construção Civil pode utilizar os vídeos como diferencial competitivo. 1 Saiba como os vídeos

Leia mais

MODELO DE CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO COMERCIAL INTERNACIONAL

MODELO DE CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO COMERCIAL INTERNACIONAL MODELO DE CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO COMERCIAL INTERNACIONAL Descarregue exemplo de CONTRATO DE INTERMEDIAÇÃO COMERCIAL INTERNACIONAL em formato Word. Preencha os espaços em branco e escolha as cláusulas

Leia mais

Para cumprir com esse fim, o Artigo 4 dos mesmos estatutos apontam as seguintes atividades:

Para cumprir com esse fim, o Artigo 4 dos mesmos estatutos apontam as seguintes atividades: www.auip.org APRESENTAÇÃO No Artigo 3 dos Estatutos vigentes foi estabelecido como finalidade da Associação a promoção e o desenvolvimento dos estudos de pós-graduação e doutorado contribuindo para a formação

Leia mais

Guaiaquil tira proveito da IoE para oferecer à população os benefícios da telemedicina e do governo eletrônico

Guaiaquil tira proveito da IoE para oferecer à população os benefícios da telemedicina e do governo eletrônico Guaiaquil tira proveito da IoE para oferecer à população os benefícios da telemedicina e do governo eletrônico RESUMO EXECUTIVO Objetivo Melhorar a vida dos moradores e ajudálos a serem bem-sucedidos na

Leia mais

COMPETÊNCIAS CHAVE PARA O EMPREENDEDORISMO

COMPETÊNCIAS CHAVE PARA O EMPREENDEDORISMO COMPETÊNCIAS CHAVE PARA O EMPREENDEDORISMO DEFINIÇÕES OPERACIONAIS E INDICADORES COMPORTAMENTAIS Pag. 1 Elaborada por Central Business Abril 2006 para o ABRIL/2006 2 COMPETÊNCIAS CHAVE PARA O EMPREENDEDORISMO

Leia mais

Conselho da Europa Plano de Acção para a Deficiência 2006-2015

Conselho da Europa Plano de Acção para a Deficiência 2006-2015 Conselho da Europa Plano de Acção para a Deficiência 2006-2015 Versão Linguagem Fácil Conselho da Europa Plano de Acção para a Deficiência 2006-2015 Versão Linguagem Fácil Página 1 de 60 Plano de Acção

Leia mais

Um percurso formativo Fátima Fonseca (*)

Um percurso formativo Fátima Fonseca (*) 1 Um percurso formativo Fátima Fonseca (*) Este trabalho prende-se com o estudo que fizemos na formação na área das Competências Interpessoais, sendo que o grande objectivo é o de sermos capazes, nas nossas

Leia mais

EDUCAÇÃO EXECUTIVA PARA O MERCADO FINANCEIRO MAIO / 2005 108-TC-B4

EDUCAÇÃO EXECUTIVA PARA O MERCADO FINANCEIRO MAIO / 2005 108-TC-B4 1 EDUCAÇÃO EXECUTIVA PARA O MERCADO FINANCEIRO MAIO / 2005 108-TC-B4 NADINE WASSMER TREINA E-LEARNING treina@treina.com.br ROSANA GOMES CONTEÚDOS E HABILIDADES EDUCAÇÃO CORPORATIVA DESCRIÇÃO DE PROJETO

Leia mais

Educação bilíngüe intercultural entre povos indígenas brasileiros

Educação bilíngüe intercultural entre povos indígenas brasileiros Educação bilíngüe intercultural entre povos indígenas brasileiros Maria do Socorro Pimentel da Silva 1 Leandro Mendes Rocha 2 No Brasil, assim como em outros países das Américas, as minorias étnicas viveram

Leia mais

A Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde (CIF):

A Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde (CIF): A Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde (CIF): Há sempre mais do que uma única história* Por que o tema é importante? Provavelmente, cada vez que você leva sua criança a uma

Leia mais

Newsletter 2. Estudo multicanal da ActOne ABRIL 2012

Newsletter 2. Estudo multicanal da ActOne ABRIL 2012 Newsletter 2 ABRIL 2012 Estudo multicanal da ActOne DIMs, emails, telefone, internet, sites, congressos, iphone, livros, vídeos, artigos, visitas, multicanal, marketing digital, email marketing, e-detailing

Leia mais

DEFICIÊNCIA INTELECTUAL OU ATRASO COGNITIVO?

DEFICIÊNCIA INTELECTUAL OU ATRASO COGNITIVO? DEFICIÊNCIA INTELECTUAL OU ATRASO COGNITIVO? 1. O que é Deficiência Intelectual ou Atraso Cognitivo? Deficiência intelectual ou atraso cognitivo é um termo que se usa quando uma pessoa apresenta certas

Leia mais

A DIVERSIDADE NA ESCOLA

A DIVERSIDADE NA ESCOLA Tema: A ESCOLA APRENDENDO COM AS DIFERENÇAS. A DIVERSIDADE NA ESCOLA Quando entrei numa escola, na 1ª série, aos 6 anos, tinha uma alegria verdadeira com a visão perfeita, não sabia ler nem escrever, mas

Leia mais

CONSULTORIA PARA SISTEMATIZAÇÃO E ELABORAÇÃO DE TEXTO DE BOA PRÁTICA NA PRODUÇÃO DE ALGODÃO PELA AGRICULTURA FAMILIAR NA PARAÍBA, BRASIL

CONSULTORIA PARA SISTEMATIZAÇÃO E ELABORAÇÃO DE TEXTO DE BOA PRÁTICA NA PRODUÇÃO DE ALGODÃO PELA AGRICULTURA FAMILIAR NA PARAÍBA, BRASIL Projeto GCP/RLA/199/BRA: Fortalecimento do Setor Algodoeiro por meio da Cooperação Sul-Sul Termos de Referência: ESPECIALISTA EM SISTEMATIZAÇÃO DE EXPERIÊNCIAS (01 Consultor/a): CONSULTORIA PARA SISTEMATIZAÇÃO

Leia mais

DIRETOR (A) COMERCIAL ESCRITÓRIO TETO BRASIL SÃO PAULO

DIRETOR (A) COMERCIAL ESCRITÓRIO TETO BRASIL SÃO PAULO DIRETOR (A) COMERCIAL ESCRITÓRIO TETO BRASIL SÃO PAULO Identificação do Cargo Departamento / Área Cargo a que reporta (Liderança direta) Cargos sob sua dependência (Liderança direta) Organograma Comercial

Leia mais

RECURSOS EDUCACIONAIS ABERTOS

RECURSOS EDUCACIONAIS ABERTOS RECURSOS EDUCACIONAIS ABERTOS práticas colaborativas e políticas públicas Bianca Santana Carolina Rossini Nelson De Luca Pretto organizadores São Paulo Salvador 2012 1ª edição 1ª impressão financiamento

Leia mais

MARKETING VERDE E-BOOK GRATUITO DESENVOLVIDO PELA SITE SUSTENTÁVEL

MARKETING VERDE E-BOOK GRATUITO DESENVOLVIDO PELA SITE SUSTENTÁVEL MARKETING VERDE E-BOOK GRATUITO DESENVOLVIDO PELA SITE SUSTENTÁVEL Introdução: O marketing verde já não é tendência. Ele se tornou uma realidade e as empresas o enxergam como uma oportunidade para atrair

Leia mais

, como desenvolver o seu primeiro infoproduto

, como desenvolver o seu primeiro infoproduto Olá! Seja bem-vindo a essa série de três vídeos, onde eu quero mostrar exatamente como criar, como desenvolver e como fazer um marketing do seu próprio produto digital, criando um negócio altamente lucrativo

Leia mais

CONHECENDO A PSICOTERAPIA

CONHECENDO A PSICOTERAPIA CONHECENDO A PSICOTERAPIA Psicólogo Emilson Lúcio da Silva CRP 12/11028 2015 INTRODUÇÃO Em algum momento da vida você já se sentiu incapaz de lidar com seus problemas? Se a resposta é sim, então você não

Leia mais

Sobre esta obra, você tem a liberdade de:

Sobre esta obra, você tem a liberdade de: Sobre esta obra, você tem a liberdade de: Compartilhar copiar, distribuir e transmitir a obra. Sob as seguintes condições: Atribuição Você deve creditar a obra da forma especificada pelo autor ou licenciante

Leia mais

O que é ISO 9001:2000?

O que é ISO 9001:2000? O que é ISO 9001:2000? Um guia passo a passo para a ISO 9001:2000 SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE Conteúdo * SISTEMAS DA QUALIDADE ISO 9001:2000 E PDCA... 1 * OITO PRINCÍPIOS DE GESTÃO DA QUALIDADE...

Leia mais

O lançamento aconteceu em 8 de março de 2004, Dia Internacional da Mulher.

O lançamento aconteceu em 8 de março de 2004, Dia Internacional da Mulher. Sinopse As últimas décadas marcaram o avanço do papel da mulher na economia. Cada vez mais mulheres são responsáveis pela administração de seus lares e é crescente sua participação no mercado de trabalho,

Leia mais

5Etapas Para Conseguir Clientes de Coaching,

5Etapas Para Conseguir Clientes de Coaching, 5Etapas Para Conseguir Clientes de Coaching, Consultoria, Terapias Holísticas e Para Encher Seus Cursos e Workshops. Parte 01 Como Se Posicionar e Escolher os Clientes dos Seus Sonhos 1 Cinco Etapas Para

Leia mais

Trabalho sobre Social Media Como implementar Social Media na empresa

Trabalho sobre Social Media Como implementar Social Media na empresa Como implementar Social Media na empresa 1 As razões: Empresas ainda desconhecem benefícios do uso de redes sociais Das 2,1 mil empresas ouvidas em estudo do SAS Institute e da Harvard Business Review,

Leia mais

PROPOSTA DE SERVIÇOS EM PSICOLOGIA CLÍNICA

PROPOSTA DE SERVIÇOS EM PSICOLOGIA CLÍNICA PROPOSTA DE SERVIÇOS EM PSICOLOGIA CLÍNICA A importância do bem-estar psicológico dos funcionários é uma descoberta recente do meio corporativo. Com este benefício dentro da empresa, o colaborador pode

Leia mais

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa.

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Encontro com a Palavra Agosto/2011 Mês de setembro, mês da Bíblia 1 encontro Nosso Deus se revela Leitura Bíblica: Gn. 12, 1-4 A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Boas

Leia mais

OS 4 PASSOS ALTA PERFORMANCE A PARTIR DE AGORA PARA VOCÊ COMEÇAR A VIVER EM HIGHSTAKESLIFESTYLE.

OS 4 PASSOS ALTA PERFORMANCE A PARTIR DE AGORA PARA VOCÊ COMEÇAR A VIVER EM HIGHSTAKESLIFESTYLE. OS 4 PASSOS PARA VOCÊ COMEÇAR A VIVER EM ALTA PERFORMANCE A PARTIR DE AGORA HIGHSTAKESLIFESTYLE. Hey :) Gabriel Goffi aqui. Criei esse PDF para você que assistiu e gostou do vídeo ter sempre por perto

Leia mais

Mapeando uma Estratégia de Advocacia

Mapeando uma Estratégia de Advocacia Mapeando uma Estratégia de Advocacia Tomando em consideração os limites de tempo e recursos dos implementadores, as ferramentas da série Straight to the Point (Directo ao Ponto), da Pathfinder International,

Leia mais

JOGOS E BRINCADEIRAS NO ENSINO INFANTIL: RELATO DE EXPERIÊNCIA DOS PIBIDIANOS COM O TEMA GÊNERO E SEXUALIDADE

JOGOS E BRINCADEIRAS NO ENSINO INFANTIL: RELATO DE EXPERIÊNCIA DOS PIBIDIANOS COM O TEMA GÊNERO E SEXUALIDADE JOGOS E BRINCADEIRAS NO ENSINO INFANTIL: RELATO DE EXPERIÊNCIA DOS PIBIDIANOS COM O TEMA GÊNERO E SEXUALIDADE Lorrania Miranda Nogueira Raquel da Silva Barroso Monica Rosana de Andrade Mateus Camargo Pereira

Leia mais

FORMULÁRIO VOLUNTÁRIOS

FORMULÁRIO VOLUNTÁRIOS A Fundação Realizar Um Desejo é uma fundação portuguesa integrada na rede da Make-A-Wish International que tem como principal objectivo o desenvolvimento de actividades no âmbito da solidariedade social.

Leia mais

Escola de Políticas Públicas

Escola de Políticas Públicas Escola de Políticas Públicas Política pública na prática A construção de políticas públicas tem desafios em todas as suas etapas. Para resolver essas situações do dia a dia, é necessário ter conhecimentos

Leia mais

Projeto IPPDH Cooperação Humanitária Internacional

Projeto IPPDH Cooperação Humanitária Internacional TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONSULTORIA PESQUISADOR/A ESPECIALISTA 1. Antecedentes Projeto IPPDH Cooperação Humanitária Internacional O Projeto Cooperação Humanitária Internacional tem por objetivo o desenvolvimento

Leia mais

Francisco Chaves, Presidente Ibolyka Elizabeth, Diretora Executiva. www.iaap.org.br Lorena-SP

Francisco Chaves, Presidente Ibolyka Elizabeth, Diretora Executiva. www.iaap.org.br Lorena-SP Diretoria Francisco Chaves, Presidente Ibolyka Elizabeth, Diretora Executiva. www.iaap.org.br Lorena-SP O Terceiro Setor no Brasil Sumário: Histórico e Legislação Bandeira: a figura da Filantropia (do

Leia mais

ebook Aprenda como aumentar o poder de captação do seu site. por Rodrigo Pereira Publicitário e CEO da Agência Retina Comunicação

ebook Aprenda como aumentar o poder de captação do seu site. por Rodrigo Pereira Publicitário e CEO da Agência Retina Comunicação por Rodrigo Pereira Publicitário e CEO da Agência Retina Comunicação Sobre o Autor: Sempre fui comprometido com um objetivo de vida: TER MINHA PRÓPRIA EMPRESA. Mas assim como você, eu também ralei bastante

Leia mais

Carta de São José sobre os direitos das pessoas idosas da América Latina e do Caribe

Carta de São José sobre os direitos das pessoas idosas da América Latina e do Caribe Carta de San José sobre los derechos de las personas mayores de América Latina y el Caribe Carta de São José sobre os direitos das pessoas idosas da América Latina e do Caribe PORTADA 1 2 Carta de São

Leia mais

Bem-vindo (a) à RH Tybes Service. PROPOSTA DE TRABALHO DE DIGITAÇÃO

Bem-vindo (a) à RH Tybes Service. PROPOSTA DE TRABALHO DE DIGITAÇÃO Bem-vindo (a) à RH Tybes Service. PROPOSTA DE TRABALHO DE DIGITAÇÃO Estamos com vagas abertas para digitadores em todo o Brasil, as vagas são limitadas e temos muitos trabalhos para serem despachados.

Leia mais

UIPES/ORLA Sub-Região Brasil

UIPES/ORLA Sub-Região Brasil 1 A CARTA DE BANGKOK PARA A PROMOÇÃO DA SAÚDE NO MUNDO GLOBALIZADO 1 Introdução Área de atuação. A Carta de Bangkok (CB) identifica ações, compromissos e garantias requeridos para atingir os determinantes

Leia mais

Apoio: BIT Company Franchising Rua Fidêncio Ramos, 223 conj. 131 13º andar Vila Olimpia

Apoio: BIT Company Franchising Rua Fidêncio Ramos, 223 conj. 131 13º andar Vila Olimpia Nome da empresa: BIT Company Data de fundação: Julho de 1993 Número de funcionários: 49 funcionários Localização (cidade e estado em que estão sede e franquias): Sede em São Paulo, com franquias em todo

Leia mais

Assim é a Telefónica. Distribuição do EBITDA por países em 2001

Assim é a Telefónica. Distribuição do EBITDA por países em 2001 Assim é a Telefónica A aquisição da Lycos, aliada ao fato de a nova empresa Terra Lycos operar em 43 países, permitiu, por um lado, uma maior penetração nos Estados Unidos e no Canadá. Por outro lado,

Leia mais

remuneração para ADVOGADOS advocobrasil Uma forma mais simples e estruturada na hora de remunerar Advogados porque a mudança é essencial

remuneração para ADVOGADOS advocobrasil Uma forma mais simples e estruturada na hora de remunerar Advogados porque a mudança é essencial remuneração para ADVOGADOS Uma forma mais simples e estruturada na hora de remunerar Advogados advocobrasil Não ter uma política de remuneração é péssimo, ter uma "mais ou menos" é pior ainda. Uma das

Leia mais

A criança e as mídias

A criança e as mídias 34 A criança e as mídias - João, vá dormir, já está ficando tarde!!! - Pera aí, mãe, só mais um pouquinho! - Tá na hora de criança dormir! - Mas o desenho já tá acabando... só mais um pouquinho... - Tá

Leia mais

Teste de Usabilidade BEEQO. Data Versão do wireframe Descrição

Teste de Usabilidade BEEQO. Data Versão do wireframe Descrição BEEQO Teste de Usabilidade Data Versão do wireframe Descrição 21/03/2012 1.1 Entender o comportamento do usuário com a interface proposta e avaliar os principais problemas de usabilidade. Página 1 de 8

Leia mais

Orientações iniciais para estabelecimento de um SPIN Software and Systems Process Improvement Network

Orientações iniciais para estabelecimento de um SPIN Software and Systems Process Improvement Network 2010 Orientações iniciais para estabelecimento de um SPIN Software and Systems Process Improvement Network Material desenvolvido pelo SPIN São Paulo para apoio à formação de novos SPIN s versão 2 Orientações

Leia mais

Políticas e Padrões de Desempenho da IFC sobre Sustentabilidade Socioambiental Revisão e Atualização

Políticas e Padrões de Desempenho da IFC sobre Sustentabilidade Socioambiental Revisão e Atualização Políticas e Padrões de Desempenho da IFC sobre Sustentabilidade Socioambiental Revisão e Atualização Visão Geral do Processo de Consulta e Participação Corporação Financeira Internacional 26 de agosto

Leia mais

GANHE DINHEIRO FACIL GASTANDO APENAS ALGUMAS HORAS POR DIA

GANHE DINHEIRO FACIL GASTANDO APENAS ALGUMAS HORAS POR DIA GANHE DINHEIRO FACIL GASTANDO APENAS ALGUMAS HORAS POR DIA Você deve ter em mente que este tutorial não vai te gerar dinheiro apenas por você estar lendo, o que você deve fazer e seguir todos os passos

Leia mais

ÁREA A DESENVOLVER. Formação Comercial Gratuita para Desempregados

ÁREA A DESENVOLVER. Formação Comercial Gratuita para Desempregados ÁREA A DESENVOLVER Formação Comercial Gratuita para Desempregados Índice 8. Sobre nós 7. Como pode apoiar-nos 6. Datas de realização e inscrição 5. Conteúdos Programáticos 4. Objectivos 3. O Workshop de

Leia mais