Data: 01 a 03 de Maio de 2015

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Data: 01 a 03 de Maio de 2015"

Transcrição

1 CIRCULAR 2 Você não pode perder!!! A oportunidade que você esperava para passar horas agradáveis com Pioneiros(as) da Região de Minas Gerais em regime de acampamento. Tema: De Waterloo á Guerra nas Estrelas Local da Atividade: Campo de Instrução de Juiz de Fora Data: 01 a 03 de Maio de 2015 Atividade: Acampamento Técnico. Finalidade: Aplicar técnicas de campismo e culinária. Expandir o círculo de amizades e consolidar as já feitas. O tema busca estimular a construção de soluções criativas para problemas, superando avaliações e respostas estereotipadas. Abertura da atividade: 01/05, às 08:00h no Parque Halfeld (em frente a Estatua de Caio Viana Martins) Encerramento: 03/05, às 16:00h. 1 COMO CHEGAR: O Parque Halfel (nosso ponto de concentração), fica no Centro de Juiz de Fora entre as Ruas Halfeld, Marechal Deodoro, Santo Antônio e a Avenida Barão do Rio Branco. O ponto, sugerido, para o desembarque de vocês é na Rua Santo Antônio de frente para a escadaria da Igreja São Sebastião (seta amarela no mapa). Além da Igreja outros pontos de referência são o Fórum Benjamim Colucci e a Câmara Municipal dos Vereadores de Juiz de Fora.

2 Participantes: Pioneiros(as); aberto a Seniores e Guias em Transição Pioneira, com a devida autorização por escrito do responsável legal. Inscrições: Até o dia 22/04 (quarta-feira), apenas pelo MEU SIGUE. Taxa: R$ 39,99 para os Pioneiros(as) e R$19,99 para os Mestres(as). Depósito em Conta: Renata Cintia de Souza Assistente Regional Pioneira Banco Caixa Econômica Federal Agência: 0093 Operação: 013 Conta Poupança: A taxa de inscrição envolve camisa, certificado, distintivo, material de jogos. Os comprovantes de depósitos devem ser escaneados e enviados para o Para confirmação da inscrição. As equipes podem ser mistas com o mínimo de 4 e o máximo de 6 pessoas. As barracas NÃO podem ser mistas. Os Mestres e Assistentes também devem fazer a inscrição pelo MEU SIGUE. Tarefas prévias: A serem divulgadas na Circular 2. 2 ALIMENTAÇÃO Instruções: ALIMENTAÇÃO NO AREPIO/ Você deverá preparar as refeições levando em conta o ambiente das batalhas/eventos abaixo; 2. Faça uma pesquisa e descubra a alimentação das tropas (em campo) desse período; 3. Faça a lista dos ingredientes necessários para preparar cada uma das refeições dentro dos parâmetros determinados; 4. Lembre-se das questões relacionadas à higiene e conservação dos alimentos ao fazer a escolha; 5. Escreva um texto (colocando as devidas referências bibliográficas): a. Descrevendo a alimentação típica das tropas em cada um dos períodos/eventos; b. Justificando a escolha do grupo; c. Discutindo a questão nutricional associada à alimentação de cada período; d. Discutindo a questão da conservação dos alimentos em cada período; 6. Coloque seu texto isso em uma pequena pasta e entregue para os responsáveis pelo AREPIO quando solicitado; a. Coloque uma folha de rosto com o nome de sua equipe e o nome de todos da equipe e o GE (de cada um, se for uma equipe multi-grupo); 7. Prepare todas as refeições para duas pessoas a mais (além da equipe); 8. Nos intervalos entre as refeições deverá haver alimentação que possa ser usada durante atividades (não haverá paralisação das atividades); a. Ela deverá ser compacta, transportável, utilizável durante a atividade e igual para toda a equipe; 9. Observe, em seu planejamento, o tempo máximo (T Max ) disponível para preparo e alimentação (contado a partir do momento da liberação); 10. Na última refeição (Star Wars), todos deverão estar vestidos a caráter.

3 Data Refeição Evento T Max (Preparo + 01/05/2015 Almoço Waterloo Alimentação) 45 min 01/05/2015 Jantar Batalha de Guadalcanal 1 h 02/05/2015 Café da Manhã Guerra Civil Americana 30 min 02/05/2015 Almoço Frente Oriental 1 1 h 02/05/2015 Jantar Frente Ocidental 2 1 h 03/05/2015 Café da Manhã Guerra do Paraguai 3 30 min 03/05/2015 Almoço Star Wars 4 30 min ( 1 ) Rússia, Ucrânia, Belarus, Lituânia, Letônia, Estônia, Finlândia, Polônia, Tchecoslováquia, Hungria, Romênia, Bulgária... ( 2 ) Itália (sem macarronada ou pizza), França, Grã-Bretanha, Alemanha, Estados Unidos (sem cachorroquente, hamburguer, fitas etc.), Canadá... ( 3 ) Incluindo, obrigatoriamente, Sopa Paraguaia. ( 4 ) Lembre-se que, no espaço, massa conta (custo energético para conservar e movimentar a comida pelo espaço acelerar, desacelerar...) 3 TAREFA PRÉVIA Vocês devem ler o texto do anexo 1, fazer uma associação com o filme O Senhor das Moscas (EUA, 1990 de Harry Hook, duração 91min.) e traçar um paralelo com o nosso método de ética educativo. A discursão será no acampamento do nosso IX AREPIO. Este é um filme inspirado no livro de mesmo titulo com o qual o seu autor, William Golding, ganhou o prémio Nobel da Literatura. 4 AMBIENTAÇÃO 2015 marca alguns aniversários significativos: 200 anos da Batalha de Waterloo (18 de junho). 150 anos do fim da Guerra Civil Americana (9 de abril) 150 anos do início da Guerra do Paraguai (declarada em 26 de janeiro de 1865), bem como da Batalha Naval do Riachuelo (11 de junho). 70 anos do término da 2ª Guerra Mundial (8 de maio e 2 de setembro). 25 anos da reunificação da Alemanha. A Batalha de Waterloo, mesmo pondo fim ao sonho napoleônico, não marcou a volta da Europa ao que era antes da Revolução Francesa. A Revolução Industrial trouxe a produção em massa de materiais, inclusive armas, que viriam a dotar exércitos de massas. As necessidades de suprimento desses exércitos levaram ao desenvolvimento, entre outros, de técnicas de conservação de alimentos em vidros ou latas. As mudanças na legislação, trazidas pela Revolução Francesa e por Bonaparte, alteraram as relações sociais.

4 A Guerra Civil Americana e a Guerra do Paraguai foram precursoras da guerra total, na qual todos os recursos e campos de poder dos beligerantes são empenhados. A Guerra Civil Americana teve como principal motivador a preservação de um sistema socioeconômico superado; a do Paraguai, uma tentativa de expansionismo territorial e de alteração no balanço de poder regional. A 2ª Guerra Mundial, resultado de conflitos não resolvidos na 1ª e de problemas surgidos em decorrência desta, foi marcante não apenas pela violência, mas pela abrangência e pelas mudanças que produziu não apenas na tecnologia, na geografia e na política, mas na própria visão de mundo dos indivíduos. A reunificação da Alemanha, depois de sua divisão ao término da 2ª Guerra Mundial, marca a superação da Guerra Fria e demonstra os resultados possíveis de se alcançar com educação, disciplina e senso de identidade. A vida nos teatros de operações exigiu rusticidade, capacidade de acomodar-se em situações precárias ou sujeitas a mudanças rápidas, capacidade de cuidar de si mesmo e dos demais. A Guerra Civil Americana pôs fim à escravidão dos negros nos EUA, mas ainda não à discriminação. A Guerra do Paraguai contribuiu decisivamente para a abolição da escravidão no Brasil e para a instauração do regime republicano. A 2ª Guerra Mundial foi o caminho para a derrota de um sistema político que tinha por fundamento doutrinário a discriminação étnica; nesse conflito, os brasileiros foram exemplo de exército sem separação étnica, o que abriu o caminho para a superação da discriminação nos EUA. A série cinematográfica Guerra nas estrelas apresentou vários elementos associáveis à 2ª Guerra Mundial, da pretensão de dominação do Império em um regime totalitário até os próprios trajes: uniformes cinzentos e capacetes similares aos da Alemanha nazista. Os valores que se contrapunham eram os da liberdade e da igualdade, da lealdade e do serviço.

5 Orientações para as equipes: No mês de maio começa um tempo seco, não deixe de levar seu cantil/garrafa, para se hidratar; Leve protetor solar e repelente para mosquitos; Os Clãs que não conseguirem constituir o número mínimo (04 elementos) para inscrição de uma equipe, devem entrar em contato com a Coordenação da atividade, que os colocará em contato com outros Pioneiros(as) na mesma situação para formarem uma equipe Interclãs. NÃO DEIXEM DE PARTICIPAR. 5 AÇÕES CONEXAS AO TEMA Guerras e calamidades são situações de extrema adversidade. Assim, os jogos a serem aplicados podem evocar essas situações. Exemplos: a) Envolvimento vertical: a equipe deve lançar seus paraquedistas (pesos padronizados presos a paraquedas feitos com sacolas de supermercado) dentro de uma área preestabelecida. Pontua pelos caídos dentro da marcação (como no lançamento na Normandia, junho de 1944). b) Receber uma mensagem criptografada (artifício de Trithemius), decifrá-la e executar o que nela constar (a decriptografia das comunicações inimigas foi uma importante fonte de informações para orientar a condução das operações). c) Fazer um trajeto de orientação que leve a equipe ao local de uma atividade, como Grouchy não conseguiu fazer para reforçar Bonaparte em Waterloo. d) Pista de obstáculos, aplicando técnicas de maneabilidade. 6 TRANSPORTE O translado até o local de abertura da atividade no Parque Halfeld, Juiz de Fora - MG fica por conta de cada GE, os especiais deverão estar identificados com o numeral do GE na parte da frente, para o mesmo ser recepcionado pela organização e direncionado ao local de estacionamento. O translado para o local do acampamento será fornecido pela organização. A quem interessar possa um especial sairá de Belo Horizonte e o custo da passagem será de R$70,00 (setenta reais) por pessoa, ida e volta.

6 7 CONTATOS Coordenação do IX AREPIO Chefe IM Carlos Magno Torres Temática Chefe IM Fernando Antônio Lucas Camargo Assistente Regional Pioneiro Chefe Renata Cintia (31) e Administrativo / Financeiro Chefe IM Cristian do Amparo (31) / TIM e Diretor Regional do Distrito Zona da Mata: Frederico A. S. Neves SEMPRE ALERTA PARA SERVIR! Coordenação do IX AREPIO.

7 ANEXO 1 Por que escutar adultos inconsistentes? CONTARDO CALLIGARIS Jornal Folha de São Paulo, 25 de janeiro de Ilustrada p.e10 Os adultos conclamam que é importantíssimo ajudar e aconselhar crianças e adolescentes. Dizem que querem iluminar o caminho de seus rebentos, propor ideais e servir de exemplo. Mas, geralmente, na hora do vamos ver, eles apenas exigem duas coisas: obediência e resultados escolares. Essa é a conclusão de uma recente pesquisa do Search Institute - uma organização de fins não-lucrativos que promove o bemestar de crianças e adolescentes. A pesquisa foi feita com adultos americanos, mas aposto que os resultados seriam os mesmos em qualquer país ocidental. Nos últimos dez anos, o Search Institute elaborou uma descrição do capital moral cuja presença facilitaria o desenvolvimento socialmente harmonioso de uma criança ou de um adolescente. Chegou-se a uma lista de alicerces que, naturalmente, não são dádivas divinas. Eles devem ser construídos pelo comportamento dos adultos e das comunidades em que vivem os jovens. Eis alguns exemplos banais de comportamentos que produzem capital moral. Ter conversas significativas com os jovens e dar conselhos são atitudes pelas quais os adultos manifestam seu apoio - o que constitui um bom alicerce para o desenvolvimento dos jovens. Solicitar a sua opinião produz neles um sentimento de autonomia - outro sustentáculo necessário. Servir à comunidade de maneira exemplar é uma conduta pela qual um adulto institui expectativas sociais positivas. Ensinar valores compartilhados e discutir valores pessoais permite a elaboração de uma ética. Ensinar respeito pelas diferenças culturais cria uma competência social. Transmitir tradições confere à juventude uma identidade. E por aí vai. Foi assim estabelecida uma lista de 19 ações dos adultos que seriam essenciais para os jovens. O Search Institute quis saber se os americanos colocavam fé nesse catálogo. Foram realizadas entrevistas aprofundadas com adultos representativos da sociedade americana em sua diversidade. Os pesquisadores jubilaram-se pois, das 19 ações da lista, 9 foram qualificadas como cruciais por 70% dos entrevistados e outras 9 foram assim qualificadas por entre 50% e 70% dos adultos entrevistados. Em suma - independentemente das diferenças de origem étnica, fé religiosa, sexo etc -, a maioria dos adultos americanos compartilha de um verdadeiro consenso sobre as ações que eles poderiam e deveriam realizar para ajudar, assistir e acompanhar o desenvolvimento de crianças e adolescentes. O resultado deveria inspirar uma onda de otimismo pedagógico. Mas a pesquisa também quis verificar se os mesmos adultos praticam essas ações que a maioria deles considera importantíssimas para o bem-estar de crianças e jovens. Consternação! Constatou-se que, das 18 ações que suscitam seu grande entusiasmo (retórico), a maioria dos adultos pratica somente estas duas: exigir respeito e bom desempenho escolar. Conclusão: a relação dos adultos com jovens e crianças é marcada pela inconsistência. Os comportamentos não correspondem às proclamações.

8 Imaginemos um exemplo caseiro. Um adulto pode acreditar sinceramente que a honestidade de todos garantiria um país melhor e, portanto, proclamar que a honestidade é um valor que deve ser frisado no espírito de todas as crianças. Entretanto esse adulto talvez seja nepotista, aproveitador, desrespeitoso da coisa pública etc. Isso seria justificado eventualmente pela constatação habitual: todos são assim, não serei o único trouxa. Portanto o adulto vai perorar sobre os valores morais, mas não se aventurará a transmiti-los direta e concretamente a filhos e filhas por receio de ser tachado de hipócrita e mentiroso. Os jovens são sempre excelentes intérpretes dos adultos e raramente deixam de perceber a incongruência do que está sendo preconizado com o que está sendo praticado. Não é por acaso que, de todos os entusiasmos pedagógicos dos adultos, sobram, em geral, as duas ações mencionadas. Elas parecem escolhidas a dedo. Primeiro, os adultos não param de exigir respeito: provavelmente, com esse pedido abstrato, eles tentem compensar a perda de autoridade moral que foi produzida por sua própria hipocrisia. Segundo, eles querem bons desempenhos escolares. A sabedoria moral proclamada é reduzida a uma exigência pragmática de sucesso: "Estude, meu filho/minha filha!". Se a exortação não for acompanhada de razões morais concretas, ela não soará diferente de "veja se consegue se dar bem na vida". Os jovens podem obedecer a essas duas exigências, mas sempre adotando, resignados, o cinismo dos pais. É difícil sair desse impasse entre gerações: o desprezo suscitado pela inconsistência dos adultos torna os jovens impermeáveis (ou quase) a qualquer palavra pedagógica. P.S. A íntegra dos resultados da pesquisa pode ser consultada em O título da pesquisa é "Grading Grown-ups - Avaliando os Adultos".

Acampamento Regional Ramo Escoteiro Muitas origens, um só pais

Acampamento Regional Ramo Escoteiro Muitas origens, um só pais Acampamento Regional Ramo Escoteiro Muitas origens, um só pais # INFORMATIVO I (Distrito Natal) ACAMPAMENTO REGIONAL DO RAMO ESCOTEIRO - ARRE 2012 Faça as malas e organize sua barraca. Está na hora de

Leia mais

PROJETO ESCOLA PARA PAIS

PROJETO ESCOLA PARA PAIS PROJETO ESCOLA PARA PAIS Escola Estadual Professor Bento da Silva Cesar São Carlos São Paulo Telma Pileggi Vinha Maria Suzana De Stefano Menin coordenadora da pesquisa Relator da escola: Elizabeth Silva

Leia mais

Tema: Juventude Missionária: a identidade do Verbo Divino Lema: : Como o Pai me enviou também eu vos envio (Jo 20, 21)

Tema: Juventude Missionária: a identidade do Verbo Divino Lema: : Como o Pai me enviou também eu vos envio (Jo 20, 21) Edital Tema: Juventude Missionária: a identidade do Verbo Divino Lema: : Como o Pai me enviou também eu vos envio (Jo 20, 21) A gincana paroquial da juventude verbita é um evento católico com o intuito

Leia mais

EDITAL - UAI JÂNGAL 2014 - ATIVIDADE REGIONAL DE MINAS GERAIS

EDITAL - UAI JÂNGAL 2014 - ATIVIDADE REGIONAL DE MINAS GERAIS EDITAL - UAI JÂNGAL 2014 - ATIVIDADE REGIONAL DE MINAS GERAIS COORDENADORES DA ATIVIDADE SONIA GENDORF PATRÍCIA TRANT COORDENADORAS GERAIS UAI JÂNGAL REGIONAL - MG DAVIDSON BARBOSA COORDENADOR FINANCEIRO

Leia mais

Regulamento para inscrição na 10ª Semana da Música de Ouro Branco

Regulamento para inscrição na 10ª Semana da Música de Ouro Branco Regulamento para inscrição na 10ª Semana da Música de Ouro Branco 1. Inscrições e seleção 1.1 Para efetuar a inscrições para a 10ª Semana da Música de Ouro Branco, o candidato deverá acessar o site www.semanadamusica.com;

Leia mais

Falar sobre as Notícias

Falar sobre as Notícias Centro de Psicologia Aplicada do Exército Falar sobre as Notícias Guia Prático para a Família Militar Elaborado pelo CNúcleo e n t rde o Apoio d e PPsicológico s i c o l o ge i a Intervenção A p l i c

Leia mais

A UTILIZAÇÃO DA COLA OFICIAL DURANTE AS AVALIAÇÕES DE MATEMÁTICA

A UTILIZAÇÃO DA COLA OFICIAL DURANTE AS AVALIAÇÕES DE MATEMÁTICA A UTILIZAÇÃO DA COLA OFICIAL DURANTE AS AVALIAÇÕES DE MATEMÁTICA Camila Nicola Boeri Universidade de Aveiro Portugal camilaboeri@hotmail.com Márcio Tadeu Vione IFMT - Campus Parecis - MT mtvione@gmail.com

Leia mais

Inteligência em. redes sociais. corporativas. Como usar as redes internas de forma estratégica

Inteligência em. redes sociais. corporativas. Como usar as redes internas de forma estratégica Inteligência em redes sociais corporativas Como usar as redes internas de forma estratégica Índice 1 Introdução 2 Por que uma rede social corporativa é um instrumento estratégico 3 Seis maneiras de usar

Leia mais

NÚMERO: 003/2010 DATA: 29/09/2010 ASSUNTO: PALAVRAS CHAVE: PARA: CONTACTOS:

NÚMERO: 003/2010 DATA: 29/09/2010 ASSUNTO: PALAVRAS CHAVE: PARA: CONTACTOS: NÚMERO: 003/2010 DATA: 29/09/2010 ASSUNTO: PALAVRAS CHAVE: PARA: CONTACTOS: Acesso a cuidados de saúde programados na União Europeia, Espaço Económico Europeu e Suiça. Procedimentos para a emissão do Documento

Leia mais

Código de Ética e Conduta

Código de Ética e Conduta Código de Ética e Conduta Introdução A Eucatex, através deste Código de Ética e Conduta, coloca à disposição de seus colaboradores, fornecedores e comunidade, um guia de orientação para tomada de decisões

Leia mais

9. o ANO FUNDAMENTAL PROF. ª ANDREZA XAVIER PROF. WALACE VINENTE

9. o ANO FUNDAMENTAL PROF. ª ANDREZA XAVIER PROF. WALACE VINENTE 9. o ANO FUNDAMENTAL PROF. ª ANDREZA XAVIER PROF. WALACE VINENTE CONTEÚDOS E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Unidade I Tempo, espaço, fontes históricas e representações cartográficas. 2

Leia mais

Workshop da FAEL. aborda direitos humanos. e papel do educador

Workshop da FAEL. aborda direitos humanos. e papel do educador Workshop da FAEL aborda direitos humanos e papel do educador No 15 workshop da Faculdade Educacional da Lapa - FAEL, os acadêmicos do curso de pedagogia tiveram a oportunidade de aprender e praticar os

Leia mais

MUNICÍPIO DE MORRINHOS Estado de Goiás

MUNICÍPIO DE MORRINHOS Estado de Goiás LEI Nº 2.446, DE 21 DE AGOSTO DE 2008. CERTIDÃO Certifico e dou fé que esta Lei foi publicada no placard do Município no dia- / / Cria Escola Municipal Professor Humberto Jacinto Pereira. EMERSON MARTINS

Leia mais

BOLETIM 4 - ÚLTIMAS INFORMAÇÕES

BOLETIM 4 - ÚLTIMAS INFORMAÇÕES UNIÃO DOS ESCOTEIROS DO BRASIL AVENTURA SÊNIOR NACIONAL 14/07/2013 a 18/07/2013 Pirenópolis Goiás Brasil BOLETIM 4 - ÚLTIMAS INFORMAÇÕES ABERTURA DO CAMPO O campo abrirá às 14 horas do dia 14 de julho

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO PARA PROGRAMA VOLUNTARIADO. Regulamento do Voluntariado

REGULAMENTO INTERNO PARA PROGRAMA VOLUNTARIADO. Regulamento do Voluntariado REGULAMENTO INTERNO PARA PROGRAMA DE VOLUNTARIADO Índice 1. Enquadramento... 3 2. Definição... 3 3. Princípios... 4 4. Objetivos... 4 5. Direitos... 4 6. Deveres... 5 7. Inscrição... 7 8. Candidatura...

Leia mais

CARTA CONVITE CONFERÊNCIA REGIONAL EM BELO HORIZONTE COM O IRMÃO DONG YU LAN 21 e 22 de Março de 2015

CARTA CONVITE CONFERÊNCIA REGIONAL EM BELO HORIZONTE COM O IRMÃO DONG YU LAN 21 e 22 de Março de 2015 CARTA CONVITE CONFERÊNCIA REGIONAL EM BELO HORIZONTE COM O IRMÃO DONG YU LAN 21 e 22 de Março de 2015 I. LOCAL E HORÁRIO: A. LOCAL: SESC VENDA NOVA GINÁSIO POLIESPORTIVO Ginásio Poliesportivo - Sesc Venda

Leia mais

Primeiro Segmento equivalente à alfabetização e às quatro primeiras séries do Ensino Fundamental (1ª à 4ª série).

Primeiro Segmento equivalente à alfabetização e às quatro primeiras séries do Ensino Fundamental (1ª à 4ª série). INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE A EJA 1- Você se matriculou em um CURSO DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS (EJA). Esse curso tem a equivalência do Ensino Fundamental. As pessoas que estudam na EJA procuram um curso

Leia mais

Critérios de seleção. Tema do ano. Amor Infinito.

Critérios de seleção. Tema do ano. Amor Infinito. Edital para Oficinas 2014 Apresentação As oficinas devem ser oferecidas por uma dupla de estudantes ou profissionais e devem ter como foco artes e design. Estudantes de todas as universidades serão bem-vindos.

Leia mais

Módulo 3 Fluxo de atividades para realização do planejamento estratégico, criação de missão, valores e visão e exercícios

Módulo 3 Fluxo de atividades para realização do planejamento estratégico, criação de missão, valores e visão e exercícios Módulo 3 Fluxo de atividades para realização do planejamento estratégico, criação de missão, valores e visão e exercícios Fluxo de atividades para realização do planejamento estratégico utilizando o BSC

Leia mais

Geografia Econômica Mundial. Organização da Aula. Aula 4. Blocos Econômicos. Contextualização. Instrumentalização. Tipologias de blocos econômicos

Geografia Econômica Mundial. Organização da Aula. Aula 4. Blocos Econômicos. Contextualização. Instrumentalização. Tipologias de blocos econômicos Geografia Econômica Mundial Aula 4 Prof. Me. Diogo Labiak Neves Organização da Aula Tipologias de blocos econômicos Exemplos de blocos econômicos Algumas características básicas Blocos Econômicos Contextualização

Leia mais

CÓDIGO DE ÉTICA. Introdução. Código de Ética. Nossos Valores na prática.

CÓDIGO DE ÉTICA. Introdução. Código de Ética. Nossos Valores na prática. CÓDIGO DE ÉTICA Introdução Nossos Valores Artigo 1º Premissa Artigo 2º Objetivos e Valores Artigo 3º Sistema de Controle Interno Artigo 4º Relação com os Stakeholders / Partes Interessadas 4.1 Acionistas

Leia mais

Ofício Circular - XXXI Grande Acampamento de Ilha Solteira - 2005. Ilha Solteira-SP, 2 de Setembro de 2.005. Prezados Chefes,

Ofício Circular - XXXI Grande Acampamento de Ilha Solteira - 2005. Ilha Solteira-SP, 2 de Setembro de 2.005. Prezados Chefes, Ofício Circular - XXXI Grande Acampamento de Ilha Solteira - 2005 Prezados Chefes, Ilha Solteira-SP, 2 de Setembro de 2.005. O GEU - Grupo Escoteiro Urubupungá convida o Grupo Irmão para o XXXI Grande

Leia mais

Semanas: 14 a 18 e 21 a 25 Idade: 2 a 12 anos InscriÇões com desconto até 18 de Junho.

Semanas: 14 a 18 e 21 a 25 Idade: 2 a 12 anos InscriÇões com desconto até 18 de Junho. Semanas: 14 a 18 e 21 a 25 Idade: 2 a 12 anos InscriÇões com desconto até 18 de Junho. ALPHAVIL LE L O I O H E RN A TIO N AL N T C S Winter School é um programa de recreação e cultura bilíngüe, realizado

Leia mais

PROGRAMAs de. estudantil

PROGRAMAs de. estudantil PROGRAMAs de empreendedorismo e protagonismo estudantil Ciclo de Palestras MAGNUM Vale do Silício App Store Contatos Calendário Fotos Safari Cumprindo sua missão de oferecer uma educação inovadora e de

Leia mais

Atividades Pedagógicas. Agosto 2014

Atividades Pedagógicas. Agosto 2014 Atividades Pedagógicas Agosto 2014 EM DESTAQUE Acompanhe aqui um pouco do dia-a-dia de nossos alunos em busca de novos aprendizados. ATIVIDADES DE SALA DE AULA GRUPO IV A GRUPO IV B GRUPO IV C GRUPO IV

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CAMPUS DE ALEGRE PORTARIA Nº. 358, DE 12 DE SETEMBRO DE 2014.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CAMPUS DE ALEGRE PORTARIA Nº. 358, DE 12 DE SETEMBRO DE 2014. CAMPUS DE ALEGRE PORTARIA Nº. 358, DE 12 DE SETEMBRO DE 2014. A DIRETORA-GERAL DO CAMPUS DE ALEGRE, no uso de suas atribuições legais e tendo em vista Processo nº 23149.001263/2014-61, resolve: Homologar

Leia mais

REGULAMENTO - CONCURSO COLATIVA E FMU

REGULAMENTO - CONCURSO COLATIVA E FMU REGULAMENTO - CONCURSO COLATIVA E FMU A Empresa Colavita nasceu há setenta anos como uma pequena empresa familiar, e atualmente é uma das mais importantes representantes da cultura Italiana através de

Leia mais

Tipo de atividade: Passeio/visita e redação. Objetivo: Conhecer alguns centros e templos religiosos existentes no bairro/cidade e desenvolver

Tipo de atividade: Passeio/visita e redação. Objetivo: Conhecer alguns centros e templos religiosos existentes no bairro/cidade e desenvolver A série Sagrado é composta por programas que, através de um recorte históricocultural, destacam diferentes pontos de vista das tradições religiosas. Dez representantes religiosos respondem aos questionamentos

Leia mais

ENCONTRO "PCN EM AÃÃO"

ENCONTRO PCN EM AÃÃO ENCONTRO "PCN EM AÃÃO" RELATO DA PAUTA DO ENCONTRO Cuiabaß - Parte de 5¼ a 8¼ súrie por Caio M. Costa 1 a. dia - Manhã 1 a. parte - todos juntos - Ana Rosa e Rosaura Apresentação dos PCNs Níveis de concretização

Leia mais

Manual de atividades do Day Church

Manual de atividades do Day Church Manual de atividades do Day Church O Day Church esse ano vem com uma nova proposta: passar 1 noite e 1 dia inteiros na igreja, buscando a presença do Senhor, ouvindo palestras, louvando a Deus, se divertindo

Leia mais

PROGRAMAÇÃO / FALAS DA APRESENTAÇÃO

PROGRAMAÇÃO / FALAS DA APRESENTAÇÃO PROGRAMAÇÃO / FALAS DA APRESENTAÇÃO 1 de junho de 2015 (segunda-feira) Leitura da sutra sagrada Chuva de Néctar da Verdade (30 ) 00:00 - Hino Sagrado É Primavera! (5 ) Maravilhosos filhos de Deus boa tarde

Leia mais

Este evento busca oportunizar a divulgação de resultados de pesquisa de alunos regularmente matriculados em cursos de graduação.

Este evento busca oportunizar a divulgação de resultados de pesquisa de alunos regularmente matriculados em cursos de graduação. MANUAL OFICIAL O EVENTO O IDEAU Instituto de Desenvolvimento Educacional do Alto Uruguai reconhece a importância do trabalho acadêmico, as habilidades de criação e de inovação dos alunos de cada um de

Leia mais

Trabalho submetido ao XVIII Prêmio Expocom 2011, na Categoria Cartaz Avulso, modalidade cartaz avulso.

Trabalho submetido ao XVIII Prêmio Expocom 2011, na Categoria Cartaz Avulso, modalidade cartaz avulso. RESUMO Email Marketing: Pós-Graduação em Arquitetura Contemporânea 1 Silvia Fernanda Santos de SENA 2 Thiago Jerohan Albuquerque da Cruz 3 Fernando Israel FONTANELLA 4 Universidade Católica de Pernambuco,

Leia mais

Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho

Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho Planificação do 7º Ano - Educação Moral e Religiosa Católica Unidades Temáticas Conteúdos Competências Específicas Instrumentos de Avaliação UL1- AS ORIGENS

Leia mais

Relatório Final do Projeto Institucional de Apoio à Diversidade

Relatório Final do Projeto Institucional de Apoio à Diversidade Relatório Final do Projeto Institucional de Apoio à Diversidade Veja o exemplo de relatório do processo de ensino-aprendizagem apresentado pela professora de uma das turmas da CMEB Mário Leal Silva CMEB

Leia mais

JPEG JOVENS EM PEQUENO GRUPO

JPEG JOVENS EM PEQUENO GRUPO ORIENTAÇÕES BÁSICAS JPEG JOVENS EM PEQUENO GRUPO JPEG é Jovens em Pequenos Grupos. A nova identidade dos pequenos grupos para jovens. NECESSIDADE DE ORGANIZAÇÃO DA IGREJA PEQUENOS GRUPOS Pequenos grupos

Leia mais

Convenção relativa à Luta contra a Discriminação no campo do Ensino

Convenção relativa à Luta contra a Discriminação no campo do Ensino ED/2003/CONV/H/1 Convenção relativa à Luta contra a Discriminação no campo do Ensino Adotada a 14 de dezembro de 1960, pela Conferência Geral da UNESCO, em sua 11ª sessão, reunida em Paris de 14 de novembro

Leia mais

Como aconteceu essa escuta?

Como aconteceu essa escuta? No mês de aniversário do ECA - Estatuto da Criança e do Adolescente, nada melhor que ouvir o que acham as crianças sobre a atuação em Educação Integral realizada pela Fundação Gol de Letra!! Conheça um

Leia mais

A formação da União Europeia

A formação da União Europeia A formação da União Europeia A EUROPA DOS 28 Como tudo começou? 1926: 1º congresso da União Pan- Europeia em Viena (Áustria) 24 países aprovaram um manifesto para uma organização federativa na Europa O

Leia mais

INFORMAÇÕES PARA RECEBER UMA EQUIPE DE EVANGELISMO DA ESCOLA MISSIONÁRIA DE FÉRIAS (EMF)

INFORMAÇÕES PARA RECEBER UMA EQUIPE DE EVANGELISMO DA ESCOLA MISSIONÁRIA DE FÉRIAS (EMF) INFORMAÇÕES PARA RECEBER UMA EQUIPE DE EVANGELISMO DA ESCOLA MISSIONÁRIA DE FÉRIAS (EMF) Olá Pastor (a) / Amigo (a) de Missões. A JOCUM Jovens Com Uma Missão, situada em Campinas apresenta nesse informativo

Leia mais

As cores utilizadas - Branco, Azul e Amarelo - pretendem passar uma imagem de doação, de dignidade humana e solidariedade.

As cores utilizadas - Branco, Azul e Amarelo - pretendem passar uma imagem de doação, de dignidade humana e solidariedade. Código de Conduta Código de Conduta O nosso Símbolo Um desafio permanente O símbolo da Fundação CEBI, criado em 1993 por altura do seu 25º Aniversário, procura transmitir a imagem da natureza da sua intervenção

Leia mais

APRESENTAÇÃO CRITÉRIOS DE SELEÇÃO TEMA DO ANO. Amor Infinito.

APRESENTAÇÃO CRITÉRIOS DE SELEÇÃO TEMA DO ANO. Amor Infinito. Edital para monitoria 2014 APRESENTAÇÃO Os monitores fazem um trabalho único para que a estrutura do Ilha Design continue de pé. São os pontos de ligação entre membros da equipe, oficineiros e alunos.

Leia mais

COMO AS CRIANÇAS APRENDEM O QUE OS TEÓRICOS DIZEM ESTILOS DE APRENDIZAGEM

COMO AS CRIANÇAS APRENDEM O QUE OS TEÓRICOS DIZEM ESTILOS DE APRENDIZAGEM COMO AS CRIANÇAS APRENDEM O QUE OS TEÓRICOS DIZEM ESTILOS DE APRENDIZAGEM CONCRETO DISPERSO SEQUENCIAL ABSTRATO 1 CONCRETO SEQÜENCIAL Habilidades naturais do Concreto Seqüencial Passo a Passo Planeja Segue

Leia mais

Informações gerais e regras para participação

Informações gerais e regras para participação 9º Jamboree Nacional do Chile Boletim 9..5 - Versão Informações gerais e regras para participação Os Escoteiros do Brasil foram convidados pela Associação de Guias y Scouts de Chile para participar de

Leia mais

GEOGRAFIA. Valéria/Fábio UNIDADE VI

GEOGRAFIA. Valéria/Fábio UNIDADE VI GEOGRAFIA Valéria/Fábio 8º UNIDADE VI 01. "Em primeiro lugar, é preciso reconhecer que algo, de fato, 'DEU ERRADO' na União Soviética. Não havia nenhuma semelhança entre o processo de emancipação socialista

Leia mais

Unidade II Poder, Estudo e Instituições Aula 10

Unidade II Poder, Estudo e Instituições Aula 10 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Unidade II Poder, Estudo e Instituições Aula 10 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Conteúdo O Consulado: Economia, Educação

Leia mais

DIRECIONADORES DA AÇÃO EMPRESARIAL

DIRECIONADORES DA AÇÃO EMPRESARIAL DIRECIONADORES DA AÇÃO EMPRESARIAL Na ASBRASIL, já foram estabelecidas as direções básicas da ação empresarial, conforme estabelecido em nosso plano de negócios que deseja se consolidar em uma cultura

Leia mais

LIDERANÇA E OS ESTILOS DE LÍDERES

LIDERANÇA E OS ESTILOS DE LÍDERES LIDERANÇA E OS ESTILOS DE LÍDERES Brendali Monti Dias Prof. Orientador Ednea dos Santos Cardoso Centro Universitário Leonardo da Vinci - UNIASSELVI Ciências Contábeis (CTB0099) Prática do Módulo I 22/06/12

Leia mais

TEMA 6 O AVANÇO DOS ALIADOS. Os combates decisivos entre as tropas do Eixo e as forças aliadas foram travados em território soviético.

TEMA 6 O AVANÇO DOS ALIADOS. Os combates decisivos entre as tropas do Eixo e as forças aliadas foram travados em território soviético. TEMA 6 O AVANÇO DOS ALIADOS Os combates decisivos entre as tropas do Eixo e as forças aliadas foram travados em território soviético. A operação Barbarossa A operação Barbarossa era a invasão da União

Leia mais

Observação dos programas de educação pelos pais, e pessoas designadas pelos mesmos, com o Propósito de Avaliação

Observação dos programas de educação pelos pais, e pessoas designadas pelos mesmos, com o Propósito de Avaliação Educação Especial Informe de Assistência Técnica SPED 2009-2: Observação dos programas de educação pelos pais, e pessoas designadas pelos mesmos, com o Propósito de Avaliação Para: Superintendentes, diretores,

Leia mais

Direito Humano à Alimentação Adequada: um tema fora de pauta no Parlamento?

Direito Humano à Alimentação Adequada: um tema fora de pauta no Parlamento? ANA LÚCIA ALVES Direito Humano à Alimentação Adequada: um tema fora de pauta no Parlamento? Projeto de pesquisa apresentado ao Programa de Pós-Graduação do Cefor como parte das exigências do curso de Especialização

Leia mais

QUEM SOMOS intercâmbio

QUEM SOMOS intercâmbio Inglaterra Mini Programa HIGH SCHOOL QUEM SOMOS intercâmbio O Number One Intercâmbio possui mais de 15 anos de mercado oferecendo as melhores opções de viagem para você e sua família, seja a lazer, trabalho

Leia mais

Construção do Espaço Africano

Construção do Espaço Africano Construção do Espaço Africano Aula 2 Colonização Para melhor entender o espaço africano hoje, é necessário olhar para o passado afim de saber de que forma aconteceu a ocupação africana. E responder: O

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA ÉTICA SWEETMIX

CÓDIGO DE CONDUTA ÉTICA SWEETMIX CÓDIGO DE CONDUTA ÉTICA SWEETMIX Caro Colaborador, A prática do Código de Conduta Ética é tão importante que fazemos questão que cada colaborador tenha seu próprio exemplar para ler e consultar sempre

Leia mais

O PÓS-GUERRA E A CRIAÇÃO DA 1ª COMUNIDADE

O PÓS-GUERRA E A CRIAÇÃO DA 1ª COMUNIDADE O PÓS-GUERRA E A CRIAÇÃO DA 1ª COMUNIDADE Durante muito tempo os países da Europa andaram em guerra. A segunda Guerra Mundial destruiu grande parte do Continente Europeu. Para evitar futuras guerras, seria

Leia mais

Informativo #1 - Informações Gerais e Regras de Participação para Membros Juvenis e Escotistas. 2012 O Desafio das Ocas

Informativo #1 - Informações Gerais e Regras de Participação para Membros Juvenis e Escotistas. 2012 O Desafio das Ocas Informativo #1 - Informações Gerais e Regras de Participação para Membros Juvenis e Escotistas 2012 O Desafio das Ocas 1. Tema, data, local e clima O tema da Aventura Sênior Regional será O Desafio das

Leia mais

Quando começou a pensar na alfabetização, em 1962, Paulo Freire trazia mais de 15 anos de

Quando começou a pensar na alfabetização, em 1962, Paulo Freire trazia mais de 15 anos de PAULO FREIRE E A ALFABETIZAÇÃO Vera Lúcia Queiroga Barreto 1 Uma visão de alfabetização que vai além do ba,be,bi,bo,bu. Porque implica uma compreensão crítica da realidade social, política e econômica

Leia mais

Relatório de Intercâmbio

Relatório de Intercâmbio Relatório de Intercâmbio 1. Dados de identificação: Informações pessoais e acadêmicas: Aline Vieira de Lima +55 83 9986 1705 aline.vieira@gmail.com Programa: PIANI Universidade anfitriã: Instituto Superior

Leia mais

São Paulo (SP) - MP dá prazo até sexta para empresas definirem se vendem Parque Augusta

São Paulo (SP) - MP dá prazo até sexta para empresas definirem se vendem Parque Augusta São Paulo (SP) - MP dá prazo até sexta para empresas definirem se vendem Parque Augusta Caso não haja negociação, promotor pode entrar com ação civil pública. Construtoras pretendem começar a erguer prédios

Leia mais

Projeto EI São José do Rio Preto Assessoria: Debora Rana e Silvana Augusto 2 o encontro: 09 de abril de 2014 *Anotações do Grupo de CPs da manhã

Projeto EI São José do Rio Preto Assessoria: Debora Rana e Silvana Augusto 2 o encontro: 09 de abril de 2014 *Anotações do Grupo de CPs da manhã Projeto EI São José do Rio Preto Assessoria: Debora Rana e Silvana Augusto 2 o encontro: 09 de abril de 2014 *Anotações do Grupo de CPs da manhã Pauta de encontro Olá coordenadoras, mais uma vez estaremos

Leia mais

PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Inscrição Prêmio ABF-AFRAS - Categoria Fornecedor

PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Inscrição Prêmio ABF-AFRAS - Categoria Fornecedor PRÊMIO ABF-AFRAS DESTAQUE SUSTENTABILIDADE 2012 FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Inscrição Prêmio ABF-AFRAS - Categoria Fornecedor Dados da empresa Razão Social: Visa do Brasil Empreendimentos Ltda. Nome Fantasia:

Leia mais

Política de Comunicação de Marketing

Política de Comunicação de Marketing OBJETIVO Esta política tem como objetivos garantir o alinhamento das ações e projetos de comunicação de marketing da TIM, com sua Missão e seus princípios com relação à Sustentabilidade, de forma responsável,

Leia mais

XI ROMARIA ESCOTEIRA NACIONAL 6 de abril de 2014 Aparecida-SP Brasil BOLETIM 1 INFORMAÇÕES GERAIS E REGRAS PARA PARTICIPAÇÃO

XI ROMARIA ESCOTEIRA NACIONAL 6 de abril de 2014 Aparecida-SP Brasil BOLETIM 1 INFORMAÇÕES GERAIS E REGRAS PARA PARTICIPAÇÃO 1. TEMA, DATA e LOCAL XI ROMARIA ESCOTEIRA NACIONAL 6 de abril de 2014 Aparecida-SP Brasil BOLETIM 1 INFORMAÇÕES GERAIS E REGRAS PARA PARTICIPAÇÃO XI ROMARIA ESCOTEIRA NACIONAL Data: 6 de abril de 2014

Leia mais

DataSenado. Secretaria de Transparência DataSenado. Março de 2013

DataSenado. Secretaria de Transparência DataSenado. Março de 2013 Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher DataSenado Março de 2013 Mulheres conhecem a Lei Maria da Penha, mas 700 mil ainda sofrem agressões no Brasil Passados quase 7 desde sua sanção, a Lei 11.340

Leia mais

ESTUDO DE CASO: QUAL GRUPO, FORMAL OU INFORMAL, POSSUI MAIOR INFLUÊNCIA NA EMPRESA V8 PRODUÇÕES LTDA, NA REALIZAÇÃO DAS ATIVIDADES?

ESTUDO DE CASO: QUAL GRUPO, FORMAL OU INFORMAL, POSSUI MAIOR INFLUÊNCIA NA EMPRESA V8 PRODUÇÕES LTDA, NA REALIZAÇÃO DAS ATIVIDADES? ESTUDO DE CASO: QUAL GRUPO, FORMAL OU INFORMAL, POSSUI MAIOR INFLUÊNCIA NA EMPRESA V8 PRODUÇÕES LTDA, NA REALIZAÇÃO DAS ATIVIDADES? Andrieli Ariane Borges Avelar, UNESPAR/FECILCAM João Marcos Borges Avelar,

Leia mais

Srs. Pais, A direção.

Srs. Pais, A direção. Srs. Pais, Para o Centro de Educação Básica Prof. Luciano Feijão, educar é mais do que transmitir conhecimentos, é formar um cidadão completo, não apenas com informações, mas com valores éticos e morais.

Leia mais

Manual. Pedido Eletrônico

Manual. Pedido Eletrônico Manual Pedido Eletrônico ÍNDICE 1. Download... 3 2. Instalação... 4 3. Sistema de Digitação SantaCruz... 8 3.1. Configuração... 8 4. Utilização do Sistema Digitação SantaCruz... 11 4.1. Atualizar cadastros...11

Leia mais

Direitos Humanos - Ensino Fundamental e Ensino Médio

Direitos Humanos - Ensino Fundamental e Ensino Médio Direitos Humanos - Ensino Fundamental e Ensino Médio Um projeto para discutir Direitos Humanos necessariamente tem que desafiar à criatividade, a reflexão, a crítica, pesquisando, discutindo e analisando

Leia mais

Primeiramente podemos classificar três diferentes tipos estruturais de

Primeiramente podemos classificar três diferentes tipos estruturais de VITRINAS 1 INTRODUÇÃO Elegantes e essenciais, as vitrinas são elementos versáteis criados nas mais diversas versões e representam o ponto chave para apresentação do produto a ser vendido nos mais diferentes

Leia mais

Proposta de Trabalho para a Oficina de Iniciação Teatral

Proposta de Trabalho para a Oficina de Iniciação Teatral Proposta de Trabalho para a Oficina de Iniciação Teatral O teatro promove oportunidades para que adolescentes e adultos conheçam observem e confrontem diferentes culturas em diferentes momentos históricos,

Leia mais

REGULAMENTO DESAFIO CRIATIVOS DA ESCOLA

REGULAMENTO DESAFIO CRIATIVOS DA ESCOLA REGULAMENTO DESAFIO CRIATIVOS DA ESCOLA O Desafio Criativos da Escola é um concurso promovido pelo Instituto Alana com sede na Rua Fradique Coutinho, 50, 11 o. andar, Bairro Pinheiros São Paulo/SP, CEP

Leia mais

Nós, alunos do 2º A, queremos tratar as pessoas com respeito e amor, estudar com muita dedicação e sempre pensar antes de tomar decisões.

Nós, alunos do 2º A, queremos tratar as pessoas com respeito e amor, estudar com muita dedicação e sempre pensar antes de tomar decisões. Como tratar as pessoas: de uma maneira boa, ajudar todas as pessoas. Como não fazer com os outros: não cuspir, empurrar, chutar, brigar, não xingar, não colocar apelidos, não beliscar, não mentir, não

Leia mais

De forma a melhor adequar os objetivos das atividades às expectativas, necessidades e motivações dos jovens

De forma a melhor adequar os objetivos das atividades às expectativas, necessidades e motivações dos jovens O GO UP! Dão Lafões Summer Camp é um campo de férias, organizado pela CIMRDL Comunidade Intermunicipal da Região Dão Lafões, em regime residencial com a duração de 5 dias que pretende, de uma forma dinâmica

Leia mais

ENCONTRO VOCACIONAL FRANCA 2015

ENCONTRO VOCACIONAL FRANCA 2015 1/8 Centro Neocatecumenal - Franca ENCONTRO VOCACIONAL FRANCA 2015 Caros Irmãos,. Estamos muito contentes com a oportunidade de acolhê-los pela primeira vez para um encontro de jovens em nossa Diocese.

Leia mais

Manual Arkos Administrador

Manual Arkos Administrador Manual Arkos Administrador Este manual é para administradores de escolas e explica o passo-a-passo do cadastro de uma escola com seus professores, turmas e alunos no portal. Não deixe de assistir também

Leia mais

Certificação de Profissional de Imagem Certificado AICI - Perguntas Frequentes -

Certificação de Profissional de Imagem Certificado AICI - Perguntas Frequentes - Certificação de Profissional de Imagem Certificado AICI - Perguntas Frequentes - 1. Para onde envio meu Portfólio CIP? Envie seu Portfólio CIP para a sede da AICI. 2. Quanto tempo tenho para enviar meu

Leia mais

O curso de italiano on-line: apresentação

O curso de italiano on-line: apresentação O curso de italiano on-line: apresentação Índice Porque um curso de língua on-line 1. Os cursos de língua italiana ICoNLingua 2. Como é organizado o curso 2.1. Estrutura geral do curso 2.2. Andamento e

Leia mais

REGULAMENTO DE PARTICIPAÇÃO NO PROJETO SONHO DE PRESENTE

REGULAMENTO DE PARTICIPAÇÃO NO PROJETO SONHO DE PRESENTE REGULAMENTO DE PARTICIPAÇÃO NO PROJETO SONHO DE PRESENTE A AESabesp Associação dos Engenheiros da Sabesp e ASABESP Associação Sabesp abrem inscrições para participação no projeto: Sonho de Presente. O

Leia mais

SPORT CAMPUS 2015. Verão 2015/Tempos Livres AMARES REGULAMENTO INTERNO. Parceiros:

SPORT CAMPUS 2015. Verão 2015/Tempos Livres AMARES REGULAMENTO INTERNO. Parceiros: SPORT CAMPUS 2015 Verão 2015/Tempos Livres AMARES REGULAMENTO INTERNO Parceiros: Objectivo É objectivo dos campos de férias proporcionar iniciativas exclusivamente destinadas a crianças e jovens com idades

Leia mais

EVASÃO ESCOLAR DE ALUNOS TRABALHADORES NA EJA

EVASÃO ESCOLAR DE ALUNOS TRABALHADORES NA EJA EVASÃO ESCOLAR DE ALUNOS TRABALHADORES NA EJA OLIVEIRA, Paula Cristina Silva de Faculdade de Educação/UFMG EITERER, Carmem Lúcia. (Orientadora) Faculdade de Educação/UFMG RESUMO: Este é um trabalho de

Leia mais

A QUEDA DO AVIÃO. Reunião de Seção. Área de Desenvolvimento enfatizada: FÍSICO. Ramo: Sênior. Mês recomendado para desenvolver a reunião: Qualquer mês

A QUEDA DO AVIÃO. Reunião de Seção. Área de Desenvolvimento enfatizada: FÍSICO. Ramo: Sênior. Mês recomendado para desenvolver a reunião: Qualquer mês Reunião 01 Reunião de Seção A QUEDA DO AVIÃO Área de Desenvolvimento enfatizada: FÍSICO Ramo: Sênior Mês recomendado para desenvolver a reunião: Qualquer mês Explicação sobre o tema: O fundo motivador

Leia mais

REVOLUÇÃO FRANCESA. Por: Rodrigo A. Gaspar

REVOLUÇÃO FRANCESA. Por: Rodrigo A. Gaspar REVOLUÇÃO FRANCESA Por: Rodrigo A. Gaspar REVOLUÇÃO FRANCESA Influência dos valores iluministas Superação do Absolutismo monárquico e da sociedade estratificada Serviu de inspiração para outras revoluções,

Leia mais

A POSIÇÃO DE PORTUGAL NA EUROPA E NO MUNDO

A POSIÇÃO DE PORTUGAL NA EUROPA E NO MUNDO A POSIÇÃO DE PORTUGAL NA EUROPA E NO MUNDO Portugal situa-se no extremo sudoeste da Europa e é constituído por: Portugal Continental ou Peninsular (Faixa Ocidental da Península Ibérica) Parte do território

Leia mais

CURSO DE ENFERMAGEM EDITAL DE CHAMADA PARA A V MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CURSO DE ENFERMAGEM Nº 05 /2012

CURSO DE ENFERMAGEM EDITAL DE CHAMADA PARA A V MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CURSO DE ENFERMAGEM Nº 05 /2012 CURSO DE ENFERMAGEM EDITAL DE CHAMADA PARA A V MOSTRA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CURSO DE ENFERMAGEM Nº 05 /2012 A Coordenação do Curso de Enfermagem da Fanor- DeVry Brasil, no uso de suas atribuições,

Leia mais

Formação ética em Fonoaudiologia: vamos além da ética profissional? Ética de relacionamentos e responsabilidade social

Formação ética em Fonoaudiologia: vamos além da ética profissional? Ética de relacionamentos e responsabilidade social Formação ética em Fonoaudiologia: vamos além da ética profissional? Ética de relacionamentos e responsabilidade social Auores: ALESSANDRA SALLES MACHADO, MARCELA ALMEIDA, Introdução: A disciplina de Ética

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 453, de 28 de abril de 2005. Conselho Nacional de Educação de Minas Gerais.

RESOLUÇÃO Nº 453, de 28 de abril de 2005. Conselho Nacional de Educação de Minas Gerais. SIC 01 /05 - CEE/MG Belo Horizonte, 25 de maio de 2005. PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU - ESPECIALIZAÇÃO RESOLUÇÃO Nº 453, de 28 de abril de 2005. Conselho Nacional de Educação de Minas Gerais. Estabelece normas

Leia mais

FERNANDO LEAL DA COSTA: "FISCALIZAÇÃO E PUNIÇÃO SÃO DECISIVAS NA NOVA LEI DO ÁLCOOL" 1

FERNANDO LEAL DA COSTA: FISCALIZAÇÃO E PUNIÇÃO SÃO DECISIVAS NA NOVA LEI DO ÁLCOOL 1 FERNANDO LEAL DA COSTA: "FISCALIZAÇÃO E PUNIÇÃO SÃO DECISIVAS NA NOVA LEI DO ÁLCOOL" 1 FERNANDO LEAL DA COSTA: "FISCALIZAÇÃO E PUNIÇÃO SÃO DECISIVAS NA NOVA LEI DO ÁLCOOL" "Fiscalização e punição dos infractores

Leia mais

Cidadania. Depois vamos considerar como o governo trabalha e pensar em maneiras de fazê-lo trabalhar melhor.

Cidadania. Depois vamos considerar como o governo trabalha e pensar em maneiras de fazê-lo trabalhar melhor. Exercitando o Caráter 4 a 6 anos Cidadania Pessoas de caráter são bons cidadãos. Elas pensam nas outras pessoas e se comprometem com o bemestar de sua vizinhança, cidade, estado, país e planeta. Não ignoram

Leia mais

Valores educacionais do Olimpismo

Valores educacionais do Olimpismo Valores educacionais do Olimpismo Aula 3 Busca pela excelência e equilíbrio entre corpo, vontade e mente Rio 2016 Versão 1.0 Objetivos 1 Detalhar o valor busca pela excelência 2 Apresentar estratégias

Leia mais

ACTA FINAL. FA/TR/EU/HR/pt 1. 1717 der Beilagen XXIV. GP - Staatsvertrag - 36 portugiesische Schlussakte (Normativer Teil) 1 von 20

ACTA FINAL. FA/TR/EU/HR/pt 1. 1717 der Beilagen XXIV. GP - Staatsvertrag - 36 portugiesische Schlussakte (Normativer Teil) 1 von 20 1717 der Beilagen XXIV. GP - Staatsvertrag - 36 portugiesische Schlussakte (Normativer Teil) 1 von 20 ACTA FINAL FA/TR/EU/HR/pt 1 2 von 20 1717 der Beilagen XXIV. GP - Staatsvertrag - 36 portugiesische

Leia mais

AS CONTRIBUIÇÕES DOS ENCARTES DE PREÇOS NA FORMAÇÃO DO ALUNO.

AS CONTRIBUIÇÕES DOS ENCARTES DE PREÇOS NA FORMAÇÃO DO ALUNO. AS CONTRIBUIÇÕES DOS ENCARTES DE PREÇOS NA FORMAÇÃO DO ALUNO. Autor: José Marcos da Silva Instituição: MIDS/Macaé E-mail:mzosilva@yahoo.com.br. RESUMO Na atualidade, é preciso que se crie novos métodos

Leia mais

membros do time, uma rede em que eles possam compartilhar desafios, conquistas e que possam interagir com as postagens dos colegas.

membros do time, uma rede em que eles possam compartilhar desafios, conquistas e que possam interagir com as postagens dos colegas. INTRODUÇÃO Você, provavelmente, já sabe que colaboradores felizes produzem mais. Mas o que sua empresa tem feito com esse conhecimento? Existem estratégias que de fato busquem o bem-estar dos funcionários

Leia mais

Estadia: Onde vou morar?

Estadia: Onde vou morar? Estude em Alberta Perguntas frequentes Observação: Esta seção de "Perguntas frequentes" reflete a prática comum em Alberta, no entanto, depois de decidir onde quer estudar, contate o distrito escolar correspondente

Leia mais

INFORMAÇÕES GERAIS E REGRAS PARA PARTICIPAÇÃO

INFORMAÇÕES GERAIS E REGRAS PARA PARTICIPAÇÃO INFORMAÇÕES GERAIS E REGRAS PARA PARTICIPAÇÃO 1. O EVENTO - ORGANIZAÇÃO, TEMA, LOCAL e CLIMA O Jamboree Nacional dos Estados Unidos da América (EUA) será realizado de 26 de julho a 4 de agosto de 2010,

Leia mais

NAPOLEÃO BONAPARTE. Pode-se dividir seu governo em três partes: Consulado (1799-1804) Império (1804-1815) Governo dos Cem Dias (1815)

NAPOLEÃO BONAPARTE. Pode-se dividir seu governo em três partes: Consulado (1799-1804) Império (1804-1815) Governo dos Cem Dias (1815) NAPOLEÃO BONAPARTE 1 Profª Adriana Moraes Destaca-se política e militarmente no Período Jacobino. DIRETÓRIO Conquistas militares e diplomáticas na Europa defesa do novo governo contra golpes. Golpe 18

Leia mais

TÍTULO: Plano de Aula O NOSSO AMBIENTE: CONSERVANDO O AMBIENTE ESCOLAR. Ensino Fundamental / Anos Iniciais. 3º ano.

TÍTULO: Plano de Aula O NOSSO AMBIENTE: CONSERVANDO O AMBIENTE ESCOLAR. Ensino Fundamental / Anos Iniciais. 3º ano. Org.: Claudio André - 1 TÍTULO: O NOSSO AMBIENTE: CONSERVANDO O AMBIENTE ESCOLAR Nível de Ensino: Ensino Fundamental / Anos Iniciais Ano/Semestre de Estudo 3º ano Componente Curricular: Ciências Naturais

Leia mais

Edição 2015. Veja como participar. Prêmios. Cronograma. Inscrições

Edição 2015. Veja como participar. Prêmios. Cronograma. Inscrições EDIÇÃO 2015 Participe da 14ª edição do mais importante concurso de projetos de sustentabilidade da América Latina com auditoria independente de procedimentos Veja como participar Poderão concorrer ao prêmio

Leia mais

GEOGRAFIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS. 2 a Etapa SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. FAÇA LETRA LEGÍVEL. Duração desta prova: TRÊS HORAS.

GEOGRAFIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS. 2 a Etapa SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. FAÇA LETRA LEGÍVEL. Duração desta prova: TRÊS HORAS. 2 a Etapa GEOGRAFIA SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS Leia atentamente o CARTAZ sobre ELIMINAÇÃO AUTOMÁTICA, afixado na parede da sala, à sua frente, e as instruções que se

Leia mais

II MOOT SCOUT INTERAMERICANO. 27/12/2013 A 04/01/2014 Parque de Rodeio Jorge Dariva Osório/RS/BR

II MOOT SCOUT INTERAMERICANO. 27/12/2013 A 04/01/2014 Parque de Rodeio Jorge Dariva Osório/RS/BR II MOOT SCOUT INTERAMERICANO 27/12/2013 A 04/01/2014 Parque de Rodeio Jorge Dariva Osório/RS/BR LOCAL Parque de Rodeio Jorge Dariva, Osório/RS O ponto de encontro dos participantes do II Moot Scout Interamericano

Leia mais