Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Práticas Necessárias para Contratação de Bens e Serviços de Tecnologia da Informação

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Práticas Necessárias para Contratação de Bens e Serviços de Tecnologia da Informação"

Transcrição

1 Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro Práticas Necessárias para Contratação de Bens e Serviços de Tecnologia da Informação Renata Alves Campos - Analista de T. I. (CoInfo) André de Oliveira Eskenazi - Administrador (DMSA/Pregão)

2 Fase Interna (preparatória) Verificação da efetiva necessidade da contratação Definição do objeto Definição do valor estimado Autorização pela autoridade competente Indicação dos recursos Abertura do processo devidamente autuado e protocolado Elaboração do edital

3 Lei nº 8.248/1991 Ordem para Preferência na Contratação (critérios de desempate): Com tecnologia desenvolvida no país; Produzidos de acordo com processo produtivo básico, (levando em conta condições equivalente de prazo, qualidade, suporte, etc)

4 Decreto nº 7.174/2010 Art 9º Para a contratação de bens e serviços de Informática e automação, deverão ser adotados os tipos de licitação menor preço (pregão) ou técnica e preço (concorrência), conforme disciplinado neste Decreto, ressalvadas as hipóteses de dispensa ou inexigibilidade previstas na legislação.

5 Inexigibilidade Serviços de natureza singular Inviabilidade de competição (deve ser bem fundamentada a justificativa através dos princípios de economicidade, razoabilidade, interesse público, etc) É possível contratação por inexibilidade mesmo havendo outros fornecedores.

6 Menor preço A licitação do tipo menor preço será exclusiva para a aquisição de bens e serviços de informática e automação considerados comuns (padrão usual de mercado), e deverá ser realizada na modalidade pregão, preferencialmente na forma eletrônica.

7 Técnica e Preço A licitação do tipo Técnica e Preço será para a aquisição de bens e serviços de informática e automação considerados não comuns, e deverá ser realizada na modalidade Concorrência.

8 Marca Posso definir qual a marca que eu quero desde que seja indispensável e tecnicamente justificada. Ex: Padronização.

9 A aquisição de bens e serviços de TI e automação deverá ser precedida de planejamento da contratação, incluindo projeto básico (usado para concorrência ou tomada de preço) ou termo de referência (usado em Pregão) elaborado em harmonia com o PDTI.

10 Termo de Referência ou Projeto Básico (Elaborado pela Equipe de Planejamento da Contratação) Deve conter no mínimo as seguintes informações: Definição do objeto; Fundamentação da contratação; Descrição da solução de TI; Requisitos da solução; Modelo de prestação de serviços ou de fornecimento de bens; Elementos para gestão do contrato; Estimativa de preços; Adequação orçamentária; Definições dos critérios de sanções; Critérios de seleção do fornecedor;

11 Equipe de Planejamento da Contratação Integrante Técnico: Representante da área de TI Integrante Administrativo: representante da área administrativa Integrante Requisitante: representante da área requisitante da solução. Qualquer unidade da administração que demande a contratação de um serviço de TI.

12 Planejamento da Licitação de TI 1ª etapa: Análise da Viabilidade da Contratação 2ª etapa: Plano de Sustentação 3ª Etapa: Estratégia de Contratação 4ª etapa: Análise de Risco

13 1ª etapa: Análise da Viabilidade da Contratação (elaborada pelos integrantes Técnico e Requisitante) Definição e especificação dos requisitos; Identificação das diferentes soluções; Análise e comparação entre os custos totais das soluções identificadas (aquisição de ativos, insumos, garantia e manutenção); Justificativa da solução escolhida, a ser elaborada pela área de TI; Avaliação das necessidades de adequação do ambiente do órgão (infraestrutura tecnológica e elétrica, logística, espaço físico, mobiliário, etc)

14 2ª etapa: Plano de Sustentação (Responsabilidade dos Integrantes Técnico e Requisitante) Deve conter: Recursos materiais e humanos necessários; Transferência de conhecimento para continuidade dos trabalhos em caso de eventual interrupção contratual; Atividades de transição contratual e encerramento do contrato (entrega de versões finais, devolução de recursos cedidos, revogação de perfis de acesso, etc); Estratégia de independência do órgão ou entidade contratante em relação à contratada (direito de propriedade intelectual e direitos autorais da solução de TI, etc).

15 3ª Etapa: Estratégia de Contratação Integrante Técnico: indica a solução de TI a ser contratada; Define as responsabilidades da contratada; Define critérios técnicos para julgamento de propostas técnicas Equipe de Planejamento: Elabora um termo de compromisso e o termo de ciência da declaração de manutenção de sigilo e das normas de segurança vigentes no órgão; Indica os termos do futuro contrato relativos a: Procedimentos e critérios de aceitação dos serviços/bens fornecidos; Quantificação ou estimativas prévia do volume de serviços/bens; Definição da metologia de avaliação da qualidade; Forma de pagamento; Cronograma físico-financeiro; etc

16 Continuação da 3ª etapa... Integrante Administrativo e Técnico Elaboram o orçamento detalhado em preços unitários, fundamentado em pesquisa de mercado Integrante Requisitante Elabora a estimativa do impacto econômicofinanceiro no orçamento do órgão ou entidade, indicando as fontes de recurso.

17 4ª etapa: Análise de Risco (Feita pela equipe de Planejamento) Identificação dos principais riscos; Identificação da possibilidade de ocorrência e dos danos que seriam causados; Definição das ações que devem ser tomadas para amenizar ou eliminar a chance de ocorrência dos riscos Definição prévia das ações de contingência a serem tomadas no caso da concretização de cada risco; Definição dos responsáveis pelas ações de prevenção dos riscos e dos procedimentos de contingência a serem adotados.

18 Fiscal ou Gestor do Contrato É uma pessoa obrigatória (representante da administração) responsável pelo acompanhamento e fiscalização da execução contratual.

19 Sobre certificação/qualificação técnica Somente será permitida as exigências de certificação ou qualificação técnica que sejam indispensáveis a garantia do cumprimento das obrigações, caso contrário é proibido exigir do licitante (CMMI, PMI, etc), mas posso pontuá-lo (Pontuação Técnica).

20 Acordo de nível de serviço São critérios objetivos e mensuráveis estabelecidos e acordados entre as partes com a finalidade de aferir e avaliar (periodicamente) diversos fatores relacionados aos serviços (qualidade, desempenho, disponibilidade, segurança, etc). Exemplo: Atendeu 95% dos casos no prazo? Pagamento Integral Senão: Descontos Acordados

21 Publicidade Prazos mínimos Concorrência Técnica e preço 45 dias Menor preço 30 dias Tomada de preço Técnica e preço 30 dias Menor Preço 15 dias Convite 5 dias úteis Pregão 8 dias úteis

22 Perguntas

Poder Judiciário TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO AMAPÁ. Estudos Preliminares. Descrição sucinta, precisa, clara e suficiente da STIC escolhida.

Poder Judiciário TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO AMAPÁ. Estudos Preliminares. Descrição sucinta, precisa, clara e suficiente da STIC escolhida. Estudos Preliminares Descrição sucinta, precisa, clara e suficiente da STIC escolhida. SUMÁRIO 1 ANÁLISE DE VIABILIDADE DA CONTRATAÇÃO (Art. 14) 4 Contextualização 4 1.1 Definição e Especificação dos Requisitos

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 4 DE 12 DE NOVEMBRO DE 2010

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 4 DE 12 DE NOVEMBRO DE 2010 MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 4 DE 12 DE NOVEMBRO DE 2010 DOU de 16/11/2010 (nº 218, Seção 1, pág. 69) Dispõe

Leia mais

Guia de Boas Práticas em Contratação de Soluções em Tecnologia da Informação Volume I - Manual

Guia de Boas Práticas em Contratação de Soluções em Tecnologia da Informação Volume I - Manual Guia de Boas Práticas em Contratação de Soluções em Tecnologia da Informação Versão 1.0 Recife, março de 2014 Sumário 1 Introdução... 4 2 MCTI... 5 3 Atores do MCTI... 6 4 Fase 1 Planejamento... 8 4.1

Leia mais

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA Orientador Empresarial Administração Pública Contratação de Bens e Serviços de Informática e Automação p Regulamentação

Leia mais

COMPARAÇÃO ENTRE O RDC E A LEI 8666/93. Viviane Moura Bezerra

COMPARAÇÃO ENTRE O RDC E A LEI 8666/93. Viviane Moura Bezerra COMPARAÇÃO ENTRE O RDC E A LEI 8666/93 Viviane Moura Bezerra Índice de Apresentação 1.Considerações iniciais 2.Surgimento do RDC 3.Principais Inovações 4.Pontos Comuns 5.Contratação Integrada 6.Remuneração

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº, de abril de 2008.

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº, de abril de 2008. INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº, de abril de 2008. Dispõe sobre a contratação de serviços de Tecnologia da Informação pela Administração Pública Federal direta, autárquica e fundacional. O SECRETÁRIO DE LOGÍSTICA

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos 1 de 7 07/10/2015 10:08 Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 8.538, DE 6 DE OUTUBRO DE 2015 Vigência Regulamenta o tratamento favorecido, diferenciado e simplificado

Leia mais

Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993.

Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993. DECRETO N.º 7.892, DE 23 DE JANEIRO DE 2013. Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993. A PRESIDENTA DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que

Leia mais

Contratação de Serviços de TI. Ministro-Substituto Augusto Sherman Cavalcanti

Contratação de Serviços de TI. Ministro-Substituto Augusto Sherman Cavalcanti Contratação de Serviços de TI Ministro-Substituto Augusto Sherman Cavalcanti O antigo modelo de contratação de serviços de TI 2 O Modelo antigo de contratação de serviços de TI Consiste na reunião de todos

Leia mais

GRUPO. CEP: 57020-670 - Cel. 8830-6001. WAPPE PUBLICIDADE E EVENTOS LTDA Unidade de Cursos www.wap.com.br CNPJ: 05.823.069/0001-39

GRUPO. CEP: 57020-670 - Cel. 8830-6001. WAPPE PUBLICIDADE E EVENTOS LTDA Unidade de Cursos www.wap.com.br CNPJ: 05.823.069/0001-39 Curso de Licitações, Contratos e Sistema de Registro de Preços (SRP) - 20 e 21 de Março Módulo i- licitação Definição O dever de licitar Quem pode licitar Pressuposto Natureza jurídica e fundamentos Legislação

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO. Empresas de Pequeno Porte em Compras Governamentais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO. Empresas de Pequeno Porte em Compras Governamentais Benefícios para Micro Empresa e Empresas de Pequeno Porte em Compras Governamentais I) Objetivo Tópicos II) Avaliação da experiência do Governo Federal III) Principais Pontos da LC nº 123/2006 e do Decreto

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 3.931, DE 19 DE SETEMBRO DE 2001. Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21

Leia mais

Concurso - EPPGG 2013. Prof. Leonardo Ferreira Turma EPPGG-2013 Aula 06,07,08,09

Concurso - EPPGG 2013. Prof. Leonardo Ferreira Turma EPPGG-2013 Aula 06,07,08,09 Concurso - EPPGG 2013 Prof. Leonardo Ferreira Turma EPPGG-2013 Aula 06,07,08,09 Ordem ao caos...(p4) Tema 4: 1. Práticas de gestão governamental no Brasil e seus resultados: Gestão de suprimentos e logística

Leia mais

O QUE MUDA NAS CONTRATAÇÕES DE SOLUÇÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PELA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA COM A NOVA IN Nº 04/14

O QUE MUDA NAS CONTRATAÇÕES DE SOLUÇÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PELA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA COM A NOVA IN Nº 04/14 O QUE MUDA NAS CONTRATAÇÕES DE SOLUÇÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PELA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA COM A NOVA IN Nº 04/14 ABORDAGEM COM AS ALTERAÇÕES DA IN Nº 02/15 DO PLANEJAMENTO DA CONTRATAÇÃO À GESTÃO DOS

Leia mais

Nova Lei de Contratação de Serviços de Publicidade Lei Federal nº 12.232/10

Nova Lei de Contratação de Serviços de Publicidade Lei Federal nº 12.232/10 PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPINAS Secretaria Municipal de Gestão e Controle Departamento de Auditoria Nova Lei de Contratação de Serviços de Publicidade Lei Federal nº 12.232/10 LEI FEDERAL 12.232, DE 29

Leia mais

DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015.

DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015. DECRETO N 001 A / 2015 De 02 de janeiro de 2015. EMENTA: Regulamenta o Sistema de Registro de Preços SRP previsto no art. 15 da Lei nº 8.666/93, no âmbito do Município de Central Bahia. O PREFEITO DO MUNICÍPIO

Leia mais

TRANSPARÊNCIA E RIGOR NA NOVA LEI DE LICITAÇÕES DA PUBLICIDADE DE ÓRGÃO PÚBLICO

TRANSPARÊNCIA E RIGOR NA NOVA LEI DE LICITAÇÕES DA PUBLICIDADE DE ÓRGÃO PÚBLICO TRANSPARÊNCIA E RIGOR NA NOVA LEI DE LICITAÇÕES DA PUBLICIDADE DE ÓRGÃO PÚBLICO Por João Luiz Faria Netto A nova lei conta com normas principais e obrigatórias para a contratação de agências de publicidade

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 4, 19 de maio de 2008.

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 4, 19 de maio de 2008. INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 4, 19 de maio de 2008. Dispõe sobre o processo de contratação de serviços de Tecnologia da Informação pela Administração Pública Federal direta, autárquica e fundacional. O SECRETÁRIO

Leia mais

DIÁRIO OFICIAL EDIÇÃO Nº 030224 de 30/06/2004

DIÁRIO OFICIAL EDIÇÃO Nº 030224 de 30/06/2004 DIÁRIO OFICIAL EDIÇÃO Nº 030224 de 30/06/2004 GABINETE DO GOVERNADOR D E C R E T O Nº 1.093, DE 29 DE JUNHO DE 2004 Institui, no âmbito da Administração Pública Estadual, o Sistema de Registro de Preços

Leia mais

Decreto nº 8.538, de 6 de outubro de 2015 Decreto nº 6.204, de 5 de setembro de 2007

Decreto nº 8.538, de 6 de outubro de 2015 Decreto nº 6.204, de 5 de setembro de 2007 DECRETO 8.538/2015 COMPARATIVO COM DECRETO 6.204/2007 Outubro/2015 Importante: Pontos acrescidos estão destacados em verde. Pontos suprimidos estão destacados em vermelho. Decreto nº 8.538, de 6 de outubro

Leia mais

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PERÍODO 2012 A 2016 MANAUS/AM VERSÃO 1.0 1 Equipe de Elaboração João Luiz Cavalcante Ferreira Representante da Carlos Tiago Garantizado Representante

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO SECRETARIA DE ECONOMIA E FINANÇAS (Contadoria Geral / 1841)

MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO SECRETARIA DE ECONOMIA E FINANÇAS (Contadoria Geral / 1841) 1 MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO SECRETARIA DE ECONOMIA E FINANÇAS (Contadoria Geral / 1841) ORIENTAÇÃO TÉCNICO-NORMATIVA N º 01 - PLANEJAMENTO DAS CONTRATAÇÕES 1. Nesta orientação, por questão

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA

ESTADO DE SANTA CATARINA DECRETO N.º 2356/2013 Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993, e dá outras providências. Rosane Minetto Selig, Prefeita Municipal de Ouro

Leia mais

CAPÍTULO I Das Disposições Gerais

CAPÍTULO I Das Disposições Gerais PORTARIA Nº 2558 DE 04 DE NOVEMBRO DE 2014 O Reitor da Universidade Federal do Espírito Santo, usando de suas atribuições legais e estatutárias, tendo em vista o disposto na Instrução Normativa nº 04 de

Leia mais

Revisado em 20/01/2011 1

Revisado em 20/01/2011 1 PROESF Fase 2 Aquisições e Contratações Regras Gerais Revisado em 20/01/2011 1 Contrato de Empréstimo: - Regras para Aquisições e Contratações; - Diretrizes do Banco Mundial; - Contrato aprovado pelo Congresso

Leia mais

Por que pregão? Renato Braga, CISA, CIA, CGAP Sefti/TCU

Por que pregão? Renato Braga, CISA, CIA, CGAP Sefti/TCU 1 Por que pregão? Renato Braga, CISA, CIA, CGAP Sefti/TCU 2 Um homem que trabalha com suas mãos é um operário; o que trabalha com suas mãos e o seu cérebro é um artesão, e o que trabalha com suas mãos,

Leia mais

1.2. Obrigatoriedade de realização de licitação ( CF, art. 37, XXI)

1.2. Obrigatoriedade de realização de licitação ( CF, art. 37, XXI) ESPECIALIZAÇÃO EM DIREITO PÚBLICO DISCIPLINA: DIREITO ADMINISTRATIVO PROFESSORA: CLARISSA SAMPAIO SILVA 1) LICITAÇÃO - Previsão constitucional: 1.1. Estabelecimento de normas gerais ( CF, art.22, XXVII)

Leia mais

DECRETO Nº. 6.204, DE 5 DE SETEMBRO DE 2007 DOU 06.09.2007

DECRETO Nº. 6.204, DE 5 DE SETEMBRO DE 2007 DOU 06.09.2007 DECRETO Nº. 6.204, DE 5 DE SETEMBRO DE 2007 DOU 06.09.2007 Regulamenta o tratamento favorecido, diferenciado e simplificado para as microempresas e empresas de pequeno porte nas contratações públicas de

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 016/2008

TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 016/2008 CENTRO DE TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO TERMO DE REFERÊNCIA - TR Pregão Eletrônico nº 016/2008 Anexo II 1 DO OBJETO 1.1 - Prestação de serviços de suporte técnico assistido

Leia mais

G E S T Ã O D E C O M P R A S P O R R E G I S T R O D E P R E Ç O S. VALDIR AUGUSTO DA SILVA Gestão Estratégica de Compras Portal de Compras

G E S T Ã O D E C O M P R A S P O R R E G I S T R O D E P R E Ç O S. VALDIR AUGUSTO DA SILVA Gestão Estratégica de Compras Portal de Compras G E S T Ã O D E C O M P R A S P O R R E G I S T R O D E P R E Ç O S VALDIR AUGUSTO DA SILVA Gestão Estratégica de Compras Portal de Compras SUMÁRIO O Sistema de Registro de Preços do Governo do Estado

Leia mais

ESTADO DO ACRE DECRETO Nº 5.966 DE 30 DE DEZEMBRO DE 2010

ESTADO DO ACRE DECRETO Nº 5.966 DE 30 DE DEZEMBRO DE 2010 Regulamenta o tratamento favorecido, diferenciado e simplificado para as microempresas, empresas de pequeno porte e equiparadas nas contratações de bens, prestação de serviços e execução de obras, no âmbito

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA N 4, DE 11 DE SETEMBRO DE 2014.

INSTRUÇÃO NORMATIVA N 4, DE 11 DE SETEMBRO DE 2014. INSTRUÇÃO NORMATIVA N 4, DE 11 DE SETEMBRO DE 2014. Dispõe sobre o processo de contratação de Soluções de Tecnologia da Informação pelos órgãos integrantes do Sistema de Administração dos Recursos de Tecnologia

Leia mais

Aquisição e Gerenciamento de Medicamentos do Componente Básico da Assistência Farmacêutica

Aquisição e Gerenciamento de Medicamentos do Componente Básico da Assistência Farmacêutica Aquisição e Gerenciamento de Medicamentos do Componente Básico da Assistência Farmacêutica Maceió -Setembro/2013 HISTÓRICO PORTARIA GM/MS nº 3.916/98 POLÍTICA NACIONAL DE MEDICAMENTOS ESTABELECEU DIRETRIZES

Leia mais

Qualidade em Contratações de TI

Qualidade em Contratações de TI Qualidade em Contratações de TI André Luiz Furtado Pacheco, CISA Brasília, 6 de novembro de 2012 Agenda 1. Nota técnica 2 Pregão para TI 2. Nota técnica 3 Credenciamento e carta de solidariedade 3. Nota

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Acerca dos conceitos básicos de gerenciamento de projetos e considerando o PMBOK, julgue os itens a seguir. 51 No gerenciamento de um projeto, deve-se utilizar não apenas as ferramentas

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO SECRETARIA DE ECONOMIA E FINANÇAS (Contadoria Geral-1841)

MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO SECRETARIA DE ECONOMIA E FINANÇAS (Contadoria Geral-1841) MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO SECRETARIA DE ECONOMIA E FINANÇAS (Contadoria Geral-1841) DIEx nº 132-Asse2/SSEF/SEF - CIRCULAR EB: 64689.014082/2014-74 Brasília, DF, 30 de setembro de 2014. Do

Leia mais

CURSO GESTÃO DE COMPRAS POR REGISTRO DE PREÇOS

CURSO GESTÃO DE COMPRAS POR REGISTRO DE PREÇOS CURSO GESTÃO DE COMPRAS POR REGISTRO DE PREÇOS VA L D I R A U G U S T O D A S I LVA G e s t o r d o P o r t a l d e C o m p r a s F o r t a l e z a 0 4 a 0 6 / 0 9 / 2 0 1 3 ESTRUTURA DA APRESENTAÇÃO Evolução

Leia mais

Novo modelo de contratação de TI Parte II NT 2 a 6

Novo modelo de contratação de TI Parte II NT 2 a 6 Novo modelo de contratação de TI Parte II NT 2 a 6 Encontro com o Mercado Privado de TI: Contratações Públicas de TI Cláudio Cruz, MSc, CGEIT Brasília, 27 de setembro de 2012 1 Agenda 1. Nota técnica 2

Leia mais

LICITAÇÕES DE OBRAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA

LICITAÇÕES DE OBRAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA LICITAÇÕES DE OBRAS E SERVIÇOS DE ENGENHARIA A NECESSÁRIA VISÃO PANORÂMICA SOB OS OLHARES DO PÚBLICO E DO PRIVADO Carga horária: 16 horas A - A PREVISÃO CONSTITUCIONAL E A LICITAÇÃO 1. Da supremacia das

Leia mais

CONTAGEM DO PRAZO LEGAL

CONTAGEM DO PRAZO LEGAL Curso de Licitação. Pregão Presencial e Pregão Eletrônico Professor: Antônio Noronha Os 3 Caminhos Possíveis para Aquisição/ Serviços, etc... Licitação; Dispensa de Licitação; Inexigibilidade de Licitação.

Leia mais

DICAS E SUGESTÕES PARA A UTILIZAÇÃO DE RECURSOS PÚBLICOS PROVENIENTES DE CONVÊNIOS.

DICAS E SUGESTÕES PARA A UTILIZAÇÃO DE RECURSOS PÚBLICOS PROVENIENTES DE CONVÊNIOS. DICAS E SUGESTÕES PARA A UTILIZAÇÃO DE RECURSOS PÚBLICOS PROVENIENTES DE CONVÊNIOS. Procedimentos de contratação. Rigorosa obediência ao Regulamento de Compras e Contratações (Instrução Normativa nº 02/13)

Leia mais

SENADOR CLÉSIO ANDRADE

SENADOR CLÉSIO ANDRADE Manual para Prefeituras Celebrarem Convênios já Autorizados com a Caixa Econômica Federal SENADOR CLÉSIO ANDRADE Conteúdo INTRODUÇÃO... 3 CICLO DO ORÇAMENTO GERAL DA UNIÃO... 4 CONTRAPARTIDA OBRIGATÓRIA...

Leia mais

Identificação Acórdão 2.471/2008- Plenário

Identificação Acórdão 2.471/2008- Plenário Identificação Acórdão 2.471/2008- Plenário Acórdão Vistos, relatados e discutidos estes autos que tratam de fiscalizações de orientação centralizada, realizadas no âmbito do Tema de Maior Significância

Leia mais

MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE Conselho Nacional do Meio Ambiente CONAMA

MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE Conselho Nacional do Meio Ambiente CONAMA MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE Conselho Nacional do Meio Ambiente CONAMA Procedência: 11ª Reunião da Câmara Técnica de Unidades de Conservação e 36ª Câmara Técnica de Assuntos Jurídicos Data: 27 e 28 de agosto

Leia mais

MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE Conselho Nacional do Meio Ambiente CONAMA

MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE Conselho Nacional do Meio Ambiente CONAMA MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE Conselho Nacional do Meio Ambiente CONAMA Procedência: 38ª Reunião da Câmara Técnica de Assuntos Jurídicos Data: 04 e 05 de dezembro de 2007 Processo n 02000.003674/2005-12

Leia mais

Contratação de Tecnologia da Informação e Comunicação TIC no Governo - Visão Sistêmica. PRELETORES: MADELINE ROCHA FURTADO E ODILON NEVES JÚNIOR

Contratação de Tecnologia da Informação e Comunicação TIC no Governo - Visão Sistêmica. PRELETORES: MADELINE ROCHA FURTADO E ODILON NEVES JÚNIOR Contratação de Tecnologia da Informação e Comunicação TIC no Governo - Visão Sistêmica. DATA: HORÁRIO: 08: 00 às 12:00 e 14:00 às 18:00 PRELETORES: MADELINE ROCHA FURTADO E ODILON NEVES JÚNIOR LOCAL: BRASÍLIA/DF

Leia mais

CURSO Elaboração de Especificações de Itens para o Catálogo de bens, materiais e serviços.

CURSO Elaboração de Especificações de Itens para o Catálogo de bens, materiais e serviços. CURSO Elaboração de Especificações de Itens para o Catálogo de bens, materiais e serviços. FRANCISCO JOSÉ COELHO BEZERRA Gestor de Registro de Preços Fortaleza 26 a 28/11/2014 SORAYA QUIXADÁ BEZERRA Gestora

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE SUPERINTENDÊNCIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Comissão de Governança e Segurança da Informação.

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE SUPERINTENDÊNCIA DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Comissão de Governança e Segurança da Informação. Guia para a Contratação de Soluções de TI Abril de 2013 Superintendência de Tecnologia da Informação 1 Superintendência de Tecnologia da Informação Fernando Cesar Cunha Gonçalves Superintendência de Tecnologia

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 006/2012 SISTEMA: ADMINISTRAÇÃO ASSUNTO: RECEBIMENTO E REGISTRO DE BENS PERMANENTES OBJETIVO

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 006/2012 SISTEMA: ADMINISTRAÇÃO ASSUNTO: RECEBIMENTO E REGISTRO DE BENS PERMANENTES OBJETIVO INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 006/2012 SISTEMA: ADMINISTRAÇÃO ASSUNTO: RECEBIMENTO E REGISTRO DE BENS PERMANENTES OBJETIVO 1. Esta Instrução tem por objetivo disciplinar o recebimento e registro de bens permanentes,

Leia mais

Casos de Sucesso em Contratações de TI (Acórdão 2535/2012-TCU-Plenário)

Casos de Sucesso em Contratações de TI (Acórdão 2535/2012-TCU-Plenário) Encontro com o mercado privado de TI Contratações Públicas de TI Casos de Sucesso em Contratações de TI (Acórdão 2535/2012-TCU-Plenário) Ministro Raimundo Carreiro Brasília, 27 e 28 de setembro de 2012

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA SERVIÇOS DE SUPORTE TÉCNICO EM SISTEMA DE COLABORAÇÃO ZIMBRA 1. OBJETO

TERMO DE REFERÊNCIA SERVIÇOS DE SUPORTE TÉCNICO EM SISTEMA DE COLABORAÇÃO ZIMBRA 1. OBJETO TERMO DE REFERÊNCIA SERVIÇOS DE SUPORTE TÉCNICO EM SISTEMA DE COLABORAÇÃO ZIMBRA 1. OBJETO 1.1. Prestação de serviços de suporte técnico em sistema de colaboração ZIMBRA. 2. DESCRIÇÃO GERAL DOS SERVIÇOS

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. Diogo Campos Borges de Medeiros MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES

TERMO DE REFERÊNCIA. Diogo Campos Borges de Medeiros MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES DEPARTAMENTO NACIONAL DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES DIRETORIA EXECUTIVA COORDENAÇÃO GERAL DE CDASTRO E LICITAÇÕES TERMO DE REFERÊNCIA Diogo Campos Borges de Medeiros I SEMINÁRIO DE LICITAÇÕES E CONTRATOS DO DNIT OBJETIVOS Verificar o conceito, as aplicações

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ENCONTRO DE ENCERRAMENTO DO CURSO CICLO DE COMPRAS FUNDAP UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO PESQUISA DE MERCADO ESPECIFICAÇÃO DO OBJETO DEFINIÇÃO DA MODALIDADE ELABORAÇÃO DO EDITAL PESQUISA

Leia mais

ELABORAÇÃO DE EDITAIS,

ELABORAÇÃO DE EDITAIS, ELABORAÇÃO DE EDITAIS, TERMOS DE REFERÊNCIA E PROJETOS BÁSICOS Os cuidados necessários no planejamento das licitações O direito de preferência para bens e serviços produzidos no Brasil As regras de sustentabilidade

Leia mais

ELABORAÇÃO DE TERMO DE REFERÊNCIA PARA A CONTRATAÇÃO DE TI TREINAMENTO PRÁTICO

ELABORAÇÃO DE TERMO DE REFERÊNCIA PARA A CONTRATAÇÃO DE TI TREINAMENTO PRÁTICO CURSO DE CAPACITAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO ELABORAÇÃO DE TERMO DE REFERÊNCIA PARA A CONTRATAÇÃO DE TI TREINAMENTO PRÁTICO DE ACORDO COM A NOVÍSSIMA IN 04/2014, JURISPRUDÊNCIA DO TCU E OS GUIAS DE BOAS PRÁTICAS

Leia mais

MUNICÍPIO DE SENGÉS CNPJ/MF 76.911.676/0001-07 TRAVESSA SENADOR SOUZA NAVES N. 95 SENGÉS PARANÁ

MUNICÍPIO DE SENGÉS CNPJ/MF 76.911.676/0001-07 TRAVESSA SENADOR SOUZA NAVES N. 95 SENGÉS PARANÁ DECRETO Nº 600/2014 Súmula:- Regulamenta a aquisição de Bens Permanentes, de Consumo e Serviços destinados a Administração Direta, Indireta e Fundacional do Município de Sengés, através de Pregão, tendo

Leia mais

Cursos a Distância com Tutoria Turmas com mínimo de 60 participantes

Cursos a Distância com Tutoria Turmas com mínimo de 60 participantes Cursos a Distância com Tutoria Turmas com mínimo de 60 participantes Análise e melhoria de processos - MASP Servidores públicos federais interessados em conhecer a gestão da qualidade e utilizá-la na melhoria

Leia mais

FAPESP: Apoio à Pesquisa para Inovação Tecnológica em Pequenas Empresas

FAPESP: Apoio à Pesquisa para Inovação Tecnológica em Pequenas Empresas FAPESP: Apoio à Pesquisa para Inovação Tecnológica em Pequenas Empresas Diálogo sobre apoio à Inovação na Pequena Empresa São Paulo, 18 de dezembro de 2013 Agenda da reunião Apresentação 1. Palavra da

Leia mais

SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS PARA COMPRAS E SERVIÇOS COMO PLANEJAR, JULGAR A LICITAÇÃO E GERIR A ATA E O CONTRATO

SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS PARA COMPRAS E SERVIÇOS COMO PLANEJAR, JULGAR A LICITAÇÃO E GERIR A ATA E O CONTRATO SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS PARA COMPRAS E SERVIÇOS COMO PLANEJAR, JULGAR A LICITAÇÃO E GERIR A ATA E O CONTRATO Melhores práticas, análise de casos concretos e checklist dos procedimentos Aspectos polêmicos

Leia mais

REGULAMENTO DA LICITAÇÃO NA MODALIDADE PREGÃO

REGULAMENTO DA LICITAÇÃO NA MODALIDADE PREGÃO Consolidação ao Regulamento da Licitação na Modalidade Pregão da Centrais Elétricas de Carazinho S/A ELETROCAR, aprovado pela Diretoria Executiva conforme Ordem de Serviço nº 03/12 de 09/03/2012, cuja

Leia mais

Presidência da República - Controladoria-Geral da União - Secretaria Federal de Controle Interno

Presidência da República - Controladoria-Geral da União - Secretaria Federal de Controle Interno Presidência da República - Controladoria-Geral da União - Secretaria Federal de Controle Interno Certificado: 201203352 Unidade Auditada: INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS

Leia mais

DEPARTAMENTO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL NÚCLEO PAULUS DE FORMAÇÃO, PESQUISA E DISSEMINAÇÃO SOCIAL

DEPARTAMENTO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL NÚCLEO PAULUS DE FORMAÇÃO, PESQUISA E DISSEMINAÇÃO SOCIAL DEPARTAMENTO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL NÚCLEO PAULUS DE FORMAÇÃO, PESQUISA E DISSEMINAÇÃO SOCIAL Projeto Gestão do Cotidiano 2015 LEI 13.019/14 Transferências voluntárias de Recursos dos entes federados às

Leia mais

LICITAÇÕES NOÇÕES ELEMENTARES

LICITAÇÕES NOÇÕES ELEMENTARES LICITAÇÕES NOÇÕES ELEMENTARES Apresentação Com o objetivo de orientar e esclarecer algumas dúvidas, a Consultoria Jurídica da Universidade Federal do Pampa - UNIPAMPA disponibiliza este manual aos servidores,

Leia mais

NORMA PARA REGULAMENTAÇÃO DAS ATRIBUIÇÕES DOS AGENTES DE COMPRAS DA UNIFEI

NORMA PARA REGULAMENTAÇÃO DAS ATRIBUIÇÕES DOS AGENTES DE COMPRAS DA UNIFEI NORMA PARA REGULAMENTAÇÃO DAS ATRIBUIÇÕES DOS AGENTES DE COMPRAS DA UNIFEI NORMA PARA REGULAMENTAÇÃO DAS ATRIBUIÇÕES DOS AGENTES DE COMPRAS DA UNIFEI Dispõe sobre as atribuições dos agentes de compras

Leia mais

Ferramentas do Sistema de Registro de Preços. Intenção de Registro de Preços - IRP e Adesão

Ferramentas do Sistema de Registro de Preços. Intenção de Registro de Preços - IRP e Adesão Ferramentas do Sistema de Registro de Preços Intenção de Registro de Preços - IRP e Adesão OBJETIVO Divulgar ferramentas e alternativas que auxiliam os gestores no planejamento e execução das despesas:

Leia mais

SUMÁRIO LISTA DE ILUSTRAÇÕES... 15 NOTA AO LEITOR... 17 PREFÁCIO... 19

SUMÁRIO LISTA DE ILUSTRAÇÕES... 15 NOTA AO LEITOR... 17 PREFÁCIO... 19 2 STF00094574 SUMÁRIO LISTA DE ILUSTRAÇÕES........... 15 NOTA AO LEITOR............... 17 PREFÁCIO...... 19 CAPÍTULO 1 INTRODUÇÃO - CONTEXTUALIZAÇÃO DE UM REGIME LICITATÓRIO ESPECÍFICO PARA DETERMINADOS

Leia mais

Como Fazer Negócios com o Governo Business to Government B2G

Como Fazer Negócios com o Governo Business to Government B2G Como Fazer Negócios com o Governo Business to Government B2G Porque fazer negócios com o Governo? Descubra a maneira mais eficiente de fazer negócios com o Governo. Como Fazer Negócios com o Governo Business

Leia mais

Novas Atitudes. Novos. Estado Gestor

Novas Atitudes. Novos. Estado Gestor Novas Atitudes Paradigmas 1 Procedimentos Estado G t Gestor Instrumentos 2 Sociedade Estado Necessidades Expectativas P i id d Prioridades Recebe a Recebe a pauta Deve se Deve se empenhar para atender

Leia mais

OBRAS PÚBLICAS: QUESTÕES PRÁTICAS DA LICITAÇÃO AO RECEBIMENTO

OBRAS PÚBLICAS: QUESTÕES PRÁTICAS DA LICITAÇÃO AO RECEBIMENTO FECAM Escola de Gestão Pública Municipal OBRAS PÚBLICAS: QUESTÕES PRÁTICAS DA LICITAÇÃO AO RECEBIMENTO Módulo II Chapecó, março/2012 1 Aspectos Legais da Licitação de Obras Denise Regina Struecker Auditora

Leia mais

ENUNCIADO ORIENTATIVO 03/2015-TJMT TERMO DE REFERÊNCIA

ENUNCIADO ORIENTATIVO 03/2015-TJMT TERMO DE REFERÊNCIA ENUNCIADO ORIENTATIVO 03/2015-TJMT TERMO DE REFERÊNCIA Coordenadoria de Controle Interno Abril/2015 Página 1 de 12 ENUNCIADO ORIENTATIVO 03/2015-TJMT TERMO DE REFERÊNCIA ENUNCIADO ORIENTATIVO QUE DISPÕE

Leia mais

DO SISTEMA DE GESTÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E GOVERNANÇA ELETRÔNICA

DO SISTEMA DE GESTÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E GOVERNANÇA ELETRÔNICA DECRETO Nº 220, DE 17 DE JUNHO DE 2015 Dispõe sobre a estruturação, organização, implantação e operacionalização do Sistema de Gestão de Tecnologia da Informação e Governança Eletrônica. O GOVERNADOR DO

Leia mais

REGULAMENTO DE COMPRAS

REGULAMENTO DE COMPRAS REGULAMENTO DE COMPRAS A SPDM /PAIS Associação Paulista Para O Desenvolvimento da Medicina, vem por meio deste dar publicidade ao Regulamento Próprio utilizado contendo os procedimentos que adotará para

Leia mais

Pregoeiros, Membros de Comissões de Licitações, Administradores Auditores e Procuradores, profissionais envolvidos nas compras públicas.

Pregoeiros, Membros de Comissões de Licitações, Administradores Auditores e Procuradores, profissionais envolvidos nas compras públicas. CURITIBA - PR 21 E 22 DE MARÇO Objetivo: Reciclar, treinar e formar servidores e gestores públicos ampliando seus conhecimentos de forma prática para agilizar os mecanismos das Contratações Públicas, baseadas

Leia mais

CURSO DE CAPACITAÇÃO NOÇÕES EM GESTÃO E PROCESSOS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

CURSO DE CAPACITAÇÃO NOÇÕES EM GESTÃO E PROCESSOS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE CAMPUS PAU DOS FERROS COORDENAÇÃO DE GESTÃO DE PESSOAS CURSO DE CAPACITAÇÃO NOÇÕES

Leia mais

Macroprocesso de Aquisições

Macroprocesso de Aquisições ESTADO DO CEARÁ PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Macroprocesso de Aquisições Manual de Aquisições de Soluções de TI Fortaleza-CE, setembro de 2013 ESTADO DO CEARÁ PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA

Leia mais

- Geração de Relatórios. - Geração de Gráficos. - Geração de Consultas

- Geração de Relatórios. - Geração de Gráficos. - Geração de Consultas - Geração de Consultas - Geração de Relatórios - Geração de Gráficos Para sua Prefeitura atender as Leis 4.320/1964, LC 101/2000 (LRF) e LC 131/2009 (Transparência Pública), a LOGUS está colocando à disposição

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL PORTARIA Nº 1.382 DE 23 DE OUTUBRO DE 2012

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL PORTARIA Nº 1.382 DE 23 DE OUTUBRO DE 2012 PORTARIA Nº 1.382 DE 23 DE OUTUBRO DE 2012 O Reitor da Universidade Federal de UNIFAL-MG, no uso de suas atribuições vem, nos termos do inciso XI do art. 26 do Regimento Geral da UNIFAL-MG e do art. 119

Leia mais

CONTRATAÇÃO DE SOLUÇÕES DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PELA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA. Melhores práticas de acordo com a IN nº 04/10 e o TCU

CONTRATAÇÃO DE SOLUÇÕES DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PELA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA. Melhores práticas de acordo com a IN nº 04/10 e o TCU CONTRATAÇÃO DE SOLUÇÕES DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO PELA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA Softwares, serviços e equipamentos Melhores práticas de acordo com a IN nº 04/10 e o TCU Enfoque aplicado com resolução de

Leia mais

CURSO: Inglês Básico

CURSO: Inglês Básico Av. Piauí, nº 330 Bairro dos Estados - 58.030-330 - João Pessoa PB Curso: Informática Básica Objetivo: Proporcionar conhecimentos básicos para construção de planilhas, fórmulas e gráficos no Excel.. Público-alvo:

Leia mais

LIVRO: LICITAÇÕES E CONTRATOS ADMINISTRATIVOS EDITORA: GEN MÉTODO EDIÇÃO: 2ªED., 2013 SUMÁRIO

LIVRO: LICITAÇÕES E CONTRATOS ADMINISTRATIVOS EDITORA: GEN MÉTODO EDIÇÃO: 2ªED., 2013 SUMÁRIO LIVRO: LICITAÇÕES E CONTRATOS ADMINISTRATIVOS EDITORA: GEN MÉTODO EDIÇÃO: 2ªED., 2013 SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... Capítulo I LICITAÇÃO 1.1. Conceito... 1.2. Fontes normativas... 1.3. Competência legislativa...

Leia mais

Relação entre as Fundações de Apoio e a FINEP (execução e prestação de contas) 2013

Relação entre as Fundações de Apoio e a FINEP (execução e prestação de contas) 2013 Relação entre as Fundações de Apoio e a FINEP (execução e prestação de contas) 2013 Conceitos FINEP - Agência Brasileira da Inovação é uma empresa pública vinculada ao MCTI, que atua como Secretaria Executiva

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA 1. INTRODUÇÃO

TERMO DE REFERÊNCIA 1. INTRODUÇÃO TERMO DE REFERÊNCIA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE ENGENHARIA PARA REPAROS E OBRAS EMERGENCIAIS DE IMOVEIS SITUADOS NA ÁREA DE ESPECIAL INTERESSE URBANISTICO DA REGIÃO DO PORTO MARAVILHA. 1. INTRODUÇÃO A Operação

Leia mais

Informativo n 40 Preenchimento Nota de Empenho e SICOM Despesa decorrente de licitação, dispensa e inexigibilidade

Informativo n 40 Preenchimento Nota de Empenho e SICOM Despesa decorrente de licitação, dispensa e inexigibilidade Informativo n 40 Preenchimento Nota de Empenho e SICOM Despesa decorrente de licitação, dispensa e inexigibilidade É sabido que empenho é o comprometimento de verba orçamentária para fazer face a uma despesa

Leia mais

O Diretor Presidente do Centro Integrado de Estudos e Programas de Desenvolvimento Sustentável - CIEDS, no uso de suas atribuições:

O Diretor Presidente do Centro Integrado de Estudos e Programas de Desenvolvimento Sustentável - CIEDS, no uso de suas atribuições: PORTARIA Nº. 001/2009 O Diretor Presidente do Centro Integrado de Estudos e Programas de Desenvolvimento Sustentável - CIEDS, no uso de suas atribuições: Considerando que o CENTRO INTEGRADO DE ESTUDOS

Leia mais

Gestão de Tecnologia da Informação

Gestão de Tecnologia da Informação 1 Manual de Procedimentos Conjunto sistemático de normas que indicam as atividades a serem cumpridas pelos servidores que mantêm uma relação de trabalho com a organização, e a forma pela qual as mesmas

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL DE ASSUNTOS JURÍDICOS

PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL DE ASSUNTOS JURÍDICOS PUBLICADO NO DOMP Nº 954 DE: 20/02/2014 PÁG: 2 PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS DECRETO Nº 730, DE 20 DE FEVEREIRO DE 2014. Dispõe sobre o regulamento do Sistema de Registro de Preços e adota outras providências.

Leia mais

Portal de Compras do Governo Federal Comprasnet. Mauro Forlan Brasilia, DF, 26/06/2013.

Portal de Compras do Governo Federal Comprasnet. Mauro Forlan Brasilia, DF, 26/06/2013. Portal de Compras do Governo Federal Comprasnet Mauro Forlan Brasilia, DF, 26/06/2013. Visão geral do SIASG Comprasnet Cadastro de Fornecedores SICAF Cadastro de Materiais CATMAT Cadastro de Serviços CATSER

Leia mais

Termo de Referência. Serviço de envio de mensagens SMS Short Message Service para dispositivos móveis, pelo período de 24 meses.

Termo de Referência. Serviço de envio de mensagens SMS Short Message Service para dispositivos móveis, pelo período de 24 meses. Termo de Referência Serviço de envio de mensagens SMS Short Message Service para dispositivos móveis, pelo período de 24 meses. Termo de Referência [OBJETO] 1 Termo de Referência Serviço de envio de mensagens

Leia mais

Gestão e Controle nas Contratações Governamentais

Gestão e Controle nas Contratações Governamentais Gestão e Controle nas Contratações Governamentais Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação Departamento de Logística e Serviços Gerais Brasília

Leia mais

Semana de Adminis minis ação Orç Or amen amen ária , Financeira r e de Contr Con a tr t a ações Públi Púb cas

Semana de Adminis minis ação Orç Or amen amen ária , Financeira r e de Contr Con a tr t a ações Públi Púb cas Oficina nº 26 Noções de Licitações Rafael Setúbal Arantes EPPGG Advogado e Mestre em Direito da Administração Pública ABOP ABOP Oficina Slide nº 301 / Slide 1 Ementa da Oficina Nº 26 / Área: Contratações

Leia mais

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA SECRETARIA DE ASSUNTOS LEGISLATIVOS EDITAL SAL/MJ Nº 03, DE 14 DE JANEIRO DE 2015 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA SECRETARIA DE ASSUNTOS LEGISLATIVOS EDITAL SAL/MJ Nº 03, DE 14 DE JANEIRO DE 2015 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO MINISTÉRIO DA JUSTIÇA SECRETARIA DE ASSUNTOS LEGISLATIVOS EDITAL SAL/MJ Nº 03, DE 4 DE JANEIRO DE 205 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO Projeto BRA/07/004 Seleciona: Consultor para identificação das melhores

Leia mais

ADVOCACIA-GERAL DA UNIÃO Consultoria-Geral da União Consultoria Jurídica da União em Minas Gerais

ADVOCACIA-GERAL DA UNIÃO Consultoria-Geral da União Consultoria Jurídica da União em Minas Gerais ADVOCACIA-GERAL DA UNIÃO Consultoria-Geral da União Consultoria Jurídica da União em Minas Gerais ÍNDICE FORMULÁRIOS DE ACOMPANHAMENTO DOS PROCESSOS 01. Pregão Presencial para Aquisição de Bens... pág.

Leia mais

Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação PDTI Plano Diretor de Tecnologia da Informação

Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação PDTI Plano Diretor de Tecnologia da Informação PDTI Plano Diretor de Tecnologia da Informação 1 Agenda Contexto SISP Planejamento de TI PDTI 2 SISP Sistema de Administração dos Recursos de Informação e Informática Decreto nº 1.048, de 21 de janeiro

Leia mais

PROCESSO LICITATÓRIO Nº 018/2014 COMPRA DIRETA POR DISPENSA DE LICITAÇÃO EDITAL Nº 011/2014

PROCESSO LICITATÓRIO Nº 018/2014 COMPRA DIRETA POR DISPENSA DE LICITAÇÃO EDITAL Nº 011/2014 PROCESSO LICITATÓRIO Nº 018/2014 COMPRA DIRETA POR DISPENSA DE LICITAÇÃO EDITAL Nº 011/2014 1. DA LICITAÇÃO O Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Paranaguá, PARANAGUÁ PREVIDÊNCIA, por

Leia mais

FAPESP: Apoio à Pesquisa para Inovação Tecnológica em Pequenas Empresas

FAPESP: Apoio à Pesquisa para Inovação Tecnológica em Pequenas Empresas FAPESP: Apoio à Pesquisa para Inovação Tecnológica em Pequenas Empresas Diálogos sobre apoio à Inovação Sorocaba, 9 de outubro de 2012 I Apresentação II Esclarecimentos das dúvidas dos participantes 1.

Leia mais

SELEÇÃO PROGRAMA PROCOMPI SEBRAE/CNI/FIEAC PROGRAMA DE APOIO À COMPETITIVIDADE DAS MICRO E PEQUENAS INDÚSTRIAS - PROCOMPI

SELEÇÃO PROGRAMA PROCOMPI SEBRAE/CNI/FIEAC PROGRAMA DE APOIO À COMPETITIVIDADE DAS MICRO E PEQUENAS INDÚSTRIAS - PROCOMPI SELEÇÃO PROGRAMA PROCOMPI SEBRAE/CNI/FIEAC PROGRAMA DE APOIO À COMPETITIVIDADE DAS MICRO E PEQUENAS INDÚSTRIAS - PROCOMPI EDITAL DE SELEÇÃO Nº 001/2011 PERFIL: Consultoria Técnica para o Programa de Apoio

Leia mais

Número do Recibo:83500042

Número do Recibo:83500042 1 de 21 06/06/2012 18:25 Número do Recibo:83500042 Data de Preenchimento do Questionário: 06/06/2012. Comitête Gestor de Informática do Judiciário - Recibo de Preenchimento do Questionário: GOVERNANÇA

Leia mais

Dispensa de licitação

Dispensa de licitação Dispensa de licitação Introdução A CR/88 obriga em seu art. 37, XXI que a contratação de obras, serviços, compras e alienações, bem como a concessão e a permissão de serviços públicos pela Administração

Leia mais

Bem-vindo a sala de aula do curso: Siconv Transferências voluntárias da União. Facilitador: Fernanda Lyra

Bem-vindo a sala de aula do curso: Siconv Transferências voluntárias da União. Facilitador: Fernanda Lyra Bem-vindo a sala de aula do curso: Siconv Transferências voluntárias da União Facilitador: Fernanda Lyra Horário da Aula: 28 de janeiro - Segunda - das 18h às 20h SICONV TRANSFERÊNCIAS VOLUNTÁRIAS DA UNIÃO

Leia mais

ELETROBRAS DISTRIBUIÇÃO RONDÔNIA GERÊNCIA DO PROGRAMA LUZ PARA TODOS

ELETROBRAS DISTRIBUIÇÃO RONDÔNIA GERÊNCIA DO PROGRAMA LUZ PARA TODOS TERMO DE REFERÊNCIA Nº. 002 CONTRATAÇÃO DE EMPRESA ESPECIALIZADA NA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE AUDITORIA CONTÁBIL Porto Velho, 24 de Fevereiro de 2014. 1. OBJETO Prestação de serviços especializados em auditoria

Leia mais