Relatório de Pesquisa

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Relatório de Pesquisa"

Transcrição

1 Relatório de Pesquisa Opinião da população pelotense sobre o horário de funcionamento dos bancos IPO Porto Alegre RS Rua São Manoel, 239 Rio Branco CEP Fone: (51) IPO Pelotas RS Rua Gal. Osório, 295 Fone: (53) Fax: (53) Centro CEP Site: Pelotas, setembro de

2 Síntese das informações técnicas PESQUISA DE OPINIÃO: Pesquisa de opinião com a população pelotense sobre horário de funcionamento dos bancos. PÚBLICO ALVO: Usuários do serviço bancário de Pelotas, que utilizam pelo menos uma vez por mês, a partir dos 18 anos. PERÍODO DE REALIZAÇÃO: 12 e 13 de Setembro de TÉCNICA UTILIZADA: Quantitativa probabilística aleatória, com entrevista domiciliar. Entrevista pessoal (face-to-face), realizadas nos setores censitários da cidade. TAMANHO DA AMOSTRA: 300 entrevistas. MARGEM DE ERRO E GRAU DE CONFIANÇA: 5,9 pontos percentuais e 95%. EQUIPE DE PROFISSIONAIS: Elis Radmann Socióloga MTb 721 Especialista Ciência Política UFPEL Especialista em comportamento eleitoral Mestre Ciência Política UFRGS Professora universitária Leandro Félix Graduado Geografia UFPEL Pós graduando em MBA - Gestão e inovação UCPEL Supervisor de Pesquisa Tatiane Cardoso Bacharelanda Ciências Sociais UFRGS Analista de Projetos Bibiana Rossoni Bacharel em Ciências Sociais UFRGS Socióloga MTb 1007 Supervisora de Izan Müller da Silva Administrador CRA Especialista Gestão de Projetos SENAC Analista de Aline Menegoni Socióloga MTb 971 Bacharel em Ciências Sociais UFPEL Analista de Débora Mello Graduada em Ciências Sociais UFPEL Mestranda Ciência Política UFPEL Analista de Munique Fernandez Psicóloga CRP 07/22265 Pós graduanda em Desenvolvimento de talentos e gestão de equipes SENAC-RS Gisele Mendes Socióloga MTb 764 MBA Marketing UCPEL Professora universitária Ivana Siqueira Administradora CRA Analista de qualidade Josiane Barboza Bacharel em Ciências Sociais PUC RS Supervisora de campo Cátia Silva Pedrita Lima Estagiária Graduanda em Filosofia UFPEL Empresa e profissionais filiados à: ABEP = Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa ASBPM = Associação Brasileira de Pesquisadores de Mercado, Opinião e Mídia. Síntese das informações técnicas 2

3 SUMÁRIO PÁGINA 1 INTRODUÇÃO 04 2 PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS A metodologia e o período de realização da O plano amostral e a área física de realização do trabalho O intervalo de confiança e a margem de erro Conversões realizadas a Agrupamento dos bairros para efeito de análise Variáveis testadas nos discos de utilizados nas questões estimuladas 08 3 APRESENTAÇÃO QUANTITATIVA DOS RESULTADOS Utilização e avaliação da mudança do horário bancário 11 - Grau de utilização dos bancos 12 - Estimativa da população que utiliza serviço bancário 12 - Frequência mensal de utilização dos bancos 14 - Grau de conhecimento sobre a mudança do horário bancário 16 - Opinião sobre o horário de atendimento dos bancos 19 - Justificativa da mudança do horário de atendimento dos bancos Questões temáticas sobre a relação do usuário com o serviço bancário 22 - Utilização dos serviços das agências bancárias 23 - Relacionamento com a agência bancária 24 - Atendimento fora do horário bancário 25 - Opinião sobre o horário bancário 26 - Mudança do início e término do horário bancário 27 - Opinião sobre o antigo e o novo horário bancário Perfil socioeconômico dos entrevistados 30 - Gênero dos entrevistados 31 - Faixa etária dos entrevistados 31 - Educação formal dos entrevistados 32 - Renda familiar dos entrevistados 32 - Situação ocupacional dos entrevistados 33 - População economicamente ativa 33 ANEXOS: - Modelo do questionário aplicado 3

4 1 INTRODUÇÃO O presente relatório é resultado da realizada junto a uma amostra dos usuários do serviço bancário de Pelotas, entre os dias 12 e 13 de setembro de 2014, por solicitação da Aliança Pelotas. Essa teve como principal objetivo a opinião dos pelotenses sobre horário de funcionamento dos bancos. Este relatório está dividido em três partes a contar desta introdução. Na segunda parte são apresentados os procedimentos metodológicos da, as conversões utilizadas e as variáveis dos discos de utilizadas para os testes estimulados. A terceira parte deste relatório apresenta a análise quantitativa dos dados da, em forma de estatística descritiva (tabelas e gráficos). Esta terceira parte é apresentada em três baterias de dados, que se distribuem da seguinte forma: 1ª) Utilização e avaliação da mudança do horário bancário; 2ª) Questões temáticas sobre a relação do usuário com o serviço bancário; 3ª) Perfil socioeconômico dos entrevistados. Cada uma das baterias expõe os principais resultados da sob diversas óticas analíticas. Apresenta o contexto geral da opinião dos usuários do serviço bancário de Pelotas, avaliando a cidade como um todo. Também demonstra a dispersão dos dados nos diversos bairros e apresenta as principais correlações (cruzamento entre questões) com o objetivo de compreender o comportamento dos entrevistados. 4

5 2 PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS 2.1 A metodologia e o período de realização da a Metodologia: A metodologia consistiu em uma quantitativa probabilística aleatória com a aplicação de um questionário estruturado e padronizado com questões fechadas dicotômicas, escalares e de múltipla escolha e também questões abertas. Os questionários foram aplicados junto a uma amostra da população, distribuída em setores censitários conforme classificação do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). b Período de realização da : A foi realizada entre os dias 12 e 13 de setembro de O plano amostral e a área física de realização do trabalho a Público Pesquisado: Usuários do serviço bancário de Pelotas, que utilizam o serviço bancário pelo menos uma vez por mês, a partir dos 18 anos. Para mapeamento do tamanho do público alvo do (usuários do serviço bancário) foi utilizado um instrumento de apoio denominado filtro de. O filtro de foi utilizado pelos entrevistadores para registrar o número de pessoas abordadas que não utilizavam o serviço bancário ou que utilizavam menos do que uma vez por mês. Os dados do filtro de são apresentados na tabela zero deste relatório. b Tipo de amostra: O processo de amostragem foi obtido através de sorteio aleatório simples dos finais dos setores fornecidos pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Foram feitas visitas domiciliares, com entrevistas pessoais, realizadas em setores censitários da cidade de Pelotas. O processo aleatório simples também foi utilizado para sortear os quarteirões e quadras da amostra a serem das. c Tamanho da amostra: Foram efetuadas 300 entrevistas, distribuídas entre os setores censitários. 5

6 d Área física de realização do trabalho: A área física de realização do trabalho foi nos domicílios dos usuários do serviço bancário de Pelotas, os quais faziam parte da amostra. 2.3 O intervalo de confiança e a margem de erro Levando em consideração o tamanho da amostra, estima-se um intervalo de confiança de 95% e de uma margem de erro estimada em 5,9 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra. 2.4 Conversões utilizadas na Questão Estimulada = É apresentada ao entrevistado um disco de com as possíveis variáveis de respostas. No caso da opinião do entrevistado não se encaixar com as variáveis apresentadas, a opinião emitida pelo entrevistado é mantida SM/BR = Salários mínimos familiares, com referência no salário mínimo nacional Símbolo de relação entre questões = Representada simbolicamente pela letra X, que significa a análise de uma questão versus a outra questão, efetuada pela correlação de variáveis (perguntas). Exemplo: A opinião dos usuários do serviço bancário de Pelotas sobre determinado tema X a faixa etária destes usuários do serviço bancário de Pelotas Situação = Para efeito de análise é realizada um agrupamento do vínculo funcional dos entrevistados: Ativa = PEA = População Economicamente Ativa = Funcionário público; Agricultor; Empregado/ funcionário com carteira assinada; Empregado/ funcionário sem carteira assinada; Autônomo/ biscateiro/ trabalha por conta; Empregador/ Comerciante/ Profissional liberal. Inativa = PEI = População Economicamente Inativa = Dona de casa; Aposentado/ pensionista; Afastado do trabalho; Desempregado; Não trabalha/ não tem profissão. 6

7 2.5 Agrupamentos dos bairros para efeito de análise Agrupamento dos bairros de Pelotas, para efeito de análise, com base na atual delimitação de Áreas Administrativas da cidade, conforme lei municipal N junto ao projeto do Plano Diretor, Pelotas passa a contar com oito distritos rurais e uma sede composta, agora, por sete regiões administrativas: Barragem, Fragata, Três Vendas, Laranjal, Areal, São Gonçalo e Centro, cada uma com seus bairros. Dentro dela diversos bairros. Mas para efeito de análise utilizamos a seguinte distribuição para bairros: Centro = População de eleitores da área administrativa C (Centro e Porto); Fragata = População de eleitores da área administrativa E e D (Fragata, Simões Lopes e Distrito Industrial); Três Vendas = População de eleitores da área administrativa B (Três Vendas,); Areal = População de eleitores da área administrativa A, F e G (Areal Navegantes, Fátima, Arco Íris Laranjal e mais os setores da Barragem). 7

8 2.6 Variáveis testadas nos discos de utilizados nas questões estimuladas Cartão 1: Variáveis apresentadas no cartão utilizado na questão sobre o horário de atendimento dos bancos: Permanecer no horário tradicional das 11h às 16h; Mudar o horário das 10h até as 15h. Cartão: Variáveis apresentadas no cartão utilizado na questão sobre utilização dos serviços das agências bancárias: Frequento as agências bancárias semanalmente tratando com funcionários e utilizando serviços; Vou muito pouco as agências bancárias, utilizando eventualmente caixas de atendimento automáticos. Cartão 3: Variáveis apresentadas no cartão utilizado na questão sobre tipo de relacionamento com as agências bancárias: Gosto de ser atendido por pessoas que esclareçam minhas dúvidas e resolvam os problemas que eventualmente surjam; Prefiro buscar o que preciso diretamente nas máquinas de caixa eletrônico procurando por funcionários somente quando necessário. Cartão 4: Variáveis apresentadas no cartão utilizado na questão sobre o atendimento fora do horário bancário: Os caixas eletrônicos sempre funcionaram perfeitamente bem, especialmente em feriados e a noite; Já passei dificuldades em caixas eletrônicos porque estavam estragados, sem dinheiro ou não reconheciam o cartão. Cartão 5: Variáveis apresentadas no cartão utilizado na questão sobre o horário bancário: Meu dia a dia é tão corrido, com tantos compromissos que quanto mais tarde o banco fechar melhor; Sempre chego no banco com antecedência sem maiores preocupações com o horário de fechamento. Cartão 6: Variáveis apresentadas no cartão utilizado na questão sobre a mudança no início e término do horário bancário: O horário bancário em Pelotas deveria iniciar às 10h e fechar às 16h, como o horário de atendimento em Porto Alegre; Com os bancos abrindo às 10h e fechando às 15h as pessoas devem se planejar para chegar mais cedo, pois terão menos tempo à tarde. 8

9 Cartão 7: Variáveis apresentadas no cartão na questão sobre o horário tradicional das 11h às 16 horas e o novo horário proposto das 10h às 15hs: Abriria mão da última hora para chegar mais cedo, ficando com o novo horário das 10h às 15 h; Esta última hora pode fazer falta para terminar tudo no mesmo dia e por isso prefiro o horário tradicional das 11h às 16h. Observação: Os cruzamentos deste relatório de foram gerados via software estatístico. O mesmo não tem as colunas arredondadas (100%). O cálculo de arredondamento é realizado diretamente do software estatístico. 9

10 3 APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS A apresentação dos resultados da opinião com a população pelotense sobre horário de funcionamento dos bancos é realizado neste relatório na forma de estatística descritiva (através de tabelas e gráficos). Para efeitos de análise, este relatório é composto por três baterias de dados: Utilização e avaliação da mudança do horário bancário; Questões temáticas sobre a relação do usuário com o serviço bancário; Perfil socioeconômico dos entrevistados. Cada uma das tabelas apresenta a opinião dos usuários do serviço bancário de Pelotas de forma geral e, também, por bairros, que representam o conjunto das áreas administrativas de Pelotas RS, para efeito de análise desta. O título de cada tabela é uma síntese técnica textual de cada questão aplicada aos entrevistados. Registra-se que no cabeçalho de cada tabela (primeira linha de cada primeira coluna) há a transcrição da pergunta aplicada aos entrevistados. Quando uma palavra é acrescida de uma barra com uma palavra similar, significa que houve a utilização de um sinônimo para facilitar o processo de aplicação do questionário a toda a população. Cabe ratificar que as análises apresentadas por regiões ou perfil socioeconômico têm como objetivo demonstrar a tendência das opiniões de forma segmentada. Entretanto, registra-se que a margem de erro da se refere à cidade como um todo e não responde isoladamente por nenhuma região ou segmento social. 10

11 1ª bateria de dados Utilização e avaliação da mudança do horário bancário Itens desta bateria de dados: - Grau de utilização dos bancos; - Estimativa da população que utiliza serviço bancário; - Grau de conhecimento sobre a mudança do horário bancário; - Opinião sobre o horário de atendimento dos bancos; - Justificativa da mudança do horário de atendimento dos bancos. 11

12 GRAU DE UTILIZAÇÃO DOS BANCOS Tabela 0: Declaração dos usuários do serviço bancário de Pelotas sobre o grau de utilização dos bancos (%) Utilização dos serviços bancários? FA (Frequência absoluta) FR (Frequência relativa) (%) Sim utiliza serviços bancários ,9 Não utiliza serviços bancários ,1 Total ,0 Nota: Os resultados desta tabela são oriundos do filtro de. Em residência que fazia parte da amostra o entrevistador questionava se era utilizado serviço bancário pelo menos uma vez por mês. Para alcançar a amostra prevista de 300 casos, foram visitadas 462 residências, distribuídas em todos os setores censitários do diferentes bairros de Pelotas. O mapeamento dos setores censitários de Pelotas indica que 64,9% da população de Pelotas utilizam o sistema bancário pelo menos uma vez por mês. A estimativa do número de habitantes acima dos 18 anos, com base no censo de 2010, que corresponde a, aproximadamente, usuários. ESTIMATIVA DA POPULAÇÃO QUE UTILIZA SERVIÇO BANCÁRIO Tabela 0: Estimativa do número de munícipes de Pelotas que utilizam serviços bancários em Pelotas, a partir dos 18 anos (%) Utilização dos serviços bancários? FA (Frequência absoluta) FR (Frequência relativa) (%) Sim, utiliza serviços bancários ,9 Não utiliza serviços bancários ,1 Total ,0 Nota: Base populacional IBGE Censo Demográfico 2010 a partir de 18 anos. Base de cálculo em

13 13

14 FREQUÊNCIA MENSAL DE UTILIZAÇÃO DOS BANCOS Tabela 1: Declaração dos usuários do serviço bancário de Pelotas sobre a frequência mensal de utilização dos bancos (%) (Espontânea) Qual a frequencia de vezes que o Sr.(a) vai ao banco durante o mês (em número de dias úteis)? Centro Análises por bairros da cidade Fragata Três Vendas Areal Colônia 1 dia 43,0 18,5 40,3 67,1 36,0 65,0 2 dias 21,0 24,1 22,4 15,7 24,7 10,0 3 dias 11,7 11,1 19, ,7 10,0 4 dias 8,7 9,3 3,0 11,4 9,0 15,0 5 dias 3,7 5,6 3,0 2,9 4, dias 1,7 7, , dias 0,3 -- 1, dias 1,3 3,7 -- 1,4 1, dias 2,3 3,7 3,0 1,4 2, dias 1,3 5, , dias 0,3 -- 1, dias 0,7 1, , dias 0,3 1, dias 3,6 7,5 6,0 -- 3,3 -- Total percentual 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 Base de dados Média em dias A média da freqüência de vezes em que os usuários vão ao banco é 3 dias ao mês. 14

15 FREQUÊNCIA MENSAL DE UTILIZAÇÃO DOS BANCOS Tabela 1 Conceitos Agrupados: Declaração dos usuários do serviço bancário de Pelotas sobre a frequência mensal de utilização dos bancos (%) (Espontânea) Qual a frequencia de vezes que o Sr.(a) vai ao banco durante o mês (em número de dias úteis)? Centro Análises por bairros da cidade Fragata Três Vendas Areal Colônia Até 5 dias ao mês 88,0 68,5 88,1 97,1 89,9 100,0 De 5 a 10 dias ao mês 8,3 24,1 6,0 2,9 6,7 -- Mais de 10 dias ao mês 3,7 7,4 6,0 -- 3,4 -- Total percentual 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 Base de dados A maior parte dos usuários 88,0% utilizam os bancos até 5 dias ao mês. Pode-se entender que pelo menos uma vez por semana, aproximadamente, os usuários vão aos bancos. 15

16 GRAU DE CONHECIMENTO SOBRE A MUDANÇA DO HORÁRIO BANCÁRIO Tabela 2: Grau de conhecimento dos usuários do serviço bancário de Pelotas sobre a mudança do horário bancário (%) Os bancos de Pelotas tradicionalmente funcionaram das 11h às 16h. Neste momento está em debate uma lei criada em Pelotas que alterou o horário de funcionamento das agências bancárias no horário 10h às 15h a partir deste mês. O Sr.(a) teve conhecimento desta lei que muda o horário das 11h às 16h para das 10h às 15h? Centro Análises por bairros da cidade Fragata Três Vendas Areal Colônia Sim, teve conhecimento 64,0 40,7 67,2 68,6 73,0 60,0 Ouviu falar 20,0 40,7 14,9 20,0 10,1 25,0 Não teve conhecimento 16,0 18,5 17,9 11,4 16,9 15,0 Total percentual 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 Base de dados ,0% dos usuários tinham conhecimento da lei que alterou o horário de funcionamento dos bancos. 16

17 Relação entre o grau de conhecimento sobre a mudança do horário bancário e a frequência mensal de utilização dos bancos Frequência mensal de utilização dos bancos* Grau de conhecimento sobre a mudança do horário bancário Até 5 dias ao mês De 5 a 10 dias ao mês Mais de 10 dias ao mês Sim, teve conhecimento 64,0 64,8 68,0 36,4 Ouviu falar 20,0 18,9 24,0 36,4 Não teve conhecimento 16,0 16,3 8,0 27,3 Total 100,0 100,0 100,0 100,0 Nota: *Conceitos agrupados. Relação entre o grau de conhecimento sobre a mudança do horário bancário e a população economicamente ativa População economicamente Grau de conhecimento sobre a mudança do horário bancário População economicamente ativa (Ativa = PEA) ativa População economicamente inativa (Inativa = PEI) Sim, teve conhecimento 64,0 62,9 65,6 Ouviu falar 20,0 19,7 20,5 Não teve conhecimento 16,0 17,4 13,9 Total 100,0 100,0 100,0 Nota: Ativa = pessoas que realizam alguma atividade remunerada. Inativa = Não realiza atividade remunerada (donas de casa, aposentados, estudantes e afastados do trabalho). 17

18 GRAU DE CONHECIMENTO SOBRE A MUDANÇA DO HORÁRIO BANCÁRIO X PERFIL SOCIOECONÔMICO Tabela 2.1: Análise da relação entre o grau de conhecimento dos usuários do serviço bancário de Pelotas sobre a mudança do horário bancário com o perfil socioeconômico (%) O Sr.(a) teve conhecimento desta lei que muda o horário das 11h às 16h para das 10h às 15h? Análise por perfil socioeconômico Gênero Faixa etária Educação formal Renda Familiar Situação Geral Masc. Fem. 18 a 24 anos 25 a 34 anos 35 a 44 anos 45 a 59 anos Acima de 60 anos Fund. Médio Superior Sim, teve conhecimento 64,0 71,3 57,3 50,0 63,4 63,5 66,7 66,2 63,2 68,9 56,9 64,5 70,9 40,6 62,9 65,6 Ouviu falar 20,0 16,1 23,6 17,9 22,0 15,4 20,7 22,1 18,9 14,8 30,6 20,0 16,5 34,4 19,7 20,5 Não teve conhecimento 16,0 12,6 19,1 32,1 14,6 21,2 12,6 11,8 17,9 16,4 12,5 15,5 12,6 25,0 17,4 13,9 Total percentual 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 Base dados a 2 SM 3 a 5 SM Acima de 6 SM Ativa Inativa Em destaque o maior índice dos usuários que tiveram conhecimento sobre a lei que mudou o horário de funcionamento dos bancos. 18

19 OPINIÃO SOBRE O HORÁRIO DE ATENDIMENTO DOS BANCOS Tabela 3: Opinião dos usuários do serviço bancário de Pelotas sobre o horário de atendimento dos bancos (%) (Estimulada Cartão 1) E na sua opinião como usuário do sistema bancário, o horário de atendimento dos bancos deve: Centro Análises por bairros da cidade Fragata Três Vendas Areal Colônia Permanecer no horário tradicional das 11h às 16h 49,3 53,7 47,8 44,3 52,8 45,0 Mudar o horário das 10h até as 15h 42,3 35,2 47,8 48,6 36,0 50,0 Não sabe avaliar 8,3 11,1 4,5 7,1 11,2 5,0 Total percentual 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 Base de dados A análise da opinião da população usuária do sistema bancário, excluindo as não respostas (não sabe), corresponde a:. Permanecer no horário tradicional das 11h às 16h = 53,8% Mudar o horário das 10h até as 15h = 46,2% Relação entre a opinião sobre o horário de atendimento dos bancos e a frequência mensal de utilização dos bancos Frequência mensal de utilização dos bancos* Opinião sobre o horário de atendimento dos bancos Até 5 dias ao mês De 5 a 10 dias ao mês Mais de 10 dias ao mês Permanecer no horário tradicional das 11h às 16h 49,3 48,9 56,0 45,5 Mudar o horário das 10h até as 15h 42,3 42,4 40,0 45,5 Não sabe avaliar 8,3 8,7 4,0 9,1 Total 100,0 100,0 100,0 100,0 Nota: *Conceitos agrupados. 19

20 OPINIÃO SOBRE O HORÁRIO DE ATENDIMENTO DOS BANCOS X PERFIL SOCIOECONÔMICO Tabela 3.1: Análise da relação entre a opinião dos usuários do serviço bancário de Pelotas sobre o horário de atendimento dos bancos com o perfil socioeconômico (%) E na sua opinião como usuário do sistema bancário, o horário de atendimento dos bancos deve: Análise por perfil socioeconômico Gênero Faixa etária Educação formal Renda Familiar Situação Geral Masc. Fem. 18 a 24 anos 25 a 34 anos 35 a 44 anos 45 a 59 anos Acima de 60 anos Fund. Médio Superior Das 11h às 16h 49,3 46,9 51,6 57,1 43,9 59,6 52,3 36,8 48,1 48,4 52,8 46,5 54,4 46,9 56,2 39,3 Das 10h até as 15h 42,3 46,2 38,9 39,3 43,9 34,6 41,4 50,0 44,3 44,3 36,1 44,5 37,9 46,9 38,2 48,4 Não sabe avaliar 8,3 7,0 9,6 3,6 12,2 5,8 6,3 13,2 7,5 7,4 11,1 9,0 7,8 6,3 5,6 12,3 Total percentual 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 Base dados a 2 SM 3 a 5 SM Acima de 6 SM Ativa Inativa Na tabela destaca-se o perfil onde é maior a preferência pelo horário das 11:00h às 16:00h de funcionamento dos bancos. Dentre os que preferem o horário das 11h às 16h destaca-se: feminino; 35 a 44 anos; ensino superior; 3 a 5 SM; população ativa. 20

21 JUSTIFICATIVA DA MUDANÇA DO HORÁRIO DE ATENDIMENTO DOS BANCOS Tabela 4: Justificativa dos usuários do serviço bancário de Pelotas sobre a mudança do horário de atendimento dos bancos (Em relação a 42,3% dos entrevistados que declararam mudar o horário das 10h até as 15h) (%) (Para quem citou que deve mudar) Por qual motivo o Sr.(a) avalia que o horário deve mudar? Análises por bairros da cidade Centro Fragata Três Vendas Areal Colônia Mais tempo no horário da manhã 22,0 42, ,1 12,5 -- Por iniciar mais cedo 17,3 15,8 25,0 11,8 21,9 -- Fica mais fácil para quem trabalha 9, ,5 5,9 18,8 -- É melhor horário 7,1 21,1 12,5 2, Pelo horário do ônibus rural 5, ,0 Melhor para não atrapalhar o horário de almoço 5, ,8 12,5 -- Para ter mais tempo de fazer compras 3, ,1 30,0 Mais oportunidades de não pegar filas ao meio dia 3,1 5,3 3,1 2,9 3,1 -- Termina mais cedo 2, ,4 -- Quem mora na colônia pode chegar mais cedo em casa 1, , Fica de acordo com horário comercial 1,6 5,3 3, Maior facilidade 1,6 5,3 -- 2, Para seguir o padrão das outras cidades 1,6 5,3 -- 2, Facilita para pessoas idosas 0, , Não sabe 17, ,8 5,9 18,8 -- Total percentual 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 Base de dados A justificativa geral dos usuários, sobre a preferência pelo horário das 10h as 15h, pode ser entendida, de forma geral, sob um agrupamento de análise: esses usuários preferem resolver suas questões bancárias no período da manhã, tendo o resto da tarde livre para outros afazeres. 21

22 2ª bateria de dados Questões temáticas sobre a relação do usuário com o serviço bancário Itens desta bateria de dados: - Utilização dos serviços das agências bancárias; - Relacionamento com a agência bancária; - Atendimento fora do horário bancário; - Opinião sobre o horário bancário; - Mudança do início e término do horário bancário; - Opinião sobre o antigo e o novo horário bancário. 22

23 UTILIZAÇÃO DOS SERVIÇOS DAS AGÊNCIAS BANCÁRIAS Tabela 5: Declaração dos usuários do serviço bancário de Pelotas sobre a utilização dos serviços das agências bancárias (%) A (Estimulada Cartão 2) Quanto a utilização dos serviços das agências bancárias qual frase corresponde mais a sua situação: Centro Análises por bairros da cidade Fragata Três Vendas Areal Colônia Frequento as agências bancárias semanalmente tratando com funcionários e utilizando serviços 35,3 38,9 40,3 34,3 29,2 40,0 Vou muito pouco as agências bancárias, utilizando eventualmente caixas de atendimento automáticos 63,7 55,6 59,7 65,7 70,8 60,0 Não sabe 1,0 5, Total percentual 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 Base de dados Relação entre a utilização dos serviços das agências bancárias e a frequência mensal de utilização dos bancos Frequência mensal de utilização dos bancos* Utilização dos serviços das agências bancárias Até 5 dias ao mês De 5 a 10 dias ao mês Mais de 10 dias ao mês Frequento as agências bancárias semanalmente tratando com funcionários e utilizando serviços 35,3 29,9 68,0 90,9 Vou muito pouco as agências bancárias, utilizando eventualmente caixas de atendimento automáticos 63,7 69,3 28,0 9,1 Não sabe 1,0 0,8 4,0 -- Total 100,0 100,0 100,0 100,0 Nota: *Conceitos agrupados. 23

24 RELACIONAMENTO COM A AGÊNCIA BANCÁRIA Tabela 6: Declaração dos usuários do serviço bancário de Pelotas sobre o relacionamento com a agência bancária (%) (Estimulada Cartão 3) Quanto ao tipo de relacionamento com as agências bancárias qual frase corresponde mais a sua opinião: Centro Análises por bairros da cidade Fragata Três Vendas Areal Colônia Gosto de ser atendido por pessoas que esclareçam minhas dúvidas e resolvam os problemas que eventualmente surjam 64,3 68,5 62,7 67,1 64,0 50,0 Prefiro buscar o que preciso diretamente nas máquinas de caixa eletrônico procurando por funcionários somente quando necessário 34,0 29,6 34,3 32,9 34,8 45,0 Não sabe 1,7 1,9 3,0 1,1 5,0 Total percentual 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 Base de dados Relação entre o relacionamento com a agência bancária e a frequência mensal de utilização dos bancos Frequência mensal de utilização dos bancos* Relacionamento com a agência bancária Até 5 dias ao mês De 5 a 10 dias ao mês Mais de 10 dias ao mês Gosto de ser atendido por pessoas que esclareçam minhas dúvidas e resolvam os problemas que eventualmente surjam 64,3 62,1 84,0 72,7 Prefiro buscar o que preciso diretamente nas máquinas de caixa eletrônico procurando por funcionários somente quando necessário 34,0 36,0 16,0 27,3 Não sabe 1,7 1,9 Total 100,0 100,0 100,0 100,0 Nota: *Conceitos agrupados. 24

25 ATENDIMENTO FORA DO HORÁRIO BANCÁRIO Tabela 7: Opinião dos usuários do serviço bancário de Pelotas sobre o atendimento fora do horário bancário (%) (Estimulada Cartão 4) Quanto ao atendimento fora do horário bancário qual situação representa melhor a sua experiência com caixas de atendimento eletrônico Centro Análises por bairros da cidade Fragata Três Vendas Areal Colônia Os caixas eletrônicos sempre funcionaram perfeitamente bem, especialmente em feriados e a noite 43,7 50,0 59,7 32,9 36,0 45,0 Já passei dificuldades em caixas eletrônicos porque estavam estragados, sem dinheiro ou não reconheciam o cartão 50,3 42,6 35,8 61,4 58,4 45,0 Não sabe 6,0 7,4 4,5 5,7 5,6 10,0 Total percentual 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 Base de dados Relação entre o atendimento fora do horário bancário e a frequência mensal de utilização dos bancos Frequência mensal de utilização dos bancos* Atendimento fora do horário bancário Até 5 dias ao mês De 5 a 10 dias ao mês Mais de 10 dias ao mês Os caixas eletrônicos sempre funcionaram perfeitamente bem, especialmente em feriados e a noite 43,7 43,9 44,0 36,4 Já passei dificuldades em caixas eletrônicos porque estavam estragados, sem dinheiro ou não reconheciam o cartão 50,3 49,2 56,0 63,6 Não sabe 6,0 6, Total 100,0 100,0 100,0 100,0 Nota: *Conceitos agrupados. 25

26 OPINIÃO SOBRE O HORÁRIO BANCÁRIO Tabela 8: Opinião dos usuários do serviço bancário de Pelotas sobre o horário bancário (%) (Estimulada Cartão 5) Quanto à relação com o horário bancário qual frase representa uma situação que o Sr./Sra já tenha vivenciado: Centro Análises por bairros da cidade Fragata Três Vendas Areal Colônia Meu dia a dia é tão corrido, com tantos compromissos que quanto mais tarde o banco fechar melhor 54,0 50,0 53,7 50,0 61,8 45,0 Sempre chego no banco com antecedência sem maiores preocupações com o horário de fechamento 42,7 46,3 41,8 47,1 36,0 50,0 Não sabe 3,3 3,7 4,5 2,9 2,2 5,0 Total percentual 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 Base de dados Relação entre a opinião sobre o horário bancário e a frequência mensal de utilização dos bancos Frequência mensal de utilização dos bancos* Opinião sobre o horário bancário Até 5 dias ao mês De 5 a 10 dias ao mês Mais de 10 dias ao mês Meu dia a dia é tão corrido, com tantos compromissos que quanto mais tarde o banco fechar melhor 54,0 53,0 60,0 63,6 Sempre chego no banco com antecedência sem maiores preocupações com o horário de fechamento 42,7 43,2 40,0 36,4 Não sabe 3,3 3, Total 100,0 100,0 100,0 100,0 Nota: *Conceitos agrupados. 26

27 MUDANÇA DO INÍCIO E TÉRMINO DO HORÁRIO BANCÁRIO Tabela 9: Opinião dos usuários do serviço bancário de Pelotas sobre a mudança do início e término do horário bancário (%) (Estimulada Cartão 6) Quanto à mudança no início e término do horário bancário, qual frase representa melhor a sua opinião: Centro Análises por bairros da cidade Fragata Três Vendas Areal Colônia O horário bancário em Pelotas deveria iniciar às 10h e fechar às 16h, como o horário de atendimento em Porto Alegre 74,0 79,6 71,6 72,9 75,3 65,0 Com os bancos abrindo às 10h e fechando às 15h as pessoas devem se planejar para chegar mais cedo, pois terão menos tempo à tarde 23,7 18,5 25,4 27,1 23,6 20,0 Não sabe 2,3 1,9 3,0 -- 1,1 15,0 Total percentual 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 Base de dados Relação entre a mudança do início e término do horário bancário e a frequência mensal de utilização dos bancos Frequência mensal de utilização dos bancos* Mudança do início e término do horário bancário Até 5 dias ao mês De 5 a 10 dias ao mês Mais de 10 dias ao mês O horário bancário em Pelotas deveria iniciar às 10h e fechar às 16h, como o horário de atendimento em Porto Alegre 74,0 74,6 72,0 63,6 Com os bancos abrindo às 10h e fechando às 15h as pessoas devem se planejar para chegar mais cedo, pois terão menos tempo à tarde 23,7 22,7 28,0 36,4 Não sabe 2,3 2, Total 100,0 100,0 100,0 100,0 Nota: *Conceitos agrupados. 27

28 MUDANÇA DO INÍCIO E TÉRMINO DO HORÁRIO BANCÁRIO X PERFIL SOCIOECONÔMICO Tabela 9.1: Análise da relação entre a opinião dos usuários do serviço bancário de Pelotas sobre a mudança do início e término do horário bancário com o perfil socioeconômico (%) Quanto à mudança no início e término do horário bancário, qual frase representa melhor a sua opinião: Análise por perfil socioeconômico Gênero Faixa etária Educação formal Renda Familiar Situação Geral Masc. Fem. 18 a 24 anos 25 a 34 anos 35 a 44 anos 45 a 59 anos Acima de 60 anos Fund. Médio Superior Iniciar às 10h e fechar às 16h 74,0 70,6 77,1 82,1 80,5 73,1 75,7 64,7 71,7 73,0 79,2 72,3 77,7 71,9 78,1 68,0 Abrindo às 10h e fechar às 15h 23,7 28,0 19,7 17,9 19,5 25,0 23,4 27,9 24,5 25,4 19,4 23,9 22,3 25,0 20,8 27,9 Não sabe 2,3 1,4 3, ,9 0,9 7,4 3,8 1,6 1,4 3,9 -- 3,1 1,1 4,1 Total percentual 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 Base dados Destaca-se na tabela o perfil onde é maior a preferência pelo horário das 10h às 16h de funcionamento dos bancos. Percebe-se, de forma geral que quanto mais jovens (18 a 34 anos) e ativo (trabalha) maior é a preferência pelo horário das 10h às 16h. 1 a 2 SM 3 a 5 SM Acima de 6 SM Ativa 28 Inativa

29 OPINIÃO SOBRE O ANTIGO E O NOVO HORÁRIO BANCÁRIO Tabela 10: Opinião dos usuários do serviço bancário de Pelotas sobre o antigo e o novo horário bancário (%) (Estimulada Cartão 7) Entre o horário tradicional das 11h às 16 horas e o novo horário proposto das 10h às 15h, qual frase representa melhor sua opinião: Centro Análises por bairros da cidade Fragata Três Vendas Areal Colônia Abriria mão da última hora para chegar mais cedo, ficando com o novo horário das 10h às 15 horas 45,7 38,9 44,8 54,3 40,4 60,0 Esta última hora pode fazer falta para terminar tudo no mesmo dia e por isso prefiro o horário tradicional das 11h às 16 horas 52,0 55,6 53,7 45,7 57,3 35,0 Não sabe 2,3 5,6 1,5 -- 2,2 5,0 Total percentual 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 Base de dados Relação entre a opinião sobre o antigo e o novo horário bancário e a frequência mensal de utilização dos bancos Frequência mensal de utilização dos bancos* Opinião sobre o antigo e o novo horário bancário Até 5 dias ao mês De 5 a 10 dias ao mês Mais de 10 dias ao mês Abriria mão da última hora para chegar mais cedo, ficando com o novo horário das 10h às 15 horas 45,7 45,8 40,0 54,5 Esta última hora pode fazer falta para terminar tudo no mesmo dia e por isso prefiro o horário tradicional das 11h às 16 horas 52,0 51,9 60,0 36,4 Não sabe 2,3 2,3 9,1 Total 100,0 100,0 100,0 100,0 Nota: *Conceitos agrupados. 29

30 3ª bateria de dados Perfil socioeconômico dos entrevistados Itens desta bateria de dados: - Gênero dos entrevistados; - Faixa etária dos entrevistados; - Educação formal dos entrevistados; - Renda familiar dos entrevistados; - Situação ocupacional dos entrevistados; - População economicamente ativa. 30

31 GÊNERO DOS ENTREVISTADOS Tabela 11: Gênero dos entrevistados (%) Gênero? Centro Análises por bairros da cidade Fragata Três Vendas Areal Colônia Masculino 47,7 48,1 49,3 45,7 48,3 45,0 Feminino 52,3 51,9 50,7 54,3 51,7 55,0 Total percentual 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 Base de dados FAIXA ETÁRIA DOS ENTREVISTADOS Tabela 12: Faixa etária dos entrevistados (%) Faixa etária? Centro Análises por bairros da cidade Fragata Três Vendas Areal Colônia 18 a 24 anos 9,3 9,3 10,4 7,1 10,1 10,0 25 a 34 anos 13,7 22,2 6,0 12,9 14,6 15,0 35 a 44 anos 17,3 13,0 17,9 20,0 20,2 5,0 45 a 59 anos 37,0 29,6 44,8 41,4 31,5 40,0 60 a 69 anos 17,7 16,7 14,9 15,7 19,1 30,0 Acima de 69 anos 5,0 9,3 6,0 2,9 4,5 -- Total percentual 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 Base de dados

32 EDUCAÇÃO FORMAL DOS ENTREVISTADOS Tabela 13: Educação formal dos entrevistados (%) Educação formal? Centro Análises por bairros da cidade Fragata Três Vendas Areal Colônia Analfabeto 0,3 -- 1, Ensino Fundamental Incompleto 5,0 5,6 4,5 1,4 7,9 5,0 Ensino Fundamental Completo 30,0 13,0 46,3 30,0 30,3 20,0 Ensino Médio Incompleto 16,0 5,6 9,0 28,6 12,4 40,0 Ensino Médio Completo 24,7 27,8 23,9 25,7 23,6 20,0 Ensino Superior Incompleto 9,7 14,8 7,5 5,7 11,2 10,0 Ensino Superior Completo 14,3 33,3 7,5 8,6 14,6 5,0 Total percentual 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 Base de dados RENDA FAMILIAR DOS ENTREVISTADOS Tabela 14: Renda familiar (em salários mínimos brasileiros) dos entrevistados (%) Renda Familiar (Em SM)? Centro Análises por bairros da cidade Fragata Três Vendas Areal Colônia 1 a 2 SM 51,7 42,6 52,2 67,1 42,7 60,0 3 a 5 SM 34,3 27,8 38,8 25,7 44,9 20,0 6 a 10 SM 6,7 14,8 6,0 5,7 2,2 10,0 11 a 20 SM 3,7 7,4 1,5 1,4 4,5 5,0 Mais de 20 SM 0,3 1, Não informou 3,3 5,6 1,5 -- 5,6 5,0 Total percentual 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 Base de dados

33 SITUAÇÃO OCUPACIONAL DOS ENTREVISTADOS Tabela 15: Situação ocupacional dos entrevistados (%) Situação ocupacional? Análises por bairros da cidade Areal Fragata Três Vendas Centro/ Porto Colônia Aposentado/ pensionista 25,7 27,8 26,9 21,4 24,7 35,0 Empregado/ funcionário com carteira 22,0 18,5 17,9 30,0 22,5 15,0 Autônomo/ biscateiro/ trabalha por conta 20,7 20,4 23,9 20,0 22,5 5,0 Dona de casa 7,0 1,9 4,5 11,4 7,9 10,0 Funcionário público 7,0 13,0 6,0 5,7 5,6 5,0 Empregador/ empresário/ comerciante 6,0 3,7 10,4 7,1 4,5 Estudante 5,7 13,0 4,5 1,4 4,5 10,0 Agricultor/ pescador 1, ,1 15,0 Empregado/ funcionário sem carteira 1,3 -- 1,5 -- 3,4 -- Afastado do trabalho/ não procura emprego 1,3 -- 1,5 1,4 1,1 5,0 Profissional liberal 1,0 1, ,2 -- Desempregado/ procura emprego 1,0 -- 3,0 1, Total percentual 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 Base de dados POPULAÇÃO ECONOMICAMENTE ATIVA Tabela 16: Percentual da população economicamente ativa dos entrevistados (%) O Sr.(a) faz parte da população ativa ou inativa? Areal Análises por bairros da cidade Fragata Três Vendas Centro/ Porto Colônia População economicamente ativa (Ativa = PEA) 59,3 57,4 59,7 62,9 61,8 40,0 População economicamente inativa (Inativa = PEI) 40,7 42,6 40,3 37,1 38,2 60,0 Total percentual 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 Base de dados

34 Anexo 1 Modelo do questionário aplicado 34

35 35

Dados de Pesquisa. O hábito dos pelotenses em utilizar a internet. Pelotas, junho de 2011.

Dados de Pesquisa. O hábito dos pelotenses em utilizar a internet. Pelotas, junho de 2011. Dados de Pesquisa O hábito dos pelotenses em utilizar a internet IPO Porto Alegre RS Rua São Manoel, 239 Rio Branco - CEP 90620-110 Fone: (51) 3286-6156 E-mail: ipo@ipo.inf.br IPO Pelotas - RS Rua Gal.

Leia mais

Relatório de Pesquisa

Relatório de Pesquisa Relatório de Pesquisa Intenção de compra dos pelotenses para o Natal de 2008 IPO Porto Alegre RS Rua São Manoel, 239 Rio Branco - CEP 90620-110 Fone: (51) 3286-6156 E-mail: ipo@ipo.inf.br IPO Pelotas -

Leia mais

Dados de Pesquisa. Destino do 13º salário dos pelotenses. Pelotas, agosto de 2009.

Dados de Pesquisa. Destino do 13º salário dos pelotenses. Pelotas, agosto de 2009. Dados de Pesquisa Destino do 13º salário dos pelotenses IPO - Porto Alegre RS Rua São Manoel, 239 Rio Branco - CEP 90620-110 Fone: (51) 3286-6156 E-mail: ipo@ipo.inf.br IPO Pelotas - RS Rua Gal. Osório,

Leia mais

Dados de Pesquisa. Consumo e meio ambiente: hábitos do consumidor pelotense. Pelotas, setembro de 2009.

Dados de Pesquisa. Consumo e meio ambiente: hábitos do consumidor pelotense. Pelotas, setembro de 2009. Dados de Pesquisa Consumo e meio ambiente: hábitos do consumidor pelotense IPO - Porto Alegre RS Rua São Manoel, 239 Rio Branco - CEP 962-11 Fone: (51) 3286-6156 E-mail: ipo@ipo.inf.br IPO Pelotas - RS

Leia mais

Relatório de Pesquisa

Relatório de Pesquisa Relatório de Pesquisa Intenção de compra dos riograndenses para o Natal de 2008 IPO Porto Alegre RS Rua São Manoel, 239 Rio Branco - CEP 90620-110 Fone: (51) 3286-6156 E-mail: ipo@ipo.inf.br IPO Pelotas

Leia mais

Dados de Pesquisa. Percepção sobre a crise econômica mundial - Pelotas - Pelotas, julho de 2009.

Dados de Pesquisa. Percepção sobre a crise econômica mundial - Pelotas - Pelotas, julho de 2009. Dados de Pesquisa Percepção sobre a crise econômica mundial - Pelotas - IPO - Porto Alegre RS Rua São Manoel, 239 Rio Branco - CEP 962-11 Fone: (51) 3286-6156 E-mail: ipo@ipo.inf.br IPO Pelotas - RS Rua

Leia mais

Pesquisa Quantitativa Plastivida. Setembro de 2012

Pesquisa Quantitativa Plastivida. Setembro de 2012 Pesquisa Quantitativa Plastivida Setembro de 2012 objetivo geral Verificar a opinião da população de Belo Horizonte acerca da retirada das sacolas plásticas dos estabelecimentos comerciais da cidade e

Leia mais

cesop OPINIÃO PÚBLICA, Campinas, Vol. 19, nº 2, novembro, 2013, Encarte Tendências. p.475-485

cesop OPINIÃO PÚBLICA, Campinas, Vol. 19, nº 2, novembro, 2013, Encarte Tendências. p.475-485 cesop OPINIÃO PÚBLICA, Campinas, Vol. 19, nº 2, novembro, 2013, Encarte Tendências. p.475-485 Este encarte Tendências aborda as manifestações populares que tomaram as grandes cidades brasileiras em junho

Leia mais

Relatório de Pesquisa

Relatório de Pesquisa IPO - Instituto Pesquisas de Opinião Relatório de Pesquisa Pesquisa sobre a percepção de (in)segurança dos moradores das cidades de Pelotas e Rio Grande - RS IPO Porto Alegre RS Rua São Manoel, 239 Rio

Leia mais

PLANOS DE SAÚDE. Leandro de Souza Lino

PLANOS DE SAÚDE. Leandro de Souza Lino 1 PLANOS DE SAÚDE Leandro de Souza Lino Na atualidade, as pessoas estão cada vez mais preocupadas com a qualidade de vida e, por sua vez, com a saúde. Assim, a necessidade de ter planos de saúde se faz

Leia mais

MÉTODOS QUANTITATIVOS EM MARKETING. Prof.: Otávio Figueiredo e-mail: otavio@ufrj.br

MÉTODOS QUANTITATIVOS EM MARKETING. Prof.: Otávio Figueiredo e-mail: otavio@ufrj.br MÉTODOS QUANTITATIVOS EM MARKETING Prof.: Otávio Figueiredo e-mail: otavio@ufrj.br ESTATÍSTICA População e Amostra População Amostra Idéia Principal Resumir para entender!!! Algumas Técnicas Pesquisa de

Leia mais

Pesquisa Mensal de Emprego PME. Algumas das principais características dos Trabalhadores Domésticos vis a vis a População Ocupada

Pesquisa Mensal de Emprego PME. Algumas das principais características dos Trabalhadores Domésticos vis a vis a População Ocupada Pesquisa Mensal de Emprego PME Algumas das principais características dos Trabalhadores Domésticos vis a vis a População Ocupada Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE Algumas das principais

Leia mais

Pesquisa de Intenção de Voto. Sucessão Municipal. Pelotas. 02 e 03/10/2008-4ª pesquisa. Porto Alegre, 03 de outubro de 2008.

Pesquisa de Intenção de Voto. Sucessão Municipal. Pelotas. 02 e 03/10/2008-4ª pesquisa. Porto Alegre, 03 de outubro de 2008. Pesquisa de Intenção de Voto Sucessão Municipal Pelotas 02 e 03/10/2008-4ª pesquisa Porto Alegre, 03 de outubro de 2008. 1 Sumário Apresentação e Metodologia... 3 Intenção de Voto Espontânea... 5 Intenção

Leia mais

Relatório de Pesquisa

Relatório de Pesquisa Relatório de Pesquisa Expectativa da população de Rio Grande com o momento econômico atual e com o futuro IPO Porto Alegre RS Rua São Manoel, 239 Bom Fim - CEP 935-12 Fone: (51) 3286-6156 E-mail: ipo@ipo.inf.br

Leia mais

Sumário Executivo Pesquisa Quantitativa Regular. Edição n 05

Sumário Executivo Pesquisa Quantitativa Regular. Edição n 05 Sumário Executivo Pesquisa Quantitativa Regular Edição n 05 Junho de 2010 2 Sumário Executivo Pesquisa Quantitativa Regular Edição n 05 O objetivo geral deste estudo foi investigar as percepções gerais

Leia mais

PLANO DE SAÚDE SETEMBRO DE 2011 1

PLANO DE SAÚDE SETEMBRO DE 2011 1 PLANO DE SAÚDE SETEMBRO DE 2011 1 CRESCEU O NÚMERO DE USUÁRIOS DE PLANOS DE SAÚDE Emmanuelle Serrano Queiroz Segundo reportagem publicada pela revista Exame, o crescimento dos gastos com saúde é tendência

Leia mais

Construção do diagnóstico sobre a situação da mulher no mercado de trabalho de Natal

Construção do diagnóstico sobre a situação da mulher no mercado de trabalho de Natal Construção do diagnóstico sobre a situação da mulher no mercado de trabalho de Natal SECRETARIA MUNICIPAL DE POLÍTICAS PÚBLICAS PARA AS MULHERES (SEMUL) Objetivo Efetuar um diagnóstico situacional das

Leia mais

Opinião da População Sobre a Cobrança das Sacolas Plásticas Reutilizáveis. Agosto de 2015

Opinião da População Sobre a Cobrança das Sacolas Plásticas Reutilizáveis. Agosto de 2015 Opinião da População Sobre a Cobrança das Sacolas Plásticas Reutilizáveis Agosto de 2015 2 A Lei nº 15.374 de 2011 proíbe a disponibilização de sacolas plásticas descartáveis nos estabelecimentos comerciais

Leia mais

6ª PESQUISA ELEITORAL REGISTRADA

6ª PESQUISA ELEITORAL REGISTRADA ESPECIFICAÇÕES DA PESQUISA METODOLOGIA E PERÍODO DE REALIZAÇÃO DA PESQUISA ESTA PESQUISA É QUANTITATIVA ATRAVÉS DE UMA AMOSTRAGEM PROBABILISTICA E ALEATÓRIA. AS ENTREVISTAS SÃO REALIZADAS POR TELEFONE

Leia mais

Pesquisa de Opinião Eleitoral Eleições Majoritárias no Amazonas 2014

Pesquisa de Opinião Eleitoral Eleições Majoritárias no Amazonas 2014 Pesquisa de Opinião Eleitoral Eleições Majoritárias no Amazonas 2014 Setembro / 2013 Sumário 2 ESTRUTURA DO RELATÓRIO... ESCOPO DA PESQUISA 3 INTENÇÃO DE VOTO PARA GOVERNADOR 4 INTENÇÃO DE VOTO PARA SENADOR

Leia mais

9ª PESQUISA ELEITORAL REGISTRADA - 2º TURNO

9ª PESQUISA ELEITORAL REGISTRADA - 2º TURNO ESPECIFICAÇÕES DA PESQUISA METODOLOGIA E PERÍODO DE REALIZAÇÃO DA PESQUISA PLANO AMOSTRAL PÚBLICO PESQUISADO PESQUISA A SER FEITA COM METODOLOGIA PROBABILÍSTICA E ALEATÓRIA EM CLUSTERS (CONGLOMERADOS).

Leia mais

Uso do Crédito (consumidores) Setembro 2012

Uso do Crédito (consumidores) Setembro 2012 Uso do Crédito (consumidores) Setembro 2012 METODOLOGIA Plano amostral Público alvo: Consumidores de todas as Capitais do Brasil. Tamanho amostral da Pesquisa: 623 casos, gerando um erro máximo de 3,9%

Leia mais

Tópicos Abordados. Pesquisa de Mercado. Aula 2. Contextualização. Qualitativa X Quantitativa. Instrumentalização. 1. Diferença entre qualitativa

Tópicos Abordados. Pesquisa de Mercado. Aula 2. Contextualização. Qualitativa X Quantitativa. Instrumentalização. 1. Diferença entre qualitativa Tópicos Abordados Pesquisa de Mercado Aula 2 Prof. Me. Ricieri Garbelini 1. Diferença entre qualitativa e quantitativa 2. Dados X informação 3. Tipos de coleta 4. Classificação dos dados 5. Amostragem

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PREFERÊNCIAS ELEITORAIS (ELEIÇÕES MUNICIPAIS 2012) BLUMENAU SC. (19-20/Setembro/2012)

PESQUISA DE OPINIÃO PREFERÊNCIAS ELEITORAIS (ELEIÇÕES MUNICIPAIS 2012) BLUMENAU SC. (19-20/Setembro/2012) 1 PESQUISA DE OPINIÃO PREFERÊNCIAS ELEITORAIS (ELEIÇÕES MUNICIPAIS 2012) BLUMENAU SC (19-20/Setembro/2012) 2 1. APRESENTAÇÃO O presente relatório contém o resultado da pesquisa eleitoral realizada pelo

Leia mais

Consultando a população de sete capitais sobre meio ambiente e qualidade de vida Realização:

Consultando a população de sete capitais sobre meio ambiente e qualidade de vida Realização: Consultando a população de sete capitais sobre meio ambiente e qualidade de vida Realização: PRINCIPAL OBJETIVO PESQUISA QUANTITATIVA Fornecer informações sobre o conhecimento acerca do GREENPEACE e suas

Leia mais

AVALIAÇÃO DOS PLANOS DE SAÚDE PELOS USUÁRIOS ANO II SÃO PAULO 2013

AVALIAÇÃO DOS PLANOS DE SAÚDE PELOS USUÁRIOS ANO II SÃO PAULO 2013 1 AVALIAÇÃO DOS PLANOS DE SAÚDE PELOS USUÁRIOS ANO II SÃO PAULO Temas 2 Objetivo e metodologia Utilização dos serviços do plano de saúde e ocorrência de problemas Reclamação ou recurso contra o plano de

Leia mais

RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA: QUALIDADE DOS SERVIÇOS PÚBLICOS E TRIBUTAÇÃO MARÇO/2011

RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA: QUALIDADE DOS SERVIÇOS PÚBLICOS E TRIBUTAÇÃO MARÇO/2011 RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA: QUALIDADE DOS SERVIÇOS PÚBLICOS E TRIBUTAÇÃO MARÇO/2011 Pesquisa CNI-IBOPE CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA - CNI Presidente: Robson Braga de Andrade Diretoria Executiva

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS GERAIS MARÇO DE 2002 OPP 035 OBJETIVO LOCAL ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA - Levantar junto a população da área em estudo opiniões sobre assuntos gerais.

Leia mais

PESQUISA ELEITORAL NOVA UBIRATÃ/MT. Assunto: ELEIÇÕES 2012

PESQUISA ELEITORAL NOVA UBIRATÃ/MT. Assunto: ELEIÇÕES 2012 PESQUISA ELEITORAL NOVA UBIRATÃ/MT Assunto: ELEIÇÕES 2012 Período: 25/09/2012 a 27/09/2012 1 Especificações Técnicas: Público Pesquisado: Eleitores da Cidade de NOVA UBIRATÃ - MT Período de Campo: 25/09/2012

Leia mais

RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA

RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA Indicadores CNI RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA Previdência 20 Maioria dos brasileiros apoia mudanças na previdência Sete em cada dez brasileiros reconhecem que o sistema previdenciário brasileiro apresenta

Leia mais

Atitudes pela Educação Novembro de 2014

Atitudes pela Educação Novembro de 2014 Atitudes pela Educação Novembro de 2014 Realização: Instituto Paulo Montenegro IBOPE Inteligência Parceiros da pesquisa: Todos Pela Educação Fundação Itaú Social Fundação Maria Cecília Souto Vidigal Fundação

Leia mais

Pesquisa Semesp. A Força do Ensino Superior no Mercado de Trabalho

Pesquisa Semesp. A Força do Ensino Superior no Mercado de Trabalho Pesquisa Semesp A Força do Ensino Superior no Mercado de Trabalho 2008 Ensino superior é um forte alavancador da carreira profissional A terceira Pesquisa Semesp sobre a formação acadêmica dos profissionais

Leia mais

Pesquisa de Intenção de Voto. Sucessão Municipal. Caxias do Sul. 02 e 03/10/2008-5ª pesquisa. Porto Alegre, 03 de outubro de 2008.

Pesquisa de Intenção de Voto. Sucessão Municipal. Caxias do Sul. 02 e 03/10/2008-5ª pesquisa. Porto Alegre, 03 de outubro de 2008. Pesquisa de Intenção de Voto Sucessão Municipal Caxias do Sul 02 e 03/10/2008-5ª pesquisa Porto Alegre, 03 de outubro de 2008. 1 Sumário Apresentação e Metodologia... 3 Intenção de Voto... 5 Rejeição...

Leia mais

População brasileira Música - Internet Propaganda. Outubro/ 2007

População brasileira Música - Internet Propaganda. Outubro/ 2007 População brasileira Música - Internet Propaganda Outubro/ 00 Objetivo Este estudo têm como objetivo identificar entre a população brasileira os seguintes aspectos: Música estilo musical mais ouvido; Internet

Leia mais

MERCADO DE MEIOS ELETRÔNICOS DE PAGAMENTO POPULAÇÃO E COMÉRCIO - ANO V. Indicador de atividade da micro e pequena indústria de São Paulo.

MERCADO DE MEIOS ELETRÔNICOS DE PAGAMENTO POPULAÇÃO E COMÉRCIO - ANO V. Indicador de atividade da micro e pequena indústria de São Paulo. 1 MERCADO DE MEIOS ELETRÔNICOS DE PAGAMENTO POPULAÇÃO E COMÉRCIO - ANO V Indicador de atividade da micro e pequena indústria de São Paulo Maio/ 2014 Metodologia 2 Metodologia 3 Técnica Pesquisa quantitativa,

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ ADMINISTRATIVOS MARÇO DE 2014 JOB0402 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO LOCAL Avaliar a atual administração do município de Acopiara. Acopiara

Leia mais

AVALIAÇÃO DE SERVIÇOS PÚBLICOS MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO

AVALIAÇÃO DE SERVIÇOS PÚBLICOS MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO RELATÓRIO DE PESQUISA AVALIAÇÃO DE SERVIÇOS PÚBLICOS MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO NAVEGANTES 2009 2010 TERMO DE RESPONSABILIDADE TÉCNICA SÃO TECNICAMENTE RESPONSÁVEIS PELOS RESULTADOS APRESENTADOS NESTE RELATÓRIO

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE A ONG WWF MAIO 2003 OPP 065 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO LOCAL - Levantar informações para subsidiar o planejamento e avaliação da comunicação da WWF e

Leia mais

Pesquisa de Opinião do Comércio Varejista. Expectativas dos Empresários do Comércio Varejista de Belo Horizonte para a Copa das Confederações 2013

Pesquisa de Opinião do Comércio Varejista. Expectativas dos Empresários do Comércio Varejista de Belo Horizonte para a Copa das Confederações 2013 Pesquisa de Opinião do Comércio Varejista Expectativas dos Empresários do Comércio Varejista de Belo Horizonte para a Copa das Confederações 2013 Março 2013 Apresentação A Copa das Confederações de 2013

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE AVIAÇÃO AGOSTO DE 2007 OPP141 IBOPE/ MQI ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO LOCAL - Levantar informações sobre aviação. - Brasil. PERÍODO DE CAMPO - De 07 a

Leia mais

PESQUISA DIA DAS CRIANÇAS - NATAL

PESQUISA DIA DAS CRIANÇAS - NATAL PESQUISA DIA DAS CRIANÇAS - NATAL Natal, setembro de 2015 1 Sumário 1. Aspectos Metodológicos... 3 2. Descrição dos Resultados... 4 Itens de comemoração... 4 Gastos com presente... 4 Local e quando compra...

Leia mais

PNAD - Segurança Alimentar 2004 2009. Insegurança alimentar diminui, mas ainda atinge 30,2% dos domicílios brasileiros

PNAD - Segurança Alimentar 2004 2009. Insegurança alimentar diminui, mas ainda atinge 30,2% dos domicílios brasileiros 1 of 5 11/26/2010 2:57 PM Comunicação Social 26 de novembro de 2010 PNAD - Segurança Alimentar 2004 2009 Insegurança alimentar diminui, mas ainda atinge 30,2% dos domicílios brasileiros O número de domicílios

Leia mais

Relatório de Pesquisa. Ex-achievers edição 2015

Relatório de Pesquisa. Ex-achievers edição 2015 Relatório de Pesquisa Ex-achievers edição 2015 Destaques O Ex-achiever é... Consciente quase metade já fez trabalho voluntário Diferenciado 35% têm renda superior a 3 salários mínimos 61% está trabalhando

Leia mais

RELATÓRIO FINAL DE PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS DIA DOS PAIS 2012 CONVÊNIO UCDB-ACICG-PMCG

RELATÓRIO FINAL DE PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS DIA DOS PAIS 2012 CONVÊNIO UCDB-ACICG-PMCG RELATÓRIO FINAL DE PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS DIA DOS PAIS 2012 CONVÊNIO UCDB-ACICG-PMCG 06/08/2012 RELATÓRIO FINAL DE PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS DIA DOS PAIS 2012 CONVÊNIO UCDB-ACICG-PMCG Professores

Leia mais

Reforma Política. Pesquisa telefônica realizada pelo IBOPE Inteligência a pedido do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil

Reforma Política. Pesquisa telefônica realizada pelo IBOPE Inteligência a pedido do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil Reforma Política Pesquisa telefônica realizada pelo IBOPE Inteligência a pedido do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil Introdução 2 Objetivos Abrangência Geográfica Método de coleta Datas

Leia mais

Sexualidade União estável para casais do mesmo sexo. Rua 1.145, 56 Setor Marista Goiânia GO +55 62 3541.6556 www.institutoverus.com.

Sexualidade União estável para casais do mesmo sexo. Rua 1.145, 56 Setor Marista Goiânia GO +55 62 3541.6556 www.institutoverus.com. Sexualidade União estável para casais do mesmo sexo Rua 1.145, 56 Setor Marista Goiânia GO +55 62 3541.6556 www.institutoverus.com.br 1 1 Pesquisa de opinião Pesquisa Quantitativa Instituto Verus Assessoria

Leia mais

Retratos da Sociedade Brasileira: Educação a Distância

Retratos da Sociedade Brasileira: Educação a Distância 15 Retratos da Sociedade Brasileira: Educação a Distância CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA CNI Presidente: Robson Braga de Andrade DIRETORIA DE POLÍTICAS E ESTRATÉGIA José Augusto Coelho Fernandes Diretor

Leia mais

PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS PARA O DIA DOS PAIS 2014

PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS PARA O DIA DOS PAIS 2014 Período de realização: 23 a 26 de junho de 2014 Pesquisa realizada pelo Instituto de Pesquisa do Norte - IPEN Amostragem: 542 Margem de erro: 4,2% Esta pesquisa de Intenção de Compras para o Dia dos Pais

Leia mais

OS NEGROS NO MERCADO DE TRABALHO

OS NEGROS NO MERCADO DE TRABALHO OS NEGROS NO MERCADO DE TRABALHO DO DISTRITO FEDERAL Novembro de 2010 OS NEGROS NO MERCADO DE TRABALHO E O ACESSO AO SISTEMA PÚBLICO DE EMPREGO, TRABALHO E RENDA Em comemoração ao Dia da Consciência Negra

Leia mais

Pesquisa de Orçamento Doméstico

Pesquisa de Orçamento Doméstico Fonte: Sistema Fecomércio MG EE A Pesquisa de Orçamento Doméstico de Belo Horizonte é um balizador do comportamento das famílias, relativo aos seus compromissos correntes e financeiros. A falta de planejamento,

Leia mais

Opinião do. brasileiro sobre Voluntariado. Fundação Itaú Social Resultados em outubro de 2014

Opinião do. brasileiro sobre Voluntariado. Fundação Itaú Social Resultados em outubro de 2014 Opinião do brasileiro sobre Voluntariado Fundação Itaú Social Resultados em outubro de 2014 Índice 2 Objetivo e Metodologia Perfil demográfico da população brasileira Exercício da Atividade Voluntária

Leia mais

MULHER NO MERCADO DE TRABALHO

MULHER NO MERCADO DE TRABALHO MULHER NO MERCADO DE TRABALHO Tâmara Freitas Barros A mulher continua a ser discriminada no mercado de trabalho. Foi o que 53,2% dos moradores da Grande Vitória afirmaram em recente pesquisa da Futura,

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ELEITORAIS

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ELEITORAIS PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ELEITORAIS JOÃO ALFREDO - PE OUTUBRO DE 2012 CONTATO Fone : 9979 0891 9372 6312 3055 0868 E-mail: instituto.datavox@gmail.com ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

Leia mais

Pesquisa Mensal de Emprego - PME

Pesquisa Mensal de Emprego - PME Pesquisa Mensal de Emprego - PME Dia Internacional da Mulher 08 de março de 2012 M U L H E R N O M E R C A D O D E T R A B A L H O: P E R G U N T A S E R E S P O S T A S A Pesquisa Mensal de Emprego PME,

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ELEITORAIS

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ELEITORAIS i PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ELEITORAIS QUEIMADAS - PB ABRIL DE 2012 CONTATO Fone : 9979 0891 9372 6312 3055 0868 E-mail: instituto.datavox@gmail.com Enquanto um homem individualmente

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ELEITORAIS

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ELEITORAIS PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE ASSUNTOS POLÍTICOS/ELEITORAIS CONTRATANTE: RÁDIO PANORAMA FM DE CATOLÉ DO ROCHA LTDA. JERICÓ - PB AGOSTO DE 2012 CONTATO Fone : 9979 0891 9372 6312 3055 0868 E-mail: instituto.datavox@gmail.com

Leia mais

Pesquisa de Opinião Pública SEGURANÇA PÚBLICA. Janeiro/2015

Pesquisa de Opinião Pública SEGURANÇA PÚBLICA. Janeiro/2015 Pesquisa de Opinião Pública SEGURANÇA PÚBLICA Janeiro/2015 OBJETIVOS Objetivo Principal: Esta estudo teve como objetivo principal verificar e quantificar a opinião pública brasileira quanto ao tema Segurança

Leia mais

RELATÓRIO DE PESQUISA INSTITUCIONAL: Avaliação dos alunos egressos de Direito

RELATÓRIO DE PESQUISA INSTITUCIONAL: Avaliação dos alunos egressos de Direito RELATÓRIO DE PESQUISA INSTITUCIONAL: Avaliação dos alunos egressos de Direito CARIACICA-ES ABRIL DE 2011 FACULDADE ESPÍRITO SANTENSE DE CIÊNCIAS JURÍDICAS Pesquisa direcionada a alunos egressos dos cursos

Leia mais

Fidelização dos consumidores aos planos de saúde e grau de interesse por quem não possui o benefício

Fidelização dos consumidores aos planos de saúde e grau de interesse por quem não possui o benefício 1 Fidelização dos consumidores aos planos de saúde e grau de interesse por quem não possui o benefício 2013 Índice 2 OBJETIVO E PÚBLICO ALVO METODOLOGIA PLANO DE SAÚDE O MERCADO DE PLANO DE SAÚDE PERFIL

Leia mais

INTENÇÃO DE COMPRA DIA DAS CRIANÇAS 2014

INTENÇÃO DE COMPRA DIA DAS CRIANÇAS 2014 PE MPRA DIA DAS CRIANÇAS 2014 1 MPRA DIA DAS CRIANÇAS 2014 PE MPRA DIA DAS CRIANÇAS 2014 2 Faculdade Estácio de Sá de Campo Grande Intenção de Compra para o Dia das Crianças 2014 Rua Venâncio Borges do

Leia mais

Proposta SESS. Sistema Eleitoral Seis Sigma Vereadores - Campina Grande. Equipe de planejamento Agosto de 2012

Proposta SESS. Sistema Eleitoral Seis Sigma Vereadores - Campina Grande. Equipe de planejamento Agosto de 2012 Proposta SESS 2012 Sistema Eleitoral Seis Sigma Vereadores - Campina Grande Equipe de planejamento Agosto de 2012 G6S - Grupo 6 Sigma O Grupo 6 Sigma se sente honrado em poder oferecer mais um produto

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA Relatório Técnico PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA O Estatuto do Idoso três anos depois da promulgação 16 a 22 de agosto de 2006 Dados Técnicos Pesquisa Pesquisa de opinião pública de abrangência restrita ao

Leia mais

RESULTADOS DO PROJETO PILOTO

RESULTADOS DO PROJETO PILOTO RESULTADOS DO PROJETO PILOTO 1. INTRODUÇÃO O projeto piloto organizado pelo Centro de Pesquisas Rachid Mohamd Chibib sob a direção do Prof. Msc. Wagner Cardozo teve por objetivo analisar a composição de

Leia mais

Pesquisa de opinião pública. sobre. Energia elétrica. Brasil

Pesquisa de opinião pública. sobre. Energia elétrica. Brasil 2ª Pesquisa de opinião pública sobre Energia Elétrica Brasil Outubro/ 2015 Pesquisa de opinião pública sobre Energia elétrica Brasil Junho de 2014 IBOPE Metodologia Pesquisa quantitativa com aplicação

Leia mais

METODOLOGIA DA PESQUISA CNI-IBOPE. 2ª Edição - Brasília 2010

METODOLOGIA DA PESQUISA CNI-IBOPE. 2ª Edição - Brasília 2010 METODOLOGIA DA PESQUISA CNI-IBOPE 2ª Edição - Brasília 2010 Versão 2.0 - Brasília - Julho/2010 METODOLOGIA DA PESQUISA CNI-IBOPE 2ª Edição - Brasília 2010 CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA - CNI Presidente

Leia mais

Pesquisa de Satisfação da Central de Atendimento da Anvisa Relatório Resultados Finais Coordenação de Atendimento ao Público COATE/GGCIP

Pesquisa de Satisfação da Central de Atendimento da Anvisa Relatório Resultados Finais Coordenação de Atendimento ao Público COATE/GGCIP Pesquisa de Satisfação da Central de Atendimento da Anvisa Relatório Resultados Finais Coordenação de Atendimento ao Público COATE/GGCIP www.anvisa.gov.br Brasília, janeiro de 2015 Introdução A Agência

Leia mais

Pesquisa de opinião pública. sobre. Energia elétrica. Brasil

Pesquisa de opinião pública. sobre. Energia elétrica. Brasil 2ª Pesquisa de opinião pública sobre Energia Elétrica Brasil Julho de 2015 Pesquisa de opinião pública sobre Energia elétrica Brasil Junho de 2014 IBOPE Metodologia Pesquisa quantitativa com aplicação

Leia mais

A MULHER EMPREENDEDORA DA REGIÃO METROPOLITANA DE MARINGÁ

A MULHER EMPREENDEDORA DA REGIÃO METROPOLITANA DE MARINGÁ A MULHER EMPREENDEDORA DA REGIÃO METROPOLITANA DE MARINGÁ 1.0 Introdução Prof. Dr. Joilson Dias Assistente Científica: Cássia Kely Favoretto Costa Departamento de Economia Universidade Estadual de Maringá

Leia mais

Pnad: Um em cada cinco brasileiros é analfabeto funcional

Pnad: Um em cada cinco brasileiros é analfabeto funcional 08/09/2010-10h00 Pesquisa visitou mais de 150 mil domicílios em 2009 Do UOL Notícias A edição 2009 da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), realizada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia

Leia mais

RELATÓRIO FINAL DE PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS DIA DAS CRIANÇAS 2012

RELATÓRIO FINAL DE PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS DIA DAS CRIANÇAS 2012 RELATÓRIO FINAL DE PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS DIA DAS CRIANÇAS 2012 CONVÊNIO UCDB-ACICG-PMCG 26/09/2012 RELATÓRIO FINAL DE PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS DIA DAS CRIANÇAS 2012 CONVÊNIO UCDB-ACICG-PMCG

Leia mais

Figura 2 Pirâmide etária em percentual - Goiás, 2013.

Figura 2 Pirâmide etária em percentual - Goiás, 2013. PNAD 2013: Uma análise para o Estado de A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) 2013, realizada anualmente pelo Instituto eiro de Geografia e Estatística (IBGE), é dividida em duas partes,

Leia mais

Pesquisa revela o sonho de consumo dos paulistas

Pesquisa revela o sonho de consumo dos paulistas Pesquisa revela o sonho de consumo dos paulistas As empresas Sampling Pesquisa de Mercado e Limite Pesquisa de Marketing saíram às ruas em Junho e Julho de 2005 para saber qual o sonho de consumo dos Paulistas.

Leia mais

Realização: Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política da UFSC, em convênio com a Federação Nacional dos Jornalistas FENAJ

Realização: Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política da UFSC, em convênio com a Federação Nacional dos Jornalistas FENAJ Realização: Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política da UFSC, em convênio com a Federação Nacional dos Jornalistas FENAJ Apoio: Fórum Nacional de Professores de Jornalismo FNPJ Associação Brasileira

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA SOBRE TRANSGÊNICOS JULHO 2001 OPP 081 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA OBJETIVO LOCAL - Levantar junto a população da área em estudo opiniões sobre os transgênicos. - Brasil.

Leia mais

PERÍODO AMOSTRA ABRANGÊNCIA MARGEM DE ERRO METODOLOGIA. População adulta: 148,9 milhões

PERÍODO AMOSTRA ABRANGÊNCIA MARGEM DE ERRO METODOLOGIA. População adulta: 148,9 milhões OBJETIVOS CONSULTAR A OPINIÃO DOS BRASILEIROS SOBRE A SAÚDE NO PAÍS, INVESTIGANDO A SATISFAÇÃO COM SERVIÇOS PÚBLICO E PRIVADO, ASSIM COMO HÁBITOS DE SAÚDE PESSOAL E DE CONSUMO DE MEDICAMENTOS METODOLOGIA

Leia mais

abastecimento de água e imagem da COPASA Montes Claros

abastecimento de água e imagem da COPASA Montes Claros Avaliação do Serviço o de abastecimento de água e imagem da COPASA Montes Claros Pesquisa realizada entre 24 e 28 de Abril de 2010 Informações Metodológicas Tipo de pesquisa: Survey, utiliza-se de questionário

Leia mais

P.FiltroI : Você tem título de eleitor? 1 Sim (PROSSIGA) Não (AGRADEÇA E ENCERRE)

P.FiltroI : Você tem título de eleitor? 1 Sim (PROSSIGA) Não (AGRADEÇA E ENCERRE) PO 813638D INTENÇÃO DE VOTO PARA PREFEITO DE PORTO ALEGRE Nº CPD: Nº CIDADE: 1100 CHECAGEM: 1 CHECADO 2 SEM TELEFONE 3 TELEFONE ERRADO 4 NÃO ENCONTRADO Nº DE PONTO: V. FECHADAS: QTD: Nº QUESTIONÁRIO: Nº

Leia mais

MAIS DE 70% NÃO SABEM DENUNCIAR UMA OBRA IRREGULAR

MAIS DE 70% NÃO SABEM DENUNCIAR UMA OBRA IRREGULAR MAIS DE 70% NÃO SABEM DENUNCIAR UMA OBRA IRREGULAR Emmanuelle Serrano Queiroz O tema fiscalização de obras está bastante estampado na mídia devido aos vários acontecimentos. Pelo fato de o assunto ter

Leia mais

Relatório de Intenções de compras para o Dia dos Namorados

Relatório de Intenções de compras para o Dia dos Namorados Federação do Comércio do Estado de Santa Catarina Relatório de Intenções de compras para o Dia dos Namorados O perfil do consumidor e sua expectativa de compra na data comemorativa mais romântica do ano.

Leia mais

Coordenação: Profª Vera Rodrigues

Coordenação: Profª Vera Rodrigues III Oficina Técnica da Chamada CNPq/MDS - 24/2013 Seminário de Intercâmbio de pesquisas em Políticas Sociais, Combate à Fome e à Miséria no Brasil Projeto E agora falamos nós: mulheres beneficiárias do

Leia mais

Pesquisa de Opinião 2011

Pesquisa de Opinião 2011 Avaliação da Administração Pública 2011 Pesquisa de Opinião 2011 2011 Pesquisa realizada em 18 e 19 de Outubro de 2011 1 Sumário Informações técnicas da pesquisa:... 3 Objetivo:... 3 Público alvo:... 3

Leia mais

O MERCADO DE TRABALHO NO AGLOMERADO URBANO SUL

O MERCADO DE TRABALHO NO AGLOMERADO URBANO SUL O MERCADO DE TRABALHO NO AGLOMERADO URBANO SUL Abril /2007 O MERCADO DE TRABALHO NO AGLOMERADO URBANO SUL A busca de alternativas para o desemprego tem encaminhado o debate sobre a estrutura e dinâmica

Leia mais

TERMO DE RESPONSABILIDADE TÉCNICA

TERMO DE RESPONSABILIDADE TÉCNICA RELATÓRIO DE RESULTADOS DE PESQUISA COMPORTAMENTO ELEITORAL E AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DE PREFEITO MUNICIPAL BALNEÁRIO CAMBORIÚ/SC AGOSTO de 2012 TERMO DE RESPONSABILIDADE TÉCNICA SÃO TECNICAMENTE RESPONSÁVEIS

Leia mais

O que é a estatística?

O que é a estatística? Elementos de Estatística Prof. Dr. Clécio da Silva Ferreira Departamento de Estatística - UFJF O que é a estatística? Para muitos, a estatística não passa de conjuntos de tabelas de dados numéricos. Os

Leia mais

Uso e Posse de Computador e Internet, Barreiras de Acesso, Uso do Celular, Intenção de Aquisição

Uso e Posse de Computador e Internet, Barreiras de Acesso, Uso do Celular, Intenção de Aquisição TIC DOMICÍLIOS 2007 Uso e Posse de Computador e Internet, Barreiras de Acesso, Uso do Celular, Intenção de Aquisição PESQUISA SOBRE O USO DAS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E DA COMUNICAÇÃO NO BRASIL 2008 NIC.BR

Leia mais

Qualidade da Internet Banda Larga

Qualidade da Internet Banda Larga Qualidade da Internet Banda Larga Secretaria de Transparência Coordenação de Controle Social DataSenado Novembro de 2014 www.senado.leg.br/datasenado 1 Um terço dos entrevistados já ouviu falar do Programa

Leia mais

Pesquisa de Opinião Pública sobre radares Rio Grande do Sul - Out/2002

Pesquisa de Opinião Pública sobre radares Rio Grande do Sul - Out/2002 Pesquisa de Opinião Pública sobre radares OBJETIVO LOCAL Levantar junto à população da área em estudo opiniões sobre radares. Rio Grande do Sul PERÍODO DE CAMPO 13 a 16 de outubro de 2002. UNIVERSO A pesquisa

Leia mais

Relacionamento dos médicos associados à SOGESP com os Planos de saúde. Apresentação em Agosto de 2012

Relacionamento dos médicos associados à SOGESP com os Planos de saúde. Apresentação em Agosto de 2012 1 Relacionamento dos médicos associados à SOGESP com os Planos de saúde Apresentação em Agosto de 2012 Índice 2 Objetivo Metodologia Perfil do médico associado Avaliação das operadoras de planos de saúde

Leia mais

Pesquisa de Opinião do Comércio Varejista de Belo Horizonte. Polo de Moda

Pesquisa de Opinião do Comércio Varejista de Belo Horizonte. Polo de Moda Pesquisa de Opinião do Comércio Varejista de Belo Horizonte 2013 Apresentação Belo Horizonte também é conhecida por abrigar, entre suas montanhas, tradicionais polos da moda. Os bairros de Lourdes, Prado,

Leia mais

Pesquisa de Opinião Pública Perspectivas Eleitorais. Campina Grande - PB. Setembro de 2015

Pesquisa de Opinião Pública Perspectivas Eleitorais. Campina Grande - PB. Setembro de 2015 2015 Pesquisa de Opinião Pública Perspectivas Eleitorais Campina Grande - PB Setembro de 2015 Sumário Informações técnicas:... 3 Objetivo:... 3 Público Alvo:... 3 Metodologia:... 3 Amostragem:... 3 Bairros

Leia mais

PESQUISA DE SATISFAÇÃO PARTICIPANTES

PESQUISA DE SATISFAÇÃO PARTICIPANTES PESQUISA DE SATISFAÇÃO PARTICIPANTES Brasília, janeiro/2011 Objetivos específicos da pesquisa 2 Avaliar a quantidade e a qualidade da rede credenciada. Avaliar os serviços oferecidos: o Plano CASSI Família

Leia mais

Pesquisa de Opinião do Comércio Varejista. Vendas no 2 Semestre de 2013 e Expectativa de vendas para o 1 Semestre de 2014

Pesquisa de Opinião do Comércio Varejista. Vendas no 2 Semestre de 2013 e Expectativa de vendas para o 1 Semestre de 2014 Pesquisa de Opinião do Comércio Varejista Vendas no 2 Semestre de 2013 e Expectativa de vendas para o 1 Semestre de 2014 2014 Apresentação Observar e entender como foram às vendas no início do ano são

Leia mais

CARACTERÍSTICAS SOCIODEMOGRÁFICAS DE IDOSAS. UM OLHAR PARA VIÇOSA, MINAS GERAIS, BRASIL

CARACTERÍSTICAS SOCIODEMOGRÁFICAS DE IDOSAS. UM OLHAR PARA VIÇOSA, MINAS GERAIS, BRASIL CARACTERÍSTICAS SOCIODEMOGRÁFICAS DE IDOSAS. UM OLHAR PARA VIÇOSA, MINAS GERAIS, BRASIL Nubia C. Freitas - UFV nubia.freitas@ufv.br Estela S. Fonseca UFV estela.fonseca@ufv.br Alessandra V. Almeida UFV

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADE CURSO DE INICIAÇÃO POLÍTICA ETEC-CEPAM - 2010

RELATÓRIO DE ATIVIDADE CURSO DE INICIAÇÃO POLÍTICA ETEC-CEPAM - 2010 RELATÓRIO DE ATIVIDADE CURSO DE INICIAÇÃO POLÍTICA ETEC-CEPAM - 2010 Autoria: Prof. Dr. Introdução Entre os dias 08 e 10 de dezembro de 2010 ocorreu na sede da Etec-Cepam a primeira edição do curso de

Leia mais

Jus>fica>va. Obje>vos

Jus>fica>va. Obje>vos Jus>fica>va O Brasil está entre os dez maiores emissores de gases de efeito estufa do mundo e a cada ano os brasileiros de Norte a Sul do país são mais afetados pelas consequências das mudanças climá>cas

Leia mais

Eixo 1 - Autonomia econômica e igualdade no mundo do trabalho, com inclusão social.

Eixo 1 - Autonomia econômica e igualdade no mundo do trabalho, com inclusão social. Eixo 1 - Autonomia econômica e igualdade no mundo do trabalho, com inclusão social. Estes dados são resultado de um processo participativo sem desenho amostral e cumprimento de cotas, cuja margem de erro

Leia mais

Educação Integral Relatório em Junho/2013

Educação Integral Relatório em Junho/2013 Comunidade Escola Família Educação Integral Relatório em Junho/2013 Objetivo 3 O principal objetivo desta pesquisa é avaliar o conhecimento da população brasileira sobre educação integral. Metodologia

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO COPA DO MUNDO E OLIMPÍADAS NO BRASIL: QUAL É A OPINIÃO DE PERNAMBUCANO? RECIFE PESQ. Nº 066/2009

PESQUISA DE OPINIÃO COPA DO MUNDO E OLIMPÍADAS NO BRASIL: QUAL É A OPINIÃO DE PERNAMBUCANO? RECIFE PESQ. Nº 066/2009 PESQUISA DE OPINIÃO COPA MUN E OLIMPÍADAS NO BRASIL: QUAL É A OPINIÃO DE PERNAMBUCANO? RECIFE PESQ. Nº 066/2009 ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS DA PESQUISA: OBJETIVO: Investigar a opinião dos eleitores da área

Leia mais

CÁLCULO DO TAMANHO DA AMOSTRA PARA UMA PESQUISA ELEITORAL. Raquel Oliveira dos Santos, Luis Felipe Dias Lopes

CÁLCULO DO TAMANHO DA AMOSTRA PARA UMA PESQUISA ELEITORAL. Raquel Oliveira dos Santos, Luis Felipe Dias Lopes CÁLCULO DO TAMANHO DA AMOSTRA PARA UMA PESQUISA ELEITORAL Raquel Oliveira dos Santos, Luis Felipe Dias Lopes Programa de Pós-Graduação em Estatística e Modelagem Quantitativa CCNE UFSM, Santa Maria RS

Leia mais