ANEXO 07 REGULAMENTO PARA ESTÁGIO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ANEXO 07 REGULAMENTO PARA ESTÁGIO"

Transcrição

1 ANEXO 07 REGULAMENTO PARA ESTÁGIO REGULAMENTAÇÃO: - Lei de (modificada pela Lei 8.859/94) - Decreto de (modificado pelo Decreto /94). CONVÊNIO: (Termo de Colaboração) Entre EMPRESA e UCG / ÓRGÃOS INTERVENIENTES (IEL, CIEE, Estado, Prefeitura, Tribunais, etc...). Como iniciar um CONVÊNIO? Verificar a documentação necessária junto a UCG ou Órgãos de Integração empresa-escola. TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO: Entre EMPRESA (com Convênio) e ESTAGIÁRIO - Sem vínculo empregatício. - A Ficha Roteiro é parte integrante do Termo de Compromisso. ACOMPANHAMENTO DO ESTÁGIO: - Atendimento ao Estagiário - Relatórios - Avaliação do Supervisor de Campo - Presenças (sala de aula, cursos, palestras, visitas técnicas e nas apresentações dos estagiários). AVALIAÇÃO: - Relatórios - Avaliação do Supervisor de Campo - Apresentação do(s) estagiário(s) - Avaliação dos alunos avaliadores. Pasta: - Identificação - Branca (matutino), Amarela (Vespertino) e Preta (Noturno). Relatório: (Normas p/ Relatórios Aula específica) Requisitos mínimos: 1. ASPECTOS TÉCNICOS 1.1 Identificação 1.2 Introdução 1.3 Desenvolvimento 1.4 Conclusão 2. ASPECTOS RELACIONAIS 3. ANEXOS 4. AVALIAÇÃO PESSOAL

2 2 ACADÊMICA 200 / Matutino ENGENHARIA AMBIENTAL ENCONTROS NO SEMESTRE - Apresentação - Ficha de Cadastro do Estagiário / Ficha Roteiro de Estágio / Relatórios / Critérios de Avaliação - Devolução da Ficha de Cadastro do Estagiário (Pasta) - Atendimento aos alunos - Palestra: Engenheiros da Construtora GAFISA Auditório da Área 3 às 09:00h, 17:00h e 18:45h - Normas para os Relatórios de Estágio e de Visita Técnica Profº Joaquim - Auditório da Área 3 às 09:00h, 17:00h e 18:45h - Curso do IEL - Semana da Engenharia - Curso do IEL - Curso do IEL - Atendimento aos alunos Orientação nos Relatórios - Visita Técnica - Entrega dos Relatórios de Estágio e de Visita Técnica - Envio da Avaliação para o Supervisor de Campo Auditório da Área 3 às 09:00h, 17:00h e 18:45h Auditório da Área 3 às 09:00h Sala de aula às 17:00h e 18:45h - Devolução comentada dos relatórios / Nota N1 - Devolução da Avaliação do Supervisor de Campo Sala de Aula às 09:00h, 17:00h e 18:45h Auditório da Área 3 às 09:00h e 17:00h Sala de aula às 18:45h - Entrega do relatório final (opcional) - Devolução comentada do relatório final / N2 - Encerramento Apresentação de Relatórios pelos alunos: 1.Tempo mínimo: 05 minutos e máximo 15 minutos. 2.O Estagiário deverá escolher um dia e fazer sua inscrição com o respectivo professor. 3.No auditório da Área III temos data-show; na sala de aula dependerá do Setor de Áudio Visual.

3 3 Curso: Turma: FICHA DE PLANEJAMENTO DE ESTÁGIO (ROTEIRO DE ESTÁGIO) Estagiário: Código da Disciplina: Matrícula: Período: Endereço: Telefones: Res.: Com.: Cel.: Empresa: Endereço: CEP: Telefone: CGC: Representante da Empresa: Cargo: Supervisor de Campo Estágio: Profissão: CREA: Data Início Est.: Data Término Estágio: Horas Semanais: Remuneração (R$): / / / / O Estagiário deverá aprender, realizando as seguintes atividades: Empresa: Carimbo e Assinatura: Coordenação de Estágio: Carimbo e Assinatura: Ofício Circular

4 4 Goiânia, de de 200. Estagiário(a): Matrícula: Curso: Disciplina: Estágio Supervisionado Turma: Ao Supervisor de Campo de Estágio Assunto: Envio da Ficha de Avaliação do(a) Estagiário(a) Prezado(a) Senhor(a): Pelo presente, estamos enviando a Ficha de Avaliação do aluno(a), acima identificado, que se encontra estagiando nesta Empresa. Contamos com a s/colaboração no preenchimento da mesma, avaliando o estágio de forma a consolidar a integração escola-empresa, nesta parceria fundamental do nosso projeto acadêmico. Informamos ainda que a referida Ficha deverá ser devolvida à Coordenação de Estágio do Departamento de Engenharia da UCG até o dia Atenciosamente. Coordenador de Estágio Supervisionado do ENG

5 5 Quadro 1. Ficha de avaliação de estágio obrigatório do Curso de Engenharia Ambiental pelo SUPERVISOR Nome do Estagiário: FICHA DE AVALIAÇÃO DE ESTÁGIO Matrícula: Empresa onde realiza o Estágio: Nome do Supervisor do Estágio: N.º do CREA do Supervisor: Área de Atuação do Estagiário: Início do Estágio: Término do Estágio: FATORES DE DESEMPENHO OBSERVADOS ITEM ASPECTOS PROFISSIONAIS NOTA 1 CONHECIMENTO Conhecimento demonstrado no desenvolvimento das atividades programadas 2 TRABALHO Considerar a qualidade do trabalho e o volume de atividades cumpridas dentro de um padrão razoável 3 CRIATIVIDADE Capacidade de sugerir, projetar ou executar modificações ou inovações no campo de estágio 4 INTERESSE Disposição demonstrada para aprender 5 INICIATIVA Desempenho das atividades de estágio sem dependência dos outros ASPECTOS ÉTICOS 6 ASSIDUIDADE Cumprimento do horário estipulado para o estágio e ausência de faltas 7 DISCIPLINA Observância das normas e regulamentos internos do campo de estágio e discrição quanto ao sigilo das atividades a ele confiadas 8 COOPERAÇÃO Disposição para integrar, cooperando com os colegas e atender, prontamente, as atividades solicitadas 9 RESPONSABILIDADE Zelo pelo material, equipamentos e bens de campo de estágio RELATÓRIOS 10 AVALIAÇÃO DO RELATÓRIO DE ESTÁGIO TOTAL: Observação: Cada item tem o valor máximo de 1,0 ponto, totalizando 10,0 pontos CARIMBO E ASSINATURA DO SUPERVISOR DE ESTÁGIO:

6 6 Quadro 2. Critérios de avaliação do relatório de estágio obrigatório do Curso de Engenharia Ambiental pelo PROFESSOR DA DISCIPLINA Estagiário(a): RELATÓRIO Professor: Data: ÍTEM CRITÉRIO/DISCRIMINAÇÃO PESO NOTA PESO x NOTA 1 Conteúdo / Pesquisa 5 2 Estrutura / Formatação 2 3 Objetividade 1 4 Português / Estilo 1 5 Apresentação 1 Quadro 2. Critérios de avaliação da apresentação de estágio obrigatório do Curso de Engenharia Ambiental pelo PROFESSOR DA DISCIPLINA AVALIAÇÃO DE APRESENTAÇÃO DE ESTÁGIO Nome do apresentador: Nota: de 0 a 1,0 ponto Nota Nota Nota Nota Nota Nota Nota Organização Infra-estrutura utilizada Pontualidade Controle de tempo Clareza Objetividade Nível de participação Material apresentado Interesse do tema Aproveitamento do estágio Soma

Data: / / Instituição:Início da viagem técnica H Término da viagem técnica: H Responsável (eis) pela recepção na instituição (nome(s) e cargo(s))

Data: / / Instituição:Início da viagem técnica H Término da viagem técnica: H Responsável (eis) pela recepção na instituição (nome(s) e cargo(s)) RELATÓRIO DE VIAGEM TÉCNICA Este relatório deverá ser entregue ao coordenador (a) de estágio até 10 dias após a Visita Técnica. Nome do estagiário (a): Turma: Identificação do(s) professor(es) Nome(s):

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE FILOSOFIA DA USJT CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE FILOSOFIA DA USJT CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE FILOSOFIA DA USJT CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º Este Regulamento estabelece as normas para o cumprimento da carga horária mínima em Estágio

Leia mais

Formulário Técnico / Estágio Curricular Supervisionado

Formulário Técnico / Estágio Curricular Supervisionado MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI DEPARTAMENTO DE FARMÁCIA DIAMANTINA MINAS GERAIS Formulário Técnico / Estágio Curricular Supervisionado 1. Disciplina: 2.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA INSTITUTO MULTIDISCIPLINAR EM SAUDE COLEGIADO DE FARMACIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA INSTITUTO MULTIDISCIPLINAR EM SAUDE COLEGIADO DE FARMACIA UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA INSTITUTO MULTIDISCIPLINAR EM SAUDE COLEGIADO DE FARMACIA INSTRUÇÃO NORMATIVA 02/2007 Estabelece as normas complementares para orientação e a avaliação do estágio curricular

Leia mais

TELEFONE: MATRÍCULA: DATA DE NASCIMENTO: ESTADO CIVIL:

TELEFONE:   MATRÍCULA: DATA DE NASCIMENTO: ESTADO CIVIL: FICHA CADASTRAL DO ESTÁGIO Dados do aluno: NOME: ENDEREÇO: BAIRRO: CEP: CIDADE: TELEFONE: E-MAIL: MATRÍCULA: DATA DE NASCIMENTO: RG: ESTADO CIVIL: Dados da organização: ORGANIZAÇÃO: ENDEREÇO: BAIRRO: CEP:

Leia mais

Regulamento de Estágio Curricular Supervisionado ENGENHARIA ELÉTRICA - TELECOMUNICAÇÕES

Regulamento de Estágio Curricular Supervisionado ENGENHARIA ELÉTRICA - TELECOMUNICAÇÕES Regulamento de Estágio Curricular Supervisionado ENGENHARIA ELÉTRICA - TELECOMUNICAÇÕES CAMPO LIMPO PAULISTA 2014 Regulamento de Estágio Curricular Supervisionado do Curso de Engenharia Elétrica - Telecomunicações

Leia mais

DECLARAÇÃO DE ACEITAÇÃO DO ESTAGIÁRIO

DECLARAÇÃO DE ACEITAÇÃO DO ESTAGIÁRIO Associação de Ensino e Cultura Pio Décimo Faculdade Pio Décimo Licenciatura em Química Disciplina: Estágio Supervisionado III Professores: MSc. Carlos Alberto Vieira Mendonça MSc. Vera Lúcia Luz Marques

Leia mais

Faculdade Campo Limpo Paulista. Curso de Farmácia. Instruções para o desenvolvimento do estágio

Faculdade Campo Limpo Paulista. Curso de Farmácia. Instruções para o desenvolvimento do estágio Faculdade Campo Limpo Paulista Curso de Farmácia Instruções para o desenvolvimento do estágio Para o desenvolvimento do estágio curricular do curso de farmácia, os seguintes passos deverão ser seguidos:

Leia mais

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL COMUNITÁRIA FORMIGUENSE FUOM CENTRO UNIVERSITÁRIO DE FORMIGA UNIFOR-MG

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL COMUNITÁRIA FORMIGUENSE FUOM CENTRO UNIVERSITÁRIO DE FORMIGA UNIFOR-MG FUNDAÇÃO EDUCACIONAL COMUNITÁRIA FORMIGUENSE FUOM CENTRO UNIVERSITÁRIO DE FORMIGA UNIFOR-MG REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO (ATO DE APROVAÇÃO: Resolução do Reitor

Leia mais

INSTITUTO NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES

INSTITUTO NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES INSTITUTO NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DOCENTE DE MONITORES EM DISCIPLINA QUESTIONÁRIO DO(A) ALUNO(A) DISCIPLINA: CURSO: MONITOR(A): PERÍODO DE REFERÊNCIA: INSTRUÇÃO Prezado(a)

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTO PARA ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO

MANUAL DE PROCEDIMENTO PARA ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO MANUAL DE PROCEDIMENTO PARA ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO O Estágio Supervisionado obrigatório é valido para os alunos que cumpriram com aprovação, no mínimo 50% da carga horária total de seu curso.

Leia mais

1. Súmula. 2. Objetivos. 3. Método

1. Súmula. 2. Objetivos. 3. Método 1. Súmula Realização de estágio curricular supervisionado, atuando na área da Engenharia de Produção. Eperiência prática junto ao meio profissional e entrega de relatório final de estágio. Orientação por

Leia mais

ROTEIRO DE ORGANIZAÇÃO DO CADERNO DE ESTÁGIO I. Educação Física LICENCIATURA Portaria de Reconhecimento nº. 428 de 28 de julho de 2014

ROTEIRO DE ORGANIZAÇÃO DO CADERNO DE ESTÁGIO I. Educação Física LICENCIATURA Portaria de Reconhecimento nº. 428 de 28 de julho de 2014 ROTEIRO DE ORGANIZAÇÃO DO CADERNO DE ESTÁGIO I Educação Física LICENCIATURA Portaria de Reconhecimento nº. 428 de 28 de julho de 2014 E N V E L O P E Folha de identificação*; Capa; Folha carga horária

Leia mais

Regulamento do Estágio Curricular

Regulamento do Estágio Curricular Regulamento do Estágio Curricular Revisado e Aprovado no CONASU em 23/07/2015 2015 2 Sumário CAPÍTULO I - DOS OBJETIVOS DO ESTÁGIO CURRICULAR 03 CAPÍTULO II - DAS CONDIÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DO ESTÁGIO

Leia mais

XVIII SEPEX SEMANA DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

XVIII SEPEX SEMANA DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO XVIII SEPEX SEMANA DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO EDITAL DE CHAMADA DE TRABALHOS 1 APRESENTAÇÃO - A Faculdade Católica Salesiana do Espírito Santo promoverá, entre os dias 12 e 13 de julho de 2016, a XVIII

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE NUTRIÇÃO COORDENAÇÃO DO CURSO DE NUTRIÇÃO REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO - TCC

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE NUTRIÇÃO COORDENAÇÃO DO CURSO DE NUTRIÇÃO REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO - TCC REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO - TCC Goiânia 2015 Das Finalidades: REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO - TCC Art. 1º - A elaboração do TCC, conforme estabelecido pelas Diretrizes

Leia mais

CQ043 - ESTÁGIO SUPERVISIONADO (Bacharelado em Química) PRIMEIRO SEMESTRE DE 2016 CALENDÁRIO E ORIENTAÇÕES

CQ043 - ESTÁGIO SUPERVISIONADO (Bacharelado em Química) PRIMEIRO SEMESTRE DE 2016 CALENDÁRIO E ORIENTAÇÕES UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE CIÊNCIAS EXATAS DEPARTAMENTO DE QUÍMICA CQ043 - ESTÁGIO SUPERVISIONADO (Bacharelado em Química) PRIMEIRO SEMESTRE DE 2016 CALENDÁRIO E ORIENTAÇÕES Disponível em

Leia mais

Universidade de Rio Verde Faculdade de Direito Núcleo de Prática Jurídica NPJ A N E X O I

Universidade de Rio Verde Faculdade de Direito Núcleo de Prática Jurídica NPJ A N E X O I A N E X O I ESTAGIÁRIOS CONVENIADOS EXCETO PARA OS CONVENIADOS EM ESCRITÓRIOS DE ADVOCACIA E DEPARTAMENTO JURÍDICO DE EMPRESAS Avenida Tocantins, quadra 07, sem número, Setor Universitário, Rio Verde GO.

Leia mais

TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO EM ENGENHARIA FLORESTAL (TCC EF)

TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO EM ENGENHARIA FLORESTAL (TCC EF) TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO EM ENGENHARIA FLORESTAL (TCC EF) I. DEFINIÇÃO Em atendimento às Diretrizes Curriculares do Ministério da Educação, todo aluno do Curso de Engenharia Florestal deverá, obrigatoriamente,

Leia mais

XVII SEPEX SEMANA DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO

XVII SEPEX SEMANA DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO XVII SEPEX SEMANA DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO EDITAL DE CHAMADA DE TRABALHOS 1 APRESENTAÇÃO - A Faculdade Católica Salesiana do Espírito Santo promoverá, entre os dias 08 a 09 de dezembro de 2015, a

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL UFRGS INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS Comissão de Graduação do Curso de Ciências Biológicas COMGRAD/BIO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL UFRGS INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS Comissão de Graduação do Curso de Ciências Biológicas COMGRAD/BIO DECISÃO 03/2015 - Altera: Decisão n o 03/2013 ESTÁGIO SUPERVISIONADO A, reunida em 18 de novembro de 2015, no uso de suas atribuições, DECIDE Regulamentar a atividade de Ensino de Estágio Supervisionado,

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CURSO DE MATEMÁTICA COM ÊNFASE EM INFORMÁTICA DA FACULDADE DE EDUCAÇÃO SÃO LUÍS DE JABOTICABAL SP

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CURSO DE MATEMÁTICA COM ÊNFASE EM INFORMÁTICA DA FACULDADE DE EDUCAÇÃO SÃO LUÍS DE JABOTICABAL SP ANEXO II REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO CURSO DE MATEMÁTICA COM ÊNFASE EM INFORMÁTICA DA FACULDADE DE EDUCAÇÃO SÃO LUÍS DE JABOTICABAL SP CAPÍTULO I DA FINALIDADE E OBJETIVOS Art. 1º

Leia mais

Regimento do Estágio Supervisionado do Curso de Sistemas de Informação

Regimento do Estágio Supervisionado do Curso de Sistemas de Informação Regimento do Estágio Supervisionado do Curso de Sistemas de Informação Regimento do Estágio Supervisionado do Curso de Sistemas de Informação da Universidade do Estado de Minas Gerais Campus de Frutal/MG

Leia mais

DECLARAÇÃO DE ORIENTAÇÃO DE ESTÁGIO

DECLARAÇÃO DE ORIENTAÇÃO DE ESTÁGIO DECLARAÇÃO DE ORIENTAÇÃO DE ESTÁGIO Eu, professor(a), declaro ser orientador de estágio do aluno, do curso técnico em Agropecuária Modular. Por ser verdade, firmo a presente declaração. Professor(a) Orientador(a)

Leia mais

RELATÓRIO DE ESTÁGIO NOME ACADÊMICO (A) RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO DO CURSO TECNOLOGIA EM REDES DE COMPUTADORES

RELATÓRIO DE ESTÁGIO NOME ACADÊMICO (A) RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO DO CURSO TECNOLOGIA EM REDES DE COMPUTADORES RELATÓRIO DE ESTÁGIO NOME ACADÊMICO (A) RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBRIGATÓRIO DO CURSO TECNOLOGIA EM REDES DE COMPUTADORES Crixás/GO Maio, 2015 NOME ACADÊMICO(A) RELATORIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO

Leia mais

PROGRAMA VIVÊNCIA PROFISSIONAL : REGULAMENTO DA PRÁTICA PROFISSIONAL / ESTÁGIO. Escola SENAI Anchieta

PROGRAMA VIVÊNCIA PROFISSIONAL : REGULAMENTO DA PRÁTICA PROFISSIONAL / ESTÁGIO. Escola SENAI Anchieta PROGRAMA VIVÊNCIA PROFISSIONAL : REGULAMENTO DA PRÁTICA PROFISSIONAL / ESTÁGIO Escola SENAI Anchieta Sumário Página 01 Prática Profissional / Estágio 03 02 Da carga horária da Prática Profissional / Estágio

Leia mais

EDITAL N.º 24/2016 SELEÇÃO DE ALUNOS BOLSISTAS DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID/CAPES/UNILASALLE CANOAS

EDITAL N.º 24/2016 SELEÇÃO DE ALUNOS BOLSISTAS DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID/CAPES/UNILASALLE CANOAS EDITAL N.º 24/2016 SELEÇÃO DE ALUNOS BOLSISTAS DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID/CAPES/UNILASALLE CANOAS O Reitor do Centro Universitário La Salle Unilasalle Canoas, no uso

Leia mais

DADOS DO ESTAGIÁRIO. 8 Ramo de Atividade: 9.Endereço comercial: nº Fone: ( ) Responsável pela supervisão do estágio na empresa: Cargo:

DADOS DO ESTAGIÁRIO. 8 Ramo de Atividade: 9.Endereço comercial: nº Fone: ( ) Responsável pela supervisão do estágio na empresa: Cargo: 1 DADOS DO ESTAGIÁRIO 1. Nome do estagiário: 2. Data de Nascimento: / / Local: Estado: Sexo: ( ) masculino ( ) feminino 3. Filiação: Pai Mãe 4. Endereço Residencial: Nº: Apto e/ou compl : Bairro: Cidade:

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Normas para realização do Trabalho de Conclusão de Curso do Curso de Graduação em Engenharia Ambiental

Leia mais

CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO ESCOLA DE ENGENHARIAS

CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO ESCOLA DE ENGENHARIAS 1 Centro Universitário Autônomo do Brasil - UniBrasil COORDENAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO ESTAGIÁRIO(A): XXXXXXXXXXXXXX RELATÓRIO FINAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO Relatório Final de Estágio Curricular

Leia mais

EDITAL N. 11 /2013. Este edital entrará em vigor a partir desta data, revogando os dispositivos anteriores. Curitiba, 15 de abril de 2013

EDITAL N. 11 /2013. Este edital entrará em vigor a partir desta data, revogando os dispositivos anteriores. Curitiba, 15 de abril de 2013 GOVERNO DO ESTADO DO PARANÁ SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ENSINO SUPERIOR FACULDADE DE ARTES DO PARANÁ Reconhecida pelo Decreto Governamental n.º 70.906 de 01/08/72 e Portaria n.º 1.062

Leia mais

II CONGRESSO 2015 FAMINAS-BH COMPARTILHANDO IDEAIS NA BUSCA POR DIAS MELHORES: DISCUTINDO A SUSTENTABILIDADE

II CONGRESSO 2015 FAMINAS-BH COMPARTILHANDO IDEAIS NA BUSCA POR DIAS MELHORES: DISCUTINDO A SUSTENTABILIDADE CHAMADA DE TRABALHOS: A comissão técnico-científica do II CONGRESSO FAMINAS-BH 2015 convida para a submissão de trabalhos técnicos para apresentação e discussão no evento. TEMA: SUSTENTABILIDADE: SOCIAL,

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO FACULDADE CENECISTA DE VARGINHA Administração e Ciências Contábeis: Reconhecimento pelo Decreto Federal Nº 76177/75 - D.O. 02/09/75 Ciências Econômicas: Reconhecimento através da Portaria Ministerial Nº

Leia mais

ASSESSORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO APPG PROJETO DE PESQUISA RESUMO INFORMATIVO

ASSESSORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO APPG PROJETO DE PESQUISA RESUMO INFORMATIVO FORMULÁRIO 2 VERSÃO 2013 ASSESSORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO APPG PROJETO DE PESQUISA RESUMO INFORMATIVO PROCESSO No 1 Proposta de projeto de pesquisa Título: Área do Conhecimento (*): Nº.: Descrição:

Leia mais

INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO - RESOLUÇÃO/UEPB/CONSUNI/13/2005. Professor: Matrícula: Data de Admissão: Departamento: Centro:

INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO - RESOLUÇÃO/UEPB/CONSUNI/13/2005. Professor: Matrícula: Data de Admissão: Departamento: Centro: INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO - RESOLUÇÃO/UEPB/CONSUNI/13/2005 Professor: Matrícula: Data de Admissão: Departamento: Centro: Comissão de Avaliação: (Presidente) (Membro) (Membro) Designada pelo Departamento

Leia mais

Curso de Psicologia. Roteiro para Estágios

Curso de Psicologia. Roteiro para Estágios UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA SAPSI-COORDENADORIA DE ESTÁGIOS Curso de Psicologia Roteiro para Estágios A ESTÁGIOS OBRIGATÓRIOS B ESTÁGIOS NÃO OBRIGATÓRIOS COORDENAÇÃO

Leia mais

O Estágio Supervisionado do Curso de Licenciatura em Computação: Prática pré-profissional - situações reais de trabalho;

O Estágio Supervisionado do Curso de Licenciatura em Computação: Prática pré-profissional - situações reais de trabalho; 1 O Estágio Supervisionado do Curso de Licenciatura em Computação: Prática pré-profissional - situações reais de trabalho; Envolvimento - aspectos humanos e técnicos da profissão; Comprometimento - social

Leia mais

RESOLUÇÃO TGT Nº 06/2015

RESOLUÇÃO TGT Nº 06/2015 ANO XLV N. 098 14/07/2015 SEÇÃO IV PÁG. 076 RESOLUÇÃO TGT Nº 06/2015 Niterói, 24 de junho de 2015 O Colegiado do Curso de Graduação em Engenharia de Telecomunicações, em reunião ordinária de 24/06/2015,

Leia mais

MANUAL ATIVIDADES ACADÊMICAS CIENTÍFICAS CULTURAIS (AACCs) LICENCIATURA E BACHARELADO

MANUAL ATIVIDADES ACADÊMICAS CIENTÍFICAS CULTURAIS (AACCs) LICENCIATURA E BACHARELADO MANUAL ATIVIDADES ACADÊMICAS CIENTÍFICAS CULTURAIS (AACCs) ESTÁGIO SUPERVISIONADO LICENCIATURA E BACHARELADO ATIVIDADES ACADÊMICAS CIENTÍFICAS CULTURAIS (AACC) LICENCIATURA / BACHARELADO Ementa: As Atividades

Leia mais

FATEC-CARAPICUÍBA. Doc. 1 REGIMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO

FATEC-CARAPICUÍBA. Doc. 1 REGIMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO FATEC-CARAPICUÍBA Doc. 1 REGIMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO CURSO ASTI (Jogos, Segurança, Bacharel, SI) CURSO ADS (Análise e Desenvolvimento de Sistemas) 2 1. DA NATUREZA DO ESTÁGIO 1.1 O estágio curricular

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO PARA ESTÁGIO

DOCUMENTAÇÃO PARA ESTÁGIO DOCUMENTAÇÃO PARA ESTÁGIO PASSO A PASSO Caro Aluno, Leia atentamente as instruções abaixo para saber como entregar seus documentos de estágio. Os documentos deverão ser entregues ANTES de iniciar o estágio.

Leia mais

FACULDADE EDUCACIONAL ARAUCÁRIA CURSO DE PEDAGOGIA. PORTARIA NORMATIVA 3, de 18 de fevereiro de 2010.

FACULDADE EDUCACIONAL ARAUCÁRIA CURSO DE PEDAGOGIA. PORTARIA NORMATIVA 3, de 18 de fevereiro de 2010. FACULDADE EDUCACIONAL ARAUCÁRIA CURSO DE PEDAGOGIA PORTARIA NORMATIVA 3, de 18 de fevereiro de 2010. Institui as orientações e as atividades aprovadas para a realização da carga horária de Estágio Supervisionado

Leia mais

Objetivo O exercício deste estágio objetiva promover atividades de apoio ao micro empreendedor individual (MEI) junto ao SEBRAE-PE.

Objetivo O exercício deste estágio objetiva promover atividades de apoio ao micro empreendedor individual (MEI) junto ao SEBRAE-PE. Laureate International Universities R EDITAL DE SELEÇÃO PARA ESTÁGIO DO SEBRAE 1 A FACULDADE DOS GUARARAPES, mantida pela Sociedade Capibaribe de Educação e Cultura - SOCEC, com sede em Jaboatão dos Guararapes

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE BIBLIOTECONOMIA HABILITAÇÃO EM GESTÃO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE BIBLIOTECONOMIA HABILITAÇÃO EM GESTÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DO CURSO DE BIBLIOTECONOMIA HABILITAÇÃO EM GESTÃO DA INFORMAÇÃO FLORIANÓPOLIS, SC 2011 CAPITULO I CONCEPÇÃO E OBJETIVOS Art. 1º O Curso de Biblioteconomia

Leia mais

ROTEIRO DE ORGANIZAÇÃO DO CADERNO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO II EDUCAÇÃO ESPECIAL

ROTEIRO DE ORGANIZAÇÃO DO CADERNO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO II EDUCAÇÃO ESPECIAL CURSO DE LICENCIATURA EM PEDAGOGIA Portaria de Reconhecimento nº. 286 de 21 de dezembro de 2012 ROTEIRO DE ORGANIZAÇÃO DO CADERNO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO II EDUCAÇÃO ESPECIAL Pedagogia LICENCIATURA CURSO

Leia mais

Regulamento de Estágio. Apresentação

Regulamento de Estágio. Apresentação Apresentação Caro aluno, o período de estágio é o seu primeiro contato com a vida profissional. Você encontrará na indústria condições às vezes bem diferentes do que a escola lhe oferece. O ambiente lhe

Leia mais

I CIRCULAR OBJETIVOS. Estimular a produção acadêmica sobre o estágio supervisionado, tomando-o como um campo de pesquisa;

I CIRCULAR OBJETIVOS. Estimular a produção acadêmica sobre o estágio supervisionado, tomando-o como um campo de pesquisa; I CIRCULAR O Laboratório de Pesquisa em História Cultural (LAPEHC) informa que estarão abertas no período de 31 de outubro a 14 de novembro de 2016 as inscrições para submissão de resumos para o I Seminário

Leia mais

ETEC Dona Escolástica Rosa 122 Santos / SP REGULAMENTO INTERNO PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC

ETEC Dona Escolástica Rosa 122 Santos / SP REGULAMENTO INTERNO PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC REGULAMENTO INTERNO PARA ELABORAÇÃO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO - TCC 5ª Edição 2015 NORMAS INTERNAS E ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) DA ETEC DONA ESCOLÁSTICA

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS FACULDADE DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS RESOLUÇÃO Nº 03/2005

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS FACULDADE DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS RESOLUÇÃO Nº 03/2005 RESOLUÇÃO Nº 03/2005 Normatiza a integralização de estágios no Curso de Psicologia da UFMG. O, no uso de suas atribuições e considerando: A Lei 6494 de 7 de Dezembro de 1977; O Decreto 87.497 de 18 de

Leia mais

Regulamento de Estágio do Curso de Engenharia Elétrica

Regulamento de Estágio do Curso de Engenharia Elétrica Regulamento de Estágio do Curso de Engenharia Elétrica Estágio Curricular Supervisionado Obrigatório no curso de Engenharia Elétrica é uma atividade curricular obrigatória aos acadêmicos do curso dividida

Leia mais

REGIMENTO DA DISCIPLINA CE078 LABORATÓRIO DE ESTATÍSTICA DO CURSO DE ESTATÍSTICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ

REGIMENTO DA DISCIPLINA CE078 LABORATÓRIO DE ESTATÍSTICA DO CURSO DE ESTATÍSTICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ REGIMENTO DA DISCIPLINA CE078 LABORATÓRIO DE ESTATÍSTICA DO CURSO DE ESTATÍSTICA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ Os alunos do Curso de Estatística da UFPR regularmente matriculados na disciplina CE078

Leia mais

CURSO: FISIOTERAPIA I DA CARACTERIZAÇÃO:

CURSO: FISIOTERAPIA I DA CARACTERIZAÇÃO: REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I e II CURSO: FISIOTERAPIA I DA CARACTERIZAÇÃO: Art.1º Estágio Supervisionado é disciplina oferecida aos alunos regularmente matriculados no oitavo e nono período

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO PARA ESTÁGIO SUPERVISIONADO 1ª via - Instituição concedente de Estágio

TERMO DE COMPROMISSO PARA ESTÁGIO SUPERVISIONADO 1ª via - Instituição concedente de Estágio TERMO DE COMPROMISSO PARA ESTÁGIO SUPERVISIONADO 1ª via - Instituição concedente de Estágio O presente Termo de Compromisso está vinculado ao Convênio n.º / 20, celebrado entre a IGREJA/EMPRESA abaixo

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA 1 REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA 2 REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA O Trabalho de Conclusão de

Leia mais

MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS

MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS Universidade Estadual de Maringá Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes Departamento de Letras Curso de Secretariado Executivo Trilíngue Estágio Curricular Supervisionado MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS

Leia mais

Estágios curriculares obrigatórios de curta duração Disciplina: Atividade Acadêmico-Profissional versão: maio 2009

Estágios curriculares obrigatórios de curta duração Disciplina: Atividade Acadêmico-Profissional versão: maio 2009 Informações Gerais Estágios curriculares obrigatórios de curta duração Disciplina: Atividade Acadêmico-Profissional versão: maio 2009 A realização de estágios curriculares (obrigatórios) e extracurriculares

Leia mais

PROJETO: PARCERIA ESCOLA/EMPRESA TUTORIA I

PROJETO: PARCERIA ESCOLA/EMPRESA TUTORIA I PROJETO: PARCERIA ESCOLA/EMPRESA - 2012 TUTORIA I IDENTIFICAÇÃO: Coordenação: José Edmilson da Silva; Execução: José Edmilson, Ronan Pereira, Eliane Fonseca, Cristina P, Maria Célia, Pedro Eduardo, Leonardo,

Leia mais

Professora Ivana Lourenço de Mello Ferreira 2016/2

Professora Ivana Lourenço de Mello Ferreira 2016/2 Professora Ivana Lourenço de Mello Ferreira 2016/2 Características da disciplina O aluno apresentará de forma escrita e oral, o projeto apresentado na disciplina de Seminário de Mestrado, acrescido da

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE CENTRO DE CIÊNCIAS JURÍDICAS E SOCIAIS APLICADAS EDITAL DE SELEÇÃO PARA MONITORIA VAGAS REMANESCENTES 2º SEMESTRE / 2015

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE CENTRO DE CIÊNCIAS JURÍDICAS E SOCIAIS APLICADAS EDITAL DE SELEÇÃO PARA MONITORIA VAGAS REMANESCENTES 2º SEMESTRE / 2015 UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE EDITAL DE SELEÇÃO PARA MONITORIA VAGAS REMANESCENTES 2º SEMESTRE / 2015 A comissão de seleção de monitores, no uso de suas atribuições legais, tendo em vista as disposições

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS CAPÍTULO II DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS CAPÍTULO II DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º Este Regulamento dispõe sobre as Atividades Complementares do Curso de Direito. CAPÍTULO II DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

Leia mais

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE PLANO DE ESTÁGIO

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE PLANO DE ESTÁGIO E-1 ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE PLANO DE ESTÁGIO Deve obrigatoriamente conter: CAPA: contendo os seguintes itens ( ver modelo) Nome da Instituição Nome da unidade Nome do curso Nome da disciplina Frase

Leia mais

FACULDADE FAUC/AUM CURSO EDUCAÇÃO FÍSICA - LICENCIATURA MANUAL DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC)

FACULDADE FAUC/AUM CURSO EDUCAÇÃO FÍSICA - LICENCIATURA MANUAL DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) 1 FACULDADE FAUC/AUM CURSO EDUCAÇÃO FÍSICA - LICENCIATURA MANUAL DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) 1 DEFINIÇÕES GERAIS 1.1 De acordo com o regulamento do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) do Projeto

Leia mais

INSTITUTO BRASILEIRO DE GESTÃO E MARKETING INSTITUTO BRASILEIRO DE SAÚDE PROCESSO SELETIVO PARA ESTÁGIO EM LABORATÓRIOS CAMPUS 2- IBS.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GESTÃO E MARKETING INSTITUTO BRASILEIRO DE SAÚDE PROCESSO SELETIVO PARA ESTÁGIO EM LABORATÓRIOS CAMPUS 2- IBS. INSTITUTO BRASILEIRO DE GESTÃO E MARKETING INSTITUTO BRASILEIRO DE SAÚDE PROCESSO SELETIVO PARA ESTÁGIO EM LABORATÓRIOS CAMPUS 2- IBS EDITALn 04/2016 O Instituto Brasileiro de Gestão e Marketing IBGM e

Leia mais

EDITAL 002/2015 EMPRESA JÚNIOR DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA PROCESSO DE SELEÇÃO PARA ASSESSORES

EDITAL 002/2015 EMPRESA JÚNIOR DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA PROCESSO DE SELEÇÃO PARA ASSESSORES EDITAL 002/2015 EMPRESA JÚNIOR DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA PROCESSO DE SELEÇÃO PARA ASSESSORES SETEMBRO 2015 A CHRONOS JR - EMPRESA JÚNIOR DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA, nos termos do Estatuto da Empresa Júnior

Leia mais

DIADEN Normas e Orientações Docentes - RG

DIADEN Normas e Orientações Docentes - RG Normas e Orientações Docentes - RG Prof. Dr. José de Ribamar Torres da Silva Diretor SISTEMAS DE AVALIAÇÃO DIADEN Diretoria de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino Assessorar as Coordenações de Cursos e

Leia mais

Universidade Federal de Lavras Departamento de Ciências Exatas Programa de Pós-Graduação em Ensino de Física - UFLA

Universidade Federal de Lavras Departamento de Ciências Exatas Programa de Pós-Graduação em Ensino de Física - UFLA Universidade Federal de Lavras Departamento de Ciências Exatas Programa de Pós-Graduação em Ensino de Física - UFLA EDITAL COMPLEMENTAR MNPEF-UFLA N O 01/2016 PROCESSO SELETIVO DE INGRESSO NO CURSO DE

Leia mais

NORMAS GERAIS PARA A REALIZAÇÃO DOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA

NORMAS GERAIS PARA A REALIZAÇÃO DOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA NORMAS GERAIS PARA A REALIZAÇÃO DOS ESTÁGIOS SUPERVISIONADOS DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA As presentes normas têm por objetivo disciplinar e orientar os alunos do curso de Educação Física da Universidade

Leia mais

ROTEIRO DE ORGANIZAÇÃO DO CADERNO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO II EDUCAÇÃO ESPECIAL

ROTEIRO DE ORGANIZAÇÃO DO CADERNO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO II EDUCAÇÃO ESPECIAL 0 ROTEIRO DE ORGANIZAÇÃO DO CADERNO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO II EDUCAÇÃO ESPECIAL Pedagogia LICENCIATURA Versão Novembro 2016 E N V E L O P E 1 Folha de identificação; Folha carga horária e avaliação

Leia mais

EDITAL N 05/2016 PROEST RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 039/2015

EDITAL N 05/2016 PROEST RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 039/2015 UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS PRÓ-REITORIA DE ASSUNTOS ESTUDANTIS E COMUNITÁRIOS 109 Norte, Av. NS-15, Bloco IV, Sala 101 77001-090 Palmas/TO (63) 3232-8179 www.uft.edu.br proest@uft.edu.br EDITAL

Leia mais

ORIENTAÇÃO PARA O ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO (LEI , DE 25 DE SETEMBRO DE 2008)

ORIENTAÇÃO PARA O ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO (LEI , DE 25 DE SETEMBRO DE 2008) SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS Av. Ministro Olavo Drummond, n. 25, bairro Amazonas Araxá-MG CEP: 38180-510 Fone: (34) 3669-4507 -

Leia mais

O Estágio Curricular Supervisionado é realizado de acordo com o que determina a Resolução CNE/CES 10/2004, de 16 de Dezembro de 2004, que institui as

O Estágio Curricular Supervisionado é realizado de acordo com o que determina a Resolução CNE/CES 10/2004, de 16 de Dezembro de 2004, que institui as O Estágio Curricular Supervisionado é realizado de acordo com o que determina a Resolução CNE/CES 10/2004, de 16 de Dezembro de 2004, que institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Graduação

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA EDITAL PIBID-LETRAS Nº 01/2016 SELEÇÃO DE SUPERVISOR(A) A coordenação do subprojeto

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO FACULDADE DOM ALBERTO CURSO DE DIREITO REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO SANTA CRUZ DO SUL, JUNHO DE 2010. 1. REGULAMENTO PARA ESTÁGIO SUPERVISIONADO Das atividades de estágio Art. 1. O estágio supervisionado

Leia mais

SELEÇÃO DE MONITORES VOLUNTÁRIOS PARA A APLICAÇÃO DA AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA UFMA

SELEÇÃO DE MONITORES VOLUNTÁRIOS PARA A APLICAÇÃO DA AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA UFMA SELEÇÃO DE MONITORES VOLUNTÁRIOS PARA A APLICAÇÃO DA AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA UFMA O Presidente da Comissão Própria de Avaliação UFMA torna público a todos os interessados, que estão abertas as inscrições

Leia mais

Conselho Regional de Técnicos em Radiologia Serviço Público Federal

Conselho Regional de Técnicos em Radiologia Serviço Público Federal ORIENTAÇÕES PARA REGISTRO DE ESTAGIÁRIO VIA CORREIO (Obs: Este kit de Registro de Estagiário serve para o quem vai enviar pelo correio) 1. Solicitar o boleto para recolhimento da taxa de expedição da habilitação

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PARANÁ CAMPUS DE PARANAGUÁ Credenciada pelo Decreto nº 9538, de 05/12/2013 D.O.E. 05/12/2013

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PARANÁ CAMPUS DE PARANAGUÁ Credenciada pelo Decreto nº 9538, de 05/12/2013 D.O.E. 05/12/2013 EDITAL DE BOLSAS - CHAMADA DE PROJETOS PROGRAMA UNIVERSIDADE SEM FRONTEIRAS PROGRAMA BOM NEGÓCIO PARANÁ - PBNP-SETI/PR. EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSAS PROFISSIONAIS RECÉM-FORMADOS E ALUNOS DE GRADUAÇÃO A

Leia mais

FACULDADE DE EDUCAÇÃO SÃO LUÍS CURSO DE DIREITO CALENDÁRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO 1º SEMESTRE DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I 3º.

FACULDADE DE EDUCAÇÃO SÃO LUÍS CURSO DE DIREITO CALENDÁRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO 1º SEMESTRE DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I 3º. 20-02-16 Sábado 08:30h 02-04-16 - Sábado 08:30h ESTÁGIO SUPERVISIONADO I 3º. Período * As aulas práticas têm início às 08:30h, impreterivelmente, não sendo tolerados atrasos. A aprovação. Em caso de reprovação

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA REDAÇÃO DO RELATÓRIO DE ESTÁGIO

ORIENTAÇÕES PARA REDAÇÃO DO RELATÓRIO DE ESTÁGIO ORIENTAÇÕES PARA REDAÇÃO DO RELATÓRIO DE ESTÁGIO Orientações para Relatório de Estágio Supervisionado 1 de 9 UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE RONDONÓPOLIS Instituto de Ciências

Leia mais

Versão: Dezembro/2012. O aluno poderá integralizar os créditos referentes às disciplinas ACH 2017 e ACH 2018 das seguintes formas:

Versão: Dezembro/2012. O aluno poderá integralizar os créditos referentes às disciplinas ACH 2017 e ACH 2018 das seguintes formas: Normas para Realização do Projeto Supervisionado ou Trabalho de Graduação para o Curso de Sistemas de Informação da Escola de Artes, Ciências e Humanidades, da Universidade de São Paulo Versão: Dezembro/2012

Leia mais

REGULAMENTO PARA AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO PARA AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO PARA AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO Art. 1º As Complementares (AC) atendem ao Parecer n 776/97 da CES, que trata das Diretrizes Curriculares dos cursos de graduação,

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS SECRETARIA DE PLANEJAMENTO, GESTÃO E DESENVOLVIMENTO HUMANO ESCOLA DE GESTÃO PÚBLICA

PREFEITURA MUNICIPAL DE PALMAS SECRETARIA DE PLANEJAMENTO, GESTÃO E DESENVOLVIMENTO HUMANO ESCOLA DE GESTÃO PÚBLICA EDITAL DE SELEÇÃO DE SERVIDORES PARA A QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL - VIGILANTE SEGURO E MAIS ATUANTE - EDITAL EGP Nº 016/2016 A Secretaria Municipal de Planejamento, Gestão e Desenvolvimento Humano, por

Leia mais

MANUAL DE ESTÁGIOS ENSINO MÉDIO / TÉCNICO SUMÁRIO

MANUAL DE ESTÁGIOS ENSINO MÉDIO / TÉCNICO SUMÁRIO MANUAL DE ESTÁGIOS ENSINO MÉDIO / TÉCNICO SUMÁRIO 1. Introdução 2. Professores orientadores de estágio 3. Relatório de estágio 3.1 Apresentação do relatório 4. Roteiro do relatório de estágio 4.1 Estagiário

Leia mais

AVALIAÇÃO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE TECNÓLOGO EM GESTÃO DA QUALIDADE 2011/1

AVALIAÇÃO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE TECNÓLOGO EM GESTÃO DA QUALIDADE 2011/1 AVALIAÇÃO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE TECNÓLOGO EM GESTÃO DA QUALIDADE 2011/1 I - ORGANIZAÇÃO DA DISCIPLINA AVALIAÇÃO ORGANIZAÇÃO DA DISCIPLINA Relação conteúdo com a formação profissional Relação conteúdo

Leia mais

Rua Imaculada Conceição, 1155 Prado Velho Curitiba, Paraná CEP: Fone (41)

Rua Imaculada Conceição, 1155 Prado Velho Curitiba, Paraná CEP: Fone (41) 1 EDITAL N.º 02/2016 DISPÕE SOBRE O PROCESSO DE MATRÍCULA PARA O CURSO LIVRE DE INSTRUMENTAÇÃO CIRÚRGICA O Mário Cristóvão - TECPUC, mantido pela, torna pública a abertura do processo de matrícula para

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA O DESENVOLVIMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

ORIENTAÇÕES PARA O DESENVOLVIMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO ORIENTAÇÕES PARA O DESENVOLVIMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Segundo o PPC da especialização lato sensu em Ciências Marinhas Aplicadas ao Ensino, o(a) aluno(a) deverá desenvolver um Trabalho de

Leia mais

CREDITAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

CREDITAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CREDITAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES GRUPO 1 - ENSINO Crédito CRÉDITO ATIVIDADES COMPLEMENTARES computável ATIVIDADES DESCRIÇÃO unitário mínimo máximo Semestre de atividade de monitoria, com dedicação

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO REGULAMENTO INTERNO

ESTÁGIO SUPERVISIONADO REGULAMENTO INTERNO ESTÁGIO SUPERVISIONADO REGULAMENTO INTERNO CAPÍTULO I DA IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA Artigo 1º - O Estágio Supervisionado constitui disciplina obrigatória no Currículo do Curso de Matemática Licenciatura

Leia mais

Art. 5º- Para uma instituição ser conveniada como local de estágio é indispensável :

Art. 5º- Para uma instituição ser conveniada como local de estágio é indispensável : REGULAMENTO DE ESTÁGIOS ESPECÍFICOS Fixa normas para o funcionamento dos Estágios Supervisionados Específicos em Psicologia. (Aprovado pelo CONSEPE) I - DOS OBJETIVOS Art. 1º- O Estágio Curricular Específico

Leia mais

XXIX SEMANA CIENTÍFICA

XXIX SEMANA CIENTÍFICA XXIX SEMANA CIENTÍFICA NORMAS PARA APRESENTAÇÃO ORAL PÚBLICA DE TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO MONOGRAFIA 2015.2 A Proposta Pedagógica do Curso de Pedagogia da FaE/CBH/UEMG - versão 2008 estabelece como

Leia mais

FACULDADE LA SALLE EDUCAÇÃO FÍSICA LICENCIATURA

FACULDADE LA SALLE EDUCAÇÃO FÍSICA LICENCIATURA FACULDADE LA SALLE EDUCAÇÃO FÍSICA LICENCIATURA REGULAMENTO GERAL JOIA LA SALLE 2014 - JOGOS DE INTEGRAÇÃO ACADÊMICA Lucas do Rio Verde MT REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I DO OBJETIVO Artº.1 O JOIA LA SALLE

Leia mais

EDITAL CEET Nº 001/2016 3ª FEIRA DE CURSOS DO CEET TALMO LUIZ SILVA

EDITAL CEET Nº 001/2016 3ª FEIRA DE CURSOS DO CEET TALMO LUIZ SILVA EDITAL CEET Nº 001/2016 3ª FEIRA DE CURSOS DO CEET TALMO LUIZ SILVA O CEET Talmo Luiz Silva torna público o presente Edital de inscrição de projetos de alunos a serem avaliados e expostos na 3ª Feira de

Leia mais

Resolução nº 004/2015

Resolução nº 004/2015 Resolução nº 004/2015 Dispõe sobre estágio de prática docente para os alunos do Mestrado em Direito e Instituições do Sistema de Justiça. Art. 1º O Estágio de Prática Docente (EPD) tem por objetivo aperfeiçoar

Leia mais

Pró-Reitora de Graduação da Universidade Federal de Goiás

Pró-Reitora de Graduação da Universidade Federal de Goiás Apresentação Prezados Professores e Acadêmicos Com o objetivo de consolidar a política de estágio da Universidade Federal de Goiás, a Pró-Reitoria de Graduação, por meio da Coordenação de Estágios, realizou

Leia mais

REGULAMENTO DA DISCIPLINA ESTÁGIO PARA MODALIDADE-BACHARELADO CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS

REGULAMENTO DA DISCIPLINA ESTÁGIO PARA MODALIDADE-BACHARELADO CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS REGULAMENTO DA DISCIPLINA ESTÁGIO PARA MODALIDADE-BACHARELADO CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS CURITIBA 2002 REGULAMENTO DA DISCIPLINA ESTÁGIO PARA MODALIDADE-BACHARELADO CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS I- INTRODUÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR DO CURSO DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA COM ÊNFASE EM INFORMÁTICA

REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR DO CURSO DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA COM ÊNFASE EM INFORMÁTICA ANEXO E - REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR DO CURSO DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA COM ÊNFASE EM INFORMÁTICA REGULAMENTO DE ESTÁGIO CURRICULAR DO CURSO DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA COM ÊNFASE EM INFORMÁTICA

Leia mais

Regularização de Estágios Obrigatórios 2011 LEI , DE 25 DE SETEMBRO DE 2008

Regularização de Estágios Obrigatórios 2011 LEI , DE 25 DE SETEMBRO DE 2008 LEI 11.788, DE 25 DE SETEMBRO DE 2008 Artigo 2º, parágrafo 1º, estágio obrigatório é aquele definido como tal no projeto do curso, cuja carga horária é requisito para aprovação e obtenção de diploma. Artigo

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO PARA O CURSO DE LICENCIATURA EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS. TÍTULO I Da obrigatoriedade, dos objetivos e da natureza do Estágio

REGULAMENTO DE ESTÁGIO PARA O CURSO DE LICENCIATURA EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS. TÍTULO I Da obrigatoriedade, dos objetivos e da natureza do Estágio REGULAMENTO DE ESTÁGIO PARA O CURSO DE LICENCIATURA EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS Dispõe sobre as normas e diretrizes para a realização do Estágio Curricular Supervisionado do Curso de Licenciatura em Ciências

Leia mais

SUBPROJETO CAMPUS BOLSAS 1 Biologia Patos 01 Total de Bolsas 01

SUBPROJETO CAMPUS BOLSAS 1 Biologia Patos 01 Total de Bolsas 01 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE PRÓ-REITORIA DE ENSINO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA EDITAL PIBID Nº 10/2016 SELEÇÃO PÚBLICA

Leia mais

INSTRUÇÕES DA COMISSÃO DE ESTÁGIO Data: 10/03/2016

INSTRUÇÕES DA COMISSÃO DE ESTÁGIO Data: 10/03/2016 INSTRUÇÕES DA COMISSÃO DE ESTÁGIO - 2016-1 Data: 10/03/2016 Prezados alunos, A Comissão de Estágio vem, por meio destas instruções, informar as datas limite para entrega da documentação de estágio em 2016-1

Leia mais

Constituição da República Portuguesa Comemoração do 40º Aniversário (2 de abril abril 2016)

Constituição da República Portuguesa Comemoração do 40º Aniversário (2 de abril abril 2016) Normas de Participação Introdução Mais de 32 mil palavras de Liberdade é um concurso organizado pela Câmara Municipal do Seixal, no ano em que se celebra o 40º Aniversário da (2 de abril de 1976 2 de abril

Leia mais