Comissão Episcopal Pastoral para a Comunicação. Projeto Paroquial da Pastoral da Comunicação

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Comissão Episcopal Pastoral para a Comunicação. Projeto Paroquial da Pastoral da Comunicação"

Transcrição

1 Comissão Episcopal Pastoral para a Comunicação Projeto Paroquial da Pastoral da Comunicação

2 2 Barra do Choça, 11 de abril de 2015.

3 1. Contextualização O Projeto Nacional da Pastoral da Comunicação Pascom, nasce com a proposta de motivar, animar e articular a comunicação da Igreja no Brasil. É constituído a partir dos documentos da Igreja e das orientações e reflexões do Diretório de Comunicação aprovado pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil - CNBB, em Resulta de um conjunto de reflexões e propostas que vem se acumulando ao longo do processo de reorganização e de reavaliação da comunicação da Igreja no Brasil. Sua estrutura teve início no Primeiro Encontro Nacional da Pascom, que aconteceu em Aparecida, SP, de 02 a 06 de julho de 2008, e se concretizou no primeiro projeto sistematizado durante o Encontro dos bispos referenciais e coordenadores da comunicação dos Regionais da CNBB que aconteceu de 17 a 18 de novembro do mesmo ano, em Brasília. O presente Projeto Nacional, ou segunda edição, resulta de toda essa trajetória e se materializou durante o encontro dos bispos, coordenadores referenciais da comunicação dos 18 Regionais da Igreja no Brasil e 3

4 coordenadores dos sub-regionais, realizado em Brasília, nos dias 23 a 25 de agosto de Assim, é válido lembrar que este projeto não se constitui um marco inaugural da Comunicação com sentido pastoral da Igreja no Brasil, mas quer ser o desdobramento prático do Diretório de Comunicação, de modo a criar mecanismos de articulação e animação nos regionais, dioceses, paróquias e comunidades. 4

5 2. Apresentação A Igreja, ao longo da sua história, tem incentivado o anúncio da Boa Nova de Jesus Cristo com os meios e processos de comunicação, mediante a promulgação de documentos, reflexões e pesquisas na área da comunicação que dão sustentação às práticas comunicacionais vivenciadas pelas comunidades. É neste contexto que a Comissão Episcopal Pastoral para a Comunicação da CNBB tem a missão de animar, articular e motivar a comunicação na Igreja. Assim, a Comissão para a Comunicação, em sintonia e de forma integrada com os bispos e coordenadores regionais da comunicação nos 18 Regionais da Igreja no Brasil, sente-se impelida a organizar e operacionalizar a comunicação com sentido pastoral, colocando-se a serviço das pastorais, movimentos e organismos. Portanto, neste projeto foram elaborados passos e tópicos voltados para a animação da Pastoral da Comunicação na Igreja, que contemplam as práticas comunicacionais e atividades eclesiais, tendo como eixos ordenadores: formação, articulação, produção e espiritualidade. 5

6 O projeto indica, ainda, ações a serem implementadas em âmbito nacional, de acordo com as realidades diagnosticadas na pastoral, tendo presente os processos e meios de comunicação como: impresso, rádio, TV, e mídias sociais digitais. Espera-se com esse instrumento de trabalho possibilitar avanços nos processos comunicacionais para a evangelização, a partir de Jesus Cristo e na força do Espírito Santo como Igreja discípula, missionária e profética, alimentada pela Palavra de Deus e pela Eucaristia, servindo-se dos meios modernos de comunicação. 6

7 3. Justificativa A elaboração de um projeto para a implantação da Pastoral da Comunicação em âmbito paroquial não tem a finalidade de ser um mecanismo que engesse as ações comunicacionais, mas uma diretriz geral que leve em consideração a unidade da Igreja, a transparência, a participação ampla e os desafios das tecnologias da comunicação que representam para a humanidade, inclusive para a evangelização. Outro contexto que motiva a concretização do Projeto Paroquial da Pascom é o avanço da sociedade da informação e as redes sociais digitais, que vem provocando um novo modo de dialogar, tanto social quanto comunitariamente. Este contexto está mudando e desenvolvendo uma nova ambiência de vida individual e comunitária. Portanto, por meio das redes sociais digitais, as pessoas estabelecem laços de proximidade além do espaço geográfico que criam relacionamentos sem proximidade física, gerando uma nova cultura. É a partir desta realidade que a Igreja, em seu processo histórico, sempre demonstrou interesse e preocupação com a comunicação para que se constitua fator do anúncio da Boa Nova de Jesus Cristo e provoque maior comunhão e fraternidade. Nos últimos anos, a 7

8 Igreja no Brasil tem incentivado a prática e a vivencia da comunicação, constituindo em cada regional, diocese, paróquia e comunidade a Pastoral da Comunicação como suporte para a ação evangelizadora. Certamente a existência dessa pastoral só é possível, graças à colaboração dos leigos presentes nas comunidades que assumem as várias atividades da comunicação, desde o planejamento e gestão, até as ações específicas que fazem parte da ação comunicativa de uma comunidade. Além disso, destacamos a necessidade da realização de encontros que favoreçam uma formação atualizada e continua que contemple os quatro eixos propostos pelo Diretório da Comunicação. É nesta perspectiva que a Pascom irá cumprir efetivamente seu papel na Nova Evangelização, à luz dos documentos da Igreja, das exortações do Papa e do Diretório de Comunicação. Diante desses desafios e realidades apresentadas, e sentindo a necessidade de uma integração e maior articulação da Pascom, a partir da Comissão para a Comunicação da CNBB e estendendo-se aos Regionais, dioceses e paróquias, viabilizamos a elaboração deste projeto, levando em consideração o avanço e a utilização das mídias para o anúncio e a comunicação do Reino de Deus. 8

9 4. Objetivos 4.1. Objetivo Geral Motivar, articular e promover a comunicação da Igreja na Paróquia Senhor do Bonfim e Santo Antônio considerando os processos e meios de comunicação, tendo presente a cultura gerada pelas tecnologias, os documentos da Igreja, sobretudo o Diretório de Comunicação, alicerçados na Palavra e na Eucaristia, para anunciar o Reino de Deus a todos Objetivos Específicos Suscitar a espiritualidade do comunicador cristão 9 a partir da Palavra de Deus e da vivência dos sacramentos, dos fundamentos teológicos da comunicação e da vivência pastoral da Igreja; Capacitar o comunicador cristão para que exerça sua missão na Pascom e nas diversas instâncias da sociedade; Articular e promover as ações comunicativas com sentido pastoral, segundo suas particularidades, para potencializar a comunicação. Produzir subsídios impressos, digitais e

10 audiovisuais, na área da comunicação. 5. Metodologia As atividades da Pascom estão sustentadas em uma política de ação global, que preza pela comunhão entre as coordenações Nacional, Regional, Diocesana e Paroquial. A atuação da Pascom se fundamenta nos quatro eixos indicados pelo Diretório de Comunicação da Igreja no Brasil, necessários para atingir o objetivo geral de consolidar a comunicação da Igreja. São eles: formação, articulação, produção e espiritualidade. Esses processos não consistem em métodos burocráticos, mas apresentam diretrizes para estimular ações coerentes com a missão evangelizadora da Pastoral da Comunicação no diálogo entre fé, cultura e mídias. A dinâmica pastoral constitui-se elemento indispensável para a identidade missionária da Pascom. Assim, orienta-se no fluxo contínuo dos meios (técnicas, veículos, produtos midiáticos) e processos (atuação dos regionais, dioceses e paróquias, fluxos de comunicação) nas atividades com o público interno e externo. 10

11 6. Estrutura a) Equipe de Apoio Na Paróquia fica constituído o Grupo de Apoio à comunicação com sentido pastoral em âmbito paroquial. A equipe é formada pelo padre referencial da comunicação, pelo(a) coordenador(a), um(a) vicecoordenador(a), um(a) secretário(a) e tesoureiro(a). O grupo tem a função de: Reunir-se duas vezes por mês de forma presencial para refletir e avaliar a articulação da comunicação na Paróquia; Destacar nas reuniões presenciais o Dia Mundial das Comunicações, a implantação do Diretório de Comunicação, entre outras atividades que possam surgir no momento; Promover a comunhão e a fraternidade entre os coordenadores de pastorais, movimentos e grupos e o pároco; Implantar a Pascom nas paróquias onde ainda não existe. 11

12 7. Eixo da Formação A formação tem por objetivo a qualificação das lideranças e agentes de pastoral para que possam desenvolver e executar projetos teoricamente embasados, tecnicamente atualizados e eticamente comprometidos. Uma das iniciativas no campo da formação são os cursos de comunicação na catequese, na liturgia e nas demais pastorais. A educação e a formação para a comunicação devem fazer parte integrante da formação dos agentes pastorais e dos sacerdotes!. 1 O documento Communio et progressio recomenda que durante a sua formação os futuros sacerdotes, religiosos e religiosas devem conhecer a incidência dos meios de comunicação na sociedade. 2 Assim, os presbíteros, os seminaristas e os agentes da pastoral têm a oportunidade de uma formação adequada dos processos e meios de comunicação, tornando-os aptos a exercer sua missão de comunicadores no anúncio da Palavra de Deus. 3 1 Pontifício Conselho para as Comunicações Sociais, Aetatis Novae, n Idem, Communio et progressio, n Cf. Diretório de Comunicação da Igreja no Brasil, art

13 Pistas de Ações 4 1 Promover encontros paroquiais com os agentes da Pascom para aprofundar temas pertinentes à comunicação. 2 Incentivar o estudo do Diretório de Comunicação e outros documentos da Igreja relativos à comunicação, mediante encontros presenciais e virtuais. 3 Realizar oficinas na área da comunicação em nível paroquial. 4 Organizar cursos de comunicação e mídias digitais para os catequistas, a fim de que os conteúdos catequéticos se adequem à linguagem e à cultura dos catequizandos. 5 Oferecer cursos de comunicação e liturgia para leitores, cantores, instrumentistas e responsáveis pelas celebrações litúrgicas, de modo que a comunicação possa favorecer, nas assembleias litúrgicas, o encontro consigo, com Deus e com as pessoas. 4 Pistas de ação do Diretório de Comunicação da Igreja no Brasil 13

14 6 Implementar cursos de comunicação para leigos(as) para que possam comunicar a Boa Nova de Jesus Cristo na cultura em que estão inseridos. 7 Promover momentos de educação para a comunicação mediante avaliação e leitura crítica de produções cinematográficas e televisivas envolvendo os agentes pastorais. 8. Eixo da Articulação A articulação se propõe animar e envolver os agentes culturais e pastorais para que conheçam e se comprometam com ações concretas e integradas com os processos e meios de comunicação para o anúncio da Boa Nova de Jesus Cristo. Uma das formas de articulação são os encontros com profissionais e pesquisadores da área da comunicação para que contribuam na reflexão e atuação mais segura e precisa na área. Outro aspecto da articulação consiste na realização de mutirões locais de comunicação e outras iniciativas que visam fortalecer a comunhão e o engajamento nas ações comunicativas. Outra dimensão importante para a articulação é representada pelo uso das novas tecnologias, que certamente oferecem 14

15 excelentes ferramentas, tais como fóruns, sites, blogs, videoconferências, s e mídias sociais digitais. 5 Pistas de Ações 6 1 Divulgar e celebrar o Dia Mundial das Comunicações nas celebrações litúrgicas e encontros com os comunicadores e profissionais da comunicação para debater o tema do ano promulgado pelo papa. 2 Divulgar os eventos relevantes da Igreja como: Campanha da Fraternidade, missões, festas religiosas ou outros momentos importantes da vida da Igreja. 3 Valorizar as produções culturais dos meios de comunicação que despertam na sociedade os valores humanos, cristãos e éticos. 4 Divulgar os eventos de Comunicação da Pascom, que promovem produções nas áreas de cinema, televisão, rádio e imprensa. 5 Incentivar a interação da Pascom com a assessoria de imprensa, profissionais de comu- 5 Cf. Diretório de Comunicação da Igreja no Brasil, art Pistas de ação do Diretório de Comunicação da Igreja no Brasil 15

16 nicação, organismos e meios de comunicação católicos e não confessionais. 9. Eixo da Produção No que diz respeito à produção, é necessário destacar que este eixo está voltado para a elaboração de materiais, como: subsídios de textos impressos e digitais, áudios e vídeos, que deem sustentação ao trabalho cotidiano dos agentes da Pascom, cada vez mais desafiados perante as rápidas mudanças culturais. Essas produções podem ser suscitadas a partir de estudos, pesquisas, necessidades de grupos, contribuindo significativamente na prática comunicacional. 7 Pistas de Ações 8 1 Convocar, em âmbito paroquial, uma equipe de profissionais da comunicação para produ- 7 Cf. Diretório de Comunicação da Igreja no Brasil, art Pistas de ação do Diretório de Comunicação da Igreja no Brasil 16

17 zir subsídios impressos e digitais na área da comunicação. 2 Envolver e incentivar os jovens a um engajamento pastoral digital na produção de sites, blogs e mídias digitais, com o objetivo de divulgar as atividades e ações pastorais no âmbito da sua região. 3 Produzir textos impressos e digitais específicos para a comunicação na catequese, liturgia e outras pastorais. 4 Auxiliar na produção de materiais de divulgação de todas as atividades pastorais no seu âmbito de ação. 5 Colaborar com os responsáveis pela criação, conservação e atualização dos murais, boletins e cartazes da Igreja. 6 Ajudar na elaboração da grade de programação das emissoras de rádio comerciais, comunitárias e populares da Igreja, favorecendo uma programação criativa, envolvente e dinâmica que promova a evangelização e o crescimento dos ouvintes. 17

18 7 Adequar o Projeto Paroquial da Comunicação da Igreja em nível local, valorizando as realidades e características de cada região. 10. Eixo da Espiritualidade O eixo da espiritualidade se constitui como alicerce de todos os eixos citados acima. Como se sabe, sem a prática e a vivência da espiritualidade, o comunicador esvazia-se, fragiliza-se como sujeito e torna-se vulnerável às dificuldades que se apresentam ao longo do caminho. Desse modo, é fundamental que se cultive a espiritualidade do comunicador mediante retiros, Leitura orante na ótica da comunicação, reflexões sobre os documentos da Igreja no campo da comunicação e se alimente da Palavra de Deus e da Eucaristia. A espiritualidade do comunicador, bem como toda a espiritualidade da Igreja, se inspira na Trindade, modelo da perfeita comunicação e comunhão no amor. 9 9 Cf. Diretório de Comunicação da Igreja no Brasil, art

19 Pistas de Ações 10 1 Promover retiros para os envolvidos com a comunicação da Igreja, a partir dos fundamentos bíblico-teológicos na ótica da comunicação. 2 Envolver os comunicadores na espiritualidade da comunicação, através de leituras que provoquem o crescimento pessoal e comunitário nos valores humanos e cristãos. 3 Incentivar os comunicadores da Igreja a testemunhar com a vida o que anunciam com a palavra, a exemplo de Cristo, o perfeito comunicador do Pai. 4 Celebrar a leitura orante na ótica da comunicação, utilizando textos bíblicos que apresentam diálogos intrapessoais, interpessoais e comunitários, como o diálogo de Jesus com a Samaritana, com Nicodemos e outros, para favorecer o crescimento dos comunicadores na vivência da Palavra de Deus. 10 Pistas de ação do Diretório de Comunicação da Igreja no Brasil 19

20 11. Avaliação Para medir a eficiência do projeto, é necessária a criação de mecanismos de avaliação capazes de monitorar o andamento das atividades. 11 A avaliação do projeto será anual, por ocasião do último encontro da equipe paroquial. 11 Cf. Diretório de Comunicação da Igreja no Brasil, art

CURSO PARA CAPACITAÇÃO DE LIDERANÇA E COORDENADORES DE GRUPOS JOVENS

CURSO PARA CAPACITAÇÃO DE LIDERANÇA E COORDENADORES DE GRUPOS JOVENS CURSO PARA CAPACITAÇÃO DE LIDERANÇA E COORDENADORES DE GRUPOS JOVENS Apresentação A JUVENTUDE MERECE ATENÇÃO ESPECIAL A Igreja Católica no Brasil diz que é preciso: Evangelizar, a partir de Jesus Cristo,

Leia mais

Plano Diocesano da Animação Bíblico-Catequética

Plano Diocesano da Animação Bíblico-Catequética Plano Diocesano da Animação Bíblico-Catequética 2 0 1 2-2 0 1 5 DIOCESE DE FREDERICO WESTPHALEN - RS Queridos irmãos e irmãs, Com imensa alegria, apresento-lhes o PLANO DIOCESANO DE ANIMAÇÃO BÍBLICO -

Leia mais

MÍSTICA E CONSTRUÇÃO Por que pensar em Mística e Construção?

MÍSTICA E CONSTRUÇÃO Por que pensar em Mística e Construção? MÍSTICA E CONSTRUÇÃO Espiritualidade e profecia são duas palavras inseparáveis. Só os que se deixam possuir pelo espírito de Deus são capazes de plantar sementes do amanhã e renovar a face da terra. Todo

Leia mais

Pastoral da Comunicação Diálogo entre fé e cultura

Pastoral da Comunicação Diálogo entre fé e cultura BOAS VINDAS! Pastoral da Comunicação Diálogo entre fé e cultura Bodas de Ouro da comunicação Miranda Prorsus, Pio XII, 1957 Fonte: Pastoral da Comunicação, diálogo entre fé e cultura, Puntel/Corazza, Paulinas-Sepac,

Leia mais

ÁREAS DE ATUAÇÃO, PERFIL E COMPETÊNCIAS DOS EGRESSOS DOS NOVOS CURSOS

ÁREAS DE ATUAÇÃO, PERFIL E COMPETÊNCIAS DOS EGRESSOS DOS NOVOS CURSOS CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA ACADÊMICA ÁREAS DE ATUAÇÃO, PERFIL E COMPETÊNCIAS DOS EGRESSOS DOS NOVOS CURSOS 5. CURSO DE TEOLOGIA Área de atuação O egresso do Curso de Teologia

Leia mais

Linhas de Ação 1ª. LINHA DE AÇÃO: FORMAÇÃO INTEGRAL DO(A) DISCÍPULO(A)

Linhas de Ação 1ª. LINHA DE AÇÃO: FORMAÇÃO INTEGRAL DO(A) DISCÍPULO(A) A Igreja no Brasil está empenhada, sobretudo em, 2013 através da Campanha da Fraternidade e da Jornada Mundial da Juventude, em alavancar a Evangelização da Juventude. De partida queremos dizer que por

Leia mais

FORMAÇÃO DE LIDERANÇAS E ASSESSORESCAMINHOS DE ESPERANÇA

FORMAÇÃO DE LIDERANÇAS E ASSESSORESCAMINHOS DE ESPERANÇA FORMAÇÃO DE LIDERANÇAS E ASSESSORESCAMINHOS DE ESPERANÇA A beleza de ser um eterno aprendiz. (Gonzaguinha) Por que pensar em formação de lideranças e assessores? A Pastoral da Juventude busca potencializar

Leia mais

BIÊNIO 2012-2013. Tema Geral da Igreja Metodista "IGREJA: COMUNIDADE MISSIONÁRIA A SERVIÇO DO POVO ESPALHANDO A SANTIDADE BÍBLICA. Tema para o Biênio

BIÊNIO 2012-2013. Tema Geral da Igreja Metodista IGREJA: COMUNIDADE MISSIONÁRIA A SERVIÇO DO POVO ESPALHANDO A SANTIDADE BÍBLICA. Tema para o Biênio 1 IGREJA METODISTA PASTORAL IMED PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO E PLANO DE AÇÃO BIÊNIO 2012-2013 Tema Geral da Igreja Metodista "IGREJA: COMUNIDADE MISSIONÁRIA A SERVIÇO DO POVO ESPALHANDO A SANTIDADE BÍBLICA

Leia mais

ESCOLA DE PASTORAL CATEQUÉTICA ESPAC

ESCOLA DE PASTORAL CATEQUÉTICA ESPAC ESCOLA DE PASTORAL CATEQUÉTICA ESPAC 1. ESPAC O QUE É? A ESPAC é uma Instituição da Arquidiocese de Fortaleza, criada em 1970, que oferece uma formação sistemática aos Agentes de Pastoral Catequética e

Leia mais

A iniciação cristã como pedagogia de vida comunitária

A iniciação cristã como pedagogia de vida comunitária A iniciação cristã como pedagogia de vida comunitária A evangelização nos dá a alegria do encontro com a Boa Nova da Ressurreição de Cristo. A maioria das pessoas procura angustiada a razão de sua vida

Leia mais

REGULAMENTO DAS PASTORAIS ESCOLARES E UNIVERSITÁRIAS - ESTRUTURA, COMPETÊNCIA E FUNCIONAMENTO -

REGULAMENTO DAS PASTORAIS ESCOLARES E UNIVERSITÁRIAS - ESTRUTURA, COMPETÊNCIA E FUNCIONAMENTO - REGULAMENTO DAS PASTORAIS ESCOLARES E UNIVERSITÁRIAS - ESTRUTURA, COMPETÊNCIA E FUNCIONAMENTO - INTRODUÇÃO O Colégio Episcopal da Igreja Metodista, no uso de suas atribuições (Cânones, Art. 63, item XVII)

Leia mais

OS DESAFIOS DACOMUNICAÇÃO

OS DESAFIOS DACOMUNICAÇÃO OS DESAFIOS DACOMUNICAÇÃO A contribuição das mídias. Como parte constitutiva da atual ambiência comunicacional, elas tornam-se recursos e ambientes para o crescimento pessoal e social. Constituem-se no

Leia mais

Encontro de Revitalização da Pastoral Juvenil LUZES DOS DOCUMENTOS

Encontro de Revitalização da Pastoral Juvenil LUZES DOS DOCUMENTOS Encontro de Revitalização da Pastoral Juvenil LUZES DOS DOCUMENTOS Ficha 1 1 Formação Integral (I) A com juventude para todo trabalho de evangelização A, como fundante (falando- se em, com atenção também

Leia mais

Repasse da 76a. Assembléia da CNBB Sul I Aparecida de 10 a 12/06/2013

Repasse da 76a. Assembléia da CNBB Sul I Aparecida de 10 a 12/06/2013 Repasse da 76a. Assembléia da CNBB Sul I Aparecida de 10 a 12/06/2013 1. Finalidade do Ano da Fé; 2. O que é a Fé; 3. A transmissão da Fé enquanto professada, celebrada, vivida e rezada; 4. O conteúdo

Leia mais

Objetivo e proposta evangelizadora

Objetivo e proposta evangelizadora A CAMPANHA DA FRATERNIDADE NA IGREJA DO BRASIL Objetivo e proposta evangelizadora BerçonoConcílioVaticanoII: Começou no Rio Grande do Norte, em 1962, por iniciativa de Dom Eugênio Sales. Era uma ação concreta

Leia mais

RELATÓRIO DA REUNIÃO PREPARATÓRIA DA CF - 2013

RELATÓRIO DA REUNIÃO PREPARATÓRIA DA CF - 2013 CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2013 TEMA: Juventude e Fraternidade LEMA: Eis-me aqui, envia-me (Is 6,8) RELATÓRIO DA REUNIÃO PREPARATÓRIA DA CF - 2013 Estimados irmãos no sacerdócio, líderes de comunidades,

Leia mais

ESCOLA ARQUIDIOCESANA BÍBLICO-CATEQUÉTICA

ESCOLA ARQUIDIOCESANA BÍBLICO-CATEQUÉTICA ESCOLA ARQUIDIOCESANA BÍBLICO-CATEQUÉTICA FORMAÇÃO DE CATEQUISTAS A Igreja se preocupa com a semente da Palavra de Deus (a mensagem) e com o terreno que recebe essa semente (o catequizando), o que a leva

Leia mais

O mais importante na prática da devolução do dízimo não é com o quanto se participa. Mas como se participa.

O mais importante na prática da devolução do dízimo não é com o quanto se participa. Mas como se participa. Dízimo e a catequese Abril 2011 Silma Pontes silmapontes8@hotmail.com Paróquia da Glória - Acolhida O contingente de catequistas voluntários de nossa paróquia é expressivo. Vinte e quatro (24) fieis formadores,

Leia mais

VISITA PASTORAL NA ARQUIDIOCESE DE MARIANA

VISITA PASTORAL NA ARQUIDIOCESE DE MARIANA VISITA PASTORAL NA ARQUIDIOCESE DE MARIANA A Vista Pastoral constitui-se em momento privilegiado de contato do Arcebispo com o povo santo de Deus, confiado aos seus cuidados de pastor, com a preciosa colaboração

Leia mais

Catecumenato Uma Experiência de Fé

Catecumenato Uma Experiência de Fé Catecumenato Uma Experiência de Fé APRESENTAÇÃO PARA A 45ª ASSEMBLÉIA DA CNBB (Regional Nordeste 2) www.catecumenato.com O que é Catecumenato? Catecumenato foi um método catequético da igreja dos primeiros

Leia mais

COMUNIDADE DE COMUNIDADES: UMA NOVA PARÓQUIA. Estudo 104 CNBB

COMUNIDADE DE COMUNIDADES: UMA NOVA PARÓQUIA. Estudo 104 CNBB COMUNIDADE DE COMUNIDADES: UMA NOVA PARÓQUIA Estudo 104 CNBB ASPECTOS GERAIS DO DOCUMENTO PERSPECTIVAS PASTORAIS TEXTOS BASES DESAFIOS FUNÇÕES DA PARÓQUIA PERSPECTIVA TEOLÓGICA MÍSTICA DO DOCUMENTO PERSPECTIVA

Leia mais

Paróquia, torna-te o que tu és!

Paróquia, torna-te o que tu és! Paróquia, torna-te o que tu és! Dom Milton Kenan Júnior Bispo Aux. de S. Paulo. Vigário Episcopal para Reg. Brasilândia Numa leitura rápida da Carta Pastoral de Dom Odilo, nosso Cardeal Arcebispo, à Arquidiocese

Leia mais

Igreja "em saída" missionária

Igreja em saída missionária Mês das Missões O mês de outubro é, para a Igreja, o período no qual são intensificadas as iniciativas de animação e cooperação em prol das Missões em todo o mundo. O objetivo é sensibilizar, despertar

Leia mais

CONFERÊNCIA NACIONAL DOS BISPOS DO BRASIL CNBB REGIONAL SUL 2 CALENDÁRIO 2015 - ATIVIDADES REGIONAIS

CONFERÊNCIA NACIONAL DOS BISPOS DO BRASIL CNBB REGIONAL SUL 2 CALENDÁRIO 2015 - ATIVIDADES REGIONAIS CONFERÊNCIA NACIONAL DOS BISPOS DO BRASIL CNBB REGIONAL SUL 2 CALENDÁRIO 2015 - ATIVIDADES REGIONAIS DATA REALIZAÇÃO EVENTO LOCAL JANEIRO 02 a 10 RENOVAÇÃO CARISMÁTICA CATÓLICA JESUS NO LITORAL MATINHOS

Leia mais

PROJETO GERAL DA SIGNIS/BRASIL - Triênio 2011/2013

PROJETO GERAL DA SIGNIS/BRASIL - Triênio 2011/2013 PROJETO GERAL DA SIGNIS/BRASIL - Triênio 2011/2013 Signis Brasil Associação católica de comunicação foi criada no Brasil, no dia 2 de dezembro de 2010, em Assembleia, que aprovou seus estatutos e elegeu

Leia mais

Encuentro sobre Mision Continental y Conversão Pastoral Buenos Aires Argentina 26 a 30 de outubro de 2009

Encuentro sobre Mision Continental y Conversão Pastoral Buenos Aires Argentina 26 a 30 de outubro de 2009 Encuentro sobre Mision Continental y Conversão Pastoral Buenos Aires Argentina 26 a 30 de outubro de 2009 Conversão Pastoral e Missão continental O Departamento Mission e espiritualidade do Celam na busca

Leia mais

DESCRIÇÃO DOS CURSOS E ENCONTROS DA PJM

DESCRIÇÃO DOS CURSOS E ENCONTROS DA PJM DESCRIÇÃO DOS CURSOS E ENCONTROS DA PJM 1 Páscoa Jovem 1.1. Descrição A Páscoa Jovem é um encontro vivencial realizado para proporcionar uma experiência reflexiva e celebrativa da Paixão, Morte e Ressurreição

Leia mais

Urgência: Igreja comunidade de comunidades. Projeto: Estruturas e organização pastoral.

Urgência: Igreja comunidade de comunidades. Projeto: Estruturas e organização pastoral. Projeto Pastoral SARP Urgência: Igreja comunidade de comunidades. Múnus: Caridade. Pista de Ação: Repensar as estruturas e a organização pastoral para priorizar a evangelização. Projeto: Estruturas e organização

Leia mais

Capa.indd 1 04/03/2015 16:12:12

Capa.indd 1 04/03/2015 16:12:12 Capa.indd 1 04/03/2015 16:12:12 índice APRESENTAÇÃO...9 SECRETARIADO GERAL DO DEPARTAMENTO DE PASTORAL...13 1. Objetivo...13 2. Composição...13 3. Projetos...13 3.1 Articulação...14 3.1.1 Ano da Paz 2015...14

Leia mais

PASTORAL DA COMUNICAÇÃO

PASTORAL DA COMUNICAÇÃO PASTORAL DA COMUNICAÇÃO MODELO E PARADIGMA Jesus é o modelo e o paradigma da nossa comunicação. Para aqueles que estiverem comprometidos na comunicação social, quer como responsáveis pelas políticas, como

Leia mais

Educar hoje e amanhã uma paixão que se renova. Prof. Humberto S. Herrera Contreras

Educar hoje e amanhã uma paixão que se renova. Prof. Humberto S. Herrera Contreras Educar hoje e amanhã uma paixão que se renova Prof. Humberto S. Herrera Contreras O que este documento nos diz? Algumas percepções iniciais... - O título já é uma mensagem espiritual! tem movimento, aponta

Leia mais

1. APRESENTAÇÃO. Queridos Jovens,

1. APRESENTAÇÃO. Queridos Jovens, 1. APRESENTAÇÃO Queridos Jovens, Com grande prazer apresento este projeto 300 anos de bênçãos: com a Mãe Aparecida, Juventude em Missão!. Ele é um passo de aprofundamento de um caminho que vem sendo percorrido

Leia mais

3º Congresso Vocacional do Brasil

3º Congresso Vocacional do Brasil III CONGRESSO VOCACIONAL DO BRASIL Tema: Discípulos missionários a serviço das vocações Lema: Indaiatuba, Itaici, 03 a 07 de setembro de 2010 3º Congresso Vocacional do Brasil Dom Leonardo Ulrich Steiner

Leia mais

EDITAL 2014/01. Página 1 de 5. EDITAL 2014/1: Escolha do hino tema por ocasião do Ano Jubilar em comemoração aos cinquenta anos de evangelização.

EDITAL 2014/01. Página 1 de 5. EDITAL 2014/1: Escolha do hino tema por ocasião do Ano Jubilar em comemoração aos cinquenta anos de evangelização. PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA GLÓRIA - DIOCESE DE COLATINA/ES Rua Mafalda Galimberti 380, Vila Lenira Colatina/ES (27)3722-1821 www.paroquiansgloria.org.br EDITAL 2014/01 Por ocasião da abertura do Ano Jubilar

Leia mais

DIOCESE DE MIRACEMA DO TOCANTINS. Diretrizes e Orientações Pastorais do Dízimo

DIOCESE DE MIRACEMA DO TOCANTINS. Diretrizes e Orientações Pastorais do Dízimo DIOCESE DE MIRACEMA DO TOCANTINS Diretrizes e Orientações Pastorais do Dízimo Equipe de elaboração: Correção Ortográfica: Rita Consuêlo Galo de Araújo Vânia Maria de Araújo Passos Sumário Introdução...

Leia mais

Leonardo Ulrich Steiner Bispo Auxiliar de Brasília

Leonardo Ulrich Steiner Bispo Auxiliar de Brasília ANUNCIAR TRANSBORDANDO DE GRATIDÃO E ALEGRIA Ide,... ensinai-lhes a observar tudo o que vos tenho ordenado. (Mt 28,19-20). MÉXICO, 19 11/2013 1. A Igreja existe para evangelizar proclamava o Papa Bento

Leia mais

3º EIXO Dízimo TOTAL DIOCESE 943 579 61,3%

3º EIXO Dízimo TOTAL DIOCESE 943 579 61,3% 3º EIXO Dízimo Paróquia/Questionários Distribuídos Devolvidos % Devolv. Miguel Calmon 67 27 40 Piritiba 45 06 13 Tapiramutá 30 19 63 Mundo Novo 20 12 60 Jequitibá 14 10 71 Totais zonal 2 176 74 42% Andaraí

Leia mais

Assembléia dos Bispos Regional Sul 1 junho/julho 2010 Aparecida, SP

Assembléia dos Bispos Regional Sul 1 junho/julho 2010 Aparecida, SP Assembléia dos Bispos Regional Sul 1 junho/julho 2010 Aparecida, SP A MISSÃO CONTINENTAL A V Conferência recordando o mandato de ir e fazer discípulos (Mt 28,20) deseja despertar a Igreja na América Latina

Leia mais

3º Congresso Vocacional do Brasil Contagem regressiva

3º Congresso Vocacional do Brasil Contagem regressiva III CONGRESSO VOCACIONAL DO BRASIL Tema: Discípulos missionários a serviço das vocações Lema: Indaiatuba, Itaici, 03 a 07 de setembro de 2010 3º Congresso Vocacional do Brasil Contagem regressiva Ângelo

Leia mais

CRIANÇAS AJUDAM E EVANGELIZAM CRIANÇAS

CRIANÇAS AJUDAM E EVANGELIZAM CRIANÇAS CRIANÇAS AJUDAM E EVANGELIZAM CRIANÇAS Infância/Adolescencia MISSÃO MISSÃO. Palavra muito usada entre nós É encargo, incumbência Missão é todo apostolado da Igreja. Tudo o que a Igreja faz e qualquer campo.

Leia mais

ÍNDICE. Apresentação... 03. Decreto... 05. 1. Conselho Diocesano da Ação Evangelizadora (CDAE)... 07

ÍNDICE. Apresentação... 03. Decreto... 05. 1. Conselho Diocesano da Ação Evangelizadora (CDAE)... 07 ÍNDICE Apresentação... 03 Decreto... 05 1. Conselho Diocesano da Ação Evangelizadora (CDAE)... 07 2. Conselho Regional da Ação Evangelizadora (CRAE)... 15 3. Conselho Paroquial da Ação Evangelizadora (CPAE)...

Leia mais

Módulo II Quem é o Catequista?

Módulo II Quem é o Catequista? Módulo II Quem é o Catequista? Diocese de Aveiro Objectivos Descobrir a imagem de catequista que existe na nossa comunidade. Aprofundar a vocação e o ministério do catequista a partir da Bíblia. Com base

Leia mais

DIRECTÓRIO GERAL DA CATEQUESE - SDCIA/ISCRA -2 Oração inicial Cântico - O Espírito do Senhor está sobre mim; Ele me enviou para anunciar aos pobres o Evangelho do Reino! Textos - Mc.16,15; Mt.28,19-20;

Leia mais

PARÓQUIA SÃO JOSÉ - MATRIZ DE RIBEIRÃO PIRES CALENDÁRIO PAROQUIAL DE PASTORAL ANO 2014

PARÓQUIA SÃO JOSÉ - MATRIZ DE RIBEIRÃO PIRES CALENDÁRIO PAROQUIAL DE PASTORAL ANO 2014 PARÓQUIA SÃO JOSÉ - MATRIZ DE RIBEIRÃO PIRES CALENDÁRIO PAROQUIAL DE PASTORAL ANO 2014 Objetivo A partir das Diretrizes da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil e do 7º Plano Diocesano de Pastoral (2013-20150,

Leia mais

ESCOLA DE COMUNICAÇÃO DA ARQUIDIOCESE DE NATAL ECAN

ESCOLA DE COMUNICAÇÃO DA ARQUIDIOCESE DE NATAL ECAN ESCOLA DE COMUNICAÇÃO DA ARQUIDIOCESE DE NATAL ECAN 1 - APRESENTAÇÃO As paróquias, debruçando-se sobre as necessidades impostas pelas mudanças dos tempos e do mundo, nas culturas, nos valores e princípios,

Leia mais

Elementos da Vida da Pequena Comunidade

Elementos da Vida da Pequena Comunidade Raquel Oliveira Matos - Brasil A Igreja, em sua natureza mais profunda, é comunhão. Nosso Deus, que é Comunidade de amor, nos pede entrarmos nessa sintonia com Ele e com os irmãos. É essa a identidade

Leia mais

Ó Deus, que para comunicar vosso amor aos homens, enviastes seu Filho, Jesus Cristo, e o constituístes Mestre, Caminho, Verdade e Vida da humanidade,

Ó Deus, que para comunicar vosso amor aos homens, enviastes seu Filho, Jesus Cristo, e o constituístes Mestre, Caminho, Verdade e Vida da humanidade, Ó Deus, que para comunicar vosso amor aos homens, enviastes seu Filho, Jesus Cristo, e o constituístes Mestre, Caminho, Verdade e Vida da humanidade, concedei-nos a graça de utilizar os meios de comunicação

Leia mais

Ministério da. Catequese. Programas. livreto_catequese.indd 1 19/12/13 17:18

Ministério da. Catequese. Programas. livreto_catequese.indd 1 19/12/13 17:18 Ministério da Catequese Programas Pastorais 1 livreto_catequese.indd 1 19/12/13 17:18 2 livreto_catequese.indd 2 19/12/13 17:18 Apresentação Um dos valores institucionais da Rede Marista é a audácia, que

Leia mais

CALENDÁRIO 2013 ATIVIDADES REGIONAIS. FEVEREIRO 01 a 28 CNBB Regional JMJ Peregrinação da Cruz Peregrina Nas dioceses 02

CALENDÁRIO 2013 ATIVIDADES REGIONAIS. FEVEREIRO 01 a 28 CNBB Regional JMJ Peregrinação da Cruz Peregrina Nas dioceses 02 CALENDÁRIO 2013 ATIVIDADES REGIONAIS DATA REALIZAÇÃO EVENTO LOCAL FEVEREIRO 01 a 28 CNBB Regional JMJ Peregrinação da Cruz Peregrina Nas dioceses 02 CNLB Conselho Nacional do Laicato do Reunião da Presidência

Leia mais

PLANO DIOCESANO DE PASTORAL 2015 2018 IGREJA DE AVEIRO, VIVE A ALEGRIA DA MISERICÓRDIA

PLANO DIOCESANO DE PASTORAL 2015 2018 IGREJA DE AVEIRO, VIVE A ALEGRIA DA MISERICÓRDIA IGREJA DE AVEIRO, VIVE A ALEGRIA DA MISERICÓRDIA O nosso Plano alicerça-se no símbolo do lava-pés (Jo 13, 11-17) O LAVA-PÉS Nele se inspira a espiritualidade de serviço que dá sen do a toda a ação pastoral

Leia mais

Relatório da Pastoral da Juventude do Brasil 13 o Encontro Latino Americano de Responsáveis Nacionais

Relatório da Pastoral da Juventude do Brasil 13 o Encontro Latino Americano de Responsáveis Nacionais Instrumento de Consulta Conferência Nacional dos Bispos do Brasil Setor Juventude Pastoral da Juventude do Brasil Relatório da Pastoral da Juventude do Brasil 13 o Encontro Latino Americano de Responsáveis

Leia mais

Apresentamos as partilhas que enriqueceram o nosso Seminário Nacional de Iniciação Cristã.

Apresentamos as partilhas que enriqueceram o nosso Seminário Nacional de Iniciação Cristã. Apresentamos as partilhas que enriqueceram o nosso Seminário Nacional de Iniciação Cristã. Na sexta-feira, pela manhã, foi a vez do Nordeste 3 - Aracaju - com sua experiência de iniciação à vida cristã

Leia mais

1. IGREJA DE COMUNIDADES ECLESIAIS DE BASE CEBs

1. IGREJA DE COMUNIDADES ECLESIAIS DE BASE CEBs 1. IGREJA DE COMUNIDADES ECLESIAIS DE BASE CEBs A Diocese de Ruy Barbosa é uma Igreja de CEBs com pastorais e movimentos, que soma forças para realizar o Objetivo Geral da CNBB e assume, como Igreja particular,

Leia mais

DIRETRIZES GERAIS DA AÇÃO EVANGELIZADORA DA IGREJA NO BRASIL 2015-2019

DIRETRIZES GERAIS DA AÇÃO EVANGELIZADORA DA IGREJA NO BRASIL 2015-2019 DIRETRIZES GERAIS DA AÇÃO EVANGELIZADORA DA IGREJA NO BRASIL 2015-2019 O QUE SÃO? São indicações São pistas São sendas Para toda a Igreja no Brasil; para as Igrejas Particulares, na elaboração dos seus

Leia mais

PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA

PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA PROPOSTA DE AÇÃO Criar um fórum permanente onde representantes dos vários segmentos do poder público e da sociedade civil atuem juntos em busca de uma educação

Leia mais

DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS

DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS 1 DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES E OBJETIVO DO MOVIMENTO 2 Artigo 1º O Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade/Nós

Leia mais

Sumário 1. CARO EDUCADOR ORIENTADOR 3 PARCEIROS VOLUNTÁRIOS 3. TRIBOS NAS TRILHAS DA CIDADANIA 4

Sumário 1. CARO EDUCADOR ORIENTADOR 3 PARCEIROS VOLUNTÁRIOS 3. TRIBOS NAS TRILHAS DA CIDADANIA 4 Guia do Educador CARO EDUCADOR ORIENTADOR Sumário 1. CARO EDUCADOR ORIENTADOR 3 2. PARCEIROS VOLUNTÁRIOS 3 3. TRIBOS NAS TRILHAS DA CIDADANIA 4 Objetivo GERAL 5 METODOLOGIA 5 A QUEM SE DESTINA? 6 O QUE

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE SECRETARIA EXECUTIVA DOS CONSELHOS RESOLUÇÃO Nº xx/xxxx CONSELHO UNIVERSITÁRIO EM dd de mês de aaaa Dispõe sobre a criação

Leia mais

PROJETO DIOCESANO DA PASCOM

PROJETO DIOCESANO DA PASCOM PROJETO DIOCESANO DA PASCOM Petrópolis, 17 de maio de 2015 Projeto Diocesano da Pascom 1. Contextualização 2. Apresentação 3. Justificativa 4. Objetivos 4.1. Objetivos Gerais 4.2. Objetivos Específico

Leia mais

PARTE I AS CAMPANHAS REALIZADAS PELA IGREJA NO BRASIL 1. A CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2. CAMPANHA MISSIONÁRIA 3. CAMPANHA PARA A EVANGELIZAÇÃO

PARTE I AS CAMPANHAS REALIZADAS PELA IGREJA NO BRASIL 1. A CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2. CAMPANHA MISSIONÁRIA 3. CAMPANHA PARA A EVANGELIZAÇÃO PARTE I AS CAMPANHAS REALIZADAS PELA IGREJA NO BRASIL 1. A CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2. CAMPANHA MISSIONÁRIA 3. CAMPANHA PARA A EVANGELIZAÇÃO 1. Campanha da Fraternidade - Acontece desde 1964 - É uma campanha

Leia mais

TEXTO BASE PARA UM POLÍTICA NACIONAL NO ÂMBITO DA EDUCAÇÃO PATRIMONIAL

TEXTO BASE PARA UM POLÍTICA NACIONAL NO ÂMBITO DA EDUCAÇÃO PATRIMONIAL TEXTO BASE PARA UM POLÍTICA NACIONAL NO ÂMBITO DA EDUCAÇÃO PATRIMONIAL Eixos Temáticos, Diretrizes e Ações Documento final do II Encontro Nacional de Educação Patrimonial (Ouro Preto - MG, 17 a 21 de julho

Leia mais

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL Prefeitura Municipal de Cachoeiro de Itapemirim - ES PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL Introdução O Programa Municipal de Educação Ambiental estabelece diretrizes, objetivos, potenciais participantes, linhas

Leia mais

CATEQUESE COMO INICIAÇÃO À EUCARISTIA

CATEQUESE COMO INICIAÇÃO À EUCARISTIA CATEQUESE COMO INICIAÇÃO À EUCARISTIA PE. GREGÓRIO LUTZ Certamente o título deste artigo não causa estranheza à grande maioria dos leitores da Revista de Liturgia. Mas mesmo assim me parece conveniente

Leia mais

POR UMA POLÍTICA PÚBLICA NACIONAL DE FORMAÇÃO EM ECONOMIA SOLIDÁRIA PPNFES

POR UMA POLÍTICA PÚBLICA NACIONAL DE FORMAÇÃO EM ECONOMIA SOLIDÁRIA PPNFES SECRETARIA NACIONAL DE ECONOMIA SOLIDÁRIA MTE/SENAES FÓRUM BRASILEIRO DE ECONOMIA SOLIDÁRIA ENCONTRO NACIONAL DE FORMAÇÃO/EDUCAÇÃO EM ECONOMIA SOLIDÁRIA POR UMA POLÍTICA PÚBLICA NACIONAL DE FORMAÇÃO EM

Leia mais

Engajamento com Partes Interessadas

Engajamento com Partes Interessadas Instituto Votorantim Engajamento com Partes Interessadas Eixo temático Comunidade e Sociedade Principal objetivo da prática Apoiar o desenvolvimento de uma estratégia de relacionamento com as partes interessadas,

Leia mais

DISCÍPULOS E SERVIDORES DA PALAVRA DE DEUS NA MISSÃO DA IGREJA

DISCÍPULOS E SERVIDORES DA PALAVRA DE DEUS NA MISSÃO DA IGREJA DISCÍPULOS E SERVIDORES DA PALAVRA DE DEUS NA MISSÃO DA IGREJA DEUS SE REVELA Revelação é o diálogo entre Deus e seus filhos, cuja iniciativa vem de Deus (8). A Palavra de Deus não se revela somente para

Leia mais

BREVE HISTÓRICO DA PARÓQUIA SÃO JOÃO BATISTA - TAUAPE

BREVE HISTÓRICO DA PARÓQUIA SÃO JOÃO BATISTA - TAUAPE BREVE HISTÓRICO DA PARÓQUIA SÃO JOÃO BATISTA - TAUAPE A Paróquia de São João Batista do Tauape foi criada por sua Excia. Revma. Dom Antônio, de Almeida Lustosa, na época Arcebispo de Fortaleza, pelo decreto

Leia mais

ESCOPO GERAL. - Resultado da 52ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) -Aparecida/SP30deabrila9de maio de 2014.

ESCOPO GERAL. - Resultado da 52ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) -Aparecida/SP30deabrila9de maio de 2014. ESCOPO GERAL - Resultado da 52ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) -Aparecida/SP30deabrila9de maio de 2014. - Composição: 1) Apresentação de Dom Leonardo Steiner. 2) Introdução.

Leia mais

Igreja em estado permanente de missão

Igreja em estado permanente de missão Igreja em estado permanente de missão Igreja : lugar da animação bílblica da vida e da pastoral A conversão pastoral da paróquia Urgência da conversão Pastoral Toda conversão supõe um processo de transformação

Leia mais

Política Nacional de Participação Social

Política Nacional de Participação Social Política Nacional de Participação Social Apresentação Esta cartilha é uma iniciativa da Secretaria-Geral da Presidência da República para difundir os conceitos e diretrizes da participação social estabelecidos

Leia mais

Caderno de Estudo: Avaliação 2013) Equipe Dinamizadora do 7º PPO Arquidiocese de Campinas - SP

Caderno de Estudo: Avaliação 2013) Equipe Dinamizadora do 7º PPO Arquidiocese de Campinas - SP Caderno de Estudo: Avaliação 7º Plano de Pastoral Orgânica (20102010-2013) 2013) Equipe Dinamizadora do 7º PPO Arquidiocese de Campinas - SP A p r e s e n t a ç ã o Eu vim, ó Deus, para fazer a Vossa

Leia mais

1º Plano Bianual Diocesano de Pastoral 2011-2012

1º Plano Bianual Diocesano de Pastoral 2011-2012 - 1 - 1º Plano Bianual Diocesano de Pastoral 2011-2012 Diocese de Santos 21 de novembro de 2010 Festa de Cristo Rei - 2 - Cúria Diocesana de Santos Av. Rodrigues Alves, 254 - Macuco 11015-200 - Santos

Leia mais

CONGRESSO EUCARÍSTICO. 1º ponto: O padre e a Eucaristia 2º ponto: Congresso Eucarístico

CONGRESSO EUCARÍSTICO. 1º ponto: O padre e a Eucaristia 2º ponto: Congresso Eucarístico CONGRESSO EUCARÍSTICO 1º ponto: O padre e a Eucaristia 2º ponto: Congresso Eucarístico O PADRE E A EUCARISTIA Eucaristia e Missão Consequência significativa da tensão escatológica presente na Eucaristia

Leia mais

O que é o Plano de Mobilização Social Pela Educação (PMSE)

O que é o Plano de Mobilização Social Pela Educação (PMSE) O que é o Plano de Mobilização Social Pela Educação (PMSE) É o chamado do Ministério da Educação (MEC) à sociedade para o trabalho voluntário de mobilização das famílias e da comunidade pela melhoria da

Leia mais

CALENDÁRIO DE 2014 DAS ATIVIDADES PASTORAIS

CALENDÁRIO DE 2014 DAS ATIVIDADES PASTORAIS CALENDÁRIO DE 2014 DAS ATIVIDADES PASTORAIS Abreviações utilizadas: P Paróquia. RP Região Pastoral A Arquidiocese. N Nacional FEVEREIRO - 2014 01 Sb P Pastoral da Juventude Retiro Centro de Encontros Dom

Leia mais

1. O 11º PPC terá a validade de cinco anos, iniciando-se em 2012 e terminando em 2016.

1. O 11º PPC terá a validade de cinco anos, iniciando-se em 2012 e terminando em 2016. 11º PPC ASSEMBLEIA ARQUIDIOCESANA Estas são as questões que serão votadas na Assembléia Arquidiocesana, sem as emendas que poderão surgir durante a mesma. Cada uma das propostas poderá, deste modo, receber

Leia mais

O Projeto Casa Brasil de inclusão digital e social

O Projeto Casa Brasil de inclusão digital e social II Fórum de Informação em Saúde IV Encontro da Rede BiblioSUS O Projeto Casa Brasil de inclusão digital e social Maria de Fátima Ramos Brandão Outubro/2007 1 Apresentação O Projeto Casa Brasil Modelos

Leia mais

Quinta. Quarta. Terça. Quinta. Quarta. Terça EVENTO. Moção de apoio ao processo de Beatificação de Dra. Zilda

Quinta. Quarta. Terça. Quinta. Quarta. Terça EVENTO. Moção de apoio ao processo de Beatificação de Dra. Zilda Janeiro 0 a Festa do Bom Jesus dos Aflitos 0 a Moção de apoio ao processo de Beatificação de Dra. Zilda Curitiba PR a Festa de São Sebastião e Terra Nova Reunião com coordenadores paroquiais dos coroinhas

Leia mais

REUNIÃO DE LIDERANÇAS

REUNIÃO DE LIDERANÇAS REUNIÃO DE LIDERANÇAS 08/02/2015 PAUTA: 1) Oração Inicial 2) Abertura 3) Apresentação de 03 dimensões de Ação Pastoral para o ano de 2015 4) Plenária / Definições 5) Oração Final 6) Retirada de Materiais

Leia mais

PROJETO DIOCESANO DE RENOVAÇÃO PAROQUIAL

PROJETO DIOCESANO DE RENOVAÇÃO PAROQUIAL PROJETO DIOCESANO DE RENOVAÇÃO PAROQUIAL Texto aprovado na Reunião do Conselho de Presbíteros de 22/05/2014 e ratificado no Conselho Diocesano de Pastoral de 26/05/2014. APRESENTAÇÃO A Assembleia de Revisão

Leia mais

CONCURSO PARA LETRA DO HINO DA CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2012

CONCURSO PARA LETRA DO HINO DA CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2012 1 CONCURSO PARA LETRA DO HINO DA CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2012 Prezado(a) compositor(a) letrista, A paz de Cristo! Brasília-DF, 19 de novembro de 2010 ML 0952 Com alegria e expectativa, estamos lançando

Leia mais

SUGESTÃO PARA A REALIZAÇÃO DA ASSEMBLEIA PAROQUIAL ORAÇÃO INICIAL

SUGESTÃO PARA A REALIZAÇÃO DA ASSEMBLEIA PAROQUIAL ORAÇÃO INICIAL SUGESTÃO PARA A REALIZAÇÃO DA ASSEMBLEIA PAROQUIAL ORAÇÃO INICIAL 1 Ivocação ao Espirito Santo (oração ou canto) 2- Súplica inicial. (Em 2 coros: H- homens; M- mulheres) H - Procuramos para a Igreja/ cristãos

Leia mais

O curso do ICE era indicado para agentes de pastoral. Os candidatos eram recomendados pelo pároco e CPP da paróquia. O curso iniciou em março de 1975

O curso do ICE era indicado para agentes de pastoral. Os candidatos eram recomendados pelo pároco e CPP da paróquia. O curso iniciou em março de 1975 HISTÓRICO DO ICE Após a abertura ocasionada pelo Concílio Vaticano II, o Regional Sul II fundou o Instituto Superior de Pastoral Catequética (ISPAC). O instituto teve breve trajetória (1968-69). No ano

Leia mais

Apresentação. (Solicitação do saudoso Santo Padre o Beato João Paulo II)

Apresentação. (Solicitação do saudoso Santo Padre o Beato João Paulo II) Apresentação A Renovação Carismática Católica do Estado do Piauí, movimento eclesial da Igreja Católica, tem por objetivo proporcionar às pessoas uma experiência concreta com Jesus Cristo, através do Batismo

Leia mais

1 MINUTA DO PLANO DE COMUNICAÇÃO E PARTICIPAÇÃO SOCIAL

1 MINUTA DO PLANO DE COMUNICAÇÃO E PARTICIPAÇÃO SOCIAL 1 MINUTA DO PLANO DE COMUNICAÇÃO E PARTICIPAÇÃO SOCIAL 1.1 APRESENTAÇÃO O Plano de Comunicação e Participação Social subsidiará a elaboração do Plano Diretor de Mobilidade Urbana, criando as bases para

Leia mais

SETEMBRO Visita do governador do Estado - Ceará

SETEMBRO Visita do governador do Estado - Ceará SETEMBRO Visita do governador do Estado - Ceará No dia 04, ocorreu na Casa Cardeal Guarino, em Madalena um evento do governo do Estado do Ceará, o qual consistiu na entrega de uma cisterna de nº 500 mil,

Leia mais

UHE SANTO ANTÔNIO DE JARI

UHE SANTO ANTÔNIO DE JARI UHE SANTO ANTÔNIO DE JARI PLANO DE TRABALHO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL PCS Plano de Trabalho ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 1 2. OBJETIVO... 1 2.1. Objetivos Específicos... 1 3. PÚBLICO ALVO... 2 4. METAS... 2 5.

Leia mais

CADERNO DE ORIENTAÇÃO DIDÁTICA PARA INFORMÁTICA EDUCATIVA: PRODUÇÃO COLABORATIVA VIA INTERNET

CADERNO DE ORIENTAÇÃO DIDÁTICA PARA INFORMÁTICA EDUCATIVA: PRODUÇÃO COLABORATIVA VIA INTERNET 1 CADERNO DE ORIENTAÇÃO DIDÁTICA PARA INFORMÁTICA EDUCATIVA: PRODUÇÃO COLABORATIVA VIA INTERNET 04/2007 Mílada Tonarelli Gonçalves CENPEC - Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária

Leia mais

ANEXO IV PROPOSTAS APROVADAS NA CONFERÊNCIA ESTADUAL. Eixo MOBILIZAÇÃO IMPLEMENTAÇÃO MONITORAMENTO

ANEXO IV PROPOSTAS APROVADAS NA CONFERÊNCIA ESTADUAL. Eixo MOBILIZAÇÃO IMPLEMENTAÇÃO MONITORAMENTO PROPOSTAS APROVADAS NA CONFERÊNCIA ESTADUAL ANEXO IV Eixo MOBILIZAÇÃO IMPLEMENTAÇÃO MONITORAMENTO 1-Promoção dos Direitos de Crianças e Adolescentes Buscar apoio das esferas de governo (Federal e Estadual)

Leia mais

ESCOLA CATEQUÉTICA EIXOS TEMÁTICOS

ESCOLA CATEQUÉTICA EIXOS TEMÁTICOS ESCOLA CATEQUÉTICA EIXOS TEMÁTICOS Quando falamos de eixos temáticos temos que levar em consideração mais do que a divisão dos conteúdos teóricos a serem oferecidos aos catequistas, mas a vocação catequética

Leia mais

Sugestões Pastorais para a implementação da Iniciação à Vida Cristã

Sugestões Pastorais para a implementação da Iniciação à Vida Cristã Apresentação Ide, pois, fazer discípulos entre todas as nações, e batizai-os em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Ensinai-lhes a observar tudo o que vos tenho ordenado (Mt 28,19-20) Jesus enviou

Leia mais

Divulgação nos Boletins da Arquidiocese

Divulgação nos Boletins da Arquidiocese Divulgação nos Boletins da Arquidiocese Convidamos todas as paróquias, pastorais e lideranças a enviarem comunicados sobre festas, encontros, palestras e demais eventos, para divulgarmos em nosso Boletim

Leia mais

PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019

PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019 PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019 Candidato Gilmar Ribeiro de Mello SLOGAN: AÇÃO COLETIVA Página 1 INTRODUÇÃO Considerando as discussões realizadas com a comunidade interna

Leia mais

PARÓQUIA SÃO CRISTÓVÃO VALINHOS, SP 1966 2016 50 ANOS DE EVANGELIZAÇÃO Arquidiocese de Campinas

PARÓQUIA SÃO CRISTÓVÃO VALINHOS, SP 1966 2016 50 ANOS DE EVANGELIZAÇÃO Arquidiocese de Campinas PARÓQUIA SÃO CRISTÓVÃO VALINHOS, SP 1966 2016 50 ANOS DE EVANGELIZAÇÃO Arquidiocese de Campinas CONCURSO: LOGOMARCA COMEMORATIVO AOS 50 ANOS DE EVANGELIZAÇÃO DA PARÓQUIA SÃO CRISTÓVÃO VALINHOS, SP INTRODUÇÃO

Leia mais

A Igreja Cristocêntrica

A Igreja Cristocêntrica 9 A Igreja Cristocêntrica Palavra Episcopal Espaço de adoração e acolhimento Oficial Vaga para estágio Pela Seara Agentes do Reino Metodismo ribeirinho Atos de amor Crianças carentes, indisciplinadas e

Leia mais

Celebrar e viver o Concílio Vaticano II

Celebrar e viver o Concílio Vaticano II Celebrar e viver o Concílio Vaticano II Nota Pastoral da Conferência Episcopal Portuguesa Celebrar os 50 anos da abertura do Concílio no Ano da Fé 1. Na Carta apostólica A Porta da Fé, assim se exprime

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual Apresentação A Identidade Visual de uma organização é um de seus principais patrimônios. É por meio dela que uma instituição transmite visualmente seus valores e torna-se reconhecida

Leia mais

Misericordiosos como o Pai, e prontos para a Missão! Organização Diocesana da Pastoral. Secretariado Diocesano de Pastoral

Misericordiosos como o Pai, e prontos para a Missão! Organização Diocesana da Pastoral. Secretariado Diocesano de Pastoral 1. APRESENTAÇÃO DO BISPO 2. ORGANOGRAMA DA COORDENAÇÃO PASTORAL Misericordiosos como o Pai, e prontos para a Missão! É significativo que este 8º Plano de Ação Evangelizadora, da nossa querida diocese de

Leia mais

Projeto Universitários Lassalistas em Missão

Projeto Universitários Lassalistas em Missão Projeto Universitários Lassalistas em Missão Apresentação O projeto Universitários Lassalistas em Missão surge como proposta aos Centro Universitários e Faculdades Lassalistas para oferecer aos acadêmicos

Leia mais