TÉCNICAS PARA FISCALIZAÇÃO DO USO DE ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS - TFD. Hellison

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TÉCNICAS PARA FISCALIZAÇÃO DO USO DE ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS - TFD. Hellison"

Transcrição

1 TÉCNICAS PARA FISCALIZAÇÃO DO USO DE ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS - TFD Hellison

2 ETILÔMETRO

3 OBJETIVOS Compreender a necessidade de intensificar a fiscalizaç com o uso do etilômetro Aprimorar o conhecimento sobre o etilômetro e su funções Executar com segurança os procedimentos de fiscalizaç do consumo de bebida alcoólica

4 A PRF E A FISCALIZAÇÃO COM ETILÔMETRO A importância da fiscalização para a sociedade Década de Ação pelo Trânsito Seguro gestão da segurança do trânsito, infraestrutura mais segura e mobilidade, veículos mais seguros, usuários mais seguros e atendimento às vítimas A humanização da abordagem

5 HISTÓRICO DOS ESTUDOS DE IDENTIFICAÇÃO DA PRESENÇA DE ÁLCOOL NO AR EXPIRADO Os primeiros registros de pesquisas com o objetivo de identificar a presenca do álcool em fluidos e secrecoes corporais Professor Rolla N. Harger realizou testes químicos Drunkometer Professor Robert F. Borkenstein patenteou o Breathalyzer, chamado inicialmente de bafômetro

6 BAFÔMETRO OU ETILÔMETRO Bafômetro foi o primeiro nome dado ao aparelho que detectava a presença de álcool no ar pulmonar expelido. Tratava-se de uma denominação comercial que passou a nominar todos os aparelhos que apresentavam essa função. Como se observou que o álcool identificado era o etanol (álcool etílico), o aparelho passou a ser chamado de Etilômetro, referindo ao álcool analisado no teste.

7 VELHA POLÊMICA Direito Constitucional de não produzir prova contra si PACTO DE SÃO JOSÉ DA COSTA RICA Art. 8, Item 2, letra g Durante o processo, toda pessoa tem direito de não ser obrigado a depor contra si mesma, nem a declarar-se culpada. Art. 32. (Deveres das pessoas) Os direitos de cada pessoa são limitados pelos direitos dos demais, pela segurança de todos e pelas justas exigências do bem comum; numa sociedade democrática.

8 Art. 5º, II, CRFB/88 Ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma coisa senão em virtude de lei. Art. 277, CTB - O condutor de veículo automotor envolvido em acidente de trânsito ou que for alvo de fiscalização de trânsito poderá ser submetido a teste... (não se exige a suspeita) Art. 277, 3º, CTB Serão aplicadas as penalidades e medidas administrativas estabelecidas no art. 165 deste Código ao condutor que se recusar a se submeter a qualquer dos procedimentos previstos no caput deste artigo.

9 A Corte Européia de Direitos Humanos (CEDH) decidiu que a garantia contra a autoincriminação liga-se primordialmente ao direito de permanecer em silêncio, mas não impede o uso em ações penais de elementos materiais obtidos compulsoriamente do acusado e que existam independentemente de sua vontade, como amostras de ar alveolar, sangue ou urina.

10 REQUISITOS DO ETILÔMETRO Resolução 432/2013 art. 4º Ter seu modelo aprovado pelo INMETRO; Homologado pelo Denatran; Ser aprovado na verificação metrológica inicial, eventual, em serviço e anual pelo INMETRO ou Rede Brasileira de Metrologia Legal e Qualidade RBMLQ.

11 UTILIZAÇÃO DO ETILÔMETRO Conferência do material ao assumir o serviço; Aferição, bateria, bocal, impressora, cabo, papel; Colocação do bocal; Volume de sopro x teste manual; ( + e ++ ) Impressão; Tecla armar ; Ejetar bocal; Descarte adequado do bocal;

12 COMO FUNCIONA O ETILÔMETRO?

13 IMPORTÂNCIA DA TECLA ARMAR

14 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS DO APARELHO Medida padrão (Brasil): mg/l Velocidade do fluxo de ar: 0,1 L/s 0,17 L/s Volume mínimo ideal para leitura: 1,5 L (5 segundos de sopro) Erro admissível do aparelho: 0,020 0,032 mg/l (valores < 0,40 mg/l)

15 CARACTERÍSTICAS DO APARELHO Avaliação do ar pulmonar profundo alvéolos pulmonares Não invasivo Reflete indiretamente a Alcoolemia

16 FATORES EXTERNOS QUE PODEM INFLUENCIAR NO FUNCIONAMENTO DO ETILÔMETRO Carga e tensão da fonte de energia Pressão Atmosférica Umidade Relativa (30% - 90%) o 40oC) Temperatura (0

17 SUBSTÂNCIAS QUE INTERFEREM NO MECANISMO DE LEITURA DO ETILÔMETRO Monóxido de carbono Acetona Acetaldeído Metanol Isopropanol Tolueno Acetato de etila

18 ATENÇÃO A HIGIENE E BIOSSEGURANÇA Condições de higiene e armazenamento do aparelho e bocal Bocal: embalado, asséptico, não sucção, não gotículas, descartável Descarte e o meio ambiente

19 FATOS E MITOS Influência de outras substâncias já que não identifica a ori do álcool; Medicamentos, alimentos, cosméticos; Resíduo de álcool na cavidade bucal; Doenças, jejum e ressaca (veisalgia) Remédio, chicletes, bala, azeite, gelo, etc.

20 POSSIBILIDADES DE IMPRESSÃO 1. Último teste 2. Testes anteriores 3. Recusa

21 IMPRESSÃO DO ÚLTIMO TESTE Antes de desligar o aparelho, apertando o botão vermelho, pressione o botão BUSCAR por dois ou três segundos. O resultado aparecerá no visor. Pressionando novamente o botão BUSCAR, o resultado será enviado para a impressora

22 IMPRESSÃO DOS TESTES ANTERIORES Ligue o aparelho pressionando o botão ARMAR ; Aparecerá no visor IMPR ANT? ; Aperte MANUAL para confirmar; Pressione o botão BUSCAR até encontrar o teste desejado; Pressione o botão MANUAL para imprimir

23 IMPRIMIR RECUSA AO TESTE Após adotar os procedimentos normais, com a palavra TEST aparecendo no visor, pressione o BUSCAR ; Aparecerá as letras CHE ; Pressione novamente o botão BUSCAR. Aparecerá REC ; Pressione o botão MANUAL para imprimir

24 MENSAGENS DE ERRO BAT - Bateria fraca. ARM - Não apertado no momento da tomada da amostra. TMP> - Temperatura acima do padrão estipulado para teste. TMP< - Temperatura abaixo do padrão estipulado para teste. ESPE Aguardar para preparar novo teste. MEM Memória cheia. CANC Teste cancelado ou teste recusado impresso. NAO Teste não realizado. REC Teste recusado. N/A - (não aplicável).

25 ETILÔMETRO BAF Último teste 2. Testes anteriores 3. Recusa

26 Mensagens de Alerta ALIMENT. BAIXA - Bateria fraca. SENSOR PRESSÃO Presença de fluxo de ar. SENSOR CONTAMIN. Presença de contaminação, como álcool. SEM IMPRESSORA Caso não ocorra a conexão com a impressora. AUTOZERAM. Pronto para uso, sem erros.

27 OBJETIVOS Compreender a necessidade de intensificar a fiscalizaç com o uso do etilômetro Aprimorar o conhecimento sobre o etilômetro e su funções Executar com segurança os procedimentos de fiscalizaç do consumo de bebida alcoólica

28

Marcelo Dullius Saturnino www.bizuario.com 13ª edição 2 0 1 5 239

Marcelo Dullius Saturnino www.bizuario.com 13ª edição 2 0 1 5 239 3.4 - Gravar imagens ou áudio a) Conforme o 2º do art. 277 do CTB, a infração prevista no art. 165 também poderá ser caracterizada mediante imagem, vídeo, constatação de sinais que indiquem, na forma disciplinada

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL- INMETRO Portaria INMETRO/DIMEL/Nº 189, de 31 de outubro de 2003.

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 432, DE 23 DE JANEIRO DE 2013.

RESOLUÇÃO Nº 432, DE 23 DE JANEIRO DE 2013. RESOLUÇÃO Nº 432, DE 23 DE JANEIRO DE 2013. Dispõe sobre os procedimentos a serem adotados pelas autoridades de trânsito e seus agentes na fiscalização do consumo de álcool ou de outra substância psicoativa

Leia mais

Processo nº: 148367609 Nome : Batalhão da Polícia Militar de Trânsito - BPMTRAN Assunto : Consulta PARECER Nº 12/09

Processo nº: 148367609 Nome : Batalhão da Polícia Militar de Trânsito - BPMTRAN Assunto : Consulta PARECER Nº 12/09 1 Processo nº: 148367609 Nome : Batalhão da Polícia Militar de Trânsito - BPMTRAN Assunto : Consulta PARECER Nº 12/09 Relatório O Comandante do BPMTRAN, Tenente Coronel Lucimar de Oliveira Mesquita, protocolou

Leia mais

LEI SECA. Por Sérgio Sodré 1. 1 Advogado há 17 anos; especializado em Direito do Seguro e pós-graduado em Gestão de Seguros.

LEI SECA. Por Sérgio Sodré 1. 1 Advogado há 17 anos; especializado em Direito do Seguro e pós-graduado em Gestão de Seguros. 1 LEI SECA Por Sérgio Sodré 1 O Código de Trânsito Brasileiro (Lei nº 9.503, de 23.09.1997) teve como fundamento principal a direção defensiva e, para tanto, não deixou de abordar a questão da condução

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 5512, DE 2013

PROJETO DE LEI Nº 5512, DE 2013 PROJETO DE LEI Nº 5512, DE 2013 (Da Deputada Gorete Pereira) Altera dispositivo da Lei nº 9.503, de 23 de setembro de 1997, que institui o Código de Trânsito Brasileiro, para dispor sobre o índice tolerável

Leia mais

MINISTÉRIO DAS CIDADES CONSELHO NACIONAL DE TRÂNSITO RESOLUÇÃO Nº 206 DE 20 DE OUTUBRO DE 2006

MINISTÉRIO DAS CIDADES CONSELHO NACIONAL DE TRÂNSITO RESOLUÇÃO Nº 206 DE 20 DE OUTUBRO DE 2006 MINISTÉRIO DAS CIDADES CONSELHO NACIONAL DE TRÂNSITO RESOLUÇÃO Nº 206 DE 20 DE OUTUBRO DE 2006 Dispõe sobre os requisitos necessários para constatar o consumo de álcool, substância entorpecente, tóxica

Leia mais

INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL - INMETRO

INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL - INMETRO MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL - INMETRO Portaria INMETRO/DIMEL/Nº 027, de 29 de fevereiro de

Leia mais

MULTA VALOR EM UFIR MULTA

MULTA VALOR EM UFIR MULTA MULTA -Imposta e arrecadada pelo órgão com circunscrição sobre a via onde haja ocorrido a infração. -O valor decorre da natureza da infração, assim como a respectiva pontuação. NATUREZA DA INFRAÇÃO MULTA

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL - INMETRO Portaria INMETRO/DIMEL n.º 167, de 05 de dezembro de 2000. O

Leia mais

OS ABSTÊMIOS E O BAFÔMETRO

OS ABSTÊMIOS E O BAFÔMETRO OS ABSTÊMIOS E O BAFÔMETRO Aldemario Araujo Castro Abstêmio Mestre em Direito Procurador da Fazenda Nacional Corregedor-Geral da Advocacia da União Professor da Universidade Católica de Brasília Brasília,

Leia mais

MULTA MULTA VALOR EM R$

MULTA MULTA VALOR EM R$ - Aplicadas pela autoridade de trânsito (posteriormente): I - advertência por escrito; II - multa; III - suspensão do direito de dirigir; IV - apreensão do veículo; V - cassação da Carteira Nacional de

Leia mais

PORTARIA N 1279, DE 23 DE DEZEMBRO DE 2010

PORTARIA N 1279, DE 23 DE DEZEMBRO DE 2010 PORTARIA N 1279, DE 23 DE DEZEMBRO DE 2010 O DIRETOR DO DEPARTAMENTO NACIONAL DE TRÂNSITO - DENATRAN, no uso da atribuição que lhe confere o artigo 19 da Lei nº. 9.503, de 23 de setembro de 1997, que instituiu

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DA ADMINISTRAÇÃO E DOS RECURSOS HUMANOS CONSELHO ESTADUAL DE TRÂNSITO CETRAN RS

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DA ADMINISTRAÇÃO E DOS RECURSOS HUMANOS CONSELHO ESTADUAL DE TRÂNSITO CETRAN RS UNIFORMIZAÇÃO DE JURISPRUDÊNCIA ADMINISTRATIVA DE TRÂNSITO. DIVERGÊNCIA QUANTO AO ARTIGO 165 DO CÓDIGO DE TRÂNSITO BRASILEIRO. QUANTIDADE DE ÁLCOOL CAPAZ DE INFLUENCIAR A CONDUÇÃO DE VEÍCULO AUTOMOTOR.

Leia mais

Etilômetro/Bafômetro Digital Portátil ITBA-6000

Etilômetro/Bafômetro Digital Portátil ITBA-6000 Etilômetro/Bafômetro Digital Portátil ITBA-6000 Introdução Antes de Usar Este aparelho é utilizado somente para fornecer uma indicação de possível presença de álcool na corrente sanguínea/respiração. Não

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça HABEAS CORPUS Nº 166.377 - SP (2010/0050942-8) RELATÓRIO O SR. MINISTRO OG FERNANDES: Cuida-se de habeas corpus substitutivo de recurso ordinário impetrado em favor de DOGIVAL NASCIMENTO DA SILVA contra

Leia mais

FingerTech Importação e Comércio de produtos tecnológicos LTDA

FingerTech Importação e Comércio de produtos tecnológicos LTDA FingerTech Importação e Comércio de produtos tecnológicos LTDA Avenida Tiradentes, 501 - Torre 2 5 Andar - Sala 502 Jardim Shangrilá A - 86070-565 Londrina - PR Sumário 1. Introdução...4 1.1 Características...4

Leia mais

II Torneio de Programação em LabVIEW

II Torneio de Programação em LabVIEW Desenvolvimento da Aplicação II Torneio de Programação em LabVIEW Seção I: Requisitos Gerais A aplicação submetida deverá atender, pelo menos, às exigências de funcionamento descritas na Seção II deste

Leia mais

Drogas Lícitas e Ilícitas

Drogas Lícitas e Ilícitas Drogas Lícitas e Ilícitas que interferem no ato de dirigir Associação Brasileira de Medicina de Tráfego Conceituação de drogas psicoativas Tenha efeito direto no sistema nervoso central e/ou periférico

Leia mais

A NOVA DECISÃO DO STJ COM RELAÇÃO AO CRIME DE EMBRIAGUEZ AO VOLANTE

A NOVA DECISÃO DO STJ COM RELAÇÃO AO CRIME DE EMBRIAGUEZ AO VOLANTE A NOVA DECISÃO DO STJ COM RELAÇÃO AO CRIME DE EMBRIAGUEZ AO VOLANTE Rogério Cardoso Ferreira 1 Jaqueline Camargo Machado de Queiroz 2 Resumo: O tema embriaguez ao volante tem sido objeto de diversas discussões

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO TERMO-HIGRÔMETRO COM DATA LOGGER MODELO HT-4000

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO TERMO-HIGRÔMETRO COM DATA LOGGER MODELO HT-4000 MANUAL DE INSTRUÇÕES DO TERMO-HIGRÔMETRO COM DATA LOGGER MODELO HT-4000 rev julho 2008 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do instrumento ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO...1

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE SUPERINTENDÊNCIA DE ASSISTÊNCIA FARMACÊUTICA DIRETORIA DE MEDICAMENTOS ESTRATÉGICOS

GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE SUPERINTENDÊNCIA DE ASSISTÊNCIA FARMACÊUTICA DIRETORIA DE MEDICAMENTOS ESTRATÉGICOS INFORME ESTENDIDO GLICOSÍMETROS Senhor Farmacêutico Municipal, Considerando a distribuição dos novos glicosímetros da marca CEPA GC modelo TD 4230, bem como a necessidade da correta instrução aos pacientes/responsáveis

Leia mais

GUIA RÁPIDO D-TEF (Uso Interno CAC) CONEXÃO DO EQUIPAMENTO PINPAD

GUIA RÁPIDO D-TEF (Uso Interno CAC) CONEXÃO DO EQUIPAMENTO PINPAD (Uso Interno CAC) CONEXÃO DO EQUIPAMENTO PINPAD Índice 1. EQUIPAMENTOS 3 2. INTRODUÇÃO AO SISTEMA TEF DEDICADO DIREÇÃO 5 3. REALIZANDO VENDAS 7 4. REALIZANDO VENDA COM REDES 5 9 5. VISUALIZAÇÃO DE RELATÓRIOS

Leia mais

Programa de Instalação do Lince GPS

Programa de Instalação do Lince GPS Esse programa instala o software Lince GSP em aparelhos portáteis que tenham GPS, como navegadores e celulares. O software Lince GPS é um programa destinado a alertar sobre a aproximação a pontos previamente

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO TERMO-HIGRÔMETRO COM DATA LOGGER MODELO HT-4000

MANUAL DE INSTRUÇÕES DO TERMO-HIGRÔMETRO COM DATA LOGGER MODELO HT-4000 MANUAL DE INSTRUÇÕES DO TERMO-HIGRÔMETRO COM DATA LOGGER MODELO HT-4000 Leia atentamente as instruções contidas neste manual antes de iniciar o uso do instrumento ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 1 2. REGRAS DE

Leia mais

Metrologia Legal Aplicada ao Setor Automotivo

Metrologia Legal Aplicada ao Setor Automotivo Metrologia Legal Aplicada ao Setor Automotivo Luiz Carlos Gomes dos Santos Diretor de Metrologia Legal do Inmetro São Paulo, 27 de agosto de 2013 Fábio de Souza Lopes Eduardo Ribeiro de Oliveira Índice:

Leia mais

Surg Light. Manual do Usuário

Surg Light. Manual do Usuário Surg Light Manual do Usuário FINALIDADE O Surg Light é um equipamento utilizado como fonte de luz, nas especialidades médicas (otorrinolaringologia, dermatologia), odontológicas (cirurgias bucomaxilo facial,

Leia mais

MANUAL DO UTILIZADOR

MANUAL DO UTILIZADOR POR KF 14925 MANUAL DO UTILIZADOR Conteúdo Introdução... 2 Características... 2 Lista de Acessórios... 2 Ilustração... 3 Preparando a máquina para Detectar... 3 Operação... 4 Relatório de Detecção... 4

Leia mais

Hera Indústria de Equipamentos Eletrônicos LTDA. Manual de Instalação e Operação. Central de alarme HR 4020 2 setores HERA.

Hera Indústria de Equipamentos Eletrônicos LTDA. Manual de Instalação e Operação. Central de alarme HR 4020 2 setores HERA. Central de alarme HR 4020 2 setores HERA Manual do Usuário 1 Índice: 1 Aplicação... 3 2 Características... 3 3 - Apresentação da Central... 3 3.1 - Parte externa... 3 3.2 - Parte interna... 4 4 - Diagramas

Leia mais

Global Security Network GSN Brasil. 1

Global Security Network GSN Brasil. 1 Global Security Network GSN Brasil. 1 Operação Básica O teclado Spectra 1689 e o Teclado 1641 (cristal liquido) funcionam da mesma maneira, Mas não oferecem a mesma visualização. Nesta seção veremos suas

Leia mais

RESOLUÇÃO N.º 131, DE 02 DE ABRIL DE 2002

RESOLUÇÃO N.º 131, DE 02 DE ABRIL DE 2002 RESOLUÇÃO N.º 131, DE 02 DE ABRIL DE 2002 Dispõe sobre requisitos técnicos mínimos para fiscalização da velocidade de veículos automotores, elétricos, reboques e semi-reboques, conforme o Código de Trânsito

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº / 2012 (Do Senhor Deputado Hugo Leal)

PROJETO DE LEI Nº / 2012 (Do Senhor Deputado Hugo Leal) PROJETO DE LEI Nº / 2012 (Do Senhor Deputado Hugo Leal) Altera os arts. 165, 276, 277, 306 e o Anexo I da Lei nº 9.503, de 23 de setembro de 1997, que institui o Código de Trânsito Brasileiro, para inibir

Leia mais

1 - O QUE DIZ A LEI SECA

1 - O QUE DIZ A LEI SECA INFORMATIVO - N - O QUE DIZ A ANO LEI FEDERAL Nº.7/8. - Fixou tolerância zero à combinação álcool e volante. O motorista flagrado com qualquer quantidade de álcool no organismo é punido. - A lei tornou

Leia mais

Bebida e direção. O Código de Transito Brasileiro (CTB), em seu capítulo XV, artigo 165, afirma que dirigir

Bebida e direção. O Código de Transito Brasileiro (CTB), em seu capítulo XV, artigo 165, afirma que dirigir Bebida e direção O Código de Transito Brasileiro (CTB), em seu capítulo XV, artigo 165, afirma que dirigir sob a influência de álcool, em nível superior a seis decigramas (0,6 gramas) por litro de sangue,

Leia mais

Conhecendo a Lei seca

Conhecendo a Lei seca Conhecendo a Lei seca 1. Qual o conteúdo da "Lei Seca ao volante"? O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) sofreu algumas alterações no final de 2012 com o objetivo de tornar mais rígidas as punições para

Leia mais

Como Iniciar. Nokia N76

Como Iniciar. Nokia N76 Como Iniciar Nokia N76 Nokia N76 Introdução Teclas e componentes (frente e parte interna) Neste manual denominado Nokia N76. 1 Tecla externa direita 2 Tecla central 3 Tecla externa esquerda 4 Câmera secundária

Leia mais

Características Técnicas

Características Técnicas Características Técnicas Equipamento homologado de acordo com o Portaria 1510/09 do MTE, com as seguintes características: Possui 2 processadores de 32 Bits, onde um é dedicado para marcações de ponto

Leia mais

ÍNDICE CAPÍTULO 1. INTRODUÇÃO...3 CAPÍTULO 2. ACESSO AO LEILÃO...3. 2. 1. Identificação do Usuário... 3. 2. 2. Primeiro acesso...

ÍNDICE CAPÍTULO 1. INTRODUÇÃO...3 CAPÍTULO 2. ACESSO AO LEILÃO...3. 2. 1. Identificação do Usuário... 3. 2. 2. Primeiro acesso... ÍNDICE CAPÍTULO 1. INTRODUÇÃO...3 CAPÍTULO 2. ACESSO AO LEILÃO...3 2. 1. Identificação do Usuário... 3 2. 2. Primeiro acesso... 3 2. 3. Servidor Iniciado... 3 2. 4. LEILÃO Agendado... 3 2. 5. LEILÃO Suspenso...

Leia mais

05 DE JUNHO DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE

05 DE JUNHO DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE D I R E T O R I A D E S A Ú D E 05 DE JUNHO DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE Em 05 de Junho, é comemorado o Dia Mundial do Meio Ambiente e nesse ano o foco está voltado para as Mudanças Climáticas com o tema

Leia mais

Capacidade de gerenciamento de até 15.000 colaboradores na Memória de Trabalho (MT);

Capacidade de gerenciamento de até 15.000 colaboradores na Memória de Trabalho (MT); Características Registrador eletrônico de ponto que atende a Portaria 1.510/09 do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), e os requisitos da Portaria 595/13 do Inmetro, que determina novos padrões de segurança

Leia mais

Portaria Inmetro/Dimel n.º 0218, de 21 de novembro de 2014. Considerando o constante do processo Inmetro nº 52600.018970/2014, resolve:

Portaria Inmetro/Dimel n.º 0218, de 21 de novembro de 2014. Considerando o constante do processo Inmetro nº 52600.018970/2014, resolve: Serviço Público Federal MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, QUALIDADE E TECNOLOGIA INMETRO Portaria Inmetro/Dimel n.º 0218, de 21 de novembro

Leia mais

Madis Rodbel Lança equipamento de ponto que atende a portaria 1510 do MTE

Madis Rodbel Lança equipamento de ponto que atende a portaria 1510 do MTE No dia 21 de agosto de 2009, o Ministério do Trabalho e Emprego assinou a Portaria 1510, que regulamenta o Registro Eletrônico de Ponto - REP e a utilização do Sistema de Registro Eletrônico de Ponto -

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL - INMETRO Portaria INMETRO/DIMEL/Nº 051, de 13 de abril de 2005.

Leia mais

Regulamento do uso do Laboratório de Informática da Faculdade de Amambai-MS para o Curso de Ciências Contábeis

Regulamento do uso do Laboratório de Informática da Faculdade de Amambai-MS para o Curso de Ciências Contábeis Regulamento do uso do Laboratório de Informática da Faculdade de Amambai-MS para o Curso de Ciências Contábeis Amambai-MS 2010 Regulamento do uso do laboratório de informática da Faculdade de Amambai para

Leia mais

Ricoh MP 2550. Guia do usuário. Fax

Ricoh MP 2550. Guia do usuário. Fax Ricoh MP 2550 Guia do usuário Fax Índice Mapa da impressora...3 Mapa do painel...5 Funções Envio de fax automático...9 Envio de fax manual...10 Outros métodos de fax...11 Múltiplos envios de fax...12 Recebimento

Leia mais

ÍNDICE. Operações com o Cartão Ticket Car...

ÍNDICE. Operações com o Cartão Ticket Car... ÍNDICE Operações com o Cartão Ticket Car... POS Ticket Car :... Funções... Mensagens... Terminal TEF: Ticket Car Novo... Funções... Mensagens... Transação de Venda Manual... Procedimento... Obter boleto...

Leia mais

Relógio de Ponto Hexa - HENRY

Relógio de Ponto Hexa - HENRY Relógio de Ponto Hexa - HENRY Visão Geral Equipamento Homologado pelo Ministério do Trabalho e Certificado pelo Inmetro. Trabalha com vários tipos de comunicação, tornando-se um equipamento moldável e

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO CENTRAL MC 4D

MANUAL DO USUÁRIO CENTRAL MC 4D 12 Manual do Usuário Intrusos podem entrar em zonas sem proteção, ou ter sofisticação para isolar um sensor ou desconectar dispositivos de aviso de alarme; Central, detectores, sensores só funcionam quando

Leia mais

A recusa ao bafômetro e a Portaria 217 do DENATRAN. O fim do problema?

A recusa ao bafômetro e a Portaria 217 do DENATRAN. O fim do problema? A recusa ao bafômetro e a Portaria 217 do DENATRAN. O fim do problema? Por muito tempo se tem discutido acerca da legalidade de se aplicar as medidas administrativas e as penalidades previstas no art.

Leia mais

Medidor Multi 340i (WTW)

Medidor Multi 340i (WTW) Medidor Multi 340i (WTW) 1 - Características do Medidor O medidor possui duas entradas para sensores, uma para ph ou ORP e outra para OD ou Cond (Condutividade). 1 Eletrodo de OD ou de condutividade 2

Leia mais

INFORMATIVO DE PRODUTO

INFORMATIVO DE PRODUTO Temporizador Automático / Relógio Programador de Horário Para Acionamento Automático de Sirenes e Outros Equipamentos Código: AFKITPROG 2 O REGISTRADOR ELETRÔNICO DE PONTO REP O Relógio Acionador Automático

Leia mais

Tropa de Elite Polícia Civil Legislação Penal Especial CBT - Parte Especial Liana Ximenes

Tropa de Elite Polícia Civil Legislação Penal Especial CBT - Parte Especial Liana Ximenes Tropa de Elite Polícia Civil Legislação Penal Especial CBT - Parte Especial Liana Ximenes 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. CTB- Parte Especial Art. 302. Praticar

Leia mais

Relógio ENERGY Relógio UP. Manual do usuário

Relógio ENERGY Relógio UP. Manual do usuário Relógio ENERGY Relógio UP Manual do usuário ÍNDICE Teclas e características 4 Funcionamento do relógio 5 Modo cronômetro 6 Modo contagem regressiva 7 Modo alarme 8 Substituição da bateria 9 Cuidados e

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL - INMETRO Portaria INMETRO/DIMEL/Nº 049, de 06 de abril de 2004.

Leia mais

RUGOSÍMETRO DE SUPERFÍCIE ITRPSD-100

RUGOSÍMETRO DE SUPERFÍCIE ITRPSD-100 RUGOSÍMETRO DE SUPERFÍCIE ITRPSD-100 1. Introdução Geral O rugosímetro de superfície TIME TR100/TR101 é uma nova geração de produto desenvolvido por TIME Group Inc. Tem como características uma maior

Leia mais

Entendendo as mensagens da impressora

Entendendo as mensagens da impressora O painel do operador da impressora exibe mensagens descrevendo o estado atual da impressora e indica possíveis da impressora que devem ser resolvidos. Este tópico fornece uma lista de todas as mensagens

Leia mais

DELIBERAÇÃO Nº 38, DE 11 DE JULHO DE 2003

DELIBERAÇÃO Nº 38, DE 11 DE JULHO DE 2003 DELIBERAÇÃO Nº 38, DE 11 DE JULHO DE 2003 Dispõe sobre requisitos técnicos mínimos para a fiscalização da velocidade, de avanço de sinal vermelho e da parada sobre a faixa de pedestres de veículos automotores,

Leia mais

YEALINK SIP-T22P. Função de Teclas SÍNTESE DE FUNCIONALIDADES VOIP. Permitir aos usuários o acesso ao Voice Mail;

YEALINK SIP-T22P. Função de Teclas SÍNTESE DE FUNCIONALIDADES VOIP. Permitir aos usuários o acesso ao Voice Mail; YEALINK SIP-T22P SÍNTESE DE FUNCIONALIDADES VOIP Função de Teclas Permitir aos usuários o acesso ao Voice Mail; Redirecionar ligações ao se ausentar; CUIDADO; (ativa o último nº registrado na memória)

Leia mais

Manual. do POS. O novo POS é de fácil uso e aplicação. Conheça suas funções e características

Manual. do POS. O novo POS é de fácil uso e aplicação. Conheça suas funções e características Manual do POS O novo POS é de fácil uso e aplicação. Conheça suas funções e características Sumário 4 5 6 7 funções básicas funções operacionais c o n s u l t a m é d i c a execução sp/sadt 9 10 c a n

Leia mais

OFICINAS JURÍDICAS - FADIPA PALESTRA LEI 11.705 DE 19 DE JUNHO DE 2008 LEI SECA

OFICINAS JURÍDICAS - FADIPA PALESTRA LEI 11.705 DE 19 DE JUNHO DE 2008 LEI SECA OFICINAS JURÍDICAS - FADIPA PALESTRA Professor: Flávio Roberto dos Santos LEI 11.705 DE 19 DE JUNHO DE 2008 LEI SECA 1. A lei 11.705 de 19 de junho de 2008, conhecida com lei seca, foi editada com a finalidade

Leia mais

GUIA RÁPIDO Monitor Cardíaco NEXCOR Modelo NX3L

GUIA RÁPIDO Monitor Cardíaco NEXCOR Modelo NX3L GUIA RÁPIDO Monitor Cardíaco NEXCOR Modelo NX3L Lista de símbolos... 02 Precauções... 03 Restrições... 04 Possíveis problemas de funcionamento e soluções... 06 Bateria... 07 Indicação de carga de bateria...

Leia mais

Cappta Cartões Guia de Utilização

Cappta Cartões Guia de Utilização Cappta Cartões Guia de Utilização Bem-vindo! Obrigado por utilizar a solução Cappta Cartões, a maneira mais simples e rápida de aceitar todos os tipos de cartão no varejo. Este manual detalha as principais

Leia mais

AS POLÍCIAS MILITARES E A REALIZAÇÃO DE TESTES DE ALCOOLEMIA DA CONSTITUCIONALIDADE DAS ALTERAÇÕES INTRODUZIDAS PELA LEI Nº 11.

AS POLÍCIAS MILITARES E A REALIZAÇÃO DE TESTES DE ALCOOLEMIA DA CONSTITUCIONALIDADE DAS ALTERAÇÕES INTRODUZIDAS PELA LEI Nº 11. AS POLÍCIAS MILITARES E A REALIZAÇÃO DE TESTES DE ALCOOLEMIA DA CONSTITUCIONALIDADE DAS ALTERAÇÕES INTRODUZIDAS PELA LEI Nº 11.705/08 (LEI SECA) I - INTRODUÇÃO ABELARDO JULIO DA ROCHA, Capitão PMESP, Chefe

Leia mais

Manual do Usuário - Telefone e Facilidades. www.integrati.com.br

Manual do Usuário - Telefone e Facilidades. www.integrati.com.br Manual do Usuário - Telefone e Facilidades www.integrati.com.br Introdução Esta apresentação foi elaborada para auxiliá-lo na utilização do novo sistema de telefonia Alcatel-Lucent. A seguir apresentaremos

Leia mais

1. Apresentação. Fig. 1 - Rastreador Portátil OnixMiniSpy. Led indicativo de Sinal GSM/GPRS e GPS. LED indicativo de recarga de bateria

1. Apresentação. Fig. 1 - Rastreador Portátil OnixMiniSpy. Led indicativo de Sinal GSM/GPRS e GPS. LED indicativo de recarga de bateria 1. Apresentação O OnixMiniSpy é um rastreador portátil que utiliza a tecnologia de comunicação de dados GPRS (mesma tecnologia de telefone celular) para conectar-se com a central de rastreamento e efetuar

Leia mais

------------------------------------------------------------------------- *** Recuperação de senha através do link:

------------------------------------------------------------------------- *** Recuperação de senha através do link: YEALINK SIP-T22P SÍNTESE DE FUNCIONALIDADES VOIP Função de Teclas Permitir aos usuários o acesso ao Voice Mail; Redirecionar ligações ao se ausentar; CUIDADO; (ativa o último nº registrado na memória)

Leia mais

MEGASALE PAF-ECF AOB SOFTWARE INFORMATICA LTDA

MEGASALE PAF-ECF AOB SOFTWARE INFORMATICA LTDA MEGASALE PAF-ECF 2 MEGASALE PAF-ECF Tabela de Conteúdo Introdução 4 Login Megasale PAF-ECF 5 Frente de Loja (E.C.F) 5 1 Buscando... uma Pré-Venda 9 2 Buscando... um DAV 12 Incluindo Pré-Venda 14 Incluindo

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL - INMETRO Portaria INMETRO/DIMEL/Nº 135, de 18 de agosto de 2005.

Leia mais

cuja perícia determinar que o veículo envolvido estivesse transitando em /IM (

cuja perícia determinar que o veículo envolvido estivesse transitando em /IM ( NOTA TÉCNICA PRESI/ ANPR/ ACA Nº 002/2014 Proposição: PLS 365/2011 Ementa: Altera a Lei nº 9.503, de 23 de setembro de 1997, que institui o Código de Trânsito Brasileiro, para determinar a suspensão do

Leia mais

Solucionar problemas de fax. Perguntas comuns sobre fax... 2. Resolver problemas ao enviar faxes... 3. Resolver problemas ao receber faxes...

Solucionar problemas de fax. Perguntas comuns sobre fax... 2. Resolver problemas ao enviar faxes... 3. Resolver problemas ao receber faxes... 1 fax de Perguntas comuns sobre fax...................... 2 Resolver problemas ao enviar faxes................ 3 Resolver problemas ao receber faxes............... 5 Erros de envio de fax.............................

Leia mais

Resumo das funções e seus comandos principais SENHA PADRÃO 123456

Resumo das funções e seus comandos principais SENHA PADRÃO 123456 Resumo das funções e seus comandos principais SENHA PADRÃO 123456 6.5 Inicialização (A senha padrão: 123456) Enviar SMS "begin+senha " para a unidade, ele irá responder "begin OK" e inicializará todas

Leia mais

MINISTÉRIOS DA JUSTIÇA E DA SAÚDE

MINISTÉRIOS DA JUSTIÇA E DA SAÚDE MINISTÉRIOS DA JUSTIÇA E DA SAÚDE Despacho conjunto. - O art. 33.º do Dec.-Lei 174/93, de 12-5, estabelece a obrigatoriedade de sujeição a exame clínico, ou a outro meio de prova, dos elementos do pessoal

Leia mais

www.sulton.com.br 1. Apresentação do Tele Alarme Tom e Pulso

www.sulton.com.br 1. Apresentação do Tele Alarme Tom e Pulso 1. Apresentação do Tele Alarme Tom e Pulso Equipamento desenvolvido a fim de realizar automaticamente discagens telefônicas para aviso de alarme. Podendo ser implementado praticamente à todos os sistema

Leia mais

AMPLA DEFESA EM CONFLITO COM O DIREITO COLETIVO À SEGURANÇA.

AMPLA DEFESA EM CONFLITO COM O DIREITO COLETIVO À SEGURANÇA. CONFLITO DE GARANTIAS FUNDAMENTAIS: GARANTIA INDIVIDUAL A AMPLA DEFESA EM CONFLITO COM O DIREITO COLETIVO À SEGURANÇA. Vitor Reis Salum Tavares. 1. Resumo: O presente artigo trata de tema muito recorrente

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

Programa de Atualização de Pontos do Lince GPS

Programa de Atualização de Pontos do Lince GPS Esse programa atualiza os pontos do software Lince GSP em aparelhos portáteis, como navegadores e celulares. A Robotron mantém um serviço de fornecimento de pontos de controle de velocidade aos aparelhos

Leia mais

Plano de ações para segurança no corredor ferroviário

Plano de ações para segurança no corredor ferroviário Plano de ações para segurança no corredor ferroviário Fase 3 Elaboração das propostas Etapa 3.1, 3.2 e 3.4 Concepção, análise e detalhamento das propostas Página 1 de 10 Sumário 2.5. Plano de ações para

Leia mais

Manual da Interface SpeedTAXI

Manual da Interface SpeedTAXI Manual da Interface SpeedTAXI O SpeedTAXI é a principal ferramenta de trabalho do motorista. É através desta interface que o motorista tem acesso a todas os recursos do sistema. Este documento visa detalhar

Leia mais

Manual do Usuário. Telefone Sem Fio LS3 MANUAL DO USUÁRIO

Manual do Usuário. Telefone Sem Fio LS3 MANUAL DO USUÁRIO Telefone Sem Fio LS3 MANUAL DO USUÁRIO Introdução 3 1. Indicações de segurança 4 2 Instrução ao teclado e aos ícones 6 2.1 Teclado 6 2.2 Ícones 7 3 Instalação 7 3.1 Instalação do sim card 7 3.2 Carregando

Leia mais

O presente regulamento justifica-se pela necessidade de prevenção de riscos profissionais e a promoção da saúde do trabalhador.

O presente regulamento justifica-se pela necessidade de prevenção de riscos profissionais e a promoção da saúde do trabalhador. NOTA JUSTIFICATIVA O presente regulamento justifica-se pela necessidade de prevenção de riscos profissionais e a promoção da saúde do trabalhador. É do conhecimento geral que o consumo excessivo de álcool

Leia mais

Manual de Operação RB 201-B. Revisado em Agosto/2005. Página 1 de 13

Manual de Operação RB 201-B. Revisado em Agosto/2005. Página 1 de 13 Manual de Operação RB 201-B Revisado em Agosto/2005 Página 1 de 13 Índice 1 Apresentação...3 2 Instalação...3 3 Condições ambientais...3 4 Fornecimento de energia elétrica...3 5 Ligando o equipamento...3

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 146, DE 27 DE AGOSTO DE 2003 (com as alterações das Resoluções nº 165/04, nº 202/06 e nº 214/06)

RESOLUÇÃO Nº 146, DE 27 DE AGOSTO DE 2003 (com as alterações das Resoluções nº 165/04, nº 202/06 e nº 214/06) RESOLUÇÃO Nº 146, DE 27 DE AGOSTO DE 2003 (com as alterações das Resoluções nº 165/04, nº 202/06 e nº 214/06) Dispõe sobre requisitos técnicos mínimos para a fiscalização da velocidade de veículos automotores,

Leia mais

Guia de Instalação Máquina Bin. iwl250. Bem simples. Bem próximo.

Guia de Instalação Máquina Bin. iwl250. Bem simples. Bem próximo. Guia de Instalação Máquina Bin Bem simples. Bem próximo. TM Índice 1. Kit de instalação 2. Vista frontal da máquina 3. Instalando a bobina 4. Instalando ou substituindo o cartão SIM 5. Instalando a bateria

Leia mais

MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA, DO COMÉRCIO E DO TURISMO - MICT

MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA, DO COMÉRCIO E DO TURISMO - MICT MINISTÉRIO DA INDÚSTRIA, DO COMÉRCIO E DO TURISMO - MICT INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL - INMETRO Portaria INMETRO/DIMEL/N 022, de 14 de fevereiro d e 1995. O Diretor

Leia mais

Astra. Introdução e conceitos básicos do sistema

Astra. Introdução e conceitos básicos do sistema 2011 www.astralab.com.br Astra Introdução e conceitos básicos do sistema Este documento permite entender melhor como funciona o sistema Astra e algumas funções básicas de seus softwares. Equipe de Documentação

Leia mais

GUIA RÁPIDO ZENITH 25 DESCRIÇÃO DO SISTEMA INTERFACE DO USUÁRIO EMBRATOP GEO TECNOLOGIAS DEPTO. SUPORTE

GUIA RÁPIDO ZENITH 25 DESCRIÇÃO DO SISTEMA INTERFACE DO USUÁRIO EMBRATOP GEO TECNOLOGIAS DEPTO. SUPORTE GUIA RÁPIDO ZENITH 25 DESCRIÇÃO DO SISTEMA INTERFACE DO USUÁRIO 1 Componentes do instrumento a) Conector TNC para antena externa UHF; somente para os modelos com rádio UHF b) Compartimento da bateria com

Leia mais

Características Técnicas

Características Técnicas Características Técnicas Equipamento homologado de acordo com o Portaria 1510/09 do MTE, com as seguintes características: Possui 2 processadores de 32 Bits, onde um é dedicado para marcações de ponto

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 2.662, DE 2011 (Do Sr. Onofre Santo Agostini)

PROJETO DE LEI N.º 2.662, DE 2011 (Do Sr. Onofre Santo Agostini) CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 2.662, DE 2011 (Do Sr. Onofre Santo Agostini) Altera a Lei nº 9.503, de 1997, que institui o Código de Trânsito Brasileiro. DESPACHO: APENSE-SE AO PL 6062/2009.

Leia mais

Medidor de Monóxido de Carbono (CO) Portátil

Medidor de Monóxido de Carbono (CO) Portátil GUIA DO USUÁRIO Medidor de Monóxido de Carbono (CO) Portátil Modelo CO40 Introdução Obrigado por escolher o Extech Instruments Modelo CO40. O CO40 mede simultaneamente a concentração CO e a Temperatura

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES

MANUAL DE INSTRUÇÕES MANUAL DE INSTRUÇÕES Obrigado por adquirir este produto. Por favor, leia essas instruções cuidadosamente para garantir melhores resultados do seu aparelho. SOBRE O PRODUTO A MINIMAXX é a menor câmera de

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR - MDIC INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, NORMALIZAÇÃO E QUALIDADE INDUSTRIAL - INMETRO Portaria INMETRO/DIMEL/Nº 007, de 11 de janeiro de 2007.

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO SCANNER DE INJEÇÃO ELETRÔNICA LINHA HONDA E YAMAHA

MANUAL DO USUÁRIO SCANNER DE INJEÇÃO ELETRÔNICA LINHA HONDA E YAMAHA MANUAL DO USUÁRIO SCANNER DE INJEÇÃO ELETRÔNICA LINHA HONDA E YAMAHA MANUAL DE INSTRUÇÕES SCANNER DE INJEÇÃO ELETRÔNICA LINHA HONDA E YAMAHA O EQUIPAMENTO Com a entrada da Injeção Eletrônica de Combustível

Leia mais

Art. 173 Disputar corrida Gravíssima (10X) 7 Pontos R$ 1.915,40 (em dobro, caso de reincidência R$ 3.830,80)

Art. 173 Disputar corrida Gravíssima (10X) 7 Pontos R$ 1.915,40 (em dobro, caso de reincidência R$ 3.830,80) Art. 173 Disputar corrida por espírito de emulação Gravíssima (3X) R$ 574,61 Art. 173 Disputar corrida Art. 174. Promover, na via, competição esportiva, eventos organizados, exibição e demonstração de

Leia mais

Manual de Operações. PH-Meter Ph-1. www.innowatt.ind.br

Manual de Operações. PH-Meter Ph-1. www.innowatt.ind.br Manual de Operações PH-Meter Ph-1 www.innowatt.ind.br 1 INTRODUÇÃO Obrigado por ter escolhido um produto INNOWATT. Para garantir o uso correto e eficiente, é imprescindível a leitura completa deste manual

Leia mais

Portal. Endosso ON Line

Portal. Endosso ON Line Portal Endosso ON Line Resumo Objetivo: Apresentar as novidades do Endosso Web. 1. O que há de novo? 2. Como Calcular um Endosso; 3. Como imprimir uma cotação, proposta e boleto. 4. Como efetivar um endosso;

Leia mais

APELAÇÃO CRIMINAL Nº 909.174-9, DA COMARCA DE MARIALVA VARA CRIMINAL.

APELAÇÃO CRIMINAL Nº 909.174-9, DA COMARCA DE MARIALVA VARA CRIMINAL. APELAÇÃO CRIMINAL Nº 909.174-9, DA COMARCA DE MARIALVA VARA CRIMINAL. APELANTE: MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PARANÁ. APELADO: FERNANDO FERREIRA DE SOUZA FILHO. RELATOR: DES. LIDIO J. R. DE MACEDO. APELAÇÃO

Leia mais

Guia de Instalação Máquina Bin VX 680. Bem simples. Bem próximo.

Guia de Instalação Máquina Bin VX 680. Bem simples. Bem próximo. Guia de Instalação Máquina Bin Bem simples. Bem próximo. TM TM Índice 1. Kit de instalação 2. Vista frontal da máquina 3. Instalando e desinstalando a bateria inteligente 4. Instalando a bobina 5. Conectando

Leia mais

SISTEMA COMPUTADORIZADO PARA GERENCIAMENTO DE PURGADORES DE VAPOR

SISTEMA COMPUTADORIZADO PARA GERENCIAMENTO DE PURGADORES DE VAPOR SISTEMA COMPUTADORIZADO PARA GERENCIAMENTO DE PURGADORES DE VAPOR Patenteado. Gerenciamento no século 21. Tópicos fundamentais que compõem o gerenciamento: Manutenção Produtiva Total (MPT): Estabelece

Leia mais