COMENDA DO MÉRITO DeMOLAY

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "COMENDA DO MÉRITO DeMOLAY"

Transcrição

1 COMENDA DO MÉRITO DeMOLAY O Grande Mestre do Supremo Conselho poderá conferir a qualquer pessoa a Comenda do Mérito DeMolay por relevantes serviços prestados a Ordem. A comenda deverá ser acompanhada de um Diploma assinado por ele em conjunto com o Grande Secretário.

2 MEDALHA DE APREÇO Um Grande Mestre Estadual poderá conferir a qualquer pessoa que tenha mais de vinte e um anos de idade a Medalha DeMolay de Apreço por serviços relevantes à Ordem ou a um Capítulo de sua jurisdição. A medalha deverá ser acompanhada de um Diploma assinado por ele em conjunto com o Grande Secretário.

3 CHAVE DE HONRA PARA CONSULTORES A Chave de Honra para Consultores é um prêmio conferido anualmente pelo Supremo Conselho a um membro do Conselho Consultivo de um Capítulo que tenha cumprido uma série de importantes quesitos que colaboram para o desenvolvimento do Capítulo. Este prêmio serve como um incentivo para que o Conselho Consultivo se organize e cumpra de modo satisfatório com o seu principal dever: acompanhar e ajudar no desenvolvimento do Capítulo. O Conselho Consultivo deve preencher, completamente, os seguintes quesitos: 1. Os formulários de nomeação do Conselho Consultivo devem ser recebidos no prazo no escritório do Grande Secretário Estadual. 2. No fim do ano, a quantidade de membros regulares deve ultrapassar a quantidade de membros regulares do Ano DeMolay anterior. 3. A quantidade de membros iniciados no Ano DeMolay deve ser igual ou exceder a quantidade de membros iniciados no Ano DeMolay anterior. 4. O Conselho Consultivo do Capítulo que preencher todos quesitos deverá preencher o formulário 05, que é conseguido no site do Supremo Conselho, e enviá-lo ao Grande Secretário Estadual que confirmará o cumprimento das exigências e o remeterá ao Supremo Conselho. Somente um Consultor poderá receber o prêmio. O Consultor do Capítulo que geralmente age como o homem do contato" tem a maior responsabilidade pelo gerenciamento do Capítulo e pelo programa de desenvolvimento e, por isso, na maioria dos Capítulos ele receberá a Chave de Honra para Consultores. Em certos casos, algum outro membro do Conselho Consultivo pode ser intitulado a receber este prêmio. Se a uma mesma pessoa é atribuída mais de uma chave, uma estrela é adicionada para cada prêmio sucessivo. Somente uma chave pode ser dada por ano a cada Capítulo. O Grande Secretário Estadual, após receber o formulário e verificar a correta elegibilidade do Consultor indicado, deverá assinar o formulário e enviar ao Supremo Conselho para a emissão do certificado e da jóia. Ao receber o formulário endossado pelo Grande Secretário Estadual o Supremo Conselho publicará o nome do agraciado na Galeria de Honra que está em seu site. Em caso de dúvidas entre em contato com o Supremo Conselho.

4 CHAVE DE ZOROBABEL A Chave de Zorobabel é um prêmio criado com a finalidade de encorajar/reconhecer aquele que se esforçou para o estabelecimento de um no novo Capítulo ou para a reabertura de um Capítulo fechado. O agraciado pode ser um membro de um Conselho Consultivo de um Capítulo ativo ou mesmo um exmembro de um Conselho Consultivo, um DeMolay, Legionário, um Chevalier, ou um sênior DeMolay. Somente uma chave pode ser concedida por Capítulo restabelecido ou aberto. O Conselho Consultivo do novo (ou do restituído) Capítulo, incentivado pelo Grande Mestre Estadual, deverá preencher o formulário de indicação que deverá conter o nome do grande responsável pela abertura ou reabertura do Capítulo. Ao receber o formulário de nomeação o Grande Mestre Estadual deverá enviá-lo ao Supremo Conselho para a emissão do certificado e da jóia. Um pouco de história: Zorobabel foi um personagem bíblico, do antigo testamento, que é lembrado por ter liderado o primeiro grupo de judeus exilados que se encontravam sob cativeiro babilônico. Ao se livrarem do cativeiro eles se estabeleceram em Jerusalém para reativar a construção do templo de Salomão. Este líder enfrentou uma paralisação que durava mais de dez anos, por isso esse nome foi escolhido como prêmio para aquele que ajudar a reativar um Capítulo desativado. O Grande Secretário Estadual, após receber o formulário e enviá-lo ao Supremo Conselho para a emissão do certificado e da jóia. Ao receber o formulário endossado pelo Grande Secretário Estadual o Supremo Conselho publicará o nome do agraciado na Galeria de Honra que está em seu site. Em caso de dúvidas entre em contato com o Supremo Conselho.

5 CHAVE DE HONRA AZUL CHAVE DE HONRA VERDE A Chave de Honra Azul é um prêmio que serve para reconhecer aquele que assina a primeira linha da petição de dez membros iniciados pelo Capítulo. O membro merece este reconhecimento visto que, como indicante ele é, de certa forma, o responsável pelo progresso do novo membro na Ordem DeMolay. Ser um entusiasta é um mérito que deve ser reconhecido. Mas fique tranqüilo. Estas petições não precisam ser feitas de uma só vez ou em um só ano, serão contadas todas as petições de sua vida como DeMolay. A Chave de Honra Azul será conferida somente a um membro ativo do Capítulo ou para um sênior DeMolay que tenha o Certificado de Sênior DeMolay. Um membro ativo que assinar na primeira linha de menos de dez petições antes de alcançar sua maioridade pode completar a lista depois da maioridade, desde que possua um Certificado de Sênior DeMolay. Ao verificar que um membro é elegível a Chave de Honra Azul, o Supremo Conselho o comunicará para que este preencha o formulário 07 e o envie com o valor da jóia. As petições que não trouxerem preenchidas o nome do indicante serão automaticamente consideradas como garantidas pelo Supremo Conselho e não poderão ser reivindicadas por qualquer membro. O Supremo Conselho considerará para este prêmio as indicações realizadas a partir de julho de dois mil e nove. Por isso preencha cuidadosamente o cadastro de iniciação colocando o código do Cartão DeMolay do indicante. A Chave de Honra Verde segue as mesmas regras, porém aplicadas aos Priorados. Ao receber o formulário preenchido pelo membro o Supremo Conselho emitirá a jóia e publicará o nome do agraciado na Galeria de Honra que está em seu site. Em caso de dúvidas procure o Supremo Conselho.

6 MEDALHA DO FUNDADOR, POR ASSOCIAÇÃO A Medalha do Fundador, por associação, é conferida pelo Supremo Conselho para aquele que assinar a primeira linha de cinco petições aceitas pelo Capítulo. O membro merece este reconhecimento visto que, como indicante ele é, de certa forma, o responsável pelo progresso do novo membro na Ordem DeMolay. Ser um entusiasta é um mérito que deve ser reconhecido. Mas fique tranqüilo. Estas petições não precisam ser feitas de uma só vez ou em um só ano, serão contadas todas as petições de sua vida como DeMolay. A Medalha do Fundador é conferida somente para um membro ativo do Capítulo ou para um sênior DeMolay que tenha o Certificado de Sênior DeMolay. Um membro ativo que assinar na primeira linha de menos de cinco petições antes de alcançar sua maioridade pode completar a lista depois da maioridade, desde que possua um Certificado de Sênior DeMolay. O mesmo que reivindicou o recebimento da Medalha do Fundador também poderá reivindicar outros prêmios por incentivar a iniciação. Ao verificar a elegibilidade de um DeMolay à Medalha do Fundador, por associação, o Supremo Conselho o comunicará para que este preencha o formulário 12 e o envie com o valor da jóia. As petições que não trouxerem preenchidas o nome do indicante serão automaticamente garantidas pelo Supremo Conselho e não poderão ser reivindicadas por qualquer membro. O Supremo Conselho considerará para este prêmio as indicações realizadas a partir de julho de dois mil e nove. Ao receber o formulário o Supremo Conselho publicará o nome do agraciado na Galeria de Honra que está em seu site. Em caso de dúvidas entre em contato com o Supremo Conselho.

7 PRÊMIOS POR TEMPO DE INICIAÇÃO O que são? Os Prêmios de Dez ou Vinte e Cinco de Iniciado são indicado para homenagear aqueles membros da Ordem DeMolay por sua lealdade e dedicação pela Ordem DeMolay pelos anos que correspondem ao seu tempo de iniciado. Lembre-se: o membro indicado deverá possuir um certificado de Sênior DeMolay, emitido pelo Supremo Conselho. Para requisitar o prêmio o Capítulo deverá preencher o formulário 13 e então enviá-lo ao Supremo Conselho que ao receber o formulário emitirá a jóia, o certificado e publicará o nome do agraciado na Galeria de Honra que está em seu site. Em caso de dúvidas entre em contato com o Supremo Conselho.

8 PRÊMIO POR SERVIÇOS NOTÁVEIS O propósito do Prêmio por Serviços Notáveis é reconhecer os DeMolays que têm dado valiosas contribuições nos campos da religião, da educação, do lar, das atividades cívicas e das atividades DeMolay. Este marcante prêmio foi estabelecido em 1959 pelo Supremo Conselho Internacional. Cada Consultor de Capítulo pode indicar um DeMolay que achar que é digno deste reconhecimento. O formulário de recomendação, preenchido pelo Conselho Consultivo, acompanhado de um resumo das realizações do membro e de uma avaliação feita por pessoas distintas da comunidade, deverá ser enviado ao Grande Mestre Estadual. Depois de recebidas as recomendações pelos Capítulos da jurisdição, o Grande Mestre Estadual poderá escolher um vencedor a cada seis meses. Após escolher o vencedor o Grande Mestre deverá encomendar no Supremo Conselho a jóia e o certificado do Prêmio por Serviços Notáveis preenchendo o formulário 14. O Supremo Conselho ao receber o formulário emitirá a jóia, o certificado e publicará o nome do agraciado na Galeria de Honra que está em seu site. Em caso de dúvidas entre em contato com o Supremo Conselho.

9 GUILDA DO AVENTAL DE COURO (CONSULTOR DO ANO) O Prêmio de Consultor do Ano é destinado a dar o reconhecimento a um único consultor de Capítulo que, no ano anterior, fez notáveis contribuições para o crescimento e para o sucesso do Capítulo. O Consultor escolhido deve ser um que exemplifica os ideais e preceitos da Ordem DeMolay em sua vida diária, bem como no seu trabalho com os jovens da Ordem DeMolay. A seleção do Consultor do Ano ficará a critério do Grande Mestre de Estado e pode ser concedida apenas uma vez por ano em sua jurisdição. Após escolher o agraciado o Grande Mestre deverá preencher o formulário 15 e encaminhá-lo ao Supremo Conselho que ao receber o formulário emitirá a jóia, o certificado e publicará o nome do agraciado na Galeria de Honra que está em seu site. Em caso de dúvidas entre em contato com o Supremo Conselho.

10 PMC - PRÊMIO POR SERVIÇO MERITÓRIO PICC - PRÊMIO POR SERVIÇO MERITÓRIO O Prêmio por Serviço Meritório de Past Mestre Conselheiro - criado pelo próprio Tio Land - serve para estimular a eficiência na administração do Capítulo. Todos os quesitos aplicam-se também ao Past Ilustre Comendador Cavaleiro que deseja qualificar-se ao prêmio. Veja um resumo dos quesitos necessários: 1. Antes de sua instalação o Mestre Conselheiro deverá memorizar sua parte no Ritual do Trabalho Secreto. 2. Ele deverá apresentar e distribuir, antes de sua instalação, um planejamento impresso de todos os eventos e datas para o seu mandato. 3. No início de seu mandato, o Mestre Conselheiro deverá enviar uma carta para o Supremo Conselho, declarando sua intenção de qualificar-se ao prêmio. Antes do término de seu mandato, o Mestre Conselheiro deve: a) Providenciar que os Times de Grau exemplifiquem ambos os graus da Ordem de memória e que todas as cerimônias do Ritual dos Trabalhos Secretos sejam feitas de memória por todos os oficiais. b) Iniciar pelo menos quatro novos membros. c) Realizar pelo menos um trabalho social, um trabalho cívico, um serviço maçônico, uma competição esportiva e um evento para arrecadar fundos. d) Realizar pelo menos uma observância pública de cada Dia Obrigatório que cair durante seu mandato. e) Estabelecer um programa que aumente ou mantenha um alto nível de freqüência dos membros ativos nas reuniões. f) Comunicar a iniciação e elevação que ocorrerem durante o seu mandato ao Grande Conselho Estadual, com pagamento integral, no prazo de até dez dias após a conferência do Grau. E ainda deverá observar para que o registro do Conselho Consultivo do Capítulo chegue ao Supremo Conselho antes do vencimento, se este cair em seu mandato. 4. Até o término do seu mandato no cargo deverá enviar uma carta ao Supremo Conselho resumindo seu mandato e explicando o que foi feito sobre os itens citados acima. Além disso, ele deve fazer uma análise do planejamento impresso, enviado anteriormente. Após cumprir todos estes quesitos o Supremo Conselho emitirá a jóia e o certificado e ainda publicará o nome do Past Mestre Conselheiro na Galeria de Honra, que está em seu site. Consulte o regulamento completo do prêmio. Faça o download da Relação de Prêmios do Supremo Conselho que está em seu site e em caso de dúvidas faça contato.

11 PRÊMIO DE REPRESENTANTE DeMOLAY O Prêmio de Representante DeMolay é a mais alta condecoração de auto-realização que um DeMolay pode receber. O prêmio significa que o membro foi analisado em seus pontos fortes e também em seus pontos de melhoria nos campos do conhecimento e das habilidades. É esperado que cada DeMolay possa avaliar o seu progresso nos campos da saúde mental, física, social, econômica e da evolução espiritual através do programa R.D., reconhecendo assim, as áreas em que ele tem feito progressos satisfatórios, bem como aquelas áreas que necessitam de maior empenho. O programa inclui não só as atividades oficiais das quais participam todos os membros do Capítulo, mas também uma grande variedade de atividades que afetam grandes ou pequenos grupos de DeMolays bem como membros individuais. Tornar-se um R.D. é basear-se no hábito do autodesenvolvimento, do conhecimento e da prática da boa cidadania em casa, na comunidade, na nação e no mundo de um modo geral. Um DeMolay deve ter no mínimo seis meses de iniciado na época em que seu formulário de Representante DeMolay for enviado ao Supremo Conselho. Um Sênior DeMolay é elegível ao Prêmio de R.D. se mostrar-se interessado e ativo nos trabalhos da Ordem. Ao receber o formulário 22 o Supremo Conselho realizará uma avaliação e se o membro for aprovado terá o seu nome publicado na Galeria de Honra e receberá a jóia e o certificado. Em caso de dúvidas entre em contato com o Supremo Conselho.

12 PRÊMIO TIRANDO O CHAPÉU O Prêmio Tirando o Chapéu é um prêmio destinado a homenagear qualquer pessoa que tenha prestado um serviço notável a um Capítulo DeMolay. Este serviço poderá ser em qualquer área relacionada com as atividades do Capítulo. O Prêmio é constituído por um pin, um cartão e um certificado e os Capítulos podem dar tantos quantos desejarem e são os únicos juízes de quem os receberá. Entre em contato com o Supremo Conselho em caso de dúvidas

INVESTIDURA CRUZ DE HONRA

INVESTIDURA CRUZ DE HONRA INSTRUÇÕES GERAIS O Altar, os assentos e os postos dos Oficiais e as cadeiras para os membros devem ser arrumados de acordo com a Sala Capitular indicada no Diagrama 1. A cerimônia será apresentada toda

Leia mais

INSTALAÇÃO DE OFICIAIS DA CORTE

INSTALAÇÃO DE OFICIAIS DA CORTE INSTRUÇÕES GERAIS Esta cerimônia deve ser feita em uma reunião pública de Capítulo ou Organização Filiada à DeMolay. Assim como em uma Investidura Chevalier, os membros da Corte devem entrar, tomar seus

Leia mais

HONRARIAS E PRÊMIOS DA ORDEM DeMOLAY

HONRARIAS E PRÊMIOS DA ORDEM DeMOLAY HONRARIAS E PRÊMIOS DA ORDEM DeMOLAY Este material tem por objetivo regulamentar e explicar os procedimentos e requisitos de todas as honrarias e prêmios da Ordem DeMolay. DEFINIÇÕES HONRARIA PRÊMIO uma

Leia mais

CERIMÔNIA DE INSTALAÇÃO DO MESTRE CONSELHEIRO REGIONAL

CERIMÔNIA DE INSTALAÇÃO DO MESTRE CONSELHEIRO REGIONAL CERIMÔNIA DE INSTALAÇÃO DO MESTRE CONSELHEIRO REGIONAL uma cerimônia aberta emitida pelo Supremo Conselho da Ordem DeMolay para a República Federativa do Brasil Primeira Edição 2012 CERIMÔNIA DE INSTALAÇÃO

Leia mais

GABINETE ESTADUAL Ordem DeMolay para o Estado de Minas Gerais 2014/2015 Minas Gerais, Juntos por você, Juntos pela Ordem DeMolay

GABINETE ESTADUAL Ordem DeMolay para o Estado de Minas Gerais 2014/2015 Minas Gerais, Juntos por você, Juntos pela Ordem DeMolay Edital 001/2014-2015 Projeto Capítulo 7 Estrelas. Aos Capítulos Regulares jurisdicionados ao Grande Conselho da Ordem DeMolay para o Estado de Minas Gerais; 1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS Com os mesmos princípios

Leia mais

REGRAS E REGULAMENTOS DO SUPREMO CONSELHO DA ORDEM DEMOLAY PARA A REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL

REGRAS E REGULAMENTOS DO SUPREMO CONSELHO DA ORDEM DEMOLAY PARA A REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL REGRAS E REGULAMENTOS DO SUPREMO CONSELHO DA ORDEM DEMOLAY PARA A REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL Edição 2007 REGRAS E REGULAMENTOS PARTE I CLÁUSULA 1 COMISSÕES 1.1 Nomeações de Comissões: O Grande Mestre

Leia mais

Procedimento para Peticionamento Manual na REBLAS:

Procedimento para Peticionamento Manual na REBLAS: Procedimento para Peticionamento Manual na REBLAS: Caso a empresa já esteja cadastrada no Portal da ANVISA, seguir os passos abaixo. Caso contrário, verificar o Procedimento para Cadastro de Empresas,

Leia mais

II CONCURSO DE REDAÇÃO DA ESCOLA JUDICIÁRIA ELEITORAL JUIZ IRINEU JOÃO DA SILVA, DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE SANTA CATARINA

II CONCURSO DE REDAÇÃO DA ESCOLA JUDICIÁRIA ELEITORAL JUIZ IRINEU JOÃO DA SILVA, DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE SANTA CATARINA II CONCURSO DE REDAÇÃO DA ESCOLA JUDICIÁRIA ELEITORAL JUIZ IRINEU JOÃO DA SILVA, DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE SANTA CATARINA REGULAMENTO 1. DO CONCURSO 1.1 O II Concurso de Redação da Escola Judiciária

Leia mais

MANUAL SISTEMA DE GESTÃO DA CARREIRA DE EPPGG

MANUAL SISTEMA DE GESTÃO DA CARREIRA DE EPPGG MANUAL SISTEMA DE GESTÃO DA CARREIRA DE EPPGG O Núcleo de Gestão da Carreira de EPPGG e a DRH/SEPLAG disponibilizam a partir de setembro de 2013 o acesso a todos os EPPGG s ao SISTEMA DE GESTÃO DA CARREIRA

Leia mais

INFORMATIVO COMISSÃO DE HONRARIAS E PRÊMIOS

INFORMATIVO COMISSÃO DE HONRARIAS E PRÊMIOS INFORMATIVO COMISSÃO DE HONRARIAS E PRÊMIOS Este material tem por objetivo explicar os procedimentos e requisitos de todas as honrarias e prêmios da Ordem DeMolay. DENIFIÇÕES PRÊMIO Um prêmio é um reconhecimento

Leia mais

2.1 Fazer um justo reconhecimento a todos os alunos e professores que contribuem no empenho em ações que resultem em um mundo melhor;

2.1 Fazer um justo reconhecimento a todos os alunos e professores que contribuem no empenho em ações que resultem em um mundo melhor; REGULAMENTO 3º Prêmio UniBH de Sustentabilidade 1 CARACTERIZAÇÃO 1.1 O Prêmio UniBH de Sustentabilidade tem o propósito de identificar, reconhecer, valorizar e premiar os esforços dos alunos e dos professores

Leia mais

O ESTÁGIO CURRICULAR: ESPECIFICIDADES E FUNDAMENTOS LEGAIS

O ESTÁGIO CURRICULAR: ESPECIFICIDADES E FUNDAMENTOS LEGAIS O ESTÁGIO CURRICULAR: ESPECIFICIDADES E FUNDAMENTOS LEGAIS O QUE É O ESTÁGIO? Estágio é um ato educativo escolar supervisionado, desenvolvido no ambiente de trabalho, que visa à preparação para o trabalho

Leia mais

Manual Arkos Secretaria de Educação

Manual Arkos Secretaria de Educação Manual Arkos Secretaria de Educação 1) Sobre Arkos O portal Arkos foi inspirado por uma das mais bem sucedidas iniciativas educacionais da Europa incentivando milhões de alunos a lerem mais. A ideia básica

Leia mais

Como funciona o site treinamento técnico ON-LINE?

Como funciona o site treinamento técnico ON-LINE? Manual do Usuário INSTRUÇÕES PARA UTILIZAÇÃO DO TREINAMENTO ON LINE A ATIC Tecnologia do Brasil Ltda. com o objetivo de atender aos seus diversos clientes, oferece treinamentos EAD - Educação a Distância

Leia mais

Regulamento Erasmus 2011/2012

Regulamento Erasmus 2011/2012 1. Preâmbulo O Programa Erasmus tem como objetivo geral apoiar a criação de um Espaço Europeu de Ensino Superior e reforçar o contributo do ensino superior para, entre outros, o processo de inovação a

Leia mais

BOLSA PDSE PROGRAMA INSTITUCIONAL DE DOUTORADO SANDUÍCHE NO EXTERIOR

BOLSA PDSE PROGRAMA INSTITUCIONAL DE DOUTORADO SANDUÍCHE NO EXTERIOR Program a de Pós-Graduação em Enfermagem SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE BOLSA PDSE PROGRAMA INSTITUCIONAL DE DOUTORADO SANDUÍCHE NO EXTERIOR

Leia mais

Manual de Publicaça o no Blog da Aça o TRIBOS nas Trilhas da Cidadania

Manual de Publicaça o no Blog da Aça o TRIBOS nas Trilhas da Cidadania Manual de Publicaça o no Blog da Aça o TRIBOS nas Trilhas da Cidadania Sumário Objetivos do Blog... 2 Log-in... 3 Esqueci minha senha... 4 Utilizando o Blog... 5 Encontrando seu Blog... 5 Conhecendo o

Leia mais

PROCESSO EXTERNO DE CERTIFICAÇÃO

PROCESSO EXTERNO DE CERTIFICAÇÃO 1 de 9 1. OBJETIVO: Este procedimento estabelece o processo para concessão, manutenção, extensão e exclusão da certificação de Sistema de Gestão de Segurança da Informação, em conformidade com norma ABNT

Leia mais

O que é o Cadastro Unificado de Fornecedores do Estado - CADFOR? Como posso emitir meu Certificado de Registro Cadastral CRC homologado?

O que é o Cadastro Unificado de Fornecedores do Estado - CADFOR? Como posso emitir meu Certificado de Registro Cadastral CRC homologado? O que é o Cadastro Unificado de Fornecedores do Estado - CADFOR? O Cadastro Unificado de Fornecedores do Estado CADFOR é o registro cadastral de interessados em fornecer produtos, serviço e/ou obras para

Leia mais

RECEPÇÃO VISITANTE ILUSTRE

RECEPÇÃO VISITANTE ILUSTRE INSTRUÇÕES GERAIS O Altar, os assentos e os postos dos Oficiais e as cadeiras para os membros devem ser arrumados de acordo com a Sala Capitular indicada no Diagrama 1. É uma Cerimônia Secreta ou Pública

Leia mais

Ministério da Educação - MEC Universidade Federal de Santa Maria UFSM Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa PRPGP

Ministério da Educação - MEC Universidade Federal de Santa Maria UFSM Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa PRPGP Ministério da Educação - MEC Universidade Federal de Santa Maria UFSM Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa PRPGP Tutorial de Solicitação de Defesa de MDT Monografia Dissertação Tese AGOSTO DE 2013

Leia mais

INFORMATIVO ROTÁRIO Rotary International Brazil Office

INFORMATIVO ROTÁRIO Rotary International Brazil Office INFORMATIVO ROTÁRIO Rotary International Brazil Office BOAS VINDAS AOS DIRIGENTES ENTRANTES Nº 149 O Rotary International Brazil Office cumprimenta a todos os Governadores de Distrito, Governadores Assistentes,

Leia mais

REGULAMENTO DA CERTIFICAÇÃO POR EXPERIÊNCIA

REGULAMENTO DA CERTIFICAÇÃO POR EXPERIÊNCIA REGULAMENTO DA CERTIFICAÇÃO POR EXPERIÊNCIA 2010 1 1. Este Regulamento traz as regras adotadas pelo ICSS para a Certificação por Experiência de Profissionais, através do reconhecimento da sua capacitação

Leia mais

CERIMÔNIA DE INSTALAÇÃO DO MESTRE CONSELHEIRO ESTADUAL/DISTRITAL E MESTRE CONSELHEIRO ESTADUAL/DISTRITAL ADJUNTO

CERIMÔNIA DE INSTALAÇÃO DO MESTRE CONSELHEIRO ESTADUAL/DISTRITAL E MESTRE CONSELHEIRO ESTADUAL/DISTRITAL ADJUNTO CERIMÔNIA DE INSTALAÇÃO DO MESTRE CONSELHEIRO ESTADUAL/DISTRITAL E MESTRE CONSELHEIRO ESTADUAL/DISTRITAL ADJUNTO uma cerimônia aberta emitida pelo Supremo Conselho da Ordem DeMolay para a República Federativa

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS FACULDADE DE NUTRIÇÃO COMISSÃO DE AVALIAÇÃO DE PROJETOS DE ENSINO E EXTENSÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS FACULDADE DE NUTRIÇÃO COMISSÃO DE AVALIAÇÃO DE PROJETOS DE ENSINO E EXTENSÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS FACULDADE DE NUTRIÇÃO COMISSÃO DE AVALIAÇÃO DE PROJETOS DE ENSINO E EXTENSÃO 1. FLUXO DOS PROJETOS DE ENSINO 1.1. Para submissão de projeto 1.1.1. O professor coordenador

Leia mais

Cartão de aspirante a líder de Aventureiros

Cartão de aspirante a líder de Aventureiros Orientações Gerais 1. CANDIDATO: O Candidato a Líder poderá iniciar os requisitos da Classe após receber uma recomendação escrita da comissão da sua igreja. 2. PROVA: Todo candidato a Líder deverá fazer

Leia mais

Programa de Bolsas de Iniciação Científica - CNPq 2015/2016 CHAMADA PÚBLICA PRPGP - URCA 04/2015 - PIBIC-CNPq

Programa de Bolsas de Iniciação Científica - CNPq 2015/2016 CHAMADA PÚBLICA PRPGP - URCA 04/2015 - PIBIC-CNPq Programa de Bolsas de Iniciação Científica - CNPq 2015/2016 CHAMADA PÚBLICA PRPGP - URCA 04/2015 - PIBIC-CNPq A Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa da Universidade Regional do Cariri URCA, no uso

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA EMISSÃO DE GUIAS AVULSAS

INSTRUÇÕES PARA EMISSÃO DE GUIAS AVULSAS INSTRUÇÕES PARA EMISSÃO DE GUIAS AVULSAS O sistema de emissão de guias avulsas é destinado aos departamentos de pessoal ou recursos humanos dos empregadores rurais, muitas vezes escritórios de contabilidade.

Leia mais

Regulamento do Concurso. III Prêmio Sustentart. Realização: Memorial do Empreendedorismo da Acipi e CJE Conselho do Jovem Empresário

Regulamento do Concurso. III Prêmio Sustentart. Realização: Memorial do Empreendedorismo da Acipi e CJE Conselho do Jovem Empresário Regulamento do Concurso III Prêmio Sustentart Realização: Memorial do Empreendedorismo da Acipi e CJE Conselho do Jovem Empresário Apoio: Diretoria de Ensino Região de Piracicaba A ACIPI (Associação Comercial

Leia mais

Solução inovadora de premiação online e gerenciamento de campanhas

Solução inovadora de premiação online e gerenciamento de campanhas Solução inovadora de premiação online e gerenciamento de campanhas Campanha de Incentivos O que é uma campanha de incentivos? É uma ação planejada e orientada para motivar equipes de vendas, distribuidores,

Leia mais

FACULDADE PROCESSUS REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

FACULDADE PROCESSUS REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU FACULDADE PROCESSUS REGULAMENTO DOS CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU 0 ÍNDICE NATUREZA E FINALIDADE 2 COORDENAÇÃO DOS CURSOS 2 COORDENAÇÃO DIDÁTICA 2 COORDENADOR DE CURSO 2 ADMISSÃO AOS CURSOS 3 NÚMERO

Leia mais

REGIMENTO NACIONAL DA ORDEM DA CAVALARIA PREÂMBULO

REGIMENTO NACIONAL DA ORDEM DA CAVALARIA PREÂMBULO REGIMENTO NACIONAL DA ORDEM DA CAVALARIA PREÂMBULO A Sagrada Ordem dos Soldados Companheiros de Jacques DeMolay do Supremo Conselho da Ordem DeMolay para a República Federativa do Brasil, também denominada

Leia mais

SINEPE-ES em Ação REGULAMENTO

SINEPE-ES em Ação REGULAMENTO SINEPE-ES em Ação REGULAMENTO 1. Objetivos da Diplomação e Premiação A diplomação SINEPE-ES em Ação é uma iniciativa do Sindicato das Empresas Particulares de Ensino do Estado do Espírito Santo SINEPE/ES,

Leia mais

Regulamento do Prêmio Concred Verde

Regulamento do Prêmio Concred Verde Regulamento do Prêmio Concred Verde Brasília-DF, fevereiro de 2012. Para ocorrer desenvolvimento sustentável é preciso comprometimento com uma visão responsável que busca o equilíbrio social e a interação

Leia mais

GRANDE CAPÍTULO DE MINAS GERAIS Secretaria Estadual de Távolas 2015

GRANDE CAPÍTULO DE MINAS GERAIS Secretaria Estadual de Távolas 2015 GRANDE CAPÍTULO DE MINAS GERAIS Secretaria Estadual de Távolas 2015 SUPREMO CONSELHO DA ORDEM DEMOLAY PARA O BRASIL CONCURSO ESTADUAL DE HISTÓRIA EM QUADRINHOS TEMA: O Rei Arthur e a Ordem dos Escudeiros

Leia mais

Sua nova ferramenta para gerenciar campanhas de resultados e distribuir prêmios. www.paggapremios.com.br 4003-4733

Sua nova ferramenta para gerenciar campanhas de resultados e distribuir prêmios. www.paggapremios.com.br 4003-4733 Sua nova ferramenta para gerenciar campanhas de resultados e distribuir prêmios Campanha de Incentivos O que é uma campanha de incentivos? É uma ação planejada e orientada para motivar equipes de vendas,

Leia mais

CERTIFICAÇÃO PROFISSIONAL POR PROVA DE ADMINISTRADORES E TECNÓLOGOS EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS ÊNFASE RECURSOS HUMANOS MANUAL DO CANDIDATO

CERTIFICAÇÃO PROFISSIONAL POR PROVA DE ADMINISTRADORES E TECNÓLOGOS EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS ÊNFASE RECURSOS HUMANOS MANUAL DO CANDIDATO CERTIFICAÇÃO PROFISSIONAL POR PROVA DE ADMINISTRADORES E TECNÓLOGOS EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS ÊNFASE RECURSOS HUMANOS MANUAL DO CANDIDATO O presente Manual integra o conjunto de orientações voltadas

Leia mais

C A R T Ã O L Í D E R J. A. Este documento não substitui o Cartão de Classes de Líder Jovem da Divisão Sul Americana

C A R T Ã O L Í D E R J. A. Este documento não substitui o Cartão de Classes de Líder Jovem da Divisão Sul Americana C A R T Ã O L Í D E R J. A. Este documento não substitui o Cartão de Classes de Líder Jovem da Divisão Sul Americana CLASSES DE LIDERANÇA JOVEM As classes de Liderança Jovem são oferecidas a jovens Adventistas,

Leia mais

Regulamento Interno. de Estágios

Regulamento Interno. de Estágios Regulamento Interno de Estágios Índice Apresentação... 3 Capítulo 1 Caracterização e objetivo do estágio... 3 Capítulo 2 - Oferta de vagas de estágio... 4 Capítulo 3 - Duração do estágio... 5 Capítulo

Leia mais

Manual do Usuário DENATRAN

Manual do Usuário DENATRAN Manual do Usuário DENATRAN Confidencial Portal SISCSV - 2007 Página 1 Índice Analítico 1. INTRODUÇÃO 5 2. ACESSANDO O SISCSV 2.0 6 2.1 Configurando o Bloqueador de Pop-Ups 6 3. AUTENTICAÇÃO DO USUÁRIO

Leia mais

Portal Contador Parceiro

Portal Contador Parceiro Portal Contador Parceiro Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa 1. Portal Contador Parceiro... 03 2. Acesso ao Portal... 04 3. Profissionais...11 4. Restrito...16 4.1 Perfil... 18 4.2 Artigos...

Leia mais

OASyS Informática Manual da Nota Fiscal Eletrônica 2.0.7

OASyS Informática Manual da Nota Fiscal Eletrônica 2.0.7 OASyS Informática Manual da Nota Fiscal Eletrônica 2.0.7 Manual desenvolvido pela OASyS Informática, baseado na versão 2.0 da Nota Fiscal Eletrônica do SEFAZ. 1 Manual da Nota Fiscal Eletrônica 2.0 Título

Leia mais

REGULAMENTO e INFORMAÇÕES

REGULAMENTO e INFORMAÇÕES REGULAMENTO e INFORMAÇÕES Capitulo 1 - Valores e Modo de Inscrições Capitulo 2 - Premiação no Absoluto Capitulo 3 - Medalhas Capitulo 4 Premiação de Equipes Capitulo 5 Ranking Capitulo 6 - Arbitragem e

Leia mais

CERIMÔNIA DE HOMENAGEM À BANDEIRA NACIONAL

CERIMÔNIA DE HOMENAGEM À BANDEIRA NACIONAL CERIMÔNIA DE HOMENAGEM À BANDEIRA NACIONAL ORDEM DOS ESCUDEIROS DA TÁVOLA REDONDA uma cerimônia aberta emitida pelo Supremo Conselho da Ordem DeMolay para a República Federativa do Brasil Primeira Edição

Leia mais

Guia Site Empresarial

Guia Site Empresarial Guia Site Empresarial Índice 1 - Fazer Fatura... 2 1.1 - Fazer uma nova fatura por valores de crédito... 2 1.2 - Fazer fatura alterando limites dos cartões... 6 1.3 - Fazer fatura repetindo última solicitação

Leia mais

MANUAL DO INGRESSANTE Matrícula Online. www.ingresso.ufu.br/sistemas/matriculaonline

MANUAL DO INGRESSANTE Matrícula Online. www.ingresso.ufu.br/sistemas/matriculaonline MANUAL DO INGRESSANTE Matrícula Online www.ingresso.ufu.br/sistemas/matriculaonline 1 Se você nunca acessou o sistema de matrícula, clique em: Não sei a senha 2 Digite seu CPF e clique em Pesquisar que

Leia mais

Cadastramento de Computadores. Manual do Usuário

Cadastramento de Computadores. Manual do Usuário Cadastramento de Computadores Manual do Usuário Setembro 2008 ÍNDICE 1. APRESENTAÇÃO 1.1 Conhecendo a solução...03 Segurança pela identificação da máquina...03 2. ADERINDO À SOLUÇÃO e CADASTRANDO COMPUTADORES

Leia mais

Art. 3º A diária será devida pela metade nos seguintes casos:

Art. 3º A diária será devida pela metade nos seguintes casos: Orientações para Solicitação e Prestação de Contas de Diárias de acordo com o Decreto nº 3328-R, de 17 de junho de 2013. DIÁRIAS Diárias são indenizações pagas antecipadamente para cobrir despesas com

Leia mais

PRÊMIO ADELMO GENRO FILHO DE PESQUISA EM JORNALISMO 8ª EDIÇÃO 2013

PRÊMIO ADELMO GENRO FILHO DE PESQUISA EM JORNALISMO 8ª EDIÇÃO 2013 PRÊMIO ADELMO GENRO FILHO DE PESQUISA EM JORNALISMO 8ª EDIÇÃO 2013 REGULAMENTO I - DO PRÊMIO Art. 1º - A Associação Brasileira de Pesquisadores em Jornalismo (SBPJor) concederá, anualmente, o Prêmio Adelmo

Leia mais

INSCRIÇÃO ON- LINE A PARTIR DE 2015 INDICADO PARA ATLETAS E ASSOCIAÇÕES

INSCRIÇÃO ON- LINE A PARTIR DE 2015 INDICADO PARA ATLETAS E ASSOCIAÇÕES INSCRIÇÃO ON- LINE A PARTIR DE 2015 INDICADO PARA ATLETAS E ASSOCIAÇÕES 2015 ABMN Escrito por Julian Romero jromero@abmn.org.br Revisão: 9 February 2015 CARACTERÍSTICAS DO SISTEMA ACESSO ATRAVÉS DE MATRÍCULA

Leia mais

Secretaria de Estado da Fazenda Guia prático para emissão de Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e)

Secretaria de Estado da Fazenda Guia prático para emissão de Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e) Secretaria de Estado da Fazenda Guia prático para emissão de Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e) Para dar mais agilidade e segurança à administração tributária, os Estados brasileiros, o Distrito

Leia mais

CURSO PLANEJAR PARA O SUCESSO. Treinamento para os Professores e Especialistas de Estacas

CURSO PLANEJAR PARA O SUCESSO. Treinamento para os Professores e Especialistas de Estacas CURSO PLANEJAR PARA O SUCESSO Treinamento para os Professores e Especialistas de Estacas O que é o Fundo Perpétuo de Educação? Disponível para todos os membros a partir de 18 anos; Disponível para cursos

Leia mais

2ª EDIÇÃO DO PRÊMIO MULHER DE NEGÓCIOS DE CAIEIRAS REGULAMENTO

2ª EDIÇÃO DO PRÊMIO MULHER DE NEGÓCIOS DE CAIEIRAS REGULAMENTO REGULAMENTO Este Regulamento estabelece normas, condições e diretrizes para a realização da II Edição do Prêmio Mulher de Negócios de Caieiras, promovido pela Prefeitura Municipal de Caieiras, Secretaria

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA ACADÊMICA SUPAC DIRETORIA DE GRADUAÇÃO DEPARTAMENTO DE ASSUNTOS ACADÊMICOS DAA MANUAL DE MATRÍCULA 2013/1º

SUPERINTENDÊNCIA ACADÊMICA SUPAC DIRETORIA DE GRADUAÇÃO DEPARTAMENTO DE ASSUNTOS ACADÊMICOS DAA MANUAL DE MATRÍCULA 2013/1º SUPERINTENDÊNCIA ACADÊMICA SUPAC DIRETORIA DE GRADUAÇÃO DEPARTAMENTO DE ASSUNTOS ACADÊMICOS DAA MANUAL DE MATRÍCULA 2013/1º APRESENTAÇÃO Este Manual tem como finalidade orientar os alunos sobre os procedimentos

Leia mais

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES

REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES Art. 1º. O presente Regulamento baseia-se na obrigatoriedade do cumprimento de horas destinadas as Atividades Complementares dos Cursos de Graduação da Faculdade

Leia mais

DECRETO Nº 008-2013 / 2018

DECRETO Nº 008-2013 / 2018 DECRETO Nº 008-2013 / 2018 LUIZ FERNANDO RODRIGUES TORRES, 33 o, Soberano Grande Comendador do Supremo Conselho do Grau 33 do Rito Escocês Antigo e Aceito da Maçonaria para a República Federativa do Brasil,

Leia mais

ORDEM DeMOLAY. Guia do Escrivão e do Tesoureiro

ORDEM DeMOLAY. Guia do Escrivão e do Tesoureiro ORDEM DeMOLAY Guia do Escrivão e do Tesoureiro Este Guia do Escrivão e do Tesoureiro é de propriedade do Supremo Conselho da Ordem DeMolay para a República Federativa do Brasil. Não é permitido fazer cópias.

Leia mais

REGULAMENTO DA COLAÇÃO DE GRAU DOS CURSOS DA FACULDADE DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MONTES CLAROS FACIT

REGULAMENTO DA COLAÇÃO DE GRAU DOS CURSOS DA FACULDADE DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MONTES CLAROS FACIT REGULAMENTO DA COLAÇÃO DE GRAU DOS CURSOS DA FACULDADE DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MONTES CLAROS FACIT MANTIDA PELA FUNDAÇÃO EDUCACIONAL MONTES CLAROS - FEMC TÍTULO I - DOS OBJETIVOS E FINS Art. 1º. O presente

Leia mais

MEIO AMBIENTE E CIDADANIA

MEIO AMBIENTE E CIDADANIA REGULAMENTO A Universidade Comunitária da Região de Chapecó, em conjunto com a Caixa Econômica Federal, abre inscrições para 6º Prêmio Unochapecó/Caixa de Jornalismo Ambiental 2014 e dá outras providências.

Leia mais

III REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES OBRIGATÓRIAS DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE DE DIREITO DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM

III REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES OBRIGATÓRIAS DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE DE DIREITO DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM III REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES OBRIGATÓRIAS DO CURSO DE DIREITO DA FACULDADE DE DIREITO DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM I Das Disposições Preliminares Art. 1º - O presente regulamento tem por

Leia mais

Como Fazer o seu Pedido

Como Fazer o seu Pedido 1 Como Fazer o seu Pedido Agora que você já está cadastrado e sabe como acessar o seu escritório virtual, é muito importante que saiba como enviar seus pedidos. No tutorial Como Fazer o seu Cadastro você

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA ORGANIZAÇÃO DO EXAME DE DEFESA PELO MESTRANDO (PRÉ-DEFESA)

PROCEDIMENTOS PARA ORGANIZAÇÃO DO EXAME DE DEFESA PELO MESTRANDO (PRÉ-DEFESA) PROCEDIMENTOS PARA ORGANIZAÇÃO DO EXAME DE DEFESA PELO MESTRANDO (PRÉ-DEFESA) Este roteiro não dispensa a leitura da Norma Complementar Nº007 (05/09/2012) e do Regimento Interno do PPGEP-S 1. Sobre os

Leia mais

TUTORIAL FERRAMENTA DE PRÉ-AGENDAMENTO ONLINE. MAPLO

TUTORIAL FERRAMENTA DE PRÉ-AGENDAMENTO ONLINE. MAPLO TUTORIAL FERRAMENTA DE PRÉ-AGENDAMENTO ONLINE. MAPLO Carta de Apresentação Prezados Parceiros, A Maplo traz uma inovação em seu atendimento, com o intuito de facilitar o processo de pré-matrícula em nossos

Leia mais

MANUAL DE ANOTAÇÃO DE RESPONSABILIDADE TÉCNICA - ART (SP/MT/MS)

MANUAL DE ANOTAÇÃO DE RESPONSABILIDADE TÉCNICA - ART (SP/MT/MS) MANUAL DE ANOTAÇÃO DE RESPONSABILIDADE TÉCNICA - ART (SP/MT/MS) Sumário 1 - Procedimentos para obter 1ª ART Eletrônica... 2 2 Como obter o Termo de Responsabilidade Técnica... 3 3 - Encaminhar documentos

Leia mais

CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA. Resolução nº 01/2010

CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA. Resolução nº 01/2010 CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA Resolução nº 01/2010 Regulamenta a pós-graduação lato sensu nas modalidades semipresencial e à distância O Diretor do Centro de Educação

Leia mais

REGULAMENTO PROJETO 80. Introdução

REGULAMENTO PROJETO 80. Introdução REGULAMENTO PROJETO 80 Introdução A Agência Portuguesa do Ambiente (APA), a Direção-Geral da Educação (DGE), a Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares (DGEstE), o Instituto Português do Desporto e

Leia mais

GRANDE CAPÍTULO DO ESTADO DE MINAS GERAIS 1

GRANDE CAPÍTULO DO ESTADO DE MINAS GERAIS 1 1 REGULAMENTO DA GRANDE INICIAÇÃO ALBERTO MANSUR 2 1. O QUE É? A Grande Iniciação Alberto Mansur, instituída pelo Grande Capítulo do Estado de Minas Gerais, é um incentivo e premiação aos Capítulos jurisdicionados

Leia mais

FACULDADE SERGIPANA - FASER COORDENAÇÃO DE ADMINISTRAÇÃO REGULAMENTAÇÃO ATIVIDADES COMPLEMENTARES

FACULDADE SERGIPANA - FASER COORDENAÇÃO DE ADMINISTRAÇÃO REGULAMENTAÇÃO ATIVIDADES COMPLEMENTARES FACULDADE SERGIPANA - FASER COORDENAÇÃO DE ADMINISTRAÇÃO REGULAMENTAÇÃO ATIVIDADES COMPLEMENTARES APRESENTAÇÃO Atividades Complementares são atividades desenvolvidas pelos alunos, ao longo da vida acadêmica,

Leia mais

BOLSA LUÍS LOBATO_12/13

BOLSA LUÍS LOBATO_12/13 BOLSA LUÍS LOBATO_12/13 Regulamento Sobre Luís Lobato Luís Lobato nasce a 3 de Outubro do ano de 1968, no Barreiro. Desde cedo, investiu na formação na área do Design e mais tarde, na área da Multimédia.

Leia mais

e-nota E Módulo de Entrega da Nota

e-nota E Módulo de Entrega da Nota Página1 e-nota E Módulo de Entrega da Nota Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa Página2 Índice 1. Safeweb e-nota E... 03 2. O que é XML... 04 3. Acesso e-nota E... 05 4. Gerenciamento

Leia mais

Programa de Pós-Graduação em Matemática REGULAMENTO DOS CURSOS DE. Mestrado e Doutorado

Programa de Pós-Graduação em Matemática REGULAMENTO DOS CURSOS DE. Mestrado e Doutorado Programa de Pós-Graduação em Matemática REGULAMENTO DOS CURSOS DE Mestrado e Doutorado TÍTULO I: DA NATUREZA, FINALIDADES E OBJETIVOS Art. 1. O Programa de Pós-Graduação em Matemática da Universidade Federal

Leia mais

2ª Olimpíada de Empreendedorismo Universitário

2ª Olimpíada de Empreendedorismo Universitário 2ª Olimpíada de Empreendedorismo Universitário da Universidade Federal de Goiás CATEGORIA 2 EMPREENDEDORISMO SOCIAL Agosto de 2015 REGULAMENTO CATEGORIA 2 EMPREENDEDORISMO SOCIAL 1. APRESENTAÇÃO A Categoria

Leia mais

VOCÊ EM ALTA Abril 2015 Gerência de Marketing de Relacionamento

VOCÊ EM ALTA Abril 2015 Gerência de Marketing de Relacionamento Programa de Reconhecimento do Segmento PME - REGRAS VOCÊ EM ALTA Abril 2015 1 Descrição: Programa de reconhecimento criado pelo Segmento PME Um único Programa: Você em Alta Trimestral, Semestral Área e

Leia mais

Manual Arkos Administrador

Manual Arkos Administrador Manual Arkos Administrador Este manual é para administradores de escolas e explica o passo-a-passo do cadastro de uma escola com seus professores, turmas e alunos no portal. Não deixe de assistir também

Leia mais

NORMAS PARA AVALIAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE GRADUAÇÃO DO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

NORMAS PARA AVALIAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE GRADUAÇÃO DO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO NORMAS PARA AVALIAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DE GRADUAÇÃO DO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO CAPÍTULO I Obrigatoriedade e Definição de Atividades Complementares

Leia mais

O que é o projeto político-pedagógico (PPP)

O que é o projeto político-pedagógico (PPP) O que é o projeto político-pedagógico (PPP) 1 Introdução O PPP define a identidade da escola e indica caminhos para ensinar com qualidade. Saiba como elaborar esse documento. sobre ele: Toda escola tem

Leia mais

SAG SISTEMA DE AVALIAÇÃO DA GESTÃO 2013

SAG SISTEMA DE AVALIAÇÃO DA GESTÃO 2013 INFORMAÇÕES AOS COMITÊS E FRANQUEADOS Este material tem o objetivo de fornecer aos comitês regionais e setoriais do PGQP, e a seus franqueados, informações atualizadas sobre o SAG 2013 e orientações para

Leia mais

Ferramenta de Pré-agendamento Online Tutorial de Utilização para Usuários TUTORIAL P R É A G E N D A M E N T O O N L I N E.

Ferramenta de Pré-agendamento Online Tutorial de Utilização para Usuários TUTORIAL P R É A G E N D A M E N T O O N L I N E. TUTORIAL P R É A G E N D A M E N T O O N L I N E. P á g i n a 1 26 Carta de Apresentação Prezados Parceiros, A SEED Business Group traz uma inovação em seu atendimento, com o intuito de facilitar o processo

Leia mais

Treinamento. Módulo. Escritório Virtual. Sistema Office. Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual do sistema Office

Treinamento. Módulo. Escritório Virtual. Sistema Office. Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual do sistema Office Treinamento Módulo Escritório Virtual Sistema Office Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual do sistema Office 1. Atualização do sistema Para que este novo módulo seja ativado,

Leia mais

Perguntas mais frequentes Certificações PMI

Perguntas mais frequentes Certificações PMI 1. O que é a certificação PMP? E quais seus benefícios? Project Management Professional, ou Profissional de Gerenciamento de Projetos, é a certificação profissional para aqueles que lideram e dirigem times

Leia mais

SAJ. Cadastro Excepcional para Processos Digitais

SAJ. Cadastro Excepcional para Processos Digitais SAJ Cadastro Excepcional para Processos Digitais Objetivo: Este documento tem por objetivo descrever passo a passo do procedimento de Cadastro Excepcional para transpor os Processos Físicos, oriundos de

Leia mais

Orientações Gerais para as Disciplinas de Trabalho de Conclusão do Cursos de Sistemas para Internet IFRS - Câmpus Porto Alegre

Orientações Gerais para as Disciplinas de Trabalho de Conclusão do Cursos de Sistemas para Internet IFRS - Câmpus Porto Alegre Orientações Gerais para as Disciplinas de Trabalho de Conclusão do Cursos de Sistemas para Internet IFRS - Câmpus Porto Alegre Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul -

Leia mais

Este é o material de apoio oferecido pela Clic Viagem, criado com finalidade de instruir melhor nossos clientes e proporcionar maior segurança,

Este é o material de apoio oferecido pela Clic Viagem, criado com finalidade de instruir melhor nossos clientes e proporcionar maior segurança, Este é o material de apoio oferecido pela Clic Viagem, criado com finalidade de instruir melhor nossos clientes e proporcionar maior segurança, confiança e credibilidade nas negociações. Dicas Essenciais

Leia mais

PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS E COMPUTACIONAIS CURRICULUM E HABILIDADES

PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS E COMPUTACIONAIS CURRICULUM E HABILIDADES PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS E COMPUTACIONAIS CURRICULUM E HABILIDADES 1 CONCEITO O cadastro do curriculum e habilidades do servidor no Sistema é pré-requisito à progressão funcional dos servidores pertencentes

Leia mais

Escritório Virtual Administrativo

Escritório Virtual Administrativo 1 Treinamento Módulos Escritório Virtual Administrativo Sistema Office Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual e módulo Administrativo do sistema Office 2 3 1. Escritório

Leia mais

O que é a Olimpíada de Empreendedorismo Universitário?! E quem pode participar?

O que é a Olimpíada de Empreendedorismo Universitário?! E quem pode participar? O que é a Olimpíada de Empreendedorismo Universitário?! Uma competição para apoiar você, universitário, no desenvolvimento daquela sua ideia inovadora e criação de um novo negócio! Essa é a sua chance

Leia mais

PORTAL EMPRESA SIMPLES Registro e Licenciamento de Empresas MANUAL RLE

PORTAL EMPRESA SIMPLES Registro e Licenciamento de Empresas MANUAL RLE PORTAL EMPRESA SIMPLES Registro e MANUAL RLE 2 Sumário 1 Como preparar o computador para uso do certificado digital...04 2 Primeiro acesso: cadastro do cidadão...10 3 Consulta de Classificação de Risco...13

Leia mais

RESOLUÇÃO DO CONSELHO SUPERIOR Nº 52/2011, DE 13 DE SETEMBRO DE 2011

RESOLUÇÃO DO CONSELHO SUPERIOR Nº 52/2011, DE 13 DE SETEMBRO DE 2011 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CONSELHO SUPERIOR Avenida Rio Branco, 50 Santa Lúcia 29056-255 Vitória ES 27 3227-5564 3235-1741 ramal 2003 RESOLUÇÃO DO CONSELHO SUPERIOR Nº

Leia mais

REGULAMENTO DO COMITÊ DE ÉTICA PARA EXPERIMENTAÇÃO ANIMAL DA FACULDADE CATÓLICA DO TOCANTINS - CEEA/FACTO

REGULAMENTO DO COMITÊ DE ÉTICA PARA EXPERIMENTAÇÃO ANIMAL DA FACULDADE CATÓLICA DO TOCANTINS - CEEA/FACTO REGULAMENTO DO COMITÊ DE ÉTICA PARA EXPERIMENTAÇÃO ANIMAL DA FACULDADE CATÓLICA DO TOCANTINS - CEEA/FACTO A Faculdade Católica do Tocantins, em cumprimento ao disposto na Lei Federal 11794 de 08 de outubro

Leia mais

Guia da Auditoria do Exame PMP

Guia da Auditoria do Exame PMP Guia da Auditoria do Exame PMP Você está com receio de cair na auditoria ao se inscrever para o exame de certificação Project Management Professional (PMP ) do Project Management Institute (PMI )? Então

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO DE CONCEÇÃO PARA A CRIAÇÃO DE UMA LOGOMARCA SUBORDINADA AO TEMA GONDOMAR É D OURO TERMOS DE REFERÊNCIA

CONCURSO PÚBLICO DE CONCEÇÃO PARA A CRIAÇÃO DE UMA LOGOMARCA SUBORDINADA AO TEMA GONDOMAR É D OURO TERMOS DE REFERÊNCIA CONCURSO PÚBLICO DE CONCEÇÃO PARA A CRIAÇÃO DE UMA LOGOMARCA SUBORDINADA AO TEMA GONDOMAR É D OURO TERMOS DE REFERÊNCIA Artigo 1.º - Objeto e Modalidade do Concurso 1 O presente procedimento tem por objeto

Leia mais

Manual do Sistema para abertura de curso de extensão pelos docentes EACH - USP

Manual do Sistema para abertura de curso de extensão pelos docentes EACH - USP Manual do Sistema para abertura de curso de extensão pelos docentes EACH - USP 1.INTRODUÇAO...... 3 2.ONDE CONSEGUIR INFORMAÇÔES?... 4 Normas USP... 4 Site EACH...4 Sistema de atendimento da Comissão de

Leia mais

Bolsas Templeton para Professores Visitantes

Bolsas Templeton para Professores Visitantes Bolsas Templeton para Professores Visitantes Ciência, Filosofia e Teologia na América Latina Ian Ramsey Centre (IRC) for Science and Religion University of Oxford Chamada Objetivo e Resumo As Bolsas Oxford

Leia mais

Regimento Interno da Comissão de Avaliação e Gestão de Projetos de Pesquisa e Inovação - CAGPPI

Regimento Interno da Comissão de Avaliação e Gestão de Projetos de Pesquisa e Inovação - CAGPPI Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Câmpus Farroupilha Regimento Interno da Comissão de Avaliação

Leia mais

12º PRÊMIO SER HUMANO ABRH-ES EDIÇÃO 2015

12º PRÊMIO SER HUMANO ABRH-ES EDIÇÃO 2015 12º PRÊMIO SER HUMANO ABRH-ES EDIÇÃO 2015 REGULAMENTO A ABRH-ES (Associação Brasileira de Recursos Humanos Seccional Espírito Santo) é integrante do Sistema Nacional ABRH e configura-se como instituição

Leia mais

CERTIFICADO DE FILIAÇÃO

CERTIFICADO DE FILIAÇÃO CERTIFICADO DE FILIAÇÃO Processo de Certificação do Observatório Social 1 É papel do OSB zelar pela marca Observatório Social. Assim, o OSB conduz anualmente um processo de certificação das organizações

Leia mais

OPERADORA ON-LINE Manual de funcionamento do sistema para agente de viagens

OPERADORA ON-LINE Manual de funcionamento do sistema para agente de viagens OPERADORA ON-LINE Manual de funcionamento do sistema para agente de viagens v.1.0 RUA DR. LIRÁUCIO GOMES, 55 CAMBUÍ CAMPINAS SP Índice Como entrar no sistema...3 Tela inicial do sistema...3 Iniciando um

Leia mais

SUMÁRIO Apresentação O Locus da Prática Profissional Fundamentação Legal Objetivos Planejamento Competência:

SUMÁRIO Apresentação O Locus da Prática Profissional Fundamentação Legal Objetivos Planejamento Competência: SUMÁRIO Apresentação... 5 O Locus da Prática Profissional...6 Fundamentação Legal... 7 Objetivos... 8 Planejamento... 9 Competência: Da Coordenação Geral de Estágios do Curso... 10 Do Supervisor/Preceptor

Leia mais