ALGORITMOS E ESTRUTURAS DE DADOS I

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ALGORITMOS E ESTRUTURAS DE DADOS I"

Transcrição

1 Algoritmos e Estruturas de Dados 1 Prof. Eduardo 1 ALGORITMOS E ESTRUTURAS DE DADOS I Prof. Eduardo Machado Real Conteúdo deste material: Introdução aos Algoritmos Estrutura Sequencial Bibliografia: ASCENCIO, Ana F. Gomes. CAMPOS, Edilene A.V. Campos. Fundamentos da Programação de Computadores: Algoritmos, Pascal, C/C++ e Java. São Paulo: Pearson Prentice Hall, CORMEN, T.; LEISERSON, C.; RIVEST, R. Algoritmos: Teoria e Prática. Rio de Janeiro: Elsevier, LEITE, Mário. Curso Básico de C: Prático e Fácil. Rio de Janeiro: Editora Ciência Moderna Ltda., MANZANO. J. A. N. G. Estudo dirigido de algoritmos. São Paulo: Érica, 2003.

2 Algoritmos e Estruturas de Dados 1 Prof. Eduardo INTRODUÇÃO Desde o início de sua existência, o homem procurou criar máquinas que o auxiliassem em seu trabalho, diminuindo esforço e economizando tempo. Dentre essas máquinas, o computador vem se mostrando uma das mais versáteis, rápidas e seguras. O computador pode auxiliá-lo em qualquer tarefa. É consciente, trabalhador, possui muita energia, mas não tem iniciativa, nenhuma independência, não é criativo nem inteligente, por isso precisa receber instruções nos mínimos detalhes. A finalidade de um computador é receber, manipular e armazenar dados. Visto somente como um gabinete composto de circuitos eletrônicos, cabos e fontes de alimentação, certamente ele parece não ter nenhuma utilidade. O computador só consegue armazenar dados em discos, imprimir relatórios, gerar gráficos, realizar cálculos, entre outras funções, por meio de programas. Portanto, sua finalidade principal é realizar a tarefa de processamento de dados, isto é, receber dados por um dispositivo de entrada (por exemplo, teclado, mouse, scanner, entre outros), realizar operações com esses dados e gerar uma resposta que será expressa em um dispositivo de saída (por exemplo, impressora, monitor de vídeo, entre outros). Portanto, um computador possui duas partes diferentes que trabalham juntas: o hardware, composto pelas partes físicas, e o software, composto pelos programas. Quando queremos criar ou desenvolver um software para realizar determinado tipo de processamento de dados, devemos escrever um programa ou vários programas interligados. No entanto, para que o computador compreenda e execute esse programa, devemos escrevê-lo usando uma linguagem que tanto o computador quanto o criador de software entendam. Essa linguagem é chamada de linguagem de programação. As etapas para o desenvolvimento de um programa são: Análise Nesta etapa estuda-se o enunciado do problema para definir os dados de entrada, o processamento e os dados de saída. Algoritmo Ferramentas do tipo descrição narrativa, fluxograma ou português estruturado são utilizadas para descrever o problema com suas soluções. Codificação O algoritmo é transformado em códigos da linguagem de programação escolhida para se trabalhar. Portanto, um programa é a codificação de um algoritmo em uma linguagem de programação. 2 - NOÇÕES DE LÓGICA A palavra lógica relaciona-se com a idéia de racionalidade e coerência. Exemplo: Um homem precisa atravessar um rio com um barco que possui capacidade de carregar apenas ele mesmo e mais uma das três cargas que são: um lobo, um bode e um maço de alfafas. Observe as leis naturais: o lobo é carnívoro e o bode é herbívoro. O que o homem deve fazer para conseguir atravessar o rio sem perder suas cargas. O Homem leva o bode da margem 1 para a margem 2. O Homem navega da margem 2 para a margem 1. O Homem leva o lobo da margem 1 para a margem 2. O Homem leva o bode da margem 2 para a margem 1. O Homem leva a alfafa da margem 1 para a margem 2. O Homem navega da margem 2 para a margem 1. O Homem leva o bode da margem 1 para a margem 2.

3 Algoritmos e Estruturas de Dados 1 Prof. Eduardo 3 Algumas definições: o "a lógica é a arte de bem pensar" o "a lógica é a ciência das formas do pensamento" o "a lógica nos ensina a colocar ordem no pensamento" Exemplo: o Nova Andradina é uma cidade do estado de Mato Grosso do Sul. o Abdênio nasceu em Nova Andradina. o Portanto, Abdênio é Sul-matogrossense. A lógica no dia-a-dia o Quando queremos escrever, falar ou agir corretamente, precisamos colocar ordem no pensamento, isto é, utilizar a lógica. o Exemplo 1: O guarda-roupa está fechado. O terno está dentro do guarda-roupa. Preciso primeiro abrir o guarda-roupa, para depois pegar o terno A lógica de programação Em que consiste? A lógica de programação consiste no uso correto das leis do pensamento, da "ordem da razão", de processos de raciocínio e de simbolização formal na programação de computadores. A lógica de programação é necessária para pessoas que desejam trabalhar com desenvolvimento de sistemas e programas, ela permite definir a seqüência lógica para o desenvolvimento. A LP tem o objetivo de permitir a resolução de problemas específicos com soluções de boa qualidade. Então o que é lógica? Sequência lógica Estes pensamentos podem ser descritos como uma seqüência de instruções, que devem ser seguidas para se cumprir uma determinada tarefa Instruções Na linguagem comum, entende-se por instruções um conjunto de regras ou normas definidas para a realização ou emprego de algo. Em informática, porém, instrução é a informação que indica a um computador uma ação elementar a executar. Convém ressaltar que uma ordem isolada não permite realizar o processo completo, para isso é necessário um conjunto de instruções colocadas em ordem seqüencial lógica. Por exemplo, se quisermos fazer uma omelete de batatas, precisaremos colocar em prática uma série de instruções: descascar as batatas, bater os ovos, fritar as batatas, etc...

4 Algoritmos e Estruturas de Dados 1 Prof. Eduardo 4 É evidente que essas instruções têm que ser executadas em uma ordem adequada não se pode descascar as batatas depois de fritá-las. Dessa maneira, uma instrução tomada em separado não tem muito sentido; para obtermos o resultado, precisamos colocar em prática o conjunto de todas as instruções, na ordem correta Contexto Humano e Contexto Computacional O raciocínio lógico pode ser expresso através de várias linguagens: - no contexto humano - utiliza-se a palavra escrita/falada que, por sua vez, se baseia num determinado idioma, mas, independente do idioma, tem-se o mesmo raciocínio. - no contexto computacional - utilizam-se as linguagens de programação Vamos utilizar uma forma de representação mais genérica (livre de detalhes computacionais) e que traduza mais fielmente o raciocínio da lógica de programação: ALGORITMOS Então... O objetivo da lógica de programação é a construção de algoritmos corretos e válidos. 3 CONCEITO DE ALGORITMO E ESTRUTURAS DE DADOS Um algoritmo é formalmente uma seqüência finita de passos que levam a execução de uma tarefa. Podemos pensar em algoritmo como uma receita, uma seqüência de instruções que resultam de uma meta específica. Estas tarefas não podem ser redundantes nem subjetivas na sua definição, devem ser claras e precisas. Como exemplos podemos citar os algoritmos das operações básicas (adição, multiplicação, divisão e subtração) de números reais decimais. Outros exemplos seriam os manuais de aparelhos eletrônicos que explicam passo a passo como realizar uma determinada tarefa. Somar dois números quaisquer. - Escreva o primeiro número no retângulo A - Escreva o segundo número no retângulo B - Some o número do retângulo A com número do retângulo B e coloque o resultado no retângulo C Portanto... A especificação da seqüência ordenada de passos que deve ser seguida para a realização de uma tarefa, dá-se o nome de algoritmo.

5 Algoritmos e Estruturas de Dados 1 Prof. Eduardo 5 Veja o exemplo... Deseja-se escrever um algoritmo, usando português coloquial, para resolver um problema bastante simples, qual seja: trocar uma lâmpada queimada por uma lâmpada nova não queimada. Exemplo: Algoritmos 1 Trocar uma lâmpada queimada Algoritmo Trocar uma lâmpada queimada pegar uma escada; posicionar a escada debaixo da lâmpada; buscar uma lâmpada nova; subir na escada; retirar a lâmpada queimada; colocar lâmpada nova; Reexaminando o algoritmo 1.1, notamos que ele tem um objetivo bem definido: trocar uma lâmpada queimada. Porém o algoritmo não atingirá seu objetivo se a lâmpada nova estiver queimada. Para tal, acrescentamos um teste condicional (estrutura seletiva). Algoritmo Trocar uma lâmpada queimada (uso de teste condicional) pegar uma escada; posicionar a escada debaixo da lâmpada; buscar uma lâmpada nova; subir na escada; retirar a lâmpada queimada; colocar lâmpada nova; se a lâmpada nova não acender, então: o retirar a lâmpada queimada; o colocar lâmpada nova; o se a lâmpada nova não acender, então: retirar a lâmpada queimada; colocar a lâmpada nova; se a lâmpada nova não acender, então: retirar a lâmpada queimada; colocar a lâmpada nova;... até quando???? O Algoritmo 1.2 não está terminado. As ações cessarão quando conseguirmos colocar uma lâmpada que acenda (objetivo do algoritmo). Ao invés de reescrevermos várias vezes um conjunto de ações podemos, alterar o fluxo seqüencial de execução para permitir que ações sejam re-executadas quantas vezes forem necessárias. Precisamos expressar essa repetição (estrutura de repetição) garantindo uma condição de parada.

6 Algoritmos e Estruturas de Dados 1 Prof. Eduardo 6 Algoritmo Trocar uma lâmpada queimada (uso de estruturas de repetição) pegar uma escada; posicionar a escada debaixo da lâmpada; buscar uma lâmpada nova; subir na escada; retirar a lâmpada queimada; colocar lâmpada nova; enquanto lâmpada nova não acender, faça retirar a lâmpada queimada; colocar lâmpada nova; A seguir alguns conceitos de algoritmos segundo autores da nossa bibliografia: Outros exemplos: descrevam... Definições: Algoritmo é uma sequência de passos que visa atingir um objetivo bem definido. (FORBELLONE, 1999) Algoritmo é uma sequência finita de instruções ou operações cuja execução, em tempo finito, resolve um problema computacional, qualquer que seja sua instância. (SALVETTI, 1999)

7 Algoritmos e Estruturas de Dados 1 Prof. Eduardo 7 Algoritmo são regras formais para a obtenção de um resultado ou da solução de um problema, englobando fórmulas de expressões aritméticas. (MANZANO, 1997) Ação é um acontecimento que, a partir de um estado inicial, após um período de tempo finito, produz um estado final previsível e bem definido. Portanto, um algoritmo é a descrição de um conjunto de comandos que, obedecidos, resultam numa sucessão finita de ações. (FARRER, 1999) Informalmente, um algoritmo é qualquer procedimento computacional bem definido que toma algum valor ou conjunto de valores como entrada e produz algum valor ou conjunto de valores como saída. Portanto, um algoritmo é uma sequência de passos computacionais que transformam a entrada na saída. (CORMEN, 2002) Também podemos visualizar um algoritmo como uma ferramenta para resolver um problema computacional bem especificado. O enunciado do problema especifica em termos gerais o relacionamento entre a entrada e a saída desejada. O algoritmo descreve um procedimento computacional específico para se alcançar esse relacionamento da entrada com a saída. Uma estruturas de dados é um meio para armazenar e organizar dados com o objetivo de facilitar o acesso e as modificações. (CORMEN, 2002) Programas Os programas de computadores nada mais são do que algoritmos escritos numa linguagem de computador (Pascal, C, Cobol, Fortran, Visual Basic, entre outras) e que são interpretados e executados por uma máquina, no caso um computador. Notem que dada esta interpretação rigorosa, um programa é por natureza muito específico e rígido em relação aos algoritmos da vida real. Para que um computador possa desempenhar uma tarefa é necessário que esta seja detalhada passo a passo, numa forma compreensível pela máquina, utilizando aquilo que se chama de programa. Neste sentido, um programa de computador nada mais é que um algoritmo escrito numa forma compreensível pelo computador. Exercícios: 1 Defina: a) Algoritmos: b) Estruturas de Dados: 2 Crie uma sequência lógica para: a) Ir à Universidade. b) Somar dois números e multiplicar o resultado pelo primeiro número.

8 Algoritmos e Estruturas de Dados 1 Prof. Eduardo Método para a construção de qualquer algoritmo Para a construção de qualquer tipo de algoritmo, é necessário seguir estes passos: Compreender completamente o problema a ser resolvido, destacando os objetos que o compõem. Definir os dados de entrada, ou seja, quais dados serão fornecidos. Definir o processamento, ou seja, quais cálculos serão efetuados e quais as restrições para esses cálculos. Definir os dados de saída, ou seja, quais dados serão gerados. Construir o algoritmo utilizando um dos tipos. Testar o algoritmo realizando simulações Fases Anteriormente vimos que ALGORITMO é uma seqüência lógica de instruções que podem ser executadas. É importante ressaltar que qualquer tarefa que siga determinado padrão pode ser descrita por um algoritmo. Entretanto ao montar um algoritmo, precisamos primeiro dividir o problema apresentado em três fases fundamentais. Onde temos: ENTRADA: São os dados de entrada do algoritmo PROCESSAMENTO: São os procedimentos utilizados para chegar ao resultado final SAÍDA: São os dados já processados

9 Algoritmos e Estruturas de Dados 1 Prof. Eduardo 9 Exemplo de Algoritmo Imagine o seguinte problema: Calcular a média final dos alunos da 3ª Série. Os alunos realizarão quatro provas: P1, P2, P3 e P4. Onde: Para montar o algoritmo proposto, faremos três perguntas: a) Quais são os dados de entrada? R: Os dados de entrada são P1, P2, P3 e P4 b) Qual será o processamento a ser utilizado? R: O procedimento será somar todos os dados de entrada e dividi-los por 4 (quatro) c) Quais serão os dados de saída? R: O dado de saída será a média final Teste de Mesa ou Rastreamento Algoritmo Receba a nota da prova1 Receba a nota de prova2 Receba a nota de prova3 Receba a nota da prova4 Some todas as notas e divida o resultado por 4 Mostre o resultado da divisão Após desenvolver um algoritmo ele deverá sempre ser testado. Este teste é chamado de TESTE DE MESA, que significa, seguir as instruções do algoritmo de maneira precisa para verificar se o procedimento utilizado está correto ou não. Veja o exemplo: Nota da Prova 1 Nota da Prova 2 Nota da Prova 3 Nota da Prova 4 Utilize a tabela abaixo:

10 Algoritmos e Estruturas de Dados 1 Prof. Eduardo 10 Exercícios 1 - Identifique os dados de entrada, processamento e saída no algoritmo abaixo: Receba código da peça Receba valor da peça Receba Quantidade de peças Calcule o valor total da peça (Quantidade * Valor da peça) Mostre o código da peça e seu valor total 2 - Faça um algoritmo para Calcular o estoque médio de uma peça, sendo que ESTOQUEMÉDIO = (QUANTIDADE MÍNIMA + QUANTIDADE MÁXIMA) /2 3 - Teste o algoritmo anterior com dados definidos por você. 4 TIPOS DE ALGORITMOS Os três tipos mais utilizados de algoritmos são: descrição narrativa, fluxograma e pseudocódigo ou portugol. 4.1 Descrição narrativa A descrição narrativa consiste em analisar o enunciado do problema e escrever, utilizando uma linguagem natural (por exemplo, a língua portuguesa), os passos a serem seguidos para sua resolução. Vantagem: não é necessário aprender nenhum conceito novo, pois uma língua natural, neste ponto, já é bem conhecida. Desvantagem: a língua natural abre espaço para várias interpretações, o que posteriormente dificultará a transcrição desse algoritmo para programa. Exemplo: Algoritmo para somar três números Receber os três números. (passo1) Somar os três números. (passo2) Mostrar o resultado obtido. (passo 3) Fluxograma O fluxograma consiste em analisar o enunciado do problema e escrever, utilizando símbolos gráficos predefinidos, os passos a serem seguidos para sua resolução. Vantagem: o entendimento de elementos gráficos é mais simples que o entendimento de textos. Desvantagem: é necessário aprender a simbologia dos fluxogramas e, além disso, o algoritmo resultante não apresenta muitos detalhes, dificultando sua transcrição para um programa. Símbolos utilizados:

11 Algoritmos e Estruturas de Dados 1 Prof. Eduardo 11 Exemplo: Algoritmo para multiplicar dois números Pseudocódigo ou Portugol O Pseudocódigo ou Portugol é o tipo que utilizaremos para as soluções dos exercícios das nossas aulas e consiste em analisar o enunciado do problema e escrever, por meio de regras predefinidas, os passos s serem seguidos para sua resolução. Vantagem: a passagem do algoritmo para qualquer linguagem de programação é quase imediata, bastando conhecer as palavras reservadas dessa linguagem que serão utilizadas. Desvantagem: é necessário aprender as regras do pseudocódigo. Exemplo: Algoritmo para dividir dois números algoritmo somar declaração de variáveis inteiro numero1,numero2,resultado; início escreva( Digite o primeiro número: ); leia(numero1); escreva( Digite o segundo número: ); leia(numero2); resultado numero1 + numero2; escreva( A Soma é:, resultado); fim_algoritmo

12 Algoritmos e Estruturas de Dados 1 Prof. Eduardo 12 Pode-se escrever um algoritmo de diversas formas, para o curso adotaremos as seguintes, por exemplo: algoritmo somar declaração de variáveis inteiro numero1,numero2,resultado; início escreva( Digite o primeiro número: ); leia(numero1); escreva( Digite o segundo número: ); leia(numero2); resultado numero1 + numero2; escreva( A Soma é:, resultado); fim_algoritmo Algoritmo somar Entrada: n1, n2, números naturais, isto é, n1 e n2 são inteiros e n1, n2 1 Saída: resultado { escreva( Digite o primeiro número: ); leia(n1); escreva( Digite o segundo número: ); leia(n2); resultado n1 + n2; escreva( A Soma é:, resultado); } Algoritmo somar Declare n1, n2, resultado Interiro Leia n1, n2 resultado n1 + n2 Escreva resultado Fim_Algorimto Exercício: 1 Faça um algoritmo em Descrição Narrativa e um em fluxograma para mostrar o resultado da divisão de dois números. 5 CONSTANTES, VARIÁVEIS E TIPOS DE DADOS Variáveis e constantes são os elementos básicos que um programa manipula. Uma variável é um espaço reservado na memória do computador para armazenar um tipo de dado determinado. Variáveis devem receber nomes para poderem ser referenciadas e modificadas quando necessário. Um programa deve conter declarações que especificam de que tipo são as variáveis que ele utilizará e às vezes um valor inicial. Tipos podem ser, por exemplo: inteiros, reais, caracteres, etc. As expressões combinam variáveis e constantes para calcular novos valores. 5.1 Constantes Constante é um determinado valor fixo que não se modifica ao longo do tempo, durante a execução de um programa. Conforme o seu tipo, a constante é classificada como sendo numérica, lógica e literal.

13 Algoritmos e Estruturas de Dados 1 Prof. Eduardo 13 Exemplo de constantes: 5.2 Variáveis Um algoritmo, e posteriormente, um programa, recebem dados, que precisam ser armazenados no computador para serem utilizados no processamento. Esse armazenamento é feito na memória. Assim, uma variável representa uma posição de memória. Possui nome e tipo e seu conteúdo pode variar ao longo do tempo, durante a execução de um programa. Embora uma variável possa assumir diferentes valores, ela só pode armazenar um valor a cada instante. Variável é a representação simbólica dos elementos de um certo conjunto. Cada variável corresponde a uma posição de memória, cujo conteúdo pode se alterado ao longo do tempo durante a execução de um programa. Embora uma variável possa assumir diferentes valores, ela só pode armazenar um valor a cada instante Exemplos de variáveis: 5.3 Tipos de Dados Definem os tipos de informações a serem processadas. Os tipos de dados mais utilizados são: numéricos e literais ou caracteres. Numéricos: inteiros e reais Inteiros podem ser positivos ou negativos e não possuem parte fracionária. Exemplo: 15 irmãos, -2 graus. Real - podem ser positivos ou negativos e possuem parte fracionária. Exemplo: 1.73 de altura, 3.5 litros. Literais ou Caracteres São dados formados por um único caractere ou por uma cadeia de caracteres. Esses caracteres podem ser as letras e os números (não podem ser usados para cálculos). Exemplo: aluno,

14 Algoritmos e Estruturas de Dados 1 Prof. Eduardo 14 Exercícios: 1 O que é uma constante? Dê dois exemplos. 2 O que é uma variável? Dê dois exemplos. 6 OPERADORES ARITMÉTICOS Os operadores aritméticos são os utilizados para obter resultados numéricos. Além da adição, subtração, multiplicação e divisão, podem utilizar também o operador para exponenciação. Os símbolos para os operadores aritméticos são: Hierarquia das Operações Aritméticas 1 º ( ) Parênteses 2 º Exponenciação 3 º Multiplicação, divisão (o que aparecer primeiro) 4 º + ou (o que aparecer primeiro) Exemplo 7 FORMAÇÃO DE IDENTIFICADORES Os identificadores são os nomes das variáveis, dos programas, das constantes, das rotinas etc. As regras básicas são: Os caracteres que você pode utilizar são: os números, as letras maiúsculas, as letras minúsculas e o caractere sublinhado. O primeiro caractere deve ser sempre uma letra ou caractere sublinhado. Não são permitidos espaços em branco e caracteres especiais Não podemos usar palavras reservadas nos identificadores, ou seja, palavras que pertençam a uma linguagem de programação. Exemplos: Válidos A a nota numero_1 x4 Não válidos 5b por começar com número E 39 por conter espaço em branco Case por ser palavra reservada

15 Algoritmos e Estruturas de Dados 1 Prof. Eduardo 15 Exercício: defina os identificadores abaixo se são válidos ou não válidos, neste caso justifique: a) dia b) prova 2 c) idade_1 d) 4y 8 ESTRUTURA SEQUENCIAL algoritmo Nome_do_algoritmo declaração de variáveis variáveis inicio bloco de comandos; fim_algoritmo 8.1 Declaração de variáveis As variáveis são declaradas após a palavra declaração de variáveis e os tipos mais utilizados são: numérico (inteiro ou real) e literal (caracteres). Exemplo: inteiro x; real y; literal i; 8.2 Comando de atribuição O comando de atribuição é utilizado para conceder valores ou operações a variáveis, sendo representado pelo símbolo. Exemplo: x 4; y 2.5; i A ; 8.3 Comando de Entrada O comando de entrada é utilizado para receber dados digitados pelo usuário, que serão armazenados em variáveis. Esse comando é representado pela palavra leia. Exemplo: leia(x); Um valor digitado pelo usuário será armazenado na variável x. 8.4 Comando de saída O comando de saída é utilizado para mostrar dados na tela. Esse comando é representado pela palavra escreva, e os dados podem ser conteúdos de variáveis ou mensagens. Exemplo: escreva(x); Mostra o valor armazenado na variável x. escreva( Conteúdo de Y:,y); Mostra a mensagem Conteúdo de Y: e em seguida o valor armazenado na variável y.

16 Algoritmos e Estruturas de Dados 1 Prof. Eduardo 16 Exercício resolvido: 1 Faça um algoritmo que receba dois números inteiros, calcule e mostre a soma desses números. algoritmo Somar declaração de variáveis inteiro num1,num2,soma; início escreva( Digite o número 1: ); leia(num1); escreva( Digite o número 2: ); leia(num2); soma num1+num2; escreva( Resultado:,soma); fim_algoritmo Exercícios: 1 - Escreva um algoritmo que armazene o valor 10 em uma variável A e o valor 20 em uma variável B. A seguir (utilizando apenas atribuições entre variáveis) troque os seus conteúdos fazendo com que o valor que está em A passe para B e vice-versa. Ao final, escrever os valores que ficaram armazenados nas variáveis. 2 - Analise os algoritmos abaixo e diga o que será impresso na tela ao serem executados: a) b) d) c) e)

17 Algoritmos e Estruturas de Dados 1 Prof. Eduardo 17 f) 3 Os pares de instruções abaixo produzem: 4 Escreva um algoritmo para ler um valor (do teclado) e escrever (na tela) o seu antecessor. 5 A Loja Mamão com Açúcar está vendendo seus produtos em 5 (cinco) prestações sem juros. Faça um algoritmo que receba um valor de uma compra e mostre o valor das prestações. 6 Faça um algoritmo que leia as idades de 3 pessoas, calcule a média aritmética destas idades e mostre o cálculo. 7 Faça um algoritmo que leia o valor do dólar (em reais) em um determinado dia, leia uma quantia em dólares e realize a conversão. 8 Sabe-se que a força da gravidade na lua equivale a 1 / 6 da gravidade na terra. Faça um programa que leia o peso de uma pessoa, calcule o seu peso na lua e mostre o resultado. 9 A contribuição ao INSS equivale a 11% do salário de um trabalhador. Faça um programa que leia o salário de uma pessoa, calcule e mostre o imposto a ser pago. 10 Escreva um algoritmo para ler o número total de eleitores de um município, o número de votos brancos, nulos e válidos. Calcular e escrever o percentual que cada um representa em relação ao total de eleitores. 11 Faça um algoritmo que receba três notas e seus respectivos pesos, calcule e mostre a média ponderada. 12 Faça um algoritmo que receba o salário base de um funcionário, calcule e mostre o salário a receber, sabendo-se que o funcionário tem gratificação de 5% sobre o salário base e paga imposto de 7% sobre este salário Faça um programa que receba o valor de um depósito e o valor da taxa de juros, calcule e mostre o valor do rendimento e o valor total depois do rendimento.

18 Algoritmos e Estruturas de Dados 1 Prof. Eduardo O custo ao consumidor de um carro novo é a soma do preço de fábrica com o percentual de lucro do distribuidor e dos impostos aplicados ao preço de fábrica. Faça um programa que receba o preço de fábrica de um veículo, o percentual de lucro do distribuidor e o percentual de impostos, calcule e mostre: a) o valor correspondente ao lucro do distribuidor; b) o valor correspondente aos impostos; c) o preço final do veículo. 15 Uma revendedora de carros usados paga a seus funcionários vendedores um salário fixo por mês, mais uma comissão também fixa para cada carro vendido e mais 5% do valor das vendas por ele efetuadas. Escrever um algoritmo que leia o número de carros por ele vendidos, o valor total de suas vendas, o salário fixo e o valor que ele recebe por carro vendido. Calcule e escreva o salário final do vendedor. 16 Faça um programa que calcule e mostre a área de um triângulo. Sabe-se que: A=(base*altura)/2. 17 Faça um programa que calcule e mostre a área de um círculo. Sabe-se que:. 18 Faça um programa que receba um número positivo e maior que zero, calcule e mostre: a) o número digitado ao quadrado; b) o número digitado ao cubo; c) a raiz quadrada do número digitado; 19 Faça um programa que receba o ano de nascimento de uma pessoa e o ano atual, calcule e mostre: a) a idade dessa pessoa; b) quantos anos ela terá em Faça um programa que receba o número de horas trabalhadas e o valor do salário mínimo, calcule e mostre o salário a receber seguindo estas regras: a) a hora trabalhada vale a metade do salário mínimo; b) o salário bruto equivale ao número de horas trabalhadas multiplicado pelo valor da hora trabalhada; c) o imposto equivale a 3% do salário bruto; d) o salário a receber equivale ao salário bruto menos o imposto. 21 Faça um algoritmo que calcule a quantidade de litros de combustível gasta em uma viagem, utilizando um automóvel que faz 12Km por litro. Para obter o cálculo, o usuário deve fornecer o tempo gasto na viagem e a velocidade média durante ela. Desta forma, será possível obter a distância percorrida com a fórmula DISTANCIA = TEMPO * VELOCIDADE. Tendo o valor da distância, basta calcular a quantidade de litros de combustível utilizada na viagem com a fórmula: LITROS_USADOS = DISTANCIA / 12. O programa deve apresentar os valores da velocidade média, tempo gasto na viagem, a distância percorrida e a quantidade de litros utilizada na viagem. 22 Pedro comprou um saco de ração com peso em quilos. Ele possui dois gatos, para os quais fornece a quantidade de ração em gramas. A quantidade diária de ração fornecida para cada gato é sempre a mesma. Faça um programa que receba o peso do saco de ração e a quantidade de ração fornecida para cada gato, calcule e mostre quanto restará de ração no saco após cinco dias. 23 Escreva um algoritmo para ler uma temperatura em graus Fahrenheit, calcular e escrever o valor correspondente em graus Celsius (baseado na fórmula abaixo): Observação: Para testar se a sua resposta está correta saiba que 100ºC = 212F

19 Algoritmos e Estruturas de Dados 1 Prof. Eduardo Faça um algoritmo que leia três notas de um aluno, calcule e escreva a média final deste aluno. Considerar que a média é ponderada e que o peso das notas é 2, 3 e Cada degrau de uma escada tem X de altura. Faça um programa que receba essa altura e a altura que o usuário deseja alcançar subindo a escada, calcule e mostre quantos degraus ele deverá subir para atingir seu objetivo, sem se preocupar com a altura do usuário. Todas as medidas fornecidas devem estar em metros. 26 Faça um programa que receba a medida do ângulo formado por uma escada apoiada no chão e encostada na parede e a altura da parede onde está a ponta da escada, calcule e mostre a medida desta escada. 27 Uma pessoa deseja pregar um quadro em uma parede. Faça um programa para calcular e mostrar a que distância a escada deve estar da parede. A pessoa deve fornecer o tamanho da escada e a altura em que deseja pregar o quadro. Lembre-se de que o tamanho da escada deve ser maior que a altura que se deseja alcançar. X Altura em que deseja pregar o quadro Y Distância em que deverá ficar a escada Z Tamanho da escada 28 Sabe-se que o quilowatt de energia custa um quinto do salário mínimo. Faça um programa que receba o valor do salário mínimo e a quantidade de quilowatts consumida por uma residência, calcule e mostre: a) o valor de cada quilowatt; b) o valor a ser pago por essa residência; c) o valor a ser pago com desconto de 15% Faça um programa que receba o peso de uma pessoa, calcule e mostre: a) O novo peso, se a pessoa engordar 15% sobre o peso digitado; b) O novo peso, se a pessoa emagrecer 20% sobre o peso digitado. 30 Construa um algoritmo que, tendo como dados de entrada dois pontos quaisquer no plano, P(x1,y1) e P(x2,y2), escreva a distância entre eles. A fórmula que efetua tal cálculo é: 31 Escreva um algoritmo que leia três números inteiros e positivos (A, B, C) e calcule a seguinte expressão:, onde 32 Um sistema de equações lineares do tipo:, pode ser resolvido segundo mostrado abaixo : Escreva um algoritmo que lê os coeficientes a,b,c,d,e e f e calcula e mostra os valores de x e y.

1 ESTRUTURA SEQUENCIAL

1 ESTRUTURA SEQUENCIAL Noções de Programação de Computadores Prof. Eduardo 1 1 ESTRUTURA SEQUENCIAL algoritmo Nome_do_algoritmo declaração de variáveis variáveis inicio bloco de comandos; fim_algoritmo 1.1 Declaração de variáveis

Leia mais

ALGORITMOS E ESTRUTURAS DE DADOS I

ALGORITMOS E ESTRUTURAS DE DADOS I ALGORITMOS E ESTRUTURAS DE DADOS I Prof. Eduardo Machado Real Ementa: Conceitos básicos para construção de algoritmos. Estrutura condicional. Estruturas de repetição. Variáveis compostas homogêneas e heterogêneas.

Leia mais

Programação de Computadores I Introdução. Prof. Ramon Figueiredo Pessoa

Programação de Computadores I Introdução. Prof. Ramon Figueiredo Pessoa Programação de Computadores I Introdução Prof. Ramon Figueiredo Pessoa 1 Conceitos Básicos O computador só consegue: Armazenar dados em disco Imprimir Relatórios gerar gráficos realizar cálculos 5 4 3

Leia mais

Aula 4B. Lógica e Algoritmos. Profª. Fabiany

Aula 4B. Lógica e Algoritmos. Profª. Fabiany Fundamentos de Programação 1 Aula 4B Lógica e Algoritmos. Profª. Fabiany Lógica A lógica de programação é a técnica de encadear pensamentos para atingir determinado objetivo. Sequência Lógica São passos

Leia mais

Capítulo 1 - Lógica e Algoritmos

Capítulo 1 - Lógica e Algoritmos 1. Introdução à Lógica de Programação Capítulo 1 - Lógica e Algoritmos A lógica de programação é necessária para pessoas que desejam trabalhar com desenvolvimento de sistemas e programas, ela permite definir

Leia mais

ALGORITMOS E ESTRUTURAS DE DADOS I (Parte 1)

ALGORITMOS E ESTRUTURAS DE DADOS I (Parte 1) ALGORITMOS E ESTRUTURAS DE DADOS I (Parte 1) Prof. Eduardo Machado Real Conteúdos: Introdução aos algoritmos Estrutura Sequencial Estrutura Condicional Estruturas de Repetição Algoritmos e Estruturas de

Leia mais

Algoritmos - 1. Alexandre Diehl. Departamento de Física - UFPel

Algoritmos - 1. Alexandre Diehl. Departamento de Física - UFPel Algoritmos - 1 Alexandre Diehl Departamento de Física - UFPel Conceitos básicos Computador: conceito clássico (até quando????) HARDWARE (partes físicas) SOFTWARE (programas) PCF2017 2 Conceitos básicos

Leia mais

INFORMÁTICA APLICADA AULA 02 ALGORITMOS

INFORMÁTICA APLICADA AULA 02 ALGORITMOS UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO CURSO: Bacharelado em Ciências e Tecnologia INFORMÁTICA APLICADA AULA 02 ALGORITMOS Profª ª Danielle Casillo ALGORITMOS Um algoritmo é uma sequência de instruções

Leia mais

ALGORITMOS AULA 1. Profª Amanda Gondim

ALGORITMOS AULA 1. Profª Amanda Gondim ALGORITMOS AULA 1 Profª Amanda Gondim O que é lógica? NOÇÕES DE LÓGICA A lógica trata da correção do pensamento Ensina-nos a usar corretamente as leis do pensamento É a arte de pensar corretamente A forma

Leia mais

#Conceituação. Algoritmos. Eliezio Soares

#Conceituação. Algoritmos. Eliezio Soares INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE CAMPUS SÃO GONÇALO DO AMARANTE Algoritmos #Conceituação Eliezio Soares Eliezio.soares@ifrn.edu Computadores e Tarefas 1. O computador

Leia mais

Conceitos Básicos. Professor: Juliano Lucas Gonçalves.

Conceitos Básicos. Professor: Juliano Lucas Gonçalves. Conceitos Básicos Professor: Juliano Lucas Gonçalves juliano.goncalves@ifsc.edu.br Agenda Revisão Algoritmos Memória, variáveis e constantes Estrutura básica de um algoritmo em pseudocódigo 2 O que já

Leia mais

CAPÍTULO 3 INSTRUÇÕES BÁSICAS

CAPÍTULO 3 INSTRUÇÕES BÁSICAS CAPÍTULO 3 INSTRUÇÕES BÁSICAS Guilherme da Cunha Fonseca FEPI Centro Universitário de Itajubá Curso de Tecnologia em Fabricação Mecânica 1 INTRODUÇÃO As instruções ou comandos básicos são o conjunto de

Leia mais

Introdução à Lógica de Programação

Introdução à Lógica de Programação Introdução à Lógica de Programação 1 Elaboração de um programa Problema Análise Programa Algoritmo 2 Processo de geração de um programa Análise do problema: Ler atentamente o enunciado do problema até

Leia mais

ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES I. Trabalho 1 (T1)

ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES I. Trabalho 1 (T1) ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES I Trabalho 1 (T1) Grupo de até três acadêmicos; Entregar os algoritmos; Entregar as implementações dos algoritmos (arquivos.c), organizados em uma pasta (denominada

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS. 2) Explique a diferença entre algoritmo computacional e não computacional.

LISTA DE EXERCÍCIOS. 2) Explique a diferença entre algoritmo computacional e não computacional. LISTA DE EXERCÍCIOS 1) Qual a definição de lógica de programação? 2) Explique a diferença entre algoritmo computacional e não computacional. 3) Qual a definição de instruções em computação? 4) Qual a definição

Leia mais

Introdução à Lógica de Programação. Adaptação de Luis Otavio Alvares

Introdução à Lógica de Programação. Adaptação de Luis Otavio Alvares 1 Introdução à Lógica de Programação Adaptação de Luis Otavio Alvares 2 Elaboração de um programa Problema Análise Programa Algoritmo 3 Processo de geração de um programa Análise do problema: Ler atentamente

Leia mais

Introdução à Programação de Computadores Fabricação Mecânica

Introdução à Programação de Computadores Fabricação Mecânica Introdução à Programação de Computadores Fabricação Mecânica Edilson Hipolito da Silva edilson.hipolito@ifsc.edu.br - http://www.hipolito.info Aula 06 - Introdução a algoritmos Roteiro Algoritmos Formas

Leia mais

CONCEITOS DE ALGORITMOS

CONCEITOS DE ALGORITMOS CONCEITOS DE ALGORITMOS Fundamentos da Programação de Computadores - 3ª Ed. 2012 Editora Prentice Hall ISBN 9788564574168 Ana Fernanda Gomes Ascênsio Edilene Aparecida Veneruchi de Campos Algoritmos são

Leia mais

Algoritmos e Programação. Noções de Lógica e Algoritmos Tarcio Carvalho

Algoritmos e Programação. Noções de Lógica e Algoritmos Tarcio Carvalho s e Programação Noções de Lógica e Algoritmos Tarcio Carvalho EMENTA Desenvolvimento de algoritmos; Tipos de dados básicos e estruturados; Comandos de uma linguagem de Programação; Metodologia de desenvolvimento

Leia mais

Informática Aplicada I Lista: Fluxograma

Informática Aplicada I Lista: Fluxograma UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO CAMPUS DE GUARATINGUETÁ Colégio Técnico Industrial de Guaratinguetá Informática Aplicada I Lista: Fluxograma 1) Escreva um fluxograma que armazene

Leia mais

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES 1. Introdução à Lógica de Programação 1.1. Lógica? Lógica de programação é a técnica de encadear pensamentos para atingir determinado objetivo.

Leia mais

Algoritmo e Programação Matemática

Algoritmo e Programação Matemática Algoritmo e Programação Matemática Fundamentos de Algoritmos Parte 1 Renato Dourado Maia Instituto de Ciências Agrárias Universidade Federal de Minas Gerais Dados A funcionalidade principal de um computador

Leia mais

G A B A R I T O. Estrutura Sequencial

G A B A R I T O. Estrutura Sequencial G A B A R I T O Estrutura Sequencial 1. Receba quatro números inteiros, calcule e mostre a soma desses números. n1, n2, n3, n4 soma n1 + n2 + n3 + n4 soma s 2. Receba três notas, calcule e mostre a média

Leia mais

ESTRUTURA CONDICIONAL E SELEÇÃO

ESTRUTURA CONDICIONAL E SELEÇÃO Algoritmos e Estruturas de Dados 1 Prof. Eduardo 1 ESTRUTURA CONDICIONAL E SELEÇÃO 1 - ESTRUTURA CONDICIONAL (ESTRUTURAS DE CONTROLE OU DECISÃO) Até o momento da disciplina vimos algoritmos e programas

Leia mais

Algoritmos e Técnicas. Lógica de Programação. É a técnica de encadear pensamento para atingir determinado objetivo.

Algoritmos e Técnicas. Lógica de Programação. É a técnica de encadear pensamento para atingir determinado objetivo. Algoritmos e Técnicas Lógica de Programação É a técnica de encadear pensamento para atingir determinado objetivo. 1 Algoritmos - Conceitos Um algoritmo é uma seqüência de ações (passos) finitas, bem definidas,

Leia mais

Computação I: Representações de Algoritmos

Computação I: Representações de Algoritmos Computação I: Representações de Algoritmos reginaldo.re@utfpr.edu.br * Parte da apresentação foi gentilmente cedida pelo prof. Igor Steinmacher Agenda Objetivos Relembrando... Algoritmos para desenvolver

Leia mais

ALGORITMOS COM SELEÇÃO 1 - ESTRUTURA CONDICIONAL (ESTRUTURAS DE CONTROLE)

ALGORITMOS COM SELEÇÃO 1 - ESTRUTURA CONDICIONAL (ESTRUTURAS DE CONTROLE) Algoritmos e Estruturas de Dados 1 Prof. Eduardo 1 ALGORITMOS COM SELEÇÃO 1 - ESTRUTURA CONDICIONAL (ESTRUTURAS DE CONTROLE) Até o momento da disciplina vimos comandos de entrada, processamento e saída

Leia mais

Conceitos Básicos de Algoritmos

Conceitos Básicos de Algoritmos Conceitos Básicos de Algoritmos 35 TIPOS PRIMITIVOS Palavra-reservada: inteiro - define variáveis numéricas do tipo inteiro, ou seja, sem casas decimais Palavra-reservada: real - define variáveis numéricas

Leia mais

Lógica de Programação. Profas. Simone Campos Camargo e Janete Ferreira Biazotto

Lógica de Programação. Profas. Simone Campos Camargo e Janete Ferreira Biazotto Lógica de Programação Profas. Simone Campos Camargo e Janete Ferreira Biazotto O curso Técnico em Informática É o profissional que desenvolve e opera sistemas, aplicações, interfaces gráficas; monta estruturas

Leia mais

Algoritmos e Linguagem de Programação I

Algoritmos e Linguagem de Programação I Algoritmos e Linguagem de Programação I Roberto Ferreira roberto.ferreira@lapa.ifbaiano.edu.br 2014.1 Módulo I Aula 3 Algoritmos Computacionais Na aula anterior vimos... Quais são os passos para solucionar

Leia mais

Linguagem de Descrição de algoritmos

Linguagem de Descrição de algoritmos FTC Faculdade de Tecnologia e Ciências Engenharia Civil 1º Semestre Linguagem de Descrição de algoritmos Rafael Barbosa Neiva rafael@prodados.inf.br Definição - Algoritmo Diariamente, executamos uma série

Leia mais

Algoritmos e Estruturas de Dados

Algoritmos e Estruturas de Dados Algoritmos e Estruturas de Dados Introdução Prof. Sinaide Nunes Bezerra Vídeoaulas e exercícios em linguagem C, acesse www.mathgraph.com.br 1 de novembro de 2015 Sumário 1 Introdução

Leia mais

Fundamentos de Algoritmos (5175/31)

Fundamentos de Algoritmos (5175/31) UEM/CTC Departamento de Informática Curso: Ciência da Computação Professor: Flávio Rogério Uber Fundamentos de Algoritmos (5175/31) Material Original: Prof. Yandre Maldonado e Gomes da Costa (UEM/DIN)

Leia mais

Conceitos Básicos ENTRADA PROCESSAMENTO SAÍDA

Conceitos Básicos ENTRADA PROCESSAMENTO SAÍDA Aula 02 - Algoritmos Disciplina: Algoritmos Prof. Allbert Velleniche de Aquino Almeida E-mail: allbert.almeida@fatec.sp.gov.br Site: http://www.allbert.com.br /allbert.almeida Conceitos Básicos Desde o

Leia mais

PPM CONTEÚDO. Lógica de programação Programação para manufatura Sistemas supervisorios PROGRAMAÇÃO PARA MANUFATURA 05/03/2009

PPM CONTEÚDO. Lógica de programação Programação para manufatura Sistemas supervisorios PROGRAMAÇÃO PARA MANUFATURA 05/03/2009 PPM PROGRAMAÇÃO PARA MANUFATURA CONTEÚDO Lógica de programação Programação para manufatura Sistemas supervisorios 1 LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO Abrangência Introduzir os conceitos básicos relacionados à lógica

Leia mais

Programação de Computadores I - BCC 701 Lista de Exercícios 1 Módulo 1

Programação de Computadores I - BCC 701 Lista de Exercícios 1 Módulo 1 Programação de Computadores I - BCC 701 Lista de Exercícios 1 Módulo 1 e de Dados Exercício 01 Codifique um programa que, dado dois números inteiros quaisquer, efetue a soma desses números e imprima o

Leia mais

ALGORITMOS E ESTRUTURAS DE DADOS I

ALGORITMOS E ESTRUTURAS DE DADOS I ALGORITMOS E ESTRUTURAS DE DADOS I Prof. Eduardo Machado Real Conteúdo deste material: Introdução aos Algoritmos Estrutura Sequencial Algoritmos e Estruturas de Dados 1 Prof. Eduardo 2 1 - INTRODUÇÃO Desde

Leia mais

Introdução à Algoritmos. Professora: Fabíola Gonçalves.

Introdução à Algoritmos. Professora: Fabíola Gonçalves. Introdução à Algoritmos Professora: Fabíola Gonçalves. AGENDA Algoritmos Definição Por que precisamos de Algoritmos Características Formas de representação Descrição Narrativa Fluxograma Linguagem Algorítmica

Leia mais

1 INTRODUÇÃO AOS ALGORITMOS

1 INTRODUÇÃO AOS ALGORITMOS Algoritmos e Fundamentos de uma Linguagem de Programação Prof. Eduardo 1 1 INTRODUÇÃO AOS ALGORITMOS Desde o início de sua existência, o homem procurou criar máquinas que o auxiliassem em seu trabalho,

Leia mais

INTRODUÇÃO A PROGRAMAÇÃO

INTRODUÇÃO A PROGRAMAÇÃO INTRODUÇÃO A PROGRAMAÇÃO Aula - 3 Edilson Hipolito da Silva edilson.hipolito@ifsc.edu.br - http://wwww.hipolito.info Roteiro 2 Exercícios Lógica 3 Para podermos trabalhar com desenvolvimento de sistemas/programas

Leia mais

ALGORITMOS COM SELEÇÃO 1 - ESTRUTURA CONDICIONAL (ESTRUTURAS DE CONTROLE)

ALGORITMOS COM SELEÇÃO 1 - ESTRUTURA CONDICIONAL (ESTRUTURAS DE CONTROLE) Algoritmos e Estruturas de Dados 1 Prof. Eduardo 1 ALGORITMOS COM SELEÇÃO 1 - ESTRUTURA CONDICIONAL (ESTRUTURAS DE CONTROLE) Já vimos entrada, processamento e saída, que compõem os algoritmos puramente

Leia mais

Introdução a Computação

Introdução a Computação Edirlei Soares de Lima Introdução a Computação Aula 02 Lógica de Programação Lógica de Programação Lógica de Programação é a técnica de criar sequências lógicas de ações para atingir

Leia mais

1. Faça um algoritmo que receba dois números e exiba o resultado da sua soma. subtração, multiplicação e a divisão dos números lidos.

1. Faça um algoritmo que receba dois números e exiba o resultado da sua soma. subtração, multiplicação e a divisão dos números lidos. LISTA DE EXERCÍCIOS DE ICCII TURMA N1 E N2 3º PERÍODO ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Prof.: Menezes Valor máximo: 3 pontos. Data da Entrega: Turma N1 23/04/2012 Turma N2 25/04/2012 Quantidade máxima de alunos

Leia mais

Funcionamento do computador. Conceito e definição de algoritmos. Prof. Alex Camargo

Funcionamento do computador. Conceito e definição de algoritmos. Prof. Alex Camargo UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS BAGÉ ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO Funcionamento do computador. Conceito e definição de algoritmos Prof. Alex Camargo alexcamargoweb@gmail.com Funcionamento do computador

Leia mais

Algoritmos e Lógica de Programação. Prof. Marcos Antonio Estremoe. 1 - Faça um programa que imprima a frase: Bem Vindo à Engenharia Firb 2014.

Algoritmos e Lógica de Programação. Prof. Marcos Antonio Estremoe. 1 - Faça um programa que imprima a frase: Bem Vindo à Engenharia Firb 2014. Algoritmos e Lógica de Programação Prof. Marcos Antonio Estremoe 1 - Faça um programa que imprima a frase: Bem Vindo à Engenharia Firb 2014. 2 - Faça um programa que imprima a palavra Bem Vindo à Engenharia

Leia mais

Introdução à Ciência da Computação ICC0001 Prof. Diego Buchinger

Introdução à Ciência da Computação ICC0001 Prof. Diego Buchinger Algoritmos e Linguagens de Programação Introdução à Ciência da Computação ICC0001 Prof. Diego Buchinger Conceitos Básicos Para dizer o que um computador deve fazer devemos programá-lo através de instruções

Leia mais

Definições de Algoritmos. Algoritmos e Programação I. Conceitos Básicos de Algoritmos. Relação entre Algoritmos e Programação

Definições de Algoritmos. Algoritmos e Programação I. Conceitos Básicos de Algoritmos. Relação entre Algoritmos e Programação Definições de Algoritmos Algoritmos e Programação I Aula 2 Prof a. Márcia Cristina Moraes mmoraes@inf.pucrs.br Prof a. Sílvia M.W. Moraes silvia@inf.pucrs.br Algoritmo é um conjunto finito de regras, bem

Leia mais

Projeto de Algoritmos

Projeto de Algoritmos Projeto de Algoritmos Introdução aos Sistemas Computacionais Prof. Ernani Viriato de Melo / Reginaldo Costa http://www.ernani.eti.br http://reginaldofazu.blogspot.com 2º Semestre - 2008 Conceitos Básicos

Leia mais

Aula 5 Oficina de Programação Introdução ao C. Profa. Elaine Faria UFU

Aula 5 Oficina de Programação Introdução ao C. Profa. Elaine Faria UFU Aula 5 Oficina de Programação Introdução ao C Profa. Elaine Faria UFU - 2017 Linguagem de Programação Para que o computador consiga ler um programa e entender o que fazer, este programa deve ser escrito

Leia mais

Métodos de Representação de Algoritmos

Métodos de Representação de Algoritmos Métodos de Representação de Algoritmos Contudo, quando falamos em algoritmo sob o enfoque computacional, como já foi mencionado, não podemos utilizar uma descrição narrativa para representar um algoritmo.

Leia mais

Algoritmos e Programação : Conceitos e estruturas básicas. Hudson Victoria Diniz

Algoritmos e Programação : Conceitos e estruturas básicas. Hudson Victoria Diniz Algoritmos e Programação : Conceitos e estruturas básicas Hudson Victoria Diniz Relembrando... Um algoritmo é formalmente uma seqüência finita de passos que levam a execução de uma tarefa. Podemos pensar

Leia mais

Algoritmos e Introdução à Programação. Lógica e Linguagem de Programação

Algoritmos e Introdução à Programação. Lógica e Linguagem de Programação Algoritmos e Introdução à Programação Lógica e Linguagem de Programação Prof. José Honorato Ferreira Nunes honoratonunes@softwarelivre.org http://softwarelivre.org/zenorato/honoratonunes Linguagem C Prof.

Leia mais

ALGORITMOS E LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PRÉ AULA PRÉ AULA 31/08/2015

ALGORITMOS E LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PRÉ AULA PRÉ AULA 31/08/2015 ALGORITMOS E LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO Prof. Esp. Fabiano Taguchi http://fabianotaguchi.wordpress.com fabianotaguchi@gmail.com PRÉ AULA De acordo com a sua compreensão acerca da representação das fórmulas

Leia mais

Algoritmos e Técnicas de Programação Introdução Givanaldo Rocha de Souza

Algoritmos e Técnicas de Programação Introdução Givanaldo Rocha de Souza Algoritmos e Técnicas de Programação Introdução Givanaldo Rocha de Souza givanaldo.rocha@ifrn.edu.br http://docente.ifrn.edu.br/givanaldorocha Conceitos Lógica de Programação técnica de encadear pensamentos

Leia mais

Lógica e Linguagem de Programação Aula 01 - Introdução Exercícios 01 - Respostas Professor: Danilo Giacobo

Lógica e Linguagem de Programação Aula 01 - Introdução Exercícios 01 - Respostas Professor: Danilo Giacobo Lógica e Linguagem de Programação Aula 01 - Introdução Exercícios 01 - Respostas Professor: Danilo Giacobo Para cada problema abaixo escreva uma solução algorítmica utilizando a forma da descrição narrativa

Leia mais

Algoritmos e Programação

Algoritmos e Programação Universidade Federal do Vale do São Francisco Curso de Engenharia da Produção / Elétrica Parte 02 Prof. Jorge Cavalcanti jorge.cavalcanti@univasf.edu.br www.univasf.edu.br/~jorge.cavalcanti www.twitter.com/jorgecav

Leia mais

BCC Introdu c ao ` a Programa c ao Portugol Guillermo C amara-ch avez UFOP 1/35

BCC Introdu c ao ` a Programa c ao Portugol Guillermo C amara-ch avez UFOP 1/35 BCC 201 - Introdução à Programação Portugol Guillermo Cámara-Chávez UFOP 1/35 Introdução I Lógica A lógica é usada no dia a dia das pessoas que trabalham com computação para solucionar problemas de forma

Leia mais

Algoritmos: Conceitos Fundamentais. Slides de autoria de Rosely Sanches e Simone Senger de Souza

Algoritmos: Conceitos Fundamentais. Slides de autoria de Rosely Sanches e Simone Senger de Souza Algoritmos: Conceitos Fundamentais Slides de autoria de Rosely Sanches e Simone Senger de Souza DADOS E EXPRESSÕES Uso da Informação Computador manipula informações contidas em sua memória. Classificadas

Leia mais

1ª LISTA DE EXERCÍCIOS - Extra

1ª LISTA DE EXERCÍCIOS - Extra 1ª LISTA DE EXERCÍCIOS - Extra Fabio Augusto Oliveira Guilherme da Cunha Fonseca FEPI Centro Universitário de Itajubá Curso de Engenharia de Produção 1) Faça um algoritmo que receba dois números e exiba

Leia mais

Lógica de Programação I. Gilson de Souza Carvalho

Lógica de Programação I. Gilson de Souza Carvalho Gilson de Souza Carvalho gaucho.gilson@hotmail.com 1. Estruturas básicas Apresentaremos um resumo com os comandos estudados para criação de algoritmos. Para utilizar estes comandos, usaremos uma sintaxe

Leia mais

ALGORITMOS 3ª Aula. 3. Introdução Tipos de dados, variáveis e operadores Tipos de dados

ALGORITMOS 3ª Aula. 3. Introdução Tipos de dados, variáveis e operadores Tipos de dados 3. Introdução Segundo alguns especialistas, qualquer programa de computador pode ser escrito utilizando apenas três estruturas básicas: Seqüência, Condição e Repetição. Isto significa que, na construção

Leia mais

Algoritmos e Técnicas de Programação

Algoritmos e Técnicas de Programação Algoritmos e Técnicas de Programação Introdução filipe.raulino@ifrn.edu.br Créditos O material utilizado neste curso é composto de adaptações dos Slides do Professor Diego Silveira. Objetivos Fazer uma

Leia mais

Conceitos básicos de algoritmos

Conceitos básicos de algoritmos Conceitos básicos de algoritmos Operadores Aritméticos Unários: +, - Exemplos: +1-5.9... var a: inteiro... a

Leia mais

CONCEITO DE COMPUTADOR. O que é um computador?

CONCEITO DE COMPUTADOR. O que é um computador? CONCEITO DE COMPUTADOR O que é um computador? CONCEITO DE COMPUTADOR Denomina-se computador uma máquina capaz de variados tipos de tratamento automático de informações ou processamento de dados. Contudo,

Leia mais

Lógica de Programação Módulo I Prof.: Ricardo Lokchin. Fazer os exercícios abaixo na Linguagem C ou em ALGORITMOS.

Lógica de Programação Módulo I Prof.: Ricardo Lokchin. Fazer os exercícios abaixo na Linguagem C ou em ALGORITMOS. Curso Superior de Tecnologia em Sistemas para Internet a Distância Instituto Federal Sul-rio-grandense - IFSUL Sistema Universidade Aberta do Brasil UAB Núcleo de Produção de Tecnologia e Ensino - NPTE

Leia mais

Algoritmos e Programação

Algoritmos e Programação Universidade Federal do Pampa Campus-Bagé Algoritmos e Programação Aula 2 - Elementos fundamentais de Algoritmos, Conceitos de Varíaveis Prof. Julio Saraçol juliodomingues@unipampa.edu.br Slide1 Aula de

Leia mais

Lista de Exercícios 01 Entrada e Saída de Dados

Lista de Exercícios 01 Entrada e Saída de Dados Lista de Exercícios 01 e de Dados Exercício 01 Uma P. A., Progressão Aritmética, fica determinada pela sua razão (r) e pelo seu primeiro termo (a 1 ). Escreva um programa que determine o n-ésimo termo

Leia mais

Revisão Histórico das Linguagens de Programação

Revisão Histórico das Linguagens de Programação Revisão Histórico das Linguagens de Programação Qual a única linguagem compreendida pelos computadores? O que é uma linguagem de programação de alto nível? Como fazer o computador entender um programa

Leia mais

Introdução à Lógica de Programação

Introdução à Lógica de Programação Sistemas Operacionais e Introdução à Programação Introdução à Lógica de Programação 1 Resolução de problemas usando computador Computador: ferramenta para processamento automático de dados Processamento

Leia mais

Noções de algoritmos - Aula 1

Noções de algoritmos - Aula 1 Noções de algoritmos - Aula 1 Departamento de Física UFPel Definição de algoritmo Sequência ordenada e finita de operações para a realização de uma tarefa. Tarefa: Experimento de Física I. Passo 1: Reunir

Leia mais

Introdução à Lógica de Programação

Introdução à Lógica de Programação Sistemas Operacionais e Introdução à Programação Introdução à Lógica de Programação 1 Lógica: técnica de de encadear pensamentos para atingir determinado objetivo Entender o problema a ser resolvido Decompor

Leia mais

GFM015 Introdução à Computação. Algoritmos. Ilmério Reis da Silva UFU/FACOM

GFM015 Introdução à Computação. Algoritmos. Ilmério Reis da Silva  UFU/FACOM GFM015 Introdução à Computação Algoritmos Ilmério Reis da Silva ilmerio@facom.ufu.br www.facom.ufu.br/~ilmerio/ic UFU/FACOM Programa 1. Noções básicas sobre os componentes de micro computadores 2.Uso de

Leia mais

OFICINA DA PESQUISA. Prof. Msc. Carlos José Giudice dos Santos

OFICINA DA PESQUISA. Prof. Msc. Carlos José Giudice dos Santos OFICINA DA PESQUISA DISCIPLINA: LÓGICA MATEMÁTICA E COMPUTACIONAL APOSTILA 7 FLUXOGRAMA Prof. Msc. Carlos José Giudice dos Santos carlos@oficinadapesquisa.com.br www.oficinadapesquisa.com.br Conceitos

Leia mais

Estrutura de um Algoritmo, Variáveis, Comandos de Entrada e Saída e Expressões Aritméticas

Estrutura de um Algoritmo, Variáveis, Comandos de Entrada e Saída e Expressões Aritméticas Estrutura de um Algoritmo, Variáveis, Comandos de Entrada e Saída e Expressões Aritméticas Estrutura de um Programa em Linguagem Algorítmica Nesse curso nós vamos utilizar a linguagem algorítmica para

Leia mais

Algoritmo e Introdução a Programação. Prof. Josino Rodrigues

Algoritmo e Introdução a Programação. Prof. Josino Rodrigues Algoritmo e Introdução a Programação Prof. Josino Rodrigues Um algoritmo é qualquer procedimento computacional bem definido que toma algum valor ou conjunto de valores como entrada e produz algum valor

Leia mais

Resolução de Algoritmos

Resolução de Algoritmos Resolução de Algoritmos Disciplina: Algoritmos e Programação Luciano Moraes Da Luz Brum Universidade Federal do Pampa Unipampa Campus Bagé Email: lucianobrum18@gmail.com Tópicos Resolução dos exercícios

Leia mais

Introdução à Programação

Introdução à Programação Introdução à Programação Edilson Hipolito da Silva edilson.hipolito@ifsc.edu.br - http://www.hipolito.info Aula 05 Formas de representação de algoritmos Roteiro Representação de algoritmos Linguagem natural

Leia mais

1 - INTRODUÇÃO. Portanto, um programa é a codificação de um algoritmo em uma linguagem de programação. (ASCENCIO;CAMPOS, 2007)

1 - INTRODUÇÃO. Portanto, um programa é a codificação de um algoritmo em uma linguagem de programação. (ASCENCIO;CAMPOS, 2007) 1 - INTRODUÇÃO Desde o início de sua existência, o homem procurou criar máquinas que o auxiliassem em seu trabalho, diminuindo esforço e economizando tempo. Dentre essas máquinas, o computador vem se mostrando

Leia mais

Programação de Computadores III

Programação de Computadores III Programação de Computadores III Introdução a Algoritmos (Parte I) Professor Hugo de Oliveira Barbalho hbarbalho@ic.uff.br Material produzido pelo professor: Leandro Augusto Frata Fernandes (laffernandes@ic.uff.br)

Leia mais

Subalgoritmos. algoritmo completo é dividido num algoritmo principal e em diversos subalgoritmos (tantos quantos forem necessários ou convenientes).

Subalgoritmos. algoritmo completo é dividido num algoritmo principal e em diversos subalgoritmos (tantos quantos forem necessários ou convenientes). Subalgoritmos Sempre é possível dividir problemas grandes e complicados em problemas menores e de solução mais simples. A decomposição de um problema é fator determinante para a redução da complexidade.

Leia mais

Parte I - Expressões lógicas e operadores

Parte I - Expressões lógicas e operadores Lista de Exercícios de Algoritmos e Laboratório de Programação - 01 Parte I - Expressões lógicas e operadores 1. Sendo A=3, B=7 e C=4, informe se as expressões abaixo são verdadeiras ou falsas. a) (A+C)

Leia mais

Prof. Paulo Villa Aula 1

Prof. Paulo Villa Aula 1 UNISUL 2014/ 1 Universidade do Sul de Santa Catarina Engenharia Elétrica Algoritmos Aula 1 Slides adaptados do Prof. Frederico Ferlini Informações da Disciplina Página da disciplina gse.ufsc.br/~pvilla

Leia mais

Introdução à Pseudo-código PROGRAMAÇÃO I (COM06842) LÓGICA E TÉCNICA DE PROGRAMAÇÃO (COM06039)

Introdução à Pseudo-código PROGRAMAÇÃO I (COM06842) LÓGICA E TÉCNICA DE PROGRAMAÇÃO (COM06039) Introdução à Pseudo-código PROGRAMAÇÃO I (COM06842) LÓGICA E TÉCNICA DE PROGRAMAÇÃO (COM06039) F REDDY BRASILEIRO www.inf.ufes.br/~fbrasileiro fbrasileiro@inf.ufes.br Conteúdo 4. Elementos fundamentais

Leia mais

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARA ENGENHARIA DISCUSSÃO DOS EXERCÍCIOS E EXERCÍCIOS EXTRAS

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARA ENGENHARIA DISCUSSÃO DOS EXERCÍCIOS E EXERCÍCIOS EXTRAS LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARA ENGENHARIA DISCUSSÃO DOS EXERCÍCIOS E EXERCÍCIOS EXTRAS Prof. Dr. Daniel Caetano 2011-2 Visão Geral 1 Discussão dos Exercícios 2 Exercícios Extras Material de Estudo Material

Leia mais

Introdução a Programação de Jogos

Introdução a Programação de Jogos Introdução a Programação de Jogos Aula 03 Introdução a Linguagem C Edirlei Soares de Lima Estrutura de um Programa C Inclusão de bibliotecas auxiliares: #include Definição

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIO. 2) Fazer um algoritmo para calcular a soma entre dois números e multiplicar o resultado pelo primeiro.

LISTA DE EXERCÍCIO. 2) Fazer um algoritmo para calcular a soma entre dois números e multiplicar o resultado pelo primeiro. LISTA DE EXERCÍCIO 1) Fazer um algoritmo para calcular a soma entre dois números. 2) Fazer um algoritmo para calcular a soma entre dois números e multiplicar o resultado pelo primeiro. 3) Fazer um algoritmo

Leia mais

Fábio Rodrigues / Israel Lucania

Fábio Rodrigues / Israel Lucania Fábio Rodrigues / Israel Lucania Variável é um local na memória principal, isto é, um endereço que armazena um conteúdo. Em linguagem de alto nível nos é permitido dar nomes a esse endereço, facilitando

Leia mais

Exercícios Repetição. 8.3 Exercícios

Exercícios Repetição. 8.3 Exercícios Curso de Graduação em Ciência da Computação Disciplina: Algoritmos Professor: Marcelo Cendron Exercícios Repetição 8.3 Exercícios 1. Faça um programa utilizando o comando while, que fica lendo números

Leia mais

Professora Martha Spalenza Professora de Informática da Faetec

Professora Martha Spalenza Professora de Informática da Faetec Algoritmos em Estrutura seqüencial 1. Tipos de dados São quatro os tipos básicos de dados, e podem assumir os seguintes valores válidos: - números inteiros: -,, -3, -2, -1, 0, 1, 2, 3,, + ; - números reais:

Leia mais

Português Estruturado

Português Estruturado Português Estruturado Português Estruturado Para que o algoritmo possa ser executado por uma máquina é importante que as instruções sejam corretas e sem ambigüidades. O português estruturado é, na verdade,

Leia mais

Pseudocódigo. Regras para nomear um algoritmos: Variáveis. Exemplo: Exemplo: Exemplo: O valor do dolar; O peso de uma pessoa;

Pseudocódigo. Regras para nomear um algoritmos: Variáveis. Exemplo: Exemplo: Exemplo: O valor do dolar; O peso de uma pessoa; Pseudocódigo Português estruturado Mais formal e estruturado Facilidade de compreensão /* Algoritmo que descreve os passos para trocar uma lâmpada */ comentário Algoritmo TrocaLampada nome do algoritmo

Leia mais

Algoritmos e Estruturas de Dados I. Universidade Federal de São João del-rei Pedro Mitsuo Shiroma Sala 119 Bloco 3

Algoritmos e Estruturas de Dados I. Universidade Federal de São João del-rei Pedro Mitsuo Shiroma Sala 119 Bloco 3 Algoritmos e Estruturas de Dados I Universidade Federal de São João del-rei Pedro Mitsuo Shiroma Sala 119 Bloco 3 Computação - Algoritmo O que é um algoritmo? Um procedimento passo-a-passo para a solução

Leia mais

PORTUGUÊS ESTRUTURADO: INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO PROF. ALEXANDRO DOS SANTOS SILVA

PORTUGUÊS ESTRUTURADO: INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO PROF. ALEXANDRO DOS SANTOS SILVA PORTUGUÊS ESTRUTURADO: INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO PROF. ALEXANDRO DOS SANTOS SILVA SUMÁRIO Introdução Conceitos básicos Formato básico Tipos primitivos Variáveis Constantes Operadores Operações

Leia mais

TIPOS DE DADOS E VARIÁVEIS

TIPOS DE DADOS E VARIÁVEIS AULA 3 TIPOS DE DADOS E VARIÁVEIS 3.1 Tipos de dados Os dados manipulados por um algoritmo podem possuir natureza distinta, isto é, podem ser números, letras, frases, etc. Dependendo da natureza de um

Leia mais

Variáveis e Entrada de Dados Marco André Lopes Mendes marcoandre.googlepages.

Variáveis e Entrada de Dados Marco André Lopes Mendes  marcoandre.googlepages. Variáveis e Entrada de Dados Marco André Lopes Mendes marcoandre@ifc-araquari.edu.br marcoandre@gmail.com marcoandre.googlepages.com Algoritmos é a base Primeiro programa Este programa possui apenas uma

Leia mais

EXERCÍCIOS: Estrutura Sequencial, IF (SE), ELSE (Senão)

EXERCÍCIOS: Estrutura Sequencial, IF (SE), ELSE (Senão) EXERCÍCIOS: Estrutura Sequencial, IF (SE), ELSE (Senão) Exercício 1) Escreva um programa para ler um número o o Se o número é par, mostre na tela o texto "O número é par" Senão, mostre na tela o texto

Leia mais

Microcontroladores. Programação: fluxogramas, pseudocódigos e lógica. Prof. Daniel

Microcontroladores. Programação: fluxogramas, pseudocódigos e lógica. Prof. Daniel Microcontroladores Programação: fluxogramas, pseudocódigos e lógica Prof. Daniel 1 Algoritmo Pseudocódigo Também conhecido como Portugol ou Português Estruturado; As instruções são todas padronizadas;

Leia mais

Fundamentos de Programação

Fundamentos de Programação Fundamentos de Programação CP41F Aula 2 Prof. Daniel Cavalcanti Jeronymo Conceito de algoritmo. Raciocínio lógico na construção de algoritmos. Estrutura de algoritmos. Universidade Tecnológica Federal

Leia mais

UNIDADE 1 CONCEITOS BÁSICOS EM ALGORITMOS

UNIDADE 1 CONCEITOS BÁSICOS EM ALGORITMOS 1 UNIDADE 1 CONCEITOS BÁSICOS EM ALGORITMOS 1.1 NOÇÕES DE LÓGICA a) Conceitos: - Lógica é a ciência que estuda as leis do raciocínio; coerência; raciocínio. - Lógica como técnica nos ensina a usar corretamente

Leia mais

INFORMÁTICA APLICADA AULA 01 ALGORITMOS

INFORMÁTICA APLICADA AULA 01 ALGORITMOS UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO CURSO: Bacharelado em Ciências e Tecnologia INFORMÁTICA APLICADA AULA 01 ALGORITMOS Profª ª Danielle Casillo O que é lógica? NOÇÕES DE LÓGICA A lógica trata da

Leia mais