ENSINO DO INGLÊS - 1.º ANO

Save this PDF as:
Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ENSINO DO INGLÊS - 1.º ANO"

Transcrição

1 ENSINO DO INGLÊS - 1.º ANO Listening Ser capaz de reconhecer a língua inglesa. Ser capaz de reconhecer novas sonoridades. Ser capaz de identificar o vocábulo. Ser capaz de identificar expressões curtas e simples. Ser capaz de associar uma imagem a um vocábulo. Speaking Saber fazer perguntas simples. Saber responder a questões igualmente simples. Saber associar uma imagem a um vocábulo. Saber pronunciar correctamente vocábulos simples. Saber pronunciar expressões simples e curtas. Reading Reconhecer a mancha gráfica simples dos vocábulos. Writing Audição de canções Audição de pequenas histórias Audição do professor Audição de rimas Audição de chants Visualização de pequenos excertos de filmes. Repetição do professor. Role-play. Pequenos e simples diálogos. Utilização diária de expressões do quotidiano. Aprender canções simples e básicas. Exercícios de associação de imagens a vocábulos. Pequenos jogos. Greetings Classroom rules / language / objects Weather Cardinal numbers (1-10) Colours Human body and face Feelings Clothes Family House Pets Food Toys Conhecer e actuar segundo regras, critérios e normas de conduta de boas praticas de intervenção social. Identificar as finalidades da tarefa a executar. Conhecer e compreender as finalidades da tarefa a executar. Identificar situações problemáticas, escolher e aplicar as estratégias de resposta a essas situações. Ser capaz de enriquecer a comunicação através de formas de comunicação alternativas. Questionar a realidade observada. Identificar e articular saberes e conhecimentos para compreender uma situação ou problema. Usar estratégias de oralidade e raciocínio crítico na resolução de problemas. Comunicar, discutir e defender ideias e descobertas, dando espaço de intervenção aos seus parceiros. Auto-avaliar processos e resultados das aprendizagens. Promover o uso correcto da Língua Portuguesa, de forma adequada às situações de comunicação criadas nas diversas áreas do saber, numa perspectiva de construção pessoal do conhecimento. Realizar diferentes tipos de actividades, promotoras de saúde do bem-estar e qualidade de vida. Ser capaz de escrever vocábulos simples. Utilizando o tracejado. Escrever vocábulos utilizando o tracejado existente.

2 ENSINO DO INGLÊS - 2.º ANO Listening Ser capaz de reconhecer novas sonoridades. Ser capaz de identificar e reconhecer o vocábulo. Ser capaz de identificar expressões curtas e simples usadas diariamente. Ser capaz de associar uma imagem a um vocábulo. Ser capaz de interiorizar os fonemas do alfabeto inglês. Speaking Saber fazer perguntas simples. Saber responder a questões igualmente simples. Saber associar uma imagem a um vocábulo. Saber pronunciar correctamente vocábulos simples. Saber pronunciar expressões simples e curtas. Reading Ser capaz de ler pequenos diálogos com perguntas e respostas elementares. Ler e repetir com relativa correcção textos adequados ao seu nível. Audição de canções Audição de pequenas histórias Audição do professor Audição de rimas Audição de chants Visualização de pequenos excertos de filmes. Repetição do professor. Role-play. Pequenos e simples diálogos. Utilização diária de expressões do quotidiano. Aprender canções simples. Exercícios de associação de imagens a vocábulos. Pequenos jogos. Leitura de diálogos ou pequenos textos adequados ao seu nível. Greetings Classroom rules / language / objects Weather Human body and face Clothes Family House Farm animals Food Playground Conhecer e actuar segundo regras, critérios e normas de conduta de boas praticas de intervenção social. Identificar as finalidades da tarefa a executar. Conhecer e compreender as finalidades da tarefa a executar. Identificar situações problemáticas, escolher e aplicar as estratégias de resposta a essas situações. Ser capaz de enriquecer a comunicação através de formas de comunicação alternativas. Questionar a realidade observada. Identificar e articular saberes e conhecimentos para compreender uma situação ou problema. Usar estratégias de oralidade e raciocínio crítico na resolução de problemas. Comunicar, discutir e defender ideias e descobertas, dando espaço de intervenção aos seus parceiros. Auto-avaliar processos e resultados das aprendizagens. Promover o uso correcto da Língua Portuguesa, de forma adequada às situações de comunicação criadas nas diversas áreas do saber, numa perspectiva de construção pessoal do conhecimento. Realizar diferentes tipos de actividades, promotoras de saúde do bem-estar e qualidade de vida.

3 Writing Reescrever frases (de acordo com o seu nível) ordenando os seus elementos. Ser capaz de escrever pequenas e simples frases. Ser capaz de escrever os grafemas do alfabeto inglês. Escrever vocábulos simples. Copiar pequenas expressões. Legendar imagens em pósteres feitos pelos alunos. Fazer pequenos jogos (sopa de letras, palavras cruzadas).

4 ENSINO DO INGLÊS - 3.º ANO Listening Identificar algo através da sua descrição. Ser capaz de identificar e reconhecer novos vocábulos. Ser capaz de interiorizar fonemas do alfabeto inglês. Ser capaz de identificar expressões usadas no seu quotidiano. Identificar frases isoladas. Speaking Capacidade de se exprimir de forma confiante, clara e audível, adequado ao seu nível. Participação em conversas sobre assuntos do quotidiano. Concordar / discordar. Ser capaz de mostrar preferências. Reagir a estímulos auditivos de forma verbal. Participação em conversas no contexto das actividades da aula. Auto-apresentação e apresentação de outras pessoas a partir de tópicos (elementos de identificação, situação familiar, características pessoais, gostos hábitos). Audição de canções Audição de histórias Audição do Professor Visualização de Excertos de Filmes Repetição do Professor. Role-Play. Pequenos diálogos. Utilização diária de expressões do quotidiano. Jogos. Greetings Classroom Rules /Language / Objects Weather / What time is it? Cardinal / Ordinal Numbers Food Countries / Nationalities Human Body / Physical Appearance Seasons / Clothes / Money Family Animals ( Wild, Sea, Farm, Pets ) House Conhecer e actuar segundo regras, critérios e normas de conduta de boas práticas de intervenção social. Identificar as finalidades da tarefa a executar. Conhecer e compreender as finalidades da tarefa a executar. Identificar situações problemáticas, escolher e aplicar as estratégias de resposta a essas situações. Ser capaz de enriquecer a comunicação através de formas de comunicação alternativas. Questionar a realidade observada. Identificar e articular saberes e conhecimentos para compreender uma situação ou problema. Usar estratégias de oralidade e raciocínio critico na resolução de problemas. Comunicar, discutir e defender ideias e descobertas, dando espaço de intervenção aos seus parceiros. Auto-avaliar processos e resultados das aprendizagens. Promover o uso correto da Língua Portuguesa, de forma adequada às situações de comunicação criadas nas diversas áreas do saber, numa perspectiva de construção pessoal do conhecimento. Realizar diferentes tipos de actividades, promotoras de saúde do bem-estar e qualidade de vida. Reading Identificação de informações em função de um objectivo preciso a partir de textos informativos. Identificação de mensagens em textos de relação social e interpessoal. Compreender as ideias gerais de um texto. Identificar frases isoladas. Leitura de diálogos ou textos adequados ao seu nível.

5 Ler e repetir com relativa correcção textos adequados ao seu nível. Ler com clareza e entoação. Writing Saber responder a mensagens escritas. Saber responder a inquéritos sobre a vida quotidiana. Saber fazer a sua identificação pessoal. Saber autodescrever-se e descrever os outros Conhecimento de regras gramaticais básicas Reescrever frases ordenando os seus elementos. Responder a mensagens escritas. Responder a inquéritos sobre a vida quotidiana. Elaborar pequenos textos de acordo com o seu nível. Fazer jogos (sopa de letras, palavras cruzadas). Legendar imagens.

6 ENSINO DO INGLÊS - 4.º ANO Listening Identificar algo através da sua descrição. Ser capaz de identificar e reconhecer novos vocábulos. Ser capaz de interiorizar fonemas do alfabeto inglês. Ser capaz de identificar expressões usadas no seu quotidiano. Ser capaz de identificar frases isoladas. Speaking Capacidade de se exprimir de forma confiante, clara e audível, adequado ao seu nível. Participação em conversas sobre assuntos do quotidiano. Concordar / discordar. Ser capaz de mostrar preferências. Reagir a estímulos auditivos de forma verbal. Participação em conversas no contexto das actividades da aula. Auto-apresentação e apresentação de outras pessoas a partir de tópicos (elementos de identificação, situação familiar, características pessoais, gostos hábitos). Audição de canções Audição de histórias Audição do Professor Visualização de Excertos de Filmes Repetição do Professor. Role-Play. Pequenos diálogos. Utilização diária de expressões do quotidiano. Jogos. Greetings Classroom Rules /Language / Objects Weather / What time is it? Daily Actions Countries / Nationalities Human Body / Physical Appearance / Senses Free Time / Sports Means of Transport / Shops / Money Conhecer e actuar segundo regras, critérios e normas de conduta de boas práticas de intervenção social. Identificar as finalidades da tarefa a executar. Conhecer e compreender as finalidades da tarefa a executar. Identificar situações problemáticas, escolher e aplicar as estratégias de resposta a essas situações. Ser capaz de enriquecer a comunicação através de formas de comunicação alternativas. Questionar a realidade observada. Identificar e articular saberes e conhecimentos para compreender uma situação ou problema. Usar estratégias de oralidade e raciocínio critico na resolução de problemas. Comunicar, discutir e defender ideias e descobertas, dando espaço de intervenção aos seus parceiros. Auto-avaliar processos e resultados das aprendizagens. Promover o uso correto da Língua Portuguesa, de forma adequada às situações de comunicação criadas nas diversas áreas do saber, numa perspectiva de construção pessoal do conhecimento. Realizar diferentes tipos de actividades, promotoras de saúde do bem-estar e qualidade de vida.

7 Reading Identificação de informações em função de um objectivo preciso a partir de textos informativos. Identificação de mensagens em textos de relação social e interpessoal. Leitura de diálogos ou textos adequados ao seu nível. Compreender as ideias gerais de um texto. Identificar frases isoladas. Ler e repetir com relativa correcção textos adequados ao seu nível. Ler com clareza e entoação. Writing Saber responder a mensagens escritas. Saber responder a inquéritos sobre a vida quotidiana. Saber fazer a sua identificação pessoal. Saber autodescrever-se e descrever os outros Conhecimento de regras gramaticais básicas Elaborar frases curtas e simples. Responder a mensagens escritas. Responder a inquéritos sobre a vida quotidiana. Elaborar pequenos textos de acordo com o seu nível. Fazer jogos (sopa de letras, palavras cruzadas). Legendar imagens.

8 ENSINO DA MÚSICA 1.º ANO Domínio da perceção sonora e musical - Desenvolvimento auditivo/ distinguir sons do meio e do ambiente, sons naturais e artificiais, memorização e imitação sonora - Identificar auditivamente e visualmente os instrumentos musicais da sala de aula. - Identificar e marcar a pulsação de lengalengas, canções, melodias e danças utilizando a percussão corporal, instrumentos, voz e movimentos. - Reconhecer ritmos e ciclos de vida como a pulsação e respiração, natureza como as estações do ano ou noite e dia. - Reproduzir com a voz ou com outros instrumentos sons isolados, canções e melodias. - Organizar, relacionar e classificar conjuntos de sons segundo o timbre, a duração, a intensidade, a altura e a localização. - Dialogar sobre o meio ambiente sonoro e audições musicais.. Jogos de exploração da voz - Consciência da vocalização - Aquecimento vocal - Entoação vocal de melodias (individualmente e em grupo) - Uso de canções para reforço de aprendizagens. Jogos de exploração de instrumentos - Reconhecimento tímbrico e visual - Interpretação/prática instrumental - Leitura de ritmogramas. Expressão e criação musical/ Criação e experimentação - Criação e realização de melodias e ritmos em grupo e/ou individualmente. - Comunicação através de sons organizados - Interpretação e comunicação. Audição sonora e musical - Audição musical dos diversos géneros de música. Jogos de exploração do corpo - Ritmos corporais - Exploração tímbrica - Leituras rítmicas com o corpo Timbre - Sons do meio e da natureza/silêncio (Nível I) - Sons do corpo (níveis corporais) (Nível II) - Sons naturais e sons artificiais (Nível III) Dinâmica - Sons fortes e fracos (Nível I) - Som forte, som médio e som piano (Nível II) - f (forte), mf (meio forte), p (piano) (Nível III) Ritmo - Pulsação (Nível I) - Rápido/lento (Nível II) - Sons curtos e sons longos (Nível III) Altura - Sons agudos, sons graves (Nível I) - Agudo e grave (Nível II) - Linhas sonoras ascendentes, descendentes e da mesma altura (Nível III) Forma - Diferente/Igual (Nível I) - Sequências (Nível II) - Semelhante/Contrastante (Nível III) Conhecer e actuar segundo regras, critérios e normas de conduta de boas práticas de intervenção social. Identificar as finalidades da tarefa a executar. Conhecer e compreender as finalidades da tarefa a executar. Identificar situações problemáticas, escolher e aplicar as estratégias de resposta a essas situações. Ser capaz de enriquecer a comunicação através de formas de comunicação alternativas. Questionar a realidade observada. Identificar e articular saberes e conhecimentos para compreender uma situação ou problema. Usar estratégias de oralidade e raciocínio crítico na resolução de problemas. Comunicar, discutir e defender ideias e descobertas, dando espaço de intervenção aos seus parceiros. Auto-avaliar processos e resultados das aprendizagens. Promover o uso correcto da Língua Portuguesa, de forma adequada às situações de comunicação criadas nas diversas áreas do saber, numa perspectiva de construção pessoal do conhecimento.

9 Domínio da interpretação e comunicação - Canta individualmente e em grupo canções e melodias. - Toca instrumentos convencionais e não convencionais individualmente e em grupo na interpretação de música instrumental ou vocal acompanhado. - Explora expressão corporal, batimentos, palmas, gestos. - Interpreta obras musicais que interliguem diferentes formas de arte. - Apresenta e interpreta publicamente na escola e/ou comunidade obras vocais e instrumentais.. Expressão e criação musical/ Criação e experimentação - Criação e realização de melodias e ritmos em grupo e/ou individualmente. - Comunicação através de sons organizados - Interpretação e comunicação - Interpretação de canções temáticas ligadas à dança e à representação. Jogos de exploração do corpo - Ritmos corporais - Exploração tímbrica - Leituras rítmicas com o corpo. Movimento corporal - Danças - Expressão dramática. Jogos de exploração de instrumentos - Reconhecimento tímbrico e visual - Interpretação/prática instrumental - Leitura de ritmogramas. Jogos de exploração da voz - Consciência da vocalização - Aquecimento vocal - Entoação vocal de melodias (individualmente e em grupo) - Uso de canções para reforço de aprendizagens Timbre - Sons do meio e da natureza/silêncio (Nível I) - Sons do corpo (níveis corporais) (Nível II) - Sons naturais e sons artificiais (Nível III) Dinâmica - Sons fortes e fracos (Nível I) - Som forte, som médio e som piano (Nível II) - f (forte), mf (meio forte), p (piano) (Nível III) Ritmo - Pulsação (Nível I) - Rápido/lento (Nível II) - Sons curtos e sons longos (Nível III) Altura - Sons agudos, sons graves (Nível I) - Agudo e grave (Nível II) - Linhas sonoras ascendentes, descendentes e da mesma altura (Nível III) Forma - Diferente/Igual (Nível I) - Sequências (Nível II) - Semelhante/Contrastante (Nível III) Realizar diferentes tipos de actividades, promotoras da saúde, do bem-estar e de qualidade de vida. Nota: As Competências Transversais estendemse naturalmente a todos os domínios das Competências Específicas.

10 Domínio da criação e experimentação - Utilizar diferentes formas de produção sonora com a voz, percussão corporal, objectos e instrumentos musicais. - Utilizar e adequar texturas/ambientes sonoras em canções, danças, histórias e dramatizações. - O aluno utiliza diferentes fontes sonoras para explorar elementos básicos da música. - O aluno improvisa ritmos com percussão corporal com instrumentos não convencionais e convencionais individualmente e em grupo. - O aluno improvisa melodias, utilizando a voz e instrumentos convencionais. - Cria ideias sonoras e musicais partindo de determinados estímulos e temáticas. - Realiza danças de roda, de fila, tradicionais e infantis, assim como danças regionais e popularizadas.. Expressão e criação musical/ Criação e experimentação - Criação e realização de melodias e/ou ritmos em grupo e/ou individualmente. - Comunicação através de sons organizados - Interpretação e comunicação. Jogos de exploração do corpo - Ritmos corporais - Exploração tímbrica - Leituras rítmicas com o corpo. Movimento corporal - Danças - Expressão dramática - Danças tradicionais de roda e danças regionais Timbre - Sons do meio e da natureza/silêncio (Nível I) - Sons do corpo (níveis corporais) (Nível II) - Sons naturais e sons artificiais (Nível III) Dinâmica - Sons fortes e fracos (Nível I) - Som forte, som médio e som piano (Nível II) - f (forte), mf (meio forte), p (piano) (Nível III) Ritmo - Pulsação (Nível I) - Rápido/lento (Nível II) - Sons curtos e sons longos (Nível III) Altura - Sons agudos, sons graves (Nível I) - Agudo e grave (Nível II) - Linhas sonoras ascendentes, descendentes e da mesma altura (Nível III) Forma - Diferente/Igual (Nível I) - Sequências (Nível II) - Semelhante/Contrastante (Nível III)

11 Domínio das culturas musicais nos contextos - O aluno reconhece a música como parte do quotidiano e as diferentes funções que ela desempenha. - O aluno reconhece a diversidade do panorama musical de tradição oral. - O aluno identifica auditivamente canções de diferentes géneros.. Culturas musicais nos contextos - A multiculturalidade musical - Aprendizagem de canções do cancioneiro nacional - Danças tradicionais de roda e danças regionais. Movimento corporal - Danças - Expressão dramática Timbre - Sons do meio e da natureza/silêncio (Nível I) - Sons do corpo (níveis corporais) (Nível II) - Sons naturais e sons artificiais (Nível III) Dinâmica - Sons fortes e fracos (Nível I) - Som forte, som médio e som piano (Nível II) - f (forte), mf (meio forte), p (piano) (Nível III). Ritmo - Pulsação (Nível I) - Rápido/lento (Nível II) - Sons curtos e sons longos (Nível III) Altura - Sons agudos, sons graves (Nível I) - Agudo e grave (Nível II) - Linhas sonoras ascendentes, descendentes e da mesma altura (Nível III) Forma - Diferente/Igual (Nível I) - Sequências (Nível II) - Semelhante/Contrastante (Nível III)

12 Domínio da representação do som - Representação gráfica do som não convencional. - Inventar/utilizar gestos, sinais e palavras para expressar/comunicar intensidade, duração, altura, pulsação e andamento. - Representa e interpreta várias formas de representação sonora/musical em partituras adequadas ao seu nível etário.. Representação do som - Leitura e escrita sonora não convencional - Criação de simbologia musical Timbre - Sons do meio e da natureza/silêncio (Nível I) - Sons do corpo (níveis corporais) (Nível II) - Sons naturais e sons artificiais (Nível III) Dinâmica - Sons fortes e fracos (Nível I) - Som forte, som médio e som piano (Nível II) - f (forte), mf (meio forte), p (piano) (Nível III) Ritmo - Pulsação (Nível I) - Rápido/lento (Nível II) - Sons curtos e sons longos (Nível III) Altura - Sons agudos, sons graves (Nível I) - Agudo e grave (Nível II) - Linhas sonoras ascendentes, descendentes e da mesma altura (Nível III) Forma - Diferente/Igual (Nível I) - Sequências (Nível II) - Semelhante/Contrastante (Nível III)

13 ENSINO DA MÚSICA 2.º ANO Domínio da perceção sonora e musical - Desenvolvimento auditivo/ distinguir sons do meio e do ambiente, sons naturais e artificiais, memorização e imitação sonora - Identificar auditivamente e visualmente os instrumentos musicais da sala de aula. - Identificar e marcar a pulsação de lengalengas, canções, melodias e danças utilizando a percussão corporal, instrumentos, voz e movimentos. - Reconhecer ritmos e ciclos de vida como a pulsação e respiração, natureza como as estações do ano ou noite e dia. - Reproduzir com a voz ou com outros instrumentos sons isolados, canções e melodias. - Organizar, relacionar e classificar conjuntos de sons segundo o timbre, a duração, a intensidade, a altura e a localização. - Dialogar sobre o meio ambiente sonoro e audições musicais. - Reconhecimento visual, auditivo e entoação de alturas definidas e indefinidas.. Jogos de exploração da voz - Consciência da vocalização - Aquecimento vocal - Entoação vocal de melodias (individualmente e em grupo) - Uso de canções para reforço de aprendizagens. Jogos de exploração do corpo - Ritmos corporais - Exploração tímbrica - Leituras rítmicas com o corpo. Jogos de exploração de instrumentos - Reconhecimento tímbrico e visual - Interpretação/prática instrumental - Leitura de ritmogramas. Audição sonora e musical - Audição musical dos diversos géneros de música, estilos e culturas musicais. Timbre - Sons de objectos (Nível IV) - Instrumentos elementares (Nível V) - Instrumentos da sala de aula (Nível VI) Dinâmica - Variação de intensidade: crescendo e diminuendo (Nível IV) - Fortíssimo e pianíssimo (Nível V) - pp, p, mf, f, ff (Nível VI) Ritmo - Andante, Allegro, lento (Nível IV) - Som organizado com a pulsação; dois sons de igual duração numa pulsação (Nível V) - Compasso binário; silêncio organizado com a pulsação: pausa de semínima (Nível VI) Altura - Agudo, médio, grave (Nível IV) - Duas notas em diferentes registos: Sol- Mi (Nível V) - Três notas em diferentes registos: Mi- Sol-Lá (Nível VI) Forma - Organizações elementares (Nível IV) - Elementos repetitivos (Nível V) - Ostinatos (Nível VI) Conhecer e actuar segundo regras, critérios e normas de conduta de boas praticas de intervenção social. Identificar as finalidades da tarefa a executar. Conhecer e compreender as finalidades da tarefa a executar. Identificar situações problemáticas, escolher e aplicar as estratégias de resposta a essas situações. Ser capaz de enriquecer a comunicação através de formas de comunicação alternativas. Questionar a realidade observada. Identificar e articular saberes e conhecimentos para compreender uma situação ou problema. Usar estratégias de oralidade e raciocínio critico na resolução de problemas. Comunicar, discutir e defender ideias e descobertas, dando espaço de intervenção aos seus parceiros. Auto-avaliar processos e resultados das aprendizagens. Promover o uso correcto da Língua Portuguesa, de forma adequada às situações de comunicação criadas nas diversas áreas do saber, numa perspectiva de construção pessoal do conhecimento.

14 Domínio da interpretação e comunicação - Canta individualmente e em grupo canções e melodias. - Toca instrumentos convencionais e não convencionais individualmente e em grupo na interpretação de música instrumental ou vocal acompanhado. - Explora expressão corporal, batimentos, palmas, gestos. - Interpreta obras musicais que interliguem diferentes formas de arte. - Apresenta e interpreta publicamente na escola e/ou comunidade obras vocais e instrumentais.. Expressão e criação musical/ Criação e experimentação - Criação e realização de melodias e ritmos em grupo e/ou individualmente. - Comunicação através de sons organizados - Interpretação e comunicação - Visualização, realização e transcrição.. Jogos de exploração do corpo - Ritmos corporais - Exploração tímbrica - Leituras rítmicas com o corpo. Movimento corporal - Danças - Expressão dramática. Jogos de exploração de instrumentos - Reconhecimento tímbrico e visual - Interpretação/prática instrumental - Leitura de ritmogramas. Jogos de exploração da voz - Consciência da vocalização - Aquecimento vocal - Entoação vocal de melodias (individualmente e em grupo) - Uso de canções para reforço de aprendizagens Timbre - Sons de objectos (Nível IV) - Instrumentos elementares (Nível V) - Instrumentos da sala de aula (Nível VI) Dinâmica - Variação de intensidade: crescendo e diminuendo (Nível IV) - Fortíssimo e pianíssimo (Nível V) - pp, p, mf, f, ff (Nível VI) Ritmo - Andante, Allegro, lento (Nível IV) - Som organizado com a pulsação; dois sons de igual duração numa pulsação (Nível V) - Compasso binário; silêncio organizado com a pulsação: pausa de semínima (Nível VI) Altura - Agudo, médio, grave (Nível IV) - Duas notas em diferentes registos: Sol-Mi (Nível V) - Três notas em diferentes registos: Mi-Sol-Lá (Nível VI) Forma - Organizações elementares (Nível IV) - Elementos repetitivos (Nível V) - Ostinatos (Nível VI) Realizar diferentes tipos de actividades, promotoras da saúde, do bem-estar e de qualidade de vida. Nota: As Competências Transversais estendemse naturalmente a todos os domínios das Competências Especificas.

15 Domínio da criação e experimentação - Utilizar diferentes formas de produção sonora com a voz, percussão corporal, objectos e instrumentos musicais. - Utilizar e adequar texturas/ambientes sonoras em canções, danças, histórias e dramatizações. - O aluno utiliza diferentes fontes sonoras para explorar elementos básicos da música. - O aluno improvisa ritmos com percussão corporal com instrumentos não convencionais e convencionais individualmente e em grupo. - O aluno improvisa melodias, utilizando a voz e instrumentos convencionais.. Expressão e criação musical/ Criação e experimentação - Criação e realização de melodias e ritmos em grupo e/ou individualmente. - Comunicação através de sons organizados - Interpretação e comunicação - Visualização, realização e transcrição.. Jogos de exploração da voz - Consciência da vocalização - Aquecimento vocal - Entoação vocal de melodias (individualmente e em grupo) - Uso de canções para reforço de aprendizagens. Jogos de exploração de instrumentos - Reconhecimento tímbrico e visual - Interpretação/prática instrumental - Leitura de ritmogramas Timbre - Sons de objectos (Nível IV) - Instrumentos elementares (Nível V) - Instrumentos da sala de aula (Nível VI) Dinâmica - Variação de intensidade: crescendo e diminuendo (Nível IV) - Fortíssimo e pianíssimo (Nível V) - pp, p, mf, f, ff (Nível VI) Ritmo - Andante, Allegro, lento (Nível IV) - Som organizado com a pulsação; dois sons de igual duração numa pulsação (Nível V) - Compasso binário; silêncio organizado com a pulsação: pausa de semínima (Nível VI) Altura - Agudo, médio, grave (Nível IV) - Duas notas em diferentes registos: Sol-Mi (Nível V) - Três notas em diferentes registos: Mi-Sol-Lá (Nível VI) - Cria ideias sonoras e musicais partindo de determinados estímulos e temáticas. - Realiza danças de roda, de fila, tradicionais e infantis, assim como danças regionais e popularizadas. Forma - Organizações elementares (Nível IV) - Elementos repetitivos (Nível V) - Ostinatos (Nível VI)

16 Domínio das culturas musicais nos contextos - O aluno reconhece a música como parte do quotidiano e as diferentes funções que ela desempenha. - O aluno reconhece a diversidade do panorama musical de tradição oral.. Culturas musicais nos contextos - A multiculturalidade musical - Aprendizagem das canções do cancioneiro nacional - Canções de diferentes culturas musicais. Audição sonora e musical - Audição musical dos diversos géneros de música, estilos e culturas musicais. Timbre - Sons de objectos (Nível IV) - Instrumentos elementares (Nível V) - Instrumentos da sala de aula (Nível VI) Dinâmica - Variação de intensidade: crescendo e diminuendo (Nível IV) - Fortíssimo e pianíssimo (Nível V) - pp, p, mf, f, ff (Nível VI) - O aluno identifica auditivamente canções de diferentes géneros.. Movimento corporal - Danças de roda e danças tradicionais - Expressão corporal e expressão dramática Ritmo - Andante, Allegro, lento (Nível IV) - Som organizado com a pulsação; dois sons de igual duração numa pulsação (Nível V) - Compasso binário; silêncio organizado com a pulsação: pausa de semínima (Nível VI) Altura - Agudo, médio, grave (Nível IV) - Duas notas em diferentes registos: Sol-Mi (Nível V) - Três notas em diferentes registos: Mi-Sol-Lá (Nível VI) Forma - Organizações elementares (Nível IV) - Elementos repetitivos (Nível V) - Ostinatos (Nível VI)

17 Domínio da representação do som - Representação gráfica do som não convencional e convencional (semínima, colcheia e pausa de semínima). - Inventar/utilizar gestos, sinais e palavras para expressar/comunicar timbre, intensidade, duração, altura, pulsação e andamento. - Representa e interpreta várias formas de representação sonora/musical em partituras adequadas ao seu nível etário.. Representação do som - Leitura e escrita sonora não convencional e convencional - A semínima e a colcheia Timbre - Sons de objectos (Nível IV) - Instrumentos elementares (Nível V) - Instrumentos da sala de aula (Nível VI) Dinâmica - Variação de intensidade: crescendo e diminuendo (Nível IV) - Fortíssimo e pianíssimo (Nível V) - pp, p, mf, f, ff (Nível VI) Ritmo - Andante, Allegro, lento (Nível IV) - Som organizado com a pulsação; dois sons de igual duração numa pulsação (Nível V) - Compasso binário; silêncio organizado com a pulsação: pausa de semínima (Nível VI) Altura - Agudo, médio, grave (Nível IV) - Duas notas em diferentes registos: Sol-Mi (Nível V) - Três notas em diferentes registos: Mi-Sol-Lá (Nível VI) Forma - Organizações elementares (Nível IV) - Elementos repetitivos (Nível V) - Ostinatos (Nível VI)

18 ENSINO DA MÚSICA 3.º ANO Domínio da perceção sonora e musical - Desenvolvimento auditivo/ memorização e imitação sonora - Identificar auditivamente e visualmente instrumentos musicais de orquestra e extra ocidentais - Identificar e marcar a pulsação de lengalengas, canções, melodias e danças utilizando a percussão corporal, instrumentos, voz e movimentos. - Reproduzir com a voz ou com outros instrumentos sons isolados, canções e melodias. - Organizar, relacionar e classificar conjuntos de sons segundo o timbre, a duração, a intensidade, a altura e a localização. - Dialogar sobre audições musicais. - Identifica a frase musical. Técnica vocal/ entoação - Aquecimento vocal - Entoação vocal de melodias (individualmente e em grupo) - Canto coral (canto de conjunto). Jogos de exploração rítmica - Ritmos corporais - Exploração tímbrica - Leituras rítmicas com o corpo - Ritmos com materiais não convencionais. Prática instrumental - Leitura rítmica e melódica com instrumentos Orff e flauta de bisel - Interpretação e comunicação. Expressão e criação musical/ Criação e experimentação - Criação e realização de melodias e ritmos em grupo e/ou individualmente. - Comunicação através de sons organizados - Interpretação e comunicação. Audição sonora e musical - Audição e identificação musical dos diversos géneros e estilos musicais. - Audição e visualização de diferentes géneros e estilos musicais. Timbre - Sons semelhantes e sons contrastantes (Nível VII) - Famílias de instrumentos de percussão (peles, metais e madeiras) (Nível VIII) - Instrumentos de sopro Flauta de bisel (Nível IX). Dinâmica - Organização dos elementos dinâmicos (Nível VII, VIII, IX). Ritmo - Compasso simples (ternário e quarternário) (Nível VII) - Sons e silêncios com duas pulsações (Nível VIII) - Sons e silêncios com quatro pulsações (Nível IX). Altura - Altura definida e indefinida, pauta e clave de sol (Nível VII) - Quatro notas em diferentes registos mi, sol, lá ré (Nível VIII) - A escala pentatónica. Bordão (Nível IX). Forma - Frases (Nível VII) - Imitação (Nível VIII) - Forma binária AB Pergunta/Resposta (Nível IX) Conhecer e actuar segundo regras, critérios e normas de conduta de boas praticas de intervenção social. Identificar as finalidades da tarefa a executar. Conhecer e compreender as finalidades da tarefa a executar. Identificar situações problemáticas, escolher e aplicar as estratégias de resposta a essas situações. Ser capaz de enriquecer a comunicação através de formas de comunicação alternativas. Questionar a realidade observada. Identificar e articular saberes e conhecimentos para compreender uma situação ou problema. Usar estratégias de oralidade e raciocínio critico na resolução de problemas. Comunicar, discutir e defender ideias e descobertas, dando espaço de intervenção aos seus parceiros. Auto-avaliar processos e resultados das aprendizagens. Promover o uso correcto da Língua Portuguesa, de forma adequada às situações de comunicação criadas nas diversas áreas do saber, numa perspectiva de construção pessoal do conhecimento.

19 Domínio da interpretação e comunicação - Canta individualmente e em grupo canções e melodias. - Toca instrumentos convencionais e não convencionais individualmente e em grupo na interpretação de música instrumental ou vocal acompanhado. - Explora expressão corporal, batimentos, palmas, gestos. - Interpreta obras musicais que interliguem diferentes formas de arte. - Apresenta e interpreta publicamente na escola e/ou comunidade obras vocais e instrumentais.. Jogos de exploração de instrumentos - Reconhecimento tímbrico e visual - Interpretação/prática instrumental (Instrumentos Orff e flauta de bisel) - Leitura de ritmogramas. Jogos de exploração rítmica - Ritmos corporais - Exploração tímbrica - Leituras rítmicas com o corpo - Ritmos com materiais não convencionais. Técnica vocal/ entoação - Aquecimento vocal - Entoação vocal de melodias (individualmente e em grupo) - Canto coral (canto de conjunto). Prática instrumental - Leitura rítmica e melódica com instrumentos Orff e flauta de bisel - Interpretação e comunicação. Timbre - Sons semelhantes e sons contrastantes (Nível VII) - Famílias de instrumentos de percussão (peles, metais e madeiras) (Nível VIII) - Instrumentos de sopro Flauta de bisel (Nível IX). Dinâmica - Organização dos elementos dinâmicos (Nível VII, VIII, IX). Ritmo - Compasso simples (ternário e quarternário) (Nível VII) - Sons e silêncios com duas pulsações (Nível VIII) - Sons e silêncios com quatro pulsações (Nível IX). Altura - Altura definida e indefinida, pauta e clave de sol (Nível VII) - Quatro notas em diferentes registos mi, sol, lá ré (Nível VIII) - A escala pentatónica. Bordão (Nível IX) Realizar diferentes tipos de actividades, promotoras da saúde, do bem-estar e de qualidade de vida.. Forma - Frases (Nível VII) - Imitação (Nível VIII) - Forma binária AB Pergunta/Resposta (Nível IX) Nota: As Competências Transversais estendem-se naturalmente a todos os domínios das Competências Especificas.

20 Domínio da criação e experimentação - Utilizar diferentes formas de produção sonora com a voz, percussão corporal, objectos e instrumentos musicais. - Utilizar e adequar texturas/ambientes sonoros em canções, danças, histórias e dramatizações. - O aluno improvisa ritmos com percussão corporal, com instrumentos não convencionais e convencionais individualmente e em grupo. - O aluno selecciona timbres para a realização de acompanhamento rítmico de uma canção ou música gravada. - O aluno improvisa melodias, utilizando a voz e instrumentos convencionais.. Expressão e criação musical/ Criação e experimentação - Criação e realização de melodias e ritmos em grupo e/ou individualmente. - Comunicação através de sons organizados - Interpretação e comunicação - Leitura rítmica e melódica com instrumentos Orff e flauta de bisel. Movimento corporal - Danças de roda e danças tradicionais - Expressão corporal e expressão dramática. Jogos de exploração rítmica - Ritmos corporais - Exploração tímbrica - Leituras rítmicas com o corpo - Ritmos com materiais não convencionais. Timbre - Sons semelhantes e sons contrastantes (Nível VII) - Famílias de instrumentos de percussão (peles, metais e madeiras) (Nível VIII) - Instrumentos de sopro Flauta de bisel (Nível IX). Dinâmica - Organização dos elementos dinâmicos (Nível VII, VIII, IX). Ritmo - Compasso simples (ternário e quarternário) (Nível VII) - Sons e silêncios com duas pulsações (Nível VIII) - Sons e silêncios com quatro pulsações (Nível IX). Altura - Altura definida e indefinida, pauta e clave de sol (Nível VII) - Quatro notas em diferentes registos mi, sol, lá ré (Nível VIII) - A escala pentatónica. Bordão (Nível IX) - Realiza danças de roda, de fila, tradicionais, assim como danças regionais e popularizadas.. Forma - Frases (Nível VII) - Imitação (Nível VIII) - Forma binária AB Pergunta/Resposta (Nível IX)

21 Domínio das culturas musicais. nos contextos - O aluno vivencia a música como parte do quotidiano - O aluno reconhece a diversidade do panorama musical de tradição oral. - O aluno identifica auditivamente canções de diferentes géneros, estilos e culturas musicais.. Culturas musicais nos contextos - A multiculturalidade musical - Audição e identificação das diferentes culturas musicais. Movimento corporal - Danças de roda e danças tradicionais - Expressão corporal e expressão dramática. Timbre - Sons semelhantes e sons contrastantes (Nível VII) - Famílias de instrumentos de percussão (peles, metais e madeiras) (Nível VIII) - Instrumentos de sopro Flauta de bisel (Nível IX). Dinâmica - Organização dos elementos dinâmicos (Nível VII, VIII, IX). Ritmo - Compasso simples (ternário e quarternário) (Nível VII) - Sons e silêncios com duas pulsações (Nível VIII) - Sons e silêncios com quatro pulsações (Nível IX). Altura - Altura definida e indefinida, pauta e clave de sol (Nível VII) - Quatro notas em diferentes registos mi, sol, lá ré (Nível VIII) - A escala pentatónica. Bordão (Nível IX). Forma - Frases (Nível VII) - Imitação (Nível VIII) - Forma binária AB Pergunta/Resposta (Nível IX)

22 Domínio da representação do som - Representação gráfica do som convencional. - Utiliza gestos, sinais e palavras para expressar/comunicar intensidade, duração, altura, pulsação e andamento. - Representa e interpreta com várias formas de representação sonora/musical em partituras adequadas ao seu nível etário.. Representação do som - Leitura e escrita sonora convencional - Escrita e leitura das figuras musicais, das pausas, da pauta e clave de sol. Timbre - Sons semelhantes e sons contrastantes (Nível VII) - Famílias de instrumentos de percussão (peles, metais e madeiras) (Nível VIII) - Instrumentos de sopro Flauta de bisel (Nível IX). Dinâmica - Organização dos elementos dinâmicos (Nível VII, VIII, IX). Ritmo - Compasso simples (ternário e quarternário) (Nível VII) - Sons e silêncios com duas pulsações (Nível VIII) - Sons e silêncios com quatro pulsações (Nível IX). Altura - Altura definida e indefinida, pauta e clave de sol (Nível VII) - Quatro notas em diferentes registos mi, sol, lá ré (Nível VIII) - A escala pentatónica. Bordão (Nível IX). Forma - Frases (Nível VII) - Imitação (Nível VIII) - Forma binária AB Pergunta/Resposta (Nível IX)

23 ENSINO DA MÚSICA 4.º ANO Domínio da perceção sonora e musical - Desenvolvimento auditivo/ memorização e imitação sonora. Técnica vocal/ entoação - Aquecimento vocal - Entoação vocal de melodias (individualmente e em grupo) - Canto coral (canto de conjunto) Timbre - Famílias de instrumentos (cordas e sopros) (Nível X) - Ambientes sonoros (Nível XI) - Estilos musicais (Nível XII) Conhecer e actuar segundo regras, critérios e normas de conduta de boas praticas de intervenção social. Identificar as finalidades da tarefa a executar. - Identificar auditivamente e visualmente instrumentos musicais de orquestra e extra ocidentais - Identificar e marcar a pulsação de lengalengas, canções, melodias e danças utilizando a percussão corporal, instrumentos, voz e movimentos. - Reproduzir com a voz ou com outros instrumentos sons isolados, canções e melodias. - Organizar, relacionar e classificar conjuntos de sons segundo o timbre, a duração, a intensidade, a altura e a localização. - Dialogar sobre audições musicais. - Identifica a frase musical. Jogos de exploração rítmica - Ritmos corporais - Exploração tímbrica - Leituras rítmicas com o corpo - Ritmos com materiais não convencionais. Prática instrumental - Leitura rítmica e melódica com instrumentos Orff e flauta de bisel - Interpretação e comunicação. Expressão e criação musical/ Criação e experimentação - Criação e realização de melodias e ritmos em grupo e/ou individualmente. - Comunicação através de sons organizados - Interpretação e comunicação. Audição sonora e musical - Audição e identificação musical dos diversos géneros e estilos musicais. Audição e visualização de diferentes géneros e estilos musicais Dinâmica - Organização dos elementos dinâmicos (Nível X, XI, XII) Ritmo - Organização dos elementos rítmicos (Nível X, XI, XII) Altura - Agregados sonoros, textura fina e densa (Nível X, XI) - Escala pentatónica (XII) Forma - Cânone (Nível X, XI) - Forma Rondó (Nível XII) Conhecer e compreender as finalidades da tarefa a executar. Identificar situações problemáticas, escolher e aplicar as estratégias de resposta a essas situações. Ser capaz de enriquecer a comunicação através de formas de comunicação alternativas. Questionar a realidade observada. Identificar e articular saberes e conhecimentos para compreender uma situação ou problema. Usar estratégias de oralidade e raciocínio critico na resolução de problemas. Comunicar, discutir e defender ideias e descobertas, dando espaço de intervenção aos seus parceiros. Auto-avaliar processos e resultados das aprendizagens. Promover o uso correcto da Língua Portuguesa, de forma adequada às situações de comunicação criadas nas diversas áreas do saber, numa perspectiva de construção pessoal do conhecimento.

24 Domínio da interpretação e comunicação - Canta individualmente e em grupo canções e melodias. - Toca instrumentos convencionais e não convencionais individualmente e em grupo na interpretação de música instrumental ou vocal acompanhado. - Explora expressão corporal, batimentos, palmas, gestos. - Interpreta obras musicais que interliguem diferentes formas de arte. - Apresenta e interpreta publicamente na escola e/ou comunidade obras vocais e instrumentais.. Jogos de exploração de instrumentos - Reconhecimento tímbrico e visual - Interpretação/prática instrumental (Instrumentos Orff e flauta de bisel) - Leitura de ritmogramas. Jogos de exploração rítmica - Ritmos corporais - Exploração tímbrica - Leituras rítmicas com o corpo - Ritmos com materiais não convencionais. Técnica vocal/ entoação - Aquecimento vocal - Entoação vocal de melodias (individualmente e em grupo) - Canto coral (canto de conjunto). Prática instrumental - Leitura rítmica e melódica com instrumentos Orff e flauta de bisel - Interpretação e comunicação Timbre - Famílias de instrumentos (cordas e sopros) (Nível X) - Ambientes sonoros (Nível XI) - Estilos musicais (Nível XII) Dinâmica - Organização dos elementos dinâmicos (Nível X, XI, XII) Ritmo - Organização dos elementos rítmicos (Nível X, XI, XII) Altura - Agregados sonoros, textura fina e densa (Nível X, XI) - Escala pentatónica (XII) Forma - Canon (Nível X, XI) - Forma Rondó (Nível XII) Realizar diferentes tipos de actividades, promotoras da saúde, do bem-estar e de qualidade de vida. Nota: As Competências Transversais estendemse naturalmente a todos os domínios das Competências Especificas.

25 Domínio das culturas musicais. nos contextos - O aluno vivencia a música como parte do quotidiano - O aluno reconhece a diversidade do panorama musical de tradição oral. - O aluno identifica auditivamente canções de diferentes géneros, estilos e culturas musicais.. Culturas musicais nos contextos - A multiculturalidade musical - Audição e identificação das diferentes culturas musicais. Movimento corporal - Danças de roda e danças tradicionais - Expressão corporal e expressão dramática Timbre - Famílias de instrumentos (cordas e sopros) (Nível X) - Ambientes sonoros (Nível XI) - Estilos musicais (Nível XII) Dinâmica - Organização dos elementos dinâmicos (Nível X, XI, XII) Ritmo - Organização dos elementos rítmicos (Nível X, XI, XII) Altura - Agregados sonoros, textura fina e densa (Nível X, XI) - Escala pentatónica (XII) Forma - Canon (Nível X, XI) - Forma Rondó (Nível XII)

26 Domínio da representação do som - Representação gráfica do som convencional. - Utiliza gestos, sinais e palavras para expressar/comunicar intensidade, duração, altura, pulsação e andamento. - Representa e interpreta com várias formas de representação sonora/musical em partituras adequadas ao seu nível etário.. Representação do som - Leitura e escrita sonora convencional - Escrita e leitura das figuras musicais, das pausas, da pauta e clave de sol Timbre - Famílias de instrumentos (cordas e sopros) (Nível X) - Ambientes sonoros (Nível XI) - Estilos musicais (Nível XII) Dinâmica - Organização dos elementos dinâmicos (Nível X, XI, XII) Ritmo - Organização dos elementos rítmicos (Nível X, XI, XII) Altura - Agregados sonoros, textura fina e densa (Nível X, XI) - Escala pentatónica (XII) Forma - Canon (Nível X, XI) - Forma Rondó (Nível XII)

27 ENSINO ACTIVIDADE FÍSICA E DESPORTIVA 1.º ANO E 2.º ANO Domínio Psicomotor DESLOCAMENTOS E - Coordenação motora global; EQUILÍBRIOS Abordagens lúdicas, articulando as Conhecer e actuar segundo regras, critérios Realizar acções motoras básicas de acções individuais e de grupo tomando - Execução de elementos e e normas de conduta de boas práticas de deslocamento, no solo e em medidas especiais de segurança. gestos técnicos e tácticas intervenção social. aparelhos, segundo uma estrutura Percursos, jogos e estafetas, com a específicas a cada modalidade; rítmica, encadeamento, ou integração de várias habilidades - Resistência geral; combinação de movimentos, (rastejar, rolar, saltar, subir e descer, - Flexibilidade e agilidade; coordenando a sua acção para fazer rolamento); Percursos, jogos e - Ritmo; Identificar as finalidades da tarefa a aproveitar as qualidades motoras estafetas com a utilização de vários - Controlo da orientação espacial; executar. possibilitadas pela situação. aparelhos: Banco sueco; patins; arcos; - Velocidade de reacção simples e complexa de execução de acções motoras básicas e de deslocamento; - Equilíbrio dinâmico em situações de voo, de aceleração e de apoio instável e/ou limitado; - Auto-estima; ACTIVIDADES DE MANIPULAÇÃO E PERÍCIA Realizar acções motoras básicas com aparelhos portáteis, segundo uma estrutura rítmica, encadeamento ou combinação de movimentos, conjugando as qualidades da acção própria ao efeito pretendido de movimentação do aparelho. cordas; etc.). Partir progressivamente do domínio dos objectos em situações individual e a pares. Actividades de manipulação com bola, raquete, arco de forma isolada e em conjunto (jogo do pau, etc.) Conhecer e compreender as finalidades da tarefa a executar. Identificar situações problemáticas, escolher e aplicar as estratégias de resposta a essas situações. - Motivação intrínseca; JOGOS Praticar jogos infantis, cumprindo as suas regras, seleccionando e realizando com intencionalidade e oportunidade as acções características desses jogos, A dimensão cognitiva do espaço de jogo e o nível de desempenho deve determinar o número de pessoas por grupo/equipa. Jogos característicos da respectiva região e, numa perspectiva interdisciplinar, suscitar a recolha de Ser capaz de enriquecer a comunicação através de formas de comunicação alternativas.

28 Domínio Sócio-Afectivo - Respeito pelo próximo; - Cooperação; - Responsabilidade; - Cordialidade e auto-controlo; Domínio Cognitivo - Interpretação correcta dos exercícios realizados; - Compreensão, aplicação e cumprimento de regras; - Realização de forma correcta das componentes críticas de cada exercício; designadamente: ACTIVIDADES RÍTMICAS E EXPRESSIVAS Combinar deslocamentos, movimentos não locomotores e equilíbrios adequados à expressão de motivos ou temas combinados com os colegas e professor, de acordo com a estrutura rítmica e melodia de composições musicais. ACTIVIDADES DE EXPLORAÇÃO DE NATUREZA Escolher e realizar habilidades apropriadas em percursos na natureza, de acordo com as características do terreno e os sinais de orientação, colaborando com os colegas e respeitando as regras de segurança e preservação do ambiente. JOGOS DE OPOSIÇÃO E LUTA Domínio de comportamentos e oposição e confronto corporal; jogos de geração anteriores. Toca e foge, roda do lenço, cabra cega, gato e o rato, barra do lenço, salto ao eixo, jogo da macaca, jogo das cadeiras, jogos tradicionais (tracção com corda, jogo do aro, etc.) Situações que explorem a movimentação em grupo, em pares, ou individualmente. A partir dos temas e acções rítmicas criar pequenas sequências de movimentos. Situações de exploração do movimento, em harmonia com o ritmo (musical ou outro). Abordagens interdisciplinares, em grupo ou individuais, e tomar medidas especiais de segurança. Percursos e jogos de orientação em corrida e em marcha; Montanhismo, orientação, etc. Questionar a realidade observada. Identificar e articular saberes e conhecimentos para compreender uma situação ou problema. Usar estratégias de oralidade e raciocínio crítico na resolução de problemas. Comunicar, discutir e defender ideias e descobertas, dando espaço de intervenção aos seus parceiros. Auto-avaliar processos e resultados das aprendizagens. Abordagens lúdicas, agrupando as

29 - Expressão oral com correcção de alguns elementos da actividade: crianças em função da sua estatura e peso. Todas as formas de luta em situação lúdica (jogo dos torneios, luta de galos, etc.) Promover o uso correcto da Língua Portuguesa, de forma adequada às situações de comunicação criadas nas diversas áreas do saber, numa perspectiva de construção pessoal do conhecimento. Realizar diferentes tipo de actividades, promotoras de saúde do bem estar e qualidade de vida.

30 ENSINO ACTIVIDADE FÍSICA E DESPORTIVA 3.º ANO E 4.º ANO Domínio Psicomotor Jogos Pré-Desportivos - Coordenação motora global; - Participar em jogos ajustando a Abordagens interdisciplinares, em Conhecer e actuar segundo regras, critérios iniciativa própria, e as qualidades Grupo e com uma forte componente e normas de conduta de boas praticas de - Execução de elementos e motoras na prestação, às lúdica. Bola ao capitão, stop, rabia, intervenção social. gestos técnicos e tácticas possibilidades oferecidas pela jogos de passes, bola ao poste, etc. específicos a cada modalidade; - Resistência geral; - Flexibilidade e agilidade; - Ritmo; - Controlo da orientação espacial; - Velocidade de reacção simples e complexa de execução de acções motoras básicas e de deslocamento; - Equilíbrio dinâmico em situações de voo, de aceleração e de apoio instável e/ou limitado; - Auto-estima; - Motivação intrínseca; situação de jogo, realizando habilidades básicas e acções técnico-tácticas, fundamentais, com oportunidade e correcção de movimentos; Jogos Desportivos Coletivos - Cooperar com os companheiros para o alcance do objectivo dos JDC, desempenhando com oportunidade e correcção as acções solicitadas pelas situações de jogo, aplicando a ética do jogo e as suas regras; Atletismo - Realizar saltos, corridas e lançamentos, segundo padrões simplificados, e cumprindo correctamente as exigências introdutórias técnicas e regulamentares; Explicar globalmente o jogo focando o objectivo e apresentando as regras que o caracterizam; Adequar o número de elementos de cada equipa para facilitar a compreensão do jogo e permitir mais oportunidades de prática; Trocar frequentemente as funções de cada um, para evitar especialização precoce. Formas simplificadas de jogo com tempo e espaço reduzidos e com menor número de jogadores por equipa; Situações de exercícios; Jogo Utilizar formas lúdicas; Privilegiar as estafetas com forma de relacionamento do esforço individual aos resultados colectivos. Corrida, saltos, lançamentos e estafetas Identificar as finalidades da tarefa a executar. Conhecer e compreender as finalidades da tarefa a executar. Identificar situações problemáticas, escolher e aplicar as estratégias de resposta a essas situações. Ser capaz de enriquecer a comunicação através de formas de comunicação alternativas. Questionar a realidade observada.

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho Departamento de Expressões e Tecnologias Planificação Anual de Educação Musical 5º ano Ano Letivo 2013/2014

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. DINIS

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. DINIS 1 NOTA INTRODUTÓRIA Programa Música - AEC (1º e 2º Ano - 1º CEB) (Adaptação do Programa do 1º Ciclo Plano da Meloteca) No âmbito da Expressão e Educação Musical, ao abrigo do Despacho n.º 9265-B/2013,

Leia mais

PLANIFICAÇÕES AEC Expressão Musical

PLANIFICAÇÕES AEC Expressão Musical PLANIFICAÇÕES AEC Expressão Musical 1º Ano Sons do meio ambiente e da natureza / silêncio Sons do corpo (níveis corporais) Sons naturais e artificiais Sons fortes e fracos Sons pianos (p), médios (mf)

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANSELMO DE ANDRADE DEPARTAMENTO DE EXPRESSÕES ENSINO BÁSICO 2º CICLO PLANIFICAÇÃO ANUAL

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANSELMO DE ANDRADE DEPARTAMENTO DE EXPRESSÕES ENSINO BÁSICO 2º CICLO PLANIFICAÇÃO ANUAL Domínios e Subdomínios Desenvolvimento da Capacidade de Expressão e Comunicação: Interpretação e Comunicação INDICADORES O aluno canta controlando a emissão vocal em termos de afinação e respiração. O

Leia mais

Escola Básica e Secundária de Velas. Linhas de Exploração do Quadro de Competências

Escola Básica e Secundária de Velas. Linhas de Exploração do Quadro de Competências DISCIPLINA: Educação Física Ensino Pré-Escolar ESPECÍFICAS A DESENVOLVER CONTEÚDOS ESTRATÉGIAS / ACTIVIDADES - Desenvolver habilidades motoras de equilíbrio; - Desenvolver habilidades motoras de locomoção;

Leia mais

ATIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR

ATIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR INFORMÁTICA - 1º ANO (pontos básicos de aprendizagem) Operações / constituição das janelas. Escrever as primeiras palavras (funções do teclado) Pintar / desenhar / jogar para treino dos movimentos com

Leia mais

LINHAS DE EXPLORAÇÃO DO QUADRO DE COMPETÊNCIAS EXPRESSÃO MUSICAL

LINHAS DE EXPLORAÇÃO DO QUADRO DE COMPETÊNCIAS EXPRESSÃO MUSICAL ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DAS VELAS LINHAS DE EXPLORAÇÃO DO QUADRO DE COMPETÊNCIAS EXPRESSÃO MUSICAL 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO 1 DO ENSINO BÁSICO CE 1 CE 5 CE 8 CE 12 CE 14 Interpretação e comunicação

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DE EDUCAÇÃO MUSICAL 5.º ANO

PLANO DE ESTUDOS DE EDUCAÇÃO MUSICAL 5.º ANO DE EDUCAÇÃO MUSICAL 5.º ANO Ano Letivo 2015 2016 PERFIL DO ALUNO Perfil do aluno no final do 5.º Ano O aluno canta a solo e em grupo, com intencionalidade expressiva, canções em diferentes tonalidades

Leia mais

AGRUPAMENTO DE CLARA DE RESENDE COD. 242 937 COD. 152 870

AGRUPAMENTO DE CLARA DE RESENDE COD. 242 937 COD. 152 870 CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO ( Aprovados em Conselho Pedagógico de 16 outubro de 2012 ) No caso específico da disciplina de E. Musical, do 5ºano de escolaridade, a avaliação incidirá ainda ao nível

Leia mais

2012/13 [PLANO ANUAL - AEC DE EXPRESSÃO MUSICAL]

2012/13 [PLANO ANUAL - AEC DE EXPRESSÃO MUSICAL] 2012/13 [PLANO ANUAL - AEC DE EXPRESSÃO MUSICAL] Plano Anual de Expressão Musical Ano Letivo 2012/2013 Introdução: Esta atividade pretende que os alunos fortaleçam o gosto natural pela expressão musical

Leia mais

PRINCÍPIOS DO PROGRAMA DE EXPRESSÃO MUSICAL

PRINCÍPIOS DO PROGRAMA DE EXPRESSÃO MUSICAL PRINCÍPIOS DO PROGRAMA DE EXPRESSÃO MUSICAL Música nas Actividades de Enriquecimento Curricular Princípios organizados por anos de escolaridade. Voz, corpo, instrumentos, audição, expressão e criação ao

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho Departamento de Expressões e Tecnologias Planificação Anual de Educação Musical 6º ano Ano Letivo 2015/2016

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Eugénio de Castro 1.º Ciclo PLANIFICAÇÃO ANUAL - EXPRESSÕES. Ano letivo 2015/2016

Agrupamento de Escolas de Eugénio de Castro 1.º Ciclo PLANIFICAÇÃO ANUAL - EXPRESSÕES. Ano letivo 2015/2016 EXPRESSÃO E EDUCAÇÃO PLÁSTICA Agrupamento de Escolas de Eugénio de Castro 1.º Ciclo PLANIFICAÇÃO ANUAL - EXPRESSÕES Ano letivo 2015/2016 3.º Ano Descoberta e organização progressiva de volumes Modelagem

Leia mais

METAS DE APRENDIZAGEM (3 anos)

METAS DE APRENDIZAGEM (3 anos) METAS DE APRENDIZAGEM (3 anos) 1. CONHECIMENTO DO MUNDO Revelar curiosidade e desejo de saber; Explorar situações de descoberta e exploração do mundo físico; Compreender mundo exterior mais próximo e do

Leia mais

CURRÍCULO DE MÚSICA NO 1º CICLO Música nas Actividades de Enriquecimento Curricular. Cursos de Formação Contínua de Professores

CURRÍCULO DE MÚSICA NO 1º CICLO Música nas Actividades de Enriquecimento Curricular. Cursos de Formação Contínua de Professores CURRÍCULO DE MÚSICA NO 1º CICLO Música nas Actividades de Enriquecimento Curricular Cursos de Formação Contínua de Professores Meloteca 02/07/2008 1º ANO DE ESCOLARIDADE VOZ Desenvolver os aspectos essenciais

Leia mais

P L A N I F I C A Ç Ã O A N U A L

P L A N I F I C A Ç Ã O A N U A L P L A N I F I C A Ç Ã O A N U A L DEPARTAMENTO: Expressões ÁREA DISCIPLINAR: Artes Visuais DISCIPLINA: Educação Musical CURSO: Básico DE: 2º ciclo ANO: 5º- ANO LETIVO: 2017/18 MANUAL: PLAY TIMBRE DINÂMICA

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANTÓNIO FEIJÓ

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANTÓNIO FEIJÓ FORMAÇÃO PESSOAL E SOCIAL 1 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANTÓNIO FEIJÓ EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR REGISTO DE OBSERVAÇÃO / AVALIAÇÃO Nome Data de Nascimento / / Jardim de Infância de Educadora de Infância AVALIAÇÃO

Leia mais

Desenvolvimento do pensamento e imaginação musical, isto é, a capacidade de imaginar e relacionar sons;

Desenvolvimento do pensamento e imaginação musical, isto é, a capacidade de imaginar e relacionar sons; DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO FÍSICA E ARTÍSTICA Educação Musical _ º ANO _ A Ano Letivo: 0/0. Introdução / Finalidades O processo de ensino e aprendizagem da educação musical consiste na interação de um conjunto

Leia mais

AGRUPAMENTO ESCOLAS PROFESSOR CARLOS TEIXEIRA Código EDUCAÇÃO MUSICAL:

AGRUPAMENTO ESCOLAS PROFESSOR CARLOS TEIXEIRA Código EDUCAÇÃO MUSICAL: EDUCAÇÃO MUSICAL: A Música é uma forma do conhecimento cuja linguagem é o som. A experiência musical viva e criativa é a base de todas as aprendizagens. As vivências e os pensamentos musicais dos alunos

Leia mais

Planificação Curricular Pré-escolar

Planificação Curricular Pré-escolar PLANO ANUAL DE ATIVIDADES Ciclo/ Área/ Disciplina: Pré-escolar Ano Letivo 2012/2013 Área de Formação pessoal e Social Esboço Curricular para a Educação de Infância (segundo as Orientações Curriculares

Leia mais

Departamento de Expressões. Planificação Anual de Educação Musical 2015/2016. 5º Ano

Departamento de Expressões. Planificação Anual de Educação Musical 2015/2016. 5º Ano Departamento de Expressões Planificação Anual de Educação Musical 2015/2016 5º Ano 1º PERÍODO Conceitos Conteúdos Objetivos Meio ambiente, vocal, corporal e Instrumentos de percussão: família das peles,

Leia mais

AGRUPAMENTO ESCOLAS PROFESSOR CARLOS TEIXEIRA

AGRUPAMENTO ESCOLAS PROFESSOR CARLOS TEIXEIRA AGRUPAMENTO ESCOLAS PROFESSOR CARLOS TEIXEIRA Código 150502 EDUCAÇÃO MUSICAL: A Música é uma forma do conhecimento cuja linguagem é o som. A experiência musical viva e criativa é a base de todas as aprendizagens.

Leia mais

Planificação MÚSICA TIMORENSE NO 2.º CICLO: APRENDIZAGENS ARTÍSTICAS E CULTURAIS

Planificação MÚSICA TIMORENSE NO 2.º CICLO: APRENDIZAGENS ARTÍSTICAS E CULTURAIS MÚSICA TIMORENSE NO 2.º CICLO: APRENDIZAGENS ARTÍSTICAS E CULTURAIS Sessão n.º 1 1- Apresentação do projeto: objectivos e finalidades; 2- Apresentação dos objetivos e finalidades; 3- Música Timorense (He-le-le);

Leia mais

ESCOLA BÁSICA 2º CICLO GASPAR FRUTUOSO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO MUSICAL

ESCOLA BÁSICA 2º CICLO GASPAR FRUTUOSO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO MUSICAL ESCOLA BÁSICA 2º CICLO GASPAR FRUTUOSO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO MUSICAL 2011/2012 5º ANO Timbre: a qualidade do som que permite identificar a sua fonte. Figuras rítmicas: sinais musicais que indicam a duração

Leia mais

ESCOLA: 1º CEB de Mouriscas ATIVIDADE: Atividade Físico-Desportiva ANO:1º/2º ANO LETIVO 2013/2014

ESCOLA: 1º CEB de Mouriscas ATIVIDADE: Atividade Físico-Desportiva ANO:1º/2º ANO LETIVO 2013/2014 ATIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR Entidade Promotora: Câmara Municipal de Abrantes Entidade Parceira: Associação de Pais e Encarregados de Educação da Escola de Mouriscas ESCOLA: 1º CEB de Mouriscas

Leia mais

Planificação de Música 1º ciclo

Planificação de Música 1º ciclo Planificação de Música 1º ciclo Notas previas: a) A presente planificação surge após reflexão e ponderação dos professores no seu conjunto, nomeadamente, no que respeita a Conteúdos e competências musicais

Leia mais

Competências Gerais a Desenvolver no Pré-Escolar

Competências Gerais a Desenvolver no Pré-Escolar Competências Gerais a Desenvolver no Pré-Escolar ÁREA DA FORMAÇÃO PESSOAL E SOCIAL SOCIALIZAÇÃO Desenvolver atitudes procedimentos e conceitos Interiorizar valores espirituais morais e críticos Desenvolver

Leia mais

A Arte e as Crianças

A Arte e as Crianças A Arte e as Crianças A criança pequena consegue exteriorizar espontaneamente a sua personalidade e as suas experiências inter-individuais, graças aos diversos meios de expressão que estão à sua disposição.

Leia mais

Agrupamento de Escolas da Madalena. Projeto do Clube de Música. Ano Lectivo 2012-2013 1

Agrupamento de Escolas da Madalena. Projeto do Clube de Música. Ano Lectivo 2012-2013 1 Agrupamento de Escolas da Madalena Projeto do Clube de Música Ano Lectivo 2012-2013 1 Projectos a desenvolver/participar: Projetos Dinamizado por: 1º Concurso de Flauta Prof. Teresa Santos - Participação

Leia mais

Escola E.B. 2/3 dos Olivais

Escola E.B. 2/3 dos Olivais Escola E.B. 2/3 dos Olivais Esta planificação foi concebida como um instrumento necessário. Os objectivos da Educação Física no ensino básico bem como os princípios de organização das actividades nas aulas,

Leia mais

de conteúdos Timbre Alteração tímbrica Realce tímbrico Expressividade Dinâmica Legato e staccato Densidade sonora Altura Intervalos Melódicos e

de conteúdos Timbre Alteração tímbrica Realce tímbrico Expressividade Dinâmica Legato e staccato Densidade sonora Altura Intervalos Melódicos e Planificação 2014/2015 6º ano Educação Musical Núcleos organizadores Interpretação e Comunicação Metas de aprendizagem O aluno decide sobre a aplicação de elementos de dinâmica e agógica na interpretação

Leia mais

2012/13 PLANO ANUAL - AEC DE ATIVIDADE FÍSICA E DESPORTIVA

2012/13 PLANO ANUAL - AEC DE ATIVIDADE FÍSICA E DESPORTIVA 2012/13 PLANO ANUAL - AEC DE ATIVIDADE FÍSICA E DESPORTIVA Plano Anual de Atividades da Atividade Física e Desportiva Ano Lectivo 2012/2013 Introdução A Actividade Física e Desportiva é, preferencialmente,

Leia mais

ESCOLA PIRLILIM / ANO 2015 PLANO DE UNIDADE PLANO DA I UNIDADE

ESCOLA PIRLILIM / ANO 2015 PLANO DE UNIDADE PLANO DA I UNIDADE ESCOLA PIRLILIM / ANO 2015 PLANO DE UNIDADE GRUPO: 7 PERÍODO: / à / ÁREA DO CONHECIMENTO: Música CARGA HORÁRIA: COMPETÊNCIAS E HABILIDADES PLANO DA I UNIDADE - Conhecer e criar novas melodias. - Desenvolver

Leia mais

Projeto Educ arte 1.º PERÍODO. Planificação Conteúdo Objetivo Semana anual. Jogos de Apresentação Descobrir o teatro 1

Projeto Educ arte 1.º PERÍODO. Planificação Conteúdo Objetivo Semana anual. Jogos de Apresentação Descobrir o teatro 1 Projeto Educ arte Planificação Conteúdo Objetivo Semana anual 1.º PERÍODO Jogos de Apresentação Descobrir o teatro 1 Introdução à música: Saber distinguir ritmo de - Ritmo, melodia; melodia, perceber a

Leia mais

DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR 2014-2015 COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS

DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR 2014-2015 COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS ÁREA DE FORMAÇÃO PESSOAL E SOCIAL Ser autónomo; Ser atento; Ser observador; Ter espírito crítico; Interiorizar e respeitar as regras do grupo; Ter consciência de si e do outro

Leia mais

METAS DE APRENDIZAGEM (4 anos)

METAS DE APRENDIZAGEM (4 anos) METAS DE APRENDIZAGEM (4 anos) 1. CONHECIMENTO DO MUNDO Expressar curiosidade e desejo de saber; Reconhecer aspetos do mundo exterior mais próximo; Perceber a utilidade de usar os materiais do seu quotidiano;

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL Actividades de Enriquecimento Curricular Expressão Dramática/Teatro e Corporal

PLANIFICAÇÃO ANUAL Actividades de Enriquecimento Curricular Expressão Dramática/Teatro e Corporal PLANIFICAÇÃO ANUAL Actividades de Enriquecimento Curricular Expressão Dramática/Teatro e Corporal Ano de escolaridade: 1.º e 2.º Ano Ano lectivo: 2011/2012 Professor/a da Disciplina:... Agrupamento/Escola:.

Leia mais

Valores: R$ 21,00 (comerciário/dependente), R$ 37,00 (conveniado) e R$ 48,00 (usuário).

Valores: R$ 21,00 (comerciário/dependente), R$ 37,00 (conveniado) e R$ 48,00 (usuário). CURSOS DE MÚSICA DO SESC (2º Semestre) MODALIDADE INICIANTE 1) VIOLÃO POPULAR Este curso está direcionado ao estudo da música popular com acompanhamento harmônico. Serão praticadas canções do repertório

Leia mais

ESCOLA E.B. 2,3 DE SANDE

ESCOLA E.B. 2,3 DE SANDE ESCOLA E.B. 2,3 DE SANDE Educação Musical - Planificação Anual 5º ano Departamento de Expressões Artísticas e Tecnológicas 2017/2018 PLANIFICAÇÃO ANUAL 1.º Período (Unidades 1 e 2) Pulsação. Tempo. Andamentos:

Leia mais

ENSINO BÁSICO ATIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR. Entidade Promotora: Câmara Municipal de Abrantes. Entidade Parceira: Orfeão de Abrantes

ENSINO BÁSICO ATIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR. Entidade Promotora: Câmara Municipal de Abrantes. Entidade Parceira: Orfeão de Abrantes ATIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR Entidade Promotora: Câmara Municipal de Abrantes Entidade Parceira: Orfeão de Abrantes ESCOLA do 1º Ciclo: EB1 Pego, EB1 Alvega, EB1 Alvega/Concavada, EB1 Rossio

Leia mais

AEC ALE EXPRESSÃO MUSICAL. Orientações Pedagógicas. 1.º Ciclo do Ensino Básico

AEC ALE EXPRESSÃO MUSICAL. Orientações Pedagógicas. 1.º Ciclo do Ensino Básico ATIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR ANO LETIVO AEC ALE EXPRESSÃO MUSICAL Orientações Pedagógicas 1.º Ciclo do Ensino Básico 1. Introdução A atividade de enriquecimento curricular, ALE (atividades lúdico-expressivas)

Leia mais

Critérios de Avaliação PERFIL DE APRENDIZAGENS ESPECÍFICAS. (Aprovado em Conselho Pedagógico de 18 de julho de 2016)

Critérios de Avaliação PERFIL DE APRENDIZAGENS ESPECÍFICAS. (Aprovado em Conselho Pedagógico de 18 de julho de 2016) Escola EB1 João de Deus COD. 242 937 Escola Secundária 2-3 de Clara de Resende COD. 346 779 Critérios de Avaliação PERFIL DE APRENDIZAGENS ESPECÍFICAS (Aprovado em Conselho Pedagógico de 18 de julho de

Leia mais

PROGRAMAÇÃO DO PROJETO EDUCATIVO. Concerto encenado em classe de conjunto: estudo sobre perceções e aprendizagens

PROGRAMAÇÃO DO PROJETO EDUCATIVO. Concerto encenado em classe de conjunto: estudo sobre perceções e aprendizagens PROGRAMAÇÃO DO PROJETO EDUCATIVO Concerto encenado em classe de conjunto: estudo sobre perceções e aprendizagens Ana Estevens, nº 120138001 Trabalho realizado na Unidade Curricular de Processos de Experimentação

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL - CONTEÚDOS

PLANIFICAÇÃO ANUAL - CONTEÚDOS PLANIFICAÇÃO ANUAL - CONTEÚDOS UNIDADE 1 Elementos expressivos da Música Sons vocais, corporais e instrumentais; Dinâmica: fortissimo, pianissimo, crescendo e decrescendo; Andamento: presto, moderato,

Leia mais

ENSINO FUNDAMENTAL. DIRETRIZES CURRICULARES 1º ao 5º ANO MÚSICA

ENSINO FUNDAMENTAL. DIRETRIZES CURRICULARES 1º ao 5º ANO MÚSICA CHARLES DARWIN ENSINO FUNDAMENTAL 2015 DIRETRIZES CURRICULARES 1º ao 5º ANO MÚSICA OBJETIVOS GERAIS Explorar e identificar elementos da música para se expressar e interagir com outros; Interpretar músicas

Leia mais

FORMAÇÃO MUSICAL E MÚSICA NAS AEC Formação musical suposta para cada ano do 1º ciclo. Cursos de Formação de Professores

FORMAÇÃO MUSICAL E MÚSICA NAS AEC Formação musical suposta para cada ano do 1º ciclo. Cursos de Formação de Professores FORMAÇÃO MUSICAL E MÚSICA NAS AEC Formação musical suposta para cada ano do 1º ciclo Cursos de Formação de Professores António José Ferreira 08/03/2008 Com a acção Formação Musical e Música no 1º Ciclo

Leia mais

Agrupamento de Escolas José Maria dos Santos

Agrupamento de Escolas José Maria dos Santos Agrupamento de Escolas José Maria dos antos Critérios de Avaliação 4. º Ano Língua Portuguesa 2011/12 Capacidade de compreensão Interpreta Responde Reconta Questiona Revela dificuldades na interpretação.

Leia mais

Princípios do programa de Expressão Musical

Princípios do programa de Expressão Musical Princípios do programa de Expressão Musical Voz: Dizer, entoar e cantar rimas e lengalengas; cantar canções; experimentar sons vocais. Corpo: Experimentar percussão corporal; acompanhar canções e gravações

Leia mais

MATERNAL I OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL

MATERNAL I OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL MATERNAL I OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL Desenvolver uma imagem positiva de si, atuando de forma cada vez mais independente, com a confiança em suas capacidades e percepção de suas limitações;

Leia mais

1.º Ciclo do Ensino Básico Critérios de Avaliação

1.º Ciclo do Ensino Básico Critérios de Avaliação 1.º Ciclo do Ensino Básico Critérios de Avaliação PORTUGUÊS Domínios em Domínios/Competências Fatores de ponderação Instrumentos de Domínio Cognitivo Compreensão oral 20% Registos e grelhas de observação

Leia mais

Implicações da prática pedagógica II. O Sistema Solar

Implicações da prática pedagógica II. O Sistema Solar Implicações da prática pedagógica II O Sistema Solar Enquadramento Colégio Planalto Grupo constituido por 22 crianças com 5 anos de idade Duração das actividades: 6 sessões de estágio Actividades Construção

Leia mais

Agrupamento de Escolas António Rodrigues Sampaio Planificação Anual das Atividades Letivas

Agrupamento de Escolas António Rodrigues Sampaio Planificação Anual das Atividades Letivas Departamento Curricular/Ciclo: 1º Ciclo Disciplina: Expressões Artísticas e Físico-Motora Ano de escolaridade: 4º ano Ano letivo: 2015/2016 Perfil do aluno à saída do 1º ciclo: Participar na vida sala

Leia mais

DEPARTAMENTO DE EXPRESSÕES EDUCAÇÃO FÍSICA AVALIAÇÃO CURSOS DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO (TIPO 2)

DEPARTAMENTO DE EXPRESSÕES EDUCAÇÃO FÍSICA AVALIAÇÃO CURSOS DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO (TIPO 2) DEPARTAMENTO DE EXPRESSÕES EDUCAÇÃO FÍSICA CURSOS DE EDUCAÇÃO E FORMAÇÃO (TIPO 2) ENQUADRAMENTO Os programas de Educação Física não se estruturam segundo o fraccionamento de domínios/áreas da personalidade,

Leia mais

AEC Atividade Física e Desportiva. Orientações pedagógicas. 1.º Ciclo do Ensino Básico

AEC Atividade Física e Desportiva. Orientações pedagógicas. 1.º Ciclo do Ensino Básico ATIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR ANO LETIVO 2014/2015 AEC Atividade Física e Desportiva Orientações pedagógicas 1.º Ciclo do Ensino Básico A proposta de trabalho que se segue resulta de uma adaptação

Leia mais

Expressão Musical ACTIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR ANO LECTIVO 2011 / 2012. Proposta de planos anuais

Expressão Musical ACTIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR ANO LECTIVO 2011 / 2012. Proposta de planos anuais ACTIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR ANO LECTIVO 2011 / 2012 Expressão Musical Proposta de planos anuais 1.º, 2.º,3.º e 4.º Ano do 1.º Ciclo do Ensino Básico MÊS Setembro Módulo 1 Outubro Módulo 2

Leia mais

Grupo de Educação Especial

Grupo de Educação Especial Grupo de Educação Especial Critérios Gerais de Avaliação 2015/2016 De acordo com o Despacho normativo n.º 24-A/2012, artigo 8.º (ponto 10): 10 A informação resultante da avaliação sumativa dos alunos do

Leia mais

DEPARTAMENTO DE EXPRESSÕES EDUCAÇÃO MUSICAL 2016/ º Ano Turma 1

DEPARTAMENTO DE EXPRESSÕES EDUCAÇÃO MUSICAL 2016/ º Ano Turma 1 5º Ano Turma 1 Ritmo: Pulsação; Som e silêncio organizados com a pulsação (semínima e pausa); Altura: Registo agudo, médio e grave; Linhas sonoras ascendentes e descendentes: ondulatórias, contínuas e

Leia mais

Planificação Anual 1º Ano AEC Expressão Musical 2014/2015

Planificação Anual 1º Ano AEC Expressão Musical 2014/2015 Planificação Anual 1º Ano AEC Expressão Musical 2014/2015 Unidades Conteúdos Competências Actividades Recursos/Materiais Unidade 1 Unidade 2 Primeira Abordagem lúdica de Sensibilização e exploração do

Leia mais

Cumprimento das actividades definidas no Plano Curricular Anual

Cumprimento das actividades definidas no Plano Curricular Anual Cumprimento das actividades definidas no Plano Curricular Anual Áreas de Conteúdo Actividades planificadas e realizadas Actividades planificadas e não realizadas Actividades não planificadas e realizadas

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ABEL SALAZAR 2015-2016

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ABEL SALAZAR 2015-2016 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ABEL SALAZAR 2015-2016 1º CICLO - 1º ANO DE ESCOLARIDADE PORTUGUÊS PLANIFICAÇÃO MENSAL DE JANEIRO DOMÍNIOS METAS/OBJETIVOS OPERACIONALIZAÇÃO (DESCRITORES) MATERIAIS/RECURSOS MODALIDADES

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SANTIAGO DO CACÉM ESCOLA FREI ANDRÉ DA VEIGA DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DE INGLÊS - 2º CICLO 5º ANO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SANTIAGO DO CACÉM ESCOLA FREI ANDRÉ DA VEIGA DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DE INGLÊS - 2º CICLO 5º ANO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SANTIAGO DO CACÉM ESCOLA FREI ANDRÉ DA VEIGA DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DE INGLÊS - 2º CICLO 5º ANO Competências de comunicação Pesos Instrumentos Parâmetros

Leia mais

Colégio Cor Jesu Brasília DF. Plano de Curso 2011. Educação Infantil III

Colégio Cor Jesu Brasília DF. Plano de Curso 2011. Educação Infantil III Colégio Cor Jesu Brasília DF Plano de Curso 2011 Educação Infantil III Área de conhecimento: Linguagem Série: Infantil III Educação Infantil Competências Habilidades a serem desenvolvidas Eixo/Conteúdos

Leia mais

Escola Básica 2,3/S Dr. Azevedo Neves

Escola Básica 2,3/S Dr. Azevedo Neves Escola Básica 2,3/S Dr. Azevedo Neves 5º e 6º ano Professor Hugo Costa 2009/2010 A Cappella música vocal sem acompanhamento de instrumentos musicais. Accelerando - Aumento gradual do andamento de uma parte

Leia mais

ÁREAS DE CONTEÚDO: O QUE SÃO? COMO SE DEFINEM?

ÁREAS DE CONTEÚDO: O QUE SÃO? COMO SE DEFINEM? ÁREAS DE CONTEÚDO: O QUE SÃO? COMO SE DEFINEM? As Áreas de Conteúdo são áreas em que se manifesta o desenvolvimento humano ao longo da vida e são comuns a todos os graus de ensino. Na educação pré-escolar

Leia mais

Área de Formação Pessoal e Social

Área de Formação Pessoal e Social Área de Formação Pessoal e Social Identidade/ Auto-estima Independência/ Autonomia Convivência democrática/ Cidadania Brincar com o outro (s); Ouvir os outros; Saber identificar-se a si e o outro; Esperar

Leia mais

DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS

DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. FLÁVIO GONÇALVES PÓVOA DE VARZIM Critérios Específicos de Avaliação DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS ANO LETIVO 2014/15 Critérios de avaliação específicos da disciplina de

Leia mais

Maternal 3 anos Educação Infantil

Maternal 3 anos Educação Infantil Maternal 3 anos Educação Infantil Eixo temático: Tema: Joca e suas aventuras As crianças, nesta fase, caracterizam-se pelo movimento e pela ação. Agem ativamente em seu entorno, acompanhando seus movimentos

Leia mais

CICLO VIRTUOSO DA EDUCAÇÃO FÍSICA

CICLO VIRTUOSO DA EDUCAÇÃO FÍSICA CICLO VIRTUOSO DA EDUCAÇÃO FÍSICA ATUAÇÃO DO PROFESSOR no Nível de Habilidade no Nível de Desempenho DIVERSIDADE DE CONTEÚDO Inserção no Grupo na Auto-estima CONCEITOS E INFORMAÇÕES Comportamentos e Atitudes

Leia mais

MOVIMENTO E CORPOREIDADE MATERNAL II

MOVIMENTO E CORPOREIDADE MATERNAL II MOVIMENTO E CORPOREIDADE MATERNAL II Desenvolver reações físicas - rítmicas à música (palmas, marchas, etc); Representar, com movimentos corporais elementos e objetos do meio circundante; Deslocar com

Leia mais

Português 2º ciclo Ano letivo 2013/ 2014. Critérios de avaliação 1.º 2.º e 3.º Períodos

Português 2º ciclo Ano letivo 2013/ 2014. Critérios de avaliação 1.º 2.º e 3.º Períodos Domínio das atitudes e valores Domínio Cognitivo Português 2º ciclo Ano letivo 2013/ 2014 Docente: Graça Silva Turma: 6.º A Critérios de avaliação 1.º 2.º e 3.º Períodos Domínios de Avaliação Instrumentos

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL. PRÉ I Professoras Caroline e Ana Lucia Habilidades vivenciadas no 2º bimestre 2011

EDUCAÇÃO INFANTIL. PRÉ I Professoras Caroline e Ana Lucia Habilidades vivenciadas no 2º bimestre 2011 EDUCAÇÃO INFANTIL Prezados Pais e/ou Responsáveis, Estamos vivenciando o segundo bimestre letivo e o processo de aprendizagem representa pra nós, motivo de alegria e conquistas diárias. Confiram as habilidades

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE S. PEDRO DO SUL CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO EXPRESSÃO ARTÍSTICA (1.º CICLO)

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE S. PEDRO DO SUL CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO EXPRESSÃO ARTÍSTICA (1.º CICLO) CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO EXPRESSÃO ARTÍSTICA (1.º CICLO) Ano Lectivo 201 / 2016 1 INTRODUÇÃO A prática do canto constitui a base da expressão e educação musical no 1º ciclo. É uma atividade de síntese na

Leia mais

Marcos de Aprendizagem de Língua Inglesa

Marcos de Aprendizagem de Língua Inglesa PREFEITURA MUNICIPAL DE SALVADOR Secretaria Municipal da Educação e Cultura SMEC Coordenação de Ensino e Apoio Pedagógico CENAP Marcos de Aprendizagem de Língua Inglesa Ciclo de Aprendizagem I e II MARCOS

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DEPARTAMENTO DA EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DEPARTAMENTO DA EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DEPARTAMENTO DA EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR 2014/2015 A avaliação é um elemento integrante e regulador da prática educativa. Na educação pré-escolar assume uma dimensão marcadamente formativa,

Leia mais

INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DO ENSINO BÁSICO

INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DO ENSINO BÁSICO PROVA DE MÚSICA - 3º CICLO 1. INTRODUÇÃO O presente documento visa divulgar as características da prova de equivalência à frequência do ensino básico, a realizar em 2013 pelos alunos que se encontram abrangidos

Leia mais

Educação Musical Prova 12 2015

Educação Musical Prova 12 2015 INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Educação Musical Prova 12 2015 2.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) Introdução O presente documento visa divulgar as características

Leia mais

CURSOS PROFISSIONAIS Ficha de Planificação Modular

CURSOS PROFISSIONAIS Ficha de Planificação Modular CURSOS PROFISSIONAIS Ficha de Planificação Modular Ano Lectivo: 2015-2016 Curso: Técnico de Gestão Ano: 11º Turma: Q Disciplina: Educação Física Módulo nº: 7 Data de início: 28/09/2011 TEMA do MÓDULO:

Leia mais

DOMÍNIOS SUBDOMÍNIOS CONTEÚDOS OBJETIVOS. 1.º Período: ATIVIDADES DESPORTIVAS

DOMÍNIOS SUBDOMÍNIOS CONTEÚDOS OBJETIVOS. 1.º Período: ATIVIDADES DESPORTIVAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA 5.º ANO Ano Letivo 2015 2016 PERFIL DO ALUNO Metas Intermédias Atividades Desportivas O aluno cumpre o nível introdutório de quatro matérias diferentes: Um nível introdutório na categoria

Leia mais

DEPARTAMENTO DE EXPRESSÕES EDUCAÇÃO MUSICAL 2018/ º Ano

DEPARTAMENTO DE EXPRESSÕES EDUCAÇÃO MUSICAL 2018/ º Ano 5º Ano Ritmo - Pulsação; som e silêncio organizados com a pulsação (semínima e pausa). Altura - Registo agudo, médio e grave; linhas sonoras ascendentes e descendentes: ondulatórias, contínuas e descontínuas.

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VENDAS NOVAS

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VENDAS NOVAS AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VENDAS NOVAS 1. Critérios Gerais de Avaliação para o Segundo Ciclo Domínios Conhecimentos e capacidades Atitudes 80% % - Utilização de conceitos e vocabulários específicos que

Leia mais

REUNIÃO DE PAIS ACTIVIDADES NO PRÉ-ESCOLAR

REUNIÃO DE PAIS ACTIVIDADES NO PRÉ-ESCOLAR REUNIÃO DE PAIS ACTIVIDADES NO PRÉ-ESCOLAR Policultural AEJ 16.02.2009 Visão Ensinar com amor Elevar o nível de civismo Elevar a cultura Para fazer crescer para um mundo melhor. Missão Educar e formar

Leia mais

Todas as atividades que seu(sua) filho(a) realiza na escola, em todas as áreas de conhecimento, estão relacionadas aos objetivos de aprendizagem.

Todas as atividades que seu(sua) filho(a) realiza na escola, em todas as áreas de conhecimento, estão relacionadas aos objetivos de aprendizagem. Brasília, 24 de fevereiro de 2014. Senhores Pais e/ou Responsáveis, Neste documento, listamos os conteúdos e objetivos referentes às aprendizagens pretendidas para os alunos do Maternal II, durante o 1º

Leia mais

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 34, Toledo PR Fone: 377-850 PLANEJAMENTO ANUAL MOVIMENTO SÉRIE: PRÉ I PROFESSOR: Carla Iappe

Leia mais

DIRETRIZES CURRICULARES Disciplina: Linguagem. Períodos: Infantil 4 1º, 2º, 3º. Conteúdo

DIRETRIZES CURRICULARES Disciplina: Linguagem. Períodos: Infantil 4 1º, 2º, 3º. Conteúdo Linguagem Letras do alfabeto Nome próprio, nome da escola, histórias Nome das profissões, histórias, músicas Histórias, nome das plantas Histórias em quadrinho, brincadeiras, nome dos brinquedos Nome dos

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO CURSO VOCACIONAL 3º CICLO AMGE - Auxiliar de Manutenção e Gestão de Espaços CRITÉRIOS DE Ano Lectivo 2014/15 Coordenador do Curso: José Pedro Moutinho Critérios de Avaliação (14-15) VOCACIONAL C AMGE -

Leia mais

INFORMAÇÃO PROVAS GLOBAIS DE FORMAÇÃO MUSICAL 2014/2015 12.º ANO / 8.º GRAU

INFORMAÇÃO PROVAS GLOBAIS DE FORMAÇÃO MUSICAL 2014/2015 12.º ANO / 8.º GRAU INFORMAÇÃO PROVAS GLOBAIS DE FORMAÇÃO MUSICAL 2014/2015 12.º ANO / 8.º GRAU 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova global do ensino secundário da disciplina de Formação

Leia mais

A G R U P A M E N T O D E E S C O L A S D E O L I V E I R I N H A ( ) E S C O L A B Á S I C A D E O L I V E I R I N H A ( )

A G R U P A M E N T O D E E S C O L A S D E O L I V E I R I N H A ( ) E S C O L A B Á S I C A D E O L I V E I R I N H A ( ) P R O G R A M A Ç Ã O C U R R I C U L A R DO 5 0 A N O COMPETÊNCIAS GERAIS ORG. APRENDIZAGEM COMP. ESPECÍFICAS DE EDUCAÇÃO MUSICAL SITUAÇÕES DE APRENDIZAGEM -Mobilizar saberes culturais, científicos e

Leia mais

Departamento da Educação Pré-Escolar/1.º Ciclo. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Pré-Escolar

Departamento da Educação Pré-Escolar/1.º Ciclo. CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Pré-Escolar MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CIÊNCIA AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SANTA BÁRBARA Departamento Pré-Escolar/1º Ciclo 151 956 Departamento da Educação Pré-Escolar/1.º Ciclo CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Pré-Escolar Área

Leia mais

Desenvolvimento da criança e o Desporto

Desenvolvimento da criança e o Desporto Desenvolvimento da criança e o Desporto Desenvolvimento da criança e o Desporto DESPORTO ENSINO TREINO CRIANÇAS E JOVENS I - O QUÊ? II - QUANDO? III - COMO? Desenvolvimento da criança e o Desporto I Capacidades

Leia mais

Índice 2.1. 2.2. 2.3. 2.4.

Índice 2.1. 2.2. 2.3. 2.4. Índice 1. Introdução... p.2 2. Orientações programáticas do 1º Ciclo do Ensino Básico... p.4 2.1. Finalidades... p.4 2.2. Princípios Orientadores... p.4 2.3. Propostas de operacionalização curricular...

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL Actividades de Enriquecimento Curricular Expressão Dramática/Teatro e Corporal

PLANIFICAÇÃO ANUAL Actividades de Enriquecimento Curricular Expressão Dramática/Teatro e Corporal PLANIFICAÇÃO ANUAL Actividades de Enriquecimento Curricular Expressão Dramática/Teatro e Corporal Ano de escolaridade: 3.º e 4.º Ano Ano lectivo: 2011/2012 Professor/a da Disciplina:... Agrupamento/Escola:.

Leia mais

Escola Evaristo Nogueira

Escola Evaristo Nogueira Escola Evaristo Nogueira Grupo Disciplinar de Educação Física Ano Lectivo 2014 / 2015 Critérios de Avaliação Os critérios de avaliação constituem referenciais dos professores que lecionam as disciplinas

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DEPARTAMENTO DE EXPRESSÕES Ano Letivo 2014 2015. DISCIPLINA : Educação Visual -2º ciclo

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DEPARTAMENTO DE EXPRESSÕES Ano Letivo 2014 2015. DISCIPLINA : Educação Visual -2º ciclo DISCIPLINA : Educação Visual -2º ciclo INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO % -Produzir trabalhos explorando temas, ideias e situações -Conhecer noções de volume, espaço e estrutura -Conhecer os principais meios

Leia mais

GUIA PEDAGÓGICO PARA OS PAIS 1 ano

GUIA PEDAGÓGICO PARA OS PAIS 1 ano EDUCAÇÃO INFANTIL Maceió, 02 de outubro de 2015. GUIA PEDAGÓGICO PARA OS PAIS 1 ano Senhores pais ou responsáveis Seguem abaixo os temas, objetivos, atividades e evento de culminância dos projetos a serem

Leia mais

CONCURSO VESTIBULAR 2013 PROVA DE HABILIDADE ESPECÍFICA CURSO DE MÚSICA. Assinatura: PROVA COLETIVA

CONCURSO VESTIBULAR 2013 PROVA DE HABILIDADE ESPECÍFICA CURSO DE MÚSICA. Assinatura: PROVA COLETIVA CONCURSO VESTIBULAR 2013 PROVA DE HABILIDADE ESPECÍFICA CURSO DE MÚSICA LOCAL-SALA-SEQ INSCRIÇÃO NOME Assinatura: PROVA COLETIVA 1- A prova está dividida em 4 questões com as seguintes pontuações: Questão

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2014. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Etec Ensino Técnico ETEC RODRIGUES DE ABREU - EXTENSÃO AGUDOS Código: 135.01 D Município: AGUDOS Eixo Tecnológico: CONTROLE E PROCESSOS INDUSTRIAIS Componente Curricular:

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho Departamento de Expressões e Tecnologias Planificação Anual de Educação Musical 5º ano Ano Letivo 2015/2016

Leia mais

PRÉ-ESCOLAR PROJETO EDUCATIVO / PLANO DE ATIVIDADES. Vale Mourão 2014 / 2015 PROJETO: CHUVA DE CORES

PRÉ-ESCOLAR PROJETO EDUCATIVO / PLANO DE ATIVIDADES. Vale Mourão 2014 / 2015 PROJETO: CHUVA DE CORES COMPONENTE DE APOIO À FAMÍLIA PRÉ-ESCOLAR PROJETO EDUCATIVO / PLANO DE ATIVIDADES Vale Mourão 2014 / 2015 PROJETO: CHUVA DE CORES INTRODUÇÃO «Será a emergência do sentido e conteúdo curricular que permitirá

Leia mais

Planificação das sessões de implementação do projeto educativo

Planificação das sessões de implementação do projeto educativo Planificação das sessões de implementação do projeto educativo Sessão nº 1 (2 de outubro de 2013) - Conhecer o projeto que será implementado ao longo do primeiro período; - Compreender os conceitos de

Leia mais

Ano Letivo 2012/2013 2º Ciclo 5º Ano

Ano Letivo 2012/2013 2º Ciclo 5º Ano AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Planificação Anual EDUCAÇÃO MUSICAL Ano Letivo 2012/2013 2º Ciclo 5º Ano Unidade Didática/Tema* Conceitos/Conteúdos Organizadores/Competências Específicas

Leia mais