DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110. Planificação Anual / Critérios de avaliação. Disciplina: Português 3.º ano 2015/2016

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110. Planificação Anual / Critérios de avaliação. Disciplina: Português 3.º ano 2015/2016"

Transcrição

1 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANSELMO DE ANDRADE DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110 Planificação Anual / Critérios de avaliação Disciplina: Português 3.º ano 2015/2016 Domínio (Unidade/ tema) Oralidade Subdomínio/Conteúdos Metas de Aprendizagem Estratégias/ Recursos Interação discursiva. Princípio de cortesia. Pedido de esclarecimento; informação, explicação Compreensão e expressão. Tom de voz, articulação, ritmo. Vocabulário: alargamento, adequação, variedade. Informação essencial. Estruturas frásicas (complexidade) Produção de discurso oral. Introdução aos géneros escolares: apresentação oral; pequeno discurso persuasivo. Expressão orientada: reconto, conto, descrição; simulação e dramatização Produzir discursos com diferentes finalidades, tendo em conta a situação e o interlocutor. Escutar para aprender e construir conhecimentos. Produzir um discurso oral com correção. Estratégias:. Adaptar o discurso às situações de comunicação.. Recontar, contar e descrever.. Informar e explicar.. Fazer uma apresentação oral (cerca de 3 minutos) sobre um tema, com recurso eventual a tecnologias de informação.. Fazer um pequeno discurso com intenção persuasiva (por exemplo, com o exercício mostra e conta : por solicitação do professor, o aluno traz um objeto e apresenta à turma as razões da sua escolha).. Desempenhar papéis específicos em atividades de expressão orientada, respeitando o tema, retomando o assunto e justificando opiniões.. Descobrir pelo contexto o significado de palavras desconhecidas.. Identificar informação essencial.. Pedir esclarecimentos acerca do que ouviu.. Usar a palavra com um tom de voz audível, boa articulação e ritmo adequado.. Mobilizar vocabulário cada vez mais variado e estruturas frásicas cada vez mais complexas. Avaliação Tempo / Ponderação Instrumentos Calendarização Aquisição de Fichas de conhecimentos e avaliação desenvolvimento de capacidades 70% Registos de trabalho Participação 20 % individual (oral e Comportamento / escrito) Atitudes 10% Grelhas de registos

2 Leitura e Escrita Consciência fonémica (consolidação) Fluência de leitura: velocidade, precisão e prosódia. Palavras regulares e irregulares; textos (progressão) Compreensão de texto. Textos de características: narrativas, expositivas/informativas, descritivas. Notícia, carta, convite, banda desenhada. Vocabulário: alargamento temático. Paráfrase Desenvolver a consciência fonológica e operar com fonemas. Ler em voz alta palavras e textos. Ler textos diversos. Apropriar se de novos vocábulos. Monitorizar a compreensão.. Reunir numa sílaba os primeiros fonemas de duas palavras, cometendo erros só ocasionalmente e apresentando um número significativo de respostas determinadas por uma codificação ortográfica.. Ler todas as palavras monossilábicas, dissilábicas e trissilábicas regulares e, salvo raras exceções, todas as palavras irregulares encontradas nos textos utilizados na escola.. Decodificar palavras com fluência crescente: bom domínio na leitura das palavras dissilábicas de 4 a 6 letras e das trissilábicas de 7 ou mais letras, sem hesitação e quase tão rapidamente para as trissilábicas como para as dissilábicas.. Ler corretamente um mínimo de 80 palavras por minuto de uma lista de palavras de um texto apresentadas quase aleatoriamente.. Ler um texto com articulação e entoação corretas e uma velocidade de leitura de, no mínimo, 110 palavras por minuto.. Ler pequenos textos narrativos, informativos e descritivos; notícias, cartas, convites e banda desenhada. Reconhecer o significado de novas palavras, relativas a temas do quotidiano, áreas do interesse dos alunos e conhecimento do mundo (por exemplo, relações de parentesco, naturalidade e nacionalidade, costumes e tradições, desportos, serviços, livraria, biblioteca, saúde e corpo humano).. Sublinhar as palavras desconhecidas, inferir o significado a partir de dados

3 . Sentidos do texto: tema, assunto; informação essencial; antecipação de conteúdos; intenções e emoções das personagens e sua relação com finalidades da ação. Opinião crítica Pesquisa e registo da informação Ortografia e pontuação. Grafemas, palavras, texto (alargamento) Organizar os conhecimentos do texto. Relacionar o texto com conhecimentos anteriores e compreendê lo. Elaborar e aprofundar ideias e conhecimentos. Desenvolver o conhecimento da ortografia. contextuais e confirmá lo no dicionário.. Identificar, por expressões de sentido equivalente, informações contidas explicitamente em textos narrativos, informativos e descritivos, de cerca de 300 palavras.. Identificar o tema ou o assunto do texto, assim como os eventuais subtemas.. Pôr em relação duas informações para inferir delas uma terceira.. Referir, em poucas palavras, o essencial do texto.. Formular questões intermédias e enunciar expetativas e direções possíveis durante a leitura de um texto.. Relacionar intenções e emoções das personagens com finalidades da ação.. Estabelecer uma lista de fontes pertinentes de informação relativas a um tema, através de pesquisas na biblioteca e pela internet.. Procurar informação na internet para preencher esquemas anteriormente elaborados ou para responder a questões elaboradas em grupo.. Exprimir de maneira apropriada uma opinião crítica a respeito de um texto e compará lo com outros já lidos ou conhecidos.. Exprimir uma opinião crítica a respeito de ações das personagens ou de outras informações que possam ser objeto de juízos de valor.. Indicar, para as relações fonema - grafema e grafema- fonema mais frequentes, as diferentes possibilidades de escrever os fonemas que, segundo o código ortográfico do

4 . Sinal gráfico: hífen. Sinal auxiliar de escrita: aspas. Sinais de pontuação: ponto de exclamação, dois pontos (introdução do discurso direto), travessão (no discurso direto). Translineação Produção de texto. Textos de características: narrativas, expositivas/informativas; diálogo. Carta, convite; diálogo e legenda para banda desenhada. Planificação de texto: relacionação e organização de ideias e tema. Textualização: caligrafia, ortografia, vocabulário, amplificação de texto (expansão de frases, com coordenação de nomes, de adjetivos Mobilizar o conhecimento da representação gráfica e da pontuação. Escrever textos narrativos. Escrever textos expositivos/ informativos. Escrever textos dialogais. Escrever textos diversos. português, podem corresponder a mais do que um grafema, e para cada grafema indicar, quando é o caso, as diferentes possibilidades de leitura (em ambos os casos exemplificando com palavras).. Escrever corretamente no plural as formas verbais, os nomes terminados em ão e os nomes e adjetivos terminados em consoante.. Escrever um texto, em situação de ditado, quase sem cometer erros.. Identificar e utilizar o hífen.. Identificar e utilizar o seguinte sinal auxiliar de escrita: aspas.. Utilizar adequadamente os seguintes sinais de pontuação: ponto de exclamação; dois pontos (introdução do discurso direto); travessão (no discurso direto).. Fazer a translineação de palavras no final das sílabas terminadas em vogal e em ditongo e na separação dos dígrafos rr e ss.. Escrever pequenos textos, incluindo os elementos constituintes quem, quando, onde, o quê, como.. Introduzir diálogos em textos narrativos.. Escrever pequenos textos, a partir de ajudas que identifiquem a introdução ao tópico, o desenvolvimento do tópico com factos e pormenores, e a conclusão.. Escrever diálogos, contendo a fase de abertura, a fase de interação e a fase de fecho.. Escrever cartas e convites.. Escrever falas, diálogos ou legendas para banda desenhada.. Verificar se o texto contém as ideias

5 e de verbos). Revisão de texto: planificação, vocabulário e ortografia Rever textos escritos. Planificar a escrita de textos. Redigir corretamente. previamente definidas.. Verificar a adequação do vocabulário usado.. Identificar e corrigir os erros de ortografia que o texto contenha.. Registar ideias relacionadas com o tema, organizando as.. Utilizar uma caligrafia legível.. Respeitar as regras de ortografia.. Usar vocabulário adequado.. Trabalhar um texto, amplificando o através da coordenação de nomes, de adjetivos e de verbos. Gramática Fonologia. Monossílabos, dissílabos, trissílabos, polissílabos. Sílaba tónica e sílaba átona. Palavras agudas, graves e esdrúxulas Classes de palavras. Nome próprio e nome comum. Pronome pessoal (forma tónica). Determinante demonstrativo; determinante possessivo. Quantificador numeral. Advérbios de negação e de afirmação Morfologia e lexicologia. Palavras variáveis e palavras invariáveis Explicitar aspetos fundamentais da fonologia do português. Conhecer propriedades das palavras.. Classificar palavras quanto ao número de sílabas.. Distinguir sílaba tónica da átona.. Classificar palavras quanto à posição da sílaba tónica.. Identificar nomes próprios e comuns.. Identificar as três conjugações verbais.. Identificar pronomes pessoais (forma tónica).. Identificar os determinantes demonstrativos e possessivos.. Identificar o quantificador numeral.. Identificar advérbios de negação e de afirmação.. Distinguir palavras variáveis de invariáveis.. Reconhecer masculinos e femininos de radical diferente.. Formar o plural dos nomes e adjetivos terminados em ão.. Formar o feminino de nomes e adjetivos terminados em ão.. Flexionar pronomes pessoais (número, género e pessoa).. Conjugar os verbos regulares e os verbos irregulares mais frequentes

6 . Nomes, adjetivos qualificativos: flexão em género; flexão em número. Pronome pessoal (forma tónica): número, género e pessoa. Conjugações verbais. Flexão de verbos regulares e irregulares: presente do indicativo. Radicais de palavras. Afixos; prefixos e sufixos. Famílias de palavras. Sinónimos; antónimos Sintaxe. Tipos de frase: frase declarativa, frase interrogativa e frase exclamativa. Frase afirmativa e frase negativa. Discurso direto. Expansão e redução de frases Compreender processos de formação de organização do léxico. Analisar e estruturar unidades sintáticas. (por exemplo, dizer, estar, fazer, ir, poder, querer, ser, ter, vir) no presente do indicativo.. Identificar radicais de palavras de uso mais frequente.. Identificar afixos de uso mais frequente.. Produzir novas palavras a partir de sufixos e prefixos.. Reconhecer palavras que pertencem à mesma família.. Identificar relações de significado entre palavras: sinónimos e antónimos.. Identificar os seguintes tipos de frase: declarativa, interrogativa e exclamativa.. Distinguir frase afirmativa de negativa.. Identificar marcas do discurso direto no modo escrito.. Expandir e reduzir frases, acrescentando, substituindo, deslocando ou suprimindo palavras e grupos de palavras. Recursos: Manual escolar Livro de fichas Caderno de escrita Fichas de leitura e de ortografia Caderno diário Obras de literatura indicadas CD áudio com textos e atividades para compreensão do oral. Visitas de estudo.

7 Educação Literária Leitura e audição. Obras de literatura para a infância, textos da tradição popular; outros textos literários selecionados pelo aluno, sob orientação (Listagem PNL). Formas de leitura: silenciosa; em voz alta; em coro Compreensão de texto. Regularidades versificatórias: rima, sonoridades e cadência. Antecipação de conteúdos. Personagens principais. Inferências (de tempo, de instrumento, de objeto). Reconto - Alteração de elementos na narrativa (personagens, ações e títulos). Linguagem figurada. Expressão de sentimentos, ideias e pontos de vista Apresentação de textos e de livros Ler e ouvir ler textos literários. Ler para apreciar textos literários. Ler em termos pessoais. Compreender o essencial dos textos escutados e lidos.. Ler em termos pessoais. Dizer e escrever, em. Ler e ouvir ler obras de literatura para a infância e textos da tradição popular.. Praticar a leitura silenciosa.. Ler poemas em coro ou em pequenos grupos.. Ler e ouvir ler obras de literatura para a infância e textos da tradição popular.. Ler, por iniciativa própria ou sob orientação do professor, textos diversos, nomeadamente os disponibilizados na Biblioteca Escolar. Reconhecer regularidades versificatórias (rima, sonoridades, cadência).. Confrontar as previsões feitas sobre o texto com o assunto do mesmo.. Identificar, justificando, as personagens principais.. Fazer inferências (de tempo atmosférico, de estações do ano, de instrumento, de objeto).. Recontar textos lidos.. Propor alternativas distintas: alterar características das personagens e mudar as ações, inserindo episódios ou mudando o desenlace.. Propor títulos alternativos para textos.. Interpretar sentidos da linguagem figurada.. Responder, oralmente e por escrito, de forma completa, a questões sobre os textos.. Apresentar à turma textos e livros lidos, justificando a escolha.. Memorizar e dizer poemas, com clareza e entoação adequadas.. Dramatizar textos (treino da voz, dos

8 Produção expressiva (oral e escrita). Declamação de poema. Dramatização de texto. Texto escrito (prosa e poema) termos pessoais e criativos. gestos, das pausas, da entoação).. Escrever pequenos textos em prosa, mediante proposta do professor ou por iniciativa própria.. Escrever pequenos poemas, recorrendo a poemas modelo. Leitura e exploração das obras: 1 Alice Vieira A Arca do Tesouro Um Pequeno Conto Musical OU Álvaro Magalhães O Senhor do seu Nariz e outras Histórias 2 António Torrado Trinta por uma Linha (escolher 6 contos) OU O Mercador de Coisa Nenhuma 3 Guerra Junqueiro Boa sentença, O fato novo do Sultão, João Pateta in Contos para a Infância OU Irene Lisboa A Pata Rainha, O Vento, Os Príncipes Gémeos in Queres Ouvir? Eu Conto 4 Luísa Dacosta Robertices 5 Luísa Ducla Soares Poemas da Mentira e da Verdade (escolher 8 poemas) OU Vergílio Alberto Vieira A Cor das Vogais (escolher 8 poemas) 6 Matilde Rosa Araújo As Fadas Verdes (escolher 8 poemas) 7 Perrault Contos de Perrault (trad. Maria Alberta Menéres) OU Carlo Collodi As Aventuras de Pinóquio (trad. José Colaço Barreiros)

9 Disciplina: Matemática 3.º ano 2015/2016 Domínio (Unidade/ tema) Números e Operações Geometria e Medida Subdomínio/Conteúdos Metas de Aprendizagem Estratégias/ Recursos Números Naturais - Números naturais até um milhão - Contagens progressivas e regressivas com saltos fixos - Numerais ordinais até centésimo Representação decimal de - Leitura por classes e por ordens e números naturais decomposição decimal de números até um milhão - Comparação de números até um milhão - Arredondamentos Adição e subtração de - Algoritmos da adição e da subtração números naturais envolvendo números até um milhão - Problemas de até três passos envolvendo situações de juntar, acrescentar, retirar, comparar ou completar Localização e orientação no - Segmentos de reta paralelos e espaço perpendiculares em grelhas quadriculadas - Direções perpendiculares e quartos de volta - Direções horizontais e verticais - Coordenadas em grelhas Estratégias: Trabalho individual e/ou de grupo Tarefas de introdução e/ou exploração dos conteúdos Exercícios e problemas de aplicação de conteúdos Utilização da plataforma digital associada ao manual adotado Campeonatos (Campeonato da tabuada, Cálculo Mental) Recursos: Manual em suporte físico ou digital; Caderno diário Materiais manipuláveis Materiais de medição e desenho (régua, esquadro Avaliação Tempo / Calendarização Ponderação Instrumentos Aquisição de conhecimentos e desenvolvimento de capacidades 70% Participação 20 % Comportamento / Atitudes 10% Fichas de 1º Período avaliação Registos de trabalho individual (oral e escrito) Grelhas de registos

10 quadriculadas e compasso) - Circunferência, círculo, superfície Material informático Figuras geométricas esférica e esfera; centro, raio e (computador, quadro diâmetro interativo e videoprojetor) - Identificação de eixos de simetria em figuras planas Organização e Tratamento de Dados Representação e tratamento de dados - Diagramas de caule-e-folhas - Frequência absoluta Números e Operações Multiplicação de números naturais - Tabuadas do 7, 8 e 9 - Múltiplo de um número 2º Período - Cálculo mental: produto por 10, 100, 1000, etc.; produto de um número de um algarismo por um número de dois algarismos - Algoritmo da multiplicação envolvendo números até um milhão - Critério de reconhecimento dos múltiplos de 2, 5 e 10 - Problemas de até três passos envolvendo situações multiplicativas nos sentidos aditivo e combinatório Divisão inteira - Divisão inteira por métodos informais - Relação entre dividendo, divisor, quociente e resto - Cálculo mental: divisões inteiras com divisores e quocientes inferiores a 10

11 Geometria e Medida Números racionais não negativos Medida Comprimento Área - Divisor de um número, número divisível por outro; relação entre múltiplo e divisor - Problemas de até três passos envolvendo situações de partilha equitativa e de agrupamento - Fração como representação de medida de comprimento e de outras grandezas; numerais fracionários - Representação de frações na reta numérica - Frações equivalentes e noção de número racional - Ordenação de números racionais representados por frações com o mesmo numerador ou o mesmo denominador, ou utilizando a reta numérica ou a medição de outras grandezas - Frações próprias - Unidades de medida de comprimento do sistema métrico; conversões - Medições de áreas em unidades quadradas

12 Massa - Fórmula para a área do retângulo de lados de medida inteira - Unidades de massa do sistema métrico; conversões - Pesagens em unidades do sistema Capacidade métrico - Relação entre litro e quilograma - Unidades de capacidade do sistema métrico; conversões - Medições de capacidades em unidades do sistema métrico Organização e Tratamento de Dados Representação e tratamento de dados - Moda - Mínimo, máximo e amplitude Números e Operações Adição e subtração de números racionais não - Adição e subtração na reta numérica por justaposição retilínea de 3º Período negativos representados por segmentos de reta - Produto de um frações número natural por um número racional representado por uma fração unitária - Adição e subtração de números racionais representados por frações com o mesmo denominador - Decomposição de um número racional na soma de um número natural com um número racional representável por uma fração própria

13 Geometria e Medida Organização e Tratamento de Dados Representação decimal de números racionais não negativos Tempo Dinheiro Problemas Representação e tratamento de dados - Frações decimais; representação na forma de dízimas finitas - Redução de frações decimais ao mesmo denominador; adição de números racionais representados por frações decimais com denominadores até mil - Algoritmos para a adição e para a subtração de números racionais representados por dízimas finitas - Decomposição decimal de um número racional representado na forma de uma dízima finita - Minutos e segundos; leitura do tempo em relógios de ponteiros - Conversões de medidas de tempo - Adição e subtração de medidas de tempo - Adição e subtração de quantias de dinheiro - Problemas de até três passos envolvendo medidas de diferentes grandezas. - Problemas envolvendo análise e organização de dados, frequência absoluta, moda e amplitude

14 Disciplina: Estudo do Meio 3.º ano 2015/2016 Domínio (Unidade/ tema) À DESCOBERTA DE SI MESMO OS MEMBROS DA MINHA FAMÍLIA O PASSADO FAMILIAR MAIS LONGÍNQUO À DESCOBERTA DE SI MESMO Subdomínio/Conteúdos Metas de Aprendizagem Estratégias/ Recursos A SUA NATURALIDADE E NACIONALIDADE RECONHECER SÍMBOLOS LOCAIS (BANDEIRAS E BRASÕES) MEMBROS DA MINHA FAMÍLIA O MEU PASSADO FAMILIAR MAIS LONGÍNQUO O MEU CORPO - Distinguir freguesia, concelho, distrito, país. - Conhecer símbolos nacionais e regionais (bandeiras e hinos regionais) dos Açores e da Madeira. - Estabelecer relações de parentesco (tios, primos, sobrinhos ): construir uma árvore genealógica simples (até à 3.a geração avós). - Reconhecer datas e factos significativos da história da família: localizar numa linha de tempo. - Reconhecer locais importantes para a história da família: localizar esses locais em mapas ou plantas. - Conhecer unidades de tempo: a década. - Reconhecer alguns sentimentos (amor, amizade ) e suas manifestações (carinho, ternura, zanga ). - Reconhecer situações agradáveis e desagradáveis e diferentes possibilidades de reação (calor, frio, fome, conforto, dor ). - Reconhecer estados psíquicos e respetivas reações físicas (alegria/riso, tristeza/choro, medo/tensão ). - Conhecer as funções vitais (digestiva, respiratória, circulatória, excretora, reprodutora/sexual). - Conhecer alguns órgãos dos aparelhos Estratégias: - Trabalho individual e/ou de grupo - Tarefas de introdução e/ou exploração dos conteúdos - Análise e debate dos conteúdos explorados - Realização de experiências - Utilização adequada do manual adotado - Exercícios de aplicação de conteúdos - Desenvolvimento de projetos - Utilização de tecnologias de informação e comunicação Recursos: - Professor, alunos, C. Educativa; - Material escolar básico: manual escolar, caderno Avaliação Tempo / Calendarização Ponderação Instrumentos Aquisição de conhecimentos e desenvolvimento de capacidades - 70% Participação- 20% Comportamento e atitudes- 10% Observação direta Registo da participação individual e/ou em grupo. Grelhas de registo 1ºPeríodo

15 A SAÚDE DO MEU CORPO A SEGURANÇA DO MEU CORPO correspondentes (boca, estômago, intestinos, coração, pulmões, rins, genitais): localizar esses órgãos em representações do corpo humano. - Identificar fenómenos relacionados com algumas das funções vitais: digestão (sensação de fome, enfartamento ); circulação (pulsação, hemorragias ); respiração (movimentos respiratórios, falta de ar ). - Reconhecer a importância do ar puro e do sol para a saúde. - Identificar perigos do consumo de álcool, tabaco e outras drogas. - Conhecer algumas regras de primeiros socorros: mordeduras de animais; hemorragias. diário e material de escrita; - Material específico para a realização de experiências; - Material informático: quadro interativo; computador. À DESCOBERTA DOS OUTROS E DAS INSTITUIÇÕES O PASSADO DO MEIO LOCAL OUTRAS CULTURAS DA SUA COMUNIDADE CONHECER COSTUMES E TRADIÇÕES DE OUTROS POVOS - Identificar figuras da história local presentes na toponímia, estatuária e de tradição oral. - Conhecer factos e datas importantes para a história local (origem da povoação, concessão de forais, batalhas, lendas históricas ) - Conhecer vestígios do passado local: construções (habitações, castelos, moinhos, antigas fábricas, igrejas, monumentos pré-históricos, pontes, solares, pelourinhos ); alfaias e instrumentos antigos e atividades a que estavam ligados; costumes e tradições locais (festas, jogos tradicionais, medicina popular, trajes, gastronomia ); feriado municipal (acontecimento a que está ligado). - Reconhecer a importância do património histórico local. - Conhecer aspetos da cultura das minorias que eventualmente habitem na localidade ou bairro (costumes, língua, gastronomia, música ). 2ºPeríodo

16 À DESCOBERTA DAS INTER- RELAÇÕES ENTRE ESPAÇOS À DESCOBERTA DO AMBIENTE NATURAL OS MEUS ITINERÁRIOS LOCALIZAR ESPAÇOS EM RELAÇÃO A UM PONTO DE REFERÊNCIA OS DIFERENTES ESPAÇOS DO MEU BAIRRO OU DA MINHA LOCALIDADE (habitação, comércio, lazer ) ASPETOS FÍSICOS DO MEIO LOCAL REALIZAR EXPERIÊNCIAS COM ÍMANES - Descrever itinerários não diários (passeios, visitas de estudo, férias ). - Localizar os pontos de partida e de chegada. - Traçar os itinerários em plantas ou mapas. - Reconhecer as funções desses espaços. - Representar esses espaços (desenhos, pinturas ). - Localizar esses espaços numa planta do bairro ou da localidade. - Reconhecer que as pessoas se deslocam (para a escola, para o trabalho, para férias ). - Distinguir formas de relevo existentes na região (elevações, vales, planícies ): observar diretamente e indiretamente (fotografias, ilustrações ); localizar em mapas. - Recolher amostras de diferentes tipos de solo: identificar algumas das suas características (cor, textura, cheiro, permeabilidade): procurar o que se encontra no solo (animais, pedras, restos de seres vivos).. - Recolher amostras de rochas existentes no ambiente próximo: identificar algumas das suas características (cor, textura, dureza ); reconhecer a utilidade de algumas rochas. - Distinguir meios aquáticos existentes na região (cursos de água, oceano, lagoas ): localizar em mapas; reconhecer nascente, foz, margem direita e esquerda, afluentes. - Realizar jogos com ímanes.

17 À DESCOBERTA DOS MATERIAIS E OBJETOS À DESCOBERTA DO AMBIENTE NATURAL OS SERES VIVOS DO AMBIENTE PRÓXIMO - Observar o comportamento dos materiais em presença de um íman (atração ou não atração, repulsão). - Comparar e classificar plantas segundo alguns critérios, tais como: plantas comestíveis e não comestíveis, folha caduca ou persistente, forma da folha, forma da raiz, cor da flor, (constituição de um herbário). - Reconhecer a utilidade das plantas (alimentação, mobiliário, fibras vegetais ). - Realizar experiências e observar formas de reprodução das plantas (germinação das sementes, reprodução por estaca ). - Identificar alguns fatores do ambiente que condicionam a vida das plantas e dos animais (água, ar, luz, temperatura, solo) realizar experiências. - Comparar e classificar animais segundo as suas características externas e modo de vida. - Construir cadeias alimentares simples. 3ºPeríodo DESLOCAÇÕES DOS SERES VIVOS - Reconhecer as deslocações dos animais (andorinhas, rolas, cegonhas ): para onde vão, quando partem, quando voltam. OS ASTROS - Distinguir estrelas de planetas (Sol estrela; Lua planeta). - Reconhecer o Sol como fonte de luz e calor. - Verificar as posições do Sol ao longo do dia (nascente/sul/poente). - Conhecer os pontos cardeais. - Magnetizar objetos metálicos (pregos, alfinetes ). - Construir uma bússola.

18 À DESCOBERTA DOS MATERIAIS E OBJETOS À DESCOBERTA DAS INTER- RELAÇÕES ENTRE A NATUREZA E A SOCIEDADE REALIZAR EXPERIÊNCIAS COM A LUZ A PESCA A INDÚSTRIA O TURISMO A EXPLORAÇÃO MINERAL AS CONSTRUÇÕES - Identificar processos de orientação (sol, bússola ). - Conhecer os pontos cardeais. - Identificar fontes luminosas. - Observar a passagem da luz através de objetos transparentes. - Observar e experimentar a reflexão da luz em superfícies polidas (espelhos ). - Observar a interseção da luz pelos objetos opacos sombras. - Realizar jogos de luz e sombra e sombras chinesas. - Identificar as principais atividades económicas que se desenvolvem em Portugal e quais os produtos que delas provêm.

19 Disciplina: Expressões Artísticas e Físico Motora 3.º ano 2015/2016 Expressão Plástica Domínio (Unidade/ tema) DESCOBERTA E ORGANIZAÇÃO PROGRESSIVA DE VOLUMES DESCOBERTA E ORGANIZAÇÃO PROGRESSIVA DE SUPERFÍCIES Subdomínio/Conteúdos Metas de Aprendizagem Estratégias/ Recursos Modelagem e Escultura Construções DESENHO Desenho de Expressão Livre Atividades - Manipular e explorar diferentes materiais moldáveis. - Dominar a plasticidade e a resistência dos materiais, desenvolvendo a destreza manual e a capacidade criativa. - Explorar, sensorialmente, diferentes materiais e objetos, procurando, livremente, maneiras de os agrupar, ligar, sobrepor - Explorar a tridimensionalidade. - Desenvolver a destreza manual e a capacidade de transformação e criação de novos objetos. - Desenvolver as capacidades de expressão e representação gráficas, utilizando diferentes materiais/ suportes. - Executar atividades sugeridas, nomeadamente ligadas a experiências ocorridas noutras áreas. - Explorar e tirar partido da resistência e plasticidade: terra/ areia/ barro/ massa de cores/ plasticina/ pasta de madeira/ pasta de papel. - Modelar usando apenas as mãos. - Modelar usando utensílios. - Ligar/colar elementos para uma construção Atar/agrafar/pregar elementos para uma construção. - Desmontar e montar objectos. Inventar novos objectos utilizando materiais ou objectos recuperados. - Construir: brinquedos, jogos, máscaras, adereços, fantoches e instrumentos musicais elementares. - Explorar as possibilidades técnicas de: dedos, paus, giz, lápis de cor, lápis de carvão, lápis de cera, feltros, tintas, pincéis, - Utilizar suportes de diferentes tamanhos, espessuras, texturas e cores. - Desenhar jogos no recreio. - Ilustrar de forma pessoal. - Inventar sequências de imagens com ou sem palavras. - Criar frisos de cores preenchendo quadrículas. - Desenhar plantas e mapas. Avaliação Tempo / Calendarização Ponderação Instrumentos Aquisição de conhecimentos e desenvolvimento de capacidades - 70% Participação- 20% Comportamento e atitudes- 10% Observação direta Registo da participação individual e/ou em grupo. Grelhas de registo

20 EXPLORAÇÃO DE TÉCNICAS DIVERSAS DE EXPRESSÃO Recorte, Colagem, Dobragem - Desenvolver as capacidades expressivas através da utilização de diferentes materiais e técnicas, alargando o campo de experiências e o domínio de outras linguagens expressivas. - Desenvolver a destreza manual. - Concretizar projetos individuais ou de grupo ligados a trabalhos desenvolvidos noutras áreas. - Contornar objetos, formas e pessoas. - Utilizar livremente a régua e o compasso. - Desenhar em superfícies não planas. - Desenhar sobre um suporte Previamente preparado (com anilinas, tinta de escrever, ) - Explorar as possibilidades de diferentes materiais: elementos naturais, lãs, cortiça, tecidos, objetos recuperados, jornal, papel colorido, ilustrações rasgando, desfiando, recortando, amassando, dobrando procurando formas, cores, texturas, espessuras - Fazer composições colando diferentes materiais rasgados, desfiados, cortados. - Fazer composições colando mosaicos de papel. - Fazer dobragens.

21 Expressão Musical Domínio (Unidade/ tema) Subdomínio/Conteúdos Metas de Aprendizagem Estratégias/ Recursos Avaliação Tempo / Calendarização Ponderação Instrumentos JOGOS DE EXPLORAÇÃO Voz Corpo Instrumentos - Desenvolver os aspetos essenciais da voz. - Utilizar o movimento, a dança, a percussão corporal como meios de expressar e desenvolver a musicalidade. - Utilizar diferentes fontes sonoras para explorar elementos básicos da música. - Explorar instrumentos não convencionais e - Cantar sozinho e em grupo. - Reproduzir pequenas melodias. - Reproduzir rimas e lengalengas. - Experimentar diferentes maneiras de produzir sons, com a voz. - Reproduzir sons do meio ambiente. - Explorar a emissão variando: respiração / entoação/ a extensão vocal/o timbre/ a expressão. - Experimentar percussão corporal, batimentos, palmas, - Acompanhar canções com gestos e percussão corporal. - Movimentar-se livremente a partir de: sons vocais e instrumentais, melodias e canções. - Associar movimentos a: pulsação, andamento, dinâmica, acentuação, divisão binária/ternária e dinâmica. - Fazer variações bruscas de andamento (rápido, lento) e intensidade (forte, fraco). - Fazer variações graduais de andamento («acelerando», «retardando») e de intensidade (aumentar, diminuir). - Participar em coreografias elementares inventando e reproduzindo gestos. - Experimentar as potencialidades sonoras de materiais e objetos. - Construir fontes sonoras elementares introduzindo modificações em materiais e objetos. - Construir instrumentos musicais elementares seguindo indicações Aquisição de conhecimentos e desenvolviment o de capacidades - 70% Participação- 20% Comportament o e atitudes- 10% Observação direta Registo da participação individual e/ou em grupo. Grelhas de registo.

22 convencionais, em coletivo e individualmente. - Identificar visual e auditivamente instrumentos musicais diversificados. ordenadas de construção. - Identificar e utilizar diferentes instrumentos musicais EXPERIMENTAÇÃO, DESENVOLVIMENTO E CRIAÇÃO MUSICAL Desenvolvimento auditivo - Desenvolver capacidades para ouvir de uma forma discriminada e para ir centrando a sua audição em diferentes tipos de música, estruturas, fontes sonoras e instrumentos. - Reconhecer e identificar auditivamente características rítmicas, melódicas, tímbricas e formais da música. - Identificar sons isolados: do meio próximo da natureza. - Identificar ambientes/texturas sonoras: do meio próximo e da natureza - Identificar e marcar a pulsação e/ou ritmo de: lengalengas, canções, melodias e danças, utilizando percussão corporal, instrumentos, voz e movimento. - Reconhecer ritmos e ciclos. - Experimentar potencialidades sonoras de certos materiais e objetos. - Criar jogos em que as crianças adivinhem as vozes dos companheiros, de sons de objetos, de instrumentos... - Reproduzir com a voz ou com instrumentos: sons isolados, motivos, frases, escalas, agregados sonoros, canções e melodias (cantadas ou tocadas, ao vivo ou de gravação). - Organizar, relacionar e classificar conjuntos de sons segundo: timbre, duração, intensidade, altura e localização. - Dialogar sobre: meio ambiente sonoro, audições musicais, produções próprias e do grupo, encontros com músicos e sonoplastia nos meios de comunicação com que têm contacto (rádio, televisão, cinema, teatro, ) - Expressão e criação musical. - Participar em projetos que façam apelo às suas capacidades expressivas e criativas.

23 Domínio (Unidade/ tema) JOGOS DE EXPLORAÇÃO Expressão Dramática Subdomínio/Conteúdos Metas de Aprendizagem Estratégias/ Recursos Corpo Voz Espaço - Explorar as possibilidades expressivas do corpo. - Explorar as diferentes possibilidades da voz, fazendo variar a emissão sonora e adquirir maior confiança e acuidade na sua maior confiança e acuidade na sua utilização como instrumento essencial à expressão e comunicação. - Adquirir progressivamente o domínio do espaço, utilizando diferentes níveis e direções que permitam explorar diferentes maneiras de se deslocar. - Movimentar-se de forma livre e pessoal: sozinho e a pares. - Explorar as atitudes de imobilidade/ mobilidade, contração/descontração, tensão/relaxamento. - Explorar a respiração torácica e abdominal. - Explorar o movimento global do seu corpo da menor à maior amplitude. - Explorar os movimentos segmentares do corpo. - Explorar as diferentes possibilidades expressivas, imaginando-se com outras características corporais: diferentes atitudes corporais, diferentes ritmos corporais, diferentes formas, diferentes fatores de movimento (firme/suave; súbito/sustentado; direto/flexível; controlado/livre). - Experimentar maneiras diferentes de produzir sons. - Explorar sons orgânicos ligados a ações quotidianas. - Reproduzir sons do meio ambiente. - Aliar a emissão sonora a gestos/ movimentos. - Explorar a emissão sonora fazendo variar: a forma de respirar e a altura do som. - Explorar o espaço circundante. - Adaptar a diferentes espaços os movimentos e a voz. - Explorar deslocações simples, seguindo trajetos diversos. - Explorar diferentes formas de se deslocar: de diferentes seres (reais ou Avaliação Tempo / Calendarização Ponderação Instrumentos Aquisição de conhecimentos e desenvolvimento de capacidades - 70% Participação- 20% Comportamento e atitudes- 10% Observação direta. Registo da participação individual e/ou em grupo. Grelhas de registo

24 Objetos - Utilizar e transformar objetos para recriar ou inventar personagens e situações. imaginados) em locais com diferentes características. - Orientar-se no espaço a partir de referências visuais, auditivas e táteis. - Deslocar-se em coordenação com um par. - Explorar diferentes níveis (baixo, médio, alto). - Explorar mudanças de nível: individualmente/ aos pares/ em pequenos grupos. - Explorar as qualidades físicas dos objetos. - Explorar as relações possíveis do corpo com os objetos. - Deslocar-se com o apoio de um objeto: individualmente e em coordenação com um par. - Explorar as transformações de objetos: imaginando-os com outras características.

25 Domínio (Unidade/ tema) Ginástica Expressão Físico-Motora Subdomínio/Conteúdos Metas de Aprendizagem Estratégias/ Recursos Habilidades gímnicas básicas em esquemas ou sequências no solo e em aparelhos - Realizar habilidades gímnicas básicas em esquemas ou sequências no solo e em aparelhos, encadeando e ou combinando as ações com fluidez e harmonia de movimento, - SALTAR AO EIXO por cima de um companheiro passando com os membros inferiores bem afastados e chegando ao solo em equilíbrio. - COMBINAR posições de equilíbrio estático, com marcha lateral, para trás e para a frente, «meias voltas», saltos simples com receção equilibrada, na trave baixa ou banco sueco. - LANÇAR E RECEBER O ARCO na vertical, com cada uma das mãos, evitando que toque no solo. - LANÇAR O ARCO para a frente, no solo, fazendo-o voltar para trás, seguido de salto para que o arco passe por entre as suas pernas. - RODAR O ARCO à volta do corpo, mantendo o movimento por ondulações do corpo. - POSIÇÕES DE FLEXIBILIDADE variadas (afastamento lateral e frontal das pernas em pé e no chão, com máxima inclinação do corpo). - SALTAR À CORDA em corrida e no local (a pés juntos e pé coxinho),com coordenação e fluidez de movimentos. - SALTAR À CORDA, movimentada pelos companheiros, entrando e saindo sem lhe tocar. Avaliação Tempo / Calendarização Ponderação Instrumentos Aquisição de conhecimentos e desenvolvimento de capacidades - 70% Participação- 20% Comportamento e atitudes- 10% Observação direta Registo da participação individual e/ou em grupo. Grelhas de registo

26 Jogos Percursos Jogos coletivos, a pares e concursos individuais Percurso simples de orientação em grupo - Participar em jogos, ajustando a iniciativa própria e as qualidades motoras na prestação às possibilidades oferecidas pela situação de jogo e ao seu objetivo, realizando habilidades básicas e ações técnico táticas fundamentais, com oportunidade e correção de movimentos. - Cooperar com os companheiros procurando realizar as ações favoráveis ao cumprimento das regras e do objetivo do jogo. - Tratar os colegas de equipa e os adversários com igual cordialidade e respeito, evitando ações que ponham em risco a sua integridade física. - Escolher e realizar habilidades apropriadas em percurso, de acordo com as características do terreno e os sinais de orientação, colaborando com os colegas e respeitando as regras de segurança e preservação do ambiente. - Jogos tradicionais. - Jogo coletivos com bola (Rabia, Mata, - Jogo de Passes, Bola ao Poste, Bola ao Capitão, Bola no fundo, Futebol). - Jogos sem bola (Caçador, Toca e Foge). - Corrida de estafeta. - Concurso individual ou a pares utilizando bola e raqueta. - Percursos com obstáculos, a pares ou em equipa. - Concurso em grupos de quatro (jogos com rede). - Realizar percursos de orientação simples, em equipa, na escola, segundo um mapa simples (croqui ou planta), preenchendo corretamente o cartão de controlo.

27 Disciplina: Apoio ao Estudo 3.º ano 2015/2016 Domínio (Unidade/ tema) Português Subdomínio/Conteúdos Metas de Aprendizagem Estratégias/ Recursos Oralidade - Escutar para aprender a construir Estratégias: conhecimentos. - Trabalho individual e/ou de grupo - Produzir discursos com - Tarefas de introdução e/ou diferentes finalidades. exploração dos conteúdos Leitura e Escrita - Monitorizar a compreensão. - Análise e discussão dos conteúdos - Elaborar e aprofundar ideias e explorados Gramática conhecimentos. - Exercícios de aplicação de - Desenvolver o conhecimento da conhecimentos ortografia. - Utilização de tecnologias de - Mobilizar o conhecimento da informação e comunicação representação gráfica e da - Prática de atividades que conduzam pontuação. a um reforço na identificação, - Redigir corretamente textos designação e reconhecimento de informativos, narrativos, dialogais, competências. descritivos e realizar a sua revisão. - Atividades de investigação. - Aprofundar conhecimentos - Realização de jogos de exploração, gramaticais. de concentração e desenvolvimento Educação Literária - Ler e ouvir ler textos literários. da autonomia. - Utilização de materiais manipuláveis e tecnológicos. Avaliação Tempo / Calendarização Ponderação Instrumentos Aquisição de conhecimentos e desenvolvimento de capacidades - 70% Participação- 20% Comportamento e atitudes- 10% Observação direta Registo da participação individual e/ou em grupo. Grelhas de registo Ao longo do ano

28 Matemática Números e Operações Geometria e Medida Organização e Tratamento de Dados - Melhorar a capacidade de resolução de problemas. - Melhorar a capacidade de raciocínio matemático. Recursos: - Professor, alunos, C. Educativa - Manual escolar e caderno diário. - Fichas de trabalho. Ao longo do ano - Melhorar a capacidade de - Material informático: quadro comunicação matemática. interativo; computador. - Reforçar as aprendizagens realizadas, visando um desempenho mais eficaz dos alunos. - Rever conceitos matemáticos, de forma a suprimir lacunas em aprendizagens anteriores. - Resolver situações problemáticas.

29 Disciplina: Formação para a Cidadania 3.º ano 2015/2016 Domínio (Unidade/ tema) Subdomínio/Conteúdos Metas de Aprendizagem Estratégias/ Recursos Avaliação Tempo / Calendarização Ponderação Instrumentos A Educação Ambiental/ Desenvolvimento Sustentável Resíduos/ Reciclagem 1º Ciclo Energias renováveis e não renováveis Água A importância da água no Planeta Terra 3 R s: Reduzir, Reutilizar, e Reciclar os resíduos Importância da reciclagem das embalagens. Separação seletiva/ reciclagem/ cidadania - Elucidar acerca da preservação da natureza, focando especialmente os temas redução, reutilização e reciclagem dos resíduos, através da exploração de um filme. - Dar a conhecer o processo de separação/recolha seletiva /reciclagem e sua importância. - Sensibilizar para a política dos 3 R s enfatizando a importância da redução da produção de resíduos. - Instruir acerca das vantagens e desvantagens dos tipos de energia, assim como soluções para a poupar. - Dar a conhecer os diferentes processos de tratamento e valorização de resíduos. - Dar a conhecer o processo de transferência de resíduos, bem como triagem dos resíduos recicláveis depositados nos ecocentros e ecopontos. - Dar a conhecer o processo valorização de resíduos verdes, denominado Compostagem de Verdes. - Sensibilizar os mais jovens para os temas relacionados com o ambiente, focando essencialmente na prevenção da produção dos resíduos redução na prolongação do tempo de vida dos materiais/objetos reutilização e na correta separação dos resíduos para posterior reciclagem. - Saber que todos têm direitos e deveres para com os próximos e para com as gerações futuras (ambiente, património Estratégias - Trabalho individual e/ou de grupo - Tarefas de introdução e/ou exploração das aprendizagens - Análise e discussão dos conteúdos explorados - Realização de experiências - Exercícios de aplicação de conhecimentos - Desenvolvimento de projetos - Utilização de tecnologias de informação e de comunicação Recursos - Professor, alunos, C. Educativa; - Manual escolar, caderno diário e material de escrita Aquisição de conhecimentos e desenvolvimento de capacidades - 70% Participação- 20% Comportamento e atitudes- 10% Observação direta Registo da participação individual e/ou em grupo. Grelhas de registo Ao longo do ano

30 natural e cultural ). - Material específico para a realização de experiências; - Material informático: quadro interativo; computador. Educação para os Media Comunicar e informar Compreender o mundo atual - Aprender o valor e a importância de comunicar; - Tomar consciência do papel da comunicação na vida quotidiana e identificar formas de comunicação; - Aprender a expressar ideias e sentimentos, a escutar os outros e a sentir empatia; - Refletir sobre o modo de comunicar com os outros e aprender que a comunicação implica saber escutar o outro; - Aprender a comunicar uma ideia, um acontecimento, uma opinião. - Aprender a debater ideias, a defender pontos de vista e a argumentar; - Desenvolver atitudes positivas e de respeito para com os interlocutores de uma conversa ou diálogo; - Compreender o que pode causar ruído num processo de comunicação e como lidar positivamente com o conflito; - Identificar meios de comunicação e de informação. - Estar atento ao que se

31 A Educação para o Empreendedoris mo Educação Financeira ( A literacia financeira está, assim, ligada à capacidade de ler, analisar, gerir e comunicar sobre a condição financeira pessoal e à forma como esta afeta o seu bemestar material. Inclui também a capacidade de decidir entre escolhas financeiras, discutir assuntos financeiros e monetários sem desconforto, planear o futuro e responder de forma competente às situações do dia-a-dia que envolvem decisões financeiras, incluindo acontecimentos na economia global.) - Compreender a diferença entre o necessário e o supérfluo. - Relacionar despesas e rendimentos. -Objetivos da Poupança: Saber o que é a poupança e quais os seus objetivos. - Aplicações da Poupança: Compreender formas de aplicação e de remuneração da poupança. passa no mundo; - Ganhar curiosidade e interesse pelos acontecimentos da atualidade; - Aprender a expressar a sua opinião sobre os assuntos da atualidade; - Identificar as principais formas de conhecer os assuntos da atualidade; - Tomar consciência do papel dos media na informação sobre o mundo atual.

32 - Planeamento e Gestão do Orçamento. - Direitos e Deveres.

AGRUPAMENTO DE CLARA DE RESENDE COD. 242 937 COD. 152 870

AGRUPAMENTO DE CLARA DE RESENDE COD. 242 937 COD. 152 870 CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO (Aprovados em Conselho Pedagógico de 16 outubro de 2012) No caso específico da disciplina de PORTUGUÊS, do 3.º ano de escolaridade, a avaliação incidirá ainda ao nível

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL 2013-2014

PLANIFICAÇÃO ANUAL 2013-2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL 2013-2014 Agrupamento de Escolas Domingos Sequeira Área Disciplinar: Português Ano de Escolaridade: 3º Mês: outubro Domínios de referência Objetivos/Descritores Conteúdos Oralidade 1

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL 2015/2016 PORTUGUÊS - 3ºANO

PLANIFICAÇÃO ANUAL 2015/2016 PORTUGUÊS - 3ºANO DIREÇÃO DE SERVIÇOS DA REGIÃO ALGARVE Agrupamento de Escolas José Belchior Viegas (Sede: Escola Secundária José Belchior Viegas) PLANIFICAÇÃO ANUAL 2015/2016 PORTUGUÊS - 3ºANO METAS Domínios/ Conteúdos

Leia mais

DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110. Planificação Anual /Critérios de avaliação. Disciplina: Estudo do Meio 3.º ano 2014/2015

DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110. Planificação Anual /Critérios de avaliação. Disciplina: Estudo do Meio 3.º ano 2014/2015 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANSELMO DE ANDRADE DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110 Planificação Anual /Critérios de avaliação Disciplina: Estudo do Meio 3.º ano 2014/2015 Domínio (Unidade/ tema) Subdomínio/Conteúdos

Leia mais

Planificação Anual 1º Ciclo 3º ano

Planificação Anual 1º Ciclo 3º ano Planificação Anual 1º Ciclo ano Planificação do Período Língua Portuguesa Descritores de desempenho Compreensão do oral Prestar atenção ao que ouve de modo a tornar possível:, responder a questões sobre

Leia mais

CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO 3º ANO (1º CICLO) PORTUGUÊS

CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO 3º ANO (1º CICLO) PORTUGUÊS CRTÉRO EPECÍCO DE AVALAÇÃO 3º ANO (1º CCLO) PORTUGUÊ DOMÍNO OJETVO DECRTORE DE DEEMPENHO MENÇÕE Oralidade 1. Escutar para aprender e construir conhecimentos 2. Produzir um discurso oral com correção 3.

Leia mais

2015/2016 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1.º CICLO 3.º ANO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PEDRO JACQUES DE MAGALHÃES

2015/2016 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1.º CICLO 3.º ANO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PEDRO JACQUES DE MAGALHÃES 2015/2016 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1.º CICLO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PEDRO JACQUES DE MAGALHÃES Disciplina: PORTUGUÊS Agrupamento de Escolas Pedro Jacques de Magalhães CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1.º CICLO - Ano

Leia mais

PLANIFICAÇÃO TRIMESTRAL/ANUAL 3º ANO 1º PERÍODO

PLANIFICAÇÃO TRIMESTRAL/ANUAL 3º ANO 1º PERÍODO 1º PERÍODO ÁREAS DOMINIOS CONTEÚDOS OBJETIVOS (metas curriculares) DESCRITORES DE DESEMPENHO O aluno deve ser capaz de: AVALIAÇÃO Português Oralidade Leitura e Escrita Compreensão do Oral Vocabulário Informação

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL 2015/2016 PORTUGUÊS - 4ºANO

PLANIFICAÇÃO ANUAL 2015/2016 PORTUGUÊS - 4ºANO . Interação discursiva Princípios de cortesia e cooperação Informação, explicação; pergunta. Compreensão e expressão Vocabulário: variedade e precisão Informação: essencial e acessória; implícita Facto

Leia mais

Oralidade. Departamento Curricular de Língua Materna e Humanidades Ano Letivo 2015 / 2016

Oralidade. Departamento Curricular de Língua Materna e Humanidades Ano Letivo 2015 / 2016 DOMÍNIOS Oralidade Metas curriculares 1. Escutar para aprender e construir conhecimentos. 2. Produzir um discurso oral com correção. 3. Produzir discursos com diferentes finalidades, tendo em conta a situação

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL 2015/2016 ESTUDO DO MEIO

PLANIFICAÇÃO ANUAL 2015/2016 ESTUDO DO MEIO DIREÇÃO DE SERVIÇOS DA REGIÃO ALGARVE Agrupamento de Escolas José Belchior Viegas (Sede: Escola Secundária José Belchior Viegas) PLANIFICAÇÃO ANUAL 2015/2016 ESTUDO DO MEIO 3º ano Área Curricular Estudo

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ROMEU CORREIA

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ROMEU CORREIA AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ROMEU CORREIA EB FEIJO Nº1/EB1 Nº2 DO FEIJÓ/EB1/JI DE VALE FLORES 3.º Ano Ano Letivo: 2013-2014 Plano Curricular Simplificado da Disciplina de Português CONTEÚDOS (SÍNTESE) Oralidade

Leia mais

Escutar discursos breves para aprender e construir conhecimentos.

Escutar discursos breves para aprender e construir conhecimentos. METAS CURRICULARES 2º ANO Português Oralidade Respeitar regras da interação discursiva. Escutar discursos breves para aprender e construir conhecimentos. Produzir um discurso oral com correção. Produzir

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ABEL SALAZAR 2015-2016

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ABEL SALAZAR 2015-2016 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ABEL SALAZAR 2015-2016 1º CICLO - 1º ANO DE ESCOLARIDADE PORTUGUÊS PLANIFICAÇÃO MENSAL DE JANEIRO DOMÍNIOS METAS/OBJETIVOS OPERACIONALIZAÇÃO (DESCRITORES) MATERIAIS/RECURSOS MODALIDADES

Leia mais

DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110. Planificação Anual /Critérios de avaliação. Disciplina: Português 1.º ano 2015/2016

DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110. Planificação Anual /Critérios de avaliação. Disciplina: Português 1.º ano 2015/2016 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANSELMO DE ANDRADE DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110 Planificação Anual /Critérios de avaliação Disciplina: Português 1.º ano 2015/2016 Domínio (Unidade / Tema) Subdomínio / Conteúdos

Leia mais

Plano de Estudo e de Desenvolvimento do Currículo

Plano de Estudo e de Desenvolvimento do Currículo DGEste - Direção de Serviços da Região Norte AGRUPAMENTO DE ESCOLAS LEONARDO COIMBRA FILHO, PORTO Código 152213 4.º ANO Ano Letivo 2014/2015 Aulas Previstas/Ano de Escolaridade Plano de Estudo e de Desenvolvimento

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Eugénio de Castro 1.º Ciclo PLANIFICAÇÃO ANUAL - EXPRESSÕES. Ano letivo 2015/2016

Agrupamento de Escolas de Eugénio de Castro 1.º Ciclo PLANIFICAÇÃO ANUAL - EXPRESSÕES. Ano letivo 2015/2016 EXPRESSÃO E EDUCAÇÃO PLÁSTICA Agrupamento de Escolas de Eugénio de Castro 1.º Ciclo PLANIFICAÇÃO ANUAL - EXPRESSÕES Ano letivo 2015/2016 3.º Ano Descoberta e organização progressiva de volumes Modelagem

Leia mais

Plano Curricular de Matemática 3.º Ano - Ano Letivo 2015/2016

Plano Curricular de Matemática 3.º Ano - Ano Letivo 2015/2016 Plano Curricular de Matemática 3.º Ano - Ano Letivo 2015/2016 1.º Período Conteúdos Programados Previstas Dadas Números e Operações Utilizar corretamente os numerais ordinais até vigésimo. Ler e representar

Leia mais

Competências Gerais a Desenvolver no Pré-Escolar

Competências Gerais a Desenvolver no Pré-Escolar Competências Gerais a Desenvolver no Pré-Escolar ÁREA DA FORMAÇÃO PESSOAL E SOCIAL SOCIALIZAÇÃO Desenvolver atitudes procedimentos e conceitos Interiorizar valores espirituais morais e críticos Desenvolver

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. DINIS

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. DINIS 1 NOTA INTRODUTÓRIA Programa Música - AEC (1º e 2º Ano - 1º CEB) (Adaptação do Programa do 1º Ciclo Plano da Meloteca) No âmbito da Expressão e Educação Musical, ao abrigo do Despacho n.º 9265-B/2013,

Leia mais

METAS DE APRENDIZAGEM (4 anos)

METAS DE APRENDIZAGEM (4 anos) METAS DE APRENDIZAGEM (4 anos) 1. CONHECIMENTO DO MUNDO Expressar curiosidade e desejo de saber; Reconhecer aspetos do mundo exterior mais próximo; Perceber a utilidade de usar os materiais do seu quotidiano;

Leia mais

AEC ALE EXPRESSÃO MUSICAL. Orientações Pedagógicas. 1.º Ciclo do Ensino Básico

AEC ALE EXPRESSÃO MUSICAL. Orientações Pedagógicas. 1.º Ciclo do Ensino Básico ATIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR ANO LETIVO AEC ALE EXPRESSÃO MUSICAL Orientações Pedagógicas 1.º Ciclo do Ensino Básico 1. Introdução A atividade de enriquecimento curricular, ALE (atividades lúdico-expressivas)

Leia mais

METAS CURRICULARES CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS ANO DE ESCOLARIDADE: 4.ºANO ANO LETIVO: 2015/2016

METAS CURRICULARES CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS ANO DE ESCOLARIDADE: 4.ºANO ANO LETIVO: 2015/2016 METAS CURRICULARES CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS ANO DE ESCOLARIDADE: 4.ºANO ANO LETIVO: 2015/2016 Português Oralidade Escutar para aprender e construir conhecimentos. Utilizar técnicas para registar e reter

Leia mais

Agrupamento de Escolas António Rodrigues Sampaio Planificação Anual das Atividades Letivas

Agrupamento de Escolas António Rodrigues Sampaio Planificação Anual das Atividades Letivas Departamento Curricular: 1º ciclo Ano de escolaridade: 3º ano Área Curricular: MATEMÁTICA Ano letivo:2015/2016 Perfil do aluno à saída do 1º ciclo: Participar na vida sala de aula, da escola e da comunidade

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MIRA PLANIFICAÇÃO 3.º ANO 2013/2014

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MIRA PLANIFICAÇÃO 3.º ANO 2013/2014 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MIRA PLANIFICAÇÃO 3.º ANO 2013/2014 setembro/outubro novembro dezembro - texto narrativo - texto poético Ordem alfabética Consulta de dicionário Família de palavras Verbo: tempo

Leia mais

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS (Planificação anual) 3º ano de escolaridade 1º Período

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS (Planificação anual) 3º ano de escolaridade 1º Período PROGRAMÁTICOS (Planificação anual) 3º ano de escolaridade 1º Período DISCIPLINA: Língua Portuguesa Compreensão do oral; Ouvinte (DT); Vocabulário; Notas, esquemas; Oralidade (DT); Texto oral e texto escrito

Leia mais

2012/13 [PLANO ANUAL - AEC DE EXPRESSÃO MUSICAL]

2012/13 [PLANO ANUAL - AEC DE EXPRESSÃO MUSICAL] 2012/13 [PLANO ANUAL - AEC DE EXPRESSÃO MUSICAL] Plano Anual de Expressão Musical Ano Letivo 2012/2013 Introdução: Esta atividade pretende que os alunos fortaleçam o gosto natural pela expressão musical

Leia mais

LINHAS DE EXPLORAÇÃO DO QUADRO DE COMPETÊNCIAS EXPRESSÃO MUSICAL

LINHAS DE EXPLORAÇÃO DO QUADRO DE COMPETÊNCIAS EXPRESSÃO MUSICAL ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DAS VELAS LINHAS DE EXPLORAÇÃO DO QUADRO DE COMPETÊNCIAS EXPRESSÃO MUSICAL 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO 1 DO ENSINO BÁSICO CE 1 CE 5 CE 8 CE 12 CE 14 Interpretação e comunicação

Leia mais

1.º Ciclo do Ensino Básico Critérios de Avaliação

1.º Ciclo do Ensino Básico Critérios de Avaliação 1.º Ciclo do Ensino Básico Critérios de Avaliação PORTUGUÊS Domínios em Domínios/Competências Fatores de ponderação Instrumentos de Domínio Cognitivo Compreensão oral 20% Registos e grelhas de observação

Leia mais

Agrupamento de Escolas António Rodrigues Sampaio Planificação Anual das Atividades Letivas

Agrupamento de Escolas António Rodrigues Sampaio Planificação Anual das Atividades Letivas Departamento Curricular/Ciclo: 1º Ciclo Disciplina: Expressões Artísticas e Físico-Motora Ano de escolaridade: 4º ano Ano letivo: 2015/2016 Perfil do aluno à saída do 1º ciclo: Participar na vida sala

Leia mais

METAS DE APRENDIZAGEM (3 anos)

METAS DE APRENDIZAGEM (3 anos) METAS DE APRENDIZAGEM (3 anos) 1. CONHECIMENTO DO MUNDO Revelar curiosidade e desejo de saber; Explorar situações de descoberta e exploração do mundo físico; Compreender mundo exterior mais próximo e do

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS EUGÉNIO DOS SANTOS. Conteúdos Curriculares 4ºano. 1º Período. Português Matemática Estudo do Meio

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS EUGÉNIO DOS SANTOS. Conteúdos Curriculares 4ºano. 1º Período. Português Matemática Estudo do Meio AGRUPAMENTO DE ESCOLAS EUGÉNIO DOS SANTOS Conteúdos Curriculares 4ºano 1º Período Português Matemática Estudo do Meio COMPREENSÃO ORAL E ESCRITA Comunicar progressivamente e com correção; Ler e interpretar

Leia mais

Área de Formação Pessoal e Social

Área de Formação Pessoal e Social Área de Formação Pessoal e Social Identidade/ Auto-estima Independência/ Autonomia Convivência democrática/ Cidadania Brincar com o outro (s); Ouvir os outros; Saber identificar-se a si e o outro; Esperar

Leia mais

EXPRESSÃO E EDUCAÇÃO PLÁSTICA

EXPRESSÃO E EDUCAÇÃO PLÁSTICA EXPRESSÃO E EDUCAÇÃO PLÁSTICA PRINCÍPIOS ORIENTADORES A manipulação e experiência com os materiais, com as formas e com as cores permite que, a partir de descobertas sensoriais, as crianças desenvolvam

Leia mais

Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades;

Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades; INFANTIL II OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL Desenvolver uma imagem positiva de si, atuando de forma cada vez mais independente, com a confiança em suas capacidades e percepção de suas limitações:

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOSÉ ESTÊVÃO. DEPARTAMENTO DE 1.º CICLO Planificação Anual da Disciplina de Português 3.º ano Ano Letivo de 2015/2016

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOSÉ ESTÊVÃO. DEPARTAMENTO DE 1.º CICLO Planificação Anual da Disciplina de Português 3.º ano Ano Letivo de 2015/2016 1º PERÍODO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOSÉ ESTÊVÃO DEPARTAMENTO DE 1.º CICLO Planificação Anual da Disciplina de Português 3.º ano Ano Letivo de 2015/2016 Unidades/Conteúdos Tempos Oralidade -Escutar para

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL Actividades de Enriquecimento Curricular Expressão Dramática/Teatro e Corporal

PLANIFICAÇÃO ANUAL Actividades de Enriquecimento Curricular Expressão Dramática/Teatro e Corporal PLANIFICAÇÃO ANUAL Actividades de Enriquecimento Curricular Expressão Dramática/Teatro e Corporal Ano de escolaridade: 1.º e 2.º Ano Ano lectivo: 2011/2012 Professor/a da Disciplina:... Agrupamento/Escola:.

Leia mais

Critérios de Avaliação

Critérios de Avaliação AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PEDRO EANES LOBATO Critérios de Avaliação Educação Pré Escolar Departamento Educação Pré Escolar Ano letivo 2013/2014 A avaliação do processo permite reconhecer a pertinência e sentido

Leia mais

AEC ALE EXPRESSÃO PLÁSTICA. Planificação. 1.º Ciclo do Ensino Básico

AEC ALE EXPRESSÃO PLÁSTICA. Planificação. 1.º Ciclo do Ensino Básico ATIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR ANO LETIVO AEC ALE EXPRESSÃO PLÁSTICA Planificação 1.º Ciclo do Ensino Básico 1. Introdução A atividade de enriquecimento curricular, ALE (atividades lúdico-expressivas)

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Eugénio de Castro 1.º Ciclo

Agrupamento de Escolas de Eugénio de Castro 1.º Ciclo Agrupamento de Escolas de Eugénio de Castro 1.º Ciclo PLANIFICAÇÃO ANUAL Ano Letivo 2014/2015 Português 3.º Ano DISCIPLINA DOMÍNIOS CONTEÚDOS INTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO CALENDARIZAÇÃO PORTUGUÊS Pesquisa

Leia mais

Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades;

Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades; INFANTIL I OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL Desenvolver uma imagem positiva de si, atuando de forma cada vez mais independente, com a confiança em suas capacidades e percepção de suas limitações:

Leia mais

DEPARTAMENTO DO 1ºCICLO

DEPARTAMENTO DO 1ºCICLO DEPARTAMENTO DO 1ºCICLO Planificação Anual da Disciplina de Português 3º ano Ano Letivo de 2014/2015 Manual adotado: Pasta Mágica- Português 3, Areal Editores 1º PERÍODO ORALIDADE Escutar para aprender

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Eugénio de Castro Ano letivo 2014/2015

Agrupamento de Escolas de Eugénio de Castro Ano letivo 2014/2015 Português Agrupamento de Escolas de Eugénio de Castro Ano letivo 2014/2015 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 3º ANO DE ESCOLARIDADE 3º Período ÁREAS ELEMENTOS A AVALIAR Lê com Relata acontecimentos; Retém informações

Leia mais

Escola Básica da Madalena Grelha de Conteúdos do 1º ciclo do ensino básico 1º ano Ano letivo 2012 2013. 1º período. 2º período CONTEÚDOS PORTUGUÊS

Escola Básica da Madalena Grelha de Conteúdos do 1º ciclo do ensino básico 1º ano Ano letivo 2012 2013. 1º período. 2º período CONTEÚDOS PORTUGUÊS Escola Básica da Madalena Grelha de Conteúdos do 1º ciclo do ensino básico 1º ano Ano letivo 2012 2013 PORTUGUÊS 1º período COMUNICAÇÃO ORAL. comunicar oralmente com autonomia e clareza. desenvolver a

Leia mais

BLOCOS CONTEÚDOS OBJETIVOS ATIVIDADES

BLOCOS CONTEÚDOS OBJETIVOS ATIVIDADES 1.º PERÍODO PLANIFICAÇÃO DA ATIVIDADE DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR BLOCOS CONTEÚDOS OBJETIVOS ATIVIDADES. Reconhecimento da importância das artes plásticas;. Desenvolvimento progressivo das possibilidades

Leia mais

DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110. Planificação Anual / Critérios de avaliação. Disciplina: Matemática 2.º ano 2015/2016

DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110. Planificação Anual / Critérios de avaliação. Disciplina: Matemática 2.º ano 2015/2016 DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110 Planificação Anual / Critérios de avaliação Disciplina: Matemática 2.º ano 2015/2016 Domínio (Unidade/ tema) Subdomínio/Conteúdos Metas de Aprendizagem Estratégias/

Leia mais

METAS DE APRENDIZAGEM (5 anos)

METAS DE APRENDIZAGEM (5 anos) METAS DE APRENDIZAGEM (5 anos) 1. CONHECIMENTO DO MUNDO Conhecer diferentes termos espaciais (em pé, deitado, em cima, em baixo, à frente, atrás, dentro, fora ) Descrever itinerários diários (exemplos:

Leia mais

PLANIFICAÇÃO DE MATEMÁTICA (ao longo do ano)

PLANIFICAÇÃO DE MATEMÁTICA (ao longo do ano) PLANIFICAÇÃO DE MATEMÁTICA (ao longo do ano) DOMÍNIOS Subdomínios / Conteúdos programáticos Metas / Descritores de desempenho Números e operações Números naturais Números racionais não negativos Compreender

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DEPARTAMENTO DA EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DEPARTAMENTO DA EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DEPARTAMENTO DA EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR 2014/2015 A avaliação é um elemento integrante e regulador da prática educativa. Na educação pré-escolar assume uma dimensão marcadamente formativa,

Leia mais

Cumprimento das actividades definidas no Plano Curricular Anual

Cumprimento das actividades definidas no Plano Curricular Anual Cumprimento das actividades definidas no Plano Curricular Anual Áreas de Conteúdo Actividades planificadas e realizadas Actividades planificadas e não realizadas Actividades não planificadas e realizadas

Leia mais

PRINCÍPIOS DO PROGRAMA DE EXPRESSÃO MUSICAL

PRINCÍPIOS DO PROGRAMA DE EXPRESSÃO MUSICAL PRINCÍPIOS DO PROGRAMA DE EXPRESSÃO MUSICAL Música nas Actividades de Enriquecimento Curricular Princípios organizados por anos de escolaridade. Voz, corpo, instrumentos, audição, expressão e criação ao

Leia mais

Planificação Anual 3º ano

Planificação Anual 3º ano ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DA GRACIOSA Planificação Anual 3º ano Expressões e Cidadania Página1 Desenho de expressão livre Desenhar no chão do recreio; Desenhar no quadro da sala; Planificação Anual de

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO 4º PERÍODO/2015 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO 4º PERÍODO/2015 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO 4º PERÍODO/2015 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL LÍNGUA PORTUGUESA (Unidades 1, 2, 3 e 4) Gêneros Poema Crônica História em quadrinhos Conto de fadas Conto maravilhoso História de

Leia mais

PLANIFICAÇÃO DO PROJETO CURRICULAR DE ESCOLA DEPARTAMENTO CURRICULAR DO 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO

PLANIFICAÇÃO DO PROJETO CURRICULAR DE ESCOLA DEPARTAMENTO CURRICULAR DO 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO PLANIFICAÇÃO DO PROJETO CURRICULAR DE ESCOLA DEPARTAMENTO CURRICULAR DO 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO DISCIPLINA: PORTUGUÊS ANO DE ESCOLARIDADE: 1º Ano ANO LETIVO: 2015/2016 COMPETÊNCIAS CHAVE: C1, C2, C3,

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Escola Básica e Secundária Dr. Vieira de Carvalho Departamento de Expressões e Tecnologias Planificação Anual de Educação Musical 5º ano Ano Letivo 2013/2014

Leia mais

MATERNAL I OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL

MATERNAL I OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL MATERNAL I OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL Desenvolver uma imagem positiva de si, atuando de forma cada vez mais independente, com a confiança em suas capacidades e percepção de suas limitações;

Leia mais

AEC ALE EXPRESSÃO DRAMÁTICA. Planificação. 1.º Ciclo do Ensino Básico

AEC ALE EXPRESSÃO DRAMÁTICA. Planificação. 1.º Ciclo do Ensino Básico ATIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR ANO LETIVO 2014/2015 AEC ALE EXPRESSÃO DRAMÁTICA Planificação 1.º Ciclo do Ensino Básico ALE EXPRESSÃO DRAMÁTICA Proposta de Plano Anual 2014/2015 1. Introdução

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANTÓNIO FEIJÓ

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANTÓNIO FEIJÓ FORMAÇÃO PESSOAL E SOCIAL 1 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANTÓNIO FEIJÓ EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR REGISTO DE OBSERVAÇÃO / AVALIAÇÃO Nome Data de Nascimento / / Jardim de Infância de Educadora de Infância AVALIAÇÃO

Leia mais

Anexos I. Objetivos para a Educação Pré-Escolar

Anexos I. Objetivos para a Educação Pré-Escolar Anexos I Objetivos para a Educação Pré-Escolar Domínio da Matemática CONHECI MENTO DO MUNDO FORMAÇÃO PESSOAL E SOCIAL 3 ANOS 1.º PERÍODO Independência/Autonomia Saber o seu nome Conhecer e utilizar o seu

Leia mais

METAS CURRICULARES DE PORTUGUÊS

METAS CURRICULARES DE PORTUGUÊS METAS CURRICULARES DE PORTUGUÊS ENSINO BÁSICO 1., 2. E 3. CICLOS PROPOSTAS PELA EQUIPA DE PORTUGUÊS: HELENA C. BUESCU, JOSÉ MORAIS, MARIA REGINA ROCHA, VIOLANTE F. MAGALHÃES AGOSTO DE 2012 ÍNDICE INTRODUÇÃO

Leia mais

CONSELHO DE DOCENTES DO PRÉ-ESCOLAR CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

CONSELHO DE DOCENTES DO PRÉ-ESCOLAR CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Agrupamento de Vale de Ovil Escola Básica e Secundária do Vale de Ovil Código 345702 CONSELHO DE DOCENTES DO PRÉ-ESCOLAR CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO A avaliação é qualitativa e contínua com o objectivo de reconhecer

Leia mais

Plano Anual Curricular Estudo do Meio - 1º Ciclo -

Plano Anual Curricular Estudo do Meio - 1º Ciclo - Plano Anual Curricular Estudo do Meio - 1º Ciclo - Estudo do Meio 1º Ano 1º Período 2º Período 3º Período À descoberta de si mesmo - A sua identificação Conhecer a sua identificação Conhecer o seu nome

Leia mais

DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR 2014-2015 COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS

DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR 2014-2015 COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS ÁREA DE FORMAÇÃO PESSOAL E SOCIAL Ser autónomo; Ser atento; Ser observador; Ter espírito crítico; Interiorizar e respeitar as regras do grupo; Ter consciência de si e do outro

Leia mais

Planificação Curricular Pré-escolar

Planificação Curricular Pré-escolar PLANO ANUAL DE ATIVIDADES Ciclo/ Área/ Disciplina: Pré-escolar Ano Letivo 2012/2013 Área de Formação pessoal e Social Esboço Curricular para a Educação de Infância (segundo as Orientações Curriculares

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANTÓNIO FEIJÓ

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANTÓNIO FEIJÓ FORMAÇÃO PESSOAL E SOCIAL 1 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANTÓNIO FEIJÓ EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR REGISTO DE OBSERVAÇÃO / AVALIAÇÃO Nome Data de Nascimento / / Jardim de Infância de Educadora de Infância AVALIAÇÃO

Leia mais

AGRUPAMENTO DE CLARA DE RESENDE COD. 346 779 COD. 152 870

AGRUPAMENTO DE CLARA DE RESENDE COD. 346 779 COD. 152 870 CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO ( Aprovados em Conselho Pedagógico de21 de outubro de 2014 ) No caso específico da disciplina de Português, do 6.º ano de escolaridade, a avaliação incidirá ao nível

Leia mais

Domínio da linguagem oral e abordagem à escrita

Domínio da linguagem oral e abordagem à escrita I n t e r v e n ç ã o E d u c a t i v a O acompanhamento musical do canto e da dança permite enriquecer e diversificar a expressão musical. Este acompanhamento pode ser realizado pelas crianças, pelo educador

Leia mais

DEPARTAMENTO DO PRÉ-ESCOLAR Planificação Anual Ano Letivo de 2014/2015. Área da Formação Pessoal e Social

DEPARTAMENTO DO PRÉ-ESCOLAR Planificação Anual Ano Letivo de 2014/2015. Área da Formação Pessoal e Social Área da Formação Pessoal e Social a-identidade / autoestima b-independência/ autonomia a- Noção de pertença a diferentes grupos(família, escola, comunidade entre outros). a- Expressão de emoções e sentimentos

Leia mais

Utilizar pontos de referência e descrever percursos.

Utilizar pontos de referência e descrever percursos. Conteúdos Curriculares do 1º Ano de escolaridade 1º PERÍODO - apropriar-se de padrões de entoação e ritmo; - memorizar e reproduzir sequências de sons; - apropriar-se de novos vocábulos; - associar palavras

Leia mais

Colégio Cor Jesu Brasília DF. Plano de Curso 2011. Educação Infantil III

Colégio Cor Jesu Brasília DF. Plano de Curso 2011. Educação Infantil III Colégio Cor Jesu Brasília DF Plano de Curso 2011 Educação Infantil III Área de conhecimento: Linguagem Série: Infantil III Educação Infantil Competências Habilidades a serem desenvolvidas Eixo/Conteúdos

Leia mais

A Arte e as Crianças

A Arte e as Crianças A Arte e as Crianças A criança pequena consegue exteriorizar espontaneamente a sua personalidade e as suas experiências inter-individuais, graças aos diversos meios de expressão que estão à sua disposição.

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO PRÉ-ESCOLAR 2015/2016

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO PRÉ-ESCOLAR 2015/2016 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO PRÉ-ESCOLAR 2015/2016 Critérios de Avaliação da Educação Pré-Escolar Página 1 Introdução O princípio consensualmente partilhado de que a avaliação é um elemento integrante e regulador

Leia mais

Objetivos Domínios/ Conteúdos Atividades

Objetivos Domínios/ Conteúdos Atividades AGRUPAMENTO DE ESCOLAS N.º 1 DE GONDOMAR EB 2/3 de Jovim e Foz do Sousa PLANIFICAÇÃO ANUAL DE PORTUGUÊS 1º Período 5º Ano ANO LETIVO 2014/2015 Objetivos Domínios/ Conteúdos Atividades Conhecer o alfabeto.

Leia mais

Programas Referenciais do 1º ciclo do Ensino Recorrente. Programa Referencial de MATEMÁTICA INTRODUÇÃO

Programas Referenciais do 1º ciclo do Ensino Recorrente. Programa Referencial de MATEMÁTICA INTRODUÇÃO Programa Referencial de MATEMÁTICA INTRODUÇÃO 1. Finalidades A Matemática intervém, em quase todas as actividades humanas do quotidiano, quer como instrumento para resolução de situações problemáticas,

Leia mais

OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL. A prática da educação infantil deve se organizar de modo que as crianças desenvolvam as seguintes capacidades:

OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL. A prática da educação infantil deve se organizar de modo que as crianças desenvolvam as seguintes capacidades: OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ANUAL EDUCAÇÃO INFANTIL INFANTIL V - 2012 A prática da educação infantil deve se organizar de modo que as crianças desenvolvam as seguintes capacidades:

Leia mais

Síntese da Planificação da Disciplina de Português - 5 º Ano

Síntese da Planificação da Disciplina de Português - 5 º Ano Síntese da Planificação da Disciplina de Português - 5 º Ano Dias de aulas previstos Período 2.ª 3.ª 4.ª 5.ª 6.ª 1.º período 13 13 13 12 13 2.º período 9 9 9 11 11 3.º período 9 11 10 10 11 (As Aulas previstas

Leia mais

Agrupamento de Escolas José Maria dos Santos

Agrupamento de Escolas José Maria dos Santos Agrupamento de Escolas José Maria dos antos Critérios de Avaliação 4. º Ano Língua Portuguesa 2011/12 Capacidade de compreensão Interpreta Responde Reconta Questiona Revela dificuldades na interpretação.

Leia mais

ESCOLA BÁSICA FERNANDO CALDEIRA Currículo de Português. Departamento de Línguas. Currículo de Português - 7º ano

ESCOLA BÁSICA FERNANDO CALDEIRA Currículo de Português. Departamento de Línguas. Currículo de Português - 7º ano Departamento de Línguas Currículo de Português - Domínio: Oralidade Interpretar discursos orais com diferentes graus de formalidade e complexidade. Registar, tratar e reter a informação. Participar oportuna

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DAS PROVAS / ATIVIDADES PEDAGÓGICAS Processo Seletivo 2016 para Ensino Fundamental e Ensino Médio

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DAS PROVAS / ATIVIDADES PEDAGÓGICAS Processo Seletivo 2016 para Ensino Fundamental e Ensino Médio / ATIVIDADES PEDAGÓGICAS 1º Ano do Ensino Fundamental (Alunos concluintes do 2º Período da Educação Infantil) Escrita do nome completo; Identificar e reconhecer as letras do alfabeto; Identificar e diferenciar

Leia mais

Colégio Cor Jesu Brasília DF. Plano de Curso 2010. Infantil II Segmento I

Colégio Cor Jesu Brasília DF. Plano de Curso 2010. Infantil II Segmento I Colégio Cor Jesu Brasília DF Plano de Curso 2010 Infantil II Segmento I PLANO DE CURSO 2009 INFANTIL II Disciplina: ARTES Série: INFANTIL II Segmento: I COMPETÊNCIAS HABILIDADES A SEREM DESENVOLVIDAS -

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO 1º PERÍODO/2015 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO 1º PERÍODO/2015 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO 1º PERÍODO/2015 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL LÍNGUA PORTUGUESA (Unidade 1) Gêneros Poema Crônica Descrição História em quadrinhos Conto de fadas Conto maravilhoso Fábula Leitura

Leia mais

ÁREAS DE CONTEÚDO: O QUE SÃO? COMO SE DEFINEM?

ÁREAS DE CONTEÚDO: O QUE SÃO? COMO SE DEFINEM? ÁREAS DE CONTEÚDO: O QUE SÃO? COMO SE DEFINEM? As Áreas de Conteúdo são áreas em que se manifesta o desenvolvimento humano ao longo da vida e são comuns a todos os graus de ensino. Na educação pré-escolar

Leia mais

Agrupamento de Escolas Eugénio de Castro 1º Ciclo. Critérios de Avaliação. Ano Letivo 2015/16 Disciplina MATEMÁTICA 3.º Ano

Agrupamento de Escolas Eugénio de Castro 1º Ciclo. Critérios de Avaliação. Ano Letivo 2015/16 Disciplina MATEMÁTICA 3.º Ano Agrupamento de Escolas Eugénio de Castro 1º Ciclo Critérios de Avaliação Ano Letivo 2015/16 Disciplina MATEMÁTICA 3.º Ano Números e Operações Números naturais Utilizar corretamente os numerais ordinais

Leia mais

Metas Curriculares de Português

Metas Curriculares de Português Metas Curriculares de Português Ensino Básico 2.º Ciclo O domínio da ORALIDADE Helena C. Buescu, Maria Regina Rocha, Violante F. Magalhães Objetivos e Descritores de Desempenho Oralidade 5.º Ano Objetivos

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL MATEMÁTICA 3 DOMÍNIOS OBJETIVOS ATIVIDADES

PLANIFICAÇÃO ANUAL MATEMÁTICA 3 DOMÍNIOS OBJETIVOS ATIVIDADES PLANIFICAÇÃO ANUAL MATEMÁTICA 3 DOMÍNIOS OBJETIVOS ATIVIDADES Números naturais Conhecer os numerais ordinais Utilizar corretamente os numerais ordinais até centésimo. Contar até um milhão Estender as regras

Leia mais

Planificação do trabalho a desenvolver no 5.ºA Grelha de conteúdos/aulas previstas

Planificação do trabalho a desenvolver no 5.ºA Grelha de conteúdos/aulas previstas Ano Letivo 2015/2016 Planificação do trabalho a desenvolver no 5.ºA Grelha de conteúdos/aulas previstas Português Período Aulas Previstas Oralidade - Interpretar discursos orais breves. - Utilizar procedimentos

Leia mais

Planificação Anual da Sala dos 5anos

Planificação Anual da Sala dos 5anos Nome do Aluno: Janine Colaço Reis Planificação Anual da Sala dos 5anos Calendarizaçã o (mês) Áreas de conteúdo/ Conteúdos Curriculares Competências Situações de aprendizagem/ Estratégias Recursos Humanos/

Leia mais

PLANEJAMENTO 1º BIMESTRE

PLANEJAMENTO 1º BIMESTRE PLANEJAMENTO 1º BIMESTRE DISCIPLINA CONTEÚDO HABILIDADES/COMPETÊNCIAS PORTUGUÊS - Construção da identidade social e do grupo; Linguagem oral Linguagem oral Desenvolver a coordenação visomotora, a criatividade

Leia mais

DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110. Planificação Anual /Critérios de avaliação. Disciplina: Estudo do Meio 1.º ano 2015/2016

DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110. Planificação Anual /Critérios de avaliação. Disciplina: Estudo do Meio 1.º ano 2015/2016 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANSELMO DE ANDRADE DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110 Planificação Anual /Critérios de avaliação Disciplina: Estudo do Meio 1.º ano 2015/2016 Domínio (Unidade / Tema) Subdomínio

Leia mais

Processo Seletivo 2016 Conteúdo Programático - 1º ano do Ensino Fundamental

Processo Seletivo 2016 Conteúdo Programático - 1º ano do Ensino Fundamental Conteúdo Programático - 1º ano do Ensino Fundamental Avaliação do Desenvolvimento e Desempenho da Criança nos aspectos cognitivo, afetivo, socialização e psicomotor, através de atividades compatíveis com

Leia mais

Sala: 4 anos (2) Educadora: Luísa Almeida

Sala: 4 anos (2) Educadora: Luísa Almeida Sala: 4 anos (2) Educadora: Luísa Almeida SETEMBRO Regresso à escola/adaptação Facilitar a adaptação/readaptação ao jardim de infância Negociar e elaborar a lista de regras de convivência Diálogo sobre

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL Actividades de Enriquecimento Curricular Expressão Dramática/Teatro e Corporal

PLANIFICAÇÃO ANUAL Actividades de Enriquecimento Curricular Expressão Dramática/Teatro e Corporal PLANIFICAÇÃO ANUAL Actividades de Enriquecimento Curricular Expressão Dramática/Teatro e Corporal Ano de escolaridade: 3.º e 4.º Ano Ano lectivo: 2011/2012 Professor/a da Disciplina:... Agrupamento/Escola:.

Leia mais

OBJECTIVOS DO PROJECTO

OBJECTIVOS DO PROJECTO INTRODUÇÃO Este projecto destina-se às crianças dos três aos seis anos de idade. A Lei Quadro da Educação Pré-escolar estabelece como princípio geral que a educação pré-escolar é a primeira etapa da educação

Leia mais

AEC Atividade Física e Desportiva. Orientações pedagógicas. 1.º Ciclo do Ensino Básico

AEC Atividade Física e Desportiva. Orientações pedagógicas. 1.º Ciclo do Ensino Básico ATIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR ANO LETIVO 2014/2015 AEC Atividade Física e Desportiva Orientações pedagógicas 1.º Ciclo do Ensino Básico A proposta de trabalho que se segue resulta de uma adaptação

Leia mais

Planificação Anual 1º Ano AEC Expressão Musical 2014/2015

Planificação Anual 1º Ano AEC Expressão Musical 2014/2015 Planificação Anual 1º Ano AEC Expressão Musical 2014/2015 Unidades Conteúdos Competências Actividades Recursos/Materiais Unidade 1 Unidade 2 Primeira Abordagem lúdica de Sensibilização e exploração do

Leia mais

MINHA HISTÓRIA, MINHA VIDA

MINHA HISTÓRIA, MINHA VIDA ESCOLA ESTADUAL ALMIRANTE TOYODA-2014 PROJETO IDENTIDADE MINHA HISTÓRIA, MINHA VIDA TURMA: 1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL (AZALÉIA E ACÁCIA) PROFESSORAS: GENISMEYRE E LUCILEILA Projeto Identidade Público

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL. PRÉ I Professoras Caroline e Ana Lucia Habilidades vivenciadas no 2º bimestre 2011

EDUCAÇÃO INFANTIL. PRÉ I Professoras Caroline e Ana Lucia Habilidades vivenciadas no 2º bimestre 2011 EDUCAÇÃO INFANTIL Prezados Pais e/ou Responsáveis, Estamos vivenciando o segundo bimestre letivo e o processo de aprendizagem representa pra nós, motivo de alegria e conquistas diárias. Confiram as habilidades

Leia mais

Cont_13V4_2015.docx pág. 1 de 6

Cont_13V4_2015.docx pág. 1 de 6 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO 4º PERÍODO/2015 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL LÍNGUA PORTUGUESA (Unidades 1, 2, 3 e 4) Gêneros História em versos História em prosa História em quadrinhos Letra de canção Conto

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL DE MATEMÁTICA

PLANEJAMENTO ANUAL DE MATEMÁTICA COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 PLANEJAMENTO ANUAL DE MATEMÁTICA 6º ANO "... A minha contribuição

Leia mais

2014/2015 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO NA EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR

2014/2015 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO NA EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR Agrupamento de Escolas Escultor António Fernandes de Sá 2014/2015 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO NA EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR PRINCÍPIOS A avaliação na Educação Pré-escolar assenta nos seguintes princípios: Coerência

Leia mais