Obturação dos Canais Radiculares

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Obturação dos Canais Radiculares"

Transcrição

1 Obturação dos Canais Radiculares EML Rodrigo Del Monaco 2012

2 É o preenchimento tridimensional, completo e hermético do canal tanto no seu comprimento quanto na sua largura.

3 FINALIDADE DA OBTURAÇÃO Preencher o espaço anteriormente ocupado pela polpa, permitindo uma reparação biológica e possibilitando a volta do dente às suas funções normais.

4 OBJETIVOS DA OBTURAÇÃO Impedir a infiltração de exsudatos Impedir a infecção Criar ambiente favorável para a cicatrização periapical

5 LIMITE DA OBTURAÇÃO Deve ser estritamente limitada ao segmento do canal radicular preparado

6 Respeitar o limite CDC

7 MOMENTO OPORTUNO 48 a 72 hs. após o PQC Ausência de dor Ausência de mobilidade Ausência de edema Ausência de exsudato

8 CUIDADOS PARA O SUCESSO Boa cirurgia de acesso Bom preparo das entradas dos canais Bom PQC

9 A grande maioria dos insucessos endodônticos são decorrentes de obturações falhas ou mal sucedidas.

10 Bolhas na Obturação

11 Obturação além do CT

12 Obturação aquém do CT

13 Extravasamento de material obturador???

14 MATERIAIS OBTURADORES Sólidos - Cones de Prata - Cones de Guta-Percha Plásticos - Pastas ( Walkhof, Maisto ) - Cimentos ( OZE, Resinas Plásticas, Ca(OH) 2, Ionômero de Vidro )

15 REQUISITOS DO MATERIAL OBTURADOR Radiopacidade Fácil manipulação e remoção Não sofrer alterações volumétricas Insolúvel aos fluídos bucais Adaptar-se às paredes do conduto Ação antibacteriana Bem tolerado pelos tecidos periapicais

16 MATERIAIS DE ELEIÇÃO Guta-Percha Cimento de Grossman

17 GUTA-PERCHA (Composição) Óxido de Zinco Sulfatos Metálicos Resinas ou Cera

18 GUTA-PERCHA (Vantagens) Não sofre contração Impermeável Não favorece crescimento bacteriano Radiopaca Biocompatível com os tecidos periapicais Não mancha os tecidos dentais Pode ser mantida estéril Fácil remoção do interior do canal

19 Cones de Guta-Percha

20 Cimento de Grossman (Composição) Pó Protóxido de Zinco 40,50g Resina Hidrogenada 28,00g Subcarbonato de Bismuto 16,00g Sulfato de Bário 15,00g Borato de Sódio Anidro 00,50g Líquido Eugenol Óleo de Amêndoas Doces 5,00ml 1,00ml

21 Cimento de Grossman (Consistência Ideal) 1,600g ,5ml Tempo útil

22 TÉCNICA DE OBTURAÇÃO MODUS OPERANDI Anestesia Isolamento absoluto Embrocamento Remoção do selamento provisório Novo embrocamento Remoção da medicação Irrigação com hipoclorito (1 a 2,5%)

23 SELEÇÃO DO CONE PRINCIPAL DE GUTA-PERCHA Binômio - Lima do Preparo Apical - Cone

24

25 Nem sempre a estandardização das limas coincide com a dos cones!!!

26 TESTES Visual Táctil Radiográfico

27 Teste Visual

28

29 Teste Táctil

30

31 Teste Radiográfico

32 SITUAÇÕES CLÍNICAS POSSÍVEIS O cone não atinge o CT O cone atinge o CT mas não trava

33 O cone não atinge o CT Testar outros cones de mesmo calibre Retificar o PA Testar cone de menor calibre Refazer o PQC

34 O cone atinge o CT mas não trava Testar outros cones de mesmo calibre Testar um cone de maior calibre Cortar a ponta do cone * Retificar o PA

35

36 Marcar ou dobrar o cone na medida do CT

37 SECAGEM DO CANAL Cânula de Aspiração Fina Cones de Papel

38 INÍCIO DA OBTURAÇÃO MATERIAIS Placa de vidro Espátula 24 flexível Cimento (pó e líquido) Espaçadores digitais (calibrados) Cones secundários

39 ESPATULAÇÃO Cimento em Ponto de Fio

40

41 PINCELAMENTO DAS PAREDES DO CANAL

42

43 COLOCAÇÃO DO CONE PRINCIPAL

44 CONDENSAÇÃO LATERAL

45 COLOCAÇÃO DO ESPAÇADOR DIGITAL

46

47 COLOCAÇÃO DOS CONES SECUNDÁRIOS

48

49 PENACHO

50 RX DO PENACHO

51 CORTE DO PENACHO

52

53 CONDENSAÇÃO VERTICAL

54

55 LIMPEZA DA CÂMARA PULPAR E ENTRADA DO CANAL

56 SELAMENTO PROVISÓRIO Camada fina de guta - percha em bastão Cimpat, Cavit, OZE, Fosfato de Zinco ou Ionômero de Vidro

57 RX FINAL

58 Bibliografia FERNANDES, K.P.S.; DEL MONACO, R.J.; TENIS, C.A. e colab. Guia Visual de Endodontia. São Paulo: Ed. Santos, BERGER,C.R. Obturação dos canais radiculares. In: BERGER,C.R. Endodontia Clínica. 1.ed. São Paulo: Pancast Editora,2002. p

Gislaine Adams Sabrine Louise Souza

Gislaine Adams Sabrine Louise Souza Caso Clínico Clínica Integrada IV Necropulpectomia Gislaine Adams Sabrine Louise Souza Universidade Positivo 5º período Anamnese Paciente M.M. Sexo feminino 21 anos Fumante Procurou o serviço de emergência

Leia mais

PROJETO DE EXTENSÃO: TRATAMENTO DE INFECÇÕES DENTÁRIAS / PROEC

PROJETO DE EXTENSÃO: TRATAMENTO DE INFECÇÕES DENTÁRIAS / PROEC PROJETO DE EXTENSÃO: TRATAMENTO DE INFECÇÕES DENTÁRIAS / PROEC FERREIRA, Jean Carlos Barbosa.*¹; MARQUES, Aline Silva¹; SILVA, Julio. Almeida² DECURCIO, Daniel Almeida²; ALENCAR, Ana Helena Gonçalves³;

Leia mais

Cimentos para cimentação

Cimentos para cimentação Curso de Auxiliar em Saude Bucal - ASB Faculdade de Odontologia - UPF Requisitos de um agente cimentante ideal Cimentos para cimentação Ser adesivo; Ser insolúvel no meio bucal; Permitir bom selamento

Leia mais

Hermann Blumenau - Complexo Educacional Curso Técnico em Saúde Bucal. Materiais Dentários. Professora: Patrícia Cé

Hermann Blumenau - Complexo Educacional Curso Técnico em Saúde Bucal. Materiais Dentários. Professora: Patrícia Cé Hermann Blumenau - Complexo Educacional Curso Técnico em Saúde Bucal Materiais Professora: Patrícia Cé Introdução AULA I Vernizes Cimento de hidróxido de Cálcio Cimento de Ionômero de Vidro Cimento de

Leia mais

Classificação dos Núcleos

Classificação dos Núcleos OBJETIVO Núcleos Permitir que o dente obtenha características biomecânicas suficientes para ser retentor de uma prótese parcial fixa. Classificação dos Núcleos Núcleos de Preenchimento Núcleos Fundidos

Leia mais

Técnicas de obturação endodônticas TÉCNICAS DE OBTURAÇÃO ENDODÔNTICAS

Técnicas de obturação endodônticas TÉCNICAS DE OBTURAÇÃO ENDODÔNTICAS TÉCNICAS DE OBTURAÇÃO ENDODÔNTICAS Obturation techniques endodontic Helem CHEMIM 1 helemodontologia@hotmail.com Wânia Christina Figueiredo DANTAS 2 w.dantas@hotmail.com Marcus Vinicius CREPALDI 3 marcuscrepaldi@yahoo.com.br

Leia mais

DENTE ASSINTOMÁTICO CANAL CORRETAMENTE INSTRUMENTADO MODELADO CANAL SECO CANAL SEM CONTAMINAÇÃO POR INFILTRAÇÃO DA RESTAURAÇÃO PROVISÓRIA

DENTE ASSINTOMÁTICO CANAL CORRETAMENTE INSTRUMENTADO MODELADO CANAL SECO CANAL SEM CONTAMINAÇÃO POR INFILTRAÇÃO DA RESTAURAÇÃO PROVISÓRIA PREENCHIMENTO DA PORÇÃO MODELADA DO CANAL COM MATERIAIS INERTES OU ANTI- SÉPTICOS QUE PROMOVAM UM SELAMENTO TRIDIMENSIONAL E ESTIMULEM, OU NÃO INTERFIRAM NESSE PROCESSO Ilson Soares,2000 DENTE ASSINTOMÁTICO

Leia mais

CATÁLOGO DE PRODUTOS

CATÁLOGO DE PRODUTOS CATÁLOGO DE PRODUTOS ANESTESIA E CIRURGIA SEPTOJECT XL Agulha estéril descartável com maior calibre interno Tribiselada, siliconizada, bisel interno e pré-rosqueada; Indicador de bisel; Menor esforço para

Leia mais

PROTOCOLOS OPERACIONAIS DOS SERVIÇOS ODONTOLÓGICOS A SEREM SEGUIDOS PELOS PERITOS E PRESTADORES DE SERVIÇO DO SESI/DR/AC

PROTOCOLOS OPERACIONAIS DOS SERVIÇOS ODONTOLÓGICOS A SEREM SEGUIDOS PELOS PERITOS E PRESTADORES DE SERVIÇO DO SESI/DR/AC PROTOCOLOS OPERACIONAIS DOS SERVIÇOS ODONTOLÓGICOS A SEREM SEGUIDOS PELOS PERITOS E PRESTADORES DE SERVIÇO DO SESI/DR/AC A) TIPOS DE SERVIÇOS ODONTOLÓGICOS A.1 Consulta Inicial Entende-se como exame clínico,

Leia mais

RETRATAMENTO ENDODÔNTICO

RETRATAMENTO ENDODÔNTICO RETRATAMENTO ENDODÔNTICO Profa. Flávia Sens Fagundes Tomazinho Prof. Flares Baratto Filho Atualmente o índice de sucesso dos tratamentos endodônticos é muito alto, devido às evoluções que as técnicas e

Leia mais

ODT 7005 - ENDODONTIA PRÉ - CLINICA - PLANO DE ENSINO 2011-2

ODT 7005 - ENDODONTIA PRÉ - CLINICA - PLANO DE ENSINO 2011-2 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE ODONTOLOGIA COORDENADORIA DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA Campus Prof. João David Ferreira Lima CEP 8800-900 Trindade

Leia mais

MANUAL DE LABORATÓRIO

MANUAL DE LABORATÓRIO DISCIPLINA DE ENDODONTIA Professoras Patrícia Ruiz Spyere e Maria de Lourdes Vieira Frujeri MANUAL DE LABORATÓRIO Acadêmico: Matrícula: FOTO 3X4 Caros alunos, É chegado o momento de sedimentarmos o conteúdo

Leia mais

ROTEIRO PARA ATENDIMENTO CLÍNICO PROCEDIMENTOS CLÍNICOS

ROTEIRO PARA ATENDIMENTO CLÍNICO PROCEDIMENTOS CLÍNICOS CURSO DE ODONTOLOGIA DISCIPLINA DE ENDODONTIA Prof. Dr. Érico de Mello Lemos ROTEIRO PARA ATENDIMENTO CLÍNICO PROCEDIMENTOS CLÍNICOS A. Elaboração do diagnóstico anamnese exame físico exames complementares

Leia mais

ASPECTOS DE IMAGEM DAS ALTERAÇÕES DA RAIZ DENTAL

ASPECTOS DE IMAGEM DAS ALTERAÇÕES DA RAIZ DENTAL ASPECTOS DE IMAGEM DAS ALTERAÇÕES DA RAIZ DENTAL Vamos descrever a seguir as principais imagens das alterações da raiz dental. As ocorrências, em sua maioria, são provenientes de causas patológicas. FORMA

Leia mais

PREPARO DO CANAL. - Indicação. 1. Material necessário Instrumentos Manuais tipo K. - Pulpectomias e Desobturações. Flexofile ou Flex-R.

PREPARO DO CANAL. - Indicação. 1. Material necessário Instrumentos Manuais tipo K. - Pulpectomias e Desobturações. Flexofile ou Flex-R. PREPARO DO CANAL 1. Material necessário Instrumentos Manuais tipo K - Pulpectomias e Desobturações Flexofile ou Flex-R (FIG.1) (FIG.5) (FIG.2) - núcleo quadrangular (FIG.2) - pouco flexível - bom corte

Leia mais

ASPECTO RADIOGRÁFICO DAS ALTERAÇÕES DA RAIZ DENTAL. radiográficas da raiz dental. As ocorrências, em sua maioria, são provenientes de

ASPECTO RADIOGRÁFICO DAS ALTERAÇÕES DA RAIZ DENTAL. radiográficas da raiz dental. As ocorrências, em sua maioria, são provenientes de ASPECTO RADIOGRÁFICO DAS ALTERAÇÕES DA RAIZ DENTAL Neste tópico vamos descrever as principais alterações das imagens radiográficas da raiz dental. As ocorrências, em sua maioria, são provenientes de causas

Leia mais

AULA 3 DENTÍSTICA RESTAURADORA MATERIAIS E TÉCNICAS PROF.ESP.RICHARD SBRAVATI

AULA 3 DENTÍSTICA RESTAURADORA MATERIAIS E TÉCNICAS PROF.ESP.RICHARD SBRAVATI CURSO ASB UNIODONTO/APCD AULA 3 DENTÍSTICA RESTAURADORA MATERIAIS E TÉCNICAS PROF.ESP.RICHARD SBRAVATI TRABALHO DE CONCLUSÃO DE MÓDULO Tema: O papel da ASB nas especialidades de Prótese e Dentística. Trabalho

Leia mais

CURSO de ODONTOLOGIA - Gabarito

CURSO de ODONTOLOGIA - Gabarito UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE TRANSFERÊNCIA 2 o semestre letivo de 2009 e 1 o semestre letivo de 2010 CURSO de ODONTOLOGIA - Gabarito INSTRUÇÕES AO CANDIDATO? Verifique se este caderno contém : PROVA

Leia mais

Por: Renato Fabricio de Andrade Waldemarin;Guilherme Brião Camacho e Vinícius Marcel Ferst

Por: Renato Fabricio de Andrade Waldemarin;Guilherme Brião Camacho e Vinícius Marcel Ferst Por: Renato Fabricio de Andrade Waldemarin;Guilherme Brião Camacho e Vinícius Marcel Ferst TÉCNICA DIRETA. 1. Radiografia inicial para determinação da possibilidade de confecção de pino/núcleo. 2. O dente

Leia mais

ESTADO DO ACRE Secretaria de Estado da Gestão Administrativa - SGA Secretaria Adjunta de Compras e Licitações Comissão Permanente de Licitação CPL 04

ESTADO DO ACRE Secretaria de Estado da Gestão Administrativa - SGA Secretaria Adjunta de Compras e Licitações Comissão Permanente de Licitação CPL 04 1 200023156 - ALGINATO; tipo II: presa normal, para impressões; sabor: menta; EMIGÊ grande elasticidade e resistência ao rasgamento; embalagem de 410g. 2 200016319 - BROCA PARA USO ODONTOLOGICO; ARKANSAS

Leia mais

ODONTOLOGIA ENDODONTIA I. 5º Período / Carga Horária: 90 horas

ODONTOLOGIA ENDODONTIA I. 5º Período / Carga Horária: 90 horas ODONTOLOGIA ENDODONTIA I 5º Período / Carga Horária: 90 horas 1. PRÉ-REQUISITOS: Diagnóstico por Imagem; Patologia Buco-Dental. 2. EMENTA: Durante o curso de Endodontia Pré-Clínica os alunos irão adquirir

Leia mais

AGULHA AZUL (NAVITIP 30ga, 25mm) E AGULHA AMARELA (ENDO- EZE 27ga): o 03 UNIDADES DE CADA o marca Ultradent (encontrado na Dental Perboni)

AGULHA AZUL (NAVITIP 30ga, 25mm) E AGULHA AMARELA (ENDO- EZE 27ga): o 03 UNIDADES DE CADA o marca Ultradent (encontrado na Dental Perboni) INSTRUMENTAL E MATERIAL NECESSÁRIOS O material solicitado deve ser organizado em caixas metálicas (perfuradas) e caixas plásticas conforme descrito abaixo: Caixa número 1 Instrumental clínico Caixa metálica

Leia mais

Curso de Especialização em Endodontia

Curso de Especialização em Endodontia Curso de Especialização em Endodontia Coordenador: Prof. Nilton Vivacqua EndodontiaAvancada.com OBJETIVOS DO CURSO Este curso tem como objetivos colocar à disposição de clínicos gerais, a oportunidade

Leia mais

MANUAL DE ENDODONTIA PRÉ-CLÍNICA FOA - ARAÇATUBA DISCIPLINA DE ENDODONTIA

MANUAL DE ENDODONTIA PRÉ-CLÍNICA FOA - ARAÇATUBA DISCIPLINA DE ENDODONTIA MANUAL DE ENDODONTIA PRÉ-CLÍNICA FOA - ARAÇATUBA DISCIPLINA DE ENDODONTIA JOÃO EDUARDO GOMES FILHO LUCIANO TAVARES ANGELO CINTRA ELOI DEZAN JUNIOR 2014 FICHA DE LABORATÓRIO DA DISCIPLINA DE ENDODONTIA

Leia mais

Tutora: Tathiane Lenzi Prof. José Carlos P. Imparato

Tutora: Tathiane Lenzi Prof. José Carlos P. Imparato Tutora: Tathiane Lenzi Prof. José Carlos P. Imparato ... vedar... obliterar... isolar do meio externo SELANTE É: Barreira Física Os selantes oclusais são reconhecidos como uma medida efetiva na PREVENÇÃO

Leia mais

FACULDADE MERIDIONAL IMED CENTRO DE ESTUDOS ODONTOLÓGICO MERIDIONAL- CEOM CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ENDODONTIA MARCO VINICIUS BACCIN

FACULDADE MERIDIONAL IMED CENTRO DE ESTUDOS ODONTOLÓGICO MERIDIONAL- CEOM CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ENDODONTIA MARCO VINICIUS BACCIN FACULDADE MERIDIONAL IMED CENTRO DE ESTUDOS ODONTOLÓGICO MERIDIONAL- CEOM CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ENDODONTIA MARCO VINICIUS BACCIN REPARO APICAL APÓS O TRATAMENTO ENDODÔNTICO PASSO FUNDO 2012 1 MARCO

Leia mais

Instruções de utilização. AH Plus. Material de selamento de canais radiculares

Instruções de utilização. AH Plus. Material de selamento de canais radiculares Instruções de utilização Português 52 AH Plus Material de selamento de canais radiculares AH Plus é um cimento de obturação de canais de dois componente pasta/pasta á base de resinas epoxyamine com as

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Disciplina de Endodontia II UNIVERSIDADE NOVE DE JULHO

PLANO DE ENSINO. Disciplina de Endodontia II UNIVERSIDADE NOVE DE JULHO 1 PLANO DE ENSINO Disciplina de Endodontia II UNIVERSIDADE NOVE DE JULHO 2015 EQUIPE DE PROFESSORES RESPONSÁVEIS: Profs Adriana Fernandes Paisano, Carlos Alberto Tenis, Erico Mello Lemos, Karine Guimarães,

Leia mais

ASPECTO RADIOGRÁFICO DAS ALTERAÇÕES DA COROA DENTAL

ASPECTO RADIOGRÁFICO DAS ALTERAÇÕES DA COROA DENTAL ASPECTO RADIOGRÁFICO DAS ALTERAÇÕES DA COROA DENTAL Analisando-se a imagem de um dente íntegro, todas as suas partes são facilmente identificáveis, pois já conhecemos sua escala de radiopacidade e posição

Leia mais

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MUNICÍPIO DE ESTRELA VELHA

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL MUNICÍPIO DE ESTRELA VELHA MICÍPIO DE ESTRELA VELHA CIRCULAR Nº 001, 09 DE ABRIL DE 2012. RETIFICAÇÃO DO EDITAL DE LICITAÇÃO MODALIDADE PREGÃO PRESENCIAL Nº 010/2012. O Prefeito Municipal de Estrela Velha comunica os interessados

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE NÍVEIS SUPERIOR, MÉDIO E TÉCNICO NO ÂMBITO DO PODER EXECUTIVO DO MUNICÍPIO DE PALMARES

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE NÍVEIS SUPERIOR, MÉDIO E TÉCNICO NO ÂMBITO DO PODER EXECUTIVO DO MUNICÍPIO DE PALMARES CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE NÍVEIS SUPERIOR, MÉDIO E TÉCNICO NO ÂMBITO DO PODER EXECUTIVO DO MUNICÍPIO DE PALMARES AVISO DE RETIFICAÇÃO DE EDITAL Nº 01 A Comissão de Concurso torna publica

Leia mais

Estudo Comparativo Do Selamento Apical

Estudo Comparativo Do Selamento Apical 1 Estudo Comparativo Do Selamento Apical de Obturações com Guta- Percha variando as Concentrações do Hipoclorito de Sódio, Associado ao Edta. Arlindo Di Spagna Souza* Paulo Francisco Schmitt** * Cirurgião-Dentista

Leia mais

Obturação do Sistema de Canais Radiculares Técnicas e Considerações Grace Thaís Bastianelli, CD.

Obturação do Sistema de Canais Radiculares Técnicas e Considerações Grace Thaís Bastianelli, CD. Obturação do Sistema de Canais Radiculares Técnicas e Considerações Grace Thaís Bastianelli, CD. Ingle ( 1956), Barbakow ( 1980), Swartz (1986) e Nguyen (1994), atribuem a incompleta ou inadequada obturação

Leia mais

AVALIAÇÃO DE TRATAMENTOS ENDODÔNTICOS REALIZADOS POR ALUNOS DE GRADUAÇÃO COM PROSERVAÇÃO DE SEIS MESES

AVALIAÇÃO DE TRATAMENTOS ENDODÔNTICOS REALIZADOS POR ALUNOS DE GRADUAÇÃO COM PROSERVAÇÃO DE SEIS MESES AVALIAÇÃO DE TRATAMENTOS ENDODÔNTICOS REALIZADOS POR ALUNOS DE GRADUAÇÃO COM PROSERVAÇÃO DE SEIS MESES Dhebora do Canto 1 ; Beatriz do Nascimento Hernandes 2 ; Fausto Rodrigo Victorino 3 RESUMO: Pode-se

Leia mais

ANATOMIA INTERNA DENTAL

ANATOMIA INTERNA DENTAL ANATOMIA INTERNA DENTAL Cavidade Pulpar: Espaço no interior dos dentes onde se aloja a polpa. Esta cavidade reproduz a morfologia externa do dente,podendo se distinguir duas porções: uma coronária e outra

Leia mais

Especificação de materiais relacionados aos procedimentos

Especificação de materiais relacionados aos procedimentos Especificação de materiais relacionados aos procedimentos PRÓTESE Confecção de provisório: - resina acrílica (cor 62 e 66) - líquido de resina - vaselina - cimento provisório - fita de carbono - kit brocas

Leia mais

Prefeitura Municipal de Goiânia

Prefeitura Municipal de Goiânia Prefeitura Municipal de Goiânia Extrato da Ata de Registro de Preços referente ao Pregão Presencial Nº 335/2010 - Sistema de Registro de Preços Interessado: Prefeitura Municipal de Goiânia Processo Nº

Leia mais

Endofill CIMENTO DE GROSSMAN CARACTERÍSTICAS. Endofill- composição

Endofill CIMENTO DE GROSSMAN CARACTERÍSTICAS. Endofill- composição CIMENTO DE GROSSMAN TEMPO DE TRABALHO ADEQUADO BOM ESCOAMENTO RADIOPACIDADE ACEITÁVEL DEVE SER ESPATULADO DEMORADAMNTE, A FIM DE INCORPORAR AO LÍQUIDO A QUANTIDADE DE PÓ NECESSÁRIA Endofill Endofill- composição

Leia mais

Fundamentos essenciais na remoção de pinos pré-fabricados não metálicos: onde a magnificação faz a diferença?

Fundamentos essenciais na remoção de pinos pré-fabricados não metálicos: onde a magnificação faz a diferença? Capítulo15 Fundamentos essenciais na remoção de pinos pré-fabricados não metálicos: onde a magnificação faz a diferença? Patrick Baltieri patrick baltieri Graduado em Odontologia pela FOP- UNICAMP (2003);

Leia mais

ODONTOMETRIA. CDC- cemento dentina canal. Referências Radiográficas

ODONTOMETRIA. CDC- cemento dentina canal. Referências Radiográficas ODONTOMETRIA Objetivos: Conhecer a técnica odontometrica e os fatores que justificam sua execução. Saber determinar o limite apic de trabho nas diferentes situações anatomopatológicas Determinar a técnica

Leia mais

COBERTURAS DO PLANO VIP PLUS

COBERTURAS DO PLANO VIP PLUS COBERTURAS DO PLANO VIP PLUS DESCRIÇÃO DO SERVIÇO 01. DIAGNÓSTICO Exame clínico inicial Consultas com hora marcada Exame clínico final Exame admissional (exame de sanidade dentária) 02. ATENDIMENTO DE

Leia mais

FRANCINE ALLAGE LUANA PALOMA DE MELO INFILTRAÇÃO CERVICOAPICAL EM DENTES TRATADOS ENDODONTICAMENTE - INFLUÊNCIA DE UM PLUGUE DE CIMENTO

FRANCINE ALLAGE LUANA PALOMA DE MELO INFILTRAÇÃO CERVICOAPICAL EM DENTES TRATADOS ENDODONTICAMENTE - INFLUÊNCIA DE UM PLUGUE DE CIMENTO 1 FRANCINE ALLAGE LUANA PALOMA DE MELO INFILTRAÇÃO CERVICOAPICAL EM DENTES TRATADOS ENDODONTICAMENTE - INFLUÊNCIA DE UM PLUGUE DE CIMENTO PROVISÓRIO-ESTUDO MICROBIOLÓGICO Trabalho de Conclusão de Curso

Leia mais

LISTA DE MATERIAIS CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ENDODONTIA PROF. MANOEL EDUARDO DE LIMA MACHADO

LISTA DE MATERIAIS CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ENDODONTIA PROF. MANOEL EDUARDO DE LIMA MACHADO LISTA DE MATERIAIS CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ENDODONTIA PROF. MANOEL EDUARDO DE LIMA MACHADO PARAMENTAÇÃO E BIOSSEGURANÇA - avental - máscara descartável - luva descartável - óculos de proteção (paciente/aluno)

Leia mais

IMAGENS DAS ALTERAÇÕES DA COROA DENTAL

IMAGENS DAS ALTERAÇÕES DA COROA DENTAL IMAGENS DAS ALTERAÇÕES DA COROA DENTAL Em um dente íntegro, suas imagens são facilmente identificáveis, pois já conhecemos a escala de radiopacidade. Estudamos as imagens das estruturas anatômicas, suas

Leia mais

MANUAL INSTRUTIVO DOS CÓDIGOS ODONTOLÓGICOS DO SIA/SUS - TSB E ASB -

MANUAL INSTRUTIVO DOS CÓDIGOS ODONTOLÓGICOS DO SIA/SUS - TSB E ASB - 1 MANUAL INSTRUTIVO DOS CÓDIGOS ODONTOLÓGICOS DO SIA/SUS - TSB E ASB - Porto Alegre, 2014. 1 2 S ODONTOLÓGICOS PARA AUXILIARES E TÉCNICOS EM SAÚDE BUCAL Tabela 1: Tipos de Procedimentos Odontológicos para

Leia mais

PLANO DE ENSINO - 1º/2014

PLANO DE ENSINO - 1º/2014 PLANO DE ENSINO - 1º/2014 1. IDENTIFICAÇÃO: Curso: Odontologia Disciplina: Endodontia Carga Horária: 60h/a Professora: Dra. Patrícia Alvarez Ruiz Spyere do Nascimento E-mail: patriciaruizspyere@hotmail.com

Leia mais

Conceitos básicos. Cimentos Odontológicos. Descrição geral Indicações Requisitos

Conceitos básicos. Cimentos Odontológicos. Descrição geral Indicações Requisitos ESTRUTURA DA AULA Conceitos básicos Cimentos Odontológicos Descrição geral Indicações Requisitos CONCEITOS BÁSICOS Restauração Direta Indireta Definitiva Provisória Definitiva Provisória Longa duração

Leia mais

ANA PAULA SANSÃO KAREN KNEBEL AVALIAÇÃO DE UM TAMPÃO DE CIMENTO TEMPORÁRIO NA INFILTRAÇÃO MARGINAL CORONÁRIA, EM CANAIS RADICULARES OBTURADOS in vitro

ANA PAULA SANSÃO KAREN KNEBEL AVALIAÇÃO DE UM TAMPÃO DE CIMENTO TEMPORÁRIO NA INFILTRAÇÃO MARGINAL CORONÁRIA, EM CANAIS RADICULARES OBTURADOS in vitro UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAÍ CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE CURSO DE ODONTOLOGIA ANA PAULA SANSÃO KAREN KNEBEL AVALIAÇÃO DE UM TAMPÃO DE CIMENTO TEMPORÁRIO NA INFILTRAÇÃO MARGINAL CORONÁRIA, EM CANAIS RADICULARES

Leia mais

RESUMO O objetivo do presente trabalho foi avaliar através de análise radiográfica e microscópica, a eficiência da técnica de obturação pela compressão hidráulica vertical, após instrumentação com limas

Leia mais

2. Quando o implante dental é indicado?

2. Quando o implante dental é indicado? Dúvidas sobre implantodontia: 1. O que são implantes? São cilindros metálicos (titânio) com rosca semelhante a um parafuso que são introduzidos no osso da mandíbula (arco inferior) ou da maxila (arco superior),

Leia mais

Instituição: Convênio GHC/Fiocruz PRECISAMOS CONTINUAR ASSISTINDO A PERDA DE DENTES PERMANENTES?

Instituição: Convênio GHC/Fiocruz PRECISAMOS CONTINUAR ASSISTINDO A PERDA DE DENTES PERMANENTES? Instituição: Convênio GHC/Fiocruz Curso de Especialização em Informação Científica & Tecnológica em Saúde - ICTS MONOGRAFIA: PRECISAMOS CONTINUAR ASSISTINDO A PERDA DE DENTES PERMANENTES? Aluno: Egidio

Leia mais

Marcação dos contatos: Ajuste interno e dos contornos proximais: Carbono líquido ou Base leve silicone e carbono Accufilm;

Marcação dos contatos: Ajuste interno e dos contornos proximais: Carbono líquido ou Base leve silicone e carbono Accufilm; DEFINIÇÃO AJUSTES E CIMENTAÇÃO Desgaste e polimento necessários para o correto assentamento da peça protética sobre o preparo, garantindo o vedamento marginal e um adequado equilíbrio de contatos proximais

Leia mais

ROL DE PROCEDIMENTOS Atendimento em consultórios particulares dos cooperados em todo o Brasil

ROL DE PROCEDIMENTOS Atendimento em consultórios particulares dos cooperados em todo o Brasil ROL DE PROCEDIMENTOS Atendimento em consultórios particulares dos cooperados em todo o Brasil 1 DIAGNÓSTICO 1.1 Consulta Clínico 1.2 Consulta Especialista 1.3 Condicionamento em Odontologia para crianças

Leia mais

Análise comparativa entre as limas Kerr manuais e limas rotatórias profile para remoção de Hidróxido de Cálcio dos canais radiculares.

Análise comparativa entre as limas Kerr manuais e limas rotatórias profile para remoção de Hidróxido de Cálcio dos canais radiculares. 1 Associação Brasileira de Odontologia Regional Petrópolis Análise comparativa entre as limas Kerr manuais e limas rotatórias profile para remoção de Hidróxido de Cálcio dos canais radiculares. Simone

Leia mais

Materiais de restauração (Ionómero de vidro) VOCO Ionofil Molar. VOCO Ionofil Molar Jumbo Mix. Cimento de ionómero de vidro compactável

Materiais de restauração (Ionómero de vidro) VOCO Ionofil Molar. VOCO Ionofil Molar Jumbo Mix. Cimento de ionómero de vidro compactável VOCO Ionofil Molar VOCO Ionofil Molar Jumbo Mix Cimento de ionómero de vidro compactável Restaurações de classe I (não sujeitas a forças oclusais de estrutura dentária VOCO Ionofil Molar em cápsulas de

Leia mais

LEGISLAÇÃO DO SUS. D) promoção do desenvolvimento sustentável, controle da obesidade infanto-juvenil, redução da mortalidade infantil

LEGISLAÇÃO DO SUS. D) promoção do desenvolvimento sustentável, controle da obesidade infanto-juvenil, redução da mortalidade infantil LEGISLAÇÃO DO SUS 01. O Ministério da Saúde, por meio da Secretaria de Vigilância em Saúde, publicou em 2006 a Política Nacional de Promoção da Saúde. São ações prioritárias dessa Política: A) incentivo

Leia mais

2011.1 IMPLANTODONTIA - UFPE UFPE

2011.1 IMPLANTODONTIA - UFPE UFPE 2011.1 UFPE IMPLANTODONTIA - UFPE Manual da Disciplina Eletiva de Implantodontia do Departamento de Prótese e Cirurgia Buco Facial da Universidade Federal de Pernambuco UNIDADES PROGRAMÁTICAS DATA CONTEÚDO

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PONTA GROSSA SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO E ASSUNTOS JURIDICOS DEPARTAMENTO DE COMPRAS REGISTRO DE PREÇOS

PREFEITURA MUNICIPAL DE PONTA GROSSA SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO E ASSUNTOS JURIDICOS DEPARTAMENTO DE COMPRAS REGISTRO DE PREÇOS PREFEITURA MUNICIPAL DE PONTA GROSSA SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO E ASSUNTOS JURIDICOS DEPARTAMENTO DE COMPRAS REGISTRO DE PREÇOS Ata: 338 Pregão: 113 Proc.: 195 Data do Pregão: 12/06/15 Validade

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE PREFEITURA MUNICIPAL DE MACAU CONCURSO PÚBLICO PROVA PARA CARGO DE: DENTISTA - ENDODONTISTA

ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE PREFEITURA MUNICIPAL DE MACAU CONCURSO PÚBLICO PROVA PARA CARGO DE: DENTISTA - ENDODONTISTA ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE PREFEITURA MUNICIPAL DE MACAU CONCURSO PÚBLICO PROVA PARA CARGO DE: DENTISTA - ENDODONTISTA * ATENÇÃO - CONFIRA SE ESTA PROVA CORRESPONDE AO CARGO QUE VOCÊ CONCORRE * Neste

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECIALIZADOS

CONHECIMENTOS ESPECIALIZADOS ENDODONTIA CONHECIMENTOS ESPECIALIZADOS 31) Paciente J.P.A., 9 anos, chega à clínica odontológica acompanhado pela mãe, que reclama sobre o dente escurecendo do filho. Ao fazer anamnésia, constata-se que

Leia mais

5 Instrumentos Convencionais Acionados a Motor para Uso Endodôntico

5 Instrumentos Convencionais Acionados a Motor para Uso Endodôntico 5 Instrumentos Convencionais Acionados a Motor para Uso Endodôntico de Jesus Djalma Pécora com a colaboração de Eduardo Luiz Barbin; Júlio César Emboava Spanó; Luis Pascoal Vansan e Ricardo Novak Savioli

Leia mais

MATERIAL ODONTOLÓGICO ESCOLAS 2015 DISA

MATERIAL ODONTOLÓGICO ESCOLAS 2015 DISA PADRÃO UNIDADE PADRÃO TOTAL SALDO ANTERIOR ENTRADA SAÍDA SALDO ATUAL QTD SOLICITADA QTD ENTREGUE DEMANDA NÃO ATENTIDA ANALISE ESCOLA: MATERIAL ODONTOLÓGICO ESCOLAS 2015 DISA Responsável : Data: / / Recebido

Leia mais

SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE - SUS

SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE - SUS SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE - SUS QUESTÃO 1 Assinale a opção que contém os instrumentos de planejamento da Regionalização, defendido no pacto pela saúde 2006: a. O PDR (Plano Diretor de Regionalização), o Plano

Leia mais

EDITAL Nº 12/2014 PROVA DE AUXILIAR DE SAÚDE BUCAL

EDITAL Nº 12/2014 PROVA DE AUXILIAR DE SAÚDE BUCAL SELEÇÃO PÚBLICA PARA A CONTRATAÇÃO POR TEMPO DETERMINADO DE PROFISSIONAIS DA ÁREA DE SAÚDE EDITAL Nº 12/2014 PROVA DE AUXILIAR DE SAÚDE BUCAL PROVA OBJETIVA DATA: 13 DE ABRIL DE 2014 DURAÇÃO: 03 horas

Leia mais

2ª. PARTE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS. 21. Quanto ao mecanismo de fratura de um dente, podemos considerar como principal fator determinante:

2ª. PARTE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS. 21. Quanto ao mecanismo de fratura de um dente, podemos considerar como principal fator determinante: 2ª. PARTE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS PRÓTESE DENTÁRIA 21. Quanto ao mecanismo de fratura de um dente, podemos considerar como principal fator determinante: a) Tratamento endodôntico. b) Perda da estrutura

Leia mais

É a etapa inicial do tratamento do canal, consiste em o dentista atingir a polpa dentária (nervinho do dente).

É a etapa inicial do tratamento do canal, consiste em o dentista atingir a polpa dentária (nervinho do dente). É a etapa inicial do tratamento do canal, consiste em o dentista atingir a polpa dentária (nervinho do dente). Consiste na regularização do alvéolo (local onde está inserido o dente), geralmente após a

Leia mais

JULIANA NICOLAU MARIELE GRIJÓ MELLER INFILTRAÇÃO CERVICOAPICAL EM DENTES TRATADOS ENDODONTICAMENTE: INFLUÊNCIA DE UM PLUGUE DE

JULIANA NICOLAU MARIELE GRIJÓ MELLER INFILTRAÇÃO CERVICOAPICAL EM DENTES TRATADOS ENDODONTICAMENTE: INFLUÊNCIA DE UM PLUGUE DE 1 JULIANA NICOLAU MARIELE GRIJÓ MELLER INFILTRAÇÃO CERVICOAPICAL EM DENTES TRATADOS ENDODONTICAMENTE: INFLUÊNCIA DE UM PLUGUE DE CIMENTO TEMPORÁRIO ESTUDO MICROBIOLÓGICO Trabalho de Conclusão de Curso

Leia mais

CURSO DE ODONTOLOGIA Autorizado pela Portaria no 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág.

CURSO DE ODONTOLOGIA Autorizado pela Portaria no 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág. CURSO DE ODONTOLOGIA Autorizado pela Portaria no 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág.14 Componente Curricular: ODONTOLOGIA PRÉ-CLÍNICA I Código: ODO-021 Pré-requisito: ANATOMIA

Leia mais

MATERIAL DE ODONTOLOGIA GERAL 2

MATERIAL DE ODONTOLOGIA GERAL 2 Agente de união Barra de Erich Bicarbonato de sódio Broca de Peezo MATERIAL DE ODONTOLOGIA GERAL 2 Conjunto de reagentes para adesão de resina fotopolimerizável à dentina e ao esmalte. Embalagem deverá

Leia mais

Moss et al. (2001) realizaram uma pesquisa com o objetivo de descobrir qual a conduta da comunidade endodôntica dos Estados Unidos em relação ao

Moss et al. (2001) realizaram uma pesquisa com o objetivo de descobrir qual a conduta da comunidade endodôntica dos Estados Unidos em relação ao 1 Introdução Smear layer é o nome dado ao material depositado nas paredes dentinárias, toda vez que a dentina é cortada por brocas ou limas endodônticas (Figura 1). A dentina humana é, estruturalmente,

Leia mais

m.cruz@posgraduacao.eu

m.cruz@posgraduacao.eu Curso de Endodontia Prof. Dr. Miguel Albuquerque Matos Director Científico Prof. Dr.Luís França Martins 4 Módulos - Início em. de 2013 www.posgraduacao.eu Informações e inscrições: m.cruz@posgraduacao.eu

Leia mais

Odontólogo / Endodontia

Odontólogo / Endodontia Odontólogo / Endodontia LEIA COM ATENÇÃO 01 - Só abra este caderno após ler todas as instruções e quando for autorizado pelos fiscais da sala. 02 - Preencha os dados pessoais. 03 - Autorizado o início

Leia mais

DIAGNÓSTICO COLETA DE DADOS RACIOCÍNIO E DEDICAÇÃO

DIAGNÓSTICO COLETA DE DADOS RACIOCÍNIO E DEDICAÇÃO EXAME CLÍNICO DA DOENÇA PERIODONTAL DIAGNÓSTICO PERIODONTAL CONSISTE O DIAGNÓSTICO NA ANÁLISE DO PERIODONTAL HISTÓRICO DO CASO, NA AVALIAÇÃO DOS SINAIS CLÍNICOS E SINTOMAS, COMO TAMBÉM DOS RESULTADOS DE

Leia mais

ANEXO RN 211 ROL DE PROCEDIMENTOS ODONTOLÓGICOS

ANEXO RN 211 ROL DE PROCEDIMENTOS ODONTOLÓGICOS ROL DE ONTOLÓGICOS PROCEDIMENTO SUBGRUPO GRUPO CAPÍTULO AMB HCO HSO PAC D.UT ADEQUAÇÃO DO MEIO BUCAL (COM DIRETRIZ DE AJUSTE OCLUSAL ALVEOLOPLASTIA AMPUTAÇÃO RADICULAR COM OU SEM OBTURAÇÃO RETRÓGRADA APICETOMIA

Leia mais

Atendimento em consultório particular com hora marcada. Sem limite de procedimentos odontológicos.

Atendimento em consultório particular com hora marcada. Sem limite de procedimentos odontológicos. Plano Odontologico CONHEÇA O SEU PLANO O plano oferecido pela sua Empresa junto à Prodent possui ampla cobertura nas principais especialidades odontológicas, para que você e seus dependentes possam cuidar

Leia mais

Tabela de Procedimentos Odontológicos Página: 1 de 10 Especialidade: ENDODONTIA

Tabela de Procedimentos Odontológicos Página: 1 de 10 Especialidade: ENDODONTIA Tabela de Procedimentos Odontológicos Página: 1 de 10 Grupo: 100-Diagnose - As consultas deverão ser faturadas em Guias de Atendimento - GA, separadamente dos demais procedimentos, que serão faturados

Leia mais

PROCESSO SELETIVO EDITAL 23/2014

PROCESSO SELETIVO EDITAL 23/2014 PROCESSO SELETIVO EDITAL 23/2014 CARGO E UNIDADES: Odontólogo (Unidade Móvel) Atenção: NÃO ABRA este caderno antes do início da prova. Tempo total para resolução desta prova: 3 (três) horas. I N S T R

Leia mais

COMPONENTES. Chapa de gesso: 3 tipos

COMPONENTES. Chapa de gesso: 3 tipos Paredes internas Estrutura leve GESSO ACARTONADO Fixado em perfis de chapa de aço galvanizado (esqueleto de guias e montantes) Parede: chapas de gesso em uma ou mais camadas Superfície pronta para o acabamento

Leia mais

Incisão e Drenagem extra-oral de abscesso, hematoma e/ou flegmão da região buco-maxilo-facial

Incisão e Drenagem extra-oral de abscesso, hematoma e/ou flegmão da região buco-maxilo-facial CÓDIGO 81000049 81000057 82000468 Diagnóstico, Urgência-Emergência: Noturna, Sábado, Domingo ou Feriado (procedimento abaixo) Consulta odontológica de Urgência (Horário normal das 08:00 horas às 18:00

Leia mais

Planilha1. Controle de hemorragia com aplicação de agente hemostático em região buco-maxilo-facial

Planilha1. Controle de hemorragia com aplicação de agente hemostático em região buco-maxilo-facial 81000421 Radiografia periapical CIRURGIA Planilha1 DIAGNÓSTICO 81000065 Consulta odontológica inicial 81000111 Diagnóstico anatomopatológico em citologia esfoliativa na região buco-maxilo-facial 81000138

Leia mais

Cobertura dos Planos Odontológicos OdontoPrev

Cobertura dos Planos Odontológicos OdontoPrev Cobertura dos Planos Odontológicos OdontoPrev Plano Integral... TRATAMENTO AMBULATORIAL/DIAGNÓSTICO Consulta EMERGÊNCIA Colagem de fragmentos (consiste na recolocação de partes de dente que sofreu fratura,

Leia mais

Av. Marechal Rondon, nº 522 Centro CEP: 78.250.000 Pontes e Lacerda/MT (65) 3266-2716 3266-2534

Av. Marechal Rondon, nº 522 Centro CEP: 78.250.000 Pontes e Lacerda/MT (65) 3266-2716 3266-2534 PREGÃO PRESENCIAL Nº037/2012 ATA DE REGISTO DE PREÇOS Aos quatro dias do mês de julho do ano de dois mil e doze, o MUNICIPIO DE PONTES E LACERDA, Estado de Mato Grosso, com sede na Prefeitura Municipal

Leia mais

MANUAL DE PRÁTICAS EM BIOLOGIA DO SOLO

MANUAL DE PRÁTICAS EM BIOLOGIA DO SOLO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ SETOR DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS DEPARTAMENTO DE SOLOS E ENGENHARIA AGRICOLA MANUAL DE PRÁTICAS EM BIOLOGIA DO SOLO Autores Prof. Dr. Jair Alves Dionísio Eng a. Agr a. Diana Signor

Leia mais

Universidade do Grande Rio Prof. José de Souza Herdy Escola de Odontologia

Universidade do Grande Rio Prof. José de Souza Herdy Escola de Odontologia Universidade do Grande Rio Prof. José de Souza Herdy Escola de Odontologia Jacqueline Lucieri Graf AVALIAÇÃO POR MEIO DE DENTES TRANSPARENTES DO SELAMENTO APICAL PROMOVIDO POR TRÊS TÉCNICAS DE OBTURAÇÃO

Leia mais

INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FUNORTE/SOÉBRAS

INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FUNORTE/SOÉBRAS 1 INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FUNORTE/SOÉBRAS TÉCNICAS TERMOPLÁSTICAS PARA OBTURAÇÃO DE CANAIS RADICULARES KARINE CERDEIRA DIAS POÇOS DE CALDAS - MG 2015 2 INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FUNORTE/SOÉBRAS

Leia mais

QUADRO FINAL DE JULGAMENTO DE PROPOSTAS E LANCES DO PREGÃO N. 021/2009

QUADRO FINAL DE JULGAMENTO DE PROPOSTAS E LANCES DO PREGÃO N. 021/2009 1 4 unidade Abaixador de lingua Bruning R$ 20,00 DIST. ALÉM PARAÍBA ABC R$ 8,09 R$ 32,36 2 4 unidade Abridor de boca anatomico; adulto; formato trapezoidal com ranhuras laterais; em silicone atoxico; esterilizacao

Leia mais

INFILTRAÇÃO BACTERIANA CORONÁRIA APÓS TRATAMENTO ENDODÔNTICO. INFLUÊNCIA DA TÉCNICA OBTURADORA. ESTUDO IN VIVO

INFILTRAÇÃO BACTERIANA CORONÁRIA APÓS TRATAMENTO ENDODÔNTICO. INFLUÊNCIA DA TÉCNICA OBTURADORA. ESTUDO IN VIVO INFILTRAÇÃO BACTERIANA CORONÁRIA APÓS TRATAMENTO ENDODÔNTICO. INFLUÊNCIA DA TÉCNICA OBTURADORA. ESTUDO IN VIVO, EM DENTES DE CÃES Eloi Dezan Junior Tese apresentada à Faculdade de Odontologia do Câmpus

Leia mais

TABELA DE Preços Particular

TABELA DE Preços Particular TABELA DE Preços Particular 01 CONSULTA A1.01.01.01 Primeira consulta de medicina dentária 20,00 A1.01.01.05 Consulta de urgência 02 MEDICINA DENTÁRIA PREVENTIVA A2.01.01.01 Selamento de fissuras A2.02.01.DD

Leia mais

REPARO EM PORCELANA. 3M ESPE Adper Single Bond TM 2 Adesivo Fotopolimerizável

REPARO EM PORCELANA. 3M ESPE Adper Single Bond TM 2 Adesivo Fotopolimerizável REPARO EM PORCELANA Preparação: Isole e limpe a superfície. Deixe a superfície metálica rugosa com uma broca ou através da técnica de jateamento. Remova toda porcelana enfraquecida. Bisele as margens.

Leia mais

Autorizado pela Portaria no 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág.14

Autorizado pela Portaria no 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág.14 C U R S O O D O N T O L O G I A Autorizado pela Portaria no 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág.14 Componente Curricular: ODONTOLOGIA PRÉ-CLÍNICA II Código: ODO-028 Pré-requisito:

Leia mais

Historicamente, os pinos de fibras

Historicamente, os pinos de fibras 24 Maio 2010 Pinos de fibras: técnicas de preparo e cimentação Este artigo discute as técnicas com a finalidade de estabelecer um protocolo mais seguro para o preparo e cimentação dos pinos de fibras e

Leia mais

CIMENTOS ODONTOLÓGICOS

CIMENTOS ODONTOLÓGICOS CIMENTOS ODONTOLÓGICOS USO E CLASSIFICAÇÃO DOS CIMENTOS ODONTOLÓGICOS CIMENTOS São usados como materiais restauradores apresentam baixa resistência quando comparados ao amálgama e a resina composta. Além

Leia mais

Capítulo 1 Considerações Gerais

Capítulo 1 Considerações Gerais Capítulo 1 Considerações Gerais Entre ser coerente e ser flexível em relação ao que acreditamos, existe sempre um conflito. O que você sente ser mais importante hoje em sua vida: a necessidade de coerência

Leia mais

TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA DO CONE BEAM HIGH DEFINITION PARA AVALIAÇÃO PERIODONTAL

TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA DO CONE BEAM HIGH DEFINITION PARA AVALIAÇÃO PERIODONTAL TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA DO CONE BEAM HIGH DEFINITION PARA AVALIAÇÃO PERIODONTAL Autora: Nelma Maria de Freitas Agradecimentos: Imagem Radiologia de Itajaí, Dr. Élio Giácomo Papaiz (in memorian). Dr.

Leia mais

TIPO DE TRATAMENTO PREÇO ( )

TIPO DE TRATAMENTO PREÇO ( ) 01. CONSULTA Consulta (exame clínico) 39,00 Consulta (exame clínico "Check-up" sem tratamentos) 29,00 02. MEDICINA DENTÁRIA PREVENTIVA Aplicação tópica de fluor c/ moldeiras 10,00 Selante de fissuras p/dente

Leia mais

Clinical Update. Restauração com Resina Composta de Dentes Anteriores Fraturados Relato de Caso Clínico. Procedimento Restaurador

Clinical Update. Restauração com Resina Composta de Dentes Anteriores Fraturados Relato de Caso Clínico. Procedimento Restaurador Restauração com Resina Composta de Dentes Anteriores Fraturados Relato de Caso Clínico Dr Saul Antunes Neto Desde o surgimento das resinas compostas, das técnicas de condicionamento ácido, das estruturas

Leia mais

RESTAURAÇÕES DIRETAS EM DENTES POSTERIORES

RESTAURAÇÕES DIRETAS EM DENTES POSTERIORES RESTAURAÇÕES DIRETAS EM DENTES POSTERIORES 3M ESPE Ionômero de Vidro Vitrebond MR Prepare o dente e isole. Aplique um material forrador, se desejado: Misture uma colher nivelada do pó do Vitrebond com

Leia mais

Orientações para tratamento de feridas (ultima atualização Novembro de 2007)

Orientações para tratamento de feridas (ultima atualização Novembro de 2007) Orientações para tratamento de feridas (ultima atualização Novembro de 2007) Hospital Municipal Miguel Couto 1 Objetivos: Oferecer informações técnicas e científicas atualizadas para as equipes médicas

Leia mais

Prof. Dr. Ivo Contin icontin@usp.br. Disciplina de Prótese Parcial Fixa da F. O. Universidade de São Paulo

Prof. Dr. Ivo Contin icontin@usp.br. Disciplina de Prótese Parcial Fixa da F. O. Universidade de São Paulo ATENÇÃO O uso deste material didático está autorizado, desde que seja divulgado que ele foi desenvolvido dentro do Departamento de Prótese Dentária da Faculdade de Odontologia da USP - São Paulo RESTAURAÇÃO

Leia mais