Os Cursos de Licenciatura e de Mestrado:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Os Cursos de Licenciatura e de Mestrado:"

Transcrição

1 Departamento de Educação Física F e Desporto SEMINÁRIO Educação Física e Desporto O Processo Bolonha, Estágios e Saídas Profissionais 26 de Junho de 2007 Os Cursos de Licenciatura e de Mestrado: Jorge Soares

2 LICENCIATURA: 1º ciclo = 3 anos Educação Física F e Desporto 8 disciplinas por ano (4 em cada semestre) Competências básicas e intermédias Carga horária semanal (presencial) = 20h MESTRADOS: 2º Ciclo = 2 anos Actividade Física F e Desporto 1º ano = 2 semestres Disciplinas para aprofundar conhecimentos no Desporto 2º semestre: de 6 disciplinas escolhem 4 2º ano: Projecto + Estágio ou Tese OU Ensino de Educação Física F e Desporto Escolar 1º ano = 2 semestres Formação em Educação Disciplinas de formação específica para o ensino da Ed. Física e Desporto Escolar 2º ano: estágio profissional na Escola + Relatório

3 Quais os objectivos LICENCIATURA: 1º ciclo = 3 anos Educação Física F e Desporto Formação básica e eclética: Conhecer e compreender a actividade física e desportiva ESTRADOS: º Ciclo = 2 anos Actividade Física F e Desporto Dominar competências específicas para intervir no desporto e no exercício físico OU Ensino de Educação Física F e Desporto Escolar Dominar competências específicas para o Ensino da Educação Física e Desporto Escolar

4 Quais são as disciplinas da Licenciatura em Educação Física e Desporto (1º ciclo=3 anos)? 1º ano: Formação Científica, Cultural, Social e Ética 5 disciplinas Estudos Práticos em Actividades Físicas e Desportivas I e II Anatomofisiologia da Actividade Motora

5 As disciplinas da Formação Científica, Cultural, Social e Ética: 3 obrigatórias: Actividade Física, Desporto e Educação para a Vida Lógica e Raciocínio Artes, Literaturas e Pensamento Contemporâneo I 2 opcionais: Grandes Ideias em Computação Introdução às Ciências Empresariais História da Ciência e da Tecnologia História do Homem Introdução à Biologia Comunicação Visual Digital I Processamento de Imagem - Fotografia e Vídeo Digitais Comunicação e Retórica

6 Quais são as disciplinas da Licenciatura em Educação Física e Desporto (1º ciclo=3 anos)? 2º ano: Sistemática das Actividades Desportivas História e Sociologia do Desporto Desenvolvimento Motor e Cineantropometria Estudos Práticos em Actividades Físicas e Desportivas III e Psicofisiologia e Aprendizagem Motora Saúde e Prescrição do Exercício Métodos de Investigação em Desporto

7 Prática de Estágio Os Cursos de Licenciatura e de Mestrado: Quais são as disciplinas da Licenciatura em Educação Física e Desporto (1º ciclo=3anos)? 3º ano: Gestão e Marketing do Desporto Pedagogia do Desporto Psicologia do Exercício e do Desporto Análise do Movimento e da Performance desportiva Turismo, Lazer e Recreação Metodologia do Treino Desportivo Seminários Temáticos

8 Seminários Temáticos - 3º ano - 2º semestre A optar dentro de um leque de temas (a definir pelo Departamen Enriquecimento curricular Aprofundar conhecimentos específicos Organização de conferência com contributo de especialis Relatório final

9 Prática de Estágio - 3º ano - 2º semestre Participação nas organizações desportivas Importância da iniciativa e da escolha do aluno Prática supervisionada: observação, treino, ensino, etc. Orientador da Universidade Cooperação activa entre as ORGANIZAÇÕES - UMa Apresentação pública do relatório de actividades

10 Depois de terminar a Licenciatura, o que fazer? Intervir no mercado profissional: - Actividades de academia e ginásio; - Treino desportivo; - Gestão das organizações desportivas; (GANHAR EXPERIÊNCIA E APLICAR CONHECIMENTOS) E/OU: Continuar a formação especializada num dos 2º 2 ciclos - Mestrado em Ensino de E.F. e Desporto Escolar ou - Mestrado em Actividade Física e Desporto

11 Mestrado em Actividade Física e Desporto 1º ANO 1º semestre: quatro disciplinas obrigatórias Análise de Dados Multivariados Actividade Física e Estilos de Vida Saudável Fisiologia do Exercício Estratégias de Operacionalização do Desporto 2º ANO - 2º semestre: de seis disciplinas escolhem 4 Treino com Crianças e Jovens Percepção Acção no Desporto Estratégia e Gestão nas Organizações Desportivas Actividade Física, Aptidão e Saúde Saúde e Prescrição do Exercício em Populações Especiais Ecoturismo, Recreação e Saúde

12 Mestrado em Actividade Física e Desporto 2º ANO 1º semestre: Trabalho de Projecto (7,5 ECTS) -» Orientado para Estágio ou Investigação 2º ANO 1º e 2º semestre: Estágio ou Dissertação (22,5 ECTS)

13 Mestrado em Actividade Física e Desporto 2º ANO: Estágio ou Dissertação (22,5 ECTS) Aprofundar conhecimentos em domínio específico Valorizar a inserção no mercado profissional Desenvolver competências específicas Acrescentar mais valias às organizações desportivas

14 1º Ano: Mestrado em Ensino de Educação Física e Desporto Escolar Ciências da Educação I, II, III e IV Didácticas da Educação Física e Desporto I, II, III e IV 2º Ano: Estágio Parte 1 (22,5 ECTS) Organização e Inovação em Ed. Física e Desp. Escolar (7,5 ECTS) Estágio Parte 2 + Relatório (30 ECTS)

15 Mestrado em Ensino de Educação Física e Desporto Escolar 2º Ano: Estágio na Escola Os Cursos de Licenciatura e de Mestrado: Desenvolver competências didáctico-pedagógicas: - observação, planificação, ensino, avaliação, etc. Escolas e orientadores cooperantes Intervenção na comunidade escolar Atitude crítica e autónoma Relatório final com discussão pública

16 Em que organizações estão a trabalhar os Licenciados em Educação Física e Desporto da UMa? Clubes Organização N.º 41 % 39,4 Escolas Associações de Modalidade Gabinete do Desporto Escolar Ginásios Autarquias IDRAM Empresas (sócio-gerentes) ,3 7,7 7,7 7,7 6,7 5,7 2,9 Nota: amostra de 82 licenciados (52%) formados entre os anos de 2000/2001 a

17 Trabalho efectuado com apoio de: Ana Correia Luís Sena Lino Helder Lopes João Prudente Jorge Soares

5.5.2.1. MESTRADO EM DESPORTO, ESPECIALIZAÇÕES EM TREINO DESPORTIVO, CONDIÇÃO FÍSICA E SAÚDE, DESPORTO DE NATUREZA, EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR

5.5.2.1. MESTRADO EM DESPORTO, ESPECIALIZAÇÕES EM TREINO DESPORTIVO, CONDIÇÃO FÍSICA E SAÚDE, DESPORTO DE NATUREZA, EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR 5.5.2. CURSOS DE FORMAÇÃO AVANÇADA (2.º CICLO MESTRADOS) E PÓS-GRADUAÇÃO 5.5.2.1. MESTRADO EM DESPORTO, ESPECIALIZAÇÕES EM TREINO DESPORTIVO, CONDIÇÃO FÍSICA E SAÚDE, DESPORTO DE NATUREZA, EDUCAÇÃO FÍSICA

Leia mais

Gestão do Lazer e Animação Turística Apresentação do curso

Gestão do Lazer e Animação Turística Apresentação do curso Gestão do Lazer e Animação Turística Apresentação do curso Francisco Silva francisco.silva@eshte.pt Director do Curso de Gestão do Lazer e Animação Turística Maio 2011 ESHTE Curso de Gestão do Lazer e

Leia mais

(03) Desenho ou (03) Desenho e (10) Geometria Descritiva ou (03) Desenho e (12) História da Cultura e das Artes

(03) Desenho ou (03) Desenho e (10) Geometria Descritiva ou (03) Desenho e (12) História da Cultura e das Artes LICENCIATURA EM DESIGN DE COMUNICAÇÃO Directora: Mestre Maria Caeiro M. Guerreiro E-mail: mcguerreiro@ualg.pt Telf: 289800100 Ext:. 6219 Gab: 45 O curso de Comunicação da Escola Superior de Educação da

Leia mais

Escola Superior de Desporto de Rio Maior Instituto Politécnico de Santarém. Regulamento Específico de Transição Curricular para Bolonha

Escola Superior de Desporto de Rio Maior Instituto Politécnico de Santarém. Regulamento Específico de Transição Curricular para Bolonha Escola Superior de Desporto de Rio Maior Instituto Politécnico de Santarém Regulamento Específico de Transição Curricular para Bolonha Junho 2007 [Versão Aprovada em Conselho Científico] REGULAMENTO DE

Leia mais

Regulamento do Curso de Mestrado em Desporto

Regulamento do Curso de Mestrado em Desporto Escola Superior de Desporto de Rio Maior (ESDRM) Instituto Politécnico de Santarém (IPS) Regulamento do Curso de Mestrado em Desporto Artigo 1º Natureza e âmbito de aplicação 1. O curso pretende atingir

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 MISSÃO DO CURSO

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 MISSÃO DO CURSO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: EDUCAÇÃO FÍSICA LICENCIATURA MISSÃO DO CURSO O Curso de Licenciatura em Educação Física do Centro Universitário Estácio Radial de São Paulo busca preencher

Leia mais

EXAMES - 2º Semestre Ano lectivo 2013/2014 CURSO: ARTE E MULTIMÉDIA (1º Ciclo)

EXAMES - 2º Semestre Ano lectivo 2013/2014 CURSO: ARTE E MULTIMÉDIA (1º Ciclo) CURSO: ARTE E MULTIMÉDIA (1º Ciclo) Antropologia Cultural Estética das Artes Visuais Práticas Cerâmicas História das Artes e do Design Contemporâneos 1 3 1 A1 Laboratório Multimédia II Sociologia da Cultura,

Leia mais

Escola Superior de Educação João de Deus

Escola Superior de Educação João de Deus Regulamento do 2.º Ciclo de Estudos Conducente ao Grau de Mestre em Educação Especial: Domínio Cognitivo e Motor Artigo 1.º Objectivos Os objectivos dos cursos de Mestrado (2.º ciclo), da Escola Superior

Leia mais

Universidade Portucalense. Departamento de Ciências Económicas e Empresariais NORMAS REGULAMENTARES DO 2.º CICLO DE ESTUDOS EM MARKETING

Universidade Portucalense. Departamento de Ciências Económicas e Empresariais NORMAS REGULAMENTARES DO 2.º CICLO DE ESTUDOS EM MARKETING Universidade Portucalense Departamento de Ciências Económicas e Empresariais NORMAS REGULAMENTARES DO 2.º CICLO DE ESTUDOS EM MARKETING APROVADAS NO CONSELHO CIENTÍFICO 9 _2009 DE 23 DE SETEMBRO DE 2009

Leia mais

Curso : Curso de Especialização Tecnológica em Psicogerontologia Codigo:7205. Ano Lectivo 2014-15. Codigo U.C. Ano Curricular Sem. U.C.

Curso : Curso de Especialização Tecnológica em Psicogerontologia Codigo:7205. Ano Lectivo 2014-15. Codigo U.C. Ano Curricular Sem. U.C. Curso : Curso de Especialização Tecnológica em Psicogerontologia :7205 Ano Curricular Sem.. Nome da. 1 Anual 201244 Psicologia do Desenvolvimento 1 Anual 201245 Psicologia da Saúde e das Relações Interpessoais

Leia mais

Educação Formação Avançada

Educação Formação Avançada ISEC Instituto Superior de Educação e Ciências Educação Formação Avançada ISEC Instituto Superior de Educação e Ciências Educação Formação Avançada Unidade Científico- Pedagógica de Ciências da Educação

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SECRETARIA DOS ÓRGÃOS COLEGIADOS

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO SECRETARIA DOS ÓRGÃOS COLEGIADOS DELIBERAÇÃO Nº 385, DE 11 DE DEZEMBRO DE 2009. O DA UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO, tendo em vista a decisão tomada em sua 240ª Reunião Extraordinária, realizada em 11 de dezembro de 2009,

Leia mais

Componentes curriculares 1º ANO Primeiro Semestre Código Nome da Disciplina C.H. A.SEM Específico Introdução ao Serviço Social I 68 04

Componentes curriculares 1º ANO Primeiro Semestre Código Nome da Disciplina C.H. A.SEM Específico Introdução ao Serviço Social I 68 04 Componentes curriculares 1º ANO Primeiro Semestre Introdução ao Serviço Social I 68 04 Oficina de Atividades Desportivas, Sociais e Culturais I 34 02 Seminário Temático: a questão da criança e do adolescente

Leia mais

EXAMES - 2º Semestre Ano lectivo 2011/2012 CURSO: ARTE E MULTIMÉDIA

EXAMES - 2º Semestre Ano lectivo 2011/2012 CURSO: ARTE E MULTIMÉDIA CURSO: ARTE E MULTIMÉDIA Estética das Artes Visuais Práticas Cerâmicas Projecto Multimédia II / Portofólio História das Artes e do Design em Portugal 10 28 3 3+4 Laboratório Multimédia II 28 Desenho/Laboratório

Leia mais

Instituto de Educação

Instituto de Educação Instituto de Educação Universidade de Lisboa Oferta Formativa Pós-Graduada Mestrado em Educação Especialização: Educação Intercultural Edição Instituto de Educação da Universidade de Lisboa julho de 2015

Leia mais

Escola Secundária Alfredo dos Reis Silveira

Escola Secundária Alfredo dos Reis Silveira Curso Profissional Técnico de Design Gráfico O Técnico de Design Gráfico é um profissional qualificado, apto a conceber e maquetizar objectos gráficos, preparar a arte final para a impressão, e acompanhar

Leia mais

GRADE CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM EDUCAÇAO FÍSICA DA FAEFID / UFJF

GRADE CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM EDUCAÇAO FÍSICA DA FAEFID / UFJF 1 GRADE CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM EDUCAÇAO FÍSICA DA FAEFID / UFJF JANEIRO DE 2007. APROVADA EM 31 DE JANEIRO DE 2007 HABILITAÇAO EM LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA (L) HABILITAÇAO EM BACHARELADO

Leia mais

Departamento de Ciências e Tecnologias

Departamento de Ciências e Tecnologias Futuro Departamento de Ciências e Tecnologias Licenciatura em Engenharia Informática Missão Dotar os alunos de uma sólida formação teórica e experimental que garanta aos futuros licenciados a capacidade

Leia mais

CALENDÁRIO DE EXAMES DA ÉPOCA NORMAL. Ano Letivo 2014/2015-2º SEMESTRE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO

CALENDÁRIO DE EXAMES DA ÉPOCA NORMAL. Ano Letivo 2014/2015-2º SEMESTRE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO 1º ANO Cultura Literária 19.06 10h00 2.21 Métodos e Técnicas de Investigação 15.06 14h30 2.26 Língua Estrangeira II Inglês 18.06 10h00 94 Língua Estrangeira II Francês 18.06 10h00

Leia mais

Escola Superior de Educação João de Deus

Escola Superior de Educação João de Deus Regulamento do 2.º Ciclo de Estudos Conducente ao Grau de Mestre em Educação pela Arte Artigo 1.º Objectivos Os objectivos dos cursos de mestrado (2.º ciclo), da Escola Superior de Educação João de Deus

Leia mais

Instituto de Educação

Instituto de Educação Instituto de Educação Universidade de Lisboa Oferta Formativa Pós-Graduada Mestrado em Educação Especialização: Administração Educacional Edição Instituto de Educação da Universidade de Lisboa julho de

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ACTIVIDADES DESPORTIVAS Ano Lectivo 2010/2011

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ACTIVIDADES DESPORTIVAS Ano Lectivo 2010/2011 Programa da Unidade Curricular ACTIVIDADES DESPORTIVAS Ano Lectivo 2010/2011 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Gestão das Organizações Desportivas 3. Ciclo de Estudos

Leia mais

COORDENADOR Prof. Doutor Armando Vilas-Boas

COORDENADOR Prof. Doutor Armando Vilas-Boas COORDENADOR Prof. Doutor Armando Vilas-Boas CANDIDATURAS 1ª Fase: A partir de 1 de Abril a 1 de Agosto 2ª Fase: De 2 de Agosto a 31 de Outubro REQUISITOS/ ACESSOS Ser titular do grau de licenciado ou equivalente

Leia mais

Perfil Profissional de Treinador

Perfil Profissional de Treinador Programa Nacional de FORMAÇÃO de Treinadores Grau4 Perfil Profissional de Treinador Perfil Profissional - GRAU IV A formação de Grau IV consubstancia o topo da hierarquia profissional da actividade de

Leia mais

ACEF/1112/03902 Relatório final da CAE

ACEF/1112/03902 Relatório final da CAE ACEF/1112/03902 Relatório final da CAE Caracterização do ciclo de estudos Perguntas A.1 a A.10 A.1. Instituição de ensino superior / Entidade instituidora: Universidade Da Beira Interior A.1.a. Identificação

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA INGRESSOS 2014-1

ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA INGRESSOS 2014-1 ESTRUTURA CURRICULAR DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA GRUPOS: EFI 100 EFI 200 EFI 300 EFI 400 INGRESSOS 2014-1 Ampliada. Específica. Pedagógica Aplicada. Unidades de Ensino de Estágio Supervisionado e Outras

Leia mais

INIDE REPÚBLICA DE ANGOLA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

INIDE REPÚBLICA DE ANGOLA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INIDE REPÚBLICA DE ANGOLA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Relatório explicativo dos Organigramas do Sistema de Educação (Elaborados com base na Lei 13/01 de 31 de Dezembro) Cada Organigrama apresentado (tanto a

Leia mais

Mestrado em Ensino da Física e da Química

Mestrado em Ensino da Física e da Química Mestrado em Ensino da Física e da Química Mestrado em Ensino da Física e da Química - Faculdade de Ciências da Universidade do Porto 1 5. Estrutura curricular e plano de estudos FORMULÁRIO 1. Estabelecimento

Leia mais

REGULAMENTO ESPECIFICO DO CURSO DE MESTRADO EM DESPORTO 2009 REGULAMENTO

REGULAMENTO ESPECIFICO DO CURSO DE MESTRADO EM DESPORTO 2009 REGULAMENTO Instituto Politécnico de Santarém Escola Superior de Desporto de Rio Maior MESTRADO EM DESPORTO REGULAMENTO Artigo 1º Natureza e âmbito de aplicação 1. O curso pretende atingir os objectivos apresentados

Leia mais

Sistemas de Suporte à Decisão

Sistemas de Suporte à Decisão Pós-graduação Sistemas de Suporte à Decisão 1ª edição 2008/2009 Departamento de Inovação, Ciência e Tecnologia Pós-graduação em Sistemas de Suporte à Decisão Mensagem da Directora do DICT O DICT está certo

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO N 7, DE 31 DE MARÇO DE 2004.

CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO N 7, DE 31 DE MARÇO DE 2004. 1 CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO N 7, DE 31 DE MARÇO DE 2004. (*) (**) Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para os cursos de graduação em Educação Física,

Leia mais

design de jogos digitais o essencial da licenciatura

design de jogos digitais o essencial da licenciatura design de jogos digitais o essencial da licenciatura ÍNDICE ciclo de estudos plano de estudos metodologias de ensino perfil de saída candidaturas ipb virtual Dados do ciclo de estudos ciclo de estudos

Leia mais

REGULAMENTO DO CURSO DE MESTRADO EM DESPORTO DA ESCOLA SUPERIOR DE DESPORTO DE RIO MAIOR DO INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM

REGULAMENTO DO CURSO DE MESTRADO EM DESPORTO DA ESCOLA SUPERIOR DE DESPORTO DE RIO MAIOR DO INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM REGULAMENTO DO CURSO DE MESTRADO EM DESPORTO DA ESCOLA SUPERIOR DE DESPORTO DE RIO MAIOR DO INSTITUTO POLITÉCNICO DE SANTARÉM Artigo 1.º Natureza e âmbito de aplicação 1. O curso pretende atingir os objectivos

Leia mais

REGULAMENTO DE APLICAÇÃO DO SISTEMA DE CRÉDITOS CURRICULARES (ECTS)

REGULAMENTO DE APLICAÇÃO DO SISTEMA DE CRÉDITOS CURRICULARES (ECTS) REGULAMENTO DE APLICAÇÃO DO SISTEMA DE CRÉDITOS CURRICULARES (ECTS) (Ratificado pelo Conselho Científico em 20 de Abril de 2006) CAPÍTULO I Objecto, âmbito e conceitos Artigo 1.º Objecto Em conformidade

Leia mais

NCE/10/02916 Relatório preliminar da CAE - Novo ciclo de estudos

NCE/10/02916 Relatório preliminar da CAE - Novo ciclo de estudos NCE/10/02916 Relatório preliminar da CAE - Novo ciclo de estudos Caracterização do pedido Perguntas A.1 a A.10 A.1. Instituição de ensino superior / Entidade instituidora: Instituto Politécnico De Lisboa

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTUDOS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO TECNOLÓGICA

REGULAMENTO DE ESTUDOS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO TECNOLÓGICA NORMAS REGULAMENTARES De acordo com o estipulado pelos artigos 14.º e 26.º do Decreto-Lei n.º 107/2008, de 25 de Junho REGULAMENTO DE ESTUDOS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO TECNOLÓGICA Regulamento n.º 487/2010,

Leia mais

1º Semestre Código Disciplina Pré- Requisito

1º Semestre Código Disciplina Pré- Requisito MATRIZ CURRICULAR PARA O CURSO DE PEDAGOGIA LICENCIATURA 1º Semestre 01 Filosofia e Ética Educacional 80 h/a 02 Sociologia da Educação I 03 História da Educação I 04 Psicologia da Educação I 05 Leitura

Leia mais

Cursos de Licenciatura

Cursos de Licenciatura DLLM Cursos de Licenciatura 2009-2010 1 Cursos de Licenciatura 2009/2010 1º Ciclo Bolonha DLLM Departamento de Línguas e Literaturas Modernas 2 Cursos de Licenciatura 2009-2010 DLLM DLLM Cursos de Licenciatura

Leia mais

Faculdade de Economia. Duração. Faculdade de Letras. N.º de ECTS. Duração. L 6 180 Ciência da Informação, Arquivística e Biblioteconómica

Faculdade de Economia. Duração. Faculdade de Letras. N.º de ECTS. Duração. L 6 180 Ciência da Informação, Arquivística e Biblioteconómica 13 590-(16) Diário da República, 2.ª série N.º 97 21 de Maio de 2007 Faculdade de Economia Ciclo Percursos Alternativos N.º de ECTS 1.º Economia Minores: Sociologia; Relações Internacionais; Direito Empresarial;

Leia mais

PROPOSTA DE ADEQUAÇÃO PEDIDO DE REGISTO DE ADEQUAÇÃO DO CICLO DE ESTUDOS CONDUCENTE AO GRAU DE MESTRE EM

PROPOSTA DE ADEQUAÇÃO PEDIDO DE REGISTO DE ADEQUAÇÃO DO CICLO DE ESTUDOS CONDUCENTE AO GRAU DE MESTRE EM PROPOSTA DE ADEQUAÇÃO PEDIDO DE REGISTO DE ADEQUAÇÃO DO CICLO DE ESTUDOS CONDUCENTE AO GRAU DE MESTRE EM ESTUDOS DA CRIANÇA ÁREA DE ESPECIALIZAÇÃO EM INTERVENÇÃO PSICOSSOCIAL COM CRIANÇAS, JOVENS E FAMÍLIAS

Leia mais

ACEF/1314/21732 Relatório final da CAE

ACEF/1314/21732 Relatório final da CAE ACEF/1314/21732 Relatório final da CAE Caracterização do ciclo de estudos Perguntas A.1 a A.10 A.1. Instituição de Ensino Superior / Entidade Instituidora: Universidade De Lisboa A.1.a. Outras Instituições

Leia mais

UNIDADE CURRICULAR TIPO UNIDADE CURRICULAR TIPO ECTS TEÓRICAS. Anatomia Humana I Semestral 4,5 26 26. Anatomia Humana II Semestral 4,5 26 26

UNIDADE CURRICULAR TIPO UNIDADE CURRICULAR TIPO ECTS TEÓRICAS. Anatomia Humana I Semestral 4,5 26 26. Anatomia Humana II Semestral 4,5 26 26 1º ANO 1º ANO TEÓRICO- SEMINÁRIOS ESTÁGIOS OT Estudos do Movimento Humano Fisiologia Humana I 4,5 26 26 II 4,5 26 26 Estudos do Movimento Humano I 3 26 26 Estudos do Movimento Humano II 6 26 26 Fisiologia

Leia mais

CURRICULUM VITAE. José Carlos Salgueiro Vasconcelos e Sá. Lisboa, Fevereiro de 2015

CURRICULUM VITAE. José Carlos Salgueiro Vasconcelos e Sá. Lisboa, Fevereiro de 2015 CURRICULUM VITAE DE José Carlos Salgueiro Vasconcelos e Sá Lisboa, Fevereiro de 2015 I - DADOS PESSOAIS NOME - José Carlos Salgueiro de Vasconcelos e Sá MORADA - Rua Prof. Henrique Vilhena 11, 1 - D 1600

Leia mais

ANEXO I - EDITAL Nº 15/2015 QUADRO GERAL DE DISTRIBUIÇÃO DE VAGAS POR DISCIPLINA E CURSOS LICENCIATURA EM FÍSICA

ANEXO I - EDITAL Nº 15/2015 QUADRO GERAL DE DISTRIBUIÇÃO DE VAGAS POR DISCIPLINA E CURSOS LICENCIATURA EM FÍSICA INSTITUTO FEDERAL DO AMAZONAS PRÓ-REITORIA DE ENSINO PROCESSO SELETIVO DO 2º SEMESTRE 205 ANEXO I - EDITAL Nº 5/205 QUADRO GERAL DE DISTRIBUIÇÃO DE VAGAS POR DISCIPLINA E CURSOS LICENCIATURA EM FÍSICA

Leia mais

Matriz 2008... 02. Matriz 2010... 05. Matriz 2013... 08

Matriz 2008... 02. Matriz 2010... 05. Matriz 2013... 08 Página 1 Matriz Curricular Sumário Matriz 2008... 02 Matriz 2010... 05 Matriz 2013... 08 Página 2 MATRIZ CURRICULAR 2008 1º Período 2º Período 3 º Período 4º Período Anatomia do Aparelho Locomotor 72 Biologia

Leia mais

Regulamento de Transição Curricular e Plano de Creditações para o Ano Letivo 2015/2016

Regulamento de Transição Curricular e Plano de Creditações para o Ano Letivo 2015/2016 Regulamento de Transição Curricular e Plano de Creditações para o Ano Letivo 201/201 Os cursos de 1º ciclo da ESCS, estruturam- se num Plano de Estudos de seis semestres curriculares num total de 180 ECTS

Leia mais

NCE/10/00116 Relatório final da CAE - Novo ciclo de estudos

NCE/10/00116 Relatório final da CAE - Novo ciclo de estudos NCE/10/00116 Relatório final da CAE - Novo ciclo de estudos Caracterização do pedido Perguntas A.1 a A.10 A.1. Instituição de ensino superior / Entidade instituidora: Universidade Do Minho A.1.a. Descrição

Leia mais

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 242/2014

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 242/2014 DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 242/2014 Altera a Deliberação CONSEP Nº 107/2012, que Dispõe sobre o Currículo Pleno do Curso de Pedagogia - Licenciatura, regime seriado semestral. O CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA,

Leia mais

REGULAMENTO DE TRANSIÇÃO CURRICULAR E PLANO DE CREDITAÇÕES. Curso de 1º Ciclo de Estudos em Educação Física e Desporto do ISMAI.

REGULAMENTO DE TRANSIÇÃO CURRICULAR E PLANO DE CREDITAÇÕES. Curso de 1º Ciclo de Estudos em Educação Física e Desporto do ISMAI. REGULAMENTO DE TRANSIÇÃO CURRICULAR E PLANO DE CREDITAÇÕES Curso de 1º Ciclo de Estudos em Educação Física e do ISMAI Preâmbulo O Curso do 1º Ciclo de Estudos em Educação Física e do Instituto Superior

Leia mais

Faculdades Integradas do Vale do Ivaí

Faculdades Integradas do Vale do Ivaí RESOLUÇÃO Nº 05 DE 17 DE DEZEMBRO DE 2012 Aprova alteração da matriz curricular do curso de Pedagogia.. A PRESIDENTE DO CONSELHO SUPERIOR DAS FACULDADES INTEGRADAS DO VALE DO IVAÍ, no uso da delegação

Leia mais

EDITAL Nº 001/2014 DED/PROEN/IFAM ANEXO I QUADRO GERAL DE DISTRIBUIÇÃO DE VAGAS POR DISCIPLINAS E CURSOS LICENCIATURA EM FÍSICA.

EDITAL Nº 001/2014 DED/PROEN/IFAM ANEXO I QUADRO GERAL DE DISTRIBUIÇÃO DE VAGAS POR DISCIPLINAS E CURSOS LICENCIATURA EM FÍSICA. EDITAL Nº 00/204 DED/PROEN/IFAM ANEXO I QUADRO GERAL DE DISTRIBUIÇÃO DE VAGAS POR DISCIPLINAS E CURSOS LICENCIATURA EM FÍSICA Módulo I Educação a Distância e Ambiente Virtual de Aprendizagem História e

Leia mais

2º SEMESTRE CARGA HORÁRIA

2º SEMESTRE CARGA HORÁRIA ESTRUTURA CURRICULAR Universidade Estadual da Paraíba UEPB Campina Grande - Campus I DIURNO 1º SEMESTRE CARGA HORÁRIA História da Comunicação (básica) 30 02 Filosofia da Comunicação (complementar) 30 02

Leia mais

UNIVERSIDADE DO PORTO GLOSSÁRIO DA ÁREA DA EDUCAÇÃO CONTÍNUA

UNIVERSIDADE DO PORTO GLOSSÁRIO DA ÁREA DA EDUCAÇÃO CONTÍNUA UNIVERSIDADE DO PORTO GLOSSÁRIO DA ÁREA DA EDUCAÇÃO CONTÍNUA Acção de formação Módulo, curso, curso livre, curso multidisciplinar ou seminário realizado no âmbito da Educação Contínua ou da Aprendizagem

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular PRÁTICA DE ENSINO SUPERVISIONADA I + II/RELATÓRIO Ano Lectivo 2011/2012

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular PRÁTICA DE ENSINO SUPERVISIONADA I + II/RELATÓRIO Ano Lectivo 2011/2012 Programa da Unidade Curricular PRÁTICA DE ENSINO SUPERVISIONADA I + II/RELATÓRIO Ano Lectivo 2011/2012 1. Unidade Orgânica Ciências Humanas e Sociais (2º Ciclo) 2. Curso MESTRADO EM ENSINO DE ARTES VISUAIS

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DO 51º CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM SAÚDE PÚBLICA

PLANO DE ESTUDOS DO 51º CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM SAÚDE PÚBLICA PLANO DE ESTUDOS DO 51º CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM SAÚDE PÚBLICA Janeiro de 2012 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. DESTINATÁRIOS... 4 3. FINALIDADE... 4 4. OBJECTIVOS GERAIS... 4 5. PLANO CURRICULAR... 5 6.

Leia mais

MESTRADO EM FISIOLOGIA MOLECULAR DE PLANTAS 4ª EDIÇÃO

MESTRADO EM FISIOLOGIA MOLECULAR DE PLANTAS 4ª EDIÇÃO Escola de Ciências MESTRADO EM FISIOLOGIA MOLECULAR DE PLANTAS 4ª EDIÇÃO UNIVERSIDADE DO PORTO UNIVERSIDADE DO MINHO FACULDADE DE CIÊNCIAS ESCOLA DE CIÊNCIAS DEPARTAMENTO DEPARTAMENTO DE BIOLOGIA DE BIOLOGIA

Leia mais

REGULAMENTO DE TRABALHO EXPERIMENTAL EM BIOLOGIA MARINHA DO MESTRADO EM BIOLOGIA MARINHA

REGULAMENTO DE TRABALHO EXPERIMENTAL EM BIOLOGIA MARINHA DO MESTRADO EM BIOLOGIA MARINHA REGULAMENTO DE TRABALHO EXPERIMENTAL EM BIOLOGIA MARINHA DO MESTRADO EM BIOLOGIA MARINHA INTRODUÇÃO A unidade curricular Trabalho Experimental em Biologia Marinha, adiante designada TEBM, é uma unidade

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 3.672 DE 06 DE MARÇO DE 2008

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 3.672 DE 06 DE MARÇO DE 2008 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 3.672 DE 06 DE MARÇO DE 2008 Homologa o Parecer nº 013/2008-CEG que aprova o Projeto Político

Leia mais

(1) DADOS PESSOAIS (2) HABILITAÇÕES ACADÉMICAS (3) CARREIRA PROFISSIONAL

(1) DADOS PESSOAIS (2) HABILITAÇÕES ACADÉMICAS (3) CARREIRA PROFISSIONAL _CURRICULUM VITAE (1) DADOS PESSOAIS NOME: Dina Alexandra Marques Miragaia DATA DE NASCIMENTO: 25 de Março de 1977 - Guarda NACIONALIDADE: Portuguesa BILHETE DE IDENTIDADE: N.º 11125123 MORADA: Avenida

Leia mais

RECOMENDAÇÃO Nº1/R/2006

RECOMENDAÇÃO Nº1/R/2006 RECOMENDAÇÃO Nº1/R/2006 Considerando que o chamado processo de Bolonha implica e na prática impõe um novo paradigma de organização universitária, determinando uma nova missão das universidades que é agora

Leia mais

Cardiopneumologia Descrição

Cardiopneumologia Descrição Mestrado Cardiopneumologia Descrição A Cardiopneumologia é a Ciência que estuda a função (fisiologia) e estrutura (anatomia) dos sistemas cardíaco, vascular e respiratório. O Mestrado em Cardiopneumologia

Leia mais

Um mar de oportunidades. Mestrado em Gestão Portuária. Mensagem do Presidente da ENIDH Escola Superior Náutica Infante D. Henrique.

Um mar de oportunidades. Mestrado em Gestão Portuária. Mensagem do Presidente da ENIDH Escola Superior Náutica Infante D. Henrique. Um mar de oportunidades Mestrado em Gestão Portuária Mensagem do Presidente da ENIDH Escola Superior Náutica Infante D. Henrique A ENIDH é a Escola Superior pública portuguesa que assegura a formação de

Leia mais

Universidade Estadual da Paraíba UEPB Campus I Curso de Graduação em Serviço Social COMPOSIÇÃO CURRICULAR de Anual para Semestral

Universidade Estadual da Paraíba UEPB Campus I Curso de Graduação em Serviço Social COMPOSIÇÃO CURRICULAR de Anual para Semestral TURNO DIURNO I - SEMESTRE Psicologia Aplicada ao Servico Social I 60 Economia Politica I 60 Metodologia Cientifica 60 Filosofia I 60 Teoria Sociologica I 60 Fundam.Historico-teorico-metod.do Serv.Soc.I

Leia mais

ACEF/1112/02397 Relatório preliminar da CAE

ACEF/1112/02397 Relatório preliminar da CAE ACEF/1112/02397 Relatório preliminar da CAE Caracterização do ciclo de estudos Perguntas A.1 a A.10 A.1. Instituição de ensino superior / Entidade instituidora: Universidade Do Minho A.1.a. Identificação

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1

CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO RADIAL DE SÃO PAULO SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 SÍNTESE DO PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO 1 CURSO: LICENCIATURA EM ARTES VISUAIS MISSÃO DO CURSO O Curso de Licenciatura em Artes Visuais busca formar profissionais habilitados para a produção, a pesquisa

Leia mais

ROJECTO PEDAGÓGICO E DE ANIMAÇÃO

ROJECTO PEDAGÓGICO E DE ANIMAÇÃO O Capítulo 36 da Agenda 21 decorrente da Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e Desenvolvimento, realizada em 1992, declara que a educação possui um papel fundamental na promoção do desenvolvimento

Leia mais

CURSOS DE FORMAÇÃO COM ANIMAÇÃO NO PLANO DE ESTUDOS

CURSOS DE FORMAÇÃO COM ANIMAÇÃO NO PLANO DE ESTUDOS CURSOS DE FORMAÇÃO COM ANIMAÇÃO NO PLANO DE ESTUDOS Portugal, 2010 Documento elaborado pelo grupo de trabalho designado como Formação com base em orientações determinadas no encontro nacional de profissionais

Leia mais

DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO FÍSICA

DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO FÍSICA DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO FÍSICA Nome Disciplinas Curso Parecer Adriana Coutinho de Azevedo Guimarães Alcyane Marinho Alexandro Andrade Rítmica e Dança Atividades Rítmicas na Escola Rítmica I e II (masculino

Leia mais

BACHARELADO. Matriz Curricular 2015

BACHARELADO. Matriz Curricular 2015 BACHARELADO Matriz Curricular 2015 TERMO CURSO DE CIENCIAS SOCIAIS BACHARELADO MATRIZ CURRICULAR 2015 Carga Horária Total Carga Horária Semanal HT HP Leitura e Interpretação de Textos Clássicos I (DCF)

Leia mais

A Cardiopneumologia é a Ciência que estuda a função (fisiologia) e estrutura sistemas cardíaco, vascular e respiratório.

A Cardiopneumologia é a Ciência que estuda a função (fisiologia) e estrutura sistemas cardíaco, vascular e respiratório. Licenciatura Cardiopneumologia Descrição A Cardiopneumologia é a Ciência que estuda a função (fisiologia) e estrutura sistemas cardíaco, vascular e respiratório. O Cardiopneumologista é o profissional

Leia mais

enquadramento objectivos

enquadramento objectivos enquadramento O curso tem uma estrutura holística, integradora e procura trabalhar as competências da gestão de recursos humanos numa perspectiva de marketing interno no âmbito de temas marcadamente actuais,

Leia mais

Vou entrar no Ensino Secundário. E agora? Que via escolher?

Vou entrar no Ensino Secundário. E agora? Que via escolher? Vou entrar no Ensino Secundário. E agora? Que via escolher? A publicação da Lei n.º 85/2009, de 27 de Agosto, estabelece o regime de escolaridade obrigatória para as crianças e jovens em idade escolar,

Leia mais

CURSO: EDUCAÇÃO FÍSICA (bacharelado)

CURSO: EDUCAÇÃO FÍSICA (bacharelado) CURSO: EDUCAÇÃO FÍSICA (bacharelado) Missão Sua missão é tornar-se referência na formação de profissionais para atuar nos diferentes segmentos humanos e sociais, considerando a atividade física e promoção

Leia mais

CURSO DE DESIGN DE MODA

CURSO DE DESIGN DE MODA 1 CURSO DE EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2011.1 BRUSQUE (SC) 2013 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 3 01 CRIATIVIDADE... 3 02 HISTÓRIA DA ARTE E DO DESIGN... 3 03 INTRODUÇÃO AO... 3 04 LEITURA E PRODUÇÃO DE TEXTO... 3

Leia mais

Diretrizes Curriculares Nacionais e com a Legislação Interna, tendo como princípio a compreensão da informática em suas bases epistemológicas de

Diretrizes Curriculares Nacionais e com a Legislação Interna, tendo como princípio a compreensão da informática em suas bases epistemológicas de RESOLUÇÃO Nº 014/2010 Aprova o Projeto Pedagógico do Curso de Licenciatura em Informática, da Escola Superior de Tecnologia, da Universidade do Estado do Amazonas. O REITOR, EM EXERCÍCIO, DA UNIVERSIDADE

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação Instituída nos termos da Lei 5.152 de 21/10/1966 São Luís Maranhão

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Fundação Instituída nos termos da Lei 5.152 de 21/10/1966 São Luís Maranhão RESOLUÇÃO N 758CONSEPE, de 24 de maio de 2010. Aprova a mudança de denominação do Curso de Desenho Industrial para Design, modalidade Bacharelado, e sua reestruturação pedagógica. O Reitor da Universidade

Leia mais

Em 1998 - Licenciatura em Gestão Agrária pela Universidade de Trás-os- Montes e Alto Douro 14 valores.

Em 1998 - Licenciatura em Gestão Agrária pela Universidade de Trás-os- Montes e Alto Douro 14 valores. CARMEM TERESA PEREIRA LEAL DADOS PESSOAIS Local de trabalho: Departamento de Economia, Sociologia e Gestão Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Avenida Almeida Lucena, 1 5000-660 Vila Real cleal@utad.pt

Leia mais

REGULAMENTO DO XLV CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO HOSPITALAR

REGULAMENTO DO XLV CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO HOSPITALAR REGULAMENTO DO XLV CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO HOSPITALAR 1. Introdução O Curso de Especialização em Administração Hospitalar (CEAH) da Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP) da Universidade

Leia mais

PROPOSTA DE REGULAMENTO DE MESTRADO DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA

PROPOSTA DE REGULAMENTO DE MESTRADO DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA PROPOSTA DE REGULAMENTO DE MESTRADO DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA De acordo com o art. 14 da Lei de Bases do Sistema Educativo e ao abrigo do Capítulo III do Decreto-Lei 74/2006, e para aprovação pelo Conselho

Leia mais

GRADE CURRICULAR DO CURSO

GRADE CURRICULAR DO CURSO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO DE COMUNICAÇÃO E EXPRESSÃO COORDENADORIA DO CURSO DE LETRAS-INGLÊS A DISTÂNCIA GRADE CURRICULAR DO CURSO A grade curricular do Curso em Licenciatura em Letras-Inglês

Leia mais

FUNDAÇÃO MINERVA CULTURA ENSINO E INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA NOTA EXPLICATIVA

FUNDAÇÃO MINERVA CULTURA ENSINO E INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA NOTA EXPLICATIVA NOTA EXPLICATIVA DA AQUISIÇÃO DE COMPETÊNCIAS NO ÂMBITO DO 1º CICLO DE ESTUDOS DO CURSO DE LICENCIATURA/MESTRADO INTEGRADO EM ARQUITECTURA, CONDUCENTE AO GRAU DE LICENCIADO EM CIÊNCIAS DA ARQUITECTURA.

Leia mais

2-DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS - LICENCIATURA ORD PERÍODO DISCIPLINA NOME CRÉDITOS CH

2-DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS - LICENCIATURA ORD PERÍODO DISCIPLINA NOME CRÉDITOS CH Universidade Federal de Juiz de Fora - UFJF Centro de Gestão do Conhecimento Organizacional - CGCO Sistema Integrado de Gestão Acadêmica - SIGA Módulo Ensino Disciplinas da grade do curso: 1-DISCIPLINAS

Leia mais

REGULAMENTO DO CURSO DE MESTRADO EM BIOLOGIA (ESPECIALIDADE ENSINO)

REGULAMENTO DO CURSO DE MESTRADO EM BIOLOGIA (ESPECIALIDADE ENSINO) UNIVERSIDADE DOS AÇORES REGULAMENTO DO CURSO DE MESTRADO EM BIOLOGIA (ESPECIALIDADE ENSINO) Art.º 1º Âmbito O Curso de Mestrado em Biologia (Especialidade em Ensino) adiante designado por Mestrado ou simplesmente

Leia mais

1 - Área científica predominante da Pós-Graduação: Ciências da Educação

1 - Área científica predominante da Pós-Graduação: Ciências da Educação INSTITUTO POLITÉCNICO DE PORTALEGRE ESCOLA SUPERIOR DE EDUCAÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO EM BIBLIOTECAS E PROMOÇÃO DA LEITURA ANO LETIVO DE 2013/2014 INFORMAÇÕES SOBRE O CURSO 1 - Área científica predominante da

Leia mais

Psicologia Clínica e da Saúde

Psicologia Clínica e da Saúde Psicologia Clínica e da Saúde Pós-graduação e Mestrado Descrição geral PCS-001/002 Conteúdo 1 Enquadramento...3 2 Objectivos e perfis...3 2.1 Objectivos...3 2.2 Perfil de entrada...4 2.3 Perfil de saída...4

Leia mais

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997

Universidade Estadual do Centro-Oeste Reconhecida pelo Decreto Estadual nº 3.444, de 8 de agosto de 1997 RESOLUÇÃO Nº 104-GR/UNICENTRO, DE 28 DE MAIO DE 2014. Especifica a estrutura curricular do Curso de Especialização em Atividade Física e Saúde, modalidade de educação a distância, aprovado pela Resolução

Leia mais

ACEF/1213/07607 Relatório final da CAE

ACEF/1213/07607 Relatório final da CAE ACEF/1213/07607 Relatório final da CAE Caracterização do ciclo de estudos Perguntas A.1 a A.10 A.1. Instituição de Ensino Superior / Entidade Instituidora: Cooperativa De Ensino Universitário (Ceu) A.1.a.

Leia mais

Segurança Alimentar. Pós-Graduação. 45 ECTS // www.esb.ucp.pt

Segurança Alimentar. Pós-Graduação. 45 ECTS // www.esb.ucp.pt Pós-Graduação Segurança Alimentar 45 ECTS // www.esb.ucp.pt Nesta pós-graduação estudam-se os perigos, riscos, metodologias e legislação com que a segurança alimentar é confrontada na atualidade, numa

Leia mais

CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO - BACHARELADO DATAS DOS EXAMES * 1º SEMESTRE CURRICULAR - NOTURNO

CURSO DE GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO - BACHARELADO DATAS DOS EXAMES * 1º SEMESTRE CURRICULAR - NOTURNO 1º SEMESTRE CURRICULAR - NOTURNO SALA 301 Contabilidade I Matemática Geral Fundamentos da Administração Estatística Leitura e Produção de Textos Contabilidade I Matemática Geral Fundamentos da Administração

Leia mais

Pós-Graduação Conservação e Reabilitação do Edificado

Pós-Graduação Conservação e Reabilitação do Edificado Pós-Graduação Conservação e Reabilitação do Edificado Edital 4ª Edição 2012-2013 Barreiro, Julho de 2012 Pós-Graduação Conservação e Reabilitação do Edificado 1 ENQUADRAMENTO A Pós-Graduação em Conservação

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ACTIVIDADES DESPORTIVAS Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ACTIVIDADES DESPORTIVAS Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular ACTIVIDADES DESPORTIVAS Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Gestão das Organizações Desportivas 3. Ciclo de Estudos

Leia mais

SEM. CÓDIGO DISCIPLINAS PRÉ-REQUISITOS

SEM. CÓDIGO DISCIPLINAS PRÉ-REQUISITOS Curso de Letras Habilitação Português/Inglês Currículo 2010/01 Reconhecido pela Portaria Ministerial nº. 1.394, de 19/05/2004 Amparado pelo Decreto nº. 5773/2006, de 9/05/2006 Duração do Curso: 2.530h

Leia mais

ESTRUTURA CURRICULAR CURSO DE DANÇA LICENCIATURA

ESTRUTURA CURRICULAR CURSO DE DANÇA LICENCIATURA ESTRUTURA CURRICULAR CURSO DE DANÇA LICENCIATURA Código: 03 Matriz Curricular: DANÇA - Laranjeiras - Presencial - Noturno - Licenciatura Plena Período Letivo de Entrada em Vigor 2012-1 Carga Horária: Total

Leia mais

CURSO DE LETRAS - LICENCIATURA HABILITAÇÃO EM PORTUGUÊS/INGLÊS QUADRO DE SEMESTRALIZAÇÃO

CURSO DE LETRAS - LICENCIATURA HABILITAÇÃO EM PORTUGUÊS/INGLÊS QUADRO DE SEMESTRALIZAÇÃO CURSO DE LETRAS - LICENCIATURA HABILITAÇÃO EM PORTUGUÊS/INGLÊS QUADRO DE SEMESTRALIZAÇÃO SEM DISCIPLINAS CH 1º Cultura Brasileira 40 Filosofia da Educação 40 Fundamentos da Educação 40 Iniciação à Pesquisa

Leia mais

ANEXO II DA RESOLUÇÃO N.º 018/2004 CONSEPE, DE 18/03/2004 01 - FACULDADE DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS FACEM 0102 - DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO - DAD

ANEXO II DA RESOLUÇÃO N.º 018/2004 CONSEPE, DE 18/03/2004 01 - FACULDADE DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS FACEM 0102 - DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO - DAD ANEXO II DA RESOLUÇÃO N.º 018/2004 CONSEPE, DE 18/03/2004 01 - FACULE DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS FACEM 0102 - DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO - AGLUTINAÇÃO DE DISCIPLINAS / ATIVIES CURRICULARES AFINS CÓDIGO.

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DA UNIDADE CURRICULAR

REGULAMENTO INTERNO DA UNIDADE CURRICULAR REGULAMENTO INTERNO DA UNIDADE CURRICULAR DE DESENVOLVIMENTO PESSOAL CURSOS LIVRES ACTIVIDADES EXTRA-CURRICULARES REGULAMENTO INTERNO DA UNIDADE CURRICULAR DE DESENVOLVIMENTO PESSOAL Secção I Disposições

Leia mais

Proposta Substitutiva para as Diretrizes Curriculares em Educação Física. Por Comissão Especial do Ministério do Esporte 2003

Proposta Substitutiva para as Diretrizes Curriculares em Educação Física. Por Comissão Especial do Ministério do Esporte 2003 Proposta Substitutiva para as Diretrizes Curriculares em Educação Física Por Comissão Especial do Ministério do Esporte 2003 Cenário LDB 9394/96 desencadeia processo de mudanças no ensino superior. Parecer

Leia mais

CURRICULUM VITAE IDENTIFICAÇÃO

CURRICULUM VITAE IDENTIFICAÇÃO CURRICULUM VITAE IDENTIFICAÇÃO NOME: Jorge Ferreira Dias de Figueiredo EMAIL : jfig@oniduo.pt e jfigueiredo@esce.ipvc.pt LOCAL E DATA DE NASCIMENTO: Póvoa de Varzim, 8 de Maio de 1965. FORMAÇÃO ESCOLAR

Leia mais

SEMESTRE 360 HORAS CÓDIGO ATIVIDADES/COMPONENTES CURRICULARES C.H.

SEMESTRE 360 HORAS CÓDIGO ATIVIDADES/COMPONENTES CURRICULARES C.H. -TURNO DIURNO COMPOSIÇÃO CURRICULAR Seriado Semestral I SEMESTRE 360 HORAS 201101 Contabilidade Básica I 60 Básico 201102 Economia I 60 Básico 201103 Matemática Aplicada a Administração 60 Básico 201104

Leia mais

Universidade Nova de Lisboa ESCOLA NACIONAL DE SAÚDE PÚBLICA

Universidade Nova de Lisboa ESCOLA NACIONAL DE SAÚDE PÚBLICA REGULAMENTO O Regulamento do Curso de Especialização em Medicina do Trabalho (CEMT) visa enquadrar, do ponto de vista normativo, o desenvolvimento das actividades inerentes ao funcionamento do curso, tendo

Leia mais