UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE QUÍMICA DEPARTAMENTO DE QUÍMICA INORGÂNICA QUÍMICA INORGÂNICA III - QUI

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE QUÍMICA DEPARTAMENTO DE QUÍMICA INORGÂNICA QUÍMICA INORGÂNICA III - QUI - 01147"

Transcrição

1 1 de 6 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE QUÍMICA DEPARTAMENTO DE QUÍMICA INORGÂNICA QUÍMICA INORGÂNICA III - QUI SÚMULA DA DISCIPLINA: Compostos de Coordenação. Organometálicos. Catálise. Bioinorgânica. 2. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO: (4 créditos) 2.1. Química de Coordenação: Histórico do Desenvolvimento da Química de Coordenação - Tipo de Ligantes - Geometria e Isomerismo de Compostos de Coordenação - Nomenclatura - Contagem de elétrons Teorias de Ligação em Compostos de Coordenação - Teoria da Ligação de Valência - Teoria do Campo Cristalino - Teoria do Orbital Molecular Espectro Eletrônico - Complexos Octaedricos - Estados de energia dos termos espectrais - Regras de Seleção: LaPorte, Spin - Diagrama de Orgel - Diagrama de Tanabe Sugano - Complexos de baixa simetria - Bandas de Transferência de Carga - Aplicações Métodos de Obtenção e Caracterização

2 2 de Mecanismos de Reação - Substituição em complexos octaedricos, quadrados, efeito Trans - Reações Redox: esfera interna e externa 2.2. Compostos Organometálicos do Grupo Principal de Metais de Transição - Estrutura e Classificação - Ligação Metal-Carbono - Regra dos 18 elétrons Ligantes - CO, CN, MeCN, NO, PR 3 ; - H - ; - Hidrocarbonetos de cadeia aberta; - Polienos cíclicos Métodos de Obtenção e Caracterização 2.3. Mecanismo de Reação Substituição Adição oxidativa/eliminação redutiva Reações baseadas em ligantes: ativação do ligante, inserção 2.4. Aplicações: Catálise: - Catálise Homogênea - Catálise Heterogênea Bioinorgânica Síntese Orgânica Cluster 3. SISTEMA DE AVALIAÇÃO: Verificações e Recuperações: O aluno será avaliado através de duas verificações (V1, V2), da apresentação de um seminário e/ou trabalho(ou testes eventuais). Verificações: (V1 e V2) Serão realizadas duas verificações em datas fixadas no cronograma. Será oferecida a oportunidade de recuperação das verificações, em data fixada no

3 3 de 6 cronograma, ao aluno que: - não atingir 50% do conteúdo na correspondente verificação; deseja melhorar o conceito; - não tiver comparecido a uma das verificações. O grau obtido na recuperação substituirá o da verificação. Média Final:(M) A média final será calculada atribuindo-se peso 2(dois) a cada verificação e peso 1(um) ao seminário/trabalho(média dos testes). M= 2V1 + 2V2 + S 5 Exame: Será oferecida a oportunidade de realizar um Exame (E), sobre o conteúdo integral da disciplina, ao aluno que, com média (M) no mínimo igual a 4,0: Não tenha atingido nota mínima 5,0 em uma das áreas; Não tenha alcançado média (M) suficiente para a aprovação após a recuperação. A média final, neste caso, será calculada por: Mf=(M+E)/2 O conceito obedecerá o seguinte critério: ff reprovado por falta de freqüência 0 D < 6 6 C < 7,5 7,5 B < 9 9 A < BIBLIOGRAFIA BÁSICA: 1. F. A. Cotton & Wilkinson, "Advanced Inorganic Chemistry", John Wiley & Sons, N. Y. 5 a Ed., S. F. Ketle, "Coordenation Compounds", Nelson. London, J. Huheey, "Inorganic Chemistry", Harper and Row, N.Y. 1 a Ed., E.G. Rios, "Química Inorgânica", Ed. Reverté S.A., Barcelona, F. R. Hartley, "Elements of Organometallic Chemistry", Chemical Society, London, G.E. Coates, M.L.H. Green, D. Powel, K. Wades, "Principles of Organometallic

4 4 de 6 Chemistry", Chapman and Hall, London, B. Douglas, D. McDaniel, J. Alexander, "Concepts and Models of Inorganic Chemistry", John Wiley & Sons, Inc., N.Y.,3a Ed R.H. Crabtree, "The Organometallic Chemistry of the Transition Metals", John Wiley & Sons, Inc, N.Y., I. Butler, J.F. Harrod, "Inorganic Chemistry, Principles and Applications", Benjamin/Cummings Publising Co, H.L.C. Barros, "Química Inorgânica uma Introdução", Editora UFMG, C. Elschenbroich, "Organometallics: Concise Introduction", Weiheim, VCH, 2a Ed., A. Yamamoto, "Organotransition Metal Chemistry", John Wiley & Sons, J.P.Collmen, L.S. Hegedus, J.R. Norton, R.G.Finke, "Principles and Applications of Organotransition Metal Chemistry", University Science Brooks, California, D.F. Shriver, P.W. Atkins, C.H.Langford, "Inorganic Chemistry", Oxford University Press, Oxford, U.K., DOCENTES: Profa. Márcia Martinelli / Prof. Ricardo Gomes da Rosa 6. HORÁRIO: 2009/1 quartas e sextas-feiras às 9h30min. 7. LOCAL: F CRONOGRAMA: <> 04/03 - Química de Coordenação : histórico 06/03 Tipos de Ligantes, nomenclatura, geometria e isomerismo, contagem de elétrons 11/03 Teoria de Ligação de Compostos de Coordenação: TLV 13/03 TCC 18/03 TCC 20/03 TOM 25/03 TOM 27/03 TOM

5 5 de 6 01/04 TOM 03/04 TOM 08/04 Espectro Eletrônico 10/04 Feriado 15/04 Espectro Eletrônico 17/04 Verificação V1 22/04 Mecanismos de substituição em compostos de coordenação. Divulgação do resultados da Verificação V1 24/04 Recuperação R1 29/04 Mecanismos de substituição em compostos de coordenação 01/05 Feriado 06/05 Mecanismos de substituição em compostos de coordenação. 08/05 Mecanismos de substituição em compostos de coordenação. 13/05 Mecanismos de substituição em compostos de coordenação. 15/05 Mecanismos das Reações de Transferência de elétrons. 20/05 Mecanismos das Reações de Transferência de elétrons 22/05 Mecanismos das Reações de Transferência de elétrons 27/05 Mecanismos das Reações de Transferência de elétrons 29/05 Compostos Organometálicos 03/06 Compostos Organometálicos. 05/06 Compostos Organometálicos. 10/06 Catálise 12/06 Catálise 17/06 Seminários 19/06 Seminários 24/06 Verificação V2 26/06 Seminários 01/07 Divulgação dos Resultados da Vericação V2 03/07 Recuperação R2 08/07 Exame 10/07 Divulgação do Resultados do Exame

6 14/07 Apropriação de Conceitos 6 de 6

Química Inorgânica Avançada

Química Inorgânica Avançada Disciplina: Química Inorgânica Avançada (obrigatória) Créditos: 04 Carga Horária: 60 horas Docente: Antonio Reinaldo Cestari arcestari@gmail.com Sala 23, DQI-UFS Ementa: Química de Coordenação. Definições,

Leia mais

COMPOSTOS ORGANOMETÁLICOS

COMPOSTOS ORGANOMETÁLICOS Universidade Federal de Sergipe Pró-Reitoria de Pós Graduação e Pesquisa Programa de Pós Graduação em Química Química Inorgânica Avançada COMPOSTOS ORGANOMETÁLICOS Mestranda: Tarciane Greyci dos Santos

Leia mais

INSTITUTO DE QUÍMICA da UFRJ DEPARTAMENTO DE QUÍMICA INORGÂNICA. Programa de Disciplina. Química Geral EQ. Nome: Código: IQG 115 CARACTERÍSTICAS

INSTITUTO DE QUÍMICA da UFRJ DEPARTAMENTO DE QUÍMICA INORGÂNICA. Programa de Disciplina. Química Geral EQ. Nome: Código: IQG 115 CARACTERÍSTICAS Programa de Disciplina Nome: Química Geral EQ Código: IQG 115 Categoria: Carga Horária Semanal: CARACTERÍSTICAS Número de Semanas Previstas para a Disciplina: 15 Número de Créditos da Disciplina: 4 Pré-Requisito

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO SECRETARIA DA EDUCAÇÃO SUPERIOR CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA CURSO DE ENGENHARIA INDUSTRIAL DEPARTAMENTO DEPBG PLANO DE CURSO DA DISCIPLINA

Leia mais

Química Inorgânica Avançada

Química Inorgânica Avançada Química Inorgânica Avançada Prof. Dr. Antônio Reinaldo Cestari Discente: Érika Barbosa SÃO CRISTÓVÃO-SE 04 DE NOVEMBRO DE 2014 1 Espectros eletrônicos de complexos. 2 A espectroscopia eletrônica, decorre

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO. SEMESTRE ou ANO DA TURMA: 1º ano EMENTA

IDENTIFICAÇÃO. SEMESTRE ou ANO DA TURMA: 1º ano EMENTA Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Controle e Processos Industriais CURSO: Técnico em Química FORMA/GRAU:( x )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura ( )

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina QUI120 Química Inorgânica I

Programa Analítico de Disciplina QUI120 Química Inorgânica I 0 Programa Analítico de Disciplina Departamento de Química - Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Número de créditos: 5 Teóricas Práticas Total Duração em semanas: 15 Carga horária semanal 3 2 5 Períodos

Leia mais

QUÍMICA GERAL E QUÍMICA INORGÂNICA

QUÍMICA GERAL E QUÍMICA INORGÂNICA CONCURSO PÚBLICO DOCENTE IFMS EDITAL Nº 002/2013 CCP IFMS QUÍMICA GERAL E QUÍMICA INORGÂNICA Uso exclusivo do IFMS. GABARITO QUESTÃO 1 (Valor 4 pontos) A Lei nº 11.892, de 29 de dezembro de 2008, equiparou

Leia mais

COMPOSTOS ORG R AN A OMET E ÁL Á I L COS

COMPOSTOS ORG R AN A OMET E ÁL Á I L COS COMPOSTOS ORGANOMETÁLICOS Um dos pioneiros da química organometálica dos elementos representativos foi o químico inglês E.C.Frankland, que trabalhou com compostos organoarsênios durante seus estudos de

Leia mais

MECANISMOS DE REAÇÕES DE

MECANISMOS DE REAÇÕES DE Universidade Federal de Sergipe Centro de ciências exatas e tecnologia Núcleo de Pós Graduação em Química Discente: Jany Hellen Ferreira de Jesus Docente: Antônio Reinaldo Cestari 1 MECANISMOS DE REAÇÕES

Leia mais

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 2202D - Comunicação Social: Jornalismo. Ênfase. Disciplina 0003034A - Língua Inglesa III

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 2202D - Comunicação Social: Jornalismo. Ênfase. Disciplina 0003034A - Língua Inglesa III Curso 2202D - Comunicação Social: Jornalismo Ênfase Identificação Disciplina 0003034A - Língua Inglesa III Docente(s) Marcelo Concário Unidade Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação Departamento

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL Conteúdos Competências / Habilidades Avaliação/Atividades

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL Conteúdos Competências / Habilidades Avaliação/Atividades Estrutura atômica I (Unid. 02 e 3) COLÉGIO LA SALLE BRASÍLIA Associação Brasileira de Educadores Lassalistas ABEL SGAS Q. 906 Conj. E C.P. 320 Fone: (061) 3443-7878 CEP: 70390-060 - BRASÍLIA - DISTRITO

Leia mais

Exame de Seleção para o Programa de Pós-Graduação em Química (Mestrado)

Exame de Seleção para o Programa de Pós-Graduação em Química (Mestrado) PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA Universidade Federal de Juiz de Fora Campus Universitário, Martelos, CEP 36036-900 Juiz de Fora, MG Tel/Fax: (32) 2102 3310 http://www.ufjf.edu.br/pgquimica Exame de Seleção para

Leia mais

Plano de Ensino. CARGA HORÀRIA 120 Horas. TURMA: 1º TURNO: M e T TURMA: 10 e 11 DIRETOR(A) GERAL DO CAMPUS: DIRETOR (A) DE ENSINO:

Plano de Ensino. CARGA HORÀRIA 120 Horas. TURMA: 1º TURNO: M e T TURMA: 10 e 11 DIRETOR(A) GERAL DO CAMPUS: DIRETOR (A) DE ENSINO: Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Hospitalidade e Lazer CURSO: Técnico em Eventos Modalidade Integrado ao Ensino Médio FORMA/GRAU:( X )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado

Leia mais

Núcleo Temático: Química Teórica e Experimental Código da Disciplina: 06015026 DRT: ( ) Prática

Núcleo Temático: Química Teórica e Experimental Código da Disciplina: 06015026 DRT: ( ) Prática Unidade Universitária: Escola de Engenharia Curso: Química Disciplina: Química Orgânica III Professor(es):Paulete Romoff Carga horária: 4h/a Ementa: (X) Teórica ( ) Prática Núcleo Temático: Química Teórica

Leia mais

Energia kj/mol kcal/mol

Energia kj/mol kcal/mol Cap. 1 A estrutura dos materiais 27 1.4 Estrutura dos Polímeros Já foi visto anteriormente, conforme ilustrado pela figura 1.15, que não existe uma ligação pura encontrada nos sólidos reais, inclusive

Leia mais

Experimento 3A: A QUÍMICA DOS COMPOSTOS DE COORDENAÇÃO E A ESPECTROSCOPIA

Experimento 3A: A QUÍMICA DOS COMPOSTOS DE COORDENAÇÃO E A ESPECTROSCOPIA Universidade Federal do Paraná Departamento de Química Disciplina: Química Inorgânica e Experimental CQ071 Curso: Licenciatura e Bacharelado em Química Professor: Shirley Nakagaki Experimento 3A: A QUÍMICA

Leia mais

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA Licenciatura em Química ELEMENTOS DE GEOLOGIA. 5 0 SEMESTRE Carga Horária : Objetivos

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA Licenciatura em Química ELEMENTOS DE GEOLOGIA. 5 0 SEMESTRE Carga Horária : Objetivos Unidade FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA ELEMENTOS DE GEOLOGIA 80(40T/40P)* Propiciar ao graduando noções de geologia, relacionando-a aos conceitos químicos envolvidos sua aplicação em processos

Leia mais

Interações Atômicas e Moleculares

Interações Atômicas e Moleculares Interações Atômicas e Moleculares Código da disciplina: BCK0104-15 (antes: BC0104) TPI: 3-0-4. Carga Horária: 36hs. Coordenador: Prof. Dr. Alexsandre F. Lago Ementa resumida: Fundamentos de mecânica-quântica

Leia mais

-2014- CONTEÚDO SEPARADO POR TRIMESTRE E POR AVALIAÇÃO CIÊNCIAS 9º ANO 1º TRIMESTRE

-2014- CONTEÚDO SEPARADO POR TRIMESTRE E POR AVALIAÇÃO CIÊNCIAS 9º ANO 1º TRIMESTRE -2014- CONTEÚDO SEPARADO POR TRIMESTRE E POR AVALIAÇÃO CIÊNCIAS 9º ANO 1º TRIMESTRE DISCURSIVA OBJETIVA QUÍMICA FÍSICA QUÍMICA FÍSICA Matéria e energia Propriedades da matéria Mudanças de estado físico

Leia mais

EDITAL PARA SELEÇÃO DO CURSO PRÉ-ENEM COMUNITÁRIO TO NA UFAC 2015 RIO BRANCO URBANO TURMA II

EDITAL PARA SELEÇÃO DO CURSO PRÉ-ENEM COMUNITÁRIO TO NA UFAC 2015 RIO BRANCO URBANO TURMA II GRUPO DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO GERAÇÃO XXI DIRETÓRIO CENTRAL DOS ESTUDANTES EDITAL PARA SELEÇÃO DO CURSO PRÉ-ENEM COMUNITÁRIO TO NA UFAC 2015 RIO BRANCO URBANO TURMA II EDITAL 08/2015 O Curso Pré-Enem Comunitário

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DOCENTE DOCENTE RESPONSÁVEL : MARIA LUIZA TONUSSI DE OLIVEIRA

PLANO DE TRABALHO DOCENTE DOCENTE RESPONSÁVEL : MARIA LUIZA TONUSSI DE OLIVEIRA COLÉGIO ESTADUAL BARBOSA FERRAZ Ensino Médio, Normal e Profissional Rua Rio Grande do Sul, 1200 Centro - Telefone: (43) 3472-5009 www.colegiobarbosa.com.br e.mail: colbarbosa@ig.com.br CEP: 86870-000 -

Leia mais

Universidade Estadual de Campinas Faculdade de Engenharia Química. EQ050 Trabalho de Conclusão de Curso

Universidade Estadual de Campinas Faculdade de Engenharia Química. EQ050 Trabalho de Conclusão de Curso Universidade Estadual de Campinas Faculdade de Engenharia Química EQ050 Trabalho de Conclusão de Curso Ementa: Trabalho individual ou em grupo designado por uma Comissão de Trabalho de Conclusão de Curso

Leia mais

QIE0001 Química Inorgânica Experimental Prof. Fernando R. Xavier. Prática 09 Síntese do cloreto de pentaaminoclorocobalto(iii)

QIE0001 Química Inorgânica Experimental Prof. Fernando R. Xavier. Prática 09 Síntese do cloreto de pentaaminoclorocobalto(iii) UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS CCT DEPARTAMENTO DE QUÍMICA DQMC QIE0001 Química Inorgânica Experimental Prof. Fernando R. Xavier Prática 09 Síntese do cloreto

Leia mais

QUÍMICA Disciplina A Disciplina B Código Disciplina C/H Curso Disciplina C/H Código Curso Ano do Currículo 1ª período

QUÍMICA Disciplina A Disciplina B Código Disciplina C/H Curso Disciplina C/H Código Curso Ano do Currículo 1ª período QUÍMICA Código Disciplina C/H Curso Disciplina C/H Código Curso Ano do Conclusão 74471 Química Estrutural 34 Química Química Inorgânica para Ciências Farmacêuticas OU 68 68977 Ciências Farmacêuticas 2008

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL DE QUÍMICA

PLANEJAMENTO ANUAL DE QUÍMICA COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 134, Toledo PR Fone: 377-8150 PLANEJAMENTO ANUAL DE QUÍMICA SÉRIE: 1ª SÉRIE E.M. PROFESSOR: Paulo

Leia mais

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 2202D - Comunicação Social: Jornalismo. Ênfase. Disciplina 0003016A - Língua Inglesa I

Plano de Ensino. Identificação. Câmpus de Bauru. Curso 2202D - Comunicação Social: Jornalismo. Ênfase. Disciplina 0003016A - Língua Inglesa I Curso 2202D - Comunicação Social: Jornalismo Ênfase Identificação Disciplina 0003016A - Língua Inglesa I Docente(s) Lucinéa Marcelino Villela Unidade Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação Departamento

Leia mais

Ciclo de Born-Haber Energia Reticular e Ligação Iônica. Preparado por Guilherme Z M Fahur Bottino Para o curso de Inorgânica do EOQ Julho de 2011

Ciclo de Born-Haber Energia Reticular e Ligação Iônica. Preparado por Guilherme Z M Fahur Bottino Para o curso de Inorgânica do EOQ Julho de 2011 Ciclo de Born-Haber Energia Reticular e Ligação Iônica Preparado por Guilherme Z M Fahur Bottino Para o curso de Inorgânica do EOQ Julho de 2011 Referências Literatura Principal: SHRIVER, D. F. (Duward

Leia mais

-------------------------------------------------------------------

------------------------------------------------------------------- QUÍMICA ORGÂNICA Obrigatórias QUI.501 Química Orgânica Avançada QUI.502 Mecanismo de Reações Orgânicas s QUI.503 Avanços em Espectroscopias para Identificações de Substâncias Químicas QUI.521 RMN - Uma

Leia mais

Programa de Pós-Graduação em Química UFBA. Coordenador: Sérgio Luis Costa Ferreira Vice-coordenador: Jorge Mauricio David

Programa de Pós-Graduação em Química UFBA. Coordenador: Sérgio Luis Costa Ferreira Vice-coordenador: Jorge Mauricio David Programa de Pós-Graduação em Química UFBA Coordenador: Sérgio Luis Costa Ferreira Vice-coordenador: Jorge Mauricio David Histórico 02/1968 - Criação do Instituto de Química 05/1968 - Início do Mestrado

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Decanato Acadêmico

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Decanato Acadêmico Unidade Universitária: ESCOLA DE ENGENHARIA Curso: ENGENHARIA DE MATERIAIS Disciplina: REOLOGIA Professor(es): Núcleo Temático: DISCIPLINA ESPECÍFICA Código da Disciplina: 261.1605.7 DRT: Etapa: 1140135

Leia mais

Espectroscopia de Raios X

Espectroscopia de Raios X Espectroscopia de Raios X 1. Introdução Raios X O conhecimento da estrutura dos materiais, a maioria dos quais são cristalinos no estado sólido, s é fundamental para a caracterização das propriedades físicas

Leia mais

CENTRO DE EDUCAÇÃO INTEGRADA Educando para o pensar Tema Integrador 2013 / Construindo o amanhã: nós agimos, o planeta sente CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

CENTRO DE EDUCAÇÃO INTEGRADA Educando para o pensar Tema Integrador 2013 / Construindo o amanhã: nós agimos, o planeta sente CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS CENTRO DE EDUCAÇÃO INTEGRADA Educando para o pensar Tema Integrador 2013 / Construindo o amanhã: nós agimos, o planeta sente BIOLOGIA I TRIMESTRE A descoberta da vida Biologia e ciência Origem da vida

Leia mais

Transmissão e comunicação de dados. Renato Machado

Transmissão e comunicação de dados. Renato Machado Renato Machado UFSM - Universidade Federal de Santa Maria DELC - Departamento de Eletrônica e Computação renatomachado@ieee.org renatomachado@ufsm.br 03 de Maio de 2012 Sumário 1 2 Modulação offset QPSK

Leia mais

Classificação Periódica dos Elementos

Classificação Periódica dos Elementos Classificação Periódica dos Elementos 1 2 3 1 Massa atômica relativa. A incerteza no último dígito é 1, exceto quando indicado entre parênteses. Os valores com * referemse Número Atômico 18 ao isótopo

Leia mais

TEORIA DO ORBITAL MOLECULAR PARA MOLÉCULAS POLIATÔMICAS

TEORIA DO ORBITAL MOLECULAR PARA MOLÉCULAS POLIATÔMICAS UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE INSTITUTO DE QUÍMICA DEPARTAMENTO DE QUÍMICA INORGÂNICA QUÍMICA INORGÂNICA FUNDAMENTAL TEORIA DO ORBITAL MOLECULAR PARA MOLÉCULAS POLIATÔMICAS Prof. Fabio da Silva Miranda

Leia mais

Faculdade de Tecnologia de Garça FATEC - Garça PLANO DE ENSINO. Curso: Tecnologia em Produção Disciplina: Materiais e Tratamentos Ano: 2009

Faculdade de Tecnologia de Garça FATEC - Garça PLANO DE ENSINO. Curso: Tecnologia em Produção Disciplina: Materiais e Tratamentos Ano: 2009 Faculdade de Tecnologia de Garça FATEC - Garça PLANO DE ENSINO Curso: Tecnologia em Produção Disciplina: Materiais e Tratamentos Ano: 2009 Semestre TURNO CARGA HORÁRIA 4 Termo NOTURNO 72 horas/aulas Professor:

Leia mais

ENZIMAS. Células podem sintetizar enzimas conforme a sua necessidade.

ENZIMAS. Células podem sintetizar enzimas conforme a sua necessidade. ENZIMAS As enzimas são proteínas, catalisadores (aumenta a velocidade de uma determinada reação química) biológicos (proteínas) de alta especificidade. Praticamente todas as reações que caracterizam o

Leia mais

Ligações Químicas Ligação Iônica Ligação Metálica

Ligações Químicas Ligação Iônica Ligação Metálica Química Geral e Inorgânica QGI0001 Eng a. de Produção e Sistemas Prof a. Dr a. Carla Dalmolin Ligações Químicas Ligação Iônica Ligação Metálica Periodicidade O átomo é visto como uma esfera, onde só as

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA CAMPUS SOUSA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA CAMPUS SOUSA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA PARAÍBA CAMPUS SOUSA PROGRAMA MONITORIA EDITAL Nº 004/2013 O Diretor Geral

Leia mais

Espectroscopia Eletrônica de Complexos. Prof. Fernando R. Xavier

Espectroscopia Eletrônica de Complexos. Prof. Fernando R. Xavier Espectroscopia Eletrônica de Complexos Prof. Fernando R. Xavier UDESC 2014 Introdução O espectro UV/Vis de compostos de metais de transição mostram as transições dos elétrons de um orbital específico para

Leia mais

1. INSCRIÇÃO: de 14 de SETEMBRO até 16 de OUTUBRO de 2015, das 9 às 11:30 horas e das 13 às 16horas.

1. INSCRIÇÃO: de 14 de SETEMBRO até 16 de OUTUBRO de 2015, das 9 às 11:30 horas e das 13 às 16horas. UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA Rodovia BR-465, Km 7, Pavilhão de Química, sala 49 23897-000 - Seropédica RJ Brasil http://www.ice.ufrrj.br/posgrad cpqo@ufrrj.br

Leia mais

13/8/2007. Universidade Federal da Paraíba CCEN DQ ENTRADA NO PROGRAMA

13/8/2007. Universidade Federal da Paraíba CCEN DQ ENTRADA NO PROGRAMA AVALIAÇÃO TRIENAL DOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA CTC-QUÍMICA/CAPES PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA DQ/CCEN/UFPB Universidade Federal da Paraíba CCEN DQ MESTRADO ACADÊMICO (1986) DOUTORADO

Leia mais

Programa de Disciplina CARACTERÍSTICAS OBRIGATÓRIA 4 (TEÓRICA) NENHUM

Programa de Disciplina CARACTERÍSTICAS OBRIGATÓRIA 4 (TEÓRICA) NENHUM Programa de Disciplina Nome: Química Geral I Código: IQG 114 Categoria: Carga Horária Semanal: CARACTERÍSTICAS Número de Semanas Previstas para a Disciplina: 15 Número de Créditos da Disciplina: 4 OBRIGATÓRIA

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular REDES DE ENERGIA ELÉCTRICA Ano Lectivo 2010/2011

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular REDES DE ENERGIA ELÉCTRICA Ano Lectivo 2010/2011 Programa da Unidade Curricular REDES DE ENERGIA ELÉCTRICA Ano Lectivo 2010/2011 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Engenharia Electrotécnica e de Computadores 3.

Leia mais

ESTUDO DO EFEITO DO TRATAMENTO TÉRMICO DE TiO 2 POR MEIO DA TÉCNICA DE ESPECTROSCOPIA DE LUMINESCÊNCIA

ESTUDO DO EFEITO DO TRATAMENTO TÉRMICO DE TiO 2 POR MEIO DA TÉCNICA DE ESPECTROSCOPIA DE LUMINESCÊNCIA ESTUD D EFEIT D TRATAMENT TÉRMIC DE Ti 2 PR MEI DA TÉCNICA DE ESPECTRSCPIA DE LUMINESCÊNCIA Rafael Inocêncio de Andrade Bitencourt * IC, Deborah Dibbern Brunelli PQ Instituto Tecnológico de Aeronáutica

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ESTUDOS DE MERCADO Ano Lectivo 2013/2014

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ESTUDOS DE MERCADO Ano Lectivo 2013/2014 Programa da Unidade Curricular ESTUDOS DE MERCADO Ano Lectivo 2013/2014 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Marketing e Publicidade 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade

Leia mais

LIGAÇÕES QUÍMICAS TEORIA CORPUSCULAR

LIGAÇÕES QUÍMICAS TEORIA CORPUSCULAR LIGAÇÕES QUÍMICAS 5 TEORIA CORPUSCULAR 1 INTRODUÇÃO O fato de os gases nobres existirem na natureza como átomos isolados, levou os cientistas KOSSEL e LEWIS a elaborar um modelo para as ligações químicas.

Leia mais

COR. COR -A luz monocromática (1 comprimento de onda) é passada através da amostra, A luz não absorvida é detectada.

COR. COR -A luz monocromática (1 comprimento de onda) é passada através da amostra, A luz não absorvida é detectada. Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri Instituto de Ciência e Tecnologia Diamantina - MG Conceitos COMPLEXOS: as espécies coordenadas apresentam carga ADUTOS: a espécie coordenada apresenta

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular GESTÃO DA CADEIA DE ABASTECIMENTO Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular GESTÃO DA CADEIA DE ABASTECIMENTO Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular GESTÃO DA CADEIA DE ABASTECIMENTO Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Gestão de Empresa 3. Ciclo de Estudos 1º

Leia mais

EDITAL 03/2011 EXAME DE SELEÇÃO DOUTORADO INGRESSO EM 2011-1. Programa recomendado pela CAPES, nível Doutorado, em 01 de março de 2011.

EDITAL 03/2011 EXAME DE SELEÇÃO DOUTORADO INGRESSO EM 2011-1. Programa recomendado pela CAPES, nível Doutorado, em 01 de março de 2011. Universidade Federal de Pelotas Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação Centro de Ciências Químicas, Farmacêuticas e de Alimentos Programa de Pós-Graduação em Química EDITAL 03/2011 EXAME DE SELEÇÃO DOUTORADO

Leia mais

Disciplina MAF 2130 Química Aplicada Turma A02

Disciplina MAF 2130 Química Aplicada Turma A02 Disciplina MAF 2130 Química Aplicada Turma A02 1 CIÊNCIAS DOS MATERIAIS Profa. Dra. Adélia Lima Email: amlsilva0603@gmail.com à Química Aplicada 2 A disciplina Química Aplicada aborda os conteúdos básicos

Leia mais

UNIVERSIDADE DE COIMBRA ENSINO DE QUALIDADE, INOVADOR & DIFERENCIADO

UNIVERSIDADE DE COIMBRA ENSINO DE QUALIDADE, INOVADOR & DIFERENCIADO UNIVERSIDADE DE COIMBRA ENSINO DE QUALIDADE, INOVADOR & DIFERENCIADO UNIVERSIDADE DE COIMBRA Fundada em 1290 pelo rei D. Dinis Possui mais de 300 cursos Válidos a nível europeu Tem ca. 25 000 estudantes

Leia mais

Compostos Organometálicos do bloco-d. Prof. Fernando R. Xavier

Compostos Organometálicos do bloco-d. Prof. Fernando R. Xavier Compostos Organometálicos do bloco-d Prof. Fernando R. Xavier UDESC 2014 A química de compostos organometálicos é aquela em que temos a ocorrência de ligações carbono-metal. Apesar de conhecida desde o

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PERNAMBUCO PRÓ-REITORIA ACADÊMICA COORDENAÇÃO GERAL DE PÓS-GRADUAÇÃO

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PERNAMBUCO PRÓ-REITORIA ACADÊMICA COORDENAÇÃO GERAL DE PÓS-GRADUAÇÃO UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PERNAMBUCO PRÓ-REITORIA ACADÊMICA COORDENAÇÃO GERAL DE PÓS-GRADUAÇÃO MESTRADO EM DESENVOLVIMENTO DE PROCESSOS AMBIENTAIS SELEÇÃO DA 11 a TURMA - 2015 EDITAL ABERTURA DE INSCRIÇÃO

Leia mais

INTRODUÇÃO À BIOMECÂNICA

INTRODUÇÃO À BIOMECÂNICA 1 Ano Lectivo 2009/10 Licenciatura em Condição Física e Saúde no Desporto PROGRAMA UNIDADE CURRICULAR INTRODUÇÃO À BIOMECÂNICA Instituto Politécnico de Santarém Escola Superior de Desporto de Rio Maior

Leia mais

5 Referências Bibliográficas

5 Referências Bibliográficas 5 Referências Bibliográficas ATIKINS, P. W., Físico Química, Rio de Janeiro, LCT, 1999, p. 513-516. BARAN, E. J., Química Bioinorgânica, McGraw Hill, Madrid, 1995, p. 232-233. BUENO, W. A., Manual de Espectroscopia

Leia mais

Plano de Ensino Sistemas de Comunicação III - UNIPAMPA 1 PLANO DE ENSINO

Plano de Ensino Sistemas de Comunicação III - UNIPAMPA 1 PLANO DE ENSINO Plano de Ensino Sistemas de Comunicação III - UNIPAMPA 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO 1 Dados de Identificação PLANO DE ENSINO Campus: Alegrete

Leia mais

QUÍMICA. Questão 31. Questão 32

QUÍMICA. Questão 31. Questão 32 QUÍMICA Questão 3 Em 9,9 g de um sal de cálcio encontra-se 0,5 mol desse elemento. Qual a massa molar do ânion trivalente que forma esse sal? Dado: Ca 40 g/mol. (A) 39 g/mol. (B) 278 g/mol. (C) 63,3 g/mol.

Leia mais

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO DA FAG CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO DA FAG CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO DA FAG CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente Regulamento tem por finalidade normatizar

Leia mais

Aula 6. Organic Chemistry. Reações de Substituição em Haletos de Alquila. O que é uma reação de substituição?

Aula 6. Organic Chemistry. Reações de Substituição em Haletos de Alquila. O que é uma reação de substituição? Organic Chemistry 4 th Edition Paula Yurkanis Bruice Aula 6 Reações de Substituição em Haletos de Alquila Irene Lee Case Western Reserve University Cleveland, OH 2004, Prentice Hall O que é uma reação

Leia mais

Qualidade Ambiental Química

Qualidade Ambiental Química Qualidade Ambiental Química Programa Revisão dos Conceitos Básicos de Química e Estatística Poluição o Ar e a Química da Troposfera Reações Químicas ligadas à Emissão de Poluentes da Atmosfera Bibliografia

Leia mais

Sistema de Informação Georreferenciada para obter Indicadores de Saúde em Comunidades carentes

Sistema de Informação Georreferenciada para obter Indicadores de Saúde em Comunidades carentes Sistema de Informação Georreferenciada para obter Indicadores de Saúde em Comunidades carentes Dr. Romualdo Wandresen Programa de Pós-Graduação em Tecnologia da Saúde PUCPR SUMÁRIO 1. Introdução 2. Objetivos

Leia mais

Universidade Federal de Minas Gerais Escola de Engenharia Mestrado em Geotecnia e Transportes. Edital de Seleção 2016

Universidade Federal de Minas Gerais Escola de Engenharia Mestrado em Geotecnia e Transportes. Edital de Seleção 2016 Universidade Federal de Minas Gerais Escola de Engenharia Mestrado em Geotecnia e Transportes Edital de Seleção 2016 O Coordenador do Curso de Mestrado em Geotecnia e Transportes da Escola de Engenharia

Leia mais

ANEXO 1 PROVA DE SELEÇÃO PARA O PPGQ-DOUTORADO UFPel 2011

ANEXO 1 PROVA DE SELEÇÃO PARA O PPGQ-DOUTORADO UFPel 2011 ANEXO 1 PROVA DE SELEÇÃO PARA O PPGQ-DOUTORADO UFPel 2011 A prova escrita consistirá de 6 (seis) questões, sendo 1 (uma) de QUÍMICA ANALÍTICA, 1 (uma) de FÍSICO-QUÍMICA, 1 (uma) de QUÍMICA ORGÂNICA, 1

Leia mais

Programa de Pós-graduação Mestrado & Doutorado

Programa de Pós-graduação Mestrado & Doutorado Programa de Pós-graduação Mestrado & Doutorado PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA ORGÂNICA UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE NITERÓI-RJ PERÍODO DA AVALIAÇÃO: 2004-2006 Coordenador: Dr. Marcos Costa de

Leia mais

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA E ENGENHARIA DE MATERIAIS - PGCEM

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA E ENGENHARIA DE MATERIAIS - PGCEM UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA MECÂNICA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA E ENGENHARIA DE MATERIAIS - PGCEM CMA CIÊNCIA DOS MATERIAIS

Leia mais

EDITAL N o 004/2014 PROCESSO SELETIVO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA (PPGQ)

EDITAL N o 004/2014 PROCESSO SELETIVO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA (PPGQ) Universidade Regional de Blumenau PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA PPGQ. EDITAL N o 004/2014 PROCESSO SELETIVO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA (PPGQ) A coordenação do Programa de Pós-Graduação

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL Ano Lectivo 2015/2016

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL Ano Lectivo 2015/2016 Programa da Unidade Curricular PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL Ano Lectivo 2015/2016 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Gestão de Recursos Humanos 3. Ciclo de Estudos 1º

Leia mais

As disciplinas de Sistemas CNC garantem ao educando subsídios para o entendimento das técnicas de utilização e programação das máquinas CNC.

As disciplinas de Sistemas CNC garantem ao educando subsídios para o entendimento das técnicas de utilização e programação das máquinas CNC. I. Dados Identificadores Curso Tecnologia em Mecatrônica Industrial Disciplina Sistemas CNC Professor Rogério Campos Semestre / Módulo 5º semestre Período Noturno Módulo 3FM5A Carga Horária Semanal: 4

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Médio

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Médio Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Médio ETEC Monsenhor Antonio Magliano Código: 088 Município: Garça Área de conhecimento: Ciências da Natureza e suas Tecnologias Componente Curricular: Química Série:

Leia mais

REGULAMENTO DE TCC - TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

REGULAMENTO DE TCC - TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO REGULAMENTO DE TCC - TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Título I DA CONSTITUIÇÃO, FINALIDADE E OBJETIVO Art. 1º - O Trabalho de Conclusão de Curso constitui-se em disciplina constante das últimas séries do

Leia mais

EDITAL PPGE3M Nº 64/2015

EDITAL PPGE3M Nº 64/2015 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA O MESTRADO ACADÊMICO EM ENGENHARIA DE MINAS, METALÚRGICA E DE MATERIAIS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL (Ingresso em 2015/3º trimestre) EDITAL PPGE3M Nº 64/2015 O

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO 2013 (Publicado no DOE de 06/06/2012 e retificado no DOE de 23/08/2012)

PROCESSO DE SELEÇÃO 2013 (Publicado no DOE de 06/06/2012 e retificado no DOE de 23/08/2012) UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO USP Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade FEA Programa de Pós-Graduação em Economia Área Teoria Econômica Curso Doutorado PROCESSO DE SELEÇÃO 2013 (Publicado no

Leia mais

EDITAL Nº 002/2014 VESTIBULAR DE INVERNO 2014/2- UCEFF FACULDADES

EDITAL Nº 002/2014 VESTIBULAR DE INVERNO 2014/2- UCEFF FACULDADES EDITAL Nº 002/2014 VESTIBULAR DE INVERNO 2014/2- UCEFF FACULDADES 1. ABERTURA A Faculdade de Empresarial de Chapecó mantida pela Unidade Central de Educação FAEM Faculdade Ltda UCEFF Faculdades, recredenciada

Leia mais

E D I T A L. 2 - Da documentação exigida para inscrição no Exame de Seleção e Admissão:

E D I T A L. 2 - Da documentação exigida para inscrição no Exame de Seleção e Admissão: SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE TECNOLOGIA E GEOCIÊNCIAS Programa de Pós-Graduação em Ciências Geodésicas e Tecnologias da Geoinformação - Curso de Mestrado (Aprovado

Leia mais

DEPENDÊNCIA DA VELOCIDADE COM A TEMPERATURA Camilo Andrea Angelucci

DEPENDÊNCIA DA VELOCIDADE COM A TEMPERATURA Camilo Andrea Angelucci DPNDÊNCIA DA VLOCIDAD COM A TMPRATURA Camilo Andrea Angelucci MTA Apresentar os conceitos da infl uência da temperatura na velocidade das reações químicas. OBJTIVOS Ao fi nal desta aula, o aluno deverá:

Leia mais

RESOLUÇÃO N o 38 de 30/12/2011 - CAS

RESOLUÇÃO N o 38 de 30/12/2011 - CAS RESOLUÇÃO N o 38 de 30/12/2011 - CAS O Conselho Acadêmico Superior (CAS), no uso de suas atribuições conferidas pelo Estatuto da Universidade Positivo (UP), dispõe sobre as normas acadêmicas dos cursos

Leia mais

Reunião TCC 2010 - I

Reunião TCC 2010 - I Reunião TCC 2010 - I Conteúdo Descrição Geral TCC I TCC II Descrição A disciplina de TCC se divide em dois módulos TCC I (150h) e TCC II (190h). Estes módulos deverão ser executados pelo aluno em semestres

Leia mais

PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA E ENGENHARIA DE MATERIAIS PPGCEM UTFPR CÂMPUS LONDRINA

PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA E ENGENHARIA DE MATERIAIS PPGCEM UTFPR CÂMPUS LONDRINA PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA E ENGENHARIA DE MATERIAIS PPGCEM UTFPR CÂMPUS LONDRINA CALENDÁRIO DE ATIVIDADES ACADÊMICAS PARA O ANO 216 Este documento contém informações sobre datas e atividades

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE TECNOLOGIA - ITEC FACULDADE DE ENGENHARIA MECÂNICA - FEM CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA MECÂNICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE TECNOLOGIA - ITEC FACULDADE DE ENGENHARIA MECÂNICA - FEM CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA MECÂNICA 1 IDENTIFICAÇÃO Nome e código: Materiais de Construção Mecânica TE04031 Nome do professor: Prof. Dr. Jorge Teófilo de Barros Lopes Caráter: Obrigatória Bloco: III Período: 2º Ano letivo: 2014 Carga horária

Leia mais

ANO LETIVO 2013/2014 PROVAS DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR PARA CANDIDATOS MAIORES DE 23 ANOS EXAME DE QUÍMICA CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

ANO LETIVO 2013/2014 PROVAS DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR PARA CANDIDATOS MAIORES DE 23 ANOS EXAME DE QUÍMICA CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS ANO LETIVO 2013/2014 PROVAS DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR PARA CANDIDATOS MAIORES DE 23 ANOS EXAME DE QUÍMICA CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 1. MATERIAIS: DIVERSIDADE E CONSTITUIÇÃO 1.1 Materiais 1.1.1 Materiais

Leia mais

Júlio Arakaki Ítalo S. Vega

Júlio Arakaki Ítalo S. Vega Plano de Ensino de Disciplina Ciência da Computação 1 o /2013 Disciplina: Área de Conhecimento: Código: Carga Horária Semanal: Carga Horária Semestral: Coordenador: Professores: LABORATÓRIO DE PROGRAMAÇÃO

Leia mais

Combustão Industrial

Combustão Industrial Combustão Industrial JOSÉ EDUARDO MAUTONE BARROS Professor Adjunto da Universidade Federal de Minas Gerais Coordenador do Laboratório de Combustíveis e Combustão Doutor em Engenharia Mecânica - Térmica

Leia mais

Instituto de Matemática Departamento de Matemática Pura e Aplicada

Instituto de Matemática Departamento de Matemática Pura e Aplicada Instituto de Matemática Departamento de Matemática Pura e Aplicada Dados de identificação Disciplina: MATEMÁTICA APLICADA II Período Letivo: 2015/1 Período de Início de Validade : 2015/1 Professor Responsável

Leia mais

Lista de Exercícios de Recuperação do 3 Bimestre

Lista de Exercícios de Recuperação do 3 Bimestre Lista de Exercícios de Recuperação do 3 Bimestre Instruções gerais: Resolver os exercícios à caneta e em folha de papel almaço ou monobloco (folha de fichário). Copiar os enunciados das questões. Entregar

Leia mais

Catalisadores. Substâncias que aumentam a velocidade de uma reacção sem serem consumidas

Catalisadores. Substâncias que aumentam a velocidade de uma reacção sem serem consumidas Catalisadores Substâncias que aumentam a velocidade de uma reacção sem serem consumidas mecanismo: diminuição da barreira de energia de activação a adição de um catalisador não altera a posição de equilíbrio

Leia mais

Química Inorgânica Avançada

Química Inorgânica Avançada Química Inorgânica Avançada - UFS 1 Química Inorgânica Avançada Prof. Dr. Antônio Reinaldo Cestari Discente: Ailton Soares SÃO CRISTÓVÃO-SE 16/OUTUBRO/2014 Química Inorgânica Avançada - UFS 2 Química Inorgânica

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MATO GROSSO DO SUL CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO Câmara de Ensino

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MATO GROSSO DO SUL CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO Câmara de Ensino EMENDA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MATO GROSSO DO SUL CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO Câmara de Ensino ESTUDOS ESPECIAIS INDICAÇÃO PROJETO DE DELIBERAÇÃO CE/CEPE PROJETO DE RESOLUÇÃO CEPE PROJETO

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENGENHARIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA PLANO DE ENSINO PERÍODO LETIVO: 2012/1

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENGENHARIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA PLANO DE ENSINO PERÍODO LETIVO: 2012/1 DISCIPLINA: Créditos: 6 Caráter: Obrigatório Professor regente: Ály Ferreira Flores Filho UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENGENHARIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA PLANO DE ENSINO

Leia mais

PROCESSOS EM ENGENHARIA BIOLÓGICA (PEB)

PROCESSOS EM ENGENHARIA BIOLÓGICA (PEB) (PEB) MESTRADO INTEGRADO EM ENGENHARIA BIOLÓGICA 2º ANO / 2º SEMESTRE 2014/2015 S-101 S-102 S-103 P-1 / V-101 P-2 / ST-101 S-104 Tanque de mistura Esterilizador S-108 P-6 / AF-102 S-109 S-105 Filtro de

Leia mais

Visualizando os Orbitais Moleculares de Moléculas Pequenas e Complexos. Uma aplicação de simetria em química

Visualizando os Orbitais Moleculares de Moléculas Pequenas e Complexos. Uma aplicação de simetria em química Visualizando os Orbitais Moleculares de Moléculas Pequenas e Complexos. Uma aplicação de simetria em química Roberto B. Faria faria@iq.ufrj.br www.iq.ufrj.br/~faria Universidade Federal do Rio de Janeiro

Leia mais

EDITAL PARA SELEÇÃO DE BOLSISTAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PARA ATUAREM JUNTO AO PROGRAMA DAS OLIMPÍADAS DE QUÍMICA EM RORAIMA

EDITAL PARA SELEÇÃO DE BOLSISTAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PARA ATUAREM JUNTO AO PROGRAMA DAS OLIMPÍADAS DE QUÍMICA EM RORAIMA EDITAL PARA SELEÇÃO DE BOLSISTAS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PARA ATUAREM JUNTO AO PROGRAMA DAS OLIMPÍADAS DE QUÍMICA EM RORAIMA Os coordenadores do Programa Estadual das Olimpíadas de Química de Roraima,

Leia mais

Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Tecnologia de Materiais

Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Tecnologia de Materiais Faculdade de Engenharia Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Tecnologia de Materiais Regulamento Capítulo I Da Atribuição e Organização Geral Art. 1 - O Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Tecnologia

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Produção Industrial Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: Técnico em Móveis FORMA/GRAU:( x )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo MODALIDADE:

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO. PLANO DE ENSINO - PERÍODO LETIVO/ANO 2008 ANO DO CURSO: 5 o

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO. PLANO DE ENSINO - PERÍODO LETIVO/ANO 2008 ANO DO CURSO: 5 o UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO - PERÍODO LETIVO/ANO 2008 ANO DO CURSO: 5 o Curso: Informática Modalidade: Bacharelado Turno: Integral Centro: Centro

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 009/98 DA CONGREGAÇÃO DA ESCOLA DE FARMÁCIA E ODONTOLOGIA DE ALFENAS

RESOLUÇÃO Nº 009/98 DA CONGREGAÇÃO DA ESCOLA DE FARMÁCIA E ODONTOLOGIA DE ALFENAS RESOLUÇÃO Nº 009/98 DA CONGREGAÇÃO DA ESCOLA DE FARMÁCIA E ODONTOLOGIA DE ALFENAS A Congregação da Escola de Farmácia e Odontologia de Alfenas, no uso de suas atribuições regimentais e tendo em vista o

Leia mais

Edital Nº 11/2010 MESTRADO INTERINSTITUCIONAL UFRRJ/IFMA EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS

Edital Nº 11/2010 MESTRADO INTERINSTITUCIONAL UFRRJ/IFMA EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS 1 UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALIMENTOS INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA, PÓS-GRADUAÇÃO

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular INTRODUÇÃO AO ESTUDOS DE MÚSICA POPULAR Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular INTRODUÇÃO AO ESTUDOS DE MÚSICA POPULAR Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular INTRODUÇÃO AO ESTUDOS DE MÚSICA POPULAR Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Ciências Humanas e Sociais (1º Ciclo) 2. Curso Jazz e Música Moderna 3. Ciclo de Estudos

Leia mais

MESTRADO EM GESTÃO / (MBA)

MESTRADO EM GESTÃO / (MBA) MESTRADO EM GESTÃO / (MBA) (2007/2008) DISCIPLINA: CONTABILIDADE FINANCEIRA FINANCIAL ACCOUNTING Docente: Professor Auxiliar Convidado do ISEG/UTL jlacunha@iseg.utl.pt Objectivos da disciplina: Compreender

Leia mais