A cobrança acima foi paga através do Bradesco Net Empresa, dentro das condições especificadas.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A cobrança acima foi paga através do Bradesco Net Empresa, dentro das condições especificadas."

Transcrição

1 Página 1 de 1 f Bradesc Net Empresa Cmprvante de Pagament Blet de Cbrança Blet N: Favrecid Infrmad: CUSTAS PROCESSUAIS Debitad da: Cnta Crrente Data: 10/01/2011 Valr d Pagament R$: 317,38 Data d Pagament: 10/01/2011 Data de Venciment: 09/02/2011 A cbrança acima fi paga através d Bradesc Net Empresa, dentr das cndições especificadas. O lançament cnsta n extrat d(a) cliente ARMOND ASSOCIADOS ADVOCACIA CONSULTORIA Agência Cnta Crrente 49926, da data de pagament, sb númer de prtcl N de Cntrle: Banc Bradesc S.A. AUTENTICAÇÃO XAr?2p*p 3Rfdb471 4kIf9nT 2V6HRYIc j9hzu4wm Mau#JQ6S #6ftAyr5 GXgcCc2v mh3clds y7vvtwsn QsxydAs Kb4gZkyK UKfBIi2 clztkf9t ypqcjn#7 KZyZkrj5 78YTg60 FwVtWKzs XJYrXj9U SnuXVGsT 4XWSErA* IMMO MI 11(11AR R 5 Pd I.- Nme d Cntribuinte / Parte Nme d Tribunal u Cmarca u Juizad CORONEL FABRICIANO Natureza da Causa u Recurs Recurs Inminad/ er Judiciári d Estad de Minas Gerais Justiça de 1 8 e 28 Instâncias Númer d Prcess Infrmações Cmplementares Citaçã Pstal Guia de Reclhiment de Custas e Taxas Judiciárias - GRCTJ Códig Cmarca 194 NUMERO DA GUIA : CPF / OAB / CNPJ Cód. Tip de Receita Cód. Receita Valr RS 1-8 Custas de 1 Instancia Custas de r Instancie - TJMG Custas de r Instancie - TAMG Valr da Causa (em RS) , Custas e Multas ds Juizads Verbas Oficiais (Indenizaçã) r 6-7 Taxa Judiciária Multa pr Sentença Judicial Receitas Ocasinais / Outras VALOR TOTAL R$ 317,38 Autenticaçã Mecânica Data de Emissã 10/ Data de Validade Preencherá Máquina de Escrever u cm Letra de Frma https://www.ne.bradesc.cm.br/blct_ni/reqagendamentpagamentcmprvante /01 /2011

2 8 8 8 c; In c O c (0 CO 03 In 3 O w a 0 O h-ai 5 (.5 gc E gs 2.c à CNI e Multa pr Sente ID g 5- VALOR TOTAL COBAN:C238Ó LOA:05 PDV:05 50/0J/2011 MICO PO DRAG/I I41518V24 OUV)DORM BB cmprunil DE PAGAMENTO DL T1TULOS 10:01:j O "r2 O 0 s z 2 c O (1) LU ir) ci 8 k a O g 1 TRIBUNAL DE JUSfICA DO ESTADO : t0.:i R. 1.10CUHE NOSSO NUMERO CONVIRJO TRIBUNAL DE Jusuu DO ESTADO ACENCIA/LOD. CEDENTE J615/ DATA DL VENCIMENTO 04/02/201t DATA DO PAGAMENTO 10/01/2011 VALOR DO DOCUMENTO 17,15 VALOR CODRADO 17,15 14R. i'llffent1cacm E31.A6A.F6F.46f E 0 a a t, swri s4nv - rna 0 1

3 Lm\ Tribunal TJMG de Justiça d Estad de Minas Gerais Justiça de 1 Instância JUIZADOS ESPECIAIS CÍVEIS E CRIMINAIS DA COMARCA DE CORONEL FABRICIANO CONCLUSÃO As 24 de janeir de 2011 Faç estes auts cncluss a MM. Juiz de Direit Dr. Carls Henrique Trindade Lurenç ds Sants Escrivã d Cível, subscrevi. Prcess n Vists etc. Receb recurs, pis presentes s pressupsts recursais e s requisits de admissibilidade. Mas faç apenas n efeit devlutiv, pis nã há risc de dan irreparável a recrrente, cnfrme art. 43 da Lei n /95. Vista à parte recrrida para cntrarrazões. Após, auts cncluss. Crnel Fabrician, de Carls Henrique Trindade Lur- Juiz de Direit s

4 C le II 'E 1 f"), Á. Certific e du fé que 'I;,! pub!icad n 'Diári d Judidári`.. Q(a) r. ( Ndespach ( seilt,;,e, Crnel Fabrician: 0:W I C),2 / 1/) (a) Escrivãlã)'

5 SFDC-400 DESTINATÁRIO: DANIEL MORAES CANÇADO DE ARAÚJO R SAO SEBASTIAO, 26 - SANTA HELENA - CORONEL FABRICIANO JUIZADO ESPECIAL DE CORON'EÉ FABRICIANO DE CORONEL FABRICIANO JESP,Ch(4, _-LOCAL: FÓRUM LOCAL - JESP CÍVEL/CRIME R BOA VISTA, 72 - CENTRO N7 3842=1239 CARTA DE INTIMAÇÃO - CONTRA-RAZÕES Prcess: PROCEDIMENTO JESP CIVEL Nme da Vara: JESP CÍVEL Distribuiçã: 01/02/2010 AUTOR: DANIEL MORAES CANÇADO DE ARAÚJO RÉU : TAM LINHAS AEREAS S/A,,:e Pessa a ser intimada: DANIEL MORAES CANÇADO DE ARAÚJO Pela presente, fica a pessa acima identificada intimada para apresentar cntra-razões a recurs de apelaçã interpst, n praz de 10 (dez) dias, através de advgad a ser cnstituíd. SERVENTUÁRIO RESPONSÁVEL: I,% - Emissã em: 10/02/2011 CORREIO(_ SSINATURA DO RECEBEDOR A cmparecer em Juíz, esteja trajand vestimenta adequada a ambiente frense. L TJ DESTINATÁRIO DANIEL MORAES CANÇADO DE ARAÚJO R SAO SEBASTIAO, 26 SANTA HELENA CEP: CORONEL FABRICIANO/MG ENDEREÇO PARA DEVOLUÇÃO DO CE Prc: PrcCNJ: FÓRUM LOCAL - JESP CIVEUCRIME R BOA VISTA, 72-CORONEL FABRICIANO - CENTRO ANDAR - SALA EndereçVara CARTA DE INTIMAÇÃO - CONTRA-RAZÕES Emissã: 10/02/2011 JESP CIVEL CEP: MOTIVOS DE DEVOLUÇÃO n Mudu-se Descnhecid Recusad Endereç Insuficiente Nã existe númer F-- n j Ausente Nã prcurad Falecid noutrs: mi G r, =COMPROVAÇÃO DE ENTREGA % 0 "REMESSA LOCAL TENTATIVAS DE ENTREG ATENÇÃO apôs 3(trãs) tentativas de entrega, devlver bjet. 1 / / : h 21 / / : h / / h N DO PROCESSO/ IDENTIFICAÇÃO: ri Infrmaçã prestada pel prteir u síndic pireintegraçã a Serviç Pstal em / / DATA ice\ /2009 OR/MG TJMG CORREIOS CARIMBO UNIDADE DE ENTREGA RUBRICA E MATRICULA DO CARTEIRO DATA DA ENTREGA DO OBJETO NOME LEGIVEL DO RECEBEDOR

6 JUNTADA Nesta data junt a estes auts AR/Crrespndência devlvida que st segue. Fabrician, de 20 Escrivãf COMPROVAÇAO DE ENTREGA CORREIO( L TJ M G CE REMESSA LOCAL DESTINATÁRIO DANIEL MORAES LANÇADO DE ARAUJO!TENTATIVAS DE ENTREG/ R SÃO SEBASTIAO, 26 SANTA HELENA CEP: CORONEL FABRICIANO/MG ATENÇÃO:após 3(três) tentati ENDEREÇO PARA DEVOLUÇÃO DO CE Prc: de entrega, devlver bjet. PrcCNJ: ' / h FÓRUM LOCAL - JESP CÍVEL/CRIME R BOA VISTA. 72-CORONEL FABRICIANO CENTRO ANDAR - SALA 2 / h EndereçVara CARTA DE INTIMAÇÃO - CONTRA-RAZOES Emissã: 10/02/ / h JESP CIVEL CEP: tsr DO PROCESSO/ IDENTIFICAÇÃO MOTIVOS DE DEVOLUÇÃO EIMudu-se bi Descnhecid I: Recusad, El Endereç Insuficiente R Ausente El Nã existe númer Nã prcurad ri Falecid )Outrs: ASSINATURA DO RECEBEDOR n Infrmaçã pr ada pel prteir u síndic LjReintegraçã a Serviç Pstal em / DATA / EL DO RECEBEDOR rreiçã. de Dr. Carls Jul. de Direit CERTIDÃO, Certific que, Q AO di Á Ia.0 Avtr,,dyrri:( 2L0 O referid é verdade. Du te. Em,./,') de 11 A dtc20 )) escrivã: til

7 Pder Judicián VIM Minas Gerais Estad de Minas Gerais Justiça de 1 Instância JUIZADOS ESPECIAIS CÍVEIS E CRIMINAIS DA COMARCA DE CORONEL FABRICIANO CONCLUSÃO As 23 de març de 2011 Faç estes auts cncluss a MM. Juiz de Direit Dr. Carls Henrique Trindade Lurenç ds Sants Escrivã, subscrevi. Prcess n Vists etc. Intime-se a parte autra (f. 64), pr ficial de justiça. Crnel Fabrici.:n, març de Carls Henrique Trindade renç ds Sants Juiz de Direit Cód

8 F ebncian. EscrIvã() C ERTIDÃO que nesta gata ex'pet ().$0ertciada(4) ( )0PCi0(1S) ) Carts rceatória ) fa i ( ) f vorá lh d 4da Nesse date junt ) PetiW (1,.) Mandad (..4"-) Ofíci *JU NTADA a estes auts: ( ) Carta prectatória ( )) A,R/crrfspndãnria ( ) Prcuraçá/suc.s.: abeiec!,-'',t0

9 SFDC-127 JUIZADO ESPECIAL DE CORONEL FABRICIANO FÓRUM LOCAL - JESP CÍVEL/CRIME R BOA VISTA, 72 - CENTRO - CEP: "Fel: MANDADO - INTIMAÇÃO GERAL (TEXTO LIVRE) PROCESSO: PROCEDIMENTO JESP CIVEL - MANDADO: Distribuiçã em 01/02/2010 Secretaria: JESP CIN./EL AUTOR: DANIEL MORAES CANÇADO DE ARAÚJO RÉU : TAM LINHAS AEREAS S/A Pessa a ser intimada: DANIEL MORAES CANÇADO DE ARAÚJO - RG: /MG - CPF: PAI: FLAVIO CANÇADO DE ARAUJO MÃE: SILVANA STORTINI MORAES DE ARAUJO Endereç: R SAO SEBASTIAO, 26 - Fne: SANTA HELENA - CEP: CORONEL FABRICIANO/MG Peça(s) que integra(m) este Mandad: e nada mais. O(A) MM(a). Juiz(íza) de Direit em exercíci neste Juizad, na frma da Lei, manda que Oficial de Justiça Avaliadr prceda, cm as cautelas legais, à intimaçã da parte acima nmeada, n endereç supra indicad, para apresentar cntra-razões a recurs de apelaçã interpst, n praz de 10 (dez) dias, através de advgad a ser cnstituíd.. Pderá Sr. Oficial de Justiça, cas se faça abslutamente necessári, realizar a diligência na frma prevista n art.172, 2, d CPC cmbinad cm art.12 da Lei 9.099/95. Cumpra-se. CORONEL FABRICIANO de ab e Escri pr rdem d(a) cia z(a) de lireit Ciente: A cmparecer em Juíz, esteja trajand vestimenta adequada 7:$ ambiente frense. Nme d Oficial que deverá se identificar cm sua Carteira Funcinal: Mandad: 1 SARAH VIDIGAL PINHEIRO COSTA ASSISTÊNCIA JUDICIÁRIA REGIÃO: 11 - REGIÃO ONZE Certidã: Vers [1] Anexa O HORÁRIO DE ATENDIMENTO ÀS PARTES NAS SECRETARIAS DE JUIZO É DE 08:00 ÀS 18:00 HORAS

10 Pder Judiciári d Estad de Minas Gerais CERTIDÃO Certific que em cumpriment a respeitável mandad judicial. dirigi-me a lcal nele indicad, nde, diante da ausência da parte n mment, ns terms d "Enunciad 38" d Fórum Permanente de Juizes Crdenadres ds Juizads Especiais Cíveis d Brasil, entreguei cópia d mandad a Angélica Júlia ds Reis, dand-se assim cm eficaz a intimaçã da parte, de td cnteúd d mandad. O referid é verdade e du fé. Crnel Fabrician. 11 de abril de Sarah Vidigal Pinheir Csta Oficiala de Justiça Avaliadra PJPI Cód

11 ~IN R\ JUNTADA N_Içsta data junt a estes aut: (X) Petiçã ( ) Mandad ( ) Ofíci ( ) Cart precatória ( ) AR/crrespndencia devlvida ()() Prcc.uraçã/substabeieciment ( ) Cei Fabric e V S de 20_Xj.

12 EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DO JUIZADO ESPECIAL CÍVEL DA COMARCA DE CORONEL FABRICIANO - MG Auts n DANIEL MORAES CANÇADO DE ARAÚJO, ns auts da AÇÃO INDENIZAÇÃO POR DANOS MATERIAIS E MORAIS, em face de TAM LINHAS AÉREAS LTDA, feit que tramita pr esse Dut Juíz e Secretaria respectiva, respeitsamente, vem perante Vssa Excelência, pr seus prcuradres a final assinads. à vista de interpsiçã de recurs inminad. apresentar as suas CONTRARRAZÕES, em peça anexa, requerend a sua juntada as auts e após as frmalidades legais a remessa daquelas à instância ad quem. REQUER TAMBÉM A CONDENAÇÃO DA REQUERIDA EM HONORÁRIOS ADVOCATíCIOS. POR DERRADEIRO REQUER JUNTADA DE PROCURAÇÃO. Nestes terms, pede deferiment. Crnel Fabrician. 02 de mai de Daniel -Mr, -. n Araúj CPF Tentand atar daria ADVOGADO - OAB-MG:

13 O Apelad teve prtunidade para apresentar tdas as prvas de seus dizeres, cntud cm de praxe, nã clacina nada ns auts que pudesse balizar tal argumentaçã. Insta salientar que a reparaçã d dan mral nã prtege apenas interesse particular, mas também td mei scial, vez que a partir d mment que se pune uma pessa pr vilaçã previamente estabelecida em Lei artig 5, inciss X, da Cnstituiçã Federal tal reparaçã tutela, repressivamente cas cncret e, preventivamente, s demais membrs da sciedade O valr arbitrad pel juiz de primeir grau atende a caráter punitiv, para que a Apelante nã se trne reincidente. Acas a indenizaçã seja minrada, principalmente n valr pretendid pela Apelada quantia excessivamente baixa, trna-se ineficaz, para aquele fim carater punitiv. Sbremais, cnfrme descrit na r. sentneça de f. 51: "que a ré PODERIA FACILMENTE demnstrar ter v aterrisad dentr d hrári previst, bastand, para tant. clacinar um ds inúmers relatóris exigids das empresas que peram n setr aére". Mais que evidente que atras n v perad pela ré impssibilitu a Autr que chegasse a temp de embarcar n utr que faria trech Sã Paul até Bel Hriznte, caracterizand víci existente n serviç prestad, na frma d art 20 d CDC. Além d mais, a Cnstituiçã Federal em seu artig 5. incis ~01, preceitua que "O Estad prmverá, na frma da lei, a defesa d Cnsumidr". O artig 170 d citad diplma legal estatui que a rdem ecnômica tem pr fim assegurar uma existência digna, cnfrme s ditames da justiça scial, bservand "V- a defesa d cnsumidr". Inegável a TerntúíW 'eira Yaria ADVOGADO - OAB-MG:

14 c3 aplicaçã das nrmas cnstitucinal e infracnstitucinal, esta cncernente n Códig de Defesa d Cnsumidr, a presente cas. Dessa frma é de se aplicar cnstante d artig 6, incis VIII da Lei 8.078/90, que trata da inversã d ÔNUS DA PROVA, vez que presente a verssimilhança das alegações e hipsuficiência, pressupsts para que seja admitida a inversã d nus prbandi. A referida inversã é vindicada para clcar em equilíbri a psiçã ds demandantes, vez que cnsumidr encntra-se em psiçã desfavrável em relaçã a frnecedr. mrmente n presente cas. CIVIL AÇÃO DE INDENIZAÇÃO POR DANOS MORAIS EMPRESA DE TELEFONIA NEGATIVAÇÃO INDEVIDA DO NOME DO CONSUMIDOR ABALO PSÍQUICO QUE SUPERA O MERO ABORRECIMENTO - MANUTENÇÃO DO QUANTUM INDENIZATÓRIO RECURSO IMPROVIDO 1. Tratand-se de relaçã típica de cnsum, a ela é aplicável Códig de Defesa d Cnsumidr, que estipula em seu art. 6, incis VIII, a pssibilidade da inversã d ônus da prva quand huver verssimilhança da alegaçã u quand cnsumidr fr hipssuficiente. 2. Send verssímil a alegaçã d autr de que nã slicitu a instalaçã da linha telefônica da qual resultaram s débits, fica autrizada a inversã d ônus prbatóri 3. Na esteira da mais pacífica jurisprudência emanada ds tribunais pátris, presume-se dan mral pela simples negativaçã indevida d nme d cnsumidr ns órgãs de restriçã a crédit. 4. A reparaçã d dan mral deve ser impsitiva tda vez que a prática de qualquer at ilícit vile a esfera intima da pessa, causand-lhe humilhações, vexames u cnstrangiments. Dutrina e precedente d STJ. 5 O valr da indenizaçã pr dans mrais deve ser fixad em valres razáveis e prprcinais, spesand juiz as circunstâncias d cas, grau de culpa ds envlvids, a cnseqüência e a extensã d ilícit. 6. Fernand Teixeira Maria ADVOGADO 0A8-MG:

15 Recurs cnhecid e imprvid. (TJDFT - APC a T Cív Rel. Des. Nilsni de Freitas DJU p. 87). O Autr. ainda que nã tivesse celebrad qualquer cntrat u efetuad transaçã cmercial cm a Requerida, pr frça d artig 17 d Códig de Defesa d Cnsumidr, equipara-se a esse, atraind a aplicaçã da respnsabilidade bjetiva. INDENIZAÇÃO POR DANO MORAL - INSCRIÇÃO INDEVIDA - CADASTRO DE INADIMPLENTES - EMPRESA DE TELEFONIA E CDC - É bjetiva a respnsabilidade da empresa de telefnia pels dans mrais causads a cnsumidr em razã da negativaçã indevida d nme ns órgã de prteçã a crédit. A empresa respnsável pel registr tem dever de indenizar (TJRO - RCiv T. R. Rel. Juiz Oscar Francisc Alves Junir J ). Pr fim, vale transcrever citaçã cnstante d vt da ilustre Relatra d Recurs de Apelaçã n /001, Desembargadra Hilda Teixeira da Csta, cuj recurs tramitu pela Egrégia 14a Câmara Cível desse Tribunal (julgament em ), em que fixu dan mral, em cas análg, n valr de R$9.300,00' "a indenizaçã nã haverá de ser inexpressiva, uma vez que ela carrega cnsig a idéia de dissuadir autr da fensa de igual e nv atentad" Neste sentid a indenizaçã serve para amenizar s cntrangiments a humilhaçã d Apelad, pr ter tid seu nme negativad indevidamente. Ternand Teixeira Yaria ADVOGADO - OAB-MG:

16 DANO MATERIAL Para dan material basta a simples cmprvaçã ds gasts desprendids, que pde ser muit bem caracterizad pels dcuments de f. 10/16. Cert também, que Autr ficu várias hras esperand a prestaçã d serviç cntratad, que impssibitu de cumprir cm seus cmprmisss prfissinais, patente assim, a ilicitude crrida pela ré. cnfigurand nex de causalidade entre aquela e este. CONCLUSÃO Ante expst, requer seja NEGADO PROVIMENTO a recurs interpst, mantend-se a decisã de primeir grau, pr seus fundaments. uma vez que realizada justiça. REQUER TAMBÉM A CONDENAÇÃO DA REQUERIDA EM HONORÁRIOS ADVOCATICIOS. POR DERRADEIRO REQUER JUNTADA DE PROCURAÇÃO. Nestes terms. pede deferiment. Crnel Fabrician. 02 de mai de Daniel-Mrdes a ç CPF raúj Ternand rreimia Yaria ADVOGADO - OAB-MO

17 PROCURAÇÃO Pel presente instrument particular de mandat, pr mim (nós) assinad, nmei (ams) e cnstitu (ims) s Drs. EDNALDO AMARAL PESSOA, brasileir, casad, advgad inscrit na OAB/MG-9a subseçã sb n , prtadr d CPF n e Dr. FERNANDO TEIXEIRA MARIA, brasileir, slteir, advgad, inscrit na OAB/MG-72a subseçã sb n , prtadr d CPF n , pdend agir em cnjunt u separadamente, cm endereç prfissinal na av. Magalhães Pint, n. 233, cnj. 102/106, centr, Crnel Fabrician, Estad de Minas Gerais, Cep , telefax , meu (nsss) bastante prcuradres as quais utrg (ams) s pderes cntids nas cláusulas "ad-juditia" e "ad-negtia", para que me (ns) represente, em qualquer parte d territóri nacinal, junt a pessas físicas u jurídicas, repartições públicas e pliciais, perante Fr em geral, inclusive Justiça d Trabalh, em tdas as instâncias até final sentença e respectiva execuçã, pdend praticar tds s ats que frem necessáris e em direit permitids, pr mais especiais que sejam, cm requerer, recrrer, transigir, desistir, cncrdar, discrdar, dar quitaçã, recnvir, assinar term de inventariante, prestar as declarações de estil em inventári, assinar declaraçã de bens e direits e CND junt a Secretaria da Fazenda de Minas Gerais, impugnar cálculs, avaliações, partilhas, habilitações, requerer falências, cncrdatas, inslvências, firmar cmprmisss, receber dinheir u dcuments, requerer alvarás, fer.ecer queixacrime, requerer abertura de inquérit, entrar em acrds judiciais e extrajudiciais, argüir exceções de incmpetência, impediment e suspeiçã, ferecer psiçã, nmear à autria, intervir cm assistente, apresentar denunciaçã à lide u chamament a prcess, bem cm substabelecer, n td u em parte, que darei (ems) pr firme e valis. Crnel Fabrician, 02 de mai de Daniel Mraes Can4ad de Araúj.

18 TJIIV Tribunal de J,,-, L1 -- Estad de Mina,.. Justiça de.la Instancia JUIZADOS ESPECIAIS CÍVEIS E CRIMINAIS DA COMARCA DE CORONEL FABRICIANO CONCLUSÃO As 5 de mai de 2011 Faç estes auts cncluss d MM. Juiz de Direit Dr. Carls Henrique Trindade Lurenç ds Sants Escrivã d Cível, subscrevi. Prcess n Vists etc. Remetam-se s presentes auts à Turma Recursal ds Juizads Especiais, na Cmarca de Ipatinga/MG. Crnel Fabrician de Carls Henrique Trindade 1_,urenç ds Sa s Juiz de Direit

19 Pder Judiciári d Estad de Minas Gerais COMARCA IPATINGA 17:10 DISTRIBUIÇÃO 13/05/2011 'nrocesso: RECURSO INOMINADO VALOR CAUSA: ,00 DISTRIBUÍDO POR SORTEIO 13/05/2011 AS 17:10:04 1ª T. RECURSAL CíVEL JUIZ(A) DO PROCESSO: 2ARLOS ROBERTO DE FARIA Cód

20 RECEBIMENTO Certific e du fé, nesta data, remeti a Diári d Judiciári a publicaçã da data designada para sessã de julgament: dia 09/06/2011 Ipatinga, 19/05/2011 A Escrivã, CERTIDÃO Certific e du fé haver incluíd presente recurs na pauta de julgament d dia 09/06/2011 Ipatinga 19/05/2011 Crde dra 1a Turma Recursal CERTIDÃO Certific e du fé, que fi publicad n "Diári d Judiciári Eletrônic-DJE" cm segue: Dispnibilizad prtal d TJ dia: / / Publicad dia / / Ediçã n O referid é verdade e du fé A Escrivã,

21 ATA DE JULGAMENTO COMARCA DE IPATINGA TURMA RECURSAL Cmarca de rigem: Crnel Fabrician Recurs Inminad Data da Distribuiçã: 13/05/2011 Recrrente(s): TAM Linhas Aéreas S/A Recrrid(s): Daniel Mraes Cançad de Araúj Advgads: Drs: Fernand Teixeira Maria; Carlina Carvalh Armnd Relatr(a): Dr. Carls Rbert de Faria Em 9 de junh de 2011, às 10:06 hras, na sala de julgaments, cmig Secretári(a) a final nmead e assinad, presentes s Juizes CARLOS ROBERTO DE FARIA, ANTÔNIO AUGUSTO CALAES DE OLIVEIRA e JOSÉ CLEMENTE PIEDADE DE ALMEIDA, para julgament d recurs acima mencinad, nde figuram cm partes e prcuradres as acima citadas. Ordenad a Sr. Oficial Prteir que prcedesse, cm as frmalidades legais, a pregã cnstatu-se a ausência das partes. Fundamentaçã e dispsitiv legal: "NEGAR PROVIMENTO". Para s interessads, mesms s ausentes a presente julgament, crrerá de hje praz para interpsiçã de recurs, cnsiderand que a tds fi dada a ciência de que acórdã, nesta data, está send publicad na Secretaria desta Turma Recursal. Nada mais hav nd. MM Juiz Presidente determinu que fsse encerrad presente. Eu,,Secretári(a) da Turma Recursal, digitei. _:^14 t Carls Rbert de Faria Juiz Relatr Antôni August balaes de (:Áveira i Vgal sr Jsé Cl ente Piedade de Almeida 2 Vgal

22 ACÓRDÃO Vists relatads e discutids estes auts d recurs n Cmarca de rigem: Crnel Fabrician; Recurs Inminad Data da Distribuiçã: 13/05/2011; Recrrente(s): TAM Linhas Aéreas S/A; Recrrid(s): Daniel Mraes Cançad de Araúj ACORDA, a TURMA RECURSAL DE IPATINGA, " NEGAR PROVIMENTO", pr unanimidade. Presidiu julgament Juiz Presidente e Relatr, Dr. CARLOS ROBERTO DE FARIA, dele participand respectivamente cm 1 e 2 vgais, s Drs. ANTÔNIO AUGUSTO CALAES DE OLIVEIRA e JOSÉ CLEMENTE PIEDADE DE ALMEIDA. O vt prferid pel Juiz Relatr fi acmpanhad pels demais cmpnentes da Turma Recursal. Ipatinga, 9 de junh de Carls RO lertio de Faria Juiz Relatr Antôni Au ust C 1 -Vgal liveira Jsé Ctemente P dade De Almeida r"`-vgal

23 TURMA RECURSAL DE IPATINGA Relatr: Juiz Carls Rbert de Faria Prcess Recursal n Origem: Cmarca de Crnel Fabrician Prcess n Recrrente (s): Tam Linhas Aéreas S/A Recrrid (a) (s): Daniel Mraes Cançad de Araúj Advgad (a) (s): Dr. Carlina Carvalh Armnd;Fernand Teixeira Maria Vt Ementa: Tend sid em primeir grau, analisadas as questões fáticas e jurídicas, cm a aplicaçã crreta d direit à relaçã jurídica cntrvertida, há de ser cnfirmada a sentença, pr seus própris fundaments, segund cmand cntid na parte final d art. 46 da Lei O Dr. Carls Rbert de Faria, Cnheç d recurs, negand-lhe prviment. Pedid de indenizaçã pr deficiência na prestaçã de serviç, julgad parcialmente prcedente, determinand ressarciment de valres expendids pel passageir (R$ 227,90) e a fixaçã ds dans mrais em R$ 3.000,00 (fls. 52). O ônus demnstrar s hráris ds vôs, declagem e aterrisagem, cm bem bservu magistrad sentenciante, era da requerida, que nã se desimcumbiu de tal brigaçã. Nã é pssível em sciedade avançada cm a nssa, tlerar cntra-sens de mandar reparar menr dan patrimnial e deixar sem reparaçã dan mral. Iss imprtaria em lvidar que s sistemas de respnsabilidade sã, em essência, mei de defesa d frac cntra frte, e supr que legisladr só é sensível a interesses materiais. A tlerância é necessária a cnvívi diári nã pde ultrapassar bm sens. Cnstrangiment prvcad pela indevida negativaçã, evidencia a necessidade da cmpensaçã. O valr fi fixad em parâmetr razável, nã havend mdificaçã a ser feita. "APELAÇÃO CÍVEL DANO MORAL MEDIDA INDEVIDA CRITÉRIOS DE VALORAÇÃO Quant as critéris para estabelecer quantum numa indenizaçã, a títul de dans mrais, julgadr deve pnderar-se num juíz de razabilidade e prprcinalidade entre fat e dan, bem cm a situaçã scial das partes, de frma que uma parte seja cmpensada pela dr mral que sfreu, e a utra seja educada para evitar a reincidência d at indevid". TJRO AI C.Cív. Rel. Des. Sebastiã T. Chaves J

24 ( "É indenizável dan puramente mral, sem cndiciná-l a qualquer prejuíz de rdem material, pis a pecúnia visa cmpensar a dr sfrida pela vítima, send a prestaçã de natureza meramente satisfatória. Nã é pssível em sciedade avançada cm a nssa, tlerar cntra-sens de mandar reparar menr dan patrimnial e deixar sem reparaçã dan mral. Iss imprtaria em lvidar que s sistemas de respnsabilidade sã, em essência, mei de defesa d frac cntra frte, e supr que legisladr só é sensível a interesses materiais". TJPB - Rei Des. Antôni Elias de Queirga RT Vl. 717 pág. 234 A sentença analisu a questã, diante da prva clhida, nã havend repars a fazer na cnclusã d Dut Magistrad. Pr expressa dispsiçã cntida n art. 46 da Lei 9099, se a sentença fr cnfirmada pels própris fundaments, a súmula de julgament servirá de acórdã. Weber M. Batista e Luiz Fux, Juizads Especiais Cíveis e Criminais e Suspensã Cndicinal d Prcess, Penal, Frense, 1996, lecinam: "Acas tribunal na decisã utilizar a técnica da 'manutençã d julgad pels seus própris fundaments', acórdã será substituíd pela súmula d julgament, haja vista que a sentença mantida explicita (art. 46)". É de nssa jurisprudência: "O acórdã que cnfirmar a sentença pels própris fundaments servirá cm Súmula d julgament, sem necessidade de nv cnteúd decisóri" TREC- Betim - Rel. Juiz Jsé Améric Martins Csta Bletim Infrmativ TJMG n. 28 pág. 09 Rec. 047/98 Apelaçã desprvida". "Sentença mantida pr seus própris fundaments jurídics, legais e fátics. I.1RS - Rel. Des. Vicente Barrc de Vascncels Ac '. C. Civ. - j. em luris Síntese - Vl. 27 "É de ser cnfirmada, pr seus própris fundaments, a sentença que examinu cm acuidade a prva prduzida, dand crret desate a litígi". TREC- Bel Hriznte - Rel. Juiz Márci Gabriel Diniz Rec Bletim infrmativ n. 24 pág. 12 Destarte neg prviment a recurs, mantend a sentença hstilizada, pr seus própris fundaments, cndenand a parte recrrente a pagament das custas prcessuais e verba advcatícia de 20% sbre valr da cndenaçã. Q9 de junh de çle Faria Juiz de Direit - Relatr 2

25 CERTIDÃO Certific e du fé que, nesta data, remeti a Diári d Judiciári a súmula d acórdã de fl. 7'?. Em 09/06/2011. A Escrivã, CERTIDÃO Certific e du fé que acórdã de fl. 12 fi publicad n "Diári d Judiciári Eletrônic - DJE", cm segue: Dispnibilizad n prtal d TJ n dia 10 / O G /11. Publicad n dia 13 / () / 1 1. Ediçã n 'O5/1.. O referid é verdade e du fé Cmarca de Ipatinga A Escrivã, t(t)ii ) 2/09 Á 100/1

RECURSO ORDINÁRIO - TRT - RO N 03082-2004-262-01-00-3

RECURSO ORDINÁRIO - TRT - RO N 03082-2004-262-01-00-3 .v. PODER JUDICIÁRIO FEDERAL TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1» REGIÃO 6^ TURMA "CARGO DE CONFIANÇA. HORAS EXTRAS E REFLEXOS. SOBREAVISO. Nã prvad que a Autra tinha pderes de gestã, devid é pagament das

Leia mais

TURMA RECURSAL ÚNICA J. S. Fagundes Cunha Presidente Relator

TURMA RECURSAL ÚNICA J. S. Fagundes Cunha Presidente Relator RECURSO INOMINADO Nº 2006.3281-7/0, DO JUIZADO ESPECIAL CÍVEL DA COMARCA DE FAZENDA RIO GRANDE RECORRENTE...: EDITORA ABRIL S/A RECORRIDO...: RAFAELA GHELLERE DAL FORNO RELATOR...: J. S. FAGUNDES CUNHA

Leia mais

Juiz LEANDRO BORGES DE FIGUEIREDO Acórdão Nº 799.539 E M E N T A

Juiz LEANDRO BORGES DE FIGUEIREDO Acórdão Nº 799.539 E M E N T A Poder Judiciário da União TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO DISTRITO FEDERAL E DOS TERRITÓRIOS Órgão 1ª Turma Recursal dos Juizados Especiais do Distrito Federal Processo N. Apelação Cível do Juizado Especial 20140710018247ACJ

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0024.12.351388-9/001 Númeração 3513889- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) Rogério Medeiros Des.(a) Rogério Medeiros 05/11/2013 14/11/2013 EMENTA:

Leia mais

Poder Judiciário da União Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios

Poder Judiciário da União Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios Poder Judiciário da União Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios Órgão 2ª Turma Recursal dos Juizados Especiais do Distrito Federal Processo N. Apelação Cível do Juizado Especial 20120111781267ACJ

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 437.853 - DF (2002/0068509-3) RELATOR : MINISTRO TEORI ALBINO ZAVASCKI RECORRENTE : FAZENDA NACIONAL PROCURADOR : DANIEL AZEREDO ALVARENGA E OUTROS RECORRIDO : ADVOCACIA BETTIOL S/C

Leia mais

VISTOS, relatados e discutidos os autos do Pedido de Providências 0.970,

VISTOS, relatados e discutidos os autos do Pedido de Providências 0.970, 1 Pedid de Prvidências n" 970 Requerente: Escla Nacinal da Magistratura e Assciaçã ds Magistrads d Brasil. Assunt:Resluçã n 11/2006 CNJ - Atividade jurídica - Curss de Pósgraduaçã - Ediçã de nrma de transiçã.

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO E DO GRUPO FAMILIAR (fotocópia).

IDENTIFICAÇÃO DO CANDIDATO E DO GRUPO FAMILIAR (fotocópia). DOCUMENTAÇÃO PARA O PROUNI Cmprvaçã de dcuments Ensin Médi; Ficha de Inscriçã, Identificaçã d Candidat e d Grup Familiar; Cmprvaçã de Endereç d Candidat e d Grup Familiar; Cmprvaçã de renda d Candidat

Leia mais

Poder Judiciário da União Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios

Poder Judiciário da União Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios Poder Judiciário da União Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios Órgão 2ª Turma Recursal dos Juizados Especiais do Distrito Federal Processo N. Apelação Cível do Juizado Especial 20110710091144ACJ

Leia mais

LEMBRETES de Direito Processual do Trabalho

LEMBRETES de Direito Processual do Trabalho LEMBRETES de Direit Prcessual d Trabalh O que vcê nã pde esquecer para a OAB Prf. Brun Klippel Advgad, Mestre em Direit pela FDV/ES, Dutrand em Direit d Trabalh pela PUC/SP, autr de diversas bras e artigs

Leia mais

Manual do DEC Domicílio Eletrônico do Contribuinte

Manual do DEC Domicílio Eletrônico do Contribuinte GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DA FAZENDA Crdenadria da Administraçã Tributária Diretria Executiva da Administraçã Tributária Manual d DEC Dmicíli Eletrônic d Cntribuinte Manual DEC (dezembr

Leia mais

Código: MAN-VCIV-002 Versão: 00 Data de Aprovação: 18/01/2011 Elaborado por: Magistrados e servidores das 8ª e 14ª varas cíveis

Código: MAN-VCIV-002 Versão: 00 Data de Aprovação: 18/01/2011 Elaborado por: Magistrados e servidores das 8ª e 14ª varas cíveis Códig: MAN-VCIV-002 Versã: 00 Data de Aprvaçã: 18/01/2011 Elabrad pr: Magistrads e servidres das 8ª e 14ª varas cíveis Aprvad pr: Presidente d TJPB 1 Objetiv Estabelecer critéris e prcediments para recebiment

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARANÁ TURMA RECURSAL ÚNICA J. S. FAGUNDES CUNHA PRESIDENTE RELATOR

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARANÁ TURMA RECURSAL ÚNICA J. S. FAGUNDES CUNHA PRESIDENTE RELATOR RECURSO INOMINADO Nº 2006.0003212-2/0, DO JUIZADO ESPECIAL CÍVEL DA COMARCA DE CRUZEIRO DO OESTE RECORRENTE...: BRADESCO SEGUROS S. A. RECORRIDO...: ALEXANDRE GONÇALVES MANFRIM RELATOR...: EMENTA RECURSO

Leia mais

A RECUPERAÇÃO JUDICIAL DA PARMALAT.

A RECUPERAÇÃO JUDICIAL DA PARMALAT. 1 A RECUPERAÇÃO JUDICIAL DA PARMALAT. Vinicius Leal Batista de Andrade 1 RESUMO A empresa seus aspectos e características, notas breves sobre o que venha ser uma empresa, sua função. Recuperação judicial,

Leia mais

Dados Básicos. Legislação. Ementa. Íntegra

Dados Básicos. Legislação. Ementa. Íntegra Dados Básicos Fonte: 1.0024.05.707278-7/001(1) Tipo: Acórdão TJMG Data de Julgamento: 27/04/2011 Data de Aprovação Data não disponível Data de Publicação:13/05/2011 Estado: Minas Gerais Cidade: Belo Horizonte

Leia mais

Poder Judiciário do Estado de Minas Gerais

Poder Judiciário do Estado de Minas Gerais Poder Judiciário do Estado de Minas Gerais COMARCA IPATINGA 12:04 DISTRIBUI R4.0 31/05/2011 PROCESSO: 0140644-07.2011.8.13.0313 RECURSO INOMINADO VALOR CAUSA: 19.705,29 DISTRIBU.D0 POR SORTEIO 31/05/2011

Leia mais

ESTADO DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gabinete do Des. José Di Lorenzo Serpa

ESTADO DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gabinete do Des. José Di Lorenzo Serpa ESTADO DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gabinete do Des. José Di Lorenzo Serpa Agravo de Instrumento n 2 073.2012.001287-4 /001 Relator: Des. José Di Lorenzo Serpa Agravante: Marina Jacaré Clube Advogado:

Leia mais

TURMA RECURSAL ÚNICA J. S. Fagundes Cunha Presidente Relator

TURMA RECURSAL ÚNICA J. S. Fagundes Cunha Presidente Relator RECURSO INOMINADO nº 2006.0003375-3/0, DO JUIZADO ESPECIAL CÍVEL DA COMARCA DE APUCARANA Recorrente...: ROVIGO INDUSTRIA E COMERCIO DE CONFECÇÕES LTDA Recorrida...: FINASA LEASING ARRENDAMENTO MERCANTIL

Leia mais

2 FASE DIREITO CIVIL ESTUDO DIRIGIDO DE PROCESSO CIVIL 2. Prof. Darlan Barroso - GABARITO

2 FASE DIREITO CIVIL ESTUDO DIRIGIDO DE PROCESSO CIVIL 2. Prof. Darlan Barroso - GABARITO Citação 2 FASE DIREITO CIVIL ESTUDO DIRIGIDO DE PROCESSO CIVIL 2 Prof. Darlan Barroso - GABARITO 1) Quais as diferenças na elaboração da petição inicial do rito sumário e do rito ordinário? Ordinário Réu

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.061.500 - RS (2008/0119719-3) RELATOR : MINISTRO SIDNEI BENETI RECORRENTE : BANCO CITIBANK S/A ADVOGADO : EDUARDO GRAEFF E OUTRO(S) RECORRIDO : ADELINA FARINA RUGA ADVOGADO : MARCOS

Leia mais

Direitos e Obrigações no âmbito dos Acidentes Profissionais e Doenças Profissionais

Direitos e Obrigações no âmbito dos Acidentes Profissionais e Doenças Profissionais Cmunicaçã Direits e Obrigações n âmbit ds Acidentes Prfissinais e Denças Prfissinais Direits e Obrigações n âmbit ds Acidentes Prfissinais e Denças Prfissinais (Lei nº 98/2009 de 4 de Setembr) 1- QUEM

Leia mais

CONSUMIDOR. CARTÃO DE CRÉDITO. PAGAMENTO. DIVERGÊNCIA CÓDIGO DE BARRAS. QUITAÇÃO DEMONSTRADA POR OUTROS MEIOS DE PROVA.

CONSUMIDOR. CARTÃO DE CRÉDITO. PAGAMENTO. DIVERGÊNCIA CÓDIGO DE BARRAS. QUITAÇÃO DEMONSTRADA POR OUTROS MEIOS DE PROVA. Poder Judiciário da União TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO DISTRITO FEDERAL E DOS TERRITÓRIOS Órgão 3ª Turma Recursal dos Juizados Especiais do Distrito Federal Processo N. Apelação Cível do Juizado Especial 20111010056592ACJ

Leia mais

(ambas sem procuração).

(ambas sem procuração). ESTADO DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gabinete do Des. José Di Lorenzo Serpa AGRAVO DE INSTRUMENTO N. 001.2009.006097-9 / 001 Relator: Des. José Di Lorenzo Serpa. Agravante: Itatj Seguros S/A. Advogado:

Leia mais

CÍVEL Nº 71002427482 COMARCA DE PORTO ALEGRE

CÍVEL Nº 71002427482 COMARCA DE PORTO ALEGRE COBRANÇA. CONSUMIDOR. CONTRATO. SEGURO DE VIDA. RESSARCIMENTO/COMPLEMENTAÇÃO DE AUXILIO FUNERAL. DEVOLUÇÃO EM DOBRO DAS PRESTAÇÕES COBRADAS/PAGAS APÓS A MORTE DO SEGURADO. 1. Restou incontroversa a contratação

Leia mais

PROVIMENTO Nº 20, DE 09 DE OUTUBRO DE 2013. O CORREGEDOR GERAL DA JUSTIÇA DO ESTADO DE ALAGOAS, no uso de suas atribuições legais e regimentais,

PROVIMENTO Nº 20, DE 09 DE OUTUBRO DE 2013. O CORREGEDOR GERAL DA JUSTIÇA DO ESTADO DE ALAGOAS, no uso de suas atribuições legais e regimentais, PROVIMENTO Nº 20, DE 09 DE OUTUBRO DE 2013. Institui a emissão de Certidões Judiciais Cíveis e Criminais, inclusive por meio eletrônico, no âmbito da 1ª Instância do Poder Judiciário do Estado de Alagoas

Leia mais

Peça prático-profissional

Peça prático-profissional Peça prático-profissional Marilza assinou 5 notas promissórias, no valor de R$ 1.000,00 cada uma, para garantir o pagamento de um empréstimo tomado de uma factoring chamada GBO Ltda. Recebeu na data de

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo Registro: 2013.0000774196 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação nº 0002068-54.2012.8.26.0663, da Comarca de Votorantim, em que é apelante UNIVERSO ON LINE S/A, é apelado ANTONIO

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO DE INICIAÇÃO PROFISSIONAL

REGULAMENTO DE ESTÁGIO DE INICIAÇÃO PROFISSIONAL REGULAMENTO DE ESTÁGIO DE INICIAÇÃO PROFISSIONAL Intrduçã O presente Regulament cnstitui um dcument intern d curs de Ciências Cntábeis e tem pr bjetiv reger as atividades relativas a Estági de Iniciaçã

Leia mais

Poder Judiciário TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO Gabinete do Desembargador Federal Geraldo Apoliano

Poder Judiciário TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO Gabinete do Desembargador Federal Geraldo Apoliano RELATÓRIO O DESEMBARGADOR FEDERAL GERALDO APOLIANO (RELATOR): À conta de Remessa Oficial, examina-se a sentença proferida pelo MM. Juiz Federal da 2ª Vara da Seção Judiciária do Ceará, que, nos autos da

Leia mais

LAUDO MÉDICO PERICIAL

LAUDO MÉDICO PERICIAL Pareceres Médic-Legais 1 LAUDO MÉDICO PERICIAL Preâmbul. As vinte e um dias d mês de utubr d an 2003, Perit Dr. OSCAR LUIZ DE LIMA E CIRNE NETO, designad pel MM Juiz de Direit da X.ª Vara Cível da Cmarca

Leia mais

AGRAVO INTERNO EM APELACAO CIVEL 2002.02.01.005234-7

AGRAVO INTERNO EM APELACAO CIVEL 2002.02.01.005234-7 RELATOR : DESEMBARGADOR FEDERAL PAULO BARATA AGRAVANTE : INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL - INSS PROCURADOR : JANE MARIA MACEDO MIDOES AGRAVADO : O FORTE DO SABAO LTDA ADVOGADO : SAULO RODRIGUES DA

Leia mais

AÇÃO CORREÇÃO DO FUNDO DE GARANTIA

AÇÃO CORREÇÃO DO FUNDO DE GARANTIA AÇÃO CORREÇÃO DO FUNDO DE GARANTIA O objeto da ação é o reconhecimento judicial da correta aplicação dos índices de correção aplicados, desde 1999, sobre os valores das contas de Fundo de Garantia Por

Leia mais

7ª CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL N.º 798.202-7 DA COMARCA DE CERRO AZUL VARA ÚNICA

7ª CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL N.º 798.202-7 DA COMARCA DE CERRO AZUL VARA ÚNICA 7ª CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL N.º 798.202-7 DA COMARCA DE CERRO AZUL VARA ÚNICA Apelante: MUNICÍPIO DE CERRO AZUL Apelado: ESTADO DO PARANÁ Relator: Des. GUILHERME LUIZ GOMES APELAÇÃO CÍVEL AÇÃO ANULATÓRIA

Leia mais

CADASTRO DE CLIENTES

CADASTRO DE CLIENTES CADASTRO DE CLIENTES (Indenização Danos Morais e Materiais) Empresas de Telefonia Fixa, Celulares e outras TIM CLARO OI VIVO Outras... PERGUNTAS: Período que a empresa telefônica deixou de prestar os serviços

Leia mais

PROCURAÇÃO (Desenvolvimento na carreira - EMATER)

PROCURAÇÃO (Desenvolvimento na carreira - EMATER) PROCURAÇÃO (Desenvolvimento na carreira - EMATER) NOME:, NACIONALIDADE:, ESTADO CIVIL:, PROFISSÃO:, R.G.:, CPF:,ENDEREÇO:, BAIRRO:, CIDADE/ESTADO:, no fim assinado, por este instrumento particular, nomeia

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL MINUTA DE JULGAMENTO FLS. *** SEGUNDA TURMA ***

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL MINUTA DE JULGAMENTO FLS. *** SEGUNDA TURMA *** TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL MINUTA DE JULGAMENTO FLS. *** SEGUNDA TURMA *** ANOTAÇÕES: JUST.GRAT. 95.03.010267-7 233069 AC-SP PAUTA: 13/03/2007 JULGADO: 13/03/2007 NUM. PAUTA: 00050 SANTOS RELATOR: DES.FED.

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0071.07.034954-4/001 Númeração 0349544- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) Bitencourt Marcondes Des.(a) Bitencourt Marcondes 25/03/2009 30/04/2009

Leia mais

Poder Judiciário da União Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios

Poder Judiciário da União Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios Poder Judiciário da União Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios Órgão 1ª Turma Cível Processo N. Agravo de Instrumento 20130020241390AGI Agravante(s) GOLDEN CROSS ASSISTENCIA INTERNACIONAL

Leia mais

SUMÁRIO CAPÍTULO I FUNÇÃO E CARREIRA DO ADVOGADO... 19 CAPÍTULO II - DO PROCESSO CIVIL... 39

SUMÁRIO CAPÍTULO I FUNÇÃO E CARREIRA DO ADVOGADO... 19 CAPÍTULO II - DO PROCESSO CIVIL... 39 SUMÁRIO Apresentação da Coleção...15 CAPÍTULO I FUNÇÃO E CARREIRA DO ADVOGADO... 19 1. Antecedentes históricos da função de advogado...19 2. O advogado na Constituição Federal...20 3. Lei de regência da

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 781.703 - RS (2005/0152790-8) RELATOR RECORRENTE RECORRIDO ADVOGADO : MINISTRO ARNALDO ESTEVES LIMA : UNIÃO : MARCOS ROBERTO SILVA DE ALMEIDA E OUTROS : WALDEMAR MARQUES E OUTRO EMENTA

Leia mais

ESTADO DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gabinete do Des. José Di Lorenzo Serpa

ESTADO DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gabinete do Des. José Di Lorenzo Serpa e ESTADO DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gabinete do Des. José Di Lorenzo Serpa ACÓRDÃO AGRAVO INTERNO N 009.2008.001331-5/001. Relator: Dr. Aluízio Bezerra Filho, Juiz de Direito Convocado em substituição

Leia mais

Número: 0010097-52.2015.5.01.0011 Data Autuação: 29/01/2015

Número: 0010097-52.2015.5.01.0011 Data Autuação: 29/01/2015 Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região - 1º Grau PJe - Processo Judicial Eletrônico Consulta Processual Número: 0010097-52.2015.5.01.0011 Data Autuação: 29/01/2015 Classe: CARTA PRECATÓRIA 16/08/2015

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) DOUTOR(A) JUIZ(A) DE DIREITO DA 12ª VARA CÍVEL DA CIRCUNSCRIÇÃO JUDICIÁRIA DE BRASÍLIA/DF

EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) DOUTOR(A) JUIZ(A) DE DIREITO DA 12ª VARA CÍVEL DA CIRCUNSCRIÇÃO JUDICIÁRIA DE BRASÍLIA/DF EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) DOUTOR(A) JUIZ(A) DE DIREITO DA 12ª VARA CÍVEL DA CIRCUNSCRIÇÃO JUDICIÁRIA DE BRASÍLIA/DF REF. AO PROCESSO NUMERAÇÃO ÚNICA: 0079759-29.2009.8.07.0001 NUMERAÇÃO ANTERIOR: 2009.01.1.172560-8

Leia mais

Caso prático V exame de ordem unificado

Caso prático V exame de ordem unificado Caso prático V exame de ordem unificado Em 19 de março de 2005, Agenor da Silva Gomes, brasileiro, natural do Rio de Janeiro, bibliotecário, viúvo, aposentado, residente na Rua São João Batista, n. 24,

Leia mais

É meio de impugnação das decisões judiciais; Visa a revisão, anulação ou a integração das decisões;

É meio de impugnação das decisões judiciais; Visa a revisão, anulação ou a integração das decisões; 1 1. Estrutura É mei de impugnaçã das decisões judiciais; Crlári d direit a Dupl Grau de Jurisdiçã u Direit Cnstitucinal a Recurs; ART. 5º, LV as litigantes, em prcess judicial u administrativ, e as acusads

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RELATOR : MINISTRO JOÃO OTÁVIO DE NORONHA RECORRENTE : E L DOS S E OUTRO ADVOGADO : JULIANO FONSECA DE MORAIS EMENTA RECURSO ESPECIAL. PROCESSUAL CIVIL. AÇÃO DE DIVÓRCIO DIRETO CONSENSUAL. CASAMENTO REALIZADO

Leia mais

Ciclano da Silva Advogados Associados

Ciclano da Silva Advogados Associados Ciclano da Silva Advogados Associados EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ DE DIREITO DA VARA CÍVEL DO FORO REGIONAL DE ALTA FLORESTA, COMARCA DA REGIÃO METROPOLITANA DE BAIXA FLORESTA/PR. FULANO DE TAL, pessoa

Leia mais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais

Tribunal de Justiça de Minas Gerais Número do 1.0024.14.148142-4/001 Númeração 0807534- Relator: Relator do Acordão: Data do Julgamento: Data da Publicação: Des.(a) Mariângela Meyer Des.(a) Mariângela Meyer 24/02/2015 06/03/2015 EMENTA:

Leia mais

CARTILHA PARA ORIENTAÇÃO ACERCA DAS OBRIGAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS PARA O PERÍODO ELEITORAL

CARTILHA PARA ORIENTAÇÃO ACERCA DAS OBRIGAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS PARA O PERÍODO ELEITORAL MINISTÉRIO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL SECRETARIA DA RECEITA PREVIDENCIÁRIA - SRP DEPARTAMENTO DE FISCALIZAÇÃO - DEFIS CARTILHA PARA ORIENTAÇÃO ACERCA DAS OBRIGAÇÕES PREVIDENCIÁRIAS PARA O PERÍODO ELEITORAL

Leia mais

(414e. (41't3 rummir24. &dada da ga,rada gade. r fadidckda 51illuaa1 /ao/iça

(414e. (41't3 rummir24. &dada da ga,rada gade. r fadidckda 51illuaa1 /ao/iça ,s (414e (41't3 rummir24 &dada da ga,rada gade. r fadidckda 51illuaa1 /ao/iça çadlizete da..ge..itarcao tz Saída Malar ACÓRDÃO 4(.1 APELAÇÃO CÍVEL N. 888.2004.010426-4/001 - CAPITAL RELATOR : Dr. Romero

Leia mais

1, 91 I, L.; Poder Judiciário do Estado da Paraíba Tribunal de Justiça Gabinete da Desembargadora Maria das Neves do Egito de A. D.

1, 91 I, L.; Poder Judiciário do Estado da Paraíba Tribunal de Justiça Gabinete da Desembargadora Maria das Neves do Egito de A. D. # 1' AC no 001.2008.015902-1/001 1 1, 91 I, L.; Poder Judiciário do Estado da Paraíba Tribunal de Justiça Gabinete da Desembargadora Maria das Neves do Egito de A. D. Ferreira ACÓRDÃO 4110 APELAÇÃO Chi/EL

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça SENTENÇA ESTRANGEIRA CONTESTADA Nº 1.032 - GB (2005/0066622-7) RELATOR REQUERENTE ADVOGADO : MINISTRO ARNALDO ESTEVES LIMA : GRACE NANCY JOY PIRIE : MICHAEL MARY NOLAN E OUTRO(S) EMENTA HOMOLOGAÇÃO DE

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DE RONDÔNIA Porto Velho - Fórum Cível Av Lauro Sodré, 1728, São João Bosco, 76.803-686 e-mail:

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DE RONDÔNIA Porto Velho - Fórum Cível Av Lauro Sodré, 1728, São João Bosco, 76.803-686 e-mail: Vara: 1ª Vara Cível Processo: 0023257-48.2012.8.22.0001 Classe: Procedimento Ordinário (Cível) Requerente: Renata Terezinha Souza de Moraes Paschoal Rodrigues Requerido: Banco Bradescard S.A; Makro Atacadista

Leia mais

RELATOR: Senador EUNÍCIO OLIVEIRA

RELATOR: Senador EUNÍCIO OLIVEIRA De Plenári, err1 substituiçã à COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO, JUSTIÇA E CIDADANIA, sbre Prjet de Lei da Câmara 209, de 2015, de autria d Deputad Aeltn Freitas, que altera a Lei n 8.906, de 4 de julh de 1994

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO ACÓRDÃO DECISAUW ^ N0 ACÓRDÃO \\ll\w "»"»'" lo3046968* Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento n 990.10.048613-6, da Comarca de São Paulo, em

Leia mais

41,14'1 ti. tha. ojlnt. Poder Judiciário do Estado da Paraíba Tribunal de Justiça ACÓRDÃO

41,14'1 ti. tha. ojlnt. Poder Judiciário do Estado da Paraíba Tribunal de Justiça ACÓRDÃO . - - 41,14'1 ti tha ojlnt Poder Judiciário do Estado da Paraíba Tribunal de Justiça ACÓRDÃO APELAÇÃO CÍVEL N 200.2007.792.417-9/001 João Pessoa RELATOR: Miguel de Britto Lyra Filho, Juiz de Direito Convocado

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.322.914 - PR (2012/0097003-6) RELATORA RECORRENTE RECORRIDO ADVOGADA S : MINISTRA NANCY ANDRIGHI : ROBERTO GETULIO MAGGI : CARLOS FREDERICO REINA COUTINHO E OUTRO(S) : SUL AMÉRICA

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO GABINETE DO DESEMBARGADOR FEDERAL MARCELO NAVARRO

TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO GABINETE DO DESEMBARGADOR FEDERAL MARCELO NAVARRO APELAÇÃO CÍVEL (AC) Nº 296203/AL (2000.80.00.003296-1) APTE : INSS - INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL ADV/PROC : NATHALIE PAIVA TEIXEIRA CAMBUY SODRE VALENTIM E OUTROS APTE : PREVI - CAIXA PREVIDENCIARIA

Leia mais

EDITAL DE RETIFICAÇÃO Nº 01/2014 A Defensora Pública-Geral do Estado de Minas Gerais, Presidente da Comissão de Concurso, no uso de suas atribuições,

EDITAL DE RETIFICAÇÃO Nº 01/2014 A Defensora Pública-Geral do Estado de Minas Gerais, Presidente da Comissão de Concurso, no uso de suas atribuições, EDITAL DE RETIFICAÇÃO Nº 01/2014 A Defensora Pública-Geral do Estado de Minas Gerais, Presidente da Comissão de Concurso, no uso de suas atribuições, informa que em virtude da publicação da Emenda Constitucional

Leia mais

Código: Data: Revisão: Página: SUMÁRIO

Código: Data: Revisão: Página: SUMÁRIO UC_REQ-MK_ACF-001 27/01/2015 00 1 / 12 SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 2 Objetiv... 2 Públic Alv... 2 Escp... 2 Referências... 2 DESCRIÇÃO GERAL DO PRODUTO... 2 Características d Usuári... 2 Limites, Supsições e

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Registro: 2015.0000421989 ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Registro: 2015.0000421989 ACÓRDÃO fls. 243 Registro: 2015.0000421989 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 1114351-72.2014.8.26.0100, da Comarca de São Paulo, em que é apelante BROOKFIELD SÃO PAULO EMPREENDIMENTOS

Leia mais

Incidência da GIEFS no 13º salário e 1/3 férias

Incidência da GIEFS no 13º salário e 1/3 férias Incidência da GIEFS no 13º salário e 1/3 férias A FHEMIG não vem pagando corretamente o 13º salário e o 1/3 das férias, uma vez que exclui dessas verbas remuneratórias a Gratificação de Incentivo e Eficientização

Leia mais

Precedente da Câmara. APELAÇÃO DESPROVIDA. EDUARDO SANTOS DA SILVA

Precedente da Câmara. APELAÇÃO DESPROVIDA. EDUARDO SANTOS DA SILVA APELAÇÃO CÍVEL. REINTEGRAÇÃO DE POSSE. HOMOLOGAÇÃO DE ACORDO APRESENTADO EM JUÍZO. RECURSO DO RÉU. A transação em juízo não exige a intervenção de advogados, restando válido o acordo pactuado no presente

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Acórdão 10ª Turma INDENIZAÇÃO. DANO MORAL. ATRASO NA ENTREGA DAS GUIAS DO FGTS E SEGURO- DESEMPREGO. A demora injustificada na entrega das guias do FGTS e do Seguro- Desemprego, feita ultrapassado o decêndio

Leia mais

Relator: Des. José Di Lorenzo Serpa

Relator: Des. José Di Lorenzo Serpa AGRAVO DE INSTRUMENTO N. 021.2009.000143-5 / 002 Relator: Des. José Di Lorenzo Serpa Agravante: TNL PCS S/A Advogado: Wilson Sales Belchior Agravado: Sindicado dos Trabalhadores Rurais de Diamante Advogado:

Leia mais

POUPANÇA EXPURGOS INFLACIONÁRIOS PLANO VERÃO

POUPANÇA EXPURGOS INFLACIONÁRIOS PLANO VERÃO POUPANÇA EXPURGOS INFLACIONÁRIOS PLANO VERÃO O Plano Econômico Verão, editado pelo Governo em Janeiro/1989, expurgou índices que deveriam ter sido utilizados na correção dos saldos das contas de poupança,

Leia mais

PODER JUDIGÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA GABINETE DO DESEMBARGADOR MANOEL PAUUNO DA LUZ

PODER JUDIGÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA GABINETE DO DESEMBARGADOR MANOEL PAUUNO DA LUZ 1' t PODER JUDIGÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA GABINETE DO DESEMBARGADOR MANOEL PAUUNO DA LUZ ACÓRDÃO Embargos de Declaração na Apelação Cível n 001.2004.027809-3/001 7' Vara Cível da Comarca

Leia mais

INICIAÇÃO A ADVOCACIA CIVEL ASPECTOS GERAIS

INICIAÇÃO A ADVOCACIA CIVEL ASPECTOS GERAIS COBRANÇA DE HONORÁRIOS ASPECTOS GERAIS ESTATUTO DA ADVOCACIA CAPÍTULO VI Dos Honorários Advocatícios Art. 22. A prestação de serviço profissional assegura aos inscritos na OAB o direito aos honorários

Leia mais

Vigésima Sétima Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro

Vigésima Sétima Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro APELAÇÃO CÍVEL Nº 0460569-74.2012.8.19.0001 APELANTE: ALINE ALMEIDA PERES APELADO: INSTITUTO BRASILEIRO DE MEDICINA DE REABILITAÇÃO LTDA RELATOR: DES. FERNANDO ANTONIO DE ALMEIDA APELAÇÃO CÍVEL DIREITO

Leia mais

Lista de Documentos o Abertura de Empresas Abertura de empresas na área de alimentos Documentos para estabelecimentos comerciais (pessoa física)

Lista de Documentos o Abertura de Empresas Abertura de empresas na área de alimentos Documentos para estabelecimentos comerciais (pessoa física) Lista de Dcuments Abertura de Empresas Abertura de empresas na área de aliments Dcuments para estabeleciments cmerciais (pessa física) 1) Ficha de Inscriçã Cadastral, preenchida na própria VISA; 2) Cópia

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 3ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 3ª REGIÃO PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 3ª REGIÃO APELAÇÃO CÍVEL Nº 0006418 17.2004.4.03.6103/SP 2004.61.03.006418 7/SP RELATOR APELANTE : No. ORIG. : Desembargador Federal FABIO PRIETO Conselho

Leia mais

OITAVA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

OITAVA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO OITAVA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO APELAÇÃO CÍVEL Nº 2008.001.56923 APELANTE: BRADESCO SAÚDE S/A APELADA: VÂNIA FERREIRA TAVARES RELATORA: DES. MÔNICA MARIA COSTA APELAÇÃO

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 575.590 - RS (2003/0130567-7) RELATOR : MINISTRO TEORI ALBINO ZAVASCKI RECORRENTE : ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADOR : LUCIANA MABILIA MARTINS E OUTROS RECORRIDO : BANCO DO BRASIL

Leia mais

AUSÊNCIA DE PROVAS IMPROCEDÊNCIA DO PEDIDO APLICAÇÃO DO ART. 333, I, DO CPC

AUSÊNCIA DE PROVAS IMPROCEDÊNCIA DO PEDIDO APLICAÇÃO DO ART. 333, I, DO CPC , a.. A -+ 411.00 lk )1)ER PAU ÁRO TRBUNAL DT JUSTÇA DO ESTADO DA PARAÍBA GABNETE 1 )F.SEMBARGADOR MANDE. PAU MO DA LUZ ACÓRDÃO/ Apelação Cível n" 0012005035775-3/001 i a Vara Cível da Comarca de Campina

Leia mais

357 VIGÉSIMA SEXTA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR APELAÇÃO CÍVEL PROCESSO Nº 0005263-56.2012.8.19. ANA MARIA PEREIRA DE OLIVEIRA

357 VIGÉSIMA SEXTA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR APELAÇÃO CÍVEL PROCESSO Nº 0005263-56.2012.8.19. ANA MARIA PEREIRA DE OLIVEIRA VIGÉSIMA SEXTA CÂMARA CÍVEL/CONSUMIDOR APELAÇÃO CÍVEL APELANTE: BANCO DO BRASIL S/A APELANTE: CLAUDIO FELIPE CUSTODIO LESSA APELADO: OS MESMOS RELATOR: DES. ANA MARIA PEREIRA DE OLIVEIRA Relação de consumo.

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL MINUTA DE JULGAMENTO FLS. *** QUARTA TURMA ***

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL MINUTA DE JULGAMENTO FLS. *** QUARTA TURMA *** TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL MINUTA DE JULGAMENTO FLS. *** QUARTA TURMA *** ANOTAÇÕES: DUPLO GRAU 1999.03.99.034423-4 188919 AMS-SP PAUTA: 11/01/2006 JULGADO: 11/01/2006 NUM. PAUTA: 00020 MEIRA RELATOR: DES.FED.

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 543, DE 13 DE JANEIRO DE 2015

RESOLUÇÃO Nº 543, DE 13 DE JANEIRO DE 2015 RESOLUÇÃO Nº 543, DE 13 DE JANEIRO DE 2015 Dispõe sobre as Tabelas de Custas e a Tabela de Porte de Remessa e Retorno dos Autos e dá outras providências. O PRESIDENTE DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, no uso

Leia mais

VISTOS, relatados e discutidos estes autos, em que são partes as acima identificadas: RELATÓRIO

VISTOS, relatados e discutidos estes autos, em que são partes as acima identificadas: RELATÓRIO ESTADO DA PARAÍBA 21 PODER JUDICIÁRIO 1 Apelação Cível n. 888.2002.014.833-4/001 Relator: Des. Luiz Silvio Ramalho Júnior Apelante: GM Factoring Sociedade de Fomento Comercial Ltda Advogada: Maria Irinea

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO EM HABEAS CORPUS Nº 21.628 - SP (2007/0158779-3) RELATORA : MINISTRA LAURITA VAZ RECORRENTE : AGOSTINHO FERRAMENTA DA SILVA JÚNIOR ADVOGADO : JULIANA FERRAMENTA DA SILVA RECORRIDO : TRIBUNAL DE

Leia mais

Ficha Cadastro Pessoa Física

Ficha Cadastro Pessoa Física Ficha Cadastr Pessa Física Grau de sigil #00 Em se tratand de mais de um titular, preencher uma ficha para cada um. Cas necessári, utilize utra ficha para cmpletar s dads. ads da Cnta na CAIXA Cód. agência

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça AgRg no AGRAVO DE INSTRUMENTO Nº 1.249.348 - SP (2009/0224656-2) RELATOR : MINISTRO BENEDITO GONÇALVES AGRAVANTE : FUNDAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO - FDE S : RITA DE CÁSSIA ALVES COCCO SANDRA

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO fls. 1 ACÓRDÃO Registro: 2013.0000216806 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Agravo de Instrumento nº 0196471-72.2012.8.26.0000, da Comarca de São Paulo, em que é agravante SOCIORTHO COMERCIO

Leia mais

MODELO DE PETIÇÃO INICIAL RITO ORDINÁRIO. (espaço aproximadamente 10 cm 4 )

MODELO DE PETIÇÃO INICIAL RITO ORDINÁRIO. (espaço aproximadamente 10 cm 4 ) Modelos práticos 1. Petição inicial rito ordinário MODELO DE PETIÇÃO INICIAL RITO ORDINÁRIO EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO 1 DA VARA CÍVEL 2 DO FORO DA COMARCA DE CAMPINAS 3 NO ESTADO DE

Leia mais

OAB 2ª FASE DE DIREITO EMPRESARIAL Profª. Elisabete Vido PEÇA 01

OAB 2ª FASE DE DIREITO EMPRESARIAL Profª. Elisabete Vido PEÇA 01 OAB 2ª FASE DE DIREITO EMPRESARIAL Profª. Elisabete Vido PEÇA 01 (OAB/LFG 2009/02). A sociedade Souza e Silva Ltda., empresa que tem como objeto social a fabricação e comercialização de roupas esportivas,

Leia mais

EXCELENTISSIMO SENHOR JUIZ DE DIREITO DA VARA CIVEL DA COMARCA DO RIO DE JANEIRO-ESTADO DO RIO DE JANEIRO

EXCELENTISSIMO SENHOR JUIZ DE DIREITO DA VARA CIVEL DA COMARCA DO RIO DE JANEIRO-ESTADO DO RIO DE JANEIRO EXCELENTISSIMO SENHOR JUIZ DE DIREITO DA VARA CIVEL DA COMARCA DO RIO DE JANEIRO-ESTADO DO RIO DE JANEIRO RENATO GOMES, brasileiro, divorciado, dentista, residente e domiciliado na Rua dos Santos, Bairro

Leia mais

ACÓRDÃO. Rio de Janeiro, 05 de outubro de 2010. Desembargador ROBERTO FELINTO Relator

ACÓRDÃO. Rio de Janeiro, 05 de outubro de 2010. Desembargador ROBERTO FELINTO Relator DÉCIMA OITAVA CÂMARA CÍVEL Apelação Cível nº 0355516-46.2008.8.19.0001 Apelante 1 : AZZURRA PARIS VEÍCULOS LTDA. Apelante 2 : SUL AMÉRICA COMPANHIA NACIONAL DE SEGUROS Apelados 1 : OS MESMOS Apelado 2

Leia mais

ACÓRDÃO PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA. Apelação Cível ri 026.2006.000553-0/001 Origem : 2 4 Vara da Comarca de naná

ACÓRDÃO PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA. Apelação Cível ri 026.2006.000553-0/001 Origem : 2 4 Vara da Comarca de naná ACÓRDÃO PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DA PARAÍBA Apelação Cível ri 026.2006.000553-0/001 Origem : 2 4 Vara da Comarca de naná TRIBUNAL DE JUSTIÇA Relator : Desembargador Frederico Martinho da NObrega Coutinho

Leia mais

MODELO 1 Pessoa Física PROCURAÇÃO AD JUDICIA

MODELO 1 Pessoa Física PROCURAÇÃO AD JUDICIA Modelos práticos 1. Mandato MODELO 1 Pessoa Física PROCURAÇÃO AD JUDICIA NOME DO OUTORGANTE, (nacionalidade), (estado civil), (profissão), portador do documento de identidade RG. n.º (número do documento)

Leia mais

SENTENÇA. Foi concedida a antecipação dos efeitos da tutela para suspender a exigibilidade da notificação de nº 2012/808804682957086 (evento 9).

SENTENÇA. Foi concedida a antecipação dos efeitos da tutela para suspender a exigibilidade da notificação de nº 2012/808804682957086 (evento 9). AÇÃO ORDINÁRIA (PROCEDIMENTO COMUM ORDINÁRIO) Nº 5029780-43.2013.404.7000/PR AUTOR : ETEVALDO VAZ DA SILVA ADVOGADO : LEONILDA ZANARDINI DEZEVECKI RÉU : UNIÃO - FAZENDA NACIONAL MPF : MINISTÉRIO PÚBLICO

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA VARA DO TRABALHO DE CURITIBA PR

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA VARA DO TRABALHO DE CURITIBA PR EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA VARA DO TRABALHO DE CURITIBA PR Tomi Lee Gando, brasileiro, casado, técnico eletricista, portador de CTPS n. 01010, série 010, inscrito no PIS sob o n. 010.010.010-10

Leia mais

ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO GABINETE DO DES. SAULO HENRIQUES DE SÁ E BENE VIDES

ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO GABINETE DO DES. SAULO HENRIQUES DE SÁ E BENE VIDES ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO GABINETE DO DES. SAULO HENRIQUES DE SÁ E BENE VIDES DECISÃO TERMINATIVA Agravo de Instrumento 200.2011.026679-4/001 2 1' Vara Civel da Capital. Relator : Des. Saulo Henriciues

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DA MAGISTRATURA TRABALHALISTA DA 6ª REGIÃO. Diretor: Desembargador Sergio Torres Teixeira

ESCOLA SUPERIOR DA MAGISTRATURA TRABALHALISTA DA 6ª REGIÃO. Diretor: Desembargador Sergio Torres Teixeira ESCOLA SUPERIOR DA MAGISTRATURA TRABALHALISTA DA 6ª REGIÃO Diretor: Desembargador Sergio Torres Teixeira QUINTA SELEÇÃO PARA ADMISSÃO AO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM DIREITO PROCESSUAL CIVIL E DO TRABALHO

Leia mais

Conselho Nacional de Justiça

Conselho Nacional de Justiça Conselho Nacional de Justiça PROCEDIMENTO DE CONTROLE ADMINISTRATIVO N. 0006328-24.2010.2.00.0000 RELATOR : CONSELHEIRO FELIPE LOCKE CAVALCANTI REQUERENTE : ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL - SECCIONAL DO

Leia mais

Vigésima Sétima Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro

Vigésima Sétima Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro APELAÇÃO CÍVEL Nº 2216384-69.2011.8.19.0021 APELANTE: TERESA RAMOS DE SANTANA APELADO: RICARDO ELETRO DIVINOPOLIS LTDA APELADO: ZTE DO BRASIL COMERCIO SERVIÇOS E PARTICIPAÇÕES LTDA RELATOR: DES. FERNANDO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Registro: 2013.0000027012 ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO. Registro: 2013.0000027012 ACÓRDÃO fls. 1 Registro: 2013.0000027012 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Embargos Infringentes nº 0003778-19.2011.8.26.0575/50000, da Comarca de São José do Rio Pardo, em que é embargante

Leia mais

Nesses termos, pede deferimento. Uberaba/MG,

Nesses termos, pede deferimento. Uberaba/MG, MERITÍSSIMA JUÍZA DE DIREITO DO JUIZADO ESPECIAL CÍVEL DA COMARCA DE UBERABA/ MINAS GERAIS. Autos n. 701. Secretaria cível BANCO xxxx., já qualificado nos autos epigrafados da AÇÃO DECLARATÓRIA DE INEXISTÊNCIA

Leia mais

ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA - Gab. Des. Genésio Gomes Pereira Filho

ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA - Gab. Des. Genésio Gomes Pereira Filho , 1. " ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA - Gab. Des. Genésio Gomes Pereira Filho ACÓRDÃO. APELAÇÃO CÍVEL N 076.2005.000115-5/001 Comarca de Gurinhém RELATOR: Des. Genésio Gomes Pereira

Leia mais

QUINTA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO Nº 45610/2012 - CLASSE CNJ - 198 - COMARCA CAPITAL

QUINTA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO Nº 45610/2012 - CLASSE CNJ - 198 - COMARCA CAPITAL APELANTE: BRADESCO AUTO RE COMPANHIA DE SEGUROS APELADO: HAMILTON DE CARVALHOFERREIRA Número do Protocolo: 45610/2012 Data de Julgamento: 19-9-2012 E M E N T A SEGURO OBRIGATÓRIO (DPVAT) - LEI N. 11.482/07

Leia mais

Inteiro Teor (869390)

Inteiro Teor (869390) : Acórdão Publicado no D.J.U. de 19/10/2005 EMENTA PREVIDENCIÁRIO. REVISÃO DA RMI. IRSM DE FEVEREIRO/94 (39,67%). NÃO RETENÇÃO DE IRRF. JUROS MORATÓRIOS. 1. Os salários de contribuição devem ser reajustados,

Leia mais

DECISÕES» ISS. 3. Recurso especial conhecido e provido, para o fim de reconhecer legal a tributação do ISS.

DECISÕES» ISS. 3. Recurso especial conhecido e provido, para o fim de reconhecer legal a tributação do ISS. DECISÕES» ISS INTEIRO TEOR. EMENTA. TRIBUTÁRIO. RECURSO ESPECIAL. ATIVIDADE DE INCORPORAÇÃO DE IMÓVEIS. EXISTÊNCIA DE DOIS CONTRATOS: O DE COMPRA E VENDA E O DE EMPREITADA. CARACTERIZAÇÃO DE FATO GERADOR

Leia mais