Aulas Particulares on-line

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Aulas Particulares on-line"

Transcrição

1 Esse material é parte integrante do ulas Particulares on-line do IESE RSIL S/, MTEMÁTI PRÉ-VESTIULR LIVRO O PROFESSOR

2 IESE rasil S.. É proibida a reprodução, mesmo parcial, por qualquer processo, sem autorização por escrito dos autores e do detentor dos direitos autorais. I9 IESE rasil S.. / Pré-vestibular / IESE rasil S.. uritiba : IESE rasil S.., 009. [Livro do Professor] 660 p. ISN: Pré-vestibular.. Educação.. Estudo e Ensino. I. Título isciplinas Língua Portuguesa Literatura Matemática Física Química iologia História Geografia Produção utores Francis Madeira da S. Sales Márcio F. Santiago alixto Rita de Fátima ezerra Fábio Ávila anton Pedro dos Santos Feres Fares Haroldo osta Silva Filho Jayme ndrade Neto Renato aldas Madeira Rodrigo Piracicaba osta leber Ribeiro Marco ntonio Noronha Vitor M. Saquette Edson osta P. da ruz Fernanda arbosa Fernando Pimentel Hélio postolo Rogério Fernandes Jefferson dos Santos da Silva Marcelo Piccinini Rafael F. de Menezes Rogério de Sousa Gonçalves Vanessa Silva uarte. R. Vieira Enilson F. Venâncio Felipe Silveira de Souza Fernando Mousquer Projeto e esenvolvimento Pedagógico Esse material é parte integrante do ulas Particulares on-line do IESE RSIL S/,

3 Esse material é parte integrante do ulas Particulares on-line do IESE RSIL S/,

4 Esse material é parte integrante do ulas Particulares on-line do IESE RSIL S/,

5 Ângulos e polígonos Segmento de reta O curso de geometria plana começa com três conceitos primitivos (conceitos sem definição): ponto, reta e plano, que nos leva a uma melhor compreensão no estudo dos ângulos e têm grande utilidade no dia-a-dia. Ponto, reta e plano PONTO RET S PLNO (α) Se tomarmos dois pontos distintos e de uma reta r, o pedaço da reta que vai de um ponto ao outro é chamado de segmento de reta. Ângulos Se traçarmos duas semirretas de mesma origem, as regiões formadas no plano que as contém serão chamadas de ângulos. 0 Tipos de ângulos Numa reta há infinitos pontos. Num plano, há infinitas retas e, consequentemente, infinitos pontos. gudo É todo ângulo α, tal que 0 < α < 90. Semirreta Se tomarmos um ponto O de uma reta r, formaremos duas semirretas, com origem no ponto O. O r Reto 0 α É todo ângulo α, tal que α = 90. Símbolo EM_V_MT_06 Esse material é parte integrante do ulas Particulares on-line do IESE RSIL S/, 1

6 djacentes Muitas vezes o desenho induz ao erro, pois o ângulo só será considerado reto se tiver o símbolo ou vier escrito. Possuem o mesmo vértice e um lado comum entre eles. Ô e Ô O Obtuso É todo ângulo α, tal que 90 < α < α Todo ângulo adjacente é consecutivo, mas nem todo ângulo consecutivo é adjacente. Raso É todo ângulo α, tal que α = 180. α Reentrantes 0 É todo ângulo α, tal que 180 < α < 60. α 0 omplementares São dois ângulos cuja soma é igual a α β α + β = 90 α é o complemento de β ou β é o complemento de α Suplementares omparação de dois ou mais ângulos onsecutivos Possuem o mesmo vértice e um lado em comum. São dois ângulos cuja soma é igual a 180. α 0 β α + β = 180 α é o suplemento de β ou β é o suplemento de α Ô e Ô O Esse material é parte integrante do ulas Particulares on-line do IESE RSIL S/, EM_V_MT_06

7 Replementares São dois ângulos cuja soma é igual a 60. α + β = 60 lternos Internos: c e; d f Externos: a g; b h 0 α β α é o replemento de β ou β é o replemento de α Opostos pelo vértice São dois ângulos de mesma medida, tais que os lados de um são as respectivas semirretas opostas aos lados do outro. Todos os ângulos alternos são congruentes. olaterais Internos: c f; d e Externos: a h; b g α β α = β Todos os ângulos colaterais são suplementares. issetriz de um ângulo É a semirreta de origem no vértice que divide o ângulo em duas partes com a mesma medida. O α α R OR é bissetriz de Ô orrespondentes São os ângulos que se superpõem quando deslocamos a reta s para cima da reta r, logo, são congruentes. a e; b f; d h; c g EM_V_MT_06 Retas paralelas cortadas por uma transversal h e d a g f t c b s r (r//s) s r α t β α θ α + β + θ = 180º. soma dos ângulos externos de qualquer triângulo vale 180º. Esse material é parte integrante do ulas Particulares on-line do IESE RSIL S/, u θ

8 Polígonos s figuras poligonais geralmente são usadas para delimitar uma região em destaque, assim podendo calcular a área de seu interior de acordo com seus ângulos internos. Muito utilizado na idade média quando as igrejas eram construídas com mosaicos e vitrais em suas decorações interiores, atualmente vemos duas dessas formas poligonais (pentágono e hexágono) nos gomos da bola de futebol. O polígono é a união de n segmentos de retas consecutivas (n > ). V V 1 V V n V 4 Equiângulo É todo polígono que tem ângulos congruentes. Retângulo Quadrado Regular É todo polígono equilátero e equiângulo. E F 4 V 5 V 1 V V V V V 4... V n V 1 lassificação onvexo É o polígono no qual quaisquer pontos interiores unidos formam um segmento de reta completamente contido no polígono. ôncavo E É o polígono no qual existem pontos interiores que, unidos, formam um segmento de reta que não está completamente contido no polígono. Equilátero F É todo polígono que tem lados congruentes. Losango E Quadrado Quadrado Gênero Pentágono regular E Hexágono regular É todo número de lados (ou vértices) de um polígono. lados triângulo 4 lados quadrado 5 lados pentágono 6 lados hexágono 7 lados heptágono 8 lados octógono 9 lados eneágono 10 lados decágono 11 lados undecágono 1 lados dodecágono 0 lados icoságono Para os demais dizemos polígonos de n lados. Número de diagonais iagonal É o segmento de reta que une dois vértices não adjacentes. (n lados) Esse material é parte integrante do ulas Particulares on-line do IESE RSIL S/, EM_V_MT_06

9 iagonais de cada vértice omo podemos observar, de cada vértice sai (n ) diagonais, pois não pode sair diagonal para os vértices adjacentes e nem para o próprio vértice. Ângulos internos (a i ) e ângulos externos (a e ) Em cada vértice temos um ângulo interno e um ângulo externo adjacente. 1 ae 1 ai 1 ai a e n Logo, se o polígono tem n lados ele terá n vértices, o que nos leva a pensar errado que o número de diagonais é igual a n (n ). Total de diagonais omo podemos observar, cada diagonal é contada duas vezes, então a relação correta do número de diagonais é: n(n ) Soma dos ângulos internos (S ai ) V n V V V 1 V 4 n lados V 5 4 a i a e = 180º omo podemos observar, temos n lados nos dando n triângulos, assim concluímos que a soma dos ângulos internos será: n(n ) nd = 5(5 ) nd = = 5 Pentágono Somente em polígonos regulares de gênero par podemos afirmar que o número de diagonais que passam pelo centro é igual à metade do número de lados n. S ai = 180 (n ) Soma dos ângulos externos (S ae ) onsideremos, como exemplo, o polígono da figura a seguir: Tracemos, pelo ponto p, paralelas aos lados do polígono. Os ângulos formados em torno do ponto p são congruentes, respectivamente, aos ângulos externos do polígono. Logo, é fácil concluir que: a e1 + a e + a e +a e4 +a e5 = 60 a e a e ae a e1 a e EM_V_MT_06 Esse material é parte integrante do ulas Particulares on-line do IESE RSIL S/, a e4 a e4 a e5 a e5 a e1 5

10 soma dos ângulos externos de um polígono convexo é dada por: S ae = 60 Para todo polígono regular podemos afirmar que: soma dos ângulos internos Ângulo interno = o número de ângulos internos Ângulo externo = a i = Quadriláteros 180 ( n ) n soma dos ângulos externos o número de ângulos externos a = 60 e n Propriedades Os lados e os ângulos opostos são congruentes, as diagonais cortam-se mutuamente ao meio e os ângulos consecutivos são suplementares. O paralelogramo, de acordo com sua forma, cria algumas propriedades, formando, assim, retângulos, losangos e quadrados. Retângulo É todo paralelogramo que possui os quatro ângulos congruentes. O É a figura plana determinada por quatro segmentos de reta consecutivos (polígono de quatro lados). Propriedades s diagonais são congruentes e cortam-se ao meio. x ^ ^ y w ^ ^ z Losango É todo paralelogramo que possui os quatro lados congruentes. ^, ^, ^ e ^ são ângulos internos. x, y, z, w são ângulos externos. ^ + ^ + ^ + ^ = 60 x + y + z + w = 60 e são diagonais. lassificação Propriedades O s diagonais são perpendiculares entre si bissetrizes dos ângulos internos e se cortam ao meio. Paralelogramo É todo quadrilátero que possui os lados opostos paralelos. Quadrado É todo paralelogramo que possui os quatro lados e os quatro ângulos congruentes. O 6 // e // Esse material é parte integrante do ulas Particulares on-line do IESE RSIL S/, EM_V_MT_06

11 Propriedades s diagonais são congruentes, perpendiculares entre si, bissetrizes dos ângulos internos e se cortam ao meio. Isósceles Os lados não-paralelos são congruentes. É interessante observarmos que, ao destacarmos uma das partes do retângulo dividido por sua diagonal, teremos um triângulo retângulo e deste tiramos algumas propriedades: x x O x O x x x x mediana relativa à hipotenusa de um triângulo mede a metade da hipotenusa. Por consequência, teremos dois triângulos isósceles, O e O. Trapézio É todo quadrilátero que possui somente um par de lados paralelos, chamados bases. // // Os ângulos pertencentes à mesma base são congruentes. Retângulo Um dos lados não-paralelos é perpendicular às bases (possui dois ângulos retos). // // O trapézio retângulo é também escaleno. ase média e mediana de Euler gora vamos estudar como se calcula a base média e a mediana de Euler do trapézio, para isso temos: // O trapézio, de acordo com sua forma, é subdividido em três: escaleno, isósceles e retângulo. ase média do triângulo Escaleno M N Os lados não-paralelos não são congruentes. MN // EM_V_MT_06 MN = M e N são pontos médios de e respectivamente. MN é a base média do triângulo. Esse material é parte integrante do ulas Particulares on-line do IESE RSIL S/, 7

12 ase média do trapézio M MN // MN // MN = + M e N são pontos médios de e respectivamente. N MN é a base média do trapézio. Polígonos inscritos omo já foi estudado anteriormente, um polígono convexo é regular se seus lados e ângulos são congruentes. grande importância dos polígonos regulares na geometria plana é tirada pela inscrição e circunscrição das figuras. Vamos estudar os três principais polígonos regulares: triângulo equilátero, quadrado e hexágono regular, calculando os lados e os apótemas em função dos raios das circunferências inscritas e circunscritas (os apótemas são as distâncias do centro da circunferência aos pontos médios dos lados). Triângulo equilátero Mediana de Euler M P Q N a = R PQ // PQ // =R PQ = M e N são pontos médios de e respectivamente. MN é a base média do trapézio. PQ é a mediana de Euler. emonstração: Trapezoide É todo quadrilátero que não possui lados paralelos. a = R a= R h TE = a= R = = R 8 = R Esse material é parte integrante do ulas Particulares on-line do IESE RSIL S/, EM_V_MT_06

13 Quadrado emonstração: a= R =R hte = R a = emonstração: Polígonos circunscritos Triângulo equilátero d= a= R= a=r R = R a= =R a = R = R Hexágono regular emonstração: a=r a= R = R a = R =R EM_V_MT_06 h TE = a = R = 6R = Esse material é parte integrante do ulas Particulares on-line do IESE RSIL S/, = R 9

14 Quadrado a = R = a = R 1. 5 Um ângulo é igual a do seu suplemento. alcule o 4 replemento do dobro desse ângulo. Solução: emonstração: 5 x = (180 x ) x x = 4 4x = x 9x = 900 x = 100 Log o : Hexágono regular ( 60 x ) =? = 160. etermine o menor ângulo formado pelas bissetrizes de dois ângulos adjacentes e suplementares. a = R r β/ β β/ O α/ α α/ s emonstração: = R Solução α+β= 180 α β RÔS = + α+β 180 RÔS = = = 90. Na figura, calcule α se r//s. h TE = a = a=r R = R = = R 160º α 40 0 s r 10 Esse material é parte integrante do ulas Particulares on-line do IESE RSIL S/, EM_V_MT_06

15 etermine o polígono convexo, cujo número de diagonais é o triplo do número de lados α = α = 0 α = 15 Um raio de luz é refletido por três espelhos planos, dois dos quais são paralelos, como mostra a figura. Lembrando que o raio de luz é refletido por um espelho segundo o seu ângulo de incidência, ou seja, o ângulo de reflexão é igual ao ângulo de incidência, o valor do ângulo α é, em graus: Solução: nd = n n( n ) nd = n( n ) n = 6n = n n n 9n = 0 n = 9 eneágono Em um polígono regular, o ângulo interno é o quádruplo do ângulo externo. alcule a soma dos ângulos internos desse polígono. Solução: ai = 4ae ai + ae = 180 4ae + ae = 180 5ae = 180 a = 6 e 60 = 6 n 60 n = 6 n = 10 Sai = 180 ( n ) Sai = 180 (10 ) Sai = S = ai 90º 85º 80º d) 75º e) 65º α Solução: 5 70 α α = etermine o número de diagonais que não passam pelo centro de um polígono regular cujo ângulo externo vale 45. Solução: 60 ae = n = n 60 n = 45 n = 8 8( 8 ) 8.5 nd = = = 0 n 8 nd pc = = = 4 ndnpc = nd nd pc nd = 0 4 = 16 npc Na construção civil, é muito comum a utilização de ladrilhos ou azulejos com a forma de polígonos para o revestimento de pisos ou paredes. Entretanto, não são todas as combinações de polígonos que se prestam a pavimentar uma superfície plana, sem que haja falhas ou superposições de ladrilhos, como ilustram as figuras. α = 85 EM_V_MT_06 Esse material é parte integrante do ulas Particulares on-line do IESE RSIL S/, 11

16 9. Num trapézio isósceles, a base menor é igual a um dos lados não-paralelos. Prove que as diagonais são bissetrizes dos ângulos agudos. Solução: α α Figura1: Ladrilhos retangulares pavimentando o plano. α α α α Figura : Heptágonos regulares não pavimentam o plano (há falhas ou superposição). tabela traz uma relação de alguns polígonos regulares, com as respectivas medidas de seus ângulos internos. Se ^ = α, então ^ = α, como =, ^ = ^ = α, assim, a diagonal também é bissetriz do vértice analogamente com. 10. Na figura, é um quadrado e E um triângulo equilátero, calcule α. E α Nome Triângulo Quadrado Pentágono Hexágono Octógono Eneágono Figura Solução: Ângulo interno º 10º 15º 140º E Se um arquiteto deseja utilizar uma combinação de dois tipos diferentes de ladrilhos entre os polígonos da tabela, sendo um deles octogonal, o outro tipo escolhido deverá ter a forma de um: triângulo. d) e) quadrado. pentágono. hexágono. eneágono. 11. α α 0º 60º omo é lado do triângulo e do quadrado, temos E = = α, logo E é um triângulo isósceles, assim α + α + 0º = 180º α α = 150º α = 75º. No trapézio da figura, E e F são pontos médios. e e, respectivamente. Sabendo-se que = 4cm e MN= cm, calcule a diferença entre os perímetros dos trapézios FE e EF. Solução: 15º E M N F 15º α 1 α = 60 α = 90º, logo é ângulo interno de um quadrado. Esse material é parte integrante do ulas Particulares on-line do IESE RSIL S/, EM_V_MT_06

17 Solução: x E x b = 4 M N y F y 1. alcule o perímetro do triângulo equilátero inscrito numa circunferência com 1cm de diâmetro. Solução: 1. =? b = 4 = 6 = 10 EF = 10+4 = 7 P FE = 10 + x + y + 7 = 17 + x + y P EF = 4 + x + y + 7 = 11 + x + y P FE - P EF = 6 E Figura 1 Figura Figura Origami é a arte japonesa das dobraduras de papel. Observe as figuras anteriores, onde estão descritos os passos iniciais para fazer um passarinho: comece marcando uma das diagonais de uma folha de papel quadrada. Em seguida, faça coincidir os lados e sobre a diagonal marcada, de modo que o vértice e se encontrem. onsiderando-se o quadrilátero EF da figura, pode-se concluir que o ângulo E mede: 100º 11º 0 115º d) 15º 0 e) 15º Solução: F R = 1 = R = 6 cm R = 6cm P = = 18 cm 14. che a razão entre o lado do quadrado inscrito e o lado do quadrado circunscrito a uma mesma circunferência. Solução: = R R R Razão = = = L R 15. Uma moeda tem em seu interior um hexágono regular inscrito. Se o raio mede 1cm, calcule o perímetro do hexágono inscrito na moeda. Solução: R,5º E 45º45º 67,5º F omo = R = 1cm, temos p = 6 = 6cm E = 45º + 67,5º = 11,5º = 11º0 EM_V_MT_06 Esse material é parte integrante do ulas Particulares on-line do IESE RSIL S/, 1

18 6. Mostre que as bissetrizes de dois ângulos opostos pelo vértice são colineares. 1. Um ângulo mede a metade do seu complemento. Então esse ângulo vale: 0 60º medida da soma de dois ângulos é 15º e a metade de um deles é igual à terça parte da medida do suplemento do outro. alcule a diferença entre esses ângulos. Nas figuras a seguir, as retas r e s são paralelas. Encontre a medida de cada caso. d) 80º. e) 90 O ângulo igual a do seu suplemento mede: d) 7 e) 80. ois ângulos opostos pelo vértice medem x + 10 e x Um deles mede: 0 70º 0 d) 45º e) alcule x e determine o valor dos ângulos adjacentes da figura: x α 0º xα +α 10º d) d) 10º e 60º 105º e 75º 100º e 80º 90º e 90º e) 110º e 70º semirreta O é exterior ao ângulo Ô de bissetriz OX. Se Ô = e Ô = 108º, determine ÔX: d) 66 e) 8 9. emonstre que as bissetrizes de dois ângulos adjacentes e suplementares formam ângulo reto. 10. (UFF) Sabendo que o replemento do dobro de um ângulo é igual ao suplemento do complemento desse mesmo ângulo. etermine a quarta parte desse ângulo. 15º,5º 45º Esse material é parte integrante do ulas Particulares on-line do IESE RSIL S/, EM_V_MT_06

19 d) 60º e) 67,5º (Unirio) diferença entre o suplemento e o complemento de um ângulo qualquer é: um ângulo raso. um ângulo agudo. um ângulo reto. d) um ângulo obtuso. e) não pode ser determinada. alcular os valores dos ângulos internos e externos do polígono regular convexo que possui 7 diagonais. No polígono regular... da figura, as diagonais e formam, entre si, um ângulo que mede 0º. 19. Três polígonos convexos têm lados expressos por números consecutivos. Sendo 700 a soma de todos os ângulos internos dos três polígonos, determine o número de diagonais de cada um deles. 0. etermine o número de lados de um polígono regular E, sabendo que as bissetrizes de P e P, dos ângulos e, formam um ângulo que vale /9 do seu ângulo interno. 1. (UFJF) Em um pentágono convexo, os ângulos internos formam uma progressão aritmética de razão r. O valor de r tal que o maior ângulo desse pentágono meça 18 é: 10 15º 0 d) 7º e) 6. Na figura, E é um pentágono regular. EM_V_MT_06 etermine o número de lados do polígono. 14. O número de diagonais do polígono convexo cuja soma dos ângulos internos é é: d) 44 e) Qual o gênero do polígono convexo em que a diagonal faz com o lado um ângulo de 0º? 16. Qual o polígono convexo em que o número de diagonais é o triplo do número de lados? 17. s mediatrizes de dois lados consecutivos de um polígono regular formam um ângulo igual a 0. etermine o número de diagonais desse polígono. 18. e cada vértice de um polígono regular só podemos traçar três diagonais, sendo que a maior mede T. O perímetro desse polígono vale: d) e) T T T 6T 8T etermine a soma:. ssinale a alternativa que contém a propriedade diferenciada do quadrado em relação aos demais quadriláteros. d) Todos os ângulos são retos. Os lados são todos iguais. s diagonais são iguais e perpendiculares entre si. s diagonais se cortam ao meio. e) Os lados opostos são paralelos e iguais. 4. Q, T, P, L, R e denotam, respectivamente, o conjunto dos quadriláteros, dos trapézios, dos paralelogramos, dos losangos, dos retângulos e dos quadrados. e acordo com a relação de inclusão entre esses conjuntos, a alternativa verdadeira é: R L P L P Q Q P L d) T P Q R e) Q T P R Esse material é parte integrante do ulas Particulares on-line do IESE RSIL S/, 15

20 5. Prove que a figura formada pelas bissetrizes internas de um paralelogramo propriamente dito é um retângulo. 6. Na figura, os triângulos ^M e ^P são equiláteros e é um quadrado. 7. alcule o ângulo d) 45 e) 0 (Fuvest) No retângulo a seguir, o valor em graus de + é: 9. (UFMG) Sobre figuras planas, é correto afirmar que: um quadrilátero convexo é um retângulo se os la- dos opostos têm comprimentos iguais. um quadrilátero que tem suas diagonais perpendicu- lares é um quadrado. um trapézio que tem dois ângulos consecutivos congruentes é isósceles. d) um triângulo equilátero é também isósceles. e) um triângulo retângulo é aquele cujos ângulos são retos. 0. (PU-SP) Sendo: = {x x é quadrilátero} = {x x é quadrado} = {x x é retângulo} = {x x é losango} E = {x x é trapézio} F = {x x é paralelogramo} então vale a relação: E F F d) F e) E 1. Na figura, é um quadrado e M um triângulo equilátero d) 10 e) 0 afirmativa um quadrado foi subdividido em n quadrados congruentes acarreta que: n pode ser 1. n não pode ser par. n não pode ser ímpar. d) n pode ser 6. e) n pode ser 9. etermine a medida do ângulo ^M d) 48 e) 50 Esse material é parte integrante do ulas Particulares on-line do IESE RSIL S/, EM_V_MT_06

21 EM_V_MT_06. (esgranrio) s bases MQ e np de um trapézio medem 4cm e 11cm, respectivamente. Se o ângulo M^QP é o dobro do ângulo P^NM, então o lado PQ mede: 154cm 1cm 91cm d) 77cm e) 70cm. Na figura ad = dc = cb e bd = ba medida do ângulo  do trapézio mede: d) 48 e) Ligando-se os pontos médios dos lados de um quadrilátero convexo de diagonais 6 e 8, obtém-se um outro quadrilátero convexo de perímetro: d) 14 e) (UFRJ) Os ângulos internos de um quadrilátero convexo estão em progressão aritmética de razão igual a 0. etermine o valor do maior ângulo desse quadrilátero. 6. alcule o lado e o apótema do triângulo equilátero inscrito num círculo de raio R. 7. alcule o lado e o apótema do quadrado inscrito num círculo de raio R. 8. alcule o lado e o apótema do hexágono regular inscrito num círculo de raio R. 9. alcule o lado do triângulo equilátero circunscrito a um círculo de raio R. 40. alcule o lado do hexágono regular circunscrito a um círculo de raio R. 41. alcule a distância entre dois lados opostos de um hexágono regular de cm de lado. 4. alcule a razão entre os perímetros de dois hexágonos regulares, o primeiro inscrito e o segundo circunscrito a um mesmo círculo. 4. E é um polígono regular convexo de cm de lado. s diagonais e formam um ângulo de 18º. alcule o perímetro do polígono. 44. (UFF) razão entre o lado do quadrado inscrito e o lado do quadrado circunscrito em uma circunferência de raio R é: d) 1 1 e) 45. (PU)... é um polígono regular convexo, de n 1 n lados, inscrito em um círculo. Se o vértice 15 é diametralmente oposto ao vértice 46, o valor de n é: d) 56 e) (Unirio) Às 1 horas e 15 minutos, os ponteiros de um relógio formam um ângulo de: d) 7 e) 5 0 Esse material é parte integrante do ulas Particulares on-line do IESE RSIL S/, 17

22 .. Nesta figura, as retas r e s são paralelas e t e u são transversais. O valor em graus de (x + y) é: d) 660 e) 580 O triplo do complemento de um ângulo é igual à terça parte do seu suplemento aumentada da metade do replemento do quádruplo desse ângulo. etermine o valor do complemento desse ângulo. 4. e são, respectivamente, as bissetrizes dos ângulos adjacentes MÔN e NÔP. é a bissetriz do ângulo QÔR. alcule as medidas, em graus, dos ângulos MÔN e NÔP, sabendo que MÔP = 100 e MÔT = Sendo r//s na figura abaixo, o valor de a é: 4h min e 4h 8 min. d) 4h 5 min e 4h 8 min. 7. (UFRRJ) s semirretas consecutivas e são tais que são colineares e Ô = alcule a medida do ângulo PÔQ, sabendo-se que são as bissetrizes dos ângulos Ô e Ô d) 9 e) 16 Pelo ponto de uma reta traçam-se, num mesmo semiplano dos determinados por, as semirretas. O ângulo é o dobro do ângulo e o ângulo é o dobro do ângulo. alcule o ângulo formado pelas bissetrizes dos ângulos e. 9. Na figura abaixo, calcule. e º 10º 15º d) 0º e) 0º (IT) Entre 4 e 5 horas, o ponteiro das horas de um relógio fica duas vezes em ângulo reto com o ponteiro dos minutos. Os momentos dessas ocorrências serão: 4h 5 min e 4h 8 min. 4h5 min e 4h 8 min. 10. (OM) Quantos ângulos retos são formados pelos ponteiros (horas e minutos) de um relógio em um dia completo que se inicia às 0:00 h? d) (M) Na figura a seguir: I. Ô = 108 II. ZÔ = 4 Esse material é parte integrante do ulas Particulares on-line do IESE RSIL S/, EM_V_MT_06

23 d) e) 1. Sabendo-se que OX, OY e OZ são as bissetrizes de Ô, Ô e XÔY, respectivamente, determine a medida de Ô. uas bissetrizes internas de dois ângulos consecutivos de um polígono regular formam um ângulo dado por: 16. O número de diagonais de um polígono regular de n lados que não passam pelo centro da circunferência circunscrita nesse polígono, é dado por: 17. d) e) n (n ) n (n 1) n (n ) n (UFF) figura representa um triângulo equilátero FHN de lado e um hexágono regular. d) e) EM_V_MT_06 1. (esgranrio) Na figura E é um polígono regular. etermine a medida do ângulo Â. 14. (onsart) Se cada ângulo interno de um polígono não excede, então o polígono tem, no máximo: 4 lados. 5 lados. 6 lados. d) 8 lados. e) 1 lados. 15. Os lados de um polígono regular de n lados, n > 4, são prolongados para formar uma estrela. O número de graus em cada vértice da estrela é: Sabendo que I é ponto médio do lado e pertence ao segmento, assinale a alternativa que representa o perímetro do quadrilátero FGLM. d) e) Se a razão entre o número de diagonais e o número de lados de um polígono é um número inteiro positivo, então o número de lados do polígono é: par. ímpar. múltiplo de. d) não existe. e) nenhuma das anteriores. 19. soma dos (n 1) ângulos internos de um polígono regular de n lados é 945º. etermine o número de lados do polígono. 0. (FEI) O menor ângulo de um polígono convexo mede 19º, e os outros ângulos formam com o primeiro uma progressão aritmética de razão. etermine o número de lados do polígono. Esse material é parte integrante do ulas Particulares on-line do IESE RSIL S/, 19

24 1. (Mackenzie) medida em graus de um ângulo interno de um polígono regular é um número inteiro. O número de polígonos não semelhantes que possuem essa propriedade é: 4 0 d) 18 e) 15. Um polígono P tem lados a mais e 0 diagonais a mais 1 que um polígono P. Quantas diagonais possui P 1?. (N) O número de polígonos regulares, tais que quaisquer duas de suas diagonais, que passam pelo seu centro, formam entre si ângulo expresso em graus por número inteiro, é: d) e) 4 5. O hexágono da figura abaixo é equiângulo e não equilátero. etermine o valor de X e Y. 6. é um quadrado cujas diagonais cortam-se no ponto I. onstrói-se, exteriormente, um triângulo equilátero M. 7. alcule o ângulo ÎJ, sabendo-se que J é o ponto médio do lado am. Observe a figura abaixo: 4. (EFET) Para ladrilhar o chão de uma varanda foram usadas lajotas na forma de pentágonos regulares e losangos, como mostra a figura. O trapézio é isósceles e o lado oblíquo tem para o dobro da medida da base menor ab. O ponto M é médio de bc e dm = dc Se o ângulo ^M mede 0, calcule o valor da medida do ângulo ^. 8. Na figura a seguir, não pertence ao plano determinado pelos pontos,, e. Os pontos E, F, G e H são os pontos médios dos segmentos ab, bc, cd E da respectivamente. 0 Os ângulos agudos de cada losango medem: d) 56 e) 7 Prove que EFGH é um paralelogramo. Esse material é parte integrante do ulas Particulares on-line do IESE RSIL S/, EM_V_MT_06

25 9. ado o triângulo acutângulo da figura H, tal que ab = 8, bc = 1 e bh =, calcule o perímetro do quadrilátero convexo MNPH, onde M, N e P são pontos médios dos lados ab, ac e bc.. O perímetro do paralelogramo é igual a: 48cm 46cm 40cm d) 6cm e) cm Um ponto qualquer é considerado sobre o lado OX do ângulo XÔY da figura. 0. (Unificado) No quadrilátero da figura a seguir são traçadas as bissetrizes cm e bn, que formam entre si o ângulo. soma dos ângulos internos e desse quadrilátero corresponde a: d) e) 4 1. Na figura, é um paralelogramo. Traçamos, então: 1. ab OY. aq // OY. opq tal que pq = oa Se PÔ = 6, XÔY mede: º d) 78º e) 80º. No paralelogramo, as distâncias de, e a uma reta exterior que contém são, respectivamente, a, b e c. EM_V_MT_06 onsidere: 1. ap bissetriz de Â, bp bissetriz de ^ e cq bissetriz de ^.. M e N pontos médios, respectivamente, de ab e bc. pm = 5cm e qn = cm. Prove que b = a + c. Esse material é parte integrante do ulas Particulares on-line do IESE RSIL S/, 1

26 4. Na figura, M é o ponto médio do lado bc, an bissetriz do ângulo  e bn perpendicular a an. 8. Na figura abaixo, é um trapézio e M e N os pontos médios dos lados não-paralelos. Se = 14 e ac = 0, calcule o comprimento do segmento mn. 5. (Fuvest) Em um trapézio isósceles, a altura é igual à base média. eterminar o ângulo que a diagonal forma com a base. 6. No quadrilátero, temos = bc = e o prolongamento desses lados forma um ângulo de 60. Mostre que: Os pontos P, M, N e Q são colineares. O perímetro do trapézio vale o dobro do segmento pq. 9. o montar um quebra-cabeça, Joãozinho montou o retângulo abaixo de dimensões a e b, decomposto em quatro quadrados. a Indicando por,, e, respectivamente, as me- didas dos ângulos internos do quadrilátero de vértice,, e, calcule + e +. Sejam J o ponto médio de dc, M o ponto médio de ac e N o ponto médio de bd. alcule jm e jn. alcule a medida do ângulo M^J N. 7. Na figura abaixo, é um quadrilátero onde ad = bc e  + ^ = 10º. b Qual o valor da razão a/b? 5 d) 1 e) alcule o perímetro do triângulo PQR. Sabendo que P, Q e R são respectivamente os pontos médios dos segmentos ac, bd E dc e que ad = 6m Esse material é parte integrante do ulas Particulares on-line do IESE RSIL S/, EM_V_MT_06

27 EM_V_MT_ Na figura a seguir, calcule o ângulo, sabendo que E é um pentágono onde = ^ = 90º, ab = bc, cd = de e que M é o ponto médio do lado ae. 41. Em uma circunferência de centro O e raio, têm-se duas cordas paralelas, e, que são os lados do quadrado e do hexágono regular convexo inscritos, respectivamente. distância EF entre essas cordas é, aproximadamente, igual a: d) 5 6 π e) 4. Na figura a seguir, e são, respectivamente, lados do triângulo equilátero e do quadrado inscritos na circunferência de raio r. om centro em, traçam-se os arcos de circunferências e, que interceptam a reta t em e. medida que está mais próxima do comprimento do segmento é: o perímetro do quadrado de lado. o comprimento da semicircunferência de raio r. o dobro do diâmetro da circunferência de raio r. d) o semiperímetro do triângulo equilátero de lado. 4. alcule o perímetro do triângulo equilátero circunscrito ao círculo que circunscreve um quadrado de 8 6 cm de perímetro. 44. alcule a distância entre dois lados opostos de um hexágono regular inscrito num círculo inscrito num triângulo equilátero de 6m de lado. 45. alcule a razão entre os perímetros do triângulo equilátero inscrito num círculo e do hexágono regular circunscrito ao mesmo círculo. 46. alcule o lado do octógono regular convexo inscrito num círculo de raio igual a cm. 47. alcule o lado do dodecágono regular convexo inscrito num círculo de raio cm. 48. alcule o comprimento da diagonal do pentágono regular convexo, de lado = cm. 49. razão entre os comprimentos das circunferências circunscrita e inscrita a um quadrado é: d) e) (Unirio) Um carimbo com o símbolo de uma empresa foi encomendado a uma fábrica. Ele é formado por um triângulo equilátero que está inscrito numa circunferência e que circunscreve um hexágono regular. Sabendo-se que o lado do triângulo deve medir cm, então a soma das medidas, em cm, do lado do hexágono com a do diâmetro da circunferência deve ser: Esse material é parte integrante do ulas Particulares on-line do IESE RSIL S/,

28 d) e) che o lado do decágono regular inscrito em um círculo de raio R. 4 Esse material é parte integrante do ulas Particulares on-line do IESE RSIL S/, EM_V_MT_06

29 e EM_V_MT_ emonstração º 40 d) 55º emonstração Eneágono. 16. Eneágono diagonais , 14 e lados = = Esse material é parte integrante do ulas Particulares on-line do IESE RSIL S/, 5

30 E 0. 1 lados diagonais R R e R R e R R e R R cm x = 1 y = 4 6. = 0 7. = H e FG é um paralelogramo. 17cm cm 1... E emonstração 4. omo an é bissetriz, temos dois triângulos congruentes N e NQ, logo aq = 14 e qc = 6. No triângulo Q, N e M são pontos médios, assim mn = , com as bases E e 40 E º e cm + = = 90 + = = 90 pq = pm + mn + nq mn = + b pq = x + + b + y pq = x + b + y P = x + + b + y P =.pq Esse material é parte integrante do ulas Particulares on-line do IESE RSIL S/, EM_V_MT_06

31 cm m 4 cm cm ( 1+ 5)cm R ( 5 1) EM_V_MT_06 Esse material é parte integrante do ulas Particulares on-line do IESE RSIL S/, 7

32 8 Esse material é parte integrante do ulas Particulares on-line do IESE RSIL S/, EM_V_MT_06

CURSO DE GEOMETRIA LISTA

CURSO DE GEOMETRIA LISTA GEOMETRI Ângulos Obs.: Dois ângulos são congruentes quando têm a mesma abertura. Exemplos: Ângulos complementares Soma (medida) 90º Ângulos suplementares Soma (medida) 180º issetriz bissetriz de um ângulo

Leia mais

REVISÃO Lista 07 Áreas, Polígonos e Circunferência. h, onde b representa a base e h representa a altura.

REVISÃO Lista 07 Áreas, Polígonos e Circunferência. h, onde b representa a base e h representa a altura. NOME: ANO: º Nº: POFESSO(A): Ana Luiza Ozores DATA: Algumas definições Áreas: Quadrado: EVISÃO Lista 07 Áreas, Polígonos e Circunferência A, onde representa o lado etângulo: A b h, onde b representa a

Leia mais

Aula 5 Quadriláteros Notáveis

Aula 5 Quadriláteros Notáveis Aula 5 Quadriláteros Notáveis Paralelogramo Definição: É o quadrilátero convexo que possui os lados opostos paralelos. A figura mostra um paralelogramo ABCD. Teorema 1: Se ABCD é um paralelogramo, então:

Leia mais

Aula 12 Áreas de Superfícies Planas

Aula 12 Áreas de Superfícies Planas MODULO 1 - AULA 1 Aula 1 Áreas de Superfícies Planas Superfície de um polígono é a reunião do polígono com o seu interior. A figura mostra uma superfície retangular. Área de uma superfície é um número

Leia mais

Programa Olímpico de Treinamento. Aula 1. Curso de Geometria - Nível 2. Prof. Rodrigo Pinheiro

Programa Olímpico de Treinamento. Aula 1. Curso de Geometria - Nível 2. Prof. Rodrigo Pinheiro Programa Olímpico de Treinamento urso de Geometria - Nível 2 Prof. Rodrigo Pinheiro ula 1 Introdução Nesta aula, aprenderemos conceitos iniciais de geometria e alguns teoremas básicos que utilizaremos

Leia mais

Definição de Polígono

Definição de Polígono Definição de Polígono Figura plana limitada por segmentos de recta, chamados lados dos polígonos onde cada segmento de recta, intersecta exactamente dois outros extremos; se os lados forem todos iguais

Leia mais

AV1 - MA 13-2011 UMA SOLUÇÃO. b x

AV1 - MA 13-2011 UMA SOLUÇÃO. b x Questão 1. figura abaixo mostra uma sequência de circunferências de centros 1,,..., n com raios r 1, r,..., r n, respectivamente, todas tangentes às retas s e t, e cada circunferência, a partir da segunda,

Leia mais

Prof. Jorge. Estudo de Polígonos

Prof. Jorge. Estudo de Polígonos Estudo de Polígonos Enchendo a piscina A piscina de um clube de minha cidade, vista de cima, tem formato retangular. O comprimento dela é de 18 m. o fundo é uma rampa reta. Vista lateralmente, ela tem

Leia mais

ÁREAS. 01 (UFMG) Um terreno tem a forma da figura abaixo. Se AB AD, BC CD, AB = 10 m, BC = 70 m, CD = 40 m e AD = 80 m, então a área do terreno é

ÁREAS. 01 (UFMG) Um terreno tem a forma da figura abaixo. Se AB AD, BC CD, AB = 10 m, BC = 70 m, CD = 40 m e AD = 80 m, então a área do terreno é ÁRES 01 (UFMG) Um terreno tem a forma da figura abaixo. Se,, = 10 m, = 70 m, = 40 m e = 80 m, então a área do terreno é a) 1 500 m b) 1 600 m c) 1 700 m d) 1 800 m 0 (FMMG) - Observe a figura. Nessa figura,

Leia mais

QUADRILÁTEROS. Um quadrilátero é um polígono de quatro lados. Pode ser dito que é porção do plano limitada por uma poligonal fechada,

QUADRILÁTEROS. Um quadrilátero é um polígono de quatro lados. Pode ser dito que é porção do plano limitada por uma poligonal fechada, QUADRILÁTEROS Um quadrilátero é um polígono de quatro lados. Pode ser dito que é porção do plano limitada por uma poligonal fechada, A B C Lados: AB BC CD AD Vértices: A B C D Diagonais: AC BD D Algumas

Leia mais

Aulas Particulares on-line

Aulas Particulares on-line Esse material é parte integrante do ulas Particulares on-line do IESE RSIL S/, MTEMÁTI PRÉ-VESTIULR LIVRO O PROFESSOR 006-009 IESE rasil S.. É proibida a reprodução, mesmo parcial, por qualquer processo,

Leia mais

GEOMETRIA NO PLANO. Linha Conjunto infinito de pontos que pode ser desenhado por um único movimento contínuo (objecto geométrico a uma dimensão).

GEOMETRIA NO PLANO. Linha Conjunto infinito de pontos que pode ser desenhado por um único movimento contínuo (objecto geométrico a uma dimensão). GEOMETRIA NO PLANO 1 Noções Elementares Ponto O objecto geométrico mais elementar (sem dimensão). Linha Conjunto infinito de pontos que pode ser desenhado por um único movimento contínuo (objecto geométrico

Leia mais

MATEMÁTICA ANGULOS ENTRE RETAS E TRIÂNGULOS. 3. A medida do complemento: a) do ângulo de 27º 31 é: b) do ângulo de 16º 15 28 é:

MATEMÁTICA ANGULOS ENTRE RETAS E TRIÂNGULOS. 3. A medida do complemento: a) do ângulo de 27º 31 é: b) do ângulo de 16º 15 28 é: MATEMÁTICA Prof. Adilson ANGULOS ENTRE RETAS E TRIÂNGULOS 1. Calcule o valor de x e y observando as figuras abaixo: a) b) 2. Calcule a medida de x nas seguintes figuras: 3. A medida do complemento: a)

Leia mais

94 (8,97%) 69 (6,58%) 104 (9,92%) 101 (9,64%) 22 (2,10%) 36 (3,44%) 115 (10,97%) 77 (7,35%) 39 (3,72%) 78 (7,44%) 103 (9,83%) Probabilidade 10 (0,95%)

94 (8,97%) 69 (6,58%) 104 (9,92%) 101 (9,64%) 22 (2,10%) 36 (3,44%) 115 (10,97%) 77 (7,35%) 39 (3,72%) 78 (7,44%) 103 (9,83%) Probabilidade 10 (0,95%) Distribuição das.08 Questões do I T A 9 (8,97%) 0 (9,9%) 69 (6,58%) Equações Irracionais 09 (0,86%) Equações Exponenciais (, 0 (9,6%) Geo. Analítica Conjuntos (,96%) Geo. Espacial Funções Binômio de Newton

Leia mais

Geometria Plana 03 Prof. Valdir

Geometria Plana 03 Prof. Valdir Geometria lana 03 rof. Valdir TS TÁVEIS E U TRIÂGUL 1. RIETR É o ponto de equilíbrio ou centro de gravidade do triângulo. baricentro coincide com o ponto de intersecção das medianas do triângulo (na figura

Leia mais

Matemática. Resolução das atividades complementares. M1 Geometria Métrica Plana

Matemática. Resolução das atividades complementares. M1 Geometria Métrica Plana Resolução das atividades complementares Matemática M Geometria Métrica Plana p. 0 Na figura a seguir tem-se r // s // t e y. diferença y é igual a: a) c) 6 e) b) d) 0 8 ( I) y 6 y (II) plicando a propriedade

Leia mais

DIDÁTIKA - RESOLUÇÕES DOS EXERCÍCIOS EXTRAS

DIDÁTIKA - RESOLUÇÕES DOS EXERCÍCIOS EXTRAS DIDÁTIKA - RESOLUÇÕES DOS EXERCÍCIOS EXTRAS 01. Na figura, ABCD é um quadrado e ADE é um triângulo retângulo em E. Se P é o centro do quadrado, prove que a semirreta EP é a bissetriz do ângulo AED. Resolução.

Leia mais

Avaliação 1 - MA13-2015.2 - Gabarito. Sendo dados os segmentos de medidas a e b, descreva como construir com régua e compasso a medida ab.

Avaliação 1 - MA13-2015.2 - Gabarito. Sendo dados os segmentos de medidas a e b, descreva como construir com régua e compasso a medida ab. MESTRADO PROFISSIONAL EM MATEMÁTICA EM REDE NACIONAL Avaliação 1 - MA13-2015.2 - Gabarito Questão 01 [ 2,00 pts ] Sendo dados os segmentos de medidas a e b, descreva como construir com régua e compasso

Leia mais

Geometria plana. Índice. Polígonos. Triângulos. Congruência de triângulos. Semelhança de triângulos. Relações métricas no triângulo retângulo

Geometria plana. Índice. Polígonos. Triângulos. Congruência de triângulos. Semelhança de triângulos. Relações métricas no triângulo retângulo Índice Geometria plana Polígonos Triângulos Congruência de triângulos Semelhança de triângulos Relações métricas no triângulo retângulo Quadriláteros Teorema de Tales Esquadros de madeira www.ser.com.br

Leia mais

Aulas Particulares on-line

Aulas Particulares on-line sse material é parte integrante do ulas Particulares on-line do IS RSIL S/, MTMÁTI PRÉ-VSTIULR LIVRO O PROFSSOR 006-009 IS rasil S.. É proibida a reprodução, mesmo parcial, por qualquer processo, sem autorização

Leia mais

Unidade 4 Formas geométricas planas

Unidade 4 Formas geométricas planas Sugestões de atividades Unidade 4 Formas geométricas planas 6 MTMÁTI 1 Matemática 1. O relógio, representado abaixo, indica exatamente 8 horas. TracieGrant/Shutterstock c) um ângulo de 120 ; d) um ângulo

Leia mais

Aula 10 Triângulo Retângulo

Aula 10 Triângulo Retângulo Aula 10 Triângulo Retângulo Projeção ortogonal Em um plano, consideremos um ponto e uma reta. Chama-se projeção ortogonal desse ponto sobre essa reta o pé da perpendicular traçada do ponto à reta. Na figura,

Leia mais

Matemática Essencial: Alegria Financeira Fundamental Médio Geometria Trigonometria Superior Cálculos

Matemática Essencial: Alegria Financeira Fundamental Médio Geometria Trigonometria Superior Cálculos Matemática Essencial: Alegria Financeira Fundamental Médio Geometria Trigonometria Superior Cálculos Geometria Plana: Áreas de regiões poligonais Triângulo e região triangular O conceito de região poligonal

Leia mais

Bissetrizes e suas propriedades.

Bissetrizes e suas propriedades. Semana Olímpica 013 - Prof. ícero Thiago - olégio ETP/SP issetrizes e suas propriedades. Teorema 1. Seja XOY umângulodadoep umpontoemseuinterior. Então, adistância de P a XO é igual à distância de P a

Leia mais

Atividade 01 Ponto, reta e segmento 01

Atividade 01 Ponto, reta e segmento 01 Atividade 01 Ponto, reta e segmento 01 1. Crie dois pontos livres. Movimente-os. 2. Construa uma reta passando por estes dois pontos. 3. Construa mais dois pontos livres em qualquer lugar da tela, e o

Leia mais

Segmento de reta GEOMETRIA PLANA

Segmento de reta GEOMETRIA PLANA GEOMETRIA PLANA Noções primitivas Os elementos primitivos da geometria são o ponto, a reta e o plano, cujas definições são impossíveis de serem enunciadas, pois só se tem uma noção intuitiva do que sejam.

Leia mais

Geometria plana. Resumo teórico e exercícios.

Geometria plana. Resumo teórico e exercícios. Geometria plana. Resumo teórico e eercícios. 3º olegial / urso tensivo. utor - Lucas ctavio de Souza (Jeca) Relação das aulas. Página ula 01 - onceitos iniciais... 0 ula 0 - Pontos notáveis de um triângulo...

Leia mais

Aulas Particulares on-line

Aulas Particulares on-line MTEMÁTIC PRÉ-VESTIULR LIVRO DO PROFESSOR 006-009 IESDE rasil S.. É proibida a reprodução, mesmo parcial, por qualquer processo, sem autorização por escrito dos autores e do detentor dos direitos autorais.

Leia mais

CADERNO DE ATIVIDADES / MATEMÁTICA TECNOLOGIAS

CADERNO DE ATIVIDADES / MATEMÁTICA TECNOLOGIAS VSTIULR VILS 0. alcule x na figura: x + 0º x + 0º RNO TIVIS / MTMÁTI TNOLOGIS 0. Na figura, é o lado de um quadrado inscrito e é o lado do decágono regular. Qual a medida de x? x 0. Na figura a seguir,

Leia mais

Sessão Leitura 45 Fixação 47 Pintou no Enem 72

Sessão Leitura 45 Fixação 47 Pintou no Enem 72 SUMÁRIO Geometria Plana Teoria O ponto a reta e o plano 4 Semirretas e segmentos 4 Semiplanos e ângulos 5 Classificação dos ângulos em função de suas medidas 6 Ângulos consecutivos e ângulos adjacentes

Leia mais

MATEMÁTICA - 3 o ANO MÓDULO 39 POLÍGONOS

MATEMÁTICA - 3 o ANO MÓDULO 39 POLÍGONOS MATEMÁTICA - 3 o ANO MÓDULO 39 POLÍGONOS P O Ponto P A B A e B são distintos A B A e B são coincidentes r A reta r A t reta t = AB B P s r r s A B B α A B α C A B α C A O α B B A C D B A C D α α = β β

Leia mais

Geometria Euclidiana Plana Parte I

Geometria Euclidiana Plana Parte I CURSO INTRODUTÓRIO DE MATEMÁTICA PARA ENGENHARIA 2015.1 Geometria Euclidiana Plana Parte I Joyce Danielle de Araújo - Engenharia de Produção Lucas Araújo dos Santos - Engenharia de Produção O que veremos

Leia mais

Construções Fundamentais. r P r

Construções Fundamentais. r P r 1 Construções Fundamentais 1. De um ponto traçar a reta paralela à reta dada. + r 2. De um ponto traçar a perpendicular à reta r, sabendo que o ponto é exterior a essa reta; e de um ponto P traçar a perpendicular

Leia mais

MATEMÁTICA 3 GEOMETRIA PLANA Professor Renato Madeira. MÓDULO 5 Quadriláteros

MATEMÁTICA 3 GEOMETRIA PLANA Professor Renato Madeira. MÓDULO 5 Quadriláteros MATEMÁTICA 3 GEOMETRIA PLANA Professor Renato Madeira MÓDULO 5 Quadriláteros Os dois dias mais importantes da sua vida são o dia em que você nasceu e o dia em que você descobre o porquê. (Mark Twain) SUMÁRIO

Leia mais

Geometria Plana Noções Primitivas

Geometria Plana Noções Primitivas Geometria Plana Noções Primitivas Questão 1 (CESGRANRIO-85) Numa carpintaria, empilham-se 50 tábuas, umas de 2 cm e outras de 5 cm de espessura. A altura da pilha é de 154 cm. A diferença entre o número

Leia mais

AULA 2 - ÁREAS. h sen a h a sen b h a b sen A. L L sen60 A

AULA 2 - ÁREAS. h sen a h a sen b h a b sen A. L L sen60 A AULA - ÁREAS Área de um Triângulo - A área de um triângulo pode ser calculada a partir de dois lados consecutivos e o ângulo entre eles. h sen a h a sen b h a b sen A - A área de um triângulo eqüilátero

Leia mais

ÁREA DAS FIGURAS GEOMÉTRICAS PLANAS

ÁREA DAS FIGURAS GEOMÉTRICAS PLANAS 1 ÁREA DAS FIGURAS GEOMÉTRICAS PLANAS 1.Área da região retangular temos: É o paralelogramo que possui os quatro ângulos internos retos, num retângulo, A = B. P = B + d = B + Exemplo: Num retângulo, uma

Leia mais

CIRCUNFERÊNCIA E POLÍGONOS. ROTAÇÕES

CIRCUNFERÊNCIA E POLÍGONOS. ROTAÇÕES B3 CIRCUNFERÊNCIA E POLÍGONOS. ROTAÇÕES Circunferência Circunferência é um conjunto de pontos do plano situados à mesma distância de um ponto fixo (centro). Corda é um segmento de recta cujos extremos

Leia mais

LISTÃO DE EXERCÍCIOS DE REVISÃO IFMA PROFESSOR: ARI

LISTÃO DE EXERCÍCIOS DE REVISÃO IFMA PROFESSOR: ARI 01.: A figura mostra um edifício que tem 15 m de altura, com uma escada colocada a 8 m de sua base ligada ao topo do edifício. comprimento dessa escada é de: a) 12 m. b) 30 m. c) 15 m. d) 17 m. e) 20 m.

Leia mais

Geometria Plana. Exterior do ângulo Ô:

Geometria Plana. Exterior do ângulo Ô: Geometria Plana Ângulo é a união de duas semiretas de mesma origem, não sendo colineares. Interior do ângulo Ô: Exterior do ângulo Ô: Dois ângulos são consecutivos se, e somente se, apresentarem um lado

Leia mais

APOSTILA 2015 DESENHO GEOMÉTRICO PROFESSOR: DENYS YOSHIDA DESENHO GEOMÉTRICO 2º ANO - ENSINO MÉDIO - 2015 1

APOSTILA 2015 DESENHO GEOMÉTRICO PROFESSOR: DENYS YOSHIDA DESENHO GEOMÉTRICO 2º ANO - ENSINO MÉDIO - 2015 1 APOSTILA 015 DESENHO GEOMÉTRICO PROFESSOR: DENYS YOSHIDA DESENHO GEOMÉTRICO º ANO - ENSINO MÉDIO - 015 1 Sumário 1.Geometria Espacial...4 1.1 Definições básicas da Geometria Espacial...4 1. Posições de

Leia mais

1. Sendo (x+2, 2y-4) = (8x, 3y-10), determine o valor de x e de y. 2. Dado A x B = { (1,0); (1,1); (1,2) } determine os conjuntos A e B. 3. (Fuvest) Sejam A=(1, 2) e B=(3, 2) dois pontos do plano cartesiano.

Leia mais

GEOMETRIA PLANA. Segmentos congruentes: Dois segmentos ou ângulos são congruentes quando têm as mesmas medidas.

GEOMETRIA PLANA. Segmentos congruentes: Dois segmentos ou ângulos são congruentes quando têm as mesmas medidas. PARTE 01 GEOMETRIA PLANA Introdução A Geometria está apoiada sobre alguns postulados, axiomas, definições e teoremas, sendo que essas definições e postulados são usados para demonstrar a validade de cada

Leia mais

MATEMÁTICA 3 A SÉRIE - E. MÉDIO

MATEMÁTICA 3 A SÉRIE - E. MÉDIO 1 MTEMÁTI 3 SÉRIE - E. MÉDIO Prof. Rogério Rodrigues O TEOREM DE TLES NOME :... NÚMERO :... TURM :... 2 VI - O TEOREM DE TLES VI. 1) Tudo é água Do último terço do séc. VII à primeira metade do séc. VI

Leia mais

Unidade didáctica: circunferência e polígonos. Matemática 9º ano

Unidade didáctica: circunferência e polígonos. Matemática 9º ano Unidade didáctica: circunferência e polígonos Matemática 9º ano POLÍGONOS. Ângulos de um polígono DEFINIÇÃO: Um polígono é uma superfície plana limitada por uma linha poligonal fechada. Em qualquer polígono

Leia mais

Desenho geométrico. Ponto: Elemento geométrico considerado sem dimensão, apenas com posição. Reta:

Desenho geométrico. Ponto: Elemento geométrico considerado sem dimensão, apenas com posição. Reta: Desenho geométrico Ponto: Elemento geométrico considerado sem dimensão, apenas com posição. Reta: Linha que estabelece a menor distância entre 2 pontos. Por 1 ponto podem passar infinitas retas. Por 2

Leia mais

GEOMETRIA: REVISÃO PARA O TSE Marque, com um X, as propriedades que possuem cada um dos quadriláteros indicados:

GEOMETRIA: REVISÃO PARA O TSE Marque, com um X, as propriedades que possuem cada um dos quadriláteros indicados: Atividade: Quadriláteros (ECA: Atividade REMARCADA para 15/06/2015) Série: 1ª Série do Ensino Médio Etapa: 2ª Etapa 2015 Professor: Cadu Pimentel GEOMETRIA: REVISÃO PARA O TSE 05 01. Marque, com um X,

Leia mais

Desenho e Projeto de Tubulação Industrial Nível II

Desenho e Projeto de Tubulação Industrial Nível II Desenho e Projeto de Tubulação Industrial Nível II Módulo I Aula 04 SUPERFÍCIE E ÁREA Medir uma superfície é compará-la com outra, tomada como unidade. O resultado da comparação é um número positivo, ao

Leia mais

Lista de Exercícios 1 - Caio Milani e Gabriel Mendes (1º Ano)

Lista de Exercícios 1 - Caio Milani e Gabriel Mendes (1º Ano) Lista de Exercícios 1 - Caio Milani e Gabriel Mendes (1º Ano) Polígonos 1. Calcule o número de diagonais de um icoságono (20 lados). 2. Determine o polígono cujo número de diagonais é o triplo do número

Leia mais

Colégio Anglo de Sete Lagoas Professor: Luiz Daniel (31) 2106-1750

Colégio Anglo de Sete Lagoas Professor: Luiz Daniel (31) 2106-1750 Lista de exercícios de Geometria Espacial PRISMAS 1) Calcular a medida da diagonal de um paralelepípedo retângulo de dimensões 10 cm, 8 cm e 6 cm 10 2 cm 2) Determine a capacidade em dm 3 de um paralelepípedo

Leia mais

Matemática 2. 01. A estrutura abaixo é de uma casa de brinquedo e consiste de um. 02. Abaixo temos uma ilustração da Victoria Falls Bridge.

Matemática 2. 01. A estrutura abaixo é de uma casa de brinquedo e consiste de um. 02. Abaixo temos uma ilustração da Victoria Falls Bridge. Matemática 2 01. A estrutura abaixo é de uma casa de brinquedo e consiste de um paralelepípedo retângulo acoplado a um prisma triangular. 1,6m 1m 1,4m Calcule o volume da estrutura, em dm 3, e indique

Leia mais

APOSTILA DE GEOMETRIA PLANA E ESPACIAL

APOSTILA DE GEOMETRIA PLANA E ESPACIAL APOSTILA DE GEOMETRIA PLANA E ESPACIAL Professora: Elisandra Bar de Figueiredo Elaboração da apostila: Elisandra Bar de Figueiredo Home-page: http://www.joinville.udesc.br/portal/professores/elisandra/

Leia mais

Exercícios de Matemática Geometria Analítica - Circunferência

Exercícios de Matemática Geometria Analítica - Circunferência Exercícios de Matemática Geometria Analítica - Circunferência ) (Unicamp-000) Sejam A e B os pontos de intersecção da parábola y = x com a circunferência de centro na origem e raio. a) Quais as coordenadas

Leia mais

Soluções de Questões de Matemática do Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca CEFET/RJ

Soluções de Questões de Matemática do Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca CEFET/RJ Soluções de Questões de Matemática do Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca CEFET/RJ 1. Questão Sistemas de Numeração No sistema de numeração de base, o numeral mais simples de

Leia mais

Aula 3 Polígonos Convexos

Aula 3 Polígonos Convexos MODULO 1 - AULA 3 Aula 3 Polígonos Convexos Conjunto convexo Definição: Um conjunto de pontos chama-se convexo se, quaisquer que sejam dois pontos distintos desse conjunto, o segmento que tem esses pontos

Leia mais

NOME: ANO: 3º Nº: PROFESSOR(A):

NOME: ANO: 3º Nº: PROFESSOR(A): NOME: ANO: º Nº: PROFESSOR(A): Ana Luiza Ozores DATA: Algumas definições Triângulos: REVISÃO Lista 06 Triângulos e Quadriláteros Classificação quanto aos lados: Escaleno (todos os lados diferentes), Isósceles

Leia mais

GEOMETRIA: POLÍGONOS

GEOMETRIA: POLÍGONOS Atividade: Polígonos (ECA 05 Atividade para 13/04/2015) Série: 1ª Série do Ensino Médio Etapa: 1ª Etapa 2014 Professor: Cadu Pimentel GEOMETRIA: POLÍGONOS ATENÇÃO: Estimados alunos, venho lembrar que somente

Leia mais

Exercícios Triângulos (1)

Exercícios Triângulos (1) Exercícios Triângulos (1) 1. Na figura dada, sabe-se que r // s. Calcule x. 2. Nas figuras abaixo, calcule o valor de x. 5. (PUC-SP) Na figura seguinte, as retas r e s são paralelas. Encontre os ângulos

Leia mais

Objetivas 2012. Qual dos números abaixo é o mais próximo de 0,7? A) 1/2 B) 2/3 C) 3/4 D) 4/5 E) 5/7 *

Objetivas 2012. Qual dos números abaixo é o mais próximo de 0,7? A) 1/2 B) 2/3 C) 3/4 D) 4/5 E) 5/7 * Objetivas 01 1 Qual dos números abaixo é o mais próximo de 0,7? A) 1/ B) /3 C) 3/4 D) 4/5 E) 5/7 * Considere três números, a, b e c. A média aritmética entre a e b é 17 e a média aritmética entre a, b

Leia mais

Áreas e Aplicações em Geometria

Áreas e Aplicações em Geometria 1. Introdução Áreas e Aplicações em Geometria Davi Lopes Olimpíada Brasileira de Matemática 18ª Semana Olímpica São José do Rio Preto, SP Nesse breve material, veremos uma rápida revisão sobre áreas das

Leia mais

Exercícios Propostos. Exercício 1: Cinco retas distintas em um plano cortam-se em n pontos. Determine o maior valor que n pode assumir.

Exercícios Propostos. Exercício 1: Cinco retas distintas em um plano cortam-se em n pontos. Determine o maior valor que n pode assumir. Exercícios Propostos Exercício 1: Cinco retas distintas em um plano cortam-se em n pontos. Determine o maior valor que n pode assumir. Exercício 2: As bissetrizes de dois ângulos adjacentes AÔB e BÔC são,

Leia mais

TRABALHO DE DEPENDÊNCIA TURMA: 2ª SÉRIE CONTEÚDOS RELATIVOS AO 1º E 2º BIMESTRE MATEMÁTICA 2 PROFESSOR ROGERIO

TRABALHO DE DEPENDÊNCIA TURMA: 2ª SÉRIE CONTEÚDOS RELATIVOS AO 1º E 2º BIMESTRE MATEMÁTICA 2 PROFESSOR ROGERIO TRABALHO DE DEPENDÊNCIA TURMA: 2ª SÉRIE CONTEÚDOS RELATIVOS AO 1º E 2º BIMESTRE MATEMÁTICA 2 PROFESSOR ROGERIO OBSERVAÇÕES: 1) AS QUESTÕES OBRIGATORIAMENTE DEVEM SER ENTREGUES EM UMA FOLHA A PARTE COM

Leia mais

APOSTILA DE Geometria Plana MATEMÁTICA

APOSTILA DE Geometria Plana MATEMÁTICA 1 RESUO E TETI https://uehelenacarvalhowordpresscom/ PROF RNILO LOPES POSTIL E GEOETRI - RESUO PROF RNILO LOPES POSTIL E Geometria Plana TEÁTI Visite nosso site https://uehelenacarvalhowordpresscom/ Nele

Leia mais

Polígonos PROFESSOR RANILDO LOPES 11.1

Polígonos PROFESSOR RANILDO LOPES 11.1 Polígonos PROFESSOR RANILDO LOPES 11.1 Polígonos Polígono é uma figura geométrica plana e fechada formada apenas por segmentos de reta que não se cruzam no mesmo plano. Exemplos 11.1 Elementos de um polígono

Leia mais

Geometria Área de Quadriláteros

Geometria Área de Quadriláteros ENEM Geometria Área de Quadriláteros Wallace Alves da Silva DICAS MATEMÁTICAS [Escolha a data] Áreas de quadriláteros Olá Galera, 1 QUADRILÁTEROS Quadrilátero é um polígono com quatro lados. A soma dos

Leia mais

Geometria Métrica Espacial. Geometria Métrica Espacial

Geometria Métrica Espacial. Geometria Métrica Espacial UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE SINOP FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS CURSO DE ENGENHARIA CIVIL DISCIPLINA: FUNDAMENTOS DE MATEMÁTICA 1. Prismas Geometria Métrica

Leia mais

Geometria Espacial Elementos de Geometria Espacial Prof. Fabiano

Geometria Espacial Elementos de Geometria Espacial Prof. Fabiano Geometria Espacial Elementos de Geometria Espacial Prof. Fabiano A Geometria espacial (euclidiana) funciona como uma ampliação da Geometria plana (euclidiana) e trata dos métodos apropriados para o estudo

Leia mais

GEOMETRIA. Esse quadradinho no ângulo O significa que é um ângulo reto e sua medida equivale a 90 graus.

GEOMETRIA. Esse quadradinho no ângulo O significa que é um ângulo reto e sua medida equivale a 90 graus. GEOMETRIA Ângulos É a abertura existente entre duas semi-retas que tem a mesma origem. Ângulo reto é formado por duas semi-retas perpendiculares, ou seja, uma horizontal e uma vertical sendo o ponto de

Leia mais

DESENHO GEOMÉTRICO Matemática - Unioeste Definição 1. Poligonal é uma figura formada por uma sequência de pontos (vértices)

DESENHO GEOMÉTRICO Matemática - Unioeste Definição 1. Poligonal é uma figura formada por uma sequência de pontos (vértices) DESENHO GEOMÉTRICO Matemática - Unioeste - 2010 1 Polígonos Definição 1. Poligonal é uma figura formada por uma sequência de pontos (vértices) A 1, A 2,..., A n e pelos segmentos (lados) A 1 A 2, A 2 A

Leia mais

RETÂNGULO ÁREAS DE FIGURAS PLANAS PARALELOGRAMO. Exemplo: Calcule a área de um terreno retangular cuja basemede 3meaaltura 45m.

RETÂNGULO ÁREAS DE FIGURAS PLANAS PARALELOGRAMO. Exemplo: Calcule a área de um terreno retangular cuja basemede 3meaaltura 45m. ÁREAS DE FIGURAS PLANAS RETÂNGULO PARALELOGRAMO Exemplo: Calcule a área de um paralelogramo que tem,4 cmdebasee1,3cmdealtura. Resposta: A= B h A=,4x1,3 A=3,1 cm² 01. Calcule a área do paralelogramo, sabendo-se

Leia mais

Atividade extra. Exercício 1. Matemática e suas Tecnologias Matemática

Atividade extra. Exercício 1. Matemática e suas Tecnologias Matemática Atividade extra Exercício 1 O Tangram é um quebra cabeças com 7 peças de diferentes tamanhos, e com elas podemos montar mais de 1400 figuras, como exemplos, temos as figuras abaixo. Fonte: fundacaobunge.org.br

Leia mais

PROFESSOR: DENYS YOSHIDA

PROFESSOR: DENYS YOSHIDA APOSTILA 015 DESENHO GEOMÉTRICO PROFESSOR: DENYS YOSHIDA DESENHO GEOMÉTRICO 1º ANO - ENSINO MÉDIO - 015 1 Sumário 1. Trigonometria no triangulo retângulo...3 1.1 Triângulo retângulo...4 1. Teorema de Pitágoras...,,,,,,,...4

Leia mais

Colégio Universitas06 Data: 7 Mai 2013. Professor(a): Adriana Santos. Exercícios extras

Colégio Universitas06 Data: 7 Mai 2013. Professor(a): Adriana Santos. Exercícios extras Colégio Universitas06 Data: 7 Mai 2013 Professor(a): Adriana Santos Aluno(a): Nota: nº: Exercícios extras 1 Escreva se cada objeto desenhado dá ideia de sólido geométrico, região plana ou contorno. Em

Leia mais

PONTO MÉDIO LEMBRA? OUTRO PONTO MÉDIO! DOIS PONTOS MÉDIOS LEMBRAM? BASE MÉDIA! Cícero Thiago Magalhães

PONTO MÉDIO LEMBRA? OUTRO PONTO MÉDIO! DOIS PONTOS MÉDIOS LEMBRAM? BASE MÉDIA! Cícero Thiago Magalhães PONTO MÉDIO LEMBRA? OUTRO PONTO MÉDIO! DOIS PONTOS MÉDIOS LEMBRAM? BASE MÉDIA! Cícero Thiago Magalhães Nível Iniciante Propriedade 1 Num triângulo retângulo ABC, a mediana BM relativa à hipotenusa mede

Leia mais

Unidade 9 - Prisma. Introdução Definição de um prisma. Denominação de um prisma. Prisma regular Área de um prisma. Volume de um prisma

Unidade 9 - Prisma. Introdução Definição de um prisma. Denominação de um prisma. Prisma regular Área de um prisma. Volume de um prisma Unidade 9 - Prisma Introdução Definição de um prisma Denominação de um prisma Prisma regular Área de um prisma Volume de um prisma Introdução Após a abordagem genérica de poliedros, destacaremos alguns

Leia mais

Lista 1. Sistema cartesiano ortogonal. 1. Observe a figura e determine os pontos, ou seja, dê suas coordenadas: a) A b) B c) C d) D e) E

Lista 1. Sistema cartesiano ortogonal. 1. Observe a figura e determine os pontos, ou seja, dê suas coordenadas: a) A b) B c) C d) D e) E Sistema cartesiano ortogonal Lista. Observe a figura e determine os pontos, ou seja, dê suas coordenadas: a) A b) B c) C d) D e) E. Marque num sistema de coordenadas cartesianas ortogonais os pontos: a)

Leia mais

1. (Unesp 2003) Cinco cidades, A, B, C, D e E, são interligadas por rodovias, conforme mostra

1. (Unesp 2003) Cinco cidades, A, B, C, D e E, são interligadas por rodovias, conforme mostra GEOMETRIA PLANA: SEMELHANÇA DE TRIÂNGULOS 2 1. (Unesp 2003) Cinco cidades, A, B, C, D e E, são interligadas por rodovias, conforme mostra a figura. A rodovia AC tem 40km, a rodovia AB tem 50km, os ângulos

Leia mais

Quinta lista de exercícios.

Quinta lista de exercícios. MA092 Geometria plana e analítica Segundo semestre de 2015 Quinta lista de exercícios. Triângulos retângulos. Polígonos regulares. Áreas de superfícies planas. 1. Qual deve ser o comprimento de uma escada

Leia mais

Relação de Euler nos prismas V= número de vértices A= número de arestas F= número de faces

Relação de Euler nos prismas V= número de vértices A= número de arestas F= número de faces Prismas A reunião dos infinitos segmentos, paralelos a s, que têm um de seus extremos no polígono ABCDEF contido em e outro extremo pertencente ao plano, constitui um sólido geométrico chamado prisma.

Leia mais

(A) 30 (B) 6 (C) 200 (D) 80 (E) 20 (A) 6 (B) 10 (C) 15 (D) 8 (E) 2 (A) 15 (B) 2 (C) 6 (D) 27 (E) 4 (A) 3 (B) 2 (C) 6 (D) 27 (E) 4

(A) 30 (B) 6 (C) 200 (D) 80 (E) 20 (A) 6 (B) 10 (C) 15 (D) 8 (E) 2 (A) 15 (B) 2 (C) 6 (D) 27 (E) 4 (A) 3 (B) 2 (C) 6 (D) 27 (E) 4 TEOREMA DE TALES. Na figura abaixo as retas r, s e t são (A) 0 (B) 6 (C) 00 (D) 80 (E) 0. Três retas paralelas são cortadas por duas Se AB = cm; BC = 6 cm e XY = 0 cm a medida, em cm, de XZ é: (A) 0 (B)

Leia mais

MATEMÁTICA - 1 o ANO MÓDULO 52 POLÍGONOS E QUADRILÁTEROS

MATEMÁTICA - 1 o ANO MÓDULO 52 POLÍGONOS E QUADRILÁTEROS MTEMÁTI - 1 o NO MÓULO 52 POLÍGONOS E QURILÁTEROS B b a c d B E B E B β X γ Y W α Z θ B B B B B B B B B M N B M N Fixação 1) Qual o polígono convexo que tem 90 diagonais? Fixação F 2) diferença entre

Leia mais

1 A AVALIAÇÃO ESPECIAL UNIDADE I -2014 COLÉGIO ANCHIETA-BA ELABORAÇÃO: PROF. ADRIANO CARIBÉ e WALTER PORTO. RESOLUÇÃO: PROFA. MARIA ANTÔNIA C.

1 A AVALIAÇÃO ESPECIAL UNIDADE I -2014 COLÉGIO ANCHIETA-BA ELABORAÇÃO: PROF. ADRIANO CARIBÉ e WALTER PORTO. RESOLUÇÃO: PROFA. MARIA ANTÔNIA C. 1 A AVALIAÇÃO ESPECIAL UNIDADE I -014 COLÉGIO ANCHIETA-BA ELABORAÇÃO: PROF. ADRIANO CARIBÉ e WALTER PORTO. PROFA. MARIA ANTÔNIA C. GOUVEIA Questão 01. (UESC-Adaptada) (x + )!(x + )! O valor de x N, que

Leia mais

ATIVIDADES COM GEOPLANO QUADRANGULAR

ATIVIDADES COM GEOPLANO QUADRANGULAR ATIVIDADES COM GEOPLANO QUADRANGULAR Observações. Os pinos do geoplano quadrangular são chamados de pontos. A distância horizontal ou vertical entre dois pontos consecutivos é estabelecida como a unidade

Leia mais

MATEMÁTICA APLICADA À AGRIMENSURA PROF. JORGE WILSON

MATEMÁTICA APLICADA À AGRIMENSURA PROF. JORGE WILSON MATEMÁTICA APLICADA À AGRIMENSURA PROF. JORGE WILSON PROFJWPS@GMAIL.COM DEFINIÇÕES GEOMETRIA PLANA Ponto: Um elemento do espaço que define uma posição. Reta: Conjunto infinito de pontos. Dois pontos são

Leia mais

RESOLUÇÀO DA PROVA DE MATEMÁTICA VESTIBULAR DA FUVEST_2007_ 2A FASE. RESOLUÇÃO PELA PROFA. MARIA ANTÔNIA CONCEIÇÃO GOUVEIA

RESOLUÇÀO DA PROVA DE MATEMÁTICA VESTIBULAR DA FUVEST_2007_ 2A FASE. RESOLUÇÃO PELA PROFA. MARIA ANTÔNIA CONCEIÇÃO GOUVEIA RESOLUÇÀO DA PROVA DE MATEMÁTICA VESTIBULAR DA FUVEST_007_ A FASE RESOLUÇÃO PELA PROFA MARIA ANTÔNIA CONCEIÇÃO GOUVEIA Questão Se Amélia der R$3,00 a Lúcia, então ambas ficarão com a mesma quantia Se Maria

Leia mais

AULA 01 GEOMETRIA PLANA 25º 130º. AB é paralelo a CG. a) 115 b) 65 c) 130 d) 95 e) 125

AULA 01 GEOMETRIA PLANA 25º 130º. AB é paralelo a CG. a) 115 b) 65 c) 130 d) 95 e) 125 UL 01 GEOMETRI PLN 01) Determine o valor de x na figura abaixo: 5º r// s a) 115 b) 65 c) 10 d) 95 e) 15 05) ( OM-006 ). Três quadrados são colados pelos seus vértices entre si e a dois bastões verticais,

Leia mais

MATEMÁTICA II LISTA DE GEOMETRIA PLANA - III

MATEMÁTICA II LISTA DE GEOMETRIA PLANA - III MATEMÁTICA II LISTA DE GEOMETRIA PLANA - III 0 Dois círculos de centros A e B são tangentes exteriormente e tangenciam interiormente um círculo de centro C. Se AB = cm, AC = 7 cm e BC = 3 cm, então o raio

Leia mais

Assinale as proposições verdadeiras, some os valores obtidos e marque os resultados na Folha de Respostas.

Assinale as proposições verdadeiras, some os valores obtidos e marque os resultados na Folha de Respostas. PROVA APLICADA ÀS TURMAS DO O ANO DO ENSINO MÉDIO DO COLÉGIO ANCHIETA EM MARÇO DE 009. ELABORAÇÃO: PROFESSORES OCTAMAR MARQUES E ADRIANO CARIBÉ. PROFESSORA MARIA ANTÔNIA C. GOUVEIA QUESTÕES DE 0 A 08.

Leia mais

ICARO SISTEMA DE ENSINO MATEMÁTICA APLICADA. www.portalicaro.com.br atendimento@portalicaro.com.br

ICARO SISTEMA DE ENSINO MATEMÁTICA APLICADA. www.portalicaro.com.br atendimento@portalicaro.com.br MATEMÁTICA APLICADA Disciplina: Matemática Aplicada Trigonometria e aplicações Introduzimos aqui alguns conceitos relacionados com a Trigonometria no triângulo retângulo, assunto comum na oitava série

Leia mais

C Curso destinado à preparação para Concursos Públicos e Aprimoramento Profissional via INTERNET RACIOCÍNIO LÓGICO AULA 8

C Curso destinado à preparação para Concursos Públicos e Aprimoramento Profissional via INTERNET  RACIOCÍNIO LÓGICO AULA 8 urso destinado à preparação para oncursos Públicos e primoramento Profissional via INTERNET Ângulo gudo Tem medida menor que 90. r α < 90º RIOÍNIO LÓGIO UL 8 TIPOS DE ÂNGULOS O α s Ângulo Reto Tem medida

Leia mais

Matemática. Resolução das atividades complementares. M20 Geometria Analítica: Circunferência

Matemática. Resolução das atividades complementares. M20 Geometria Analítica: Circunferência Resolução das atividades complementares Matemática M Geometria Analítica: ircunferência p. (Uneb-A) A condição para que a equação 6 m 9 represente uma circunferência é: a), m, ou, m, c) < m < e), m, ou,

Leia mais

FEIXE DE RETAS PARALELAS TEOREMA DE TALES

FEIXE DE RETAS PARALELAS TEOREMA DE TALES 222 FEIXE DE RETAS PARALELAS Feixe de retas paralelas é um conjunto de retas distintas de um plano, paralelas entre si. As retas a, d e c da figura constituem um feixe de retas paralelas. r s Transversal

Leia mais

Equilátero Isósceles Escaleno

Equilátero Isósceles Escaleno TRIÂNGULOS Triângulo são polígonos formados por três lados. Os polígonos, por sua vez, são figuras geométricas formadas por segmentos de reta que, dois a dois, tocam-se em seus pontos extremos, mas que

Leia mais

Relações Métricas nos. Dimas Crescencio. Triângulos

Relações Métricas nos. Dimas Crescencio. Triângulos Relações Métricas nos Dimas Crescencio Triângulos Trigonometria A palavra trigonometria é de origem grega, onde: Trigonos = Triângulo Metrein = Mensuração - Relação entre ângulos e distâncias; - Origem

Leia mais

GEOMETRIA GRÁFICA TIPO A GEOMETRIA GRÁFICA TIPO B

GEOMETRIA GRÁFICA TIPO A GEOMETRIA GRÁFICA TIPO B 1 GEOMETRIA GRÁFICA TIPO A GEOMETRIA GRÁFICA 1. Considere um quadrilátero RSTU, satisfazendo RS = ST = TU = UR, como o exemplo ilustrado abaixo. Considerando esses dados, podemos afirmar que: 0-0) SU é

Leia mais

Polígonos. Disciplina: Matemática Aplicada Prof. Filipe Arantes Fernandes

Polígonos. Disciplina: Matemática Aplicada Prof. Filipe Arantes Fernandes Polígonos Disciplina: Matemática Aplicada Prof. Filipe Arantes Fernandes filipe.arantes@ifsudestemg.edu.br Polígonos Polígonos é uma linha fechada formada apenas por segmentos de reta que não se cruzam

Leia mais

Matemática. Resolução das atividades complementares. M2 Trigonometria nos Triângulos

Matemática. Resolução das atividades complementares. M2 Trigonometria nos Triângulos Resolução das atividades complementares Matemática M Trigonometria nos Triângulos p. 1 Em cada caso, calcule o seno, o cosseno e a tangente do ângulo agudo assinalado. a) b) sen γ = cos γ = tg γ 1 sen

Leia mais

MATEMÁTICA PARA CONCURSOS II

MATEMÁTICA PARA CONCURSOS II 1 MATEMÁTICA PARA CONCURSOS II Fonte: http://www.migmeg.com.br/ MÓDULO II Estudaremos neste módulo geometria espacial e volume dos principais sólidos geométricos. Mas antes de começar a aula, segue uma

Leia mais

GEOMETRIA BÁSICA 2011-2 GGM00161-TURMA M2. Dirce Uesu Pesco Geometria Espacial 08/11/2011

GEOMETRIA BÁSICA 2011-2 GGM00161-TURMA M2. Dirce Uesu Pesco Geometria Espacial 08/11/2011 GEOMETRIA BÁSICA 2011-2 GGM00161-TURMA M2 Dirce Uesu Pesco Geometria Espacial 08/11/2011 Definição : Considere dois planos paralelos α e β e um segmento de reta PQ, cuja reta suporte r intercepta o plano

Leia mais

SOLUCÃO DAS ATIVIDADES COM GEOPLANO QUADRANGULAR

SOLUCÃO DAS ATIVIDADES COM GEOPLANO QUADRANGULAR SOLUCÃO DAS ATIVIDADES COM GEOPLANO QUADRANGULAR Observações. Os pinos do geoplano quadrangular são chamados de pontos. A distância horizontal ou vertical entre dois pontos consecutivos é estabelecida

Leia mais