Inquérito Civil n

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Inquérito Civil n. 06.2014.00010720-0"

Transcrição

1 Inquérito Civil n O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SANTA CATARINA, representado, neste ato, por seu Promotor de Justiça da Defesa da Moralidade Administrativa, doravante designado COMPROMITENTE e o ESPEGATO ESPETÁCULOS E FESTAS LTDA, estabelecida à Rua Rita Dal Bo Benedeti, s/n Balneário Rincão Içara SC, inscrita no CNPJ n / , doravante designado COMPROMISSÁRIO, têm justo e acertado o que segue: CONSIDERANDO a legitimidade que é atribuída ao Ministério Público para atuar na defesa dos interesses difusos relativos ao consumidor, segundo estatui a Constituição da República, bem assim para instaurar inquérito civil e propor ação civil pública, nos termos do artigo 129, inciso III, da Constituição, combinado com artigo 29, inciso VIII, da Lei Federal n /93, art. 8º da Lei n /85; CONSIDERANDO que a defesa do consumidor é valor de ordem constitucional e direito fundamental do cidadão, por força do que colima o artigo 5º, inciso XXXII, da Constituição da República; CONSIDERANDO que a Lei n /2013 prescreve aos estudantes, aos idosos, às pessoas com deficiência e aos jovens de 15 a 29 anos comprovadamente carente, a concessão de meia-entrada para acesso "acesso a salas de cinema, cineclubes, teatros, espetáculos musicais e circenses e eventos educativos, esportivos, de lazer e de entretenimento" (artigo 1º, caput); CONSIDERANDO que a Lei n /2013 prescreve que "a concessão do direito ao benefício da meia-entrada é assegurada em 40% 1 / 7

2 (quarenta por cento) do total dos ingressos disponíveis para cada evento." (artigo 1º, 4º); CONSIDERANDO que o artigo 1º Lei Estadual n /2003 assegura "a todos os jovens com idade até o limite máximo de dezoito anos, e/ou aos estudantes, independentemente da idade, regularmente matriculados em estabelecimentos de ensino público ou particular, oficialmente reconhecidos, de nível fundamental, médio e superior, e técnico profissionalizante, cinqüenta por cento de abatimento sobre o preço efetivamente cobrado nas entradas, pelas casas exibidoras cinematográficas, de teatro, de espetáculos musicais, circenses e de eventos esportivos, em todo o Estado de Santa Catarina"; CONSIDERANDO que, igualmente, as Leis Estaduais n /2004, n /05 e n /07 disciplinam o direito à meia-entrada aos portadores de necessidades especiais, aos portadores de deficiência e aos doadores de sangue; CONSIDERANDO que a Lei n /2003 garante, também aos idosos, "descontos de pelo menos 50% (cinqüenta por cento) nos ingressos para eventos artísticos, culturais, esportivos e de lazer, bem como o acesso preferencial aos respectivos locais" (artigo 23); CONSIDERANDO que esta Promotoria de Justiça foi acionada pelo PROCON da Comarca de Içara, órgão que noticiou a reclamação de alguns consumidores no sentido de que não será disponibilizada a venda de ingressos meia-entrada para o evento denominado "Espegato"; CONSIDERANDO que a prática descrita atinge direitos coletivos da população, afetos às atribuições institucionais desta Curadoria do Consumidor; CONSIDERANDO que a empresa promotora do evento é fornecedora de serviços, à luz do artigo 3º do Código de Defesa do Consumidor, bem assim que são consumidores aqueles com direito à meia-entrada, conforme 2 / 7

3 preceitua o artigo 2ª do mesmo diploma legal CONSIDERANDO as funções institucionais do Ministério Público, dentre as quais se destaca a legitimidade ativa para a defesa judicial e extrajudicial dos interesses relacionados à preservação dos interesses públicos, podendo subscrever, para tanto, com os interessados, Termo de Compromisso de Ajustamento de Conduta; RESOLVEM Celebrar o presente Termo de Compromisso de Ajustamento de Conduta, com fundamento no artigo 5º, 6º, da Lei n /85, de conformidade com as cláusulas e condições seguintes: CLÁUSULA PRIMEIRA - DO OBJETO O presente TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA visa assegurar o cumprimento, pelo COMPROMISSÁRIO, das normas Estaduais e Federais que garantem o pagamento de meia-entrada: aos idosos, aos menores de 18 (dezoito) anos; aos estudantes, independentemente da idade, regularmente matriculados em estabelecimentos de ensino público ou particular, oficialmente reconhecidos, de nível fundamental, médio e superior, e técnico profissionalizante; aos portadores de deficiência; aos doadores de sangue; e aos jovens de 15 a 29 anos de idade de baixa renda, para acesso ao evento denominado Espegato, que ocorrerá no dia 29 de novembro do ano corrente, no Município de Balneário Rincão, bem como nos demais eventos que eventualmente venham a ser realizados pelo COMPROMISSÁRIO. CLÁUSULA SEGUNDA Para a consecução do objeto deste TERMO, o COMPROMISSÁRIO compromete-se: 2.1. A assegurar o desconto de meia-entrada para a aquisição de ingresso do evento denominado Espegato e demais eventos que 3 / 7

4 eventualmente venham a ser realizados: aos idosos; aos menores de 18 (dezoito) anos; aos estudantes, independentemente da idade, regularmente matriculados em estabelecimentos de ensino público ou particular, oficialmente reconhecidos, de nível fundamental, médio e superior, e técnico profissionalizante; aos portadores de deficiência; aos doadores de sangue; e aos jovens de 15 a 29 anos de idade de baixa renda, inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e cuja renda familiar mensal seja de até 2 (dois) salários mínimos. PARÁGRAFO PRIMEIRO: Fica arbitrado o desconto de 20% (vinte por cento) à "meia-entrada" na hipótese se tratar de ingresso de venda agregada, ou seja, por congregar fornecimento ilimitado de gastronomia e bebidas incluída no preço do ingresso, pautando-se a redução, por estimativa, na proporcionalidade e razoabilidade, de modo que a metade do custo corresponde ao "open bar" e "open food", sobre os quais não há desconto, e a outra metade sobre o show, sendo esta a parte cultural em relação à qual o desconto da meiaentrada é devido. PARÁGRAFO SEGUNDO: Aos idosos (assim considerados aqueles com idade igual ou superior a 60 anos) e aos menores de dezoito anos bastará a exibição de documento de identidade expedido pelo órgão público competente comprovando a idade, tanto no ato da compra do ingresso quanto no ato do acesso ao local do evento; PARÁGRAFO TERCEIRO: A comprovação da condição de estudante será feita mediante a apresentação de carteira de identificação estudantil correspondente ao ano em que ocorre o evento ou até o termo final de sua validade, tanto no ato da compra do ingresso quanto no ato do acesso ao local do evento, desde que emitida por estabelecimentos de ensino público ou particular, oficialmente reconhecidos, de nível fundamental, médio e superior, e técnico profissionalizante; PARÁGRAFO QUARTO: É considerada pessoa portadora 4 / 7

5 de necessidades especiais a que se enquadra nas seguintes categorias (Lei Estadual n /2004: I - deficiência física: alteração completa ou parcial de um ou mais segmentos do corpo humano, acarretando o comprometimento da função física, apresentando-se sob a forma de paraplegia, paraparesia, monoplegia, monoparesia, tetraplegia, tetraparesia, triplegia, triparesia, hemiplegia, hemiparesia, amputação ou ausência de membro, paralisia cerebral, membro com deformidade congênita ou adquirida, exceto as deformidades estéticas e as que não produzam dificuldades para o desempenho de funções. II - deficiência auditiva: perda parcial ou total das possibilidades auditivas sonoras, variando de graus e níveis na forma seguinte: a) de 25 a 40 decibéis - db - surdez leve; b) de 41 a 55 - db - surdez moderada; c) de 56 a 70 - db - surdez acentuada; d) de 71 a 90 - db - surdez severa; e) acima de 91 - db - surdez profunda; e f) anacusia. III - deficiência visual - acuidade visual igual ou menor que 20/200 no melhor olho, após a melhor correção, ou campo visual inferior a 20 (tabela de Snellen), ou ocorrência simultânea d e ambas as situações; IV - deficiência mental: funcionamento intelectual significativamente inferior à média, com manifestação antes dos dezoito anos e limitações associadas a duas ou mais áreas de habilidades adaptativas, tais como: comunicação, cuidado pessoal, habilidades sociais, utilização da comunidade, saúde e segurança, habilidades acadêmicas, lazer, trabalho. V - deficiência múltipla: associação de duas ou mais deficiências. PARÁGRAFO QUINTO: A comprovação da condição de doador de sangue será feita mediante a apresentação de documento oficial expedido por Hemocentros e Bancos de Sangue do Estado de Santa Catarina, tanto no ato da compra do ingresso quanto no ato do acesso ao local do evento; PARÁGRAFO SEXTO: A condição de jovem entre 15 e 29 anos de idade de baixa renda, inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e cuja renda familiar mensal seja de até 2 (dois) salários mínimos, será feita mediante a apresentação de documento de identidade oficial com foto, além da apresentação de carteira de trabalho, 5 / 7

6 contracheque ou declaração informativa da respectiva renda e de documento oficial de que se encontra inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, tanto no ato da compra do ingresso quanto no ato do acesso ao local do evento O COMPROMISSÁRIO assegurará a concessão do direito neste TERMO estipulado em, no mínimo, 40% (quarenta por cento) do total dos ingressos disponíveis àqueles que se enquadram nas situações referidas na cláusula 2.1, a teor do que preceitua o artigo 1º, 10 da Lei n /2013; 2.3. O direito à meia-entrada será assegurado nos termos da cláusula 2.1, inclusive, nos ingressos disponibilizados por meio de vendas antecipadas e nos eventuais lotes promocionais; 2.4. O COMPROMISSÁRIO procederá à divulgação dos valores de entrada e de meia entrada, afixando a informação, também, nos pontos de revenda, na entrada e na bilheteria do estabelecimento onde ocorrer o evento em questão; 2.5. O COMPROMISSÁRIO garantirá, no dia do evento, aos idosos e às pessoas portadoras de deficiência, o acesso preferencial aos respectivos locais (Leis n /89 e n /03). CLÁUSULA TERCEIRA DA MULTA E EXECUÇÃO O não-cumprimento dos itens ajustados implicará na multa pecuniária no valor de valor de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) por dia de descumprimento, a ser recolhido em favor do FUNDO PARA RECUPERAÇÃO DOS BENS LESADOS DE SANTA CATARINA (FRBL), conforme art. 13, da Lei 7.347/85, sem prejuízo de outras penalidades administrativas, cíveis e criminais eventualmente previstas na legislação em vigor. CLÁUSULA QUINTA DA VIGÊNCIA O presente Termo de Ajustamento de Conduta terá vigência 6 / 7

7 imediata e eficácia de título executivo extrajudicial, conforme preceitua o artigo 585, inciso VIII, do Código de Processo Civil, c/c o art. 5º, 6º, da Lei n /85; PARÁGRAFO PRIMEIRO: a fiscalização do cumprimento do presente TERMO ficará a cargo do Ministério Público e dos demais órgãos de proteção aos direitos do consumidor. CLÁUSULA SEXTA O Ministério Público se compromete a não adotar qualquer medida judicial coletiva ou individual, contra o COMPROMISSÁRIO, no que diz respeito aos itens ajustados, caso o ajustamento de conduta seja cumprido. Por fim, por estarem compromissados, firmam este TERMO, em 03 (três) vias de igual teor, que terá eficácia de título executivo extrajudicial, nos termos do art. 6º da Lei. nº 7.347/85. Içara, 6 de novembro de MARCUS VINICIUS DE FARIA RIBEIRO Promotor de Justiça ESPEGATO ESPETÁCULOS E FESTAS LTDA Compromissário Testemunha Testemunha 7 / 7

PERÍCIA É O EXAME, VISTORIA OU AVALIAÇÃO DE COISAS OU PESSOAS, MATÉRIA, COM A FINALIDADE DE DAR UM PARECER TÉCNICO E CONCLUSIVO.

PERÍCIA É O EXAME, VISTORIA OU AVALIAÇÃO DE COISAS OU PESSOAS, MATÉRIA, COM A FINALIDADE DE DAR UM PARECER TÉCNICO E CONCLUSIVO. A PERÍCIA E OS PORTADORES DE NECESSIDADES ESPECIAIS XVII CONGRESSO BRASILEIRO DE PERÍCIA MÉDICA PERÍCIA E JUSTIÇA SOCIAL Novembro de 2008 MARCO AURÉLIO DA SILVA CESAR PERÍCIA PERÍCIA É O EXAME, VISTORIA

Leia mais

Parágrafo único. Incluem-se na condição de serviço convencional:

Parágrafo único. Incluem-se na condição de serviço convencional: DECRETO Nº 10.890, DE 16 DE FEVEREIRO DE 2004. Regulamenta a Lei Nº 1307, de 15 de janeiro de 2004, que concede passe livre às pessoas idosas, e portadoras de deficiência. no sistema de transporte intermunicipal

Leia mais

RESOLUÇÃO UnC-CONSEPE 055/2005

RESOLUÇÃO UnC-CONSEPE 055/2005 RESOLUÇÃO UnC-CONSEPE 055/2005 Aprova o Programa de Atendimento a Pessoas com Necessidades Especiais da Universidade do Contestado-UnC O Reitor da Universidade do Contestado, no uso de suas atribuições,

Leia mais

IDENTIFICAÇÃO DO REQUERENTE E DADOS COMPLEMENTARES

IDENTIFICAÇÃO DO REQUERENTE E DADOS COMPLEMENTARES ANEXO III LAUDO DE COMPROVAÇÃO DE DEFICIÊNCIA AUDITIVA E/OU VISUAL Serviço Médico/Unidade de Saúde: CNES: IDENTIFICAÇÃO DO REQUERENTE E DADOS COMPLEMENTARES Nome: Data de Nascimento: / / Sexo: Feminino

Leia mais

LEI BRASILEIRA DE INCLUSÃO DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA E O SISTEMA DE COTAS.

LEI BRASILEIRA DE INCLUSÃO DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA E O SISTEMA DE COTAS. LEI BRASILEIRA DE INCLUSÃO DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA E O SISTEMA DE COTAS. Entra em vigor nesse mês a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência - Lei 13.146/2015, sancionada em julho e publicada

Leia mais

GERÊNCIA DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR DO ESTADO DO MARANHÃO PROCON MARANHÃO

GERÊNCIA DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR DO ESTADO DO MARANHÃO PROCON MARANHÃO PORTARIA Nº 34/2015 A GERÊNCIA DE PROTEÇÃO E DEFESA DO CONSUMIDOR DO ESTADO DO MARANHÃO PROCON MARANHÃO, por seu representante legal abaixo assinado, no uso das atribuições que lhe são conferidas pela

Leia mais

Acessibilidade à pessoa com deficiência

Acessibilidade à pessoa com deficiência Acessibilidade à pessoa com deficiência V1.01 - Novembro de 2012 1. Sigla E-EQI-01 Sumário: Sigla Nome Conceituação Domínio Relevância Importância Estágio do Ciclo de Vida Método de Cálculo Definição de

Leia mais

Conheça o Programa Autonomy Eurovale

Conheça o Programa Autonomy Eurovale Conheça o Programa Autonomy Eurovale O Programa Autonomy permite que pessoas com capacidades motoras reduzidas dirijam por meio de adaptações especiais feitas nos modelos da linha Fiat, exceto Fiorino,

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA

TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA REFª.: PIP nº 495074 O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PERNAMBUCO, através da 4ª Promotoria de Justiça de Cidadania, Curadoria dos Direitos do Consumidor,

Leia mais

Pessoas com deficiência são aquelas que têm impedimentos de longo prazo de natureza física, mental, intelectual ou sensorial, os quais, em interação

Pessoas com deficiência são aquelas que têm impedimentos de longo prazo de natureza física, mental, intelectual ou sensorial, os quais, em interação Deficiência Deficiência Estabelecidos pelo Decreto Federal 3.298 de 20 de dezembro de 1999 (art. 3º, I e 4 ), que foi alterado pelo Decreto 5.296 de 02 de dezembro de 2004. É todo e qualquer comprometimento

Leia mais

INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA NO TRABALHO

INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA NO TRABALHO INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA NO TRABALHO COORDIGUALDADE Coordenadoria Nacional de Promoção da Igualdade de Oportunidades e Eliminação da Discriminação no Trabalho Criada em 28/10/2002, com o objetivo

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO EVOLUÇÃO DA LEGISLAÇÃO E DA TERMINOLOGIA CONSTITUIÇÕES ANTERIORES: - DESVALIDOS; - EXCEPCIONAIS. COMENTÁRIOS SOBRE

CLASSIFICAÇÃO EVOLUÇÃO DA LEGISLAÇÃO E DA TERMINOLOGIA CONSTITUIÇÕES ANTERIORES: - DESVALIDOS; - EXCEPCIONAIS. COMENTÁRIOS SOBRE COMENTÁRIOS SOBRE A AVALIAÇÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA E INCAPACIDADES NA PERSPECTIVA DE UMA NOVA CLASSIFICAÇÃO NO BRASIL COORDENADORIA NACIONAL PARA INTEGRAÇÃO DA PESSOA PORTADORA DE DEFICIÊNCIA CORDE

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA

TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA PP - Procedimento Preparatório nº 06.2012.00007067-6 TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SANTA CATARINA, representado, neste ato, pela Promotora de Justiça

Leia mais

Assinatura Carimbo e registro do CRM. Nome: Endereço:

Assinatura Carimbo e registro do CRM. Nome: Endereço: Anexo III - REVOGADO; (Redação dada pela Portaria nº 1.122 de 26.11.14). Redação Anterior: (4) Portaria nº 26 de 15.01.13. (Redação dada pela Portaria nº 26 de 15.01.13). Anexo III á Portaria SEFAZ nº

Leia mais

A PESSOA COM DEFICIENCIA E O TRABALHO APAMT 25-10 - 2014

A PESSOA COM DEFICIENCIA E O TRABALHO APAMT 25-10 - 2014 A PESSOA COM DEFICIENCIA E O TRABALHO APAMT 25-10 - 2014 PERIODIZAÇÃO DA HISTÓRIA IDADE ANTIGA 4000AC A 476 DC (Queda do Império Romano do Ocidente) IDADE MÉDIA 476 DC A 1453 (Queda do Império Romano do

Leia mais

MINUTA DE RESOLUÇÃO ARCON-PA Concessão de Gratuidade

MINUTA DE RESOLUÇÃO ARCON-PA Concessão de Gratuidade MINUTA DE RESOLUÇÃO ARCON-PA Concessão de Gratuidade Estabelece procedimentos complementares necessários ao cumprimento das normas do Artigo Nº. 249, VI, a, da Constituição do Estado do Pará. O DIRETOR

Leia mais

LEI N 511, DE 14 DE SETEMBRO DE 2009.

LEI N 511, DE 14 DE SETEMBRO DE 2009. Pág. 1 de 7 LEI N 511, DE 14 DE SETEMBRO DE 2009. CRIA O CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O PREFEITO MUNICIPAL DE CRUZEIRO DO SUL ACRE, no uso das atribuições

Leia mais

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2008. O CONGRESSO NACIONAL decreta:

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2008. O CONGRESSO NACIONAL decreta: PROJETO DE LEI DO SENADO Nº, DE 2008 Altera a Lei nº 9.250, de 26 de dezembro de 1995, que altera a legislação do imposto de renda das pessoas físicas e dá outras providências, para permitir a dedução

Leia mais

1ª Promotoria de Justiça da Comarca de Xanxerê

1ª Promotoria de Justiça da Comarca de Xanxerê Inquérito Civil n. 06.2015.00001357-5 TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SANTA CATARINA, representado neste ato pelo Promotor de Justiça da 1ª Promotoria de

Leia mais

PREFEITURA DE GOIÂNIA 1 GABINETE DO PREFEITO

PREFEITURA DE GOIÂNIA 1 GABINETE DO PREFEITO PREFEITURA DE GOIÂNIA 1 GABINETE DO PREFEITO DECRETO Nº 2597, DE 22 DE SETEMBRO DE 2003. Regulamenta a Lei n.º 8.160, de 31 de março de 2003, que dispõe sobre a Política Municipal de Atenção às Pessoas

Leia mais

CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR 2014 GLOSSÁRIO

CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR 2014 GLOSSÁRIO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA DIRETORIA DE ESTATÍSTICAS EDUCACIONAIS COORDENAÇÃO GERAL DO CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA COMITÊ DE INCLUSÃO E ACESSIBILIDADE

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA COMITÊ DE INCLUSÃO E ACESSIBILIDADE MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA COMITÊ DE INCLUSÃO E ACESSIBILIDADE Edital nº 001/2014 SELEÇÃO DE REPRESENTANTES DA COMUNIDADE UNIVERSITÁRIA PARA COMPOR O COMITÊ DE INCLUSÃO E ACESSIBILIDADE

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA

TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SANTA CATARINA, representado, neste ato, pelo Promotor de Justiça de Defesa do Consumidor da Capital, Eduardo Paladino;

Leia mais

SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 197, DE 2010

SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 197, DE 2010 SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 197, DE 2010 Acrescenta o inciso VI, ao artigo 1º, da Lei nº 8.989, de 24 de fevereiro de 1995, que dispõe sobre a isenção do Imposto sobre Produtos Industrializados

Leia mais

ROJETO DE LEI N DE ** ABRIL DE 2014. A CAMARÁ MUNICIPAL DE ANÁPOLIS aprovou e eu PREFEITO MUNICIPAL, sanciono a seguinte Lei:

ROJETO DE LEI N DE ** ABRIL DE 2014. A CAMARÁ MUNICIPAL DE ANÁPOLIS aprovou e eu PREFEITO MUNICIPAL, sanciono a seguinte Lei: Encaminhe-se à comissão de CÂMARA MUNICIPAL DE ANÁPOLlScr ^fkl^^í e Redaçãí ESTADO DE GOIÁS residente ROJETO DE LEI N DE ** ABRIL DE 2014 Acrescenta dispositivos à redação da Lei n 1.699, de 18 de Setembro

Leia mais

LEI Nº 7213/2006 DO CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA

LEI Nº 7213/2006 DO CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA LEI Nº 7213/2006 DISPÕE SOBRE A CRIAÇÃO, COMPOSIÇÃO, ATRIBUIÇÕES E FUNCIONAMENTO DO CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. Faço saber a todos os habitantes

Leia mais

FISCALIZAÇÃO PCD. Joaquim Travassos Leite. Auditor Fiscal do Trabalho Coordenador do Projeto de Inserção de

FISCALIZAÇÃO PCD. Joaquim Travassos Leite. Auditor Fiscal do Trabalho Coordenador do Projeto de Inserção de FISCALIZAÇÃO PCD Joaquim Travassos Leite Auditor Fiscal do Trabalho Coordenador do Projeto de Inserção de 1 Terminologia Pessoa com deficiência ou deficiente (físico, visual, intelectual, etc.) X não deficiente.

Leia mais

2.4. A jornada de aprendizagem e a duração do curso são estabelecidos a seguir:

2.4. A jornada de aprendizagem e a duração do curso são estabelecidos a seguir: SELEÇÃO PÚBLICA - EDITAL 002/2013 CONTRATO DE APRENDIZAGEM - JOVEM APRENDIZ GOVERNO FEDERAL - MINISTÉRIO DAS CIDADES EMPRESA DE TRENS URBANOS DE PORTO ALEGRE S.A TRENSURB O Diretor-Presidente da Empresa

Leia mais

Orientações para obter isenção de impostos (IPI, IOF, ICMS e IPVA) na compra de veículo para pessoa com deficiência

Orientações para obter isenção de impostos (IPI, IOF, ICMS e IPVA) na compra de veículo para pessoa com deficiência Decreto nº 5.296, de 2 de dezembro de 2004 Art. 5 o Os órgãos da administração pública direta, indireta e fundacional, as empresas prestadoras de serviços públicos e as instituições financeiras deverão

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA

TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SANTA CATARINA, representado, neste ato, pelo Promotor de Justiça de Defesa do Consumidor da Capital, Eduardo Paladino;

Leia mais

ESTADO DA PARAÍBA PREFEITURA MUNICIPAL DE ITATUBA

ESTADO DA PARAÍBA PREFEITURA MUNICIPAL DE ITATUBA ESTADO DA PARAÍBA PREFEITURA MUNICIPAL DE ITATUBA LEI Nº 407/2015 ITATUBA-PB, 11 de Março de 2015 CRIA O CONSELHO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA DE ITATUBA E INSTITUI A 1ª CONFERÊNCIA

Leia mais

Av. Augusto Severo, 84 Glória Cep: 20021-010 Rio de Janeiro RJ - Brasil

Av. Augusto Severo, 84 Glória Cep: 20021-010 Rio de Janeiro RJ - Brasil TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTE DE CONDUTA Nº 012 /2003 Pelo presente instrumento, por um lado a Agência Nacional de Saúde Suplementar, pessoa jurídica de direito público, autarquia especial vinculada ao

Leia mais

Lei Municipal Nº 172/2010 De 30 de Dezembro de 2010.

Lei Municipal Nº 172/2010 De 30 de Dezembro de 2010. Lei Municipal Nº 172/2010 De 30 de Dezembro de 2010. Dispõe sobre a criação do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa Portadora de Deficiência, do Município de São Francisco do Conde - CMDPPD

Leia mais

TERMO ADITIVO Nº 001/2013 AO EDITAL Nº 010/2013 PROCESSO SELETIVO Nº 010/2013. Retificação do edital alterando e incluindo os itens a seguir:

TERMO ADITIVO Nº 001/2013 AO EDITAL Nº 010/2013 PROCESSO SELETIVO Nº 010/2013. Retificação do edital alterando e incluindo os itens a seguir: TERMO ADITIVO Nº 001/2013 AO EDITAL Nº 010/2013 PROCESSO SELETIVO Nº 010/2013 Retificação do edital alterando e incluindo os itens a seguir: A SECRETARIA ESTADUAL DA EDUCAÇÃO E CULTURA do Estado do Piauí

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA BENEFÍCIO FISCAL ELETRÔNICO PERGUNTAS E RESPOSTAS MAIS FREQUENTES

GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA BENEFÍCIO FISCAL ELETRÔNICO PERGUNTAS E RESPOSTAS MAIS FREQUENTES GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA BENEFÍCIO FISCAL ELETRÔNICO PERGUNTAS E RESPOSTAS MAIS FREQUENTES 1 1. Quais os benefícios fiscais direcionados às pessoas com deficiência? R.

Leia mais

PROGRAMA DE INCLUSÃO DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA DA SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DO TRABALHO E EMPREGO EM SÃO PAULO SRTE/SP

PROGRAMA DE INCLUSÃO DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA DA SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DO TRABALHO E EMPREGO EM SÃO PAULO SRTE/SP 14º ENCONTRO NACIONAL DE ENFERMAGEM DO TRABALHO - ANENT PROGRAMA DE INCLUSÃO DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA DA SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DO TRABALHO E EMPREGO EM SÃO PAULO SRTE/SP DADOS DEMOGRÁFICOS Brasil

Leia mais

PROJETO DE LEI N o 197, DE 2011 (Apensos os PLs nºs 2.320/11, 2.560/11, 3.330/12, 3.780/12 e 3.816/12)

PROJETO DE LEI N o 197, DE 2011 (Apensos os PLs nºs 2.320/11, 2.560/11, 3.330/12, 3.780/12 e 3.816/12) COMISSÃO DE CULTURA 1 PROJETO DE LEI N o 197, DE 2011 (Apensos os PLs nºs 2.320/11, 2.560/11, 3.330/12, 3.780/12 e 3.816/12) Dispõe sobre o desconto de 50% (cinquenta por cento) em eventos culturais e

Leia mais

RECOMENDAÇÃO Nº /2012/2ªPJ - PB

RECOMENDAÇÃO Nº /2012/2ªPJ - PB RECOMENDAÇÃO Nº /2012/2ªPJ - PB O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE RONDÔNIA, por sua Promotora de Justiça signatária, Dra. Marcília Ferreira da Cunha e Castro, titular da 2ª Promotoria de Justiça da Comarca

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE AJ USTE DE CONDUTA Nº009/2003

TERMO DE COMPROMISSO DE AJ USTE DE CONDUTA Nº009/2003 TERMO DE COMPROMISSO DE AJ USTE DE CONDUTA Nº009/2003 Pelo presente instrumento, por um lado a Agência Nacional de Saúde Suplementar, pessoa jurídica de direito público, autarquia especial vinculada ao

Leia mais

CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR 2012. Manual do Usuário

CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR 2012. Manual do Usuário 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA DIRETORIA DE ESTATÍSTICAS EDUCACIONAIS COORDENAÇÃO GERAL DO CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR CENSO DA EDUCAÇÃO

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTE DE CONDUTA Nº 28/2003

TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTE DE CONDUTA Nº 28/2003 TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTE DE CONDUTA Nº 28/2003 Pelo presente instrumento, por um lado a Agência Nacional de Saúde Suplementar, pessoa jurídica de direito público, autarquia especial vinculada ao

Leia mais

GLOSSÁRIO DA EDUCAÇÃO ESPECIAL

GLOSSÁRIO DA EDUCAÇÃO ESPECIAL GLOSSÁRIO DA EDUCAÇÃO ESPECIAL Atendimento Educacional Especializado (AEE) O Atendimento Educacional Especializado (AEE) é um serviço da Educação Especial que organiza atividades, recursos pedagógicos

Leia mais

DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES SELEÇÃO PÚBLICA - EDITAL 001/2014 CONTRATO DE APRENDIZAGEM - JOVEM APRENDIZ GOVERNO FEDERAL - MINISTÉRIO DAS CIDADES EMPRESA DE TRENS URBANOS DE PORTO ALEGRE S.A TRENSURB O Diretor-Presidente da Empresa

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PIAUÍ Agente de Transformação Social Promotoria de Justiça de Gilbués

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE PIAUÍ Agente de Transformação Social Promotoria de Justiça de Gilbués TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA Aos 06 de Maio de 2014, nos termos do art. 5º, 6º, da Lei nº 7.347/85, de um lado o MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PIAUÍ, por meio da, representada pelo

Leia mais

RECOMENDAÇÃO Nº 01/2013 2ª PROMOTORIA DE JUSTIÇA DA COMARCA DE COLORADO

RECOMENDAÇÃO Nº 01/2013 2ª PROMOTORIA DE JUSTIÇA DA COMARCA DE COLORADO RECOMENDAÇÃO Nº 01/2013 2ª PROMOTORIA DE JUSTIÇA DA COMARCA DE COLORADO O PROMOTOR SUBSTITUTO DA 2ª PROMOTORIA DE JUSTIÇA DA COMARCA DE COLORADO, diante do Procedimento Administrativo nº 0040.12.000123-1,

Leia mais

CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR 2013. Manual do Usuário

CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR 2013. Manual do Usuário MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA DIRETORIA DE ESTATÍSTICAS EDUCACIONAIS COORDENAÇÃO GERAL DO CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO Nº 002/2015-CGPMCMV/PMM

EDITAL DE SELEÇÃO Nº 002/2015-CGPMCMV/PMM EDITAL DE SELEÇÃO Nº 002/2015- NORMAS PARA SELEÇÃO DE CANDIDATOS INSCRITOS NO PROGRAMA MINHA CASA, MINHA VIDA PARA O RESIDENCIAL JARDIM AÇUCENA. A PREFEITURA MUNICIPAL DE MACAPÁ, por meio do COMITÊ GESTOR

Leia mais

COMPROMISSO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA

COMPROMISSO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA COMPROMISSO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL, representado pelo Procurador da República RICARDO BALDANI OQUENDO, ora denominado COMPROMITENTE, e a ANHANGUERA EDUCACIONAL S/A, mantenedora

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA

TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA 06.2014.00007170-6 2ª PROMOTORIA DE JUSTIÇA DA COMARCA DE PORTO UNIÃO Verificação das condições de funcionamento no Módulo Esportivo Armando Sarti TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA Pelo presente

Leia mais

TERMO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA

TERMO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA TERMO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA Pelo presente instrumento, na forma do art. 5.º, 6.º, da Lei n.º 7.347, de 24 de julho de 1985, alterado pelo art. 113 da Lei n.º 8.078, de 11 de novembro de 1990, de um

Leia mais

MINUTA DE TERMO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA - BOLSA FAMÍLIA

MINUTA DE TERMO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA - BOLSA FAMÍLIA MINUTA DE TERMO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA - BOLSA FAMÍLIA Pelo presente instrumento, na forma do artigo 5º, 6º, da lei n.º 7.347/85, alterado pelo artigo 113 da Lei n.º 8.078/90, o MINISTÉRIO PÚBLICO DO

Leia mais

PARECER Nº, DE 2007. RELATOR: Senador JOÃO VICENTE CLAUDINO

PARECER Nº, DE 2007. RELATOR: Senador JOÃO VICENTE CLAUDINO SENADO FEDERAL Gabinete do Senador JOÃO VICENTE CLAUDINO PARECER Nº, DE 2007 Da COMISSÃO DE ASSUNTOS ECONÔMICOS, sobre o Projeto de Lei do Senado nº 320, de 2006, que dispõe sobre a concessão de isenções

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 1517/2012. Autor(es): Deputado XANDRINHO, ASPÁSIA CAMARGO E EDSON ALBERTASSI A ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

PROJETO DE LEI Nº 1517/2012. Autor(es): Deputado XANDRINHO, ASPÁSIA CAMARGO E EDSON ALBERTASSI A ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO PROJETO DE LEI Nº 1517/2012 EMENTA: ESTENDE ÀS PESSOAS PORTADORAS DE DEFICIÊNCIA FÍSICA, VISUAL, AUDITIVA, MENTAL SEVERA OU PROFUNDA OU AUTISTA OS BENEFÍCIOS RELATIVOS AO ICMS, EM CONSONÂNCIA COM O CONVÊNIO

Leia mais

A Educação Especial na Perspectiva Inclusiva

A Educação Especial na Perspectiva Inclusiva A Educação Especial na Perspectiva Inclusiva Instituto Paradigma O Instituto Paradigma é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP), dedicada a desenvolver e implementar projetos nas

Leia mais

CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR 2014. Manual do Usuário

CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR 2014. Manual do Usuário MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA DIRETORIA DE ESTATÍSTICAS EDUCACIONAIS COORDENAÇÃO GERAL DO CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR CENSO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR

Leia mais

ANEXO I - EDITAL Nº 17/2015

ANEXO I - EDITAL Nº 17/2015 Página 1 de 5 ANEXO I - EDITAL Nº 17/2015 O SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO SESC/RN, representado por sua Administração Regional no Estado do Rio Grande do Norte, torna público, para o conhecimento de quantos

Leia mais

TERMO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA Nº 001/2013

TERMO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA Nº 001/2013 TERMO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA Nº 001/2013 O MINISTÉRIO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS, por meio da Procuradoria Distrital dos Direitos do Cidadão e da 2ª Promotoria de Justiça de Delitos de

Leia mais

Inserção da Pessoa com Deficiência com Dignidade, Direitos e Obrigações DRT/SP

Inserção da Pessoa com Deficiência com Dignidade, Direitos e Obrigações DRT/SP Inserção da Pessoa com Deficiência com Dignidade, Direitos e Obrigações DRT/SP José Carlos do Carmo (Kal) Auditor Fiscal do Trabalho Médico do Trabalho Lei nº 8.213 1991 2.007 Dispõe sobre os Planos de

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTE DE CONDUTA Nº 0135/2007

TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTE DE CONDUTA Nº 0135/2007 TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTE DE CONDUTA Nº 0135/2007 Pelo presente instrumento, por um lado a Agência Nacional de Saúde Suplementar, pessoa jurídica de direito público, autarquia especial vinculada ao

Leia mais

ANEXO I CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ENTREVISTA TÉCNICA

ANEXO I CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ENTREVISTA TÉCNICA Engenheiro - Gestor de Obras ANEXO I CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ENTREVISTA TÉCNICA 1-Atividades exercidas na Cehab; 2-Procedimentos de projetos e planilhas orçamentárias. Divergências entre objeto contratado

Leia mais

EDITAL MATRÍCULA VESTIBULAR ACAFE VERÂO N 16/2015 PROEN

EDITAL MATRÍCULA VESTIBULAR ACAFE VERÂO N 16/2015 PROEN EDITAL MATRÍCULA VESTIBULAR ACAFE VERÂO N 16/2015 PROEN O PRÓ-REITOR DE ENSINO DE GRADUAÇÃO, ENSINO MÉDIO E PROFISSIONALIZANTE da FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU, no uso de suas atribuições

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE 2012

PROJETO DE LEI Nº, DE 2012 PROJETO DE LEI Nº, DE 2012 (Do Sr. Marco Tebaldi) Dispõe sobre o Programa de agendamento de consultas e entrega domiciliar de medicamentos de uso contínuo às pessoas portadoras de necessidades especiais

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO Nº 001/2015-CGPMCMV/PMM NORMAS PARA SELEÇÃO DE CANDIDATOS INSCRITOS NO PROGRAMA MINHA CASA, MINHA VIDA PARA O RESIDENCIAL SÃO JOSÉ.

EDITAL DE SELEÇÃO Nº 001/2015-CGPMCMV/PMM NORMAS PARA SELEÇÃO DE CANDIDATOS INSCRITOS NO PROGRAMA MINHA CASA, MINHA VIDA PARA O RESIDENCIAL SÃO JOSÉ. EDITAL DE SELEÇÃO Nº 001/2015-CGPMCMV/PMM NORMAS PARA SELEÇÃO DE CANDIDATOS INSCRITOS NO PROGRAMA MINHA CASA, MINHA VIDA PARA O RESIDENCIAL SÃO JOSÉ. A PREFEITURA MUNICIPAL DE MACAPÁ, por meio do COMITÊ

Leia mais

INSERÇÃO DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA NO MERCADO DE TRABALHO

INSERÇÃO DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA NO MERCADO DE TRABALHO INSERÇÃO DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA NO MERCADO DE TRABALHO Fundamentos da República: cidadania dignidade da pessoa humana valores sociais do trabalho (art. 1º, II,III e IV, CF) Objetivos: construir uma

Leia mais

Lei Complementar nº 213 de 04/12/200

Lei Complementar nº 213 de 04/12/200 Lei Complementar nº 213 de 04/12/200 Regulamenta o Passe Livre no Transporte Coletivo Intermunicipal da Grande Vitória - ES Art. 1º - É assegurada a gratuidade no Transporte coletivo Intermunicipal da

Leia mais

20 EDUCAÇÃO ESPECIAL

20 EDUCAÇÃO ESPECIAL EDUCAÇÃO ESPECIAL 20 21 EDUCAÇÃO ESPECIAL NA PERSPECTIVA INCLUSIVA A Educação Especial, de acordo com a legislação brasileira, é uma modalidade de ensino transversal, que perpassa todos os níveis de ensino

Leia mais

SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 241, DE 2011

SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 241, DE 2011 SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 241, DE 2011 Altera o 1º do art. 1º da Lei nº 8.989, de 24 de fevereiro de 1995, para incluir a linfadenectomia entre as condições que justificam a concessão

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTE DE CONDUTA Nº 23/2003

TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTE DE CONDUTA Nº 23/2003 TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTE DE CONDUTA Nº 23/2003 Pelo presente instrumento, por um lado a Agência Nacional de Saúde Suplementar, pessoa jurídica de direito público, autarquia especial vinculada ao

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE AJ USTE DE CONDUTA Nº013/2003

TERMO DE COMPROMISSO DE AJ USTE DE CONDUTA Nº013/2003 TERMO DE COMPROMISSO DE AJ USTE DE CONDUTA Nº013/2003 Pelo presente instrumento, por um lado a Agência Nacional de Saúde Suplementar, pessoa jurídica de direito público, autarquia especial vinculada ao

Leia mais

TERMO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA

TERMO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA TERMO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA Pelo presente instrumento, com fundamento nos termos que dispõe o art. 5º, 6º, da Lei 7.347/85, bem como no art. 5º e 6º do Decreto 2.181/97 e art. 5º da Lei Complementar

Leia mais

Reserva de vagas para pessoas portadoras de deficiência em concurso público

Reserva de vagas para pessoas portadoras de deficiência em concurso público Reserva de vagas para pessoas portadoras de deficiência em concurso público B. Siqueira Chefe de Gabinete do MPC Auditor Público Externo CONVENÇÕES Convenção 111 - Decreto 62.150 de 19/01/68 (discriminação

Leia mais

DECLARAÇÃO DE ISENÇÃO DE ICMS PARA PORTADOR DE DEFICIÊNCIA FÍSICA, VISUAL, MENTAL SEVERA OU PROFUNDA, OU AUTISTA

DECLARAÇÃO DE ISENÇÃO DE ICMS PARA PORTADOR DE DEFICIÊNCIA FÍSICA, VISUAL, MENTAL SEVERA OU PROFUNDA, OU AUTISTA DECLARAÇÃO DE ISENÇÃO DE ICMS PARA PORTADOR DE DEFICIÊNCIA FÍSICA, VISUAL, MENTAL SEVERA OU PROFUNDA, OU AUTISTA OBJETIVO DO SERVIÇO: Conceder isenção de ICMS para portadores de deficiência física, visual,

Leia mais

Queimadura: quando a cicatriz é uma deficiência física?

Queimadura: quando a cicatriz é uma deficiência física? Queimadura: quando a cicatriz é uma deficiência física? Dr. José Adorno Médico Cirurgião Plástico Mestrado em Ciências Médicas/UnB Coordenador Cirurgia Plástica da Unidade de Queimados HRAN/SES/DF Presidente

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA

TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA Procedimento Preparatório n. 064.2010.001580-3 TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SANTA CATARINA, representado, neste ato, pela Promotora de Justiça da Saúde

Leia mais

TERMO DE REFERENCIA ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE PLANO OPERACIONAL REDE DE CUIDADOS A PESSOA COM DEFICIÊNCIA

TERMO DE REFERENCIA ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE PLANO OPERACIONAL REDE DE CUIDADOS A PESSOA COM DEFICIÊNCIA TERMO DE REFERENCIA ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DE PLANO OPERACIONAL REDE DE CUIDADOS A PESSOA COM DEFICIÊNCIA 1. Introdução O contínuo processo de aperfeiçoamento do Sistema Unico de Saúde SUS, desde sua

Leia mais

ESTADO DE GOIÁS MINISTÉRIO PÚBLICO 12ª

ESTADO DE GOIÁS MINISTÉRIO PÚBLICO 12ª RECOMENDAÇÃO Goiânia, 17 de maio de 2007. O Ministério Público do Estado de Goiás, por intermédio dos promotores de justiça titulares das 12 e 70 promotorias de justiça desta capital Promotorias de Defesa

Leia mais

Inquérito Civil n. 06.2013.00008014-5

Inquérito Civil n. 06.2013.00008014-5 Inquérito Civil n. 06.2013.00008014-5 TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SANTA CATARINA, representado neste ato pelo Promotor de Justiça da 1ª Promotoria de

Leia mais

P R E F E I T U R A M U N I C I P A L D E C A M P I N A S SEHAB - SECRETARIA MUNICIPAL DE HABITAÇÃO COMPANHIA DE HABITAÇÃO POPULAR DE CAMPINAS

P R E F E I T U R A M U N I C I P A L D E C A M P I N A S SEHAB - SECRETARIA MUNICIPAL DE HABITAÇÃO COMPANHIA DE HABITAÇÃO POPULAR DE CAMPINAS P R E F E I T U R A M U N I C I P A L D E C A M P I N A S SEHAB - SECRETARIA MUNICIPAL DE HABITAÇÃO cohab COMPANHIA DE HABITAÇÃO POPULAR DE CAMPINAS REGULAMENTO SELEÇÃO E HIERARQUIZAÇÃO DE CANDIDATOS CADASTRADOS

Leia mais

TERMO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA Nº 02/2009

TERMO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA Nº 02/2009 TERMO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA Nº 02/2009 REF. PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO Nº 1.34.001.005208/2008-37 Pelo presente instrumento, com fundamento no artigo 5º, 6º, da Lei nº 7.347, de 24 de julho de 1985,

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO CEARÁ PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA

MINISTÉRIO PÚBLICO DO CEARÁ PROCURADORIA GERAL DE JUSTIÇA CONVÊNIO N o. /, QUE ENTRE SI CELEBRAM O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO CEARÁ E A SOCIEDADE DE ENSINO SUPERIOR DO CEARÁ SESCE / FACULDADE INTEGRADA DO CEARÁ FIC, PARA OS FINS QUE NELE SE DECLARAM. O Ministério

Leia mais

TERMO DE COOPERAÇÃO TECNICA Nº 017 /2015-MPSP

TERMO DE COOPERAÇÃO TECNICA Nº 017 /2015-MPSP TERMO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA QUE ENTRE SI CELEBRAM O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SÃO PAULO E A ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE PSIQUIATRIA. CONSIDERANDO que a assistência em saúde mental, prestada por meio

Leia mais

CONTRATO ADMINISTRATIVO N.º 060/2015 PROCESSO N.º 0609/2015 04/08/2015 ASSINATURA ANUAL DE ATUALIZAÇÃO TRABALHISTA

CONTRATO ADMINISTRATIVO N.º 060/2015 PROCESSO N.º 0609/2015 04/08/2015 ASSINATURA ANUAL DE ATUALIZAÇÃO TRABALHISTA CONTRATO ADMINISTRATIVO N.º 060/2015 PROCESSO N.º 0609/2015 04/08/2015 ASSINATURA ANUAL DE ATUALIZAÇÃO TRABALHISTA I Das Partes CLÁUSULA PRIMEIRA Pelo presente Contrato e na melhor forma de direito, de

Leia mais

TERMO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA

TERMO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA TERMO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA Pelo presente instrumento, com fundamento nos termos que dispõe o art. 5º, 6º, da Lei 7.347/85, bem como no art. 5º e 6º do Decreto 2.181/97 e art. 5º da Lei Complementar

Leia mais

Altera a Portaria Previ-Rio nº 853, de 22 de fevereiro de 2.011 e dá outras providências.

Altera a Portaria Previ-Rio nº 853, de 22 de fevereiro de 2.011 e dá outras providências. PORTARIA PREVI-RIO Nº 861 DE 15 DE JUNHO DE 2011. Altera a Portaria Previ-Rio nº 853, de 22 de fevereiro de 2.011 e dá outras providências. A Presidente do Instituto de Previdência e Assistência do Município

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DE RORAIMA TERMO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA

MINISTÉRIO PÚBLICO DE RORAIMA TERMO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA TERMO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA ICP n. 007-B/2011 Criação e Implementação do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência de Boa Vista. O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE RORAIMA, por meio de sua Representante

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA

TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA Inquérito Civil IC Autos n. : 06.2014.00000348-4 TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA O MINISTÉRIO PÚBLICO DE SANTA CATARINA, representado, neste ato, pelo Promotor de Justiça titular da 9ª Promotoria

Leia mais

Contratação e Modelo de Contrato

Contratação e Modelo de Contrato Contratação e Modelo de Contrato Deveres da Empresa Firmar contrato especial de aprendizagem com o adolescente e inscrevê-lo em curso de aprendizagem desenvolvido por uma entidade qualificada de ensino

Leia mais

Isenção de impostos para Portadores de Necessidades Especiais. Informativo Ford Zevel.

Isenção de impostos para Portadores de Necessidades Especiais. Informativo Ford Zevel. Isenção de impostos para Portadores de Necessidades Especiais. Informativo Ford Zevel. Isenção de IPI As pessoas portadoras de deficiência física, visual, mental severa ou profunda, ou autistas, ainda

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA nº 02/2012

TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA nº 02/2012 TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA nº 02/2012 O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL (MPF), representado pelo procurador da República DARLAN AIRTON DIAS, titular do 1º Ofício da Procuradoria da República

Leia mais

CONVÊNIO Nº 011/ 2015

CONVÊNIO Nº 011/ 2015 CONVÊNIO Nº 011/ 2015 CONVÊNIO ENTRE O / RN E A ASSOCIAÇÃO CAICOENSE DE ATLETISMO EQUIPE CAICÓ RUAS, NA FORMA INDICADA. O RN (PREFEITURA MUNICIPAL), Pessoa Jurídica de Direito Público, estabelecida na

Leia mais

ALTERADO PELO DECRETO Nº: - 33.683, DE 24.01.13 DOE DE 25.01.13 (CONVÊNIO ICMS 135/12) - 34.214, DE 16.08.13 DOE DE 17.08.13 (CONVÊNIO ICMS 76/13)

ALTERADO PELO DECRETO Nº: - 33.683, DE 24.01.13 DOE DE 25.01.13 (CONVÊNIO ICMS 135/12) - 34.214, DE 16.08.13 DOE DE 17.08.13 (CONVÊNIO ICMS 76/13) DECRETO Nº 33.616, DE 14 DE DEZEMBRO DE 2012 PUBLICADO NO DOE DE 16.12.12 ALTERADO PELO DECRETO Nº: - 33.683, DE 24.01.13 DOE DE 25.01.13 (CONVÊNIO ICMS 135/12) - 34.214, DE 16.08.13 DOE DE 17.08.13 (CONVÊNIO

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO, RESPONSABILIDADE E AJUSTAMENTO DE CONDUTA

TERMO DE COMPROMISSO, RESPONSABILIDADE E AJUSTAMENTO DE CONDUTA TERMO DE COMPROMISSO, RESPONSABILIDADE E AJUSTAMENTO DE CONDUTA Pelo presente instrumento, denominado Termo de Compromisso, Responsabilidade e Ajustamento de Conduta, com fulcro no parágrafo 6º, do art.

Leia mais

Ministério Público do Rio Grande do Sul PROMOTORIA DE JUSTIÇA CÍVEL DE ERECHIM

Ministério Público do Rio Grande do Sul PROMOTORIA DE JUSTIÇA CÍVEL DE ERECHIM Procedimento n.º INQUÉRITO CIVIL: 00763.00041/2014 Investigada: ASSOCIAÇÃO CULTURAL E INDUSTRIAL DE ERECHIM TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA No dia 18 de novembro de 2014, o MINISTÉRIO PÚBLICO

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTE DE CONDUTA Nº 0162/2006

TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTE DE CONDUTA Nº 0162/2006 TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTE DE CONDUTA Nº 0162/2006 Pelo presente instrumento, por um lado a Agência Nacional de Saúde Suplementar, pessoa jurídica de direito público, autarquia especial vinculada ao

Leia mais

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PÚBLICO SIMPLIFICADO Nº 002/2015 TORNA PÚBLICO:

EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PÚBLICO SIMPLIFICADO Nº 002/2015 TORNA PÚBLICO: EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PÚBLICO SIMPLIFICADO Nº 002/2015 Em cumprimento às determinações do Senhor HUMBERTO LUIZ BRIGHENTI, Prefeito do MUNICÍPIO DE SÃO JOAQUIM - SC, que no uso de suas atribuições

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA

TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA Compromissário: Mercado Super Novo O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SANTA CATARINA, representado por sua Promotora de Justiça de Defesa do Consumidor, Daniele

Leia mais

TERMO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA Nº 30 /2014

TERMO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA Nº 30 /2014 TERMO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA Nº 30 /2014 INQUÉRITO CIVIL Nº 003.0.27816/2014 O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DA BAHIA, por intermédio da Promotora de Justiça que, abaixo, subscreve, com fulcro no quanto

Leia mais

CIDADANIA. Inclusão Social: inserção dos portadores de necessidades especiais no mercado de trabalho.

CIDADANIA. Inclusão Social: inserção dos portadores de necessidades especiais no mercado de trabalho. CIDADANIA Inclusão Social: inserção dos portadores de necessidades especiais no mercado de trabalho. Acadêmicos: Dandara Matchelly Fonseca Silva Gustavo Henrique de Oliveira Amaral Harley Guedes Félix

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTE DE CONDUTA Nº 057/2009

TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTE DE CONDUTA Nº 057/2009 TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTE DE CONDUTA Nº 057/2009 Pelo presente instrumento, por um lado a Agência Nacional de Saúde Suplementar, pessoa jurídica de direito público, autarquia especial vinculada ao

Leia mais

3. O que é estágio não obrigatório? É uma atividade opcional, acrescida à carga horária regular e obrigatória. ( 2º do art. 2º da Lei nº 11.

3. O que é estágio não obrigatório? É uma atividade opcional, acrescida à carga horária regular e obrigatória. ( 2º do art. 2º da Lei nº 11. 1. O que é o estágio? A Lei nº 11.788, de 25 de setembro de 2008, define o estágio como o ato educativo escolar supervisionado, desenvolvido no ambiente de trabalho, que visa à preparação para o trabalho

Leia mais