O impacto da fraude em seguros

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O impacto da fraude em seguros"

Transcrição

1 O impacto da fraude em seguros

2 Sobre a Insurance Europe Insurance Europe é a federação europeia de seguros e resseguros. Por intermédio de suas 34 entidades-membros associações nacionais de seguros a Insurance Europe representa todos os tipos de companhias de seguros e resseguros, por exemplo, companhias pan-europeias, de crédito, mútuas e PMEs. A Insurance Europe, que é sediada em Bruxelas, representa empresas responsáveis por cerca de 95% do total da receita de prêmio da Europa. O seguro dá uma importante contribuição para o crescimento econômico e o desenvolvimento da Europa. As seguradoras europeias geram uma receita de prêmio de aproximadamente 1,100 bilhões, empregam quase um milhão de pessoas e investem em torno de 7,700 bilhões na economia. 2

3 Índice Introdução O que é fraude em seguros? Qual é a escala e o impacto da fraude? Quais são as consequências da fraude? O que o mercado está fazendo para combater a fraude? Conclusão A Insurance Europe agradece à instituição abaixo por traduzir este documento para a língua portuguesa. Tradução: Sandra Mathias Maia Revisão: Bernardo Graciolli Moreira Barros, Leonardo Veras Fernandes Dinis, Pedro Henrique Fernandes Pinheiro e Ricardo Tavares 3

4 4

5 Introdução Esta publicação oferece uma visão geral do tipo, da escala e do impacto da fraude em seguros em toda a Europa. Descreve também as ações da indústria de seguros para reduzir a fraude. Reduzir e impedir a fraude em seguros é uma prioridade para as seguradoras de toda a Europa. Seguro se baseia no princípio do benefício mútuo e é desenvolvido para proteger perdas significativas, porém, incertas. A fraude em seguros enfraquece este sistema, uma vez que propostas e sinistros fraudulentos esgotam os recursos pagos pelos muitos clientes honestos para cobrir sinistros verdadeiros. A fraude tem impacto não apenas sobre as seguradoras, mas também sobre seus clientes. Causa também um impacto sobre a sociedade em geral, porque a fraude em seguros pode ser usada para financiar atividades criminosas. Fraude em seguros não é um crime sem vítimas ou insignificante. A grande maioria de clientes honestos acaba pagando pela desonestidade dos poucos por meio de prêmios de seguros mais altos. Por esta razão é que a indústria está determinada a fazer tudo o que for possível para reduzir o problema. 5

6 6

7 O que é fraude em seguros? A fraude afeta todo tipo de seguro, sejam seguros gerais, de vida e coberturas de assistência ou saúde. Entre as condutas abrangidas, incluem-se: Prestar informações falsas ou incompletas na contratação do seguro ou nas respostas em uma proposta de seguro; Apresentar uma reclamação de sinistro com base em circunstâncias enganosas ou falsas, incluindo exagerar em um sinistro verdadeiro; e Ser enganoso ou falso em negociações com uma seguradora com a intenção de obter um benefício no contrato de seguro. A fraude em seguros pode ser cometida pelo segurado ou por um terceiro reclamante contra uma apólice de seguro. Pode variar de coberturas de sinistros requeridas inoportunamente, a pagamentos requeridos por não segurados, lesões fictícias em acidentes de trânsito e até organizações criminosas. Eis alguns exemplos: No Reino Unido, um homem forjou sua própria morte por afogamento. Ele foi encontrado no Panamá, onde estava vivendo com sua esposa às custas da indenização de sua apólice de seguro de vida. Ambos foram condenados e cumpriram vários anos na prisão. Na Eslovênia, três indivíduos contrataram, cada um, várias apólices de seguro de vida e acidentes antes de viajarem de férias para o Canadá. Enquanto estavam lá, eles supostamente sofreram lesões corporais em um acidente de carro e foram indenizados nos termos de suas apólices. Não tardou para que viesse à tona que todos os três haviam apresentado reclamações de sinistros por outros acidentes durante o período em que sofreram as lesões. Acusações nas áreas criminal e cível foram imputadas aos indivíduos e eles foram obrigados a pagar todos os custos de investigação da fraude e a reembolsar as quantias já indenizadas nos termos das apólices de seguro. Na França, um renomado cirurgião falsificou as circunstâncias de como havia se ferido ao sofrer um acidente de esqui fora da pista, uma atividade sem cobertura de seu seguro de viagem. Primeiro ele alegou que os ferimentos haviam sido causados por outro esquiador. Quando esta versão foi investigada e refutada, ele apresentou uma reclamação de sinistro falsa e desproporcional, alegando que os ferimentos eram decorrentes de um acidente de carro com um terceiro. Novamente, a reclamação de sinistro foi investigada e refutada. O homem não recebeu nenhum pagamento por seus ferimentos verdadeiros. Qualquer que seja o tipo de fraude, seu resultado é o mesmo: um custo injusto para o segurado honesto. 7

8 8

9 Qual é a escala e o impacto da fraude? A extensão da fraude em seguros varia entre países. Estima-se que as fraudes detectadas e não detectadas representem até 10% de todas as despesas com sinistros na Europa. Este valor varia entre países e ramos de seguros devido a uma série de fatores, como por exemplo, o modo de funcionamento do mercado ou a prevalência local de um tipo de seguro. A abordagem para identificar fraude em seguros também difere entre os países europeus. Em alguns países, a importância recai sobre estabelecer uma estimativa precisa das fraudes detectadas e não detectadas, embora outros países deem pouca ênfase a esta distinção, preferindo se concentrar na redução do valor da fraude conhecida. Não obstante, o objetivo é o mesmo: determinar até que ponto as iniciativas atuais para combater a fraude são bem-sucedidas e se outras iniciativas são necessárias. Vários mercados coletam dados precisos sobre a prevalência de fraude. Por exemplo: Reino Unido Dados da Association of British Insurers (ABI) revelam que: Apesar das seguradoras detectarem um número maior de fraude, estima-se que em torno de 1,9 bilhões ( 2,2 bilhões) de fraude não são detectadas todo ano. As seguradoras estão detectando um número maior de fraude o valor da fraude detectada em 2011 aumentou 7%, o equivalente a 983 milhões ( 1,148 milhões) em relação à 919 milhões em Em 2011 as seguradoras descobriram sinistros fraudulentos o equivalente a sinistros por semana 5% a mais do que em O valor da economia para clientes honestos decorrente das fraudes detectadas representou 5,7% de todos os sinistros, em comparação a 5% em Alemanha Um estudo realizado pela associação de seguros (GDV) concluiu que mais da metade de todos os sinistros oriundos de perda ou dano de smartphones e tablets não poderiam ter ocorrido e, portanto, devem ter sido fraudulentos na mesma proporção. 9

10 Suécia Dados da Insurance Sweden (Larmtjänst) revelam que: Investigadores de fraude em seguros, constituídos pelas companhias de seguros, realizaram investigações de suspeita de fraude em 2011 e detectaram um total de 40 milhões em fraude. Um estudo concluiu que 10-20% de todos os sinistros fraudulentos são sinistros por perdas oriundas de eventos que nunca ocorreram (ou seja, sinistros falsos) e 80-90% de todos os sinistros fraudulentos são sinistros exagerados. Ainda na Suécia, um grave problema foi identificado em incêndios de veículos. No outono de 2012, houve pelo menos um incêndio de carro por dia no sul do país, com a maioria dos carros acima de 10 anos e muitos comprados há menos de três meses. Os carros eram comprados a um preço mais barato em leilões online, e depois eram registrados e segurados em nome de proprietários fictícios. Os sinistros por dano resultavam em uma indenização significativamente maior do que o valor da compra do veículo. França Números da associação de seguros (FFSA) revelam que sinistros fraudulentos foram registrados em 2011, resultando em 168 milhões não pagos a indivíduos desonestos. Finlândia Um estudo com adultos realizado pela associação de seguros (FFI) em 2012 constatou que 27% declararam conhecer uma pessoa "que enganou sua companhia de seguros". Este valor representa mais 25% em relação a um estudo semelhante realizado em

11 Quais são as consequências da fraude? Sinistros fraudulentos e os custos de investigação de suspeitas de fraudes levam a prêmios mais altos para clientes honestos. A investigação de fraude também causa um impacto sobre a capacidade das seguradoras de lidar com sinistros verdadeiros com rapidez. Além disto, resultados de estudos recentes realizados pelas seguradoras sugerem que a fraude em seguros financia e facilita outros crimes graves. De acordo com a associação de seguros dinamarquesa (F&P), as seguradoras na Dinamarca retêm na fonte aproximadamente DKK500 milhões ( 67 milhões) em pagamentos de sinistros em face de fraude documentada. Na Alemanha, a GDV estima que o custo da fraude ultrapassa 4 bilhões por ano. No Reino Unido, a ABI estima que a fraude acrescenta, em média, 50 ( 58) por ano à conta do seguro anual de cada segurado. A Suécia identificou uma rede do crime organizado que provocou pelo menos 214 acidentes de trânsito. Cada uma das principais companhias de seguros não vida do mercado da Suécia foi afetada pelas atividades da rede. As seguradoras continuam comprometidas com o pagamento de todos os sinistros verdadeiros o mais rápido possível, e se esforçam para alcançar um equilíbrio entre investigar fraudes potenciais e garantir que reclamantes honestos não enfrentem atrasos como consequência. Embora as seguradoras devam investigar todas as fraudes potenciais, elas fazem todo o possível para assegurar que os reclamantes honestos tenham seus sinistros pagos com rapidez e eficiência. As seguradoras tomam medidas contra aqueles que cometem fraude. As consequências podem incluir: não pagar os sinistros cancelar a apólice de seguro a seguradora buscar os custos incorridos (por exemplo, com especialistas em avaliação de sinistro) ser posteriormente incapaz de obter seguro e outros serviços financeiros relatar o caso à polícia para investigação futura ação penal e prisão registro de antecedentes criminais 11

12 12

13 O que o mercado está fazendo para combater a fraude? As respostas da indústria de seguros à fraude variam entre países e as iniciativas têm grande alcance. Por exemplo: Em vários países, as seguradoras trocam informações relevantes para ajudá-las a identificar possíveis fraudes. As seguradoras são transparentes sobre esta questão e operam em conformidade com as exigências de proteção de dados e privacidade. Estes intercâmbios de informações entre seguradoras (em diferentes formatos) existem na Croácia, Estônia, Finlândia, Alemanha, Irlanda, em Malta, nos Países Baixos, na Noruega, em Portugal, na Eslovênia, Espanha, Suécia e no Reino Unido e, atualmente, estão sendo considerados em Chipre. Cooperação transfronteira também existe. Por exemplo, os países nórdicos se reúnem regularmente para discutir tendências, problemas e desafios comuns, uma vez que as tendências em um país têm demonstrado se espalhar para países vizinhos. Em vários países, incluindo França, Suécia e Reino Unido, as companhias de seguros criaram (mais ou menos) grupos formalizados para investigar fraude em seguros. Na França, em 1989 as seguradoras criaram uma agência nacional (Agence pour la lutte contre la fraude à l'assurance, ALFA) para investigar sinistros suspeitos. A ALFA tem como objetivo promover atividades de combate à fraude, desenvolvendo ferramentas adequadas para ajudar a indústria no combate à fraude. Tais ferramentas incluem: treinamento e certificação de investigadores de fraude, recomendações sobre como lidar com casos fraudulentos que têm como alvo várias seguradoras de uma vez, e recomendações sobre gestão de relações com organismos de aplicação da lei. Na Suécia, as companhias de seguros criaram unidades de investigação especial responsáveis por detectar fraude em seguros. A Insurance Sweden incentiva estas unidades a fazerem boletins de ocorrência sobre fraudes detectadas ou suspeitas. No Reino Unido, o Insurance Fraud Bureau (IFB) se concentra em detectar e evitar fraudes organizadas em seguros e intersetoriais. O IFB lidera ou coordena a resposta da indústria à identificação da fraude por redes do crime organizado e trabalha em estreita colaboração com a polícia e outros organismos de aplicação da lei. O IFB encoraja e ajuda as pessoas a denunciarem, anonimamente, suspeitas de fraudes ou fraudes conhecidas pelo disque-fraude em seguro. O impacto do IFB tem sido extremamente positivo desde o seu lançamento em julho de 2006, com inúmeras prisões e dezenas de milhares de libras economizadas para as seguradoras e, em última análise, seus clientes. As seguradoras também aumentaram sua cooperação com organismos de aplicação da lei em vários países. Este é o caso, por exemplo, na Croácia, Dinamarca, Estônia, Alemanha, Irlanda, nos Países Baixos, em Portugal, na Espanha, Suécia e no Reino Unido. 13

14 Evidências de vários organismos de aplicação da lei revelam que muitos desconhecem controles visuais simples que podem ser feitos para identificar possíveis veículos privados ou comerciais roubados. Esforços internacionais para treinar pessoal em aplicação da lei foram iniciados pela Europol, Interpol e por associações nacionais de seguros. Na Dinamarca, as seguradoras são convidadas a informar à polícia cada fraude documentada. A F&P organiza exercícios na Academia de Polícia dinamarquesa sobre como combater fraude em seguros. Ex-policiais atuam frequentemente na indústria de seguros para ajudar a detectar fraudes e coletar provas. Na Croácia, a associação de seguros iniciou em 2002 um Protocolo de Cooperação para Combater Fraude em Seguros. O protocolo formaliza a cooperação tanto entre seguradoras quanto entre seguradoras e terceiros, como por exemplo, a polícia, o Judiciário e outros organismos. O Protocolo tem alcance internacional e é assinado por várias outras associações nacionais de seguros da região, incluindo Áustria, República Tcheca, Eslovênia e Hungria. No Reino Unido, o Insurance Fraud Enforcement Department (IFED) é financiado pelas seguradoras. Instituído em janeiro de 2012, o órgão faz parte da Polícia da Cidade de Londres, a principal força policial do Reino Unido para crime econômico e fraude em seguros. Investiga fraudes potenciais reportadas pelas seguradoras em todos os tipos de seguros. Em seus primeiros nove meses de operação, o IFED efetuou mais de 200 prisões, com 12 milhões ( 14 milhões) de suspeita de fraude em seguros sob investigação. Na Espanha, quase todas as companhias de seguros nomearam representantes para atuar em situações de fraude. Estes representantes têm acesso a uma extranet confidencial contendo dados da polícia sobre investigações em curso. As seguradoras usam cada vez mais tecnologia para descobrir fraudes. Os métodos incluem dispositivos eletrônicos para detectar a autenticidade dos documentos apresentados que compõem o processo de sinistros e o uso de informações publicamente disponíveis em várias redes sociais e outros sites. Na Suécia, as companhias de seguros usam leitores de chave de tecnologia avançada para confirmar que as chaves do carro apresentadas na reclamação de sinistro são as do suposto veículo roubado. No Reino Unido, um sinistro por supostas lesões lombares foi rejeitado quando imagens do Facebook mostravam o reclamante fazendo ginástica e treinando para uma corrida de caridade. Treinamento de pessoal de seguros e da polícia é prática amplamente utilizada para aumentar o conhecimento sobre fraude, demonstrar como detectá-la e destacar os métodos novos e em constante mudança utilizados pelos fraudadores. Na Dinamarca, a F&P organiza seminários sobre fraude em seguros para seus membros. Os seminários visam, em geral, fraude em seguros, mas também podem ser adaptados para áreas específicas, como por exemplo, imobilizadores de carro e chaves de carro, manuseio de bagagem em aeroportos, fraude via compras pela internet, códigos de ética para investigadores, fraude em seguro de conteúdo residencial, e assim por diante. O treinamento é oferecido àqueles que trabalham na detecção de fraude, 14

15 incluindo investigadores de seguros, administradores de sinistros e especialistas em sinistros. Na Alemanha, é oferecido treinamento anual aos reguladores de sinistros, a fim de ensiná-los como detectar e combater a fraude. O treinamento é ministrado por profissionais da indústria de seguros, advogados, especialistas técnicos, especialistas da polícia e cientistas médicos. Os participantes podem fazer um exame para adquirir um certificado de especialização em detecção de fraude. No Reino Unido, órgãos como IFB e IFED realizam oficinas para o pessoal de combate à fraude, e muitas companhias de seguros também realizam programas de treinamento no início e durante a carreira dos funcionários, e nomeiam "campeões de fraude", que enfatizam e relembram aos colegas da possibilidade de fraude em todas as áreas de negócios. Na Finlândia, a federação de seguros organiza seminários e treinamento com a polícia, outras autoridades e meios de comunicação há 30 anos. O uso do "disque-fraude" é sucesso em vários países, incluindo Irlanda, Suécia e Reino Unido. O público em geral pode ligar para uma linha de apoio para denunciar fraude em seguros suspeita ou conhecida. Quem liga geralmente manterá o anonimato para incentivar tais informações. Na Irlanda, um homem contratou seguro de automóvel em uma companhia de seguros. Na proposta que preencheu para contratar o seguro, ele afirmou que não havia sofrido nenhuma condenação como motorista. No entanto, a companhia de seguros recebeu uma denúncia anônima via linha Insurance Confidential da federação de seguros de que o homem tinha várias condenações. A equipe de investigação interna da seguradora realizou outras investigações, o que resultou no encaminhamento da questão à polícia. O indivíduo foi posteriormente condenado por contratar seguro com base em uma declaração falsa e dirigir sem seguro. Foi imputada a ele uma pena de suspensão da carteira de motorista por quatro meses. 15

16 16

17 Conclusão Detectar e reduzir a fraude em seguros é uma prioridade fundamental para as seguradoras. A fraude em seguros não é um crime sem vítimas. Isto se reflete em sérias consequências para aqueles considerados culpados de fraude, o que pode incluir prisão. Clientes honestos não devem ter que pagar o preço pelos fraudadores com prêmios mais altos. A indústria de seguros continua a fortalecer seus sistemas e controles, a fim de assegurar que todos os tipos de fraude sejam detectados e impedidos sejam cometidos na contratação do seguro ou nas reclamações de sinsitros para minimizar o custo de fraude para as seguradoras e, consequentemente, o impacto sobre clientes honestos. Os métodos das seguradoras estão em constante evolução para combater as mudanças no comportamento do fraudador. 17

18 Insurnace Europe aisbl Bruxelas, 2013 Todos os direitos reservados Design: Insurance Europe "O impacto da fraude em seguros" está sujeito a direitos autorais com todos os direitos reservados. A reprodução parcial é permitida caso a fonte "The impact of insurance fraud, Insurance Europe, 2013" seja indicada. É permitido envio de cópia por correio eletrônico. A reprodução, distribuição, transmissão ou venda desta publicação como um todo é proibida sem a autorização prévia da Insurance Europe. Embora todas as informações utilizadas nesta publicação tenham sido extraídas de fontes confiáveis, a Insurance Europe refuta qualquer responsabilidade pela exatidão ou abrangência das informações publicadas. As informações prestadas são apenas para fins informativos e, em hipótese alguma, a Insurance Europe será responsável por qualquer perda ou dano decorrente do uso destas informações. 18

19 19

Quadro 1 Número de empresas de seguros a operar em Portugal. 2014 Vida Não Vida Mistas Total. Empresas de seguros de direito português 15 23 6 44

Quadro 1 Número de empresas de seguros a operar em Portugal. 2014 Vida Não Vida Mistas Total. Empresas de seguros de direito português 15 23 6 44 Quadro Número de empresas de seguros a operar em Portugal 24 Vida Não Vida Mistas Total Em regime de estabelecimento 2 46 2 78 Empresas de seguros de direito português 5 23 6 44 Empresas de seguros 5 2

Leia mais

CENTRO EUROPEU DO CONSUMIDOR - PORTUGAL EUROPEAN CONSUMER CENTRE

CENTRO EUROPEU DO CONSUMIDOR - PORTUGAL EUROPEAN CONSUMER CENTRE ECC-Net: Travel App Uma nova aplicação para telemóveis destinada aos consumidores europeus que se deslocam ao estrangeiro. Um projeto conjunto da Rede de Centros Europeus do Consumidor Nome da app: ECC-Net:

Leia mais

Treinamento de Prevenção a Fraudes

Treinamento de Prevenção a Fraudes Treinamento de Prevenção a Fraudes 1. Introdução Esse treinamento visa orientar os colaboradores, parceiros, fornecedores, terceiros e pessoas com as quais mantém relacionamento comercial com a PAN Seguros,

Leia mais

Cancelamento de Viagem

Cancelamento de Viagem Cancelamento de Viagem Caro (a) Segurado (a), Lamentamos o incidente ocorrido, mas ficamos satisfeitos por podermos oferecer-lhe a possibilidade de aceder on-line aos formulários de participação de sinistro.

Leia mais

Notificação de Participação

Notificação de Participação Notificação de Participação Referência de Notificação de Participação: (somente para uso interno) Seus dados Pessoais: Nome: Tipo de reclamação: Data: Morada: Contacto Número: Email : Informação Importante:

Leia mais

Treinamento de Prevenção a Fraudes BTG Pactual Resseguradora e BTG Pactual Vida e Previdência

Treinamento de Prevenção a Fraudes BTG Pactual Resseguradora e BTG Pactual Vida e Previdência Janeiro 2015 Error! Reference source not found. Treinamento de Prevenção a Fraudes Introdução Esse treinamento visa à orientação dos funcionários da Resseguradora S.A. e Vida e Previdência S.A. e das pessoas

Leia mais

Manual de Procedimentos. AIG Mission. Mission

Manual de Procedimentos. AIG Mission. Mission Manual de Procedimentos AIG 1 Apólice Procedimentos em caso de Sinistro (Todo o mundo) Sempre que se torne necessário activar as garantias da apólice e, especialmente, em caso de emergência, as Pessoas

Leia mais

Garantia de Bagagem. indemnização pelos danos causados na bagagem, ou, recebendo, do valor indemnizado;

Garantia de Bagagem. indemnização pelos danos causados na bagagem, ou, recebendo, do valor indemnizado; Garantia de Bagagem Caro (a) Segurado (a), Lamentamos o incidente ocorrido durante a sua viagem, mas ficamos satisfeitos por poder-lhe oferecer a possibilidade de aceder on-line aos formulários de participação

Leia mais

DEFESA EM CONTEXTO TRANSNACIONAL

DEFESA EM CONTEXTO TRANSNACIONAL Direito Penal Europeu para Advogados Penalistas ERA/ECBA/ICAB Barcelona 21-22 de Fevereiro de 2014 DEFESA EM CONTEXTO TRANSNACIONAL NA UNIÃO EUROPEIA INDICAÇÕES DE PESQUISA E ELEMENTOS NORMATIVOS Vânia

Leia mais

ANEXOS COMUNICAÇÃO DA COMISSÃO. relativa à iniciativa de cidadania «Um de nós»

ANEXOS COMUNICAÇÃO DA COMISSÃO. relativa à iniciativa de cidadania «Um de nós» COMISSÃO EUROPEIA Bruxelas, 28.5.2014 COM(2014) 355 final ANNEXES 1 to 5 ANEXOS à COMUNICAÇÃO DA COMISSÃO relativa à iniciativa de cidadania «Um de nós» PT PT ANEXO I: ASPETOS PROCESSUAIS DA INICIATIVA

Leia mais

CARTILHA SOBRE COMBATE E PREVENÇÃO À FRAUDE

CARTILHA SOBRE COMBATE E PREVENÇÃO À FRAUDE CARTILHA SOBRE COMBATE E PREVENÇÃO À FRAUDE Setembro/2015 MITSUI SUMITOMO SEGUROS Parte integrante do MS&AD Insurance Group, o maior grupo segurador do Japão e um dos maiores do mundo, a Mitsui Sumitomo

Leia mais

Fusões e cisões transfronteiras

Fusões e cisões transfronteiras Fusões e cisões transfronteiras Fusões e cisões transfronteiras Consulta organizada pela Comissão Europeia (DG MARKT) INTRODUÇÃO Observações preliminares O presente questionário tem por objetivo recolher

Leia mais

WEBINAR SEGURO DPVAT O SEGURO DO TRÂNSITO. Palestrante Vera Cataldo

WEBINAR SEGURO DPVAT O SEGURO DO TRÂNSITO. Palestrante Vera Cataldo 1 WEBINAR SEGURO DPVAT O SEGURO DO TRÂNSITO Palestrante Vera Cataldo Seguro DPVAT Seguro Obrigatório de Danos Pessoais causados por Veículos Automotores de Via Terrestre ou por sua carga, a pessoas transportadas

Leia mais

Segurança de Dados. Relatório de Segurança de Dados, Inteligência de Mercado

Segurança de Dados. Relatório de Segurança de Dados, Inteligência de Mercado Segurança de Dados Segurança de dados e sigilo de informações ainda é um tema longe de ser solucionado no Brasil e no Mundo. A cada novo dispositivo lançado, cada nova transação bancária ou a cada novo

Leia mais

Celebrado em Brasília, aos 20 dias do mês de março de 1996, em dois originais, nos idiomas português e alemão, ambos igualmente válidos.

Celebrado em Brasília, aos 20 dias do mês de março de 1996, em dois originais, nos idiomas português e alemão, ambos igualmente válidos. ACORDO-QUADRO ENTRE O GOVERNO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL E O GOVERNO DA REPÚBLICA FEDERAL DA ALEMANHA SOBRE COOPERAÇÃO EM PESQUISA CIENTÍFICA E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO O Governo da República

Leia mais

CARTILHA DE PREVENÇÃO À FRAUDE

CARTILHA DE PREVENÇÃO À FRAUDE CARTILHA DE PREVENÇÃO À FRAUDE EMPRESA DO GRUPO 1. INTRODUÇÃO Mundialmente as fraudes ameaçam os governos, as corporações, os negócios e a sociedade, independentemente do grau de desenvolvimento de cada

Leia mais

Informações Gerais e orientações sobre ASSISTÊNCIA DE VIAGEM

Informações Gerais e orientações sobre ASSISTÊNCIA DE VIAGEM RECOMENDAÇÕES A BRASILEIROS QUE VIAJAM PARA O EXTERIOR Informações Gerais e orientações sobre ASSISTÊNCIA DE VIAGEM Faça uma viagem SEGURA Entenda o produto Assistência Viagem. Situações inesperadas podem

Leia mais

Fraude em seguros. fraude, estabeleceu ações e controles que visam o cumprimento à legislação vigente.

Fraude em seguros. fraude, estabeleceu ações e controles que visam o cumprimento à legislação vigente. Apresentação O que é fraude Os crimes de fraude ameaçam as sociedades, corporações e governos de todo mundo, independentemente do estágio de desenvolvimento de cada país. O mercado de seguros, assim como

Leia mais

Notificação de Participação

Notificação de Participação Notificação de Participação Referência de Notificação de Participação: (somente para uso interno) Seus dados Pessoais: Nome: Tipo de reclamação: Data: Morada: Contacto Número: Email : Informação Importante:

Leia mais

Guia do Estudante Erasmus - Período de Estudos

Guia do Estudante Erasmus - Período de Estudos ESTE ANO VOU CONHECER NOVAS PESSOAS ESTE ANO VOU ALARGAR CONHECIMENTOS ESTE ANO VOU FALAR OUTRA LÍNGUA ESTE ANO VOU ADQUIRIR NOVAS COMPETÊNCIAS ESTE ANO VOU VIAJAR ESTE ANO VOU SER ERASMUS Guia do Estudante

Leia mais

Princípios Gerais para a Prevenção dos Riscos Penais Endesa Brasil

Princípios Gerais para a Prevenção dos Riscos Penais Endesa Brasil Princípios Gerais para a Prevenção dos Riscos Penais Endesa Brasil Introdução 5 INTRODUÇÃO A seguir, são descritos os comportamentos e princípios gerais de atuação esperados dos Colaboradores da Endesa

Leia mais

Análise CADERNOS DE SEGURO. Seguro e doença preexistente. Lauro Vieira de Faria

Análise CADERNOS DE SEGURO. Seguro e doença preexistente. Lauro Vieira de Faria 16 Seguro e doença preexistente Lauro Vieira de Faria Um dos temas mais polêmicos no mercado de seguros são as limitações e até recusas de cobertura decorrentes das chamadas doenças preexistentes. Em diversos

Leia mais

Breves comentários sobre Dodd-Frank e o programa de recompensa para delatores de fraudes 1. Por Carlos Henrique da Silva Ayres 2

Breves comentários sobre Dodd-Frank e o programa de recompensa para delatores de fraudes 1. Por Carlos Henrique da Silva Ayres 2 Breves comentários sobre Dodd-Frank e o programa de recompensa para delatores de fraudes 1 Por Carlos Henrique da Silva Ayres 2 Em julho de 2010, entrou em vigor nos Estados Unidos o Dodd Frank Wall Street

Leia mais

SEGURO SEGURO O ABC DO. Em colaboração com: Agradecimentos: Ministério de Finanças e Planeamento Económico da República do Ghana. GTZ-Ghana.

SEGURO SEGURO O ABC DO. Em colaboração com: Agradecimentos: Ministério de Finanças e Planeamento Económico da República do Ghana. GTZ-Ghana. ASSOCIAÇÃO MOÇAMBICANA DOS OPERADORES DE MICROFINANÇAS O ABC DO SEGURO O ABC DO SEGURO Em colaboração com: Agradecimentos: Ministério de Finanças e Planeamento Económico da República do Ghana. GTZ-Ghana.

Leia mais

TRATADO DE LISBOA EM POUCAS

TRATADO DE LISBOA EM POUCAS EM POUCAS PALAVRAS OS PRIMEIROS PASSOS DATA/LOCAL DE ASSINATURA E ENTRADA EM VIGOR PRINCIPAIS MENSAGENS QUIZ 10 PERGUNTAS E RESPOSTAS OS PRIMEIROS PASSOS No século XX depois das Guerras No século XX, depois

Leia mais

Estatísticas de Seguros

Estatísticas de Seguros Estatísticas de Seguros 2009 Autoridade de Supervisão da Actividade Seguradora e de Fundos de Pensões Autorité de Contrôle des Assurances et des Fonds de Pensions du Portugal Portuguese Insurance and Pension

Leia mais

Convenção sobre o Combate da Corrupção de Funcionários Públicos Estrangeiros em

Convenção sobre o Combate da Corrupção de Funcionários Públicos Estrangeiros em Convenção sobre o Combate da Corrupção de Funcionários Públicos Estrangeiros em Transações Comerciais Internacionais Preâmbulo As Partes, Considerando que a corrupção é um fenômeno difundido nas Transações

Leia mais

Garantia Assistência Médica Repatriamento

Garantia Assistência Médica Repatriamento Garantia Assistência Médica Repatriamento Caro (a) Segurado (a), Lamentamos o incidente ocorrido durante a sua viagem, mas ficamos satisfeitos por poder-lhe oferecer a possibilidade de aceder on-line aos

Leia mais

Cobertura mundial, a partir de 150km da residência, durante o ano inteiro; Unicamente voltado à assistência, não cobre o custo de itens solicitados.

Cobertura mundial, a partir de 150km da residência, durante o ano inteiro; Unicamente voltado à assistência, não cobre o custo de itens solicitados. Benefícios Visa Serviço oferecido pela Visa a todos os portadores de cartão. Está disponível 24horas por dia, 7 dias por semana, 365 dias por ano e oferece assistência em espanhol, inglês e português.

Leia mais

RESOLUÇÃO CFC Nº 1.036/05

RESOLUÇÃO CFC Nº 1.036/05 RESOLUÇÃO CFC Nº 1.036/05 Aprova a NBC T 11.8 Supervisão e Controle de Qualidade. O Conselho Federal de Contabilidade, no exercício de suas atribuições legais e regimentais, Considerando que as Normas

Leia mais

GUIA do ESTUDANTE ERASMUS+ 2015-2016

GUIA do ESTUDANTE ERASMUS+ 2015-2016 GUIA do ESTUDANTE ERASMUS+ 2015-2016 Esclarecimentos de dúvidas/informações adicionais: Carolina Peralta/Isabel Silva Gabinete de Relações Internacionais - GRI Rua de Santa Marta, 47, 1º Piso sala 112-1169-023

Leia mais

Seu guia completo para nossos serviços móveis

Seu guia completo para nossos serviços móveis Seu guia completo para nossos serviços móveis Entre na maior comunidade de serviços móveis das Ilhas do Canal Guernsey GRÁTIS www.jtglobal.com Pesquise por Jtsocial A JT oferece mais Custo/benefício A

Leia mais

PROJETO RUMOS DA INDÚSTRIA PAULISTA

PROJETO RUMOS DA INDÚSTRIA PAULISTA PROJETO RUMOS DA INDÚSTRIA PAULISTA SEGURANÇA CIBERNÉTICA Fevereiro/2015 SOBRE A PESQUISA Esta pesquisa tem como objetivo entender o nível de maturidade em que as indústrias paulistas se encontram em relação

Leia mais

OPERADORAS DE SAÚDE. Mariana Braga Shoji Barbosa Enfermagem UNIFESP mariana_shoji@yahoo.com.br

OPERADORAS DE SAÚDE. Mariana Braga Shoji Barbosa Enfermagem UNIFESP mariana_shoji@yahoo.com.br OPERADORAS DE SAÚDE Mariana Braga Shoji Barbosa Enfermagem UNIFESP mariana_shoji@yahoo.com.br O que são Operadoras de saúde? O que são Operadoras de saúde? Operadora é a pessoa jurídica que opera ( administra,

Leia mais

O PAPEL DO MONITORAMENTO CONTÍNUO NUO E DO CANAL DE RISCOS EMPRESARIAIS

O PAPEL DO MONITORAMENTO CONTÍNUO NUO E DO CANAL DE RISCOS EMPRESARIAIS O PAPEL DO MONITORAMENTO CONTÍNUO NUO E DO CANAL DE DENÚNCIAS NCIAS NA REDUÇÃO DOS RISCOS EMPRESARIAIS Background Ambientes de complexidade crescente Riscos evoluindo com maior velocidade (ON LINE) Pressão

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA DIRETRIZ SOBRE PRESENTES E ENTRETENIMENTO

CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA DIRETRIZ SOBRE PRESENTES E ENTRETENIMENTO CÓDIGO DE CONDUTA E ÉTICA DIRETRIZ SOBRE PRESENTES E ENTRETENIMENTO MAGNA INTERNATIONAL INC. DIRETRIZ SOBRE PRESENTES E ENTRETENIMENTO Oferecer ou receber presentes e entretenimento é muitas vezes uma

Leia mais

Cancelamento de Viagem

Cancelamento de Viagem Cancelamento de Viagem Caro (a) Segurado (a), Lamentamos o incidente ocorrido, mas ficamos satisfeitos por podermos oferecer-lhe a possibilidade de aceder on-line aos formulários de participação de sinistro.

Leia mais

ANEXO XV DIRETRIZES PARA CONTRATAÇÃO DE SEGUROS DE RESPONSABILIDADE DA CONCESSIONÁRIA

ANEXO XV DIRETRIZES PARA CONTRATAÇÃO DE SEGUROS DE RESPONSABILIDADE DA CONCESSIONÁRIA ANEXO XV DIRETRIZES PARA CONTRATAÇÃO DE SEGUROS DE RESPONSABILIDADE DA CONCESSIONÁRIA Durante o prazo da CONCESSÃO, a CONCESSIONÁRIA deverá contratar e manter em vigor no mínimo as apólices de seguro a

Leia mais

SEMINÁRIO EXPORTAR, EXPORTAR, EXPORTAR. Viana do Castelo, 11de Fevereiro

SEMINÁRIO EXPORTAR, EXPORTAR, EXPORTAR. Viana do Castelo, 11de Fevereiro SEMINÁRIO EXPORTAR, EXPORTAR, EXPORTAR Viana do Castelo, 11de Fevereiro www.cosec.pt COSEC Companhia de Seguro de Créditos, S.A. 2014 Índice Sobre a COSEC Seguro de Créditos Soluções à medida em resumo

Leia mais

OCDE/ITF - IRTAD 5 6 6.1 6.2 A ANSR

OCDE/ITF - IRTAD 5 6 6.1 6.2 A ANSR Jorge Jacob Agenda: 1 Sinistralidade Rodoviária um flagelo mundial 2 Organização Mundial MACRO 3 WHO The Decade of Action for Road Safety 4 OCDE/ITF - IRTAD 5 UE/Comissão Europeia 6 Portugal: 6.1 Situação

Leia mais

CRIMES CONTRA O SISTEMA FINANCEIRO NACIONAL - ATUALIZAÇÕES

CRIMES CONTRA O SISTEMA FINANCEIRO NACIONAL - ATUALIZAÇÕES CRIMES CONTRA O SISTEMA FINANCEIRO NACIONAL - ATUALIZAÇÕES - Evasão de divisas e lavagem de capitais as alterações da Lei 12.683/12 - Investigação de crimes financeiros - Cooperação jurídica internacional

Leia mais

P: Quem é o falsificador neste caso? R: Não podemos divulgar esta informação no momento, pois a investigação ainda está em curso.

P: Quem é o falsificador neste caso? R: Não podemos divulgar esta informação no momento, pois a investigação ainda está em curso. 1 Grupo de revendas de suprimentos Xerox P&R sobre cartuchos de toner falsificados 12 de abril de 2004 I. Detalhes do caso II. Dúvidas do cliente III. Tendências do setor IV. Combate à falsificação Detalhes

Leia mais

POLÍTICA DE DENÚNCIAS

POLÍTICA DE DENÚNCIAS (constituída nas Bermudas com responsabilidade limitada) (Código de negociação em bolsa: 1768) (a Sociedade ) POLÍTICA DE DENÚNCIAS 1. Objetivo Esta Política estabelece os meios que: a) os funcionários

Leia mais

CONSELHO DA UNIÃO EUROPEIA. Bruxelas, 11 de Julho de 2007 (18.07) (OR. en) 11722/07 SCH-EVAL 131 SIRIS 133 COMIX 659

CONSELHO DA UNIÃO EUROPEIA. Bruxelas, 11 de Julho de 2007 (18.07) (OR. en) 11722/07 SCH-EVAL 131 SIRIS 133 COMIX 659 CONSELHO DA UNIÃO EUROPEIA Bruxelas, 11 de Julho de 2007 (18.07) (OR. en) 11722/07 SCH-EVAL 131 SIRIS 133 COMIX 659 NOTA de: para: Assunto: Presidência Grupo de Avaliação de Schengen Projecto de decisão

Leia mais

Seu guia completo para nossos serviços móveis

Seu guia completo para nossos serviços móveis Seu guia completo para nossos serviços móveis Entre na maior comunidade de serviços móveis das Ilhas do Canal Jersey GRÁTIS www.jtglobal.com Pesquise por Jtsocial A JT oferece mais Custo/benefício A JT

Leia mais

Formulário de Solicitação

Formulário de Solicitação corretor/intermediário Formulário de Solicitação Preencha este formulário em letra De fôrma. 1 Dados de contato da agência Nome comercial completo Pessoa(s) de contato Endereço comercial registrado Telefone

Leia mais

ACORDO ENTRE A REPÚBLICA PORTUGUESA E A REPÚBLICA FEDERAL DA ALEMANHA SOBRE PROTECÇÃO MÚTUA DE MATÉRIAS CLASSIFICADAS.

ACORDO ENTRE A REPÚBLICA PORTUGUESA E A REPÚBLICA FEDERAL DA ALEMANHA SOBRE PROTECÇÃO MÚTUA DE MATÉRIAS CLASSIFICADAS. Decreto n.º 13/2005 Acordo entre a República Portuguesa e a República Federal da Alemanha sobre Protecção Mútua de Matérias Classificadas, assinado em Lisboa em 22 de Dezembro de 2004 Atendendo ao desenvolvimento

Leia mais

DIREITO COMUNITÁRIO. Aula 4 As revisões dos instrumentos fundamentais: o aprofundamento 2

DIREITO COMUNITÁRIO. Aula 4 As revisões dos instrumentos fundamentais: o aprofundamento 2 DIREITO COMUNITÁRIO Aula 4 As revisões dos instrumentos fundamentais: o aprofundamento 2 As revisões dos tratados fundadores 07/02/1992: Assinatura do Tratado sobre a União Européia,, em Maastricht; 20/10/1997:

Leia mais

Sistema de Informação Schengen - acesso pelos serviços de emissão de certificados de matrícula dos veículos ***II

Sistema de Informação Schengen - acesso pelos serviços de emissão de certificados de matrícula dos veículos ***II P6_TA(2005)044 Sistema de Informação Schengen - acesso pelos serviços de emissão de certificados de matrícula dos veículos ***II Resolução legislativa do Parlamento Europeu referente à posição comum adoptada

Leia mais

(Avisos) PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS COMISSÃO

(Avisos) PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS COMISSÃO 7.6.2008 C 141/27 V (Avisos) PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS COMISSÃO Convite à apresentação de propostas de 2008 Programa Cultura (2007-2013) Execução das seguintes acções do programa: projectos plurianuais

Leia mais

Cobertura mundial, a partir de 150km da residência, durante o ano inteiro; Unicamente voltado à assistência, não cobre o custo de itens solicitados.

Cobertura mundial, a partir de 150km da residência, durante o ano inteiro; Unicamente voltado à assistência, não cobre o custo de itens solicitados. Benefícios VISA Serviço oferecido pela Visa à todos os portadores de cartão. Está disponível 24horas por dia, 7 dias por semana, 365 dias por ano e oferece assistência em espanhol, inglês e português.

Leia mais

CONVENÇÃO ENTRE A REPÚBLICA PORTUGUESA A REPÚBLICA DA TUNÍSIA

CONVENÇÃO ENTRE A REPÚBLICA PORTUGUESA A REPÚBLICA DA TUNÍSIA CONVENÇÃO ENTRE A REPÚBLICA PORTUGUESA E A REPÚBLICA DA TUNÍSIA DE COOPERAÇÃO NO DOMÍNIO DA DEFESA A República Portuguesa e a República da Tunísia, doravante designadas conjuntamente por "Partes" e separadamente

Leia mais

Hilti do Brasil Comercial Ltda. Política de Privacidade e Proteção de Informações Pessoais

Hilti do Brasil Comercial Ltda. Política de Privacidade e Proteção de Informações Pessoais Hilti do Brasil Comercial Ltda. Política de Privacidade e Proteção de Informações Pessoais Nós, Hilti (Brasil) Comercial Ltda. (coletivamente, referido como Hilti, "nós", "nosso" ou "a gente") nessa Política

Leia mais

A formação da União Europeia

A formação da União Europeia A formação da União Europeia A EUROPA DOS 28 Como tudo começou? 1926: 1º congresso da União Pan- Europeia em Viena (Áustria) 24 países aprovaram um manifesto para uma organização federativa na Europa O

Leia mais

SEGURANÇA GLOBAL, GERENCIAMENTO E MITIGAÇÃO DE RISCOS

SEGURANÇA GLOBAL, GERENCIAMENTO E MITIGAÇÃO DE RISCOS VISÃO GERAL DE CAPACIDADES SEGURANÇA GLOBAL, GERENCIAMENTO E MITIGAÇÃO DE RISCOS AT-RISK International oferece Análise de Riscos, Proteção, Consultoria, Investigações e Treinamento em Segurança, nas Américas,

Leia mais

Manual de Usuário. Seguro para Igrejas

Manual de Usuário. Seguro para Igrejas Manual de Usuário Seguro para Igrejas Seguro para Igrejas Mensagem do Diretor A Adventist Risk Management Sul-Americana é uma parceira da Divisão Sul-Americana referente à administração de riscos. Nosso

Leia mais

CONSILIUM. Schengen. A porta para a sua liberdade de circulação na Europa JUNHO DE 2011

CONSILIUM. Schengen. A porta para a sua liberdade de circulação na Europa JUNHO DE 2011 PT CONSILIUM Schengen A porta para a sua liberdade de circulação na Europa JUNHO DE 2011 Índice INTRODUÇÃO 1 LIVRE CIRCULAÇÃO DE PESSOAS 2 COOPERAÇÃO POLICIAL E ADUANEIRA 2 Fronteiras internas 2 Fronteiras

Leia mais

DECRETO Nº 6.617, DE 23 DE OUTUBRO DE

DECRETO Nº 6.617, DE 23 DE OUTUBRO DE DECRETO Nº 6.617, DE 23 DE OUTUBRO DE 2008: Promulga o Acordo entre o Governo da República Federativa do Brasil e o Governo da República da África do Sul no Campo da Cooperação Científica e Tecnológica,

Leia mais

DECRETO Nº 4.702, DE 21 DE MAIO DE 2003. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 84, inciso VIII, da Constituição,

DECRETO Nº 4.702, DE 21 DE MAIO DE 2003. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 84, inciso VIII, da Constituição, DECRETO Nº 4.702, DE 21 DE MAIO DE 2003. Promulga o Acordo entre o Governo da República Federativa do Brasil e o Governo dos Estados Unidos da América Relativo à Cooperação entre suas Autoridades de Defesa

Leia mais

Antes aceitar fazer uma doação ou apoiar uma causa de beneficência, faça as seguintes perguntas:

Antes aceitar fazer uma doação ou apoiar uma causa de beneficência, faça as seguintes perguntas: contra fraudes A cada ano, as pequenas empresas são alvo de práticas de vendas fraudulentas ou enganosas. Os empresários devem proteger suas empresas, e muitas vezes se trata apenas de identificar situações

Leia mais

MINIGUIA DA EUROPA 2011 Comunicar com os Europeus Línguas Na Europa fala-se muitas línguas, cujas principais famílias são a germânica, a românica, a eslava, a báltica e a céltica. As instituições da União

Leia mais

Código de Conduta COERÊNCI. Transformando Visão em Valor.

Código de Conduta COERÊNCI. Transformando Visão em Valor. Código de Conduta COERÊNCI Transformando Visão em Valor. Índice Prefácio... 3 Ética empresarial da HOCHTIEF: Princípios... 5 Conflitos de interesse... 7 Confidencialidade... 8 Regras sobre controle de

Leia mais

POLÍTICA ANTISSUBORNO E ANTICORRUPÇÃO DA UL

POLÍTICA ANTISSUBORNO E ANTICORRUPÇÃO DA UL Setor jurídico N. do documento: 00-LE-P0030 Edição: 5.0 Data da publicação: 09/04/2010 Data da revisão: 16/09/2013 Data de entrada em vigor: 16/09/2013 Página 1 de 8 POLÍTICA ANTISSUBORNO E ANTICORRUPÇÃO

Leia mais

CONDIÇÕES PARTICULARES

CONDIÇÕES PARTICULARES CONDIÇÕES PARTICULARES APÓLICE MULTIRISCO LOTÉRICOS 2015 Cláusula 1ª Fica entendido e acordado que o limite de cobertura para valores fora de cofres fortes e/ou caixas-fortes será de: a) Até R$ 4.000,00

Leia mais

Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo ANEXO XIX. SEGUROS DE RESPONSABILIDADE DA CONCESSIONÁRIA

Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo ANEXO XIX. SEGUROS DE RESPONSABILIDADE DA CONCESSIONÁRIA ANEXO XIX. SEGUROS DE RESPONSABILIDADE DA CONCESSIONÁRIA Durante o prazo da CONCESSÃO, a CONCESSIONÁRIA deverá contratar e manter em vigor no mínimo as apólices de seguro a seguir indicadas, nas condições

Leia mais

PROGRAMA DE PROTEÇÃO DE PI

PROGRAMA DE PROTEÇÃO DE PI GUIA PARA MELHORAR O SEU Principais Práticas para a Proteção de PI PROGRAMA DE PROTEÇÃO DE PI 2013 Centro para Empreendimento e Comércio Responsáveis TABELA DE CONTEÚDO CAPÍTULO 1: Introdução à Proteção

Leia mais

*50425D34* Mensagem n o 342. Senhores Membros do Congresso Nacional,

*50425D34* Mensagem n o 342. Senhores Membros do Congresso Nacional, ** Mensagem n o 342 Senhores Membros do Congresso Nacional, Nos termos do disposto no art. 49, inciso I, combinado com o art. 84, inciso VIII, da Constituição, submeto à elevada consideração de Vossas

Leia mais

III SINGEP II S2IS UNINOVE

III SINGEP II S2IS UNINOVE III SINGEP II S2IS UNINOVE Painel Temático: Tendências em Inovação e Projetos Maria Celeste Reis Lobo de Vasconcelos celestevasconcelos@fpl.edu.br Contexto A inovação é uma grande força para o progresso

Leia mais

Nossa atuação no setor financeiro

Nossa atuação no setor financeiro Nossa atuação no setor financeiro No mundo No Brasil O porte da equipe de Global Financial Services Industry (GFSI) da Deloitte A força da equipe do GFSI da Deloitte no Brasil 9.300 profissionais;.850

Leia mais

FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA EM MATÉRIA DE CRÉDITO AOS CONSUMIDORES INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO

FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA EM MATÉRIA DE CRÉDITO AOS CONSUMIDORES INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO FICHA DE INFORMAÇÃO NORMALIZADA EM MATÉRIA DE CRÉDITO AOS CONSUMIDORES INFORMAÇÃO PRÉ-CONTRATUAL A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO 1. Identificação da instituição de crédito 1.1. Denominação Banco BPI, Sociedade

Leia mais

FACULDADE PROJEÇÃO FAPRO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

FACULDADE PROJEÇÃO FAPRO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO FACULDADE PROJEÇÃO FAPRO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO ALLAN ARDISSON COSSET DIEGO ALVES DE PAIVA ERICK SOUSA DAMASCENO HUGO NASCIMENTO SERRA RICARDO FRANÇA RODRIGUES Legislação Aplicada à Computação Crimes de

Leia mais

Se tiver dúvidas ou preocupações sobre a prática de privacidade da Pan-American Life, entre em contato conosco em:

Se tiver dúvidas ou preocupações sobre a prática de privacidade da Pan-American Life, entre em contato conosco em: Políticas de privacidade on-line A Pan-American Life sempre esteve comprometida em manter a confidencialidade, integridade e segurança das informações pessoais confiadas a nós pelos clientes atuais e futuros.

Leia mais

E R A S M U S + ERASMUS+ Faculdade de Farmácia Universidade de Lisboa. Apresentação

E R A S M U S + ERASMUS+ Faculdade de Farmácia Universidade de Lisboa. Apresentação ERASMUS+ Faculdade de Farmácia Universidade de Lisboa Apresentação ERASMUS+ - Ensino Superior O Erasmus+ é o novo programa da UE dedicado à educação, formação, juventude e desporto. O programa tem início

Leia mais

Ensino Vocacional, Técnico e Tecnológico no Reino Unido

Ensino Vocacional, Técnico e Tecnológico no Reino Unido Ensino Vocacional, Técnico e Tecnológico no Reino Unido Apoiar a empregabilidade pela melhora da qualidade do ensino profissionalizante UK Skills Seminar Series 2014 15 British Council UK Skills Seminar

Leia mais

Quadro 1 Número de empresas de seguros a operar em Portugal. 2009 Vida Não Vida Mistas Total. Empresas de seguros de direito português 16 25 6 47

Quadro 1 Número de empresas de seguros a operar em Portugal. 2009 Vida Não Vida Mistas Total. Empresas de seguros de direito português 16 25 6 47 Quadro Número de empresas de seguros a operar em Portugal 29 Vida Não Vida Mistas Total Em regime de estabelecimento 22 52 3 87 Empresas de seguros de direito português 6 25 6 47 Empresas de seguros 6

Leia mais

0267 - Subvenção Econômica para Promoção das Exportações PROEX (Lei nº 10.184, de 2001)

0267 - Subvenção Econômica para Promoção das Exportações PROEX (Lei nº 10.184, de 2001) Programa 2024 - Comércio Exterior Número de Ações 14 0027 - Cobertura das Garantias Prestadas pela União nas Operações de Seguro de Crédito à Exportação (Lei nº 9.818, de 1999) Esfera: 10 - Orçamento Fiscal

Leia mais

Quadro 1 Número de empresas de seguros a operar em Portugal. 2010 Vida Não Vida Mistas Total. Empresas de seguros de direito português 15 24 7 46

Quadro 1 Número de empresas de seguros a operar em Portugal. 2010 Vida Não Vida Mistas Total. Empresas de seguros de direito português 15 24 7 46 Quadro 1 Número de empresas de seguros a operar em Portugal 21 Vida Não Vida Mistas Total Em regime de estabelecimento 21 5 12 83 Empresas de seguros de direito português 15 24 7 46 Empresas de seguros

Leia mais

Guia Rápido de Viagem

Guia Rápido de Viagem Guia Rápido de Viagem Habilitação para uso no exterior Para aumentar sua segurança, seu cartão tem um bloqueio para uso no exterior. Antes de iniciar sua viagem para destinos internacionais, habilite-o

Leia mais

Política de Utilização Aceitável (PUA)

Política de Utilização Aceitável (PUA) Política de Utilização Aceitável (PUA) HOST TUGATECH Host TugaTech HOST.TUGATECH.COM.PT HOST@TUGATECH.COM.PT A Política de Utilização Aceitável (PUA) do Host TugaTech é disponibilizada com o objetivo de

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS RESERVE CLUBCAR

CONDIÇÕES GERAIS RESERVE CLUBCAR Seja bem-vindo à Blue Service Assistance, a opção mais vantajosa em assistência e clube de vantagens. É uma enorme satisfação ter você como nosso associado. A Blue Service Assistance está cada vez mais

Leia mais

CONCORRÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE ASSESSORIA DE IMPRENSA

CONCORRÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE ASSESSORIA DE IMPRENSA CONCORRÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE ASSESSORIA DE IMPRENSA Período de Execução: 2012 www.reedalcantara.com.br BRIEFING Reed Exhibitions PERFIL A Reed Exhibitions A Reed Exhibitions é a principal organizadora

Leia mais

HBL15 Trabalhar na Irlanda do Norte: Subsídio de Alojamento Um folhetim informativo do Executivo de Alojamento para Trabalhadores Migrantes

HBL15 Trabalhar na Irlanda do Norte: Subsídio de Alojamento Um folhetim informativo do Executivo de Alojamento para Trabalhadores Migrantes HBL15 Trabalhar na Irlanda do Norte: Subsídio de Alojamento Um folhetim informativo do Executivo de Alojamento para Trabalhadores Migrantes Este folheto explica as regras que se aplicam ao Benefício de

Leia mais

Em 2020 consultorias estimam que o número de usuários desse tipo de seguro já esteja próximo de 140 milhões de apólices no mundo.

Em 2020 consultorias estimam que o número de usuários desse tipo de seguro já esteja próximo de 140 milhões de apólices no mundo. A Drivedata surgiu com a proposta de oferecer a tecnologia necessária para que as seguradoras possam implantar sistemas de Usage Based Insurance de forma rápida, eficiente e barata. Nosso produto está

Leia mais

COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS RELATÓRIO DA COMISSÃO AO PARLAMENTO EUROPEU E AO CONSELHO

COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS RELATÓRIO DA COMISSÃO AO PARLAMENTO EUROPEU E AO CONSELHO COMISSÃO DAS COMUNIDADES EUROPEIAS Bruxelas, 11.4.2007 COM(2007) 178 final RELATÓRIO DA COMISSÃO AO PARLAMENTO EUROPEU E AO CONSELHO Relatório final da Comissão Europeia sobre a continuação da adequação

Leia mais

A solução. para os seus problemas. na Europa. ec.europa.eu/solvit

A solução. para os seus problemas. na Europa. ec.europa.eu/solvit A solução para os seus problemas na Europa ec.europa.eu/solvit CONHEÇA OS SEUS DIREITOS Viver, trabalhar ou viajar em qualquer país da UE é um direito fundamental dos cidadãos europeus. As empresas também

Leia mais

Mobilidade de Estudantes Sessão de Esclarecimento 2015/2016 janeiro 2015 Núcleo de Relações Internacionais do ISEL

Mobilidade de Estudantes Sessão de Esclarecimento 2015/2016 janeiro 2015 Núcleo de Relações Internacionais do ISEL Changing lives. Opening minds. Mobilidade de Estudantes Sessão de Esclarecimento 2015/2016 janeiro 2015 Núcleo de Relações Internacionais do ISEL ERASMUS + Uma porta aberta para a Europa : O novo programa

Leia mais

Certificado uma vez, aceito em qualquer lugar

Certificado uma vez, aceito em qualquer lugar Certificado uma vez, aceito em qualquer lugar Introdução O International Accreditation Forum (IAF) é uma associação mundial de Organismos de Acreditação, Associações de Organismos de Certificação e outras

Leia mais

Cetip PERFIL DA UNIDADE DE FINANCIAMENTOS

Cetip PERFIL DA UNIDADE DE FINANCIAMENTOS Cetip PERFIL DA UNIDADE DE FINANCIAMENTOS índice Apresentação Atuação 6 10 História 14 Linha do Tempo 18 Estrutura Organizacional 22 Segurança e Tecnologia 26 Produtos e Serviços - Unidade de Financiamentos

Leia mais

Ensino Superior em Portugal, Que Futuro? Maria da Graça Carvalho 1 de Fevereiro 2013, Lisboa Reitoria UL

Ensino Superior em Portugal, Que Futuro? Maria da Graça Carvalho 1 de Fevereiro 2013, Lisboa Reitoria UL Ensino Superior em Portugal, Que Futuro? Maria da Graça Carvalho 1 de Fevereiro 2013, Lisboa Reitoria UL Índice Investimento público e privado no Ensino Superior Propinas Investimento público e privado

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR

AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR AGÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE SUPLEMENTAR RESOLUÇÃO NORMATIVA-RN No- 117, DE 30 DE NOVEMBRO DE 2005 Dispõe sobre a identificação de clientes, manutenção de registros e prevê relação de operações

Leia mais

Módulo de Gestão Proposta de Seguro

Módulo de Gestão Proposta de Seguro Esta proposta de seguro é válida para Sociedades com faturação superior a 50 Milhões Euros. Excluem-se também desta proposta qualquer entidade seguradora e/ou financeira regulada pelos organismos competentes.

Leia mais

ESTRUTURA ORGÂNICA E FUNCIONAL

ESTRUTURA ORGÂNICA E FUNCIONAL ESTRUTURA ORGÂNICA E FUNCIONAL Diretor Geral O Diretor Geral supervisiona e coordena o funcionamento das unidades orgânicas do Comité Olímpico de Portugal, assegurando o regular desenvolvimento das suas

Leia mais

REGULAMENTOS PARA INTERNET, PEDIDOS POR CORREIO E GERAÇÃO DE CONTATOS (LEADS) NO BRASIL. Em vigor a partir 1 de novembro de 2003

REGULAMENTOS PARA INTERNET, PEDIDOS POR CORREIO E GERAÇÃO DE CONTATOS (LEADS) NO BRASIL. Em vigor a partir 1 de novembro de 2003 REGULAMENTOS PARA INTERNET, PEDIDOS POR CORREIO E GERAÇÃO DE CONTATOS (LEADS) NO BRASIL Em vigor a partir 1 de novembro de 2003 Estes regulamentos aplicam-se aos sites da web, programas de pedido pelo

Leia mais

Para informações sobre as condições de uso das redes sociais da Abbott, por favor acesse os Termos de Uso para mídiais sociais.

Para informações sobre as condições de uso das redes sociais da Abbott, por favor acesse os Termos de Uso para mídiais sociais. TERMOS DE USO Estes Termos de Uso regulam o acesso a páginas de Internet controladas pela Abbott Laboratories, suas subsidiárias e afiliadas (doravante denominadas, em conjunto, Abbott ), e para as quais

Leia mais

CONSELHO DA UNIÃO EUROPEIA. Bruxelas, 27 de Abril de 2007 (02.05) (OR. en) 9032/07 SCH-EVAL 90 SIRIS 79 COMIX 427

CONSELHO DA UNIÃO EUROPEIA. Bruxelas, 27 de Abril de 2007 (02.05) (OR. en) 9032/07 SCH-EVAL 90 SIRIS 79 COMIX 427 CONSELHO DA UNIÃO EUROPEIA Bruxelas, 27 de Abril de 2007 (02.05) (OR. en) 9032/07 SCH-EVAL 90 SIRIS 79 COMIX 427 NOTA de: para: Assunto: Presidência Grupo de Avaliação de Schengen Projecto de decisão do

Leia mais

AGOSTo 2013 *AS INFORMAÇÕES CONTIDAS NESTE GUIA SÃO VÁLIDAS EXCLUSIVAMENTE PARA CARTÕES MASTERCARD BLACK E VISA INFINITE.

AGOSTo 2013 *AS INFORMAÇÕES CONTIDAS NESTE GUIA SÃO VÁLIDAS EXCLUSIVAMENTE PARA CARTÕES MASTERCARD BLACK E VISA INFINITE. AGOSTo 2013 G u i a r e s u m i d o d e s e g u r o s e a s s i s t ê n c i a s d e v i a g e n s. *AS INFORMAÇÕES CONTIDAS NESTE GUIA SÃO VÁLIDAS EXCLUSIVAMENTE PARA CARTÕES MASTERCARD BLACK E VISA INFINITE.

Leia mais

Seguro de. Responsabilidade. Civil Profissional. Agências e Operadoras de Turismo

Seguro de. Responsabilidade. Civil Profissional. Agências e Operadoras de Turismo Seguro de O que é Seguro de (RCP)? 1 Trata-se do seguro que garante o reembolso de prejuízos, pelos quais as agências de turismo possam vir a ser responsabilizadas civilmente em decorrência de danos causados

Leia mais

ESPECIALISTAS EM PEQUENOS NEGÓCIOS

ESPECIALISTAS EM PEQUENOS NEGÓCIOS ESPECIALISTAS EM PEQUENOS NEGÓCIOS O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) é uma entidade privada, sem fins lucrativos, criada em 1972. Desvinculado da administração pública

Leia mais

Nº DO SINISTRO CAMPO PREENCHIDO PELA SEGURADORA

Nº DO SINISTRO CAMPO PREENCHIDO PELA SEGURADORA AUTORIZAÇÃO DE PAGAMENTO DE INDENIZAÇÃO DO SEGURO DPVAT Nº DO SINISTRO CAMPO PREENCHIDO PELA SEGURADORA Este formulário deve ser preenchido exclusivamente com dados do beneficiário da indenização do Seguro

Leia mais

Como funciona o seguro

Como funciona o seguro Como funciona o seguro Sobre a Insurance Europe A Insurance Europe é a federação de seguradoras e resseguradoras da Europa. Por meio dos seus 34 órgãos membros as associações nacionais de seguradoras a

Leia mais