Melhores práticas para desenvolvimento de software e gerenciamento de código

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Melhores práticas para desenvolvimento de software e gerenciamento de código"

Transcrição

1 Melhores práticas para desenvolvimento de software e gerenciamento de código Osvaldo Santos Engenheiro de Sistemas Ilton Pereira Gerente de Engenharia de Aplicações

2 Agenda Gestão de documentos Requisitos de rastreabilidade Padrões e estilos de codificação Testes e Debugging Análise de código dinâmico /largeapps 2

3 3

4 4

5 Exemplos de falhas de engenharia de software (somente alguns dos erros mais comuns no desenvolvimento com LabVIEW) Falta de controle do código (ou projeto) Hierarquia de arquivo plana A função Stop não é testada regularmente Esperar até o fim de um projeto para criar uma aplicação Poucas especificações, documentação ou requisitos Falta de acompanhamento ou revisões de código Planejamento deficiente (falta de consideração por SMoRES) Falta de planos de teste Manipulação de erros deficiente Estilo não consistente Acoplamento forte ou fraca coesão 5

6 O custo de uma imperfeição de software Fase de desenvolvimento Relação de custo Requisitos 1 Projeto 3-6x Implementação 10x Testes de desenvolvimento 15-40x Testes de aceitação 30-70x Pós-lançamento x Baseado na análise de 63 projetos de desenvolvimento de software em empresas incluindo IBM, GTE, e TRW 6

7 Gestão de documentos Coleta de Requisitos Arquitetura da Aplicação Desenvolvimento Validação Implementação Gestão de documentos do projeto Fornece repositórios de códigos Ajuda a gerenciar o código e controlar alterações Crucial para o desenvolvimento em equipe Importante para todo o processo de desenvolvimento 8

8 9

9 Opções de SCC para integração com LabVIEW Integração nativa com LabVIEW Perforce Integração através de APIs padrão Microsoft Visual SourceSafe Microsoft Team System Rational ClearCase PCVS (Serena) Version Manager MKS Source Integrity Seapine Surround SCM Borland StarTeam Telelogic Synergy ionforge Evolution Suporte através de Add-Ons adicionais Subversion Mecurial 13

10 O processo de engenharia de software Coleta de Requisitos Arquitetura da Aplicação Desenvolvimento Testes e Validação Implementação NI Requirements Gateway LabVIEW Statechart Orientação a objeto NI TestStand Fluxo de dados MathScript Modelo de estados Simulação LabVIEW Unit Test Framework LabVIEW VI Analyzer LabVIEW Desktop Execution Trace Application Builder Real Time FPGA Embedded Experimente. Provê qualidade. Reduz riscos. Economiza tempo. 14 Testes de Interface de Usuário

11 O processo de engenharia de software Coleta de Requisitos Arquitetura da Aplicação Desenvolvimento Testes e Validação Implementação NI Requirements Gateway LabVIEW Statechart Orientação a objeto NI TestStand Fluxo de dados MathScript Modelo de estados Simulação LabVIEW Unit Test Framework LabVIEW VI Analyzer LabVIEW Desktop Execution Trace Application Builder Real Time FPGA Embedded Experimente. Provê qualidade. Reduz riscos. Economiza tempo. 15 Testes de Interface de Usuário

12 Solução para requisitos de rastreabilidade da NI 16

13 Coleta de Requisitos Arquitetura da Aplicação Desenvolvimento Testes & Debbuging Implementação Cobertura de requisitos e acompanhamento de projeto Rastreabilidade e geração de documentação 17

14 Documentação Objetos rotulados Comentários Ícones distintos Descrição e dicas Gerar arquivo HTML Cobertura de requisitos 18

15 Simples Complexidade da aplicação Avançado Ferramentas de Debugging e testes Testes & Debugging Unit Test Framework Validação funcional do código Desktop Execution Trace Real Time Execution Trace Análise de código dinâmico VI Analyzer Toolkit Análise de código estático Baixo Risco Alto Risco Criticidade da aplicação 20

16 Estabelecer ou adotar diretrizes de desenvolvimento Diretrizes de desenvolvimento: Estilo do painel frontal Lista de verificação de estilo Estilo do diagrama de bloco Estilo do ícone e do conector Revisão de Código com VI Analyzer: Automatiza a análise de código com mais de 80 testes configuráveis o Execução o Estilo o Complexidade NI Style Guideline: /largeapps 21

17 Objetivos da análise de código dinâmico Qual é a memória do sistema consumida? Estou capturando todos os erros da minha aplicação? Qual foi o último evento que ocorreu antes de? Qual foi a cadeia de chamadas que nós levou a? Qual segmento está em execução? Estou realmente entrando em um específico event-case? O que aconteceu dentro de um estrutura? Qual é a ordem que esses eventos ocorreram? Algum processo daemon está rodando em background? O código se comporta diferente em um executável? 22

18 Desktop Execution Trace Toolkit Rastreie durante o tempo de execução: Estruturas de evento Alocação de memória Queues/Notifiers Perdas de referência Thread ID Erros não tratados Dynamic/Static SubVIs Custom User Strings 23

19 Rastreie sistemas de produção remotamente LabVIEW Desktop Execution Trace Toolkit Rede Informação de execução em Run-Time VIs e executáveis depuráveis LabVIEW Real-Time Execution Trace Toolkit Network Informação de execução em Run-Time Aplicações em tempo real 24

20 Demonstração ANÁLISE DE CÓDIGO DINÂMICO 25

21 O Processo de Engenharia de Software Coleta de Requisitos Arquitetura da Aplicação Desenvolvimento Testes e Validação Implementação NI Requirements Gateway LabVIEW Statechart Orientação à Objeto NI TestStand Fluxo de Dados MathScript Modelo de Estados Simulação LabVIEW Unit Test Framework LabVIEW VI Analyzer LabVIEW Desktop Execution Trace Application Builder Real Time FPGA Embedded Experimente. Provê qualidade. Reduz riscos. Economiza tempo. 26

22 Download de exemplos e slides /largeapps Ferramentas de Engenharia de Software Práticas de Desenvolvimento Comunidade LargeApp 27

Engenharia de software para desenvolvimento com LabVIEW: Validação

Engenharia de software para desenvolvimento com LabVIEW: Validação Engenharia de software para desenvolvimento com LabVIEW: Orientação a Objetos, Statechart e Validação André Pereira Engenheiro de Vendas (Grande São Paulo) Alexsander Loula Coordenador Suporte Técnico

Leia mais

Acordo global de serviços com a Delphi Visão geral, 5/2011. Chad Ruwe, gerente de contas da NI Marni Schwartz, gerente sênior de programa

Acordo global de serviços com a Delphi Visão geral, 5/2011. Chad Ruwe, gerente de contas da NI Marni Schwartz, gerente sênior de programa Acordo global de serviços com a Delphi Visão geral, 5/2011 Chad Ruwe, gerente de contas da NI Marni Schwartz, gerente sênior de programa Acordo global de serviços com a Delphi Acesso ilimitado ao software

Leia mais

Marcos Cardoso Engenheiro de Vendas Bruno Cesar Engenheiro de Sistemas

Marcos Cardoso Engenheiro de Vendas Bruno Cesar Engenheiro de Sistemas O que há de novo no LabVIEW 8.6 86 Marcos Cardoso Engenheiro de Vendas Bruno Cesar Engenheiro de Sistemas O que há na Versão 8.6? Aumento de produtividade Visualização avançada Análise e cálculos aprimorados

Leia mais

desenvolvimento com LabVIEW: Leandro Fonseca Gerente Distrital de Vendas Alexsander Loula Coordenador da Eng. de Aplicações

desenvolvimento com LabVIEW: Leandro Fonseca Gerente Distrital de Vendas Alexsander Loula Coordenador da Eng. de Aplicações Engenharia de software para desenvolvimento com LabVIEW: Leandro Fonseca Gerente Distrital de Vendas Alexsander Loula Coordenador da Eng. de Aplicações Agenda Desafios Requisitos Gerenciamento de Configuração

Leia mais

Testes Complexos na Indústria Aeroespacial e de Defesa

Testes Complexos na Indústria Aeroespacial e de Defesa Testes Complexos na Indústria Aeroespacial e de Defesa Leandro Fonseca Gerente de Vendas Alisson Kokot Engenheiro de Vendas de Campo ni.com Aplicações Militares e Aeroespaciais Teste automatizado Validação

Leia mais

Aprenda as melhores práticas para construir um completo sistema de teste automatizado

Aprenda as melhores práticas para construir um completo sistema de teste automatizado Aprenda as melhores práticas para construir um completo sistema de teste automatizado Renan Azevedo Engenheiro de Produto de Teste e Medição -Américas Aprenda as melhores práticas para construir um completo

Leia mais

Preparando-se para o Exame Certified LabVIEW Associate (CLAD) Rodrigo Schneiater Engenheiro de Aplicações de Campo

Preparando-se para o Exame Certified LabVIEW Associate (CLAD) Rodrigo Schneiater Engenheiro de Aplicações de Campo 1 Preparando-se para o Exame Certified LabVIEW Associate (CLAD) Rodrigo Schneiater Engenheiro de Aplicações de Campo 2 Agenda Visão geral do programa de certificação da National Instruments Níveis, exames

Leia mais

Gestão de Modificações. Fabrício de Sousa

Gestão de Modificações. Fabrício de Sousa Gestão de Modificações Fabrício de Sousa Introdução Inevitáveis quando o software é construído Confusão As modificações não são analisadas antes de serem feitas Não são registradas antes de serem feitas

Leia mais

Otimize e reduza o tempo do seu teste com LabVIEW e TestStand. ni.com

Otimize e reduza o tempo do seu teste com LabVIEW e TestStand. ni.com Otimize e reduza o tempo do seu teste com LabVIEW e Stand Agenda Introdução à aplicações de testes Software de gerenciamento de teste Necessidade de aumentar o rendimento do teste Opções para aumentar

Leia mais

Linha Silk: a maneira leve para testar, desenvolver e gerenciar

Linha Silk: a maneira leve para testar, desenvolver e gerenciar Linha : a maneira leve para testar, desenvolver e gerenciar Leve Criado apenas com a funcionalidade que você precisa Barato Do uso gratuito ao licenciamento flexível Eficiente Software fácil de usar e

Leia mais

GERÊNCIA DE CONFIGURAÇÃO. Isac Aguiar isacaguiar.com.br isacaguiar@gmail.com

GERÊNCIA DE CONFIGURAÇÃO. Isac Aguiar isacaguiar.com.br isacaguiar@gmail.com GERÊNCIA DE CONFIGURAÇÃO Isac Aguiar isacaguiar.com.br isacaguiar@gmail.com Objetivo Apresentar a GC (Gerencia de Configuração) no contexto da Engenharia de Software Mostrar a importância da GC no controle

Leia mais

Gerência de Configuração. Professor: Dr. Eduardo Santana de Almeida Universidade Federal da Bahia esa@dcc.ufba.br

Gerência de Configuração. Professor: Dr. Eduardo Santana de Almeida Universidade Federal da Bahia esa@dcc.ufba.br Gerência de Configuração Professor: Dr. Eduardo Santana de Almeida Universidade Federal da Bahia esa@dcc.ufba.br Introdução Mudanças durante o desenvolvimento de software são inevitáveis: os interesses

Leia mais

Aprenda as melhores práticas para construir um completo sistema de teste automatizado

Aprenda as melhores práticas para construir um completo sistema de teste automatizado Aprenda as melhores práticas para construir um completo sistema de teste automatizado Renan Azevedo Engenheiro de Produto de Teste e Medição -Américas Aprenda as melhores práticas para construir um completo

Leia mais

Técnicas de Desenvolvimento para Sistemas Real Time com LabVIEW

Técnicas de Desenvolvimento para Sistemas Real Time com LabVIEW Técnicas de Desenvolvimento para Sistemas Real Time com LabVIEW André Oliveira Engenheiro de Vendas Rodrigo Schneiater Engenheiro de Aplicações NIDays 2011 1 Agenda Projeto Entendendo Modelos de Agendamento

Leia mais

Desenvolvimento de grandes aplicações com a programação orientada a objeto do LabVIEW

Desenvolvimento de grandes aplicações com a programação orientada a objeto do LabVIEW 1 Desenvolvimento de grandes aplicações com a programação orientada a objeto do LabVIEW Alisson Kokot Engenheiro de Vendas Osvaldo Santos Engenheiro de Sistemas 2 Agenda 1. Arquitetura da Aplicação 2.

Leia mais

Preparando-se para o exame Certified LabVIEW Associate Developer (CLAD)

Preparando-se para o exame Certified LabVIEW Associate Developer (CLAD) Preparando-se para o exame Certified LabVIEW Associate Developer (CLAD) Renan Azevedo Engenheiro de marketing técnico da National Instruments Agenda Visão geral do programa de certificação da National

Leia mais

IBM Software Demos Rational Software Delivery Platform - Recursos de análise de requisitos

IBM Software Demos Rational Software Delivery Platform - Recursos de análise de requisitos Nesta parte, Alex, nosso analista, executa uma análise de requisitos para o pedido da melhoria de compra imediata. É uma maneira de garantir que todos os elementos do aplicativo, incluindo etapas de teste

Leia mais

CES-32 e CE-230 Qualidade, Confiabilidade e Segurança de Software. Tendências, Perspectivas e Ferramentas de Qualidade em Engenharia de Software (4)

CES-32 e CE-230 Qualidade, Confiabilidade e Segurança de Software. Tendências, Perspectivas e Ferramentas de Qualidade em Engenharia de Software (4) CURSO de GRADUAÇÃO e de PÓS-GRADUAÇÃO do ITA 2º SEMESTRE 2002 CES-32 e CE-230 Qualidade, Confiabilidade e Segurança de Software Eng. Osvandre Alves Martins e Prof. Dr. Adilson Marques da Cunha Tendências,

Leia mais

Seja um Guru de Aquisição de Dados. Renan Azevedo Engenheiro de Produto de Teste e Medição Américas National Instruments

Seja um Guru de Aquisição de Dados. Renan Azevedo Engenheiro de Produto de Teste e Medição Américas National Instruments Seja um Guru de Aquisição de Dados Renan Azevedo Engenheiro de Produto de Teste e Medição Américas National Instruments On-demand Dia 06/10/2015 Às 10h Agenda Dia 06/10/2015 Às 14h Dia 07/10/2015 Às 10h

Leia mais

Teste em tempo real com

Teste em tempo real com Teste em tempo real com Nick Keel Gerente de Produto - NI VeriStand Aplicações de teste em tempo real Simulação Hardware-in-the-Loop Controle de dinamômetro Teste estrutural / fadiga Teste ambiental Teste

Leia mais

Dicas para melhorar a interface de usuário feita em LabVIEW

Dicas para melhorar a interface de usuário feita em LabVIEW Dicas para melhorar a interface de usuário feita em LabVIEW Luciano Borges Engenheiro de Vendas Ilton Pereira Gerente de Engenharia de Aplicações 1 Antes de começarmos Existem gostos diferentes pode ser

Leia mais

Tópicos Especiais em Engenharia de Software

Tópicos Especiais em Engenharia de Software Tópicos Especiais em Engenharia de Software andre@faccamp.br Ian Sommerville 2000 - Software Engineering, 6th edition Slide 1 Tópicos Especiais em Engenharia de Software Gerenciamento de Projeto de Software

Leia mais

O que há de novo no LabVIEW Real- Time e LabVIEW FPGA

O que há de novo no LabVIEW Real- Time e LabVIEW FPGA O que há de novo no LabVIEW Real- Time e LabVIEW FPGA Vá do design a implementação mais rapidamente Filipe Sacchi da Silva Engenheiro de Aplicações em Campo Plínio Costa Engenheiro de Aplicações Agenda

Leia mais

Integração Contínua com Rational Team Concert, Jenkins e SonarQube

Integração Contínua com Rational Team Concert, Jenkins e SonarQube Integração Contínua com Rational Team Concert, Jenkins e SonarQube Agenda 1. Introdução à Integração Contínua 2. Ferramentas 3. Solução de Integração Contínua em Furnas 4. Demonstração O que é a Integração

Leia mais

Análise de Requisitos Conceitos

Análise de Requisitos Conceitos Tema da Aula Conceitos Prof. Cristiano R R Portella portella@widesoft.com.br Analisar (v) 1. Decompor um todo em partes, componentes; fazer análise 2. Observar, examinar com minúcia; esquadrinhar 3. Examinar

Leia mais

Disciplina: Introdução aos Sistemas Operacionais Professor: Fernando Santorsula E-mail: fernando.santorsula@esamc.br

Disciplina: Introdução aos Sistemas Operacionais Professor: Fernando Santorsula E-mail: fernando.santorsula@esamc.br Disciplina: Introdução aos Sistemas Operacionais Professor: Fernando Santorsula E-mail: fernando.santorsula@esamc.br Aula 15 (Revisão prova B2): Conteúdo programático Teórica Conteúdo da Aula 12 até a

Leia mais

Introdução ao Controle de Versões. Leonardo Murta (leomurta@ic.uff.br)

Introdução ao Controle de Versões. Leonardo Murta (leomurta@ic.uff.br) Introdução ao Controle de Versões Leonardo Murta (leomurta@ic.uff.br) Introdução A Engenharia de Software... Abordagem disciplinada para o desenvolvimento de software Grande diversidade de metodologias

Leia mais

Sistema BuildParty para montagem e gerenciamento de eventos. Plano de Testes. Versão <1.1> DeltaInfo. Soluções para web Soluções para o mundo

Sistema BuildParty para montagem e gerenciamento de eventos. Plano de Testes. Versão <1.1> DeltaInfo. Soluções para web Soluções para o mundo Sistema BuildParty para montagem e gerenciamento de eventos Plano de Testes Versão DeltaInfo Soluções para web Soluções para o mundo DeltaInfo 2 Histórico de Revisões Data Versão Descrição Autores

Leia mais

Engenharia de Sistemas de Computador

Engenharia de Sistemas de Computador Engenharia de Sistemas de Computador Sistema é um conjunto ou disposição de elementos que é organizado para executar certo método, procedimento ou controle ao processar informações. Assim, o que é um Sistema????????

Leia mais

Integre diferentes sistemas em um ambiente próprio para teste de componentes eletrônicos e estruturais

Integre diferentes sistemas em um ambiente próprio para teste de componentes eletrônicos e estruturais Integre diferentes sistemas em um ambiente próprio para teste de componentes eletrônicos e estruturais Jeferson Cintra Engenheiro de Vendas Teste estrutural no setor aeroespacial Define o desempenho de

Leia mais

Visão Geral - Certificação

Visão Geral - Certificação Visão Geral - Certificação O Programa de Certificação em LabVIEW da National Instruments é constituído dos três níveis de certificação a seguir: - Certified LabVIEW Associate Developer (CLAD) - Certified

Leia mais

VANT-EC-SAME. Software de Suporte do VANT V-SUP Caso de Desenvolvimento Versão 1.0

VANT-EC-SAME. Software de Suporte do VANT V-SUP Caso de Desenvolvimento Versão 1.0 VANT-EC-SAME Software de Suporte do VANT V-SUP Caso de Desenvolvimento Versão 1.0 Histórico da Revisão Data Versão Descrição Autor 17/0/07 1.0 Versão Inicial Douglas Moura Confidencial VANT-EC-SAME, 2007

Leia mais

Microsoft Visual Studio Express 2012 for Windows Desktop

Microsoft Visual Studio Express 2012 for Windows Desktop Microsoft Visual Studio Express 2012 for Windows Desktop Apresentação da ferramenta Professor: Danilo Giacobo Página pessoal: www.danilogiacobo.eti.br E-mail: danilogiacobo@gmail.com 1 Introdução Visual

Leia mais

Visão geral dos novos recursos

Visão geral dos novos recursos André Pereira Gerente de Marketing Técnico, National Instruments Visão geral dos novos recursos ni.com Projeto gráfico de sistemas Uma abordagem baseada em plataforma para medição e controle Teste Monitoramento

Leia mais

Programação em LabVIEW Real- Time e LabVIEW FPGA

Programação em LabVIEW Real- Time e LabVIEW FPGA Programação em LabVIEW Real- Time e LabVIEW FPGA André Pereira Gerente de Marketing Técnico Anderson Takemoto Engenheiro de Campo Arquitetura de E/S reconfigurável (RIO) 3 1 Construindo uma interface de

Leia mais

a. A plataforma recomendada é Web, com arquitetura Microsoft.Net; b. A linguagem recomendada para codificação de Sistemas de Informações é C#;

a. A plataforma recomendada é Web, com arquitetura Microsoft.Net; b. A linguagem recomendada para codificação de Sistemas de Informações é C#; 1. OBJETIVO O objetivo deste documento é definir as normas e os padrões que deverão ser adotados pelos desenvolvedores da equipe interna e externa (fornecedores) que venham a desenvolver soluções de software

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE TECNOLOGIA AULA 10 PROFª BRUNO CALEGARO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE TECNOLOGIA AULA 10 PROFª BRUNO CALEGARO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE TECNOLOGIA AULA 10 PROFª BRUNO CALEGARO Santa Maria, 10 de Outubro de 2013. Revisão aula anterior Documento de Requisitos Estrutura Padrões Template Descoberta

Leia mais

NI AUTOMOTIVE DAY 2012 AUTOMAÇÃO DE TESTES FUNCIONAIS

NI AUTOMOTIVE DAY 2012 AUTOMAÇÃO DE TESTES FUNCIONAIS Automação de testes em painel de instrumentos automotivos NI AUTOMOTIVE DAY 2012 AUTOMAÇÃO DE TESTES FUNCIONAIS Grupo Magneti Marelli A Magneti Marelli é um grupo internacional líder no desenvolvimento

Leia mais

AutoTest Um Framework Reutilizável para a Automação de Teste Funcional de Software

AutoTest Um Framework Reutilizável para a Automação de Teste Funcional de Software AutoTest Um Framework Reutilizável para a Automação de Teste Funcional de Software Marcelo Fantinato CPqD Telecom & IT Solutions UNICAMP Instituto de Computação Campinas SP Agenda Motivação Objetivo Automação

Leia mais

Gerenciamento de configuração. Gerenciamento de Configuração. Gerenciamento de configuração. Gerenciamento de configuração. Famílias de sistemas

Gerenciamento de configuração. Gerenciamento de Configuração. Gerenciamento de configuração. Gerenciamento de configuração. Famílias de sistemas Gerenciamento de Gerenciamento de Configuração Novas versões de sistemas de software são criadas quando eles: Mudam para máquinas/os diferentes; Oferecem funcionalidade diferente; São configurados para

Leia mais

Modelo para Documento de. Especificação de Requisitos de Software

Modelo para Documento de. Especificação de Requisitos de Software Modelo para Documento de Especificação de Requisitos de Software Prof. Dr. Juliano Lopes de Oliveira (Baseado na norma IEEE Std 830-1993 - Recommended Practice for Software Requirements Specifications)

Leia mais

Cogent DataHub v7.0. A próxima geração em soluções para troca de dados em tempo real

Cogent DataHub v7.0. A próxima geração em soluções para troca de dados em tempo real Cogent DataHub v7.0 A próxima geração em soluções para troca de dados em tempo real Cogent é reconhecida como uma líder no segmento de soluções de middleware no domínio do tempo real. E, com a introdução

Leia mais

Design de Software e Projeto Arquitetural de Software. Prof. Edison A M Morais http://www.edison.eti.br prof@edison.eti.br

Design de Software e Projeto Arquitetural de Software. Prof. Edison A M Morais http://www.edison.eti.br prof@edison.eti.br Design de Software e Projeto Arquitetural de Software Prof. Edison A M Morais http://www.edison.eti.br prof@edison.eti.br Agenda 1. Contexto da Arquitetura e Projeto de Software 2. Definição de Arquitetura

Leia mais

Desenvolva Sistemas de Medições Distribuídos e Portáteis

Desenvolva Sistemas de Medições Distribuídos e Portáteis Desenvolva Sistemas de Medições Distribuídos e Portáteis Henrique Tinelli Engenheiro de Marketing Técnico NI Nesta apresentação, iremos explorar: Plataforma NI CompactDAQ Distribuída Sistemas de Medição

Leia mais

UM FRAMEWORK PARA DESENVOLVIMENTO DE

UM FRAMEWORK PARA DESENVOLVIMENTO DE UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO CENTRO DE INFORMÁTICA UM FRAMEWORK PARA DESENVOLVIMENTO DE APLICATIVOS EM WINDOWS MOBILE. PROPOSTA DE TRABALHO DE GRADUAÇÃO Aluno:

Leia mais

Processo de Desenvolvimento de Sites

Processo de Desenvolvimento de Sites ANEXO 4 METODOLOGIA DE DESENVOLVIMENTO PROCERGS MDP Processo de Desenvolvimento de Sites O processo de desenvolvimento de sites foi definido com base nas características deste produto e na forma de trabalho

Leia mais

Model Checking of Statecharts using Automatic White Box Test Generation

Model Checking of Statecharts using Automatic White Box Test Generation Model Checking of Statecharts using Automatic White Box Test Generation Um artigo de: Doron Drusinsky (Cupertino, CA) Apresentado por: Charles-Edouard Winandy Disciplina: CSE310-4 Engenharia de Software

Leia mais

Fábrica de Software.NET

Fábrica de Software.NET Fábrica de Software.NET Gerência Fábrica de Software Letícia Banffy A Ampsoft Empresa líder no mercado de soluções para seguradoras, há mais de 15 anos no mercado SIES Sistema Especialista para Seguros

Leia mais

SCC-0263. Técnicas de Programação para WEB. Rodrigo Fernandes de Mello http://www.icmc.usp.br/~mello mello@icmc.usp.br

SCC-0263. Técnicas de Programação para WEB. Rodrigo Fernandes de Mello http://www.icmc.usp.br/~mello mello@icmc.usp.br SCC-0263 Técnicas de Programação para WEB Rodrigo Fernandes de Mello http://www.icmc.usp.br/~mello mello@icmc.usp.br 1 Cronograma Fundamentos sobre servidores e clientes Linguagens Server e Client side

Leia mais

#Criando Aplicações Web com o Delphi unigui

#Criando Aplicações Web com o Delphi unigui 1 Sumário Apresentação Apresentação do unigui. Instalação Instalação do unigui. Conhecendo os Componentes unigui Apresentação dos componentes das paletas Standard, Additional, Data Controls e Extra do

Leia mais

Modelo para Documento de. Especificação de Requisitos de Software

Modelo para Documento de. Especificação de Requisitos de Software Modelo para Documento de Especificação de Requisitos de Software (Baseado na norma IEEE Std 830-1993 - Recommended Practice for Software Requirements Specifications) A boa organização lógica do documento

Leia mais

J820. Integração Contínua. com CVS, CruiseControl, Cruise Control. argonavis.com.br. AntHill Gump e Helder da Rocha (helder@acm.

J820. Integração Contínua. com CVS, CruiseControl, Cruise Control. argonavis.com.br. AntHill Gump e Helder da Rocha (helder@acm. J820 Integração Contínua com CVS, CruiseControl, Cruise Control AntHill Gump e Helder da Rocha (helder@acm.org) Integração contínua Um dos requisitos para implementar a integração contínua é ter um sistema

Leia mais

Uma Abordagem usando PU

Uma Abordagem usando PU Uma Abordagem usando PU Curso de Especialização DEINF - UFMA Desenvolvimento Orientado a Objetos Prof. Geraldo Braz Junior Referências: Baseada em: Rational Software Corpotation G. Booch, Ivar Jacobson,

Leia mais

FERRAMENTAS PARA DESENVOLVIMENTO EM C#

FERRAMENTAS PARA DESENVOLVIMENTO EM C# FERRAMENTAS PARA DESENVOLVIMENTO EM C# Camila Sanches Navarro 1,2, Wyllian Fressatti 2 ¹Universidade paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil sanchesnavarro@gmail.com wyllian@unipar.br Resumo. Este artigo

Leia mais

Ambiente de Programação Gráfica pata Teste, Medições e Controle

Ambiente de Programação Gráfica pata Teste, Medições e Controle Labview Ambiente de Programação Gráfica pata Teste, Medições e Controle Desenvolvimento rápido de aplicações utilizando ambiente gráfico; Assistentes de medições interativos e ponderosa interface para

Leia mais

Principais Vantagens do Microsoft Visual Studio Team System

Principais Vantagens do Microsoft Visual Studio Team System Principais Vantagens do Microsoft Visual Studio Team System White Paper Novembro de 2008 Para obter as últimas informações, visite o site www.msdnbrasil.com.br/vstudio As informações contidas neste documento

Leia mais

Adicionando Novas Dimensões para Testes Real-Time com NI VeriStand 2012

Adicionando Novas Dimensões para Testes Real-Time com NI VeriStand 2012 Adicionando Novas Dimensões para Testes Real-Time com NI VeriStand 2012 Alisson Kokot Engenheiro de Vendas de Campo, National Instruments Anderson Takemoto Engenheiro de Aplicações de Campo, National Instruments

Leia mais

Desenvolvimento de Sistemas Orientados a Objetos com UML UP/RUP: Projeto

Desenvolvimento de Sistemas Orientados a Objetos com UML UP/RUP: Projeto Desenvolvimento de Sistemas Orientados a Objetos com UML UP/RUP: Projeto Engenharia de Software I Informática 2009 Profa. Dra. Itana Gimenes RUP: Artefatos de projeto Modelo de Projeto: Use-Case Realization-projeto

Leia mais

PLATAFORMA DE DESENVOLVIMENTO PINHÃO PARANÁ MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO CVS NO ECLIPSE

PLATAFORMA DE DESENVOLVIMENTO PINHÃO PARANÁ MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO CVS NO ECLIPSE PLATAFORMA DE DESENVOLVIMENTO PINHÃO PARANÁ MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO CVS NO ECLIPSE Agosto 2007 Sumário de Informações do Documento Tipo do Documento: Manual Título do Documento: MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO

Leia mais

Programação Web com Webdev 19 Julio Cesar Pedroso Conteúdo

Programação Web com Webdev 19 Julio Cesar Pedroso Conteúdo Conteúdo INTRODUÇÃO... 6 Como acessar a ajuda on line?... 6 Conhecendo o WebDev... 8 Iniciando o WebDev... 8 Ambiente de desenvolvimento... 8 O Editor... 8 A barra de menus... 10 Os botões... 10 Os painéis...

Leia mais

Sumário. Arquitetura de Software com VSTS...1 Emerson Facunte. Gerenciando Projetos no VSTS com Práticas do PMI... 33 Alércio Bressano

Sumário. Arquitetura de Software com VSTS...1 Emerson Facunte. Gerenciando Projetos no VSTS com Práticas do PMI... 33 Alércio Bressano Sumário Arquitetura de Software com VSTS...1 Emerson Facunte 1 Arquitetura de Software... 3 1.1 Overview... 3 1.2 O Papel do Arquiteto... 6 1.2.1 Atribuições... 6 1.2.2 Análise Estrutural para Arquitetura

Leia mais

Modelagem de Software

Modelagem de Software Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Sistemas de Informação CPCX Modelagem de Software Prof. Fernando Maia da Mota Slides gentilmente cedidos por Profa. Dra. Maria Istela Cagnin Machado UFMS/FACOM

Leia mais

Qualidade Arquitetural em Aplicações. Novembro / 2009 Kleber.Bacili@sensedia.com

Qualidade Arquitetural em Aplicações. Novembro / 2009 Kleber.Bacili@sensedia.com Qualidade Arquitetural em Aplicações público www.sensedia.com/br 2 Novembro / 2009 Kleber.Bacili@sensedia.com Agenda Introdução Principais preocupações em Qualidade Perspectivas de Ação Conhecendo os Ativos

Leia mais

Projeto de Arquitetura

Projeto de Arquitetura Projeto de Arquitetura Ian Sommerville 2006 Engenharia de Software, 8ª. edição. Capítulo 11 Slide 1 Objetivos Apresentar projeto de arquitetura e discutir sua importância Explicar as decisões de projeto

Leia mais

Agenda. Gerência de Configuração de Software. Atividade Sala. Quais os problemas? P1) Duplicidade de Trabalho. P2) Trabalhos Sobrepostos

Agenda. Gerência de Configuração de Software. Atividade Sala. Quais os problemas? P1) Duplicidade de Trabalho. P2) Trabalhos Sobrepostos Agenda Gerência de Configuração de Software Vamos entender o Problema? Quais os problemas? Gerência de Configuração Marcos Dósea dosea@ufs.br Entender os problemas... Quais os problemas? Problema 1) Duplicidade

Leia mais

Padrões GoF. Leonardo Gresta Paulino Murta leomurta@ic.uff.br

Padrões GoF. Leonardo Gresta Paulino Murta leomurta@ic.uff.br Padrões GoF Leonardo Gresta Paulino Murta leomurta@ic.uff.br Agenda Introdução Padrões de Criação Padrões de Estrutura Padrões de comportamento Leonardo Murta Padrões GoF 2 Introdução Os padrões GoF (Gamma

Leia mais

Weber Ress weber@weberress.com

Weber Ress weber@weberress.com Weber Ress weber@weberress.com SDL Security Development Lifecycle SD 3 +C Security by Design Security by Default Security in Deployment Communications SDL Processo de desenvolvimento clássico Processo

Leia mais

Server & Application Monitor

Server & Application Monitor Server & Application Monitor monitoramento de aplicativos e servidores sem agentes O SolarWinds Server & Application Monitor oferece informações preditivas para identificar problemas de desempenho de aplicativos.

Leia mais

PROJETO DE FÁBRICA DE SOFTWARE

PROJETO DE FÁBRICA DE SOFTWARE FACULDADE SETE DE SETEMBRO FASETE Departamento de Sistemas de Informação PROJETO DE FÁBRICA DE SOFTWARE Denise Xavier Fortes Paulo Afonso BA Agosto/2015 Sumário 1. INTRODUÇÃO... 3 2. PERFIS FUNCIONAIS...

Leia mais

Oportunidades 05/05/2015

Oportunidades 05/05/2015 Oportunidades 05/05/2015 Sobre a Daitan: A Daitan é uma empresa brasileira, localizada em Campinas. Seu foco é a exportação de Serviços de Outsourcing em P&D e Serviços Profissionais em Telecomunicações,

Leia mais

Levantamento, Análise e Gestão Requisitos. Aula 12

Levantamento, Análise e Gestão Requisitos. Aula 12 Levantamento, Análise e Gestão Requisitos Aula 12 Agenda Miscelâneas (Parte 3): Gerenciamento dos Requisitos Mutáveis Rastreabilidade de Requisitos Processo de Gestão de Mudanças Requisitos Estáveis e

Leia mais

Engenharia de Software: Introdução. Mestrado em Ciência da Computação 2008 Profa. Itana Gimenes

Engenharia de Software: Introdução. Mestrado em Ciência da Computação 2008 Profa. Itana Gimenes Engenharia de Software: Introdução Mestrado em Ciência da Computação 2008 Profa. Itana Gimenes Programa 1. O processo de engenharia de software 2. UML 3. O Processo Unificado 1. Captura de requisitos 2.

Leia mais

Introdução ao Delphi. Introdução. Edições do Software. Capítulo 1. InforBRás - Informática Brasileira Ltda. O Que é o Delphi.

Introdução ao Delphi. Introdução. Edições do Software. Capítulo 1. InforBRás - Informática Brasileira Ltda. O Que é o Delphi. Capítulo 1 O Que é o Delphi Diferenças entre Delphi Client/Server do Delphi for Windows Características que compõem o Integrated Development Invironment (IDE) Como o Delphi se encaixa na família Borland

Leia mais

Dados em Java. Introdução

Dados em Java. Introdução Interface Gráfica e Banco de Dados em Java Introdução Java and all Java-based marks are trademarks or registered trademarks of Sun Microsystems, Inc. in the U.S. and other countries. Licença para uso e

Leia mais

Redefinindo os instrumentos de RF e micro-ondas

Redefinindo os instrumentos de RF e micro-ondas Redefinindo os instrumentos de RF e micro-ondas Alexsander Loula Gerente de Desenvolvimento Lincoln Ferreira Engenheiro de Aplicações A demanda comercial influenciando a tecnologia Anos 70 As necessidades

Leia mais

Engenharia de Software Introdução. Ricardo Argenton Ramos UNIVASF Engenharia de Software I - Aula 1

Engenharia de Software Introdução. Ricardo Argenton Ramos UNIVASF Engenharia de Software I - Aula 1 Engenharia de Software Introdução Ricardo Argenton Ramos UNIVASF Engenharia de Software I - Aula 1 Tópicos Apresentação da Disciplina A importância do Software Software Aplicações de Software Paradigmas

Leia mais

Plataforma Open Source de Desenvolvimento e Sustentação de Sistemas. Daniel Darlen Lucius Curado Ridai Pombo

Plataforma Open Source de Desenvolvimento e Sustentação de Sistemas. Daniel Darlen Lucius Curado Ridai Pombo Plataforma Open Source de Desenvolvimento e Sustentação de Sistemas Daniel Darlen Lucius Curado Ridai Pombo Agenda Cenário Gerenciamento de Projetos e Mudanças Infra estrutura Arquitetura Ambiente de Desenvolvimento

Leia mais

Protocolos de gerenciamento

Protocolos de gerenciamento Protocolos de gerenciamento Os protocolos de gerenciamento têm a função de garantir a comunicação entre os recursos de redes homogêneas ou não. Com esse requisito satisfeito, operações de gerenciamento

Leia mais

2 Medição e Acompanhamento

2 Medição e Acompanhamento 2 Medição e Acompanhamento Para verificar a eficácia da aplicação da técnica de desenvolvimento dirigido por testes, foram usadas algumas métricas para determinar se houve melhoria ou degradação no processo

Leia mais

QUALIDADE DE SOFTWARE. Ian Sommerville 2006 Engenharia de Software, 8ª. edição. Capítulo 27 Slide 1

QUALIDADE DE SOFTWARE. Ian Sommerville 2006 Engenharia de Software, 8ª. edição. Capítulo 27 Slide 1 QUALIDADE DE SOFTWARE Ian Sommerville 2006 Engenharia de Software, 8ª. edição. Capítulo 27 Slide 1 Objetivos Apresentar o processo de gerenciamento de qualidade e as atividades centrais da garantia de

Leia mais

Introdução ao C# . Visão geral do.net Framework

Introdução ao C# . Visão geral do.net Framework Introdução ao C# Microsoft.NET (comumente conhecido por.net Framework - em inglês: dotnet) é uma iniciativa da empresa Microsoft, que visa uma plataforma única para desenvolvimento e execução de sistemas

Leia mais

Processos de Software. 2007 by Pearson Education Ian Sommerville 2006 Engenharia de Software, 8ª. edição. Capítulo 4 Slide 1

Processos de Software. 2007 by Pearson Education Ian Sommerville 2006 Engenharia de Software, 8ª. edição. Capítulo 4 Slide 1 Processos de Software Ian Sommerville 2006 Engenharia de Software, 8ª. edição. Capítulo 4 Slide 1 Objetivos Apresentar modelos de processos de software Descrever três modelos genéricos de processo e quando

Leia mais

PRODUTO 1 (CONSTRUÇÃO DE PORTAL WEB)

PRODUTO 1 (CONSTRUÇÃO DE PORTAL WEB) RELATÓRIO DE ENTREGA DO PRODUTO 1 (CONSTRUÇÃO DE PORTAL WEB) PARA A ELABORAÇÃO DOS PLANOS MUNICIPAIS DE GESTÃO INTEGRADA DE RESÍDUOS SÓLIDOS PMGIRS PARA OS MUNICÍPIOS DE NOVO HORIZONTE, JUPIÁ, GALVÃO,

Leia mais

Engenharia de Software I. Curso de Sistemas de Informação. Karla Donato Fook karladf@ifma.edu.br DESU / DAI. Ferramentas

Engenharia de Software I. Curso de Sistemas de Informação. Karla Donato Fook karladf@ifma.edu.br DESU / DAI. Ferramentas Engenharia de Software I Curso de Sistemas de Informação Karla Donato Fook karladf@ifma.edu.br DESU / DAI 2015 Ferramentas 1 Computer-Aided Software Engineering CASE Engenharia de Software Auxiliada por

Leia mais

PRINCIPAIS TENDÊNCIAS E DESAFIOS DA INDÚSTRIA AUTOMOTIVA

PRINCIPAIS TENDÊNCIAS E DESAFIOS DA INDÚSTRIA AUTOMOTIVA PRINCIPAIS TENDÊNCIAS E DESAFIOS DA INDÚSTRIA AUTOMOTIVA MARCOS CARDOSO GERENTE DE DESENVOLVIMENTO DE NEGÓCIOS DA NATIONAL INSTRUMENTS National Instruments: Nosso compromisso Equipamos engenheiros e cientistas

Leia mais

Certified LabVIEW Associate Developer Examination

Certified LabVIEW Associate Developer Examination Certified LabVIEW Associate Developer Examination Cliente Data Obs.: Durante o exame não é permitido o uso do computador ou de qualquer material de referência Instruções: No momento em que receber as folhas

Leia mais

2 Auto-sintonia de Bancos de Dados e Agentes de Software

2 Auto-sintonia de Bancos de Dados e Agentes de Software 2 Auto-sintonia de Bancos de Dados e Agentes de Software A uso da abordagem de agentes de software 1 pode trazer benefícios a áreas de aplicação em que é necessário construir sistemas autônomos, ou seja,

Leia mais

Dados do Projeto. Nome do Projeto. Fingerprint Access Users. Data de Inicialização 14/04/2012

Dados do Projeto. Nome do Projeto. Fingerprint Access Users. Data de Inicialização 14/04/2012 Fábrica de Software Dados do Projeto Nome do Projeto Data de Inicialização Responsáveis Autores Fingerprint Access Users 14/04/2012 Adriana Lima de Almeida, Espedito Alves Leal, Jaciel Dias de Souza, Samuel

Leia mais

National Instruments. Aerospace & Defense Day 2013. ni.com

National Instruments. Aerospace & Defense Day 2013. ni.com National Instruments Aerospace & Defense Day 2013 1 Big Analog Data - Soluções para gerenciamento de dados de teste Alisson Kokot - Engenheiro de vendas Ilton Pereira - Gerente de engenharia de aplicações

Leia mais

IBM Rational Requirements Composer

IBM Rational Requirements Composer IBM Requirements Composer Aprimore os resultados do projeto por meio da melhor definição e gerenciamento de requisitos Destaques Obter maior agilidade, foco no cliente, qualidade e menor tempo de lançamento

Leia mais

Faculdade Pitágoras. Engenharia de Software. Prof.: Julio Cesar da Silva. juliocesar@tecnocracia.eti.br. Http://e-academy.com.br

Faculdade Pitágoras. Engenharia de Software. Prof.: Julio Cesar da Silva. juliocesar@tecnocracia.eti.br. Http://e-academy.com.br Faculdade Pitágoras Engenharia de Software Prof.: Julio Cesar da Silva juliocesar@tecnocracia.eti.br Http://e-academy.com.br Evolução do Software (1950 1965) - O hardware sofreu contínuas mudanças - O

Leia mais

FIC Faculdade Integrada do Ceará Curso em tecnologia em analise e desenvolvimento de sistemas. OpenUp. Arquitetura de software

FIC Faculdade Integrada do Ceará Curso em tecnologia em analise e desenvolvimento de sistemas. OpenUp. Arquitetura de software FIC Faculdade Integrada do Ceará Curso em tecnologia em analise e desenvolvimento de sistemas OpenUp Arquitetura de software Fortaleza/2010 OpenUP Alguns anos atrás, vários funcionários da IBM começaram

Leia mais

Sistemas Distribuídos: Conceitos e Projeto Estilos Arquitetônicos e Arquitetura Cliente/Servidor

Sistemas Distribuídos: Conceitos e Projeto Estilos Arquitetônicos e Arquitetura Cliente/Servidor Sistemas Distribuídos: Conceitos e Projeto Estilos Arquitetônicos e Arquitetura Cliente/Servidor Francisco José da Silva e Silva Laboratório de Sistemas Distribuídos (LSD) Departamento de Informática /

Leia mais

Resumo: Perguntas a fazer ao elaborar um projeto arquitetural

Resumo: Perguntas a fazer ao elaborar um projeto arquitetural Resumo: Perguntas a fazer ao elaborar um projeto arquitetural Sobre entidades externas ao sistema Quais sistemas externos devem ser acessados? Como serão acessados? Há integração com o legado a ser feita?

Leia mais

Controle avançado com Controladores Programáveis para Automação (PACs) Marcos Cardoso Engenheiro de Vendas Osvaldo Santos Engenheiro de Aplicações

Controle avançado com Controladores Programáveis para Automação (PACs) Marcos Cardoso Engenheiro de Vendas Osvaldo Santos Engenheiro de Aplicações Controle avançado com Controladores Programáveis para Automação (PACs) Marcos Cardoso Engenheiro de Vendas Osvaldo Santos Engenheiro de Aplicações 2 Agenda PACs Plataforma para Aplicações de Controle Avançado

Leia mais

Figura 1 - Arquitetura multi-camadas do SIE

Figura 1 - Arquitetura multi-camadas do SIE Um estudo sobre os aspectos de desenvolvimento e distribuição do SIE Fernando Pires Barbosa¹, Equipe Técnica do SIE¹ ¹Centro de Processamento de Dados, Universidade Federal de Santa Maria fernando.barbosa@cpd.ufsm.br

Leia mais

FERRAMENTAS NECESSÁRIAS PARA O DESENVOLVIMENTO EM C#

FERRAMENTAS NECESSÁRIAS PARA O DESENVOLVIMENTO EM C# FERRAMENTAS NECESSÁRIAS PARA O DESENVOLVIMENTO EM C# Camila Sanches Navarro 1,2, Willian Magalhães 2 ¹Universidade paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil sanchesnavarro@gmail.com wmagalhaes@unipar.br

Leia mais

Sumário. Prefácio...14. Capítulo 1 O que é qualidade?...17. Capítulo 2 Normas e organismos normativos...43. Capítulo 3 Métricas: visão geral...

Sumário. Prefácio...14. Capítulo 1 O que é qualidade?...17. Capítulo 2 Normas e organismos normativos...43. Capítulo 3 Métricas: visão geral... Prefácio...14 Capítulo 1 O que é qualidade?...17 1.1 História... 17 1.2 Uma crise de mais de trinta anos...20 1.3 Qualidade e requisitos...25 1.4 Papel da subjetividade...27 1.5 Qualidade e bugs I: insetos

Leia mais

Anexo I - DAS (Documento de Arquitetura de Software) Concurso de Desenvolvimento de Jogos SEBRAE

Anexo I - DAS (Documento de Arquitetura de Software) Concurso de Desenvolvimento de Jogos SEBRAE Anexo I - DAS (Documento de Arquitetura de Software) Concurso de Desenvolvimento de Jogos SEBRAE 1 Sumário Sumário... 2 1 INTRODUÇÃO... 3 1.1 Propósito... 3 1.2 Escopo... 3 1.3 Referências... 3 2 DIRETRIZES...

Leia mais

SISTEMAS DE CONTROLES DE VERSÃO

SISTEMAS DE CONTROLES DE VERSÃO SISTEMAS DE CONTROLES DE VERSÃO Ana Paula Corrêa Diego Rodrigo GRein Otavio Rodolfo Piske Centro Universitário Positivo Rua: Prof Pedro Viriato Parigot de Souza, 5300 RESUMO Este artigo aborda os aspectos

Leia mais