Guia BSA para Gerenciamento de Software

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Guia BSA para Gerenciamento de Software"

Transcrição

1 Guia BSA para Gerenciamento de Software Manual prático de referências básicas

2 Introdução Os softwares transformaram dramaticamente a maneira de fazer negócios e os ambientes de trabalho. Graças a esses programas, os profissionais de hoje são mais eficientes e as empresas mais produtivas. Os programas revolucionaram velhas noções de fornecimento de produtos e serviços a clientes e estabeleceram uma comunicação em tempo real como pedra fundamental para a eficiência organizacional. O software é uma das mais valiosas ferramentas para os seus negócios e uma importante prática empresarial. Por outro lado, o gerenciamento ineficiente de software pode ser muito dispendioso. Leis de direitos autorais e demais leis e tratados que versam sobre a proteção da propriedade intelectual oferecem aos softwares a mesma proteção garantida aos livros. Isso significa que não se deve instalar ou copiar programas sem autorização, o que caracteriza a pirataria. As leis impõem punições severas a atos de pirataria. Além disso, softwares ilegais são mais propensos a apresentar falhas, não têm garantia nem suporte ao usuário, e podem expor seu computador ao risco de adquirir vírus. A Business Software Alliance tem o prazer de oferecer esta visão geral para ajudá-lo a implementar práticas de gerenciamento de software em sua empresa. Os tópicos discutidos são: Vantagens do gerenciamento eficaz de software Riscos do uso ilegal de software Técnicas de gerenciamento de software Prevenção da pirataria no ambiente de trabalho Se você tiver qualquer dúvida, entre em contato com a BSA em seu país ou região (veja em anexo os números de telefone da BSA) ou visite o site da BSA em O Guia BSA para Gerenciamento de Software 1

3 Vantagens do Gerenciamento Eficaz de Software Todo programa de computador constitui uma importante fonte de recursos para sua empresa. O gerenciamento adequado dessas fontes oferece as seguintes vantagens: Economia na utilização de recursos. Compra e manutenção de licenças apenas para programas realmente necessários para o seu negócio. Redistribuição de programas com pouco ou nenhum uso para uma utilização efetiva. Limitação das aquisições de atualizações apenas para sistemas realmente em uso. Aumento de descontos através de grande volume de compras. Alocação dos custos de aquisição e manutenção de software no devido centro de custos, divisão ou unidade organizacional. Prevenção aos riscos associados ao uso de software não licenciado ou copiado excessivamente. Proteção contra vírus. Garantia de segurança para sua empresa na utilização de softwares confiáveis. Garantia de qualidade e confiança. Permissão para obter atualizações gratuitas ou com desconto através de registros. Documentação completa, incluindo disquetes, manuais de instrução e tutoriais, etc. Suporte ao produto e treinamento oferecido pelo fabricante do software. 2 O Guia BSA para Gerenciamento de Software

4 Riscos Associados ao Uso Ilegal de Software. Jurídicos A pirataria de software pode resultar em processos civis e criminais. Mais especificamente, a pirataria pode expor sua empresa a altas multas por infrações no ambiente de trabalho. Enquanto vários gerentes de software e executivos seniores acreditam que não existe a possibilidade de sua empresa ser descoberta, em média, pelo menos uma empresa é flagrada e enfrenta processos judiciais a cada dia. 1 Como a indústria de software descobre sinais de violação de direitos autorais? Através de propaganda, da mídia e campanhas de mala direta a indústria de software divulga que a pirataria rouba empregos. A BSA recebe denúncias de infração das leis de direitos autorais através de ligações telefônicas de funcionários e ex-funcionários às suas centrais de combate à pirataria. A indústria trabalha em conjunto com escritórios de advocacia de renome internacional com objetivo de instaurar ações criminais contra praticantes de pirataria. Atividades antipirataria em canais de distribuição também resultam na detecção de softwares violados que tenham sido vendidos ou instalados para usuários finais. Uma empresa que utiliza software ilegal está sugeita a riscos nos âmbitos jurídico e financeiro. Financeiros Ao comprar um software pirata, você adquire um conteúdo desconhecido. O produto é, quase sempre, deficiente em algum aspecto. Com sorte, este defeito será somente o funcionamento inadequado do software. É claro que, quando isso ocorre, não há a quem recorrer para a obtenção de suporte e assistência. Com softwares adquiridos legalmente, você tem a quem recorrer quando surgem problemas. Mas se não tiver sorte, seu sistema pode ser danificado ou destruído por um vírus introduzido pelo software pirata. Outros Existem outros riscos no uso de softwares ilegais: Danos à reputação devido à infração de leis de direitos autorais ou condenação na justiça. Acusações criminais contra diretores e gerentes que permitem o uso de cópias ilegais de software. Acusações criminais a funcionários que simplesmente seguem as diretrizes da empresa. Não garantia da autenticidade e confiabilidade do produto. Perda da garantia de produtos e de atualizações com descontos ou gratuitas. Inexistência de manuais do usuário, materiais de referência e suporte ao produto. Inexistência de discos originais, inviabilizando a recuperação após uma falha do software. 1 Fonte: BSA Statistics 1997 O Guia BSA para Gerenciamento de Software 3

5 Visão Geral Gerenciamento de Software para a Prevenção de Violações de Direitos Autorais Todo software constitui um bem da empresa. Assim sendo, esses bens devem ser administrados com o objetivo de maximizar o retorno do investimento. Portanto, o gerenciamento de software é mais uma importante prática empresarial, que deve ser utilizada como um componente fundamental de qualquer estratégia de gerenciamento para prevenção de riscos para seus negócios. A seguir, apresentamos um resumo dos principais tópicos para o gerenciamento eficaz de software: Compre softwares de distribuidores idôneos. Tome cuidado com preços que aparentam ser baixos demais para serem verdadeiros. Certifique-se de adquirir os discos e CDs originais de todos os produtos comprados. Certifique-se de adquirir as licenças de todos os softwares comprados. Geralmente, é necessária uma licença para cada cópia do programa. Os contratos de licença são diferentes para cada fabricante de software. Certifique-se de que seu distribuidor forneça explicações detalhadas. Guarde, em segurança, discos e CDs originais e a documentação que acompanha os programas. Entre em contato com o fabricante do software ou com a BSA em caso de dúvida. 4 O Guia BSA para Gerenciamento de Software

6 1. Determine Suas Necessidades Toda empresa deveria se perguntar: Quais são os programas de que precisamos? A resposta proporcionará sempre uma compra segura e eficiente de softwares. Além disso, esta resposta orientará seus esforços para alcançar e manter uma utilização correta dos softwares. Um bom caminho para a determinação das suas necessidades é preencher o formulário apresentado em anexo para cada funcionário e cada pacote de softwares. Como princípio geral, sua análise deve responder às seguintes questões: Quatro etapas para alcançar e manter uma utilização correta de softwares: Você está usando o software correto em termos de eficiência e eficácia? Seus funcionários estão satisfeitos com os aplicativos atuais? Existem outros programas que permitiriam aos usuários trabalhar de modo mais eficiente? Você tem programas dos quais não mais precisa? Você identificará o perfil do software mais apropriado para cada computador determinando quais departamentos ou funcionários precisam de alternativas ou aplicativos adicionais. Este procedimento também identificará os softwares que não estão sendo utilizados, permitindo à sua empresa determinar os produtos a serem mantidos. O Guia BSA para Gerenciamento de Software 5

7 Quatro etapas para alcançar e manter uma utilização correta de softwares: 2. Determine Seus Recursos A próxima etapa é determinar quais softwares a empresa tem em seus computadores e quantos conservam licenças válidas. a. Faça um inventário físico dos computadores da empresa. Registre todos os computadores (Macs e PCs), incluindo os servidores, laptops e qualquer computador que não esteja em uso. Lembre-se de todos os lugares da empresa. Caso os funcionários possuam programas pertencentes à empresa instalados em seus computadores domésticos, estes também deverão ser considerados. Você deverá obter informações como número de série, modelo, local de uso e usuários regulares. b. Faça um inventário de todos os softwares em todos os computadores identificados no inventário físico, incluindo os que não estão em uso. Existem várias ferramentas disponíveis que podem ajudá-lo nesse processo. Por exemplo, a BSA desenvolveu ferramentas específicas para auxiliá-lo na auditoria de softwares, como o BSA SoftScan e MacScan. Elas permitem que você pesquise confidencialmente os discos rígidos dos computadores e identifique todos os softwares instalados. Essas ferramentas estão disponíveis gratuitamente através de uma ligação para a BSA ou pelo site na Web em Um exemplo do formulário de coleta de dados é apresentado em anexo. Independentemente da maneira pela qual a auditoria é executada, certifique-se de coletar, para cada cópia do software instalado em cada computador, as seguintes informações: Nome do produto Versão Número de série Dependendo do tamanho da empresa, a auditoria de software pode levar algum tempo. Antes de iniciar, informe aos funcionários que nenhum software deve ser adicionado, eliminado ou movido de suas máquinas durante a auditoria. c. Faça um inventário de toda a documentação de software, incluindo: Todos os discos e CDs utilizados para a instalação de softwares nos computadores. Todos os manuais e documentação de referência originais. Toda a documentação de licença. Notas fiscais ou outras provas de compra de softwares, incluindo recibos de computadores adquiridos com programas previamente instalados. d. Compare. Neste ponto, já deverá ser possível ter um diagrama completo dos programas instalados e de sua documentação, demonstrando quais são os softwares legítimos da empresa. Compare estes dois diagramas cuidadosamente e determine os softwares realmente licenciados. Ao fazer isso, considere a ocorrência de múltiplos usuários de um único produto e se a licença associada permite este uso. Em caso de dúvidas sobre suas licenças durante este processo, entre em contato com o fabricante do produto em questão para obter assistência. Alguns aspectos devem ser considerados: Atualizações. Para todas as atualizações de software serem consideradas legítimas, é necessário que haja uma licença para a versão que está sendo atualizada. 6 O Guia BSA para Gerenciamento de Software

8 Certificados de Autoridade. Um Certificado de Autoridade não é uma licença; procure, portanto, o contrato de licença original. Discos ou CDs Originais. A posse de um disco ou CD original não implica a existência da licença de uso deste programa. Alguns fabricantes fornecem uma grande quantidade de software com uma única cópia para a instalação e uma licença que indica quantas cópias são autorizadas. Você deve ter uma licença e somente a quantidade de cópias licenciadas pode ser instalada. 3. E Agora? Agora que você sabe quais programas são legítimos e quais são ilegais, é possível proteger a empresa dos riscos jurídicos e financeiros. Em primeiro lugar, elimine todas as cópias dos programas para os quais não foi possível encontrar uma licença ou outra documentação legitimando o seu uso. Em seguida, compare os programas restantes com a análise de suas necessidades. Caso seja determinado que novos softwares são necessários para atingir suas necessidades, adquira-os. Este também é um bom momento para verificar as necessidades futuras de sua empresa, bem como planejar futuras aquisições. Por exemplo, caso sua empresa pretenda expandir seu quadro de funcionários em 20 novos funcionários no ano seguinte, é necessário planejar adequação do espaço de trabalho, mobília, etc. Também deve-se planejar quais softwares esses funcionários utilizarão para executar suas tarefas. Assim, pode-se incluir a aquisição de softwares no orçamento da empresa. Certifique-se de obter toda a documentação necessária para os novos softwares adquiridos. 4. E Depois? Gerenciamento de software é um processo contínuo. Uma vez estabelecidos procedimentos padrão, fazse necessário implementar diretrizes para manter o referido processo. É importante demonstrar aos funcionários o compromisso da empresa com o uso de softwares legítimos; bem como disponibilizar procedimentos a serem seguidos pelo menos para que esse compromisso seja atingido: Designe um gerente de software. O gerente indicado deverá desenvolver técnicas detalhadas conforme a estrutura e o funcionamento da empresa em termos de gerenciamento de software. Por exemplo, os inventários preparados durante a auditoria inicial deverão ser periodicamente atualizados para refletir o registro de novos computadores, softwares, documentação de licença, atualizações e eliminações de softwares. Caso a empresa tenha mais de um escritório, o gerente de software deverá determinar um subgerente para cada localidade, delegando-lhe tarefas como o rastreamento da aquisição de software, bem como a elaboração de um relatório a ser entregue ao gerente de software. Faça uma auditoria de todos os computadores uma vez por ano, no mínimo. Coordene necessidades e compras com o gerente de software. Verifique toda a documentação que acompanha os produtos adquiridos. A instalação também deve ser acompanhada para garantir a equivalência em relação à licença adquirida. Agende verificações periódicas nos softwares instalados nos computadores da empresa. Crie uma declaração com diretrizes internas comprometendo a empresa a respeitar as leis de direitos autorais. Um exemplo dessa declaração pode ser encontrado nos anexos. Todos os funcionários deverão se comprometer com essas diretrizes assinando um termo de compromisso ao ser contratado pela empresa. Inclua esta declaração nos materiais informativos para novos funcionários. Periodicamente, divulgue um memorando relembrando as obrigações dos usuários em relação às leis de direitos autorais e às diretrizes da empresa. Também pode ser encontrado nos anexos um modelo de memorando. O Guia BSA para Gerenciamento de Software 7

9 Prevenção da Pirataria no Local de Trabalho A pirataria de software configura-se através de inúmeras formas, podendo ser encontrada no próprio ambiente de trabalho. Para ajudá-lo a conhecer as áreas de risco, segue abaixo uma breve descrição dos tipos mais comuns de pirataria de software e o que pode ser feito para evitá-la em sua empresa ou organização. F alsificação Falsificação é a cópia e comercialização ilegais de material protegido por direitos autorais com a intenção de imitar diretamente o material original. No caso de um software vendido na caixa, a falsificação pode incluir a própria caixa, documentação, etiquetas, registros e avisos de segurança. Esta é uma prática comum porém sofisticada. O crime organizado atua no mundo inteiro, uma vez que esta atividade provou ser altamente lucrativa. O Que Pode Ser Feito? Os gerentes de software devem verificar cuidadosamente a autenticidade de todos os produtos adquiridos, comprálos sempre de revendedores idôneos e verificar, no momento da compra, o Certificado de Autenticidade e a documentação adicional. Pirataria de Usuário Final A pirataria de usuário final ocorre quando empresas, organizações ou indivíduos fazem cópias não autorizadas dos softwares de diferentes maneiras: Através do uso de um disco para instalar o programa em vários computadores. Através da cópia de discos para instalação e distribuição. Tirando proveito de ofertas de atualização sem ter uma cópia legítima da versão a ser atualizada. Através do download de software pela Internet. Pela troca de discos dentro ou fora do local de trabalho. Isso pode ocorrer em qualquer lugar, seja em grandes corporações multinacionais, pequenas e médias empresas, universidades, órgãos governamentais e outras instituições públicas. O Que Pode Ser Feito? Os gerentes de software devem verificar cuidadosamente os contratos de licença no momento da compra e instalação, pois o uso autorizado varia de acordo com o fabricante. Incentive seus funcionários a utilizar softwares legalmente. Peça para assinarem um termo de compromisso atestando que estão cientes das disposições da lei (consulte a sugestão de memorando nos anexos). CD-ROMs Gold CD-ROM Gold é aquele CD que contém cópias não autorizadas de programas. Em geral, esses CDs são compilações, oferecendo milhares de dólares em software por preços mínimos. São vendidos geralmente em canais comuns do mercado negro. Diferente dos CDs falsificados, que tentam duplicar a aparência do software legítimo, os compradores dos CD-ROMs Gold sabem que estão comprando cópias ilegais. O Que Pode Ser Feito? Os gerentes de software devem garantir que todos os CDs de instalação sejam originais. Evite produtos com rótulos manuscritos ou de aparência duvidosa. Se o software está sendo oferecido por um preço que pareça bom demais para ser verdade, provavelmente é ilegal. Compre apenas de distribuidores idôneos. 8 O Guia BSA para Gerenciamento de Software

10 Instalação em Disco Rígido Num esforço para desencalhar equipamentos de hardware, alguns revendedores fazem instalações ilegais de softwares nos discos rígidos para incentivar a compra de computadores. Isso é ilegal e os consumidores que confiaram em seus fornecedores, em geral pequenas empresas, não sabem que correm risco de sofrer processos legais. Instalação em disco rígido não deve ser confundido com legítimos programas pré-instalados em computadores devido a acordos entre fabricantes de software e computadores. O Que Pode Ser Feito? Certifique-se de que as compras de hardware e software sejam coordenadas pelo gerente de software. Compre apenas de revendedores idôneos e obtenha todas as licenças, discos e documentação originais quando receber o equipamento. Caso o software tenha sido pré-instalado, procure comprovar a autenticidade do mesmo através de manuais, contrato de licença ou outras provas. Pirataria no Cliente e no Servidor Quando a empresa passa de um ambiente de usuários isolados para um ambiente de rede, é comum se confiar a consultores ou revendedores a instalação da rede e o gerenciamento das transformações. Algumas vezes, podem ser instaladas cópias ilegais de softwares nos servidores, colocando a empresa em risco. É importante lembrar que programas instalados no servidor para uso em ambiente de rede também estão sujeitos a restrições de licença. Licenças apropriadas autorizam o uso de uma cópia instalada para múltiplos usuários, mas somente dentro dos limites previstos pelo documento. Exceder o número permitido de usuários constitui uso indevido. O fato de adquirir um software legalmente não significa que o número de usuários autorizados não seja importante. O Que Pode Ser Feito? Coordene todas as compras de softwares e equipamentos com seu gerente de software. Certifique-se da existência de licenças de software suficientes para atender as necessidades de todos os usuários de software da empresa e projete o aumento desses números. Quando um programa for instalado no servidor, certifique-se de que existam licenças suficientes e que o número de usuários com acesso ao software não exceda o permitido. O modelo de licença para software Cliente/Servidor varia de acordo com o fabricante. Informe-se sobre o tipo e o número de licenças necessárias para o uso do aplicativo no cliente e no servidor. Ao negociar com revendedores ou outras partes envolvidas no gerenciamento da rede, procure parceiros idôneos e obtenha discos e documentação originais para todos os softwares instalados. Pirataria Online Como o acesso à Internet se tornou uma prática comum no local de trabalho, a pirataria neste meio vem crescendo rapidamente. Os programas de computador podem ser fácil e anonimamente transferidos ou instalados. Fazer cópias não autorizadas de programas pela Internet constitui uma violação às leis de direito autoral. É o mesmo que fazer cópia não autorizada de um disco de instalação. Saiba que os softwares colocados à disposição na Internet freqüentemente permitem o download e cópias, porém com propósitos restritos. O Que Pode Ser Feito? Gerentes de software devem certificarse de que funcionários não estejam instalando programas oferecidos na Internet e que possam colocar a empresa em risco. Mostre aos seus funcionários o que é permitido em relação à downloads e uploads. O Guia BSA para Gerenciamento de Software 9

11 O Que é BSA? A BSA (Business Software Alliance) promove o contínuo crescimento da indústria de software através de suas diretrizes internacionais de educação e cumprimento da lei. São afiliados da BSA, no mundo todo, os maiores fabricantes de software para computadores pessoais e Internet, incluindo Adobe Systems Incorporated, Attachmate Corporation, Autodesk Inc., Bentley Systems Inc., Corel Corporation, Lotus Development Corporation, Microsoft Corporation, Network Associates Inc., Novell Inc., Symantec Corporation e Visio Corporation. Além de suas diretrizes públicas e programas de educação e cumprimento da lei, a BSA também inicia auditorias em organizações suspeitas de uso de cópias ilegais de softwares. A BSA opera, em todo o mundo, 50 hotlines atendendo usuários em busca de informações sobre direitos autorais ou recebendo denúncias de uso não autorizado de software. Especialistas estão sempre à sua disposição para falar sobre esses assuntos. Educação A BSA faz anúncios por mala direta e outros canais de mídia, e tem programas de educação em escolas para divulgar, entre os usuários de software, a importância das leis de direitos autorais e seu funcionamento em relação a software. A BSA também orienta empresas e organizações quanto a métodos de gerenciamento eficaz de software. Cumprimento da Lei A BSA conduz diversos programas de cumprimento da lei em mais de 65 países. Desde sua formação em 1988, a BSA promoveu, no mundo inteiro, milhares de ações judiciais contra organizações que violaram as leis de direitos autorais. Isso inclui ações contra revendedores e distribuidores de software e organizações que produziram cópias não autorizadas de programas. Uma empresa que entra em litígio com a indústria de software por infração de leis de direitos autorais geralmente deve: Apagar cópias ilegais de softwares. Obter softwares legítimos para atender suas necessidades. Indenizar fabricantes por perdas e danos e todas despesas legais. Assinar um documento comprometendo-se a cumprir as leis de direitos autorais no futuro. Diretrizes Públicas A Business Software Alliance está promovendo campanhas públicas em todo o mundo com argumentos que direcionarão a futura viabilidade dos fabricantes de software. A abertura do comércio eletrônico e as várias mudanças no mercado global trazem grandes promessas para todos. O desenvolvimento tecnológico e comercial vem gerando propostas legislativas e regulatórias que irão determinar o caminho da interação na era digital. Os afiliados da BSA responsáveis pelas diretrizes incluem: Adobe Systems Incorporated, Apple Computer Inc., Attachmate Corporation, Autodesk Inc., Bentley Systems Inc., Compaq Computer Corporation, Corel Corporation, IBM, Intel Corporation, Intuit Inc., Lotus Development Corporation, Microsoft Corporation, Network Associates Inc., Novell Inc., Sybase Inc., Symantec Corporation e Visio Corporation. Para obter mais informações sobre os programas educacionais e iniciativas quanto a diretrizes públicas e cumprimento da lei, ligue para a BSA ou visite nosso site na Web em 10 O Guia BSA para Gerenciamento de Software

12 Modelo de Memorando para Funcionários Para: De: Assunto: Data: (especifique os destinatários) (Diretor Executivo / Gerente Sênior) Softwares e Leis de Direitos Autorais (inserir) O objetivo deste memorando é lembrá-los de nossas diretrizes internas em relação à cópia e uso ilegais de software. A cópia ou utilização não autorizada de qualquer software é ilegal e pode expor a empresa e o funcionário a ações civis e criminais por infração às leis de direitos autorais. Para garantir o cumprimento destas leis, recomenda-se que não se copie nenhum programa instalado em seu computador sem autorização do (indique o gerente responsável ou departamento). Da mesma maneira, não instale nenhum programa sem permissão para que possamos garantir a existência de uma licença para tal instalação. A empresa não admitirá que nenhum funcionário faça cópia não autorizada de nossos softwares. Todo funcionário encontrado copiando ilegalmente softwares da empresa estará sujeito às penalidades cabíveis, incluindo demissão. Todo funcionário encontrado copiando ilegalmente softwares para fornecer a clientes e fornecedores também estará sujeito as penalidades cabíveis, incluindo demissão. Para utilizar qualquer software da empresa em computador doméstico, o funcionário deverá obter uma autorização do (indique o nome do gerente), para que seja feita uma verificação da permissão na licença de uso. Estas precauções podem parecer exageradas, mas se não reforçarmos nossas diretrizes quanto ao uso de softwares, funcionários e a empresa serão expostos a sérias conseqüências legais. (indique o nome do gerente) estará visitando este departamento na próxima semana para certificar-se de que existam licenças válidas e adequadas para todos os programas residentes. As cópias ilegais encontradas serão destruídas ou substituídas por cópias licenciadas. Em caso de dúvida, entre em contato com (indique o nome do responsável). O Guia BSA para Gerenciamento de Software 11

13 Análise de Necessidades de Software (Nome da Empresa) Análise de Necessidades de Software Nome: Departamento: Autorização: Data: Número de série e localização do computador: Software Software Fabricante Versão Utilização (1,2,3 ou 4) Utilização (Código) 1. = Diária 2. = Semanal 3. = Mensal 4. = Inexistente Existe algum software que você precise utilizar no seu trabalho e a empresa não possui? Liste-os abaixo. 1: 2: 3: O Guia BSA para Gerenciamento de Software 12

14 Modelo de Acordo com Funcionários Diretrizes da empresa para o uso de software em computadores pessoais. 1. A (nome da empresa) tem licenças de uso de softwares de várias outras companhias. A (nome da empresa) não é proprietária desses softwares ou da documentação relacionada e, a menos que autorizada pelo fabricante, não tem o direito de copiá-los, excepto para utilização como cópia de segurança. 2. No que se refere a aplicativos de rede e Cliente/Servidor, os funcionários da (nome da empresa) devem utilizar os softwares somente de acordo com os contratos de licença. 3. Os funcionários da (nome da empresa) não estão autorizados a instalar ou colocar à disposição nenhum programa através da Internet. 4. O funcionário da (nome da empresa) que notar qualquer irregularidade quanto ao uso de software ou da respectiva documentação deverá notificar imediatamente o gerente do departamento ou o departamento jurídico da (nome da empresa). 5. De acordo com as leis de direitos autorais, as pessoas envolvidas na reprodução ilegal de software estão sujeitas às penalidades civis e criminais previstas na lei. A (nome da empresa) não permite a duplicação ilegal de software. Os funcionários da (nome da empresa) que efetuarem, adquirirem ou utilizarem cópias ilegais de programas estarão sujeitos às penalidades cabíveis face às circunstâncias. Esse comportamento pode provocar inclusive demissão. 6. Qualquer dúvida a respeito de cópias ou uso de um determinado software deve ser solucionada com o gerente responsável pelo departamento. Estou completamente ciente das diretrizes de uso de software da (nome da empresa) e apoio essas diretrizes. (data e assinatura do funcionário) O Guia BSA para Gerenciamento de Software 13

15 Endereço dos Escritórios Regionais da BSA BSA Estados Unidos th Street, N.W., Suite 700 Washington, DC Tel: Fax: BSA Europa 79 Knightsbridge Londres SW1X 7RB Inglaterra, Reino Unido Tel: Fax: BSA Ásia 300 Beach Road #32-07 The Concourse Singapura Tel: Fax: O Guia BSA para Gerenciamento de Software

16 Hotlines da BSA no mundo África do Sul Egito Hong Kong Polônia Alemanha Arábia Saudita Argentina Austrália Bélgica Brasil Canadá Chile China ou Colômbia Coréia Seul Costa Rica Dinamarca Emirados Árabes Unidos Equador Espanha , e Euro-Net fax Estados Unidos NO PIRACY Filipinas Finlândia , na Finlândia e , fora da Finlândia França Grécia Guatemala Holanda Hungria Índia Indonésia Irlanda Israel Itália Japão Luxemburgo Malásia México Noruega Nova Zelândia Panamá Peru Porto Rico Portugal e , fora de Portugal Reino Unido República Dominicana República Tcheca Singapura Suécia Suíça Tailândia Taiwan , e Turquia Uruguai Venezuela Business Software Alliance

Sétimo Estudo Global Anual de Pirataria de Software da BSA

Sétimo Estudo Global Anual de Pirataria de Software da BSA Sétimo Estudo Global Anual de Pirataria de Software da BSA June 2002 Sétimo Estudo Global Anual de Pirataria de Software da BSA No início de 2002, a International Planning and Research Corporation (IPR)

Leia mais

JORGE SUKARIE NETO Campos de Jordão. 23 de Maio

JORGE SUKARIE NETO Campos de Jordão. 23 de Maio JORGE SUKARIE NETO Campos de Jordão. 23 de Maio AGENDA HORÁRIO ATIVIDADE LOCAL 07h00 Café da Manhã Restaurante Principal 08h45 Abertura Brasoftware Salão Tangará 10h00 Business Suite Salão Nobre 13h00

Leia mais

JORGE SUKARIE NETO Campos de Jordão. 19 de Setembro

JORGE SUKARIE NETO Campos de Jordão. 19 de Setembro JORGE SUKARIE NETO Campos de Jordão. 19 de Setembro HORÁRIO ATIVIDADE LOCAL 07h00 Café da Manhã Restaurante Principal 08h45 Abertura Brasoftware Salão Tangará 10h00 Business Suite Salão Nobre 13h00 Almoço

Leia mais

Manual de Regularização de Software. O que toda empresa precisa saber sobre licenciamento e regularização de programas de computador.

Manual de Regularização de Software. O que toda empresa precisa saber sobre licenciamento e regularização de programas de computador. m Manual de Regularização de Software O que toda empresa precisa saber sobre licenciamento e regularização de programas de computador. Bem-vindo! Este manual foi elaborado pela Microsoft para ajudar empresas

Leia mais

Cisco Systems Incorporation

Cisco Systems Incorporation Cisco Systems Incorporation 1. Principais Características Matriz: Cisco Systems Inc. Localização: São José, Califórnia, Estados Unidos Ano de fundação: 1984 Internet: www.cisco.com Faturamento (2000):

Leia mais

Anuário Estatístico de Turismo - 2015

Anuário Estatístico de Turismo - 2015 Secretaria Nacional de Políticas de Turismo Ministério do Turismo Anuário Estatístico de Turismo - 2015 Volume 42 Ano base 2014 Sumário I Turismo receptivo 1. Chegadas de turistas ao Brasil - 2013-2014

Leia mais

CONHEÇA A ADT. A empresa que protege seus bens e sua família.

CONHEÇA A ADT. A empresa que protege seus bens e sua família. CONHEÇA A ADT A empresa que protege seus bens e sua família. NOSSA EMPRESA MAIOR EMPRESA ESPECIALIZADA EM SEGURANÇA E INCÊNDIO A ADT pertence à Tyco, a maior empresa de segurança e incêndio do mundo, com

Leia mais

"Faça tudo o mais simples possível, mas com qualidade." (Adaptado livremente de A. Einstein)

Faça tudo o mais simples possível, mas com qualidade. (Adaptado livremente de A. Einstein) Fácil assim. 12345 "Faça tudo o mais simples possível, mas com qualidade." (Adaptado livremente de A. Einstein) 12345 Tudo é mais fácil com Lenze. O forte dinamismo dos tempos atuais o coloca em confronto

Leia mais

Despesas em Propaganda no Brasil e sua Interligação com a Economia Internacional. Fábio Pesavento ESPM/SUL André M. Marques UFPB

Despesas em Propaganda no Brasil e sua Interligação com a Economia Internacional. Fábio Pesavento ESPM/SUL André M. Marques UFPB Despesas em Propaganda no Brasil e sua Interligação com a Economia Internacional Fábio Pesavento ESPM/SUL André M. Marques UFPB O NÚCLEO DE ECONOMIA EMPRESARIAL ESPM-SUL PESQUISA E APOIO 1. Despesas em

Leia mais

Ranking Mundial de Juros Reais Mar/13

Ranking Mundial de Juros Reais Mar/13 Ranking Mundial de Juros Reais Mar/13 O Ranking Mundial de Juros Reais é um comparativo entre as taxas praticadas em 40 países do mundo e os classifica conforme as taxas de juros nominais determinadas

Leia mais

Copyright 2010 Carestream Health, Inc. GUIA DE CONDUTA COMERCIAL PARA DISTRIBUIDOR

Copyright 2010 Carestream Health, Inc. GUIA DE CONDUTA COMERCIAL PARA DISTRIBUIDOR Copyright 2010 Carestream Health, Inc. GUIA DE CONDUTA COMERCIAL PARA DISTRIBUIDOR Caros DISTRIBUIDOR: Nós alcançámos nosso sucesso fornecendo uma experiência excelente aos clientes e construindo a confiança

Leia mais

Taxa de Empréstimo Estatísticas Financeiras Internacionais (FMI - IFS)

Taxa de Empréstimo Estatísticas Financeiras Internacionais (FMI - IFS) Taxa de Empréstimo Estatísticas Financeiras Internacionais (FMI - IFS) África do Sul: Taxa predominante cobrada pelos bancos de contas garantidas prime. Alemanha: Taxa sobre crédito de conta-corrente de

Leia mais

Es t i m a t i v a s

Es t i m a t i v a s Brasileiros no Mundo Es t i m a t i v a s Ministério das Relações Exteriores - MRE Subsecretaria Geral das Comunidades Brasileiras no Exterior - SGEB Departamento Consular e de Brasileiros no Exterior

Leia mais

Ranking Mundial de Juros Reais Jan/14

Ranking Mundial de Juros Reais Jan/14 Ranking Mundial de Juros Reais Jan/14 O Ranking Mundial de Juros Reais é um comparativo entre as taxas praticadas em 40 países do mundo e os classifica conforme as taxas de juros nominais determinadas

Leia mais

hp hardware support On-Site - GLOBAL

hp hardware support On-Site - GLOBAL hp hardware support On-Site - descrição geral do O de resposta global no dia útil seguinte da HP proporciona aos utilizadores de computadores portáteis uma solução de suporte de hardware para Produtos

Leia mais

Ranking Mundial de Juros Reais SET/14

Ranking Mundial de Juros Reais SET/14 Ranking Mundial de Juros Reais SET/14 O Ranking Mundial de Juros Reais é um comparativo entre as taxas praticadas em 40 países do mundo e os classifica conforme as taxas de juros nominais determinadas

Leia mais

Compliance e o Desenvolvimento empresarial Marina Araújo 2013

Compliance e o Desenvolvimento empresarial Marina Araújo 2013 Compliance e o Desenvolvimento empresarial Marina Araújo 2013 Qual o impacto do Compliance para o desenvolvimento? Qual o impacto do Compliance para o desenvolvimento? Econômico Como o Compliance das empresas

Leia mais

mídiakit www.tvgazeta.com.br

mídiakit www.tvgazeta.com.br mídiakit www.tvgazeta.com.br JUNHO / 2015 #HISTÓRIA Fundada no aniversário da cidade de São Paulo, a TV Gazeta fala com uma metrópole globalizada com a intimidade de quem esteve presente na vida e no coração

Leia mais

Anuário Estatístico de Turismo - 2012

Anuário Estatístico de Turismo - 2012 Secretaria Nacional de Políticas de Turismo Ministério do Turismo Anuário Estatístico de Turismo - 2012 Volume 39 Ano base 2011 Sumário I Turismo receptivo 1. Chegadas de turistas ao Brasil - 2010-2011

Leia mais

PÚBLICO ALVO: Promotores de viagens; agentes de viagens; consultores de viagens; operadores de emissivo e receptivo; atendentes.

PÚBLICO ALVO: Promotores de viagens; agentes de viagens; consultores de viagens; operadores de emissivo e receptivo; atendentes. 3. Geografia Turística 3.1 Geografia Turística: Brasil de Ponta a Ponta Proporcionar ao participante melhor compreensão geográfica do país; Apresentar as principais especificidades existentes nos continentes

Leia mais

CONHECENDO O CHILE ATRAVÉS DE SEU SETOR SERVIÇOS. www.prochile.gob.cl

CONHECENDO O CHILE ATRAVÉS DE SEU SETOR SERVIÇOS. www.prochile.gob.cl CONHECENDO O CHILE ATRAVÉS DE SEU SETOR SERVIÇOS www.prochile.gob.cl O Chile surpreende pela sua variada geografia. Suas montanhas, vales, desertos, florestas e milhares de quilômetros de costa, o beneficiam

Leia mais

PLC 116/10. Eduardo Levy

PLC 116/10. Eduardo Levy PLC 116/10 Senado Federal Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania Comissão de Assuntos Econômicos Comissão de Educação, Cultura

Leia mais

1.a. Atividades principais concepção, produção, desenvolvimento e distribuição de bens duráveis e produtos profissionais. São três as suas divisões:

1.a. Atividades principais concepção, produção, desenvolvimento e distribuição de bens duráveis e produtos profissionais. São três as suas divisões: Electrolux AB 1. Principais Características Matriz: Electrolux AB Localização: Estocolmo, Suécia Ano de fundação: 1901 Internet: www.electrolux.com Faturamento (2000): US$ 11.537 mi Empregados (2000):

Leia mais

RPM International Inc. Instruções da linha direta

RPM International Inc. Instruções da linha direta RPM International Inc. Instruções da linha direta Embora, em geral, os problemas de conformidade possam ser solucionados a nível local, a linha direta da RPM International Inc. ( RPM ) oferece outro modo

Leia mais

CONTRATO DE ADESÃO AOS PLANOS ALTERNATIVOS Nº 119 (REGIÕES I, II, III DO PGO) PACOTE DE MINUTOS DDI

CONTRATO DE ADESÃO AOS PLANOS ALTERNATIVOS Nº 119 (REGIÕES I, II, III DO PGO) PACOTE DE MINUTOS DDI CONTRATO DE ADESÃO AOS PLANOS ALTERNATIVOS Nº 119 (REGIÕES I, II, III DO PGO) PACOTE DE MINUTOS DDI Por este instrumento, em que fazem parte de um lado, TELEFÔNICA BRASIL S.A., com sede na Av. Engenheiro

Leia mais

RESUMO GERAL Atualizada até 31/12/2012

RESUMO GERAL Atualizada até 31/12/2012 Gabinete do Ministro - GM Coordenação Geral de Imigração - CGIg Atualizado até 30/09/2011 RESUMO GERAL Atualizada até 31/12/2012 1 Gabinete do Ministro - GM Coordenação Geral de Imigração - CGIg Autorizações

Leia mais

RESUMO GERAL Atualizada até 30/09/2012

RESUMO GERAL Atualizada até 30/09/2012 Gabinete do Ministro - GM Coordenação Geral de Imigração - CGIg Atualizado até 30/09/2011 RESUMO GERAL Atualizada até 30/09/2012 1 Gabinete do Ministro - GM Coordenação Geral de Imigração - CGIg Autorizações

Leia mais

SEMINÁRIO EXPORTAR, EXPORTAR, EXPORTAR. Viana do Castelo, 11de Fevereiro

SEMINÁRIO EXPORTAR, EXPORTAR, EXPORTAR. Viana do Castelo, 11de Fevereiro SEMINÁRIO EXPORTAR, EXPORTAR, EXPORTAR Viana do Castelo, 11de Fevereiro www.cosec.pt COSEC Companhia de Seguro de Créditos, S.A. 2014 Índice Sobre a COSEC Seguro de Créditos Soluções à medida em resumo

Leia mais

MOEDAS, JUROS, BOLSAS INTERNACIONAIS E COMMODITIES

MOEDAS, JUROS, BOLSAS INTERNACIONAIS E COMMODITIES MOEDAS, JUROS, BOLSAS INTERNACIONAIS E COMMODITIES 05/07/11 02/08/11 30/08/11 27/09/11 25/10/11 22/11/11 20/12/11 17/01/12 14/02/12 13/03/12 10/04/12 08/05/12 05/06/12 03/07/12 31/07/12 28/08/12 25/09/12

Leia mais

Brasil 2012 SERVIÇOS E TARIFAS

Brasil 2012 SERVIÇOS E TARIFAS SERVIÇOS E TARIFAS Soluções FedEx para o seu negócio Caso você tenha necessidade de enviar documentos urgentes, economizar em remessas regulares ou enviar cargas pesadas, a FedEx tem uma solução de transporte

Leia mais

ACESSOS À BVS-PSI MEDIDOS PELO GOOGLE ANALYTICS

ACESSOS À BVS-PSI MEDIDOS PELO GOOGLE ANALYTICS ACESSOS À BVS-PSI MEDIDOS PELO GOOGLE ANALYTICS 1º. Semestre 2013 O Google Analytics é um serviço gratuito oferecido pelo Google que permite analisar as estatísticas de visitação de um site. Este é o primeiro

Leia mais

Contrato de Licença de Software da Novell para o Software Development Kit ("SDK") do SUSE Linux Enterprise 11 SP2

Contrato de Licença de Software da Novell para o Software Development Kit (SDK) do SUSE Linux Enterprise 11 SP2 Contrato de Licença de Software da Novell para o Software Development Kit ("SDK") do SUSE Linux Enterprise 11 SP2 LEIA ESTE CONTRATO COM ATENÇÃO. AO INSTALAR OU DE QUALQUER OUTRA FORMA UTILIZAR O SOFTWARE

Leia mais

Serviços Adicionais. 12400 - Portal de Voz

Serviços Adicionais. 12400 - Portal de Voz Serviços Adicionais 12400 - Portal de Voz Descrição Totoloto, Totobola, Lotarias e Euro Milhões Pode conhecer os números do Euro Milhões meia hora antes do sorteio na TV. Saiba os resultados e o valor

Leia mais

4Pro. Telemóvel Telefone Internet Televisão

4Pro. Telemóvel Telefone Internet Televisão 4Pro A oferta mais competitiva, desenhada para empresas e profissionais que lhe garante os melhores resultados 2 cartões de telemóvel com comunicações ilimitadas para todas as redes nacionais, para uma

Leia mais

MOEDAS, JUROS, BOLSAS INTERNACIONAIS E COMMODITIES

MOEDAS, JUROS, BOLSAS INTERNACIONAIS E COMMODITIES MOEDAS, JUROS, BOLSAS INTERNACIONAIS E COMMODITIES 05/11/10 05/12/10 05/01/11 05/02/11 05/03/11 05/04/11 05/05/11 05/06/11 05/07/11 05/08/11 05/09/11 05/10/11 05/11/11 05/12/11 05/01/12 05/02/12 05/03/12

Leia mais

Anuário Estatístico de Turismo - 2013

Anuário Estatístico de Turismo - 2013 Secretaria Nacional de Políticas de Turismo Ministério do Turismo Anuário Estatístico de Turismo - 2013 Volume 40 Ano base 2012 Guia de leitura Guia de leitura O Guia de Leitura tem o propósito de orientar

Leia mais

Cafés e Restaurantes. Telefone Internet Televisão

Cafés e Restaurantes. Telefone Internet Televisão Cafés e Internet A solução HORECA que lhe dá tudo O pacote é a solução para o segmento HORECA que conjuga os melhores conteúdos de desporto nacional e internacional, com telefone e internet. Chamadas ilimitadas

Leia mais

Custos Ocultos Da Nuvem. Resultados Da América Latina

Custos Ocultos Da Nuvem. Resultados Da América Latina Custos Ocultos Da Nuvem Resultados Da América Latina 2013 SUMÁRIO 4 5 6 7 8 9 10 INTRODUÇÃO IMPLEMENTAÇÕES DE NUVENS NÃO AUTORIZADAS BACKUP E RECUPERAÇÃO NA NUVEM ARMAZENAMENTO INEFICIENTE NA NUVEM CONFORMIDADE

Leia mais

MANUAL PROGRAMA DE ESTÁGIO IAESTE 2009/2010

MANUAL PROGRAMA DE ESTÁGIO IAESTE 2009/2010 MANUAL PROGRAMA DE ESTÁGIO IAESTE 2009/2010 Caro Participante, Seja bem-vindo ao Programa de intercâmbio de estágio oferecido mundialmente pela IAESTE! Leia atentamente este manual. Ele contém todas as

Leia mais

SUSE LINUX Enterprise Server (SLES) 10 Contrato de Licença de Software da Novell

SUSE LINUX Enterprise Server (SLES) 10 Contrato de Licença de Software da Novell SUSE LINUX Enterprise Server (SLES) 10 Contrato de Licença de Software da Novell LEIA ESTE CONTRATO COM ATENÇÃO. AO INSTALAR OU DE QUALQUER OUTRA FORMA UTILIZAR O SOFTWARE (INCLUINDO SEUS COMPONENTES),

Leia mais

Brasil 2015. FedEx International Priority. FedEx International Economy 3

Brasil 2015. FedEx International Priority. FedEx International Economy 3 SERVIÇOS E TARIFAS Soluções FedEx para o seu negócio Caso você tenha necessidade de enviar documentos urgentes, economizar em remessas regulares ou enviar cargas pesadas, a FedEx tem uma solução de transporte

Leia mais

Gestores mundiais mais confiantes na recuperação económica

Gestores mundiais mais confiantes na recuperação económica 27 de Janeiro, 2010 13ª edição Anual do CEO Survey da PricewaterhouseCoopers em Davos Gestores mundiais mais confiantes na recuperação económica Cerca de 40% dos CEOs prevê aumentar o número de colaboradores

Leia mais

O valor da certificação acreditada

O valor da certificação acreditada Certificado uma vez, aceito em toda parte O valor da certificação acreditada Relatório de Pesquisa Publicado em maio de 212 Em 21/11, o IAF realizou uma pesquisa mundial para capturar o feedback de mercado

Leia mais

Motorola Incorporation

Motorola Incorporation Motorola Incorporation 1. Principais Características Matriz: Motorola Incorporation Localização: Illinois, Estados Unidos Ano de fundação: 1928 Internet: www.motorola.com Faturamento (2000): US$ 37.580

Leia mais

Toshiba Corporation. Faturamento (2000): US$ 47.950 mi. Empregados (2000): 190.870

Toshiba Corporation. Faturamento (2000): US$ 47.950 mi. Empregados (2000): 190.870 Toshiba Corporation 1. Principais Características Matriz: Toshiba Corporation Localização: Minato-Ku, Tóquio, Japão Ano de fundação: 1875 Internet: www.toshiba.co.jp Faturamento (2000): US$ 47.950 mi Empregados

Leia mais

CATEGORIA: POPULAÇÃO PRISIONAL CATEGORIA: PERFIL DO PRESO

CATEGORIA: POPULAÇÃO PRISIONAL CATEGORIA: PERFIL DO PRESO MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DEPARTAMENTO PENITENCIÁRIO NACIONAL DIRETORIA DE POLÍTICAS PENITENCIÁRIAS SISTEMA NACIONAL DE INFORMAÇÕES PENITENCIÁRIAS ESTÁTÍSTICA SUSEPE - SUPERINTENDÊNCIA DOS SERVIÇOS PENITENCIÁRIOS

Leia mais

Guia de Migração de Políticas do Symantec Client Firewall

Guia de Migração de Políticas do Symantec Client Firewall Guia de Migração de Políticas do Symantec Client Firewall Guia de Migração de Políticas do Symantec Client Firewall O software descrito neste guia é fornecido sob um contrato de licença e deve ser usado

Leia mais

Guia de vendas Windows Server 2012 R2

Guia de vendas Windows Server 2012 R2 Guia de vendas Windows Server 2012 R2 Por que Windows Server 2012 R2? O que é um servidor? Mais do que um computador que gerencia programas ou sistemas de uma empresa, o papel de um servidor é fazer com

Leia mais

Meios de obter ajuda

Meios de obter ajuda Meios de obter ajuda Aplicativo de resolução de problemas Geralmente você pode solucionar um problema por conta própria usando o aplicativo para a resolução de problemas. Clique duas vezes no ícone HP

Leia mais

P: Quem é o falsificador neste caso? R: Não podemos divulgar esta informação no momento, pois a investigação ainda está em curso.

P: Quem é o falsificador neste caso? R: Não podemos divulgar esta informação no momento, pois a investigação ainda está em curso. 1 Grupo de revendas de suprimentos Xerox P&R sobre cartuchos de toner falsificados 12 de abril de 2004 I. Detalhes do caso II. Dúvidas do cliente III. Tendências do setor IV. Combate à falsificação Detalhes

Leia mais

Pesquisa Virtualização e Evolução para a Nuvem RESULTADOS BRASIL

Pesquisa Virtualização e Evolução para a Nuvem RESULTADOS BRASIL 2011 Pesquisa Virtualização e Evolução para a Nuvem RESULTADOS BRASIL ÍNDICE Evolução de TI... 4 Metodologia... 6 Foco... 8 Conclusão 1: As diferenças entre expectativas e realidade revelam a evolução

Leia mais

HILLENBRAND, INC. E SUBSIDIÁRIAS. Anticorrupção Global Declaração de Política e Manual de Conformidade

HILLENBRAND, INC. E SUBSIDIÁRIAS. Anticorrupção Global Declaração de Política e Manual de Conformidade HILLENBRAND, INC. E SUBSIDIÁRIAS Anticorrupção Global Declaração de Política e Manual de Conformidade A Hillenbrand, Inc., incluindo todas suas subsidiárias (referidas em conjunto como a Empresa ), mantém

Leia mais

PERFIL DE MERCADO PRODUCTO: SISTEMAS DE INSPECCION POR VIDEO N.C.M.: 9031.80.99

PERFIL DE MERCADO PRODUCTO: SISTEMAS DE INSPECCION POR VIDEO N.C.M.: 9031.80.99 PERFIL DE MERCADO PRODUCTO: SISTEMAS DE INSPECCION POR VIDEO N.C.M.: 9031.80.99 Perfil elaborado en octubre de 2008 TRATAMIENTO ARANCELARIO E IMPOSITIVO 1) IMPUESTOS Y TASAS: 1.1) ARANCELES DE IMPORTACIÓN

Leia mais

POLÍTICA ANTISSUBORNO E ANTICORRUPÇÃO DA UL

POLÍTICA ANTISSUBORNO E ANTICORRUPÇÃO DA UL Setor jurídico N. do documento: 00-LE-P0030 Edição: 5.0 Data da publicação: 09/04/2010 Data da revisão: 16/09/2013 Data de entrada em vigor: 16/09/2013 Página 1 de 8 POLÍTICA ANTISSUBORNO E ANTICORRUPÇÃO

Leia mais

Exportações Brasileiras de Carne Bovina Brazilian Beef Exports. Fonte / Source: SECEX-MDIC

Exportações Brasileiras de Carne Bovina Brazilian Beef Exports. Fonte / Source: SECEX-MDIC Categorias / Products:, INDUSTRIALIZADA / PROCESSED,,, 1 de 16 2000 1999 %(2000x1999) Janeiro / January US$ (000) US$/Ton 25.537 9.793 2.608 15.392 4.375 3.518 66% 124% -26% INDUSTRIALIZADA / PROCESSED

Leia mais

Designer 3.5 for Identity Manager Contrato de Licença de Software da Novell(r)

Designer 3.5 for Identity Manager Contrato de Licença de Software da Novell(r) Designer 3.5 for Identity Manager Contrato de Licença de Software da Novell(r) LEIA ESTE CONTRATO COM ATENÇÃO. AO INSTALAR, FAZER DOWNLOAD OU DE QUALQUER OUTRA FORMA UTILIZAR O SOFTWARE, VOCÊ ESTÁ CONCORDANDO

Leia mais

A COMPLETA INSTALAÇÃO DESTE SOFTWARE IMPLICA NA IMEDIATA ACEITAÇÃO DE TODOS OS SEUS TERMOS E CONDIÇÕES.

A COMPLETA INSTALAÇÃO DESTE SOFTWARE IMPLICA NA IMEDIATA ACEITAÇÃO DE TODOS OS SEUS TERMOS E CONDIÇÕES. SIGMA SISTEMA GERENCIAL DE MANUTENÇÃO CONTRATO DE LICENÇA DE USO E GARANTIA A COMPLETA INSTALAÇÃO DESTE SOFTWARE IMPLICA NA IMEDIATA ACEITAÇÃO DE TODOS OS SEUS TERMOS E CONDIÇÕES. 1.0. INDENTIFICAÇÃO DO

Leia mais

Código de Conduta e Ética Comercial

Código de Conduta e Ética Comercial Código de Conduta e Ética Comercial O Conselho de Diretores ("Diretoria") da Kelly Services, Inc. ("Empresa") adotou o seguinte Código de Conduta e Ética Comercial ("Código") para si e para os diretores

Leia mais

POL 004 Rev. A POP, Código de Conduta

POL 004 Rev. A POP, Código de Conduta Página 1 de 7 A LDR é uma empresa de equipamentos médicos comprometida com o desenvolvimento, marketing, distribuição e venda de implantes vertebrais para implantação em seres humanos no tratamento de

Leia mais

CRESCER COM SEGURANÇA. CÁ DENTRO E LÁ FORA. www.cosec.pt

CRESCER COM SEGURANÇA. CÁ DENTRO E LÁ FORA. www.cosec.pt CRESCER COM SEGURANÇA. CÁ DENTRO E LÁ FORA. www.cosec.pt COSEC Companhia de Seguro de Créditos, S.A. 2014 Índice Sobre a COSEC Porquê a COSEC Seguro de Créditos Soluções à medida 2 Sobre a COSEC Quem somos

Leia mais

ELDORADO GOLD CORPORATION SUBSIDIÁRIAS E AFILIADAS CÓDIGO DE CONDUTA COMERCIAL E ÉTICA

ELDORADO GOLD CORPORATION SUBSIDIÁRIAS E AFILIADAS CÓDIGO DE CONDUTA COMERCIAL E ÉTICA ELDORADO GOLD CORPORATION SUBSIDIÁRIAS E AFILIADAS CÓDIGO DE CONDUTA COMERCIAL E ÉTICA A Eldorado Gold Corporation e suas subsidiárias e afiliadas estão comprometidas com os mais elevados padrões de conduta

Leia mais

May 2009 SIXTH Annual BSA-IDC Global Software 08 PIRACY STUDY

May 2009 SIXTH Annual BSA-IDC Global Software 08 PIRACY STUDY May 2009 SIXTH Annual BSA-IDC Global Software 08 PIRACY STUDY ÍNDICE INTRODUÇÃO 01 Figura 1: Unidades de Software para PCs por categoria 02 Figura 2: Onde o software está instalado 03 IMPACTO DA CRISE

Leia mais

PT PRIME PREÇÁRIOS DE VOZ EMPRESARIAL 2006. PT Prime Preçário Voz Empresarial 2006

PT PRIME PREÇÁRIOS DE VOZ EMPRESARIAL 2006. PT Prime Preçário Voz Empresarial 2006 PT PRIME PREÇÁRIOS DE VOZ EMPRESARIAL 2006 Versão: 1.0 Pág.: 1/7 1. ACESSO DIRECTO Chamadas DENTRO DO PAÍS Não Corp Corp Local 0,0201 0,0079 Local Alargado 0,0287 0,0105 Nacional 0,0287 0,0105 FIXO MÓVEL

Leia mais

Curso de Consultoria Doméstica em Informática

Curso de Consultoria Doméstica em Informática ATIVIDADES ILÍCITAS Se por um lado o computador pode ser uma bela fonte de renda, ele também oferece caminhos ilegais que, apesar de lucrativos, são perigosos e podem gerar muitas dores de cabeça. Tome

Leia mais

Cada grupo irá explorar os blocos econômicos que serão definidos em sala de aula.

Cada grupo irá explorar os blocos econômicos que serão definidos em sala de aula. Trabalho 01 dividido em 2 partes 1ª Parte Cada grupo irá explorar os blocos econômicos que serão definidos em sala de aula. 2ª Parte Perguntas que serão expostas após a apresentação da 1ª Parte, e que

Leia mais

CONHECENDO O CHILE ATRAVÉS DE SEU SETOR INDÚSTRIAS. www.prochile.gob.cl

CONHECENDO O CHILE ATRAVÉS DE SEU SETOR INDÚSTRIAS. www.prochile.gob.cl CONHECENDO O CHILE ATRAVÉS DE SEU SETOR INDÚSTRIAS www.prochile.gob.cl O Chile surpreende pela sua variada geografia. Suas montanhas, vales, desertos, florestas e milhares de quilômetros de costa, o beneficiam

Leia mais

Apresentação Geral da Solução. Cisco Unified Personal Communicator

Apresentação Geral da Solução. Cisco Unified Personal Communicator Parte da família de produtos de Comunicações Unificadas da Cisco, o Cisco Unified Personal Communicator é um aplicativo de computador desktop que possibilita comunicações mais eficientes. Integrando de

Leia mais

MAIS PROTEÇÃO PARA O SEU NEGÓCIO. CÁ DENTRO E LÁ FORA.

MAIS PROTEÇÃO PARA O SEU NEGÓCIO. CÁ DENTRO E LÁ FORA. MAIS PROTEÇÃO PARA O SEU NEGÓCIO. CÁ DENTRO E LÁ FORA. www.cosec.pt COSEC Companhia de Seguro de Créditos, S.A. 2014 Índice Sobre a COSEC Porquê a COSEC Seguro de Créditos Soluções à medida COSEC em resumo

Leia mais

Ação Cultural Externa Relatório Anual 2011 - Indicadores DSPDCE - 2012

Ação Cultural Externa Relatório Anual 2011 - Indicadores DSPDCE - 2012 Ação Cultural Externa Relatório Anual 0 Indicadores DSPDCE 0 .Iniciativas apoiadas pelo IC a) Número (total): 0 b) Montante global:.0,0,* Áreas Geográficas África América Ásia Europa Médio Oriente e Magrebe

Leia mais

Telefones Fixos RJ-SP R$ 0,14 Telefones Fixos Brasil R$ 0,19 Telefones Celulares BR R$ 0,69

Telefones Fixos RJ-SP R$ 0,14 Telefones Fixos Brasil R$ 0,19 Telefones Celulares BR R$ 0,69 A é uma operadora VoIP, que tem como objetivo oferecer o melhor serviço de Voip com os menores custos possíveis para o cliente. O VoIP (Voice over Internet Protocol), conhecida também por Voz sobre IP,

Leia mais

Integrador de Sistemas OEM Microsoft. Guia de Licenciamento

Integrador de Sistemas OEM Microsoft. Guia de Licenciamento Integrador de Sistemas OEM Microsoft Guia de Licenciamento Este guia fornecerá a você, Integrador de Sistemas OEM, as informações que você precisará para compreender e gerenciar com sucesso as licenças

Leia mais

15 Impostos ぜ い き ん 1 Impostos Nacionais Residentes e Não residentes

15 Impostos ぜ い き ん 1 Impostos Nacionais Residentes e Não residentes 15.Impostos ぜい きん 税 金 Os residentes no Japão por período superior a 1 ano, mesmo os de nacionalidade estrangeira, são obrigados a recolher impostos da mesma forma que os cidadãos japoneses caso recebam

Leia mais

2015 Guia do Código de Conduta

2015 Guia do Código de Conduta 2015 Guia do Código de Conduta Comitê de Conformidade Corporativa Joe Puishys Jim Porter Pat Beithon Warren Planitzer Nós, da Apogee, conduzimos nossos negócios com o mais alto padrão de honestidade e

Leia mais

Visão geral anticorrupção. Guia de treinamento para empresas que fazem negócios com a Abbott

Visão geral anticorrupção. Guia de treinamento para empresas que fazem negócios com a Abbott Visão geral anticorrupção Guia de treinamento para empresas que fazem negócios com a Abbott Objetivo A Abbott tem o compromisso de fazer negócios de maneira ética e com conformidade legal, e adere à Lei

Leia mais

Cisco TelePresence Manager 1.0

Cisco TelePresence Manager 1.0 Cisco TelePresence Manager 1.0 Simplificando a experiência agendamento e administração do Cisco TelePresence A solução Cisco TelePresence Meeting combina áudio, vídeo e elementos interativos para criar

Leia mais

LIGAMOS PEQUENAS EMPRESAS A GRANDES NEGÓCIOS.

LIGAMOS PEQUENAS EMPRESAS A GRANDES NEGÓCIOS. Soluções de Telecomunicações para Empresas LIGAMOS PEQUENAS EMPRESAS A GRANDES NEGÓCIOS. Permanência mínima para todos os serviços de 24 meses. IVA não incluido. Válido até Outubro de 2012 ZON Office ZON

Leia mais

Configurar Novell Small Business Suite

Configurar Novell Small Business Suite VERSÃO 5.1 Configurar Novell Small Business Suite Fácil de instalar e gerenciar, o Novell Small Business Suite 5.1 é um sistema de software de rede desenvolvido para proporcionar performance superior e

Leia mais

Preçário dos Cartões Telefónicos PT

Preçário dos Cartões Telefónicos PT Preçário dos Cartões Telefónicos PT Cartão Telefónico PT 5 e (Continente)... 2 Cartão Telefónico PT 5 e (Região Autónoma dos Açores)... 6 Cartão Telefónico PT 5 e (Região Autónoma da Madeira)... 10 Cartão

Leia mais

Números Significativos: Certificados emitidos

Números Significativos: Certificados emitidos Números Significativos: Certificados emitidos Qualidade: 24.672 ISO 9000 523 ISO/TS 16949 86 EN 9100 MEIO AMBIENTE: 5.923 ISO 14000 99 Cadeia de Custodia madeira 553 EMAS 1.069.038,29 Ha Gestão Florestal

Leia mais

CLUB SURVEYS 2015 INDÚSTRIA FINANCEIRA SERVIÇOS FINANCEIROS PARA CONSUMO - 21ª EDIÇÃO

CLUB SURVEYS 2015 INDÚSTRIA FINANCEIRA SERVIÇOS FINANCEIROS PARA CONSUMO - 21ª EDIÇÃO CLUB SURVEYS 2015 INDÚSTRIA FINANCEIRA SERVIÇOS FINANCEIROS PARA CONSUMO - 21ª EDIÇÃO CLUB SURVEYS 2015 INDÚSTRIA FINANCEIRA Informações claras, precisas e completas sobre remuneração e benefícios. O trabalho

Leia mais

A PIRATARIA DE SOFTWARE NO BRASIL E SEU COMBATE

A PIRATARIA DE SOFTWARE NO BRASIL E SEU COMBATE A PIRATARIA DE SOFTWARE NO BRASIL E SEU COMBATE LEONARDO AUGUSTO SILVA REIS 1 Resumo: Este artigo tem o objetivo de demonstrar que a pirataria de software é um mal atual e crescente em nossa sociedade.

Leia mais

CLUB SURVEYS 2015 INDÚSTRIA FINANCEIRA SEGUROS E PREVIDÊNCIA - 19ª EDIÇÃO

CLUB SURVEYS 2015 INDÚSTRIA FINANCEIRA SEGUROS E PREVIDÊNCIA - 19ª EDIÇÃO CLUB SURVEYS 2015 INDÚSTRIA FINANCEIRA SEGUROS E PREVIDÊNCIA - 19ª EDIÇÃO CLUB SURVEYS 2015 INDÚSTRIA FINANCEIRA Informações claras, precisas e completas sobre remuneração e benefícios. O trabalho de maior

Leia mais

Guia de Migração de Políticas do Symantec Client Firewall

Guia de Migração de Políticas do Symantec Client Firewall Guia de Migração de Políticas do Symantec Client Firewall Guia de Política de Migração do Symantec Client Firewall O software descrito neste guia é fornecido sob um contrato de licença e deve ser usado

Leia mais

Tópico 28 e 29 Política de Segurança da Informação. Política de Segurança da Informação

Tópico 28 e 29 Política de Segurança da Informação. Política de Segurança da Informação Tópico 28 e 29 Política de Segurança da Informação Política de segurança da Informação. Metodologia de levantamento da política de segurança. Objetivos e responsabilidades sobre a implementação. Métodos

Leia mais

REGULAMENTO PARA USO DA REDE CORPORATIVA DE COMPUTADORES DA EMPRESA XX. Empresa XX LTDA

REGULAMENTO PARA USO DA REDE CORPORATIVA DE COMPUTADORES DA EMPRESA XX. Empresa XX LTDA 1 REGULAMENTO PARA USO DA REDE CORPORATIVA DE COMPUTADORES DA EMPRESA XX Empresa XX LTDA A EMPRESA XX LTDA, através de seu Comitê de Tecnologia da Informação, órgão responsável pela normatização e padronização

Leia mais

DECLARAÇÃO DE PRINCÍPIOS DE CONDUTA - Illinois Tool Works Inc.

DECLARAÇÃO DE PRINCÍPIOS DE CONDUTA - Illinois Tool Works Inc. DECLARAÇÃO DE PRINCÍPIOS DE CONDUTA - Illinois Tool Works Inc. Estes princípios de conduta aplicam-se a todos os funcionários, diretores, empresas e subsidiárias da ITW ao redor do mundo. Espera-se que

Leia mais

Termos do Serviço. 1. Aceitação dos Termos do Serviço. Bem-vindo a TapToLogin.

Termos do Serviço. 1. Aceitação dos Termos do Serviço. Bem-vindo a TapToLogin. Termos do Serviço 1. Aceitação dos Termos do Serviço Bem-vindo a TapToLogin. A RD2Buzz Brasil Consultoria e Internet Ltda (RD2Buzz). fornece a você ("Usuário ) o aplicativo TapToLogin, sujeito aos Termos

Leia mais

17ª TRANSPOSUL FEIRA E CONGRESSO DE TRANSPORTE E LOGÍSTICA

17ª TRANSPOSUL FEIRA E CONGRESSO DE TRANSPORTE E LOGÍSTICA 17ª TRANSPOSUL FEIRA E CONGRESSO DE TRANSPORTE E LOGÍSTICA PALESTRA FALTA DE COMPETITIVIDADE DO BRASIL FRENTE AO MERCADO EXTERNO JOSÉ AUGUSTO DE CASTRO Porto Alegre, 24 de JUNHO de 2015 2 - TEORIAS No

Leia mais

Proteger a informação de uma ameaça inclui evitar o seu corrompimento, o seu acesso às pessoas não autorizadas e seu furto ou deleção indevida.

Proteger a informação de uma ameaça inclui evitar o seu corrompimento, o seu acesso às pessoas não autorizadas e seu furto ou deleção indevida. Segurança da Informação é a proteção das informações contra os vários tipos de ameaças as quais estão expostas, para garantir a continuidade do negócio, minimizar o risco ao negócio, maximizar o retorno

Leia mais

Convenção sobre o Combate da Corrupção de Funcionários Públicos Estrangeiros em

Convenção sobre o Combate da Corrupção de Funcionários Públicos Estrangeiros em Convenção sobre o Combate da Corrupção de Funcionários Públicos Estrangeiros em Transações Comerciais Internacionais Preâmbulo As Partes, Considerando que a corrupção é um fenômeno difundido nas Transações

Leia mais

Retenção de Pessoas na Tokio Marine Seguradora

Retenção de Pessoas na Tokio Marine Seguradora Retenção de Pessoas na Tokio Marine Seguradora Institucional Tokio Marine Seguradora Tokio Marine no Mundo Grupo Tokio Marine é o um dos líderes entre os grupos seguradores globais. Fundada em1879 Ativos:US$98bilhões

Leia mais

FUCHS PETROLUB GROUP POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO LUBRICANTS TECHNOLOGY. PEOPLE.

FUCHS PETROLUB GROUP POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO LUBRICANTS TECHNOLOGY. PEOPLE. FUCHS PETROLUB GROUP POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO LUBRICANTS TECHNOLOGY. PEOPLE. SUMÁRIO Prefácio 4 1. Objetivos e abrangência desta política 5 2. O que é corrupção? 6 3. Consequências para os colaboradores

Leia mais

Fundo de Ajuda a Funcionários Pedido de Subsídio

Fundo de Ajuda a Funcionários Pedido de Subsídio Fundo de Ajuda a Funcionários Pedido de Subsídio O Fundo de Ajuda a Funcionários da MeadWestvaco foi concebido para atender às necessidades imediatas de funcionários impactados, durante as primeiras semanas

Leia mais

Conheça a nova solução de servidor que ajuda pequenas empresas a fazer mais Com menos.

Conheça a nova solução de servidor que ajuda pequenas empresas a fazer mais Com menos. Conheça a nova solução de servidor que ajuda pequenas empresas a fazer mais Com menos. O papel de um servidor Introdução à rede básica Sua empresa tem muitas necessidades recorrentes, tais como organizar

Leia mais

CARTA-CIRCULAR N 2.070. Aos Bancos Múltiplos com Carteira Comercial, Bancos Comerciais e Caixas Econômicas.

CARTA-CIRCULAR N 2.070. Aos Bancos Múltiplos com Carteira Comercial, Bancos Comerciais e Caixas Econômicas. CARTA-CIRCULAR N 2.070 Aos Bancos Múltiplos com Carteira Comercial, Bancos Comerciais e Caixas Econômicas. Divulga relação das missões diplomáticas, repartições consulares de carreira e representações

Leia mais

Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Destaques do Education at a Glance 2014

Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Destaques do Education at a Glance 2014 Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Destaques do Education at a Glance 2014 Diretor de Estatísticas Educacionais Carlos Eduardo Moreno Sampaio

Leia mais

Soluções Globais de Mobilidade

Soluções Globais de Mobilidade Soluções Globais de Mobilidade Soluções Globais de Mobilidade POLÍTICAS PARA A GESTÃO DE EXPATRIADOS Se a sua empresa está criando sua primeira política de transferências internacionais ou revisando sua

Leia mais