letra de música e poesia CONSULTORAS Patrícia Corsino e Hélen A. Queiroz

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "letra de música e poesia CONSULTORAS Patrícia Corsino e Hélen A. Queiroz"

Transcrição

1 letra de música e poesia CONSULTORAS Patrícia Corsino e Hélen A. Queiroz

2 SINOPSE geral da série Chico, 6 anos, adora passar as tardes na estamparia de fundo de quintal do seu avô. Nela, Vô Manu construiu um Portal por onde o menino viaja pelo mundo da fantasia. Ocride, o papagaio tagarela do avô, é o grande companheiro de Chico na Ilha dos Jurubebas, uma civilização formada por seres que são uma mistura de dois bichos. Na ilha eles se transformam em personagens animados e encontram a menina Anabela. O lugar é fascinante, tem um vulcão que expele letras, frutas como a mangalarancia e seres que adoram cantar. Ozo, o monstro, quer expulsar os Jurubebas desse paraíso. Mas, Chico, Ocride e Anabela adoram aventuras e são bem mais espertos do que Ozo imaginava... 1

3 sinopse do episódio nesse episódio, Chico encontra um antigo LP e, aguçado pelo interesse em descobrir o que é aquele objeto, busca informações com o avô. Com ajuda do Vô Manu, compreende o que é um disco de vinil de um festival de música. Na aventura, Chico se inscreve no festival de música da Ilha dos Jurubebas e precisa compor uma canção. Com o auxílio da escrita como apoio à memória, o garoto registra a letra de sua música. Para isso, precisa da interlocução com um adulto - leitor mais experiente, que o ajuda no processo de registro da letra de sua música. PALAVRAS-CHAVE letra de música; poema; versos; ritmo; rimas e aliterações. 2

4 PRINCIPAIS CONCEITOS A SEREM TRABALHADOS Poemas e letras de música são textos que abordam temas diversos, com vocabulário amplo e com a presença de figuras de linguagem que dão às palavras outros arranjos e significados. Levar músicas e poemas de compositores e poetas brasileiros para a sala de aula é um bom ponto de partida para um trabalho lúdico na alfabetização voltado para a arte e que, possivelmente, despertará o interesse das crianças não somente pela música, como também pela escrita. Retirar o leitor do senso comum e transportálo ao universo da subjetividade é uma das funções da poesia, já que suas nuances linguísticas permitem amplas interpretações e apropriações. Por isso, em primeiro lugar, o trabalho com o texto poético é a apreciação estética, a fruição, a percepção da relação entre o jogo sonoro e os significados, o brincar com as palavras e se deixar encantar, a percepção dos sentidos que o texto provoca. A interação das crianças com esse tipo de produção artística pode ser provocativa de muitas formas. É importante que elas percebam o ritmo dos versos e também possam brincar com eles de corpo inteiro: batendo palmas, batendo os pés, tocando um instrumento (chocalho, tambor), caminhando. Não é à toa que associamos poesia à música e que muitos poemas são musicados: o ritmo convoca. 3

5 As letras de canções são escritas para entrar na música e ambas se tornarem uma só composição. A música também chama o corpo para dançar. É possível brincar de criar novas letras para músicas, mudar uma palavra de forma a continuar a rimar, também se pode cantar uma letra em outro ritmo. A exploração dos recursos sonoros e rítmicos de uma letra de música ou de um poema, como rimas e aliterações, deve ser sempre de forma lúdica. Feira Cultural E. M. Profª. Consuelo Amora - Fortaleza/CE 4

6 Nas brincadeiras as crianças vão percebendo as relações sonoras e os significados. Depois de brincar, de forma mais solta fora das carteiras, pode-se brincar com o texto escrito do poema ou da letra da canção. Na leitura, as crianças podem observar as relações entre som e grafia - as palavras que rimam, por exemplo, têm o mesmo som final e a mesma grafia final das palavras. Além das brincadeiras, cabem recitais de poesia, leituras professora em sala de aula E. M. São Judas Tadeu - Miguel Pereira/RJ de poemas em voz alta para os colegas, festivais da canção como no episódio da série, entre outras formas de apresentação em público. Assim, as crianças além de entrar em contato com uma importante expressão artística, desenvolvem a oralidade, dilatam vocabulário, estabelecem relações letra-som, se divertem e são desafiadas a se apresentar em público. A ampliação dessas referências reverbera na formação cultural dos sujeitos em processo de alfabetização, dando voz e vez a todos. Criar situações em que as crianças possam cantar ou recitar poemas faz com que todos possam se colocar, se expressar, se comunicar, ainda que alguns sejam mais calados ou tímidos. Dar oportunidade de se apresentar em público é um importante trabalho de estímulo à autoestima das crianças, além de propiciar um espaço de coletividade e coesão do grupo. 5

7 Feira Cultural E. M. Profª. Consuelo Amora - Fortaleza/CE alunos em sala de aula E. M. São Judas Tadeu - Miguel Pereira/RJ sala de aula E. M. do Arraial Novo do Bom Jesus Recife/PE 6

8 ~ SUGESTAÃO DE ATIVIDADES Canções e poemas devem fazer parte do acervo da turma em diferentes suportes. O livro é fundamental como referência para que as crianças possam experimentar o contato com o objeto que guarda os poemas e possam ler e reler versos e estrofes. Mas cabem coletâneas de poemas ou de letras de canções organizadas em forma de brochura a partir das escolhas da turma, álbuns ilustrados pelas crianças, poemas gravados para serem ouvidos, performances poéticas e/ou musicais filmados, além de fichas com poemas e/ou com letra de canções para brincar de jogos diversos, como: jogo de mímica (jogo que consiste em sortear uma palavra e buscar uma canção em que ela apareça. Quem cantar a música primeiro ganha a partida.) Ainda que nem todos consigam ler o texto das fichas na íntegra, elas servem para consulta e leitura partilhada. Poemas e canções se articulam às diferentes linguagens e às diferentes mídias. Cabe a você, professor(a), criar situações em que estas articulações possam acontecer e que poemas e canções façam parte das interações. aluna em atividade de leitura - E. de Tempo Integral Aprígio Thomaz de Matos - Palmas(TO) 7

9 Ler o texto coletivamente, ressaltando rimas e aliterações também contribui para o processo de alfabetização. Mas veja, o principal do trabalho com poemas e canções é recitar, cantar, se encantar, entender o jogo poético que conjuga ritmo, sonoridade, significados e sentidos. Nos momentos em que você for explorar as canções, apresente as músicas no aparelho de som e, depois de dançar fora das carteiras, apresente também por escrito para que todos possam acompanhar a música lendo a letra. Isso faz com que as crianças vivenciem uma situação em que a escrita se faz necessária para se aprender a letra de uma música; faz com que elas compreendam que o que se canta pode também ser escrito. Você, professor(a), pode também usar a melodia de uma música conhecida e estimular as crianças a criarem novas letras com temas escolhidos pela turma. No caso de uma turma de crianças de seis anos, você deve ser o escriba e discutir sobre o ritmo, a escolha das palavras, a harmonia da letra da canção. alunos em aula de música E. M. Santa Rita de Cássia - Xerém(RJ) 8

10 DURAÇÃCAO, ~ DAS ATIVIDADES SUGERIDAS As atividades sugeridas indicam um processo pedagógico que pode ser ampliado e virar um projeto mais amplo. Portanto, o tempo é de difícil previsão. Sugerimos uma sequência de atividades que se inicia com a leitura de poemas pelo adulto, ou na audição da música (usar aparelho de som em altura audível no ambiente escolhido e com gravação de qualidade). Este momento pode ser com as crianças sentadas na roda no chão em espaço fora das carteiras. Depois da apreciação, uma brincadeira com o ritmo, envolvendo corpo todo e voz para prolongar e ampliar o momento inicial de apreciação. Uma conversa breve na roda sobre percepções e sensações a serem partilhadas em grupo é um terceiro momento sugerido. Num quarto momento, cabem dramatizações, desenhos, filmagens, fotografias - uma outra forma de dizer o que sentiu e apreciou. Depois destes movimentos, a leitura do poema ou da letra da canção pelas crianças. O interesse e o envolvimento do grupo em cada etapa é que vai marcar o ritmo do tempo. 9

11 AVALIAÇÃCAO, ~ A avaliação está diretamente relacionada ao que foi proposto. Como é contínua, sugerimos que você, professor(a), tenha o hábito de registrar o que está acontecendo na sua turma, seja por escrito (tenha sempre um caderninho com caneta por perto), seja em fotografia, áudio ou vídeo. Estes registros são materiais importantes para sua reflexão sobre as práticas pedagógicas que desenvolve e sobre as crianças. O que você propõe e como propõe, vai ser determinante nas ampliações das crianças. Nas atividades propostas, é importante registrar o momento da roda, quando as crianças poderão expressar suas percepções e sensações a partir da leitura dos poemas. alunos em atividade de leitura E. M. Prof. Consuelo Amora - Fortaleza/CE 10

12 ~ SUGESTÃAO DE ~ AMPLIACOÇÔES, outra estratégia para incentivar a leitura e a escrita é dar um primeiro verso pronto e estimular as crianças que criem, coletivamente, novos versos com rimas divertidas. O livro Não Confunda, da autora Eva Furnari, por exemplo, é um bom ponto de partida para essa brincadeira com as palavras. Estimuladas pela sonoridade e pela ludicidade dos versos criados por elas, o desenvolvimento da linguagem falada e escrita acontecerá de forma divertida, sem tarefas simplesmente a serem cumpridas. Montar um livro com as letras de música e versos feitos pela turma é outra ideia em que vale à pena investir. No processo de edição as crianças têm oportunidade de entrelaçar ideias, textos e desenhos, estabelecendo parcerias nas produções textuais e plásticas. A publicação de uma produção coletiva fortalece o grupo, estimula o desenvolvimento da leitura e da escrita e dá visibilidade ao fazer literário da turma. Para fechar, um sarau com as crianças dizendo poemas. Feira Cultural E. M. Prof. Consuelo Amora Fortaleza/CE 11

13 ~ SUGESTÃOES DE LEITURA AGUIAR, Vera (Coord). Poesia fora da estante. Porto Alegre; Editora Projeto; CPL/ PUCRS, CAPARELI, A 111 Poemas Infantis. BL&PM, FURNARI, Eva. Não confunda. São Paulo: Moderna, Video: asp&midiaid=228353&troncoid=539000&secaoid= Revista Emília in: Revista Tigre Albino in: Sites de poesia para crianças 12

14 facebook.com/tvescola twitter.com/tvescola youtube.com/tvescola tvescola.mec.com.br PRODUÇÃO REALIZAÇÃO Ministério da Educação

Mapa. CONSULTORAS Patrícia Corsino e Hélen A. Queiroz

Mapa. CONSULTORAS Patrícia Corsino e Hélen A. Queiroz Mapa CONSULTORAS Patrícia Corsino e Hélen A. Queiroz SINOPSE geral da série Chico, 6 anos, adora passar as tardes na estamparia de fundo de quintal do seu avô. Nela, Vô Manu construiu um Portal por onde

Leia mais

Cartão postal. CONSULTORAS Patrícia Corsino e Hélen A. Queiroz

Cartão postal. CONSULTORAS Patrícia Corsino e Hélen A. Queiroz Cartão postal CONSULTORAS Patrícia Corsino e Hélen A. Queiroz SINOPSE geral da série Chico, 6 anos, adora passar as tardes na estamparia de fundo de quintal do seu avô. Nela, Vô Manu construiu um Portal

Leia mais

Trava-línguas. CONSULTORAS Patrícia Corsino e Hélen A. Queiroz

Trava-línguas. CONSULTORAS Patrícia Corsino e Hélen A. Queiroz Trava-línguas CONSULTORAS Patrícia Corsino e Hélen A. Queiroz SINOPSE geral da série Chico, 6 anos, adora passar as tardes na estamparia de fundo de quintal do seu avô. Nela, Vô Manu construiu um Portal

Leia mais

Placas. CONSULTORAS Patrícia Corsino e Hélen A. Queiroz

Placas. CONSULTORAS Patrícia Corsino e Hélen A. Queiroz Placas CONSULTORAS Patrícia Corsino e Hélen A. Queiroz SINOPSE geral da série Chico, 6 anos, adora passar as tardes na estamparia de fundo de quintal do seu avô. Nela, Vô Manu construiu um Portal por onde

Leia mais

biblioteca CONSULTORAS Patrícia Corsino e Hélen A. Queiroz

biblioteca CONSULTORAS Patrícia Corsino e Hélen A. Queiroz biblioteca CONSULTORAS Patrícia Corsino e Hélen A. Queiroz SINOPSE geral da série Chico, 6 anos, adora passar as tardes na estamparia de fundo de quintal do seu avô. Nela, Vô Manu construiu um Portal por

Leia mais

Adivinhas. CONSULTORAS Patrícia Corsino e Hélen A. Queiroz

Adivinhas. CONSULTORAS Patrícia Corsino e Hélen A. Queiroz Adivinhas CONSULTORAS Patrícia Corsino e Hélen A. Queiroz SINOPSE geral da série Chico, 6 anos, adora passar as tardes na estamparia de fundo de quintal do seu avô. Nela, Vô Manu construiu um Portal por

Leia mais

Receita Culinária. CONSULTORAS Patrícia Corsino e Hélen A. Queiroz

Receita Culinária. CONSULTORAS Patrícia Corsino e Hélen A. Queiroz Receita Culinária CONSULTORAS Patrícia Corsino e Hélen A. Queiroz SINOPSE geral da série Chico, 6 anos, adora passar as tardes na estamparia de fundo de quintal do seu avô. Nela, Vô Manu construiu um Portal

Leia mais

EDUCAÇÃO MUSICAL MATERNAL II

EDUCAÇÃO MUSICAL MATERNAL II EDUCAÇÃO MUSICAL MATERNAL II Músicas infantis. Danças, músicas e personagens folclóricos. Conhecer textos e melodias folclóricos; Entoar músicas do folclore brasileiro; Dançar músicas folclóricas; Imitar

Leia mais

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL 1 TÍTULO DO PROGRAMA As letrinhas mágicas. 2 EPISÓDIO TRABALHADO Uma visita ao zoológico. 3 SINOPSE DO EPISÓDIO ESPECÍFICO As Vogais vão ao zoológico e têm contato com

Leia mais

Composição musical na educação infantil: uma experiência possível

Composição musical na educação infantil: uma experiência possível Composição musical na educação infantil: uma experiência possível Francine Kemmer Cernev francine@cernev.com.br Universidade Estadual de Londrina/ Colégio Nossa Senhora do Rosário, Cornélio Procópio/PR/

Leia mais

Formação de Português 2013/2014

Formação de Português 2013/2014 Formação de Português 2013/2014 Oficina de formação: Ler para compreender, interpretar, reagir e apreciar 6.ª sessão Objetivos do ensino da leitura de poesia Alimentar o gosto pela sonoridade da língua

Leia mais

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 34, Toledo PR Fone: 377-850 PLANEJAMENTO ANUAL DE MÚSICA SÉRIE: PRÉ I PROFESSOR: Carla Iappe

Leia mais

OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL. A prática da educação infantil deve se organizar de modo que as crianças desenvolvam as seguintes capacidades:

OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL. A prática da educação infantil deve se organizar de modo que as crianças desenvolvam as seguintes capacidades: OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ANUAL EDUCAÇÃO INFANTIL INFANTIL V - 2012 A prática da educação infantil deve se organizar de modo que as crianças desenvolvam as seguintes capacidades:

Leia mais

PROJETO DE LEITURA E ESCRITA. Era uma vez... E conte outra vez.

PROJETO DE LEITURA E ESCRITA. Era uma vez... E conte outra vez. PROJETO DE LEITURA E ESCRITA Era uma vez... E conte outra vez. CARACTERIZAÇÃO DO PROJETO TEMA; PROJETO DE LEITURA E ESCRITA. Era uma vez... E conte outra vez. INSTITUIÇÃO Escola Estadual Lino Villachá

Leia mais

MATERNAL I OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL

MATERNAL I OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL MATERNAL I OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL Desenvolver uma imagem positiva de si, atuando de forma cada vez mais independente, com a confiança em suas capacidades e percepção de suas limitações;

Leia mais

GUIA PEDAGÓGICO PARA OS PAIS Jardim I

GUIA PEDAGÓGICO PARA OS PAIS Jardim I EDUCAÇÃO INFANTIL Maceió, 12 de março de 2015. GUIA PEDAGÓGICO PARA OS PAIS Jardim I Senhores pais ou responsáveis Iniciamos esta semana os projetos pedagógicos do 1 Trimestre letivo. As turmas de Jardim

Leia mais

Manual de instruções. CONSULTORAS Patrícia Corsino e Hélen A. Queiroz

Manual de instruções. CONSULTORAS Patrícia Corsino e Hélen A. Queiroz Manual de instruções CONSULTORAS Patrícia Corsino e Hélen A. Queiroz SINOPSE geral da série Chico, 6 anos, adora passar as tardes na estamparia de fundo de quintal do seu avô. Nela, Vô Manu construiu um

Leia mais

PROJETO VERSOS COLORIDOS ONDE ESTÁ A POESIA?

PROJETO VERSOS COLORIDOS ONDE ESTÁ A POESIA? PROJETO VERSOS COLORIDOS ONDE ESTÁ A POESIA? TEREZINHA BASTOS (SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE CAXIAS-MA). Resumo VERSOS COLORIDOS ONDE ESTÁ A POESIA? é um projeto de incentivo à leitura e à escrita

Leia mais

EMEI PROTÁSIO ALVES Linguagem - Tecnologias e Mídias na Educação. Porto Alegre 2012

EMEI PROTÁSIO ALVES Linguagem - Tecnologias e Mídias na Educação. Porto Alegre 2012 EMEI PROTÁSIO ALVES Linguagem - Tecnologias e Mídias na Educação Porto Alegre 2012 Jacqueline Gomes de Aguiar jacqueaguiar@smed.prefpoa.com.br Profª de Educação Infantil, alfabetizadora, de Língua e Literatura,

Leia mais

Projeto de Leitura: Leitura em ação, solte a sua imaginação!

Projeto de Leitura: Leitura em ação, solte a sua imaginação! ESTADO DE SANTA CATARINA MUNICÍPIO DE JARAGUÁ DO SUL SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA ESCOLA MUNICIPAL DE ENSINO FUNDAMENTAL RENATO PRADI Projeto de Leitura: Leitura em ação, solte a sua imaginação!

Leia mais

PROJETO MAGIA DAS HISTÓRIAS INFANTIS

PROJETO MAGIA DAS HISTÓRIAS INFANTIS COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 PROJETO MAGIA DAS HISTÓRIAS INFANTIS SÉRIE: Berçário A Berçário

Leia mais

DIRETRIZES CURRICULARES NACIONAIS PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL

DIRETRIZES CURRICULARES NACIONAIS PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO - FNDE PROINFÂNCIA BAHIA UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA - UFBA FACULDADE DE EDUCAÇÃO - FACED DIRETRIZES CURRICULARES NACIONAIS PARA A

Leia mais

ESCOLA PIRLILIM / ANO 2015 PLANO DE UNIDADE PLANO DA I UNIDADE

ESCOLA PIRLILIM / ANO 2015 PLANO DE UNIDADE PLANO DA I UNIDADE ESCOLA PIRLILIM / ANO 2015 PLANO DE UNIDADE GRUPO: 7 PERÍODO: / à / ÁREA DO CONHECIMENTO: Música CARGA HORÁRIA: COMPETÊNCIAS E HABILIDADES PLANO DA I UNIDADE - Conhecer e criar novas melodias. - Desenvolver

Leia mais

1 o Período Educação Infantil

1 o Período Educação Infantil 1 o Período Educação Infantil Eixo temático: O tema Imaginação visa a estimular as distintas áreas de desenvolvimento integral das crianças, bem como favorecer o crescimento de suas habilidades e competências.

Leia mais

Comunicação JOGOS TEATRAIS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DO MATERNAL E EDUCAÇÃO INFANTIL

Comunicação JOGOS TEATRAIS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DO MATERNAL E EDUCAÇÃO INFANTIL Comunicação JOGOS TEATRAIS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DO MATERNAL E EDUCAÇÃO INFANTIL ROSA, Maria Célia Fernandes 1 Palavras-chave: Conscientização-Sensibilização-Transferência RESUMO A psicóloga Vanda

Leia mais

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL 1. TÍTULO DO PROGRAMA As Histórias do Senhor Urso 2. EPISÓDIO(S) TRABALHADO(S): O piado da coruja 3. SINOPSE DO(S) EPISÓDIO(S) ESPECÍFICO(S) O episódio O piado da Coruja

Leia mais

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA SEED/MEC UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE PROGRAMA DE FORMAÇÃO CONTINUADA MÍDIAS NA EDUCAÇÃO.

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA SEED/MEC UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE PROGRAMA DE FORMAÇÃO CONTINUADA MÍDIAS NA EDUCAÇÃO. SECRETARIA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA SEED/MEC UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE PROGRAMA DE FORMAÇÃO CONTINUADA MÍDIAS NA EDUCAÇÃO Ieda Maria Alves de Souza Laura Jane Pereira Fernandes Lia Jussara Leães

Leia mais

A Arte e as Crianças

A Arte e as Crianças A Arte e as Crianças A criança pequena consegue exteriorizar espontaneamente a sua personalidade e as suas experiências inter-individuais, graças aos diversos meios de expressão que estão à sua disposição.

Leia mais

10 Educação Musical: planejamento e atividades Conteúdo

10 Educação Musical: planejamento e atividades Conteúdo Planejamento de atividades lúdicas em Educação Musical Planejamento de atividades em Educação Musical Criando estratégias de ensino e aprendizagem musical Questões para pensar estratégias de ensino e aprendizagem

Leia mais

POESIA PRA QUÊ TE QUERO? UMA PERSPECTIVA DO TRABALHO COM POESIA NAS SÉRIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL

POESIA PRA QUÊ TE QUERO? UMA PERSPECTIVA DO TRABALHO COM POESIA NAS SÉRIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL POESIA PRA QUÊ TE QUERO? UMA PERSPECTIVA DO TRABALHO COM POESIA NAS SÉRIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL Rita de Cássia Rangel Alves Rita.alves_2007@hotmail.com Paula Sabrina Barbosa de Albuquerque Paulasabrina.ba@hotmail.com

Leia mais

CONCREGAÇÃO DAS IRMÃS MISSIONÁRIAS DA IMACULADA CONCEIÇÃO COLÉGIO SANTA CLARA PROJETO: SARAU DE POESIA

CONCREGAÇÃO DAS IRMÃS MISSIONÁRIAS DA IMACULADA CONCEIÇÃO COLÉGIO SANTA CLARA PROJETO: SARAU DE POESIA CONCREGAÇÃO DAS IRMÃS MISSIONÁRIAS DA IMACULADA CONCEIÇÃO COLÉGIO SANTA CLARA PROJETO: SARAU DE POESIA SANTARÉM-PARÁ 2010 I- IDENTIFICAÇÃO: COLÉGIO SANTA CLARA DIRETORA: Irmã Gizele Maria Pereira Marinho

Leia mais

Sistema Maxi no Ensino Fundamental I

Sistema Maxi no Ensino Fundamental I Sistema Maxi no Ensino Fundamental I Características do segmento Ensino Fundamental: Anos Iniciais compreende do 1º ao 5º ano a criança ingressa no 1º ano aos 6 anos de idade Fonte: shutterstock.com Material

Leia mais

Projetos. Outubro 2012

Projetos. Outubro 2012 Projetos Outubro 2012 Assunto de gente grande para gente pequena. No mês de outubro os brasileiros foram às urnas para eleger prefeitos e vereadores e a Turma da Lagoa não poderia ficar fora deste grande

Leia mais

EDUCAÇÃO INFANTIL LINGUAGEM ORAL E ESCRITA. Premissas básicas:

EDUCAÇÃO INFANTIL LINGUAGEM ORAL E ESCRITA. Premissas básicas: EDUCAÇÃO INFANTIL A Educação Infantil, enquanto segmento de ensino que propicia um maior contato formal da criança com o mundo que a cerca, deve favorecer a socialização da criança, permitir a interação

Leia mais

VIVENCIANDO MÚLTIPLAS LINGUAGENS NA BIBLIOTECA ESCOLAR: EXPERIÊNCIA DO PIBID/UEMS/PEDAGOGIA

VIVENCIANDO MÚLTIPLAS LINGUAGENS NA BIBLIOTECA ESCOLAR: EXPERIÊNCIA DO PIBID/UEMS/PEDAGOGIA VIVENCIANDO MÚLTIPLAS LINGUAGENS NA BIBLIOTECA ESCOLAR: EXPERIÊNCIA DO PIBID/UEMS/PEDAGOGIA Gabriela Arcas de Oliveira¹; Joice Gomes de Souza²; Giana Amaral Yamin³. UEMS- CEP, 79804970- Dourados-MS, ¹Bolsista

Leia mais

A importância da leitura na fase infantil.

A importância da leitura na fase infantil. EDIÇÃO II VOLUME 3 01/04/2011 A importância da leitura na fase infantil. O desenvolvimento de interesses e hábitos permanentes de leitura é um processo constante, que principia no lar, aperfeiçoa-se sistematicamente

Leia mais

1ª a 5ª série. (Pró-Letramento, fascículo 1 Capacidades Linguísticas: Alfabetização e Letramento, pág.18).

1ª a 5ª série. (Pró-Letramento, fascículo 1 Capacidades Linguísticas: Alfabetização e Letramento, pág.18). SUGESTÕES PARA O APROVEITAMENTO DO JORNAL ESCOLAR EM SALA DE AULA 1ª a 5ª série A cultura escrita diz respeito às ações, valores, procedimentos e instrumentos que constituem o mundo letrado. Esse processo

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Viajando através da Poesia

Mostra de Projetos 2011. Viajando através da Poesia Mostra de Projetos 2011 Viajando através da Poesia Mostra Local de: Arapongas Categoria do projeto: Projetos em implantação, com resultados parciais. Nome da Instituição/Empresa: (campo não preenchido)

Leia mais

Apresentação. Práticas Pedagógicas Língua Portuguesa. Situação 5 Lendo e vivendo poemas. Recomendada para EF II ou EM. Tempo previsto: 4 aulas

Apresentação. Práticas Pedagógicas Língua Portuguesa. Situação 5 Lendo e vivendo poemas. Recomendada para EF II ou EM. Tempo previsto: 4 aulas Práticas Pedagógicas Língua Portuguesa Situação 5 Lendo e vivendo poemas Recomendada para EF II ou EM Tempo previsto: 4 aulas Elaboração: Equipe Técnica da CENP Apresentação Ler é um ato de recriação praticado

Leia mais

Propiciar a socialização da criança através da participação numa comunidade mais ampla, onde descubra e domine regras próprias do convívio social.

Propiciar a socialização da criança através da participação numa comunidade mais ampla, onde descubra e domine regras próprias do convívio social. EDUCAÇÃO INFANTIL OBJETIVOS GERAIS Conhecimento do Mundo Formação Pessoal e Social Movimento Linguagem Oral e Escrita Identidade e Autonomia Música Natureza e Sociedade Artes Visuais Matemática OBJETIVOS

Leia mais

PROGRAMA DE METODOLOGIA DO ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA 11ª Classe

PROGRAMA DE METODOLOGIA DO ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA 11ª Classe PROGRAMA DE METODOLOGIA DO ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA 11ª Classe Formação de Professores para o Pré-Escolar e para o Ensino Primário Opção: Ensino Primário Ficha Técnica Título Programa de Metodologia

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. DINIS

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS D. DINIS 1 NOTA INTRODUTÓRIA Programa Música - AEC (1º e 2º Ano - 1º CEB) (Adaptação do Programa do 1º Ciclo Plano da Meloteca) No âmbito da Expressão e Educação Musical, ao abrigo do Despacho n.º 9265-B/2013,

Leia mais

OFICINA DE POESIA, PROSA E MUSICALIZAÇÃOINFANTIL A MELODIA DA IMAGINAÇÃO

OFICINA DE POESIA, PROSA E MUSICALIZAÇÃOINFANTIL A MELODIA DA IMAGINAÇÃO OFICINA DE POESIA, PROSA E MUSICALIZAÇÃOINFANTIL ( para Secretarias de Educação e Escolas ) A MELODIA DA IMAGINAÇÃO ( CANTANDO E RECONTANDO A LITERATURA INFANTIL) OFICINEIRO: CARLOS HERACLITO MELLO NEVES

Leia mais

Projeto: Teatro Infantil

Projeto: Teatro Infantil Cooperativa de Ensino e Cultura de Santa Rita Projeto: Teatro Infantil O teatro é a poesia que sai do livro e se faz humana. (Frederico Garcia Lorca) 1 Unidade Executora: Coordenação Pedagógica, Grupo

Leia mais

PROJETO TERRA CHÃO - DANÇA E ARTE

PROJETO TERRA CHÃO - DANÇA E ARTE PROJETO TERRA CHÃO - DANÇA E ARTE 1. JUSTIFICATIVA A região do Baixo Tocantins apresenta-se na área cultural e artística, é um grande celeiro de talentos, que vem enraizado culturalmente em nosso povo,

Leia mais

NOME DO PROJETO PROJETO MERGULHANDO NA LEITURA 2013 PÚBLICO ALVO Educação Infantil e Ensino Fundamental I

NOME DO PROJETO PROJETO MERGULHANDO NA LEITURA 2013 PÚBLICO ALVO Educação Infantil e Ensino Fundamental I NOME DO PROJETO PROJETO MERGULHANDO NA LEITURA 2013 PÚBLICO ALVO Educação Infantil e Ensino Fundamental I OBJETIVOS GERAIS: Promover o hábito da leitura entre os alunos; Proporcionar ao aluno o prazer

Leia mais

A LINGUAGEM ESCRITA COMO UMA DAS MÚLTIPLAS

A LINGUAGEM ESCRITA COMO UMA DAS MÚLTIPLAS A LINGUAGEM ESCRITA COMO UMA DAS MÚLTIPLAS LINGUAGENS DA CRIANÇA Professor(a), no tema anterior, A criança de seis anos no ensino fundamental, falamos sobre quem são e como são essas crianças que ingressam

Leia mais

Aprenda inglês cantando Como ensinar inglês sem saber falá-lo?

Aprenda inglês cantando Como ensinar inglês sem saber falá-lo? Aprenda inglês cantando Como ensinar inglês sem saber falá-lo? Taklit Publishing & Productions 22, rue de Fleurus 75006 Paris France All rights reserved 2012 Você compreende essa frase? This is a cat.

Leia mais

Dados da Aula: Oficina de poesia para o 4º ano do Ensino Fundamental, com duração de duas aulas.

Dados da Aula: Oficina de poesia para o 4º ano do Ensino Fundamental, com duração de duas aulas. Dados da Aula: Oficina de poesia para o 4º ano do Ensino Fundamental, com duração de duas aulas. Título da Aula: Brincando com palavras Conteúdo da Aula Tipologia textual: Poema; Verso e estrofe; Produção

Leia mais

Projeto Iniciação Musical no Jardim de Infância

Projeto Iniciação Musical no Jardim de Infância Projeto Iniciação Musical no Jardim de Infância ( ) o movimento, o cantar e o tocar se tornam um todo ( ) Com base na espontaneidade dos jogos musicais e corporais das crianças, que têm, na sua base razões

Leia mais

Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades;

Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades; INFANTIL I OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL Desenvolver uma imagem positiva de si, atuando de forma cada vez mais independente, com a confiança em suas capacidades e percepção de suas limitações:

Leia mais

GUIA PEDAGÓGICO PARA OS PAIS 1 ano

GUIA PEDAGÓGICO PARA OS PAIS 1 ano EDUCAÇÃO INFANTIL Maceió, 02 de outubro de 2015. GUIA PEDAGÓGICO PARA OS PAIS 1 ano Senhores pais ou responsáveis Seguem abaixo os temas, objetivos, atividades e evento de culminância dos projetos a serem

Leia mais

PROGRAMA DE CONTEÚDOS 2014

PROGRAMA DE CONTEÚDOS 2014 C O L É G I O L A S A L L E Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Guarani, 2000 - Fone (045) 3252-1336 - Fax (045) 3379-5822 http://www.lasalle.edu.br/toledo/ PROGRAMA DE 2014 DISCIPLINA: LINGUAGEM

Leia mais

Elementos da Prática Pedagógica na Educação Infantil

Elementos da Prática Pedagógica na Educação Infantil Elementos da Prática Pedagógica na Educação Infantil Claudia Maria da Cruz Consultora Educacional FEVEREIRO/2015 AMOSC-EGEM-FECAM Cuidar e educar como aspectos integrados; Construção de um currículo que

Leia mais

PROJETO DE LEITURA PRÉ-LEITURA

PROJETO DE LEITURA PRÉ-LEITURA PROJETO DE LEITURA PRÉ-LEITURA ATIVIDADES ANTERIORES À LEITURA INTENÇÃO: LEVANTAR HIPÓTESES SOBRE A AUTORA, SOBRE O LIVRO, INSTIGAR A CURIOSIDADE E AMPLIAR O REPERTÓRIO DO ALUNO Para o professor Ou isto

Leia mais

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL 1. TÍTULO DO PROGRAMA As Histórias do Senhor Urso. 2. EPISÓDIO TRABALHADO A Prima do Coelho. 3. SINOPSE DO EPISÓDIO ESPECÍFICO Os brinquedos ouvem batidos na porta: é

Leia mais

Para pensar o. livro de imagens. Para pensar o Livro de imagens

Para pensar o. livro de imagens. Para pensar o Livro de imagens Para pensar o livro de imagens ROTEIROS PARA LEITURA LITERÁRIA Ligia Cademartori Para pensar o Livro de imagens 1 1 Texto visual Há livros compostos predominantemente por imagens que, postas em relação,

Leia mais

Área de Formação Pessoal e Social

Área de Formação Pessoal e Social Área de Formação Pessoal e Social Identidade/ Auto-estima Independência/ Autonomia Convivência democrática/ Cidadania Brincar com o outro (s); Ouvir os outros; Saber identificar-se a si e o outro; Esperar

Leia mais

Atividades Pedagógicas. Agosto 2014

Atividades Pedagógicas. Agosto 2014 Atividades Pedagógicas Agosto 2014 EM DESTAQUE Acompanhe aqui um pouco do dia-a-dia de nossos alunos em busca de novos aprendizados. ATIVIDADES DE SALA DE AULA GRUPO II A GRUPO II B GRUPO II C GRUPO II

Leia mais

AULA DE PORTUGUÊS: CRIAÇÃO DE POEMAS

AULA DE PORTUGUÊS: CRIAÇÃO DE POEMAS AULA DE PORTUGUÊS: CRIAÇÃO DE POEMAS Até onde vai a força da Motivação? Glorinha Aguiar glorinhaaguiar@uol.com.br Uma proposta criativa motivadora na sala de aula pode deixar o professor bem impressionado

Leia mais

Valquiria Floriani Munzfeld

Valquiria Floriani Munzfeld A Blu Editora conquistou um importante espaço no mercado editorial, em pouco mais de três anos. Consolidamos a marca como sinônimo de qualidade e nossos produtos são, hoje, opções para todos os gostos

Leia mais

Poesia A Arte de brincar e aprender com as palavras. Prof. José Urbano

Poesia A Arte de brincar e aprender com as palavras. Prof. José Urbano Poesia A Arte de brincar e aprender com as palavras Prof. José Urbano O que vamos pensar: A Literatura e a Sociedade Funções e desdobramentos da Literatura Motivação Poesia Em hipótese alguma a literatura

Leia mais

Planificação MÚSICA TIMORENSE NO 2.º CICLO: APRENDIZAGENS ARTÍSTICAS E CULTURAIS

Planificação MÚSICA TIMORENSE NO 2.º CICLO: APRENDIZAGENS ARTÍSTICAS E CULTURAIS MÚSICA TIMORENSE NO 2.º CICLO: APRENDIZAGENS ARTÍSTICAS E CULTURAIS Sessão n.º 1 1- Apresentação do projeto: objectivos e finalidades; 2- Apresentação dos objetivos e finalidades; 3- Música Timorense (He-le-le);

Leia mais

O QUE O REFERENCIAL CURRICULAR NACIONAL PARA EDUCAÇÃO INFANTIL ESCLARECE SOBRE A EDUCAÇÃO MUSICAL NO CONTEXTO ESCOLAR?

O QUE O REFERENCIAL CURRICULAR NACIONAL PARA EDUCAÇÃO INFANTIL ESCLARECE SOBRE A EDUCAÇÃO MUSICAL NO CONTEXTO ESCOLAR? 1123 O QUE O REFERENCIAL CURRICULAR NACIONAL PARA EDUCAÇÃO INFANTIL ESCLARECE SOBRE A EDUCAÇÃO MUSICAL NO CONTEXTO ESCOLAR? Everton Tomiazzi 1, Luciana Carolina Fernandes de Faria 2, Raquel Rosan Christino

Leia mais

Marcos de Aprendizagem de Língua Inglesa

Marcos de Aprendizagem de Língua Inglesa PREFEITURA MUNICIPAL DE SALVADOR Secretaria Municipal da Educação e Cultura SMEC Coordenação de Ensino e Apoio Pedagógico CENAP Marcos de Aprendizagem de Língua Inglesa Ciclo de Aprendizagem I e II MARCOS

Leia mais

Currículo Referência em Música Ensino Médio

Currículo Referência em Música Ensino Médio Currículo Referência em Música Ensino Médio 1º ANO - ENSINO MÉDIO Objetivos Conteúdos Expectativas - Conhecer a área de abrangência profissional da arte e suas características; - Reconhecer e valorizar

Leia mais

DIRETRIZES CURRICULARES Disciplina: Linguagem. Períodos: Infantil 4 1º, 2º, 3º. Conteúdo

DIRETRIZES CURRICULARES Disciplina: Linguagem. Períodos: Infantil 4 1º, 2º, 3º. Conteúdo Linguagem Letras do alfabeto Nome próprio, nome da escola, histórias Nome das profissões, histórias, músicas Histórias, nome das plantas Histórias em quadrinho, brincadeiras, nome dos brinquedos Nome dos

Leia mais

O canto coletivo, ensinando a canção Samba lelê

O canto coletivo, ensinando a canção Samba lelê O canto coletivo é a prática musical mais elementar na educação musical, grandes educadores musicais como Dalcroze, Kodaly, Willems, Villa-Lobos e outros, utilizavam a voz e o canto coletivo como ponto

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL DE MATERNAL I

PLANEJAMENTO ANUAL DE MATERNAL I COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 PLANEJAMENTO ANUAL DE MATERNAL I SÉRIE: EDUCAÇÃO INFANTIL MATERNAL

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANTÓNIO FEIJÓ

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANTÓNIO FEIJÓ FORMAÇÃO PESSOAL E SOCIAL 1 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANTÓNIO FEIJÓ EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR REGISTO DE OBSERVAÇÃO / AVALIAÇÃO Nome Data de Nascimento / / Jardim de Infância de Educadora de Infância AVALIAÇÃO

Leia mais

LER a partir dos 6 anos GUIA DE LEITURA MARIAALZIRACABRAL. Histórias a rimar. para ler e brincar ALEXANDRE PARAFITA. Ilustrações de Elsa Navarro

LER a partir dos 6 anos GUIA DE LEITURA MARIAALZIRACABRAL. Histórias a rimar. para ler e brincar ALEXANDRE PARAFITA. Ilustrações de Elsa Navarro LER a partir dos 6 anos GUIA DE LEITURA MARIAALZIRACABRAL Histórias a rimar para ler e brincar ALEXANDRE PARAFITA Ilustrações de Elsa Navarro Apresentação da obra Trata-se de um conjunto de poemas curtos,

Leia mais

Coordenadoras: Enalva de Santana Santos e Márcia Soares Ramos Alves

Coordenadoras: Enalva de Santana Santos e Márcia Soares Ramos Alves TEMA : BRINCANDO E APRENDENDO NA ESCOLA Coordenadoras: Enalva de Santana Santos e Márcia Soares Ramos Alves Autora: Prof a Cássia de Fátima da S. Souza PÚBLICO ALVO Alunos de 04 anos TEMA: BRINCANDO E

Leia mais

Projeto Lendo desde Pequeninos : Uma Biblioteca na Escola de Educação Infantil

Projeto Lendo desde Pequeninos : Uma Biblioteca na Escola de Educação Infantil Projeto Lendo desde Pequeninos : Uma Biblioteca na Escola de Educação Infantil - Justificativa: O projeto Lendo desde Pequeninos : Uma Biblioteca na Escola de Educação Infantil iniciou no segundo semestre

Leia mais

Circuito de Oficinas: Mediação de Leitura em Bibliotecas Públicas

Circuito de Oficinas: Mediação de Leitura em Bibliotecas Públicas Circuito de Oficinas: Mediação de Leitura em Bibliotecas Públicas outubro/novembro de 2012 A leitura mediada na formação do leitor. Professora Marta Maria Pinto Ferraz martampf@uol.com.br A leitura deve

Leia mais

PARA SABER MAIS. Consulte o site do IAB www.alfaebeto.org.br COLEÇÃO PEQUENOS LEITORES GUIA DE LEITURA. Cabe aqui na minha mão!

PARA SABER MAIS. Consulte o site do IAB www.alfaebeto.org.br COLEÇÃO PEQUENOS LEITORES GUIA DE LEITURA. Cabe aqui na minha mão! CLÁUDIO MARTINS & MAURILO ANDREAS PARA SABER MAIS Consulte o site do IAB www.alfaebeto.org.br COLEÇÃO PEQUENOS LEITORES LÚCIA HIRATSUKA JASON GARDNER Priscilla Kellen Cabe aqui na minha mão! Frutas GUIA

Leia mais

PARA SABER MAIS. Consulte o site do IAB www.alfaebeto.org.br COLEÇÃO PEQUENOS LEITORES GUIA DE LEITURA. Cabe aqui na minha mão!

PARA SABER MAIS. Consulte o site do IAB www.alfaebeto.org.br COLEÇÃO PEQUENOS LEITORES GUIA DE LEITURA. Cabe aqui na minha mão! CLÁUDIO MARTINS & MAURILO ANDREAS PARA SABER MAIS Consulte o site do IAB www.alfaebeto.org.br COLEÇÃO PEQUENOS LEITORES LÚCIA HIRATSUKA JASON GARDNER Priscilla Kellen Cabe aqui na minha mão! Frutas GUIA

Leia mais

CAIXA MÁGICA. Sala 6 Língua Portuguesa EF I. E.E. Heidi Alves Lazzarini. Professora Apresentadora: Renata Lujan dos Santos Mufalo.

CAIXA MÁGICA. Sala 6 Língua Portuguesa EF I. E.E. Heidi Alves Lazzarini. Professora Apresentadora: Renata Lujan dos Santos Mufalo. CAIXA MÁGICA Sala 6 Língua Portuguesa EF I E.E. Heidi Alves Lazzarini Professora Apresentadora: Renata Lujan dos Santos Mufalo Realização: Justificativa Toda história, por mais simples que pareça, transmite

Leia mais

Autora: SUELY BARROS BERNARDINO DA SILVA. Secretaria de Estado de Educação do Amazonas LEITURA: UM CAMINHO PARA O CONHECIMENTO INTRODUÇÃO

Autora: SUELY BARROS BERNARDINO DA SILVA. Secretaria de Estado de Educação do Amazonas LEITURA: UM CAMINHO PARA O CONHECIMENTO INTRODUÇÃO Autora: SUELY BARROS BERNARDINO DA SILVA Secretaria de Estado de Educação do Amazonas LEITURA: UM CAMINHO PARA O CONHECIMENTO INTRODUÇÃO Este foi um projeto piloto, o qual consistiu em desenvolver um trabalho

Leia mais

O PAPEL DA CONTAÇÃO DE HISTÓRIA NA EDUCAÇÃO INFANTIL

O PAPEL DA CONTAÇÃO DE HISTÓRIA NA EDUCAÇÃO INFANTIL 0 O PAPEL DA CONTAÇÃO DE HISTÓRIA NA EDUCAÇÃO INFANTIL 1 O PAPEL DA CONTAÇÃO DE HISTÓRIA NA EDUCAÇÃO INFANTIL Renato da Guia Oliveira 2 FICHA CATALOGRÁFICA OLIVEIRA. Renato da Guia. O Papel da Contação

Leia mais

2012/13 [PLANO ANUAL - AEC DE EXPRESSÃO MUSICAL]

2012/13 [PLANO ANUAL - AEC DE EXPRESSÃO MUSICAL] 2012/13 [PLANO ANUAL - AEC DE EXPRESSÃO MUSICAL] Plano Anual de Expressão Musical Ano Letivo 2012/2013 Introdução: Esta atividade pretende que os alunos fortaleçam o gosto natural pela expressão musical

Leia mais

Núcleo de Educação Infantil Solarium

Núcleo de Educação Infantil Solarium 0 APRESENTAÇÃO A escola Solarium propõe um projeto de Educação Infantil diferenciado que não abre mão do espaço livre para a brincadeira onde a criança pode ser criança, em ambiente saudável e afetivo

Leia mais

Desenvolvimento Eixo movimento - crianças de 4 a 8 meses. Objetivos Dimensões Atividades Material Indicador. Reconhecimento progressivo de segmentos

Desenvolvimento Eixo movimento - crianças de 4 a 8 meses. Objetivos Dimensões Atividades Material Indicador. Reconhecimento progressivo de segmentos Desenvolvimento Eixo movimento - de 4 a 8 meses. Objetivos Dimensões Atividades Material Indicador. Reconhecimento progressivo de segmentos Papel laminado. Espelho de parede. e elementos do próprio Almofadas.

Leia mais

II MoQueCa Festival Capixaba da Canção Espírita Mocidade Que Canta - Regulamento -

II MoQueCa Festival Capixaba da Canção Espírita Mocidade Que Canta - Regulamento - Da Promoção Artigo 1º. O II Festival Capixaba da Canção Espírita Mocidade Que Canta II MoQueCa é uma iniciativa do Projeto Arte Espírita Eu Apoio e conta com o apoio da CEC Casa Espírita Cristã (Vila Velha/ES),

Leia mais

CURRÍCULO UNIFICADO PARA A EDUCAÇÃO BÁSICA BERÇÁRIO e INICIAL 1º BIMESTRE - BERÇÁRIO e INICIAL

CURRÍCULO UNIFICADO PARA A EDUCAÇÃO BÁSICA BERÇÁRIO e INICIAL 1º BIMESTRE - BERÇÁRIO e INICIAL CUÍCULO UNFCDO P DUCÇÃO BÁC BÇÁO e NCL 1º BM - BÇÁO e NCL Á OND CHG CONÚDO / VDD MMÁC o estabelecimento de aproximações a algumas noções matemáticas presentes no cotidiano. equência numérica por meio da

Leia mais

As 11 dúvidas mais frequentes

As 11 dúvidas mais frequentes As 11 dúvidas mais frequentes Deyse Campos Assessora de Educação Infantil dcampos@positivo.com.br Frequentemente recebemos solicitações de professores de escolas que estão utilizando o Sistema Positivo

Leia mais

A GENTE RECRIA POESIAS COM PALAVRAS E IMAGENS

A GENTE RECRIA POESIAS COM PALAVRAS E IMAGENS A GENTE RECRIA POESIAS COM PALAVRAS E IMAGENS Diana Carvalho (E. M. Argentina Sala de Leitura) Eixo temático: Fazendo escola com múltiplas linguagens RESUMO Este texto relata uma experiência em leitura

Leia mais

Leya Leituras Projeto de Leitura

Leya Leituras Projeto de Leitura Leya Leituras Projeto de Leitura Nome do livro: Curuminzice Coleção: Aldeia Autor: Tiago Hakiy Nacionalidade do autor: Brasileira Currículo do autor: De origem Sateré-Mawé, povo indígena que habita a região

Leia mais

Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades;

Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades; INFANTIL II OBJETIVOS GERAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL Desenvolver uma imagem positiva de si, atuando de forma cada vez mais independente, com a confiança em suas capacidades e percepção de suas limitações:

Leia mais

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL

DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL DICA PEDAGÓGICA EDUCAÇÃO INFANTIL 1. TÍTULO DO PROGRAMA As Histórias do Senhor Urso. 2. EPISÓDIO(S) TRABALHADO(S) O Desfile a fantasia. 3. SINOPSE DO(S) EPISÓDIO(S) ESPECÍFICO(S) O episódio O desfile a

Leia mais

TRANSPARÊNCIA INSTITUCIONAL PROJETO BOA SEMENTE OFICINA SEMEANDO MOVIMENTO

TRANSPARÊNCIA INSTITUCIONAL PROJETO BOA SEMENTE OFICINA SEMEANDO MOVIMENTO TRANSPARÊNCIA INSTITUCIONAL PROJETO BOA SEMENTE OFICINA SEMEANDO MOVIMENTO O Orfanato Evangélico, através do Projeto Boa Semente, desenvolveu atividades direcionadas as crianças de 1 mês a 1 ano de idade,

Leia mais

Leya Leituras Projeto de Leitura

Leya Leituras Projeto de Leitura Leya Leituras Projeto de Leitura Nome do livro: O ciclo do pão Autoras: Cristina Quental e Mariana Magalhães Currículo das autoras: Cristina Quental é educadora infantil e alterna o trabalho na escola

Leia mais

PALAVRAS QUE BRINCAM: A EXPERIÊNCIA LITERÁRIA DA ONG EMCANTAR COM ALUNOS DE ESCOLAS PÚBLICAS DE UBERLÂNDIA MG

PALAVRAS QUE BRINCAM: A EXPERIÊNCIA LITERÁRIA DA ONG EMCANTAR COM ALUNOS DE ESCOLAS PÚBLICAS DE UBERLÂNDIA MG PALAVRAS QUE BRINCAM: A EXPERIÊNCIA LITERÁRIA DA ONG EMCANTAR COM ALUNOS DE ESCOLAS PÚBLICAS DE UBERLÂNDIA MG ANA PAULA RABELO (ASSOCIAÇÃO EMCANTAR DE ARTE EDUCAÇÃO CULTURA E MEIO AMBIENTE). Resumo Ver

Leia mais

MINHA HISTÓRIA, MINHA VIDA

MINHA HISTÓRIA, MINHA VIDA ESCOLA ESTADUAL ALMIRANTE TOYODA-2014 PROJETO IDENTIDADE MINHA HISTÓRIA, MINHA VIDA TURMA: 1º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL (AZALÉIA E ACÁCIA) PROFESSORAS: GENISMEYRE E LUCILEILA Projeto Identidade Público

Leia mais

Sala: 3 meses aos 12 meses (Berçário 1 e 2) Educadora: Rita Gomes

Sala: 3 meses aos 12 meses (Berçário 1 e 2) Educadora: Rita Gomes Sala: 3 meses aos 12 meses (Berçário 1 e 2) Educadora: Rita Gomes SETEMBRO Adaptação A escola e o grupo Outono Observar o meio envolvente Adaptar-se ao espaço e ao grupo Explorar o meio envolvente Criar

Leia mais

Maternal B. A adaptação foi um período bastante especial para a turma do Maternal, com muitas novidades.

Maternal B. A adaptação foi um período bastante especial para a turma do Maternal, com muitas novidades. Relatório de Grupo Maternal B 2013 Neste relatório, desejamos compartilhar com vocês o início da história do nosso grupo, contando como foram os primeiros dias e as primeiras descobertas. A adaptação foi

Leia mais

A ARTE DE CONTAR HISTÓRIAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL

A ARTE DE CONTAR HISTÓRIAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL A ARTE DE CONTAR HISTÓRIAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL EVELISE RAQUEL DE PONTES (UNESP). Resumo O ato de contar histórias para crianças da educação infantil é a possibilidade de sorrir, criar, é se envolver com

Leia mais

HORA DO CONTO: NA EDUCAÇÃO INFANTIL... 1019

HORA DO CONTO: NA EDUCAÇÃO INFANTIL... 1019 HORA DO CONTO: NA EDUCAÇÃO INFANTIL... 1019 HORA DO CONTO: NA EDUCAÇÃO INFANTIL. Evelise Raquel de Pontes Mariane Soares Sana Orientadora: Renata Junqueira de Souza. Instituição: Universidade Estadual

Leia mais

METAS DE APRENDIZAGEM (3 anos)

METAS DE APRENDIZAGEM (3 anos) METAS DE APRENDIZAGEM (3 anos) 1. CONHECIMENTO DO MUNDO Revelar curiosidade e desejo de saber; Explorar situações de descoberta e exploração do mundo físico; Compreender mundo exterior mais próximo e do

Leia mais

REUNIÃO DE PAIS 1º ANO C e D 1º SEMESTRE/2012 PROFESSORAS: JULIANA E MARCELA

REUNIÃO DE PAIS 1º ANO C e D 1º SEMESTRE/2012 PROFESSORAS: JULIANA E MARCELA REUNIÃO DE PAIS 1º ANO C e D 1º SEMESTRE/2012 PROFESSORAS: JULIANA E MARCELA PROPÓSITOS DA REUNIÃO Apresentar o trabalho que será realizado no decorrer do ano letivo, em cada área do conhecimento. Compartilhar

Leia mais

PNAIC/2015 TERCEIRO CICLO DE FORMAÇÃO. Módulo V. A Criança, a Educação Infantil e o Ensino Fundamental de Nove Anos

PNAIC/2015 TERCEIRO CICLO DE FORMAÇÃO. Módulo V. A Criança, a Educação Infantil e o Ensino Fundamental de Nove Anos PNAIC/2015 TERCEIRO CICLO DE FORMAÇÃO Módulo V A Criança, a Educação Infantil e o Ensino Fundamental de Nove Anos Alexsandro da Silva Solange Alves de Oliveira Mendes EDUCAÇÃO INFANTIL Continuidade e Ampliação

Leia mais