E.B 2,3 Cadaval Prof.: Maria das Dores

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "E.B 2,3 Cadaval Prof.: Maria das Dores"

Transcrição

1 E.B 2,3 Cadaval Prof.: Maria das Dores Trabalho Elaborado por: Francisco Romão 6ºB Nº9 Joana Machado 6ºB Nº12

2 Introduçao 1 Vida de Isabel Alçada 2 O seu caminho escolar 3 As colecções mais importantes 4 A vida depois de autora 5 Algumas obras de Isabel Alçada 6 Bibliogarafia 7 Conclusao 8 Fim 9

3 Olá Nos escolhemos esta escritora portuguesa de seu nome Isabel Alçada porque entrou muito no mundo dos jovens e escreveu vários livros como Uma Aventura entre outros. 1

4 Isabel Alçada nasceu em Lisboa a 29 de Maio de 1950, filha mais velha de uma família maioritariamente feminina. A casa estava sempre cheia de tias e primas de todas as idades, gente muito alegre e comunicativa. As crianças ocupavam o primeiro lugar, mas todas se submetiam à autoridade paterna, uma autoridade firme, positiva, criativa. Era o pai quem convidava os amigos, organizava passeios, jogos, piqueniques, viagens. Era também o grande contador de histórias, um permanente estímulo intelectual para as três filhas. 2

5 Licenciou-se em Filosofia na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Ainda estudante, casou, teve uma filha e começou a trabalhar na Psicoforma -Centro de Formação e Orientação Profissional. Concluído o curso, ingressou -na Direcção-Geral de Educação Permanente do Ministério da Educação, de -onde transitou para o Secretariado da Reestruturação do Ensino Secundário - em 1975/1976. Em Setembro de 1976 iniciou a actividade docente como professora de Português e História do 2.o ciclo. Nesse mesmo ano fez o Estágio Pedagógico na Escola Preparatória Fernando Pessoa, em Lisboa, sendo convidada no ano seguinte para trabalhar na Formação de Professores como orientadora de estágio. Nessa qualidade participou em diversos cursos e seminários sobre a didáctica da História realizados no País e no estrangeiro. Mais tarde desempenhou funções no Conselho Directivo da sua escola, acumulando com um cargo na direcção do Sindicato dos Professores da Grande 3

6 A partir de 1982, começam a publicar, em conjunto, livros para jovens na colecção Uma Aventura que tiveram enorme êxito entre os seus leitores. Esse êxito animou-as a prosseguir e surgem outras publicações. Têm hoje uma vasta obra que inclui: ficção, histórias e lendas, História e em que se pode sempre reconhecer a sua constante preocupação em transmitir conhecimentos, mas sobretudo, em criar nos jovens o gosto pela leitura. Entre os seus interesses e preferências encontram-se a leitura, o cinema, a música Gostam da vida em família, de ir à praia e estão sempre disponíveis para falar com os jovens nas escolas do seu país. Com eles dialogam com a mesma facilidade e clareza com que para eles escrevem. 4

7 A partir de 1985 integrou o quadro de professores da Escola Superior de Educação de Lisboa, onde continua a leccionar, acumulando o ensino com a coordenação da Biblioteca-Centro de Recursos. Em 1987 foi convidada pela Comissão da Comunidade Europeia para integrar uma equipa de especialistas europeus em formação de professores, tendo realizado, em parceria com os técnicos dos outros países comunitários, o estudo Estratégias de Formação de Professores nos Países da CEE. Efectuou a preparação do doutoramento em Ciências da Educação na Universidade de Liège. No ano lectivo 1995/1996 foi nomeada pelo ministro da Educação coordenadora do grupo de trabalho encarregado de conceber a rede de bibliotecas escolares, e no ano lectivo de 1996/1997 foi nomeada para coordenar a equipa encarregada de estudar a problemática do livro escolar. Em Janeiro de 2001 assumiu o cargo de Administradora da Fundação de Serralves, em regime de voluntariad o. A par desta intensa actividade no domínio da educação, estreou-se como escritora de livros infanto-juvenis em parceria com Ana Maria Magalhães em Os seus livros, que marcaram uma viragem na história da literatura infantil portuguesa, reflectem a longa e rica experiência educativa, são eco de uma infância e juventude particularmente felizes e traduzem o seu enorme talento para comunicar com os mais novos. 5

8 6

9 www. Google. Com www. Isabel Alçada. Com 7

10 Neste trabalho aprendemos varias coisas sobre a Isabel Alçada, e espero que vocês também. 8

11 Obrigado pela atenção!

Principais actividades e responsabilidades Coordenadora de Formação Organização e coordenação dos diversos Cursos e Masters do Centro de Formação

Principais actividades e responsabilidades Coordenadora de Formação Organização e coordenação dos diversos Cursos e Masters do Centro de Formação Europass Curriculum Vitae Informação pessoal Apelido(s) / Nome(s) próprio(s) Moura, Filomena Morada(s) Rua Pedro Homem de Melo nº 141 Hab 6.4 Telefone(s) 22 6106350 Telemóvel: 918175190 Correio(s) electrónico(s)

Leia mais

Modelo Unificado do Saber a Desenvolver no Âmbito do ISCE CI.

Modelo Unificado do Saber a Desenvolver no Âmbito do ISCE CI. Modelo Unificado do Saber a Desenvolver no Âmbito do ISCE CI. Com vista a envolver todos os intervenientes institucionais (docentes do quadro, docentes convidados, estudantes dos diversos graus de ensino

Leia mais

Uma Leitura Quantitativa do Sistema Educativo

Uma Leitura Quantitativa do Sistema Educativo Uma Leitura Quantitativa do Sistema Educativo M.ª Emília São Pedro M.ª Fátima Santos M.ª Rosário Baptista Paula Correia NOTAS BIOGRÁFICAS MARIA EMÍLIA SÃO PEDRO. Licenciada em Economia pelo Instituto Superior

Leia mais

NCE/10/01956 Relatório final da CAE - Novo ciclo de estudos

NCE/10/01956 Relatório final da CAE - Novo ciclo de estudos NCE/10/01956 Relatório final da CAE - Novo ciclo de estudos Caracterização do pedido Perguntas A.1 a A.10 A.1. Instituição de ensino superior / Entidade instituidora: Instituto Politécnico Do Porto A.1.a.

Leia mais

Agrupamento De Escolas Bartolomeu Gusmão E.B.1. Rainha Sta. Isabel

Agrupamento De Escolas Bartolomeu Gusmão E.B.1. Rainha Sta. Isabel Agrupamento De s Bartolomeu Gusmão E.B.1. Rainha Sta. Isabel 1 Introdução Planos anual e plurianual de actividades documentos de planeamento, que definem, em função do projecto educativo, os objectivos,

Leia mais

CURRICULUM VITAE ALBERTO DA MOTA GOMES. Naturalidade Cidade da Praia, Ilha Santiago, República de Cabo Verde.

CURRICULUM VITAE ALBERTO DA MOTA GOMES. Naturalidade Cidade da Praia, Ilha Santiago, República de Cabo Verde. CURRICULUM VITAE ALBERTO DA MOTA GOMES 1. DADOS BIOGRÁFICOS Nome Alberto da Mota Gomes Naturalidade Cidade da Praia, Ilha Santiago, República de Cabo Verde. Data de Nascimento 6 de Março de 1935. Estado

Leia mais

Europass-Curriculum Vitae

Europass-Curriculum Vitae Europass-Curriculum Vitae Informação pessoal Apelido(s) / Nome(s) próprio(s) Magro Joaquim Morada(s) Rua do Pinheiro, Nº 22, 2º esq., 2735-408 Cacém, Portugal Telefone(s) + 351 219144958 Telemóvel: + 351961215071

Leia mais

PLANO DE INTERVENÇÃO

PLANO DE INTERVENÇÃO DEPARTAMENTO DE EXPRESSÕES EQUIPA INTERDISCIPLINAR PLANO DE INTERVENÇÃO ANOS LECTIVOS 2009/2010 e 2010/2011 ÍNDICE Nota Introdutória.. 3 Parte I - Caracterização..4 1.1 Caracterização do Ambiente Interno.4

Leia mais

NOME Service Civil International. WEBSITE

NOME Service Civil International.  WEBSITE ASSOCIAÇÃO DE VOLUNTARIADO Nº 0005 NOME Service Civil International EMAIL info@sciint.org WEBSITE http://www.sciint.org/ QUEM SOMOS Service Civil International (SCI) é uma das maiores organizações mundiais

Leia mais

c) O número de grupos/ turmas a considerar em cada ciclo e anos é o aprovado na rede de oferta formativa para o ano letivo 2016/2017, a saber:

c) O número de grupos/ turmas a considerar em cada ciclo e anos é o aprovado na rede de oferta formativa para o ano letivo 2016/2017, a saber: CRITÉRIOS PARA A CONSTITUIÇÃO DE TURMAS ANO LETIVO 2016/2017 Os professores responsáveis pela constituição de turmas devem ter em atenção as seguintes orientações: a) Na constituição de turmas, aplicam-se

Leia mais

MUNICÍPIO DA FIGUEIRA DA FOZ DEPARTAMENTO DE CULTURA, EDUCAÇÃO E ACÇÃO SOCIAL. Divisão de Cultura, Museu, Biblioteca e Arquivos

MUNICÍPIO DA FIGUEIRA DA FOZ DEPARTAMENTO DE CULTURA, EDUCAÇÃO E ACÇÃO SOCIAL. Divisão de Cultura, Museu, Biblioteca e Arquivos 1 de Junho Comemorações do Dia Mundial da Criança Integrado na Parceria cultural estabelecida entre Município da Figueira da Foz e o INTEP- Instituto Tecnológico e Profissional da Figueira da Foz, um grupo

Leia mais

Inês Isabel Falé Cipriano. Educação / Formação / Animação Sócio-Cultural

Inês Isabel Falé Cipriano. Educação / Formação / Animação Sócio-Cultural INFORMAÇÃO PESSOAL Inês Isabel Falé Cipriano Rua 25 de Abril Nº17, 2580-401 Atalaia, Alenquer 913448834 ines_cipriano1987@hotmail.com Sexo Feminino Data de nascimento 08 de Outubro 1987 Nacionalidade Portuguesa

Leia mais

CURRICULUM VITAE RAUL CARLOS VASQUES ARAÚJO

CURRICULUM VITAE RAUL CARLOS VASQUES ARAÚJO CURRICULUM VITAE RAUL CARLOS VASQUES ARAÚJO Março 2011 I - IDENTIFICAÇÃO Nome - RAUL CARLOS VASQUES ARAÚJO Estado civil - Casado Naturalidade - Luanda Nacionalidade - Angolana Data de nascimento - 21 de

Leia mais

CURRICULUM VITAE RAUL CARLOS VASQUES ARAÚJO

CURRICULUM VITAE RAUL CARLOS VASQUES ARAÚJO CURRICULUM VITAE RAUL CARLOS VASQUES ARAÚJO Novembro de 2016 I - IDENTIFICAÇÃO Nome - RAUL CARLOS VASQUES ARAÚJO Estado civil - Casado Naturalidade - Luanda Nacionalidade - Angolana Data de nascimento

Leia mais

PLANO DE DESENVOLVIMENTO EUROPEU

PLANO DE DESENVOLVIMENTO EUROPEU PLANO DE DESENVOLVIMENTO EUROPEU 2015-2017 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ARRIFANA, SANTA MARIA DA FEIRA PLANO DE DESENVOLVIMENTO EUROPEU AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ARRIFANA, SANTA MARIA DA FEIRA 2015-2017 Aprovado

Leia mais

Fernando Luís de Sousa Correia (Correia, F.)

Fernando Luís de Sousa Correia (Correia, F.) Fernando Luís de Sousa Correia (Correia, F.) Atividades pedagógicas anteriores mais relevantes para a apreciação das capacidades nesse domínio, quando aplicável Universidade da Madeira 2016 A minha experiência

Leia mais

A Escola João Afonso de Aveiro está inserida no Agrupamento de Escolas de Aveiro.

A Escola João Afonso de Aveiro está inserida no Agrupamento de Escolas de Aveiro. A Escola João Afonso de Aveiro está inserida no Agrupamento de Escolas de Aveiro. 1 / 6 Somos uma Escola com excelentes horários e diversos apoios ao estudo: de Salas de Estudo em grupo, Aulas de Apoio

Leia mais

Externato São Miguel Arcanjo. Plano Anual de Atividades

Externato São Miguel Arcanjo. Plano Anual de Atividades Externato São Miguel Arcanjo Lisboa Pl Anual de Atividades 06/07 Externato São Miguel Arcanjo Pl Anual de Atividades 06/07 Aprovado em Pedagógico: 4//06 Externato São Miguel Arcanjo Lisboa Pl Anual de

Leia mais

Licenciatura em Matemáticas Aplicadas, com especial enfase na área da Estatística, pela Faculdade de Ciências de Lisboa (1976).

Licenciatura em Matemáticas Aplicadas, com especial enfase na área da Estatística, pela Faculdade de Ciências de Lisboa (1976). 1 IDENTIFICAÇÃO Artur Olímpio Ferreira Gonçalves da Silva, nascido na freguesia de Póvoa de Santa Iria, concelho de Vila Franca de Xira, Distrito de Lisboa, em 01 de Abril de 1946. 2 - HABILITAÇÕES LITERÁRIAS

Leia mais

Projecto aler

Projecto aler Área de incidência Estratégia para envolver toda a escola Actividades para envolver toda a comunidade educativa profissional contínuo Relações interdisciplinares Projecto aler+ 2010-2011 Lançamento Uma

Leia mais

Decreto n.º 129/82 Acordo Cultural entre o Governo da República Portuguesa e o Governo do Grão-Ducado do Luxemburgo

Decreto n.º 129/82 Acordo Cultural entre o Governo da República Portuguesa e o Governo do Grão-Ducado do Luxemburgo Decreto n.º 129/82 Acordo Cultural entre o Governo da República Portuguesa e o Governo do Grão-Ducado do Luxemburgo O Governo decreta, nos termos da alínea c) do artigo 200.º da Constituição, o seguinte:

Leia mais

Curriculum Vitae. Identificação

Curriculum Vitae. Identificação Curriculum Vitae Identificação Nome: José Francisco Nunes Guilherme Data de nascimento: 03/12/1960 Residência: Urbanização da Tavagueira, lote 5 R/C B Guia 8200-427 Albufeira Telemóvel: 969727947 Email:

Leia mais

À conversa com João Tordo

À conversa com João Tordo Agenda de Outubro À conversa com João Tordo 28 de Outubro 21h30 À Conversa com João Tordo Filho do cantor Fernando Tordo e de Isabel Branco, João Tordo nasceu em Lisboa em 1975, num ambiente artístico.

Leia mais

INFÂNCIA. PLANO ANUAL DE ATIVIDADES Ano Letivo 2015/2016

INFÂNCIA. PLANO ANUAL DE ATIVIDADES Ano Letivo 2015/2016 INFÂNCIA PLANO ANUAL DE ATIVIDADES Ano Letivo 2015/2016 Plano aprovado em reunião de Direção de 24 de setembro de 2015 Plano elaborado e proposto pelo Corpo Docente em reunião de 14 de setembro de 2015

Leia mais

Reitoria. Universidade do Minho, 24 de Fevereiro de 2010

Reitoria. Universidade do Minho, 24 de Fevereiro de 2010 Reitoria RT-21/2010 Por proposta do Conselho Académico da Universidade do Minho, é homologado o Regulamento do Mestrado Integrado em Psicologia, anexo a este despacho. Universidade do Minho, 24 de Fevereiro

Leia mais

Potenciar o desenvolvimento de uma rede nacional de volutariado na área da leitura. Apoiar iniciativas; Estimular a adesão de voluntários:

Potenciar o desenvolvimento de uma rede nacional de volutariado na área da leitura. Apoiar iniciativas; Estimular a adesão de voluntários: O Projeto Um projeto de cidadania Missão Potenciar o desenvolvimento de uma rede nacional de volutariado na área da leitura. Objetivos Apoiar iniciativas; Estimular a adesão de voluntários: Disponibilizar

Leia mais

SERVIÇOS DE PSICOLOGIA E ORIENTAÇÃO SPO

SERVIÇOS DE PSICOLOGIA E ORIENTAÇÃO SPO SERVIÇOS DE PSICOLOGIA E ORIENTAÇÃO SPO DECRETO-LEI Nº190/1991 DE 17 MAIO DECRETO-LEI Nº300/1997 DE 31 OUTUBRO / PORTARIA Nº 63 / 2001 DE 30 DE JANEIRO A escola e seus actores Agrupamento de Escolas de

Leia mais

REGULAMENTO DE INVESTIGAÇÃO - ESCS. Artigo 1º. Missão

REGULAMENTO DE INVESTIGAÇÃO - ESCS. Artigo 1º. Missão REGULAMENTO DE INVESTIGAÇÃO - ESCS Artigo 1º Missão Os grupos de investigação têm como objetivo a promoção e desenvolvimento de atividades de investigação & desenvolvimento no âmbito das áreas científicas

Leia mais

PROTOCOLO Setúbal, 15 de Fevereiro de 2006

PROTOCOLO Setúbal, 15 de Fevereiro de 2006 PROTOCOLO Setúbal, 15 de Fevereiro de 2006 I Introdução A ACADEMIA MORANGOS é uma marca nacional de Academias Infantis. Através de espaços pensados especialmente para crianças dos 4 aos 12 anos, dotados

Leia mais

A Taxa de Insucesso Escolar verificada no Concelho, revela-se bastante elevada quando comparada com a registada a nível nacional. De referir também,

A Taxa de Insucesso Escolar verificada no Concelho, revela-se bastante elevada quando comparada com a registada a nível nacional. De referir também, A Taxa de Insucesso Escolar verificada no Concelho, revela-se bastante elevada quando comparada com a registada a nível nacional. De referir também, o facto de o insucesso escolar aumentar à medida que

Leia mais

De acordo com o lema A variedade dá sabor à vida, elaboramos a seguinte planificação anual, tendo em conta a articulação horizontal.

De acordo com o lema A variedade dá sabor à vida, elaboramos a seguinte planificação anual, tendo em conta a articulação horizontal. PRIMEIRO PERÍODO PLANO ANUAL DE ATIVIDADES DO 1.º CICLO ANO LETIVO 2011-2012 De acordo com o lema A variedade dá sabor à vida, elaboramos a seguinte planificação anual, tendo em conta a articulação horizontal.

Leia mais

Agora disponível na Académica Lda. PEARSON MOÇAMBIQUE CATÁLOGO 20 5 PRIMÁRIO EM SECUNDÁRIO APRENDENDO SEMPRE

Agora disponível na Académica Lda. PEARSON MOÇAMBIQUE CATÁLOGO 20 5 PRIMÁRIO EM SECUNDÁRIO APRENDENDO SEMPRE Agora disponível na Académica Lda. PEARSON MOÇAMBIQUE CATÁLOGO 20 5 PRIMÁRIO EM SECUNDÁRIO APRENDENDO SEMPRE Temos o prazer de apresentar o Catálogo Primário e Secundário da Pearson Moçambique. Este catálogo

Leia mais

ESTE MÊS ACONTECE. DEZEMBRO DE 2016 INTERVENIENTES CALENDARIZAÇÃO ATIVIDADE. 5 de dezembro Comemoração do Dia Internacional da Pessoa com Deficiência

ESTE MÊS ACONTECE. DEZEMBRO DE 2016 INTERVENIENTES CALENDARIZAÇÃO ATIVIDADE. 5 de dezembro Comemoração do Dia Internacional da Pessoa com Deficiência DEZEMBRO DE 2016 ESTE MÊS ACONTECE. 5 de Comemoração do Dia Internacional da Pessoa com Deficiência Serviços Especializados de Apoio Educativo Equipa da Saúde 5, 6, 7 e 13 de (12h30) Campeonatos Matemáticos

Leia mais

NCE/14/00876 Relatório preliminar da CAE - Novo ciclo de estudos

NCE/14/00876 Relatório preliminar da CAE - Novo ciclo de estudos NCE/14/00876 Relatório preliminar da CAE - Novo ciclo de estudos Caracterização do pedido Perguntas A.1 a A.10 A.1. Instituição de Ensino Superior / Entidade Instituidora: Universidade Do Minho A.1.a.

Leia mais

UNIVERSIDADE TÉCNICA DE LISBOA FACULDADE DE MOTRICIDADE HUMANA

UNIVERSIDADE TÉCNICA DE LISBOA FACULDADE DE MOTRICIDADE HUMANA UNIVERSIDADE TÉCNICA DE LISBOA FACULDADE DE MOTRICIDADE HUMANA QUESTIONÁRIO AOS TREINADORES DE FUTEBOL Este questionário faz parte de um estudo sobre a Análise do perfil de competências e das necessidades

Leia mais

1.7. Número de unidades curriculares em que participou no segundo semestre de 2006/2007:

1.7. Número de unidades curriculares em que participou no segundo semestre de 2006/2007: INQUÉRITO AOS DOCENTES SOBRE CONDIÇÕES E ACTIVIDADES DE ENSINO/APRENDIZAGEM ANO LECTIVO 2006/2007-2º SEMESTRE 1.1. Categoria e Vínculo Doutorado Convidado Tempo Integral Doutorado Convidado Tempo Parcial

Leia mais

CURSOS CIENTÍFICO-HUMANÍSTICOS

CURSOS CIENTÍFICO-HUMANÍSTICOS OFERTA FORMATIVA NÍVEL SECUNDÁRIO CURSOS CIENTÍFICO-HUMANÍSTICOS Os Cursos Científicos- Humanísticos destinam -se a jovens com o 9º ano de escolaridade ou equivalente que desejam prosseguir estudos 2 CURSO

Leia mais

CALENDÁRIO GERAL DAS ATIVIDADES ESCOLARES PARA ALUNOS E ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO

CALENDÁRIO GERAL DAS ATIVIDADES ESCOLARES PARA ALUNOS E ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO CALENDÁRIO GERAL DAS ATIVIDADES ESCOLARES PARA ALUNOS E ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO 2013/14 Aprovado pela Direção, após parecer do Conselho de Coordenadores 1 1.º PERÍODO MÊS DIA ATIVIDADE 2 17h: Início das

Leia mais

UNIVERSIDADE DO MINHO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO CALENDÁRIOS DE EXAMES

UNIVERSIDADE DO MINHO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO CALENDÁRIOS DE EXAMES UNIVERSIDADE DO MINHO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO CALENDÁRIOS DE EXAMES ANO LETIVO 2016/2017 ÉPOCA ESPECIAL Calendário de Exames da Época Especial 1º semestre Ano Letivo 2016/2017 DATA: De 17 a 29 de julho de

Leia mais

aventura para todas as idades

aventura para todas as idades Campos de Férias do Castor 2016 www.camposdeferias.com aventura para todas as idades O LOCAL As nossas Actividades realizam-se na Quinta Contente, em Nicolaus - Landeira - Concelho de Vendas Novas. Dista

Leia mais

aventura para todas as idades

aventura para todas as idades Campos de Férias do Castor 2016 www.camposdeferias.com aventura para todas as idades O LOCAL As nossas Actividades realizam-se na Quinta Contente, em Nicolaus - Landeira - Concelho de Vendas Novas. Dista

Leia mais

PROGRAMA FÉRIAS DE VERÃO ADSL 2015

PROGRAMA FÉRIAS DE VERÃO ADSL 2015 PROGRAMA FÉRIAS DE VERÃO ADSL 2015 MAIS INFORMAÇÕES: ADSL T. 251795086 / 963937778 ESPAÇO SÉNIOR GONDARÉM T.251709176 www.facebook.com/adslcerveira adslcerveira@gmail.com www.adslcerveira.com 15 DE JUNHO

Leia mais

Paula Cristina Pereira de Azevedo Pamplona Ramos, casada, nascida a , na freguesia de Nossa Senhora da Conceição, Angra do Heroísmo.

Paula Cristina Pereira de Azevedo Pamplona Ramos, casada, nascida a , na freguesia de Nossa Senhora da Conceição, Angra do Heroísmo. NOTA BIOGRÁFICA. 1 - Dados Pessoais Paula Cristina Pereira de Azevedo Pamplona Ramos, casada, nascida a 23-08- 1967, na freguesia de Nossa Senhora da Conceição, Angra do 2 - Habilitações Literárias Ensino

Leia mais

Decreto-Lei n.º 554/77, de 31 de Dezembro. Competências das Direcções-Gerais dos Ensinos Básico e Secundário

Decreto-Lei n.º 554/77, de 31 de Dezembro. Competências das Direcções-Gerais dos Ensinos Básico e Secundário Decreto-Lei n.º 554/77, de 31 de Dezembro Competências das Direcções-Gerais dos Ensinos Básico e Secundário Cria os Serviços de Coordenação de Educação Física e Desporto Escolar Decreto-Lei n.º 554/77

Leia mais

Pretende-se com esta comunicação apresentar o Projecto Ideia/O Nosso Sonho na sua dimensão mais criativa.

Pretende-se com esta comunicação apresentar o Projecto Ideia/O Nosso Sonho na sua dimensão mais criativa. Pretende-se com esta comunicação apresentar o Projecto Ideia/O Nosso Sonho na sua dimensão mais criativa. A Cooperativa de Ensino O Nosso Sonho e a Ideia são duas Instituições associadas, sediadas na Freguesia

Leia mais

Doutoramento em Economia

Doutoramento em Economia Doutoramento em Economia 2010/2011 O Programa O Programa de Doutoramento em Economia tem como objectivo central proporcionar formação que permita o acesso a actividades profissionais de elevada exigência

Leia mais

Fundação Escola Gest ESCOLA PROFISSIONAL DE HOTELARIA DE MANTEIGAS Centro De Férias Da Sicó - Senhora De Fátima Manteigas

Fundação Escola Gest ESCOLA PROFISSIONAL DE HOTELARIA DE MANTEIGAS Centro De Férias Da Sicó - Senhora De Fátima Manteigas ESTATUTOS DA EPHM Artigo 1.º A Escola Profissional de Hotelaria de Manteigas, adoptou esta designação aquando da sua criação, ao abrigo do Decreto-Lei n.º 26/89 de 21 de Janeiro, por Contrato Programa

Leia mais

Plano Nacional de Leitura Rede Bibliotecas Escolares Revista Visão Júnior. Conheço um escritor

Plano Nacional de Leitura Rede Bibliotecas Escolares Revista Visão Júnior. Conheço um escritor Plano Nacional de Leitura Rede Bibliotecas Escolares Revista Visão Júnior Gostavas de conhecer pessoalmente os autores dos livros que lês? Queres saber como trabalham? Tens perguntas para lhes fazer? Participa

Leia mais

DIREÇÃO DE SERVIÇOS DO DESPORTO ESCOLAR

DIREÇÃO DE SERVIÇOS DO DESPORTO ESCOLAR DIREÇÃO DE SERVIÇOS DO DESPORTO ESCOLAR 1 INTRODUÇÃO O Desporto Escolar (DE) tem de ser entendido como uma responsabilidade da comunidade escolar e é à escola, que compete criar as condições necessárias

Leia mais

REGULAMENTO PRÉMIOS DE MÉRITO ESCOLAR DO COLÉGIO PAULO VI. Um homem cresce até ao fim da vida, se não em altura,

REGULAMENTO PRÉMIOS DE MÉRITO ESCOLAR DO COLÉGIO PAULO VI. Um homem cresce até ao fim da vida, se não em altura, 1 REGULAMENTO PRÉMIOS DE MÉRITO ESCOLAR DO COLÉGIO PAULO VI PREÂMBULO Um homem cresce até ao fim da vida, se não em altura, pelo menos em obras e ambições." Alves Redol Somos o que somos por termos sido

Leia mais

Estado Novo Autor: Prof. Mário Rui

Estado Novo Autor: Prof. Mário Rui 1933-1974 Autor: 1. O derrube da 1.ª República 28 de Maio de 1926 O Marechal Gomes da Costa marcha sobre Lisboa, à fente de uma coluna militar, vinda de Braga. A 1.ª República é derrubada. Instaura-se

Leia mais

IV. Questionário aos professores e outros funcionários da escola.

IV. Questionário aos professores e outros funcionários da escola. IV. Questionário aos professores e outros funcionários da escola. Ex.mo/a Senhores/as Este questionário faz parte dum estudo que pretendemos realizar no âmbito da conclusão da etapa de Licenciatura, do

Leia mais

NCE/10/00981 Relatório final da CAE - Novo ciclo de estudos

NCE/10/00981 Relatório final da CAE - Novo ciclo de estudos NCE/10/00981 Relatório final da CAE - Novo ciclo de estudos Caracterização do pedido Perguntas A.1 a A.10 A.1. Instituição de ensino superior / Entidade instituidora: Universidade Da Beira Interior A.1.a.

Leia mais

Centro de Formação de Escolas do Concelho de Cascais Registo de Acreditação: CCPFC/ENT-AE-1201/14 Plano 2016/17

Centro de Formação de Escolas do Concelho de Cascais Registo de Acreditação: CCPFC/ENT-AE-1201/14 Plano 2016/17 Segurança Digital: A Utilização segura da Internet e Dispositivos Móveis CCPFC/ACC: 87428/16 Ana Cecília Antunes serão seleciona agrupamentos) Laboratórios de Aprendizagem: Cenários de Histórias de Aprendizagem

Leia mais

Agrupamento de Escolas MONSENHOR ELÍSIO ARAÚJO. Projeto PNL 2011/ 2012

Agrupamento de Escolas MONSENHOR ELÍSIO ARAÚJO. Projeto PNL 2011/ 2012 Agrupamento de Escolas MONSENHOR ELÍSIO ARAÚJO Projeto PNL 2011/ 2012 Objetivos/Estratégias do Projeto Objetivos (definidos a partir das Prioridades (1,2,3,4,5,6) Educativas definidas no Projeto Educativo

Leia mais

Criar ambientes festivos em que se celebra a leitura, os livros, a solidariedade e a cooperação;

Criar ambientes festivos em que se celebra a leitura, os livros, a solidariedade e a cooperação; Introdução O Homem, desde sempre, utilizou a palavra para transmitir conhecimento, informação e experiências, fosse por meio verbal, fosse por meio escrito. Como a transmissão da informação por meio verbal

Leia mais

HISTÓRIAS DA CLÉO. Proposta de projeto literário em dois atos

HISTÓRIAS DA CLÉO. Proposta de projeto literário em dois atos HISTÓRIAS DA CLÉO Proposta de projeto literário em dois atos 1. Intervenção artística literária Histórias da Cléo 2. Palestra Leitura literária, promoção e formação do mediador Aspectos Gerais 1 - Apresentação:

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO / PROJECTO CURRICULAR

REGULAMENTO DE ESTÁGIO / PROJECTO CURRICULAR REGULAMENTO DE ESTÁGIO / PROJECTO CURRICULAR 1. OBJECTO 1.1. O presente regulamento estabelece os princípios orientadores e os procedimentos relativos ao estágio/projecto para a obtenção do grau de licenciado

Leia mais

1. Oficina de Rimas. Marcação prévia: pelo

1. Oficina de Rimas. Marcação prévia: pelo 1. Oficina de Rimas Os participantes são estimulados a criar rimas a partir de um tema escolhido pelo grupo. As rimas criadas são listadas e a partir delas, o grupo irá contar uma pequena história em versos.

Leia mais

Definição do plano de desenvolvimento em função dos Domínios do Projeto e dos aspetos positivos e negativos referidos no balanço realizado --

Definição do plano de desenvolvimento em função dos Domínios do Projeto e dos aspetos positivos e negativos referidos no balanço realizado -- Projeto aler+ Continuidade em 2016/2017 2 - PROJETO Designação do Projeto André Soares a ALer+ 6.1. Plano de desenvolvimento do Projeto Definição do plano de desenvolvimento em função dos Domínios do Projeto

Leia mais

Sub-programa Comenius. Jardins da Europa

Sub-programa Comenius. Jardins da Europa Sub-programa Comenius Jardins da Europa Instituições parceiras: Agrupamento de Escolas de Fernando Pessoa Portugal Scuola Media M. L. Patrizi Itália Základná Skola Eslováquia Collège Saint Joseph - França

Leia mais

Prof. Doutor Tawfiq Rkibi [ 09H00 - ABERTURA ]

Prof. Doutor Tawfiq Rkibi [ 09H00 - ABERTURA ] Prof. Doutor Tawfiq Rkibi [ 09H00 - ABERTURA ] Tawfiq Rkibi é titular de dois Doutoramentos em Ciências de Gestão pela Universidade de Grenoble, obtidos respetivamente em 1983 e 2003. Atualmente é Reitor

Leia mais

José Luís Ramos CIEP/CC TIC da Universidade de Évora

José Luís Ramos CIEP/CC TIC da Universidade de Évora José Luís Ramos jlramos@uevora.pt CIEP/CC TIC da Universidade de Évora Comunidades Escolares de Aprendizagem Gulbenkian XXI Apoio: Comunidades Escolares de Aprendizagem Gulbenkian XXI Comunidades Escolares

Leia mais

Isabel Fraga. Responsável: Equipa técnica: Fátima de Matos; Marina Santos Joana Gonçalves

Isabel Fraga. Responsável: Equipa técnica: Fátima de Matos; Marina Santos Joana Gonçalves Responsável: Isabel Fraga (Secretário; CPCJ; Pelouro da Ação Social, Habitação e Saúde) Equipa técnica: Fátima de Matos; Marina Santos Joana Gonçalves Objetivos Este projeto visa proporcionar às crianças

Leia mais

Ser a base da iniciação à Flauta de Bisel em conservatórios e Escolas de Música;

Ser a base da iniciação à Flauta de Bisel em conservatórios e Escolas de Música; Sobre o livro/cd Eu toco flauta de Bisel, de Joana Amorim e Vasco Negreiros. 1. Descrição e enquadramento do Livro/CD 2. Curricula dos autores 3. Recomendações 4. Agenda de lançamento e de apresentações

Leia mais

REGULAMENTO DA DISCIPLINA ESTÁGIO E RELATÓRIO DOS CURSOS DE MESTRADO EM ENSINO DA FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA

REGULAMENTO DA DISCIPLINA ESTÁGIO E RELATÓRIO DOS CURSOS DE MESTRADO EM ENSINO DA FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA REGULAMENTO DA DISCIPLINA ESTÁGIO E RELATÓRIO DOS CURSOS DE MESTRADO EM ENSINO DA FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA Aprovado na reunião da CC da FCTUC de 25/6/2009 I Enquadramento

Leia mais

Centro de Formação da Associação de Escolas de Sintra

Centro de Formação da Associação de Escolas de Sintra Inscrições até dia 18 de fevereiro Pessoal Docente 02.2016D 03.2016D A emergência da escrita no pré-escolar. Uma abordagem à escrita em contexto pré-escolar. Práticas Musicais: técnicas de execução instrumental

Leia mais

BALANÇO DO ANO LECTIVO

BALANÇO DO ANO LECTIVO BALANÇO DO ANO LECTIVO 2015 www.isptec.co.ao Introdução No termo de mais um ano académico, torna-se imprescindível apresentar o Balanço do Ano Académico 2015, sempre no âmbito do cumprimento dos princípios

Leia mais

CURRICULUM VITAE INFORMAÇÃO PESSOAL. / EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

CURRICULUM VITAE INFORMAÇÃO PESSOAL. / EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL CURRICULUM VITAE INFORMAÇÃO PESSOAL Nome VALENTE, RUI ADRIANO DA SILVA Morada Correio electrónico RUA DE GONDARÉM 996 2º, PORTO Telefone + 351 226 162 002/+351 919 190 212 rui.valente@garrigues.com / ruisilvavalente@gmail.com

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ORGANIZAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO ESCOLAR Ano Lectivo 2012/2013

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular ORGANIZAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO ESCOLAR Ano Lectivo 2012/2013 Programa da Unidade Curricular ORGANIZAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO ESCOLAR Ano Lectivo 2012/2013 1. Unidade Orgânica Ciências Humanas e Sociais (2º Ciclo) 2. Curso MESTRADO EM ENSINO DE ARTES VISUAIS NO 3.º CICLO

Leia mais

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE O MINISTÉRIO DO TRABALHO E DA SOLIDARIEDADE SOCIAL E O MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE O MINISTÉRIO DO TRABALHO E DA SOLIDARIEDADE SOCIAL E O MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE O MINISTÉRIO DO TRABALHO E DA SOLIDARIEDADE SOCIAL E O MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO A Lei de Protecção de Crianças e Jovens em Perigo, lei 147/99, de 1 de Setembro, consagra um

Leia mais

O Sonho. Intervenção pela Arte. Educação para todos. Realização de espectáculos nacionais e internacionais. Associação/ Cooperativa

O Sonho. Intervenção pela Arte. Educação para todos. Realização de espectáculos nacionais e internacionais. Associação/ Cooperativa O Sonho Intervenção pela Arte Educação para todos Realização de espectáculos nacionais e internacionais Associação/ Cooperativa Estado de Arte O que tem acontecido em Portugal ao nível do serviço educativo?

Leia mais

Plano de Actividades Ano lectivo 2008/2009 Tema: A aventura dos livros

Plano de Actividades Ano lectivo 2008/2009 Tema: A aventura dos livros Plano de Actividades Ano 2008/2009 Tema: A aventura dos livros 1 ACTIVIDADES DE ORGANIZAÇÃO Actividades Objectivos Intervenientes Calendarização Proceder à gestão de colecções. Organização e gestão do

Leia mais

Calendário Escolar 2016/2017

Calendário Escolar 2016/2017 Calendário Escolar 2016/ 1.º PERIODO 1 de setembro de 2016 Apresentação de todos os Colaboradores 10h00 - Reunião de coordenação do início de atividades Anfiteatro Professores: - Trabalhos preparatórios

Leia mais

CURRÍCULO. Lucrécia Alves

CURRÍCULO. Lucrécia Alves CURRÍCULO Lucrécia Alves CURRÍCULO Maria Lucrécia de Melo Morgado Alves Data de Nascimento 06/02/1960 Natural de Arrifes - Ponta Delgada n.º id. C. - 8373789 Morada - Av. dos Missionários, 97-7ºEsq., 2735-137

Leia mais

Erasmus+ Agência Nacional Erasmus+ - Educação e Formação Rui Gato

Erasmus+ Agência Nacional Erasmus+ - Educação e Formação  Rui Gato Erasmus+ Agência Nacional Erasmus+ - Educação e Formação www.erasmusmais.pt Rui Gato Erasmus+ O Erasmus+ é o programa da UE nos domínios da educação, da formação, da juventude e do desporto para o período

Leia mais

Plano de Acção do Departamento do 1.º Ciclo 2010 / 2011

Plano de Acção do Departamento do 1.º Ciclo 2010 / 2011 Plano Agrupamento Plano de Acção do Departamento do 1.º Ciclo 2010 / 2011 Prioridades Objectivos Estratégias ACÇÕES METAS AVALIAÇÃO P.1. Obj. 1 E.1 Ao 3.º dia de ausência do aluno, efectuar contacto telefónico,

Leia mais

THE LISBON CONSOR TIUM

THE LISBON CONSOR TIUM THE LISBON CONSOR TIUM Com a criação do Consórcio de Lisboa, a Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Católica Portuguesa oferece, no panorama do ensino universitário nacional, uma resposta de

Leia mais

ENTREVISTA AO EDUCADOR

ENTREVISTA AO EDUCADOR ENTREVISTA AO EDUCADOR I Caracterização do Educador Nome: Sandra Isabel G. Lopes M. Cordeiro Idade: 41 Formação Académica: Licenciada Escola onde se formou: Escola Superior de E. Inf. Maria Ulrich Outras

Leia mais

MAPA DE ACTIVIDADES DE COMPLEMENTO CURRICULAR 2008/2009. Calendarização Responsável Actividade Destinatários Espaço Observações

MAPA DE ACTIVIDADES DE COMPLEMENTO CURRICULAR 2008/2009. Calendarização Responsável Actividade Destinatários Espaço Observações 2008/2009 Calendarização Responsável Actividade Destinatários Espaço Observações 1º PERÍODO Seguimento P R 1 de Outubro Educação Musical 31 de Outubro Professores de Inglês 26 de Setembro 24 a 30 de Setembro

Leia mais

ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM DE COIMBRA

ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM DE COIMBRA ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM DE COIMBRA PLANO DE ATIVIDADES CONSELHO PEDAGÓGICO ANO LETIVO 2013/2014 COIMBRA, 2013 ESCOLA SUPERIOR DE ENFERMAGEM DE COIMBRA PLANO DE ATIVIDADES CONSELHO PEDAGÓGICO ANO

Leia mais

Quadro Nacional de Qualificações: O foco nos resultados de aprendizagem

Quadro Nacional de Qualificações: O foco nos resultados de aprendizagem Quadro Nacional de Qualificações: O foco nos resultados de aprendizagem Agência Nacional para a Qualificação e o Ensino Profissional, IP Sandra Lameira 22 de março de 2013 O Quadro Nacional de Qualificações

Leia mais

GABINETE DE INFORMAÇÃO E APOIO AO ALUNO (GIAA)

GABINETE DE INFORMAÇÃO E APOIO AO ALUNO (GIAA) Unidade Local de Saúde do Alto Minho, EPE Centro de Saúde de Ponte da Barca Unidade de Cuidados na Comunidade de Ponte da Barca Saúde Escolar Agrupamento de Escolas de Ponte da Barca Escola Básica e Secundária

Leia mais

PLANO DE ACTIVIDADES 2010/2011

PLANO DE ACTIVIDADES 2010/2011 PLANO DE ACTIVIDADES 2010/2011 O Plano Anual de Actividades deve ser entendido como o instrumento da planificação das actividades es, para um ano lectivo, no qual estão plasmadas as decisões sobre os objectivos

Leia mais

Cursos do Conservatório Vocacionais. Cursos Profissionais

Cursos do Conservatório Vocacionais. Cursos Profissionais Cursos do Conservatório Vocacionais Piano, Canto, Violino, Guitarra, Saxofone, Harpa e de um modo geral todos os instrumentos de orquestra. Cursos Profissionais A Escola Profissional das Artes da Madeira

Leia mais

Pedro Miguel Puga Alves. Rua Mateus Fernandes nº 21 1º A, Oeiras, Portugal. ou

Pedro Miguel Puga Alves. Rua Mateus Fernandes nº 21 1º A, Oeiras, Portugal. ou re Curriculum vitae Informação pessoal Nome Morada Pedro Miguel Puga Alves Rua Mateus Fernandes nº 21 1º A, 2780-233 Oeiras, Portugal Telefone 21 442 37 86 Telemóvel1: 96 258 53 49 Telemóvel2: 91 338 27

Leia mais

Plano de melhoria (2015/16)

Plano de melhoria (2015/16) Plano de melhoria (2015/16) Introdução Agrupamento Vertical de Portel Escola EB 2,3 de D. João de Portel Quatro domínios de ação da Biblioteca Escolar: A. Currículo, literacias e aprendizagem B. Leitura

Leia mais

Programa Educativo Individual

Programa Educativo Individual Programa Educativo Individual Ano Lectivo 2007/2008 Estabelecimento de Ensino: Escola Básica do 1º ciclo Agrupamento de Escolas: Agrupamento de Escolas Pedro Eanes Lobato Nome: Data de Nascimento: Morada:

Leia mais

Ilídio André Costa Agrupamento de Escolas de Fiães Santa Maria da Feira

Ilídio André Costa Agrupamento de Escolas de Fiães Santa Maria da Feira Ilídio André Costa Agrupamento de Escolas de Fiães Santa Maria da Feira 5. PESturma 6. Financiamento 1. 1. Introdução 4. Organograma Educação para a Saúde Introdução 3. Formação do CCES 2. PES do Agrupamento

Leia mais

PARTICIPAÇÃO JUVENIL NA DEMOCRACIA

PARTICIPAÇÃO JUVENIL NA DEMOCRACIA PARTICIPAÇÃO JUVENIL NA DEMOCRACIA Projecto financiado com o apoio da Comissão Europeia. A informação contida nesta publicação (comunicação) Vincula exclusivamente o autor, não sendo a Comissão responsável

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DO PORTO RELATÓRIO DE ACTIVIDADES EXTRA-CURRICULARES INSTITUTO DE PSICOLOGIA E CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO ANO LECTIVO 2010/2011

UNIVERSIDADE LUSÍADA DO PORTO RELATÓRIO DE ACTIVIDADES EXTRA-CURRICULARES INSTITUTO DE PSICOLOGIA E CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO ANO LECTIVO 2010/2011 UNIVERSIDADE LUSÍADA DO PORTO RELATÓRIO DE ACTIVIDADES EXTRA-CURRICULARES INSTITUTO DE PSICOLOGIA E CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO ANO LECTIVO 2010/2011 Centro de Investigação em Psicologia para o Desenvolvimento

Leia mais

Seminário WAVE A Estratégia de Lisboa e o Desenvolvimento

Seminário WAVE A Estratégia de Lisboa e o Desenvolvimento CONNECTING INNOVATION TO PEOPLE 5 de Junho de 2009 Seminário WAVE A Estratégia de Lisboa e o Desenvolvimento GABINETE DO COORDENADOR NACIONAL DA ESTRATÉGIA DE LISBOA E DO PLANO TECNOLÓGICO TOPICOS Estratégia

Leia mais

Regulamento da Prova de Aptidão Profissional (PAP)

Regulamento da Prova de Aptidão Profissional (PAP) ESCOLA SECUNDÁRIA D. MANUEL I 7800-478 BEJA Regulamento da Prova de Aptidão Profissional (PAP) CURSOS PROFISSIONAIS Artigo 1.º Enquadramento Legal O Decreto-Lei nº 74/2004, de 26 de Março, rectificado

Leia mais

MARIA JULIETA DE MENEZES OCTÁVIO ou

MARIA JULIETA DE MENEZES OCTÁVIO ou DADOS PESSOAIS NOME Data de Nascimento Nacionalidade Contacto Residência MARIA JULIETA DE MENEZES OCTÁVIO 21de Maio de 1953 Angolana 912215832 ou 92372767 julietaoctavio21@hotmail.com julietaoctavio@gmail.com

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES Definir um currículo para o desenvolvimento das literacias da informação adequado aos diferentes anos de escolaridade;

PLANO DE ATIVIDADES Definir um currículo para o desenvolvimento das literacias da informação adequado aos diferentes anos de escolaridade; Acções de melhoria Definir um currículo para o desenvolvimento das literacias da informação adequado aos diferentes s de escolaridade; Criar uma bolsa de recursos para o desenvolvimento das atividades

Leia mais

REGULAMENTO DO 3º CICLO DE ESTUDOS CONDUCENTE AO DOUTORAMENTO EM ENGENHARIA MECÂNICA NA FCT-UNL

REGULAMENTO DO 3º CICLO DE ESTUDOS CONDUCENTE AO DOUTORAMENTO EM ENGENHARIA MECÂNICA NA FCT-UNL REGULAMENTO DO 3º CICLO DE ESTUDOS CONDUCENTE AO DOUTORAMENTO EM ENGENHARIA MECÂNICA NA FCT-UNL PREÂMBULO O programa de doutoramento organiza, estrutura e explicita o percurso dos estudantes de doutoramento

Leia mais

Atividades a desenvolver:

Atividades a desenvolver: Atividades a desenvolver: ~ Sessões de leitura Teatro Dramatizações Declamações Momentos de leitura com Enc. Educação Mural da leitura Hora do conto Jogos de leitura Estendal da poesia Saramago e outros

Leia mais

CURRICULUM VITAE ANGELO JESUS LOBO DE MELO

CURRICULUM VITAE ANGELO JESUS LOBO DE MELO CURRICULUM VITAE ANGELO JESUS LOBO DE MELO FARO 2009 1 CURRICULUM VITAE ÂNGELO JESUS LOBO DE MELO I. DADOS PESSOAIS Nome: Ângelo Jesus Lobo de Melo Ano de Nascimento: 22/10/1960 Nacionalidade: Portuguesa

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO 27150 Diário da República, 2.ª série N.º 119 23 de Junho de 2008 Da homologação cabe recurso, a interpor no prazo de 10 dias úteis a contar da publicação da presente lista. 12 de Junho de 2008. A Vogal

Leia mais

PROJECTO DE RESOLUÇÃO N.º 95/VIII COMBATE À INSEGURANÇA E VIOLÊNCIA EM MEIO ESCOLAR

PROJECTO DE RESOLUÇÃO N.º 95/VIII COMBATE À INSEGURANÇA E VIOLÊNCIA EM MEIO ESCOLAR PROJECTO DE RESOLUÇÃO N.º 95/VIII COMBATE À INSEGURANÇA E VIOLÊNCIA EM MEIO ESCOLAR A preocupação com o aumento e as características dos múltiplos episódios de violência vividos na e pela comunidade escolar

Leia mais