Legenda Nos quadros de fundo amarelo, os nossos peritos chamam à atenção para certas características especiais.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Legenda Nos quadros de fundo amarelo, os nossos peritos chamam à atenção para certas características especiais."

Transcrição

1 64-bit Windows - 32-bit Windows - Linux - Mac - ios - Android - Windows CE, Mobile - Windows Phone -.Net - Java - PHP - HyperFileSQL - Oracle - SQL Server - MySQL - DB2 - Informix novidades comuns Windows 8 HyperFileSQL Android FTP Seguro Gráfico de superfície ROLAP (tabela dinâmica) Novo controlo Linha do tempo Impressão HTML CSS3 Replicação multi-site 88 novas funções de WLanguage 128 novas funções ios 58 novas funções Android 18 novas funções Java 38 novas funções PHP 78 novas funções Linux...

2 Legenda Nos quadros de fundo amarelo, os nossos peritos chamam à atenção para certas características especiais. WD WB : A legenda indica em qual produto a novidade se en- Ta sua nova versão traz novos recursos para as suas equipas que irão torná-los ainda mais eficientes no nosso mundo em constante evolução. Novos comandos, melhorias, suporte para o Windows 8 e novo interface fazem todos parte das 918 novidades que poderá encontrar na versão 18. Incluir recursos úteis nas suas aplicações através de uma simples recompilação : este é o primeiro benefício proporcionado pela versão 18. Ao mudar para a versão 18, as aplicações ganham novos recursos, velocidade, qualidade e suporte às mais recentes evoluções tecnológi- INDEV e WEBDEV são Wcas. as suas ferramentas de trabalho. Graças a si, a sua ferramenta de trabalho é mais eficiente, mais robusta e mais rápida. O objetivo constante da nossa equipa é bastante claro: a sua satisfação e o seu sucesso, em todos os ambientes. Estamos orgulhosos de lhe apresentar a versão 18: a melhor versão. ENCOMENDE VERSION 18 HOJE! 001 WINDOWS 8 Windows 8: visão geral Claro, o WINDEV 18 suporta o Windows 8. A principal e nova funcionalidade do Windows 8 é a presença de duas Interfaces distintas no sistema operativo. A primeira interface é a que estamos acostumados com o Windows, a interface de «Desktop». A nova interface do Windows 8 é destinada tanto para PC s como para dispositivos tácteis (tablets, telefones). O menu de início desta nova interface é baseado em ícones. WINDEV18 suporta todas as versões do Windows. 002 Windows 8: Computador pessoal WINDEV 18 permite que crie aplicações para os dois tipos de interfaces. O código, as janelas, o modelo de dados... são compatíveis. Ver detalhes nas novidades #610 a #860. Aplicação usando a nova interface A portabilidade das Aplicações, preserva a competência das equipas. O suporte nativo para Windows 8 nos dois tipos de interface é um benefício chave da versão 18: as suas aplicações são compatíveis. D ocumentação. Novidades. Este documento é destinado a leitores que já se encontram familiarizados com a versão 17 do WINDEV, WEBDEV e WINDEV Mobile. Se não for o seu caso, não hesite em pedir a sua documentação completa (gratuita). 3

3 003 Windows 8: tablets NOVOS CAMPOS O novo controlo Tabela Dinâmica» suporta as tomadas de decisão analíticas WINDEV Mobile18 permite criar aplicativos para tablets com o Windows 8. Do lado do processador, os dois tipos de processador (x86 e Arm), são naturalmente suportados pelo WINDEV Mobile. Tablet executando o Windows 8 Portabilidade das suas aplicações. 004 Windows 8: smartphones Para smartphones, o sistema operacional é ligeiramente diferente e é chamado de Windows Phone 8. WINDEV Mobile 18 permite-lhe criar aplicações para smartphones com o sistema operativo Windows Phone Novo campo Tabela Dinâmica: quem decide adora O campo Tabela Dinâmica exibe dinamicamente dados provenientes da agregação de diferentes ficheiros residentes numa base de dados. Por exemplo: o volume de vendas de acordo com as famílias de produtos, produtos e regiões, ao longo do tempo, com ou sem detalhes. Tudo, absolutamente tudo, é exibido de forma dinâmica, incluindo cabeçalhos de linhas e colunas. A tabela dinâmica realiza o cálculo. Todos os resultados são calculados automaticamente. Este campo de tabela dinâmica também é chamado de ROLAP. ROLAP é acrónimo de OLAP. OLAP é em si a sigla para Processamento Analítico On-Line. Este é um campo extremamente poderoso. Semanas de programação são evitadas graças a este novo campo da versão 18! 006 Campo Tabela Dinâmica: Como se define? Definr uma tabela dinâmica é muito simples em WINDEV 18: responda simplesmente às questões que lhe são colocadas pelo o assistente. Portabilidade das suas aplicações. Versão 18 assegura a compatibilidade com todas as versões do Windows: Windows 8, Windows Server 2012, Windows 7, Vista, XP, 2008, em 32 e 64-bit. As suas equipas utilizam a mesma língua (sem APIs para carregar), as mesmas janelas, relatórios,... Quanto às versões móveis, a versão 18 é compatível com Windows RT, Windows Phone, Windows Mobile, CE,... E claro, o seu código é, também, compatível com Linux, Mac, Android, ios (iphone, ipad)... A definição do campo é feita em três passos: conteúdo (1), cabeçalho das colunas (2), cabeçalho das linhas (3) O primeiro passo consiste em definir o conteúdo principal da tabela. 4 5

4 A linha dinâmica e cabeçalhos de coluna serão definidos nos próximos dois passos. O conteúdo da tabela é definido por um ou mais cálculos a executar em um ou mais itens, e / ou por código WLanguage. Por exemplo, o conteúdo da tabela para a exibição das receitas de vendas pode ser: a soma das linhas de pedidos. Outro exemplo pode ser: a soma das quantidades vendidas. Múltiplos cálculos podem ser exibidos na mesma célula. Por exemplo, uma célula pode exibir em simultâneo as receitas das vendas e as quantidades vendidas. O terceiro passo consiste em definir as rúbricas do ficheiro a utilizar na criação dos cabeçalhos das linhas. Existe também, a possibilidade de definir alguns níveis de detalhes. Exemplo 1 Esta tabela dinâmica contém uma dimensão adicional: o país, que filtra automaticamente a tabela. O utilizador expandiu os detalhes da família de produtos «Livros» Exemplo 4 Exemplo 2 A tabela dinâmica base Nesta tabela dinâmica as receitas de vendas para cada família de produtos é detalhada por continente. Se o utilizador expandir o continente (clicando em «+»), cada país será exibido Explorar informação, alterando os eixos, é muito simples e fácil para o utilizador, que pode analisar uma enorme quantidade de números. Cabeçalhos das linhas Primeiro passo: o conteúdo no «centro» da tabela O segundo passo consiste em definir a rúbrica do ficheiro a utilizar na criação dos cabeçalhos das colunas. Por exemplo a data do pedido, para apresentar o ano. A data pode ser apresentada por semestres, trimestres, quadrimestres, meses, semanas... Você pode definir vários níveis de cabeçalho. Por exemplo, para cada um dos exercícios apresentados pode exibir uma lista de continentes e em seguida uma lista de países. Os cabeçalhos das colunas Um total de linhas e / ou colunas, bem como uma média ou uma contagem, pode ser automaticamente adicionado. Como qualquer outro campo, a tabela dinâmica também beneficia da tecnologia «7-tab». Também pode criar o campo diretamente a partir da 7-tab. A simplicidade em implementar uma tabela dinâmica (rolap). 007 Campo Tabela Dinâmica: preenchimento automático Preencher a tabela é muito simples: É automático! Em WINDEV 18 o motor de ROLAP lê automaticamente os dados e realiza os cálculos necessários para todos os possíveis níveis de detalhe. Este preenche automaticamente os cabeçalhos de linha e coluna. Programar um cubo ROLAP é fácil 008 Campo Tabela Dinâmica: em tempo de execução Os cálculos do campo tabela dinâmica são despoletados pela função PVTCalculateAll. O utilizador final pode escolher a qualquer momento o nível de detalhes para os dados exibidos. O resultado apresentado pode ser exportado como qualquer outra tabela WINDEV: Excel, Word, PDF, ,... Vamos ilustrar os resultados da execução com 4 exemplos: Nesta tabela dinâmica, o utilizador expandiu os detalhes do ano de 2010 no formato trimestral. Os meses dos trimestres podem ser expandidos através do (botão +) Exemplo Campo Tabela Dinâmica: persistência do resultado O resultado da execução pode ser armazenado e carregado posteriormente, sem ter que executar novamente o processamento (funções e ). Isto evita o recalculo total da informação do cubo para dados que não sofrerão mais alterações, como últimos números de vendas do ano, por exemplo. Por outro lado, também pode carregar a informação salvaguardada e atualizar parte desta, como os números de vendas para o ano em curso. Esta possibilidade acelera a apresentação dos resultados. Visualização instantânea dos resultados. A tabela corresponde a uma «fatia» do cubo de dados Este novo controlo que é a tabela dinâmica está repleta de energia condensada. Reduz semanas ou mesmo meses no tempo de desenvolvimento. Este novo campo, por si só paga a versão 18! 010 WD WB O cubo é plano! Porque é que às vezes uma tabela dinâmica é apelidada de «cubo»? Porque muitas vezes esta é utilizada para visualizar os dados a três dimensões. A tabela visualizada corresponde a uma «fatia» do cubo, sabendo que todas as fatias com base em todos os eixos podem ser visualizadas. Na realidade, o número de dimensões que uma tabela dinâmica pode manipular é ilimitado. 6 7

5 011 Novo campo Linha de Tempo O campo Linha de Tempo é utilizado para representar a cronologia dos acontecimentos mais próximos, que pode acontecer em paralelo. Este campo é utilizado por exemplo para: criar uma montagem de vídeo representar elementos de um autómato construir uma animação... O detalhe pode ir até ao micro segundo. A escala da linha de tempo exibida pode ser modificada pelo utilizador final através de um controle deslizante. O marcador pode ser movido com o rato ou por programação. Personalização avançada de interfaces. 013 Campo Agenda: todo dia em reunião Na versão 18, além de todo o detalhe oferecido, agora também pode definir uma reunião durante todo o dia. A representação da reunião é mais intuitiva para o utilizador final. Este recurso também se encontra disponível no campo planning exibir a malha ou não; a cor pode ser específica para o eixo Z: o degradê de cores é calculado automaticamente; o eixo de visualização pode ser modificado; as grelhas podem ou não ser exibidas em cada um dos três planos de eixo; os eixos podem ser ortonormais (ou não);... O utilizador final pode modificar o gráfico com o rato (esta opção pode ser desativada). Um gráfico de superfície incluído numa janela O novo campo Linha de Tempo Representa facilmente linhas de tempo. Quarta-feira, uma reunião durante todo o dia! Melhor representação do campo agenda e planning O gráfico de superfície proporciona uma apresentação espetacular Outra espetacular visualização Novo campo Zona Multilinha Este novo tipo de campo WINDEV é composto de várias linhas. Permite-lhe colocar campos de tipos diferentes em cada linha. Permite-lhe personalizar cada linha, por exemplo, oferecer uma check box numa linha para mudar um estado, uma barra de progressão noutra linha, etc Por programação, pode adicionar várias ocorrências de um mesmo tipo de linha. 014 CAMPO GRÁFICO Novo campo gráfico de «Superfície» Um novo tipo de gráfico foi introduzido na versão 18: o gráfico de superfície Um gráfico de superfície é usado para representar os dados analógicos correlacionados, de acordo com três eixos. Por exemplo, representam a resistência de um material de acordo com a pressão e temperatura. Outro exemplo, para um motor, representa o tempo de abertura dos injectores de acordo com o volume de ar de admissão e a acelaração do motor. Se pretender, o gráfico de superfície também lhe permite representar uma função matemática a 3 dimensões. O gráfico de superfície é preenchido, especificando os pontos conhecidos (X, Y, Z) do gráfico usando a função grsurfaceadd- Data ; As funcionalidades do campo gráfico de superfície são sofisticadas: o controlo da extrapolação de valores que não são fornecidos; Nova possibilidade de sintetizar os dados e ajudar quem toma decisões. TOTALMENTE COMPATÍVEL COM AS VERSÕES ANTERIORES WINDEV 18 respeita os seus activos existentes. Não é requerida qualquer migração entre as versões WINDEV 7.5, 8, 9, 10, 11, 12, 14, 15, 16 ou 17 e WINDEV 18: Para trabalhar com a versão 18 apenas necessita de recompilar a sua aplicação. O mesmo acontece em relação ao WEBDEV 7, 9,10, 11, 12, 14, 15, 16 ou 17 para WEBDEV 18. Basta apenas recompilar. Componentes existentes (versão 8, 9, 10, 11, 12, 14, 15, 16 ou 17) trabalham diretamente (sem a necessidade de recompilar) com aplicações na versão 18. A versão 18 abre directamente um projecto na versão 7.5, 8, 9, 10, 11, 12, 14, 15, 16 ou 17. Os projetos mais antigos (5.5,...) devem ser migrados. E, claro, podem coexistir no seu PC diferentes versões dos seus ambientes, uma licenca da versao 18 pode executar versoes mais antigas (17, 16, 15, 14, 12, 11, 10, 9, 8, 7.5, ). 8 9

6 015 IPHONE, IPAD 88 Evoluções para ios Como sabe, a versão 18 do WINDEV Mobile permite-lhe criar aplicativos para iphone e ipad. Esta versão 18 está repleta de novas funcionalidades: novos recursos de ambiente, assim como dezenas de novidades em WLanguage. Consulte todas estas novidades a partir da página 43. Fácil desenvolvimento de aplicações avançados para iphone ou ipad reutilizando o seu código existente. 016 ANDROID 188 novas evoluções para Android Android é cada vez mais utilizado em dispositivos móveis. O WINDEV Mobile já permitia criar aplicativos para Android, mas na versão 18 a evolução foi tremenda. O ambiente claro, mas também mais de uma dúzia de novas funcionalidades, a linguagem, HyperFileSQL,... Consulte estas novidades a partir do número #512. Desenvolva facilmente aplicativos sofisticados para Android, reutilizando o seu código existente. 017 WINDOWS PHONE 8 Compatibilidade assegurada Para tirar proveito do novo interface gráfico para o Windows 8, basta criar ou adaptar seus aplicativos usando a versão 18 de WINDEV Mobile. A programação é feita usando WLanguage, e as janelas são criadas como habitualmente, através do editor de janelas... Consulte estas novidades a partir do número #610. Suporte para todos os ambientes móveis do Windows. 018 AMBIENTE Um ambiente ainda mais eficiente Na versão 18, o ambiente de desenvolvimento evoluiu para uma melhor facilidade de utilização e eficácia. Entre as principais evoluções, a mais significativa é a presença de uma barra de opções, «ribbon»: as opções ficam mais claras. De salvaguardar que a apresentação via menu «pull-down» ainda se encontra disponível. Editores mais intuítivos, eficiência de equipa melhorada. 019 Novo interface «ribbon» Na versão 18, foi introduzido nos editores um novo interface de barra de opções. Este tipo de interface permite apresentar mais quantidade de informação num espaço mais reduzido. Torna mais fácil ver e prever o resultado de uma escolha. Para quem desenvolve, com este interface torna-se mais fácil visualizar todas as opções dos editores. As opções que se encontravam anteriormente espalhadas estão agora todas agrupadas. Este interface é mais visual para quem pretende criar novos campos: os ícones são maiores, mais visíveis, e agrupados por temas. Quando um campo é selecionado, surge um painel de edição sensível ao contexto específico para o campo. Por exemplo, sobrevoando um tipo de campo permite-lhe visualizar instantaneamente o resultado da aplicação deste estilo no campo da janela. A barra de opções adapta-se ao espaço disponível do ecrã. Um campo de pesquisa está disponível a qualquer momento, dentro da barra de opções e permite que encontre uma opção específica. Um modo «compatível com a versão mais antiga» exibe o menu tradicional. Uma vez testada a eficiência da barra de opções na versão 18, verá que não será capaz de trabalhar mais sem esta! As várias acções possíveis estão agrupadas e de fácil acesso. 020 Rápida compilação: 30% de melhoria Na versão 18, os processos de compilação foram melhorados. A compilação e recompilação de aplicações é, em média, 30% mais rápido. Mais tempo economizado. 021 Before 18 Compilation -30% melhoria de 30% a 80% na rapidez de abertura do projecto A abertura de projectos de grande dimensão é notávelmente mais rápido. O ganho médio de um projecto com 1,000 elementos é de 38%. Foram registadas melhorias de até 80% em projectos de grande dimensão. Estas melhorias para os programadores são bastante produtivas. Menos tempo perdido durante a abertura de projectos. 022 Centro de Monitorização de Projetos O Centro de Monitorização evoluiu na versão 18 A velocidade de exibição das listas de requisitos foi optimizada. A visualização da agenda foi melhorada: a navegação é mais fácil, a impressão também. Economia de tempo em projetos grandes. 023 Before 18 Opening projects up to -80% Novo selector de cor: mais preciso O selector de cores para todos os editores evoluiu na versão 18. A sua nova interface torna mais fácil definir as cores. Também existem mais cores a visualizar. a Barra de Ferramentas nos editores: extremamente intuitivo 10 11

7 Aumento das escolhas visuais para a seleção de cores. 024 Projeto com TreeView hierárquica Os itens da análise podem agora ser exibidos segundo uma ordem lógica. Uma nova opção do explorador do projeto permitelhe ordenar os elementos pela «última data de modificação». Informações mais fáceis de encontrar no explorador do projecto. 025 por visibilidade (público, protegido, privado) Visão sintética. 026 Mostra os métodos da classe base Em OOP, quando uma classe deriva de uma ou mais classes, pode agora ver todos os métodos herdados dessa classe. Um simples clique no botão direito do rato permite-lhe criar a redefinição de um método virtual. Pode optar por exibir apenas os métodos públicos e membros. Isto simplifica a exibição das classes. Esta opção pode ser desactivada. Visão sintética das classes utilizadas 027 «Diff» nas imagens Especialmente útil em SCM, as imagens «diff» permitem-lhe visualizar a diferença entre duas versões de uma imagem, ícone, botão... Torna-se mais fácil visualizar as diferenças entre duas versões de uma mesma imagem. 028 utilize o tradutor do Google nos editores Como sabe, o WINDEV e WEBDEV permitem-lhe suportar até 64 idiomas no mesmo projeto: janela, relatório, WLanguage... A tradução dos diferentes idiomas podem ser realizados posteriormente através do WDMSG ou directamente nos editores. Para simplificar a tradução, os editores oferecem a possibilidade de aceder ao «Tradutor do Google» para o ajudar nestas traduções. Nota: naturalmente deve respeitar as regras de uso do serviço Google, que estão sujeitas a mudanças ao longo do tempo. Tradução mais fácil. 029 componente interno: organizado por pasta A visualização de elementos dos componentes internos agora encontra-se organizado em forma de árvore: janelas, relatórios, páginas Os arquivos são apresentados de forma hierárquica. EDITORES: 18 NOVOS RECURSOS DE PESQUISA A ferramenta de pesquisa dos editores é uma componente importante que contribui para a eficácia da sua equipa. A sua facilidade de uso e eficiência são de importância primordial. A funcionalidade de pesquisa está disponível nos editores de código, janelas, páginas e relatórios. Aqui está a lista das 18 melhorias e evoluções feitas na funcionalidade de pesquisa na versão Pesquisa #1: Interface de pesquisa melhorado A janela de pesquisa evoluiu e é agora ainda mais fácil de usar. A introdução de critérios de pesquisa é intuitiva. De fácil utilização. Exibição de classes e conjuntos de procedimentos O explorador do projecto oferece novas opções de classificação para as classes e conjuntos de procedimentos. Agora pode ordenar por: pela data da última modificação por ordem alfabética pela cor Eu quero! O botão perdeu os seus cantos arredondados entre as duas versões Adição ou supressão de um idioma: sincronização instantânea Para projetos multilingual, quando um idioma é excluído, a versão 18 remove todas as referências a esse mesmo idioma em todos os elementos do projeto. Desta forma, o projeto mantêm-se limpo. Quando adicionado um idioma, a alteração é efectuada de imediato e não quando cada elemento é aberto. Poupa-o de operações aborrecidas. 031 Catálogo de imagens: nível de transparência As imagens e ilustrações disponíveis a partir do catálogo «clipart» suportam agora um nível de transparência (alpha layer). Quando uma imagem é selecionada, pode ser especificada uma percentagem de transparência. Sofisticação da imagem. 033 Pesquisa #2: Interrogações (?) e asteriscos (*) Pode agora utilizar caracteres como interrogações nas suas pesquisas. O «?» substitui qualquer outro caractere no lugar onde ele é usado. Por exemplo, «Loui?» encontra tanto «Louis» como «Louix». Ou por exemplo, «mydll1?04» encontra «mydll1204», «mydll1304», «mydll1404», etc. Podem ser utilizados na mesma pesquisa vários caracteres de interrogação (?). O caractere «*» pode substituir um ou mais caracteres. «Loui *» encontra «Louis»,»Louix»,»Louise» e «Louisette», por exemplo. O caracter interrogação pode ser usado em qualquer parte de um palavra. Poupa-o de operações aborrecidas. 034 Pesquisa #3: Expressões regulares 13

8 A versão 18 permite-lhe usar expressões regulares como critério de pesquisa. Como, por exemplo, um endereço de É possível especificar vários grupos: cada grupo será sublinhado no resultado da tabela. O comando «substituir» permite substituir os grupos que foram encontrados. Pesquisa com base em critérios muito precisos. 035 Pesquisa #4: Procure dentro da ajuda A pesquisa no interior da ajuda está agora incluída como parte dos editores: directamente no editor e sem sair do mesmo, pode procurar informação na ajuda. Não é necessário sair do editor para procurar informação na ajuda. 036 Pesquisa #5: Procura por autor Na versão 18, pode procurar por modificações realizadas por um autor específico. Este critério pode ser combinado com um critério de data. Pode procurar elementos criados ou modificados por Mickael entre 1 de Julho e 31 de Agosto Pesquisa #7: incluir ou excluir comentários No editor de código, pode especificar que a pesquisa será realizada apenas nos comentários, ou não. Cada opção pode ser útil! Limitar o número de resultados. 039 Pesquisa #8: incluir ou excluir linhas de código No editor de código, pode especificar que a pesquisa será realizada apenas nas sequências de caracteres encontrados no código, ou pode excluir as linhas de código da pesquisa. Limitar o número de resultados. 040 Pesquisa #9: Procure dentro de uma configuração A «configuração» é um tipo de geração do projecto. Na versão 18, a pesquisa pode ser limitada a uma configuração específica. A pesquisa pode ser realizada, por exemplo, apenas na configuração «Linux» do projecto. Novidades da Pesquisa Procura? Encontra! Procura por autor Tem conhecimento sobre o que foi modificado, quando foi modificado e por quem! Procure dentro de uma configuração Redução do número de operações no editor. 037 Pesquisa #6: Pesquisa no projecto A ferramenta de pesquisa dentro de um projeto permite encontrar informações como texto, imagens, nomes,... utilizadas pelo projeto. Por exemplo, a pesquisa irá incidir dentro dos parâmetros de geração dos executáveis, componentes, bibliotecas,... (mensagens de erro, ícone do executável, etc) e também nas propriedades do projeto (descrição do projeto). Novas capacidades de pesquisa. 041 Pesquisa #10: Pesquisa limitada aos componentes internos É possível especificar que a pesquisa irá incidir apenas nos elementos encontrados nos componentes internos. A pesquisa ao nível nos componentes internos

9 Pesquisa #11: Diversas janelas de pesquisa em simultâneo Pode agora ter várias janelas de pesquisa abertas ao mesmo tempo. Estas novas funcionalidades permitem consultar e utilizar o resultado de várias pesquisas ao mesmo tempo. janelas de pesquisa abertas em simultâneo. Pesquisar torna-se assim mais eficaz. 043 Pesquisa #12: Possibilidade de especificar directamente um ponto de interrupção Uma vez encontrada uma linha de código, é normal pretender marcá-la com um ponto de depuração. Na versão 18, estabelecer um ponto de depuração pode ser feito diretamente a partir do resultado da pesquisa. Menos operações para definir um ponto de depuração. 044 Pesquisa #13: Resultados de busca no formato Tree- View Na versão 18 o resultado da pesquisa é apresentado no formato TreeView. As linhas de código têm mais espaço para serem exibidas. É possível esconder os resultados de pesquisa de elementos que não lhe são úteis. Maior organização na visualização do resultado. 3 Pesquisa #14: Histórico de pesquisas Na versão 18, cada pesquisa realizada é armazenada em histórico. Todos os critérios de selecção (modo de pesquisa, intervalo, filtro, etc) são armazenados. Este histórico será bastante útil no caso de buscas complexas, especialmente nas que utilizam as expressões regulares na sua busca. Os critérios podem ser fixados para serem mantidos enquanto forem necessários. Pesquise e volte a pesquisar! 046 Pesquisa #15: Ignore os caracteres de espaço Ignorar o caractere espaço é uma novidade da versão 18. Quando esta opção estiver ativada, os espaços são ignorados dentro da expressão a pesquisar. «IF i = 1» and «IF i=1» são encontrados da mesma maneira! Facilidade de pesquisa. 047 Pesquisa #16: Combinar ou excluir palavras Esta nova opção é realmente muito útil. Agora pode pesquisar todas as palavras numa lista, mas, melhor ainda, pode excluir os resultados da pesquisa que contêm uma ou mais palavras específicas (colocando um sinal de menos na frente da palavra). Restrinja o resultado da pesquisa. 048 Pesquisa #17: Imprima um resultado de pesquisa Poderá querer imprimir um resultado da pesquisa: agora pode fazê-lo com a versão 18. Alguns programadores gostam de ter cópias. Pesquisa #18: Pesquisando código de destino condicional Um código de destino condicional é específico para uma determinada plataforma do seu projeto. Por exemplo, uma parte do código só será executado se o projecto for executado em Java. Agora na versão 18 é-lhe oferecida a possibilidade de pesquisar código destino. As modificações específicas para um determinado código destino são mais fáceis de implementar. 050 Pesquisa #19: Filtrar os resultados Finda a pesquisa pretendida, muitas vezes precisamos de refinar o resultado porque apareceu muita informação. A versão 18 permite-lhe adicionário critérios à sua pesquisa: por exemplo, não mostrar resultados provenientes dos comentários... Refinar a pesquisa já realizada. 051 Pesquisa #20: Colorir o código no resultado da pesquisa de acordo com a sintaxe A versão 18 exibe o código encontrado usando cores diferentes para cada tipo de palavra! Isso torna o código mais fácil de ler. Mais fácil de ler o código. PROGRAMAR EM NUVEM 052 Implementar as suas aplicações sem contratempos de Hardware A nuvem disponível O princípio da programação na nuvem (cloud computing) é o de executar aplicativos externamente e armazenar os dados em plataformas remotas, assim não os tem que manter. Os recursos (armazenamento, memória, computadores, largura de banda) são disponibilizados aos utilizadores, a pedido. O utilizador é faturado proporcionalmente pela sua utilização. A nuvem para aplicações PC SOFT, oferecida pela PCSCloud (www.pcscloud.net), disponibiliza um grande número de possibilidades: alojamento automático de sites WEBDEV: um clique é tudo o que necessita para implementar alojamento de Webservices alojamento de bases de dados HyperFileSQL, para utilizar num site ou mesmo aceder remotamente a partir de qualquer aplicação. alojamento de instalações: a sua equipa tem acesso a partir de qualquer lugar do mundo às suas aplicações WINDEV e WINDEV Mobile, bem como as suas atualizações. Distribua as suas aplicações na nuvem. 053 WLANGUAGE FTP Seguro: protocolo SFTP SFTP é a sigla para Secure File Transfer Protocol. Este protocolo é baseado num canal SSH (conexão segura SSH). São suportados os seguintes algoritmos de encriptação simétrica : 3DES, Blowfish, AES e APRCFOUR. Este protocolo é usado principalmente pelos servidores Unix e Linux. Suporte de um protocolo seguro para transferência de arquivos

10 054 FTP Seguro: protocolo FTPS FTPS é a sigla de File Transfer Protocol Secure A comunicação é garantida pelo protocolo SSL. São suportados os seguintes algoritmos de encriptação simétrica : 3DES, Blowfish, AES e ARCFOUR. Este protocolo é usado principalmente pelos servidores Web IIS. Suporte de um protocolo seguro para transferência de arquivos. 055 Nova função: iprinthtml A nova função iprinthtml permite, tal como o nome sugere, imprimir o conteúdo HTML. Pode especificar uma largura de impressão e / ou altura. Se necessário a impressão pode ser efetuada ao longo de várias páginas (veja também a novidade n º 111, no editor de relatórios). Impressão HTML sem a necessidade de qualquer programa. 056 Tipos de Inferência Os tipos de inferência fazem com que seja mais fácil declarar variáveis. Por exemplo: given x = «WinDev is great» O código fonte é ainda menor 057 novidade WD WB Função Nação: aplicado imediatamente para a janela aberta Também na área da construção, a versão 18 faz o seu trabalho! A função «Nação» permite alterar o idioma numa aplicação. Quando a função Nação é utilizada numa aplicação WINDEV 18, a janela é atualizada instantaneamente com o novo idioma (em versões mais antigas da aplicação, esta iria reiniciar e voltar ao ecrã inicial). Maior facilidade de uso para o utilizador final. 058 JIT (Just In Time Compilation): OOP e estruturas Just in Time compilation encontra-se disponível no código OOP: o acesso a membros, chamada de método... Aplicações mais rápidas. 059 floadbuffer: especificar a parte do arquivo para carregar floadbuffer permite carregar o conteúdo de um arquivo (geralmente em formato binário), numa variável. Para carregar apenas uma parte do arquivo, antes da versão 18, o utilizador tinha que programar as operações em detalhe: abrir o arquivo, apontar para a secção de ler, ler o bloco,... Os novos parâmetros desta função, disponíveis na versão 18, permitem-lhe realizar este tipo de operações numa única linha de código. Reduz o número de linhas de código. 060 BufferToInteger, Buffer- ToReal As duas novas funções, BufferToInteger e BufferToReal, transferem, para uma única linha de código, o conteúdo do buffer para uma variável do tipo inteiro ou real. Estas novas funções simplificam o código, ajudando a evitar inúmeros de erros. Evita um grande número de linhas de código e também potenciais erros. 061 ArrayCopy: só copia uma parte A função ArrayCopy é muito útil. Na versão 18, o utilizador pode especificar o intervalo de índices que quer copiar. Códigos simples, erros evitados. 062 ArrayReverse Esta função inverte todos os elementos de um array. Código mais simples. 063 Novas funções faddtext, faddbuffer Para adicionar um texto no final de um arquivo existente, agora tudo o que precisa de fazer é usar a nova função faddtext e está feito! Não há necessidade de abrir o arquivo e apontar para o fim! A função faddbuffer faz a mesma coisa para os dados binários. Fácil manuseio de arquivos externos. 064 ffind: localizar a posição de um bloco binário A nova função ffind permite-lhe encontrar a posição de um buffer binário dentro de um arquivo. Por exemplo, esta função é útil para encontrar duas etiquetas e ler o texto no meio das mesmas. Isto evita que se tenha de carregar o arquivo inteiro. O processo é mais rápido. 065 WD WB Defina o tipo de valor de retorno de uma função O valor de retorno de um procedimento pode ter um certo set type. Isto permite que o compilador controle mais rigorosamente o tipo das variáveis manipuladas. Benefício proporcionado por esta nova da versão 18: Maior rigor. 066 WD WB Novos códigos: enumeração e combinação O novo código de WLanguage enumeration permite que trabalhe facilmente com uma lista de valores. Basta especificar a lista de valores que uma variável deste tipo pode levar, por exemplo: «On», «Off», «Broken». O compilador aciona um erro de compilação se o programa tentar atribuir um valor diferente dos que estão na lista. Durante o processo de atribuição, a entrada assistida oferece a lista de valores possíveis. Os operadores <, >, <>, >=, <= estão activos. O novo código de WLanguage combination permite-lhe facilmente lidar com uma lista de valores e combinar valores. Por exemplo: «Read», «Write». A variável pode conter o valor «Read + Write». Este controle tem um mecanismo para impedir que os dados de uma lista se dessincronizem entre a aplicação principal e seus componentes internos quando a enumeração ou a combinação é modificada. Fácil gestão de uma lista de valores de programação. 067 TextToRTF: construir uma cadeia de caracteres RTF A função TextToRTF fornece-lhe uma cadeia de caracteres em RTF a partir de um texto passado como parâmetro. Construa uma cadeia de caracteres RTF de forma mais fácil! 18

11 068 N o v i d a d e 072 TableDeleteSelect: elimina as linhas selecionadas n o v i d a d e s WeekToDate A função WeekToDate devolve o primeiro dia da semana, cujo número da semana é passado como parâmetro. Eliminar linhas de uma tabela é uma causa comum de erro. Por exemplo, quando a primeira linha é eliminada, todos os seguintes índices são compensados pelo valor um! Muitos programadores se esquecem disso! Graças à nova função TableDeleteSelect todas as linhas seleccionadas são excluídas numa única operação: não há mais risco de erro e o código é mais simples. A função Truncate permite truncar uma string com o número de caracteres especificados. O mesmo resultado pode ser alcançado usando a função Left mas um estudo mostrou que o uso da função Left não é bem entendida para esta finalidade. Principiantes mimados! Através de um só parâmetro o utilizador pode especificar que se comece a cortar a partir do final. Reduz as possibilidades de erro, código mais simples. 069 n o v i d a d e s ExtractLine: devolve a linha N de um texto Menos código! GPS: DecimalToSex agesimal sex agesimaltodecimal A função DateToString devolve a data em linguagem natural Um novo parâmetro da função DateToString devolve o resultado em linguagem natural.. Por exemplo, se são 14:00 e a hora a apresentar é 14:10, a função pode devolver-lhe uma cadeia contendo «Em 10 minutos». O resultado também pode ser «Há 2 dias atrás», «Em 1 ano», «Em uma semana», «Há 2 horas atrás»... A função agora aceita parâmetros do tipo DateTime, inclusive para os formatos habituais. StringToDate e DateToString: Parâmetros DateTime As funções StringToDate e DateToString aceitam os parâmetros tipo Data. Agora na versão 18 estas funções também aceitam parâmetros do tipo DateTime. Por exemplo: d is DateTime s is string=datetostring(d,»mm/dd/yyyy HH: MM») s tem por resultado «12/18/ : 00» (por exemplo). Mais código evitado. 080 N o v i d a d e Família de funções Wi-fi O resultado é mais fácil de compreender para o utilizador. 078 n o v i d a d e s transforma números em texto A nova função NumberInWords converte os números em letras. A finalidade mais comum é a de preencher os cheques! NumberInWords(238)devolve Duzentos e trinta e oito. Conversão instantânea para texto. n o v i d a d e s WINDEV em Chinês. Agora pode substituir um conjunto de caracteres por outro apenas com uma única linha de código. O exemplo a seguir substitui os caracteres \ \, \ e / por um espaço: Text = Replace(Text,[«\\»,»\»,»/»],» «) Função mais eficaz. 076 Programação de coordenadas mais simples. n o v i d a d e s função para gerar uma palavra-passe Por vezes, uma aplicação precisa de gerar uma senha para um usuário. Novidades WINDEV 18 WEBDEV WINDEV Mobile 18 O Wi-Fi generalizou-se. A nova família de funções Wi-Fi permitelhe programar facilmente os processos que deseja. As 8 novas funções são muito fáceis de usar: WiFiActivate: Wi- FiAddNetwork, WiFiConnect, WiFiDetectAccessPoint, WiFiStatus, WiFiConnectionInfo, WiFiListNetwork, WiFiDeleteNetwork. A comunicação Wi-Fi é mais fácil. Função «Replace»: um conjunto de caracteres como parâmetros Os sistemas GPS (entre outros) utilizam um sistema de coordenadas específico: o sistema sexagesimal. Por exemplo longitude corresponde a de longitude. Alternar entre dois sistemas é feito automaticamente usando as funções DecimalToSexagesimal e SexagesimalToDecimal. n o v i d a d e s Aumento da segurança do aplicativo. Poupa ao utilizador o trabalho de escrever linhas de código. O novo parâmetro syslocksession da função SysShutdown permite bloquear a sessão atual do Windows. O utilizador necessita de digitar a sua palavra-passe do Windows para utilizar a Aplicação. Isto permite ao utilizador salvaguardar uma aplicação delicada, quando, por exemplo, o mesmo se afasta alguns metros da sua mesa de trabalho. Estas funções são muito úteis para lidar com tabelas TreeView. TableChildCount permite ao utilizador descobrir o número de «filhos» presentes numa tabela TreeView. TableMoveLine move uma linha numa tabela TreeView. TableSwapLine troca o conteúdo de duas linhas numa tabela TreeView. n o v i d a d e s N o v i d a d e Bloqueie a sessão do Windows Tabelas TreeView: 3 novas funções 071 n o v i d a d e s Extracção simplificada. Evita que utilizador escreva mais códigos e resulta numa maior segurança. Função «Truncate» Mais intuitivo. N o v i d a d e n o v i d a d e s A nova função ExtractLine é uma mnemónica bastante útil. Extrai uma determinada linha a partir de um texto. 070 A nova função GeneratePassword permite-lhe gerar aleatoriamente uma palavra-passe segura. A função aceita vários elementos como parâmetros: um tamanho, um conjunto de caracteres válidos... Existe uma versão chinesa do WINDEV distribuída na China. E tanto o ambiente como o WLanguage são evidentemente em Chinês.

12 081 Compressão 7z O rótulo exibido ou impresso é, agora, muito mais fácil de ser lido por uma pessoa! Note que o código de barras EAN-128 mudou de nome e agora é GS Imprima o conteúdo do código de barras, de forma visível, por baixo do mesmo. Os atributos dos WebServices são automaticamente acessíveis sem a necessidade de analisar o documento XML. Estes atributos são reconhecidos pelo WLanguage como propriedades dos parâmetros dos WebServices. Bastante código evitado. 094 Gestão de WS-Addressing Os formatos de compressão suportados pelas funções «7z» em WLanguage, atingem uma taxa de compressão surpreendente pela sua capacidade. Suporte para novo formato de compressão. 082 Procedimentos: passando um array de valores Na versão 18, pode passar um array de valores como parâmetro de um procedimento Por exemplo: proc([5,12,»albert»]) Simplificada a sobrecarga de funções 083 += Operadores += e -= num procedimento Os operadores += e -= são muito úteis Na versão 18, estes são permitidos como tipo variáveis num Procedure. Isso permite-lhe gerir facilmente uma lista de procedimentos a chamar, para adicionar e excluir os procedimentos, chamar essa lista de procedimentos numa única chamada. p is Procedure p += proc1 // adiciona proc1 p += proc2 // adiciona proc2 p(1) // call proc1(1) then proc2(1) Código eficaz. 084 funções de gestão de imagem: 6 vezes mais rápido Existe um tipo image em WLanguage. A atribuição de operações entre as variáveis do tipo image ou entre as variáveis image e o campo tipo de imagem foram otimizadas: A velocidade das operações é agora 6 vezes mais rápido. Melhorada a velocidade de processamento da imagem. 085 EAN128 (GS1-128) código de barras Os caracteres de controle já não são exibidos sob o código de barras. 086 WEBSERVICES Webservice: Resultados em array (SoapArray) Webservices podem devolver um resultado ou passar um parâmetro como um array (SoapArray). Para gerir automaticamente este tipo de retorno, a versão 18 oferece suporte a arrays automáticos. A estrutura do array é visível através do explorador do editor, o acesso por programação é facilitado graças ao operador de suporte. WebServices simplificados com resultados no formato array. 087 Conexão de dados num array: webservices Se um WebService devolve um resultado no formato array, agora pode realizar uma conexão de dados com o resultado, e exibi-lo sem necessidade nenhuma de código. Display automático. 088 Inclui WebServices Um ficheiro WDSL é um ficheiro de descrição do WebService. Um ficheiro WDSL pode incluir outros ficheiro WDSL, através da etiqueta «Importar». Agora os WebServices são geridos de forma automatica. O explorador do projeto permite-lhe visualizar os WebServices existentes. Os tipos e as funções dos WebServices são automaticamente declarados em WLanguage. Suporte à inclusão de WebServices. 089 Atributos suportados no wdsl 090 Múltiplas respostas O WebService pode devolver vários resultados ao mesmo tempo. Recuperar estes resultados é agora automático. Não é necessária a análise ao resultado XML. 091 Suporte a múltiplos cabeçalhos Alguns WebServices que necessitam de ser chamados contêm vários cabeçalhos. A função SOAPAddHeader permite ao utilizador adicionar tantos cabeçalhos quantos desejar. Melhor suporte para WebServices que requerem vários cabeçalhos. 092 ebay WebService Uma chamada a um WebService desencadeia a execução de um pedido http padrão. Com o WINDEV esta execução é automática e transparente. Alguns WebServices exigem um cabeçalho especial neste pedido http: é nomeadamente o caso do WebService do popular ebay. Na versão 18, pode adicionar elementos no pedido http de uma consulta. Suporte mais fácil para WebServices específicos. 093 Assinatura da mensagem É possível adicionar um certificado e assinar solicitações XML enviadas para o servidor. Com isto assegura a integridade das mensagens recebidas pelo servidor. Maior segurança para WebServices. O cabeçalho WS-Addressing (WSA) é destinado a trocas síncronas e assíncronas que requerem a identificação do servidor de destino. O elemento do cabeçalho WSA «Action» permite ao utilizador especificar a acção a executar. O cabeçalho «Action» do WSA standard é levado em consideração pelos WebServices a partir da versão 18. Maior segurança para WebServices. 095 Referências circulares em esquemas O «esquema» define os tipos tratados pelo WebService. Um tipo pode utilizar a definição de outro tipo. As declarações podem ser «circulares»: o primeiro tipo utiliza o segundo tipo que por sua vez utiliza o primeiro. A versão 18 suporta estas referências circulares. Suporte avançado de WebServices. 096 Sesam vitale Todas as novas funcionalidades oferecidas pela versão 18 para WebServices permitem uma gestão fácil e segura da interface para os novos cartões Vitale. A sua aplicação permite-lhe um acesso facilitado ao cartão Vitale Sesam. 097 EDITOR DE CÓ- DIGO: 8 NOVAS CARACTERÍSTICAS converter um texto em maiúsculas/ minúsculas Às vezes é necessário converter um texto para maiúsculas: um nome de uma variável, por exemplo. O novo controlo Crtl M permite fazê-lo. Também é possível converter um texto para minúsculas (Ctrl Shift M). Fácil conversão do tamanho das letras

13 098 Acesso instantâneo a um procedimento Na versão 18, agora é possível ter acesso a um procedimento ou um método escrevendo apenas uma parte do seu nome. Rápido acesso aos procedimentos. 099 Alt-Enter abre a janela das 7-tab do campo atual 102 «Switch» pré-preenchido num campo radio button Criar uma instrução SWITCH num «radio button» é agora extremamente simples. O editor de código na versão 18 adiciona automaticamente a instrução CASE correspondente a cada uma das opções do «radio button». A legenda para cada opção é automaticamente adicionada em linha como comentário. 105 EDITOR DE RELATÓRIOS E IMPRESSÕES Pré-visualizar: selecção de texto (copiar/colar) À esquerda, a área de «selecção e zoom», assinala a parte do relatório visualizado Fácil posicionamento e zoom. 107 Imprima a preto e branco a partir da pré-visualização de impressão Uma nova opção permite ao utilizador final alterar diretamente o tipo de impressão, cor ou preto e branco, a partir da janela de visualização de impressão. No editor de código, quando o cursor é posicionado sobre o nome de um campo, a combinação de teclas Alt Enter (como no editor de janela) abre diretamente a janela «7-Tab» deste campo. Muito útil! Evita algumas operações. O código é automaticamente pré-preenchido baseado no campo Economia de tempo, e paz de espírito. 100 A «tooltip» apresenta a condição do «if». Numa instrução de IF THEN ELSE END ao passar o cursor nas palavras ELSE ou END será apresentada a condição de IF. Se o código é um pouco longo, ou se existem várias instruções IF contidas numa sequência, esta novidade revelou-se muito apreciada pelos utilizadores. Compreensão de código mais fácil. 103 Depuração: opção que previne a minimização durante a execução do GO (teste da aplicação) Por defeito, ao executar uma operação GO, o editor é minimizado. Dependendo da configuração do seu computador (ecrã grande, 2 ecrãs, etc.), esta minimização não será útil. Com esta nova opção na versão 18, o utilizador pode manter o editor aberto. Não é necessário recuperar o meio ambiente durante uma operação GO. Seleção de texto a partir da pré-visualização: aqui o número da encomenda, pode ser copiado e de seguida colado Seleccionar texto dentro da visualização já está disponível. Esta função permite ao utilizador executar operações de copiar/colar a partir da pré-visualização. Esta função é revela-se bastante útil para o utilizador final. Note que, se for necessário (por uma questão de confidencialidade, etc), esta funcionalidade pode ser desativada pela função iparameterpreview de WLanguage. Copiar/Colar fácilmente a partir da pré-visualização. 101 A «tooltip» exibe todas as línguas de uma sequência que esteja em vários idiomas 104 Opção para desactivar «breakpoints» «Breakpoints» podem ser desactivados no editor de código. Um círculo vazio identifica-os. 106 Pré-Visualização: zoom e área de posicionamento Na janela de pré-visualização, o utilizador pode exibir, à esquerda, as miniaturas correspondentes às páginas. Parte do relatório visualizado, é apresentado em miniatura. O zoom e a área de posicionamento podem ser redimensionados e movidos na miniatura, o zoom pode ser modificado... Imprimir a Cores ou a Preto e Branco? O utilizador final escolhe a partir do pré-visualização! Economize na recarga dos tinteiros! 108 Alternar entre o modo retrato e paisagem na visualização de impressão A «tooltip» apresenta o texto traduzido para o idioma do projeto Quando sobrevoar um campo multilingual, o seu valor é exibido em todas as línguas do projeto, como uma dica numa janela de popup. Evita algumas operações. Administre os seus «breakpoints» Permite-lhe manter um breakpoint para uso posterior. Por vezes, o utilizador final pode necessitar escolher ou modificar a orientação de um relatório. O programador deverá planear ambos os layouts ao criar o relatório, pois a sua apresentação depende da programação de origem. Neste caso, surgirá um ícone ao visualizar o relatório, permitindo ao utilizador final optar pela orientação mais adequada para a sua impressão, dependendo da sua impressora, etc Aumento das opções de escolha para o utilizador final

14 109 Impressão frente e verso a partir da pré-visualização da impressão Uma nova opção permite ao utilizador alterar o modo de impressão de «um só lado» para «frente e verso», a partir da janela de pré-visualização de impressão. O utilizador não precisa de programar mais nada. 110 Adaptar a impressão de A4, A3, formato US Letter a partir da janela de visualização de impressão O programador nem sempre tem conhecimento do tipo de impressora que o utilizador final tem acesso. Os utilizadores finais que têm acesso a uma impressora de formato A3 geralmente gostam de tirar partido desta. Isto é possível com a versão 18. O programador precisa simplesmente de planificar o relatório para cada uma das versões oferecidas quando ele os cria.um relatório pode ser preparado para diferentes formatos de impressão: A4, A3, US Letter. Possibilidade de optimização para cada formato de papel. com este conteúdo. Na versão 18, o editor de relatório ganha um novo tipo de controlo, muito útil e eficaz: o campo HTML. Graças a este novo campo, imprimir conteúdo HTML (com tags, imagens, etc) é feito directamente sem necessidade de qualquer tipo de programação. O conteúdo HTML pode ser estático e copiado diretamente para o editor ao criar um relatório, ou dinâmico (que se encontre num ficheiro HTM., num ficheiro de memo HyperFileSQL, etc) e ler este durante a sua impressão. Simplificação radical da impressão HTML. 112 Impressão de um gráfico de superfície O novo tipo de gráfico de «superfície» pode ser impresso diretamente nos seus relatórios. INTEGRAÇÃO CONTÍNUA A integração consiste na compilação automática (até a criação do procedimento de instalação) num ou mais projetos em intervalos regulares de tempo (normalmente todos os dias), a fim de detectar instantaneamente (e corrigir) potenciais defeitos no projeto: erros de compilação, erros detectados pelos testes automatizados, arquivos desaparecidos, recursos que faltam,... A configuração da integração continua a ser muito simples com o WINDEV e WEBDEV permitindo-lhe economizar bastante tempo e dores de cabeça na sua organização. Quanto maior as suas equipes e projectos forem, maior são os ganhos. 113 Controlo de produção: especificar a ordem dos planos de acção Um plano de ação de spool pode conter um grande número de planos de ação (várias centenas ou milhares). Um plano de acção pode ter prioridade. O coordenador permite agora alterar a ordem dos planos de ação dentro do spool. Priorizar os planos de ação. GESTÃO UTILIZADORES (PALAVRA-PASSE) IMPORTANTE: o antigo formato da Gestão de Utilizadores ainda está totalmente disponível. A Aplicação na versão 18 pode ainda usar a versão anterior da Gestão de Utilizadores. Como sempre, a compatibilidade das suas aplicações está assegurada. 115 Interface modernizado A Gestão de Utilizadores foi modernizada. A sua aparência evoluiu. 111 Imprimir conteúdo HTML 114 Controlo de produção: especificar a prioridade para automatizar A aparência da Gestão de Utilizadores mudou um pouco! A definição dos acessos é agora mais visual. O gráfico de «superfície» num relatório. O utilizador não precisa de programar mais nada. O coordenador suporta uma ordem de prioridade entre automatizações. Quando estão disponíveis várias máquinas, este permite a selecção de uma máquina específica para a execução dos planos de acção. (a máquina mais rápida, por exemplo). Tire proveito do poder das suas máquinas. 116 aplicar um template durante a execução Version 18: uma das principais vantagens para a indústria Imprimir conteúdo HTML Hoje em dia, a maior parte do conteúdo é armazenado ou manipulado em formato HTML. A WLanguage oferece um grande número de funções para lidar A aparência da Gestão de Utilizadores poderá ser igual ao template usado pela aplicação 26 27

15 O visual padrão da Gestão de Utilizadores evoluiu, mas na versão 18 agora é possível aplicar o modelo utilizado pela aplicação a todas as janelas da Gestão de Utilizadores. Se você desejar, a aplicação manterá a mesma aparência durante todos os processos! Lembrete: a interface antiga ainda está disponível para haver compatibilidade com versões anteriores. Maior harmonia visual para a sua aplicação. 117 hierárquia de grupo e utilizador A Gestão de utilizadores permite definir grupos de utilizadores (perfis). Um grupo pode conter grupos e/ou utilizadores. Um utilizador pode pertencer a múltiplos grupos. A gestão de permissões é muito mais rápida. Informação estruturada agiliza a definição de permissões. 118 Edição: incluída a personalização através do «componente interno» A Gestão de Utilizadores pode ser customizada: as janela da Gestão de Utilizadores podem ser incluídas no projecto. Com o bjectivo de melhorar a organização dos processos, todas as janelas (e código) encontram-se centralizados num «componente interno», que é adicionado ao projeto. A análise da Gestão de Utilizadores encontra-se incluída num componente interno. Facilitar o manuseamento dos dados da Gestão de utilizadores. 119 Execução: definir permições sobre os elementos de um componente Um projecto, geralmente, utiliza vários componentes. A Versão 18 da Gestão de Utilizadores permite definir os direitos sobre os elementos utilizados numa aplicação. Aumento da personalização. 120 Utilize a autenticação Windows A Gestão de Utilzadores pode usar a informação do utilizador do Windows. A aplicação utilizará automaticamente esta informação. Se o utilizador alterar a sua senha do Windows, esta também será automaticamente alterada para aceder ao aplicativo (ou parte deste). Maior facilidade de utilização para o utilizador final. 121 SSO: Identificação única SSO (sigla para Single Sign On) permite-lhe digitar a senha apenas uma vez por sessão, independentemente do número de aplicações a executar. O utilizador final só precisa fazer login uma vez, e seu login servirá para todas as aplicações. Claro, as aplicações devem partilhar a mesma base de dados por forma a gerir da melhor maneira a Gestão de Utilizadores. Aumento do conforto para o utilizador final. 122 HYPERFILESQL HyperFileSQL nativo em Android Na versão 18, HyperFileSQL também está disponível para o sistema operativo Android. HyperFileSQL está agora disponível para as plataformas Windows, Linux, Mac, Windows Mobile, ios (iphone, ipad) e Android. O formato dos ficheiros e dos índices é idêntico permitindo desta forma as cópias entre sistemas sem qualquer conversão. Os novos recursos possibilitam um desenvolvimento mais standard e portátil para suas aplicações. (O suporte começa pelo Android 3.2, processador ARMv7, por exemplo Samsung Galaxy S3, Galaxy Tab, etc.) Os seus dados estão ainda mais portáteis, o código é ainda mais simples. 124 Em que ordem é executada uma consulta SQL? Explique! Uma consulta SQL pode envolver uma série de tarefas: ler, filtrar, ordenar, unir, selecionar,... O HyperFileSQL optimiza a ordem em que essas acções são realizadas baseado na disponibilidade dos índices e distribuição dos seus dados. Em alguns casos, um programador, um gestor de projecto ou um administrador de dados pode querer saber que ordem é esta. A função Explain fornece os detalhes do plano de execução de uma consulta. Você tem total visibilidade sobre a forma como as consultas SQL são executadas. 125 Segurança: restrição de acesso a partir do endereço de IP No modo Cliente/Servidor, cada computador que acesse ao servidor tem um endereço de IP, mesmo numa rede de área local sem Internet! O acesso ao servidor HyperFileSQL pode ser restrito aos endereços pré-defenidos ou mesmo a uma gama de endereços. Outro adereços serão rejeitados. A autorização também pode ser concedido a um ou mais domínios DNS. Por exemplo pode ser autorizado. Sub-domínios são suportados. Maior segurança de acesso. 126 Aglomerados: evoluções Todas as bases de dados são suportadas: SQL Server Oracle MySQL AS/400 Access PostgreSQL DB2 SQLite Informix ODBC, OLE DB HyperFileSQL 123 HyperFileSQL Android Cliente/Servidor Na versão 18, o acesso a um servidor HyperFileSQL pode ser feito a partir de um dispositivo Android. Isto permite, por exemplo, aceder ao IS de uma empresa por Wi- Fi, através de um tablet. (versão Android 3.2 ou superior, processador ARMv7, por exemplo Samsung Galaxy S3, Galaxy Tab, etc.). Os seus dados estão ainda mais portáteis, o código é ainda mais simples. O cluster HyperFileSQL permite sincronizar vários servidores em tempo real (ao contrário da replicação que apenas permite a sincronização programada). Na versão 18, o cluster HyperFileSQL oferece evoluções práticas: a gestão de acessos utilizador é suportado. Adicionar utilizadores, alterar os acessos de utilização de uma tabela,... agora é automatica a sincronização entre todos os nós do cluster. Alterar uma senha de utilizador é, portanto, muito fácil. O cluster pode ser customizado. 127 Optimização do índice, enquanto o servidor está inactivo 29

16 Um servidor de dados HyperFileSQL pode ter períodos de baixo uso ou ficar inativo: à noite ou durante o fim de semana, por exemplo. O servidor detecta automaticamente os periodos de pouca de actividade. Durante estes períodos, o servidor HyperFileSQL pode desencadear o procedimento de optimização para reorganizar os índices das base de dados reais, o que irá acelerar acessos subsequentes. Acesso e alterações na performance das bases de dados são ideais. O desempenho das bases de dados é melhorada sem qualquer trabalho pr parte do utilizador. 128 Novos comandos SQL: Alterar Tabela, Criar Índices O comando SQL Alter Table permite ao utilizador modificar a estrutura de uma tabela. Create Index também lhe permite adicionar, de forma dinâmica, índices a uma tabela existente. Actue sobre a análise através de programação. 129 SQL: Natural e Utilizado na relção entre ficheiros Natural permite ao utilizador criar associações usando todos os itens com o mesmo nome nas duas tabelas a relacionar. Using permite ao utilizador criar associações usando o nome do item especificado nas duas tabelas. Programação SQL mais eficaz. 130 Histórico de incidentes de um servidor, notificação por Um servidor pode encontrar vários problemas sem que qualquer utilizador (ou programador) perceba. Por exemplo, num cluster, se um nó se torna deficiente, isso vai passar despercebido e a aplicação continuará a funcionar (esta é a essência dos clusters!). Outro exemplo, é o de uma tarefa agendada ou um backup automático poder vir a falhar. A versão 18 oferece duas novidades interessantes nesta área: mantenha um histórico de todos os incidentes possibilidade de ser notificado por (e centro de controle de mensagens internas) em caso de um problema. O histórico de incidentes (e advertências) pode ser visto a partir do Centro de Controlo HyperFileSQL.O incidentes estão classificados em 3 categorias: baixo, médio e alto. Na versão 18 agora é possível, mediante o seu nível de gravidade, ser notificado por e- mail (ou mensagem) quando ocorrer um incidente. Melhor monitorização do servidor. 131 Informações sobre a consulta executada A partir das consultas de INSERT, UPDATE ou DELETE, é possível recuperar o número de elementos adicionados, modificados ou eliminados. O utilizador tem uma idéia da magnitude do impacto das alterações. REPLICAÇÃO DE SERVIDORES HYPERFILESQL Uma nova ferramenta, muito útil, de replicação foi introduzida nesta versão 18: replicação de servidor. Os dados são replicados automaticamente de um servidor para outro, de forma assíncrona. 132 WD WB Replicação do servidor de vários Sites Uma empresa pode ter vários servidores Hyper- FileSQL em locais diferentes, um servidor em cada filial, por exemplo. E essa empresa pode querer replicar os dados em cada servidor. E é agora muito fácil, graças à versão 18! Benefício proporcionado por esta nova da versão 18: Sincroniza automaticamente servidores remotos. 133 WD WB Replicação linear. A replicação linear é o modo mais simples: 2 servidores (ou mais) estão ligados de 2 em 2. A replicação pode ser unidirecional ou bidirecional (veja mais á frente) Benefício proporcionado por esta nova da versão 18: Suporta todas as tipologias de sites. 134 WD WB Replicação em estrela A replicação em estrela corresponde por predefinição a uma sede e filiais (pontos de venda,...). Com intervalos de tempo regulares (todas as noites, de forma contínua,...) as filiais sincronizam os seus dados com a sede. A replicação pode ser unidirecional ou bidirecional (veja mais abaixo) Benefício proporcionado por esta nova da versão 18: A replicação para filiais é agora mais fácil. 135 WD WB Replicação tipo estrutura de árvore A replicação em árvore (por níveis) corresponde por exemplo, a uma Multinacional que sincroniza primeiro as suas sedes nacionais e só depois os países onde se encontra representada. A replicação pode ser unidirecional ou bidirecional (veja mais á frente) A replicação para organizações altamente estruturadas é mais fácil. 136 WD WB Replicação unidirecional Numa replicação unidirecional os dados viajam apenas numa direcção. As actualizações são realizadas apenas a partir de um servidor para o outro. O tipo de replicação é definido pelos pares dos servidores. Benefício proporcionado por esta novidade: Facilidade no envio de dados para um local remoto. 137 WD WB Replicação bidirecional Numa replicação bidirecional os dados são sincronizados em ambos os sentidos. As actualizações são realizadas em cada um dos servidores. A resolução de conflitos nas atualizações é automática. Pode também ser o próprio utilizador a gerir os conflitos de programação. O tipo de replicação é definido pelos pares dos servidores. Flexibilidade, repartição de carga. 138 Frequência de replicação: agendada A replicação pode ser agendada, o que significa que pode acontecer em intervalos de tempo pré-definidos: durante a noite às 20:00, a cada 2 horas, ao sábado, etc A replicação também pode ser iniciada a qualquer momento, quando solicitada. O agendamento da replicação é definido pelo servidor par. Executar a replicação durante a altura de menos actividade do servidor 139 Frequência de replicação: modo contínuo A replicação pode ser efectuada em modo «contínuo», isto é, para cada alteração da base de dados. Note que a replicação é executada de modo assíncrono, o que significa que pode haver um atraso entre a modificação de dados no servidor e o transporte, ao longo desta modificação, para o outro servidor. Para uma modificação síncrona, por exemplo. em tempo real, é necessário usar o modo de cluster, também disponível. O agendamento da replicação é definido pelo servidor par. Sincronização contínua do servidor. Possibilidade de ter um servidor de backup. 140 Segurança na replicação Durante a replicação, se um dos servidores não estiver disponível (se a ligação ADSL estiver desligada), a replicação será re-efectuada automaticamente: em 10 segundos, num minuto em 3 mi

17 nutos, em 10 minutos, dentro de uma hora ou depois do intervalo de tempo seguinte, etc O utilizador pode solicitar ser notificado (via ,...), quando a replicação está atrasada (ver novidade #130). Protecção contra possíveis falhas na rede. CENTRO DE CONTROLO HYPERFILESQL 141 Selecção dos dados a serem replicados A replicação pode ser efectuada em todas as bases de dados encontradas num servidor, em tabelas, ou partes das mesmas, específicas (ficheiros de dados). 142 Execução de estruturas de modificação tipo consultas Agora o utilizador pode executar consultas que modificam a estrutura da base de dados a partir do Centro de Controlo HyperFileSQL. Consultas do tipo Update, Insert, Delete, Alter Table, Create Index são agora autorizadas. Torne as operações de manutenção da base de dados mais fáceis. 143 Exiba o número de registos processados por uma consulta novidades comuns WINDEV 18 beneficia de todas as novidades da versão 18. O utilizador encontrará benefícios nos novos campos (veja abaixo), na evolução dos comandos, na evolução do WLanguage, na evolução do HyperFileSQL, os seus utilizadores finais também beneficiam das novas AAF, mantenha-se no topo das novas tecnologias... O ambiente é mais produtivo, mais eficiente e mais agradável de se usar. CAMPOS 149 Novo campo zona Multilinha Este tipo de campo permite ao utilizador colocar campos de diferentes tipos em cada linha. Permite-lhe personalizar cada linha, por exemplo, oferecer uma check box numa linha para mudar um estado, uma barra de progressão noutra linha, etc (verifique os detalhes na novidade #012). Interface mais sofisticado, sem qualquer programação. 150 WD WB Configuração da replicação no Centro de Controlo Detalhes configuráveis Ao executar uma consulta, o número de registos (linhas) afectados pela consulta de modificação serão exibidos. Isto permitirá verificar a magnitude da ação. Evite operações indesejadas. 144 Consultar directamente incidentes do servidor Se aconteceram incidentes no servidor, o utilizador pode vê-los directamente no Centro de Controlo HyperFileSQL. A configuração dos s de notificação (que são enviados automaticamente em caso de um incidente grave) pode também ser feita aqui. Controlo mais fácil dos eventos do servidor. 145 Configure a replicação do servidor A configuração total da replicação do servidor: ligação entre os servidores, prioridade, agendamento, arquivos para replicar, etc é fácil através do Centro de Controlo HyperFileSQL. Fácil configuração das replicações 147 Novo campo rolap: Tabela dinâmica Este novo campo permite ao utilizador final (neste caso, o responsável pelas decisões) analisar automaticamente elevados quantidades de informação. Os dados são agregados como quiser e os resultados podem ser consolidados de acordo com vários «eixos» (ver novidades #005 a #010 para mais detalhes). O paraíso dos que tomam as decisões! 148 WD WB Novo campo Linha de Tempo Este novo tipo de campo permite representar cronologicamente um evento, ou modificá-lo para ter uma representação (ver detalhes da nova função # 011). Benefício proporcionado por esta nova da versão 18: Novo campo. Tab: linha com setas Foi introduzida uma nova opção de exibição dos separadores : se o número de separadores é maior do que o que pode ser exibido num linha, o utilizador pode adicionar barras de deslocamento em vez de os exibir em várias linhas

18 Cabeçalhos sempre visíveis. 153 Separadores na versão 17 n o v i d a d e Função «Open» para a janela interna Separadores na versão 18 com a opção de «uma fila apenas» Uma nova janela interna, que deve ser usada por si só, pode ser aberta directamente como uma janela normal. Os cabeçalhos dos separadores são mais legíveis. exibir «Este evento ocorreu às 14:48» a aplicação mostra «Este evento ocorreu há duas horas atrás» (ou 2 dias, ou 3 semanas atrás, etc) Este tipo de exibição está disponível para campos estáticos e de edição. Nenhuma linha de código é necessária para fazê-lo, basta usar a nova máscara. É igualmente útil na exibição de streams de notícias. N o v i d a d e 154 n o v i d a d e Na versão 18, o utilizador pode adicionar opções a um radio button ou check box através de programação. Pode, igualmente, eliminar algumas opções n o v i d a d e radio button/check box: acabaram as opções escondidas O cabeçalho «2013» cobre duas colunas Tabelas com personalização ainda mais avançada. A opção radio button ou check box podem ser temporariamente ocultadas. Nas versões anteriores do WINDEV, apareceria um «buraco» nas opções apresentadas. Na versão 18, você pode visualmente pedir para agrupar as opções. Tabela: quebra de cabeçalho sempre visível (opcional) As encomendas são feitas... O utilizador é informado em tempo real Os dados exibidos são mais fáceis de interpretar, o que limita o risco de erros. 157 n o v i d a d e Máscara hex adecimal Campos estáticos e de edição oferecem uma nova máscara «Hexadecimal». Isto permite-lhe exibir um buffer em formato bi- Com WINDEV 18 você constrói grandes programas Se houver um grande número de dados apresentados numa tabela, o cabeçalho pode desaparecer durante a rolagem. Na versão 18, pode solicitar que o cabeçalho esteja sempre visível: e este não se moverá durante a deslocação pelas páginas. Antes da versão 18, com a versão 18: não há mais «buracos» Radio buttons e check boxes que são dinamicamente modificados são visualmente mais bonitos. 156 n o v i d a d e s Máscara data/hora: «2 horas atrás», «ontem», etc. O cabeçalho (o «swimsuit size» neste caso) permanece sempre visível quando o utilizador se descola em sentido ao final da janela. Novidades WINDEV 18 Novas possibilidades gráficas para a sua aplicação. Personalizar um radio button ou uma check box é agora mais fácil A versão 18 oferece dois novos templates que podem ser usados livremente nas suas aplicações. Isto aumenta as possibilidades de personalização nas suas aplicações. n o v i d a d e radio button/check box: adicione opções através de programação As tabelas podem agora ter uma coluna de subcabeçalho. Várias colunas podem ter um título único, localizado abaixo dos títulos das colunas habituais. A leitura de tabelas foi melhorada nesta versão 18. N o v i d a d e 158 Tabela: Coluna de sub-cabeçalho 152 Exibição simples. 2 novos modelos de templates Não precisa de inserir uma janela interna numa janela em branco. 151 nário de forma legível. Para representar datas e horas, um grande número de aplicações usam uma terminologia com base no idioma falado. Em vez de WEBDEV WINDEV Mobile 18 As novidades WINDEV 18 WEBDEV WINDEV Mobile 18

19 AAF 159 Novo AAF: Quebra de linha automática (multiline) 161 Novo AAF: pesquisar no menu e nas etiquetas das janelas determinado conjunto de datas à sua escolha. O calendário será anexo ao como um documento de PDF. Tal como acontece com todos os AAF, este recurso pode ser desabilitado por programação. Uma célula da tabela pode conter um texto que é muito maior do que o tamanho disponível ou conter quebras de linha. Um utilizador final pode alterar a apresentação da tabela: o utilizador poderá decidir converter uma tabela com uma única linha em uma tabela com várias linhas, e ser capaz de ver todo o texto dessa maneira. Quando um utilizador descobre um interface interessante, este pode querer encontrar rapidamente informação específica, como o nome de um campo a utilizar ou mesmo uma opção de menu que lhe dê acesso. Este novo controlo AAF permite-lhe localizar instantaneamente o que procura! O utilizador final perceberá que será mais rápido tomar decisões. 162 As AAF s (Funções Automáticas da Aplicação) são um conjunto de funções que beneficiam automaticamente os utilizadores finais de aplicações desenvolvidas com WINDEV, WEBDEV ou WINDEV Mobile. Os seus utilizadores certamente vão apreciar exportar para Word, Excel, enviar s, configurar temporizadores nos botões, etc Sem qualquer tipo de programação, as AAF s adicionam instantaneamente um conjunto de recursos avançados às suas aplicações tornando os utilizadores finais mais eficientes. Na versão 18, foram adicionadas novas funções AAF à já extensa lista de AAF s existente. Numa tabela de linha única o texto é truncado à direita Tabela convertida para o formato de múltiplas linhas: todo o texto é exibido O utilizador final pode ler facilmente o conteúdo das células. 160 Novo AAF: Inserir password, de forma clara Geralmente, ao inserir uma senha, os caracteres digitados são mascarados por um caracter genérico no campo. Agora, uma nova tendência é exibir os caracteres em claro no ecrã (geralmente, não há pessoas mal-intencionadas atrás de si). Isto permite aos utilizadores verificar se digitou os caracteres correctos. Novo AAF: expanda todos os nódulos de uma árvore Numa TreeView, ou numa tabela tipo árvore, os nódulos são expandidos um a um. Em alguns casos, o utilizador final pode desejar ver toda a árvore. Este novo controlo AAF permite-lhe fazer isso com apenas um clique! O utilizador vê todo o conteúdo com um clique apenas. 163 Novo AAF: Salvaguar uma data Num campo tipo Data, o utilizador já pode salvaguardar uma determinada data. Agora o utilizador pode memorizar que a data é a de hoje e que esta deve ser exibida por defeito. Entrada sem espaço para erro. 164 Novo AAF: copiar o conteúdo de uma coluna Numa tabela de visualização, o utilizador pode no momento copiar uma célula, uma fila ou a tabela inteira. Com a versão 18, o utilizador pode agora copiar apenas uma coluna. Copiar colunas agora é fácil. O utilizador final pode enviar o calendário via , nenhuma codificação para o programador! A informação é mais facilmente partilhada. 166 INSTALLER Instalação a partir da nuvem Na versão 18, é possível colocar uma determinada instalação na nuvem (apenas num clique). Desta forma, todos os utilizadores autorizados podem instalar e atualizar as suas aplicações a partir de qualquer lugar do mundo, sem que necessite de se preocupar! De registar também que é possível colocar na nuvem as suas base de dados HyperFileSQL cliente / servidor. Instalações e atualizações simples para equipas distribuídas. 167 Assinatura de instalação O utilizador escolhe (ou não) exibir a password de forma explícita Introdução de password mais fácil num ambiente seguro. 165 Novo AAF: enviar calendário por Uma aplicação pode exibir um calendário. Na versão 18, o utilizador final pode enviar diretamente o seu calendário via , para um A versão 18 permite-lhe assinar o instalador criado pelo WINDEV. Basta seleccionar o certificado assistente de criação do setup. A integridade do pacote de instalação é garantida

20 168 N o v i d a d e 171 N o v i d a d e Suporte para o tipo de imagem O tipo WLanguage image é compatível com Java: a programação de imagens e fotos é muito mais rápida Na versão de 18 as suas instalações pode facilmente ser assinadas Aumento da velocidade. 169 O utilizador fica tranquilo em relação à instalação: ele sabe quem é o editor do programa! JAVA LINUX NATIVO HyperFileSQL: Suporte de campos Unicode Os campos HyperFileSQL tipo Unicode são suportados na versão 18 (suporte para conjuntos de caracteres não latinos, uma vez que cada caractere é codificado em 2 bytes). Suporte para conjuntos de caracteres não-latinos. N o v i d a d e 172 N o v i d a d e Orientação automática da imagem Qualquer aplicação Java exibe agora fotos com base na orientação (retrato ou paisagem), em que a foto foi tirada (usa as informações Exif). Não há mais dores no pescoço do utilizador! 170 N o v i d a d e Suporte para htransaction As funções htransaction são suportadas por HyperFileSQL Client/Server, SQL Lite, MySQL, SQL Server. Suporte de opções linguísticas do projeto (máscaras, datas, etc) 192 N o v i d a d e Aumento da customização de aplicações Java. QR Code EAN a N o v i d a d e 18 novas funções disponíveis em Java Java recebe 18 novas funções WLanguage: ChronoReset dmerge fbuildpath NoRightCharacter UTF8ToAns dloadimage dencrustcolor HDuplicateRecord NoLeftCharacter UTF8ToUnicode dcopyscreenimage GetGUID HTransactionStartt WeekToDate Benefício proporcionado por esta nova da versão 18: Códigos de barras no Linux. Mais uso para o código existente. MAC 191 MAIS RÁPIDO EAN128 Os códigos de barras podem agora ser exibidos e impressos em aplicações Linux utilizando a função iprintbarcode ou utilizados nos relatórios em PDF. Os formatos suportados são: QR, UPCA, UPCE, EAN13, EAN8, EAN128, CODE128, CODE39, CODE93, CODE11, CODE128, Intervaled 2 of 5, CODABAR, CB_MSI, Datamatrix, PDF417, VEZES StringReverse dcrop InWinRTMode HTransactionEnd Truncate DEVELOP Campos Código de barras Num projeto WINDEV pode definir os formatos a utilizar para exibir as datas, máscaras de campos dos tipo de moeda, etc.. Dependendo das aplicações, estes parâmetros podem ser diferentes dos do sistema operativo. A aplicação Java desenvolvida na versão 18 tem estes parâmetros em conta. A programação de transação está mais consistente. N o v i d a d e Todos as novas novidades do Java Todos os novos recursos do Java encontram-se naturalmente disponíveis para desenvolver aplicações em Mac. Muito mais poderosas as aplicações Mac! Novidades WINDEV 18 O suporte de imagens e fotos em JAVA tornou-se mais consolidado na versão 18. WEBDEV WINDEV Mobile 18

Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos

Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos Neste capítulo nós iremos examinar as características da interface do gerenciador de arquivos Konqueror. Através dele realizaremos as principais operações com arquivos

Leia mais

1.4.5 Ligar outros serviços de armazenamento

1.4.5 Ligar outros serviços de armazenamento Configurar o Word FIGURA 1.26 Serviços ligados 1.4.5 Ligar outros serviços de armazenamento O Microsoft Office 2013 apenas tem disponíveis ligações a serviços de armazenamento proprietários da Microsoft.

Leia mais

Manual do Usuário Características e recursos básicos Enterprise Resource Planning

Manual do Usuário Características e recursos básicos Enterprise Resource Planning Manual do Usuário Características e recursos básicos Enterprise Resource Planning www.pwi.com.br 1 Volpe Enterprise Resource Planning Este manual não pode, em parte ou no seu todo, ser copiado, fotocopiado,

Leia mais

Guia de Imprimir/Digitalizar Portátil para o Brother iprint&scan

Guia de Imprimir/Digitalizar Portátil para o Brother iprint&scan Guia de Imprimir/Digitalizar Portátil para o Brother iprint&scan Versão I POR Definições de notas Ao longo deste manual do utilizador, é utilizado o seguinte estilo de nota: especifica o ambiente operativo,

Leia mais

Migrar para o Excel 2010

Migrar para o Excel 2010 Neste Guia Microsoft O aspecto do Microsoft Excel 2010 é muito diferente do Excel 2003, pelo que este guia foi criado para ajudar a minimizar a curva de aprendizagem. Continue a ler para conhecer as partes

Leia mais

604 wifi. Visite www.archos.com/manuals para transferir a versão mais recente deste manual.

604 wifi. Visite www.archos.com/manuals para transferir a versão mais recente deste manual. 604 wifi FUNÇÕES WIFI e Internet Suplemento ao Manual do Utilizador ARCHOS 504/604 Versão 1.2 Visite www.archos.com/manuals para transferir a versão mais recente deste manual. Este manual contém informações

Leia mais

Google Apps para o Office 365 para empresas

Google Apps para o Office 365 para empresas Google Apps para o Office 365 para empresas Mude O Office 365 para empresas tem um aspeto diferente do Google Apps, por isso, ao iniciar sessão, obterá esta vista para começar. Após as primeiras semanas,

Leia mais

Conceitos Fundamentais de Microsoft Word. Professor Rafael rafampsilva@yahoo.com.br www.facebook.com/rafampsilva

Conceitos Fundamentais de Microsoft Word. Professor Rafael rafampsilva@yahoo.com.br www.facebook.com/rafampsilva Conceitos Fundamentais de Microsoft Word Professor Rafael www.facebook.com/rafampsilva Introdução É um editor de texto ou processador de texto? editores de texto: editam texto (assim como uma máquina de

Leia mais

Os elementos básicos do Word

Os elementos básicos do Word Os elementos básicos do Word 1 Barra de Menus: Permite aceder aos diferentes menus. Barra de ferramentas-padrão As ferramentas de acesso a Ficheiros: Ficheiro novo, Abertura de um documento existente e

Leia mais

Office Web Apps para Professores Passo-a-passo

Office Web Apps para Professores Passo-a-passo Office Web Apps para Professores Passo-a-passo Usar o Office Web Apps no Windows Live Para usar o Office Web Apps no Windows Live precisa de ter uma conta Microsoft, Windows Live ou Office 365 um endereço

Leia mais

Manual de Utilização do Easy Reader versão 6

Manual de Utilização do Easy Reader versão 6 Manual de Utilização do Easy Reader versão 6 Página 1 Índice Manual de Utilização do Easy Reader versão 6 1 O que é o EasyReader? 4 Abrir um livro 5 Abrir um novo livro de um CD/DVD 5 Abrir um novo livro

Leia mais

Manual do Usuário. Sistema Financeiro e Caixa

Manual do Usuário. Sistema Financeiro e Caixa Manual do Usuário Sistema Financeiro e Caixa - Lançamento de receitas, despesas, gastos, depósitos. - Contas a pagar e receber. - Emissão de cheque e Autorização de pagamentos/recibos. - Controla um ou

Leia mais

MANUAL DO NVDA Novembro de 2013

MANUAL DO NVDA Novembro de 2013 MANUAL DO NVDA Novembro de 2013 PROJETO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL Núcleo IFRS Manual do NVDA Sumário O que são leitores de Tela?... 3 O NVDA - Non Visual Desktop Access... 3 Procedimentos para Download

Leia mais

Manual PowerPoint 2000

Manual PowerPoint 2000 Manual PowerPoint 2000 Índice 1. INTRODUÇÃO 1 2. DIRECTRIZES PARA APRESENTAÇÕES DE DIAPOSITIVOS 1 3. ECRÃ INICIAL 2 4. TIPOS DE ESQUEMA 2 5. ÁREA DE TRABALHO 3 5.1. ALTERAR O ESQUEMA AUTOMÁTICO 4 6. MODOS

Leia mais

Software da Impressora

Software da Impressora Software da Impressora Acerca do Software da Impressora O software Epson inclui o controlador de impressão e o EPSON Status Monitor 3. O controlador de impressão é um software que permite controlar a impressora

Leia mais

PROJETO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL DO IFRS Manual Rápido do NVDA. Sumário

PROJETO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL DO IFRS Manual Rápido do NVDA. Sumário PROJETO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL DO IFRS Manual Rápido do NVDA Sumário O que são leitores de Tela?... 1 O NVDA - Non Visual Desktop Access... 1 Procedimentos para Download e Instalação do NVDA... 2 Iniciando

Leia mais

Manual de Utilização

Manual de Utilização Se ainda tiver dúvidas entre em contato com a equipe de atendimento: Por telefone: 0800 642 3090 Por e-mail atendimento@oisolucoespraempresas.com.br Introdução... 3 1. O que é o programa Oi Backup Empresarial?...

Leia mais

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt Impressão e acabamento: Inova 1ª edição: Outubro de 2003 ISBN: 972-8426-76-3 Depósito legal: 202574/03

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt Impressão e acabamento: Inova 1ª edição: Outubro de 2003 ISBN: 972-8426-76-3 Depósito legal: 202574/03 FICHEIROS COM EXEMPLOS Envie um e-mail* para software@centroatlantico.pt para conhecer os endereços de Internet de onde poderá fazer o download dos ficheiros com os exemplos deste livro. * O leitor consente,

Leia mais

Guia de Imprimir/Digitalizar Portátil para o Brother iprint&scan

Guia de Imprimir/Digitalizar Portátil para o Brother iprint&scan Guia de Imprimir/Digitalizar Portátil para o Brother iprint&scan Versão G POR Definições de notas Ao longo deste Manual do Utilizador, é utilizado o seguinte ícone: As Notas indicam o que fazer perante

Leia mais

Excel 2010 Modulo II

Excel 2010 Modulo II Excel 2010 Modulo II Sumário Nomeando intervalos de células... 1 Classificação e filtro de dados... 3 Subtotais... 6 Validação e auditoria de dados... 8 Validação e auditoria de dados... 9 Cenários...

Leia mais

Informática Básica. Microsoft Word XP, 2003 e 2007

Informática Básica. Microsoft Word XP, 2003 e 2007 Informática Básica Microsoft Word XP, 2003 e 2007 Introdução O editor de textos Microsoft Word oferece um conjunto de recursos bastante completo, cobrindo todas as etapas de preparação, formatação e impressão

Leia mais

Professor Paulo Najar www.aprenderdigital.com.br

Professor Paulo Najar   www.aprenderdigital.com.br ~ 1 ~ O QUE É O BROFFICE? Broffice.org é o nome de um conjunto de programas de escritório livre (free software), disponível na internet gratuitamente (no site www.broffice.org) que oferece ferramentas

Leia mais

Painel de Navegação Para ver o Painel de Navegação, prima CTRL+F. Pode arrastar os cabeçalhos dos documentos neste painel para reorganizá-los.

Painel de Navegação Para ver o Painel de Navegação, prima CTRL+F. Pode arrastar os cabeçalhos dos documentos neste painel para reorganizá-los. Guia de Introdução O Microsoft Word 2013 tem um aspeto diferente das versões anteriores, pelo que criámos este guia para ajudar a minimizar a curva de aprendizagem. Barra de Ferramentas de Acesso Rápido

Leia mais

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09

ÍNDICE. Sobre o SabeTelemarketing 03. Contato. Ícones comuns à várias telas de gerenciamento. Verificar registros 09. Tela de relatórios 09 ÍNDICE Sobre o SabeTelemarketing 03 Ícones comuns à várias telas de gerenciamento Contato Verificar registros 09 Telas de cadastro e consultas 03 Menu Atalho Nova pessoa Incluir um novo cliente 06 Novo

Leia mais

20 Escola Digital Manual do Utilizador Professor

20 Escola Digital Manual do Utilizador Professor 20 Escola Digital Manual do Utilizador Professor Manual do Utilizador Professor... 1 1. Conhecer o 20 Escola Digital... 4 2. Autenticação... 6 2.1. Criar um registo na LeYa Educação... 6 2.2. Aceder ao

Leia mais

Migrar para o Access 2010

Migrar para o Access 2010 Neste Guia Microsoft O aspecto do Microsoft Access 2010 é muito diferente do Access 2003, pelo que este guia foi criado para ajudar a minimizar a curva de aprendizagem. Continue a ler para conhecer as

Leia mais

Lexmark Print Management

Lexmark Print Management Lexmark Print Management O Lexmark Print Management permite-lhe optimizar a impressão em rede e criar uma vantagem informativa com uma solução que pode ser implementada localmente ou através da nuvem.

Leia mais

MANUAL ARTSOFT Mobile AutoSales

MANUAL ARTSOFT Mobile AutoSales MANUAL ARTSOFT Mobile AutoSales INDÍCE O que é?... 3 Como se configura?... 3 ARTSOFT... 3 ANDROID... 3 Login... 4 Home... 5 Funcionalidades... 6 Sincronização... 6 Contas... 7 Consultas... 7 Resumos...

Leia mais

Google Apps para o Office 365 para empresas

Google Apps para o Office 365 para empresas Google Apps para o Office 365 para empresas Faça a migração O Office 365 para empresas tem uma aparência diferente do Google Apps, de modo que, ao entrar, você poderá obter esta exibição para começar.

Leia mais

MÓDULO - I Manual Prático Microsoft Excel 2007

MÓDULO - I Manual Prático Microsoft Excel 2007 MÓDULO - I Manual Prático Microsoft Excel 2007 MÓDULO - I APRESENTAÇÃO... 1 AMBIENTE DE TRABALHO... 2 A folha de cálculo... 2 O ambiente de trabalho do Excel... 3 Faixas de Opções do Excel... 4 - Guia

Leia mais

Google Sites. A g r u p a m e n t o C a m p o A b e r t o 2 0 1 0 / 2 0 1 1

Google Sites. A g r u p a m e n t o C a m p o A b e r t o 2 0 1 0 / 2 0 1 1 Google Sites A g r u p a m e n t o C a m p o A b e r t o 2 0 1 0 / 2 0 1 1 1. Google Sites A Google veio anunciar que, para melhorar as funcionalidades centrais do Grupos Google, como listas de discussão

Leia mais

Spelling Tabelas Apagar linhas numa tabela Merge e Split numa tabela Alinhamento vertical da tabela Introduzir texto na vertical

Spelling Tabelas Apagar linhas numa tabela Merge e Split numa tabela Alinhamento vertical da tabela Introduzir texto na vertical Word II Título: Iniciação ao WORD 2003. Nível: 1 Duração: 2 Tempos Objectivo: Iniciar o estudo da aplicação Microsoft Office Word. Dar a conhecer algumas ferramentas do Microsoft Office Word. Microsoft

Leia mais

Centro Atlântico, Lda., 2011 Ap. 413 4764-901 V. N. Famalicão, Portugal Tel. 808 20 22 21. geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.

Centro Atlântico, Lda., 2011 Ap. 413 4764-901 V. N. Famalicão, Portugal Tel. 808 20 22 21. geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico. Reservados todos os direitos por Centro Atlântico, Lda. Qualquer reprodução, incluindo fotocópia, só pode ser feita com autorização expressa dos editores da obra. Microsoft Excel 2010 Colecção: Software

Leia mais

Guia de Início Rápido

Guia de Início Rápido Guia de Início Rápido O Microsoft Word 2013 parece diferente das versões anteriores, por isso criamos este guia para ajudar você a minimizar a curva de aprendizado. Barra de Ferramentas de Acesso Rápido

Leia mais

Volpe Enterprise Resource Planning

Volpe Enterprise Resource Planning Volpe Enterprise Resource Planning Este manual não pode, em parte ou no seu todo, ser copiado, fotocopiado, reproduzido, traduzido ou reduzido a qualquer mídia eletrônica ou máquina de leitura, sem a expressa

Leia mais

MANUAL DO UTILIZADOR DO BACKUP HD SERIES

MANUAL DO UTILIZADOR DO BACKUP HD SERIES MANUAL DO UTILIZADOR DO BACKUP HD SERIES OBRIGADO por ter adquirido a aplicação ClickFree Backup. Estas instruções foram reunidas para o ajudar a utilizar o produto, mas de um modo geral esperamos que

Leia mais

MANUAL DO UTILIZADOR TABLET PARA O SETOR DA RESTAURAÇÃO

MANUAL DO UTILIZADOR TABLET PARA O SETOR DA RESTAURAÇÃO MANUAL DO UTILIZADOR TABLET PARA O SETOR DA RESTAURAÇÃO SDILAB Investigação e Desenvolvimento de Software, Lda. Parque Industrial de Celeirós - 1ª Fase, Lote C 4705 Celeirós Braga, Portugal +351 253 678

Leia mais

Microsoft PowerPoint 2003

Microsoft PowerPoint 2003 Página 1 de 36 Índice Conteúdo Nº de página Introdução 3 Área de Trabalho 5 Criando uma nova apresentação 7 Guardar Apresentação 8 Inserir Diapositivos 10 Fechar Apresentação 12 Abrindo Documentos 13 Configurar

Leia mais

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS PROFESSOR II INFORMÁTICA

PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS PROFESSOR II INFORMÁTICA 17 PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS PROFESSOR II INFORMÁTICA QUESTÃO 21 Analise as seguintes afirmativas sobre as ferramentas disponíveis no Painel de Controle do Microsoft Windows XP Professional, versão

Leia mais

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt Impressão e acabamento: Inova 1ª edição: Novembro de 2004

geral@centroatlantico.pt www.centroatlantico.pt Impressão e acabamento: Inova 1ª edição: Novembro de 2004 FICHEIROS COM EXEMPLOS Envie um e-mail* para software@centroatlantico.pt para conhecer os endereços de Internet de onde poderá fazer o download dos ficheiros com os exemplos deste livro. Reservados todos

Leia mais

8VDQGR5HSRUW0DQDJHUFRP&ODULRQH3RVWJUH64/ -XOLR&HVDU3HGURVR $,'(GR5HSRUW0DQDJHU

8VDQGR5HSRUW0DQDJHUFRP&ODULRQH3RVWJUH64/ -XOLR&HVDU3HGURVR $,'(GR5HSRUW0DQDJHU $,'(GR5HSRUW0DQDJHU Neste capítulo vamos abordar o ambiente de desenvolvimento do Report Manager e como usar os seus recursos. $FHVVDQGRRSURJUDPD Depois de instalado o Report Manager estará no Grupo de

Leia mais

Microsoft Office Excel

Microsoft Office Excel 1 Microsoft Office Excel Introdução ao Excel Um dos programas mais úteis em um escritório é, sem dúvida, o Microsoft Excel. Ele é uma planilha eletrônica que permite tabelar dados, organizar formulários,

Leia mais

Ferramenta: Spider-CL. Manual do Usuário. Versão da Ferramenta: 1.1. www.ufpa.br/spider

Ferramenta: Spider-CL. Manual do Usuário. Versão da Ferramenta: 1.1. www.ufpa.br/spider Ferramenta: Spider-CL Manual do Usuário Versão da Ferramenta: 1.1 www.ufpa.br/spider Histórico de Revisões Data Versão Descrição Autor 14/07/2009 1.0 15/07/2009 1.1 16/07/2009 1.2 20/05/2010 1.3 Preenchimento

Leia mais

A VISTA BACKSTAGE PRINCIPAIS OPÇÕES NO ECRÃ DE ACESSO

A VISTA BACKSTAGE PRINCIPAIS OPÇÕES NO ECRÃ DE ACESSO DOMINE A 110% ACCESS 2010 A VISTA BACKSTAGE Assim que é activado o Access, é visualizado o ecrã principal de acesso na nova vista Backstage. Após aceder ao Access 2010, no canto superior esquerdo do Friso,

Leia mais

Folha de cálculo. Excel. Agrupamento de Escolas de Amares

Folha de cálculo. Excel. Agrupamento de Escolas de Amares Folha de cálculo Excel Agrupamento de Escolas de Amares Índice 1. Funcionalidades básicas... 3 1.1. Iniciar o Excel... 3 1.2. Criar um livro novo... 3 1.3. Abrir um livro existente... 3 1.4. Inserir uma

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO PORTAL TISS. Manual. Usuário. Versão 1.3 atualizado em 13/06/2013

MANUAL DO USUÁRIO PORTAL TISS. Manual. Usuário. Versão 1.3 atualizado em 13/06/2013 Manual do Usuário Versão 1.3 atualizado em 13/06/2013 1. CONFIGURAÇÕES E ORIENTAÇÕES PARA ACESSO... 4 2 GUIAS... 11 2.1 DIGITANDO AS GUIAS... 11 2.2 SALVANDO GUIAS... 12 2.3 FINALIZANDO UMA GUIA... 13

Leia mais

VM Card. Referência das Definições Web das Funções Avançadas. Manuais do Utilizador

VM Card. Referência das Definições Web das Funções Avançadas. Manuais do Utilizador VM Card Manuais do Utilizador Referência das Definições Web das Funções Avançadas 1 Introdução 2 Ecrãs 3 Definição de Arranque 4 Informações de Função Avançada 5 Instalar 6 Desinstalar 7 Ferramentas do

Leia mais

Mapas. Visualização de informação geográfica; Consulta e edição (mediante permissões) de informação geográfica;

Mapas. Visualização de informação geográfica; Consulta e edição (mediante permissões) de informação geográfica; Mapas Destinado especialmente aos Utilizadores do GEOPORTAL, nele são descritas e explicadas as diferentes funcionalidades existentes no FrontOffice (GEOPORTAL). O GEOPORTAL é baseado em tecnologia Web,

Leia mais

Autor: Júlio Battisti www.juliobattisti.com.br

Autor: Júlio Battisti www.juliobattisti.com.br Autor: Júlio Battisti www.juliobattisti.com.br Livro: Aprenda com Júlio Battisti: Excel 2010 Avançado, Análise de Dados e Cenários, Tabelas e Gráficos Dinâmicos, Macros e Programação VBA - Através de Exemplos

Leia mais

Linux. Educacional. Tutorial Buzzword

Linux. Educacional. Tutorial Buzzword Linux Educacional Tutorial Buzzword Para trabalhar com o programa Buzzword online, é necessário que crie uma conta no site. Para isso acesse o endereço - https://buzzword.acrobat.com/ Para criar uma conta

Leia mais

Seu manual do usuário EPSON LQ-630 http://pt.yourpdfguides.com/dref/1120693

Seu manual do usuário EPSON LQ-630 http://pt.yourpdfguides.com/dref/1120693 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre a no manual do usuário (informação,

Leia mais

Enviar Para (Destinatário do Email - Para Revisão) > Botão Office Opções do Word Personalizar Todos os Comandos Enviar para Revisão

Enviar Para (Destinatário do Email - Para Revisão) > Botão Office Opções do Word Personalizar Todos os Comandos Enviar para Revisão Word 2003: Arquivo Novo > Botão Office Novo Abrir... > Botão Office Abrir Fechar > Botão Office Fechar Salvar > Barra de Ferramentas de Acesso Rápido Salvar Salvar > Botão Office Salvar Salvar como > Botão

Leia mais

Porque as suas regras de negócio são específicas, precisa de uma sua solução de gestão que permite gerir essa diferença.

Porque as suas regras de negócio são específicas, precisa de uma sua solução de gestão que permite gerir essa diferença. Porquê NEXT Vision Porque as suas regras de negócio são específicas, precisa de uma sua solução de gestão que permite gerir essa diferença.... Poder de adaptação Porque cabe a si decidir como pretende

Leia mais

Manual de Iniciaça o. Índice

Manual de Iniciaça o. Índice Manual de Iniciaça o Índice Passo 1- Definir... 2 Definir grupos de tarefas... 2 Definir funções... 6 Definir utilizadores... 11 Definir o Workflow... 14 Definir tarefas... 18 Passo 2 - Planear... 21 Planear

Leia mais

Montar planilhas de uma forma organizada e clara.

Montar planilhas de uma forma organizada e clara. 1 Treinamento do Office 2007 EXCEL Objetivos Após concluir este curso você poderá: Montar planilhas de uma forma organizada e clara. Layout da planilha Inserir gráficos Realizar operações matemáticas 2

Leia mais

GUÍA PARA UTILIZAR A WEBNODE EDU

GUÍA PARA UTILIZAR A WEBNODE EDU GUÍA PARA UTILIZAR A WEBNODE EDU Imagina que queres criar o teu próprio site. Normalmente, terías que descarregar e instalar software para começar a programar. Com a Webnode não é preciso instalar nada.

Leia mais

Manual de Administração

Manual de Administração Manual de Administração Produto: n-mf Xerox Versão do produto: 4.7 Autor: Bárbara Vieira Souza Versão do documento: 1 Versão do template: Data: 04/04/01 Documento destinado a: Parceiros NDDigital, técnicos

Leia mais

ZS Rest. Manual de Iniciação. FrontOffice (ponto de venda)

ZS Rest. Manual de Iniciação. FrontOffice (ponto de venda) Manual de Iniciação FrontOffice (ponto de venda) 1 1. Índice 2. Introdução... 3 3. Iniciar o ZSRest FrontOffice... 4 4. Início de Operador... 5 b) Fazer login de Empregado:... 5 c) Botões de Acção:...

Leia mais

MANUAL DO ADMINISTRADOR DO MÓDULO

MANUAL DO ADMINISTRADOR DO MÓDULO MANUAL DO ADMINISTRADOR DO MÓDULO ÍNDICE Relatórios Dinâmicos... 3 Requisitos de Sistema... 4 Estrutura de Dados... 5 Operadores... 6 Tabelas... 7 Tabelas x Campos... 9 Temas... 13 Hierarquia Relacionamento...

Leia mais

Microsoft Office 2007

Microsoft Office 2007 Produzido pela Microsoft e adaptado pelo Professor Leite Júnior Informática para Concursos Microsoft Office 2007 Conhecendo o Office 2007 Visão Geral Conteúdo do curso Visão geral: A nova aparência dos

Leia mais

Gestão de bases de dados e listas

Gestão de bases de dados e listas Gestão de bases de dados e listas Uma das tarefas mais comuns em que são utilizadas folhas de cálculo é a gestão de listas (listas de números de telefone, listas de clientes, listas de tarefas, listas

Leia mais

Word 2010 Noções de Informática Henrique Sodré Página 1

Word 2010 Noções de Informática Henrique Sodré Página 1 Word 2010 1. Visão Geral 1.1. Guia/Aba 1.1.1. Guia Contextual (aparece quando se trabalha com contexto específico. Por exemplo, tabela, imagem, cabeçalho e rodapé ou equação) (aparece depois da guia exibição)

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA - SC. MICROSOFT OFFICE - EXCEL 2007 Pág.: 1

TRIBUNAL DE JUSTIÇA - SC. MICROSOFT OFFICE - EXCEL 2007 Pág.: 1 EXCEL 2007 O Excel 2007 faz parte do pacote de produtividade Microsoft Office System de 2007, que sucede ao Office 2003. Relativamente à versão anterior (Excel 2003), o novo programa introduz inúmeras

Leia mais

Workshop (mínimo de 5 inscrições)

Workshop (mínimo de 5 inscrições) Workshop (mínimo de 5 inscrições) 6 horas (2 x 3 horas) Operar, em segurança, equipamento tecnológico, usado no quotidiano. Realizar operações básicas no computador Sistema operativo gráfico Conceitos

Leia mais

Informática. Informática. Valdir. Prof. Valdir

Informática. Informática. Valdir. Prof. Valdir Prof. Valdir Informática Informática Valdir Prof. Valdir Informática Informática PROVA DPF 2009 Julgue os itens subseqüentes, a respeito de Internet e intranet. Questão 36 36 - As intranets, por serem

Leia mais

Instruções para Administração do Site do Jornal de Oleiros... 2 Recomendações e Sugestões Técnicas... 2 Aceder à Zona de Administração do Site...

Instruções para Administração do Site do Jornal de Oleiros... 2 Recomendações e Sugestões Técnicas... 2 Aceder à Zona de Administração do Site... Instruções para Administração do Site do Jornal de Oleiros... 2 Recomendações e Sugestões Técnicas... 2 Aceder à Zona de Administração do Site... 2 Gerir Notícias no Site... 4 Inserir uma Notícia no Site...

Leia mais

Outlook 2003. Nivel 1. Rui Camacho

Outlook 2003. Nivel 1. Rui Camacho Outlook 2003 Nivel 1 Objectivos gerais Enviar e Responder a mensagens de correio electrónico, e gestão de contactos, marcação de compromissos e trabalhar com notas. Objectivos específicos Começar a trabalhar

Leia mais

POS significa Point of Sale Posto de Venda um local onde ocorre uma transação financeira, por exemplo,

POS significa Point of Sale Posto de Venda um local onde ocorre uma transação financeira, por exemplo, Módulo POS Loja O que é um POS? Para que serve? POS significa Point of Sale Posto de Venda um local onde ocorre uma transação financeira, por exemplo, uma Loja que efetue venda ao público. Por outras palavras,

Leia mais

IMPRESS Trata-se do software pertencente ao pacote BrOffice.org, seu papel é a criação de apresentações

IMPRESS Trata-se do software pertencente ao pacote BrOffice.org, seu papel é a criação de apresentações IMPRESS Trata-se do software pertencente ao pacote BrOffice.org, seu papel é a criação de apresentações O que é uma Apresentação? É um arquivo em que são exibidos textos, gráficos, imagens, sons e animações,

Leia mais

Dicas para usar melhor o Word 2007

Dicas para usar melhor o Word 2007 Dicas para usar melhor o Word 2007 Quem está acostumado (ou não) a trabalhar com o Word, não costuma ter todo o tempo do mundo disponível para descobrir as funcionalidades de versões recentemente lançadas.

Leia mais

INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8

INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8 ÍNDICE INTRODUÇÃO 2 ACESSO AO SIGTECWEB 3 TEMPO DE CONEXÃO 5 NAVEGAÇÃO 7 BARRA DE AÇÕES 7 COMPORTAMENTO DOS BOTÕES 7 FILTROS PARA PESQUISA 8 ACESSO ÀS FERRAMENTAS 9 FUNÇÕES 12 MENSAGENS 14 CAMPOS OBRIGATÓRIOS

Leia mais

MANUAL DE INTRODUÇÃO AO ALFRESCO 3.0

MANUAL DE INTRODUÇÃO AO ALFRESCO 3.0 MANUAL DE INTRODUÇÃO AO ALFRESCO 3.0 Alfresco é uma marca registada da Alfresco Software Inc. 1 / 42 Índice de conteúdos Alfresco Visão geral...4 O que é e o que permite...4 Página Inicial do Alfresco...5

Leia mais

Introdução Microsoft PowerPoint 2013 apresentações Office PowerPoint 2013 Microsoft PowerPoint 2013 textos planilhas Excel Word

Introdução Microsoft PowerPoint 2013 apresentações Office PowerPoint 2013 Microsoft PowerPoint 2013 textos planilhas Excel Word PowerPoint 2013 Sumário Introdução... 1 Iniciando o PowerPoint 2013... 2 Criando Nova Apresentação... 10 Inserindo Novo Slide... 13 Formatando Slides... 15 Inserindo Imagem e Clip-art... 16 Inserindo Formas...

Leia mais

PORTUGUÊS. Mesa Digitalizadora. Manual do Utilizador. Windows 2000 / XP / Vista

PORTUGUÊS. Mesa Digitalizadora. Manual do Utilizador. Windows 2000 / XP / Vista Mesa Digitalizadora Manual do Utilizador Windows 2000 / XP / Vista 1 I. Informação Geral 1. Visão Geral Bem-vindo ao mundo das canetas digitais! Irá descobrir que é muito fácil controlar o seu computador

Leia mais

Digitalização. Copiadora e Impressora WorkCentre C2424

Digitalização. Copiadora e Impressora WorkCentre C2424 Digitalização Este capítulo inclui: Digitalização básica na página 4-2 Instalando o driver de digitalização na página 4-4 Ajustando as opções de digitalização na página 4-5 Recuperando imagens na página

Leia mais

administração Guia de BlackBerry Internet Service Versão: 4.5.1

administração Guia de BlackBerry Internet Service Versão: 4.5.1 BlackBerry Internet Service Versão: 4.5.1 Guia de administração Publicado: 16/01/2014 SWD-20140116140606218 Conteúdo 1 Primeiros passos... 6 Disponibilidade de recursos administrativos... 6 Disponibilidade

Leia mais

Módulo de Estatísticas MANUAL DO UTILIZADOR

Módulo de Estatísticas MANUAL DO UTILIZADOR MANUAL DO UTILIZADOR Versão 1.4 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 2 2. REQUISITOS DO SISTEMA 3 3. CONTROLOS GERAIS DO WINDOWS 4 3.1 ESTRUTURA HIERÁRQUICA 4 3.2 CONTROLO DE DATA 5 4. INÍCIO DA UTILIZAÇÃO 8 5. IDENTIFICAÇÃO

Leia mais

Introdução... 1. Instalação... 2

Introdução... 1. Instalação... 2 ONTE DO Introdução... 1 O que é IPP?... 1 Qual é a função de um software Samsung IPP?... 1 Instalação... 2 Requisitos do sistema... 2 Instalar o software Samsung IPP... 2 Desinstalar o software Samsung

Leia mais

Moodle FTEC Versão 2.0 Manual do Usuário Acesse a área de LOGIN do site da FTEC www.ftec.com.br

Moodle FTEC Versão 2.0 Manual do Usuário Acesse a área de LOGIN do site da FTEC www.ftec.com.br Moodle FTEC Versão 2.0 Manual do Usuário Acesse a área de LOGIN do site da FTEC www.ftec.com.br Índice Como acessar o Moodle Editando seu PERFIL Editando o curso / disciplina no Moodle Incluindo Recursos

Leia mais

ZSRestWEB. Manual de Iniciação. BackOffice. Manual de Iniciação ZSRestWeb

ZSRestWEB. Manual de Iniciação. BackOffice. Manual de Iniciação ZSRestWeb ZSRestWEB Manual de Iniciação BackOffice 2 Introdução 4 Iniciar ZSRestWeb 4 Adicionar Atalho 4 Entrar no ZSRestWEB 5 Apresentação do ZSRestWEB 6 Widgets 7 Exemplo de Widget em Tabela: 8 Exemplo de Widget

Leia mais

ROBERTO OLIVEIRA CUNHA

ROBERTO OLIVEIRA CUNHA LEIAME Apresentação Nenhuma informação do TUTORIAL DO MICRO- SOFT OFFICE POWER POINT 2003 poderá ser copiada, movida ou modificada sem autorização prévia e escrita do Programador Roberto Oliveira Cunha.

Leia mais

ZS Rest. Manual de Iniciação. BackOffice

ZS Rest. Manual de Iniciação. BackOffice Manual de Iniciação BackOffice 1 1. Índice 2. Introdução... 2 3. Iniciar o ZSRest... 3 a) BackOffice:... 4 b) Acesso BackOffice:... 4 4. Zonas... 6 c) Criar Zona:... 7 d) Modificar Zona:... 8 e) Remover

Leia mais

AULA 02 2. USO DE FERRAMENTAS DE SUPORTE DO SISTEMA

AULA 02 2. USO DE FERRAMENTAS DE SUPORTE DO SISTEMA AULA 02 2. USO DE FERRAMENTAS DE SUPORTE DO SISTEMA 2.1 Desfragmentador de Disco (DFRG.MSC): Examina unidades de disco para efetuar a desfragmentação. Quando uma unidade está fragmentada, arquivos grandes

Leia mais

Basicão de Estatística no EXCEL

Basicão de Estatística no EXCEL Basicão de Estatística no EXCEL Bertolo, Luiz A. Agosto 2008 2 I. Introdução II. Ferramentas III. Planilha de dados 3.1 Introdução 3.2 Formatação de células 3.3 Inserir ou excluir linhas e colunas 3.4

Leia mais

BPstat. manual do utilizador. Banco de Portugal BPstat Estatísticas online Manual do Utilizador 1/24

BPstat. manual do utilizador. Banco de Portugal BPstat Estatísticas online Manual do Utilizador 1/24 BPstat manual do utilizador Banco de Portugal BPstat Estatísticas online Manual do Utilizador 1/24 BANCO DE PORTUGAL Av. Almirante Reis, 71 1150-012 Lisboa www.bportugal.pt Edição Departamento de Estatística

Leia mais

Microsoft Word 97 Básico

Microsoft Word 97 Básico Poder Judiciário Tribunal Regional Federal da Terceira Região Microsoft Word 97 Básico DIMI - Divisão de Microinformática e Redes Índice: I. Executando o Word... 4 II. A tela do Word 97... 6 III. Digitando

Leia mais

Sistema operacional Windows 7, Windows Live Mail e Adobe Reader. Sistemas operacionais em concursos públicos

Sistema operacional Windows 7, Windows Live Mail e Adobe Reader. Sistemas operacionais em concursos públicos Sistema operacional Windows 7, Windows Live Mail e Adobe Reader Sistemas operacionais em concursos públicos Antes de tudo é importante relembrarmos que o sistema operacional é um tipo de software com a

Leia mais

20 Aula Digital Manual do Utilizador do Professor

20 Aula Digital Manual do Utilizador do Professor 20 Aula Digital Manual do Utilizador do Professor Versão 1.0 Índice I. Começar a utilizar o 20 Aula Digital... 4 1. Registo... 4 2. Autenticação... 4 2.1. Recuperar palavra-passe... 5 II. Biblioteca...

Leia mais

VirtualKeyboard. Grupo de Investigação em Robótica. Universidade de Lérida

VirtualKeyboard. Grupo de Investigação em Robótica. Universidade de Lérida VirtualKeyboard Grupo de Investigação em Robótica Universidade de Lérida Manual de utilização e perguntas frequentes O que é o VirtualKeyboard? O VirtualKeyboard é um programa gratuito que simula um teclado

Leia mais

Licenciamento de Uso

Licenciamento de Uso Licenciamento de Uso Este documento é propriedade intelectual 2002 do Centro de Computação da Unicamp e distribuído sob os seguintes termos: 1. As apostilas publicadas pelo Centro de Computação da Unicamp

Leia mais

Teclas de Atalho - Microsoft Access

Teclas de Atalho - Microsoft Access Abrir bancos de dados Imprimir e salvar Atalho Função CTRL+O Para abrir um novo banco de dados CTRL+A Para abrir um banco de dados existente ALT+F4 Para sair do Microsoft Access CTRL+P Para imprimir o

Leia mais

Usar o Office 365 no iphone ou ipad

Usar o Office 365 no iphone ou ipad Usar o Office 365 no iphone ou ipad Guia de Início Rápido Verificar o email Configure o seu iphone ou ipad para enviar e receber emails de sua conta do Office 365. Verificar o seu calendário onde quer

Leia mais

Memeo Instant Backup Guia Rápido de Introdução

Memeo Instant Backup Guia Rápido de Introdução Introdução O Memeo Instant Backup é uma solução de cópias de segurança simples para um mundo digital complexo. O Memeo Instant Backup protege os seus dados, realizando automática e continuamente uma cópia

Leia mais

Guia de Início Rápido

Guia de Início Rápido Guia de Início Rápido O Microsoft OneNote 2013 parece diferente das versões anteriores, por isso criamos este guia para ajudar você a minimizar a curva de aprendizado. Alterne entre a entrada por toque

Leia mais

Word 1 - Introdução 1.1 - Principais recursos do word 1.2 - A janela de documento 1.3 - Tela principal

Word 1 - Introdução 1.1 - Principais recursos do word 1.2 - A janela de documento 1.3 - Tela principal Word 1 - Introdução O Word para Windows ou NT, é um processador de textos cuja finalidade é a de nos ajudar a trabalhar de maneira mais eficiente tanto na elaboração de documentos simples, quanto naqueles

Leia mais

TeamViewer 9 Manual Management Console

TeamViewer 9 Manual Management Console TeamViewer 9 Manual Management Console Rev 9.2-07/2014 TeamViewer GmbH Jahnstraße 30 D-73037 Göppingen www.teamviewer.com Sumário 1 Sobre o TeamViewer Management Console... 4 1.1 Sobre o Management Console...

Leia mais

1.4.4 Configurar serviços de armazenamento

1.4.4 Configurar serviços de armazenamento 1.4.4 Configurar serviços de armazenamento Esta versão do Office permite guardar os documentos na nuvem do OneDrive, de modo que possa posteriormente aceder aos seus conteúdos a partir de qualquer dispositivo

Leia mais

Auto Treinamento. Versão 10.05.13

Auto Treinamento. Versão 10.05.13 Auto Treinamento Versão 10.05.13 Sumário 1. OBJETIVO... 3 2. CONCEITO DE BUSINESS INTELLIGENCE... 3 3. REALIZANDO CONSULTAS NO BI-PUBLIC... 4 3.2. Abrindo uma aplicação... 4 3.3. Seleções... 6 3.4. Combinando

Leia mais

O que há de novo no QuarkXPress 2015

O que há de novo no QuarkXPress 2015 O que há de novo no QuarkXPress 2015 CONTEÚDO Conteúdo Novidades do QuarkXPress 2015...3 Novos recursos...4 Aplicativo de 64 bits...4 Variáveis de conteúdo...4 Tabelas alinhadas...5 Notas de rodapé e notas

Leia mais

Tutorial: Webmail. Dicas de Uso e Funcionalidades 02/2015. Versão 01

Tutorial: Webmail. Dicas de Uso e Funcionalidades 02/2015. Versão 01 Tutorial: Webmail Dicas de Uso e Funcionalidades 02/2015 Versão 01 Conteúdo Tutorial: Webmail 2015 Descrição... 2 Possíveis problemas... 5 Criando Regras de Mensagens (Filtros Automáticos)... 11 A partir

Leia mais