Inovação & Sustentabilidade

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Inovação & Sustentabilidade"

Transcrição

1

2 Inovação & Sustentabilidade Realização Apoio

3

4

5

6 EcoFloripa Ecossistema de Empreendedorismo e Inovação de Florianópolis 600 EBTs R$ 150 M Eventos Negócios em C&T R$ 7 M ISS % R$ 10 M Moradia/ construçã o civil R$ 700M Renda / Consumo Setor de Tecnologia Florianópolis empregos diretos R$ 500 M demais impostos R$, Bi Receitas (18% PIB) SC R$ 5 Bi Receitas (3 a 4% PIB)

7 Curva S & Ecossistemas Cluster de Inovação Evolução Parques Tecnológicos Aceleração Turbo Centro de Inovação Incubação Idea ção Proto tipa gem Acele ração Tempo

8 Inovação & Sustentabilidade Realização Apoio

9 Um Espaço único...

10 O que é o Sapiens Parque... Parque de Inovação Cluster de Clusters Um ambiente dotado de infraestrutura e sistemas para atrair/formar talentos e empreendimentos capazes de gerar ideias e conhecimentos e transformá-los em novos produtos e serviços para a sociedade, promovendo o desenvolvimento sustentável sócio-econômico-ambiental da região

11

12

13 Modelo Conceitual PILARES CLUSTERS ORGANIZAÇÃO ATORES SISTEMA FATORES DE ACESSO EXTERNOS

14 Modelo Conceitual GOVERNO INFRA & SERVÇOS EMPRESAS TURISMO TECNOLOGIA NATURALIUM PESSOAS SCIENTIA GENS CAPITAL ARTIS SERVIÇOS PÚBLICO ACADEMIA GESTÃO SOCIEDADE

15 CULTURA E LIDERANÇA CAPITAL QUALIDADE DE VIDA CONHECIMENTO MERCADO AMBIENTE DE NEGÓCIOS TALENTOS REGULAMENTAÇÕES E INCENTIVOS

16 Sapiens Parque Construído Em Construção Iniciando Negociado Reserva p/ Permuta Em negociação Disponível

17 INFRAESTRUTURA COPYRIGHT 015- CONFIDENCIAL

18

19 Empresas e Organizações Presentes no Parque

20 Marco Zero e Estúdios de Animação

21 COPYRIGHT 008 SAPIENS PARQUE Marco Zero

22 Trilha Ecológica do Rio do Braz Trilha com 1,5 km ao longo da vegetação de mata atlântica Constitui uma primeira fase do Jardim Botânico de Florianópolis Inauguração no dia 01 de julho - mais de 500 visitas no ano COPYRIGHT 008 SAPIENS PARQUE

23 COPYRIGHT 008 SAPIENS PARQUE Trilha Ecológica do Rio do Braz

24 COPYRIGHT 008 SAPIENS PARQUE Parque Natural e Jardim Botânico de Florianópolis

25 InovaLab Centro de Inovação

26 UFSC no Sapiens Parque INEP UFSC - FLORIANÓPOLIS Instituto do Petróleo, Gás e Energia Universidade Federal de Santa Catarina Bio Santa COPYRIGHT 015- CONFIDENCIAL

27 INPetro Instituto de Petróleo, Gás e Energia COPYRIGHT 015- CONFIDENCIAL

28 CIEnP CI e Ensaios Pré-Ensaios COPYRIGHT 015- CONFIDENCIAL

29 Centro Integrado Multiusuário CIM SOLAR COPYRIGHT 015- CONFIDENCIAL

30 Softplan COPYRIGHT 015- CONFIDENCIAL

31 Centro Empresarial - ACATE

32 Centro de Serviços COPYRIGHT 015- CONFIDENCIAL

33 SENAI Instituto Senai de Inovação em Sistemas Embarcados Escola Profissional do Futuro

34 COPYRIGHT 008 SAPIENS PARQUE Complexo Multiuso de Cultura e Eventos

35 ARENA SAPIENS - Eventos, Cultura, Esportes, Lazer e Meio Ambiente COPYRIGHT 015- CONFIDENCIAL

36 Complexo de Eventos Complexo de Eventos do Cluster de Turismo COPYRIGHT 015- CONFIDENCIAL

37

38 Operação Permuta Área Permutadas: 17 unidades permutadas 03 tipos de produtos imobiliários Via Sapiens, Borda do Lago e Via Parque Área de uso privativo total = ,73 Potencial construtivo total = 81.88,9 m Valor de Avaliação = R$ ,00 Potencial Construtivo viabilizado = 16.03,05 m (sendo 54.76,4 m já operacionalizados) Valor do Pot. Const. Viab. = R$ 55,8 milhões (sem os operacionalizados) Infraestrutura: 3,4 km de infraestrutura com pavimentação, iluminação pública, fornecimento de energia elétrica e abastecimento de água com reuso. Estação de tratamento de esgoto com capacidade para até 7.00 pessoas unidades permutadas Investimento de R$ ,89

39

40

41 Sapiens Parque Construído Em Construção Iniciando Negociado Reserva p/ Permuta Em negociação Disponível 187 mil m R$ 384 milhões de investimentos - 6 mil pessoas Unidades de ICTs 13 mil m construídos 9 mil m em construção 14 mil m em fase inicial TOTAL 36 mil m Investimentos R$ 60 M Unidades Públicas 5 mil m construídos 4 mil m em construção 3 mil m em negociação TOTAL 3 mil m Investimentos R$ 64 M Unidades Privadas mil m construídos 41 mil m em construção 46 mil m vendidos TOTAL 119 mil m Investimentos R$ 60 M

42

43 .1. Edital Centro Comercial e de Serviços

44 Sapiens Parque Centro Comercial e de Serviços Construído Em Construção Iniciando Negociado Reserva p/ Permuta Em negociação Disponível

45 .. Edital Centro Executivo de Educação e Treinamento

46 .3. Edital Centro Corporativo de Serviços

47 .5. Edital Centros Empresariais de Tecnologia

48 Parceria com Tribunal de Justiça de SC

49 CULTURA E LIDERANÇA CAPITAL QUALIDADE DE VIDA CONHECIMENTO MERCADO AMBIENTE DE NEGÓCIOS TALENTOS REGULAMENTAÇÕES E INCENTIVOS COPYRIGHT 015- CONFIDENCIAL

50 INFRAESTRUTURA Projetos Executivos de Engenharia e Plano Ambiental da Fase 01 COPYRIGHT 015- CONFIDENCIAL

51 INFRAESTRUTURA Sistema viário com 600 metros de extensão contemplando as obras de terraplanagem, drenagem, obras de arte correntes, pavimentação e obras complementares; Sistema subterrâneo para fornecimento de energia elétrica em média tensão 13,8KVa, iluminação pública, dados e telecomunicações; Sistema de abastecimento de água potável segundo os padrões da CASAN; Sistema de esgotamento sanitário contemplando rede de captação de esgoto, Estação de Tratamento de Efluentes ETE e sistema de reuso para o efluente tratado para retorno as edificações. COPYRIGHT 015- CONFIDENCIAL

52 Melhorias na Infraestrutura do Marco Zero e InovaLab Ligação do Marco Zero e InovaLab com a Fase Zero Estação de Tratamento de Esgoto InovaLab Caminhos de Serviço INFRAESTRUTURA COPYRIGHT 015- CONFIDENCIAL

53 Lagos Sustentáveis COPYRIGHT 015- CONFIDENCIAL

54 Sistema de Monitoramento Ambiental

55 Estruturação Jurídica Sapiens Parque SA Conselho Conselho Conselho Fiscal Assembléia Assembléia Geral Assembléia Conselho de Conselho Administração Administraç de de Conselhos Consultivos 1. Político-Institucional -. Social e Ambiental; 3. Empresarial; 4. Científico tecnológico - Codesc SC-Parcerias Diretor Diretor Presidente President Fundação CERTI Inst.Sapientia Diretor Diretor President Executivo President Diretor Diretor Administrativo Administrativ o Financeiro o o o Diretor de Diretor de C Ciência de Ciência Tecnologia e Tecnologia e Inovação e Inovaçã o o Diretor de Diretor Operações de Operaçõe de s s

56 Operação Urbana & Sapiens 1 SC 401 Centro Eventos 3 Sapiens Parque 4 SC Elevado Canasvieiras Perimetral Leste Equipamentos Sociais Drenagem/Saneam. Balneabilidade Sarah Kubitschek COPYRIGHT 013 SAPIENS PARQUE

57 STATUS e EVOLUÇÃO 1 Casarão (000m ) Infra Fase 1(400 mil m ) conclusão INOVALAB (000m ) conclusão unidades licenciadas no condomínio 6 5 INVESTIMENTOS DO GOVERNO ESTADUAL 1 15 INPETRO (000m ) R$ 3 milhões de investimento por parte do Governo de SC desde 003, além do terreno de 4,3 milhões de m e de investimentos no Centro de Eventos do Parque (R$ 65 milhões) e na infraestrutura do entorno. (35 milhões) Via Sapiens (70 mil m ) Arena Sapiens(70 mil m ) INVESTIMENTOS DO GOVERNO FEDERAL conclusão R$,4 milhões - Edital de Parques Tecnológicos de 004 Estudo de Viabilidade e Desenvolvimento do Projeto Sapiens Parque conclusão 015 R$ 10,3 milhões - Edital de Parques 013 implantação de Centro de Inovação e mecanismos associados para atração de empresas âncora para o Parque. 6 Setores de Inovação do Parque Estágio de Implantação dos Empreendimentos no Parque SOFTPLAN (000m ) 01 - conclusão 015 Projetos da Sapiens Parque S.A. INOVAB IV(4000m ) R$ 15 milhões já investidos por parceiros (empresas e universidades) R$ 333 milhões de investimentos contratados até 018 Empresas de Serviços Empreendimentos Públicos Centro Eventos (000m ) CERTI (8000m) conclusão conclusão 0 17 Empreendimentos de Turismo até conclusão 015 Emp.Tecnol.(50 mil m ) TOTAL 18,4 milhões Empresas de Alta Tecnologia Conclusão até conclusão 0 18 Instituições de C&T&I /Universidades Conclusão até R$ 5,7 milhões - Edital de Parques 010 Estruturação dos produtos & serviços do parque e empreendimentos âncora dos clusters de inovação do Sapiens. FOTOVOLTAICA (000m ) conclusão Farmacologia(000m ) conclusão 019 1,3 milhões de m de potencial construtivo ,3 milhões de m de área total 16 3 Trib. de Justiça (8000m ) conclusão 010 Instituto do Petróleo, Gás e Energia UFSC - FLORIANÓPOLIS Universidade Federal de Santa Catarina conclusão conclusão 019 R$ 30 Milhões INVESTIMENTO PRIVADO!!! 8 15 ACATE Inova (000m ) conclusão 016 SENAI (000m ) conclusão 017 RESTAURANTE (000m) conclusão 016 INFRA (300 mil m ) conclusão 018 INOVALAB II (000m) conclusão 016 Torre Sapiens (000m ) conclusão 018 UNISUL (6000m) conclusão 018 INOVALAB III (000m ) conclusão 018

58 STATUS e EVOLUÇÃO Casarão (000m ) conclusão 009 Farmacologia(5500m ) conclusão 014 SOFTPLAN (8000m ) 01 - conclusão INOVALAB (500m ) conclusão 010 FOTOVOLTAICA (000m ) conclusão 015 Centro Eventos (0000m ) conclusão 015 INPETRO (10000m ) conclusão 014 Instituto do Petróleo, Gás e Energia UFSC - FLORIANÓPOLIS Universidade Federal de Santa Catarina 3 70 mil m Estágio de Implantação dos Empreendimentos no Parque Conclusão até 015 Conclusão até 018 até 018 Setores de Inovação do Parque Projetos da Sapiens Parque S.A. Instituições de C&T&I /Universidades Empresas de Alta Tecnologia Empreendimentos de Turismo Empresas de Serviços Empreendimentos Públicos

59 STATUS e EVOLUÇÃO ,3 mil m ACATE Inova (8000m ) conclusão 016 SENAI (4000m ) conclusão 017 RESTAURANTE (300m ) conclusão 016 R$ 30 Milhões INVESTIMENTO PRIVADO!!! Conclusão até 018 até 018 Estágio de Implantação dos Empreendimentos no Parque Conclusão até 015 Conclusão até 018 INFRA (300 mil m ) conclusão 018 INOVALAB II (3500m ) conclusão 016 Torre Sapiens (3000m ) conclusão 018 até UNISUL (6000m ) conclusão 018 INOVALAB III (4000m ) conclusão 018 Setores de Inovação do Parque Projetos da Sapiens Parque S.A. Instituições de C&T&I /Universidades Empresas de Alta Tecnologia Empreendimentos de Turismo Empresas de Serviços Empreendimentos Públicos

60 STATUS e EVOLUÇÃO Infra Fase 1(400 mil m ) conclusão 0 Arena Sapiens(70 mil m ) conclusão 0 INOVAB IV(4000m ) conclusão Trib. de Justiça (8000m ) conclusão 019 Emp.Tecnol.(50 mil m ) conclusão 0 CERTI (1000m ) conclusão Via Sapiens (70 mil m ) conclusão mil m Estágio de Implantação dos Empreendimentos no Parque Conclusão até 015 Conclusão até 018 até 018 Setores de Inovação do Parque Projetos da Sapiens Parque S.A. Instituições de C&T&I /Universidades Empresas de Alta Tecnologia Empreendimentos de Turismo Empresas de Serviços Empreendimentos Públicos

61 STATUS e EVOLUÇÃO 1 Casarão (000m ) Infra Fase 1(400 mil m ) conclusão INOVALAB (000m ) conclusão unidades licenciadas no condomínio 6 5 INVESTIMENTOS DO GOVERNO ESTADUAL 1 15 INPETRO (000m ) R$ 3 milhões de investimento por parte do Governo de SC desde 003, além do terreno de 4,3 milhões de m e de investimentos no Centro de Eventos do Parque (R$ 65 milhões) e na infraestrutura do entorno. (35 milhões) Via Sapiens (70 mil m ) Arena Sapiens(70 mil m ) INVESTIMENTOS DO GOVERNO FEDERAL conclusão R$,4 milhões - Edital de Parques Tecnológicos de 004 Estudo de Viabilidade e Desenvolvimento do Projeto Sapiens Parque conclusão 015 R$ 10,3 milhões - Edital de Parques 013 implantação de Centro de Inovação e mecanismos associados para atração de empresas âncora para o Parque. 6 Setores de Inovação do Parque Estágio de Implantação dos Empreendimentos no Parque SOFTPLAN (000m ) 01 - conclusão 015 Projetos da Sapiens Parque S.A. INOVAB IV(4000m ) R$ 15 milhões já investidos por parceiros (empresas e universidades) R$ 333 milhões de investimentos contratados até 018 Empresas de Serviços Empreendimentos Públicos Centro Eventos (000m ) CERTI (8000m) conclusão conclusão 0 17 Empreendimentos de Turismo até conclusão 015 Emp.Tecnol.(50 mil m ) TOTAL 18,4 milhões Empresas de Alta Tecnologia Conclusão até conclusão 0 18 Instituições de C&T&I /Universidades Conclusão até R$ 5,7 milhões - Edital de Parques 010 Estruturação dos produtos & serviços do parque e empreendimentos âncora dos clusters de inovação do Sapiens. FOTOVOLTAICA (000m ) conclusão Farmacologia(000m ) conclusão 019 1,3 milhões de m de potencial construtivo ,3 milhões de m de área total 16 3 Trib. de Justiça (8000m ) conclusão 010 Instituto do Petróleo, Gás e Energia UFSC - FLORIANÓPOLIS Universidade Federal de Santa Catarina conclusão conclusão 019 R$ 30 Milhões INVESTIMENTO PRIVADO!!! 8 15 ACATE Inova (000m ) conclusão 016 SENAI (000m ) conclusão 017 RESTAURANTE (000m) conclusão 016 INFRA (300 mil m ) conclusão 018 INOVALAB II (000m) conclusão 016 Torre Sapiens (000m ) conclusão 018 UNISUL (6000m) conclusão 018 INOVALAB III (000m ) conclusão 018

62

63 Estimativa de Resultados mil postos de trabalho 60 unidades para edificações 1,3 milhões de m construídos R$ 1,6 bilhões de investimentos nos Empreendimentos R$ 150 milhões de investimento na infraestrutura básica 400 empresas inovadoras R$,5 bilhões/ano de receitas das empresas R$ 450 milhões/ano em impostos Entre 0 e 40 mil empregos indiretos

64 Diferenciais do Sapiens Parque Parque de Inovação Forte relação com as Universidades Escala e formato para crescimento no longo prazo Modelo Jurídico de SPE para atração de Investimentos Privados Integração e contribuição para o desenvolvimento urbano da região e cidade Sintonia com setores e áreas estratégicas para o país COPYRIGHT 015- CONFIDENCIAL

65

66 Inovação & Sustentabilidade Realização Apoio

67 Sapiens Polis

68 é Floripa!!! & Floripa é!!!

69 Projeto de Desenvolvimento Econômico- Tecnológico Territorial voltado à promoção do setor da Economia Criativa - turismo, novas mídias, gastronomia, artes, design e tecnologia

70

71

72 Empreendimentos e Projetos Conceito e Estratégia do Projeto "Centro Sapiens" Plano Urbanístico do Centro Sapiens Infraestrutura CENTRO SAPIENS 5 6 Estratégia de Turismo CENTRO SAPIENS Estratégia de C&T&I do CENTRO SAPIENS Viva Cidade CENTRO SAPIENS Centro de Inovação em Design Empresas Cat. Coworking de Economia Criativa Polo Gastronômico Cidade Criativa UNESCO Renovação do Museu Vitor Meireles Implantação do Museu da Cidade Valorização do Espaço do MIRAMAR Projeto Incubadora CENTRO SAPIENS Projeto IPTU Zero para Startups Estudo do potencial Imobiliário da região Estudo do Mix Comercial da região

73

74 Inovação & Sustentabilidade Realização Apoio

SAPIENS PARQUE PARQUE DE INOVAÇÃO. Pilares SAPIENS. Clusters SAPIENS. Atores SAPIENS. Estrutura SAPIENS

SAPIENS PARQUE PARQUE DE INOVAÇÃO. Pilares SAPIENS. Clusters SAPIENS. Atores SAPIENS. Estrutura SAPIENS PARQUE DE INOVAÇÃO Pilares SAPIENS SAPIENS PARQUE Clusters SAPIENS Scientia - Unidades acadêmicas e de P&D voltadas para a geração de conhecimentos científicos e tecnológicos avançados. Tecnologia - Empresas

Leia mais

Inovação & Sustentabilidade

Inovação & Sustentabilidade Inovação & Sustentabilidade Realização Apoio COPYRIGHT 2012 SAPIENS PARQUE Inovação e Empreendedorismo em Florianópolis 550 empresas de tecnologia 3 Parques Tecnológicos 6 Incubadoras de Empresas 15 Universidades

Leia mais

Inovação & Sustentabilidade

Inovação & Sustentabilidade Inovação & Sustentabilidade O Sapiens Parque O Sapiens Parque Projeto de Desenvolvimento Regional que integra público e privado Novo conceito: Parque de Inovação Idealizado para promover : turismo, serviços

Leia mais

XIX Workshop Anprotec. Sapiens Parque

XIX Workshop Anprotec. Sapiens Parque XIX Workshop Anprotec $ustentabilidade dos Parques Tecnológicos: Sustentabilidade financeira e competitividade do território 24 e 25 de outubro de 2011 Porto Alegre/RS Sapiens Parque PARQUE COPYRIGHT TECNOLÓGICO

Leia mais

{ 2 } Parque Tecnológico Capital Digital

{ 2 } Parque Tecnológico Capital Digital { 2 } Parque Tecnológico Capital Digital { 3 } 1. INTRODUÇÃO: PARQUE TECNOLÓGICO CAPITAL DIGITAL - PTCD Principal polo de desenvolvimento Científico, Tecnológico e de Inovação do Distrito Federal, o PTCD

Leia mais

ECO SHOPPING LAGOA DO PERI

ECO SHOPPING LAGOA DO PERI Boletim do Investimento Urbano Sustentável ECO SHOPPING LAGOA DO PERI A agenda estratégica de desenvolvimento sustentável Floripa 2030, constitui um marco para a mudança das formas de uso e ocupação do

Leia mais

Sorocaba - Visão de FUTURO

Sorocaba - Visão de FUTURO Sorocaba - Visão de FUTURO AGENDA A cidade de Sorocaba Sistema de Inovação Parque Tecnológico de Sorocaba Centro de Inovação Oportunidades História da Cidade de Sorocaba Fundada em 1654, pelo capitão Baltazar

Leia mais

PARQUE TECNOLÓGICO DE RIBEIRÃO PRETO

PARQUE TECNOLÓGICO DE RIBEIRÃO PRETO PARQUE TECNOLÓGICO DE RIBEIRÃO PRETO SUMÁRIO EXECUTIVO O Parque Tecnológico de Ribeirão Preto é um empreendimento imobiliário e tecnológico com características especificamente projetadas, incluindo serviços

Leia mais

Título da Apresentação

Título da Apresentação Título da Apresentação Financiadora de Estudos e Projetos Agência Brasileira de Inovação Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil 2º Workshop Platec E&P Onshore - Sondas de Perfuração e Workover - Equipamentos

Leia mais

A EMPRESA. Fundada em 1997 15 anos de atividade. Empresa 100% Catarinense. 40 Empreendimentos construídos e entregues

A EMPRESA. Fundada em 1997 15 anos de atividade. Empresa 100% Catarinense. 40 Empreendimentos construídos e entregues A EMPRESA Fundada em 1997 15 anos de atividade Empresa 100% Catarinense 40 Empreendimentos construídos e entregues Credibilidade Fornecedores, Parceiros e Clientes Apoio a ações sociais MISSÃO DA HANTEI

Leia mais

XIX Workshop Anprotec

XIX Workshop Anprotec XIX Workshop Anprotec $ustentabilidade dos Parques Tecnológicos: Sustentabilidade financeira e competitividade do território 24 e 25 de outubro de 2011 Porto Alegre/RS Parque Tecnológico São José dos Campos

Leia mais

CONCORRÊNCIA PÚBLICA N.º 004/2012 PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º DE.01.01.0029/2012 ANEXO I PROJETO BÁSICO

CONCORRÊNCIA PÚBLICA N.º 004/2012 PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º DE.01.01.0029/2012 ANEXO I PROJETO BÁSICO CONCORRÊNCIA PÚBLICA N.º 004/2012 PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º DE.01.01.0029/2012 ANEXO I PROJETO BÁSICO Sumário 1 Objetivo... 3 2 Sapiens Parque... 4 1.1 Descrição do Empreendimento... 4 1.2 Atividades

Leia mais

Parque Científico e Tecnológico da PUCRS Ambiente de Inovação e Pesquisa, tendo por base a cooperação entre Universidade, Empresas e Governo, com vistas ao desenvolvimento social e econômico da região.

Leia mais

Fomento à Inovação e Negócios em Ciências da Vida em Belo Horizonte

Fomento à Inovação e Negócios em Ciências da Vida em Belo Horizonte Fomento à Inovação e Negócios em Ciências da Vida em Belo Horizonte Atração de Investimentos, Promoção Comercial e Projeção Internacional Eduardo Bernis Secretaria Municipal de Desenvolvimento Belo Horizonte

Leia mais

CONCORRÊNCIA PÚBLICA N.º 005/2011 PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º DE.01.01.0041/2011 ANEXO I PROJETO BÁSICO

CONCORRÊNCIA PÚBLICA N.º 005/2011 PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º DE.01.01.0041/2011 ANEXO I PROJETO BÁSICO CONCORRÊNCIA PÚBLICA N.º 005/2011 PROCESSO ADMINISTRATIVO N.º DE.01.01.0041/2011 ANEXO I PROJETO BÁSICO Sumário 1 Objetivo... 3 2 Sapiens Parque... 4 1.1 Descrição do Empreendimento... 4 1.2 Atividades

Leia mais

Ecologicamente correto. Economicamente viável. Socialmente justo. Culturalmente aceito.

Ecologicamente correto. Economicamente viável. Socialmente justo. Culturalmente aceito. Ecologicamente correto Economicamente viável Socialmente justo Culturalmente aceito. ENERGIA SEGURANÇA ETE FIBRA-ÓTICA DADOS TELEFONIA PAVIMENTAÇÃO VIAS PROJETADAS GÁS ETA SINALIZAÇÃO EQUIP. URBANOS ACESSIBILIDADE

Leia mais

PROGRAMA NACIONAL DE APOIO ÀS INCUBADORAS DE EMPRESAS E PARQUES TECNOLÓGICOS P N I. Ministério da Ciência e Tecnologia

PROGRAMA NACIONAL DE APOIO ÀS INCUBADORAS DE EMPRESAS E PARQUES TECNOLÓGICOS P N I. Ministério da Ciência e Tecnologia PROGRAMA NACIONAL DE APOIO ÀS INCUBADORAS DE EMPRESAS E PARQUES TECNOLÓGICOS P N I 10/11/2008 Ministério da Ciência e Tecnologia Configuração da Política de Estado Gestão Compartilhada MCT/MDIC/MEC/MS/MAPA/MF/M

Leia mais

Metas prioritárias do governo

Metas prioritárias do governo Metas prioritárias do governo Planejar e implantar parques tecnológicos em três municípios do estado com infraestrutura de redes de fibra ótica Parque de Ciência e Tecnologia Guamá Belém - PA Parque de

Leia mais

PROGRAMA CATARINENSE DE INOVAÇÃO

PROGRAMA CATARINENSE DE INOVAÇÃO PROGRAMA CATARINENSE DE INOVAÇÃO PROGRAMA CATARINENSE DE INOVAÇÃO O Governo do Estado de Santa Catarina apresenta o Programa Catarinense de Inovação (PCI). O PCI promoverá ações que permitam ao Estado

Leia mais

Programa Municipal de Competitividade e Inovação INOVA PALHOCA

Programa Municipal de Competitividade e Inovação INOVA PALHOCA Programa Municipal de Competitividade e Inovação INOVA PALHOCA Gestão Pública: Plano Palhoça 2030 Prefeito Municipal de Palhoça Comitê Executivo de Acompanhamento e Implantação Avaliação de Desempenho

Leia mais

Foco: sustentabilidade com ações na área de educação.

Foco: sustentabilidade com ações na área de educação. GOVERNANÇA A Fundação Bunge é uma organização comprometida com o desenvolvimento sustentável. Foco: sustentabilidade com ações na área de educação. Missão: contribuir para o desenvolvimento sustentável

Leia mais

APRESENTAÇÃO. Flores da Cunha /RS - Junho, 2015.

APRESENTAÇÃO. Flores da Cunha /RS - Junho, 2015. APRESENTAÇÃO A Biossplena - Projetos Ecodinâmicos é uma empresa que atua há cinco anos no Brasil, desenvolvendo e assessorando projetos para EMPREENDIMENTOS URBANÍSTICOS, com foco nas comunidades planejadas,

Leia mais

CONDOMINIO INDUSTRIAL MARITIMO

CONDOMINIO INDUSTRIAL MARITIMO PORTO CENTRAL CONDOMINIO INDUSTRIAL MARITIMO VITORIA, 01/8/2012 Jose Maria Novaes 3-8-2012 Copyright - PORTO CENTRAL - 2012 1 Porto Central Visão Ser um complexo portuário indústrial de águas profundas

Leia mais

Ana Lúcia Vitale Torkomian. Secretária Adjunta de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação do Ministério da Ciência e Tecnologia

Ana Lúcia Vitale Torkomian. Secretária Adjunta de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação do Ministério da Ciência e Tecnologia Sessão Plenária 5: Programas Nacionais de Estímulo e Apoio às Incubadoras de Empresas e Parques Tecnológicos Ana Lúcia Vitale Torkomian Secretária Adjunta de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação do Ministério

Leia mais

Código Especificação Fiscal Seg.Social Investimentos Total

Código Especificação Fiscal Seg.Social Investimentos Total 100 Fortalecimento da Atuação Legislativa 8.475.000 8.475.000 101 Fortalecimento do Controle Externo Estadual 80.649.880 80.649.880 102 Fortalecimento do Controle Externo Municipal 3.245.000 3.245.000

Leia mais

Prezados Senhores, Itacir e Marlene Feltrin e filhos. Farroupilha - RS

Prezados Senhores, Itacir e Marlene Feltrin e filhos. Farroupilha - RS Prezados Senhores, Itacir e Marlene Feltrin e filhos. Farroupilha - RS Registramos com carinho a aproximação com a família Feltrin, iniciada em 1982. Foram mais de três décadas de respeito recíproco e

Leia mais

Programa de Inclusão Social e Promoção da Cidadania. Projeto Quilombo da Fazenda Picinguaba

Programa de Inclusão Social e Promoção da Cidadania. Projeto Quilombo da Fazenda Picinguaba Programa de Inclusão Social e Promoção da Cidadania Projeto Quilombo da Fazenda Picinguaba Histórico Quilombo era o local de refúgio dos escravos evadidos dos engenhos, os quilombolas, em sua maioria,

Leia mais

REGIME: Sociedade por ações de capital fechado, economia mista e com personalidade jurídica de direito privado

REGIME: Sociedade por ações de capital fechado, economia mista e com personalidade jurídica de direito privado Autorização Legislativa - Lei nº 12.439 de 18 de outubro de 2007 Assembleia de Fundação em 14/12/2007 REGIME: Sociedade por ações de capital fechado, economia mista e com personalidade jurídica de direito

Leia mais

(48) 3086-9700 Avenida Pedra Branca, s/n Cidade Universitária Pedra Branca Palhoça Santa Catarina www.cidadepedrabranca.com.br

(48) 3086-9700 Avenida Pedra Branca, s/n Cidade Universitária Pedra Branca Palhoça Santa Catarina www.cidadepedrabranca.com.br ESCRITÓRIOS PARA LOCAÇÃO Realização: C O R P O R A T E C E N T E R (48) 3086-9700 Avenida Pedra Branca, s/n Cidade Universitária Pedra Branca Palhoça Santa Catarina www.cidadepedrabranca.com.br TORRE I

Leia mais

MACAÉ SOLUÇÕES PARA OS DESAFIOS DA INDÚSTRIA DO PETRÓLEO. Câmara Britânica de Comércio e Indústria no Brasil - BRITCHAM

MACAÉ SOLUÇÕES PARA OS DESAFIOS DA INDÚSTRIA DO PETRÓLEO. Câmara Britânica de Comércio e Indústria no Brasil - BRITCHAM MACAÉ SOLUÇÕES PARA OS DESAFIOS DA INDÚSTRIA DO PETRÓLEO Câmara Britânica de Comércio e Indústria no Brasil - BRITCHAM 31/10/2013 1 Sumário 1 DADOS ESTATISTICOS DE MACAÉ 2 MACAÉ CIDADE DO PETRÓLEO 3 AÇÕES

Leia mais

PROGRAMA RS TECNÓPOLE. Outubro de 2013.

PROGRAMA RS TECNÓPOLE. Outubro de 2013. PROGRAMA Outubro de 2013. Programa Estadual que visa o desenvolvimento regional através do desenvolvimento científico, tecnológico e de inovação em todas as regiões do Estado do Rio Grande do Sul, objetivando

Leia mais

Parcerias Público- Privadas do Rio de Janeiro. Gustavo Guerrante. 30 de novembro de 2015

Parcerias Público- Privadas do Rio de Janeiro. Gustavo Guerrante. 30 de novembro de 2015 Parcerias Público- Privadas do Rio de Janeiro Gustavo Guerrante 30 de novembro de 2015 Prefeitura do Rio de Janeiro Secretaria Especial de Concessões e Parcerias Público-Privadas Em 2009, institucionalizou-se

Leia mais

PROGRAMAS: HABITAR BRASIL E HABITAR BRASIL BID PREFEITURA MUNICIPAL DE FLORIANÓPOLIS SECRETARIA MUNICIPAL DA HABITAÇÃO E SANEAMENTO AMBIENTAL

PROGRAMAS: HABITAR BRASIL E HABITAR BRASIL BID PREFEITURA MUNICIPAL DE FLORIANÓPOLIS SECRETARIA MUNICIPAL DA HABITAÇÃO E SANEAMENTO AMBIENTAL Ã ÇÃ ÇÃ Á PROGRAMAS: HABITAR BRASIL E HABITAR BRASIL BID PREFEITURA MUNICIPAL DE FLORIANÓPOLIS SECRETARIA MUNICIPAL DA HABITAÇÃO E SANEAMENTO AMBIENTAL APRESENTAÇÃO O projeto Chico Mendes compreende uma

Leia mais

ESTUDO DE IMPACTO DE VIZINHANÇA EMPREENDIMENTO RESIDENCIAL SANTA CLARA

ESTUDO DE IMPACTO DE VIZINHANÇA EMPREENDIMENTO RESIDENCIAL SANTA CLARA ESTUDO DE IMPACTO DE VIZINHANÇA EMPREENDIMENTO RESIDENCIAL SANTA CLARA ARAUCÁRIA, 08 DE MARÇO DE 2013 PARCERIAS SOMA EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS LTDA ME FÓRMULA EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS LTDA URBENGE

Leia mais

SERVIÇOS E MEDIDAS UTILIZADOS PELO SEBRAE PARA A PROMOÇÃO DA INOVAÇÃO E DA CRIATIVIDADE NO AMBIENTE DE MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NO BRASIL

SERVIÇOS E MEDIDAS UTILIZADOS PELO SEBRAE PARA A PROMOÇÃO DA INOVAÇÃO E DA CRIATIVIDADE NO AMBIENTE DE MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NO BRASIL SERVIÇOS E MEDIDAS UTILIZADOS PELO SEBRAE PARA A PROMOÇÃO DA INOVAÇÃO E DA CRIATIVIDADE NO AMBIENTE DE MICRO E PEQUENAS EMPRESAS NO BRASIL Paulo Íris Ferreira SEMINÁRIO SOBRE PROPRIEDADE INDUSTRIAL E PEQUENAS

Leia mais

ESCLARECIMENTO DE DÚVIDAS Nº 003/LCIC-2/2014 27/05/2014 CONCORRÊNCIA Nº 004/DALC/SBCT/2014

ESCLARECIMENTO DE DÚVIDAS Nº 003/LCIC-2/2014 27/05/2014 CONCORRÊNCIA Nº 004/DALC/SBCT/2014 ESCLARECIMENTO DE DÚVIDAS Nº 003/LCIC-2/2014 27/05/2014 CONCORRÊNCIA Nº 004/DALC/SBCT/2014 CONCESSÃO DE USO DE ÁREAS DESTINADAS À IMPLANTAÇÃO E EXPLORAÇÃO COMERCIAL DE HOTEL NO AEROPORTO INTERNACIONAL

Leia mais

APLs como Estratégia de Desenvolvimento: Inovação e conhecimento. CNI e o Projeto de APLs Petróleo e Gás

APLs como Estratégia de Desenvolvimento: Inovação e conhecimento. CNI e o Projeto de APLs Petróleo e Gás APLs como Estratégia de Desenvolvimento: Inovação e conhecimento CNI e o Projeto de APLs Petróleo e Gás Dezembro 2013 Tópicos Cenário P&G Rede de Núcleos de P&G - CNI e Federações Desenvolvimento de APLs

Leia mais

Operação Urbana Porto Maravilha

Operação Urbana Porto Maravilha Operação Urbana Porto Maravilha AGENDA 1. VISÃO GERAL DO PROJETO PORTO MARAVILHA 2. MODELAGEM FINANCEIRA 1. ARCABOUÇO JURÍDICO 2. ESTUDOS TÉCNICOS 3. MODELAGEM DA PPP 4. RECEITAS X DESPESAS 5. LEILÃO DOS

Leia mais

PORTO MARAVILHA. Permanências e Mudanças

PORTO MARAVILHA. Permanências e Mudanças PORTO MARAVILHA Permanências e Mudanças MOMENTO ESPECIAL CV Rio + 20 Copa das Confederações 450 Anos da Cidade & Copa América Jogos Olímpicos de 2016 2011 2012 2013 2014 2015 2016 LOCALIZAÇÃO PRIVILEGIADA

Leia mais

OBJETIVOS DO EVENTO APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA II

OBJETIVOS DO EVENTO APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA II OBJETIVOS DO EVENTO APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA II NIVELAMENTO DAS INFORMAÇÕES DIRIMIR DÚVIDAS COLHER SUGESTÕES MINHA CASA, MINHA VIDA Ampliação das oportunidades de acesso das famílias

Leia mais

Prof. Carlos Roberto De Rolt, Dr. Secretaria de Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Econômico Sustentável

Prof. Carlos Roberto De Rolt, Dr. Secretaria de Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Econômico Sustentável Prof. Carlos Roberto De Rolt, Dr. Desenvolvimento Econômico Sustentável Novembro de 2010 Florianópolis: Capital da Inovação Tecnópolis Tecnópolis Florianópolis, Palhoça, Santo Amaro da Imperatriz, São

Leia mais

EBT nascente EBT transferida. EBT incubada EBT avaliada CERTI CELTA ACATE MIDI

EBT nascente EBT transferida. EBT incubada EBT avaliada CERTI CELTA ACATE MIDI : UNIVERSIDADE Seleção Competitiva INCUBADORA EBT nascente EBT transferida EBT incubada EBT avaliada PARQUE TECNOLÓGICO EBT (Graduada) Consolidada e Competitiva Pré - Incubação Processo de Incubação de

Leia mais

Localização Estratégica

Localização Estratégica PORTO MARAVILHA Localização Estratégica Aeroporto Internacional Tom Jobim 11 km Oceano Atlântico Maracanã 5 km Aeroporto Santos Dumont 2 km Corcovado 7 km Copacabana 8 km Pão de Açúcar 6 km Perímetro Porto

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE URBANIZAÇÃO SUMÁRIO 1.0 - OBJETIVO 2 0 - DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA 3.0 - ESCOPO 3.1 - PROCEDIMENTOS FORMAIS

ESPECIFICAÇÃO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE URBANIZAÇÃO SUMÁRIO 1.0 - OBJETIVO 2 0 - DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA 3.0 - ESCOPO 3.1 - PROCEDIMENTOS FORMAIS ESPECIFICAÇÃO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE URBANIZAÇÃO SUMÁRIO 1.0 - OBJETIVO 2 0 - DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA 3.0 - ESCOPO 3.1 - PROCEDIMENTOS FORMAIS 3.2 - COMPONENTES ESPECÍFICOS 3.2.1 - Plano de Intervenção

Leia mais

INFORMAÇÕES GERAIS VERT RESIDENCIAL CLUBE LOTEAMENTO

INFORMAÇÕES GERAIS VERT RESIDENCIAL CLUBE LOTEAMENTO INFORMAÇÕES GERAIS VERT RESIDENCIAL CLUBE LOTEAMENTO LOCALIZAÇÃO: Os terrenos onde serão implantados os empreendimentos localizam-se na Estrada de Rodagem Venda das Pedras, RJ 114, Km 5 (Estrada Maricá/Itaboraí),

Leia mais

EDITAL DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO Nº 01/2012

EDITAL DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO Nº 01/2012 EDITAL DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO Nº 01/2012 PROCEDIMENTOS DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE PROJETOS EMPRESARIAIS INOVADORES PARA INGRESSO E PARTICIPAÇÃO NA INCUBADORA DE EMPRESAS DE SÃO JOSÉ IESJ. A INCUBADORA

Leia mais

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO

SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO MISSÃO Ser um instrumento de Desenvolvimento Econômico Sustentável do Estado de São Paulo. OBJETIVOS DA SD Elaborar e implantar políticas públicas para o desenvolvimento econômico

Leia mais

L B O C A L I Z A R ÇÃO A S I L

L B O C A L I Z A R ÇÃO A S I L L O C A L I Z A Ç Ã O BRASIL L O C A L I Z A Ç Ã O B R A S I L B R A S I L NOVA REALIDADE 6º PIB DO MUNDO 5ª MAIOR ECONOMIA EM 2015 OLIMPÍADAS E COPA DO MUNDO U M P A Í S EM DESTAQUE SANTA CATARINA L O

Leia mais

5º WCTI Workshop de Ciência, Tecnologia e Inovação na UERJ

5º WCTI Workshop de Ciência, Tecnologia e Inovação na UERJ 5º WCTI Workshop de Ciência, Tecnologia e Inovação na UERJ O papel do Sistema FIRJAN/IEL no desenvolvimento da cultura empreendedora nas universidades e empresas 29 de outubro de 2013 Daniela Balog - Empreendedorismo

Leia mais

DE INOVAÇÃO E TECNOLOGIA 52, 102, CEP

DE INOVAÇÃO E TECNOLOGIA 52, 102, CEP DADOS JURÍDICOS O Instituto SAVIESA DE INOVAÇÃO E TECNOLOGIA é uma associação, pessoa jurídica de direito privado, sem fins lucrativos, com sede no município de Vitória, Estado do Espírito Santo, à Rua

Leia mais

LET-In Laboratório de Empresas Tecnológicas. José Carlos Caldeira. 28 Fev 2008. Director jcc@inescporto.pt

LET-In Laboratório de Empresas Tecnológicas. José Carlos Caldeira. 28 Fev 2008. Director jcc@inescporto.pt 28 Fev 2008 LET-In Laboratório de Empresas Tecnológicas Campus da FEUP Rua Dr. Roberto Frias, 378 4200-465 Porto Portugal T +351 222 094 000 F +351 222 094 000 www@inescporto.pt www.inescporto.pt José

Leia mais

Latitude: 41 49 8.34 N Longitude: 6 44 55.03 W

Latitude: 41 49 8.34 N Longitude: 6 44 55.03 W Latitude: 41 49 8.34 N Longitude: 6 44 55.03 W ENQUADRAMENTO INSTITUCIONAL DO PCT-TMAD PARQUE DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA TMAD COM DOIS POLOS (Brigantia-EcoPark em Bragança e Regia-Douro Park em Vila Real).

Leia mais

Apresentação Institucional. Instrumentos de apoio. Evolução dos recursos. Apresentação de propostas

Apresentação Institucional. Instrumentos de apoio. Evolução dos recursos. Apresentação de propostas FINEP Financiadora de Estudos e Projetos Agência Brasileira de Inovação da Finep São Paulo, 28/04/2009 O desenvolvimento das economias modernas demonstra o papel fundamental que, nesse processo, compete

Leia mais

Investimento em inovação para elevar a produtividade e a competitividade da economia brasileira:

Investimento em inovação para elevar a produtividade e a competitividade da economia brasileira: Plano Inova Empresa Inovação e desenvolvimento econômico Investimento em inovação para elevar a produtividade e a competitividade da economia brasileira: Ampliação do patamar de investimentos Maior apoio

Leia mais

MACRO-OBJETIVOS DO PROGRAMA MACRO-METAS DO PROGRAMA LINHA DO TEMPO

MACRO-OBJETIVOS DO PROGRAMA MACRO-METAS DO PROGRAMA LINHA DO TEMPO MACRO-OBJETIVOS DO PROGRAMA 1- FORTALECER O SETOR DE SOFTWARE E SERVIÇOS DE TI, NA CONCEPÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE TECNOLOGIAS AVANÇADAS; 2- CRIAR EMPREGOS QUALIFICADOS NO PAÍS; 3- CRIAR E FORTALECER EMPRESAS

Leia mais

Título da Apresentação

Título da Apresentação Título da Apresentação FINEP Financiadora de Estudos e Projetos Agência Brasileira de Inovação Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil 1º Workshop Platec E&P Onshore Sondeas de Perfuração Onshore Equipamentos

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO

SECRETARIA DE ESTADO DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO AGENDA ESTRATÉGIA PERSPECTIVAS ECONÔMICAS MATRIZ DE RESPONSABILIDADES PORTO AEROPORTO ARENA MONOTRILHO MATRIZ ENERGÉTICA COMUNICAÇÃO MANAUS CIDADE-SEDE ESTRATÉGIA Concepção Planejamento Manaus x Belém

Leia mais

ECOSSISTEMAS DE INOVAÇÃO NOVO DESAFIO PARA GC

ECOSSISTEMAS DE INOVAÇÃO NOVO DESAFIO PARA GC ECOSSISTEMAS DE INOVAÇÃO NOVO DESAFIO PARA GC Prof. Luiz Márcio Spinosa Programa de Pós-Graduação em Gestão de Tecnologias Urbanas Pontifícia Universidade Católica do Paraná Instituto Brasileiro da Qualidade

Leia mais

Plano de Bairro de Canabrava

Plano de Bairro de Canabrava Plano de Bairro de Canabrava PROGRAMA CATA AÇÃO Coordenador Geral: Antonio Bunchaft Coordenador Local: Moises Leão Gil PLANO DE BAIRRO DE CANABRAVA Equipe Técnica: Ronaldo Silveira Lyrio - Coordenação

Leia mais

SERVIÇO AUTÔNOMO DE ÁGUA E ESGOTOS DE ITAPIRA

SERVIÇO AUTÔNOMO DE ÁGUA E ESGOTOS DE ITAPIRA NORMAS PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS DE SISTEMAS DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA E DE ESGOTAMENTO SANITÁRIO PARA LOTEAMENTOS URBANOS 1 DO OBJETIVO A presente Norma estabelece os requisitos mínimos a serem obedecidos

Leia mais

FINEP Financiadora de Estudos e Projetos

FINEP Financiadora de Estudos e Projetos FINEP Financiadora de Estudos e Projetos Agência Brasileira de Inovação Estratégias de Inovação A Nova Estratégia Internacional do Brasil: Investimentos, Serviços e Inovação na Agenda Externa São Paulo,

Leia mais

Apartamentos, Casas e Terrenos.

Apartamentos, Casas e Terrenos. A Urbanização que de planejamento e sustentabilidade. A Riviera de São Lourenço é uma referência mundial em desenvolvimento urbano sustentável. Seu Sistema de Gestão Ambiental, certificado pela norma ISO

Leia mais

Há 35 anos crescendo com o Brasil.

Há 35 anos crescendo com o Brasil. Há 35 anos crescendo com o Brasil. Nos últimos 35anos o Grupo Damiani participou ativamente das grandes transformações ocorridas na paisagem brasileira. Participando de realizações em todas as regiões

Leia mais

Um edifício que já nasce com uma grande história.

Um edifício que já nasce com uma grande história. Um edifício que já nasce com uma grande história. O Residencial Arauco nasce para ser icônico. Para ser parte da cidade e para ajudá-la a contar a própria história. Um marco histórico A região que abraça

Leia mais

PARQUES TECNOLÓGICOS VISÃO DE NEGÓCIOS

PARQUES TECNOLÓGICOS VISÃO DE NEGÓCIOS PARQUES TECNOLÓGICOS VISÃO DE NEGÓCIOS Novembro 2006 ARC PARQUES TECNOLÓGICOS OBJETIVO Discutir a estrutura de negócio de Parques Tecnológicos sob a ótica de desenvolvimento urbano e de negócios imobiliários.

Leia mais

Projeto Porto Maravilha

Projeto Porto Maravilha Projeto Porto Maravilha www.portomaravilhario.com.br LOCALIZAÇÃO PRIVILEGIADA Aeroporto Internacional Tom Jobim 11 km Características da região: Delimitação: Bairros completos (Santo Cristo, Gamboa e Saúde)

Leia mais

Planejamento Urbano e a Dinâmica da Cidade. Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro Secretaria de Urbanismo - SMU

Planejamento Urbano e a Dinâmica da Cidade. Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro Secretaria de Urbanismo - SMU Planejamento Urbano e a Dinâmica da Cidade Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro Secretaria de Urbanismo - SMU Dinâmica do Licenciamento Evolução da Área Licenciada 1980-2011 5,3 mil Evolução da Área

Leia mais

Título da Apresentação

Título da Apresentação Título da Apresentação FINEP Financiadora de Estudos e Projetos Agência Brasileira de Inovação Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil Departamento de Tecnologias da Informação e Serviços DTIS Área de

Leia mais

Diálogo com Stakeholders: Políticas e Formas de Estimular Inovações Ambientais nas Empresas

Diálogo com Stakeholders: Políticas e Formas de Estimular Inovações Ambientais nas Empresas Encontro Anual do Centro de Referência em Inovação Minas - CRI Minas/FDC Diálogo com Stakeholders: Políticas e Formas de Estimular Inovações Ambientais nas Empresas Evaldo Vilela Secretaria de Estado de

Leia mais

Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática

Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática Seminário: Caminhos para a Inovação Debate: A Atividade de CT&I e a Estratégia Nacional de Ciência Tecnologia e Inovação (ENCTI) Infraestrutura

Leia mais

QUALIDADE DE VIDA NA CIDADE DE SÃO PAULO

QUALIDADE DE VIDA NA CIDADE DE SÃO PAULO QUALIDADE DE VIDA NA CIDADE DE SÃO PAULO SECRETÁRIO RIO DO VERDE E MEIO AMBIENTE RICARDO TEIXEIRA MUNICÍPIO DE SÃO PAULO Cobertura Vegetal -ÁREA DA COBERTURA VEGETAL DO MUNICÍPIO: 687.654.400 m² -ÁREA

Leia mais

Operação Urbana Porto Maravilha

Operação Urbana Porto Maravilha Operação Urbana Porto Maravilha versão janeiro de 2016 Localização estratégica Aeroporto Internacional Tom Jobim 11 km Oceano Atlântico Maracanã 5 km Aeroporto Santos Dumont 2 km Corcovad o 7 km Copacabana

Leia mais

EIXO X TEC E NOLÓ L GICO C GOIÂNIA - ANÁPOLIS

EIXO X TEC E NOLÓ L GICO C GOIÂNIA - ANÁPOLIS EIXO TECNOLÓGICO GOIÂNIA -ANÁPOLIS CONCEITO Projeto de Desenvolvimento Regional Desenvolvimento Tecnológico Indução de Estruturação do Espaço Regional Conceito CONCEITUAÇÃO DA PROPOSTA CONCEITO 1 -PROJETO

Leia mais

Gestão. Curso Superior de Tecnologia em Gestão da Qualidade. Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos

Gestão. Curso Superior de Tecnologia em Gestão da Qualidade. Curso Superior de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos da Qualidade Gestão O tecnólogo em Gestão da Qualidade é o profissional que desenvolve avaliação sistemática dos procedimentos, práticas e rotinas internas e externas de uma entidade, conhecendo e aplicando

Leia mais

Departamento de Energia e Tecnologias Limpas DENE

Departamento de Energia e Tecnologias Limpas DENE Energia e Tecnologias Limpas DENE A Finep A Finep é uma empresa pública vinculada ao MCTI (Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação) criada em 24 de julho de 1967. Seu objetivo é atuar em toda a cadeia

Leia mais

Os Desafios do Estado na implementação dos Parques Tecnológicos

Os Desafios do Estado na implementação dos Parques Tecnológicos Os Desafios do Estado na implementação dos Parques Tecnológicos Marcos Cintra Subsecretário de Ciência e Tecnologia Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia Outubro/2013 Brasil 7ª

Leia mais

1 Abastecimento de água potável

1 Abastecimento de água potável Objetivo Indicador Métrica Propostas Prazo Entraves Índice de atendimento urbano de água Planilha de Objetivos, Indicadores e GT Saneamento A Santa Maria que queremos Visão: Que até 2020 Santa Maria esteja

Leia mais

EDITAL Nº 01/2009 PROJETOS EMPRESARIAIS PARA INGRESSO NA INCUBADORA DE EMPRESAS DE SÃO JOSÉ

EDITAL Nº 01/2009 PROJETOS EMPRESARIAIS PARA INGRESSO NA INCUBADORA DE EMPRESAS DE SÃO JOSÉ EDITAL Nº 01/2009 PROJETOS EMPRESARIAIS PARA INGRESSO NA INCUBADORA DE EMPRESAS DE SÃO JOSÉ O presente edital regulamenta o processo de recrutamento, seleção e ingresso de projetos empresariais na Incubadora

Leia mais

HACH ENGENHARIA, CONSTRUÇÕES E CONSULTORIA AMBIENTAL CONSULTORIA AMBIENTAL

HACH ENGENHARIA, CONSTRUÇÕES E CONSULTORIA AMBIENTAL CONSULTORIA AMBIENTAL HACH ENGENHARIA, CONSTRUÇÕES E CONSULTORIA AMBIENTAL CONSULTORIA AMBIENTAL Quem somos: Somos HACH ENGENHARIA, CONSTRUÇÕES E CONSULTORIA AMBIENTAL Ltda. um grupo multidisciplinar de profissionais com conhecimentos

Leia mais

O REGIA DOURO PARK. Parque de Ciência e Tecnologia Sectores agroalimentar, vitivinícola e valorização ambiental.

O REGIA DOURO PARK. Parque de Ciência e Tecnologia Sectores agroalimentar, vitivinícola e valorização ambiental. N O REGIA DOURO PARK Parque de Ciência e Tecnologia Sectores agroalimentar, vitivinícola e valorização ambiental. O Régia-Douro Park Parque de Ciência e Tecnologia está focado nas áreas agroalimentar,

Leia mais

ÍNDICE 1. EMPRESA 2. LOCALIZAÇÃO 3. PROJETO VILA DOS ATLETAS 4. SUSTENTABILIDADE 5. RESPONSABILIDADE SOCIAL

ÍNDICE 1. EMPRESA 2. LOCALIZAÇÃO 3. PROJETO VILA DOS ATLETAS 4. SUSTENTABILIDADE 5. RESPONSABILIDADE SOCIAL ÍNDICE 1. EMPRESA 2. LOCALIZAÇÃO 3. PROJETO VILA DOS ATLETAS 4. SUSTENTABILIDADE 5. RESPONSABILIDADE SOCIAL 1. EMPRESA A EMPRESA ILHA PURA EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS É UMA EMPRESA CRIADA COM O OBJETIVO

Leia mais

1 Abastecimento de água potável

1 Abastecimento de água potável Objetivo Indicador Métrica Propostas Prazo Entraves Índice de atendimento urbano de água Planilha de Objetivos, Indicadores e GT Saneamento A Santa Maria que queremos Visão: Que até 2020 Santa Maria esteja

Leia mais

NADSON XAVIER SOARES Gerente do Setor Público

NADSON XAVIER SOARES Gerente do Setor Público NADSON XAVIER SOARES Gerente do Setor Público Instituição financeira do Governo do Estado de São Paulo, que promove o desenvolvimento sustentável por meio de operações de crédito consciente e de longo

Leia mais

Investimento em inovação para elevar a produtividade e a competitividade da economia brasileira:

Investimento em inovação para elevar a produtividade e a competitividade da economia brasileira: Plano Inova Empresa Inovação e desenvolvimento econômico Investimento em inovação para elevar a produtividade e a competitividade da economia brasileira: Ampliação do patamar de investimentos Maior apoio

Leia mais

SUSTENTABILIDADE EM CONDOMINIOS

SUSTENTABILIDADE EM CONDOMINIOS EM CONDOMINIOS Miguel Tadeu Campos Morata Engenheiro Químico Pós Graduado em Gestão Ambiental Considerações Iniciais Meta - A sobrevivência e perpetuação do seres humanos no Planeta. Para garantir a sobrevivência

Leia mais

Apresentações de Ações das Instituições do GTP APL. Fomento à Inovação nas Pequenas Empresas

Apresentações de Ações das Instituições do GTP APL. Fomento à Inovação nas Pequenas Empresas Apresentações de Ações das Instituições do GTP APL Fomento à Inovação nas Pequenas Empresas FINEP Financiadora de Estudos e Projetos Rochester Gomes da Costa Departamento de Capital Semente 29 de outubro

Leia mais

Porque é assim que a vida deve ser.

Porque é assim que a vida deve ser. A Urbanização que de planejamento e sustentabilidade. A Riviera de São Lourenço é uma referência mundial em desenvolvimento urbano sustentável. Seu Sistema de Gestão Ambiental, certificado pela norma ISO

Leia mais

P.P.P. PARCERIAS PÚBLICO PRIVADAS O porque das Parcerias Público Privadas Impossibilidade de obtenção de recursos públicos A crise da economia

P.P.P. PARCERIAS PÚBLICO PRIVADAS O porque das Parcerias Público Privadas Impossibilidade de obtenção de recursos públicos A crise da economia P.P.P. PARCERIAS PÚBLICO PRIVADAS O porque das Parcerias Público Privadas Impossibilidade de obtenção de recursos públicos A crise da economia causada pelo endividamento público Limitação provocada pela

Leia mais

História da tecnologia em São José dos Campos. Cbers. 1ª Exportação. Sistema Astros. Programa Bandeirante. Embraer 170/190

História da tecnologia em São José dos Campos. Cbers. 1ª Exportação. Sistema Astros. Programa Bandeirante. Embraer 170/190 São José dos Campos São Paulo Brasil, Junho de 2015 História da tecnologia em São José dos Campos 1947 1950 1961 1965 1969 1971 1975 1ª Exportação 1999 Cbers Sistema Astros Programa Bandeirante Embraer

Leia mais

Núcleo de Gestão do Porto Digital. Plano Bi-anual 2001-2002

Núcleo de Gestão do Porto Digital. Plano Bi-anual 2001-2002 Núcleo de Gestão do Porto Digital Plano Bi-anual 2001-2002 Identidade Missão A estruturação e gestão sustentável de um ambiente de negócios capaz de criar e consolidar empreendimentos de classe mundial

Leia mais

Política Ambiental janeiro 2010

Política Ambiental janeiro 2010 janeiro 2010 5 Objetivo Orientar o tratamento das questões ambientais nas empresas Eletrobras em consonância com os princípios da sustentabilidade. A Política Ambiental deve: estar em conformidade com

Leia mais

RESIDENCIAL SANTA MONICA MEMORIAL DESCRITIVO ANEXO I

RESIDENCIAL SANTA MONICA MEMORIAL DESCRITIVO ANEXO I RESIDENCIAL SANTA MONICA MEMORIAL DESCRITIVO ANEXO I CONTRATO N.º ANEXO I MEMORIAL DESCRITIVO DO RESIDENCIAL SANTA MÔNICA A INFRAESTRUTURA DE IMPLANTAÇÃO DO LOTEAMENTO RESIDENCIAL SANTA MONICA OBEDECERÁ

Leia mais

Grupo Tross. O grupo estruturou diversos projetos em sua curta trajetória, totalizando um VGV superior a R$ 200 milhões.

Grupo Tross. O grupo estruturou diversos projetos em sua curta trajetória, totalizando um VGV superior a R$ 200 milhões. Grupo Tross Referência em empreendimentos de alto padrão Foi com a visão de oferecer soluções exclusivas e rentáveis para o exigente público de Florianópolis/SC que Thiago Lapagesse da Costa e Luana Puggina

Leia mais

Telefone p/ contato: ( ) FAX: ( ) e-mail: Coordenadas geográficas * (Lat/Long) no Sistema Geodésico, SAD-69 Lat. -. Long ( )

Telefone p/ contato: ( ) FAX: ( ) e-mail: Coordenadas geográficas * (Lat/Long) no Sistema Geodésico, SAD-69 Lat. -. Long ( ) 1. IDENTIFICAÇÃO DO EMPREENDEDOR NOME / RAZÃO SOCIAL *: End.: rua/av *: n *: Bairro *: CEP *: Município *: Telefone *: ( ) FAX *: ( ) e-mail: CNPJ (CGC/MF n.º) *: CGC/TE n. *: CPF/CIC n. *: End. P/ correspondência:

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DE QUALIDADE NAS ESTAÇÕES DE TRATAMENTO DE ESGOTOS DA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO

SISTEMA DE GESTÃO DE QUALIDADE NAS ESTAÇÕES DE TRATAMENTO DE ESGOTOS DA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO SISTEMA DE GESTÃO DE QUALIDADE NAS ESTAÇÕES DE TRATAMENTO DE ESGOTOS DA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO Valério da Silva Ramos (*) Administrador de Empresas, pós-graduado em Gestão Econômica e Financeira

Leia mais

CADERNO DE PROPOSTAS PARA PLANO DE GOVERNO

CADERNO DE PROPOSTAS PARA PLANO DE GOVERNO ELEIÇÕES MUNICIPAIS 2012 PREFEITO JORGE LANGE VICE-PREFEITA MARLISE DA CRUZ CADERNO DE PROPOSTAS PARA PLANO DE GOVERNO CASCAVEL 2012 COLIGAÇÃO PSD PV PSB PSC - DEM ELEIÇÕES MUNICIPAIS 2012 PREFEITO JORGE

Leia mais

1 Qualificar os serviços de Abastecimento de água potável

1 Qualificar os serviços de Abastecimento de água potável nos núcleos rurais com mais de 10 economias nas áreas quilombolas nas áreas indígenas Planilha de Objetivos, Indicadores e Ações Viabilizadoras GT Saneamento A Santa Maria que queremos Visão: "Que até

Leia mais

Investe São Paulo. Campinas, 17 de março de 2015

Investe São Paulo. Campinas, 17 de março de 2015 Investe São Paulo Campinas, 17 de março de 2015 Missão Ser a porta de entrada para novos investimentos e a expansão dos negócios existentes, gerando inovação tecnológica, emprego e renda. Promover a competitividade

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE CONSELHO MUNICIPAL DO MEIO AMBIENTE COMAM DELIBERAÇÃO NORMATIVA Nº 12 DE 11 DE NOVEMBRO DE 1992

SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE CONSELHO MUNICIPAL DO MEIO AMBIENTE COMAM DELIBERAÇÃO NORMATIVA Nº 12 DE 11 DE NOVEMBRO DE 1992 SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE CONSELHO MUNICIPAL DO MEIO AMBIENTE COMAM DELIBERAÇÃO NORMATIVA Nº 12 DE 11 DE NOVEMBRO DE 1992 O Conselho Municipal do Meio Ambiente COMAM, no uso das atribuições

Leia mais

REDEPETRO RN. Grandes Compradores, pequenos fornecedores. M.Sc. Gutemberg Dias

REDEPETRO RN. Grandes Compradores, pequenos fornecedores. M.Sc. Gutemberg Dias REDEPETRO RN Grandes Compradores, pequenos fornecedores M.Sc. Gutemberg Dias MICRO, PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS NO BRASIL 5 milhões de empresas formais (99% das empresas formais) e 10 milhões de informais;

Leia mais