INOVA SENAI EDITAL 2015

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "INOVA SENAI EDITAL 2015"

Transcrição

1 INOVA SENAI EDITAL 2015 Sumário 1 Estrutura do Inova SENAI O que é Objetivo Objetivos específicos Categorias Estrutura Organizacional Participantes e público alvo Participantes Cronograma e inscrição Cronograma Inscrição Seleção, avaliação e premiação dos projetos Seleção dos projetos Avaliação dos projetos Premiação Disposições Gerais e Transitórias... 10

2 1 Estrutura do Inova SENAI 1.1 O que é Por INOVA SENAI Etapa Estadual entende-se uma atividade técnica, realizada por alunos regularmente matriculados no SENAI /AC e egressos até 02 anos, bem como pelos docentes (instrutores, professores e técnicos) lotados nas unidades da instituição, e profissionais de indústrias acreanas. O INOVA SENAI visa possibilitar a demonstração pública, por meio de projetos por eles planejados, construídos e executados, da sua capacidade de elaborar projetos de produtos e/ou processos inovadores, com originalidade, criatividade, inovação, raciocínio lógico e de demonstração da evolução dos conhecimentos no campo técnico-científico. 1.2 Objetivo Desenvolver a capacidade empreendedora, criatividade e raciocínio lógico de alunos, técnicos, consultores e docentes do SENAI, através da concepção, planejamento, execução e demonstração em público de projetos de inovação tecnológica de interesse da indústria e da sociedade. 1.3 Objetivos específicos a) Promover a melhoria da qualidade na formação profissional b) Incentivar o espírito empreendedor; c) Despertar vocações e revelar capacidades por meio do desenvolvimento da metodologia de pesquisa tecnológica; d) Promover a transferência de tecnologia, por meio dos projetos desenvolvidos no Inova, para indústria; e) Proporcionar condições de maior integração entre o SENAI, a indústria e a comunidade; f) Promover o intercâmbio técnico-tecnológico entre os participantes e a comunidade industrial; g) Despertar o interesse dos participantes pelo planejamento e execução h) Atender ao perfil profissional requerido pela realidade empresarial atual i) Divulgar a imagem institucional e promover a competência técnica do SENAI;

3 1.4 Categorias Podem concorrer à premiação, projetos de inovação de interesse do SENAI e da indústria, de acordo com as seguintes categorias: Podem ser submetidos e concorrer à premiação, projetos de inovação de interesse do SENAI e da indústria, de acordo com as seguintes categorias: a) Tecnologias Industriais: produtos ou processos inovadores que estejam alinhados às áreas industriais atendidas pelo SENAI. Modalidade - Produto Inovador: novos materiais, alimentos, softwares, hardwares, componentes, instrumentos e ferramentas. Modalidade - Processo Inovador: novas máquinas ou equipamentos, ou sua adaptação, que proporcionem melhorias de processos produtivos. b) Tecnologias Educacionais: simuladores físicos ou virtuais; jogos e aplicativos para web, tablets, smartphones, consoles específicos ou hardware especial; softwares ou plataformas de educação; kits didáticos, como painéis, bancadas ou plantas didáticas; equipamentos inovadores com aplicação didática; material multimídia para cursos e que estejam alinhados aos desenhos curriculares nacionais, dando suporte ao desenvolvimento de capacidades técnicas. c) Tecnologias Inclusivas: serviços, produtos ou processos inovadores que estejam alinhados ao Programa SENAI de Ações Inclusivas, nas vertentes de inclusão (pessoas com deficiência, altas habilidades, transtorno global do desenvolvimento), gênero, etnia, maturidade/idosos, evidenciando uma ou mais acessibilidades nas dimensões: arquitetônica, atitudinal, metodológica, instrumental, comunicacional e programática. d) Voto Popular: Categoria simbólica, na qual se inserem todos os projetos, cujo vencedor será definido por votação realizada pelos visitantes da exposição. Poderão participar projetos das áreas: alimentos, automação industrial, automotiva, borracha, cerâmica e vidro, construção civil, couro e calçados, embalagens, energia, eletroeletrônica, informática, instrumentação, manutenção, metal mecânica, metalurgia, meio ambiente, mobiliário, papel e celulose, plásticos, petroquímica, produção gráfica, química, refrigeração e climatização, telecomunicações, têxtil, vestuário, gestão (estratégica, logística, pessoas, qualidade, etc) dentre outras;

4 Categoria Voto Popular Categoria simbólica cujo vencedor é definido pelos visitantes que poderão escolher o melhor projeto através de urnas distribuídas no local da exposição. O projeto escolhido será premiado com troféu juntamente com os campeões das demais categorias. 1.5 Estrutura Organizacional O INOVA SENAI Etapa Estadual é uma atividade realizada pelo SENAI Departamento Regional do Acre é composto pelas seguintes unidades administrativas: a) Coordenação Geral; b) Comissão Avaliadora A Coordenação Geral é constituída por colaboradores pertencentes ao quadro efetivo do SENAI designados pelo Diretor Regional. Caberá à Coordenação Geral: a) Estabelecer o regulamento e diretrizes para a execução do evento e os critérios de avaliação dos projetos; b) Coordenar o INOVA SENAI 2015 Etapa Estadual (montagem dos estandes e ambientação, identificação dos participantes e comissões, fichas de avaliação, preparação dos projetos, definição dos prêmios, certificados de participação e de classificação, etc; c) Definir local, data e duração do evento; d) Divulgar o evento junto aos públicos internos e externos; e) Receber, identificar e divulgar a relação dos projetos selecionados para a exposição; f) Encaminhar à Comissão Avaliadora, as informações sobre os projetos selecionados para a exposição; g) Divulgar a lista dos projetos vencedores, conforme resultado da comissão avaliadora; h) Preparar a cerimônia de premiação do Inova SENAI; A Comissão Avaliadora é constituída por empresários e representantes de entidades parceiras do SENAI/AC. Os integrantes desta Comissão deverão fazer parte das comunidades empresarial e técnica- científica e ter conhecimento nos temas em análise, bem como estar sintonizados com a

5 inovação tecnológica dos processos industriais e educacionais. A Comissão será composta por no mínimo cinco participantes, todos indicados pelo Diretor Geral do SENAI, sendo um deles o Presidente.. Compete à Comissão Avaliadora: a) Seguir normas, diretrizes e critérios de avaliação definidos; b) Apreciar os trabalhos apresentados; c) Avaliar os trabalhos nos termos definidos na Mostra Inova SENAI/Acre; d) Preencher as fichas de avaliação conforme critérios estabelecidos; e) Relacionar, em ordem de classificação, os trabalhos julgados; f) Escolher, entre os membros da comissão, um Presidente; g) Participar da sessão de encerramento na qual será anunciado o resultado. OBS Os membros das Comissões Organizadora e Avaliadora não poderão concorrer aos prêmios. 2 Participantes e público alvo 2.1 Participantes Poderão compor a equipe do projeto: Alunos regularmente matriculados no SENAI ou egressos até 2 (dois) anos; Docentes, técnicos ou consultores do SENAI; Colaboradores efetivos do SENAI. Representantes de empresas. As equipes devem ser compostas por, no máximo, 3 integrantes mais o orientador (a) e não poderão ser formadas por somente uma categoria de participantes (alunos / docentes / técnicos / consultores / representantes de empresas), exceto na categoria Serviço Inovador SENAI, na qual só poderão participar colaboradores efetivos do SENAI

6 Compete aos participantes a) Realizar a inscrição no Inova SENAI 2015 Etapa Estadual, no prazo estipulado pela Comissão Coordenadora; b) Apresentar o projeto do trabalho nos termos deste Regulamento e conforme modelos disponibilizados; c) Negociar junto às empresas interessadas, sua participação no projeto, buscando patrocínio para as despesas do projeto; d) Submeter à coordenação geral e à comissão avaliadora o artigo técnico do projeto conforme modelo disponibilizado; e) Coordenar a montagem e desmontagem do "stand" ou bancada para apresentação do trabalho, providenciando junto à Coordenação Geral o apoio necessário para o bom funcionamento do mesmo; f) Apresentar o trabalho ao público visitante e à comissão organizadora; g) Designar um integrante da equipe para a apresentação do projeto à comissão avaliadora; 3 Cronograma e inscrição 3.1 Cronograma Etapa Período 1 Lançamento do Inova SENAI 2013 Etapa Estadual 23/03/15 2 Período para submissão dos projetos 23/03/15 a 20/04/15 3 Período para avaliação dos projetos 22/04//15 a 24/04/15 4 Divulgação da lista dos projetos selecionados 27/04/15 5 Período para desenvolvimento dos projetos 28/04/15 a 10/07/ Exposição dos projetos 16 e 17/07/2015

7 3.2 Inscrição A inscrição deverá ser feita em uma das unidades do SENAI- AC, com apresentação obrigatória dos documentos descritos abaixo: Formulário Ficha de inscrição; Projeto Técnico, conforme modelo disponibilizado; Declaração de cessão de direitos de propriedade; Relatório de pesquisa de anterioridade; 4 Seleção, avaliação e premiação dos projetos. 4.1 Seleção dos projetos A Coordenação Geral será responsável pela seleção dos projetos, processo que ocorrerá após o período de submissão das propostas de projetos. Poderão participar da seleção, especialistas do SENAI ou convidados de outras instituições. Para a seleção dos projetos, serão utilizados os mesmos critérios de avaliação considerados para a escolha dos projetos vencedores na exposição. Os projetos selecionados terão seu desenvolvimento apoiado pelo SENAI, de acordo com a disponibilidade de infra-estrutura e orçamento. Obs.01: Só serão considerados os projetos que forem submetidos dentro do prazo definido no cronograma; Obs.02: Trabalhos que obtiverem pontuação inferior a 70 (setenta) pontos, estarão automaticamente desclassificados; 4.2 Avaliação dos projetos A apresentação do trabalho durante a exposição deve envolver a demonstração audiovisual ou funcionamento de protótipos/maquetes, com as explicações teóricas necessárias para o seu entendimento.

8 Somente concorrerão à premiação os projetos que apresentarem um artigo técnico, conforme modelo disponibilizado, até a data de início da exposição. A pontuação dos projetos pode chegar a 100 (cem) pontos, distribuídos conforme tabela abaixo: Critério de avaliação Item avaliado Pontuação 1 Caráter Grau de inovação do projeto 20 2 inovador Qualidade do relatório de anterioridade 5 3 Estudo de mercado / caracterização da demanda 10 (potencial de comercialização) Análise de 4 viabilidade Viabilidade técnica-econômica 10 do projeto 5 Impactos econômicos, sociais e/ambientais 10 6 Título / Objetivo / Escopo 10 7 Qualidade Metodologia para desenvolvimento do trabalho 10 8 do projeto Especificação do produto do projeto 10 9 Orçamento para exposição Exposição Acabamento do projeto (protótipo/maquete/mostruário, etc) 13 Apresentação do projeto TOTAL 100

9 4.3 Premiação Os projetos classificados nos primeiros lugares, de cada categoria, receberão as seguintes premiações: CATEGORIA Tecnologias Industriais: PRODUTO INOVADOR Colocação Premiação Primeiro lugar 01 Tablet para cada membro da equipe CATEGORIA Tecnologias Industriais: PROCESSO INOVADOR Colocação Premiação Primeiro lugar 01 Tablet para cada membro da equipe CATEGORIA Tecnologias Educacionais Colocação Premiação Primeiro lugar 01 Tablet para cada membro da equipe CATEGORIA Tecnologias Inclusivas Colocação Premiação Primeiro lugar 01 Tablet para cada membro da equipe CATEGORIA Voto Popular Colocação Premiação Primeiro lugar 01 Tablet para cada membro da equipe

10 4.2.1 Todos os membros das equipes receberão certificado de participação Todos os membros das equipes vencedoras - 1º, 2º e 3º lugares receberão Medalhas ou troféu. 5 Dos Direitos Autorais 5.1. Todo e qualquer direito autoral ou de propriedade intelectual relativo a qualquer produto ou projeto desenvolvido ou criado no âmbito do Inova SENAI 2015, de natureza técnica, artística ou intelectual, pertencerão ao SENAI-DR, quando for o caso, que dele poderá usufruir livremente e sem qualquer reserva ou condição, independentemente de autorização. 6 Disposições Gerais e Transitórias 6.1. É de responsabilidade dos participantes a consulta sobre a proteção da Propriedade Intelectual do trabalho comunicando qualquer anterioridade à Comissão Geral Quando o trabalho contar com a parceria de uma empresa, a equipe deve requerer autorização por escrito para a apresentação do trabalho na exposição, apresentando-a junto com a entrega do artigo técnico A Coordenação Geral não se responsabiliza por estragos ou danos que venham a ocorrer em materiais e equipamentos (protótipos, materiais de informática) dos projetos expostos, durante a montagem e desmontagem dos estandes na exposição Os participantes deverão observar todas as regras e normas de segurança das instalações físicas do local onde serão expostos os projetos Os trabalhos já apresentados em exposições anteriores (Inova SENAI Etapa nacional, CONCRID, FENACRI) não poderão participar desta etapa do Inova SENAI O resultado final do prêmio não será suscetível de recurso ou impugnação Serão desclassificados os projetos que não atenderem as regras deste Regulamento A participação no Inova SENAI 2015 implica no conhecimento e na aceitação pelos participantes de todas as disposições deste Regulamento Os casos omissos serão decididos pela Coordenação Geral do Inova SENAI O presente Regulamento entrará em vigor a partir da data de publicação. 18/03/2015 Coordenação Geral do INOVA SENAI - ACRE

PROGRAMA INOVA SENAI PE 2015

PROGRAMA INOVA SENAI PE 2015 PROGRAMA INOVA SENAI PE 2015 1. Estrutura do INOVA SENAI-PE 1.1. O que é O Programa INOVA SENAI-PE 2015 é uma ação anual, promovida e patrocinada pelo Departamento Regional de Pernambuco (SENAI DR-PE),

Leia mais

Recife 2015. Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial SENAI Departamento Regional de Pernambuco. Diretor Regional Sergio Gaudêncio

Recife 2015. Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial SENAI Departamento Regional de Pernambuco. Diretor Regional Sergio Gaudêncio 1 1 6 Recife 2015 Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial SENAI Departamento Regional de Pernambuco Diretor Regional Sergio Gaudêncio Diretor Administrativo e Financeiro Heinz Dieter Loges Diretor

Leia mais

REGULAMENTO. Prêmio INOVA SENAI e SESI 2015

REGULAMENTO. Prêmio INOVA SENAI e SESI 2015 REGULAMENTO Prêmio INOVA SENAI e SESI 2015 CURITIBA 2015 1 Sumário I. Apresentação... 3 II. Objetivos... 4 III. Categorias... 5 IV. Estrutura Organizacional... 7 V. Participantes e público alvo... 9 VI.

Leia mais

ESCOLA SENAI ÍTALO BOLOGNA. INOVAÇÃO Ítalo Bologna

ESCOLA SENAI ÍTALO BOLOGNA. INOVAÇÃO Ítalo Bologna ESCOLA SENAI ÍTALO BOLOGNA INOVAÇÃO Ítalo Bologna REGULAMENTO VERSÃO 01/2011 1 REGULAMENTO TÍTULO I DA DENOMINAÇÃO E FINALIDADES Capítulo I Das Finalidades e Objetivos Terá como principal objetivo desenvolver

Leia mais

REGULAMENTO INOVA SENAI/MT 2015 (ETAPA REGIONAL)

REGULAMENTO INOVA SENAI/MT 2015 (ETAPA REGIONAL) REGULAMENTO INOVA SENAI/MT 2015 (ETAPA REGIONAL) 1. ESTRUTURA DO INOVA SENAI 1.1 O QUE É Ação de abrangência regional direcionada a Discentes, técnicos e docentes das Unidades Operacionais (UO s) do SENAI/MT,

Leia mais

FAQ Edital SENAI SESI de inovação 2010 21 Edital SENAI SESI de inovação 2010

FAQ Edital SENAI SESI de inovação 2010 21 Edital SENAI SESI de inovação 2010 FAQ 21 Edital SENAI SESI de inovação 2010 1. Edital SENAI e SESI 1.1 O que é o Edital SENAI e SESI de Inovação? O Edital é uma iniciativa do SENAI e do SESI que visa despertar a cultura da inovação na

Leia mais

XIX Ciência Viva. Tema: Ciência, tecnologia e desenvolvimento social. 06 e 07 de Novembro de 2014

XIX Ciência Viva. Tema: Ciência, tecnologia e desenvolvimento social. 06 e 07 de Novembro de 2014 XIX Ciência Viva Tema: Ciência, tecnologia e desenvolvimento social 06 e 07 de Novembro de 2014 A CIÊNCIA VIVA A Ciência Viva é uma exposição anual aberta ao público, em que estudantes da educação básica

Leia mais

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE SERGIPE DESO PRESIDÊNCIA ASSESSORIA DE MARKETING GESTÃO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL

COMPANHIA DE SANEAMENTO DE SERGIPE DESO PRESIDÊNCIA ASSESSORIA DE MARKETING GESTÃO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL COMPANHIA DE SANEAMENTO DE SERGIPE DESO PRESIDÊNCIA ASSESSORIA DE MARKETING GESTÃO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL Primeiro Concurso de Desenho, Poesia e Redação da DESO: Por uma cultura de Saneamento Ambiental

Leia mais

III FEIRA ESTADUAL DE CIÊNCIAS DA NATUREZA DO ACRE E III MOSTRA CIENTÍFICA DE CIÊNCIAS DA AMAZÔNIA OCIDENTAL

III FEIRA ESTADUAL DE CIÊNCIAS DA NATUREZA DO ACRE E III MOSTRA CIENTÍFICA DE CIÊNCIAS DA AMAZÔNIA OCIDENTAL III FEIRA ESTADUAL DE CIÊNCIAS DA NATUREZA DO ACRE E III MOSTRA CIENTÍFICA DE CIÊNCIAS DA AMAZÔNIA OCIDENTAL Dias 6 e 7 de Novembro de 2013 Realização e apoio: facebook: https://www.facebook.com/fecinac

Leia mais

TÍTULO I Da denominação e finalidades

TÍTULO I Da denominação e finalidades TÍTULO I Da denominação e finalidades Capítulo I Do conceito e denominação Art.1 Entende-se por Mostra INOVA SENAI /CE Categoria Aluno - uma atividade técnico-cultural realizada por alunos matriculados

Leia mais

EDITAL SENAI SESI DE INOVAÇÃO. 2) Qual é a vantagem para a indústria participar do Edital de Inovação?

EDITAL SENAI SESI DE INOVAÇÃO. 2) Qual é a vantagem para a indústria participar do Edital de Inovação? 1) O que é o Edital SENAI e SESI de Inovação? 2) Qual é a vantagem para a indústria participar do Edital de Inovação? 3) Qual é a vantagem para um Departamento Regional participar do Edital de Inovação?

Leia mais

PRÊMIO FINEP DE INOVAÇÃO

PRÊMIO FINEP DE INOVAÇÃO PRÊMIO FINEP DE INOVAÇÃO Objetivo: O Prêmio FINEP de Inovação foi criado para reconhecer e divulgar esforços inovadores realizados por empresas, Instituições Científicas e Tecnológicas - ICTs e inventores

Leia mais

PRÊMIO FINEP DE INOVAÇÃO 15ª EDIÇÃO REGULAMENTO

PRÊMIO FINEP DE INOVAÇÃO 15ª EDIÇÃO REGULAMENTO PRÊMIO FINEP DE INOVAÇÃO 15ª EDIÇÃO REGULAMENTO 1. Objetivo O Prêmio FINEP de Inovação foi criado para reconhecer e divulgar esforços inovadores realizados por empresas, instituições sem fins lucrativos

Leia mais

Está vedada a participação das empresas e instituições que tenham sido vencedoras regionais e nacionais no Prêmio FINEP de Inovação 2009.

Está vedada a participação das empresas e instituições que tenham sido vencedoras regionais e nacionais no Prêmio FINEP de Inovação 2009. Regulamento O Prêmio FINEP de Inovação foi criado para reconhecer e divulgar esforços inovadores realizados por empresas, Instituições Científicas e Tecnológicas - ICTs e inventores brasileiros, desenvolvidos

Leia mais

REGULAMENTO IV MOSTRA INOVA SENAI 2015 Etapa Estadual

REGULAMENTO IV MOSTRA INOVA SENAI 2015 Etapa Estadual REGULAMENTO IV MOSTRA INOVA 2015 Etapa Estadual 1 Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de Paraíba Diretora Regional Patrícia Gonçalves de Oliveira Diretor Administrativo e

Leia mais

REGULAMENTO Prêmio IEL de Estágio 2014

REGULAMENTO Prêmio IEL de Estágio 2014 REGULAMENTO Prêmio IEL de Estágio 2014 Curitiba, Fevereiro de 2014 Sumário 1. O PRÊMIO... 3 2. OBJETIVOS... 4 3. CATEGORIAS DE PREMIAÇÃO... 5 4. ETAPAS DE AVALIAÇÃO... 5 5. PREMIAÇÃO... 5 6. PARTICIPAÇÃO/INSCRIÇÃO...

Leia mais

REGULAMENTO DA SEMANA DA ENGENHARIA

REGULAMENTO DA SEMANA DA ENGENHARIA REGULAMENTO DA SEMANA DA ENGENHARIA A Coordenadora da Faculdade de Ciência e Tecnologia de Montes Claros FACIT, no uso de suas atribuições regimentais, considerando que o projeto dos cursos de engenharia

Leia mais

Importante: ABED e Adobe autorizaram a prorrogação do prazo de inscrição até 31 de julho de 2013.

Importante: ABED e Adobe autorizaram a prorrogação do prazo de inscrição até 31 de julho de 2013. 1 o Prêmio ABED Adobe de Conteúdos Educacionais Interativos para Tablets Importante: ABED e Adobe autorizaram a prorrogação do prazo de inscrição até 31 de julho de 2013. A Educação a Distância tem papel

Leia mais

XX JORNADA JURÍDICA ACADÊMICA DO CURSO DE DIREITO

XX JORNADA JURÍDICA ACADÊMICA DO CURSO DE DIREITO Estado, Direito Penal e Segurança Pública: perspectivas para o controle social São Luís/MA, 29 a 31 de outubro de 2013 Hotel Luzeiros. CAPITULO I - Das disposições gerais REGULAMENTO DA II MOSTRA CIENTÍFICA

Leia mais

DESAFIO PORTO DIGITAL PARA SUSTENTABILIDADE DAS CIDADES

DESAFIO PORTO DIGITAL PARA SUSTENTABILIDADE DAS CIDADES DESAFIO PORTO DIGITAL PARA SUSTENTABILIDADE DAS CIDADES Porto Digital Recife, Maio de 2011 1. OBJETIVOS O DESAFIO PORTO DIGITAL PARA SUSTENTABILIDADE DAS CIDADES, promovido pelo Porto Digital, visa reconhecer

Leia mais

MOSTRA DE PROJETOS 2015. Iniciativas Sociais que contribuem para o desenvolvimento local. REGULAMENTO Anexos I e II

MOSTRA DE PROJETOS 2015. Iniciativas Sociais que contribuem para o desenvolvimento local. REGULAMENTO Anexos I e II MOSTRA DE PROJETOS 2015 Iniciativas Sociais que contribuem para o desenvolvimento local REGULAMENTO Anexos I e II O Sesi Paraná, por meio do programa Sesi Indústria e Sociedade e do Movimento Nós Podemos

Leia mais

Regulamento Prêmio Bom Design 2015

Regulamento Prêmio Bom Design 2015 Regulamento Prêmio Bom Design 2015 (Projetos de janeiro de 2014 até julho 2015) a. CARACTERIZAÇÃO O Prêmio Bom Design é uma premiação dos trabalhos de graduação e equivalentes das instituições de ensino

Leia mais

EDITAL 01/2015 MUSEU ITINERANTE PONTO UFMG. III FEBRAT - Feira Brasileira de Colégios de Aplicação e Escolas

EDITAL 01/2015 MUSEU ITINERANTE PONTO UFMG. III FEBRAT - Feira Brasileira de Colégios de Aplicação e Escolas EDITAL 01/2015 MUSEU ITINERANTE PONTO UFMG III FEBRAT - Feira Brasileira de Colégios de Aplicação e Escolas Técnicas na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 2015 "Luz, ciência e vida" NORMAS DE PARTICIPAÇÃO

Leia mais

PRÊMIO SERTÃO EMPREENDEDOR EDITAL

PRÊMIO SERTÃO EMPREENDEDOR EDITAL PRÊMIO SERTÃO EMPREENDEDOR EDITAL A Universidade Estadual de Alagoas UNEAL, através da Direção do Campus II Santana do Ipanema, e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural em Alagoas SENAR/AL convidam os

Leia mais

Universidade Federal da Bahia Escola de Administração da UFBA Programa de Desenvolvimento e Gestão Social - PDGS

Universidade Federal da Bahia Escola de Administração da UFBA Programa de Desenvolvimento e Gestão Social - PDGS EDITAL DE SELEÇÃO PARA BOLSA DE MESTRADO PROFISSIONAL O Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento e Gestão Social PDGS/EAUFBA, no uso de suas atribuições legais, torna público este edital e estabelece

Leia mais

Regulamento Geral do Concurso Vídeo Legal Brasilia

Regulamento Geral do Concurso Vídeo Legal Brasilia Regulamento Geral do Concurso Vídeo Legal Brasilia Através do Projeto Escola Legal, a Câmara Americana de Comércio (Amcham), a Embaixada dos EUA em Brasilia, e os Centros Interescolares de Línguas do Distrito

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL N 01/2012 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO PROBEXT-SERVIDOR

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL N 01/2012 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO PROBEXT-SERVIDOR PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL N 01/2012 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO PROBEXT-SERVIDOR 1- PREÂMBULO O PROBEXT SERVIDOR é um instrumento que abrange Programas e Projetos de Extensão, com

Leia mais

EDITAL DE CHAMAMENTO PARA 1ª MOSTRA DE PROJETOS DO EMPRENDE LITORAL

EDITAL DE CHAMAMENTO PARA 1ª MOSTRA DE PROJETOS DO EMPRENDE LITORAL EDITAL DE CHAMAMENTO PARA 1ª MOSTRA DE PROJETOS DO EMPRENDE LITORAL A DINÂMICA CONSULTORIA, com a oportunidade do 2º EMPREENDE LITORAL, convida todos os interessados, a participarem da 1ª MOSTRA DE PROJETOS

Leia mais

REGULAMENTO CAPÍTULO I DA FINALIDADE

REGULAMENTO CAPÍTULO I DA FINALIDADE REGULAMENTO O SINDICATO DAS EMPRESAS DE INFORMÁTICA DO ESPÍRITO SANTO SINDINFO/ES promove, com apoio da START YOU UP e sua empresa de educação empreendedora STARTIFY, a I Edição do Prêmio SINDINFO de Trabalhos

Leia mais

REGULAMENTO DO LABORATÓRIO INTEGRADO DE DESIGN E ENGENHARIA DE PRODUTO - LIDEP

REGULAMENTO DO LABORATÓRIO INTEGRADO DE DESIGN E ENGENHARIA DE PRODUTO - LIDEP REGULAMENTO DO LABORATÓRIO INTEGRADO DE DESIGN E ENGENHARIA DE PRODUTO - LIDEP A Coordenadora da Faculdade de Ciência e Tecnologia de Montes Claros FACIT, no uso de suas atribuições regimentais, considerando

Leia mais

2ª Olimpíada de Empreendedorismo Universitário

2ª Olimpíada de Empreendedorismo Universitário 2ª Olimpíada de Empreendedorismo Universitário da Universidade Federal de Goiás CATEGORIA 1 EMPREENDEDORISMO DE NEGÓCIOS Agosto de 2015 REGULAMENTO CATEGORIA 1 EMPREENDEDORISMO DE NEGOCIOS 1. APRESENTAÇÃO

Leia mais

SECRETARIA DE OBRAS E PLANEJAMENTO URBANO

SECRETARIA DE OBRAS E PLANEJAMENTO URBANO III CONCURSO DE ESTUDANTES DA FAU FATEA Faculdades Integradas Teresa D Ávila - LORENA Concurso de projetos para Praças da área urbana, da cidade de Lorena - SP Apresentação: A Prefeitura Municipal de Lorena,

Leia mais

Regulamento Prêmio Telecentros Brasil 2015

Regulamento Prêmio Telecentros Brasil 2015 Regulamento Prêmio Telecentros Brasil 2015 Seção I - Introdução Art. 1º O Prêmio Telecentros Brasil, criado pela Associação Telecentro de Informação e Negócios (ATN) em parceria com o SEBRAE, TICKET, Ministério

Leia mais

EDITAL PRÊMIO MELHOR CAMPANHA DE VOZ 2015

EDITAL PRÊMIO MELHOR CAMPANHA DE VOZ 2015 EDITAL PRÊMIO MELHOR CAMPANHA DE VOZ 2015 DAS CATEGORIAS: 1. O Departamento de Voz da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia - SBFa em 2015 premiará três categorias de Campanhas de Voz realizadas em comemoração

Leia mais

DEPARTAMENTO DE TELEMÁTICA - DTel Regulamento 1ª Feira de Hardware e Software - FHS

DEPARTAMENTO DE TELEMÁTICA - DTel Regulamento 1ª Feira de Hardware e Software - FHS DEPARTAMENTO DE TELEMÁTICA - DTel Regulamento 1ª Feira de Hardware e Software - FHS 1. Da Fundamentação 1.1 - A 1ª FHS - Feira de Hardware e Software a ser realizada nos dias 06, 07, 08 de Maio de 2014

Leia mais

EDITAL nº 01/2015 Submissão de Trabalhos. VII Chamada de Trabalhos. X Semana de Petróleo e Gás SPE/UFRJ 10ª SPEtro

EDITAL nº 01/2015 Submissão de Trabalhos. VII Chamada de Trabalhos. X Semana de Petróleo e Gás SPE/UFRJ 10ª SPEtro EDITAL nº 01/2015 Submissão de Trabalhos VII Chamada de Trabalhos X Semana de Petróleo e Gás SPE/UFRJ 10ª SPEtro O Capítulo de Estudantes SPE da UFRJ torna público o presente Edital para a comunidade técnico-científica

Leia mais

EDITAL CONCURSO DE IDEIAS INOVADORAS

EDITAL CONCURSO DE IDEIAS INOVADORAS EDITAL PRPPG, PREC, PROPLAN, PRG, PRAINFRA, PRA, PROGEP, PRAE CONCURSO DE IDEIAS INOVADORAS A UFPel, através das Pró-Reitorias de Pesquisa e Pós-Graduação, de Extensão e Cultura, de Graduação, de Planejamento

Leia mais

RESOLUÇÃO n o 35 de 16/12/2011- CAS

RESOLUÇÃO n o 35 de 16/12/2011- CAS RESOLUÇÃO n o 35 de 16/12/2011- CAS Estabelece a política de pesquisa, desenvolvimento, inovação e extensão da Universidade Positivo (UP). O CONSELHO ACADÊMICO SUPERIOR (CAS), órgão da administração superior

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE ECONOMIA

CONSELHO FEDERAL DE ECONOMIA CONSELHO FEDERAL DE ECONOMIA REGULAMENTO DA II GINCANA NACIONAL DE ECONOMIA CAPÍTULO I Seção I Dos Objetivos Art. 1º O Conselho Federal de Economia promoverá a II Gincana Nacional de Economia - 2012 na

Leia mais

CLIQUES PARA UM MUNDO SUSTENTÁVEL REGULAMENTO 1. OBJETIVO DO CONCURSO

CLIQUES PARA UM MUNDO SUSTENTÁVEL REGULAMENTO 1. OBJETIVO DO CONCURSO REGULAMENTO 1. OBJETIVO DO CONCURSO A intenção é despertar nos alunos o interesse para as questões ambientais por meio de tecnologias como: câmeras fotográficas digitais, telefones celulares, tablets entre

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC MINAS UNIDADE BELO HORIZONTE

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC MINAS UNIDADE BELO HORIZONTE REGULAMENTO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC MINAS UNIDADE BELO HORIZONTE CAPÍTULO I DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA Art. 1º - O programa de Iniciação Científica da

Leia mais

O Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão - CONSEPE, da Faculdade. de maio de 2007, publicada em DOU de 22 de maio de 2007, considerando:

O Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão - CONSEPE, da Faculdade. de maio de 2007, publicada em DOU de 22 de maio de 2007, considerando: Resolução Nº. 024/2010/CONSEPE/ Regulamento de Estágio Supervisionado O Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão - CONSEPE, da Faculdade de Educação e Meio Ambiente, credenciada pela Portaria MEC

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 2014

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 2014 1 FACULDADE DE ESTUDOS SOCIAIS DO ESPÍRITO SANTO PIO XII CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS CURSO DE ADMINISTRAÇÃO EM COMÉRCIO EXTERIOR I INTRODUÇÃO REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 2014 O currículo

Leia mais

2. A EMPEC 3. UPDATE. 4. Disposições Gerais

2. A EMPEC 3. UPDATE. 4. Disposições Gerais Índice 1. Agradecimentos... 03 2. A EMPEC... 04 3. UPDATE... 04 4. Disposições Gerais... 04 5. Critérios de Participação... 05 6. Regulamento... 06 7. Inscrições... 06 8. Pagamento... 07 9. Etapas do Concurso...

Leia mais

5º Concurso de Redação Minha Família na Escola

5º Concurso de Redação Minha Família na Escola 5º Concurso de Redação Minha Família na Escola Regulamento 1. Proponente: A Federação das Entidades Assistenciais de Campinas Fundação Odila e Lafayette Álvaro - FUNDAÇÃO FEAC, entidade de direito privado

Leia mais

REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DOS PRINCÍPIOS DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DOS PRINCÍPIOS DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO DOS PRINCÍPIOS DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO ARTIGO 1º - O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) tem os seguintes princípios: 1.1 Consolidar o ISEAT na

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE ECONOMIA

CONSELHO FEDERAL DE ECONOMIA CONSELHO FEDERAL DE ECONOMIA RESOLUÇÃO Nº 1.908, DE 28 DE MARÇO DE 2014. Aprova o Regulamento da IV Gincana Nacional de Economia - 2014. O CONSELHO FEDERAL DE ECONOMIA, no uso de suas atribuições legais

Leia mais

REGULAMENTO INOVA SENAI DEPARTAMENTO REGIONAL DO PARÁ

REGULAMENTO INOVA SENAI DEPARTAMENTO REGIONAL DO PARÁ REGULAMENTO INOVA SENAI DEPARTAMENTO REGIONAL DO PARÁ 1 FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DO PARÁ FIEPA José Conrado Azevedo Santos Presidente SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL SENAI-PA Gerson

Leia mais

I PREMIO BRASILEIRO DE FOTOGEOGRAFIA Tema: Paisagens Brasileiras Edição 2015 REGULAMENTO RETIFICADO

I PREMIO BRASILEIRO DE FOTOGEOGRAFIA Tema: Paisagens Brasileiras Edição 2015 REGULAMENTO RETIFICADO I PREMIO BRASILEIRO DE FOTOGEOGRAFIA Tema: Paisagens Brasileiras Edição 2015 DISPOSIÇÕES INICIAIS REGULAMENTO RETIFICADO O PREMIO BRASILEIRO DE FOTOGEOGRAFIA, é uma iniciativa do Laboratório de Geoiconografia

Leia mais

Regulamento Desafio Unicamp 2015

Regulamento Desafio Unicamp 2015 Regulamento Desafio Unicamp 2015 O Desafio Unicamp de inovação tecnológica é uma competição de modelos de negócio, idealizada pela Agência de Inovação Inova Unicamp, que tem como objetivo estimular a criação

Leia mais

CAPÍTULO II DA DURAÇÃO E DA CARGA HORÁRIA

CAPÍTULO II DA DURAÇÃO E DA CARGA HORÁRIA POLO UFRJ - XERÉM COORDENAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL E SUPORTE ACADÊMICO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO Art. 1 o. As Atividades Complementares são componentes

Leia mais

1. DOS OBJETIVOS E TEMA DO CONCURSO

1. DOS OBJETIVOS E TEMA DO CONCURSO Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas Setor de Formação Permanente Edital PROGEPE/DDP/DAFFP/ SFP 01/2015 CONCURSO FOTOGRÁFICO POR SEU OLHAR, SERVIDOR A Universidade

Leia mais

CONCURSO DE ARTES PLÁSTICAS

CONCURSO DE ARTES PLÁSTICAS Regulamento 1- Da participação: Poderão participar do Concurso de Artes Plásticas todos os alunos regularmente matriculados na escola, com apenas um trabalho inscrito em cada uma das categorias, a saber:

Leia mais

EDITAL 2015 4 o PRÊMIO PADRE FRANCISCO XAVIER ROSER S.J. DE EMPREENDEDORISMO DE INOVAÇÃO

EDITAL 2015 4 o PRÊMIO PADRE FRANCISCO XAVIER ROSER S.J. DE EMPREENDEDORISMO DE INOVAÇÃO EDITAL 2015 4 o PRÊMIO PADRE FRANCISCO XAVIER ROSER S.J. DE EMPREENDEDORISMO DE INOVAÇÃO Objetivando fomentar a relação entre pesquisa, inovação e empreendedorismo no cenário regional, nacional e internacional,

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA 2014

CHAMADA PÚBLICA 2014 EDITAL N º 34/PROPPI/2014 CÂMPUS URUPEMA CHAMADA PÚBLICA 2014 PROGRAMA DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS TÉCNICOS COM FINALIDADE DIDÁTICO-PEDAGÓGICA EM CURSOS REGULARES NO CÂMPUS URUPEMA EXECUÇÃO:

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO FACEMA CURSO DE ADMINISTRAÇÃO. Feira do Empreendedor. Edital Nº 2/2015 Seleção de Expositores

FACULDADE DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO FACEMA CURSO DE ADMINISTRAÇÃO. Feira do Empreendedor. Edital Nº 2/2015 Seleção de Expositores FACULDADE DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO FACEMA EDITAL 002/2015 CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Feira do Empreendedor Edital Nº 2/2015 Seleção de Expositores A Coordenação do Curso de Administração da Faculdade

Leia mais

XV UFMG Jovem EDITAL DDC nº 03/2014

XV UFMG Jovem EDITAL DDC nº 03/2014 UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO DIRETORIA DE DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA XV UFMG Jovem EDITAL DDC nº 03/2014 A Diretoria de Divulgação Científica, da Pró-Reitoria de Extensão da

Leia mais

Programa Olho Vivo no Dinheiro Público 5º Concurso de Desenho e Redação da Controladoria-Geral da União CGU para o ensino fundamental e médio

Programa Olho Vivo no Dinheiro Público 5º Concurso de Desenho e Redação da Controladoria-Geral da União CGU para o ensino fundamental e médio Programa Olho Vivo no Dinheiro Público 5º Concurso de Desenho e Redação da Controladoria-Geral da União CGU para o ensino fundamental e médio TEMA: A sociedade no acompanhamento da gestão pública: Todos

Leia mais

XIX SEMANA DA TECNOLOGIA & XVIII ENCONTRO ESCOLA COMUNIDADE REGULAMENTO GERAL 2013

XIX SEMANA DA TECNOLOGIA & XVIII ENCONTRO ESCOLA COMUNIDADE REGULAMENTO GERAL 2013 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro Campus Nilópolis XIX SEMANA DA TECNOLOGIA & XVIII ENCONTRO

Leia mais

Edital PIICT / CNPq / Fucapi 2015-2016

Edital PIICT / CNPq / Fucapi 2015-2016 Fundação Centro de Análise Pesquisa e Inovação Tecnológica FUCAPI Faculdade Fucapi Instituto de Ensino Superior Fucapi Coordenação de Pesquisa CPESQ Programa Institucional de Iniciação Científica e Tecnológica

Leia mais

I SEARA TEATRAL Festival de Teatro Científico da Seara da Ciência REGULAMENTO GERAL

I SEARA TEATRAL Festival de Teatro Científico da Seara da Ciência REGULAMENTO GERAL I SEARA TEATRAL Festival de Teatro Científico da Seara da Ciência REGULAMENTO GERAL I SEARA TEATRAL é o Festival de Teatro Científico da Seara da Ciência, que visa fomentar o diálogo entre a ciência e

Leia mais

Universidade do Estado da Bahia UNEB Departamento de Ciências Humanas - Campus IV- Jacobina- BA

Universidade do Estado da Bahia UNEB Departamento de Ciências Humanas - Campus IV- Jacobina- BA Universidade do Estado da Bahia UNEB Departamento de Ciências Humanas - Campus IV- Jacobina- BA Edital 01/2014 do NÚCLEO DE CULTURA VISUAL, EDUCAÇÃO E LINGUAGEM (Cult-Vi) ABRE PERÍODO DE INSCRIÇÕES E ESTABELECE

Leia mais

CONCURSO CEMIG NAS ESCOLAS: PROJETO E REDAÇÃO

CONCURSO CEMIG NAS ESCOLAS: PROJETO E REDAÇÃO 1 CONCURSO CEMIG NAS ESCOLAS: PROJETO E REDAÇÃO Belo Horizonte, março de 2013 2 Regulamento do Concurso Cemig nas Escolas: Projeto e Redação 1. Apresentação: O Concurso de Projeto e Redação é uma culminância

Leia mais

EDITAL Concurso de Criação da Logomarca para a Região Acre, Sul do Amazonas e Rondônia de jovens Luteranos - REAMAR Nº 01/2014.

EDITAL Concurso de Criação da Logomarca para a Região Acre, Sul do Amazonas e Rondônia de jovens Luteranos - REAMAR Nº 01/2014. EDITAL Concurso de Criação da Logomarca para a Região Acre, Sul do Amazonas e Rondônia de jovens Luteranos - REAMAR Nº 01/2014. O Presidente da Região Acre, Sul do Amazonas e Rondônia de jovens Luteranos

Leia mais

PRÓ-EQUIPAMENTOS CAPES/2013

PRÓ-EQUIPAMENTOS CAPES/2013 PRÓ-EQUIPAMENTOS CAPES/2013 EDITAL INTERNO PRPPG/UFRPE A Universidade Federal Rural de Pernambuco UFRPE, por meio da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PRPPG), comunica a abertura de Edital Interno

Leia mais

IV Prêmio de Jornalismo AMRIGS Edição Especial REGULAMENTO

IV Prêmio de Jornalismo AMRIGS Edição Especial REGULAMENTO IV Prêmio de Jornalismo AMRIGS Edição Especial REGULAMENTO 1. Considerações gerais 1.1 Conceitos O Prêmio AMRIGS de Jornalismo, quarta edição, é uma iniciativa da Associação Médica do Rio Grande do Sul.

Leia mais

Primeiro Concurso Fotográfico do Festival do Folclore do Continente REGULAMENTO

Primeiro Concurso Fotográfico do Festival do Folclore do Continente REGULAMENTO Primeiro Concurso Fotográfico do Festival do Folclore do Continente A Secretaria Municipal do Continente e a Escola de Fotografia Áurea Fotográfica promovem, no dia 16 de agosto de 2015, o Primeiro Concurso

Leia mais

Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social - 2013 Regulamento

Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social - 2013 Regulamento 1. Do Conceito de Tecnologia Social 1.1 Tecnologia Social compreende produtos, técnicas ou metodologias reaplicáveis, desenvolvidas na interação com a comunidade e que representem efetivas soluções de

Leia mais

REGULAMENTO 2015 PRÊMIO SER HUMANO ABRH PB MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS - ORGANIZAÇÃO

REGULAMENTO 2015 PRÊMIO SER HUMANO ABRH PB MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS - ORGANIZAÇÃO Página 1 A. OBJETIVO A.1. O Prêmio Ser Humano ABRH PB - Modalidade Gestão de Pessoas - Profissional, premia casos de caráter técnico ou organizacional, relacionados à projetos implantados pelo profissional,

Leia mais

REGULAMENTO DO PROJETO INTEGRADOR DO CURSO DE TECNÓLOGO EM PRODUÇÃO DO VESTUÁRIO (com ênfase em calçados)

REGULAMENTO DO PROJETO INTEGRADOR DO CURSO DE TECNÓLOGO EM PRODUÇÃO DO VESTUÁRIO (com ênfase em calçados) Mantenedora: Fundação Educacional Fausto Pinto da Fonseca - CNPJ : 04.149.536/0001-24 Av. Dom Cabral, 31 Centro - CEP: 35.519-000 - Nova Serrana - MG Fone: (37) 3226-8200 - Site: www.fanserrana.com.br

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE ECONOMIA

CONSELHO FEDERAL DE ECONOMIA CONSELHO FEDERAL DE ECONOMIA RESOLUÇÃO Nº 1.926, DE 30 DE JANEIRO DE 2015 Aprova o Regulamento da V Gincana Nacional de Economia - 2015. O CONSELHO FEDERAL DE ECONOMIA, no uso de suas atribuições legais

Leia mais

REPÚBLICA DE ANGOLA MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA

REPÚBLICA DE ANGOLA MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA REPÚBLICA DE ANGOLA MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA 7ª Edição da Feira do Inventor / Criador Angolano 2ª Edição da Feira de Ciência e Tecnologia 2ª Edição da Feira Internacional de Ideias Invenções

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO. TEMA: Pequenas corrupções - Diga não

REGULAMENTO DO CONCURSO. TEMA: Pequenas corrupções - Diga não REGULAMENTO DO CONCURSO 7º Concurso de Desenho e Redação da Controladoria-Geral da União Ensino fundamental e médio TEMA: Pequenas corrupções - Diga não OBJETIVO O 7º Concurso de Desenho e Redação, promovido

Leia mais

EDITAL Nº 01, DE 22 DE JUNHO DE 2015. PROGRAMA VOLUNTÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA - PROVIC

EDITAL Nº 01, DE 22 DE JUNHO DE 2015. PROGRAMA VOLUNTÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA - PROVIC CENTRO EDUCACIONAL NOSSA SENHORA AUXILIADORA INSTITUTOS SUPERIORES DE ENSINO DO CENSA CENTRO DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO EDITAL Nº 01, DE 22 DE JUNHO DE 2015. PROGRAMA VOLUNTÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

Leia mais

REGULAMENTO DO PRÊMIO MULHERES QUE FAZEM A DIFERENÇA

REGULAMENTO DO PRÊMIO MULHERES QUE FAZEM A DIFERENÇA REGULAMENTO DO PRÊMIO MULHERES QUE FAZEM A DIFERENÇA O Prêmio Mulheres que Fazem a Diferença é uma realização do Núcleo Multissetorial da Mulher Empresária da Associação Comercial e Industrial de Florianópolis

Leia mais

III Desafio ITA de Empreendedorismo

III Desafio ITA de Empreendedorismo III Desafio ITA de Empreendedorismo Edição 2015 Sumário 1 DENOMINAÇÃO, OBJETIVO, CONCEITO E GOVERNANÇA... 3 1.1 Denominação... 3 1.2 Objetivo do Desafio... 3 1.3 Conceito... 3 1.4 Governança... 4 1.4.1

Leia mais

EDITAL N. 4/2013 CES-TJMT II CONCURSO DE TALENTOS MUSICAIS DO PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DE MATO GROSSO

EDITAL N. 4/2013 CES-TJMT II CONCURSO DE TALENTOS MUSICAIS DO PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DE MATO GROSSO EDITAL N. 4/2013 CES-TJMT II CONCURSO DE TALENTOS MUSICAIS DO DO ESTADO DE MATO GROSSO O Tribunal de Justiça/MT realiza o II CONCURSO DE TALENTOS MUSICAIS DOS MAGISTRADOS E SERVIDORES DO /MT, mediante

Leia mais

R E G U L A M E N T O

R E G U L A M E N T O Premiação para associações comunitárias, empreendedores sociais, institutos de pesquisa, micro e pequenas empresas, ONGs e universidades sobre Iniciativas Inovadoras em Sustentabilidade R E G U L A M E

Leia mais

REGULAMENTO ENSINO MÉDIO e ESCOLAS TÉCNICAS DE ENSINO MÉDIO

REGULAMENTO ENSINO MÉDIO e ESCOLAS TÉCNICAS DE ENSINO MÉDIO REGULAMENTO ENSINO MÉDIO e ESCOLAS TÉCNICAS DE ENSINO MÉDIO 1 - DOS OBJETIVOS 1.1. O Perfil Empreendedor é um Concurso instituído pelo Grupo RBS, com apoio da COPERVES e da Prefeitura Municipal de Santa

Leia mais

PRÊMIO DE INOVAÇÃO UNIVERSITÁRIA EM RH

PRÊMIO DE INOVAÇÃO UNIVERSITÁRIA EM RH PRÊMIO DE INOVAÇÃO UNIVERSITÁRIA EM RH A. OBJETIVO E TEMA CENTRAL A1. O Prêmio de inovação universitária em RH premia projetos inovadores de alunos de graduação e recém formados (até 2 anos) referentes

Leia mais

FAPAC Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Acre

FAPAC Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Acre PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA NO ENSINO MÉDIO ICJ EDITAL COMPLEMENTAR 002/2012 A Fundação de Tecnologia do Estado do Acre FUNTAC, através do Fundo de Desenvolvimento Científico

Leia mais

Regulamento do 20º Concurso Inovação na Gestão Pública Federal

Regulamento do 20º Concurso Inovação na Gestão Pública Federal Regulamento do 20º Concurso Inovação na Gestão Pública Federal A Fundação Escola Nacional de Administração Pública (Enap) torna público o regulamento do 20º Concurso Inovação na Gestão Pública Federal.

Leia mais

FACULDADE BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO E CULTURA FABEC BRASIL REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

FACULDADE BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO E CULTURA FABEC BRASIL REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO FABEC BRASIL REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO Artigo 1º - O presente regulamento tem por finalidade normatizar as atividades relacionadas ao Trabalho

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO CULTURAL 15 ANOS DO CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA QUAL É A SUA MARCA?

REGULAMENTO DO CONCURSO CULTURAL 15 ANOS DO CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA QUAL É A SUA MARCA? REGULAMENTO DO CONCURSO CULTURAL 15 ANOS DO CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA QUAL É A SUA MARCA? DOS OBJETIVOS DO CONCURSO Art. 1º O Curso de Publicidade e Propaganda da Universidade do Vale do Itajaí,

Leia mais

REGULAMENTO PARA EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA CORUMBÁ, MINHA TERRA QUERIDA

REGULAMENTO PARA EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA CORUMBÁ, MINHA TERRA QUERIDA REGULAMENTO PARA EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA CORUMBÁ, MINHA TERRA QUERIDA O SESC no Mato Grosso do Sul, torna público o regulamento para exposição fotográfica Corumbá, Minha Terra Querida com a finalidade de

Leia mais

EDITAL Nº 010 /2015 APOIO A PROJETOS DE EXTENSÃO

EDITAL Nº 010 /2015 APOIO A PROJETOS DE EXTENSÃO EDITAL Nº 010 /2015 APOIO A PROJETOS DE EXTENSÃO A DA FACAPE, com base na deliberação do Conselho de Ensino Pesquisa e Extensão - CEPE, no uso de suas atribuições previstas no Decreto Lei 085/2009, torna

Leia mais

PRÉ-INCUBADORA SENAI/SC 2014 - REGULAMENTO

PRÉ-INCUBADORA SENAI/SC 2014 - REGULAMENTO PRÉ-INCUBADORA SENAI/SC 2014 - REGULAMENTO SUMÁRIO 1. OBJETIVO GERAL...2 2. OBJETIVOS ESPECÍFICOS...2 3. METODOLOGIA...2 4. FASES...3 5. INCRIÇÃO DE IDEIAS...4 6. EQUIPES...4 7. PREMIAÇÃO...5 8. QUEM PODE

Leia mais

CAPÍTULO I DA NATUREZA E DEFINIÇÃO

CAPÍTULO I DA NATUREZA E DEFINIÇÃO CAPÍTULO I DA NATUREZA E DEFINIÇÃO Art. 1º As atividades de Pesquisa da Universidade de Santo Amaro UNISA buscam fomentar o conhecimento por meio da inovação técnica, científica, humana, social e artística,

Leia mais

EDITAL Nº 004/2014 SELEÇÃO DE PROJETOS DE PESQUISA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA

EDITAL Nº 004/2014 SELEÇÃO DE PROJETOS DE PESQUISA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA EDITAL Nº 004/2014 SELEÇÃO DE PROJETOS DE PESQUISA E INICIAÇÃO CIENTÍFICA Chamada para seleção de Projetos para o Edital de Pesquisa e Iniciação Científica da Faculdade Capixaba de Nova Venécia. A Professora

Leia mais

FEIRA DE CIÊNCIAS E MOSTRA ITINERANTE: O DESPERTAR DE VOCAÇÕES CIENTÍFICAS

FEIRA DE CIÊNCIAS E MOSTRA ITINERANTE: O DESPERTAR DE VOCAÇÕES CIENTÍFICAS 1. Quem poderá participar da Feira de Ciências?... 2 2. Regras para formação das equipes participantes da Feira de Ciências... 2 2.1. Composição das equipes... 2 2.2. Observação... 3 3. Modalidades dos

Leia mais

RESOLUÇÃO CRC SP Nº 1177/2014 DE 04.08.2014 ALTERA O REGULAMENTO PARA PREMIAÇÃO DO PROFESSOR NOTÁVEL DO ESTADO DE SÃO PAULO

RESOLUÇÃO CRC SP Nº 1177/2014 DE 04.08.2014 ALTERA O REGULAMENTO PARA PREMIAÇÃO DO PROFESSOR NOTÁVEL DO ESTADO DE SÃO PAULO ALTERA O REGULAMENTO PARA PREMIAÇÃO DO PROFESSOR NOTÁVEL DO ESTADO DE SÃO PAULO O Plenário do CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO ESTADO DE SÃO PAULO, no uso de suas atribuições legais e regimentais;

Leia mais

REGULAMENTO FESTIVAL SESI MÚSICA ETAPA ESTADUAL/2012

REGULAMENTO FESTIVAL SESI MÚSICA ETAPA ESTADUAL/2012 O SERVIÇO SOCIAL DA INDÚSTRIA, DEPARTAMENTO REGIONAL DA BAHIA - SESI/DR/BA, doravante denominado SESI/DR/BA, faz saber, para conhecimento dos trabalhadores da indústria e dependentes, e alunos da Rede

Leia mais

Universidade de Pernambuco Faculdade de Enfermagem Nossa Senhora das Graças Coordenação de Curso Disciplina de Enfermagem em Ginecologia

Universidade de Pernambuco Faculdade de Enfermagem Nossa Senhora das Graças Coordenação de Curso Disciplina de Enfermagem em Ginecologia Universidade de Pernambuco Faculdade de Enfermagem Nossa Senhora das Graças Coordenação de Curso Disciplina de Enfermagem em Ginecologia CONCURSO DE FOTOGRAFIAS EDITAL DA DISCIPLINA DE ENFERMAGEM EM GINECOLOGIA

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA - PIBEX

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA - PIBEX PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA - PIBEX EDITAL Nº 04/2014 PIBEX Chamada para seleção de propostas de Projetos e Programas de Extensão Universitária A Universidade Federal do

Leia mais

FACULDADE SÃO SALVADOR COORDENAÇÃO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS EDITAL 02/2015

FACULDADE SÃO SALVADOR COORDENAÇÃO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS EDITAL 02/2015 FACULDADE SÃO SALVADOR COORDENAÇÃO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS EDITAL 02/2015 EDITAL DA SELEÇÃO PARA MONITORIA DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS O Coordenador da Monitoria do

Leia mais

Tema: Fachadas do Pavilhão de Laboratórios da Arquitetura e Urbanismo e Engenharias

Tema: Fachadas do Pavilhão de Laboratórios da Arquitetura e Urbanismo e Engenharias 1º Concurso para Estudantes de Arquitetura e Urbanismo da Faculdade Doctum. Tema: Fachadas do Pavilhão de Laboratórios da Arquitetura e Urbanismo e Engenharias REGULAMENTO DO CONCURSO APRESENTAÇÃO: O concurso

Leia mais

I GINTEC - PIRAÍ DIGITAL

I GINTEC - PIRAÍ DIGITAL Estado do Rio de Janeiro Prefeitura Municipal de Piraí Secretaria Municipal de Educação I GINTEC - PIRAÍ DIGITAL Regulamento O presente regulamento visa apresentar e divulgar as diretrizes norteadoras

Leia mais

Programa Olho Vivo no Dinheiro Público 3º Concurso de Desenho e Redação da Controladoria-Geral da União (CGU) para o ensino fundamental e médio

Programa Olho Vivo no Dinheiro Público 3º Concurso de Desenho e Redação da Controladoria-Geral da União (CGU) para o ensino fundamental e médio Programa Olho Vivo no Dinheiro Público 3º Concurso de Desenho e Redação da Controladoria-Geral da União (CGU) para o ensino fundamental e médio TEMA Todos pela ética e cidadania: como posso contribuir

Leia mais

VISÃO DA EDUCAÇÃO SOBRE A CERTIFICAÇÃO DE PESSOAS

VISÃO DA EDUCAÇÃO SOBRE A CERTIFICAÇÃO DE PESSOAS Fórum Internacional de Certificação de Pessoas VISÃO DA EDUCAÇÃO SOBRE A CERTIFICAÇÃO DE PESSOAS Alberto B. Araújo Gerente Executivo de Educação Profissional SENAI/DN São Paulo, setembro 2007 Educação

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA - PIBEX

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA - PIBEX UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA - PIBEX EDITAL Nº 02/2015 PIBEX Chamada para seleção de propostas de Projetos

Leia mais