UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA FACULDADE DE COMUNICAÇÃO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA FACULDADE DE COMUNICAÇÃO"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA FACULDADE DE COMUNICAÇÃO (www.taradoprato.com.br) por DAIANE NEVES e LUCIANE VIVAS Prof. Orientador: HELOÍSA SAMPAIO Memória do trabalho de conclusão do curso de Graduação em Jornalismo SALVADOR - BAHIA

2 2 AGRADECIMENTOS A todos que dividiram conosco direta e indiretamente a realização desse projeto. A professora Heloísa Sampaio e ao co-orientador Alberto Oliveira. Aos nossos pais, pelo apoio de sempre. Aos nossos amigos e a todos aqueles que, de alguma forma, contribuíram para chegarmos até aqui. Muito obrigada.

3 3 RESUMO Este trabalho é a memória descritiva do site Tara do Prato (www.taradoprato.com.br), e faz parte do projeto experimental de conclusão do curso de graduação em jornalismo da Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia. A idéia principal foi a da criação de um site sobre a gastronomia na Bahia para suprir uma carência do gênero e, com tal abrangência na rede, que forneça aos internautas as mais diversificadas informações sobre o tema como curiosidades, histórias, receitas, dicas, guia de restaurantes, notícias e artigos etc.

4 4 ÍNDICE Introdução A Rede A Culinária na Bahia A Culinária Baiana Procedimentos Escolha do produto Público-alvo Justificativa do meio Manutenção do site Construção do site Estética Escolha do software Seleção de elementos gráficos As etapas do projeto Conclusão Referências Bibliográficas Anexo (1) Arquitetura da Informação Anexo (2) - Créditos Anexo (3) - Justificativa da entrega apenas da memória... 29

5 5 INTRODUÇÃO O Tara do Prato é um web site voltado para a divulgação de informações da culinária na Bahia. Embora a idéia inicial tenha sido a elaboração de um site sobre a culinária baiana, surgiu a oportunidade de construirmos um site mais abrangente englobando todas as informações das culinárias encontradas na Bahia. O projeto tem como proposta, na sua construção e manutenção, a prática do jornalismo on-line, oferecendo aos internautas um site interativo, recebendo colaborações enviadas pelos visitantes. Ouvir os usuários é sempre bom. Assim como os especialistas em marketing recomendam que as empresas ouçam seus clientes, acontece a mesma coisa na Internet. Através das críticas e sugestões um site pode sofrer modificações que o aproxime mais de seu público e melhore a qualidade do produto final. No caso do Tara do Prato, destacam-se dois tipos de público. Um irá consultar o site em busca das informações e outro poderá ainda cadastrar informações, encaminhando receitas que poderão enriquecer ainda mais o conteúdo. É importante que as pessoas encontrem novidades nas páginas. Na Internet, onde o tempo é medido em anos web (três meses), as mudanças devem ser coisas cotidianas, explica Tom Vassos 1. O objetivo do Tara do Prato é oferecer aos internautas um produto atual e de qualidade. Este memorial aborda os principais elementos da página, tais como conteúdo e design, entre outros. Os aspectos que nortearam a elaboração e construção do site também aqui estão descritos, com explicações teóricas sobre o meio e justificativas. 1 VASSOS, Tom. Marketing Estratégico na Internet.São Paulo: Makron Books, p.

6 6 A escolha deste projeto surgiu a partir, sobretudo, da identificação pessoal de ambas as alunas com assuntos relativos à culinária e da constatação da inexistência de sites relacionados à diversidade da gastronomia baiana. Como produtora e diretora do Programa Arte na Mesa, da TV Salvador, Daiane Neves sempre teve muito contato com profissionais, temas e, sobretudo sites de culinária. Luciane Vivas contou com importante experiência profissional na elaboração de textos para o web site do Sindicato dos Trabalhadores do Ramo Químico e Petroleiro (www.sind.org.br), um dos sindicatos mais importantes e representativos da Bahia, além de incursões particulares na gastronomia. Experiências acadêmicas também despertaram interesse sobre esse tipo de comunicação, sobretudo na disciplina Comunicação e Tecnologia, que nos fez refletir como as novas tecnologias surgem influenciando diretamente a comunicação no mundo moderno. O período de construção e elaboração do projeto também nos possibilitou um maior aprofundamento de teorias aprendidas durante o curso, ao empregarmos alguns conhecimentos adquiridos durante o período de Faculdade, aliados às nossas experiências profissionais (estágios). O trabalho certamente ampliou nossos conhecimentos e será, sobretudo, uma experiência extremamente enriquecedora.

7 7 1 - A REDE A Internet, rede mundial de informação ligada por computadores, foi criada na década de 60 pelo Departamento de Defesa dos Estados Unidos, com a função de se constituir numa rede indestrutível e descentralizada de informação, e seu uso estava restrito a fins militares, dado seu caráter secreto e voltado para o mundo das operações pós-guerra. A potencialização das trocas comunicativas aconteceu com a criação das páginas www (iniciais de World Wide Web), na Suíça. A integração da parte multimídia da rede, que reúne som, imagem e animação, ao serviço de notícias personalizadas, contribui para a popularização do meio. Nenhum outro setor da comunicação registra um crescimento como o do que a Internet vem alcançando. O advento da World Wide Web, em 1989, foi decisivo para este boom de publicações na Internet, possibilitando uma melhor adaptação de jornais e revistas ao suporte digital. Pela primeira vez, a rede ganhava uma interface gráfica amigável, baseada em hipertexto e multimídia, que permitia aos usuários acessarem qualquer informação com um simples clique do mouse. Já não era mais preciso aprender uma série de comandos complicados para navegar na Internet 2. A cada dia que passa o uso da Internet se amplia e se diversifica. Os argumentos sobre os impactos sociais produzidos pela rede são os mais diversos e às vezes até antagônicos. Seja qual for o argumento, o que prevalece é o fato de que ao contrário da comunicação de massa, a Internet, enquanto comunicação informatizada, facilita escolhas individuais. É nesse sentido que a cada dia que passa as possibilidades de escolha se multiplicam. As pessoas são apresentadas a temas e serviços do seu interesse de forma cada vez mais atraente. Do correio eletrônico à home page ou simplesmente página, a Internet coloca à disposição do usuário a possibilidade de consultar bibliotecas e visitar museus em todo o mundo; acessar os mais variados tipos de lazer; ter acesso a informações 2 MANTA, André. Guia do Jornalismo na Internet. In: <http://www.facom.ufba.br/pesq/cyber/manta/guia/cap02.html> (10/04/2003)

8 8 instrumentais técnicas e científicas; desenvolver atividades profissionais executivas sem sair de casa; ter à disposição o lazer que vai desde assistir a grandes espetáculos de ópera à possibilidade de adotar um cãozinho virtual; fazer compras, sem esquecer o que parece ser a possibilidade mais lembrada pelos jovens: a possibilidade de conversar, fazer amizades, enviar e receber fotos, desenhos, programas para outros jovens de sua cidade e do mundo inteiro em tempo real. Segundo a pesquisa realizada pelo IBOPE, em junho de 2003, o Brasil já ultrapassou a marca dos 7,922 milhões de pessoas com acesso residencial à Internet, maior número desde o início das medições em setembro de Os usuários residenciais brasileiros bateram dois recordes: 1) de tempo de navegação de 11 horas e 26 minutos; 2) alcance do ecommerce, já que pela primeira vez desde o início das medições, 44% dos internautas ativos usaram este serviço. Segundo Alexandre Sanches Magalhães, analista de Internet do IBOPE eratings.com, não é novidade o crescimento do número de horas navegadas, isto porque o Brasil é líder mundial na navegação de crianças e jovens, e usa-se cada vez mais a web, em todas as faixas etárias. Este crescimento é fortemente influenciado pela adoção crescente da banda larga, que permite que o internauta navegue muito mais horas, veja mais páginas e faça mais visitas. Em Salvador, a Internet se tornou mais popular no ano de A ampla divulgação dos meios de comunicação e os convênios estabelecidos entre a Telebahia e provedores baianos, barateou e possibilitou o acesso de um maior número de usuários à rede (www). Hoje, o meio é bem mais difundido na capital baiana, tanto entre pessoas físicas como nas empresas. Assim como em todas as partes do mundo, a web é utilizada para a publicação ou pesquisa de diversos tipos de informações, compras, operações bancárias e principalmente para o envio e recebimento de mensagens ( ). A capacidade de utilização de recursos multimidiáticos - vídeo, som, imagem e hipertexto - e a possibilidade de interação em tempo real tornaram a Internet ainda

9 9 mais atrativa, contribuindo para a sua explosão. Desde que textos, imagens, vozes e animações passaram a ser transportados pelas redes, a combinação de bits passou a ser a grande tradutora do mundo na contemporaneidade digital. Dentre as possibilidades trazidas pelo ambiente multimidiático, definido como resultado da expressão interativa de todas as tecnologias existentes até agora, podemos destacar, segundo Landow 3, os seguintes parâmetros: multivocalidade, descentralização, interatividade, intratextualidade, intertextualidade e navegabilidade. Um aspecto interessante do uso da Internet é o fato de apresentar um ambiente em que o usuário tem a liberdade de escolher o que deseja buscar ou examinar. As diferentes possibilidades de navegação são capazes de transformar a forma de apresentação e apreensão de informações até então linear. Esta opção de escolha do percurso da leitura é viabilizada pelo hipertexto, caracterizado pela presença de links, que permitem acesso a outras páginas dentro do mesmo web site, intratextualidade, ou fora dele, intertextualidade. Um recurso muito utilizado em páginas web são os links para acesso a outros sites. A sua utilização pode ocorrer para conduzir o usuário a um outro site recomendado, seja por seu conteúdo, originalidade ou serviço prestado. Para Tom Vassos 4, o uso dos links em uma página deve ser avaliado com bastante cuidado, a fim de que eles não permitam a evasão de visitantes para outros web sites. O importante é conhecer os elementos que podem fazer parte de um web site e utilizálos sempre dentro de um contexto e com um objetivo. No Tara do Prato os links serão utilizados quando necessários como fonte de informações complementares para um determinado assunto e também como indicação. Porém os links não serão o elemento principal da página nem a fonte de seu conteúdo. 2 - A CULINÁRIA NA BAHIA 3 LANDOW, G. P. Hipertexto. The Convergence of Contemporay Critical Theory and Tecnology; The John Hopkins University Press. Baltimore and London, VASSOS, Tom. Op. Cit. 82 p.

10 10 A culinária no Brasil tem influências principalmente dos africanos, indígenas e do branco europeu. Em cada região do país, houve maior interferência de um desses povos. De Portugal, veio a apreciação dos brasileiros por doces. Dos índios, veio a importância da mandioca, que faz parte da culinária típica de quase todos os estados. As escravas africanas também contribuíram muito, já que grande parte delas trabalhava na cozinha das fazendas. Considerando a amplitude do território do país, a culinária brasileira apresenta pratos ou comidas de todos os gêneros, espécies ou tipos praticados na arte culinária universal: crus, grelhados, guisados, cozidos, curtidos ao sol, aerados, avinhados, avinagrados, massas, saladas, apimentados, quentes, frios, embrulhados, picados, refogados, cozidos, recheados, temperados com alho e sal, condimentados, empanados, à milanesa, desidratados, feitos em banho maria, rescaldados, caramelados, tostados, flambados, entre tantos outros. Segundo o antropólogo Vivaldo Lima 5, na Bahia, no fim do século XVIII, com o processo de organização dos escravos em comunidades religiosas foram recriadas muitas das comidas cotidianas dos homens e dos santos. Esse foi o tempo do cozinheiro e da cozinheira escravos, que reproduziam o cardápio basicamente português, mas já substituindo, trocando ingredientes, colorindo os ensopados com o vermelho do dendê, inventando variedades de moquecas; usando o inhame, a banana cozida ou frita no azeite; recriando o caruru, o vatapá. Pratos novos com um sabor antigo - que era o deles - e um gosto novo - que eles aprendiam. No século XX, aumenta a diversidade de meios de transporte e, assim, o turismo. Surgem duas tendências mundiais: uma de montar restaurantes com um pouco da cozinha típica de cada país e outra, de valorizar a regionalização. Utilizando produtos típicos locais, a produção fica mais barata e os turistas são atraídos. 5 COSTA LIMA, Vivaldo. As Dietas Africanas no Sistema Alimentar Brasileiro. Salvador: PEA p.

11 11 Mais modernizada, a Bahia, sobretudo Salvador, incrementou o turismo e, entre os aspectos positivos, podemos ressaltar que o povo da terra descobriu a força de sua cultura e que as mais simples manifestações culturais poderiam atrair o turismo. A comida baiana, comida étnica foi uma das manifestações culturais de maior destaque nesse processo. Valorizou-se, tornou-se grife. Vale ressaltar que a mundialização das culturas é um processo inevitável. Já se faz presente, nesse contexto, a comida baiana como forte traço cultural, se inserindo no paradigma das novas exigências estabelecidas pela globalização. Com toda a sua originalidade, se desterritorializa para se colocar como instrumento das relações públicas, contribuindo para a difusão da cultura baiana e do turismo. Além da culinária baiana, amplia-se na Bahia o número de estabelecimentos especializados em outras culinárias. Estas, porém, acabam sofrendo influência do gosto baiano; há também uma interferência da culinária internacional na baiana, muitas vezes no intuito de adapta-la ao paladar dos turistas. O cenário da cidade de Salvador ilustra de forma exemplar a convivência de dois pólos antagônicos: a tradição e a modernidade. Podemos observar isso desde o seu conjunto arquitetônico, aos hábitos cultuados pelo baiano, inclusive os alimentares que também vêm se modificando com o tempo. As mudanças nos hábitos alimentares é uma questão inerente ao mundo moderno que hoje já apresenta profundas modificações com as refeições rápidas feitas em fastfoods. Apesar disso, os restaurantes valorizam detalhes simples, numa busca de melhores formas de apresentação, como por exemplo, a utilização de fogareiros e alguidares de barro, tanto para o cozimento como para servir, resgatando o valor da tradição. Renato Ortiz 6 fala sobre a mundialização da cultura e aborda a questão do alimento como cultura, apontando as conseqüências mais emergentes da modernidade sobre 6 ORTIZ, Renato. Mundialização e Cultura. São Paulo: Editora Brasiliense, p.

12 12 os hábitos alimentares. Segundo o autor, este hábito de comer fora é coisa bem recente em nossa sociedade, e se constitui numa das imposições do mundo moderno. Ortiz esclarece que o fast-food é reflexo das novas exigências no ritmo da alimentação, e por isso, a instituição refeição se desestrutura, se fragmenta. A adoção dos novos hábitos alimentares vem modificando a tradicional rotina da família, acostumada a reunir-se em torno da mesa para comungar o alimento e reverenciar a figura paterna, ritual bastante comum nos lares baianos. Para Renato Ortiz 7, hoje cada um tende a coordenar seu tempo em função de suas próprias atividades. Acontece assim uma deslocalização do ato de comer. A referida deslocalização do ato de comer abre espaço para o surgimento de uma multiplicidade de restaurantes, com cardápios destinados a vários paladares e condições econômicas definidas pelo peso dos alimentos. Criam-se novos pratos, novos sabores, buscam-se novas receitas das cozinhas internacionais e nacionais, com o intuito de oferecer algo diferente. Os sushis da cozinha japonesa estão em voga no mundo inteiro e para os baianos esta é uma novidade recente, comparada a outras culinárias, porém a cidade já conta com vários restaurantes que oferecem esta opção gastronômica. Como podemos constatar, os hábitos se modificam, os alimentos migram em função das novas necessidades, mas o ato de comer é em qualquer instância um momento de prazer A CULINÁRIA BAIANA A cozinha baiana é umas das mais diversificadas e ricas do mundo. De origem mesclada entre o afro, o português e o indígena, a predominância é a da herança africana, que emprega o azeite de dendê para colorir e temperar mariscos e peixes, 7 Idem, ibidem.

13 13 abundantes no litoral baiano. As famosas moquecas, vatapá, caruru, os derivados de mandioca são de influência indígena. Típicas são, também, as comidas tradicionais do sertão da Bahia, como a carne-de-sol com pirão de leite, o feijão verde com manteiga de garrafa, o queijo coalho derretido na brasa, o bode assado, além de outros do gênero. De sobremesa, deliciosos doces e cocadas, e as lusitanas ambrosia ou baba-de-moça, à base de ovos. A origem da culinária baiana é do período da escravidão, quando os senhores juntavam restos da mesa ou do dia anterior para dar aos escravos. As mulheres relembravam seu treino em culinária na África, quando juntavam partes de ingredientes na panela com leite de coco e óleo da palmeira dendê. Com o passar dos anos, essas misturas se transformaram em receitas que ganharam nomes, tornandose o que é hoje a comida baiana. Azeite de dendê, leite de coco, pimenta e camarão seco são os ingredientes típicos da nossa cozinha e todos esses condimentos dão cor, exuberância, beleza e sabor únicos, conquistando os turistas de todo o mundo. Como atesta o chef Nivaldo Galdino, do restaurante-escola do Senac Pelourinho: "Na cozinha baiana o que encanta o turista é a variedade, o cheiro e o colorido dos pratos, além do tempero, é claro". E Nivaldo revela que no tempero o importante é a dosagem, para não deixar a comida "pesada", principalmente por causa do dendê. Nas moquecas em geral, o leite de coco é um ingrediente importante. O coco foi introduzido na região pelos portugueses a partir do ano de Desde então, tornou-se um importante alimento para o nordestino, sendo bastante utilizado na culinária. Os pratos baianos são peculiares, de sabor forte, belas cores e cheiro atrativo. São o resultado da reunião do que havia de melhor na cozinha negra, branca e índia unidas desde o tempo da colonização. O coco, azeite de dendê e a pimenta são comuns à culinária africana; o peixe e a batata são comuns à culinária portuguesa; o milho, a farinha de mandioca e a cachaça são típicos da culinária indígena.

14 14 Conhecer a culinária baiana é, sem dúvida, um meio de entender toda a mistura de grupos que formaram o povo e a cultura da Bahia. 3 - PROCEDIMENTOS ESCOLHA DO PRODUTO

15 15 A escolha do produto ocorreu devido ao fato da Internet ainda não possuir muitas informações sobre a gastronomia na Bahia. A partir de uma pesquisa realizada nos principais sites de busca, concluiu-se que era possível centralizar num site, informações gastronômicas, com variedade e riqueza de informações, capaz de suprir esta lacuna. Uma busca entre sites do gênero existentes na web serviu como referência para o trabalho. Esta pesquisa de mercado teve o objetivo de apontar caminhos pelo qual o Tara do Prato poderia trilhar, assim como ajudar na criação de elementos diferenciais. Durante a pesquisa, não observamos a existência de sites que englobassem todos os assuntos, os quais abordamos no Tara do Prato. Alguns se limitavam a receitas, dicas, como por exemplo os sites Culinária online, o Cyber cook, o Bol na mesa e o Arte & Cozinha e outros a fornecer dicas e ser um guia da cidade como o Veja Salvador, Guia dos restaurantes e o Click sabor. A idéia do Tara do Prato é de não ser um site restrito, abrangendo um assunto ou outro, mas que abarque o maior número possível de informações sobre a gastronomia na Bahia. Dentre os sites pesquisados, o que mais se aproxima da proposta do Tara do Prato e que serviu como inspiração, é o português Gastronomias.com, que além de fornecer receitas separadas por regiões e tipos de comida, contém informações sobre as mais variadas bebidas, o guia de restaurantes, crônicas relacionadas à gastronomia, críticas a restaurantes, anedotas, entre tantos outros assuntos. É como eles chamam, um Roteiro Gastronômico de Portugal PÚBLICO ALVO O público alvo deste site é formado não apenas por apreciadores e profissionais de culinária, mas também por todos aqueles que têm acesso à internet e que buscam dicas de bons restaurantes e de etiqueta, curiosidades, onde comprar alguns ingredientes em Salvador etc.

16 16 O Tara do Prato tem como público alvo os moradores da cidade, mas oferecerá também informações úteis aos turistas JUSTIFICATIVA DO MEIO O motivo da escolha da utilização da Internet foi o fato da rede oferecer algumas vantagens sobre o formato impresso, além de possuir maior alcance de público. A atualização on-line também exige menos gastos e pode ser realizada sem grandes dificuldades. A Internet oferece também a vantagem da interação em tempo real com o internauta, além de possibilitar a utilização de diversos recursos midiáticos - vídeo, áudio, texto e fotografia. Outro fator que também foi levado em consideração para o Tara do Prato ser on-line foi a instantaneidade do veículo. Para se obter o resultado desejado (informar com atualidade) nos meios impressos seria necessária uma periodicidade no máximo semanal. No entanto os elevados custos e operações envolvidas (edição, impressão e distribuição entre outros processos) inviabilizariam o projeto. Fazer uma publicação capaz de recolher todas as informações da semana, levá-la para gráfica e ainda chegar a tempo na mão dos leitores antes que as informações se tornem defasadas, implica nem tanto em uma estrutura muito grande, uma vez que há vários serviços que podem ser terceirizados. No entanto para se fazer uma publicação consistente e com grande tiragem, despende-se muito capital, além de ser necessário um departamento comercial eficiente MANUTENÇÃO DO SITE O site será atualizado sempre que surgirem novidades, notícias, novos fatos relacionados à gastronomia na Bahia, além de serem incluídas novas receitas resultantes da nossa constante busca e da contribuição dos internautas. É válido destacar que o site não propõe ser uma revista on-line, com periodicidade definida.

17 17 O site deverá veicular anúncios publicitários para ajudar na contenção dos custos, já que, inicialmente é preciso desembolsar uma determinada quantia para a compra de equipamentos (o que varia muito a depender do que se pretenda adquirir e do fabricante) e registro do endereço na Internet, entre outros. Entretanto depois, os custos se tornam mais estáveis, são apenas para a manutenção do site (hospedagem da página no provedor, acesso mensal à Internet, conta de telefone e custos adicionais como manutenção de equipamentos) e remuneração dos profissionais. Todos os textos e atualizações serão elaborados por Daiane Neves e Luciane Vivas, além da contribuição da Professora Heloísa Sampaio com a coluna Comes&Bebes, embora a intenção é que posteriormente outros colunistas possam enriquecer e ampliar ainda mais as opções para o site Tara do Prato. 4 - CONSTRUÇÃO DO SITE

18 ESTÉTICA Como qualquer produto, informativo ou não, o design, a diagramação e a embalagem são fatores de peso. É preciso que o produto, por melhor que seja o seu conteúdo, tenha uma apresentação atraente, ou ao menos razoável, para que o consumidor se interesse pelo mesmo. No caso específico de produtos informativos virtuais, o conteúdo, a objetividade, a boa leitura e a facilidade com que se encontra o que se procura, além do design, são fatores importantes para o sucesso de um site, embora nem sempre determinantes. Há outros aspectos a serem considerados tais como a publicidade, atualização das informações, o atendimento das "necessidades" (demanda) do público alvo e a conjuntura do momento. De acordo com o autor americano Jeffrey Zeldman 8, o design consiste em organizar o conteúdo de maneira prática, conceitual e (sempre) agradável. Para Zeldman, construir um web site consiste primordialmente em comunicar de uma forma clara, prática e estruturada, o que significa que a primeira parte do processo de design é a organização do material. De qualquer forma, autores advertem os "fazedores" de site. De acordo com o norteamericano Roger Black 9, há alguns erros fatais a serem evitados a todo custo, tais como confundir o visitante ou deixá-lo perdido na sua página. Ilustrações grandes e lentas (pesadas) também devem ser deixadas de lado na hora de se criar um web site atrativo. Textos extensos e fontes pequenas também não são aconselháveis, assim como as páginas muito longas. Abusar das cores também pode ser perigoso, adverte Black. Estas podem ser algumas das diretrizes gerais do que "não fazer". 88 ZELDMAN, Jeffrey. JZ Presents - Ask Doctor Web: Help for Web Makers. In: <http://www.zeldman.com/askdrweb/design.html>, (30/04/2003) 99 BLACK, Roger. Web Sites Que Funcionam. São Paulo: Quark do Brasil Ltda, p.

19 ESCOLHA DO SOFTWARE A fim de reduzir os custos, o design gráfico utilizado no site foi comprado de uma empresa americana especializada na construção de softwares para Internet e, a partir dele foram feitas alterações a fim de modelar o design com a cara e a proposta do nosso site, para tanto foram utilizados três programas: photoshop, coreldraw e o paintshop. A linguagem de programação utilizada no site foi o ASP (Active Server Pages) é o ASP que monta as páginas que se quer criar, é tanto utilizado para possibilitar a interatividade, como a administração do site (www.taradoprato.com.br/adm/adm_login.asp). Uma das grandes vantagens em se utilizar o ASP é que o conteúdo se torna infinitamente mais atraente aos usuários, quando comparados aos conteúdos estáticos, em virtude da constante interatividade existente entre os usuários e as páginas. O conteúdo que se altera com cada solicitação é chamado de conteúdo dinâmico. Além do ASP foram utilizados ainda o Javascript e o CSS (Cascade Style Sheet). A linguagem gráfica utilizada foi o FLASH foi utilizado para inserir elementos de animação, como por exemplo, a inclusão dos banners. O FLASH é uma ferramenta de desenho, autoria e animação multimídia. Com ela é possível criar animações gráficas de alto nível. A linguagem de hipertexto utilizada foi a HTML, que é responsável pela real exibição de textos e imagens na tela e possui um formato de arquivo universal. O editor de texto utilizado foi o Dream Weaver, da Macromedia, que permite a criação de páginas ASP. Não foram utilizados frames em função de ser considerado desaconselhado por dificultar a navegabilidade.

20 SELEÇÃO DE ELEMENTOS GRÁFICOS Com a concorrência e o avanço de tecnologia, os custos envolvidos acabam se tornando mais acessíveis para os usuários. Portanto, a tendência geral na Internet é o crescimento do número de internautas. Ao mesmo tempo, deve-se estar atento, pois cresce também o número de sites. Cada vez mais é preciso usar a criatividade, a técnica e o bom senso a fim de atrair visitantes para uma página, fazer com que ele navegue pelas informações, não se perca, fique satisfeito, volte e, se possível, recomende a outras pessoas. De acordo com Roger Black 10, o design de um site deve ser "informativo e não meramente decorativo". Embora se trate de um veículo que permite a utilização de diversos recursos, como o som, geralmente o primeiro impacto provocado por uma página é visual. Uma prática pouco recomendada em um web site é a colocação de todos os itens em evidência na primeira página, há itens e sub-itens. Um bom exemplo de excesso é a mundialmente famosa página do ICQ 11. No entanto, mesmo com tantos itens na primeira página este site é uma exceção, pois é muito visitado. Neste caso as pessoas estão atrás do produto e não do web site. Portanto, é bom lembrar que apenas algumas empresas podem se dar ao luxo de fazer o que quiserem em suas páginas sem muitos prejuízos. O Tara do Prato é um site com muitas informações, portanto a princípio procurou-se selecioná-las. Depois de pautar tudo o que teria o site, foram criados itens com o objetivo de organizar as informações por blocos. Dessa forma na página principal é possível encontrar: cinco canais principais (Na cozinha, Boas maneiras, Saia de casa, Feira livre, Tim-tim), dois canais secundários (Tome nota e Diga aí) e ainda um tópico (Saídas do forno). 10 BLACK, Roger. Op. Cit. 29 p. 11 Programa que permite a comunicação on-line entre as pessoas, independente de um site; chats, envio de mensagens e até correio de voz. Ver o web site:

21 21 Essa foi uma solução encontrada para o internauta poder ver imediatamente os assuntos relacionados no site e escolher o que deseja. E, como ensina Dmitry Kirsanov em seu artigo Designing Site Navigation 12, em cada uma das páginas é preciso que o visitante possa responder de forma clara e objetiva a duas questões básicas: "onde estou?" e "para onde posso ir a partir deste ponto?". Conforme já foi dito, o número de informações disponíveis hoje é muito grande. As pessoas são bombardeadas por imagens, textos, sons, cores em todos os lugares sem que se tenha um controle consciente. Na Internet não poderia ser diferente. Para Tom Vassos 13, os sites devem ter uma personalidade própria. Isto significa que um conjunto de palavras e imagens sem expressão deve adquirir uma identidade. Segundo o autor há alguns elementos que podem determinar o caráter de um site, tais como: linguagem escrita (formal, informal, uso de jargões), estilo da fonte utilizada, cor do texto e do fundo (background), gráficos, fotos e tipos de imagens, uso de tecnologia avançada, como arquivos de áudio, clipes de vídeo, animação e outros. A fonte escolhida como padrão para o Tara do Prato foi a Verdana. Se o micro do usuário contém chip Intel (se essa fonte não estiver instalada, usa Arial). Elas são casuais, arredondadas e de fácil leitura. No caso de micros com processador Macintosh, as fontes são Geneva e Helvética. Em casos extremos, nos quais nenhuma delas se encontre no micro do usuário, o site procura uma fonte sem serifa. A linguagem escolhida foi a coloquial, visando conquistar a simpatia do usuário. 12 KIRSANOV, Dmitry. Designing Site Navigation. Introduction - webreference.com, Designing Site Navigation, Maio 1997, (http://www.webreference.com/dlab/9705/index.html), (06/05/2003) 1313 VASSOS, Tom. Op. Cit. 146 p.

Tecnologia da Informação. Prof Odilon Zappe Jr

Tecnologia da Informação. Prof Odilon Zappe Jr Tecnologia da Informação Prof Odilon Zappe Jr Internet Internet Internet é o conglomerado de redes, em escala mundial de milhões de computadores interligados, que permite o acesso a informações e todo

Leia mais

15. OLHA QUEM ESTÁ NA WEB!

15. OLHA QUEM ESTÁ NA WEB! 7 a e 8 a SÉRIES / ENSINO MÉDIO 15. OLHA QUEM ESTÁ NA WEB! Sua home page para publicar na Internet SOFTWARES NECESSÁRIOS: MICROSOFT WORD 2000 MICROSOFT PUBLISHER 2000 SOFTWARE OPCIONAL: INTERNET EXPLORER

Leia mais

DISCIPLINAS CURRICULARES (PCN) INFORMÁTICA PRODUÇÃO DE MATERIAL

DISCIPLINAS CURRICULARES (PCN) INFORMÁTICA PRODUÇÃO DE MATERIAL A nossa meta é envolver alunos e professores num processo de capacitação no uso de ferramentas tecnológicas. Para isto, mostraremos ao professor como trabalhar as suas disciplinas (matemática, português,

Leia mais

Imagem corporativa e as novas mídias

Imagem corporativa e as novas mídias Imagem corporativa e as novas mídias Ellen Silva de Souza 1 Resumo: Este artigo irá analisar a imagem corporativa, mediante as novas e variadas formas de tecnologias, visando entender e estudar a melhor

Leia mais

O SITE DA MINHA EMPRESA por Ivan F. Cesar

O SITE DA MINHA EMPRESA por Ivan F. Cesar O SITE DA MINHA EMPRESA por Ivan F. Cesar Muitos empresários e profissionais liberais gostariam de estar na Internet, mas, na maioria dos casos, não sabem muito bem por que e nem mesmo sabem a diferença

Leia mais

Portal Contador Parceiro

Portal Contador Parceiro Portal Contador Parceiro Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa 1. Portal Contador Parceiro... 03 2. Acesso ao Portal... 04 3. Profissionais...11 4. Restrito...16 4.1 Perfil... 18 4.2 Artigos...

Leia mais

CAPÍTULO 4. AG8 Informática

CAPÍTULO 4. AG8 Informática 2ª PARTE CAPÍTULO 4 Este capítulo têm como objetivo: 1. Tratar das etapas do projeto de um Website 2. Quais os profissionais envolvidos 3. Administração do site 4. Dicas para não cometer erros graves na

Leia mais

Exercícios orientadores da aprendizagem e sua solução; Indicação das referências complementares para cada

Exercícios orientadores da aprendizagem e sua solução; Indicação das referências complementares para cada 9 MATERIAIS DIDÁTICOS - Com base no conhecimento adquirido nas reuniões anteriores, o professor deve preparar uma proposta dos materiais que pretende produzir para o seu curso/disciplina. - É importante

Leia mais

Usando Ferramentas de Busca

Usando Ferramentas de Busca Web Marketing Usando Ferramentas de Busca Marcelo Silveira Novatec Editora Ltda. www.novateceditora.com.br 1 Conhecendo o cenário de pesquisas na Internet Este capítulo apresenta uma visão geral sobre

Leia mais

O varejo e a era da disrupção

O varejo e a era da disrupção 10Minutos Varejo Total Retail 2015 - Pesquisa anual da PwC com os consumidores O varejo e a era da disrupção Destaques Os consumidores estão definindo sua própria abordagem de relacionamento com o varejo,

Leia mais

Pesquisa Mercadológica 1. Laíse PEDROSO 2 Tatyanna BRAGA 3 Centro Universitário de Brasília, Brasília, DF

Pesquisa Mercadológica 1. Laíse PEDROSO 2 Tatyanna BRAGA 3 Centro Universitário de Brasília, Brasília, DF Pesquisa Mercadológica 1 Laíse PEDROSO 2 Tatyanna BRAGA 3 Centro Universitário de Brasília, Brasília, DF RESUMO Os restaurantes Houston e The Plates são famosos na capital por seu diferencial temático.

Leia mais

DIFERENCIAIS SERVIÇOS. 1. Desenvolvimento De Sites Personalizados

DIFERENCIAIS SERVIÇOS. 1. Desenvolvimento De Sites Personalizados DIFERENCIAIS Acredito que o desenvolvimento de soluções para Internet não é um trabalho qualquer, deve-se ter certa experiência e conhecimento na área para projetar sistemas que diferenciem você de seu

Leia mais

MIDIA KIT. Aqui você fica atualizado. www.noticiasdealagoinhas.com.br

MIDIA KIT. Aqui você fica atualizado. www.noticiasdealagoinhas.com.br MIDIA KIT Aqui você fica atualizado. www.noticiasdealagoinhas.com.br Sobre nosso site O Notícias de Alagoinhas hoje é o portal mais completo da cidade. Somos um Canal de comunicação online que integra

Leia mais

Jornalismo Interativo

Jornalismo Interativo Jornalismo Interativo Antes da invenção da WWW, a rede era utilizada para divulgação de informações direcionados a públicos muito específicos e funcionavam através da distribuição de e-mails e boletins.

Leia mais

Características do jornalismo on-line

Características do jornalismo on-line Fragmentos do artigo de José Antonio Meira da Rocha professor de Jornalismo Gráfico no CESNORS/Universidade Federal de Santa Maria. Instantaneidade O grau de instantaneidade a capacidade de transmitir

Leia mais

17 a 20 de agosto de 2010, Rio de Janeiro. Projeto Web Grupo Águas do Brasil Flavia Garcia

17 a 20 de agosto de 2010, Rio de Janeiro. Projeto Web Grupo Águas do Brasil Flavia Garcia 17 a 20 de agosto de 2010, Rio de Janeiro Projeto Web Grupo Águas do Brasil Flavia Garcia Sites Corporativos São a vitrine da sua empresa. É a imagem do seu negócio para o mundo; Clientes e parceiros examinam

Leia mais

Projeto de Conclusão de Curso Desenvolvimento de Web Site Técnico 24 2009

Projeto de Conclusão de Curso Desenvolvimento de Web Site Técnico 24 2009 SENAC Projeto de Conclusão de Curso Desenvolvimento de Web Site Técnico 24 2009 Alunos: Bruno de Paula Larini Josiel Rafael de Melo Garcia Rafael Simonato 1 São José do Rio Preto 2009 SENAC Cultura Culinária

Leia mais

Desde 2008. Mídia Kit 2015. encontrasãopaulo. www.encontrasaopaulo.com.br

Desde 2008. Mídia Kit 2015. encontrasãopaulo. www.encontrasaopaulo.com.br Desde 2008 Mídia Kit 2015 encontrasãopaulo www.encontrasaopaulo.com.br Introdução O Mídia Kit 2015 do guia online Encontra São Paulo tem o objetivo de contextualizar a atuação do site no segmento de buscas

Leia mais

Como Criar uma Aula? Na página inicial do Portal do Professor, acesse ESPAÇO DA AULA: Ao entrar no ESPAÇO DA AULA, clique no ícone Criar Aula :

Como Criar uma Aula? Na página inicial do Portal do Professor, acesse ESPAÇO DA AULA: Ao entrar no ESPAÇO DA AULA, clique no ícone Criar Aula : Como Criar uma Aula? Para criar uma sugestão de aula é necessário que você já tenha se cadastrado no Portal do Professor. Para se cadastrar clique em Inscreva-se, localizado na primeira página do Portal.

Leia mais

ebook Aprenda como aumentar o poder de captação do seu site. por Rodrigo Pereira Publicitário e CEO da Agência Retina Comunicação

ebook Aprenda como aumentar o poder de captação do seu site. por Rodrigo Pereira Publicitário e CEO da Agência Retina Comunicação por Rodrigo Pereira Publicitário e CEO da Agência Retina Comunicação Sobre o Autor: Sempre fui comprometido com um objetivo de vida: TER MINHA PRÓPRIA EMPRESA. Mas assim como você, eu também ralei bastante

Leia mais

JORNAL DIÁRIO DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO PARÁ www.diariodaconstrucao.com.br

JORNAL DIÁRIO DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO PARÁ www.diariodaconstrucao.com.br PROPOSTA DE PROPAGANDA - ANUNCIE NO JDC Apresentação de Plano de Publicidade Online no Site O JORNAL DIÁRIO DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO PARÁ atende com o nome de JDC, porque é uma empresa que tem como sua atividade

Leia mais

CURSO: Orientações. MÓDULOS: Orientações/Calendário/Links. Curso 3/3 2009. Contato com o suporte: Nome.: Empresa.: Data.: / / E-mail.

CURSO: Orientações. MÓDULOS: Orientações/Calendário/Links. Curso 3/3 2009. Contato com o suporte: Nome.: Empresa.: Data.: / / E-mail. CURSO: Orientações MÓDULOS: Orientações/Calendário/Links Curso 3/3 2009 Contato com o suporte: Tel.:11-3857-9007 ramal 4 Fax.: 11-3857-9007 ramal 211 Cellular: 11-9333-21 E-mail.: suporte@webcontabil.com.br

Leia mais

02 - Usando o SiteMaster - Informações importantes

02 - Usando o SiteMaster - Informações importantes 01 - Apresentação do SiteMaster - News Edition O SiteMaster foi desenvolvido para ser um sistema simples de gerenciamento de notícias, instalado em seu próprio computador e com configuração simplificada,

Leia mais

Introdução ao GetResponse

Introdução ao GetResponse Guia rápido sobre... Introdução ao GetResponse Neste guia... Aprenda a construir sua lista, a criar envolventes e-mails e a converter contatos em clientes em GetResponse, com acesso aos melhores recursos

Leia mais

APOSTILA BÁSICA INFORMÁTICA: 1. PROCESSADOR DE TEXTOS 1.1 Conhecendo o aplicativo Word 2007 2.EDITOR DE PLANILHAS

APOSTILA BÁSICA INFORMÁTICA: 1. PROCESSADOR DE TEXTOS 1.1 Conhecendo o aplicativo Word 2007 2.EDITOR DE PLANILHAS APOSTILA BÁSICA INFORMÁTICA: 1. PROCESSADOR DE TEXTOS 1.1 Conhecendo o aplicativo Word 2007 2.EDITOR DE PLANILHAS 3.INTERNET 3.1. Internet: recursos e pesquisas 3.2. Conhecendo a Web 3.3. O que é um navegador?

Leia mais

CAPÍTULO 2. Este capítulo tratará :

CAPÍTULO 2. Este capítulo tratará : 1ª PARTE CAPÍTULO 2 Este capítulo tratará : 1. O que é necessário para se criar páginas para a Web. 2. A diferença entre páginas Web, Home Page e apresentação Web 3. Navegadores 4. O que é site, Host,

Leia mais

Autoria Multimídia: o uso de ferramentas multimídia no campo educacional

Autoria Multimídia: o uso de ferramentas multimídia no campo educacional Autoria Multimídia: o uso de ferramentas multimídia no campo educacional Douglas Vaz, Suelen Silva de Andrade Faculdade Cenecista de Osório (FACOS) Rua 24 de maio, 141 95520-000 Osório RS Brasil {doug.vaz,

Leia mais

Grupo de Aplicações para a Web Pet Ciência da Computação

Grupo de Aplicações para a Web Pet Ciência da Computação Universidade Federal de Santa Maria UFSM Departamento de Eletrônica e Computação Alunos: Cássio Forgiarini Martins Leandro Ramos de Oliveira Marília Guterres Ferreira Patrick Pivotto Viera Disciplina:

Leia mais

Desenvolvendo Websites com PHP

Desenvolvendo Websites com PHP Desenvolvendo Websites com PHP Aprenda a criar Websites dinâmicos e interativos com PHP e bancos de dados Juliano Niederauer 19 Capítulo 1 O que é o PHP? O PHP é uma das linguagens mais utilizadas na Web.

Leia mais

Roteiro da Biblioteca das Faculdades Coc Como Fazer Uma Pesquisa Teórica e Elaborar um Trabalho Acadêmico

Roteiro da Biblioteca das Faculdades Coc Como Fazer Uma Pesquisa Teórica e Elaborar um Trabalho Acadêmico Roteiro da Biblioteca das Faculdades Coc Como Fazer Uma Pesquisa Teórica e Elaborar um Trabalho Acadêmico Para realizar uma pesquisa que não se torne um grande sacrifício pelas dificuldades em encontrar

Leia mais

Bianca Arantes dos Santos 2 Célio José Losnak 3

Bianca Arantes dos Santos 2 Célio José Losnak 3 Cultura, história e gastronomia: análise de enquadramento do jornalismo gastronômico 1 RESUMO Bianca Arantes dos Santos 2 Célio José Losnak 3 O texto parte de uma pesquisa que tem como proposta realizar

Leia mais

Aula 2: RIA - Aplicações Ricas para Internet Fonte: Plano de Aula Oficial da Disciplina

Aula 2: RIA - Aplicações Ricas para Internet Fonte: Plano de Aula Oficial da Disciplina Programação para Internet Rica 1 Aula 2: RIA - Aplicações Ricas para Internet Fonte: Plano de Aula Oficial da Disciplina Objetivo: Identificar as principais características de uma Aplicação Internet Rica.

Leia mais

Interação Humano-Computador Design: estrutura e estética PROFESSORA CINTIA CAETANO

Interação Humano-Computador Design: estrutura e estética PROFESSORA CINTIA CAETANO Interação Humano-Computador Design: estrutura e estética PROFESSORA CINTIA CAETANO Arte X Engenharia Desenvolver Sistema Web é arte? A Web oferece espaço para arte...... mas os usuários também desejam

Leia mais

REALIDADE AUMENTADA APLICADA NA EDUCAÇÃO: ESTUDOS DOS SEUS BENEFÍCIOS

REALIDADE AUMENTADA APLICADA NA EDUCAÇÃO: ESTUDOS DOS SEUS BENEFÍCIOS REALIDADE AUMENTADA APLICADA NA EDUCAÇÃO: ESTUDOS DOS SEUS BENEFÍCIOS Kelly Cristina de Oliveira 1, Júlio César Pereira 1. 1 Universidade Paranaense (UNIPAR) Paranavaí PR Brasil kristhinasi@gmail.com,

Leia mais

Artigo: Um olhar feminino na Internet

Artigo: Um olhar feminino na Internet Artigo: Um olhar feminino na Internet Por Tatiane Pocai Dellapiazza - aluna do primeiro ano do Curso de Comunicação Social - Centro UNISAL - Americana. Introdução: O Brasil chega perto de comemorar seu

Leia mais

Como usar seu website para captar recursos

Como usar seu website para captar recursos Como usar seu website para captar recursos Objetivo: Hoje em dia, com mais de 1.5 bilhão de pessoas acessando a Internet regularmente em todo o mundo, nunca foi tão importante tirar o máximo de proveito

Leia mais

CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA PAULA SOUZA ETEC PROF. MÁRIO ANTÔNIO VERZA CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA PARA INTERNET

CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA PAULA SOUZA ETEC PROF. MÁRIO ANTÔNIO VERZA CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA PARA INTERNET CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA PAULA SOUZA ETEC PROF. MÁRIO ANTÔNIO VERZA CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA PARA INTERNET WEBSITE MUNDO MULHER GABRIELA DE SOUZA DA SILVA LUANA MAIARA DE PAULA SILVA

Leia mais

GANHE DINHEIRO FACIL GASTANDO APENAS ALGUMAS HORAS POR DIA

GANHE DINHEIRO FACIL GASTANDO APENAS ALGUMAS HORAS POR DIA GANHE DINHEIRO FACIL GASTANDO APENAS ALGUMAS HORAS POR DIA Você deve ter em mente que este tutorial não vai te gerar dinheiro apenas por você estar lendo, o que você deve fazer e seguir todos os passos

Leia mais

Memorial Descritivo. Portfólio Acadêmico Online

Memorial Descritivo. Portfólio Acadêmico Online Faculdade de Tecnologia SENAC Memorial Descritivo Portfólio Acadêmico Online Projeto Integrador do Módulo 1 Produção Multimídia Por Irene Coelho 09 de maio de 2014 Sumário 1. Introdução pág.01 2. Objetivos

Leia mais

Curso de Informática Básica

Curso de Informática Básica Curso de Informática Básica O e-mail Com seus próprios cliques 1 Curso de Informática Básica Índice Introdução...3 Toque pessoal...3 Limpeza e Backup de e-mails...5 Dicas...7 2 Com seus próprios OutLook

Leia mais

AULA 3 FERRAMENTAS E APLICATIVOS DE NAVEGAÇÃO, DE CORREIO ELETRÔNICO, DE GRUPOS DE DISCUSSÃO, DE BUSCA E PESQUISA (PARTE II)

AULA 3 FERRAMENTAS E APLICATIVOS DE NAVEGAÇÃO, DE CORREIO ELETRÔNICO, DE GRUPOS DE DISCUSSÃO, DE BUSCA E PESQUISA (PARTE II) AULA 3 FERRAMENTAS E APLICATIVOS DE NAVEGAÇÃO, DE CORREIO ELETRÔNICO, DE GRUPOS DE DISCUSSÃO, DE BUSCA E PESQUISA (PARTE II) A seguir vamos ao estudo das ferramentas e aplicativos para utilização do correio

Leia mais

Thursday, October 18, 12

Thursday, October 18, 12 O Site Legado do IFP é uma comunidade online e global dos ex-bolsistas do programa. É um recurso e um lugar para você publicar notícias profissionais, recursos e teses para a comunidade global do IFP,

Leia mais

Configurações de Campanha

Configurações de Campanha Guia rápido sobre... Configurações de Campanha Neste guia... Aprenda a criar campanhas e a ajustar as configurações para otimizar os resultados. Índice 1. Criar Nova Campanha! 4 1.1 Dar um nome à campanha!

Leia mais

PROPOSTA COMERCIAL PORTAL UTILITÀ ONLINE

PROPOSTA COMERCIAL PORTAL UTILITÀ ONLINE end: av. das américas 16.579, sala 201 recreio, 22790-701, rio de janeiro - rj tel: 21 2437 4222 21 2437 2669 www.utilitaonline.com.br PROPOSTA COMERCIAL PORTAL UTILITÀ ONLINE QUEM SOMOS Tudo começou com

Leia mais

Jovens do mundo todo Conheça outras culturas

Jovens do mundo todo Conheça outras culturas 5 a a 8 a séries Ensino Fundamental Jovens do mundo todo Conheça outras culturas Softwares Necessários: Microsoft Encarta 2000 Internet Explorer 5,0 Microsoft Publisher 2000 Microsoft Word 2000 Áreas:

Leia mais

4 Metodologia. 4.1. Primeira parte

4 Metodologia. 4.1. Primeira parte 4 Metodologia [...] a metodologia inclui as concepções teóricas de abordagem, o conjunto de técnicas que possibilitam a apreensão da realidade e também o potencial criativo do pesquisador. (Minayo, 1993,

Leia mais

Guia do apoiador cultural

Guia do apoiador cultural junho/2013 Guia do apoiador cultural Anúncios com Banners Âmbito Jurídico Comércio e Serviço de Informação, Ltda. www.ambito-juridico.com.br e-mail: diretoria@ambito-juridico.com.br Âmbito Jurídico O seu

Leia mais

XX Foro Iberoamericano de Sistemas de Garantía y Financiación para las Pymes

XX Foro Iberoamericano de Sistemas de Garantía y Financiación para las Pymes XX Foro Iberoamericano de Sistemas de Garantía y Financiación para las Pymes PLATAFORMAS/HERRAMIENTAS TECNOLOGICAS PARA LA GESTION Y COMUNICACION DE LOS SISTEMAS DE GARANTIA NEWSLETTER NORGARANTE Presentado

Leia mais

O guia completo para uma presença. online IMBATÍVEL!

O guia completo para uma presença. online IMBATÍVEL! O guia completo para uma presença online IMBATÍVEL! Sumário Introdução 3 Capítulo 1 - Produção de Conteúdo: Por que e Como produzir 5 Capítulo 2 - Distribuição e Divulgação 8 Capítulo 3 - Monitoramento

Leia mais

Desenvolvendo Websites com PHP

Desenvolvendo Websites com PHP Desenvolvendo Websites com PHP 2ª Edição Juliano Niederauer Novatec Copyright 2009, 2011 da Novatec Editora Ltda. Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei 9.610 de 19/02/1998. É proibida a reprodução

Leia mais

01. O QUE É? 02. OBJETIVOS DO CURSO 03. CAMPO DE ATUAÇÃO

01. O QUE É? 02. OBJETIVOS DO CURSO 03. CAMPO DE ATUAÇÃO 01. O QUE É? O Curso de Desenvolvimento de Websites é um curso de graduação tecnológica de nível superior com duração de dois anos e meio. Este curso permite a continuidade dos estudos em nível de bacharelado

Leia mais

Os rumos do Email Marketing

Os rumos do Email Marketing Marketing Os rumos do Email Marketing Confira alguns pontos que podem fazer a diferença na utilização desta ferramenta, como um maior investimento na equipe De 1 a 3 de fevereiro, tive a oportunidade de

Leia mais

6. Considerações finais

6. Considerações finais 84 6. Considerações finais Nesta dissertação, encontram-se registros de mudanças sociais que influenciaram as vidas de homens e mulheres a partir da chegada das novas tecnologias. Partiu-se da Revolução

Leia mais

RESENHA. SANTAELLA, L. Por que as comunicações e as artes estão convergindo? São Paulo: Paulus, 2005.

RESENHA. SANTAELLA, L. Por que as comunicações e as artes estão convergindo? São Paulo: Paulus, 2005. 1 RESENHA Mónica Santos Pereira Defreitas 1 SANTAELLA, L. Por que as comunicações e as artes estão convergindo? São Paulo: Paulus, 2005. O livro de Lúcia Santaella, Por que as comunicações e as artes estão

Leia mais

O ZONA SUL ONLINE. Portal. Zona Sul Online. Newsletter

O ZONA SUL ONLINE. Portal. Zona Sul Online. Newsletter zonasulonline. c o m. br O ZONA SUL ONLINE Portal Zona Sul Online O ZonaSul Online é um veículo de comunicação baseado na Internet. É composto de um Portal de Busca na Internet, o Zona Sul Online, focado

Leia mais

Proposta Revista MARES DE MINAS

Proposta Revista MARES DE MINAS SATIS 2011 Proposta Revista MARES DE MINAS 21/03/2011 A SATIS Índice 1 A Satis 1 A Proposta 1 Serviços 2 Mapa do Site 2 SEO 3 Sistema de gerenciamento de conteudo 4 Cronograma e Prazos 5 Investimento 6

Leia mais

Manual do Painel Administrativo

Manual do Painel Administrativo Manual do Painel Administrativo versão 1.0 Autores César A Miggiolaro Marcos J Lazarin Índice Índice... 2 Figuras... 3 Inicio... 5 Funcionalidades... 7 Analytics... 9 Cidades... 9 Conteúdo... 10 Referência...

Leia mais

Orientações para Mostra Científica IV MOSTRA CIENTÍFICA 2014 COLÉGIO JOÃO PAULO I

Orientações para Mostra Científica IV MOSTRA CIENTÍFICA 2014 COLÉGIO JOÃO PAULO I Orientações para Mostra Científica IV MOSTRA CIENTÍFICA 2014 COLÉGIO JOÃO PAULO I Tema VIDA EFICIENTE: A CIÊNCIA E A TECNOLOGIA A SERVIÇO DO PLANETA Cronograma Orientações Pré-projeto Metodologia Relatório

Leia mais

Fóruns em Moodle (1.6.5+)

Fóruns em Moodle (1.6.5+) (1.6.5+) Ficha Técnica Título Fóruns em Moodle Autor Athail Rangel Pulino Filho Copyright Creative Commons Edição Agosto 2007 Athail Rangel Pulino 2 Índice O que são Fóruns 4 Criando um fórum 5 Nome do

Leia mais

Dicas básicas para disciplinas/atividades na modalidade de educação a distância Mediação Digital Virtual

Dicas básicas para disciplinas/atividades na modalidade de educação a distância Mediação Digital Virtual Dicas básicas para disciplinas/atividades na modalidade de educação a distância Mediação Digital Virtual Escritório de Gestão de Projetos em EAD Unisinos http://www.unisinos.br/ead 2 A partir de agora,

Leia mais

Lidar com números e estatísticas não é fácil. Reunir esses números numa apresentação pode ser ainda mais complicado.

Lidar com números e estatísticas não é fácil. Reunir esses números numa apresentação pode ser ainda mais complicado. , ()! $ Lidar com números e estatísticas não é fácil. Reunir esses números numa apresentação pode ser ainda mais complicado. Uma estratégia muito utilizada para organizar visualmente informações numéricas

Leia mais

Portfolio de Produtos

Portfolio de Produtos Introdução O Guia de Produtos e Serviços da Assessoria de Comunicação (ASCOM) da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) foi elaborado com o objetivo de apresentar os produtos e serviços prestados

Leia mais

Como a automação de marketing pode aumentar suas vendas

Como a automação de marketing pode aumentar suas vendas edição 04 Guia do inbound marketing Como a automação de marketing pode aumentar suas vendas Como a automação de marketing pode aumentar suas vendas Há um tempo atrás o departamento de marketing era conhecido

Leia mais

FAQ REGISTRO DE INTERAÇÕES

FAQ REGISTRO DE INTERAÇÕES Sumário 1. O que são interações?... 3 2. Posso registrar uma interação com um parceiro?... 3 3. Posso registrar interações para empresas?... 3 4. Quando converso informalmente com um cliente, parceiro

Leia mais

Produtos de Comunicação por vídeo da Talk Fusion,

Produtos de Comunicação por vídeo da Talk Fusion, Marketing na Internet as vezes pode parecer uma tarefa impossível. E-mail Marketing é relativamente simples e um canal incrivelmente eficaz, de acordo com a Associação de Marketing Direto. Para cada dólar

Leia mais

Módulo 1. Introdução. 1.1 O que é EAD?

Módulo 1. Introdução. 1.1 O que é EAD? Módulo 1. Introdução Cada vez mais o mundo social e do trabalho necessitam de sujeitos capazes de fazer a diferença através de suas ações e atitudes. A utilização do ambiente virtual, como meio de interação

Leia mais

Metodologia. Entrevistas com amostra de usuárias brasileiras de internet via questionário online.

Metodologia. Entrevistas com amostra de usuárias brasileiras de internet via questionário online. Assunto E-commerce Metodologia Entrevistas com amostra de usuárias brasileiras de internet via questionário online. Quantidade de entrevistas realizadas: 1.652 mulheres Perfil: 18 a 50 anos Mercado: Brasil

Leia mais

Solução para Central ACTIVE Leucotron. Opere seu ramal usando seu próprio computador!

Solução para Central ACTIVE Leucotron. Opere seu ramal usando seu próprio computador! Solução para Central ACTIVE Leucotron Opere seu ramal usando seu próprio computador! O software Contact Phone é rápido e fácil de usar, reúne todas as facilidades de um terminal KS físico mais os recursos

Leia mais

Métodos de Avaliação para Sites de Entretenimento. Fabricio Aparecido Breve Prof. Orientador Daniel Weller

Métodos de Avaliação para Sites de Entretenimento. Fabricio Aparecido Breve Prof. Orientador Daniel Weller Métodos de Avaliação para Sites de Entretenimento Fabricio Aparecido Breve Prof. Orientador Daniel Weller 1 Introdução O objetivo deste trabalho é verificar a eficiência da Avaliação com o Usuário e da

Leia mais

Manual do Instar Mail v2.0

Manual do Instar Mail v2.0 Manual do Instar Mail v2.0 Sumário Conteúdo Menu Principal... 2 Menu Cliente... 3 Pagina Categorias do Instar-Mail... 4 Importação... 4 Campanhas... 8 Cadastramento de campanhas do Instar-Mail... 9 Ações

Leia mais

Ajuda ao SciEn-Produção 1. 1. O Artigo Científico da Pesquisa Experimental

Ajuda ao SciEn-Produção 1. 1. O Artigo Científico da Pesquisa Experimental Ajuda ao SciEn-Produção 1 Este texto de ajuda contém três partes: a parte 1 indica em linhas gerais o que deve ser esclarecido em cada uma das seções da estrutura de um artigo cientifico relatando uma

Leia mais

JCL Tecnologia. Proposta para Criação, Desenvolvimento e Manutenção de Website. 10 de setembro

JCL Tecnologia. Proposta para Criação, Desenvolvimento e Manutenção de Website. 10 de setembro 10 de setembro JCL Tecnologia 2009 Proposta para Criação, Desenvolvimento e Manutenção de Website 1 Hamilton Junior Multimídia Designer APRESENTAÇÃO Meu trabalho consiste em criar conceitos e a partir

Leia mais

ASSESSORIA DE IMPRENSA 1 Felipe Plá Bastos 2

ASSESSORIA DE IMPRENSA 1 Felipe Plá Bastos 2 ASSESSORIA DE IMPRENSA 1 Felipe Plá Bastos 2 RESUMO: O presente trabalho tem como objetivo saber como é desenvolvido o trabalho de Assessoria de Imprensa, sendo um meio dentro da comunicação que através

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS ESPECIALIZAÇÃO EM ESTATÍSTICAS EDUCACIONAIS. Prof. M.Sc.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS ESPECIALIZAÇÃO EM ESTATÍSTICAS EDUCACIONAIS. Prof. M.Sc. UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS ESPECIALIZAÇÃO EM ESTATÍSTICAS EDUCACIONAIS Microsoft Office PowerPoint 2007 Prof. M.Sc. Fábio Hipólito Julho / 2009 Visite o site:

Leia mais

PROPOSTA DE UM MODELO DE SISTEMA HIPERMÍDIA PARA APRESENTAÇÃO DO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

PROPOSTA DE UM MODELO DE SISTEMA HIPERMÍDIA PARA APRESENTAÇÃO DO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO PROPOSTA DE UM MODELO DE SISTEMA HIPERMÍDIA PARA APRESENTAÇÃO DO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO Fabiana Pacheco Lopes 1 1 Universidade Presidente Antônio Carlos (UNIPAC) fabipl_21@yahoo.com.br Resumo.Este

Leia mais

Quem ainda não tem um, provavelmente já pensou ou está pensando em ter, seja para fins pessoais ou profissionais.

Quem ainda não tem um, provavelmente já pensou ou está pensando em ter, seja para fins pessoais ou profissionais. Você sabia que o Whatsapp está presente em quase 50% dos smartphones no Brasil? O aplicativo virou febre rapidamente, seguindo a tendência de crescimento anual das vendas de smartphones no país. Quem ainda

Leia mais

TVVILAEMBRATEL.WEBS.COM 1 Uma experiência com sistemas de CMS

TVVILAEMBRATEL.WEBS.COM 1 Uma experiência com sistemas de CMS TVVILAEMBRATEL.WEBS.COM 1 Uma experiência com sistemas de CMS Anissa CAVALCANTE 2 Jessica WERNZ 3 Márcio CARNEIRO 4, São Luís, MA PALAVRAS-CHAVE: CMS, webjornalismo, TV Vila Embratel, comunicação 1 CONSIDERAÇÕES

Leia mais

Como funciona o site treinamento técnico ON-LINE?

Como funciona o site treinamento técnico ON-LINE? Manual do Usuário INSTRUÇÕES PARA UTILIZAÇÃO DO TREINAMENTO ON LINE A ATIC Tecnologia do Brasil Ltda. com o objetivo de atender aos seus diversos clientes, oferece treinamentos EAD - Educação a Distância

Leia mais

Gestão. Práticas. Editorial. Geovanne. Acesse online: 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) 03 e 04

Gestão. Práticas. Editorial. Geovanne. Acesse online: 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) 03 e 04 Práticas de Gestão Editorial Geovanne. 02 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) Como faço isso? Acesse online: 03 e 04 www. No inicio da década de 90 os

Leia mais

Na primeira coluna da ficha são registrados os produtos que compõem a receita. Na segunda coluna são especificadas as medidas utilizadas para a

Na primeira coluna da ficha são registrados os produtos que compõem a receita. Na segunda coluna são especificadas as medidas utilizadas para a ficha técnica 9 ficha técnica 9 A ficha técnica é uma ferramenta fundamental na profissionalização dos serviços de alimentação de grande ou pequeno porte, importante na tomada de decisões e na orientação

Leia mais

ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS TURMA 2008 4º PERÍODO - 7º MÓDULO AVALIAÇÃO A4 DATA 22/10/2009 ENGENHARIA DE USABILIDADE

ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS TURMA 2008 4º PERÍODO - 7º MÓDULO AVALIAÇÃO A4 DATA 22/10/2009 ENGENHARIA DE USABILIDADE ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS TURMA 2008 4º PERÍODO - 7º MÓDULO AVALIAÇÃO A4 DATA 22/10/2009 ENGENHARIA DE USABILIDADE 2009/2 GABARITO COMENTADO QUESTÃO 1: Quando nos referimos à qualidade da interação

Leia mais

USO DA INTERNET E PARTICIPAÇÃO CIDADÃ NA GESTÃO LOCAL: ORÇAMENTO PARTICIPATIVO INTERATIVO DE IPATINGA

USO DA INTERNET E PARTICIPAÇÃO CIDADÃ NA GESTÃO LOCAL: ORÇAMENTO PARTICIPATIVO INTERATIVO DE IPATINGA USO DA INTERNET E PARTICIPAÇÃO CIDADÃ NA GESTÃO LOCAL: ORÇAMENTO PARTICIPATIVO INTERATIVO DE IPATINGA An Innovations in Technology and Governance Case Study Desde o final dos anos 1980, diversos governos

Leia mais

O Varejo. Distinguir entre varejo com loja e sem loja. Definir as categorias básicas de varejistas.

O Varejo. Distinguir entre varejo com loja e sem loja. Definir as categorias básicas de varejistas. O Varejo 16 Aula 16/5/2008 Objetivos da aula Explicar como os varejistas podem contribuir para o processo de criar valor. Distinguir entre varejo com loja e sem loja. Definir as categorias básicas de varejistas.

Leia mais

PROPOSTA COMERCIAL REVISTA UTILITÀ DELIVERY DE MARCAS CINTA

PROPOSTA COMERCIAL REVISTA UTILITÀ DELIVERY DE MARCAS CINTA av. das américas 16.579, sala 201 recreio, 22790-701, rio de janeiro-rj tel: 21 2437 4222 21 2437 2669 www.utilitaonline.com.br PROPOSTA COMERCIAL REVISTA UTILITÀ DELIVERY DE MARCAS CINTA QUEM SOMOS Tudo

Leia mais

Manual AVANTE. Sirva-se e bom apetite!

Manual AVANTE. Sirva-se e bom apetite! Manual AVANTE Sirva-se e bom apetite! Sumário O seu estabelecimento como referência em alimentação de qualidade Conceito Alimentação Saudável O Programa Avante pela Qualidade de Vida O que temos para o

Leia mais

Um mercado de oportunidades

Um mercado de oportunidades Um mercado de oportunidades Como grandes, pequenas e médias empresas se comunicam? Quem são os principais interlocutores e como procurá-los? Como desenvolver uma grande campanha e inovar a imagem de uma

Leia mais

Nosso Planeta Mobile: Brasil

Nosso Planeta Mobile: Brasil Nosso Planeta Mobile: Brasil Como entender o usuário de celular Maio de 2012 1 Resumo executivo Os smartphones se tornaram indispensáveis para nosso cotidiano. A difusão dos smartphones atinge 14% da população,

Leia mais

Sobre Este Livro. O Que Você Não Lerá. 2 Dieta Para Leigos, 2 a Edição

Sobre Este Livro. O Que Você Não Lerá. 2 Dieta Para Leigos, 2 a Edição 2 Dieta Para Leigos, 2 a Edição depois do nascimento). Engordei e emagreci 110 quilos em meus 50 anos e passei 30 anos fazendo dietas. Mas não fiz mais dieta desde que meu filho se afastou, 11 anos atrás.

Leia mais

CONCEITOS INICIAIS. Agenda A diferença entre páginas Web, Home Page e apresentação Web;

CONCEITOS INICIAIS. Agenda A diferença entre páginas Web, Home Page e apresentação Web; CONCEITOS INICIAIS Agenda A diferença entre páginas Web, Home Page e apresentação Web; O que é necessário para se criar páginas para a Web; Navegadores; O que é site, Host, Provedor e Servidor Web; Protocolos.

Leia mais

Como resultado da preparação desse I Workshop foram formalizadas orientações básicas para formatação de um projeto cultural que seguem abaixo.

Como resultado da preparação desse I Workshop foram formalizadas orientações básicas para formatação de um projeto cultural que seguem abaixo. ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE PROJETO CULTURAIS A Fundação Cultural do Estado da Bahia tem como missão fomentar o desenvolvimento das Artes Visuais, Dança, Música, Teatro, Circo, Audiovisual, Culturas

Leia mais

Bem-vindo ao Mídia Kit do História-Erótica! Neste arquivo é possível obter informações úteis e precisas sobre um dos

Bem-vindo ao Mídia Kit do História-Erótica! Neste arquivo é possível obter informações úteis e precisas sobre um dos Bem-vindo ao Mídia Kit do História-Erótica! Neste arquivo é possível obter informações úteis e precisas sobre um dos portais mais populares e picantes do Brasil, como: dados estatísticos, pesquisas de

Leia mais

Internet: Site da Simonsen e Secretaria Online

Internet: Site da Simonsen e Secretaria Online Capítulo 9 Internet: Site da Simonsen e Secretaria Online 9.1 Introdução a Internet A palavra Internet é o resultado da junção dos termos inter (internacional) e net (rede), e é o nome da grande rede mundial

Leia mais

Administração pela Web Para MDaemon 6.0

Administração pela Web Para MDaemon 6.0 Administração pela Web Para MDaemon 6.0 Alt-N Technologies, Ltd 1179 Corporate Drive West, #103 Arlington, TX 76006 Tel: (817) 652-0204 2002 Alt-N Technologies. Todos os Direitos Reservados. Os nomes de

Leia mais

História Diferenciações Assessoria o que é? Estrutura Comunicação x Imprensa Papéis e funções Planejamento Conteúdo Processamento interno x externo

História Diferenciações Assessoria o que é? Estrutura Comunicação x Imprensa Papéis e funções Planejamento Conteúdo Processamento interno x externo Morgana Hamester História Diferenciações Assessoria o que é? Estrutura Comunicação x Imprensa Papéis e funções Planejamento Conteúdo Processamento interno x externo Contexto atual Modelização digital contemporaneidade;

Leia mais

Etapas da criação de uma campanha de email marketing

Etapas da criação de uma campanha de email marketing Etapas da criação de uma campanha de email marketing EMAIL MARKETING Como já vimos, e-mail marketing é o uso do e-mail como uma ferramenta de marketing direto, possibilitando que uma empresa ou marca atinja

Leia mais

ANÁLISE DE SITES EDUCACIONAIS PELO PROFESSOR E PELO ALUNO

ANÁLISE DE SITES EDUCACIONAIS PELO PROFESSOR E PELO ALUNO Análise do professor: Parâmetros para avaliação Ao navegar por Web sites é importante observar alguns tópicos para determinar se um site é bom ou não. Navegação, design, conteúdo, velocidade de acesso,

Leia mais

Seminário Sobre Reunir Registros

Seminário Sobre Reunir Registros Seminário Sobre Reunir Registros Esta lição e seus recursos de aprendizado podem ser usados para preparar um seminário de três a quatro horas sobre preparar, reunir, processar e entregar os registros a

Leia mais

A PRESENTAÇÃO SUMÁRIO

A PRESENTAÇÃO SUMÁRIO SUMÁRIO Apresentação Como ter sucesso na educação à distância A postura do aluno online Critérios de Avaliação da aprendizagem do aluno Como acessar a plataforma Perguntas freqüentes A PRESENTAÇÃO O Manual

Leia mais

PADRÃO DE RESPOSTA DAS QUESTÕES DISCURSIVAS PROFISSIONAL BÁSICO COMUNICAÇÃO SOCIAL

PADRÃO DE RESPOSTA DAS QUESTÕES DISCURSIVAS PROFISSIONAL BÁSICO COMUNICAÇÃO SOCIAL Questão n o 1 a) O candidato deverá apresentar seis dentre as seguintes vantagens: Domínio de tecnologia capaz de produzir bens preferidos por certas classes de compradores Aumento dos índices de qualidade

Leia mais

PARANÁ GOVERNO DO ESTADO

PARANÁ GOVERNO DO ESTADO PARANÁ GOVERNO DO ESTADO COLÉGIO ESTADUAL DE PARANAVAÍ ENSINO FUNDAMENTAL, MÉDIO, NORMAL E PROFISSIONAL CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA DISCIPLINA: INTERNET E PROGRAMAÇÃO WEB 1º MÓDULO SUBSEQUENTE MECANISMOS

Leia mais