VESTIBULAR ª Fase RACIOCÍNIO LÓGICO-MATEMÁTICO GRADE DE CORREÇÃO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "VESTIBULAR 2011 1ª Fase RACIOCÍNIO LÓGICO-MATEMÁTICO GRADE DE CORREÇÃO"

Transcrição

1 VESTIBULAR 011 1ª Fase RACIOCÍNIO LÓGICO-MATEMÁTICO GRADE DE CORREÇÃO A prova de Raciocínio Lógico-Matemático é composta por três questões e vale 10 pontos no total, assim distribuídos: Questão 1 3 pontos (sendo 1 ponto para o subitem A, 1 ponto para o subitem B e 1 ponto para o subitem C) Questão 3,5 pontos (sendo 1 ponto para o subitem A, 1 ponto para o subitem B e 1,5 ponto para o subitem C) Questão 3 3,5 pontos (sendo 1 ponto para o subitem A, 1 ponto para o subitem B e 1,5 ponto para o subitem C) As respostas deverão apresentar a resolução completa das questões. Não basta escrever apenas o resultado final, é necessário mostrar o raciocínio utilizado e os cálculos, quando for o caso.

2 Questão 1 Considere o seguinte desenho referente às dimensões de uma piscina pública: A A piscina será revestida internamente (tanto as laterais quanto o fundo) com um produto que custa R$ 18,00 por metro quadrado. Qual é o valor total que será gasto para revestir a piscina com esse produto? B C Ao agente pagador desta obra, você recomendaria que o pagamento fosse feito à vista hoje, com 0% de desconto, ou em uma parcela única e sem desconto daqui a um mês? Considere que haja dinheiro disponível e que a quantia que não foi gasta possa vir a render 0% de juros durante o próximo mês. Justifique a resposta matematicamente. Decidiu-se construir uma canaleta para desviar água de um reservatório e assim encher a piscina. Se a vazão da água nessa canaleta é igual a metros cúbicos por minuto, quanto tempo levará até que a piscina fique cheia? Respostas: A Área para revestimento: Laterais: x 15 + x 0 + x 30 + x 5 = 180m Fundo: 0 x15 0 x 15 + = 450m Valor total gasto = 630 m² * R$ 18,00/m² = R$ ,00. B A cada R$ 100,00 pagos: Caso o pagamento seja à vista, gasta-se R$ 100,00 x(1-0,05) = R$ 95,00 e aplica-se R$ 5,00. Depois de um mês, sobram R$ 5,00 x (1+0,05) = R$ 5,5. Caso o pagamento seja sem desconto daqui a um mês, obtém-se R$ 100,00 x(1+0,05) = R$ 105,00 depois de um mês. Depois do pagamento de R$ 100,00, sobram R$ 5,00. Logo, a melhor opção é pagar à vista com 5% de desconto. 1

3 Alternativamente: o valor do pagamento à vista é R$ 9.07,00 (R$ ,00 x 0,80). Se, em vez de efetuar o pagamento, esse dinheiro fosse aplicado, resultaria em 1,0 * 9.07,00 = R$ ,40 ao final do mês, valor insuficiente para pagar o custo de R$ ,00. C Volume da piscina: 0 x15 x 0 x15 x + = 900m 3 Tempo para encher a piscina: m = = 450 min 3 m min Levará 450 minutos, ou 7h30min, para que a piscina fique cheia. Grade de pontuação: Questão 01.A 01.B 01.C Categoria de acerto Padrão utilizado para correção 5% Indicação de procedimento para obter a resposta e montagem do raciocínio. 50% Cálculo correto da área do fundo da piscina OU cálculo correto da área das laterais da piscina, devidamente indicado. 75% Cálculo correto da área total de revestimento (fundo e lateral). Cálculo correto do valor de R$ ,00. Em branco OU totalmente errada OU indicação simples da 0% resposta (mesmo que pagamento à vista), sem qualquer cálculo ou justificativa. 5% Acerto na indicação de pagamento à vista com justificativa tímida / insuficiente. Estruturação correta do problema e imprecisão na 50% argumentação OU estruturação correta e boa argumentação com erro de conta que comprometa a resposta (valor absurdo). 75% Estruturação correta do problema e argumentação correta com (pequeno) erro de conta. Justificativa matemática correta de que a melhor opção é o pagamento à vista. 5% Indicação correta de procedimentos, mas erro na execução. Estruturação correta da resolução incluindo regra de três para obtenção do tempo de enchimento e erro no procedimento de 50% cálculo do volume OU Estruturação correta da resolução incluindo regra de três para obtenção do tempo de enchimento e erro no procedimento de cálculo da regra de três. 75% Estruturação correta da resolução incluindo regra de três para obtenção do tempo de enchimento e (pequeno) erro de conta. Cálculo correto do valor de 450 minutos ou 7h30min.

4 Questão João é um investidor do mercado financeiro. Após cuidadosa análise, optou por investir todo o seu dinheiro em ações das empresas A e B. A evolução do preço dessas duas ações entre janeiro e junho de 009 está representada no gráfico abaixo. (Considere que seja possível adquirir frações de uma ação) R$/ação Ação A Ação B 0 Jan. Fev. Mar. Abr. Maio Jun. A Considere que João gastou todo o seu dinheiro apenas em ações da Empresa B em janeiro. Vendeu todas essas ações em março e, imediatamente, com todo o dinheiro obtido desta venda, comprou ações da Empresa A. Em junho, vendeu as ações da Empresa A. Qual foi seu lucro porcentual total, entre janeiro e junho? B Se João tivesse gasto metade do seu dinheiro em ações da Empresa A e a outra metade em ações da Empresa B em janeiro e vendido todas as ações em maio, qual teria sido seu lucro porcentual total? C João comprou ações das empresas A e B em janeiro. Vendeu todas as ações em junho e obteve um lucro de 74%. Qual a proporção de ações da Empresa A e da Empresa B que ele adquiriu em janeiro? Respostas: A Sendo x o número de ações compradas em janeiro, João gastou R$ 10x em janeiro. Em março, recebeu R$ 1x por essas ações e comprou 1x/40 ações da empresa A. Em junho, vendeu estas ações obtendo (1x/40)*80 = R$ 4x. O investimento inicial foi de R$ 10x; portanto, o lucro foi de (4-10)/10 = 140%. B Seja x reais o valor total investido por João em ações, em janeiro. Com x reais, João comprou x/50 ações de A e y/10 ações de B. Em maio, obteve 50*(y/50) reais com a venda de ações da empresa B e 16*(y/10) reais com a venda de ações da empresa A, em um total de (y + 8y/5) = 13y/5. Portanto, teve um lucro de (13y/5)/y = 30%. 3

5 C Sejam x e y as quantidades compradas, em janeiro, de ações das empresas A e B, respectivamente. No mês de janeiro, João tinha (50x + 10y) reais. Em junho, sua receita com a venda das ações foi 80a + 18b. Para um lucro de 74%, tem-se que 80x+18y = 1,74*(50x + 10y) => x/y = 3/35. Note-se que 30% do capital de João foi empregado para adquirir ações da Empresa A e 70% do capital de João foi empregado para adquirir ações da Empresa B. Grade de pontuação: Questão 0.A 0.B 0.C Categoria de acerto Padrão utilizado para correção 5% Indicação de que o capital em março é (1/10)*C (sendo C o capital em R$ de João em janeiro). 50% Indicação de que ao final de junho terá (80/40)*(1/10)*C =,40C. Resposta correta de lucro porcentual total de 140% entre janeiro e junho. 50% Indicação de que ao final de junho terá 1,30C. Resposta correta de lucro porcentual total de 30% entre janeiro e maio. Correta montagem do problema (média ponderada da 50% proporção do capital aplicado em cada ação pelo retorno de cada ação igual a 74%). Identificação de que o investidor aplicou, em janeiro, 30% de 75% seu capital em ações da Empresa A e 70% de seu capital em ações da Empresa B. Indicação de que a proporção de ações da Empresa A e da Empresa B que o investidor adquiriu em janeiro é 3/35. 4

6 Questão 3 Uma empresa vende dois tipos de computadores (desktops e notebooks), que são fabricados no Rio Grande do Sul e depois transportados para clientes no Rio Grande do Norte. Para transportar os computadores, há dois tipos de caminhão, cujas capacidades de carga encontram-se na tabela abaixo. Computador Caminhão A Caminhão B Desktop Notebook Para que o caminhão possa iniciar a viagem, ele deve estar cheio. Assim, um caminhão do tipo A, por exemplo, só poderá partir se estiver carregado exatamente com 400 desktops e 00 notebooks. A Se a empresa deve entregar d desktops e n notebooks, expresse o número necessário de caminhões do tipo A (x) e do tipo B (y), para efetivar a entrega. B Indique o número necessário de caminhões do tipo A e do tipo B, se a empresa entregar 15 mil desktops e 7 mil notebooks. C Os preços unitários de venda dos desktops e dos notebooks são, respectivamente, R$ 300,00 e R$ 00,00, e a frota de veículos é de 5 caminhões do tipo A e 5 do tipo B. Nessas condições, seria possível à empresa auferir a receita mínima de R$ 4,3 milhões? Respostas: A Seja d o número de desktops entregues, n o número de notebooks entregues, x o número de caminhões do tipo A e y o número de caminhões do tipo B. d = 400x + 300y n = 00x + 100y => x = (3n d)/00 y = (d - n)/100 B Sendo d = e n = 7.000, tem-se que: = 400x + 300y e = 00x + 100y Resolvendo o sistema de equações: x = 30 e y = 10 C Sendo R a receita obtida, R = (400x + 300y)*300 + (00x + 100y)*00 Para x=y=5, R = (400* *5)*300 + (00* *5)*00= R$ Assim, com cinco caminhões de cada tipo, em uma única viagem a receita mínima não seria atingida. 5

7 Grade de pontuação: Questão 03.A 03.B 03.C Categoria de acerto Padrão utilizado para correção 75% Montagem das equações sem isolar x e y. Montagem correta das equações isolando x e y. 75% Resolução correta por tentativa e erro mesmo tendo errado a montagem das equações no item 03.A. Apresentação do sistema de equações e correta resolução da questão. 5% Indicação do raciocínio a ser utilizado e início da estruturação da resposta. 75% Correta resolução do problema com (pequeno) erro de conta. Indicação de que, em uma viagem, a empresa atingiria a receita de R$ ,00 (inferior aos R$ ,00). 6

VESTIBULAR 2011 1ª Fase RACIOCÍNIO LÓGICO- MATEMÁTICO. Instruções Gerais: Instruções para a prova de Raciocínio Lógico- Matemático:

VESTIBULAR 2011 1ª Fase RACIOCÍNIO LÓGICO- MATEMÁTICO. Instruções Gerais: Instruções para a prova de Raciocínio Lógico- Matemático: Instruções Gerais: VESTIBULAR 2011 1ª Fase RACIOCÍNIO LÓGICO- MATEMÁTICO Hoje você deverá responder às questões de Artes Visuais e Literatura, História, Geografia e de Raciocínio Lógico- Matemático. Você

Leia mais

Gabarito da 17ª Olimpíada Estudantil Astra de Matemática 2012 2ª Fase

Gabarito da 17ª Olimpíada Estudantil Astra de Matemática 2012 2ª Fase 01) No alvo representado pela figura abaixo, uma certa pontuação é dada para a flecha que cai na região sombreada S e outra para a flecha que cai no círculo central R. Diana obteve 17 pontos, lançando

Leia mais

Instruções para a prova de Artes Visuais e Literatura:

Instruções para a prova de Artes Visuais e Literatura: VESTIBULAR 2011 1ª Fase ARTES VISUAIS E LITERATURA Instruções Gerais: Hoje você deverá responder às questões de Artes Visuais e Literatura, História, Geografia e de Raciocínio Lógico- Matemático. Você

Leia mais

MATEMÁTICA FINANCEIRA - FGV

MATEMÁTICA FINANCEIRA - FGV MATEMÁTICA FINANCEIRA - FGV 01. (FGV) O preço de venda de um artigo foi diminuído em 20%. Em que porcentagem devemos aumentar o preço diminuído para que com o aumento o novo preço coincida com o original?

Leia mais

Elementos de Análise Financeira Matemática Financeira e Inflação Profa. Patricia Maria Bortolon

Elementos de Análise Financeira Matemática Financeira e Inflação Profa. Patricia Maria Bortolon Elementos de Análise Financeira Matemática Financeira e Inflação O que é Inflação? Inflação É a elevação generalizada dos preços de uma economia O que é deflação? E a baixa predominante de preços de bens

Leia mais

Pindyck & Rubinfeld, Capítulo 15, Mercado de Capitais::REVISÃO

Pindyck & Rubinfeld, Capítulo 15, Mercado de Capitais::REVISÃO Pindyck & Rubinfeld, Capítulo 15, Mercado de Capitais::REVISÃO 1. Uma empresa utiliza tecidos e mão-de-obra na produção de camisas em uma fábrica que foi adquirida por $10 milhões. Quais de seus insumos

Leia mais

FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS CURSO DE DIREITO VESTIBULAR 2007 PROVA DE RACIOCÍNIO LÓGICO-MATEMÁTICO. 1 a. fase

FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS CURSO DE DIREITO VESTIBULAR 2007 PROVA DE RACIOCÍNIO LÓGICO-MATEMÁTICO. 1 a. fase FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS CURSO DE DIREITO VESTIBULAR 007 PROVA DE RACIOCÍNIO LÓGICO-MATEMÁTICO 1 a. fase Maria Raquel Miotto Morelatti Monica Fürkotter Novembro 006 1 Sumário 1.. Introdução 0 A natureza

Leia mais

Resposta: Resposta: KLAITON - 1ª SEMANA - EXT OLIMP WS - MAT 5

Resposta: Resposta: KLAITON - 1ª SEMANA - EXT OLIMP WS - MAT 5 KLAITON - 1ª SEMANA - EXT OLIMP WS - MAT 5 1. Com um automóvel que faz uma média de consumo de 12 km por litro, um motorista A gasta em uma viagem R$ 143,00 em combustível, abastecendo ao preço de R$ 2,60

Leia mais

CURSO ON-LINE PROFESSOR GUILHERME NEVES

CURSO ON-LINE PROFESSOR GUILHERME NEVES Olá pessoal! Neste ponto resolverei a prova de Matemática Financeira e Estatística para APOFP/SEFAZ-SP/FCC/2010 realizada no último final de semana. A prova foi enviada por um aluno e o tipo é 005. Os

Leia mais

O que os clientes não sabem é que o preço de qualquer peça, após o desconto, ainda é maior do que o preço original

O que os clientes não sabem é que o preço de qualquer peça, após o desconto, ainda é maior do que o preço original Atividade extra Exercício 1 Em uma loja de roupas, os preços foram remarcados com um aumento de 40%. O gerente percebeu a queda nas vendas após a remarcação e decidiu anunciar um desconto de 20% em todas

Leia mais

ATENÇÃO: Escreva a resolução COMPLETA de cada questão no espaço reservado para a mesma.

ATENÇÃO: Escreva a resolução COMPLETA de cada questão no espaço reservado para a mesma. 2ª Fase Matemática Introdução A prova de matemática da segunda fase é constituída de 12 questões, geralmente apresentadas em ordem crescente de dificuldade. As primeiras questões procuram avaliar habilidades

Leia mais

Gerenciamento de Projetos Técnicas e Ferramentas iniciais

Gerenciamento de Projetos Técnicas e Ferramentas iniciais Gerenciamento de Projetos Técnicas e Ferramentas iniciais Metodologia Aula Teórica Exemplos e Exercícios práticos Questões de concursos anteriores Metodologia e Bibliografia Fontes PMBOK, 2004. Project

Leia mais

Capítulo 15: Investimento, Tempo e Mercado de Capitais

Capítulo 15: Investimento, Tempo e Mercado de Capitais Pindyck & Rubinfeld, Capítulo 15, Mercado de Capitais :: EXERCÍCIOS 1. Suponha que a taxa de juro seja de 10%. Qual é o valor de um título com cupom que paga $80 por ano, durante cada um dos próximos 5

Leia mais

Matemática Financeira. Aula 03 Taxa Real de Juros

Matemática Financeira. Aula 03 Taxa Real de Juros Matemática Financeira Aula 03 Taxa Real de Juros Inflação É o fenômeno conhecido como o aumento persistente dos preços de bens e serviços Fatores: Escassez de produtos, déficit orçamentário, emissão descontrolada

Leia mais

3º Ano do Ensino Médio. Aula nº 02. Assunto: JUROS E PORCENTAGENS

3º Ano do Ensino Médio. Aula nº 02. Assunto: JUROS E PORCENTAGENS Nome: Ano: 3º Ano do E.M. Escola: Data: / / 3º Ano do Ensino Médio Aula nº 02 Assunto: JUROS E PORCENTAGENS 1) Porcentagem Definição: É uma fração que indica a participação de uma quantidade sobre um todo.

Leia mais

EXERCÍCIO: R: 12.000 / 12,00 = 1.000 quotas

EXERCÍCIO: R: 12.000 / 12,00 = 1.000 quotas 1- Um senhor resolveu investir num Fundo de investimento, informou-se sobre o valor da ação e entregou seu dinheiro sob responsabilidade da administração do fundo. Ele tinha R$ 12.000,00 e o valor da ação

Leia mais

Matemática. Aula: 02/10. Prof. Pedro. www.conquistadeconcurso.com.br. Visite o Portal dos Concursos Públicos WWW.CURSOAPROVACAO.COM.

Matemática. Aula: 02/10. Prof. Pedro. www.conquistadeconcurso.com.br. Visite o Portal dos Concursos Públicos WWW.CURSOAPROVACAO.COM. Matemática Aula: 02/10 Prof. Pedro UMA PARCERIA Visite o Portal dos Concursos Públicos WWW.CURSOAPROVACAO.COM.BR Visite a loja virtual www.conquistadeconcurso.com.br MATERIAL DIDÁTICO EXCLUSIVO PARA ALUNOS

Leia mais

A 'BC' e, com uma régua, obteve estas medidas:

A 'BC' e, com uma régua, obteve estas medidas: 1 Um estudante tinha de calcular a área do triângulo ABC, mas um pedaço da folha do caderno rasgou-se. Ele, então, traçou o segmento A 'C' paralelo a AC, a altura C' H do triângulo A 'BC' e, com uma régua,

Leia mais

Análise e Resolução da prova de Auditor Fiscal da Fazenda Estadual do Piauí Disciplina: Matemática Financeira Professor: Custódio Nascimento

Análise e Resolução da prova de Auditor Fiscal da Fazenda Estadual do Piauí Disciplina: Matemática Financeira Professor: Custódio Nascimento Análise e Resolução da prova de Auditor Fiscal da Fazenda Estadual do Piauí Disciplina: Professor: Custódio Nascimento 1- Análise da prova Neste artigo, faremos a análise das questões de cobradas na prova

Leia mais

MÓDULO IX PARABÉNS!!!!!!

MÓDULO IX PARABÉNS!!!!!! 1 MÓDULO IX PARABÉNS!!!!!! VOCÊ É UM ALUNO VIRTUAL DE SUCESSO... VOCÊ CHEGOU COM BRILHANTISMO ATÉ AQUI E AGORA É SÓ COLHER OS RESULTADOS... BOA SORTE E SUCESSO EM SUA VIDA... PROFª FABIANA (www.somaticaeducar.com.br)

Leia mais

Cotação e tempo esperado de resolução: Grupo 1 Questões de resposta múltipla e verdadeiro ou falso

Cotação e tempo esperado de resolução: Grupo 1 Questões de resposta múltipla e verdadeiro ou falso FACULDADE DE ECONOMIA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA Exame de 2.ª época de Contabilidade Financeira 2.º semestre 2009/10 Data: 18 de Junho de 2010 Início: 14:30 Duração: 2h00m Cotação e tempo esperado de

Leia mais

ATIVIDADES DE MATEMÁTICA 8ª A/B

ATIVIDADES DE MATEMÁTICA 8ª A/B ATIVIDADES DE MATEMÁTICA 8ª A/B 1. Se toda a espécie humana atual fosse formada por apenas 100 famílias, 7 dessas famílias estariam consumindo 80% de toda a energia gerada no planeta. a) Quanto por cento,

Leia mais

Matemática. Aula: 04/10. Prof. Pedro Souza. www.conquistadeconcurso.com.br. Visite o Portal dos Concursos Públicos WWW.CURSOAPROVACAO.COM.

Matemática. Aula: 04/10. Prof. Pedro Souza. www.conquistadeconcurso.com.br. Visite o Portal dos Concursos Públicos WWW.CURSOAPROVACAO.COM. Matemática Aula: 04/10 Prof. Pedro Souza UMA PARCERIA Visite o Portal dos Concursos Públicos WWW.CURSOAPROVACAO.COM.BR Visite a loja virtual www.conquistadeconcurso.com.br MATERIAL DIDÁTICO EXCLUSIVO PARA

Leia mais

GESTÃO FINANCEIRA. Prof. Local. Flavio Nicastro. flavio.nicastro@attatecnologia.com.br. 06-11-2013 aula revisão 1

GESTÃO FINANCEIRA. Prof. Local. Flavio Nicastro. flavio.nicastro@attatecnologia.com.br. 06-11-2013 aula revisão 1 GESTÃO FINANCEIRA Prof. Local Flavio Nicastro flavio.nicastro@attatecnologia.com.br 06-11-2013 aula revisão 1 Representação de Ativos 1) Um projeto produz um fluxo de caixa líquido depois de descontados

Leia mais

GABARITO DOS EXERCÍCIOS EXERCÍCIOS PROPOSTOS (Fator de Acumulação de Capital Pagamento Simples)

GABARITO DOS EXERCÍCIOS EXERCÍCIOS PROPOSTOS (Fator de Acumulação de Capital Pagamento Simples) Bertolo MATEMÁTICA FINANCEIRA Gab_fin2 1 GABARITO DOS EXERCÍCIOS EXERCÍCIOS PROPOSTOS (Fator de Acumulação de Capital Pagamento Simples) 1. Uma pessoa toma R$ 30.000,00 emprestados, a juros de 3% ao mês,

Leia mais

Exercícios de Matemática para Concurso Público. Equação do primeiro grau Equação do segundo grau Sistema de equação do primeiro grau

Exercícios de Matemática para Concurso Público. Equação do primeiro grau Equação do segundo grau Sistema de equação do primeiro grau Exercícios de Matemática para Concurso Público Equação do primeiro grau Equação do segundo grau Sistema de equação do primeiro grau. (G - utfpr 05) A soma de dois números é 64, se um é o triplo do outro

Leia mais

17ª OLIMPÍADA - 2012 1ª fase

17ª OLIMPÍADA - 2012 1ª fase 17ª OLIMPÍADA - 2012 1ª fase 01) Se hoje Rafael tem 20 anos e Patrícia tem 18 anos, então ela terá 92% da idade dele daqui a quantos anos? a) ( ) 6 b) ( ) 5 c) ( ) 4 d) ( ) 3 e) ( ) 2 02) Um terreno retangular,

Leia mais

www.concurseiro10.com.br

www.concurseiro10.com.br 1) Um capital de R$ 18.000,00, aplicados a 6% ao ano, durante 8 anos, qual o juros produzido? a) 7.640,00 b) 6.460,00 c) 8.640,00 d) 9.000,00 2) Um investidor aplicou R$10.000,00, à taxa de 13% ao mês

Leia mais

Módulo de Juros e Porcentagem. Juros Simples e Compostos. Sétimo Ano

Módulo de Juros e Porcentagem. Juros Simples e Compostos. Sétimo Ano Módulo de Juros e Porcentagem Juros Simples e Compostos Sétimo Ano Juros Simples e Compostos 1 Eercícios Introdutórios Eercício 1. Um investidor quer aplicar a quantia de R$ 800, 00 por 3 meses, a uma

Leia mais

Viabilidade Financeira: Calculo da TIR e VPL

Viabilidade Financeira: Calculo da TIR e VPL Terceiro Módulo: Parte 4 Viabilidade Financeira: Calculo da TIR e VPL AN V 3.0 [54] Rildo F Santos (@rildosan) rildo.santos@etecnologia.com.br www.etecnologia.com.br http://etecnologia.ning.com 1 Viabilidade

Leia mais

2 - Um capital de R$ 2.000,00 é aplicado a juros composto durante 4 anos a taxa de 2% a.a. Qual o montante e qual os juros totais auferidos?

2 - Um capital de R$ 2.000,00 é aplicado a juros composto durante 4 anos a taxa de 2% a.a. Qual o montante e qual os juros totais auferidos? LISTA 02 MATEMÁTICA FINANCEIRA Professor Joselias TAXAS EQUIVALENTES A JUROS COMPOSTOS, TAXA NOMINAL, TAXA EFETIVA, DESCONTO RACIONAL SIMPLES E COMPOSTO, DESCONTO COMERCIAL SIMPLES E COMPOSTO. DESCONTO

Leia mais

abaixo, onde a é o dividendo, d é o divisor, q é o quociente e r é o resto.

abaixo, onde a é o dividendo, d é o divisor, q é o quociente e r é o resto. Conjuntos numéricos 1) Naturais N = {0,1,2,3, } 2) Inteiros Z = { -3, -2, -1, 0, 1, 2, } Z + {1, 2, 3, } a) Divisão inteira Na divisão inteira de um número a por d, obtém se quociente q e resto r, segundo

Leia mais

Jornal da Globo destaca as Cooperativas financeiras como alternativa para fugir dos juros altos

Jornal da Globo destaca as Cooperativas financeiras como alternativa para fugir dos juros altos cogem news Desde 1974, estimulando a poupança e ajudando a realizar sonhos! Junho de 2015 Jornal da Globo destaca as Cooperativas financeiras como alternativa para fugir dos juros altos Veja o que fazer

Leia mais

TÉCNICO EM CONTABILIDADE MATEMÁTICA FINANCEIRA MÓDULO 1 ETEP TÉCNICO EM CONTABILIDADE MÓDULO 1 MATEMÁTICA FINANCEIRA 2012

TÉCNICO EM CONTABILIDADE MATEMÁTICA FINANCEIRA MÓDULO 1 ETEP TÉCNICO EM CONTABILIDADE MÓDULO 1 MATEMÁTICA FINANCEIRA 2012 2012-1 TÉCNICO EM CONTABILIDADE MÓDULO 1 MATEMÁTICA FINANCEIRA 1 Explicando o funcionamento da disciplina e a avaliação. Serão 2 aulas semanais onde os conteúdos serão abordados, explicados e exercitados.

Leia mais

CPV O Cursinho que Mais Aprova na GV

CPV O Cursinho que Mais Aprova na GV CPV O Cursinho que Mais Aprova na GV FGV ADM 31/maio/015 Prova A MATEMÁTICA 01. Fabiana recebeu um empréstimo de R$ 15 000,00 a juros compostos à taxa de 1% ao ano. Um ano depois, pagou uma parcela de

Leia mais

A 'BC' e, com uma régua, obteve estas medidas: = h = 3,6. Portanto a área do triângulo ABC vale = 7,56cm

A 'BC' e, com uma régua, obteve estas medidas: = h = 3,6. Portanto a área do triângulo ABC vale = 7,56cm 1 Um estudante tinha de calcular a área do triângulo C, mas um pedaço da folha do caderno rasgou-se. Ele, então, traçou o segmento 'C' paralelo a C, a altura C' H do triângulo 'C' e, com uma régua, obteve

Leia mais

Neste método o cálculo é efetuado de maneira exponencial, ou seja, juros são computados sobre os juros anteriormente calculados.

Neste método o cálculo é efetuado de maneira exponencial, ou seja, juros são computados sobre os juros anteriormente calculados. Microsoft Excel Aula 4 Objetivos Trabalhar no Excel com cálculos de juros simples e compostos Trabalhar com as funções financeiras VF e PGTO do Excel Trabalhar com a ferramenta Atingir Meta Apresentar

Leia mais

Resumo Aula-tema 03: O valor do dinheiro no tempo

Resumo Aula-tema 03: O valor do dinheiro no tempo Resumo Aula-tema 03: O valor do dinheiro no tempo Por que o valor do dinheiro muda com o passar do tempo? Toda análise financeira leva em consideração um de seus principais paradigmas: o dinheiro perde

Leia mais

Matemática. Resolução das atividades complementares. M9 Noções de Matemática Financeira

Matemática. Resolução das atividades complementares. M9 Noções de Matemática Financeira Resolução das atividades complementares Matemática M9 Noções de Matemática Financeira p. 9 1 (Cesesp-PE) Suponha que uma classe constituída de rapazes e moças tenha 0 alunos, dos quais 6 são moças. Assinale

Leia mais

Matemática Financeira

Matemática Financeira Aula 02 Matemática Financeira Prof. Ms. João Domiraci Paccez Aula 02 Conversão das taxas de juros 1. Conversão da taxa de juros 2. Equivalência das taxas de juros na capitalização simples e na composta

Leia mais

Simulado OBM Nível 2

Simulado OBM Nível 2 Simulado OBM Nível 2 Gabarito Comentado Questão 1. Quantos são os números inteiros x que satisfazem à inequação? a) 13 b) 26 c) 38 d) 39 e) 40 Entre 9 e 49 temos 39 números inteiros. Questão 2. Hoje é

Leia mais

CPV O cursinho que mais aprova na GV

CPV O cursinho que mais aprova na GV O cursinho que mais aprova na GV FGV ADM Objetiva 06/junho/010 MATemática 01. O monitor de um notebook tem formato retangular com a diagonal medindo d. Um lado do retângulo mede 3 do outro. 4 A área do

Leia mais

Componente Curricular: Matemática Financeira Professor: Jarbas Thaunahy

Componente Curricular: Matemática Financeira Professor: Jarbas Thaunahy Componente Curricular: Matemática Financeira Professor: Jarbas Thaunahy 1. (MDIC 2002 ESAF) Um contrato prevê que aplicações iguais sejam feitas mensalmente em uma conta durante doze meses com o objetivo

Leia mais

Conceitos de: juro, capital, taxa de juros, montante e capitalização simples

Conceitos de: juro, capital, taxa de juros, montante e capitalização simples UFS FM DEPARTAMENTO DE MATEMÁTIA MTM 5151 MATEMÁTIA FINAEIRA I PROF. FERNANDO GUERRA. UNIDADE 1 JUROS SIMPLES onceitos de: juro, capital, taxa de juros, montante e capitalização simples Juro j É uma compensação

Leia mais

Matemática. Atividades. complementares. ENSINO FUNDAMENTAL 7- º ano. Este material é um complemento da obra Matemática 7. uso escolar. Venda proibida.

Matemática. Atividades. complementares. ENSINO FUNDAMENTAL 7- º ano. Este material é um complemento da obra Matemática 7. uso escolar. Venda proibida. 7 ENSINO FUNDAMENTAL 7- º ano Matemática Atividades complementares Este material é um complemento da obra Matemática 7 Para Viver Juntos. Reprodução permitida somente para uso escolar. Venda proibida.

Leia mais

PESQUISA DE JUROS ANEFAC ref a Novembro/2013 Após seis elevações no ano, taxas de juros das operações de crédito ficam estáveis

PESQUISA DE JUROS ANEFAC ref a Novembro/2013 Após seis elevações no ano, taxas de juros das operações de crédito ficam estáveis PESQUISA DE JUROS ANEFAC ref a Novembro/201 Após seis elevações no ano, taxas de juros das operações de crédito ficam estáveis Com 4,27 no mes, Minas Gerais e Paraná registraram as maiores taxas de juros

Leia mais

MERCADO À VISTA. As ações, ordinárias ou preferenciais, são sempre nominativas, originando-se do fato a notação ON ou PN depois do nome da empresa.

MERCADO À VISTA. As ações, ordinárias ou preferenciais, são sempre nominativas, originando-se do fato a notação ON ou PN depois do nome da empresa. MERCADO À VISTA OPERAÇÃO À VISTA É a compra ou venda de uma determinada quantidade de ações. Quando há a realização do negócio, o comprador realiza o pagamento e o vendedor entrega as ações objeto da transação,

Leia mais

Matemática Financeira II

Matemática Financeira II Módulo 3 Matemática Financeira II Para início de conversa... Notícias como essas são encontradas em jornais com bastante frequência atualmente. Essas situações de aumentos e outras como financiamentos

Leia mais

Oficina Porcentagem e Juros

Oficina Porcentagem e Juros Oficina Porcentagem e Juros Esta oficina está dividida em duas partes. A primeira consiste em uma revisão do conceito de porcentagem. Na segunda parte, os alunos deverão aplicar os conceitos vistos na

Leia mais

Vestibular 2007 1ª Fase RACIOCÍNIO LÓGICO-MATEMÁTICO

Vestibular 2007 1ª Fase RACIOCÍNIO LÓGICO-MATEMÁTICO Vestibular 2007 1ª Fase RACIOCÍNIO LÓGICO-MATEMÁTICO Instruções Gerais: No dia de hoje (15/11), você deverá responder as questões de Geografia, História, Artes Visuais e Literatura e Raciocínio Lógico-Matemático.

Leia mais

Análise e Resolução da prova de Analista do Tesouro Estadual SEFAZ/PI Disciplinas: Matemática Financeira e Raciocínio Lógico Professor: Custódio

Análise e Resolução da prova de Analista do Tesouro Estadual SEFAZ/PI Disciplinas: Matemática Financeira e Raciocínio Lógico Professor: Custódio Análise e Resolução da prova de Analista do Tesouro Estadual SEFAZ/PI Disciplinas: Matemática Financeira e Raciocínio Lógico Professor: Custódio Nascimento Análise e Resolução da prova de ATE SEFAZ/PI

Leia mais

CURSO TÉCNICO MPU Disciplina: Matemática Tema: Matemática básica: potenciação Prof.: Valdeci Lima Data: Novembro/Dezembro de 2006 POTENCIAÇÃO.

CURSO TÉCNICO MPU Disciplina: Matemática Tema: Matemática básica: potenciação Prof.: Valdeci Lima Data: Novembro/Dezembro de 2006 POTENCIAÇÃO. Data: Novembro/Dezembro de 006 POTENCIAÇÃO A n A x A x A... x A n vezes A Base Ex.: 5.... n Expoente Observação: Em uma potência, a base será multiplicada por ela mesma quantas vezes o expoente determinar.

Leia mais

Sistema de Numeração e Aritmética Básica

Sistema de Numeração e Aritmética Básica 1 Sistema de Numeração e Aritmética Básica O Sistema de Numeração Decimal possui duas características importantes: ele possui base 10 e é um sistema posicional. Na base 10, dispomos de 10 algarismos para

Leia mais

Aula 7 - Cálculo do retorno econômico

Aula 7 - Cálculo do retorno econômico Aula 7 - Cálculo do retorno econômico Cálculo do retorno econômico Para comparar os custos e os benefícios de um projeto social, precisa-se analisá-los em valores monetários de um mesmo momento do tempo.

Leia mais

Viabilidade Ec E onômic onômic Aquecimen to Solar

Viabilidade Ec E onômic onômic Aquecimen to Solar Viabilidade Econômica Aquecimento Solar Sistema Aquecimento Solar - SAS Breve Histórico no Brasil A história do aquecedor solar no Brasil é recente. O primeiro aquecedor solar apareceu no Brasil na década

Leia mais

RESOLUÇÃO DA PROVA DE MATEMÁTICA VESTIBULAR UFMG_ ANO 2007 RESOLUÇÃO: PROFA. MARIA ANTÔNIA GOUVEIA.

RESOLUÇÃO DA PROVA DE MATEMÁTICA VESTIBULAR UFMG_ ANO 2007 RESOLUÇÃO: PROFA. MARIA ANTÔNIA GOUVEIA. UFMG 2007 RESOLUÇÃO DA PROVA DE MATEMÁTICA VESTIBULAR UFMG_ ANO 2007 PROFA. MARIA ANTÔNIA GOUVEIA. QUESTÃO 0 Francisco resolveu comprar um pacote de viagem que custava R$ 4 200,00, já incluídos R$ 20,00

Leia mais

COMO INVESTIR PARA GANHAR DINHEIRO

COMO INVESTIR PARA GANHAR DINHEIRO COMO INVESTIR PARA GANHAR DINHEIRO Por que ler este livro? Você já escutou histórias de pessoas que ganharam muito dinheiro investindo, seja em imóveis ou na Bolsa de Valores? Após ter escutado todas essas

Leia mais

PROVA DO BANCO DO BRASIL - 2010 - MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO RESOLVIDA E COMENTADA Professor Joselias joselias@uol.com.

PROVA DO BANCO DO BRASIL - 2010 - MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO RESOLVIDA E COMENTADA Professor Joselias joselias@uol.com. Professor Joselias Abril de2010 MATEMÁTICA 11- Um investidor aplicou certa quantia em um fundo de ações. Nesse fundo, das ações eram da empresa A, eram da empresa B e as restantes, da empresa C. Em um

Leia mais

Você sabe a regra de três?

Você sabe a regra de três? Universidade Estadual de Maringá - Departamento de Matemática Cálculo Diferencial e Integral: um KIT de Sobrevivência c Publicação Eletrônica do KIT http://www.dma.uem.br/kit Você sabe a regra de três?

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRO GRAU Seção Judiciária do Rio Grande do Norte Rua Dr. Lauro Pinto, nº 245, Lagoa Nova, Natal/RN

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRO GRAU Seção Judiciária do Rio Grande do Norte Rua Dr. Lauro Pinto, nº 245, Lagoa Nova, Natal/RN PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA FEDERAL DE PRIMEIRO GRAU Seção Judiciária do Rio Grande do Norte Rua Dr. Lauro Pinto, nº 245, Lagoa Nova, Natal/RN PROCESSO SELETIVO PARA ESTÁGIO REMUNERADO EM CIÊNCIAS

Leia mais

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 PESQUISA DE JUROS - MAIO As taxas de juros das operações de crédito ficaram estáveis em maio/2013. Vale destacar que em maio o Banco Central voltou a elevar

Leia mais

Atividade 1.- A água (Maria Manuel da Silva Nascimento e

Atividade 1.- A água (Maria Manuel da Silva Nascimento e Atividade 1.- A água (Maria Manuel da Silva Nascimento e aluna Patricia) Adaptação da SEQUÊNCIA DIDÁCTCA 2 do livro "Tratamento da Informação para o Ensino Fundamental e Médio" de Irene Mauricio Cazorla

Leia mais

mat fin 2008/6/27 13:15 page 53 #50

mat fin 2008/6/27 13:15 page 53 #50 mat fin 2008/6/27 13:15 page 53 #50 Aula 4 DESCONTO NA CAPITALIZAÇ ÃO SIMPLES O b j e t i v o s Ao final desta aula, você será capaz de: 1 entender o conceito de desconto; 2 entender os conceitos de valor

Leia mais

PROCESSO DE SELEÇÃO DE CURSOS TÉCNICOS APRENDIZAGEM RESOLUÇÃO DA PROVA DE MATEMÁTICA

PROCESSO DE SELEÇÃO DE CURSOS TÉCNICOS APRENDIZAGEM RESOLUÇÃO DA PROVA DE MATEMÁTICA RESOLUÇÃO DA PROVA DE MATEMÁTICA 0) O tanque de combustível do carro de João tem capacidade de 40 litros. Sabemos que o consumo do carro é de litro para cada 0 quilômetros rodados, se João dirigir a uma

Leia mais

12- Gustavo comprou uma passagem aérea por R$ 1 600,00. No dia seguinte, o preço da passagem sofreu acréscimo de 22,5%.

12- Gustavo comprou uma passagem aérea por R$ 1 600,00. No dia seguinte, o preço da passagem sofreu acréscimo de 22,5%. PROFESSOR: EQUIPE DE MATEMÁTICA BANCO DE QUESTÕES ÁLGEBRA 7º ANO ENSINO FUNDAMENTAL =========================================================================================== 0- Calcule a razão entre:

Leia mais

1. (TTN ESAF) Um capital de R$ 14.400,00, aplicado a 22% ao ano, rendeu R$ 880,00 de juros. Durante quanto tempo esteve empregado?

1. (TTN ESAF) Um capital de R$ 14.400,00, aplicado a 22% ao ano, rendeu R$ 880,00 de juros. Durante quanto tempo esteve empregado? 1. (TTN ESAF) Um capital de R$ 14.400,00, aplicado a 22% ao ano, rendeu R$ 880,00 de juros. Durante quanto tempo esteve empregado? a) 3 meses e 3 dias b) 3 meses e 8 dias c) 2 meses e 23 dias d) 3 meses

Leia mais

PESQUISA DE JUROS. As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser elevadas em dezembro/2013 sendo esta a sétima elevação do ano.

PESQUISA DE JUROS. As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser elevadas em dezembro/2013 sendo esta a sétima elevação do ano. PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser elevadas em dezembro/2013 sendo esta a sétima elevação do ano. Esta elevação é reflexo da elevação da Taxa Básica de Juros (Selic)

Leia mais

Matemática Financeira

Matemática Financeira 1 Matemática Financeira Evanivaldo Castro Silva Júnior 21/05/2013 2 Matemática Financeira 1. Séries de Pagamento i. Séries Uniformes (Modelo PRICE) ii. Séries Não-Uniformes (Modelo SAC Sistema de Amortizações

Leia mais

Aula 3 Grandezas Diretamente e Inversamente Proporcionais. Regra de

Aula 3 Grandezas Diretamente e Inversamente Proporcionais. Regra de 1 Matemática Instrumental 2008.1 Aula 3 Grandezas Diretamente e Inversamente Proporcionais. Regra de Três. Objetivos: Conceituar grandezas diretamente e inversamente proporcionais. Aplicar os conceitos

Leia mais

COLÉGIO MILITAR DE BELO HORIZONTE CONCURSO DE ADMISSÃO 2006 / 2007 PROVA DE MATEMÁTICA 5ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL

COLÉGIO MILITAR DE BELO HORIZONTE CONCURSO DE ADMISSÃO 2006 / 2007 PROVA DE MATEMÁTICA 5ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL COLÉGIO MILITAR DE BELO HORIZONTE CONCURSO DE ADMISSÃO 006 / 00 PROVA DE MATEMÁTICA ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL CONFERÊNCIA: Chefe da Subcomissão de Matemática Chefe da COC Dir Ens CPOR / CMBH 006 PÁGINA:

Leia mais

Módulo 6 Porcentagem

Módulo 6 Porcentagem Professor: Rômulo Garcia machadogarcia@gmail.com Conteúdo Programático: Razões e proporções, divisão proporcional, regras de três simples e compostas, porcentagens Site: matematicaconcursos.blogspot.com

Leia mais

Podemos representar em fluxo de caixa através do seguinte diagrama: (+) (+) (+) (+) 0 1 2 3 4 5... n tempo

Podemos representar em fluxo de caixa através do seguinte diagrama: (+) (+) (+) (+) 0 1 2 3 4 5... n tempo FLUXO DE CAIXA O estudo da matemática financeira é desenvolvido, basicamente, através do seguinte raciocínio: ao longo do tempo existem entradas de dinheiro (receitas) e saídas de dinheiro (desembolsos)

Leia mais

Cálculo da Rentabilidade dos Títulos Públicos ofertados no Tesouro Direto

Cálculo da Rentabilidade dos Títulos Públicos ofertados no Tesouro Direto Cálculo da Rentabilidade dos Títulos Públicos ofertados no Tesouro Direto LTN Letra do Tesouro Nacional A LTN é um título prefixado, o que significa que sua rentabilidade é definida no momento da compra.

Leia mais

RELATÓRIO DE RELAÇÕES COM INVESTIDORES RESULTADOS 1T10 156.512.000,00

RELATÓRIO DE RELAÇÕES COM INVESTIDORES RESULTADOS 1T10 156.512.000,00 RELATÓRIO DE RELAÇÕES COM INVESTIDORES RESULTADOS 156.512.000,00 Resultados do RESULTADOS São Paulo, 14 de maio de 2010 A BRADESPAR [BM&FBOVESPA: BRAP3 (ON), BRAP4 (PN); LATIBEX: XBRPO (ON), XBRPP (PN)]

Leia mais

ENEM 2012 MATEMÁTICA PROVA AMARELA

ENEM 2012 MATEMÁTICA PROVA AMARELA ENEM 01 MATEMÁTICA PROVA AMARELA Questão 16 (Alternativa A) Cada resposta possível para o jogo deve conter um objeto, um personagem e um cômodo. Para cada um desses itens, temos 5, 6 e 9 possibilidades,

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS»CONTABILIDADE «

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS»CONTABILIDADE « CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS»CONTABILIDADE «21. A respeito das funções da Contabilidade, tem-se a administrativa e a econômica. Qual das alternativas abaixo apresenta uma função econômica? a) Evitar erros

Leia mais

MATEMÁTICA FINANCEIRA

MATEMÁTICA FINANCEIRA Professor Manuel MATEMÁTICA FINANCEIRA 01. (UNEB-2008) O proprietário de um imóvel contratou uma imobiliária para vendê-lo, pagando-lhe 5% do valor obtido na transação. Se a imobiliária recebeu R$ 5.600,00,

Leia mais

Jogos Olímpicos de Verão - Londres 2012

Jogos Olímpicos de Verão - Londres 2012 Mestrado Integrado em Engenharia Eletrotécnica e de Computadores Investigação Operacional 2011.10.19 1 o Mini-teste Prova com consulta Duração: 1h30min Jogos Olímpicos de Verão - Londres 2012 Os Jogos

Leia mais

Matemática. Apostila. Prof. Pedro. www.conquistadeconcurso.com.br. Visite o Portal dos Concursos Públicos WWW.CURSOAPROVACAO.COM.

Matemática. Apostila. Prof. Pedro. www.conquistadeconcurso.com.br. Visite o Portal dos Concursos Públicos WWW.CURSOAPROVACAO.COM. Matemática Apostila Prof. Pedro UMA PARCERIA Visite o Portal dos Concursos Públicos WWW.CURSOAPROVACAO.COM.BR Visite a loja virtual www.conquistadeconcurso.com.br MATERIAL DIDÁTICO EXCLUSIVO PARA ALUNOS

Leia mais

MATEMÁTICA FINANCEIRA AULA 02. Prof. Mário Leitão

MATEMÁTICA FINANCEIRA AULA 02. Prof. Mário Leitão MATEMÁTICA FINANCEIRA AULA 02 Prof. Mário Leitão Conceitos. A matemática financeira é um ramo da matemática que estuda as variações do dinheiro ao longo de tempo. Dinheiro e tempo... Se seu amigo lhe pedisse

Leia mais

1. Os jogadores registram o número 1 em suas folhas e decidem quem começa. 7. O jogo acaba quando um dos jogadores alcançar a posição CHEGADA.

1. Os jogadores registram o número 1 em suas folhas e decidem quem começa. 7. O jogo acaba quando um dos jogadores alcançar a posição CHEGADA. ANAIS DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DO CURSO DE MESTRADO PROFISSIONAL EM MATEMÁTICA - PROFMAT - UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI - UFSJ ANEXOS AO ARTIGO FUNÇÕES DO 1 o GRAU: UMA PROPOSTA DIDÁTICA

Leia mais

MATEMÁTICA FINANCEIRA COM O USO DA CALCULADORA HP 12.C CADERNO DE EXERCÍCIOS

MATEMÁTICA FINANCEIRA COM O USO DA CALCULADORA HP 12.C CADERNO DE EXERCÍCIOS MATEMÁTICA FINANCEIRA COM O USO DA CALCULADORA HP 12.C CADERNO DE EXERCÍCIOS Parte integrante do curso Conhecendo a Calculadora HP 12C Prof. Geraldo Peretti. Página 1 Cálculos aritméticos simples. A) (3

Leia mais

0,25 120 1,2 100 2,3 100

0,25 120 1,2 100 2,3 100 Tema de vida: O mundo em mudança somos consumidores Nome do Formando: Data: / / A percentagem é um dos conceitos matemáticos mais utilizado no dia-a-dia. Por exemplo, quando lemos jornais, ouvimos a rádio,

Leia mais

Denominando o preço das caixas tipo 2B de C e as caixas flex por F, pode-se escrever um sistema:

Denominando o preço das caixas tipo 2B de C e as caixas flex por F, pode-se escrever um sistema: 1. Considere que, em uma empresa, 50% dos empregados possuam nível médio de escolaridade e 5%, nível superior. Guardadas essas proporções, se 80 empregados dessa empresa possuem nível médio de escolaridade,

Leia mais

DO PLANO DE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA

DO PLANO DE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA GUIA PARA A ESCOLHA DO PERFIL DE INVESTIMENTO DO PLANO DE CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA Caro Participante: Preparamos para você um guia contendo conceitos básicos sobre investimentos, feito para ajudá-lo a escolher

Leia mais

ORIENTAÇÕES BÁSICAS PARA COMPRA DE TÍTULOS NO TESOURO DIRETO

ORIENTAÇÕES BÁSICAS PARA COMPRA DE TÍTULOS NO TESOURO DIRETO ORIENTAÇÕES BÁSICAS PARA COMPRA DE TÍTULOS NO TESOURO DIRETO Um título público consiste, de maneira simplificada, um empréstimo ao governo federal, ou seja, o governo fica com uma dívida com o comprador

Leia mais

Conseguimos te ajudar?

Conseguimos te ajudar? Controlar suas finanças deve ser um hábito. Não com o objetivo de restringir seus sonhos de consumo, mas sim de convidá-lo a planejar melhor a realização da cada um deles, gastando o seu dinheiro de maneira

Leia mais

UNIOESTE -Universidade Estadual do Oeste do Paraná 2º PSS - PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO NÍVEL SUPERIOR

UNIOESTE -Universidade Estadual do Oeste do Paraná 2º PSS - PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO NÍVEL SUPERIOR UNIOESTE -Universidade Estadual do Oeste do Paraná 2º PSS - PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO NÍVEL SUPERIOR Candidato: inscrição - nome do candidato Opção: código - nome / turno - cidade Local de Prova:

Leia mais

CADERNO DE EXERCÍCIOS ALGORITMOS

CADERNO DE EXERCÍCIOS ALGORITMOS C. EXERCÍCIOS ESTRUTURA SE...ENTAO 31. Faça um algoritmo que leia dois números A e B e imprima o maior deles. 32. Faça um algoritmo que leia um número N e imprima F1, F2 ou F3, conforme a condição: F1,

Leia mais

Exercícios de Gestão de Inventários

Exercícios de Gestão de Inventários Investigação Operacional Exercícios de Gestão de Inventários Exercícios de Gestão de Inventários Exercício 1 Uma empresa deve comprar 400 unidades de um artigo, por ano. Esta procura é conhecida e fixa.

Leia mais

UFRN 2013 Matemática Álgebra 3º ano Prof. Afonso

UFRN 2013 Matemática Álgebra 3º ano Prof. Afonso UFRN 203 Matemática Álgebra 3º ano Prof. Afonso 3 2. (Ufrn 203) Considere a função polinomial f ( x) = x 3x x + 3. a) Calcule os valores de f ( ), f ( ) e f ( 3 ). b) Fatore a função dada. c) Determine

Leia mais

EXERCÍCIOS DIVERSOS TRABALHO 1

EXERCÍCIOS DIVERSOS TRABALHO 1 EXERCÍCIOS DIVERSOS TRABALHO 1 01. O gerente de uma loja de presentes está fazendo o fechamento das vendas de brinquedos no período de véspera de natal. No dia 06/11/2006 foram vendidos 14 brinquedos a

Leia mais

Aula 04 Matemática Financeira. Equivalência de Capitais a Juros Compostos

Aula 04 Matemática Financeira. Equivalência de Capitais a Juros Compostos Aula 04 Matemática Financeira Equivalência de Capitais a Juros Compostos Introdução O conceito de equivalência permite transformar formas de pagamentos (ou recebimentos) em outras equivalentes e, consequentemente,

Leia mais

PROJETO FORÇA PARA O RIO GRANDE DO SUL

PROJETO FORÇA PARA O RIO GRANDE DO SUL PROJETO FORÇA PARA O RIO GRANDE DO SUL PROJETO FORÇA PARA O RIO GRANDE DO SUL, EMENDA AO PROJETO 1. RENÚNCIA FISCAL: Verificar quais são as empresas que possuem o benefício, fazer levantamento, ex. GM,

Leia mais

PROVA BANCO DO BRASIL MAIO DE 2013 (FCC) TIPO 001

PROVA BANCO DO BRASIL MAIO DE 2013 (FCC) TIPO 001 PROVA BANCO DO BRASIL MAIO DE 2013 (FCC) TIPO 001 16. Após a finalização de um concurso de conhecimentos gerais, os dados foram organizados e apresentados em um infográfico, conforme abaixo. Sabe-se que,

Leia mais

A função do primeiro grau

A função do primeiro grau Módulo 1 Unidade 9 A função do primeiro grau Para início de conversa... Já abordamos anteriormente o conceito de função. Mas, a fim de facilitar e aprofundar o seu entendimento, vamos estudar algumas funções

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA MATEMÁTICA FINANCEIRA MAT 191 PROFESSORES: ENALDO VERGASTA, GLÓRIA MÁRCIA, JODÁLIA ARLEGO

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA MATEMÁTICA FINANCEIRA MAT 191 PROFESSORES: ENALDO VERGASTA, GLÓRIA MÁRCIA, JODÁLIA ARLEGO UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA MATEMÁTICA FINANCEIRA MAT 191 PROFESSORES: ENALDO VERGASTA, GLÓRIA MÁRCIA, JODÁLIA ARLEGO LISTA 2 1) Um título, com valor de face igual a $1.000,00,

Leia mais

Questão 1. Questão 3. Questão 2. Questão 4. alternativa C. ver comentário. alternativa D

Questão 1. Questão 3. Questão 2. Questão 4. alternativa C. ver comentário. alternativa D Questão Considere a seqüência abaixo, conhecida como seqüência de Fibonacci Ela é definida de tal forma que cada termo, a partir do terceiro, é obtido pela soma dos dois imediatamente teriores a i :,,,

Leia mais

Cilindro. www.nsaulasparticulares.com.br Página 1 de 13

Cilindro. www.nsaulasparticulares.com.br Página 1 de 13 Cilindro 1. (Ueg 01) Uma coluna de sustentação de determinada ponte é um cilindro circular reto. Sabendo-se que na maquete que representa essa ponte, construída na escala 1:100, a base da coluna possui

Leia mais