MEC LABORATÓRIO DE REFRIGERAÇÃO E AR CONDICIONADO SISTEMAS DE REFRIGERAÇÃO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MEC LABORATÓRIO DE REFRIGERAÇÃO E AR CONDICIONADO SISTEMAS DE REFRIGERAÇÃO"

Transcrição

1 1 SISTEMAS DE REFRIGERAÇÃO

2 2 OBJETIVO 1 DEFINIR REFRIGERAÇÃO MECÂNICA E EXPLICAR SUA IMPORTÂNCIA

3 3 1.1 Refrigeração Mecânica Processo de resfriamento artificial que utiliza dispositivos mecânicos para transferir energia térmica de um local (espaço refrigerado) para outro (ar ambiente ou água de refrigeração).

4 5 1.3 Princípio Usa um fluido de trabalho (refrigerante) que absorve energia térmica do espaço refrigerado e transfere essa energia para outro área onde o aumento de temperatura não é importante.

5 6 O processo não é natural, gasta-se trabalho para comprimir o fluido de trabalho (aumenta a temperatura e transfere calor) para posterior expansão (diminui a temperatura e recebe calor).

6 8 OBJETIVO 2 DESCREVER O FUNCIONAMENTO BÁSICO DE UM SISTEMA MECÂNICO DE REFRIGERAÇÃO

7 Componentes e Operação.

8 14 OBJETIVO 4 REGRAS DE SEGURANÇA NOS TRABALHOS COM SISTEMAS DE REFRIGERAÇÃO

9 Observe os componentes muito quentes.

10 Observe os componentes muito frios.

11 Não toque no refrigerante que está vazando. 4.4 Não inale o refrigerante.

12 18 ATIVIDADE 1 IDENTIFICAÇÃO DOS COMPONENTES DE UM SISTEMA MECÂNICO DE REFRIGERAÇÃO Examinar a bancada de treinamento em sistemas térmicos T7082 e identificar os seus componentes.

13 19

14 20 1. Localize a Bancada de Treinamento. 2. Encontre a unidade de Controle Eletrônico de Temperatura é um termostato. 3. Localize o Compressor Hermético hermético porque o motor e o compressor ficam enclausurados, impedindo que o refrigerante vaze. 4. Localize o Condensador note os tubos transparentes que permitiram observar o estado do fluido refrigerante, se líquido ou vapor. 5. Localize o Receptor recebe o líquido proveniente do condensador e armazena o excesso de refrigerante.

15 21 6. Localize o Controlador Duplo de Pressão é um dispositivo de segurança para controle das pressões máxima e mínima. 7. Encontre o Acumulador de Sucção coleta líquido presente na saída do evaporador, para garantir que o compressor só comprima vapor. 8. Localize o Evaporador similar ao condensador, mas com função oposta.

16 22 Localize a chave de Alimentação Principal controla a alimentação elétrica do sistema.

17 23 Localize a chave seletora de Modo de Operação permite alternar para operação de resfriamento ou aquecimento.

18 24 Localize o Amperímetro do Compressor mede a corrente elétrica (amperagem) que está sendo consumida pelo otor do compressor.

19 25 Localize a Válvula de Reversão aquecimento/resfriamento válvula especial que reverte a direção de escoamento do fluido de trabalho, mudando a operação de resfriamento para aquecimento.

20 26 Localize na parte traseira da bancada, atrás do condensador e do evaporador os Sopradores controla a troca de calor nesses componentes.

21 27 Localize os Defletores montados nos sopradores uma placa que posicionada por uma alavanca, controla a vazão de ar no condensador e no evaporador.

22 28 Identifique os dois medidores PS-n e TS-n, n= 1, 2, 3, 4 medidores de pressão e temperatura nas quatro estação do sistema de refrigeração.

23 29 Identifique as duas Válvulas Unidirecionais permitem o escoamento em uma única direção. Necessárias para que o sistema funcione em resfriamento e aquecimento.

24 30 Identifique as seis Válvulas de Refrigerante numeradas de V1 a V6, são válvulas borboletas utilizadas para direcionar o escoamento.

25 32 Identifique o Filtro Secador remove contaminantes e umidade do sistema.

26 33 Identifique o Indicador de Umidade o elemento sensível a umidade, dentro do indicador, muda de cor com a presença de água.

27 34 Identifique o Medidor de Vazão (Rotâmetro) mede a vazão de refrigerante (na forma de líquido) através do sistema.

28 35 Identifique o Tubo Capilar um tipo de válvula de expansão. Não funcionam ao mesmo tempo

29 36 Identifique a Válvula de Expansão Automática um tipo de válvula de expansão. Não funcionam ao mesmo tempo

30 37 Identifique a Válvula de Expansão Termostática um tipo de válvula de expansão. Não funcionam ao mesmo tempo

Manual Técnico. Condicionadores de Ar Série KP G1 (KOMECO)

Manual Técnico. Condicionadores de Ar Série KP G1 (KOMECO) Manual Técnico Condicionadores de Ar Série KP G1 (KOMECO) QUADRO DE CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS 1 DIAGRAMA LISTA DE ELÉTRICO PEÇAS CICLO LISTA DE REFRIGERAÇÃO DE PEÇAS 2 6 3 7 1 5 4 Atenção: Modo Refrigeração

Leia mais

Condensadores. Principais Tipos. Resfriados a ar sistema de ar condicionado e refrigeração comercial

Condensadores. Principais Tipos. Resfriados a ar sistema de ar condicionado e refrigeração comercial Condensadores Principais Tipos Resfriados a ar sistema de ar condicionado e refrigeração comercial Condensadores Resfriados a água sistema de ar condicionado e refrigeração comercial Trocador casco e tubo

Leia mais

Lista de problemas número 1. Exercícios de Refrigeração e Psicrometria A) REFRIGERAÇÃO

Lista de problemas número 1. Exercícios de Refrigeração e Psicrometria A) REFRIGERAÇÃO Lista de problemas número 1 Exercícios de Refrigeração e Psicrometria A) REFRIGERAÇÃO 1) Determinar as propriedades do R-134 nas seguintes condições: a) t = - 40 o C x = 1 b) p = 1 MPa t = 80 0 C c) p

Leia mais

26/08/ Agosto/2012

26/08/ Agosto/2012 26/08/2012 1 Agosto/2012 Refrigeração. 26/08/2012 2 Circuito Frigorifico O ciclo de refrigeração ou ciclo frigorífico é um ciclo termodinâmico que constitui o modelo matemático que define o funcionamento

Leia mais

EFICIÊNCIA ENERGÉTICA EM SISTEMAS E INSTALAÇÕES

EFICIÊNCIA ENERGÉTICA EM SISTEMAS E INSTALAÇÕES EFICIÊNCIA ENERGÉTICA EM SISTEMAS E INSTALAÇÕES PROF. RAMÓN SILVA Engenharia de Energia Dourados MS - 2013 2 Coeficiente de Performance do Ciclo (COP) - É um parâmetro importante na análise das instalações

Leia mais

Apresentação Técnica. Secadores por refrigeração a ar COOL. People. Footer Passion. Performance.

Apresentação Técnica. Secadores por refrigeração a ar COOL. People. Footer Passion. Performance. Apresentação Técnica Secadores por refrigeração a ar COOL People. Passion. Performance. 1. Agenda Visal geral da linha de produtos Aplicações Principais benefícios Características Técnicas Fluxograma Cuidamos

Leia mais

Mini Chiller Linha Ice Control Mini Chiller compactos com condensação a AR

Mini Chiller Linha Ice Control Mini Chiller compactos com condensação a AR Mini Chiller Linha Ice Control Mini Chiller compactos com condensação a AR A linha de Unidades trocadora de CALOR (MGA ) Ice Control é uma solução econômica e compacta desenvolvida para atender diversas

Leia mais

Equipamentos, Sistemas e Instalações VIII. Capítulo

Equipamentos, Sistemas e Instalações VIII. Capítulo 1 Refrigeração II Aplicações e Certificação Equipamentos, Sistemas e Instalações Capítulo VIII LEGENDA: 1 Fluido frigorigéneo 2 Capilar 3 Compressor hermético 4 Evaporador estático 5 Temperatura de condensação

Leia mais

TIPOS DE VÁLVULAS. Válvulas de interesse em refrigeração: 1. Bloqueio: 2. Retenção: 3. Expansão:

TIPOS DE VÁLVULAS. Válvulas de interesse em refrigeração: 1. Bloqueio: 2. Retenção: 3. Expansão: VÁLVULAS TIPOS DE VÁLVULAS Válvulas de interesse em refrigeração: 1. Bloqueio: 2. Retenção: 3. Expansão: 1. VÁLVULA DE BLOQUEIO Utilizada em diversos pontos das linhas; Função de isolar um componente ou

Leia mais

Inovação e o Futuro da Indústria FIESC 31/10/2016

Inovação e o Futuro da Indústria FIESC 31/10/2016 Inovação e o Futuro da Indústria FIESC 31/10/2016 Missão Desenvolver soluções criativas e inovadoras em TECNOLOGIAS DE REFRIGERAÇÃO, atuando de forma multidisciplinar e com foco nas necessidades do setor

Leia mais

LINHA HERA DESCRITIVO TÉCNICO

LINHA HERA DESCRITIVO TÉCNICO LINHA HERA DESCRITIVO TÉCNICO 6ª Revisão NOMENCLATURA 4 1. APRESENTAÇÃO DO PRODUTO 5 2. CARACTERÍSTICAS GERAIS 6 2.1. CARACTERÍSTICAS GERAIS 6 2.2. GABINETE 7 2.3. SERPENTINAS 7 2.4. COMPRESSOR 7 2.5.

Leia mais

Manual Técnico. Condicionadores de Ar Série KOJ G1 (FM-FC-110)

Manual Técnico. Condicionadores de Ar Série KOJ G1 (FM-FC-110) Manual Técnico Condicionadores de Ar Série KOJ G1 (FM-FC-110) QUADRO DE CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS 1 MODELO Dados Técnicos Versão Capacidade Tensão/Fase Corrente de operação Consumo Frequência Vazão de ar

Leia mais

CONFORTO TÉRMICO. A importância das boas práticas em instalação e manutenção para o funcionamento ideal dos condicionadores de ar PÁGINAS 9, 10 E 11

CONFORTO TÉRMICO. A importância das boas práticas em instalação e manutenção para o funcionamento ideal dos condicionadores de ar PÁGINAS 9, 10 E 11 CONFORTO TÉRMICO A importância das boas práticas em instalação e manutenção para o funcionamento ideal dos condicionadores de ar PÁGINAS 9, 10 E 11 FIC FRIO 1 2 OUT NOV DEZ 2015 FIC FRIO 3 4 OUT NOV DEZ

Leia mais

Classificação de Trocadores de Calor

Classificação de Trocadores de Calor Trocadores de Calor Trocadores de Calor Equipamento usados para implementar a troca de calor entre dois ou mais fluidos sujeitos a diferentes temperaturas são denominados trocadores de calor Classificação

Leia mais

Sistemas de Ar Condicionado Residenciais

Sistemas de Ar Condicionado Residenciais Eng. Dr. Fulvio Vittorino - IPT 1 Sistemas de Ar Condicionado Residenciais Eng. Dr. Fúlvio Vittorino IPT - Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo Objetivo Processos e equipamentos mecânicos

Leia mais

CASSETE PISO TETO SOFISTICAÇÃO EM QUALIDADE E HARMONIA COM SEU AMBIENTE. AR CONDICIONADO. O novo grau de conforto. LINHA SPLIT

CASSETE PISO TETO SOFISTICAÇÃO EM QUALIDADE E HARMONIA COM SEU AMBIENTE. AR CONDICIONADO. O novo grau de conforto. LINHA SPLIT TO EN M A Ç N LA CASSETE PISO TETO SOFISTICAÇÃO EM HARMONIA COM SEU AMBIENTE. QUALIDADE E AR CONDICIONADO LINHA SPLIT 00485mn01.indd 1 O novo grau de conforto. 13/02/2015 14:20:24 Cassete Apresentação

Leia mais

Trocador de calor tubo-em-tubo Tipo HE

Trocador de calor tubo-em-tubo Tipo HE MAKING MODERN LIVING POSSIBLE Ficha técnica Trocador de calor tubo-em-tubo Tipo HE O trocador de calor tipo HE é usado principalmente para realizar a transferência de calor entre as linhas de líquido e

Leia mais

LANÇAMENTO AR CONDICIONADO. O novo grau de conforto. piso teto

LANÇAMENTO AR CONDICIONADO. O novo grau de conforto. piso teto LANÇAMENTO CASSETE piso teto QUALIDADE E SOFISTICAÇÃO EM HARMONIA COM SEU AMBIENTE. AR CONDICIONADO Linha SPLIT O novo grau de conforto. Cassete Apresentação Os aparelhos Cassete são discretos tanto por

Leia mais

Aula 7 Refrigeração e bombeamento de calor

Aula 7 Refrigeração e bombeamento de calor Universidade Federal do ABC P O S M E C Aula 7 Refrigeração e bombeamento de calor MEC202 Refrigeração Transferência de calor a partir de uma região de temperatura mais baixa para uma região com temperatura

Leia mais

Refrigeração comercial Controles de pressão

Refrigeração comercial Controles de pressão Refrigeração comercial Controles de pressão CONHECIMENTO DO PRODUTO UNI-LINE 2013. Todos os direitos reservados. Os nomes, logotipos e slogans que identificam os produtos e serviços da são marcas de propriedade

Leia mais

ATAS DE REGISTRO DE PREÇOS VIGENTES

ATAS DE REGISTRO DE PREÇOS VIGENTES ATAS DE REGISTRO DE PREÇOS VIGENTES INSTITUIÇÃO: SENAI-MT PREGÃO PRESENCIAL N.º 040/2015/SENAI PROCESSO N.º 1199/2015/SENAI MODELO: TM-01 Conjuntos de transmissão mecânica: Conjunto didático possibilita

Leia mais

TM-182 REFRIGERAÇÃ ÇÃO O E CLIMATIZAÇÃ ÇÃO. Prof. Dr. Rudmar Serafim Matos

TM-182 REFRIGERAÇÃ ÇÃO O E CLIMATIZAÇÃ ÇÃO. Prof. Dr. Rudmar Serafim Matos Universidade Federal do Paraná Setor de Tecnologia Departamento de Engenharia Mecânica TM-182 REFRIGERAÇÃ ÇÃO O E CLIMATIZAÇÃ ÇÃO Prof. Dr. Rudmar Serafim Matos REFRIGERAÇÃO PROGRAMA DE REFRIGERAÇÃO 1.

Leia mais

Aerosphere 350. Catálogo de Peças de Reposição

Aerosphere 350. Catálogo de Peças de Reposição Aerosphere 350 Catálogo de Peças de Reposição Edição: AGOSTO 2013 Código: 000-00000-000 Aerosphere 350 Índice 1. Módulo Evaporador 4 2. Módulo Condensador 6 3. Compressor Bitzer 4NFCY 8 4. Compressor Bock

Leia mais

Manual de Instalação. Compressor Delphi

Manual de Instalação. Compressor Delphi Manual de Instalação Compressor Delphi Este manual tem como objetivo fornecer instruções, dicas e orientações sobre a instalação correta dos Compressores Delphi. As informações contidas neste manual, alinhadas

Leia mais

Sistemas e Componentes II

Sistemas e Componentes II Sistemas e Componentes II Alberto Hernandez Neto -Direitos autorais reservados - É proibida a reprodução deste material sem a autorização expressa do autor 1 Serpentina de resfriamento e desumidificação

Leia mais

Unidade pintada na cor azul através do processo eletrostático; Aletas revestidas com Koil Kote Gold para ambientes agressivos (opcional);

Unidade pintada na cor azul através do processo eletrostático; Aletas revestidas com Koil Kote Gold para ambientes agressivos (opcional); Unidades Condensadoras Herméticas tipos Blue Star e Compact Line Introdução Estas unidades condensadoras são equipadas com os compressores herméticos reciprocantes Danfoss-Maneurop e podem ser utilizadas

Leia mais

Código exemplo 3 8 X C A M S

Código exemplo 3 8 X C A M S Dígitos 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 Código exemplo 4 2 D C B 0 1 8 5 1 5 L S Dígitos 1 e 2 Tipo de Máquina Dígito 13 Marca 42 - Evaporadora C - Carrier S - Springer Dígito 3 T - Totaline Chassi ou Modelo

Leia mais

NORMAS BRASILEIRAS PARA AR CONDICIONADO E REFRIGERAÇÃO

NORMAS BRASILEIRAS PARA AR CONDICIONADO E REFRIGERAÇÃO NORMAS BRASILEIRAS PARA AR CONDICIONADO E REFRIGERAÇÃO ESTAS NORMAS SÃO PRODUZIDAS E REVISADAS POR (ABNT) ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS, ATRAVÉS DO COMITÊ BRASILEIRO Nº55 (CB 55) COM SEDE NA

Leia mais

Opções disponíveis GX 2-5 AP GX 2-5 FF GX 7-11 AP GX 7-11 FF

Opções disponíveis GX 2-5 AP GX 2-5 FF GX 7-11 AP GX 7-11 FF Especificações técnicas GX 2-5 e GX 7-11 MODELO DO COMPRESSOR Pressão máxima de trabalho. Capacidade (FAD)* Potência do motor Nível de ruído db(a) ** Peso (kg)*** bar(g) psi l/s m 3 /min cfm kw cv db(a)

Leia mais

TM-182 REFRIGERAÇÃO E CLIMATIZAÇÃO

TM-182 REFRIGERAÇÃO E CLIMATIZAÇÃO Universidade Federal do Paraná Setor de Tecnologia Departamento de Engenharia Mecânica TM-182 REFRIGERAÇÃO E CLIMATIZAÇÃO Prof. Dr. Rudmar Serafim Matos REFRIGERAÇÃO SITE DE REFRIGERAÇÃO http://people.ufpr.br/~rudmar/refri/

Leia mais

EXERCÍCIOS Curso Básico de Turbinas a Vapor Parte 3. Aluno: 1) Em relação ao sistema de controle das turbinas, marque verdadeiro V, ou Falso F:

EXERCÍCIOS Curso Básico de Turbinas a Vapor Parte 3. Aluno: 1) Em relação ao sistema de controle das turbinas, marque verdadeiro V, ou Falso F: EXERCÍCIOS Curso Básico de Turbinas a Vapor Parte 3 Aluno: Instrutor: Gustavo Franchetto 1) Em relação ao sistema de controle das turbinas, marque verdadeiro V, ou Falso F: (V) O sistema de controle atua

Leia mais

SISTEMAS TÉRMICOS DE POTÊNCIA

SISTEMAS TÉRMICOS DE POTÊNCIA SISTEMAS TÉRMICOS DE POTÊNCIA PROF. RAMÓN SILVA Engenharia de Energia Dourados MS - 2013 SISTEMAS DE POTÊNCIA A VAPOR 2 SIST. POTÊNCIA A VAPOR Diferente do ciclo de potência a gás, no ciclo de potência

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Figura I Figura V Figura III Figura IV Figura II Figura VI Considerando as figuras apresentadas, que ilustram componentes de sistemas de refrigeração, julgue os itens que se seguem.

Leia mais

SISTEMAS TÉRMICOS DE POTÊNCIA

SISTEMAS TÉRMICOS DE POTÊNCIA SISTEMAS TÉRMICOS DE POTÊNCIA SISTEMAS DE POTÊNCIA A VAPOR Prof. Dr. Ramón Silva - 2015 O objetivo dessa aula é relembrar os conceitos termodinâmicos do ciclo Rankine e introduzir aos equipamentos que

Leia mais

29/11/2010 DEFINIÇÃO:

29/11/2010 DEFINIÇÃO: Universidade Federal do Paraná Curso de Engenharia Industrial Madeireira MÁQUINAS TÉRMICAS AT-056 M.Sc. Alan Sulato de Andrade alansulato@ufpr.br 1 DEFINIÇÃO: Trocadores de calor são dispositivo utilizados

Leia mais

Unidades de quatro tubos com compressores de parafuso. Modelo RTMA Capacidade de refrigeração kw Capacidade de aquecimento kw

Unidades de quatro tubos com compressores de parafuso. Modelo RTMA Capacidade de refrigeração kw Capacidade de aquecimento kw Unidades de quatro tubos com compressores de parafuso Modelo RTMA Capacidade de refrigeração 344-661 kw Capacidade de aquecimento 361-714 kw Unidades de quatro tubos RTMA Aquecimento e arrefecimento simultâneo

Leia mais

SISTEMAS MULTIPRESSÃO

SISTEMAS MULTIPRESSÃO SISTEMAS MULTIPRESSÃO O sistema multipressão é um sistema de refrigeração, por compressão de vapor, que possui dois ou mais níveis de baixa pressão A capacidade e a eficiência de um sistema de refrigeração

Leia mais

ANÁLISE DO COEFICIENTE DE PERFORMANCE DE UM CHILLER DOMÉSTICO OPERANDO COM O R-401A EM REGIME TRANSIENTE

ANÁLISE DO COEFICIENTE DE PERFORMANCE DE UM CHILLER DOMÉSTICO OPERANDO COM O R-401A EM REGIME TRANSIENTE ANÁLISE DO COEFICIENTE DE PERFORMANCE DE UM CHILLER DOMÉSTICO OPERANDO COM O R-401A EM REGIME TRANSIENTE Pedro Samuel Gomes Medeiros Graduando de Engenharia Mecânica da Universidade Federal do Rio Grande

Leia mais

Soluções em. Ar - Condicionado. Tecnologia para a vida ACS 255/651/810. Recicladoras de ar - condicionado

Soluções em. Ar - Condicionado. Tecnologia para a vida ACS 255/651/810. Recicladoras de ar - condicionado Soluções em Ar - Condicionado ACS 255/651/810 Recicladoras de ar - condicionado Tecnologia para a vida Serviço em A/C Bosch Dirigindo com conforto e segurança Atualmente mais de 60% dos veículos comuns

Leia mais

Sistemas de Refrigeração Parte I

Sistemas de Refrigeração Parte I Sistemas de Refrigeração Parte I 1 Tópicos da Aula de Hoje Introdução / definições sobre sistemas de refrigeração Ciclo de refrigeração por compressão Fatores que influenciam o desempenho do sistema de

Leia mais

1 - hot acoplado.pdf 1 14/09/11 04:05 C M Y CM MY CY CMY K Acoplados Sistemas

1 - hot acoplado.pdf 1 14/09/11 04:05 C M Y CM MY CY CMY K Acoplados Sistemas Sistemas Acoplados Sistema de Aquecimento HOT ACOPLADO O HOT ACOPLADO é um equipamento destinado a produção de água quente para uso sanitário até 50.C garantindo conforto e aquecimento durante o ano todo

Leia mais

EXTREME POWER MODELO - TST MODELO - TX. Unidade Split de Alta Capacidade

EXTREME POWER MODELO - TST MODELO - TX. Unidade Split de Alta Capacidade ETREME POWER MODELO - TST Unidade Split de lta Capacidade MODELO - T Eficiência é cuidar da vida s Unidades Split lta Capacidade da TRO possuem altos índices de eficiência energética e performance, são

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENGENHARIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA MECÂNICA

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENGENHARIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA MECÂNICA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL ESCOLA DE ENGENHARIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA MECÂNICA BANCADA DE VISUALIZAÇÃO DE ESCOAMENTOS COM MUDANÇA DE FASE RELATÓRIO DE TRABALHO

Leia mais

1 - hot acoplado.pdf 1 14/09/11 04:05 C M Y CM MY CY CMY K Acoplados Sistemas

1 - hot acoplado.pdf 1 14/09/11 04:05 C M Y CM MY CY CMY K Acoplados Sistemas Sistemas Acoplados Sistema de Aquecimento O aquecedor solar termodinâmico SOLAR FLEX é responsável por captar a energia em todas as situações climáticas, transformá-la em energia térmica e juntamente com

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DA CIÊNCIA, INOVAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DA CIÊNCIA, INOVAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DA CIÊNCIA, INOVAÇÃO E DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO PROJETO DE PESQUISA: SISTEMA OTIMIZADO PARA AQUECIMENTO DE ÁGUA EM PRÉDIOS E RESIDÊNCIAIS APLICADO A REDUÇÃO DO

Leia mais

MANUAL DE SERVIÇO. Condicionadores de Ar Split High-Wall. Modelos LX-HX

MANUAL DE SERVIÇO. Condicionadores de Ar Split High-Wall. Modelos LX-HX Condicionadores de Ar Split High-Wall Modelos LX-HX Prezado Assistente Técnico, Este documento foi desenvolvido com o objetivo de proporcionar a você, o maior número de informações possíveis, buscando

Leia mais

Unidades multitubulares com compressores scroll. Modelo CMAA Capacidade de refrigeração kw Capacidade de aquecimento kw

Unidades multitubulares com compressores scroll. Modelo CMAA Capacidade de refrigeração kw Capacidade de aquecimento kw Unidades multitubulares com compressores scroll Modelo CMAA Capacidade de refrigeração 45-485 kw Capacidade de aquecimento 50-670 kw Unidades multitubulares CMAA Aquecimento e refrigeração em simultâneo

Leia mais

CC 200T. Catálogo de Peças de Reposição

CC 200T. Catálogo de Peças de Reposição CC 200T Catálogo de Peças de Reposição Edição: MARÇO 2012 Código: 000-00000-000 CC 200T Índice 1. Módulo Condensador 4 2. Módulo Evaporador 6 2. Módulo Evaporador (Continuação) 8 3. Compressor TM31 10

Leia mais

REF.: HOSHIZAKI SÉRIE KM - CICLO DE OPERAÇÃO

REF.: HOSHIZAKI SÉRIE KM - CICLO DE OPERAÇÃO REF.: HOSHIZAKI SÉRIE KM - CICLO DE OPERAÇÃO TODAS AS HOSHIZAKI MODELOS KM... TÊM O SEGUINTE CICLO DE OPERAÇÃO: 1. Enchimento Inicial do Tanque (Ciclo de 1 Minuto) - de 1 em 1 minuto Ao ser ligada, a máquina

Leia mais

Atlas Copco Compressores de Parafuso Rotativo Lubrificado GX 2-11 (2-11 kw/3-15 hp)

Atlas Copco Compressores de Parafuso Rotativo Lubrificado GX 2-11 (2-11 kw/3-15 hp) Atlas Copco Compressores de Parafuso Rotativo Lubrificado GX 2-11 (2-11 kw/3-15 hp) Nova série GX: compressores de parafuso compactos construídos para durar Os compressores de parafuso da Atlas Copco sempre

Leia mais

Capítulo 5. Ciclos de Refrigeração

Capítulo 5. Ciclos de Refrigeração Capítulo 5 Ciclos de Refrigeração Objetivos Estudar o funcionamento dos ciclos frigoríficos por compressão de vapor idealizados e reais Apontar as distinções entre refrigeradores e bombas de calor 5.1.

Leia mais

Acessórios elétricos do sistema de refrigeração PROFESSOR: FAGNER FERRAZ

Acessórios elétricos do sistema de refrigeração PROFESSOR: FAGNER FERRAZ Acessórios elétricos do sistema de refrigeração PROFESSOR: FAGNER FERRAZ 1 2 TERMOSTATOS 3 Termostatos É um componente que tem a função de controlar a temperatura de um ambiente fechado (Refrigerador,

Leia mais

FUNDAMENTOS Definições SISTEMA. Medição : Ato de medir. Medida : mesmo que medição. o resultado da medição.

FUNDAMENTOS Definições SISTEMA. Medição : Ato de medir. Medida : mesmo que medição. o resultado da medição. 1. - Definições Medição : Ato de medir. FUNDAMENTOS Medida : mesmo que medição. o resultado da medição. Instrumento de medida : é o dispositivo pelo qual pode-se avaliar (medir) uma quantidade física,

Leia mais

Coldex Tosi Ar Condicionado

Coldex Tosi Ar Condicionado Coldex Tosi Ar Condicionado DAP A 3 3 3 E AO Nota 2 Nota 1 Tensão Entrada Numero de Fases Capacidade de Refrigeração Tipo Modelo de Série 2-220V 3-380V 4-440/480V 2 - MONOFASÍCO 3 - TRIFÁSICO 60Hz 1

Leia mais

Válvulas de expansão termostática

Válvulas de expansão termostática tipos T, TE e PHT Introdução As s de expansão termostáticas regulam a injeção de líquido refrigerante nos evaporadores. A injeção é controlada em função do superaquecimento do refrigerante. Portanto, as

Leia mais

Refrigeração e Ar Condicionado

Refrigeração e Ar Condicionado Refrigeração e Ar Condicionado Condensadores Filipe Fernandes de Paula filipe.paula@engenharia.ufjf.br Departamento de Engenharia de Produção e Mecânica Faculdade de Engenharia Universidade Federal de

Leia mais

TM-182 REFRIGERAÇÃO E CLIMATIZAÇÃO

TM-182 REFRIGERAÇÃO E CLIMATIZAÇÃO Universidade Federal do Paraná Setor de Tecnologia Departamento de Engenharia Mecânica TM-182 REFRIGERAÇÃO E CLIMATIZAÇÃO Prof. Dr. Rudmar Serafim Matos As tubulações de refrigerante representam uma parte

Leia mais

Problema 1 Problema 2

Problema 1 Problema 2 1 Problema 1 7ª Edição Exercício: 2.42 / 8ª Edição Exercício: 1.44 A área da seção transversal da válvula do cilindro mostrado na figura abaixo é igual a 11cm 2. Determine a força necessária para abrir

Leia mais

Já ouviu falar na Tecnologia Inverter?

Já ouviu falar na Tecnologia Inverter? Já ouviu falar na Tecnologia Inverter? Para garantir a melhor temperatura no ambiente, temos o condicionador de ar como grande aliado. Mas, principalmente nas épocas mais quentes do ano, quando o aparelho

Leia mais

Unidade Trocadora de Calor Modelo: MGA Linha ICE CONTROL Mini Chiller Compactos com condensação a AR

Unidade Trocadora de Calor Modelo: MGA Linha ICE CONTROL Mini Chiller Compactos com condensação a AR Unidade Trocadora de Calor Modelo: MGA Linha ICE CONTROL Mini Chiller Compactos com condensação a AR A linha de Unidades Trocadora de CALOR (MGA) Ice Control é uma solução econômica e compacta desenvolvida

Leia mais

8º CONGRESSO IBEROAMERICANO DE ENGENHARIA MECANICA Cusco, 23 a 25 de Outubro de 2007

8º CONGRESSO IBEROAMERICANO DE ENGENHARIA MECANICA Cusco, 23 a 25 de Outubro de 2007 8º CONGRESSO IBEROAMERICANO DE ENGENHARIA MECANICA Cusco, 23 a 25 de Outubro de 2007 ANÁLISE DA VIABILIDADE ECONÔMICA E ESTUDO DO DESEMPENHO DE UMA BOMBA DE CALOR AR-ÁGUA COMO APOIO AO SISTEMA DE COLETOR

Leia mais

SENAI, SUA CONQUISTA PROFISSIONAL

SENAI, SUA CONQUISTA PROFISSIONAL METAL/MECÂNICA SENAI RR SENAI RR SENAI, SUA CONQUISTA ORGANIZAÇÃO CURRICULAR DOS CURSOS 1. TÍTULO COMANDOS ELÉTRICOS PARA REFRIGERAÇÃO Proporcionar ao treinando conhecimentos teóricos e 2. OBJETIVO práticos

Leia mais

Atlas Copco Compressores de Parafuso Rotativo Lubrificado GX 2-11 (2-11 kw/3-15 hp)

Atlas Copco Compressores de Parafuso Rotativo Lubrificado GX 2-11 (2-11 kw/3-15 hp) Atlas Copco Compressores de Parafuso Rotativo Lubrificado GX 2- (2- kw/- hp) Nova série GX: compressores de parafuso compactos construídos para durar Os compressores de parafuso da Atlas Copco sempre foram

Leia mais

Exercícios e exemplos de sala de aula Parte 1

Exercícios e exemplos de sala de aula Parte 1 PME2398 Termodinâmica e suas Aplicações 1 o semestre / 2013 Prof. Bruno Carmo Exercícios e exemplos de sala de aula Parte 1 Propriedade das substâncias puras: 1- Um tanque rígido com volume de 1m 3 contém

Leia mais

Msc. Eng. Fernando Pozza

Msc. Eng. Fernando Pozza Sistemas de Climatização por Condensação a Ar: Maximizando o Desempenho do Sistema em Cargas Parciais Através da Análise do Perfil de Temperaturas Externas Msc. Eng. Fernando Pozza Situação da Energia

Leia mais

Válvula de expansão termostática

Válvula de expansão termostática STANDARD Válvula de expansão termostática As válvulas de expansão termostática da série RFKA são usadas para ajustar o fluxo de massa do refrigerante dentro do evaporador enquanto controlam o sobreaquecimento

Leia mais

Simbologia dos componentes

Simbologia dos componentes Simbologia dos componentes 1. Símbolos básicos 2. Símbolos funcionais 3. Linhas de escoamento e conexões 4. Tipos de acionamento 2 L1 5. Unidades de conversão e armazenamento de energia L1 6. Distribuição

Leia mais

3. Um gás ideal passa por dois processos em um arranjo pistão-cilindro, conforme segue:

3. Um gás ideal passa por dois processos em um arranjo pistão-cilindro, conforme segue: 1. Um arranjo pistão-cilindro com mola contém 1,5 kg de água, inicialmente a 1 Mpa e título de 30%. Esse dispositivo é então resfriado até o estado de líquido saturado a 100 C. Calcule o trabalho total

Leia mais

hydrostec VÁLVULAS DE REGULAÇÃO MULTIJATO Atuador Redutor Transmissor de posição Suporte Arcada Corpo Eixo Placa móvel Placa fixa

hydrostec VÁLVULAS DE REGULAÇÃO MULTIJATO Atuador Redutor Transmissor de posição Suporte Arcada Corpo Eixo Placa móvel Placa fixa B30.15.0-P VÁLVULAS DE REGULAÇÃO ULTIJATO Regulação da vazão e pressão Atuador Redutor Transmissor de posição Suporte Arcada Corpo Eixo Placa móvel Placa fixa A Válvula Regulação ultijato, foi desenvolvida

Leia mais

CC 350. Catálogo de Peças de Reposição

CC 350. Catálogo de Peças de Reposição CC 350 Catálogo de Peças de Reposição Edição: FEVEREIRO 2012 Código: 000-00000-000 CC 350 Índice 1. Módulo Evaporador 4 2. Módulo Condensador 6 3. Compressor 8 4. Base do Compressor e Alternador 10 5.

Leia mais

Aula 6 A 2a lei da termodinâmica Física II UNICAMP 2012

Aula 6 A 2a lei da termodinâmica Física II UNICAMP 2012 Aula 6 A 2a lei da termodinâmica Física II UNICAMP 2012 http://en.wikipedia.org/wiki/steam_car Caldeira de carro a vapor de 1924. Populares até a década de 1930, perderam prestígio com a popularização

Leia mais

BSM 2080/2385 ALTA EFICIÊNCIA MESMO A CARGAS PARCIAIS CONDENSADOR MICROCANAL INSTALAÇÃO RÁPIDA E FÁCIL MODO DE OPERAÇÃO NOTURNA

BSM 2080/2385 ALTA EFICIÊNCIA MESMO A CARGAS PARCIAIS CONDENSADOR MICROCANAL INSTALAÇÃO RÁPIDA E FÁCIL MODO DE OPERAÇÃO NOTURNA by BSM 2080/2385 Chillers condensação a ar Instalação ao tempo Compressores parafuso Trocadores de calor casco e tubo Ventiladores axiais Capacidade de refrigeração 317-2273 kw (90-646 TR) ALTA EFICIÊNCIA

Leia mais

Bombas d'água, reservatório e tubulações hidráulicas em materiais livres de corrosão.

Bombas d'água, reservatório e tubulações hidráulicas em materiais livres de corrosão. Condensador Evaporador Bombas d'água, reservatório e tubulações hidráulicas em materiais livres de corrosão. Reservatório de água com isolamento térmico, bóia e sensor de nível. Evaporador em cobre, integrado

Leia mais

Capítulo 3 - Ciclo Real de Refrigeração

Capítulo 3 - Ciclo Real de Refrigeração Refrigeração Capítulo 3 Pág. 1 Capítulo 3 - Ciclo Real de Refrigeração O ciclo real de refrigeração difere do ciclo padrão devido, principalmente, à presença de irreversibilidades que ocorrem em vários

Leia mais

Módulo I Ciclo Rankine Ideal

Módulo I Ciclo Rankine Ideal Módulo I Ciclo Rankine Ideal Sistema de Potência a Vapor As usinas de potência a vapor são responsáveis pela produção da maior parte da energia elétrica do mundo. Porém, para o estudo e desenvolvimento

Leia mais

Workshop. Climatização e Cogeração Abril de Ronaldo Andreos

Workshop. Climatização e Cogeração Abril de Ronaldo Andreos Workshop Climatização e Cogeração Abril de 2008 Ronaldo Andreos Cia de Gás de São Paulo Fone: (11) 4504-5238/5072 Cel.: (11) 9638-8907 e-mail: randreos@comgas.com.br Climatização (Ar Condicionado) Agenda

Leia mais

8º CONGRESSO IBEROAMERICANO DE ENGENHARIA MECANICA Cusco, 23 a 25 de Outubro de 2007

8º CONGRESSO IBEROAMERICANO DE ENGENHARIA MECANICA Cusco, 23 a 25 de Outubro de 2007 1 8º CONGRESSO IBEROAMERICANO DE ENGENHARIA MECANICA Cusco, 23 a 25 de Outubro de 2007 UTILIZACÂO DE UM MODELO MATEMÁTICO PARA ALTERACÂO NA ESCALA DE UM ROTÂMETRO PARA OPERAR COM UM FLUIDO QUALQUER Dias

Leia mais

Capitulo IV- Refrigeração e climatização

Capitulo IV- Refrigeração e climatização Invenções, desenhos, ideias e projectos por Mário Loureiro Capitulo IV- Refrigeração e climatização Introdução Apresenta-se o circuito simplificado de refrigeração por compressão de vapor. Imagem 4.1 -

Leia mais

Splitop Modular. Modular Scroll

Splitop Modular. Modular Scroll Modular Scroll Splitop Modular Linha Package Modular A linha Split Modular foi desenvolvida para oferecer maior versatilidade nos projetos que envolvem o ar condicionado, principalmente para climatização

Leia mais

PROGRAMA DE ENSINO CÓDIGO DISCIPLINA OU ESTÁGIO SERIAÇÃO IDEAL/PERÍODO Termodinâmica I Transferências de Calor e Massa I

PROGRAMA DE ENSINO CÓDIGO DISCIPLINA OU ESTÁGIO SERIAÇÃO IDEAL/PERÍODO Termodinâmica I Transferências de Calor e Massa I PROGRAMA DE ENSINO UNIDADE UNIVERSITÁRIA: UNESP CÂMPUS DE ILHA SOLTEIRA CURSO: ENGENHARIA (Resolução UNESP nº 74/04 - Currículo: 4) HABILITAÇÃO: OPÇÃO: DEPARTAMENTO RESPONSÁVEL: Engenharia Mecânica CÓDIGO

Leia mais

Catálogo de Seleção e Aplicação Unidades Condensadoras Slim Pack

Catálogo de Seleção e Aplicação Unidades Condensadoras Slim Pack MAKING MODERN LIVING POSSIBLE Catálogo de Seleção e Aplicação www.danfoss.com.br Homologada para R22 / R404A/507 / R402B (HP81) Vantagens e benefícios Silenciosa - Baixo nível de ruído, própria para instalações

Leia mais

Manual Técnico. Condicionadores de Ar Série LTS G2

Manual Técnico. Condicionadores de Ar Série LTS G2 Manual Técnico Condicionadores de Ar Série LTS G2 QUADRO DE CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS MODELO Dados Técnicos Versão Capacidade Tensão/Fase Corrente de operação Potência Vazão de ar E.E.R Nível de ruído -

Leia mais

Escola Politécnica da Universidade de São Paulo. Termodinâmica. Ciclos de Refrigeração. v. 2.0

Escola Politécnica da Universidade de São Paulo. Termodinâmica. Ciclos de Refrigeração. v. 2.0 Termodinâmica Ciclos de Refrigeração 1 v. 2.0 Ciclo de refrigeração A transferência de calor de compartimentos de baixa temperatura para outros a temperaturas maiores é chamada de refrigeração; Equipamentos

Leia mais

Boletim da Engenharia

Boletim da Engenharia Boletim da Engenharia 11 de Manutenção Preventiva para Compressores Parafuso 11/02 Para continuar obtendo uma alta performance oferecida pelos compressores parafuso Bitzer instalados nas centrais de refrigeração,

Leia mais

Simbologia e Identificação

Simbologia e Identificação www.iesa.com.br 1 Simbologia e Identificação As normas de instrumentação estabelecem símbolos gráficos e codificações para a identificação alfa-numérica de instrumentos que deverão ser utilizadas nos diagramas

Leia mais

SISTEMAS TÉRMICOS DE POTÊNCIA

SISTEMAS TÉRMICOS DE POTÊNCIA SISTEMAS TÉRMICOS DE POTÊNCIA CALDEIRAS E COMPONENTES Prof. Dr. Ramón Silva - 2015 Sistemas Térmicos de Potência - 2015 O objetivo dessa aula é mostrar os componentes das caldeiras flamotubulares e aquatubulares.

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul RESPOSTAS AOS RECURSOS DA PROVA DE REFRIGERAÇÃO E CLIMATIZAÇÃO ## PROTOCOLO: 473 Dt.Envio: 19/05/2015 17:15:14 Questão: 8 Bibliografia: Coleção Técnica - Refrigeração Comercial. Nova Técnica: São Paulo,

Leia mais

ANEXO-II FREQÜÊNCIA DE MANUTENÇÃO

ANEXO-II FREQÜÊNCIA DE MANUTENÇÃO ANEXO-II FREQÜÊNCIA DE MANUTENÇÃO EQUIPAMENTO: CHILLER MODELO: RCU0303AS2A5P HITACHI AR CONDICIONADO DO BRASIL LTDA. Circuito de refrigerante Compressor Ventiladores do equipamento Serpentina do condensador

Leia mais

Validade da Ata: 06/09/2012 a 05/09/2013

Validade da Ata: 06/09/2012 a 05/09/2013 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Goiás Pró-Reitoria de Administração e Finanças Pregão Eletrônico Nº 00071/2012(SRP) Processo nº 23070.005162/2012-58 Validade da Ata: 06/09/2012 a 05/09/2013

Leia mais

AR FUSION. Brasil. Pneumática. Resfriador de painel Tubo VORTEX SÉRIE VRP AR FUSION. Pneumática. VRP9-01 pressão de trab. 07bar

AR FUSION. Brasil. Pneumática. Resfriador de painel Tubo VORTEX SÉRIE VRP AR FUSION. Pneumática. VRP9-01 pressão de trab. 07bar Resfriador de painel Tubo VORTEX SÉRIE VRP VRP9-01 pressão de trab. 07bar WWW.ARFUSION.COM.BR Resfriador de painel VORTEX Os Resfriadores com Ar Comprimido - Vortex são destinados à aplicações especiais

Leia mais

Disciplina: Instrumentação e Controle de Sistemas Mecânicos. Teoria de Controle Parte 1

Disciplina: Instrumentação e Controle de Sistemas Mecânicos. Teoria de Controle Parte 1 Disciplina: Instrumentação e Controle de Sistemas Mecânicos Teoria de Controle Parte 1 Objetivos do Controle Independente do estágio tecnológico ou da complexidade de um processo de fabricação, são sempre

Leia mais

TUBULAÇÕES INDUSTRIAS AULA 4 Prof. Clélio AULA 4. Volume I do Livro Texto CONTEÚDO: Capítulo 7. Purgadores de Vapor, Separadores Diversos e Filtros.

TUBULAÇÕES INDUSTRIAS AULA 4 Prof. Clélio AULA 4. Volume I do Livro Texto CONTEÚDO: Capítulo 7. Purgadores de Vapor, Separadores Diversos e Filtros. AULA 4 Volume I do Livro Texto CONTEÚDO: Capítulo 7 Purgadores de Vapor, Separadores Diversos e Filtros. 1 LINHAS DE VAPOR Nas linhas de vapor sempre haverá água líquida (condensado) resultante da condensação

Leia mais

Chiller Compacto Linha MGW compactos com condensação a ÁGUA

Chiller Compacto Linha MGW compactos com condensação a ÁGUA Chiller Compacto Linha MGW compactos com condensação a ÁGUA A linha de Unidades Trocadora de CALOR ( MGW ) possuem condensação a água, podendo ser instalados dentro da fábrica próximo ao processo. São

Leia mais

Fatores que influenciam na perda de peso em uma câmara de resfriamento de carcaça.

Fatores que influenciam na perda de peso em uma câmara de resfriamento de carcaça. Fatores que influenciam na perda de peso em uma câmara de resfriamento de carcaça. A perda de peso ou perda de umidade em uma carcaça dentro de uma câmara de resfriamento ocorre por duas situações: 1.

Leia mais

Convecção natural. É o termo usado quando o movimento do fluido se dá devido às diferenças de densidade em um campo gravitacional.

Convecção natural. É o termo usado quando o movimento do fluido se dá devido às diferenças de densidade em um campo gravitacional. CAPÍTULO 6 - SISTEMA DE REFRIGERAÇÃO INTRODUÇÃO O Sistema de Refrigeração tem por objetivo impedir que os elementos mecânicos do motor atinjam uma temperatura muito elevada ao contato com os gases da combustão.

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA "JÚLIO DE MESQUITA FILHO" Campus de Guaratinguetá, Departamento de Energia

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO Campus de Guaratinguetá, Departamento de Energia UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA "JÚLIO DE MESQUITA FILHO" Campus de Guaratinguetá, Departamento de Energia Disciplina: Laboratório de Sistemas Térmicos Professor: José Alexandre Matelli LEVANTAMENTO DO

Leia mais

PASTEURIZAÇÃO. Pasteurização 24/3/2011. Curso de Nutrição ALM024- Processamento de Alimentos. A pasteurização é usada quando:

PASTEURIZAÇÃO. Pasteurização 24/3/2011. Curso de Nutrição ALM024- Processamento de Alimentos. A pasteurização é usada quando: Curso de Nutrição ALM024- Processamento de Alimentos PRINCÍPIOS DE PROCESSAMENTO TÉRMICO PASTEURIZAÇÃO Accácia Júlia Guimarães Pereira Messano 2011 Pasteurização É o tratamento térmico que destrói todos

Leia mais

MÁQUINAS TÉRMICAS E PROCESSOS CONTÍNUOS

MÁQUINAS TÉRMICAS E PROCESSOS CONTÍNUOS MÁQUINAS TÉRMICAS E PROCESSOS CONTÍNUOS AULA 4-5 SISTEMAS DE POTÊNCIA A VAPOR PROF.: KAIO DUTRA Modelando Sistemas de Potência a Vapor A grande maioria das instalações elétricas de geração consiste em

Leia mais

Equipamentos Água Gelada Água Torre

Equipamentos Água Gelada Água Torre Água Gelada Água Torre Equipamentos Equipamentos Bombeamento Água Torre Bombeamento Água Gelada Torres de Resfriamento Fancoil de Alvenaria Equipamentos Vista Externa Fancoil de Alvenaria Equipamentos

Leia mais

Lista de Exercícios Solução em Sala

Lista de Exercícios Solução em Sala Lista de Exercícios Solução em Sala 1) Um conjunto pistão-cilindro área de seção transversal igual a 0,01 m². A massa do pistão é 101 kg e ele está apoiado nos batentes mostrado na figura. Se a pressão

Leia mais