GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO"

Transcrição

1 GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BAARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

2 GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BAARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi ampliu sua ferta de curss em diferentes áreas durante a década de. Credenciada cm universidade na década de 90, inauguru seu segund câmpus, lcalizad na regiã da Mca, para ferta cncentrada de curss na área da Saúde. Nas duas primeiras décadas d nv milêni, a Universidade cntinuu sua trajetória de expansã cm lançament de nvs câmpus Mrumbi, Vale d Anhangabaú, Paulista 1 e Paulista 2 e pls de educaçã a distância em diversas regiões. A lng de sua história, a Anhembi Mrumbi trnu-se recnhecida pela ferta de curss inédits cm: Gastrnmia, Aviaçã Civil, Design Digital, Quirpraxia, entre utrs. Em 2005, trna-se uma universidade internacinalizada a integrar a Rede Internacinal de Universidades Laureate, dinamizand ainda mais binômi criatividade e invaçã que sempre esteve presente na Anhembi Mrumbi. Cm a internacinalizaçã, passu a ferecer as estudantes a prtunidade de frmaçã e atuaçã mundial pr mei de prgramas exclusivs de intercâmbi para cmplement de suas matrizes curriculares, múltipla diplmaçã, estági internacinal, entre utrs. Situada em Sã Paul, a Anhembi Mrumbi cnta, atualmente, cm cerca de 36,2 mil estudantes em Curss Superires de Tecnlgia, de Graduaçã, Pós-graduaçã Lat Sensu, nas mdalidades presencial e a distância, além de Pós-graduaçã Strict Sensu e curss de Extensã. A Universidade tem cm missã Prver educaçã de alta qualidade, frmand líderes e prfissinais capazes de respnder às demandas d mund glbalizad e cntribuir para prgress scial cm espírit empreendedr e valres étics. Sua visã é: Cnslidar a psiçã de liderança n Ensin Superir em tdas as áreas de cnheciment em que atua, frmand mair númer de prfissinais diferenciads, pr mei da excelência acadêmica, invaçã e internacinalidade. Nsss valres mdelam nssas ações, ptencializand ainda mais resultads sempre vltads à educaçã e à excelência acadêmica, assegurand a perenidade de nssa Instituiçã, que valriza Respeit à Diversidade, Trabalh em Equipe, a Invaçã, Fc em Resultad, a Respnsabilidade Crprativa, Cmprmiss Scial, a Ética, Transparência e a Paixã. ESCOLA DE ENGENHARIA E TECNOLOGIA O principal element mtivadr para a frmaçã da Escla de Engenharia e Tecnlgia fi a cnstataçã da necessidade de um melhr planejament d prcess ensin-aprendizagem, bjetivand a qualidade d prfissinal e d cidadã que se pretende frmar. A elabraçã e cnstruçã d prjet de uma nva Escla - enquant prpsta de trabalh cletivamente assumida - pde cntribuir para que s curss envlvids atinjam seus bjetivs, sintetizads na frmaçã de prfissinais cmpetentes, criativs, cm visã crítica, bem cm de cidadãs cientes de suas respnsabilidades para cm a sciedade. Cmpõem a Escla s seguintes curss de Graduaçã: Bacharelad em Engenharia (habilitações Civil, Prduçã, Elétrica, Mecânica, Ambiental e Cmputaçã), Sistemas de Infrmaçã, Ciência da Cmputaçã e Aviaçã Civil; Curs de Graduaçã Tecnlógica em Análise e Desenvlviment de Sistemas, Gestã de Tecnlgia da Infrmaçã e Redes de Cmputadres. 2

3 O Prjet da Escla de Engenharia e Tecnlgia - bem acmpanhad em sua execuçã e peridicamente revist e aperfeiçad - certamente cnstitui-se em valis instrument indutr da melhria da qualidade e da busca da excelência n ensin de graduaçã. Váris fatres, interns e externs, cntribuíram para a implantaçã d Prjet da Escla; tds, de algum md, vinculam-se à cnvicçã de que planejament e avaliaçã cnstituem-se ações indispensáveis à eficiência e eficácia das atividades de frmaçã integral d prfissinal de Engenharia, Tecnlgia da Infrmaçã e áreas afins, que se pretende entregar à sciedade e a mercad de trabalh. Um element impulsinadr decisiv, assciad a fatres interns, fi a necessidade de reestruturaçã curricular ds curss, de md a melhr atender às demandas d mercad e permitir mair flexibilidade curricular. Um prjet cnjunt de trabalh, visand a engajament ds segments dcente, discente e técnic-administrativ, à eficiência d prcess e à qualidade da frmaçã plena d estudante em terms científic-culturais, prfissinais e de cidadania, cnstitui grande diferencial ds curss pertencentes a esta Escla. SOBRE O CURSO De acrd cm uma matéria da Revista Veja, de mai de 2011, mercad de Tecnlgia da Infrmaçã (TI) enfrenta uma situaçã inusitada: sbram vagas e faltam prfissinais. A área cresce 10% a an, em média, e avanç d Prdut Intern Brut (PIB) nacinal, em 2011, fi de 4,5%. Em 2010, as cmpanhias lcais investiram cerca de 90 bilhões de reais em infraestrutura de TI e a tendência é que este investiment aumente ns próxims ans, trnand mercad de TI ainda mais prmissr. O curs de Sistemas de Infrmaçã da Anhembi Mrumbi pssui um prjet invadr e alinhad às nvas tecnlgias d mercad. Pr iss, a Universidade fi esclhida, em 2006, pela multinacinal indiana Tata Cnsultancy Services (TCS), uma das maires empresas de desenvlviment de sftware d mund, para uma parceria cm fc n treinament e em prtunidades de empreg para s estudantes. Os estudantes sã incentivads a participar de cmpetições de prgramaçã, tais quais a Olimpíada Brasileira de Infrmática (OBI), a Maratna de Prgramaçã da ACM (Assciatin Cmputing Machinery) e Image Cup. O bjetiv é aprendizad na prática e grande parte das disciplinas aplica a teria aprendida desenvlvend e criand prjets prátics. Cm iss, s estudantes têm a teria e a prática, facilitand a fixaçã d cnheciment, além da inserçã ds estudantes n mercad de trabalh. O curs apia a participaçã ds estudantes em cmpetições de prgramaçã, tais cm a Olimpíada Brasileira de Infrmática (OBI) e a Maratna de Prgramaçã da ACM (Assciatin Cmputing Machinery), além de cmpetições internas, as quais, visam a desenvlviment das habilidades ds estudantes. Embra bjetiv principal das disciplinas d curs nã seja ensin de linguagens e utrs prduts cmerciais, tais prduts serã apresentads as estudantes, e estes serã estimulads a cntat e à familiarizaçã cm tais ferramentas, bem cm à adaptaçã a nvs prduts quand estes surgirem. A Universidade cnta, na área de cmputaçã, cm cnvênis cm a ORACLE, MICROSOFT (Academic Alliance dispnibilizaçã de cópias autrizadas ds sftwares da Micrsft utilizads nas disciplinas para estudantes e dcentes), Sun, EMC e IBM (Ratinal Rse), para frneciment de sftware em caráter diferenciad as estudantes. Nas atividades de ensin, além de sftwares cmerciais, curs utiliza sftwares free e/u pen-surce cm Java, Eclipse, NetBeans, Tmcat, MySql e Linux. Além das empresas já citadas, curs pssui parcerias estratégicas cm as seguintes empresas: RIM, Cisc e Grup Snda-Prcwrk. Estas parcerias estratégicas cm empresas e fc n desenvlviment de habilidades, através de aulas práticas e prjets, visa frmar um prfissinal alinhad cm as necessidades d mercad. Ist facilita ingress n mercad de trabalh d egress em um cenári de alta demanda de prfissinais qualificads. Neste cntext, a Universidade Anhembi Mrumbi busca ajudar a atender a demanda d mercad, pr este perfil prfissinal, pr mei da ferta d curs de Sistemas de Infrmaçã cm as características citadas. 3

4 GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BAARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO OBJETIVOS DO CURSO GERAIS Dminar e aplicar as terias, práticas e ferramentas na especificaçã, elabraçã, implementaçã e avaliaçã de tecnlgias e prjets; Pssuir pensament e atitude invadra e criativa nas suas atividades prfissinais e na sua vida pessal; Ter visã de negócis, send capaz de identificar prtunidades e empreender prjets, ligads u nã à sua prfissã; Atuar respeitand s princípis étics da prfissã e atent às necessidades da sciedade, visand à sustentabilidade, tend cm referência a Ética Mair; Cperar u liderar uma equipe de trabalh numa pstura multidisciplinar, cmunicand-se de frma eficaz e buscand permanente aprimrand prfissinal; Aprimrar racicíni matemátic, lógic e abstrat; Analisar e selecinar as ferramentas, tecnlgias, técnicas e métds mais adequads para a sluçã de prblemas e elabraçã de prjets; Cmpreender s impacts de sua atuaçã e das tecnlgias na sciedade e mei ambiente; Elabrar e cnduzir as etapas de um prjet de pesquisa e desenvlviment, identificand fntes e infrmações relevantes à área de estud e atuaçã; Distinguir e transfrmar as infrmações em cnheciment, auxiliand na tmada de decisã n âmbit da prfissã; Aprimrar sua visã sistêmica e desenvlver a capacidade de análise e síntese. ESPECÍFICOS Cnhecer e empregar mdels assciads a us das nvas tecnlgias da infrmaçã e ferramentas que representem estad da arte na área; Dminar cnheciments sbre s fundaments da cmputaçã, sbre sistemas de infrmaçã, tecnlgias da infrmaçã, funcinament e administraçã das rganizações; Elabrar s rçaments de prjets vinculads à área de Tecnlgia da Infrmaçã visand à melhr relaçã cust/benefíci envlvidas nas decisões ds prjets; Planejar, crdenar e executar prjets de sistemas de infrmaçã que envlvam recurss de infrmática; Verificar a validade técnica para implantaçã de prjets de sistemas de infrmaçã; Estar apt a ferecer serviçs de cnsultria especializada em infrmática; Ser capaz de dimensinar e nrmatizar sistemas cmputacinais cnfrme as necessidades das empresas; Cmpreender e cnhecer a dinâmica rganizacinal e suas mudanças de acrd cm nvas prtunidades mercadlógicas; Cnhecer s mdels de gestã e gvernança crprativa; Saber esclher as metdlgias de mdelagem, ferramentas e técnicas de dcumentaçã mais adequadas para desenvlviment de sistemas e bancs de dads; Aplicar ferramentas utilizadas para prjet e a administraçã de bancs de dads; Parametrizar sistemas integrads de gestã, visand à sua adequaçã as prcesss de uma rganizaçã; 4

5 PÚBLICO-ALVO Estã apts a ingressar n curs s estudantes que pssuam ensin médi cmplet (segund grau) e que tenham aptidã para desenvlver algumas das cmpetências abaix relacinadas: Cnhecer as tecnlgias atuais, send capaz de cntribuir à invaçã tecnlógica. Saber avaliar a relaçã cust/benefíci presente em um dad prblema. Dminar cnheciments sbre s fundaments da cmputaçã, sbre sistemas de infrmaçã, tecnlgias da infrmaçã, funcinament e administraçã das rganizações. Ter cnheciment em planejament, crdenaçã e execuçã de prjets de sistemas de infrmaçã que envlvam recurss de infrmática. Ser capaz de dimensinar e nrmatizar sistemas cmputacinais cnfrme as necessidades das empresas. Saber esclher as metdlgias de mdelagem, ferramentas e técnicas de dcumentaçã mais adequadas para desenvlviment de sistemas e bancs de dads; Pssuir dmíni na parametrizaçã de sistemas integrads de gestã, visand à sua adequaçã as prcesss de uma rganizaçã; Especificar, prjetar e implementar sistemas basead em cmputadr. Identificar e analisar as rápidas mudanças ecnômicas e sciais em escala glbal e nacinal que influem n ambiente empresarial. Identificar a respnsabilidade scial da prfissã, mantend s cmprmisss étics estabelecids. Assimilar criticamente cnceits que permitam a cmpreensã das práticas e terias referentes a sistemas de infrmaçã. 5

6 GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BAARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO MATRIZ CURRICULAR (GRADE 2014) Cmunicaçã e Expressã Empreendedrism e Sustentabilidade 1 Cnstruçã de Algritms Fundaments de Sistemas de Infrmaçã Infrmática Aplicada 5 Mdelagem de Sistemas Mdels de Administraçã Prjet e Administraçã de Banc de Dads Matemática Redes de Cmputadres Sistemas Digitais Arquitetura e Organizaçã de Cmputadres Cálcul Diferencial Linguagem de Prgramaçã Metdlgia Ciência e Nrmas Técnicas 6 Gestã de Prjets Prjet Integrad II Desenvlviment de Sftware para Web Gestã de Pessas Sistemas de Infrmaçã Gerenciais Teria Geral ds Sistemas Antrplgia e Cultura Brasileira Engenharia de Sftware Estrutura de Dads Labratóri de Prgramaçã 7 Gestã de Marketing Arquitetura Orientada a Serviçs Inteligência Artificial Optativa I Prjet Integrad de Curs I Prbabilidade e Estatística Sistemas Distribuíds 0 0 Banc de Dads Gvernança em Tecnlgia da Infrmaçã 4 Desenvlviment Human e Scial Legislaçã Aplicada à Infrmática Pesquisa, Ordenaçã e Técnicas de Armazenament Prjet Integrad I Sistemas Operacinais 8 Gestã Financeira Prcess Decisóri e Sistemas de Api à Decisã Optativa II Prjet Integrad de Curs II Segurança e Auditria de Sistemas 4 0 Atividades Cmplementares 2 Estági Curricular Obrigatóri 160 CARGA HORÁRIA TOTAL:

7 S 1 SEMESTRE COMUNICAÇÃO E EXPRESSÃO h A disciplina abrda aspects relacinads à rganizaçã de texts prduzids em diferentes linguagens. Frnece subsídis teórics e prátics para a prduçã de texts cerentes, cmpreensã da intertextualidade, tips de text e gêners de discurs, relacinand-s a seus cntexts de prduçã e recepçã. CONSTRUÇÃO DE ALGORITMOS h A disciplina apresenta s cnceits fundamentais da lógica aplicada à prgramaçã de cmputadres e resluçã de prblemas, pr mei de métds e técnicas cmputacinais. A sluçã d prblema é descrita pr mei de uma sequência finita de instruções. FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO h Abrda váris aspects d us de sistemas e da tecnlgia da infrmaçã nas rganizações. Apresenta necessári alinhament da TI cm a administraçã ds negócis e estuda us ds sistemas cmputadrizads para desempenh das atividades rganizacinais. Destaca a necessidade de um prfissinal de tecnlgia de infrmaçã manter-se atualizad cm mercad. INFORMÁTICA APLICADA h Abrda us analític-estratégic das planilhas eletrônicas tratand, sbretud, ds aspects cnceituais que envlvem us de tais aplicativs. A disciplina inicia cm uma intrduçã à história da cmputaçã, evluçã das planilhas eletrônicas e sua utilidade. Na sequência, sã apresentads s recurss deste tip de sftware: representaçã de infrmações, fórmulas, funções, gráfics e ferramentas de análise de dads, aplicads à sluçã de prblemas. MATEMÁTICA h Sã trabalhads nesta disciplina cnceits fundamentais da matemática e da lógica matemática, frtalecend cnheciment prévi d estudante, aprimrand pensar lógic-abstrat e levand- à reflexã sbre a cnceituaçã, frmulaçã e aplicaçã d ferramental desenvlvid. O ferramental adquirid cnstituirá a base para a cnstruçã de nvs cnceits, tant em engenharia quant em tecnlgia. SISTEMAS DIGITAIS h Enfca s princípis da álgebra bleana, suas prpriedades e teremas, intrduz técnicas para cnstruçã de prtas lógicas, que sã s blcs funcinais básics ds circuits lógics digitais. Apresenta ferramentas para a síntese e análise de circuits elementares, metdlgias de prjet rientadas à cmbinaçã desses móduls e, prtant, a implementaçã de sistemas digitais de mair cmplexidade. S 2 SEMESTRE ARQUITETURA E ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES h Enfca funcinament intern ds cmputadres eletrônics digitais a partir d detalhament ds cmpnentes arquiteturais ds sistemas de prpósit geral. Analisa desempenh, fatres limitantes e respectivas sluções, e abrdagens tecnlógicas. Analisa a eficiência da arquitetura na sua interaçã cm s sistemas peracinais, dispsitivs periférics e prgramas aplicativs. CÁLCULO DIFERENCIAL h Nesta disciplina sã intrduzids nvs cnceits e frmalisms matemátics essenciais a desenvlviment d pensament analític-abstrat, além da manipulaçã e aplicaçã de limites e derivadas na cmpreensã detalhada de fenômens recrrentes ns sistemas físics, químics, cmputacinais e das engenharias. A explraçã dessa abrdagem da matemática é fundamental na frmaçã d estudante. 7

8 GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BAARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO h A disciplina apresenta s principais cnceits d paradigma de rientaçã a bjets cm ênfase nas principais características e recurss ferecids. Os cnceits de rientaçã a bjets sã explrads pr mei de implementações de aplicações práticas, utilizand uma linguagem de prgramaçã rientada a bjets e um ambiente integrad de desenvlviment. METODOLOGIA - CIÊNCIA E NORMAS TÉCNICAS h A disciplina enfca a imprtância e relevância d cnheciment científic e de sua prduçã; intrduz s métds e as técnicas de pesquisa, abrangend s aspects peracinais para a elabraçã de trabalhs científics cujas práticas sã exigidas em nível universitári. TEORIA GERAL DE SISTEMAS h Abrda cnceits gerais da teria geral de sistemas e da mdelagem estruturada de sistemas, fcand na análise e prjet e, prtant, n desenvlviment de sistemas e aplicações cm fc cmercial. Explra perfil d prfissinal da área de Tecnlgia da Infrmaçã versus prfissinal da área administrativa, aprximand as duas áreas de cnheciment. S 3 SEMESTRE ANTROPOLOGIA E CULTURA BRASILEIRA h A disciplina intrduz, desdbra e aprfunda s cnceits que cmpõem as áreas específicas das ciências sciais, enfatizand a antrplgia scial. Discute as sciedades cntemprâneas, em especial, suas relações sciais, plíticas, ecnômicas e culturais. Abrda a diversidade cultural brasileira, suas manifestações e prduçã material. ENGENHARIA DE SOFTWARE h A disciplina explra cnceits de Engenharia de Sftware que pssibilitam a elabraçã de estratégias para desenvlviment de um sftware, englband desde levantament de requisits, análise, prjet, implementaçã, teste e manutençã. Os cnceits discutids embasam mdels e metdlgias apresentadas nas demais disciplinas desta área. ESTRUTURA DE DADOS h A disciplina explra cnheciment de sluções clássicas de prblemas pr mei de abstraçã, utilizand cnjunts de dads, representações, perações, apiads em métds e técnicas, tend cm subsídi uma linguagem de prgramaçã. LABORATÓRIO DE PROGRAMAÇÃO h A disciplina enfatiza s cnceits de rientaçã a bjets, tais cm: classes, bjets, relacinaments e vetres pr mei d estud de uma linguagem de prgramaçã rientada a bjets. A disciplina enfca as características e recurss utilizads em uma linguagem de prgramaçã, fcand estud e desenvlviment de aplicações cm interfaces gráficas. PROBABILIDADE E ESTATÍSTICA h Sã estudads s cnceits básics de prbabilidade e estatística pr mei de prcesss matemátics pertinentes a entendiment de fenômens estudads e, sbretud, pela cnstruçã e cmpreensã das ptencialidades e limites d desenvlviment analític da bservaçã da natureza, que gera cnclusões relevantes e agrega nvs saberes sbre bjet de um estud u experiment. 8

9 S 4 SEMESTRE BANCO DE DADOS h Apresenta cnceits básics da teria de Banc de Dads, envlvend arquitetura de Banc de Dads, mdelagem cnceitual cm ênfase n mdel entidade-relacinament, além de cnceits pertinentes a mdel relacinal e à álgebra relacinal. Também sã abrdadas técnicas para nrmalizaçã de banc de dads e intrduzida à linguagem SQL para criaçã de tabelas em um Sistema Gerenciadr de Banc de Dads Relacinal (SGBDR). DESENVOLVIMENTO HUMANO E SOCIAL h Explra de que maneira se desenvlve psiquism a partir da inserçã d indivídu n ambiente psicsscial, identificand as manifestações d incnsciente n cmprtament d sujeit. Abrda fenômen da percepçã e sua relaçã cm desenvlviment de aptidões mentais. Dedica-se, também, à psiclgia rganizacinal e a impact da cmunicaçã, mtivaçã e liderança nas relações de trabalh. LEGISLAÇÃO APLICADA À INFORMÁTICA h A disciplina abrda s cnceits básics relacinads à legislaçã brasileira e s relacina cm a área de cmputaçã. Explra s aspects da legislaçã pertinentes à atuaçã d prfissinal de tecnlgia da infrmaçã, cm empregad u empresári, sempre pautada na ética prfissinal. Cnceits sbre direit penal, individual, cletiv e d trabalh também sã abrdads na disciplina. PESQUISA, ORDENAÇÃO E TÉCNICAS DE ARMAZENAMENTO h A disciplina trata armazenament e a recuperaçã de infrmações em memória, discutind aspects de tecnlgia cmputacinal envlvids nas sluções. Apresenta técnicas específicas que trabalham cm grandes vlumes de dads, minimizand seu temp de rdenaçã, busca e acess. Abrda, ainda, classes de prblemas pr mei d estud da análise de cmplexidade de algritms. PROJETO INTEGRADO I h Primeir prjet desenvlvid a lng d semestre letiv, empregand s cnceits já adquirids n curs, cm frma de sistematizaçã e ampliaçã d cnheciment, para a análise e prpsiçã de sluções tecnlógicas de prblemas reais. SISTEMAS OPERACIONAIS h A disciplina detalha cnceits fundamentais e prjet de sistemas peracinais, incluind aspects relacinads à máquina virtual e gerenciament de recurss. Apresenta mecanisms de gerenciament de prcesss, gerência de memória e entrada/saída, e mecanisms de segurança. Inclui, também, estuds de cas ds principais sistemas peracinais utilizads na atualidade. S 5 SEMESTRE EMPREENDEDORISMO E SUSTENTABILIDADE h Abrda empreendedrism e papel d empreendedr, suas habilidades e características. Sã abrdads s aspects estratégics, gerenciais e peracinais que subsidiam a elabraçã d plan de negócis necessári à viabilidade de um empreendiment. Destaque é dad a desenvlviment sustentável, empreendedrism étic e cnsum respnsável. MODELAGEM DE SISTEMAS h A disciplina explra a aplicaçã de cnceits de rientaçã a bjets para mdelar um sftware a partir da descriçã de um prblema. A ntaçã UML (Unified Mdeling Language) embasa a mdelagem aplicada a um prjet prátic, incluind diferentes cntexts de negóci sb a ótica d usuári, a partir de mdels de cass de us. 9

10 GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BAARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO MODELOS DE ADMINISTRAÇÃO h Apresenta e discute a evluçã ds mdels de administraçã desde s tradicinais até s cntemprânes em uma perspectiva histórica, explrand s cnceits, fundaments e visões de cada um. Explra as pssibilidades de aplicaçã de cada um ds mdels nas práticas empresariais atuais, destacand sua adequaçã às características d negóci. PROJETO E ADMINISTRAÇÃO DE BANCO DE DADOS h Apresenta uma visã geral de sistemas de gerenciament de banc de dads d mercad e cnceits básics da cnstruçã de um banc de dads. As práticas d SQL-DDL e DML sã viabilizadas a partir de prjets cm api de um SGBD cmercial. Também sã discutids fundaments da administraçã de banc de dads cm segurança, gerenciament de transações e cntrle de cncrrência. REDES DE COMPUTADORES h Enfca estud das redes de cmputadres cm infraestrutura de cmunicaçã para interligaçã de sistemas cmputacinais e cmpartilhament de recurss. É explrada a articulaçã ds cnceits de redes de cmputadres, desde a aplicaçã até nível físic e sua rganizaçã, culminand n desenvlviment de aplicações. S 6 SEMESTRE GESTÃO DE PROJETOS h A disciplina explra as atividades típicas da funçã de gerente de prjet, uma das pssibilidades de exercíci n mercad de trabalh. Está alinhada às práticas de rganisms cnsagrads na área, evidenciand a relaçã teria e prática na gestã de prjets. Utiliza cm referência Prject Management Bdy f Knwledge PMBOK. PROJETO INTEGRADO II h Segund prjet desenvlvid a lng d semestre letiv, empregand s cnceits já adquirids n curs, cm frma de sistematizaçã e ampliaçã d cnheciment, para a análise e prpsiçã de sluções tecnlógicas de prblemas reais. DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE PARA WEB h A disciplina apresenta s cnceits fundamentais da arquitetura de aplicações Web e prpõe desenvlviment de um sftware utilizand uma linguagem de prgramaçã cm cnectividade a banc de dads. Para desenvlviment deste sftware sã abrdads mdel de três camadas e um framewrk utilizad n mercad de trabalh para desenvlviment web. GESTÃO DE PESSOAS h A disciplina discute, estrategicamente, s marcs teórics e as atividades relacinadas às áreas funcinais de Recurss Humans, a saber: recrutament e seleçã; carreiras, cargs e saláris; higiene, segurança e qualidade de vida n trabalh; treinament e desenvlviment e avaliaçã de perfrmance. Sã explradas as perspectivas tradicinal e invadra. Também sã abrdads temas cm: mudança rganizacinal, cnflit, mtivaçã, liderança, além das estratégias de pessal e arranjs internacinais e cm reduzir u evitar riscs inerentes a essas cndições. SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS h Analisa cnceit de Sistemas de Infrmações Gerenciais, ambientad na Era da Infrmaçã e da Tecnlgia da Infrmaçã, e papel fundamental que exerce nas empresas. Sã também discutids Sistemas de Infrmações Gerenciais utilizads nas diversas áreas que cmpõem uma rganizaçã mderna. 10

11 S 7 SEMESTRE GESTÃO DE MARKETING h A disciplina fca planejament, implementaçã e gestã de marketing, abrdand cnceit e papel d marketing nas rganizações, questões referentes à segmentaçã, psicinament e clcaçã n mercad, além d cmpst d marketing: prdut, preç, prmçã e distribuiçã. É dada ênfase na abertura de nvs mercads e na manutençã u cresciment em mercads crrentes. ARQUITETURA ORIENTADA A SERVIÇOS h Estuda as características de uma arquitetura rientada a serviçs, seu impact na mdelagem e desenvlviment de sistemas e suas implementações pr mei de Web Services, bem cm a elabraçã de um prjet que dê suprte à cmpsiçã e à agregaçã de serviçs cmplexs. INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL h Abrda cnceits de inteligência artificial e suas aplicações. Desenvlve racicíni em lógica, cm implementações baseadas em linguagem de prgramaçã, enfcand a resluçã de prblemas pr mei de técnicas de buscas heurísticas e recnheciment de padrões. Discute desenvlviment de sistemas especialistas e de api à decisã, utilizand representaçã de cnheciment e agentes inteligentes. OPTATIVA I h É ferecid um rl de disciplinas as estudantes, incluind LIBRAS. PROJETO INTEGRADO DE CURSO I h Orienta e desenvlve, pr mei de um prjet prátic, a metdlgia básica de pesquisas científicas e tecnlógicas. Estabelece s prcediments indispensáveis para revisã crítica da literatura d tema da pesquisa, bem cm para cmpreensã d prcess de cnheciment, visand a desenvlviment tecnlógic. SISTEMAS DISTRIBUÍDOS h A disciplina abrda s tópics relacinads a prjet e gerenciament de sistemas distribuíds, discutind s ambientes, s mdels de cmunicaçã e as arquiteturas existentes, além das implementações de aplicações paralelas e distribuídas, tais cm Sistemas de Arquivs Distribuíds, Sistemas de Transações Distribuídas, Clusters, Grids, Cmputaçã em Nuvem e Web Services. S 8 SEMESTRE GOVERNAÇA EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO h Abrda cnceits essenciais de gvernança de TI que agregam valr a negóci, auxiliand na tmada de decisões e está alinhada a planejament estratégic das crprações pr mei d us de melhres práticas e mdels de referência recnhecids pel mercad. GESTÃO FINANCEIRA h Abrda s cnceits fundamentais de finanças e suas aplicações práticas, bem cm s principais instruments de gestã e mensuraçã da saúde financeira das empresas, frnecend insums imprtantes para a tmada de decisões, prjets de investiment e fntes de financiament. PROCESSO DECISÓRIO E SISTEMAS DE APOIO À DECISÃO h Discute cnceits, níveis e tips de decisões nas empresas, bem cm estágis d prcess decisóri, seus mdels, impacts, além da análise das decisões tmadas. Sã enfatizads s cnceits e tips de sistemas de api à decisã, e seu us estratégic nas rganizações, e debatid estuds de cass de mdels de prcesss decisóris nas empresas. 11

12 GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BAARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO OPTATIVA II h É ferecid um rl de disciplinas as estudantes, incluind LIBRAS. PROJETO INTEGRADO DE CURSO II h Cnsiste na aplicaçã ds fundaments cnceituais adquirids n curs em um prjet cuj tema é definid a partir de prblemas reais existentes, nas áreas de engenharia, infrmática e tecnlgias. O prjet é cmpst pela estruturaçã metdlógica da pesquisa de um cas real, suas etapas de cnstruçã, métds e técnicas de pesquisa quantitativa e qualitativa e relatóri final de pesquisa. SEGURANÇA E AUDITORIA DE SISTEMAS h A disciplina identifica requisits de segurança que um sistema cmputacinal precisa atender para garantir níveis aceitáveis de integridade, cnfiabilidade, dispnibilidade e irrefutabilidade, cnfrme as necessidades das aplicações suprtadas. Sã estudadas as principais vulnerabilidades e ameaças que s sistemas estã sujeits, técnicas de ataques as sistemas, criptgrafia, análise de riscs e elabraçã de manuais de nrmas de segurança. SISTEMA DE AVALIAÇÃO A Universidade Anhembi Mrumbi desenvlve a avaliaçã de aprendizagem em duas etapas: N1 e N2. A N1 cnsiste em uma série de atividades desenvlvidas a lng d semestre que permitem avaliar estudante cntinuamente. A N2 cnsiste em uma prva presencial individual. A nta final d estudante (NF) é btida a partir da média entre N1 e N2. É cnsiderad aprvad estudante que atingir média igual u superir a 6,0 (seis). Ns curss e disciplinas na mdalidade a distância, a N2 crrespnde a 60% da nta final. O estudante tem direit a realizar prva de segunda chamada n cas de ter perdid a prtunidade de cumprir a prva na data estipulada, u para fins de melhria de nta. Se, eventualmente, fr reprvad estudante deverá cumprir nvamente a disciplina em regime de dependência. FREQUÊNCIA A avaliaçã d desempenh esclar, além d aprveitament, abrange também aspects de frequência. A Universidade adta cm critéri para aprvaçã a frequência mínima de 75% da carga hrária ttal da disciplina. O estudante que ultrapassar esse limite está autmaticamente reprvad na disciplina. Nas disciplinas e curss a distância, a frequência é apurada a partir da cmpletude das atividades prpstas n ambiente de aprendizagem e seguem mesm critéri para aprvaçã. 12

13 DIREÇÃO / COORDENAÇÃO DIREÇÃO DA ESCOLA DE ENGENHARIA E TECNOLOGIA Prf. Dr. Fabian d Prad Marques Bacharel em Ciência da Cmputaçã pela Universidade de Sã Paul (1997), mestre em Ciência da Cmputaçã e Matemática Cmputacinal pela Universidade de Sã Paul (2000) e dutr em Ciência da Cmputaçã e Matemática Cmputacinal pela Universidade de Sã Paul (2004). Além de diretr, atua também cm dcente. Tem experiência em crdenaçã de curss de Graduaçã e de Pós-graduaçã, gestã e avaliaçã acadêmica. Tem experiência na área de Ciência da Cmputaçã, cm ênfase em Otimizaçã Cmbinatória, atuand principalmente ns seguintes temas: prblemas de crte em bbinas de aç, prblema da mchila, timizaçã inteira e prblema de crte e empactament. COORDENAÇÃO DO CURSO DE BAARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prf. Dr. August Mendes Gmes Jr. Bacharel em Ciência da Cmputaçã pela Universidade Estadual de Maringá (2002), n estad d Paraná. Mestre (2005) em Engenharia Elétrica cm ênfase em Cmputaçã e Dutr (2011) em Ciências pela Escla Plitécnica da Universidade de Sã Paul. Desenvlve pesquisas nas áreas de prcessament de alt desempenh, sistemas distribuíds, timizaçã, cmpiladres e prgramaçã. É dcente ds curss de Ciência da Cmputaçã, Sistemas de Infrmaçã, Engenharia de Cmputaçã e Engenharia Elétrica. Prfissinalmente, crdenadr pssui 9 ans e mei de experiência cm dcente universitári, 6 ans de experiência desenvlvids cm assessr acadêmic n curs de bacharelad em Ciência da Cmputaçã e, na sequência, cm crdenadr d curs de Sistemas de Infrmaçã. O regime de trabalh d crdenadr é de Temp Integral cm 36 hras semanais dedicadas as atividades de crdenaçã. COORDENAÇÃO ADJUNTA DO CURSO DE BAARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prf. Ms. Emersn ds Sants Paduan Bacharel em Ciência da Cmputaçã pela Universidade Estadual de Lndrina (UEL) em 1994, n estad d Paraná. Mestre em Ciências na área de Cncentraçã Matemática Aplicada pela Universidade de Sã Paul (USP) em É dcente ds curss de Ciência da Cmputaçã, Sistemas de Infrmaçã, Engenharia de Cmputaçã e Design de Games. Prfissinalmente crdenadr adjunt pssui 13 ans de experiência cm dcente universitári e 4 ans de experiência desenvlvids cm assessr acadêmic n curs de bacharelad em Sistemas de Infrmaçã e, na sequência, cm crdenadr adjunt d curs de Sistemas de Infrmaçã. O regime de trabalh d crdenadr adjunt é de Temp Integral, cm 20 hras semanais dedicadas às atividades de crdenaçã e 20 hras para ensin em sala de aula. ANHEMBI MORUMBI PARA VOCÊ Vcê, estudante, é parte integrante da cmunidade acadêmica da Anhembi Mrumbi e pde desfrutar de tda infraestrutura que a Universidade ferece. Sã seis câmpus cm instalações mdernas, labratóris de última geraçã, biblitecas cm acerv abundante, além de academias de ginástica. CÂMPUS Centr Rua Dr. Almeida Lima, Mca Paulista 1 Av. Paulista, Bela Vista Paulista 2 Rua Treze de Mai, Bela Vista Mrumbi Av. Rque Petrni Jr., 630 Mrumbi Vale d Anhangabaú Rua Líber Badaró, 487 Centr Vila Olímpia Rua Casa d Atr, 275 Vila Olímpia 13

14 Mai / 2014

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi ampliu sua ferta de curss em diferentes áreas durante a década de.

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO EAD

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO EAD GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO EAD GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO EAD UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO EAD

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO EAD UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi ampliu sua ferta de curss em diferentes áreas durante a década de.

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS EAD

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS EAD GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS EAD GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS EAD UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS EAD

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS EAD TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS EAD TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS EAD UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS EAD

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS EAD TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS EAD TECNOLOGIA EM ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS EAD UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO BAARELADO EM BAARELADO EM UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi ampliu sua ferta de curss em diferentes

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BAARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BAARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM EVENTOS

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM EVENTOS GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil,

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BACHARELADO EM ENGENHARIA ELÉTRICA

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BACHARELADO EM ENGENHARIA ELÉTRICA BAARELADO EM BAARELADO EM UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi ampliu sua ferta de curss em diferentes

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BACHARELADO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BACHARELADO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BAARELADO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BAARELADO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO DE INICIAÇÃO PROFISSIONAL

REGULAMENTO DE ESTÁGIO DE INICIAÇÃO PROFISSIONAL REGULAMENTO DE ESTÁGIO DE INICIAÇÃO PROFISSIONAL Intrduçã O presente Regulament cnstitui um dcument intern d curs de Ciências Cntábeis e tem pr bjetiv reger as atividades relativas a Estági de Iniciaçã

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil,

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BACHARELADO EM ENGENHARIA MECÂNICA: ENERGIAS RENOVÁVEIS E TECNOLOGIA NÃO POLUENTE

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BACHARELADO EM ENGENHARIA MECÂNICA: ENERGIAS RENOVÁVEIS E TECNOLOGIA NÃO POLUENTE GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BAARELADO EM GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BAARELADO EM UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi

Leia mais

Os novos usos da tecnologia da informação nas empresas Sistemas de Informação

Os novos usos da tecnologia da informação nas empresas Sistemas de Informação Os nvs uss da tecnlgia da infrmaçã nas empresas Sistemas de Infrmaçã Prf. Marcel da Silveira Siedler siedler@gmail.cm SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC PELOTAS Planejament

Leia mais

CONCORRÊNCIA AA Nº 05/2009 BNDES ANEXO II PROJETO BÁSICO: JORNADA AGIR

CONCORRÊNCIA AA Nº 05/2009 BNDES ANEXO II PROJETO BÁSICO: JORNADA AGIR CONCORRÊNCIA AA Nº 05/2009 BNDES ANEXO II PROJETO BÁSICO: JORNADA AGIR 1. Históric da Jrnada AGIR Ns ambientes crprativs atuais, a adçã de um mdel de gestã integrada é uma decisã estratégica n api às tmadas

Leia mais

Cursos Profissionais de Nível Secundário (Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março)

Cursos Profissionais de Nível Secundário (Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março) REFERENCIAL DE FORMAÇÃO Curss Prfissinais de Nível Secundári (Decret-Lei n.º 74/2004, de 26 de Març) Família Prfissinal: 07 - Infrmática 1. QUALIFICAÇÕES / SAÍDAS PROFISSIONAIS As qualificações de nível

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit

Leia mais

Projetos, Programas e Portfólios

Projetos, Programas e Portfólios Prjets, Prgramas e Prtfólis pr Juliana Klb em julianaklb.cm Prjet Segund PMBOK (2008): um prjet é um esfrç temprári empreendid para criar um nv prdut, serviç u resultad exclusiv. Esta definiçã, apesar

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BACHARELADO EM ENGENHARIA ELÉTRICA

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BACHARELADO EM ENGENHARIA ELÉTRICA BAARELADO EM BAARELADO EM UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi ampliu sua ferta de curss em diferentes

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DA QUALIDADE EAD

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DA QUALIDADE EAD UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi ampliu sua ferta de curss em diferentes áreas durante a década de.

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO FINANCEIRA

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO FINANCEIRA GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil,

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM EVENTOS EAD

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM EVENTOS EAD GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil,

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM LOGÍSTICA EAD

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM LOGÍSTICA EAD UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi ampliu sua ferta de curss em diferentes áreas durante a década de.

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE TECNOLOGIA EM GESTÃO FINANCEIRA EAD

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE TECNOLOGIA EM GESTÃO FINANCEIRA EAD UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi ampliu sua ferta de curss em diferentes áreas durante a década de.

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL GUIA RÁPIDO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL GUIA RÁPIDO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA CIVIL UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS EAD

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS EAD UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi ampliu sua ferta de curss em diferentes áreas durante a década de.

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL EAD

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL EAD TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL EAD TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL EAD UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi

Leia mais

INTRODUÇÃO A LOGICA DE PROGRAMAÇÃO

INTRODUÇÃO A LOGICA DE PROGRAMAÇÃO INTRODUÇÃO A LOGICA DE PROGRAMAÇÃO A Lógica de Prgramaçã é necessária à tdas as pessas que ingressam u pretendem ingressar na área de Tecnlgia da Infrmaçã, send cm prgramadr, analista de sistemas u suprte.

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL EAD

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL EAD TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL EAD TECNOLOGIA EM GESTÃO COMERCIAL EAD UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS EAD

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS EAD GUIA RÁPIDO DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS EAD GUIA RÁPIDO DO CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS EAD UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil,

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE PSICOLOGIA

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE PSICOLOGIA UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi ampliu sua ferta de curss em diferentes áreas durante a década de.

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM HOTELARIA EAD

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM HOTELARIA EAD TECNOLOGIA EM HOTELARIA EAD TECNOLOGIA EM HOTELARIA EAD UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi ampliu sua

Leia mais

(1) (2) (3) Estágio II Semestral 6 Inovação e Desenvolvimento de Produtos Turísticos

(1) (2) (3) Estágio II Semestral 6 Inovação e Desenvolvimento de Produtos Turísticos Estági II Semestral 6 Invaçã e Desenvlviment de Prduts Turístics Desenvlviment e Operacinalizaçã de Prjects Turístics Inglês Técnic IV Legislaçã e Ética d Turism Opçã Semestral 4 6/6 Sistemas de Infrmaçã

Leia mais

INSTITUTO DE EXCELÊNCIA EM EDUCAÇÃO DE SAÚDE IEES. Excelência na Formação através da Experiência e Aplicação MARKETING FARMACÊUTICO PRÁTICO

INSTITUTO DE EXCELÊNCIA EM EDUCAÇÃO DE SAÚDE IEES. Excelência na Formação através da Experiência e Aplicação MARKETING FARMACÊUTICO PRÁTICO E IEES I EDUCAÇÃO DE SAÚDE INSTITUTO DE EXCELÊNCIA EM EDUCAÇÃO DE SAÚDE IEES Excelência na Frmaçã através da Experiência e Aplicaçã MARKETING FARMACÊUTICO PRÁTICO 1.CARGA HORÁRIA 32 Hras 2.DATA E LOCAL

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE PRODUÇÃO EDITORIAL COM ÊNFASE EM MULTIMEIOS

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE PRODUÇÃO EDITORIAL COM ÊNFASE EM MULTIMEIOS UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi ampliu sua ferta de curss em diferentes áreas durante a década de.

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA GUIA RÁPIDO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA GUIA RÁPIDO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA (Licenciatura)

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA (Licenciatura) GUIA RÁPIDO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA (Licenciatura) GUIA RÁPIDO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA (Licenciatura) UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE PUBLICIDADE E PROPAGANDA PUBLICIDADE E PROPAGANDA PUBLICIDADE E PROPAGANDA UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi ampliu sua ferta

Leia mais

Regulamento para realização do Trabalho de Conclusão de Curso

Regulamento para realização do Trabalho de Conclusão de Curso Universidade Federal d Ceará Campus de Sbral Curs de Engenharia da Cmputaçã Regulament para realizaçã d Trabalh de Cnclusã de Curs Intrduçã Este dcument estabelece as regras básicas para funcinament das

Leia mais

MODALIDADE DE FORMAÇÃO

MODALIDADE DE FORMAÇÃO CURSO 7855 PLANO DE NEGÓCIO - CRIAÇÃO DE PEQUENOS E MÉDIOS NEGÓCIOS Iníci ------ Duraçã 50h Hrári(s) ------ OBJECTIVOS GERAIS - Identificar s principais métds e técnicas de gestã d temp e d trabalh. -

Leia mais

Academia FI Finanças

Academia FI Finanças Academia FI Finanças A Academia é melhr caminh para especializaçã dentr de um tema n ERP da SAP. Para quem busca uma frmaçã cm certificaçã em finanças, mais indicad é participar da próxima Academia de

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GASTRONOMIA EAD

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GASTRONOMIA EAD TECNOLOGIA EM GASTRONOMIA EAD TECNOLOGIA EM GASTRONOMIA EAD UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi ampliu

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE CINEMA E AUDIOVISUAL

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE CINEMA E AUDIOVISUAL UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi ampliu sua ferta de curss em diferentes áreas durante a década de.

Leia mais

Pós-graduação. em Negócios e Marketing de Moda

Pós-graduação. em Negócios e Marketing de Moda Pós-graduaçã em Negócis e Marketing de Mda Pós-graduaçã em Negócis e Marketing de Mda Intrduçã A Faculdade Santa Marcelina é recnhecida nacinalmente pel seu pineirism pr lançar a primeira graduaçã de mda

Leia mais

Faculdade de Tecnologia SENAI Florianópolis e Faculdade de Tecnologia SENAI Jaraguá do Sul EDITAL DE PROCESSO SELETIVO

Faculdade de Tecnologia SENAI Florianópolis e Faculdade de Tecnologia SENAI Jaraguá do Sul EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Faculdade de Tecnlgia SENAI Flrianóplis e Faculdade de Tecnlgia SENAI Jaraguá d Sul EDITAL DE PROCESSO SELETIVO Pós-Graduaçã Lat Sensu em Gestã da Segurança da Infrmaçã em Redes de Cmputadres A Faculdade

Leia mais

MASTERCOMP ESCOLA DE INFORMÁTICA

MASTERCOMP ESCOLA DE INFORMÁTICA www.mastercmp.net 1 www.mastercmp.net www.mastercmp.net INFORMAÇO ES ADICIONAIS DO CURSO DE PROMODEL E MS PROJECT Prgramaçã: Carga hrária: 32 Hras Lcal: Sã Sebastiã d Paraís MG Prgramas usads n curs: MS

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM COMÉRCIO EXTERIOR EAD

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM COMÉRCIO EXTERIOR EAD TECNOLOGIA EM COMÉRCIO EXTERIOR EAD TECNOLOGIA EM COMÉRCIO EXTERIOR EAD UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE RELAÇÕES PÚBLICAS COM ÊNFASE EM COMUNICAÇÃO INTEGRADA

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE RELAÇÕES PÚBLICAS COM ÊNFASE EM COMUNICAÇÃO INTEGRADA UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi ampliu sua ferta de curss em diferentes áreas durante a década de.

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM NEGÓCIOS IMOBILIÁRIOS EAD

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM NEGÓCIOS IMOBILIÁRIOS EAD GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil,

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM AVIAÇÃO CIVIL

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM AVIAÇÃO CIVIL UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi ampliu sua ferta de curss em diferentes áreas durante a década de.

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS FACULDADE DE CIÊNCIAS APLICADAS Cidade Universitária de Limeira

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS FACULDADE DE CIÊNCIAS APLICADAS Cidade Universitária de Limeira DIRETRIZES PARA ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO DOS CURSOS DE GESTÃO 1 Sumári I. O Estági em Gestã...3 II. O Estági curricular...4 III. Acmpanhament e avaliaçã...5 IV. Mdels de Plan de Atividades e de Relatóri...5

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE PEDAGOGIA EAD

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE PEDAGOGIA EAD UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi ampliu sua ferta de curss em diferentes áreas durante a década de.

Leia mais

Curso de Extensão: Finanças Corporativas

Curso de Extensão: Finanças Corporativas 1. Apresentaçã Curs de Extensã: Finanças Crprativas Uma crpraçã é, genericamente, caracterizada pela tmada de duas decisões fundamentais, a de financiament e a de investiment. O prcess de seleçã, análise

Leia mais

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS CST em Análise e Desenvlviment de Sistemas 3ª série Fundaments de Sistemas Operacinais A atividade prática supervisinada (ATPS) é um métd de ensinaprendizagem desenvlvid

Leia mais

Missão do Curso. Objetivos. Perfil do Profissional. Integralização Curricular

Missão do Curso. Objetivos. Perfil do Profissional. Integralização Curricular ANO ANO Missã d Curs É missã d Curs de Arquitetura e Urbanism da UFC frmar prfissinais capacitads a pesquisar, cnceber e cnstruir, cm visã crítica da realidade sci-ecnômica e cnheciment aprfundad d cntext

Leia mais

POLÍTICA DE GESTÃO DE RISCOS DAS EMPRESAS ELETROBRAS

POLÍTICA DE GESTÃO DE RISCOS DAS EMPRESAS ELETROBRAS POLÍTICA DE GESTÃO DE RISCOS DAS EMPRESAS ELETROBRAS Versã 0.0 25/10/2010 Sumári 1 Objetivs... 3 2 Cnceits... 3 3 Referências... 3 4 Princípis... 3 5 Diretrizes d Prcess... 4 6 Respnsabilidades... 5 7

Leia mais

Gestão do Escopo 1. Planejamento da Gestão do Escopo: 2. Definição do Escopo: 3. Elaboração da EDT(EAP): 4. Verificação do Escopo:

Gestão do Escopo 1. Planejamento da Gestão do Escopo: 2. Definição do Escopo: 3. Elaboração da EDT(EAP): 4. Verificação do Escopo: Gestã d Escp 1. Planejament da Gestã d Escp: i. Autrizaçã d prjet ii. Definiçã d escp (preliminar) iii. Ativs em cnheciments rganizacinais iv. Fatres ambientais e rganizacinais v. Plan d prjet i. Plan

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS

GUIA RÁPIDO DO CURSO SUPERIOR DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi ampliu sua ferta de curss em diferentes áreas durante a década de.

Leia mais

Projeto de Arquitetura Objetivos. Tópicos abordados. Arquitetura de software. Vantagens da arquitetura explícita

Projeto de Arquitetura Objetivos. Tópicos abordados. Arquitetura de software. Vantagens da arquitetura explícita Prjet de Arquitetura Objetivs Apresentar prjet de arquitetura e discutir sua imprtância Explicar as decisões de prjet de arquitetura que têm de ser feitas Apresentar três estils cmplementares de arquitetura

Leia mais

1. Objetivo Geral. Página 1 de 5 CURSO LEADER COACH BELÉM. SESI Serviço Social da Indústria. IEL Instituto Euvaldo Lodi

1. Objetivo Geral. Página 1 de 5 CURSO LEADER COACH BELÉM. SESI Serviço Social da Indústria. IEL Instituto Euvaldo Lodi O país d futur parece estar chegand para muits brasileirs que investiram em qualidade e prdutividade prfissinal, empresarial e pessal ns últims ans. O gigante adrmecid parece estar despertand. Dads d Centr

Leia mais

Modelagem, qualificação e distribuição em um padrão para geoinformações

Modelagem, qualificação e distribuição em um padrão para geoinformações Mdelagem, qualificaçã e distribuiçã em um padrã para geinfrmações Julia Peixt 14h, 14 de junh de 2010. Mtivaçã Acerv de dads desde 1994 em diferentes áreas de pesquisa; Muitas pessas fazend muits trabalhs

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE FISIOTERAPIA

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE FISIOTERAPIA UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi ampliu sua ferta de curss em diferentes áreas durante a década de.

Leia mais

Colégio Integrado EXATO

Colégio Integrado EXATO Clégi Integrad EXATO Rua: Ri de Janeir, 47 Jardim Bela Vista Mgi Guaçu SP CEP 13840-210 Telefne (19) Prpsta Plític-pedagógica d Clégi Integrad EXATO S/S Ltda. O Clégi Integrad EXATO cntextualiza sua açã

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE RÁDIO E TV

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE RÁDIO E TV UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi ampliu sua ferta de curss em diferentes áreas durante a década de.

Leia mais

GESTÃO DE LABORATÓRIOS

GESTÃO DE LABORATÓRIOS Seminári Luanda, 26,27,28,29 e 30 de Mai de 2014 - Htel **** Guia Prática GESTÃO DE LABORATÓRIOS Finanças Assegure uma gestã eficaz de tdas as áreas 40 hras de Frmaçã Especializada Cnceits ecnómic-financeirs

Leia mais

GUIA DE RELACIONAMENTO MT-COR: 001 Revisão: 000

GUIA DE RELACIONAMENTO MT-COR: 001 Revisão: 000 GUIA DE RELACIONAMENTO MT-COR: 001 Revisã: 000 A Mercur S.A., empresa estabelecida desde 1924, se precupa em cnduzir as suas relações de acrd cm padrões étics e cmerciais, através d cumpriment da legislaçã

Leia mais

PIM TECNOLOGIA EM GERENCIAMENTO DE REDES DE COMPUTADORES (GR3P30)

PIM TECNOLOGIA EM GERENCIAMENTO DE REDES DE COMPUTADORES (GR3P30) UNIP Brasília - Crdenaçã CG/CW/GR/AD Senhres Aluns, Seguem infrmações imprtantes sbre PIM: 1. O QUE É? - Os PIM (Prjet Integrad Multidisciplinar) sã prjets brigatóris realizads els aluns ds curss de graduaçã

Leia mais

Sistema de Gestão de BPM

Sistema de Gestão de BPM 1/13 ESTA FOLHA ÍNDICE INDICA EM QUE REVISÃO ESTÁ CADA FOLHA NA EMISSÃO CITADA R. 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 R. 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 FL. FL. 01 X 26 02 X 27 03 X 28 04 X 29 05 X 30 06 X

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BACHARELADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BACHARELADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BAARELADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA GUIA RÁPIDO DO CURSO DE BAARELADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism

Leia mais

ISO 9001:2008 alterações à versão de 2000

ISO 9001:2008 alterações à versão de 2000 ISO 9001:2008 alterações à versã de 2000 Já passaram quase it ans desde que a versã da ISO 9001 d an 2000 fi publicada, que cnduziu à necessidade de uma grande mudança para muitas rganizações, incluind

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE LETRAS EAD

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE LETRAS EAD GUIA RÁPIDO DO CURSO DE LETRAS EAD GUIA RÁPIDO DO CURSO DE LETRAS EAD UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi

Leia mais

Ministério da Justiça. Orientações para a preparação dos Policiais que atuam na Região

Ministério da Justiça. Orientações para a preparação dos Policiais que atuam na Região Ministéri da Justiça Departament da Plícia Federal Academia Nacinal de Plícia Secretaria Nacinal de Segurança Pública Departament de Pesquisa, Análise da Infrmaçã e Desenvlviment Humanan Orientações para

Leia mais

GESTÃO DE PROJETOS. Uma visão geral Baseado nas diretrizes do PMI

GESTÃO DE PROJETOS. Uma visão geral Baseado nas diretrizes do PMI GESTÃO DE PROJETOS Uma visã geral Bead n diretrizes d PMI 1 Intrduçã Objetiv da Apresentaçã O bjetiv é frnecer uma visã geral ds prcesss de Gestã de Prjets aplicads à Gestã de Empreendiments. O que é Prjet?

Leia mais

é a introdução de algo novo, que atua como um vetor para o desenvolvimento humano e melhoria da qualidade de vida

é a introdução de algo novo, que atua como um vetor para o desenvolvimento humano e melhoria da qualidade de vida O que é invaçã? Para a atividade humana: é a intrduçã de alg nv, que atua cm um vetr para desenvlviment human e melhria da qualidade de vida Para as empresas: invar significa intrduzir alg nv u mdificar

Leia mais

Matemática / 1ª série / ICC Prof. Eduardo. Unidade 1: Fundamentos. 1 - Introdução ao Computador

Matemática / 1ª série / ICC Prof. Eduardo. Unidade 1: Fundamentos. 1 - Introdução ao Computador Unidade 1: Fundaments 1 - Intrduçã a Cmputadr Cnceits básics e Terminlgias O cmputadr é uma máquina eletrônica capaz de realizar uma grande variedade de tarefas cm alta velcidade e precisã, desde que receba

Leia mais

DEPARTAMENTO DE EXPRESSÕES

DEPARTAMENTO DE EXPRESSÕES DEPARTAMENTO DE EXPRESSÕES Critéris de Avaliaçã Direçã Reginal de Educaçã d Nrte Agrupament de Esclas AMADEO DE SOUZA-CARDOSO Telões - Amarante EDUCAÇÃO MUSICAL 2ºCICLO An Letiv 2014/2015 Dmíni Cgnitiv

Leia mais

PLATAFORMA EMPRESAS PELO CLIMA

PLATAFORMA EMPRESAS PELO CLIMA PLATAFORMA EMPRESAS PELO CLIMA CAMINHO PARA ELABORAÇÃO DE AGENDAS EMPRESARIAIS EM ADAPTAÇÃO ÀS MUDANÇAS DO CLIMA Prpsta de Framewrk Resultad d diálg crrid em 26 de junh de 2013, n Fórum Latin-American

Leia mais

SUMÁRIO. A Stavale & CCT oferece treinamentos abertos e in company.

SUMÁRIO. A Stavale & CCT oferece treinamentos abertos e in company. A Stavale & CCT ferece treinaments aberts e in cmpany. Clabradres mais qualificads e empresa mais lucrativa. Sluções mais rápidas e efetivas. Treinaments custmizads para sua empresa. Dispms de sala cm

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE JUIZ DE FORA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE JUIZ DE FORA UNIVERSIDADE FEDERAL DE JUIZ DE FORA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE JUIZ DE FORA PROGRAMA NACIONAL DE REORIENTAÇÃO DA FORMAÇÃO PROFISSIONAL EM SAÚDE PRÓ-SAÚDE PROJETO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ODONTOLOGIA

Leia mais

Dados Gerais. Código / Nome do Curso. 196 / Escola de Gestores- Curso de Especialização em Gestão Escolar. Gestão Educacional

Dados Gerais. Código / Nome do Curso. 196 / Escola de Gestores- Curso de Especialização em Gestão Escolar. Gestão Educacional Códig / Nme d Curs Status Códig - Área Subárea Especialida Dads Gerais 196 / Escla Gestres- Curs Especializaçã em Gestã Esclar Ativ 49 / Educaçã Gestã Educacinal Gestã Esclar Nivel d Curs Especializaçã

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE JORNALISMO

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE JORNALISMO UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi Mrumbi ampliu sua ferta de curss em diferentes áreas durante a década de.

Leia mais

Anexo V. Software de Registro Eletrônico em Saúde. Implantação em 2 (duas) Unidades de Saúde

Anexo V. Software de Registro Eletrônico em Saúde. Implantação em 2 (duas) Unidades de Saúde Anex V Sftware de Registr Eletrônic em Saúde Implantaçã em 2 (duas) Unidades de Saúde Índice 1 INTRODUÇÃO... 3 2 ESTRATÉGIAS E PROCEDIMENTOS DE IMPLANTAÇÃO... 3 4 INFRAESTRUTURA NAS UNIDADES DE SAÚDE -

Leia mais

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM NUTRIÇÃO

GUIA RÁPIDO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM NUTRIÇÃO GUIA RÁPIDO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM GUIA RÁPIDO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM UNIVERSIDADE ANHEMBI MORUMBI Fundada em 1970 cm intuit de ferecer primeir curs superir de Turism d Brasil, a Universidade Anhembi

Leia mais

ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS DE SANTA EFIGÊNIA DE MINAS

ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS DE SANTA EFIGÊNIA DE MINAS ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS DE SANTA EFIGÊNIA DE MINAS AUXILIAR DE SECRETARIA Organizar e manter atualizad serviç de escrituraçã esclar. Redigir fícis, expsições de mtivs, atas, declarações, certidões de cntagem

Leia mais

Proposta. Treinamento Lean Thinking Mentalidade Enxuta. Apresentação Executiva

Proposta. Treinamento Lean Thinking Mentalidade Enxuta. Apresentação Executiva Treinament Lean Thinking Mentalidade Enxuta www.masterhuse.cm.br Prpsta Cm Treinament Lean Thinking Mentalidade Enxuta Apresentaçã Executiva Treinament Lean Thinking Mentalidade Enxuta Cpyright 2011-2012

Leia mais

REGULAMENTO DE POLÍTICA DE CAPACITAÇÃO E QUALIFICAÇÃO DOS SERVIDORES DA FETLSVC - RS

REGULAMENTO DE POLÍTICA DE CAPACITAÇÃO E QUALIFICAÇÃO DOS SERVIDORES DA FETLSVC - RS REGULAMENTO DE POLÍTICA DE CAPACITAÇÃO E QUALIFICAÇÃO DOS SERVIDORES DA FETLSVC - RS Julh 2007 INTRODUÇÃO As amplas, prfundas e rápidas transfrmações pr que passa a nssa sciedade prvcaram, frçsamente,

Leia mais

Vensis PCP. Rua Américo Vespúcio, 71 Porto Alegre / RS (51) 3012-4444 comercial@vensis.com.br www.vensis.com.br

Vensis PCP. Rua Américo Vespúcio, 71 Porto Alegre / RS (51) 3012-4444 comercial@vensis.com.br www.vensis.com.br Vensis PCP Vensis PCP O PCP é módul de planejament e cntrle de prduçã da Vensis. Utilizad n segment industrial, módul PCP funcina de frma ttalmente integrada a Vensis ERP e permite às indústrias elabrar

Leia mais

Capítulo VII Projetos de eficiência energética em iluminação pública Por Luciano Haas Rosito*

Capítulo VII Projetos de eficiência energética em iluminação pública Por Luciano Haas Rosito* 20 Api O Setr Elétric / Julh de 2009 Desenvlviment da Iluminaçã Pública n Brasil Capítul VII Prjets de eficiência energética em iluminaçã pública Pr Lucian Haas Rsit* Neste capítul abrdarems s prjets de

Leia mais

Relatório de Gerenciamento de Riscos

Relatório de Gerenciamento de Riscos Relatóri de Gerenciament de Riscs 2º Semestre de 2014 1 Sumári 1. Intrduçã... 3 2. Gerenciament de Riscs... 3 3. Risc de Crédit... 4 3.1. Definiçã... 4 3.2. Gerenciament... 4 3.3. Limites de expsiçã à

Leia mais

3 Formulação da Metodologia 3.1. Considerações Iniciais

3 Formulação da Metodologia 3.1. Considerações Iniciais 53 3 Frmulaçã da Metdlgia 3.1. Cnsiderações Iniciais O presente capítul tem cm finalidade prpr e descrever um mdel de referencia para gerenciament de prjets de sftware que pssa ser mensurável e repetível,

Leia mais

1ª EDIÇÃO. Regulamento

1ª EDIÇÃO. Regulamento 1ª EDIÇÃO Regulament 1. OBJETIVO O Prêmi BRASILIDADE é uma iniciativa d Serviç de Api às Micr e Pequenas Empresas n Estad d Ri de Janeir SEBRAE/RJ, idealizad pr Izabella Figueired Braunschweiger e cm a

Leia mais

Art. 2º. Trata-se de uma promoção de caráter exclusivamente de estimulo cultural, profissional e acadêmico sem vínculo com sorteios.

Art. 2º. Trata-se de uma promoção de caráter exclusivamente de estimulo cultural, profissional e acadêmico sem vínculo com sorteios. Prêmi Data Pint de Criatividade e Invaçã - 2011 N an em que cmpleta 15 ans de atuaçã n mercad de treinament em infrmática, a Data Pint ferece à cmunidade a prtunidade de participar d Prêmi Data Pint de

Leia mais

WORKSHOPS SOBRE AS POSSIBILIDADES DE COOPERAÇÃO / CONCENTRAÇÃO NO SECTOR AUXILIAR NAVAL

WORKSHOPS SOBRE AS POSSIBILIDADES DE COOPERAÇÃO / CONCENTRAÇÃO NO SECTOR AUXILIAR NAVAL WORKSHOPS SOBRE AS POSSIBILIDADES DE COOPERAÇÃO / CONCENTRAÇÃO NO SECTOR AUXILIAR NAVAL ÍNDICE I. Apresentaçã e bjectivs d wrkshp II. III. Resultads ds inquérits Ambiente cmpetitiv Negóci Suprte Prcesss

Leia mais

Relatório de Gerenciamento de Riscos

Relatório de Gerenciamento de Riscos Relatóri de Gerenciament de Riscs 2º Semestre de 2015 1 Sumári 1. Intrduçã... 3 2. Gerenciament de Riscs... 3 2.1. Organgrama... 4 3. Risc de Crédit... 4 3.1. Definiçã... 4 3.2. Gerenciament... 4 3.3.

Leia mais

Desenho centrado em utilização

Desenho centrado em utilização Desenh centrad em utilizaçã Engenharia de Usabilidade Prf.: Clarind Isaías Pereira da Silva e Pádua Departament de Ciência da Cmputaçã - UFMG Desenh centrad em utilizaçã Referências Cnstantine, L.L., &

Leia mais

REGULAMENTO 1- OBJETIVO

REGULAMENTO 1- OBJETIVO REGULAMENTO 1- OBJETIVO O Prgrama Nv Temp é um iniciativa da Cargill Agricla SA, que visa ferecer as seus funcináris e das empresas patrcinadras ds plans de previdência sb a gestã da CargillPrev Sciedade

Leia mais

DISSERTAÇÃO NOS MESTRADOS INTEGRADOS NORMAS PARA O SEU FUNCIONAMENTO

DISSERTAÇÃO NOS MESTRADOS INTEGRADOS NORMAS PARA O SEU FUNCIONAMENTO DISSERTAÇÃO NOS MESTRADOS INTEGRADOS NORMAS PARA O SEU FUNCIONAMENTO 1. PREÂMBULO... 1 2. NATUREZA E OBJECTIVOS... 1 3. MODO DE FUNCIONAMENTO... 2 3.1 REGIME DE ECLUSIVIDADE... 2 3.2 OCORRÊNCIAS... 2 3.3

Leia mais

PROJETO 22ª MOSTRA ESTUDANTIL TECNOLÓGICA Dias 22 e 23 DE OUTUBRO DE 2014 CURSO: GESTÃO EMPRESARIAL

PROJETO 22ª MOSTRA ESTUDANTIL TECNOLÓGICA Dias 22 e 23 DE OUTUBRO DE 2014 CURSO: GESTÃO EMPRESARIAL PROJETO 22ª MOSTRA ESTUDANTIL TECNOLÓGICA Dias 22 e 23 DE OUTUBRO DE 2014 CURSO: GESTÃO EMPRESARIAL Objetivs: Gestã Empresarial Desenvlver cmpetências para atuar n gerenciament de prjets, prestand cnsultria

Leia mais