Conceitos. Fundamentos.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Conceitos. Fundamentos."

Transcrição

1 Conceitos. Fundamentos. O OBJETIVO DESSE AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM SERÁ A APRESENTAÇÃO DA PRISÃO TEMPORÁRIA INTRODUÇÃO A PRISÃO TEMPORÁRIA é uma das modalidades de prisões cautelares. Prisão cautelar "carcer ad custodiam" é aquela prisão decretada antes do trânsito em julgado da sentença penal condenatória com o escopo de resguardar a eficácia das investigações ou do processo penal. Trata-se de modalidade de medida cautelar pessoal, destinada à assegurar e acautelar o bom andamento do processo penal (LIMA, 2014, p. 644). A prisão temporária está disciplinada na Lei 7.960, de 21 de dezembro de 1989, e tem o objetivo principal de assegurar a eficácia das investigações criminais nos casos de crimes graves. Ademais, referida lei foi criada com o escopo de por fim à famigerada prisão para averiguações, consistente na prisão de pessoas para averiguar a vinculação das mesmas a alguma infração penal, independentemente da existência de prisão em flagrante ou de autorização judicial (LIMA, 2014, p. 646). A doutrina, em geral, aponte a INCONSTITUCIONALIDADE da Lei 7.960/89, por VÍCIO FORMAL, haja vista que se originou da conversão da MEDIDA PROVISÓRIA Nº 111, de 24 de novembro de A conversão da Medida Provisória em Lei que regulamente matéria de Direito Processual Penal viola o disposto no Art. 22, inciso I, bem como o Art. 62, 1º, inciso I, alínea "b", ambos da Constituição da República (LOPES Jr., 2012, p. 877). No entanto, em que pese a inconstitucionalidade apontada pela doutrina, a Lei 7.960/89, permanece em vigor e produzindo efeitos. CONCEITO A prisão temporária é a prisão de natureza cautelar, com prazo preestabelecido de duração, cabível exclusivamente durante o inquérito policial ou de qualquer investigação preliminar equivalente, objetivando o encarceramento em virtude de infrações previstas, expressamente na lei (ALENCAR; TÁVORA, 2013, p. 594). Nesse sentido, é interessante citar as lições de RENATO BRASILEIRO DE LIMA:

2 "Cuida-se de espécie de prisão cautelar decretada pela autoridade judiciária competente, com prazo preestabelecido de furação, cabível exclusivamente durante a fase preliminar de investigações quando a privação da liberdade de locomoção do indivíduo for indispensável para a identificação de fontes de prova e obtenção de elementos de informação quanto à autoria e materialidade das infrações penais mencionadas no Art. 1º, inciso III, da Lei nº 7960/89, assim como em relação aos crimes hediondos e equiparados (Lei nº 8.072/90, Art. 2º 4º), viabilizando a instauração da persecutio criminis in judicio" (LIMA, 2014, p. 648). Atualmente a prisão temporária está prevista no Art. 283 do Código de Processso Penal, com a redação determinada pela Lei , de 4 de maio de 2011, que dispõe: "Ninguém poderá ser preso senão em flagrante delito ou por ordem escrita e fundamentada da autoridade judiciária competente, em decorrência de sentença condenatória transitada em julgado ou, no curso da investigação ou do processo, em virtude de prisão temporária ou prisão preventiva". No entanto, as hipóteses de cabimento, bem como os fundamentos para a decretação da prisão temporária continuam previstos e regulamentados na Lei 7.960/89. FUNDAMENTOS PARA DECRETAÇÃO DA PRISÃO TEMPORÁRIA A prisão temporária, como qualquer medida cautelar pessoal, ou seja, as prisões provisórias, deverá ser decretada quando houver "fumus commissi delicti", bem como "periculum libertatis", ou seja, fumaça da prática do delito (indicios mínimos de autoria ou participação) e perigo da liberdade. Assim sendo, para a decretação da prisão temporária, devem, necessariamente ser atendidos os requisitos específicos, previstos no Art. 282 do Código de Processo Penal, que impõe, para decretação da prisão temporária, que haja NECESSIDADE e ADEQUAÇÃO da medida à gravidade do crime, circunstâncias do fato e condições pessoais do indiciado ou investigado (ALENCAR; TÁVORA, 2013, p. 595). Ademais, os requisitos ou pressupostos legais de aplicação da prisão temporária estão previstos expressamente no Art. 1º, incisos I, II e III da Lei 7.960/89, senão vejamos: - IMPRESCINDIBILIDADE PARA AS INVESTIGAÇÕES DO INQUÉRITO POLICIAL; - INDICIADO QUE NÃO TEM RESIDÊNCIA FIXA OU NÃO FORNECE ELEMENTOS PARA SUA IDENTIFICAÇÃO;

3 - QUANDO HOUVER FUNDADAS RAZÕES, DE ACORDO COM QUALQUER PROVA ADMITIDA NA LEGISLAÇÃO, DE AUTORIA OU PARTICIPAÇÃO DO INDICIADO NOS SEGUINTES CRIMES : a) homicídio doloso (Art. 121, caput, e seu 2º do CP); b) sequestro ou cárcere privado (Art. 148, caput, e seus 1º e 2º do CP); c) roubo (Art. 157, caput, e seus 1º, 2º e 3º do CP); d) extorsão (Art. 158, caput, e seus 1º e 2º do CP); e) extorsão mediante sequestro (Art. 159, caput, e seus 1º, 2º e 3º do CP) f) estupro (Art. 213,caput, 1º e 2º do CP) g) estupro de vulnerável (Art. 217-A 1º do CP, conforme entendimento majoritário da doutrina) (LIMA, 2014, p, 654); h) epidemia com resultado morte (Art. 263, 1º do CP); i) envenenamento de água potável ou substância alimentícia ou medicional qualificada pela morte (Art. 270, caput, combinado com o Art. 285, ambos do CP); j) associação criminosa (Art. 288 do CP); l) genocídio (Arts. 1º, 2º e 3º da Lei 2.889/56); m) tráfico ilícito de drogas (correspondendo atualmente aos Art. 33, caput, e 1º, bem como os Arts. 34 a 37 da Lei /2006); n) crimes contra o sistema financeiro (Lei 7.492/86); o) todos os crimes hediondos e os equiprados (Arts. 1º e 2 4º da lei 8.072/90). Apesar da previsão de cabimento da prisão temporária, existe celeuma doutrinária a respeito os requisitos supracitados. A discussão repousa na necessidade ou não de conjugação dos três incisos, previstos no Art. 1º da Lei 7.960/89. Existem cerca de seis posições distintas a respeito dessa problemática, no entanto, abordaremos, apenas, a posição majortiária. A posição francamente majoritária a respeito dos fundamentos da prisão temporária é defendida, por exemplo por GUILHERME DE SOUZA NUCCI, ANTÔNIO SACARANCE FERNANDES, NESTOR TÁVORA etc. Segundo tal posição a prisão temporária é admitida com base na presença necessária do inciso III do Art. 1º, pois este inciso materializa o denomoinado "fumus commissi delicti", bem como sua conjugação com os incisos I ou II. Assim sendo, para a DECRETAÇÃO DA PRISÃO TEMPORÁRIA É NECESSÁRIO: INCISO III SOMADO AO INCISO I OU II, todos do Art. 1º da Lei 7.960/89

4 (ALENCAR; TÁVORA, 2013, p. 598). As outras posições são flagrantemente minoritárias não prevalecendo na jurisprudência pátria. Ademais, é importante salientar que a prisão temporária só terá cabimento DURANTE A FASE DE INVESTIGAÇÃO, não se coadunando com a fase judicial. prisão temporária Quiz

5 1 A prisão temporária poderá ser decretada em face de: Crime de aborto sem o consentimento da gestante. Crime de homicídio privilegiado. Crimes contra a ordem tributária. Crime de epidemia com resultado morte. 2 A prisão temporária poderá ser decretado, no caso de: Homicídio simples. Homicídio privilegiado. Constrangimento ilegal. Corrupção ativa

6 3 Referente à prisão temporária aponte a alternativa CORRETA: Caberá prisão temporária durante a fase do inquérito policial, bem como da ação penal. A prisão temporária é cabível para qualquer crime, bastante decisão fundametnada do juiz. Caberá prisão temporária apenas durante a fase do inquérito policial ou de qualquer outra investigação preliminar. nenhuma das alternativas anteriores. Referências ALENCAR, Rosmar Rodrigues; TÁVORA, Nestor. Curso de Direito Processual Penal. 8.ed. Salvador, BA: JusPODIVM, ANDREUCCI, Ricardo Antonio. Legislação penal especial. 6.ed. São Paulo: Saraiva, BONFIM, Edilson Mougenot. Curso de processo penal. 7.ed. São Paulo: Saraiva, LIMA, Renato Brasileiro, Legislação criminal especial comentada. 2.ed. Salvador, BA, Editora JusPODIVM, LOPES, Aury. Direito Processual Penal. 9.ed. São Paulo: Saraiva, NUCCI, Guilherme de Souza. Leis penais e processuais penais comentadas. 5d. São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, NUCCI, Guilherme de Souza. Código de Processo Penal comentado. 14.ed. Rio de Janeiro: Forense, NUCCI, Guilherme de Souza. Manual de processo penal e execução penal. São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, 2013.

7 REIS, Alexandre Cebrian Araújo. Direito Processual Penal esquematizado. 3.ed. São Paulo: Saraiva, 2014.

PROJETO DE LEI Nº DE 2011

PROJETO DE LEI Nº DE 2011 PROJETO DE LEI Nº DE 2011 Altera a Lei nº 8.137, de 27 de dezembro de 1990, a Lei 8.666, de 21 de junho de 1993 e a Lei nº 8.884, de 11 de junho de 1994. O CONGRESSO NACIONAL decreta: Art. 1º O art. 4º

Leia mais

Autor: André Gomes Rabeschini

Autor: André Gomes Rabeschini Artigos Jurídicos Autor: André Gomes Rabeschini PRISÕES CAUTELARES André Gomes Rabeschini Funcionário Publico do Estado de São Paulo, Bacharel em Direito pela Universidade Nove de Julho, Especializando

Leia mais

Rtgukfípekc"fc"Tgrûdnkec"

RtgukfípekcfcTgrûdnkec Página 1 de 8 Rtgukfípekc"fc"Tgrûdnkec" Ecuc"Ekxkn" Uudejghkc"rctc"Cuuupvqu"Lutîfkequ NGK"P "340625."FG"6"FG"OCKQ"FG"42330 Vigência Altera dispositivos do Decreto-Lei n o 3.689, de 3 de outubro de 1941

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XVI EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XVI EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL Gilberto, quando primário, apesar de portador de maus antecedentes, praticou um crime de roubo simples, pois, quando tinha 20 anos de idade, subtraiu de Renata, mediante

Leia mais

LEIS PENAIS ESPECIAIS

LEIS PENAIS ESPECIAIS LEIS PENAIS ESPECIAIS LEI MARIA DA PENHA Lei 11.340/06 Protege a mulher a violência doméstica e familiar LEI MARIA DA PENHA A violência doméstica não é somente a violência física Abrange qualquer agressão

Leia mais

Art. 125. As sanções civis, penais e administrativas poderão cumular-se, sendo independentes entre si.

Art. 125. As sanções civis, penais e administrativas poderão cumular-se, sendo independentes entre si. 1 de 7 22/4/2015 14:02 Este texto foi publicado no site Jus Navigandi no endereço http://jus.com.br/artigos/27525 Para ver outras publicações como esta, acesse http://jus.com.br Da independência das instâncias

Leia mais

PARECERES JURÍDICOS. Para ilustrar algumas questões já analisadas, citamos abaixo apenas as ementas de Pareceres encomendados:

PARECERES JURÍDICOS. Para ilustrar algumas questões já analisadas, citamos abaixo apenas as ementas de Pareceres encomendados: PARECERES JURÍDICOS Partindo das diversas obras escritas pelo Prof.Dr. AURY LOPES JR., passamos a oferecer um produto diferenciado para os colegas Advogados de todo o Brasil: a elaboração de Pareceres

Leia mais

Proteção do Sigilo de Informações e Marco Civil da Internet

Proteção do Sigilo de Informações e Marco Civil da Internet Proteção do Sigilo de Informações e Marco Civil da Internet 2 Não há lei brasileira que regule a atividade de navegação na internet ou traga disposições específicas e exclusivas sobre os dados que circulam

Leia mais

SUMÁRIO. UNIDADE 10 Prescrição ou ministração culposa de drogas; UNIDADE 11 Condução de embarcação ou aeronave sob o efeito de drogas;

SUMÁRIO. UNIDADE 10 Prescrição ou ministração culposa de drogas; UNIDADE 11 Condução de embarcação ou aeronave sob o efeito de drogas; SUMÁRIO LEI Nº 11.343/06 NOVA LEI DE DROGAS; UNIDADE 1 UNIDADE 2 UNIDADE 3 UNIDADE 4 Antinomia aparente de normas penais; Delito de posse de drogas ilícitas para consumo pessoal; Vedação da prisão em flagrante;

Leia mais

ANEXO XV - CRIMINAL - INQUÉRITO POLICIAL e TERMOS Crimes contra a vida

ANEXO XV - CRIMINAL - INQUÉRITO POLICIAL e TERMOS Crimes contra a vida Informações para o Conselho Nacional do Ministério Público Março/2012 ANEXO XV - CRIMINAL - INQUÉRITO POLICIAL e TERMOS Crimes contra a vida Saldo anterior 46 Recebidos 23 Devolvidos 23 Em andamento 46

Leia mais

DIREITO PENAL APLICAÇÃO DA LEI PENAL

DIREITO PENAL APLICAÇÃO DA LEI PENAL DIREITO PENAL APLICAÇÃO DA LEI PENAL Súmula 711: A Lei penal mais grave aplica-se ao crime continuado ou ao crime permanente, se a sua vigência é anterior à cessação da continuidade ou da permanência.

Leia mais

PRISÃO TEMPORÁRIA E PRISÃO PREVENTIVA

PRISÃO TEMPORÁRIA E PRISÃO PREVENTIVA 1 PRISÃO TEMPORÁRIA E PRISÃO PREVENTIVA Marcelo Tavares Gumy Silva 1 RESUMO A análise da prisão temporária e principalmente da prisão preventiva são os objetivos deste artigo, verificando na doutrina,

Leia mais

SUMÁRIO. Questões comentadas dos exames da OAB - 2ª edição

SUMÁRIO. Questões comentadas dos exames da OAB - 2ª edição SUMÁRIO Questões comentadas dos exames da OAB - 2ª edição Apresentação - Marco Antonio Araujo Junior Sobre os autores 1.1 Introdução princípios e poderes 1.2 Ato administrativo 1.3 Organização da Administração

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2015. Ensino Técnico MMO tecnologia para a saúde Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec: ETEC PAULINO BOTELHO - Extensão E.E. Arlindo Bittencourt Código: 092-2 Município: São Carlos/SP Eixo Tecnológico: Gestão

Leia mais

SOBRE AS NOVAS REGRAS PARA A FIANÇA CRIMINAL DA DEVOLUÇÃO DOS BENS E VALORES DADOS COMO FIANÇA

SOBRE AS NOVAS REGRAS PARA A FIANÇA CRIMINAL DA DEVOLUÇÃO DOS BENS E VALORES DADOS COMO FIANÇA 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 SOBRE AS NOVAS REGRAS PARA A FIANÇA CRIMINAL DA DEVOLUÇÃO DOS BENS E VALORES DADOS COMO FIANÇA Paulo Maurício Serrano

Leia mais

Plano de Ensino. Identificação

Plano de Ensino. Identificação Identificação Plano de Ensino Curso: direito Disciplina: prática penal Ano/semestre: 2012/1º Carga horária: Total: 40h Semanal: 4h Professor: Caroline de Queiroz Costa Vitorino Período/turno: 9º - matutino

Leia mais

DIREITO PENAL E DIREITO PROCESSUAL PENAL

DIREITO PENAL E DIREITO PROCESSUAL PENAL DIREITO PENAL E DIREITO PROCESSUAL PENAL PEÇA PROFISSIONAL Mariano Pereira, brasileiro, solteiro, nascido em 20/1/1987, foi denunciado pela prática de infração prevista no art. 157, 2.º, incisos I e II,

Leia mais

IMPOSSIBILIDADE DE RECOLHIMENTO DE PRESO CIVIL EM PRISÃO MILITAR

IMPOSSIBILIDADE DE RECOLHIMENTO DE PRESO CIVIL EM PRISÃO MILITAR ELBERT DA CRUZ HEUSELER Mestre em Direito da Administração Pública Doutorando em Ciências Jurídicas e Sociais Pós Graduado em Estratégia e Relações Internacionais Especialista em Globalização e Brasil

Leia mais

ARTHUR TRIGUEIROS e WANDER GARCIA. Edição 2013. Coordenadores CONCURSOS POLICIAIS. 2 a Edição 2013 2.000 QUESTÕES COMENTADAS

ARTHUR TRIGUEIROS e WANDER GARCIA. Edição 2013. Coordenadores CONCURSOS POLICIAIS. 2 a Edição 2013 2.000 QUESTÕES COMENTADAS Edição 2013 ARTHUR TRIGUEIROS e WANDER GARCIA Coordenadores CONCURSOS POLICIAIS 2 a Edição 2013 2.000 QUESTÕES COMENTADAS SUMÁRIO SUMÁRIO 1. Direito Constitucional 13 1. PODER CONSTITUINTE... 13 2. TEORIA

Leia mais

ALTERAÇÃO NO CÓDIGO PENAL: O DELITO DE FAVORECIMENTO DA PROSTITUIÇÃO OU DE OUTRA FORMA DE EXPLORAÇÃO SEXUAL DE CRIANÇA OU ADOLESCENTE OU DE VULNERÁVEL

ALTERAÇÃO NO CÓDIGO PENAL: O DELITO DE FAVORECIMENTO DA PROSTITUIÇÃO OU DE OUTRA FORMA DE EXPLORAÇÃO SEXUAL DE CRIANÇA OU ADOLESCENTE OU DE VULNERÁVEL ALTERAÇÃO NO CÓDIGO PENAL: O DELITO DE FAVORECIMENTO DA PROSTITUIÇÃO OU DE OUTRA FORMA DE EXPLORAÇÃO SEXUAL DE CRIANÇA OU ADOLESCENTE OU DE VULNERÁVEL. Nomen juris: a Lei nº 12.978/2014 alterou o nome

Leia mais

LATROCÍNIO COM PLURALIDADE DE VÍTIMAS

LATROCÍNIO COM PLURALIDADE DE VÍTIMAS LATROCÍNIO COM PLURALIDADE DE VÍTIMAS ALESSANDRO CABRAL E SILVA COELHO - alessandrocoelho@jcbranco.adv.br JOSÉ CARLOS BRANCO JUNIOR - jcbrancoj@jcbranco.adv.br Palavras-chave: crime único Resumo O presente

Leia mais

Espelho da 2ª Redação_ Simulado Policia Federal_30.11.13. Delimitação do tema.

Espelho da 2ª Redação_ Simulado Policia Federal_30.11.13. Delimitação do tema. Espelho da 2ª Redação_ Simulado Policia Federal_30.11.13 Um policial federal, ao executar a fiscalização em um ônibus interestadual procedente da fronteira do Paraguai, visando coibir o contrabando de

Leia mais

Coordenador WANDER GARCIA. Um dos maiores especialistas em Exames da OAB do País COMO. passar na ENCARTE DE ATUALIZAÇÃO

Coordenador WANDER GARCIA. Um dos maiores especialistas em Exames da OAB do País COMO. passar na ENCARTE DE ATUALIZAÇÃO Coordenador WANDER GARCIA Um dos maiores especialistas em Exames da OAB do País COMO passar na OAB! ENCARTE DE ATUALIZAÇÃO ALTERAÇÕES LEGISLATIVAS PENAL E PROCESSO PENAL www.focojuridico.com.br 3 Encarte

Leia mais

Metodologia de Reagregação de Códigos para Publicação em DOERJ

Metodologia de Reagregação de Códigos para Publicação em DOERJ Metodologia de Reagregação de Códigos para Publicação em DOERJ Em atendimento à determinação do Exmo. Sr. Secretário de Segurança, foi elaborado um modelo de adequação do sistema de agregação dos títulos

Leia mais

WWW.CONTEUDOJURIDICO.COM.BR

WWW.CONTEUDOJURIDICO.COM.BR PRISÃO REALIZADA PELA GUARDA MUNICIPAL Denis Schlang Rodrigues Alves - Delegado de Polícia do Estado de Santa Catarina. Pós- Graduado em Direito Penal pela Universidade Paulista. Professor de Direito Penal

Leia mais

Administrativo. Atualidades. Política 53,85 Segurança Pública 30,77 Relações Internacionais 7,69 Educação 7,69. Direito Civil

Administrativo. Atualidades. Política 53,85 Segurança Pública 30,77 Relações Internacionais 7,69 Educação 7,69. Direito Civil INCIDÊNCIA DE QUESTÕES - Delegado Federal Administrativo Organização-Administração Pública 15,79 Ato Administrativo 15,79 Improbidade Administrativa 15,79 Princípios 10,53 Licitação 10,53 Serviço Público

Leia mais

Seção 20 Depósito e Guarda de Objetos Apreendidos

Seção 20 Depósito e Guarda de Objetos Apreendidos Seção 20 Depósito e Guarda de Objetos Apreendidos 7.20.1 As armas, instrumentos e objetos integrantes dos procedimentos inquisitoriais acompanharão os autos ao Juízo competente, com descritivo claro e

Leia mais

Curso de Compliance: A Nova Lei Anticorrupção Efeitos Práticos

Curso de Compliance: A Nova Lei Anticorrupção Efeitos Práticos Curso de Compliance: A Nova Lei Anticorrupção Efeitos Práticos Módulo: Aspectos Criminais e Investigação Interna 20 de fevereiro de 2014 Luciano Tosi Soussumi A Corrupção no Mundo: fonte site Transparency

Leia mais

Inovações Trazidas pela Lei nº 12.403/2011

Inovações Trazidas pela Lei nº 12.403/2011 52 Inovações Trazidas pela Lei nº 12.403/2011 Ana Paula Monte Figueiredo Pena Barros 1 INTRODUÇÃO Após uma década de tramitação de seu projeto de lei no Congresso Nacional, foi editada a Lei nº 12.403,

Leia mais

CONTROLE E EXPEDIÇÃO ELETRÔNICA DE MANDADOS DE PRISÃO E ALVARÁS DE SOLTURA VERSÃO 2014.1

CONTROLE E EXPEDIÇÃO ELETRÔNICA DE MANDADOS DE PRISÃO E ALVARÁS DE SOLTURA VERSÃO 2014.1 CONTROLE E EXPEDIÇÃO ELETRÔNICA DE MANDADOS DE PRISÃO E ALVARÁS DE SOLTURA VERSÃO 2014.1 Diretoria de Modernização Judiciária - DIMOJ Página 1 ÍNDICE 1. CONTEXTUALIZAÇÃO... 3 2. NOÇÕES BÁSICAS... 6 2.1.

Leia mais

O OFICIAL DE DIA COMO POLICIAL, AUTORIDADE POLICIAL MILITAR, AUTORIDADE PENITENCIÁRIA E AUTORIDADE JUDICIÁRIA MILITAR Luiz Carlos Couto

O OFICIAL DE DIA COMO POLICIAL, AUTORIDADE POLICIAL MILITAR, AUTORIDADE PENITENCIÁRIA E AUTORIDADE JUDICIÁRIA MILITAR Luiz Carlos Couto O OFICIAL DE DIA COMO POLICIAL, AUTORIDADE POLICIAL MILITAR, AUTORIDADE PENITENCIÁRIA E AUTORIDADE JUDICIÁRIA MILITAR Luiz Carlos Couto I - INTRODUÇÃO: O presente artigo, está sendo escrito, imaginando

Leia mais

03/04/2014 PLENÁRIO : MIN. GILMAR MENDES AMAZONAS

03/04/2014 PLENÁRIO : MIN. GILMAR MENDES AMAZONAS Decisão sobre Repercussão Geral Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 15 03/04/2014 PLENÁRIO REPERCUSSÃO GERAL NO RECURSO EXTRAORDINÁRIO COM AGRAVO 666.334 AMAZONAS RELATOR RECTE.(S) ADV.(A/S) RECDO.(A/S)

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE 2015 (Da Sra. Soraya Santos)

PROJETO DE LEI Nº, DE 2015 (Da Sra. Soraya Santos) CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI Nº, DE 2015 (Da Sra. Soraya Santos) Torna mais rigorosa a punição dos crimes contra a honra cometidos mediantes disponibilização de conteúdo na internet ou que ensejarem

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL PENAL DR. WILSON DIAS

DIREITO PROCESSUAL PENAL DR. WILSON DIAS ESMEG ESCOLA SUPERIOR DA MAGISTRATURA DO ESTADO DE GOIÁS Prof. e Des. Romeu Pires de Campos Barros DIREITO PROCESSUAL PENAL DR. WILSON DIAS PONTO V - PROCESSO PENAL, SISTEMAS PROCESSUAIS PENAIS E PRINCÍPIOS

Leia mais

MODELO QUEIXA-CRIME. (especificar a Vara de acordo com o problema)

MODELO QUEIXA-CRIME. (especificar a Vara de acordo com o problema) Disciplina Processo Penal Aula 10 Professora Beatriz Abraão MODELO DE PETIÇÃO DE INTERPOSIÇÃO E RAZÕES DE APELAÇÃO EM CASO DE CONDENAÇÃO POR CRIME COMUM Excelentíssimo Senhor Doutor Juiz de Direito da...

Leia mais

PC-SE. Polícia Civil do Estado do Sergipe. Agente de Polícia Judiciária Substituto - Escrivão Substituto ÍNDICE VOLUME 1

PC-SE. Polícia Civil do Estado do Sergipe. Agente de Polícia Judiciária Substituto - Escrivão Substituto ÍNDICE VOLUME 1 Polícia Civil do Estado do Sergipe PC-SE Agente de Polícia Judiciária Substituto - Escrivão Substituto ÍNDICE VOLUME 1 CONHECIMENTOS GERAIS LINGUA PORTUGUESA 1 Compreensão de textos. 2 Denotação e conotação...

Leia mais

COMENTÁRIOS DAS PROVAS DE DIREITO PENAL DO TRE PB Autor: Dicler Forestieri Ferreira

COMENTÁRIOS DAS PROVAS DE DIREITO PENAL DO TRE PB Autor: Dicler Forestieri Ferreira Saudações aos amigos concurseiros que realizaram a prova do TRE PB. Analisei as questões de Direito Penal (área judiciária e área administrativa) e estou disponibilizando o comentário das mesmas. Na minha

Leia mais

SENTENÇA. O demandante ressalta que nos 7 (sete) anos anteriores a sua posse no Cargo de Oficial de Justiça desempenhava as funções de Agente de

SENTENÇA. O demandante ressalta que nos 7 (sete) anos anteriores a sua posse no Cargo de Oficial de Justiça desempenhava as funções de Agente de MANDADO DE SEGURANÇA SENTENÇA Nº 512 A /2012 PROCESSO Nº 63946-77.2011.4.01.3400 CLASSE 2100 IMPETRANTE ADVOGADO IMPETRADO :ADALMI FERNANDES CARNEIRO :Dr. Rodrigo Luciano Riede :DELEGADA SUPERINTENDENTE

Leia mais

Uma vez mais: da garantia da ordem pública como fundamento de decretação da prisão preventiva

Uma vez mais: da garantia da ordem pública como fundamento de decretação da prisão preventiva Uma vez mais: da garantia da ordem pública como fundamento de decretação da prisão preventiva Elaborado em 06.2005. Bruno César Gonçalves da Silva Mestre em Direito Processual pela PUC-Minas, professor

Leia mais

EXECPEN. Manual de Cálculos de. Liquidação de Penas

EXECPEN. Manual de Cálculos de. Liquidação de Penas EXECPEN Manual de Cálculos de Liquidação de Penas CIP Brasil Catalogação na Fonte BIBLIOTECA DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE GOIÁS. MOURA, Nair Pinheiro de Manual de cálculos de liquidação de penas:

Leia mais

WWW.CONTEUDOJURIDICO.COM.BR. Respostas a perguntas de Direito Penal da prova objetiva do concurso de 2009 para Defensor do Estado de São Paulo

WWW.CONTEUDOJURIDICO.COM.BR. Respostas a perguntas de Direito Penal da prova objetiva do concurso de 2009 para Defensor do Estado de São Paulo Cacildo Baptista Palhares Júnior: advogado em Araçatuba (SP) Respostas a perguntas de Direito Penal da prova objetiva do concurso de 2009 para Defensor do Estado de São Paulo 21. Em relação ao crime de

Leia mais

Capítulo I - Dos Direitos e deveres individuais e coletivos (art. 5º) Diferenciação entre Direitos, Garantias e Remédios Constitucionais.

Capítulo I - Dos Direitos e deveres individuais e coletivos (art. 5º) Diferenciação entre Direitos, Garantias e Remédios Constitucionais. Diferenciação entre Direitos, Garantias e Remédios Constitucionais. Direitos: Declarações que limitam a atuação do Estado ou dos cidadãos. Garantias: Blindagem que envolve o Direito, evitando sua violação.

Leia mais

1.2. RECURSO EM SENTIDO ESTRITO (artigos 581 a 592 do CPP)

1.2. RECURSO EM SENTIDO ESTRITO (artigos 581 a 592 do CPP) 1.2. RECURSO EM SENTIDO ESTRITO (artigos 581 a 592 do CPP) 1.2.1. Conceito O Recurso em Sentido Estrito para Espínola Filho se constitui (por ato da parte interessada ou em virtude de determinação legal)

Leia mais

Dos crimes contra administração pública Direito penal

Dos crimes contra administração pública Direito penal Polícia Federal Concurso de 2009 (Cespe/UnB) Direito penal Julgue os seguintes itens, relativos a crimes contra a pessoa e contra o patrimônio. 1 Diferenciam-se os crimes de extorsão e estelionato, entre

Leia mais

O que deve fazer uma mulher vítima de agressão?

O que deve fazer uma mulher vítima de agressão? PERGUNTAS FREQUENTES O que deve fazer uma mulher vítima de agressão? A mulher em situação de violência doméstica poderá comparecer a uma delegacia de Defesa da Mulher mais próxima à sua casa para registrar

Leia mais

O art. 96, III da CF prevê o foro por prerrogativa de função dos membros do MP, incluindo os Promotores e Procuradores de Justiça.

O art. 96, III da CF prevê o foro por prerrogativa de função dos membros do MP, incluindo os Promotores e Procuradores de Justiça. Turma e Ano: Flex A (2014) Matéria / Aula: Processo Penal / Aula 11 Professor: Elisa Pittaro Conteúdo: Foro por Prerrogativa de Função; Conexão e Continência. 3.5 Foro por Prerrogativa de Função: b) Juízes

Leia mais

C0NTEÚDO PROGRAMÁTICO CURSO TROPA DE ELITE POLÍCIA MILITAR DO DISTRITO FEDERAL

C0NTEÚDO PROGRAMÁTICO CURSO TROPA DE ELITE POLÍCIA MILITAR DO DISTRITO FEDERAL C0NTEÚDO PROGRAMÁTICO CURSO TROPA DE ELITE POLÍCIA MILITAR DO DISTRITO FEDERAL 1. CONHECIMENTOS GERAIS 1.1. LÍNGUA PORTUGUESA: 1. Compreensão e intelecção de textos. 2. Tipologia textual. 3. Ortografia

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL OAB EXAME DE ORDEM 2010/2 PROVA DISCURSIVA DIREITO PENAL

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL OAB EXAME DE ORDEM 2010/2 PROVA DISCURSIVA DIREITO PENAL Questão 1 José da Silva foi preso em flagrante pela polícia militar quando transportava em seu carro grande quantidade de drogas. Levado pelos policiais à delegacia de polícia mais próxima, José telefonou

Leia mais

LEI DE TORTURA Lei n. 9.455/97

LEI DE TORTURA Lei n. 9.455/97 LEI DE TORTURA Lei n. 9.455/97 DUDH Artigo 5º Ninguém será submetido à tortura, nem a tratamento ou castigo cruel, desumano ou degradante. ART. 5º DA CF Inciso III Ninguém será submetido à tortura nem

Leia mais

O PRINCÍPIO NE BIS IN IDEM E O CONCURSO DE CRIMES: ROUBO CIRCUNSTANCIADO E QUADRILHA ARMADA

O PRINCÍPIO NE BIS IN IDEM E O CONCURSO DE CRIMES: ROUBO CIRCUNSTANCIADO E QUADRILHA ARMADA O PRINCÍPIO NE BIS IN IDEM E O CONCURSO DE CRIMES: ROUBO CIRCUNSTANCIADO E QUADRILHA ARMADA Rogério Cardoso Ferreira¹ Jaqueline Camargo Machado de Queiroz² RESUMO A essência deste trabalho consiste em

Leia mais

ADENDO AO RELATÓRIO. RELATOR: Senador EDUARDO BRAGA I RELATÓRIO

ADENDO AO RELATÓRIO. RELATOR: Senador EDUARDO BRAGA I RELATÓRIO ADENDO AO RELATÓRIO Da COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO, JUSTIÇA E CIDADANIA, sobre a Proposta de Emenda à Constituição nº 18, de 2013, primeiro signatário o Senador Jarbas Vasconcelos, que altera o art. 55 da

Leia mais

CRIME CONTINUADO EM HOMICÍDIOS. César Dario Mariano da Silva 8º PJ do II Tribunal do Júri de São Paulo

CRIME CONTINUADO EM HOMICÍDIOS. César Dario Mariano da Silva 8º PJ do II Tribunal do Júri de São Paulo CRIME CONTINUADO EM HOMICÍDIOS César Dario Mariano da Silva 8º PJ do II Tribunal do Júri de São Paulo A figura do crime continuado surgiu na antigüidade por razões humanitárias, a fim de que fosse evitada

Leia mais

Release do Processo n.º 2007.61.11.002996-0 OPERAÇÃO OESTE CASO 3 X 1

Release do Processo n.º 2007.61.11.002996-0 OPERAÇÃO OESTE CASO 3 X 1 Release do Processo n.º 2007.61.11.002996-0 OPERAÇÃO OESTE CASO 3 X 1 Trata-se de ação penal que o Ministério Público Federal move em face de EMERSON LUIS LOPES e HENRIQUE PINHEIRO NOGUEIRA, dados como

Leia mais

1) Compreensão e interpretação de textos verbais, não-verbais e mistos (quadrinhos, tiras, outdoors, propaganda, anúncios, etc.);

1) Compreensão e interpretação de textos verbais, não-verbais e mistos (quadrinhos, tiras, outdoors, propaganda, anúncios, etc.); PAPILOSCOPISTA DA POLÍCIA CIVIL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO LÍNGUA PORTUGUESA 1) Compreensão e interpretação de textos verbais, não-verbais e mistos (quadrinhos, tiras, outdoors, propaganda, anúncios,

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL PENAL LIBERDADE PROVISÓRIA PROF. LUIZ BIVAR JR.

DIREITO PROCESSUAL PENAL LIBERDADE PROVISÓRIA PROF. LUIZ BIVAR JR. DIREITO PROCESSUAL PENAL LIBERDADE PROVISÓRIA PROF. LUIZ BIVAR JR. BREVES CONSIDERAÇÕES: A prisão, no direito brasileiro, é medida de exceção. A regra é o acusado responder ao processo em liberdade, somente

Leia mais

Tropa de Elite Polícia Civil Legislação Penal Especial CBT - Parte Especial Liana Ximenes

Tropa de Elite Polícia Civil Legislação Penal Especial CBT - Parte Especial Liana Ximenes Tropa de Elite Polícia Civil Legislação Penal Especial CBT - Parte Especial Liana Ximenes 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. CTB- Parte Especial Art. 302. Praticar

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5.ª REGIÃO GABINETE DO DESEMBARGADOR FEDERAL JOSÉ MARIA LUCENA

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5.ª REGIÃO GABINETE DO DESEMBARGADOR FEDERAL JOSÉ MARIA LUCENA IMPTTE IMPTDO PACTE PACTE ORIGEM RELATOR : JOSÉ IDEMAR RIBEIRO E OUTROS : JUÍZO DA 1ª VARA FEDERAL DE ALAGOAS (MACEIÓ) : SILVIO MARCIO CONDE DE PAIVA : C ENGENHARIA S/A : 1ª VARA FEDERAL DE ALAGOAS : DESEMBARGADOR

Leia mais

DA RELAÇÃO SEGURO/ROUBO DE CARGA NO TRANSPORTE RODOVIÁRIO

DA RELAÇÃO SEGURO/ROUBO DE CARGA NO TRANSPORTE RODOVIÁRIO DA RELAÇÃO SEGURO/ROUBO DE CARGA NO TRANSPORTE RODOVIÁRIO 1. Até a década de 70 não eram reconhecidos os crimes contra o patrimônio como risco a ser efetivamente protegido no transporte rodoviário de cargas,

Leia mais

SUSPENSÃO CONDICIONAL DO PROCESSO PODE O JUIZ OFERECÊ-LA DE OFÍCIO?

SUSPENSÃO CONDICIONAL DO PROCESSO PODE O JUIZ OFERECÊ-LA DE OFÍCIO? SUSPENSÃO CONDICIONAL DO PROCESSO PODE O JUIZ OFERECÊ-LA DE OFÍCIO? ALFREDO JOSÉ MARINHO NETO Juiz de Direito da 2ª Vara Criminal da Comarca de Belford Roxo, do Juizado Especial Criminal e da Violência

Leia mais

pessoa que pretendia ofender, atinge pessoa diversa, responde DIREITO PENAL: 1) Não é causa excludente da ilicitude:

pessoa que pretendia ofender, atinge pessoa diversa, responde DIREITO PENAL: 1) Não é causa excludente da ilicitude: DIREITO PENAL: 1) Não é causa excludente da ilicitude: a) Estado de necessidade b) Legítima Defesa c) Inexigibilidade de conduta diversa d) Estrito cumprimento do dever legal 2) Qual dos seguintes institutos

Leia mais

REVISTA ÂMBITO JURÍDICO As gera?s de leis de combate?avagem de dinheiro, o panorama atual da legisla? brasileira e o Projeto de Lei nº 3443/2008

REVISTA ÂMBITO JURÍDICO As gera?s de leis de combate?avagem de dinheiro, o panorama atual da legisla? brasileira e o Projeto de Lei nº 3443/2008 REVISTA ÂMBITO JURÍDICO As gera?s de leis de combate?avagem de dinheiro, o panorama atual da legisla? brasileira e o Projeto de Lei nº 3443/2008 Resumo: O presente trabalho trata das legislações de combate

Leia mais

DFMS1401 CRITÉRIOS E GRADE DE CORREÇÃO QUESTÃO 1 DFMS1401 CRITÉRIOS E GRADE DE CORREÇÃO QUESTÃO 2

DFMS1401 CRITÉRIOS E GRADE DE CORREÇÃO QUESTÃO 1 DFMS1401 CRITÉRIOS E GRADE DE CORREÇÃO QUESTÃO 2 DFMS1401 CRITÉRIOS E GRADE DE CORREÇÃO QUESTÃO 1 O candidato deverá discorrer sobre os conceitos dos elementos do tipo penal (objetivos, normativos e subjetivos), dando os exemplos constantes no Código

Leia mais

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ AULA VII CIÊNCIAS CONTÁBEIS TEMA: DIREITO PÚBLICO: PENAL PROFª: PAOLA JULIEN O. SANTOS EMENTA: DIREITO PENAL: conceito, crime e contravenção. Crimes contra a fé pública e contra a administração pública.

Leia mais

Proposta de Razão Recursal

Proposta de Razão Recursal Concurso: Banca examinadora: Proposta de Razão Recursal Oficial Escrevente FAURGS Questões recorríveis: 46, 47, 48, 49 e 52 Professor: Davi André Costa Silva Objeto de recurso Questão Motivo 46 Objeto

Leia mais

II FONACRIM ENUNCIADOS

II FONACRIM ENUNCIADOS II FONACRIM ENUNCIADOS 1. Nos crimes tributários, o parâmetro objetivo para aplicação da insignificância penal excluídas as condutas fraudulentas é o valor do credito tributário (principal e acessório)

Leia mais

PRÁTICA DA ADVOCACIA EM DISTRITO POLICIAL (04/05/2013-1. O

PRÁTICA DA ADVOCACIA EM DISTRITO POLICIAL (04/05/2013-1. O PRÁTICA DA ADVOCACIA EM DISTRITO POLICIAL (04/05/2013 - Dr. Reynaldo Fransozo Cardoso) 8h30m às 13h30m 1. O Inquérito Policial. (arts. 4º ao 23º do Código de Processo Penal) 1.1. Formalidades para instauração

Leia mais

SÚMULAS DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL SÚMULAS PENAIS E PROCESSUAIS PENAIS POR ASSUNTO

SÚMULAS DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL SÚMULAS PENAIS E PROCESSUAIS PENAIS POR ASSUNTO SÚMULAS DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL SÚMULAS PENAIS E PROCESSUAIS PENAIS POR ASSUNTO Ação Penal... 2 Aplicação Da Lei Penal... 3 Atos De Comunicação Processual... 3 Competência... 3 Concurso De Pessoas...

Leia mais

Questão de Direito Penal 1,0 Ponto PADRÃO DE RESPOSTA.

Questão de Direito Penal 1,0 Ponto PADRÃO DE RESPOSTA. Poder Judiciário da União Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios XL Concurso Público para Provimento de Cargos de Juiz de Direito Substituto da Justiça do Distrito Federal SEGUNDA PROVA

Leia mais

O SILÊNCIO DA LEI NA ESFERA ADMINISTRATIVA

O SILÊNCIO DA LEI NA ESFERA ADMINISTRATIVA 71 O SILÊNCIO DA LEI NA ESFERA ADMINISTRATIVA Camilla Mendonça Martins Acadêmica do 2º ano do curso de Direito das FITL AEMS Mariana Ineah Fernandes Acadêmica do 2º ano do curso de Direito das FITL AEMS

Leia mais

CONSELHO SUPERIOR DA DEFENSORIA PÚBLICA RESOLUÇÃO CSDPE Nº 016/2013

CONSELHO SUPERIOR DA DEFENSORIA PÚBLICA RESOLUÇÃO CSDPE Nº 016/2013 CONSELHO SUPERIOR DA DEFENSORIA PÚBLICA RESOLUÇÃO CSDPE Nº 016/2013 Dispõe sobre as atribuições da Coordenação de Atendimento ao Preso Provisório da Defensoria Pública da Capital e dá outras providências.

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO DE SOROCABA FADI 2011

FACULDADE DE DIREITO DE SOROCABA FADI 2011 FACULDADE DE DIREITO DE SOROCABA FADI 2011 Disciplina: Direito Penal IV Departamento III Penal e Processo Penal Docente Responsável: Mauro Augusto de Souza Mello Junior Carga Horária Anual: 100 h/a Tipo:

Leia mais

Direito Penal Dr. Caio Paiva Aprovado no Concurso para Defensor Público Federal

Direito Penal Dr. Caio Paiva Aprovado no Concurso para Defensor Público Federal Direito Penal Dr. Caio Paiva Aprovado no Concurso para Defensor Público Federal Escola Brasileira de Ensino Jurídico na Internet (EBEJI). Todos os direitos reservados. 1 Direito Penal Parte Especial do

Leia mais

LFG MAPS. Teoria Geral do Delito 05 questões

LFG MAPS. Teoria Geral do Delito 05 questões Teoria Geral do Delito 05 questões 1 - ( Prova: CESPE - 2009 - Polícia Federal - Agente Federal da Polícia Federal / Direito Penal / Tipicidade; Teoria Geral do Delito; Conceito de crime; Crime impossível;

Leia mais

=:= DOS CRIMES CONTRA O PATRIMÔNIO =:=

=:= DOS CRIMES CONTRA O PATRIMÔNIO =:= 1 =:= DOS CRIMES CONTRA O PATRIMÔNIO =:= ESTUDO DOS PRINCIPAIS CRIMES CONTRA O PATRIMÔNIO Disciplina: Direito Penal Especial 5 PERÍDODO Professora: Inessa Trocilo Rodrigues Azevedo DO FURTO No furto inexiste

Leia mais

Tropa de Elite - Polícia Militar Legislação da Polícia Militar Parte 05 Wagner Gomes

Tropa de Elite - Polícia Militar Legislação da Polícia Militar Parte 05 Wagner Gomes Tropa de Elite - Polícia Militar Legislação da Polícia Militar Parte 05 Wagner Gomes 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. PROMOÇÃO CONCEITO: O acesso na hierarquia

Leia mais

O ARTIGO 339 DO CÓDIGO PENAL E A IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA

O ARTIGO 339 DO CÓDIGO PENAL E A IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA Número 9 fevereiro/março/abril - 2007 Salvador Bahia Brasil - ISSN 1981-1861 - O ARTIGO 339 DO CÓDIGO PENAL E A IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA Profa. Rita Tourinho Promotora de Justiça, Professora de Direito

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 105, DE 10 DE JANEIRO DE 2001.

LEI COMPLEMENTAR Nº 105, DE 10 DE JANEIRO DE 2001. LEI COMPLEMENTAR Nº 105, DE 10 DE JANEIRO DE 2001. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, Dispõe sobre o sigilo das operações de instituições financeiras e dá outras providências. Faço saber que o Congresso Nacional

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) JUÍZ(A) DE DIREITO DA COMARCA DE SÃO DOMINGOS/GO. O ÓRGÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO ESTADUAL, pelos Promotores

EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) JUÍZ(A) DE DIREITO DA COMARCA DE SÃO DOMINGOS/GO. O ÓRGÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO ESTADUAL, pelos Promotores EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) JUÍZ(A) DE DIREITO DA COMARCA DE SÃO DOMINGOS/GO O ÓRGÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO ESTADUAL, pelos Promotores de Justiça signatários, com suporte no art.129, da Constituição Federal;

Leia mais

Manual do Mutirão Carcerário 2014

Manual do Mutirão Carcerário 2014 Manual do Mutirão Carcerário 2014 Grupo de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário Página 1 SUMÁRIO I. APRESENTAÇÃO... 03 II. VARAS CRIMINAIS 1. CRONOGRAMA DE ATIVIDADES... 05 2. DO SISTEMA

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM DIREITO PENAL E PROCESSUAL PENAL

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM DIREITO PENAL E PROCESSUAL PENAL CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM DIREITO PENAL E PROCESSUAL PENAL ÁREA DO CONHECIMENTO Direito. NOME DO CURSO Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, especialização em DIREITO PENAL E PROCESSUAL PENAL. AMPARO LEGAL

Leia mais

TRF 3 JURISPRUDÊNCIA FAVORÁVEL:

TRF 3 JURISPRUDÊNCIA FAVORÁVEL: TRF 3 JURISPRUDÊNCIA FAVORÁVEL: PENAL. PROCESSUAL PENAL. CRIME DE INTRODUÇÃO CLANDESTINA DE ESTRANGEIROS NO BRASIL. ART. 125, XII, DA LEI N. 6.815/80. REDUÇÃO À CONDIÇÃO ANÁLOGA DE ESCRAVO. ART. 149, 1º,

Leia mais

A PROTECÇÃO DE TESTEMUNHAS NO CRIME DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

A PROTECÇÃO DE TESTEMUNHAS NO CRIME DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA compilações doutrinais A PROTECÇÃO DE TESTEMUNHAS NO CRIME DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA Leonor Valente Monteiro ADVOGADA VERBOJURIDICO VERBOJURIDICO A PROTECÇÃO DE TESTEMUNHAS NO CRIME DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

Leia mais

Autor: Ministério Público do Estado de Mato Grosso. Réu: Evanderly de Oliveira Lima. Vistos.

Autor: Ministério Público do Estado de Mato Grosso. Réu: Evanderly de Oliveira Lima. Vistos. Fl..---- --- ESTADO DE MATO GROSSO PODER JUDICIÁRIO COMARCA DE ALTO ARAGUAIA Tribunal do Júri Vistos. O Ministério Público estadual ofereceu denúncia contra o réu Evanderly de Oliveira Lima, por ter infringido

Leia mais

Monitoramento de mídia digital Tribunal de Justiça de Pernambuco. Assunto: Veículo: Jornal do Commercio Data: 27/11/2012

Monitoramento de mídia digital Tribunal de Justiça de Pernambuco. Assunto: Veículo: Jornal do Commercio Data: 27/11/2012 Assunto: Veículo: Jornal do Commercio Data: 27/11/2012 Editoria: Caderno C Dia a Dia Assunto: TJPE nomeia novos servidores Veículo: diariodepernambuco.com.br Data: 08/01/2013 Editoria: TJPE nomeia novos

Leia mais

CRIMES CONTRA O SISTEMA FINANCEIRO NACIONAL - ATUALIZAÇÕES

CRIMES CONTRA O SISTEMA FINANCEIRO NACIONAL - ATUALIZAÇÕES CRIMES CONTRA O SISTEMA FINANCEIRO NACIONAL - ATUALIZAÇÕES - Evasão de divisas e lavagem de capitais as alterações da Lei 12.683/12 - Investigação de crimes financeiros - Cooperação jurídica internacional

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA

MINISTÉRIO PÚBLICO DO RIO GRANDE DO SUL PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA QUESTIONAMENTO: Solicito pesquisa acerca do enquadramento típico de indivíduo que fora abordado pela Brigada Militar, conduzindo veículo embriagado (306 dp CTB) e com a CNH vencida, sendo que foi reprovado

Leia mais

ESTUDO COMPARATIVO ENTRE A APLICAÇÃO DE MEDIDA SÓCIO-EDUCATIVA DE INTERNAMENTO E PENA RESTRITIVA DE LIBERDADE NOS CASOS DE ATOS TÍPICOS CONTRA A VIDA

ESTUDO COMPARATIVO ENTRE A APLICAÇÃO DE MEDIDA SÓCIO-EDUCATIVA DE INTERNAMENTO E PENA RESTRITIVA DE LIBERDADE NOS CASOS DE ATOS TÍPICOS CONTRA A VIDA ESTUDO COMPARATIVO ENTRE A APLICAÇÃO DE MEDIDA SÓCIO-EDUCATIVA DE INTERNAMENTO E PENA RESTRITIVA DE LIBERDADE NOS CASOS DE ATOS TÍPICOS CONTRA A VIDA INTRODUÇÃO A partir de normas e tratados internacionais,

Leia mais