MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico"

Transcrição

1 MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer n o 06188/2007/RJ COGCE/SEAE/MF Referência: Ofício nº 5900/2006/SDE/GAB, de 20 de novembro de Em 10 de abril de Assunto: ATO DE CONCENTRAÇÃO n.º / Requerentes: ORACLE CORPORATION e STELLENT INC. Operação: Aquisição da Stellent pela Oracle. Recomendação: Aprovação sem restrições. Versão Pública O presente parecer técnico destina-se à instrução de processo constituído na forma da Lei nº 8.884, de 11 de junho de 1994, em curso perante o Sistema Brasileiro de Defesa da Concorrência - SBDC. Não encerra, por isso, conteúdo decisório ou vinculante, mas apenas auxiliar ao julgamento, pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica - CADE, dos atos e condutas de que trata a Lei. A divulgação do seu teor atende ao propósito de conferir publicidade aos conceitos e critérios observados em procedimentos da espécie pela Secretaria de Acompanhamento Econômico - SEAE, em benefício da transparência e uniformidade de condutas. A Secretaria de Direito Econômico do Ministério da Justiça solicita à SEAE, nos termos do art. 54 da Lei n.º 8.884/94, parecer técnico referente ao ato de concentração entre as empresas ORACLE CORPORATION e STELLENT INC.

2 I Das Requerentes 1.1 Oracle Corporation A Oracle Corporation (doravante Oracle ) compreende uma empresa atuante no ramo de desenho, desenvolvimento, produção e distribuição de software para gestão empresarial ( EAS ), software para banco de dados ( Database ), software de aplicativos para servidor ( Middleware ) e na prestação de serviços relacionados. Pertencente ao Grupo Oracle, de nacionalidade norte-americana, a Oracle tem seu capital social pulverizado e possui um único acionista detentor de participação superior a 5%: Lawrence J. Ellison, norte-americano, co-fundador da empresa e detentor de 23,49% de suas ações. O Grupo Oracle detém participação superior a 5% na composição social das seguintes empresas atuantes no Brasil:! Oracle do Brasil Sistemas Ltda.;! PeopleSoft do Brasil Ltda.; e! Siebel Systems Brasil Ltda. O Grupo atua no restante do Mercosul através de participação superior a 5% no capital social das empresas abaixo explicitadas:! Oracle Argentina S/A;! PeopleSoft Argentina S/A;! Siebel Systems Argentina S.R.L.; e! Oracle Uruguay S/A. Nos últimos três anos, foram notificadas ao Sistema Brasileiro de Defesa da Concorrência (SBDC) quatro operações envolvendo o Grupo Oracle, conforme informado pelas Requerentes no item I.10 do Anexo I, referente à Resolução do CADE de nº 15/1998. CONFIDENCIAL 1.2 Stellent Inc. A Stellent Inc. (doravante Stellent ) compreende uma provedora de software de gerenciamento de conteúdo, Entreprise Content Management Software ( ECM ). Os produtos fornecidos pela empresa adicionalmente incluem soluções de Software para Filtragem e Conversão, Consultoria para o Gerenciamento de Conteúdo Eletrônico e Manutenção e Suporte Pós-Vendas para Softwares. 2

3 Pertencente ao Grupo Stellent, a empresa tem seu capital social estruturado conforme o exposto no quadro a seguir, que apresenta os acionistas detentores de participação superior a 5%. Quadro I Capital Social da Stellent Acionistas Participação (%) Robert F. Olsen 7,60 Caxton International Limited 7,30 Dimensional Fund Advisors, Inc. 7,20 Outros 77,90 Total 100,00 Fonte: Requerentes. O Grupo Stellent possui participação societária superior a 5% na Optika Information Systems Ltda., empresa atuante no Brasil. Todavia, não possui participação superior a 5% em qualquer outra empresa atuante no restante do Mercosul. Nenhum ato de concentração envolvendo o Grupo Stellent foi submetido ao SBDC, ao longo dos últimos três anos, conforme informações prestadas pelas Requerentes no item I.10 do Anexo I, referente à Resolução do CADE de nº 15/1998. CONFIDENCIAL II Da Operação Trata-se da aquisição da Stellent pela Oracle, por meio de uma subsidiária integral da última, veículo de aquisição, que será a entidade remanescente. Ressalte-se que o negócio se restringe a uma compra e venda de ações, não envolvendo qualquer ativo, e que, após a sua conclusão, todas as participações acionárias emitidas e em circulação da Stellent serão de titularidade da Oracle. O negócio foi celebrado em 02 de novembro de 2006, pelo valor de R$ ,00 (US$ ,00 1 ). Além de ter sido submetida ao SBDC, fato ocorrido em 17 de novembro de 2006, a operação foi apresentada às autoridades antitruste da Áustria, Alemanha e dos Estados Unidos da América, jurisdições nas quais já obteve aprovação. Cabe considerar que, no contrato firmado entre as Requerentes, não foi localizada qualquer cláusula que versasse sobre um possível acordo de não-concorrência estabelecido entre as partes. 1 Valor obtido a partir da taxa de conversão Real/Dólar referente a 02/11/06. US$ 1,00 = R$ 2,1402. Fonte: BACEN. 3

4 III Da Definição do Mercado Relevante Diante da inexistência de análises precedentes que envolvessem o mercado de soluções middleware, analisado nesta operação, esta SEAE necessitou empreender um estudo mais apurado acerca do segmento em referência, conforme demonstrado nas etapas posteriores deste Parecer. 3.1 Dimensão Produto Os softwares voltados para o ambiente empresarial, também conhecidos como softwares de gestão empresarial, subdividem-se em três categorias básicas: (a) softwares de infraestrutura; (b) middleware; e (c) softwares aplicativos. O termo software de infra-estrutura é usado para designar os softwares no gerenciamento de serviços nucleares em um computador, rede ou centro de dados. Existem inúmeros tipos de softwares de infra-estrutura, tais quais sistemas operacionais, softwares para gerenciamento de armazenagem, gerenciamento de rede, softwares de colaboração e banco de dados. Já a categoria middleware, de acordo com a International Data Corporation (IDC), empresa de consultoria focada nos segmentos de Tecnologia da Informação e Telecom, permite a interação entre duas outras categorias. Middleware é definido como um sistema independente de software, serviços e ambiente runtime, que todos os tipos de programas de aplicativos distribuídos podem usar para compartilhar e reutilizar recursos de computação entre tecnologias heterogêneas. Como exemplo de aplicativos que utilizam o sistema middleware pode-se citar os aplicativos empresariais desenvolvidos internamente ou adquiridos, as ferramentas de esclarecimento de dúvidas do usuário final e as informativas, as ferramentas de gerenciamento de sistemas, os portais de Internet etc. Deste modo, o middleware é posicionado acima dos sistemas operacionais heterogêneos de cliente e servidor, dos bancos de dados e armazenamento de dados que hospedam recursos de computação e das redes de comunicação que os interconectam. Os softwares aplicativos, por sua vez, tratam de certos aspectos de planejamento, execução ou colaboração com uma empresa, órgão governamental ou outra organização. Estes aplicativos podem ainda ser divididos em: (a) aplicativos de produção pessoal, como processadores de texto, planilhas e aplicativos de colaboração por parte do cliente e; (b) EAS. O software EAS é a base da maioria das funções necessárias para a administração eficiente do negócio de uma empresa ou de suas filiais, como por exemplo o gerenciamento financeiro da empresa, a automatização das funções de vendas e marketing ou o 4

5 gerenciamento de recursos envolvidos em projetos da empresa. Os aplicativos EAS podem ser subdivididos em três categorias 2 : (i) (ii) (iii) Soluções para planejamento de recursos empresariais (Enterprise Resource Planning ERP ): soluções de software empresariais que contêm aplicativos, os quais gerenciam o melhor uso dos recursos da empresa, como empregados, ativos e finanças. Esta categoria inclui as subdivisões Sistemas de Gerenciamento Financeiro (Financial Project Management FPM ), Gerenciamento de Projetos da Empresa (Enterprise Project Management EPM ) e Recursos Humanos; Soluções para administração da relação com o cliente (Customer Relationship Management CRM ): automatizam as funções de relacionamento com clientes, como por exemplo, vendas, marketing, serviços e suporte aos clientes, e funções de call center relacionadas à automação das vendas, dentre outros; e Soluções para administração da cadeia de suprimentos (Supply Chain Management SCM ): soluções projetadas para automatizar o processo de planejamento, produção e entrega ao mercado de um produto ou serviço. Correspondem a soluções ligadas à oferta de planejamento, manufatura, realização de pedidos, distribuição e logística, terceirização e procura. A Oracle atua, no Brasil e no Mercosul, no desenho, desenvolvimento, produção e distribuição de software para gestão empresarial ( EAS ), software para banco de dados ( Database ), software de aplicativos para servidor ( Middleware ) e na prestação de serviços relacionados. No segmento específico de EAS, a empresa oferece diversas funcionalidades que englobam Marketing, Gerenciamento de Vendas, Gerenciamento de Pedidos, Busca, Gerenciamento de Cadeia de Suprimentos, Manufatura, Serviços, Recursos Humanos, Finanças e Projetos. Em resposta ao Ofício nº 08739/2006/RJ COGCE/SEAE/MF, de 05 de dezembro de 2006, as Requerentes esclareceram que a Oracle, recentemente, anunciou o lançamento do banco de dados de conteúdo Oracle (Oracle Content Database OCD) e do banco de dados de arquivos Oracle (Oracle Record Database ORD), que apresentam funcionalidades típicas das soluções middleware. Os bancos de dados ODC e ORD não são soluções independentes, mas opções das soluções de software de banco de dados da Oracle já existentes. Anteriormente, OCD e ORD eram comercializadas como componentes do programa Oracle Collaboration Suite (OCS). Na oportunidade, as Requerentes informaram que a Stellent é provedora de produtos ECM (Enterprise Content Management) e serviços relacionados, todos pertencentes à categoria middleware, conforme explicitado a seguir: 2 Informações apresentadas pelas Requerentes com base na jurisprudência do SBDC. 5

6 (i) (ii) (iii) Gerenciamento de Conteúdo, Soluções de Software para Filtragem e Conversão: o principal produto oferecido pela Stellent é o software para gerenciamento de conteúdo (Universal Content Management UCM). As soluções UCM consistem em uma arquitetura unificada e suportam diversos aplicativos. Tais aplicativos auxiliam as organizações no gerenciamento de suas informações empresariais (assim como registros, contratos, documentos de negócio, apresentações, conteúdos da Internet e gráficos) através da rede, do momento em que são criadas até o momento em que são arquivadas ou alienadas, para que os funcionários, clientes parceiros e investidores possam facilmente encontrar, acessar e reutilizar essas informações. As soluções UCM baseiam-se principalmente no software de servidor de conteúdo da Stellent (Content Server, um repositório de dados que oferece um conjunto nuclear de serviços de conteúdo que ajuda a assegurar que os usuários possam acessar apenas as informações mais recentes e apropriadas às suas funções e permissões). Essas soluções de software são vendidas para uma ampla gama de organizações e são empregadas em múltiplas áreas funcionais delas. Consultoria para o Gerenciamento de Conteúdo Eletrônico: o grupo de serviços de consultoria da Stellent fornece consultoria para facilitar a distribuição das soluções ECM em todos os níveis de uma organização. Esses serviços de consultoria estão disponíveis em conjunto com os softwares ou de maneira autônoma. Manutenção e Suporte Pós-Vendas para Software: de maneira complementar ao software e aos serviços de consultoria, a Stellent oferece diversos programas de manutenção e suporte para software. As Requerentes ressaltaram que, embora tanto a Stellent quanto a Oracle ofereçam produtos de software classificados como middleware, conforme exposto acima, as similaridades entre os seus respectivos produtos de middleware são limitadas, de tal maneira que a possibilidade de uma sobreposição material pode ser excluída. Desta forma, é pouco provável que os consumidores considerem OCD e ORD, de um lado, e as soluções ECM da Stellent, de outro, como substituíveis entre si. Semelhante percepção se deve ao fato dos produtos OCD e ORD da Oracle não serem oferecidos como soluções ECM independentes, mas opções disponíveis apenas para clientes com software de banco de dados da Oracle já existentes. Além de que os softwares OCD e ORD, da Oracle, não são substitutos das soluções ECM da Stellent, já que existem mínimas similaridades entre tais produtos. Os produtos da Oracle oferecem armazenagem básica de documentos, já os produtos da Stellent proporcionam gerenciamento de conteúdo da Internet, gerenciamento de conteúdo digital e gerenciamento de direitos. Tais funcionalidades não são atendidas pelos produtos da Oracle, ou são em um nível de sofisticação menor que o da Stellent. As Requerentes citam o fato de que as soluções ECM da Stellent são certificadas no U.S. Department of 6

7 Defense 5015 STD, Capítulos 2 e 4, relacionados à segurança e proteção de dados, ao passo que os produtos OCD/ORD da Oracle não o são. Ademais, ao contrário da Stellent, a Oracle não oferece serviços de consultoria para ECM ou tem recursos dedicados para a análise de projetos de consultoria para ECM, tais como manutenção e suporte pós-venda para software. O quadro a seguir apresenta, de forma sucinta, os produtos ofertados no Brasil pelas Requerentes, e a inexistência de relações horizontais ou verticais verificada entre estes. Quadro II Produtos Ofertados pelas Requerentes no Brasil Produtos Oracle Stellent Middleware ECM X OCD/ORD X Softwares de Infra-estrutura X CRM X Aplicativos EAS ERP X SCM X Fonte: Requerentes. O posicionamento das Requerentes quanto à ausência de relações horizontais ou verticais foi corroborado pela concorrente BEA Systems Ltda., consultada por meio do Ofício nº 06199/2007/RJ COGCE/SEAE/MF, de 26 de janeiro de 2007, cujo prazo de resposta foi prorrogado por intermédio do Ofício nº 06424/2007/RJ COGCE/SEAE/MF, de 16 de fevereiro de Assim, a BEA esclareceu que middleware é uma categoria de software que permite interconectar componentes de software ou aplicações entre si, normalmente encontrado em ambientes complexos, distribuindo e habilitando a troca de informações entre sistemas diferentes. Através de interfaces bem definidas e muitas vezes padronizadas, o middleware permite a troca de dados entre sistemas de forma simplificada, controlada e segura. Tais interfaces são chamadas de APIs e, desde a difusão do termo middleware nos anos 80, diversas iniciativas surgiram para padronizar sua interface: DCE (Distributed Computer Enviroment), da Open Software Foundation; CORBA (Common Object Request Broker), da Object Management Group; COM/DCOM (Distributed Component Object Model), da Microsoft, e J2EE (Java 2 Enterprise Edition), da Sun Microsystems. Usando o paradigma de pilha de tecnologia, o Middleware é a camada que está entre o sistema operacional e a aplicação ou componente de software, fornecendo a abstração adequada para facilitar a comunicação entre esses componentes e aplicações distribuídas. 7

8 Segundo a BEA, middleware é utilizado tipicamente como infra-estrutura para a construção de soluções de software. Nesse conceito, o middleware tem o papel de mediar a comunicação de uma solução de software com outra. Pode ser uma abordagem simples, como a de RPC, onde a solução de software faz uma chamada para outra e obtém uma resposta, ou mais abrangente, onde o servidor de aplicações media diversas tarefas típicas de middleware, como filas, comunicação com os bancos de dados e outros sistemas, e até mesmo o ciclo de vida dos componentes que integram uma solução de software que funciona sobre o servidor de aplicações em questão. A consultada ainda informou que middleware e softwares empresariais são consideradas categorias diferentes de software. Os softwares empresariais têm por objetivo resolver um problema de negócio específico, como a gestão corporativa de conteúdo, ou geral, como softwares de ERP e CRM. A relação entre middleware e os softwares empresariais existe, devido ao fato do primeiro ser um componente fundamental para um ambiente de computação distribuída. Nesse contexto, é comum que soluções de softwares empresariais sejam construídas ou utilizem em algum grau softwares de middleware. O mercado de middleware consiste em soluções de software que endereçam os requerimentos de infra-estrutura para a correta construção de soluções de software de negócios ou empresariais que requerem interconexão entre diversos elementos distribuídos. Muitas vezes, o mercado confunde as soluções de infra-estrutura e de mddleware, entretanto, no entendimento da BEA o middleware está sempre intermediando a comunicação entre as soluções de software, enquanto que, em vários casos, soluções de infra-estrutura prestam serviços para as soluções de software. A BEA esclareceu que a relação entre os EAS, softwares de infra-estrutura e middleware é simples. EAS pode ser construído por sobre e utilizar os serviços de software de infraestrutura. Nos dois últimos exemplos citados acima, temos casos de soluções EAS usando infra-estrutura e especificamente middleware. Em outras palavras: soluções de negócio e soluções corporativas, como EAS, tipicamente usam soluções de software de infra-estrutura, e muitas vezes middleware. Segundo a consultada, o consumidor final tem diversas formas de adquirir middleware. Sua apresentação pode ser feita nas formas a seguir explicitadas: Isolado é possível adquirir soluções de middleware diretamente dos fabricantes de software. Exemplos: BEA AquaLogic Service Bus (ESB), IBM Webphere MQ (MOM), Oracle Application Server (servidores de aplicações), entre muitas outras opções. Pacotes alguns fabricantes oferecem pacotes que reúnem funcionalidades de infraestrutura (e middleware, em certos casos). Alguns exemplos: BEA WebLogic Platform (servidor de aplicações, de portal, de EAI, framework de desenvolvimento, IDE), Oracle SOA Suite (ESB, framework de desenvolvimento). Bundles nessa categoria se inclui qualquer solução de software que requer middleware ou outro elemento de infra-estrutura e, no momento de sua 8

9 comercialização, o cliente pode optar pela aquisição conjunta da solução e seu middleware. Alguns exemplos: Oracle Peoplesoft CRM é vendido em conjunto com BEA Tuxedo (monitor transacional) e BEA WebLogic Server (servidor de aplicações). Outros fornecedores de soluções de software desenvolvem tais soluções usando middleware próprio. A BEA afirmou que, de acordo com a prática comum de mercado, de analistas de mercado como o Gartner Group e o Forest Research, o segmento de middleware é composto pelas seguintes categorias: Enterprise Service Bus (ESB); Message-Oriented Middleware (MOM); Monitores de Processamento Transacional; Object Request Broker (ORB); e Servidores de Aplicação. O mercado também identifica alguns tipos de soluções de infra-estrutura de software como middleware, apesar do enquadramento no conceito de middleware ser mais flexível: Data Access Middleware; Integration Middleware; e Application Platform Suites. Apesar do movimento constante de consolidação dos fornecedores de software, as categorias acima nasceram de necessidades de mercado e, para suprir tal demanda, diversas empresas surgiram. Além disso, os analistas de mercado estudam e recomendam tecnologia de middleware baseada na taxonomia acima descrita, eventualmente com alguma flexibilidade. Vale ressaltar que existe um número expressivo de produtos e fornecedores para cada um dos segmentos descritos. A BEA informou que, dentro do mercado de softwares middleware, a Oracle constitui uma concorrente nos sub-segmentos de Enterprise Service Bus (ESB), Object Request Broker (ORB) e Servidores de Aplicação. Adicionalmente, a consultada explicou que a estratégia da Oracle para o mercado de middleware se dá através do seu carro-chefe, a tecnologia de banco de dados, utilizando sua presença forte nas contas para expandir sua atuação em middleware, por meio de ofertas combinadas e descontos quando da aquisição de novas licenças de bancos de dados. Quanto à Stellent, a BEA informou não considerá-la como uma empresa concorrente no mercado de middleware ou de infra-estrutura. Pelo entendimento da empresa, a Stellent oferece soluções de software ECM, mercado com grande nível de especificidade. Assim, em contato telefônico, foi esclarecido que os softwares EMC são um produto muito característico, focado na gestão de conteúdo em portais. Desta forma, de fato, depreendese que a operação em tela não gera qualquer concentração horizontal ou integração vertical, já que a Oracle e a Stellent não figuram como concorrentes, frente às suas especificidades técnicas e diferentes aplicabilidades de seus produtos. 9

10 Embora esta SEAE tenha verificado em sua análise a ausência de sobreposição, evidenciada acima, diante dos dados já levantados na instrução deste parecer técnico, optou por dar continuidade à análise, apresentando, em termos meramente ilustrativos, os efeitos do negócio para o mercado consolidado de middleware. Cabe ressaltar que a análise deste cenário mais conservador, a ser apresentado nas etapas que se seguem, não apresentou indícios de qualquer malefício ao ambiente concorrencial dos produtos em estudo. Esta análise, ademais, não vincula esta Secretaria a adotar o mesmo procedimento em outros casos em análise ou a serem submetidos. 3.2 Dimensão Geográfica As Requerentes defendem a tese de que a dimensão geográfica do mercado de middleware é mundial, justificando seu posicionamento por uma série de decisões recentes da Comissão Européia. Nestas, a autoridade antitruste adotou a posição de que os mercados relevantes geográficos para softwares têm, pelo menos, a dimensão da Área Econômica Européia, mas provavelmente pode ser mundial. A BEA, por seu turno, informou que, normalmente, soluções de middleware requerem serviços de pós-venda para sua implementação. Na prática, o desenvolvimento da aplicação que fará uso do middleware requer a inclusão do conhecimento técnico da solução de middleware a ser usada para o correto aproveitamento da tecnologia e sua melhor performance. Tipicamente, os serviços associados ao middleware são: construção de soluções de software que usam a infra-estrutura do middleware; consultoria para a instalação, performance e ajuste-fino (tuning) do middleware; e suporte técnico para garantir a operação contínua da solução de middleware. Outros serviços podem ser ofertados para casos e necessidades específicos. Entretanto, segundo a consultada, é possível adquirir soluções de middleware no mercado internacional. Isso acontece, principalmente, quando o fabricante da solução não está presente no mercado brasileiro e, em certos casos, quando a empresa adquirente tem acordo internacional pré-estabalecido com o fornecedor, normalmente com o valor da licença da solução de middleware paga de forma antecipada. A consultada não identificou uma preferência por parte do consumidor em adquirir a solução nem no mercado brasileiro, tampouco no internacional. Todavia, existem vantagens claras na aquisição no mercado brasileiro, como facilidades de acesso ao suporte técnico e suporte direto do representante local do fabricante. Não há tendência de limitar a demanda por soluções de middleware no mercado brasileiro, onde existe grande quantidade de fabricantes e representantes, suficientes para mantê-lo ativo. Quando uma solução de middleware é muito específica, recorre-se ao mercado internacional, mas isso hoje é exceção. 10

11 Desta forma, depreende-se do exposto que o mercado de soluções middleware apresenta dimensão geográfica restrita ao território nacional. IV Da Possibilidade de Exercício de Poder de Mercado A despeito da ausência de relações horizontais ou verticais decorrentes do presente negócio, ao considerar um cenário mais conservador, onde as Requerentes são tratadas como concorrentes no mercado consolidado de middleware, verificou-se, que a operação ora em análise não suscita indícios de prejuízos ao ambiente concorrencial do segmento em referência, conforme explicitado no quadro a seguir. Assim, o Quadro III apresenta a estrutura do mercado global de middleware (com dados do IDC International Data Corporation), onde as Requerentes sequer figuram entre as concorrentes. Considerando que tanto a Oracle quanto a Stellent estejam inseridas no item Outros, infere-se que suas participações sejam inferiores a 3,3% (menor participação explicitada na estrutura apresentada). Por conseguinte, a operação em tela poderia gerar uma concentração máxima de 6,6%. Quadro III Mercado de Middleware no Brasil Empresas Participação (%) IBM 18,3 EMC Corp. 11,3 Open Text Corp. 8 Microsoft 3,4 Hummingbird 3,3 Outros 55,7 Total 100 Fonte: Requerentes, com base em dados IDC. Não obstante tenham afirmado que não dispõem de informações precisas sobre as vendas das principais empresas atuantes no mercado de middleware no Brasil, as Requerentes estimaram que as vendas da Oracle correspondam a aproximadamente 5,1% do segmento, enquanto a Stellent detém participação inferior a 1%. Desta forma, no Brasil, a operação geraria uma concentração horizontal inferior a 6,1%, incapaz de suscitar indícios quanto a um provável exercício de poder de mercado. Ademais, cabe salientar que o faturamento nacional da Stellent, ao longo do exercício fiscal de 2005, foi bastante inferior ao valor estipulado pela Portaria Conjunta nº 8/SEAE/SDE, de 02 de fevereiro de 2004, que acrescentou o inciso IX ao artigo 6º da Portaria Conjunta nº 1/2003/SEAE/SDE. 11

12 V Recomendação A análise precedente demonstrou que a operação não causa prejuízos à concorrência, razão pela qual recomenda-se sua aprovação sem restrições. À apreciação superior. LÍVIA CECÍLIA GONÇALVES Assistente Técnica CECÍLIA VESCOVI DE ARAGÃO BRANDÃO Assessora Técnica CLÁUDIA VIDAL MONNERAT DO VALLE Coordenadora-Geral de Controle de Estruturas de Mercado De acordo. MARCELO LEANDRO FERREIRA Secretário-Adjunto de Acompanhamento Econômico 12

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer n o 06097/2007/RJ COGCE/SEAE/MF Referência: Ofício nº 5924/2006/SDE/GAB, de 21 de novembro de 2006. Em 14 de fevereiro de 2007. Assunto:

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício nº 5585/2006/SDE/GAB, de 08 de novembro de 2006.

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício nº 5585/2006/SDE/GAB, de 08 de novembro de 2006. MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer n o 06195/2007/RJ COGCE/SEAE/MF Referência: Ofício nº 5585/2006/SDE/GAB, de 08 de novembro de 2006. Em 13 de abril de 2007. Assunto:

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06037/2007/RJ COGCE/SEAE/MF Rio de Janeiro, 22 de janeiro de 2007. Referência: Ofício nº 193/2006/SDE/GAB, de 11 de janeiro

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício SDE/GAB Nº 6637, de 06 de outubro de 2008.

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício SDE/GAB Nº 6637, de 06 de outubro de 2008. MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer n o 06318/2009/RJ COGCE/SEAE/MF Referência: Ofício SDE/GAB Nº 6637, de 06 de outubro de 2008. Em 04 de junho de 2009. Assunto: ATO DE

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Técnico n.º 06370/2006/RJ

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Técnico n.º 06370/2006/RJ MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06370/2006/RJ COGAM/SEAE/MF Rio de Janeiro, 13 de setembro de 2006 Referência: Ofício n 4377/2006/SDE/GAB de 31 de agosto

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer n o 06245/2006/RJ COGAM/SEAE/MF Em 26 de junho de 2006. Referência: Ofício n 2128/2006/SDE/GAB de 9 de maio de 2006. Assunto: ATO DE

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício nº 43/2005/SDE/GAB, de 06 de janeiro de 2005.

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício nº 43/2005/SDE/GAB, de 06 de janeiro de 2005. MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06024/2005/RJ COPCO/COGPI/SEAE/MF Rio de janeiro, 14 de janeiro de 2005 Referência: Ofício nº 43/2005/SDE/GAB, de 06 de

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06119/2007/RJ COGCE/SEAE/MF Rio de Janeiro, 02 de março de 2007 Referência: Ofício nº 888/2007/SDE/GAB, de 15 de fevereiro

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Técnico n.º 06416/2005/RJ

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Técnico n.º 06416/2005/RJ MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06416/2005/RJ COGAM/SEAE/MF Rio de Janeiro, 24 de outubro de 2005 Referência: Ofício n 4959/2005/SDE/GAB de 11 de outubro

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício Nº 566/2005/SDE/GAB, 10 de fevereiro de 2005.

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício Nº 566/2005/SDE/GAB, 10 de fevereiro de 2005. MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06087/2005/RJ COPCO/COGPI/SEAE/MF 21 de fevereiro de 2005 Referência: Ofício Nº 566/2005/SDE/GAB, 10 de fevereiro de 2005.

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06265/2007/RJ COGCE/SEAE/MF 25 de maio de 2007 Referência: Ofício nº 2561/2007/SDE/GAB, de 14 de maio de 2007. Assunto:

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Técnico n.º 06038/2007/RJ

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Técnico n.º 06038/2007/RJ MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06038/2007/RJ COGCE/SEAE/MF Rio de Janeiro, 23 de janeiro de 2007 Referência: Ofício n 269/2007/SDE/GAB de 15 de janeiro

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Técnico n.º 06031/2005/RJ

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Técnico n.º 06031/2005/RJ MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06031/2005/RJ COGPI/SEAE/MF Rio de Janeiro, 17 de janeiro de 2005 Referência: Ofício nº 96/2005/SDE/GAB, de 10 de janeiro

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer n o 06358/2006/RJ COGAM/SEAE/MF Referência: Ofício n 2401/2006/SDE/GAB de 24 de maio de 2006. Em 13 de setembro de 2006. Assunto: ATO

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer n o 06567/2008/RJ COGCE/SEAE/MF Referência: Ofício nº 5572/2008/SDE/GAB, de 25 de Agosto de 2008. Em 25 de setembro de 2008. Assunto:

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06356/2006/RJ COGAM/SEAE/MF Rio de Janeiro, 04 de setembro de 2006. Referência: Ofício nº 4250/2006/SDE/GAB, de 24 de agosto

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06417/2005/RJ COGAM/SEAE/MF Rio de Janeiro, 24 de outubro de 2005. Referência: Ofício nº 4903/2005/SDE/GAB, de 07 de outubro

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício n 889/2005/SDE/GAB, de 28 de fevereiro de 2005.

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício n 889/2005/SDE/GAB, de 28 de fevereiro de 2005. MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06103/2005/RJ COPCO/COGPI/SEAE/MF 07 de março de 2005 Referência: Ofício n 889/2005/SDE/GAB, de 28 de fevereiro de 2005.

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06314/2006/RJ COGAM/SEAE/MF 10 de agosto de 2006 Referência: Ofício n 2753/2006/SDE/GAB de 31 de julho de 2006. Assunto:

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Técnico n.º 06378/2005/RJ

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Técnico n.º 06378/2005/RJ MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06378/2005/RJ COGAM/SEAE/MF Rj, 28 de setembro de 2005 Referência: Ofício n 4543/2005/SDE/GAB, de 14 de setembro de 2005.

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Técnico n.º 06058/2005/RJ

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Técnico n.º 06058/2005/RJ MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06058/2005/RJ COGPI/SEAE/MF 01 de fevereiro de 2005 Referência: Ofício nº 257/2005/SDE/GAB de 20 de janeiro de 2005 Assunto:

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06305/2006/RJ COGAM/SEAE/MF Rio de Janeiro, 31 de julho de 2006 Referência: Ofício nº 3631/2006/SDE/GAB, de 24 de julho

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06343/2006/RJ COGAM/SEAE/MF Rio de Janeiro, 22 de agosto de 2006 Referência: Ofício nº 3971/2006/SDE/GAB, de 11 de agosto

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06221/2006/RJ COGAM/SEAE/MF 05 de junho de 2006 Referência: Ofício n 2356/2006/SDE/GAB de 22 de maio de 2006. Assunto: ATO

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06192/2007/RJ COGCE/SEAE/MF Referência: Ofício nº 1624/2007/SDE/GAB, de 03 de abril de 2007. Rio de Janeiro, 12 de abril

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício nº 7564/2004/SDE/GAB, de 28 de dezembro de 2004.

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício nº 7564/2004/SDE/GAB, de 28 de dezembro de 2004. MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06014/2005/RJ COPCO/COGPI/SEAE/MF Rio de janeiro, 07 de janeiro de 2005 Referência: Ofício nº 7564/2004/SDE/GAB, de 28 de

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício n 667/2007/SDE/GAB de 6 de fevereiro de 2007.

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício n 667/2007/SDE/GAB de 6 de fevereiro de 2007. MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06105/2007/RJ COGCE/SEAE/MF Rio de Janeiro,16 de fevereiro de 2007 Referência: Ofício n 667/2007/SDE/GAB de 6 de fevereiro

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06194/2006/RJ COGAM/SEAE/MF 23 de maio de 2006 Referência: Ofício nº 2077/2006/SDE/GAB, de 8 de maio de 2006. Assunto: ATO

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício nº 1490/2005/SDE/GAB, de 30 de março de 2005.

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício nº 1490/2005/SDE/GAB, de 30 de março de 2005. MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06174/2005/RJ COCON/COGPI/SEAE/MF Referência: Ofício nº 1490/2005/SDE/GAB, de 30 de março de 2005. Rio de Janeiro, 20 de

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício n.º 7660/2008/SDE/GAB, de 20 de novembro de 2008.

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício n.º 7660/2008/SDE/GAB, de 20 de novembro de 2008. MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06090/2009/RJ COGCE/SEAE/MF Rio de Janeiro, 06 de março de 2009 Referência: Ofício n.º 7660/2008/SDE/GAB, de 20 de novembro

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Técnico n.º 06164/2005/RJ

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Técnico n.º 06164/2005/RJ MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06164/2005/RJ COGPI/SEAE/MF Rio de Janeiro, 15 de abril de 2005 Referência: Ofício no. 1684/2005/SDE/GAB, de 06 de abril

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Técnico n.º 06212/2006/RJ

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Técnico n.º 06212/2006/RJ MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06212/2006/RJ COGAM/SEAE/MF Rio de janeiro, 05 de junho de 2006 Referência: Ofício n 2391/2006/SDE/GAB de 24 de maio de

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06471/2008/RJ COGCE/SEAE/MF Referência: Ofício n.º 4701/2008/SDE/GAB, de 22 de julho de 2008. 01 de agosto de 2008 Assunto:

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício nº 3950/2005/SDE/GAB, de 23 de agosto de 2005.

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício nº 3950/2005/SDE/GAB, de 23 de agosto de 2005. MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer n o 06373/2005/RJ COGAM/SEAE/MF Rio de Janeiro, 26 de setembro de 2005. Referência: Ofício nº 3950/2005/SDE/GAB, de 23 de agosto de

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício SDE/GAB nº 088, de 05 de janeiro de 2007.

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício SDE/GAB nº 088, de 05 de janeiro de 2007. MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06024/2007/RJ COGCE/SEAE/MF Rio de Janeiro, 16 de janeiro de 2007. Referência: Ofício SDE/GAB nº 088, de 05 de janeiro de

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06078/2007/RJ COGCE/SEAE/MF Rio de Janeiro, 05 de fevereiro de 2007 Referência: Ofício nº 451/2007/SDE/GAB, de 23 de janeiro

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06169/2006/RJ COGAM/SEAE/MF 05 de maio de 2006 Referência: Ofício n 1873/2006/SDE/GAB de 25 de abril de 2006. Assunto: ATO

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06057/2007/RJ COGCE/SEAE/MF Rio de Janeiro, 26 de janeiro de 2007. Referência: Ofício nº 288/20067/SDE/GAB, de 16 de janeiro

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Técnico n.º 06018/2006/RJ

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Técnico n.º 06018/2006/RJ MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06018/2006/RJ COGAM/SEAE/MF Rio de Janeiro, 11 de janeiro de 2006 Referência: Ofício SDE/GAB nº 6112, de 26 de dezembro

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Técnico n.º 06074/2005/RJ

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Técnico n.º 06074/2005/RJ MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06074/2005/RJ COGPI/SEAE/MF Rio de Janeiro, 10 de fevereiro de 2005 Referência: Ofício SDE/GAB nº 459, de 31 de janeiro

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06077/2007/RJ COGCE/SEAE/MF Rio de Janeiro, 05 de fevereiro de 2007. Referência: Ofício nº 483/2007/SDE/GAB, de 23 de janeiro

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Técnico n.º 06501/2005/RJ

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Técnico n.º 06501/2005/RJ MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06501/2005/RJ COGAM/SEAE/MF Rio de Janeiro, 29 de dezembro de 2005 Referência: Ofício SDE/GAB nº 6014, de 21 de dezembro

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06090/2007/RJ COGCE/SEAE/MF Rio de Janeiro, 09 de fevereiro de 2007. Referência: Ofício nº 622/2007/SDE/GAB, de 31 de janeiro

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício n 4779/2004/SDE/GAB, de 10 de agosto de 2004.

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício n 4779/2004/SDE/GAB, de 10 de agosto de 2004. MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06495/2004/RJ COGPI/SEAE/MF 23 de agosto de 2004 Referência: Ofício n 4779/2004/SDE/GAB, de 10 de agosto de 2004. Assunto:

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício n.º 2991/2004/SDE/GAB, de 24 de maio de 2004

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício n.º 2991/2004/SDE/GAB, de 24 de maio de 2004 MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06100/2004/DF COGSE/SEAE/MF 03 de junho de 2004 Referência: Ofício n.º 2991/2004/SDE/GAB, de 24 de maio de 2004 Assunto:

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício n 7036/2004 /2004/SDE/GAB, de 30 de novembro de 2005.

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício n 7036/2004 /2004/SDE/GAB, de 30 de novembro de 2005. MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer n o 06071/2005/RJ COPCO/COGPI/SEAE/MF Rio de Janeiro, 10 de fevereiro de 2005. Referência: Ofício n 7036/2004 /2004/SDE/GAB, de 30 de

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06187/2006/RJ COGAM/SEAE/MF Rio de Janeiro, 17 de maio de 2006 Referência: Ofício nº 2052/2006/SDE/GAB, de 04 de maio de

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer n o 06327/2006/RJ COGAM/SEAE/MF Referência: Ofício n 1765/2006/SDE/GAB de 20 de abril de 2006. Em 14 de agosto de 2006. Assunto: ATO

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06379/2008/RJ COGCE/SEAE/MF Referência: Ofício nº 3657/2008/SDE/GAB, de 10 de junho de 2008. Rio de Janeiro, 20 de junho

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06151/2005/RJ COGPI/SEAE/MF 08 de abril de 2005 Referência: Ofício nº 1483/2005/SDE/GAB, de 30 de março de 2005 Assunto:

Leia mais

Ministério da Justiça Conselho Administrativo de Defesa Econômica CADE

Ministério da Justiça Conselho Administrativo de Defesa Econômica CADE Ministério da Justiça Conselho Administrativo de Defesa Econômica CADE ATO DE CONCENTRAÇÃO nº 08012.008423/2006-44 Requerentes: International Business Machine Corporation e Filenet Corporation Advogados:

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06101/2006/RJ COGAM/SEAE/MF 10 de março de 2006 Referência: Ofício nº 854/2006/SDE/GAB, de 23 de fevereiro de 2006. Assunto:

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Técnico n.º 06478/2006/RJ

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Técnico n.º 06478/2006/RJ MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06478/2006/RJ COGCE/SEAE/MF Rio de janeiro, 28 de novembro de 2006 Referência: Ofício n 5715/2006/SDE/GAB de 13 de novembro

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06227/2005/RJ COGPI/SEAE/MF 30 de maio de 2005 Referência: Ofício nº 2419/2005/SDE/GAB, de 23 de maio de 2005 Assunto: ATO

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício n 3729/2005/SDE/GAB de 10 de agosto de 2005

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício n 3729/2005/SDE/GAB de 10 de agosto de 2005 MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06325/2005/RJ COCON/COGPI/SEAE/MF Rio de Janeiro, 18 de agosto de 2005 Referência: Ofício n 3729/2005/SDE/GAB de 10 de agosto

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06363/2005/RJ COGAM/SEAE/MF Rio de Janeiro, 16 de setembro de 2005 Referência: Ofício n º 4354/2005 SDE/GAB, de 06 de setembro

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício SDE/GAB nº 183, de 17 de janeiro de 2005.

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício SDE/GAB nº 183, de 17 de janeiro de 2005. MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06041/2005/RJ COCON/COGPI/SEAE/MF Rio de Janeiro,25 de janeiro de 2005 Referência: Ofício SDE/GAB nº 183, de 17 de janeiro

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício nº 4712/2006/SDE/GAB, de 25 de setembro de 2006.

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício nº 4712/2006/SDE/GAB, de 25 de setembro de 2006. MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06398/2006/RJ COGAM/SEAE/MF 04 de outubro de 2006 Referência: Ofício nº 4712/2006/SDE/GAB, de 25 de setembro de 2006. Assunto:

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06183/2005/RJ COGPI/SEAE/MF Rio de Janeiro, 02 de maio de 2005 Referência: Ofício n o 1888/2005/SDE/GAB de 19 de abril de

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício SDE/GAB n 4085, de 05 de julho de 2004.

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício SDE/GAB n 4085, de 05 de julho de 2004. MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06475/2004/RJ COPCO/COGPI/SEAE/MF Referência: Ofício SDE/GAB n 4085, de 05 de julho de 2004. 19 de julho de 2004 Assunto:

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício n 863/2005/SDE/GAB de 28 de fevereiro de 2005.

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício n 863/2005/SDE/GAB de 28 de fevereiro de 2005. MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06102/2005/RJ COCON/COGPI/SEAE/MF Rio de Janeiro, 07 de março de 2005 Referência: Ofício n 863/2005/SDE/GAB de 28 de fevereiro

Leia mais

Após a operação: Capital Social da Próxima:

Após a operação: Capital Social da Próxima: Ministério da Justiça Conselho Administrativo de Defesa Econômica CADE ATO DE CONCENTRAÇÃO nº 08012.005543/2007-71 Requerentes: Datasul S/A e Próxima Software e Serviços S/A. Advogados: Fabíola Carolina

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06049/2009/RJ COGCE/SEAE/MF 13 de fevereiro de 2009 Referência: Ofício nº 358/2009/SDE/GAB de 23 de janeiro de 2009. Assunto:

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício n 6081/2005/SDE/GAB, de 23 de dezembro de 2005.

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício n 6081/2005/SDE/GAB, de 23 de dezembro de 2005. MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer n o 06182/2006/RJ COGAM/SEAE/MF Rio de janeiro, 15 de maio de 2006. Referência: Ofício n 6081/2005/SDE/GAB, de 23 de dezembro de 2005.

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer n o 06080/2007/RJ COGCE/SEAE/MF Referência: Ofício nº 3628/2006/SDE/GAB, de 24 de julho de 2006. Em 06 de fevereiro de 2007. Assunto:

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06013/2007/RJ COGCE/SEAE/MF Rio de Janeiro, 12 de janeiro de 2007. Referência: Ofício n 015/2007/SDE/GAB de 3 de janeiro

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Técnico n.º 06094/2005/RJ. Referência: Ofício SDE/GAB N º 695, de 28/02/2005.

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Técnico n.º 06094/2005/RJ. Referência: Ofício SDE/GAB N º 695, de 28/02/2005. MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06094/2005/RJ COGPI/SEAE/MF Referência: Ofício SDE/GAB N º 695, de 28/02/2005. Rio de Janeiro, 25 de fevereiro de 2005 Assunto:ATO

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06549/2008/RJ COGCE/SEAE/MF Rio de Janeiro, 15 de setembro de 2008 Referência: Ofício nº 5784/2008/SDE/GAB de 02 de setembro

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer n o 06286/2006/RJ COGAM/SEAE/MF Referência: Ofício nº 1918/2006/SDE/GAB, de 26 de abril de 2006. Rio de Janeiro, 17 de julho de 2006.

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício n 2584/2006/SDE/GAB de 31 de maio de 2006

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício n 2584/2006/SDE/GAB de 31 de maio de 2006 MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer n o 06246/2006/RJ COGAM/SEAE/MF Rio de janeiro, 26 de junho de 2006. Referência: Ofício n 2584/2006/SDE/GAB de 31 de maio de 2006 Assunto:

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06444/2006/RJ COGCE/SEAE/MF 07 de novembro de 2006 Referência: Ofício n 5301/2006/SDE/GAB, 25 de outubro de 2006. Assunto:

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Técnico n.º 06376/2008/RJ

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Técnico n.º 06376/2008/RJ MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06376/2008/RJ COGCE/SEAE/MF Rio de Janeiro, 19 de junho de 2008 Referência: Ofício SDE/GAB nº 3625, de 09 de junho de 2008.

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício nº 5860/2006/SDE/GAB, de 17 de novembro de 2006.

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício nº 5860/2006/SDE/GAB, de 17 de novembro de 2006. MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06480/2006/RJ COGCE/SEAE/MF 28 de novembro de 2006 Referência: Ofício nº 5860/2006/SDE/GAB, de 17 de novembro de 2006. Assunto:

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Técnico n.º 06346/2008/RJ

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Técnico n.º 06346/2008/RJ MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06346/2008/RJ COGCE/SEAE/MF Rio de Janeiro, 05 de junho de 2008 Referência: Ofício n 3334/2008/SDE/GAB de 29 de maio de

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06414/2008/RJ COGCE/SEAE/MF Rio de Janeiro, 03 de julho de 2008 Referência: Ofício 3968/2008/SDE/GAB, de 23 de junho de

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício nº 303/2009/SDE/GAB, de 21 de janeiro de 2009.

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício nº 303/2009/SDE/GAB, de 21 de janeiro de 2009. MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer n o 06416/2009/RJ COGCE/SEAE/MF Referência: Ofício nº 303/2009/SDE/GAB, de 21 de janeiro de 2009. Em 23 de julho de 2009. Assunto: ATO

Leia mais

Ministério da Justiça Conselho Administrativo de Defesa Econômica CADE RELATÓRIO

Ministério da Justiça Conselho Administrativo de Defesa Econômica CADE RELATÓRIO Ministério da Justiça Conselho Administrativo de Defesa Econômica CADE ATO DE CONCENTRAÇÃO nº 08012.000098/2006-71 Requerentes: Gedas Aktiengesellschaft e T-Systems International GmbH Advogados: Carlos

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício n 7518/2004/SDE/GAB de 27 de dezembro de 2004.

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício n 7518/2004/SDE/GAB de 27 de dezembro de 2004. MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06016/2005/RJ COCON/COGPI/SEAE/MF Rio de Janeiro, 07 de janeiro de 2005 Referência: Ofício n 7518/2004/SDE/GAB de 27 de

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06061/2007/RJ COGCE/SEAE/MF Rio de Janeiro, 29 de janeiro de 2007 Referência: Ofício nº 360/2007/SDE/GAB, de 17 de janeiro

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06601/2008/RJ COGCE/SEAE/MF Rio de Janeiro, 15 de outubro de 2008 Referência: Ofício nº 6360/2008/SDE/GAB, de 22 de Setembro

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06562/2008/RJ COGCE/SEAE/MF Rio de Janeiro, 25 de setembro de 2008 Referência: Ofício 6135/2008/SDE/GAB, de 11 de setembro

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06131/2004/DF COGSE/SEAE/MF 02 de agosto de 2004 Referência: Ofício nº 4330/2004/SDE/GAB Assunto: ATO DE CONCENTRAÇÃO n.º

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Técnico n.º 06402/2005/RJ

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Técnico n.º 06402/2005/RJ MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06402/2005/RJ COGAM/SEAE/MF Rj, 14 de outubro de 2005 Referência: Ofício n 4837/2005/SDE/GAB, de 04 de outubro de 2005.

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Técnico n.º 06229/2008/DF

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Técnico n.º 06229/2008/DF MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06229/2008/DF COGCE/SEAE/MF Rio de Janeiro, 22 de outubro de 2008 Referência: Ofício nº 6789/2008/SDE/GAB, de 13 de outubro

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06038/2009/RJ COGCE/SEAE/MF 11 de fevereiro de 2009 Referência: Ofício nº 7430/2008/SDE/GAB de 11 de novembro de 2008. Assunto:

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Técnico n.º 06140/2005/RJ

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Técnico n.º 06140/2005/RJ MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06140/2005/RJ COGPI/SEAE/MF 04 de abril de 2005 Referência: Ofício nº 1427/2005/SDE/GAB, de 28 de março de 2005. Assunto:

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06023/2007/RJ COGCE/SEAE/MF Rio de Janeiro, 15 de janeiro de 2007 Referência: ofício nº 113/2007/SDE/GAB, de 08 de janeiro

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício nº 813/2006/SDE/GAB, de 21 de fevereiro de 2006.

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício nº 813/2006/SDE/GAB, de 21 de fevereiro de 2006. MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06102/2006/RJ COGAM/SEAE/MF 10 de março de 2006 Referência: Ofício nº 813/2006/SDE/GAB, de 21 de fevereiro de 2006. Assunto:

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06076/2004/DF COGSE/SEAE/MF 06 de maio de 2004 Referência: Ofício n.º 2237/2004/SDE/GAB, de 13 de abril de 2004. Assunto:

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06152/2009/RJ COGCE/SEAE/MF Referência: Ofício nº 147/2009/SDE/GAB, de 15 de janeiro de 2009. Em 31 de março de 2009 Assunto:

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício n 6082/2006/SDE/GAB de 30 de novembro de 2006.

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício n 6082/2006/SDE/GAB de 30 de novembro de 2006. MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer n o 06148/2007/RJ COGCE/SEAE/MF Rio de Janeiro, 19 de março de 2007. Referência: Ofício n 6082/2006/SDE/GAB de 30 de novembro de 2006.

Leia mais

10. A presente operação foi submetida apenas ao SBDC, fato ocorrido em 16/12/2008.

10. A presente operação foi submetida apenas ao SBDC, fato ocorrido em 16/12/2008. MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer n o 06067/2009/RJ COGCE/SEAE/MF Referência: SDE/GAB Nº 8148, de 17 de dezembro de 2008. Em 20 de fevereiro de 2009. Assunto: ATO DE

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06517/2006/RJ COGCE/SEAE/MF Rio de Janeiro, 19 de dezembro de 2006 Referência: Ofício nº 6232/2006/SDE/GAB, de 11 de dezembro

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Técnico n.º 06312/2006/RJ

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Técnico n.º 06312/2006/RJ MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06312/2006/RJ COGAM/SEAE/MF Rio de Janeiro, 07 de agosto de 2006 Referência: Ofício n 3782/2006/SDE/GAB de 01 de agosto

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer n o 06436/2008/RJ COGCE/SEAE/MF Referência: Ofício n 1895/2008/SDE/GAB, de 31 de março de 2008. Em 14 de julho de 2008. Assunto: ATO

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06294/2008/RJ COGCE/SEAE/MF 21 de maio de 2008 Referência: Ofício n 2925/2008/SDE/GAB, de 14 de maio de 2008. Assunto: ATO

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Técnico n.º 06019/2006/RJ

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Técnico n.º 06019/2006/RJ MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06019/2006/RJ COGAM/SEAE/MF Rio de Janeiro, 11 de janeiro de 2006 Referência: Ofício SDE/GAB nº 6149, de 28 de dezembro

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício SDE/GAB n 6010/2005, de 22 de dezembro de 2005.

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício SDE/GAB n 6010/2005, de 22 de dezembro de 2005. MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06002/2006/RJ COGAM/SEAE/MF 03 de janeiro de 2006 Referência: Ofício SDE/GAB n 6010/2005, de 22 de dezembro de 2005. Assunto:

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Técnico n.º 06013/2006/RJ

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Técnico n.º 06013/2006/RJ MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06013/2006/RJ COGAM/SEAE/MF Rio de Janeiro, 09 de janeiro de 2006 Referência: Ofício n 6121/2005/SDE/GAB de 26 de dezembro

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Técnico n.º 06410/2008/RJ

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Parecer Técnico n.º 06410/2008/RJ MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06410/2008/RJ COGCE/SEAE/MF Rio de Janeiro, 03 de julho de 2008 Referência: Ofício n.º 3963/2008/SDE/GAB, de 23 de junho

Leia mais