O Mercado e a Revolução do Software Livre

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O Mercado e a Revolução do Software Livre"

Transcrição

1 O Mercado e a Revolução do Software Livre Recentemente li um artigo publicado no site de uma das maiores revista de informática do Brasil com o título: "Brasil pode ser punido por software livre (o artigo original e meu comentário estão no final desse artigo) onde induz um relacionamento entre o uso do software livre com a pirataria e ao desrespeito aos direitos de propriedade intelectual. Fiquei atônico com a tamanha desinformação contida que resolvi publicar esse artigo e esclarecer alguns pontos importantes sobre o tema, o que todo mundo deve saber sobre o software livre. O que é software livre? Software Livre são programas de computador onde o usuário tem acesso ao código-fonte e a liberdade de executar, distribuir, modificar e repassar as alterações sem para isso tenha que pedir permissão ao autor do programa, ou seja, pode ser usado, copiado, estudado e redistribuído e, na maioria dos casos, são gratuitos e tem poucas (ou nenhuma) restrições. Quais são as principais vantagens do software livre? Além de a implementação da solução ter um custo muito menor do que com sistemas proprietários pode-se destacar a liberdade de poder alterar o código para adequar-se a necessidade de cada um sem depender do autor do programa e também a possibilidade de trocar de fornecedor de serviços sem ter de trocar de sistemas. Um ponto importante é o fato do valor investido ir para pessoas e empresas locais redistribuindo riqueza, emprego, renda e conhecimento ao invés de remeter esse dinheiro para as tradicionais e poderosas corporações transnacionais da informática. É impressionante a capacidade da dinâmica do software livre na geração e compartilhamento de conhecimento e na geração e distribuição de riqueza e isso é muito importante, muito importante mesmo.

2 Os softwares livres tem a mesma qualidade que os softwares proprietários? O grau de amadurecimento que os softwares livres alcançaram hoje tanto em relação às funcionalidades e qualidades como também em serviços e suporte, vem viabilizando, cada vez mais, sua adoção em praticamente todos os segmentos, sendo que em alguns como servidores WEB, seu uso já superou o do software proprietário, pois a grande maioria destes servidores rodam com o sistema operacional Linux e o web servers Apache. A popularização da dobradinha da linguagem de programação PHP com o banco de dados PostgreSQL e MySQL (utilizado pelo Google) no desenvolvimento de aplicações web é impressionante, isso sem falar no do suíte de escritório OpenOffice e, é claro dos CMSs Drupal, Joomla e Wordpress, CRM Vtiger, e-learning Moodle, voip Asterisk etc. etc. Como são desenvolvidos os softwares livres? Na maioria dos casos a partir de uma organização virtual em uma comunidade formada voluntariamente por pessoas que tem interesses comuns. O desenvolvendo das atividades são de forma aberta, participativa, horizontal (sem gerentes ou chefes formais) e colaborativa. Cada comunidade é auto-organizável e cria suas próprias regras, métodos de trabalho e modelos de governança. O trabalho é realizado por desenvolvedores voluntários espalhados pelo mundo todo, que na maioria dos casos dedicam apenas parte de seu tempo a esta atividade e com recursos próprios. A comunicação se dá por meio de fóruns, grupos de discussão, wikis, e outras ferramentas colaborativas. De uma forma geral o modelo de governança é baseado na meritocracia onde os níveis de senioridade é conquistado conforme a quantidade e relevância das colaborações de cada um e a participação é aberta. As comunidades de software livre são auto-sustentáveis? No início de cada projeto, na maioria dos casos, a força de trabalho é voluntária e, na medida em que o produto ganha corpo e, consequentemente, adeptos a captação de recursos é bastante facilitada. Além de pequenas (mas geralmente numerosas) doações de pessoas

3 comuns que hoje são a maioria dos casos, são cada vez mais frequentes grandes corporações injetarem recursos volumosos principalmente por dois motivos: Diminuir a dependência do desenvolvedor de software proprietário e minimizar o custo de customizações e de troca (de fornecedor sem ter que trocar de software). Essa lógica é bastante simples e podemos citar o exemplo do ERP (Enterprise Resource Planning) open source Compiere que recebeu um aporte de 6 milhões de dólares. Essas grandes doações, muitas vezes, são efetuados por grandes corporações, usuárias de software proprietário objetivando a possibilidade de no futuro migrar para a solução open source e se livrar da total dependência que tem do fornecedor de software proprietário como o SAP no caso de ERP. Entrar num mercado dominado por outros. Esta lógica também é bem simples e o Google faz isso com bastante frequência onde podemos citar os exemplos dos softwares open source do Google como o browse Chrome feito para entrar no mercado que é dominado pelo IE e o Firefox, do sistema operacional para celulares Android para entrar no mercado dominado pelo Symbian da Nokia, BlackBerry, Iphone da Apple e o Windows Mobile da Microsoft e também a novidade do Google Wave que vai tentar criar um novo mercado e tentar matar o MSN da Microsoft. Por que será que o Google vai de software livre apenas nos mercados dominados por outros? Se o Google é tão adepto ao open source, por que não abre o código de seu buscador? Mas isso é assunto para outro papo... Independente dos motivos e intenções de cada um, o fato é que a indústria do software livre é 100% legal e legítima, está cada vez mais sólida e autosustentável, está entrando em praticamente todos os mercados e começa ganhar a liderança em muitos, e isso é muito bom. A tradicional e hiper mega ultra lucrativa indústria do software proprietário sempre se apegaram principalmente em duas alegações de desvantagens do software livre: Que custo total (software + manutenção) tende a ser igual

4 entre o software livre e o proprietário porque apesar do custo do software livre ser muito baixo ou nenhum, o custo de manutenção é alto devido à falta de pessoas especializadas (que cobram caro pelos serviços). De fato, no passado, isso já foi realidade, mas com o advento do crescimento exponencial da adesão ao software livre verificado nos últimos anos, é cada vez maior a disponibilidade de profissionais altamente qualificados e com a tendência de custos cada vez menores (já esses custos dos softwares proprietários tendem, se não a subir, pelo menos a se manter). Que muitos softwares livres não são gratuitos e/ou são de empresas que visam o lucro também. De fato isso também é verdade, mas tem pequenos detalhes que fazem toda a diferença como o valor que geralmente é cobrado pelo software livre ser uma pequena fração se comparado ao similar proprietário, de que na maioria das vezes esse pequeno valor é distribuído para toda a comunidade desenvolvedora e não concentrado em poucas empresas e que boa parte do investimento é pago a profissionais locais fomentando a distribuição de riqueza na própria comunidade e não remetendo esse valor geralmente para o exterior. Seria algo como comprar o Windows da Microsoft (com o código fonte) por uns R$ 40 reais (sendo que parte desse valor seria distribuída para os desenvolvedores) e gastar mais uns R$ 60,00 com profissionais locais para personalização e treinamento. Muito justo! Acredito que se a Microsoft adotasse uma política similar venderia muito mais e continuaria sendo uma empresa bastante lucrativa. Esse conceito do software livre (de geração e compartilhamento de conhecimento e de geração e distribuição de riqueza) é tão revolucionário e trazem tantos ganhos e benefícios para todos que acredito que em alguns anos os softwares proprietários serão minoria. Existem hoje vários grupos de acadêmicos do mais alto nível no mundo todo inclusive no Brasil estudando a dinâmica do software livre para tentar reproduzi-la em outras atividades cotidianas. É claro, por motivos óbvios, que essa revolução não está sendo devidamente divulgada pelas mídias tradicionais, e os artigos publicados como o citado mais confundem a todos do que informam.

5 Pelo visto, pelo artigo citado, demonstra que o poderoso lobby da indústria do software proprietário está desesperado ao tentar relacionar o uso do software livre a pirataria e ao desrespeito aos direitos de propriedade intelectual. Era só o que faltava! Acho que vou repetir a reflexão que postei no artigo anterior: "Você pode enganar poucas pessoas por muito tempo. Pode também enganar muitas pessoas por pouco tempo. Mas jamais conseguirá enganar muitas pessoas por muito tempo". Observo que cada empresa de software proprietário, hoje, tem todo o direito de cobrar o quanto quiser pelos direitos de propriedade intelectual do seu software, mas, por favor, ficar "sabotando" o software livre através de organizações como a IIPA (Aliança Internacional pela Propriedade Intelectual), como o visto no referido artigo, é subestimar a capacidade de discernimento de todos. Creio que vale a pena refletir sobre os conceitos de direito de propriedade e suas mudanças com o tempo em nossa história ocidental. Na antiguidade os imperadores tinham o "direito" de decidir sobre a vida e morte de cada um, no Brasil colônia os "donos" de escravos tinham também esse "direito" sobre suas "propriedades". Há bem poucos anos qualquer um tinha o direito de fazer o que bem entender com os animais. É bem possível que dentro de um futuro próximo todos achem tão absurdo o direito a propriedade do conhecimento como eram absurdos os "direitos de propriedade" dos imperadores, donos de escravos etc. Caros leitores podem ter certeza, de que a questão não é se a revolução do software livre vai se concretizar e sim quando. O máximo que os que conspiram ou torcem contra estão conseguindo, mesmo com todo o seu poder e lobby, é apenas retardá-la por breves instantes. Viva o software livre! Compartilhe conhecimento! Artigo publicado no site da Info (Editora Abril)

6 Link: Título: Brasil pode ser punido por software livre SÃO PAULO A Aliança Internacional pela Propriedade Intelectual (IIPA em inglês) pode colocar o Brasil na lista negra do copyright por causa do apoio ao software livre e de casos constatados de pirataria. A organização, composta por grupos como a Business Software Alliance, a MPAA e a RIAA, entende que o incentivo aos programas de código aberto significa que o país tem uma política inadequada contra o abuso dos direitos de propriedade intelectual. O documento de 498 páginas, enviado pela aliança aos representantes do comércio dos EUA, ainda pede que países como a Índia, Tailândia, Vietnã e Indonésia também sejam incluídos na lista. Caso ele seja aprovado, sanções de comércio poderão ser aplicadas para forçar as nações a adequarem a leis de acordo com os padrões exigidos pela IIPA. No caso da Indonésia, por exemplo, a organização afirma que o incentivo do uso de software livre dentro de agências governamentais ajuda a enfraquecer a indústria de tecnologia, além de acabar com a competitividade. De acordo com o documento, o setor público passaria a preferir empresas com esse tipo de solução, impedindo companhias "legítimas" de participar de negociações com os governos. O Brasil também é citado diversas vezes como ameaça ao mercado de músicas e games, devido aos casos de pirataria e número de arquivos compartilhados em redes. Comentário que postei no artigo: "Esses caras não se cansam de tentar confundir.

7 Tentar fazer uma relação entre software livre e pirataria isso sim é crime. O fato é que a indústria de software livre (que é 100% legal e legítima) ganha cada vez mais mercado, e não é só o Linux, temos o CMS Joomla, o CRM Vtiger e milhares de outros softwares que são líderes como o Apache. O que realmente preocupa o pessoal do software proprietário e a IIPA (seu braço lobista) é que, ao contrário do software proprietário, que acumula riqueza para poucos, o software livre distribui a riqueza gerada com ele, sejam para os desenvolvedores (que obtém receita principalmente com donativos), prestadores de serviço (qualquer pessoa pode adquirir o conhecimento que é livre, prestar serviços e ser remunerado por isso) e até o próprio usuário final (que ao invés de mandar seu dinheiro para poucas empresas multinacionais, estará distribuindo localmente e isso faz muita diferença). Caro editor James, já está mais que na hora, nesses tipos de artigos, não apenas ficar reproduzindo (des)informações, e esclarecer a verdade ou, no mínimo, mostrar o outro lado. Sei que os principais anunciantes da Info são as empresas de software proprietário, mas tenha em mente que, em breve, poderão ser também as de software livre! Fonte:

Definições: quando usar cada um?

Definições: quando usar cada um? Framework ou CMS? Definições: quando usar cada um? Framework: Uma arquitetura desenvolvida com o objetivo de atingir a máxima reutilização, representada como um conjunto de classes abstratas e concretas,

Leia mais

ICE INSTITUTO CUIABADO DE EDUCAÇÃO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO 4º SEMESTRE RECURSOS HUMANOS CARLOS EDUARDO JULIANI

ICE INSTITUTO CUIABADO DE EDUCAÇÃO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO 4º SEMESTRE RECURSOS HUMANOS CARLOS EDUARDO JULIANI ICE INSTITUTO CUIABADO DE EDUCAÇÃO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO 4º SEMESTRE RECURSOS HUMANOS CARLOS EDUARDO JULIANI SOFTWARE LIVRE E SOFTWARE PROPRIETARIO Software Livre. O software livre foi desenvolvido,

Leia mais

Construindo sítios profissionais com Mambo

Construindo sítios profissionais com Mambo 23/09/06 Construindo sítios profissionais com Mambo Tiago Eugenio de Melo tiago@comunidadesol.org 1 Sumário Software Livre Conceitos de CMS Mambo Configuração do Mambo Novidades Referências 2 O que é software

Leia mais

Software Aplicativo. Introdução a Computação. Software Customizado. Software Amigável (User-Friendly) Software Empacotado

Software Aplicativo. Introdução a Computação. Software Customizado. Software Amigável (User-Friendly) Software Empacotado Software Aplicativo Introdução a Computação Software Aplicativos Software usado para solucionar um problema em particular ou realizar uma tarefa específica. Imposto de Renda Impressão MSN Adquirindo Software:

Leia mais

IIH Introdução à Informática e Hardware

IIH Introdução à Informática e Hardware INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO - CAMPUS VOTUPORANGA Técnico em Manutenção e Suporte em Informática IIH Introdução à Informática e Hardware Aula: Linguagens de Programação

Leia mais

O SOFTWARE LIVRE NO ENSINO DA ENGENHARIA QUÍMICA

O SOFTWARE LIVRE NO ENSINO DA ENGENHARIA QUÍMICA O SOFTWARE LIVRE NO ENSINO DA ENGENHARIA QUÍMICA Bárbara Werkema Zocratto (7 o período), Carlos Eduardo Rinco Mendonça Lima (7 o período), Maria Carolina Louzada (6 o período), Paula Maria da Silva Leite

Leia mais

Conteúdo. Uma visão social. O que é? Dá certo? Custos. Recomendações. Apresentação Ricardo Gazoni Semiotic Systems. Software Livre Junho de 2011

Conteúdo. Uma visão social. O que é? Dá certo? Custos. Recomendações. Apresentação Ricardo Gazoni Semiotic Systems. Software Livre Junho de 2011 Conteúdo Uma visão social O que é? Dá certo? Custos Recomendações Apresentação Ricardo Gazoni Semiotic Systems Página 2 Uma visão social História da computação: o começo de tudo 1936 década de 40 Máquina

Leia mais

Softwares Aplicativos. (Capítulo 2)

Softwares Aplicativos. (Capítulo 2) Softwares Aplicativos (Capítulo 2) INTRODUÇÃO À ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO Professor: Rosalvo Ferreira de Oliveira Neto Estrutura 1. Definição 2. Aquisição 3. Classificações 4. Ética 5. Profissionais 03

Leia mais

Criação de um site sobre Comunicação

Criação de um site sobre Comunicação Luciano Conceição Martins Criação de um site sobre Comunicação UNICAMP Universidade Estadual de Campinas Introdução: Um site é um conjunto de arquivos feitos através de códigos de programação. E, estes

Leia mais

1º Seminário de Melhores Práticas

1º Seminário de Melhores Práticas 1º Seminário de Melhores Práticas FIEC - Federação das Indústrias do Estado do Ceará Painel 1 Gestão Operacional e Estratégia das Federações Implantação de Software Livre no Sistema FIEC Cesar Cals Neto

Leia mais

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO FUNDAMENTOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO RAFAEL D. RIBEIRO, M.SC,PMP. RAFAELDIASRIBEIRO@GMAIL.COM HTTP://WWW.RAFAELDIASRIBEIRO.COM.BR @ribeirord CRIMES DE PIRATARIA DE SOFTWARE Prática ilícita caracterizada

Leia mais

www.trabalhandoonline.net 4 Técnicas para Ganhar Dinheiro Online. 1

www.trabalhandoonline.net 4 Técnicas para Ganhar Dinheiro Online. 1 www.trabalhandoonline.net 4 Técnicas para Ganhar Dinheiro Online. 1 Produção Este E-book é Produzido por www.trabalhandoonline.net Visite o site e conheça várias outras Dicas GRÁTIS para Ganhar Dinheiro

Leia mais

Prof. Cláudio ERP/CRM e Supply Chain PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

Prof. Cláudio ERP/CRM e Supply Chain PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Cláudio ERP/CRM e Supply Chain PRINCÍPIOS DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Sistemas de ERP Enterprise Resource Planning Pacote de ferramentas que integram toda a empresa, a grande vantagem é que os dados

Leia mais

EDITORES DE TEXTO Capítulo 1: Avaliação técnica e econômica dos principais editores de texto do mercado.

EDITORES DE TEXTO Capítulo 1: Avaliação técnica e econômica dos principais editores de texto do mercado. Nome: Nº Série: EDITORES DE TEXTO Capítulo 1: Avaliação técnica e econômica dos principais editores de texto do mercado. Habilidades: Pesquisar novas ferramentas e aplicativos de informática para a área

Leia mais

Drupal para Empresas. Descobrindo os benefícios do Drupal para o seu negócio

Drupal para Empresas. Descobrindo os benefícios do Drupal para o seu negócio Sorteio de R$400 de crédito nos cursos de Drupal! http://j.mp/sorteio400reais O que veremos nessa palestra? # Apresentação # Introdução a CMS # Conhecendo o Drupal # Drupal como solução para Empresas #

Leia mais

Indicie. 1.Introdução...1. 2.Como Surgiu...2. 3.Para que serve...3. 4.Instalação...3. 5. Oque ele permite fazer...5. 6. Primeiro Cenário...

Indicie. 1.Introdução...1. 2.Como Surgiu...2. 3.Para que serve...3. 4.Instalação...3. 5. Oque ele permite fazer...5. 6. Primeiro Cenário... Artigo sobre Indicie 1.Introdução....1 2.Como Surgiu....2 3.Para que serve....3 4.Instalação....3 5. Oque ele permite fazer....5 6. Primeiro Cenário....6 7. Segundo Cenário....7 8. Conclusão....8 5. Referencias....9

Leia mais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais

ERP. Enterprise Resource Planning. Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de recursos empresariais O que é ERP Os ERPs em termos gerais, são uma plataforma de software desenvolvida para integrar os diversos departamentos de uma empresa,

Leia mais

Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS. Prof. Roberto Marcello

Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS. Prof. Roberto Marcello Unidade II GERENCIAMENTO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Roberto Marcello SI Sistemas de gestão A Gestão dos Sistemas Integrados é uma forma organizada e sistemática de buscar a melhoria de resultados.

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Prof. Ms. Carlos José Giudice dos Santos carlos@oficinadapesquisa.com.br www.oficinadapesquisa.com.br Usando o SI como vantagem competitiva Vimos

Leia mais

Mudanças no mercado de TI com a popularização da internet GUSTAVO FREITAS

Mudanças no mercado de TI com a popularização da internet GUSTAVO FREITAS Mudanças no mercado de TI com a popularização da internet GUSTAVO FREITAS Formação Acadêmica Bacharel em Sistemas de Informação Pós graduado em Docência do Ensino Superior Experiência profissional Fui

Leia mais

Fundamentos da Computação Móvel

Fundamentos da Computação Móvel Fundamentos da Computação Móvel (O Mercado Mobile no Brasil) Programação de Dispositivos Móveis Mauro Lopes Carvalho Silva Professor EBTT DAI Departamento de Informática Campus Monte Castelo Instituto

Leia mais

O que é o Virto ERP? Onde sua empresa quer chegar? Apresentação. Modelo de funcionamento

O que é o Virto ERP? Onde sua empresa quer chegar? Apresentação. Modelo de funcionamento HOME O QUE É TOUR MÓDULOS POR QUE SOMOS DIFERENTES METODOLOGIA CLIENTES DÚVIDAS PREÇOS FALE CONOSCO Suporte Sou Cliente Onde sua empresa quer chegar? Sistemas de gestão precisam ajudar sua empresa a atingir

Leia mais

SOFTWARES LIVRES PARA TRANSPARÊNCIA PÚBLICA. Nome Expositor: Adriano Almeida Órgão: Secretaria Executiva de Transparência Púbica da PMJP

SOFTWARES LIVRES PARA TRANSPARÊNCIA PÚBLICA. Nome Expositor: Adriano Almeida Órgão: Secretaria Executiva de Transparência Púbica da PMJP SOFTWARES LIVRES PARA TRANSPARÊNCIA PÚBLICA Nome Expositor: Adriano Almeida Órgão: Secretaria Executiva de Transparência Púbica da PMJP 2015 A SETRANSP Criada em 2005, tem como missão estabelecer os fundamentos

Leia mais

O CMS certo para as suas necessidades! Quadro Comparativo

O CMS certo para as suas necessidades! Quadro Comparativo O CMS certo para as suas necessidades! Quadro Comparativo Prof. Ricardo 1 Um CMS (Content Management Systems) é um Sistema de gerenciamento de Conteúdo de websites, portais e intranet disponíveis para

Leia mais

1 / 6. Cartilha O ABC do Software Livre. O que é PcLivre?

1 / 6. Cartilha O ABC do Software Livre. O que é PcLivre? 1 / 6 Cartilha O ABC do Software Livre O que é PcLivre? O PC Livre é um projeto de iniciativa do PSL-Brasil, coordenado por voluntários e operado por vários parceiros que apoiam a iniciação de novos usuários

Leia mais

Resultados de Pesquisa sobre utilização empresarial de Plataformas Móveis

Resultados de Pesquisa sobre utilização empresarial de Plataformas Móveis Resultados de Pesquisa sobre utilização empresarial de Plataformas Móveis Apresentação Esta pesquisa sobre a utilização empresarial de Plataformas Móveis, teve como público-alvo profissionais de TI e executivos

Leia mais

Informática Instrumental

Informática Instrumental 1º PERÍODO.: GRADUAÇÃO EM REDES DE COMPUTADORES :. Madson Santos madsonsantos@gmail.com 2 Unidade I Unidade I Software 3 Software o é uma sentença escrita em uma linguagem de computador, para a qual existe

Leia mais

Alfresco Content Management

Alfresco Content Management Alfresco Content Management Alfresco é um sistema ECM (Enterprise Content Management) também conhecido como GED (Gestão Eletrônica de Documentos) em nosso mercado de porte corporativo para atender a empresas

Leia mais

Tecnologia da Informação. Sistema Integrado de Gestão ERP ERP

Tecnologia da Informação. Sistema Integrado de Gestão ERP ERP Tecnologia da Informação. Sistema Integrado de Gestão ERP Prof: Edson Thizon ethizon@gmail.com O que é TI? TI no mundo dos negócios Sistemas de Informações Gerenciais Informações Operacionais Informações

Leia mais

Sistema Integrado de Gestão ERP. Prof: Edson Thizon ethizon@gmail.com

Sistema Integrado de Gestão ERP. Prof: Edson Thizon ethizon@gmail.com Sistema Integrado de Gestão ERP Prof: Edson Thizon ethizon@gmail.com Tecnologia da Informação. O que é TI? TI no mundo dos negócios Sistemas de Informações Gerenciais Informações Operacionais Informações

Leia mais

Software Livre e Inovação Tecnológica

Software Livre e Inovação Tecnológica Software Livre e Inovação Tecnológica Fábio Olivé (fabio.olive@gmail.com) Tópicos O que significa Livre em Software Livre? De onde veio e quem usa Software Livre? A qualidade diferenciada do Software Livre

Leia mais

Introdução ao Moodle (1.6.5+)

Introdução ao Moodle (1.6.5+) Introdução ao Moodle (1.6.5+) 2 Athail Rangel Pulino Ficha Técnica Título Introdução ao Moodle Autor Athail Rangel Pulino Filho Copyright Creative Commons Edição Agosto 2007 Introdução ao Moodle 3 Índice

Leia mais

LSoft SGC Gestão Empresarial

LSoft SGC Gestão Empresarial LSoft SGC Gestão Empresarial O LSoft SGC é um sistema de gestão dinâmico, eficiente e flexível idealizado para atender diversos segmentos de indústrias, comércios e serviços. O objetivo principal é tornar

Leia mais

Introdução à Computação: Softwares Aplicativos

Introdução à Computação: Softwares Aplicativos Introdução à Computação: Softwares Aplicativos Ricardo de Sousa Bri.o rbri.o@ufpi.edu.br DIE- UFPI 2004 by Pearson Education Objetivos Estabelecer a dis=nção entre sistemas operacionais e sobware aplica=vo.

Leia mais

APOSTILA BÁSICA INFORMÁTICA: 1. PROCESSADOR DE TEXTOS 1.1 Conhecendo o aplicativo Word 2007 2.EDITOR DE PLANILHAS

APOSTILA BÁSICA INFORMÁTICA: 1. PROCESSADOR DE TEXTOS 1.1 Conhecendo o aplicativo Word 2007 2.EDITOR DE PLANILHAS APOSTILA BÁSICA INFORMÁTICA: 1. PROCESSADOR DE TEXTOS 1.1 Conhecendo o aplicativo Word 2007 2.EDITOR DE PLANILHAS 3.INTERNET 3.1. Internet: recursos e pesquisas 3.2. Conhecendo a Web 3.3. O que é um navegador?

Leia mais

ERP: Pacote Pronto versus Solução in house

ERP: Pacote Pronto versus Solução in house ERP: Pacote Pronto versus Solução in house Introdução Com a disseminação da utilidade e dos ganhos em se informatizar e integrar os diversos departamentos de uma empresa com o uso de um ERP, algumas empresas

Leia mais

Software Livre Introdução ao Linux

Software Livre Introdução ao Linux Software Livre Introdução ao Linux Instituto Granbery 06/03/2004 Carlos de Castro Goulart Departamento de Informática-UFV goulart@dpi.ufv.br Parte I - Software Livre O que é Software Livre? Vantagens da

Leia mais

Introdução 12/06/2012. Software Livre

Introdução 12/06/2012. Software Livre Software Livre Introdução Software Livre, software de código aberto ou software aberto é qualquer programa de computador cujo código-fonte deve ser disponibilizado para permitir o uso, a cópia, o estudo

Leia mais

Slice Management. Controlando o que você não vê. Direto ao assunto

Slice Management. Controlando o que você não vê. Direto ao assunto Slice Management Controlando o que você não vê Direto ao assunto O Slice Management (SM) é uma prática de gerenciamento que consiste em colocar um sistema de inteligência em todas as áreas da empresa.

Leia mais

Extensão ez Open Document Format (ezodf) Documentação. versão 2.0. experts em Gestão de Conteúdo

Extensão ez Open Document Format (ezodf) Documentação. versão 2.0. experts em Gestão de Conteúdo Extensão ez Open Document Format (ezodf) Documentação versão 2.0 Conteúdo 1. Introdução... 3 2 1.1 Público alvo... 3 1.2 Convenções... 3 1.3 Mais recursos... 3 1.4 Entrando em contato com a ez... 4 1.5

Leia mais

São programas de computador utilizados para realizar diversas tarefas É a parte lógica do computador, o que faz o computador realmente funcionar.

São programas de computador utilizados para realizar diversas tarefas É a parte lógica do computador, o que faz o computador realmente funcionar. São programas de computador utilizados para realizar diversas tarefas É a parte lógica do computador, o que faz o computador realmente funcionar. Quais são eles? Vários outros programas 1 Sistema Básico

Leia mais

São programas de computador com a função de interagir a maquina com o usuário. Licenciados Livres - Gratuitos ou uso limitados 18/10/2010 1

São programas de computador com a função de interagir a maquina com o usuário. Licenciados Livres - Gratuitos ou uso limitados 18/10/2010 1 Softwares São programas de computador com a função de interagir a maquina com o usuário Tipos : Licenciados Livres - Gratuitos ou uso limitados 18/10/2010 1 Licenciados São software autorizados, cedidos

Leia mais

Oportunidades de Negócio com Software Livre

Oportunidades de Negócio com Software Livre Oportunidades de Negócio com Software Livre Eduardo Santos eduardo.edusantos@gmail.com eduardosantos@previdencia.gov.br www.softwarepublico.gov.br eduardosan.wordpress.com O Profissional de Software Livre

Leia mais

Web 2.0: a nova internet é uma plataforma

Web 2.0: a nova internet é uma plataforma Página 1 de 5 Mídia interativa - Comportamento - Criação - Web 2.0 Web 2.0: a nova internet é uma plataforma 07/12/2005 0:00 Por: Gilberto Alves Jr. Os empreendimentos na internet que deram certo pensam

Leia mais

Curso de Aprendizado Industrial Desenvolvedor WEB

Curso de Aprendizado Industrial Desenvolvedor WEB Curso de Aprendizado Industrial Desenvolvedor WEB Disciplina: Programação Orientada a Objetos II Professor: Cheli dos S. Mendes da Costa Modelo Cliente- Servidor Modelo de Aplicação Cliente-servidor Os

Leia mais

Conteúdo SOFTWARE LIVRE. Terminologia. Histórico de Software Livre. Terminologia: Software livre. Terminologia: Software livre

Conteúdo SOFTWARE LIVRE. Terminologia. Histórico de Software Livre. Terminologia: Software livre. Terminologia: Software livre Conteúdo SOFTWARE LIVRE SCE 186 - Engenharia de Software Profs. José Carlos Maldonado e Elisa Yumi Nakagawa 2 o semestre de 2002 Histórico de Software Livre Terminologia Fases do Licença de Software Livre

Leia mais

Proposta do projeto de extensão: Inclusão digital dos softwares livres na comunidade escolar da rede pública em Aracaju SE

Proposta do projeto de extensão: Inclusão digital dos softwares livres na comunidade escolar da rede pública em Aracaju SE Proposta do projeto de extensão: Inclusão digital dos softwares livres na comunidade escolar da rede pública em Aracaju SE Resumo O projeto tem como objetivo principal promover a inclusão digital dos softwares

Leia mais

CONSULTORIA E SERVIÇOS DE INFORMÁTICA

CONSULTORIA E SERVIÇOS DE INFORMÁTICA CONSULTORIA E SERVIÇOS DE INFORMÁTICA Quem Somos A Vital T.I surgiu com apenas um propósito: atender com dedicação nossos clientes. Para nós, cada cliente é especial e procuramos entender toda a dinâmica

Leia mais

TIRE SEU PROJETO DA GAVETA. kinghost.com.br

TIRE SEU PROJETO DA GAVETA. kinghost.com.br TIRE SEU PROJETO DA GAVETA #1 Escolha a ferramenta ideal para impulsionar seu negócio. Existem diversas ferramentas no mercado que podem lhe auxiliar na hora de montar e administrar seu negócio. São plataformas

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO APRESENTAÇÃO SOBRE O TEMA: GUERRA COMERCIAL DA INFORMÁTICA VITÓRIA ES

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO APRESENTAÇÃO SOBRE O TEMA: GUERRA COMERCIAL DA INFORMÁTICA VITÓRIA ES UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO APRESENTAÇÃO SOBRE O TEMA: GUERRA COMERCIAL DA INFORMÁTICA VITÓRIA ES UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO APRESENTAÇÃO SOBRE O TEMA: GUERRA COMERCIAL DA INFORMÁTICA

Leia mais

Líder em Soluções Samba 4 no Brasil

Líder em Soluções Samba 4 no Brasil Apresentação Líder em Soluções Samba 4 no Brasil A Vantage TI conta uma estrutura completa para atender empresas de todos os segmentos e portes, nacionais e internacionais. Nossos profissionais dedicam-se

Leia mais

Por uma internet mais criativa e dinâmica

Por uma internet mais criativa e dinâmica 1 de 9 1/10/2010 08:17 ASSINE 0800 703 3000 ÍNDICE PRINCIPAL Canais Fóruns Multimídia Blogs Shop Eventos Pro Banco de Currículos Por uma internet mais criativa e dinâmica Faça Login ou Cadastre-se E-mail:

Leia mais

Informática Básica. Internet Intranet Extranet

Informática Básica. Internet Intranet Extranet Informática Básica Internet Intranet Extranet Para começar... O que é Internet? Como a Internet nasceu? Como funciona a Internet? Serviços da Internet Considerações finais O que é Internet? Ah, essa eu

Leia mais

Desenvolvendo Websites com PHP

Desenvolvendo Websites com PHP Desenvolvendo Websites com PHP Aprenda a criar Websites dinâmicos e interativos com PHP e bancos de dados Juliano Niederauer 19 Capítulo 1 O que é o PHP? O PHP é uma das linguagens mais utilizadas na Web.

Leia mais

Terceiro Resumo de Projeto de Engenharia de Software

Terceiro Resumo de Projeto de Engenharia de Software Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro Terceiro Resumo de Projeto de Engenharia de Software Grupo Open Source: Eduardo Telles Giovani Tadei Marco Aurélio Renata Monique Primeira Aula O aspecto

Leia mais

Anderson L. S. Moreira

Anderson L. S. Moreira Tecnologia da Informação Aula 10 Fato Real A batalha pelos dados Anderson L. S. Moreira anderson.moreira@ifpe.edu.br Instituto Federal de Pernambuco Recife PE Esta apresentação está sob licença Creative

Leia mais

Hoje eu vou falar de um tema no qual eu tenho muito conforto em falar! Primeiro, porque a Wiki é uma empresa de serviços B2B. Segundo, porque a maior

Hoje eu vou falar de um tema no qual eu tenho muito conforto em falar! Primeiro, porque a Wiki é uma empresa de serviços B2B. Segundo, porque a maior Hoje eu vou falar de um tema no qual eu tenho muito conforto em falar! Primeiro, porque a Wiki é uma empresa de serviços B2B. Segundo, porque a maior parte dos nossos clientes são da área de serviços.

Leia mais

Aula 1: Introdução à Disciplina Fonte: Plano de Aula Oficial da Disciplina

Aula 1: Introdução à Disciplina Fonte: Plano de Aula Oficial da Disciplina Programação para Internet Rica 1 Aula 1: Introdução à Disciplina Fonte: Plano de Aula Oficial da Disciplina Objetivo: Identificar os princípios que se destacam como características da Web 2.0. INTRODUÇÃO

Leia mais

Partner Network. www.scriptcase.com.br

Partner Network. www.scriptcase.com.br www.scriptcase.com.br A Rede de Parceiros ScriptCase é uma comunidade que fortalece os nossos representantes em âmbito nacional, possibilitando o acesso a recursos e competências necessários à efetivação

Leia mais

Informática I. Aula 26. http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Baseada no Capítulo 2 do Livro Introdução a Informática Capron e Johnson

Informática I. Aula 26. http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Baseada no Capítulo 2 do Livro Introdução a Informática Capron e Johnson Informática I Aula 26 Baseada no Capítulo 2 do Livro Introdução a Informática Capron e Johnson http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 26-17/07/06 1 Ementa Histórico dos Computadores Noções de

Leia mais

CULTURA LIVRE E COMPARTILHAMENTO DIGITAL: LIBERDADE PARA DISTRIBUIÇÃO DA PROPRIEDADE INTELECTUAL NA INTERNET

CULTURA LIVRE E COMPARTILHAMENTO DIGITAL: LIBERDADE PARA DISTRIBUIÇÃO DA PROPRIEDADE INTELECTUAL NA INTERNET CULTURA LIVRE E COMPARTILHAMENTO DIGITAL: LIBERDADE PARA DISTRIBUIÇÃO DA PROPRIEDADE INTELECTUAL NA INTERNET Luciana Cristina Ribeiro Pércope e Guilherme Domingos do Carmo Palavras-Chave: liberdade, internet,

Leia mais

O melhor do PHP. Por que PHP? CAPÍTULO 1. Uma Pequena História do PHP

O melhor do PHP. Por que PHP? CAPÍTULO 1. Uma Pequena História do PHP CAPÍTULO 1 O melhor do PHP Este livro levou bastante tempo para ser feito. Venho usando agora o PHP por muitos anos e o meu amor por ele aumenta cada vez mais por sua abordagem simplista, sua flexibilidade

Leia mais

ALÉM DO BUG TRACKING : GERENCIANDO O SETOR DE SUPORTE COM O MANTISBT

ALÉM DO BUG TRACKING : GERENCIANDO O SETOR DE SUPORTE COM O MANTISBT ALÉM DO BUG TRACKING : GERENCIANDO O SETOR DE SUPORTE COM O MANTISBT Juliano Flores Prof. Lucas Plautz Prestes Centro Universitário Leonardo da Vinci - UNIASSELVI Gestão de Tecnologia da Informação (GTI034)

Leia mais

Aviso Legal...6. Sobre o autor... 7. Prefácio... 8. 1. Empreendimento Online Por Que Criar Um?... 11. 2. Importação Seus Mistérios...

Aviso Legal...6. Sobre o autor... 7. Prefácio... 8. 1. Empreendimento Online Por Que Criar Um?... 11. 2. Importação Seus Mistérios... Conteúdo Aviso Legal...6 Sobre o autor... 7 Prefácio... 8 1. Empreendimento Online Por Que Criar Um?... 11 2. Importação Seus Mistérios... 14 2.1 Importar é Legal?... 15 2.2 Por Que Importar?... 15 2.3

Leia mais

Política de Implementação de Software Livre na Unesp

Política de Implementação de Software Livre na Unesp Política de Implementação de Software Livre na Unesp REITOR Júlio Cezar Durigan VICE-REITORA Marilza Vieira Cunha Rudge COMITÊ SUPERIOR DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Representantes docentes (titulares)

Leia mais

xp+ vantagens de um sistema nsc o GRUPO por trás de tudo

xp+ vantagens de um sistema nsc o GRUPO por trás de tudo BUSINESS TECHNOLOGY o GRUPO por trás de tudo A NSC Business Technology é um grupo empresarial completo na área de Softwares e Hardwares. Oferece diversas modalidades de serviços para diversas empresas.

Leia mais

ERP. Planejamento de recursos empresariais

ERP. Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning Planejamento de recursos empresariais ERP Enterprise Resource Planning -Sistema de Gestão Empresarial -Surgimento por volta dos anos 90 -Existência de uma base de dados

Leia mais

Conceitos sobre Sistemas Operacionais. Técnico de Informática 2º. Módulo Profa. Madalena Pereira da Silva madalena.silva@ifsc.edu.

Conceitos sobre Sistemas Operacionais. Técnico de Informática 2º. Módulo Profa. Madalena Pereira da Silva madalena.silva@ifsc.edu. Conceitos sobre Sistemas Operacionais Técnico de Informática 2º. Módulo Profa. Madalena Pereira da Silva madalena.silva@ifsc.edu.br Agenda Retrospectiva da aula anterior Processo de Boot do SO Diversidade

Leia mais

$ $ COMO A INTRANET DE SUA EMPRESA ESTÁ TE FAZENDO PERDER DINHEIRO

$ $ COMO A INTRANET DE SUA EMPRESA ESTÁ TE FAZENDO PERDER DINHEIRO COMO A INTRANET DE SUA EMPRESA ESTÁ TE FAZENDO PERDER DINHEIRO INTRODUÇÃO No mundo corporativo, talvez nenhuma expressão tenha ganhado tanto foco quanto 'engajamento'. O RH ouve isso todo dia, o time de

Leia mais

Estudo de caso. Varejo/Atacado Força de vendas Estudo de caso comercial

Estudo de caso. Varejo/Atacado Força de vendas Estudo de caso comercial Estudo de caso Representantes de vendas da Diarco otimizam o sistema de pedidos em mais de 50.000 lojas em todo o país com a Mobile Empresa: Diarco é a principal empresa de comércio atacadista de auto-atendimento

Leia mais

A WEB COMO PLATAFORMA Revolução do HTML5

A WEB COMO PLATAFORMA Revolução do HTML5 A WEB COMO PLATAFORMA Revolução do HTML5 Juliano Flores Prof. Lucas Plautz Prestes Centro Universitário Leonardo da Vinci - UNIASSELVI Gestão de TI (GTI034) 06/11/2012 RESUMO Escrever programas de computador,

Leia mais

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E Unidade II TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO EM EDUCAÇÃO Prof. Me. Eduardo Fernando Mendes Fundamentos da tecnologia da informação Os conteúdos abordados neste módulo são: Componentes da Tecnologia

Leia mais

SOFTWARES LIVRES E ESTRATÉGIAS DE NEGÓCIOS: COMPARTILHAR CONHECIMENTO, INOVAR, E EXPORTAR TECNOLOGIA

SOFTWARES LIVRES E ESTRATÉGIAS DE NEGÓCIOS: COMPARTILHAR CONHECIMENTO, INOVAR, E EXPORTAR TECNOLOGIA SOFTWARES LIVRES E ESTRATÉGIAS DE NEGÓCIOS: COMPARTILHAR CONHECIMENTO, INOVAR, E EXPORTAR TECNOLOGIA Viviane Oliveira SANADA 1 Haroldo César ALESSI 2 Resumo. Este artigo apresenta e discute uma nova forma

Leia mais

REYNALDO PÉREZ SÁNCHEZ

REYNALDO PÉREZ SÁNCHEZ REYNALDO PÉREZ SÁNCHEZ Brasileiro, casado Celular: (11) 99614-8887 Residente em São Paulo/SP E-mail: reynaldops@gmail.com http://br.linkedin.com/in/reynaldoperezsanchez RESUMO DE QUALIFICAÇÕES Experiência

Leia mais

Programação para Dispositivos Móveis

Programação para Dispositivos Móveis Programação para Dispositivos Móveis Fatec Ipiranga Análise e Desenvolvimento de Sistemas Aula 02 História do desenvolvimento de software para dispositivos móveis Dalton Martins dmartins@gmail.com São

Leia mais

USANDO O IZCODE PARA GERAR SOFTWARE RAPIDAMENTE

USANDO O IZCODE PARA GERAR SOFTWARE RAPIDAMENTE USANDO O IZCODE PARA GERAR SOFTWARE RAPIDAMENTE SUMÁRIO usando o izcode... 1 para gerar software rapidamente... 1 introdução... 2 o que é o izcode?... 2 Como funciona o izcode?... 2 os tipos diferentes

Leia mais

ERP Enterprise Resourse Planning Sistemas de Gestão Empresarial

ERP Enterprise Resourse Planning Sistemas de Gestão Empresarial ERP Enterprise Resourse Planning Sistemas de Gestão Empresarial Prof. Pedro Luiz de O. Costa Bisneto 14/09/2003 Sumário Introdução... 2 Enterprise Resourse Planning... 2 Business Inteligence... 3 Vantagens

Leia mais

Introdução. PSINF Internet / Intranet nas Empresas. Motivos. Intranet. Canais. Finalidade

Introdução. PSINF Internet / Intranet nas Empresas. Motivos. Intranet. Canais. Finalidade Introdução PSINF Internet / Intranet nas Empresas Prof. Alexandre Beletti Ferreira Internet: sites sobre lazer, shopping, cultura, etc... Intranet: sistemas corporativos de informações, e que também podem

Leia mais

EZO Soluções Interativas

EZO Soluções Interativas EZO Soluções Interativas 01. Conceito sobre a EZO A EZO Soluções Interativas surgiu no ano de 2006 com o foco no desenvolvimento de soluções e tecnologias que aproximassem as pessoas. Em 08 anos conseguimos

Leia mais

Introdução. Hardware X Software. Corpo Humano Parte Física. Capacidade de utilizar o corpo em atividades especificas explorando seus componentes

Introdução. Hardware X Software. Corpo Humano Parte Física. Capacidade de utilizar o corpo em atividades especificas explorando seus componentes Introdução Hardware X Software Corpo Humano Parte Física Componentes 18 Capacidade de utilizar o corpo em atividades especificas explorando seus componentes Hardware Introdução Parte física: placas, periféricos,

Leia mais

Software Livre. para concursos. Questões comentadas

Software Livre. para concursos. Questões comentadas Software Livre para concursos Questões comentadas Prefácio Hoje, qualquer instituição, seja ela pública ou privada, necessita utilizar programas de computadores para auxiliar os seus processos, gerando

Leia mais

Confrontada com o gabarito oficial e comentada. 75. A denominada licença GPL (já traduzida pra o português: Licença Pública Geral)

Confrontada com o gabarito oficial e comentada. 75. A denominada licença GPL (já traduzida pra o português: Licença Pública Geral) Prova Preambular Delegado São Paulo 2011 Módulo VI - Informática Confrontada com o gabarito oficial e comentada 75. A denominada licença GPL (já traduzida pra o português: Licença Pública Geral) a) Garante

Leia mais

Unidade II TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Prof. Me. Elvis Pontes

Unidade II TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO. Prof. Me. Elvis Pontes Unidade II TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Prof. Me. Elvis Pontes Conceitos e Componentes de Software Software (SW) são: os programas de computador; é a parte intangível do computador, representada pelos programas,

Leia mais

OS PRINCIPAIS PROBLEMAS DA GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS

OS PRINCIPAIS PROBLEMAS DA GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS OS PRINCIPAIS PROBLEMAS DA GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS Esta seção apresenta alguns dos problemas da gestão da cadeia de suprimentos discutidos em mais detalhes nos próximos capítulos. Estes problemas

Leia mais

Software as a Service aka SaaS Qual é o impacto disto no mercado de software?

Software as a Service aka SaaS Qual é o impacto disto no mercado de software? Software as a Service aka SaaS Qual é o impacto disto no mercado de software? Por Roberto Carlos Mayer Roberto Carlos Mayer Diretor da MBI (desde 1990) Mestre em Ciência da Computação (IME USP) e exprofessor

Leia mais

Implantação de Software Livre no Sistema FIEC

Implantação de Software Livre no Sistema FIEC 1º Encontro Nacional BrOffice FIEC - Federação das Indústrias do Estado do Ceará Implantação de Software Livre no Sistema FIEC Cesar Cals Neto e Marcus Vinicius Veloso Objetivo Utilização do software livre

Leia mais

Sistemas de Informação

Sistemas de Informação Sistemas de Informação Informação no contexto administrativo Graduação em Redes de Computadores Prof. Rodrigo W. Fonseca SENAC FACULDADEDETECNOLOGIA PELOTAS >SistemasdeInformação SENAC FACULDADEDETECNOLOGIA

Leia mais

BPO para Empresas de Energia e Concessionárias de Serviços Públicos

BPO para Empresas de Energia e Concessionárias de Serviços Públicos BPO para Empresas de Energia e Concessionárias de Serviços Públicos Terceirização de Processos Empresariais da Capgemini Um componente da área de Serviços Públicos da Capgemini As concessionárias de serviços

Leia mais

Como é o desenvolvimento de Software?

Como é o desenvolvimento de Software? Como é o desenvolvimento de Software? Fases do Desenvolvimento Modelo Cascata Define atividades seqüenciais Outras abordagens são baseadas nesta idéia Especificação de Requisitos Projeto Implementação

Leia mais

Treinamento em PHP com MySQL - Fundamental

Treinamento em PHP com MySQL - Fundamental Treinamento em PHP com MySQL - Fundamental Sobre PHP PHP é uma linguagem interpretada livre, usada originalmente apenas para o desenvolvimento de aplicações presentes e atuantes no lado do servidor, capazes

Leia mais

O que é software livre

O que é software livre O que é software livre Publicado por brain em Sáb, 2006-03-25 17:12. :: Documentação [http://brlinux.org/linux/taxonomy/term/13] por Augusto Campos Este artigo responde a diversas dúvidas comuns de novos

Leia mais

PROPOSTA DE CRIAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE WEBSITE

PROPOSTA DE CRIAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE WEBSITE PROPOSTA DE CRIAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE WEBSITE Através do presente documento, a agência ACNBRASIL tem como objetivo apresentar uma proposta de criação e desenvolvimento de Website para COOPERATIVA DE

Leia mais

Unidade IV ADMINISTRAÇÃO DE BANCO DE DADOS. Software livre se refere à liberdade dos usuários com relação ao software, mais precisamente:

Unidade IV ADMINISTRAÇÃO DE BANCO DE DADOS. Software livre se refere à liberdade dos usuários com relação ao software, mais precisamente: ADMINISTRAÇÃO DE BANCO DE DADOS Unidade IV DEFINIR A MELHOR SOLUÇÃO DE BANCO DE DADOS PARA AS NECESSIDADES DA EMPRESA.1 O uso das tecnologias.1.1 O software livre 1 A tecnologia de banco de dados, assim

Leia mais

Quais os principais pacotes de softwares aplicativos para automação de escritório, quais os seus mantenedores e qual a sua participação no mercado?

Quais os principais pacotes de softwares aplicativos para automação de escritório, quais os seus mantenedores e qual a sua participação no mercado? Quais os principais pacotes de softwares aplicativos para automação de escritório, quais os seus mantenedores e qual a sua participação no mercado? Professor: Luciano Matéria: Informática Trabalho apresentado

Leia mais

CONCEITOS BÁSICOS DE SISTEMAS OPERACIONAIS. Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA

CONCEITOS BÁSICOS DE SISTEMAS OPERACIONAIS. Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA CONCEITOS BÁSICOS DE SISTEMAS OPERACIONAIS Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA Basicamente, são formados por: Programas de controle (de equipamentos e de trabalhos). Programas utilitários.

Leia mais

Introdução ao OpenUP (Open Unified Process)

Introdução ao OpenUP (Open Unified Process) Introdução ao OpenUP (Open Unified Process) Diferentes projetos têm diferentes necessidades de processos. Fatores típicos ditam as necessidades de um processo mais formal ou ágil, como o tamanho da equipe

Leia mais

Consultoria em TI PARA LIBERDADE, NÃO TEM PORQUÊ. TEM SOLICON.

Consultoria em TI PARA LIBERDADE, NÃO TEM PORQUÊ. TEM SOLICON. Consultoria em TI PARA LIBERDADE, NÃO TEM PORQUÊ. TEM SOLICON. Portifólio Missão Atender as necessidades de nossos clientes e garantir o retorno de seus investimentos, implementando os melhores serviços

Leia mais

Soluções Inteligentes Mandic Cloud Solutions

Soluções Inteligentes Mandic Cloud Solutions Soluções Inteligentes Mandic Cloud Solutions Data Centers de Próxima Geração Mandic. Somos Especialistas em Cloud. CLOUD SOLUTIONS MANDIC CLOUD SOLUTIONS Uma empresa sólida que conquista clientes brasileiros

Leia mais

Software Livre X Mundo Corporativo: Confronto ou Cooperação?

Software Livre X Mundo Corporativo: Confronto ou Cooperação? Software Livre X Mundo Corporativo: Confronto ou Cooperação? Felipe Buzatti Nascimento, Leonardo Vilela Teixeira, Lucas Alves Guerra França, Rafael Almeida Batista Abstract É comum associarmos o software

Leia mais

Gestão em Sistemas de Informação. Profa.: Me. Christiane Zim Zapelini E-mail: christianezapelini@nwk.edu.br

Gestão em Sistemas de Informação. Profa.: Me. Christiane Zim Zapelini E-mail: christianezapelini@nwk.edu.br Gestão em Sistemas de Informação Profa.: Me. Christiane Zim Zapelini E-mail: christianezapelini@nwk.edu.br Gestão em Sistemas de Informação Aula 34 Software livre e código aberto Aula 34 2 Gestão em Sistemas

Leia mais