Barômetro Cisco de Banda Larga Brasil

Save this PDF as:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Barômetro Cisco de Banda Larga Brasil"

Transcrição

1 Barômetro Cisco de Banda Larga Brasil Resultados de Dezembro de 2009 Preparado para Meta de Banda Larga em 2010 no Brasil: 15 milhões de conexões Elaborado por IDC Copyright 2010 IDC. Reproduction is forbidden unless authorized. All rights reserved.

2 Agenda Descrição do Projeto Situação da Banda Larga em escala América Latina Resultados da Pesquisa: Total de Conexões Meta do mercado brasileiro de Banda Larga 2010 Por Tipo de Consumidor Por Tecnologia Por Velocidades Distribuição Geográfica Preço da Banda Larga Preços de Banda Larga Móvel Aceleradores e Inibidores da Banda Larga no Brasil Impactos da Crise Econômica Mundial no mercado brasileiro de Banda Larga Conclusões 2010 IDC 2

3 Descrição do Projeto Metodologia Entrevistas com os principais provedores de acesso à Internet (ISP) Pesquisa primária complementada com pesquisa secundária tais como estatísticas oficiais, agências de regulamentação e mídia especializada Pesquisa primária realizada por analistas especializados e com ampla experiência no mercado local de telecomunicações Medição do Projeto: Tecnologias de Banda Larga 2010 IDC 3

4 Descrição do Projeto Definição Banda Larga: Conexão permanente (always on) Velocidade igual ou superior a 128kbps, tanto para updload quanto download Internet Universo ISP Provedores de acesso à Internet para o consumidor final (pessoa jurídica, pessoa física) Provedor de acesso à Internet, operador de rede que proporciona acesso direto à Internet a usuários finais, empresas e/ou consumidores 2010 IDC 4

5 Descrição do Projeto Definição Conexões Ativas de Internet: Refere-se aos diferentes tipos de conexões que permitem aos usuários finais acessar a Internet Tecnologias de Banda Larga: Cabo, ADSL, xdsl, WLL, LMDS, MMDS, Wi-Max, Satélite, Linhas Dedicadas à Internet 2010 IDC 5

6 Descrição do Projeto ISP Analisados Telefônica Embratel Brasil Telecom Oi NET Serviços CTBC GVT Claro TIM Vivo PT BT StarOne Sercomtel Diveo Impsat TVA Neovia Ragio Outras 40+ empresas 2010 IDC 6

7 Descrição do Projeto Países em que a Cisco patrocina o estudo de Banda Larga Argentina Brasil Chile Colômbia Venezuela Perú Além da América Latina: Paquistão, Hungria, Bulgária, República Tcheca e Polônia 2010 IDC 7

8 Situação da Banda Larga na América Latina 2010 IDC 8

9 Banda Larga na América Latina Inclui todas as velocidades Dezembro/2009 4,43% Estima-se que existam mais de 34 milhões de conexões de Banda Larga na América Latina, Dezembro ,82% 3,04% 5,98% 10,39% 10,00% 9,97% Penetração para cada 100 habitantes. Março 2009 Alemanha % Espanha % Irlanda +20.7% Portugal +16.3% Fonte: IDC 2010 IDC 9

10 Resultados da Pesquisa 2010 IDC 10

11 Tendência do Mercado, H09 Tendência do Mercado - Total de Conexões (em milhares) H09 2H IDC 11

12 Mercado de Banda Larga no Brasil por Tipo de Conexão Distribuição Total de Conexões por Tecnologias Massivas (milhares de conexões) H09 2H09 ADSL Cable Modem No 2H09 as conexões via cabo tiveram adições muito superiores as do ADSL 2010 IDC 12

13 Mercado de Banda Larga no Brasil Por Tipo de Consumidor 100% 90% 80% 70% 60% 50% 40% 30% 20% 10% 0% Distribuição de Conexões por Segmento de Mercado Inclui todas as velocidades Não inclui IP Dedicado 86,6% 87,0% 88,6% 88,7% 88,3% 13,4% 13,0% 11,4% 11,3% 11,7% H09 2H09 No 2H09, as empresas diminuíram os investimentos em TI, no entanto, a participação do segmento corporativo aumentou, sugerindo que os cortes de investimentos promovidos pelas empresas se limitou à aquisição/atualização de hardware, e não ao acesso Corporativo Residencial 2010 IDC 13

14 Mercado de Banda Larga no Brasil Distribuição Geográfica Total Banda Larga Distribuição de conexões por Localização Geográfica ADSL + Cable Modem + Wireless Fixo Linhas Dedicadas à Internet Satélite 100% 100% 100% 90% 90% 90% 80% 80% 80% 70% 60% 58,5% 58,6% 70% 60% 68,5% 68,8% 70% 60% 79,3% 79,5% 50% 50% 50% 40% 40% 40% 30% 30% 30% 20% 10% 41,5% 41,4% 20% 10% 31,5% 31,2% 20% 10% 20,7% 20,5% 0% 1H2009 2H2009 0% 1H2009 2H2009 0% 1H2009 2H2009 Estado de São Paulo Resto do país São Paulo continua a praça mais importante para a Banda Larga, no entanto, diminui sua participação frente ao resto do país 2010 IDC 14

15 Mercado de Banda Larga no Brasil Distribuição Geográfica Total - População Distribuição de conexões por Localização Geográfica, Estimativas de Dezembro/2009 Número de conexões & Penetração por região, não inclui Banda Larga Móvel Norte ,53% Nordeste ,35% Centro-Oeste ,08% Sudeste ,30% Sul ,63% São Paulo ,42% Nota: A penetração por região corresponde à penetração para cada 100 habitantes Total da População: Fonte, IBGE, Dez/09. Penetração total na população brasileira: 5,98% 2010 IDC 15

16 Mercado de Banda Larga no Brasil Comportamento das Conexões Comportamento das conexões por Velocidades de Download H09 2H09 <= 255kbps 256k a 999 kbps >= 1Mbps Acessos lentos (menos de 255 Kbps) estão diminuindo em prol da ascensão de conexões rápidas (notadamente mais de 1Mpbs) 2010 IDC 16

17 Situação da Internet Banda Larga por meio da Telefonia Móvel no Brasil 2010 IDC 17

18 Internet Banda Larga por Meio da Telefonia Móvel A IDC estima que a quantidade de assinantes de Banda Larga por meio da telefonia móvel (acesso em desktop/notebook/netbook) em Dezembro 2009 é de assinantes, um crescimento de 32% em relação ao último semestre e 77% em relação ao último ano Somando os acessos móveis aos acessos fixos, o Brasil possui conexões de banda larga O acesso por meio da Telefonia Móvel continua em forte trajetória de crescimento, no entanto seu crescimento já não é mais tão acelerado como antes O acesso móvel é utilizado principalmente por pessoas que necessitam da mobilidade, quanto por usuários que ainda não dispõem de outra infra-estrutura de acesso na região em que se localizam As opções pré-pagas ainda não deslancharam 2010 IDC 18

19 Mercado de Banda Larga Móvel no Brasil Por Tipo de Consumidor Distribuição das Conexões Móveis por Segmento de Mercado 100,0% 90,0% 80,0% 70,0% 60,0% 50,0% 40,0% 30,0% 20,0% 10,0% 0,0% 76,5% 76,9% 23,5% 23,1% 1H09 2H09 Residencial/Pessoal Corporativo O segmento pessoal é, sem dúvida, o maior consumidor de acessos móveis 2010 IDC 19

20 Mercado de Banda Larga Móvel no Brasil Distribuição Geográfica Total Distribuição de conexões por Localização Geográfica 100% 90% 80% 70% 60% 50% 40% 30% 20% 10% 0% 67,00% 33,00% 1H09 Estado de São Paulo 67,15% 32,85% 2H09 Resto do país O bom desempenho da região Nordeste diminuiu a importância relativa do estado de São Paulo, mesmo esse estado sendo o maior consumidor individual 2010 IDC 20

21 Meta do mercado país de Banda Larga Fixa & Móvel Brasil Ano Dez mil Jun mil Somando as conexões de banda larga móvel ao mercado total, a meta de 2010 foi alcançada!!! Ano mil Ano mil Ano mil 2010 IDC 21

22 Aceleradores e Inibidores da Banda Larga no Brasil 2010 IDC 22

23 Aceleradores e Inibidores Aceleradores Desoneração tributária sobre computadores, aumentando sensivelmente a penetração desse equipamento nas residências Inibidores Mesmo com a desoneração de equipamentos TIC, sua penetração ainda é baixa Todas as operadoras estão investindo em Banda larga Falta de infra-estrutura de telecom, indisponibilizando o serviço em áreas onde há demanda Aprovação pelo CONFAZ do pacote de desoneração tributária ao acessos até R$ 29,90 por mês, nesse valor deve estar incluído Modem, Instalação, Provedor, tudo necessário ao acesso Ausência de competição em muitas praças, o que torna o serviço mais caro 2010 IDC 23

24 O impacto da banda larga sobre a Sociedade da Informação 2010 IDC 24

25 Aspectos mais relevantes O acesso à Internet inseriu novas possibilidades de interação entre as pessoas, por exemplo, redes sociais Fonte de informações sobre todos os assuntos: Estudantes são beneficiados Políticas de inclusão digital vieram para ficar A competição entre plataformas tecnológicas e/ou players tende a melhorar a qualidade das ofertas Projetos como o esperado PNBL devem impactar positivamente o mercado Desenvolvimento de novos modelos de negócios 2010 IDC 25

26 Conclusões Copyright 2010 IDC. Reproduction is forbidden unless authorized. All rights reserved.

27 Conclusões No segundo semestre de 2009, o número de acessos em banda larga fixa e linhas dedicadas aumentou em quase meio milhão de assinantes. Isso representa um crescimento de 4,1% em relação ao semestre anterior e 16,9% em relação ao ano anterior A imposição de sansões pelo corpo regulatório brasileiro (Anatel) reduziu o ritmo de crescimento visto até então Se somarmos a banda larga móvel, o mercado total cresceu 1,3 milhão de conexões no segundo semestre, Isso representa um crescimento de 9,5% em relação ao semestre anterior e 27% em relação ao ano anterior Considerando o mercado de banda larga massiva e IP Dedicado, o segmento SoHo foi o único que cresceu, com 0,5% de incremento, provenientes principalmente do segmento Residencial, que teve um decrescimento de 0,44%. Todos os demais segmentos tiveram quedas muito pequenas, praticamente estáveis 2010 IDC 27

28 Conclusões (Cont.) A faixa de velocidade que apresentou maior crescimento na base de assinantes foi mais de 2 Mbps, representando agora 18,5% das conexões. A faixa mais comum ainda é de 512 a 999 Kbps, que continua a perder participação A região Nordeste ganhou participação no total de conexões, quando comparado à totalidade do Brasil Exceto a chamada Banda Larga Popular, que custa R$ 29,80 (mais baixo do Brasil), a maior movimentação de preço se deu nas ofertas de velocidades mais altas, com a modalidade ADSL diminuindo seu custo, e a modalidade CABLE aumentando sua velocidade de acesso 2010 IDC 28

29 Conclusões (Cont.) No Brasil, a penetração das conexões de banda larga por 100 habitantes alcançou a percentagem de 5,98%, com o Estado de São Paulo chegando à 11,42% Considerando a penetração dos acessos residenciais sobre os lares brasileiros, temos a penetração de 27,4%, uma penetração que pode ainda ser considerada baixa se comparada a dos países desenvolvidos. No estado de São Paulo essa penetração chega a 38,8% IDC 29

30 Obrigado! João Paulo Bruder Telecom Analyst IDC 30

Barômetro Cisco de Banda Larga Brasil

Barômetro Cisco de Banda Larga Brasil Barômetro Cisco de Banda Larga Brasil 2005-2010 Resultados de Março/2008 Preparado para Meta de Banda Larga em 2010 no Brasil: 15 milhões de conexões Mauro Peres, Country Manager IDC Brasil Copyright 2008

Leia mais

Barômetro Cisco de Banda

Barômetro Cisco de Banda Barômetro Cisco de Banda Larga Brasil 2005-20102010 Resultados de Junho/2007 ajustado em Julho/2007 Preparado para Meta de Banda Larga em 2010 no Brasil: 10 milhões de conexões Mauro Peres, Research Director

Leia mais

Resumo do Barômetro Cisco Banda Larga Brasil 2005-20102010

Resumo do Barômetro Cisco Banda Larga Brasil 2005-20102010 Resumo do Barômetro Cisco Banda Larga Brasil 2005-20102010 Resultados de Junho 2009 Preparado para Meta de Banda Larga em 2010 no Brasil: 15 milhões de conexões Elaborado por IDC Copyright 2009 IDC. Reproduction

Leia mais

Banda Larga 2.0. Barômetro Cisco de. Brasil Junho de Preparado para

Banda Larga 2.0. Barômetro Cisco de. Brasil Junho de Preparado para Barômetro Cisco de Banda Larga 2.0 Brasil Junho de 2012 Preparado para Copyright IDC. Reproduction is forbidden unless authorized. All rights reserved. Que fatores impulsionam o mundo conectado? LARES

Leia mais

Resumo do Barômetro Cisco Banda Larga Brasil 2005-2010

Resumo do Barômetro Cisco Banda Larga Brasil 2005-2010 Copyright 2008 IDC. Reproduction is forbidden unless authorized. All rights reserved. Resumo do Barômetro Cisco Banda Larga Brasil 2005-2010 Resultados de Dezembro/2008 Preparado para Meta de Banda Larga

Leia mais

Larga Brasil 2005-2010

Larga Brasil 2005-2010 Barômetro Cisco de Banda Larga Brasil 2005-2010 Resultados de Junho de 2010 Preparado para Meta de Banda Larga em 2010 no Brasil: 15 milhões de conexões Elaborado por IDC Copyright 2010 IDC. Reproduction

Leia mais

Barômetro Cisco de Banda Larga Brasil 2005-2010

Barômetro Cisco de Banda Larga Brasil 2005-2010 Barômetro Cisco de Banda Larga Brasil 2005-2010 Resultados de Setembro/2007 Preparado para Meta de Banda Larga em 2010 no Brasil: 10 milhões de conexões Mauro Peres, Research Director IDC Brasil Copyright

Leia mais

Barômetro Cisco de Banda Larga Brasil 2005-2010

Barômetro Cisco de Banda Larga Brasil 2005-2010 Barômetro Cisco de Banda Larga Brasil 2005-2010 Resultados de Junho/2008 Preparado para Meta de Banda Larga em 2010 no Brasil: 15 milhões de conexões Mauro Peres, Country Manager IDC Brasil Copyright 2008

Leia mais

Barômetro de Banda Larga no Brasil, 2005-2010

Barômetro de Banda Larga no Brasil, 2005-2010 Mauro Peres, Research Director IDC Brasil Barômetro Banda Larga no Brasil, 2005-2010 Resultados 2006 Preparado para Preparado para Meta Banda Larga em 2010 no Brasil: 10 milhão conexões www.idc.com Agenda

Leia mais

Desafios na oferta do acesso BL nas grandes e médias cidades

Desafios na oferta do acesso BL nas grandes e médias cidades Desafios na oferta do acesso BL nas grandes e médias cidades Antonio Carlos Valente Desde 2011, as operadoras vem fazendo esforços para o crescimento da Banda Larga no Brasil Características do PNBL Jan/11

Leia mais

MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES. ROAD SHOW LEILÃO 700MHz

MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES. ROAD SHOW LEILÃO 700MHz MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES ROAD SHOW LEILÃO 700MHz INDICADORES DE AMBIENTE 2 POPULAÇÃO BRASILEIRA divisão demográfica Região Norte 16,9 milhões de habitantes Região Nordeste 55,8 milhões de habitantes

Leia mais

SERVIÇOS DE TELECOMUNICAÇÕES

SERVIÇOS DE TELECOMUNICAÇÕES SERVIÇOS DE TELECOMUNICAÇÕES AUDIÊNCIA PÚBLICA CÂMARA DOS DEPUTADOS COMISSÃO DE DEFESA DO CONSUMIDOR ALEXANDER CASTRO BRASÍLIA, 13 DE NOVEMBRO DE 2013 crescimento do setor de telecomunicações está acelerado

Leia mais

Infra-estrutura. 1. Conceito. Situação em 2002

Infra-estrutura. 1. Conceito. Situação em 2002 Situação em 2002 Infra-estrutura 78 Este capítulo faz uma análise da infra-estrutura existente no Brasil, devido à importância que tem no desenvolvimento da Sociedade da Informação. Em primeiro lugar será

Leia mais

SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES

SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES NO BRASIL COMISSÃO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÃO, COMUNICAÇÃO E INFORMÁTICA DO SENADO FEDERAL EDUARDO LEVY SALVADOR, 29 DE AGOSTO DE 2014 crescimento do setor de telecomunicações

Leia mais

O andamento das ações adotadas pelo Governo Federal no âmbito do PNBL

O andamento das ações adotadas pelo Governo Federal no âmbito do PNBL O andamento das ações adotadas pelo Governo Federal no âmbito do PNBL Câmara dos Deputados Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática CCTCI Brasília, 13 de agosto de 2013 Carlos Duprat

Leia mais

TELEFONIA FIXA E MÓVEL

TELEFONIA FIXA E MÓVEL DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos TELEFONIA FIXA E MÓVEL NOVEMBRO DE 2016 O DEPEC BRADESCO não se responsabiliza por quaisquer atos/decisões tomadas com base nas informações disponibilizadas

Leia mais

As Telecomunicações no Brasil

As Telecomunicações no Brasil As Telecomunicações no Brasil Comissão de Serviços de Infraestrutura do Senado 02/10/2013 2 Pauta O setor de Telecomunicações. A expansão dos serviços de comunicações no Brasil. Ações do. 3 Pauta O setor

Leia mais

PREÇOS DOS SERVIÇOS DE TELECOMUNICAÇÕES NO BRASIL BRASÍLIA, 08 DE OUTUBRO DE elaborado pela

PREÇOS DOS SERVIÇOS DE TELECOMUNICAÇÕES NO BRASIL BRASÍLIA, 08 DE OUTUBRO DE elaborado pela PREÇOS DOS SERVIÇOS DE TELECOMUNICAÇÕES NO BRASIL BRASÍLIA, 08 DE OUTUBRO DE 2014 elaborado pela Todo ano a UIT divulga relatório com os preços dos serviços de telecomunicações De acordo com o último relatório

Leia mais

SERVIÇOS DE TELECOMUNICAÇÕES AUDIÊNCIA PÚBLICA CÂMARA DOS DEPUTADOS EDUARDO LEVY BRASÍLIA, 09 DE ABRIL DE 2013

SERVIÇOS DE TELECOMUNICAÇÕES AUDIÊNCIA PÚBLICA CÂMARA DOS DEPUTADOS EDUARDO LEVY BRASÍLIA, 09 DE ABRIL DE 2013 SERVIÇOS DE TELECOMUNICAÇÕES AUDIÊNCIA PÚBLICA CÂMARA DOS DEPUTADOS EDUARDO LEVY BRASÍLIA, 09 DE ABRIL DE 2013 crescimento do setor de telecomunicações está acelerado 8% 10% telefonia móvel banda larga

Leia mais

Redes e Serviços Convergentes para o Brasil Digital

Redes e Serviços Convergentes para o Brasil Digital Redes e Serviços Convergentes para o Brasil Digital Telebrasil 2007 - Costa do Sauípe - Bahia Antônio Carlos Valente 01 de Junho de 2007 Indicadores das maiores operadoras européias Telefonia Fixa Banda

Leia mais

SERVIÇO DE ACESSO À INTERNET EM LOCAL FIXO

SERVIÇO DE ACESSO À INTERNET EM LOCAL FIXO SERVIÇO DE ACESSO À INTERNET EM LOCAL FIXO Primeiro semestre de 2018 Versão 1/ 08-10-2018 Índice SUMÁRIO EXECUTIVO... 4 1. Número de prestadores habilitados... 9 2. Número de acessos em local fixo e penetração

Leia mais

O Desempenho Comparado das Telecomunicações do Brasil Preços dos Serviços de Telecomunicações Utilização de Banda Larga Fixa

O Desempenho Comparado das Telecomunicações do Brasil Preços dos Serviços de Telecomunicações Utilização de Banda Larga Fixa O Desempenho Comparado das Telecomunicações do Brasil Preços dos Serviços de Telecomunicações Utilização de Banda Larga Fixa Documento preparado por solicitação da TELEBRASIL & FEBRATEL São Paulo, Maio

Leia mais

MARCO REGULATÓRIO DA TELEFONIA EDUARDO LEVY AUDIÊNCIA PÚBLICA - CÂMARA DOS DEPUTADOS

MARCO REGULATÓRIO DA TELEFONIA EDUARDO LEVY AUDIÊNCIA PÚBLICA - CÂMARA DOS DEPUTADOS MARCO REGULATÓRIO DA TELEFONIA AUDIÊNCIA PÚBLICA - CÂMARA DOS DEPUTADOS COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO URBANO COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO Brasília, 10 de dezembro de 2013 EDUARDO

Leia mais

Prestadoras de Serviços de Telecomunicações

Prestadoras de Serviços de Telecomunicações Prestadoras de Serviços de Telecomunicações 100 Maiores Litigantes Conselho Nacional de Justiça São Paulo, 03 de maio de 2011 Eduardo Levy 83 empresas representadas 17 empresas associadas Serviços de telefonia

Leia mais

PLC 116/10. Eduardo Levy

PLC 116/10. Eduardo Levy PLC 116/10 Senado Federal Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania Comissão de Assuntos Econômicos Comissão de Educação, Cultura

Leia mais

TELEFONIA FIXA E MÓVEL

TELEFONIA FIXA E MÓVEL DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos TELEFONIA FIXA E MÓVEL JUNHO DE 2017 O DEPEC BRADESCO não se responsabiliza por quaisquer atos/decisões tomadas com base nas informações disponibilizadas

Leia mais

O Desempenho Comparado das Telecomunicações do Brasil Preços dos Serviços de Telecomunicações Utilização de Banda Larga Fixa

O Desempenho Comparado das Telecomunicações do Brasil Preços dos Serviços de Telecomunicações Utilização de Banda Larga Fixa O Desempenho Comparado das Telecomunicações do Brasil Preços dos Serviços de Telecomunicações Utilização de Banda Larga Fixa Documento preparado por solicitação da TELEBRASIL & FEBRATEL São Paulo, agosto

Leia mais

O Desempenho Comparado das Telecomunicações do Brasil Preços dos Serviços de Telecomunicações Utilização de Banda Larga Fixa

O Desempenho Comparado das Telecomunicações do Brasil Preços dos Serviços de Telecomunicações Utilização de Banda Larga Fixa O Desempenho Comparado das Telecomunicações do Brasil Preços dos Serviços de Telecomunicações Utilização de Banda Larga Fixa Documento preparado por solicitação da TELEBRASIL & FEBRATEL São Paulo, novembro

Leia mais

EVOLUÇÃO DAS TELECOMUNICAÇÕES NO BRASIL. Grupo: Anna Claudia Geraldo Vinicius Guilherme Spadotto Rafael Cunha.

EVOLUÇÃO DAS TELECOMUNICAÇÕES NO BRASIL. Grupo: Anna Claudia Geraldo Vinicius Guilherme Spadotto Rafael Cunha. EVOLUÇÃO DAS TELECOMUNICAÇÕES NO BRASIL Grupo: Anna Claudia Geraldo Vinicius Guilherme Spadotto Rafael Cunha. INTRODUÇÃO A influência do Protocolo de Internet (IP) nos setores de Telecomunicações, criando

Leia mais

Eduardo Levy. Rio de Janeiro, 02 de julho de 2013

Eduardo Levy. Rio de Janeiro, 02 de julho de 2013 Banda Larga na América Latina ferramenta para efetivar os direitos dos cidadãos na era digital e alavancar a economia - soluções completas com TICs em banda larga para o Estado digital Rio de Janeiro,

Leia mais

O Setor de Telecomunicações

O Setor de Telecomunicações O Setor de Telecomunicações 2ª CODE Conferência do Desenvolvimento IPEA/2011 Brasília, 25 de novembro de 2011 Eduardo Levy 83 empresas representadas 17 empresas associadas Serviços de telefonia fixa Serviços

Leia mais

A Telefónica está à frente do setor com negócios inovadores baseados na tecnologia ADSL que alavancarão o crescimento do negócio de Banda larga.

A Telefónica está à frente do setor com negócios inovadores baseados na tecnologia ADSL que alavancarão o crescimento do negócio de Banda larga. Marcando tendências A Telefónica está à frente do setor com negócios inovadores baseados na tecnologia ADSL que alavancarão o crescimento do negócio de Banda larga. Nos últimos anos a Telefónica vem se

Leia mais

1. Destaques. Índice: Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 24 de julho de 2009.

1. Destaques. Índice: Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 24 de julho de 2009. Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 24 de julho de 2009. Embratel Participações S.A. ( Embrapar ) (BOVESPA: EBTP4, EBTP3) detém 99,2 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A. ( Embratel ), 100,0

Leia mais

O CGI.br tem entre suas atribuições coletar e disseminar informações sobre os serviços Internet. Esses dados e indicadores são fundamentais para:

O CGI.br tem entre suas atribuições coletar e disseminar informações sobre os serviços Internet. Esses dados e indicadores são fundamentais para: TIC EMPRESAS 2008 Pesquisa sobre o Uso das Tecnologias da Informação e da Comunicação no Brasil Uso dos sistemas TIC e Internet, uso dos serviços do governo eletrônico, segurança na rede, comércio eletrônico,

Leia mais

1. Destaques. Índice: Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 27 de outubro de 2009.

1. Destaques. Índice: Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 27 de outubro de 2009. Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 27 de outubro de 2009. Embratel Participações S.A. ( Embrapar ) (BOVESPA: EBTP4, EBTP3) detém 99,2 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A. ( Embratel ), 100,0

Leia mais

SERVIÇOS DE TELECOMUNICAÇÕES AUDIÊNCIA PÚBLICA CÂMARA DOS DEPUTADOS EDUARDO LEVY BRASÍLIA, 29 DE MAIO DE 2013

SERVIÇOS DE TELECOMUNICAÇÕES AUDIÊNCIA PÚBLICA CÂMARA DOS DEPUTADOS EDUARDO LEVY BRASÍLIA, 29 DE MAIO DE 2013 SERVIÇOS DE TELECOMUNICAÇÕES AUDIÊNCIA PÚBLICA CÂMARA DOS DEPUTADOS EDUARDO LEVY BRASÍLIA, 29 DE MAIO DE 2013 Reportagem exibida no Jornal Nacional da Rede Globo dia 16/05/2013 crescimento do setor de

Leia mais

BANDA LARGA A PAUTA REGULATÓRIA E OS PROVEDORES REGIONAIS. Agência Nacional de Telecomunicações Gerência Regional no Estado de São Paulo (GR01)

BANDA LARGA A PAUTA REGULATÓRIA E OS PROVEDORES REGIONAIS. Agência Nacional de Telecomunicações Gerência Regional no Estado de São Paulo (GR01) BANDA LARGA A PAUTA REGULATÓRIA E OS PROVEDORES REGIONAIS Agência Nacional de Telecomunicações Gerência Regional no Estado de São Paulo (GR01) Fevereiro de 2018 - Cenário dos Provedores Regionais no País

Leia mais

Qualidade dos Serviços de Telecomunicações

Qualidade dos Serviços de Telecomunicações Qualidade dos Serviços de Telecomunicações Senado Federal Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática 24 de setembro de 2013 Agenda Contextualização do Setor Qualidade Indicadores

Leia mais

AlgarTelecom. Gente Servindo Gente. Assessoria de Comunicação, Marca e Sustentabilidade maio 2013

AlgarTelecom. Gente Servindo Gente. Assessoria de Comunicação, Marca e Sustentabilidade maio 2013 AlgarTelecom Gente Servindo Gente 2013 Grupo Algar (desde 1929) Negócios Algar Setor TI/Telecom Setor Agro Setor Serviços Turismo Solidez e presença Presença geográfica Destaques 2012 Algar Telecom Algar

Leia mais

PESQUISA DE SATISFAÇÃO E QUALIDADE PERCEBIDA 2017

PESQUISA DE SATISFAÇÃO E QUALIDADE PERCEBIDA 2017 Agência Nacional de Telecomunicações Superintendência de Relações com Consumidores PESQUISA DE SATISFAÇÃO E QUALIDADE PERCEBIDA 2017 Brasília, 13 de março de 2018 1 Como a pesquisa é realizada (Resolução

Leia mais

Compartilhamento de Infraestrutura

Compartilhamento de Infraestrutura Compartilhamento de Infraestrutura Telefônica do Brasil S/A. 11.2012 1 Os benefícios do compartilhamento geram cada vez mais acordos,com maior nível de integração Economia em custos e investimentos Infra

Leia mais

A evolução da Internet no Brasil. PESQUISA SOBRE O USO DAS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E DA COMUNICAÇÃO NO BRASIL LACNIC XI Maio 2008

A evolução da Internet no Brasil. PESQUISA SOBRE O USO DAS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E DA COMUNICAÇÃO NO BRASIL LACNIC XI Maio 2008 TIC DOMICÍLIOS 2007 A evolução da Internet no Brasil PESQUISA SOBRE O USO DAS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E DA COMUNICAÇÃO NO BRASIL LACNIC XI Maio 2008 NIC.BR Comitê Gestor da Internet no Brasil O Comitê

Leia mais

Redes de Computadores I

Redes de Computadores I Redes de Computadores I Prof.ª Inara Santana Ortiz Aula 2 Internet Internet Hoje é raro vermos uma LAN, MAN ou WAN isoladas, elas geralmente estão conectadas entre si. A Internet é formada por mais de

Leia mais

Barômetro Cisco de Banda Larga 2.0

Barômetro Cisco de Banda Larga 2.0 Barômetro Cisco de Banda Larga 2.0 Brasil Dezembro de 2012 Preparado para Copyright IDC. Reproduction is forbidden unless authorized. All rights reserved. Agenda Introdução Descrição do projeto Resultados

Leia mais

(Tele)Comunicações 2015 Contribuições para o Aperfeiçoamento do Modelo

(Tele)Comunicações 2015 Contribuições para o Aperfeiçoamento do Modelo Credibilidade e Experiência em Telecomunicações (Tele)Comunicações 2015 Contribuições para o Aperfeiçoamento do Modelo Relatório Fonte Capítulo 3.2 Vetores de Transformação Demanda dos usuários Novembro

Leia mais

FÓRUM DA INTERNET NO BRASIL TIC DOMICÍLIOS Goiânia 05 de novembro de 2018

FÓRUM DA INTERNET NO BRASIL TIC DOMICÍLIOS Goiânia 05 de novembro de 2018 FÓRUM DA INTERNET NO BRASIL TIC DOMICÍLIOS 17 Goiânia 5 de novembro de 18 TIC DOMICÍLIOS OBJETIVO 17 Medir o acesso às TIC nos domicílios brasileiros e seu uso pela população. ABRANGÊNCIA GEOGRÁFICA Nacional

Leia mais

Diretrizes e programas prioritários do Ministério das Comunicações

Diretrizes e programas prioritários do Ministério das Comunicações Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática (CCTCI) Diretrizes e programas prioritários do Ministério das Comunicações Paulo Bernardo Silva Ministro de Estado das Comunicações Brasília,

Leia mais

BANDA LARGA 12ª RIO WIRELESS INTERNATIONAL CONFERENCE EDUARDO LEVY RIO DE JANEIRO, 21 DE MAIO DE 2012

BANDA LARGA 12ª RIO WIRELESS INTERNATIONAL CONFERENCE EDUARDO LEVY RIO DE JANEIRO, 21 DE MAIO DE 2012 BANDA LARGA 12ª RIO WIRELESS INTERNATIONAL CONFERENCE EDUARDO LEVY RIO DE JANEIRO, 21 DE MAIO DE 2012 Fonte: Telebrasil mais de 324 milhões de clientes mais de 240 mil km de cabos com multifibras ópticas

Leia mais

O Mercado de voz e de telefonia fixa no mundo. Há sobrevida? 350 Encontro Tele.Síntese

O Mercado de voz e de telefonia fixa no mundo. Há sobrevida? 350 Encontro Tele.Síntese O Mercado de voz e de telefonia fixa no mundo. Há sobrevida? 350 Encontro Tele.Síntese Mario Dias Ripper F&R Consultores Brasília, 08 de outubro de 2013. O Mercado de voz e de telefonia fixa no mundo.

Leia mais

PROVEDORES REGIONAIS MOMENTO EDITORIAL

PROVEDORES REGIONAIS MOMENTO EDITORIAL PROVEDORES REGIONAIS MOMENTO EDITORIAL Manaus Janeiro de 2017 NOSSA MISSÃO Representar e defender os interesses das pequenas e médias empresas provedoras de serviços de Internet e telecomunicações autorizadas

Leia mais

I Forum Lusófono de Comunicações. Painel III A Regulação do Mercado de Telecomunicações Lusófonas

I Forum Lusófono de Comunicações. Painel III A Regulação do Mercado de Telecomunicações Lusófonas I Forum Lusófono de Comunicações Painel III A Regulação do Mercado de Telecomunicações Lusófonas Experiências Brasileiras de Sucesso na Regulação Nelson Mitsuo Takayanagi ANATEL 30 de abril de 2010 Experiências

Leia mais

OS DESAFIOS DO PRESENTE E A CONSTRUÇÃO DO FUTURO DAS TELECOMUNICAÇÕES NO BRASIL

OS DESAFIOS DO PRESENTE E A CONSTRUÇÃO DO FUTURO DAS TELECOMUNICAÇÕES NO BRASIL OS DESAFIOS DO PRESENTE E A CONSTRUÇÃO DO FUTURO DAS TELECOMUNICAÇÕES NO BRASIL WORKSHOP TELECOM FIESP SÃO PAULO 21 DE JULHO DE 2017 0 Nos últimos 16 anos, a Oi entregou um dos maiores e mais agressivos

Leia mais

1. Destaques. Índice: Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 13 de fevereiro de 2009.

1. Destaques. Índice: Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 13 de fevereiro de 2009. Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 13 de fevereiro de 2009. Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou Embrapar ) (BOVESPA: EBTP4, EBTP3) detém 99,2 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações

Leia mais

Pesquisa sobre o Uso das Tecnologias de Informação e Comunicação no Brasil. São Paulo, 28 de Junho de 2011

Pesquisa sobre o Uso das Tecnologias de Informação e Comunicação no Brasil. São Paulo, 28 de Junho de 2011 Pesquisa TIC Domicílios 2010 Coletiva de Imprensa Pesquisa sobre o Uso das Tecnologias de Informação e Comunicação no Brasil São Paulo, 28 de Junho de 2011 CGI.br Comitê Gestor da Internet no Brasil NIC.br

Leia mais

A Perspectiva da Competição no Mercado de Telefonia Fixa A Visão da GVT

A Perspectiva da Competição no Mercado de Telefonia Fixa A Visão da GVT A Evolução na Dinâmica dos Negócios das Telecomunições Brasileiras A Perspectiva da Competição no Mercado de Telefonia Fixa A Visão da GVT Amos Genish CEO Painel Telebrasil Costa do Sauípe, 26 de junho

Leia mais

PNBL Catalizador da Produção e Desenvolvimento Local

PNBL Catalizador da Produção e Desenvolvimento Local Workshop 4: PNBL Catalizador da Produção e Desenvolvimento Local 57º Painel Telebrasil 21 de Maio de 2013 Brasília - DF 1. A Cadeia de Valor 2. Fatos e Números 3. Impactos Sociais 4. Conclusão 1. A Cadeia

Leia mais

Serviços de Telecomunicações para Utilizadores Residenciais

Serviços de Telecomunicações para Utilizadores Residenciais Serviços de Telecomunicações para Utilizadores Residenciais Estudantes & Autores: Henrique A. Sousa up201505343@fe.up.pt Manuel M. Mendonça up201503414@fe.up.pt João B. Matos up201504878@fe.up.pt Pedro

Leia mais

Barômetro Cisco de Banda Larga 2.0

Barômetro Cisco de Banda Larga 2.0 Barômetro Cisco de Banda Larga 2.0 Brasil Junho de 2013 Preparado para Copyright IDC. Reproduction is forbidden unless authorized. All rights reserved. Agenda Introdução Descrição do projeto Resultados

Leia mais

1. Destaques. Índice: Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 28 de abril de 2009.

1. Destaques. Índice: Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 28 de abril de 2009. Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 28 de abril de 2009. Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou Embrapar ) (BOVESPA: EBTP4, EBTP3) detém 99,2 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações

Leia mais

O Papel dos Provedores Regionais na disseminação da Banda Larga

O Papel dos Provedores Regionais na disseminação da Banda Larga O Papel dos Provedores Regionais na disseminação da Banda Larga Cenário da Demanda e Oferta de Banda Larga no Brasil: Desafios e Oportunidades São Paulo 28 de Junho de 2017 CGI.br Comitê Gestor da Internet

Leia mais

O Desempenho Comparado das Telecomunicações do Brasil Preços dos Serviços de Telecomunicações Utilização de Telefonia Fixa

O Desempenho Comparado das Telecomunicações do Brasil Preços dos Serviços de Telecomunicações Utilização de Telefonia Fixa O Desempenho Comparado das Telecomunicações do Brasil Preços dos Serviços de Telecomunicações Utilização de Telefonia Fixa Documento preparado por solicitação da TELEBRASIL & FEBRATEL São Paulo, Agosto

Leia mais

Encontros TeleSíntese 32

Encontros TeleSíntese 32 Encontros TeleSíntese 32 Competição e concorrência: o mercado, as ações do estado e o PGMC Brasília, 26 de março de 13 Este documento é classificado como confidencial. Os direitos de reprodução pertencem

Leia mais

Apresentação TELECOM Sauípe 2009

Apresentação TELECOM Sauípe 2009 Apresentação TELECOM Sauípe 2009 AGENDA Evolução Telecom Telecom no Brasil Tendências Operação OI/Brasil Telecom A Indústria de Telecomunicações no mundo e Brasil O PIB Mundial produzido pelo Setor de

Leia mais

A ANATEL E O WIMAX Redes comunitárias e redes competitivas

A ANATEL E O WIMAX Redes comunitárias e redes competitivas A ANATEL E O WIMAX Redes comunitárias e redes competitivas PORTO ALEGRE WIRELESS Eduardo Ramires 1 Abordagem As novas tecnologias de acesso sem fio à INTERNET. Regulação da Internet e redes municipais

Leia mais

O Desempenho Comparado das Telecomunicações do Brasil Preços dos Serviços de Telecomunicações Utilização de Telefonia Fixa

O Desempenho Comparado das Telecomunicações do Brasil Preços dos Serviços de Telecomunicações Utilização de Telefonia Fixa O Desempenho Comparado das Telecomunicações do Brasil Preços dos Serviços de Telecomunicações Utilização de Telefonia Fixa Documento preparado por solicitação da TELEBRASIL & FEBRATEL São Paulo, agosto

Leia mais

BANDA LARGA E POLÍTICAS PÚBLICAS

BANDA LARGA E POLÍTICAS PÚBLICAS BANDA LARGA E POLÍTICAS PÚBLICAS A PAUTA REGULATÓRIA E AS DEMANDAS DAS PEQUENAS PRESTADORAS Agência Nacional de Telecomunicações Superintendência de Planejamento e Regulamentação (SPR) Outubro de 2017

Leia mais

BANDA LARGA NO BRASIL

BANDA LARGA NO BRASIL BANDA LARGA NO BRASIL Cristian Ricardo de Andrade 1 ; Faberson Augusto Ferrasi 2 ; Profº Drº Eduardo Martins Morgado 3 INTRODUÇÃO A Internet comercial completa 20 anos no Brasil em 2015. Quando deixou

Leia mais

Panorama Atual das Telecomunicações MARCUS VINÍCIUS SANCHES RIBEIRO

Panorama Atual das Telecomunicações MARCUS VINÍCIUS SANCHES RIBEIRO Panorama Atual das Telecomunicações MARCUS VINÍCIUS SANCHES RIBEIRO Principais Áreas de Atuação Caso você termine este curso... ;) Pesquisa e desenvolvimento de hardware e software para equipamentos e

Leia mais

Incentivar, desenvolver, regulamentar e promover o uso dos meios interativos;

Incentivar, desenvolver, regulamentar e promover o uso dos meios interativos; Missão do IAB Brasil Incentivar, desenvolver, regulamentar e promover o uso dos meios interativos; Criar normas e padrões para o planejamento, criação, compra, venda, veiculação e mensuração de mensagens

Leia mais

INDICADORES DE MERCADO

INDICADORES DE MERCADO INDICADORES DE MERCADO SUMÁRIO EXECUTIVO Nesta edição registramos mais um recorde em número de acessos residencial, chegando a 21,5 milhões de pessoas o que comprova as projeções otimistas da entidade.

Leia mais

Sobre o CGI.br Criado em maio de 1995 Pela Portaria Interministerial Nº 147 de 31/05/1995, alterada pelo Decreto Presidencial Nº de 03/09/2003 R

Sobre o CGI.br Criado em maio de 1995 Pela Portaria Interministerial Nº 147 de 31/05/1995, alterada pelo Decreto Presidencial Nº de 03/09/2003 R INDICADORES DE USO DA INTERNET NO BRASIL 2005/2006 Centro de Estudos sobre as TICs (CETIC.br) NIC.br / CGI.br Sobre o CGI.br Criado em maio de 1995 Pela Portaria Interministerial Nº 147 de 31/05/1995,

Leia mais

PROVEDORES REGIONAIS MOMENTO EDITORIAL NOVO HAMBURGO (RS) DEZEMBRO/2016

PROVEDORES REGIONAIS MOMENTO EDITORIAL NOVO HAMBURGO (RS) DEZEMBRO/2016 PROVEDORES REGIONAIS MOMENTO EDITORIAL NOVO HAMBURGO (RS) DEZEMBRO/2016 O papel do Provedor Regional no novo modelo das telecomunicações Os provedores foram colocados no centro da Política Pública de

Leia mais

O Desempenho Comparado das Telecomunicações do Brasil Preços dos Serviços de Telecomunicações Utilização de Telefonia Fixa

O Desempenho Comparado das Telecomunicações do Brasil Preços dos Serviços de Telecomunicações Utilização de Telefonia Fixa O Desempenho Comparado das Telecomunicações do Brasil Preços dos Serviços de Telecomunicações Utilização de Telefonia Fixa Documento preparado por solicitação da TELEBRASIL & FEBRATEL São Paulo, novembro

Leia mais

P r a c r er e i r a i Es E tra r t a ég é ic i a com m a Portugal Telecom Janeiro de 2011

P r a c r er e i r a i Es E tra r t a ég é ic i a com m a Portugal Telecom Janeiro de 2011 Parceria Estratégica com a Portugal Telecom Janeiro de 2011 SEÇÃO 1 Racional da Transação Crescimento da Classe C traz oportunidades relevantes para o setor de Telecom no Brasil Área Terrestre 8,5 Milhões

Leia mais

Avaliação Trimestral do Plano Nacional de Ação de Melhoria da Prestação do Serviço Móvel Pessoal. Fevereiro/2013 a Abril/2013

Avaliação Trimestral do Plano Nacional de Ação de Melhoria da Prestação do Serviço Móvel Pessoal. Fevereiro/2013 a Abril/2013 Avaliação Trimestral do Plano Nacional de Ação de Melhoria da Prestação do Serviço Móvel Pessoal Fevereiro/2013 a Abril/2013 Evolução de acessos da Telefonia Móvel e indicação da evolução de tecnologias

Leia mais

A REGULAÇÃO DO WIMAX. WIMAX BRASIL Conference & Expo 2007 Eduardo Ramires

A REGULAÇÃO DO WIMAX. WIMAX BRASIL Conference & Expo 2007 Eduardo Ramires A REGULAÇÃO DO WIMAX WIMAX BRASIL Conference & Expo 2007 Eduardo Ramires 1 Abordagem O que é o WIMAX? A Regulação dos serviços de Telecom. Administração do espectro. A Licitação do Wimax e a Competição

Leia mais

Banda Larga O que o Brasil precisa?

Banda Larga O que o Brasil precisa? Banda Larga O que o Brasil precisa? Audiência na Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática CCTCI Eduardo Levy Brasília, 06 de dezembro de 2011 511 anos depois, ainda somos um Brasil de

Leia mais

Universalização, Competitividade e Rentabilidade: O Paradigma do Setor. Ronaldo Iabrudi Natal, 31 de maio de 2002

Universalização, Competitividade e Rentabilidade: O Paradigma do Setor. Ronaldo Iabrudi Natal, 31 de maio de 2002 Universalização, Competitividade e Rentabilidade: O Paradigma do Setor Ronaldo Iabrudi Natal, 31 de maio de 2002 Plano Geral de Metas de Qualidade Plano Geral de Metas de Universalização As regras de expansão

Leia mais

Fórum de Interconexão Regional - NAPLA Benefícios dos PTT's para as Pequenas e Médias Operadoras no Brasil

Fórum de Interconexão Regional - NAPLA Benefícios dos PTT's para as Pequenas e Médias Operadoras no Brasil Fórum de Interconexão Regional - NAPLA 2011 Benefícios dos PTT's para as Pequenas e Médias Operadoras no Brasil AGENDA Quem somos; Localização; Da participação em PTT Metro São Paulo, Curitiba e Londrina;

Leia mais

APRESENTAÇÃO 47º TELESÍNTESE: BANDA LARGA COMO AGENDA NACIONAL. 14 de Março de 2017

APRESENTAÇÃO 47º TELESÍNTESE: BANDA LARGA COMO AGENDA NACIONAL. 14 de Março de 2017 APRESENTAÇÃO 47º TELESÍNTESE: BANDA LARGA COMO AGENDA NACIONAL 14 de Março de 2017 MENSAGENS CHAVE 1. É necessário valorizar quem constrói Rede de Banda Larga no país sem rede não há Internet 2. Além disso

Leia mais

Gerenciamento de Infra Estrutura. Prof André Fernando Treff Topologia de Rede Infra Estrutura de Acesso a Internet

Gerenciamento de Infra Estrutura. Prof André Fernando Treff Topologia de Rede Infra Estrutura de Acesso a Internet Gerenciamento de Infra Estrutura Prof André Fernando Treff Topologia de Rede Infra Estrutura de Acesso a Internet REDES DE ACESSO Vamos agora considerar as redes de acesso enlaces físicos que conectam

Leia mais

Indicadores da Internet no Brasil

Indicadores da Internet no Brasil PNBL: Desafios na Oferta, na Demanda e na Educação Indicadores da Internet no Brasil Desafios da incorporação da população na sociedade da informação e da melhoria da educação Alexandre Barbosa Brasília,

Leia mais

TV: Mais um passo em direção à. Convergência. IPTV WORLD FORUM LATIN AMERICA Rio de Janeiro, 30 de janeiro de 2007

TV: Mais um passo em direção à. Convergência. IPTV WORLD FORUM LATIN AMERICA Rio de Janeiro, 30 de janeiro de 2007 TV: Mais um passo em direção à Convergência IPTV WORLD FORUM LATIN AMERICA Rio de Janeiro, 30 de janeiro de 2007 ATUAÇÃO DO GRUPO TELEMAR DADOS DO ÚLTIMO BALANÇO SETEMBRO/2006 14,4 milhões de linhas fixas

Leia mais

TIC DOMICÍLIOS Coletiva de Imprensa. Pesquisa sobre o Uso das Tecnologias de Informação e Comunicação no Brasil. São Paulo, 20 de junho de 2013

TIC DOMICÍLIOS Coletiva de Imprensa. Pesquisa sobre o Uso das Tecnologias de Informação e Comunicação no Brasil. São Paulo, 20 de junho de 2013 Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação TIC DOMICÍLIOS 12 Coletiva de Imprensa Pesquisa sobre o Uso das Tecnologias de Informação e Comunicação no Brasil São Paulo,

Leia mais

COMISSÃO DECIÊNCIA ETECNOLOGIA, COMUNICAÇÃO E INFORMÁTICA COMISSÃO DEINTEGRAÇÃONACIONAL, DESENVOLVIMENTO REGIONAL E DA AMAZÔNIA AUDIÊNCIA PÚBLICA

COMISSÃO DECIÊNCIA ETECNOLOGIA, COMUNICAÇÃO E INFORMÁTICA COMISSÃO DEINTEGRAÇÃONACIONAL, DESENVOLVIMENTO REGIONAL E DA AMAZÔNIA AUDIÊNCIA PÚBLICA COMISSÃO DECIÊNCIA ETECNOLOGIA, COMUNICAÇÃO E INFORMÁTICA COMISSÃO DEINTEGRAÇÃONACIONAL, DESENVOLVIMENTO REGIONAL E DA AMAZÔNIA AUDIÊNCIA PÚBLICA DEBATE: OPERADORAS DE TELEFONIA MÓVEL EM DESTAQUE NOS RANKINGS

Leia mais

Net Voz Fixa. Apresentação de Serviço

Net Voz Fixa. Apresentação de Serviço Net Voz Fixa Apresentação de Serviço 1. Apresentação do produto A Solução ideal de Voz e Dados Fixos O serviço Vodafone NET VOZ Fixa é a solução indicada para empresas que procuram integrar voz e dados

Leia mais

Políticas Públicas de Incentivo ao Setor de TI. Fórum Brasil T.I. Edmundo Oliveira Diretor de Relações Institucionais

Políticas Públicas de Incentivo ao Setor de TI. Fórum Brasil T.I. Edmundo Oliveira Diretor de Relações Institucionais Políticas Públicas de Incentivo ao Setor de TI Fórum Brasil T.I. Edmundo Oliveira Diretor de Relações Institucionais São Paulo, Agosto 2011 Sobre a BRASSCOM VISÃO Posicionar o Brasil como um dos cinco

Leia mais

Vodafone Voz Fixa BIZ & Internet Fixa BIZ. Mar2016 / EBU

Vodafone Voz Fixa BIZ & Internet Fixa BIZ. Mar2016 / EBU Vodafone Voz Fixa BIZ & Internet Fixa BIZ Mar2016 / EBU 1 Consumo/SoHo SoHo SMEs Ofertas Fixas Empresariais Vodafone SoHo & SMEs ANTERIOR OFERTA FIXO PABX Vodafone One Net + One Net Site e Opção Escritório

Leia mais

SetorFit. Perspectivas Setoriais

SetorFit. Perspectivas Setoriais SetorFit Telefonia Fixa Dezembro/2012 Perspectivas Setoriais Aspectos Favoráveis: No trimestre jan-mar13, o número de acessos de linhas de telefone fixo será ligeiramente superior ao do mesmo período do

Leia mais

Senado Federal Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática 08 de outubro de 2013

Senado Federal Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática 08 de outubro de 2013 Marco Regulatório Senado Federal Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática 08 de outubro de 2013 Panorama do Setor Em 1997, na corrida pelo usuário, a telefonia fixa era o destaque

Leia mais

20 anos de privatização e o começo de um novo ciclo

20 anos de privatização e o começo de um novo ciclo 20 anos de privatização e o começo de um novo ciclo Marina Cigarini Lider da prática de Telecomunicações, Mídia e Tecnologia PAINEL Telebrasil Brasília, 23 de maio de 2018 Marco de 20 anos da privatização

Leia mais

Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações A POLÍTICA DE BANDA LARGA DO GOVERNO FEDERAL

Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações A POLÍTICA DE BANDA LARGA DO GOVERNO FEDERAL Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações A POLÍTICA DE BANDA LARGA DO GOVERNO FEDERAL Panorama mundial Sem plano: 35 (18%) Planejando: 4 (2%) Com plano: 156 (80%) Países com plano ou

Leia mais

PNAD TIC: em 2014, pela primeira vez, celulares superaram microcomputadores no acesso domiciliar à Internet

PNAD TIC: em 2014, pela primeira vez, celulares superaram microcomputadores no acesso domiciliar à Internet PNAD TIC: em 2014, pela primeira vez, celulares superaram microcomputadores no acesso domiciliar à Internet O suplemento de Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) da Pesquisa Nacional por Amostra

Leia mais

ANEXO ESTATÍSTICO 294. Parte ANEXO ESTATÍSTICO

ANEXO ESTATÍSTICO 294. Parte ANEXO ESTATÍSTICO ANEXO ESTATÍSTICO 294 Parte ANEXO ESTATÍSTICO 295 Nota: O presente relatório foi elaborado com base na informação disponível, tendo-se recorrido a estimativas nos casos em que os prestadores não remeteram

Leia mais

FIESP Os Desafios do Presente e a Construção do Futuro das Telecomunicações no Brasil

FIESP Os Desafios do Presente e a Construção do Futuro das Telecomunicações no Brasil FIESP Os Desafios do Presente e a Construção do Futuro das Telecomunicações no Brasil São Paulo, 21 de julho de 2017 Telefônica Brasil Telecomunicações é o segmento da infraestrutura brasileira mais bem

Leia mais

Bianca Puerta Rocha. Redes De Computadores. Internet Via Radio e Redes Móveis. Presidente Epitácio, SP 17/08/2015

Bianca Puerta Rocha. Redes De Computadores. Internet Via Radio e Redes Móveis. Presidente Epitácio, SP 17/08/2015 1 Bianca Puerta Rocha Redes De Computadores Internet Via Radio e Redes Móveis Presidente Epitácio, SP 17/08/2015 2 Sumário Introdução...3 Redes Móveis...4 Fatores que podem influenciar a velocidade da

Leia mais

REVISÃO DO MODELO DE TELECOM

REVISÃO DO MODELO DE TELECOM REVISÃO DO MODELO DE TELECOM 45º ENCONTRO TELE.SÍNTESE BRASÍLIA 06 DE SETEMBRO DE 2016 0 A perda da atratividade da concessão vêm sido evidenciada pelos principais indicadores do setor dos últimos anos

Leia mais

Paulo Cesar Teixeira. VP Executivo de Operações COO 23/03/2010

Paulo Cesar Teixeira. VP Executivo de Operações COO 23/03/2010 Paulo Cesar Teixeira VP Executivo de Operações COO 23/03/2010 1. O Brasil 2. A Vivo 3. Soluções Móveis 2 4. Programa Soluções de Mobilidade 3 O BRASIL O crescimento do setor de telefonia móvel no Brasil

Leia mais

(Os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas da Embrapar) 1T06 4T06 1T07

(Os números financeiros estão em Reais e baseados nas demonstrações financeiras consolidadas da Embrapar) 1T06 4T06 1T07 Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 24 de abril de 2007 Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou Embrapar ) (NYSE:EMT;BOVESPA:EBTP4, EBTP3) detém 99,0 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações

Leia mais

Curso Técnico de Nível Médio em Informática Forma Integrada Disciplina: Informática Prof. Leandro Camargo

Curso Técnico de Nível Médio em Informática Forma Integrada Disciplina: Informática Prof. Leandro Camargo Curso Técnico de Nível Médio em Informática Forma Integrada Disciplina: Informática Prof. Leandro Camargo leandrocamargo@ifsul.edu.br www.leandrocamargo.com.br Redes de Computadores História Como e onde

Leia mais