AULA2 Introdução a Microcontrolador

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "AULA2 Introdução a Microcontrolador"

Transcrição

1 AULA2 Introdução a Microcontrolador Disciplina: Aplicações Avançadas de Microprocessadores (AAM) Profa. Eduardo Henrique Couto

2 Tópicos: Microcontroladores - Evolução Principais características dos Microcontroladores Fabricantes de Microcontroladores HC08/HCS08 Perguntas

3 MICROCONTROLADORES - Evolução Na década de 70 surgiram os primeiros microcomputadores encapsulados num chip, que mais tarde seria chamado de microcontroladores. Empresas como a Freescale (JM60), Motorola (HC08), ATMEL(AVR), Intel(8051), Microchip (PICs), National (COP8), Zilog (Z8), entre outros, têm uma forte concorrência na inovação e na produção em dispositivos microcontrolados. A competição ocorre em questões como a capacidade de migração bit, velocidade, variedade de periféricos de baixo consumo, entre outros.

4 MICROCONTROLADORES - Evolução Capacidade em bits Os microcontroladores cresceram ao lado dos microprocessadores e, assim, têm sido desenvolvidos em 8, 16 e até 32 bits.

5 MICROCONTROLADORES - Evolução Memórias não-voláteis

6 MICROCONTROLADORES - Evolução Memórias voláteis

7 MICROCONTROLADORES - Evolução Tecnologia de programação Inicialmente, o programa era gravado em ROM pelo fabricante. Havia a desvantagem no grande volume de produção para justificar a sua produção a partir do ponto de vista econômico. Depois tem as versões em OTP (One Time Programmable) de muito baixo custo, e a programação é feita pelo usuário, mas também só pode ser feito uma vez.

8 MICROCONTROLADORES - Evolução Tecnologia de programação Surgiu depois uma programação alternativa em EPROM. A grande desvantagem é o apagamento dos dados nas lâmpadas de luz UV; A tecnologia acima é reforçada pela EEPROM, que permite a gravação e apagamento dados eletricamente, mas à custa da velocidade de processamento. Finalmente, temos a tecnologia Flash com baixo custo, velocidade e facilidade de manuseio na programação. A vantagem de ser possível reprogramar milhares de vezes (até mais do que a EEPROM).

9 MICROCONTROLADORES - Evolução Velocidade Ao contrário de microprocessadores, o objetivo fundamental de um microcontrolador não é executar as operações em velocidades de centenas de MHz. O interessante é a de executar as operações na velocidade máxima com o mais baixo consumo de energia a um custo razoável.

10 MICROCONTROLADORES - Evolução Memória Como o código é o fator determinante no desenvolvimento do microcontrolador, a quantidade de memória disponível se torna um fator importante na escolha da máquina. Normalmente os sistemas suportados por um microcontrolador não exigem grandes quantidades de memória para código e dados (FLASH-RAM). Para código até 1MB e para dados até 128KB.

11 MICROCONTROLADORES - Evolução Periféricos Os microcontroladores normalmente são classificados em famílias, dependendo da aplicação a que se destinam. A partir da aplicação que a família de microcontroladores se destina, um conjunto de periféricos específicos é escolhido e integrado a um determinado microprocessador.

12 MICROCONTROLADORES - Evolução Periféricos Temporizadores (PWM, OUTPUT COMPARE, INPUT CAPTURE) Conversor Analógico/Digital Entradas/saídas de propósito geral Relógio de Tempo Real Sistema de proteção de fluxo de programa (WDT, COP) Porta de Comunicação Assíncrona (UART, CAN) Porta de Comunicação Síncrona (IIC, SPI) Universal Serial Bus (USB) Porta de Depuração (BDM Background Debug Mode: ferramenta para depuração e programação da interface para Freescale, JTAG - Joint Test Access Group: interface de programação e teste de circuitos digitais)

13 MICROCONTROLADORES - Evolução Linguagem de programação As línguas mais populares para programação de microcontroladores são: Assembly: É a linguagem nativa que tem uma abordagem direta ao seu núcleo. É muito importante conhecer mesmo com o melhor compilador em outras linguagens, pois possibilita desenvolver códigos com melhor eficiência, ou seja, mais rápido, melhor utilização dos recursos e menor consumo de memória.

14 MICROCONTROLADORES - Evolução Linguagem de programação C / C + +: Por excelência, é a linguagem da engenharia por causa de sua estrutura, portabilidade e reutilização de recursos de processamento. Os compiladores dessa linguagem estão cada vez mais otimizadas.

15 MICROCONTROLADORES - Evolução Linguagem de programação Felizmente, muitos aplicativos permitem a mistura de da linguagem assembly e outras linguagens de alto nível, dando ao usuário a possibilidade de código otimizado.

16 MICROCONTROLADORES - Evolução O FUTURO A evolução dos microcontroladores é ligada à evolução dos microprocessadores: velocidade de execução, baixo consumo de energia, um elevado grau de miniaturização, aumento da capacidade de manipulação de dados e a capacidade de dispositivos de memória e periféricos. O futuro prevê uma migração acelerada de máquinas de 8 e 16 bits para 32-bits e superior. O fator preponderante é o fenômeno de mercado, o que provoca a queda de preço da capacidade em bits.

17 Principais características dos Microcontroladores: Memória e periféricos integrados no chip Bus de endereços estreito só permitindo o gerenciamento de pequena quantidade de memória Tratamento de poucos formatos de dados (tipicamente 8 ou 16 bits) Ausência de co-processador e com unidade aritmética e lógica limitada Limitados modos de endereçamento (tratamento ineficiente de funções de linguagens de alto nível) Baixo custo Baixo consumo Pequena área de silício

18 Fabricantes de Microcontroladores: Microchip Atmel Freescale

19 Fabricantes de Microcontroladores: MICROCHIP Aplicações: Destaque no mercado; Existem microcontroladores para pequenos, médios e grandes projetos. Criação de muitos dispositivos como gravadores e emuladores para o microcontrolador.

20 Fabricantes de Microcontroladores:Microchip Arquitetura Harvard RISC Possui 35 instruções

21 Fabricantes de Microcontroladores:Microchip Compilador C Vantagens: portabilidade: maior velocidade no desenvolvimento; maior aproveitamento de rotinas e subrotinas específicas (bibliotecas próprias) gerando maior agilidade no desenvolvimento do trabalho (homem/hora);

22 Fabricantes de Microcontroladores:Microchip Compilador C Desvantagens: A maioria dos compiladores para linha Microchip devem ser registrados, ou seja, não são distribuídos gratuitamente; O tamanho do código HEX final gerado é sempre maior que o gerado pelo compilador Assembler (em média 10% a 30%); Velocidade de execução do programa gerado pelo compilador C é inferior do que do Assembly.

23 Fabricantes de Microcontroladores: Atmega (AVR) Microcontrolador RISC Arquitetura Harvard Licença Atmel (http://www.atmel.com) Projetado para atender aplicações específicas Operação com consumo bastante reduzido de energia 118 instruções Uma instrução por ciclo para maioria das instruções (pipeline) Operações registrador-registrador Projetado para implementar soluções single chip

24 Fabricantes de Microcontroladores: Atmega (AVR) Velocidades de clock (4-16 MHz) Barramento de 8 bits 32 registradores de uso geral de 8 bits Pequena quantidade de EEPROM e SRAM Diversos periféricos embarcados (UART, SPI, ADC, PWM, WDT)

25 Fabricantes de Microcontroladores:Freescale Aplicações: A Freescale Semicondutores é líder global em design e manufatura de semicondutores para os mercados automotivo (sistema de luz, sistema eletrônico, sistema de controle de combustível, sistema de suspensão, F1- Ferrari, etc.), de bens de consumo, industrial, de rede e de comunicação sem fio. Empresas no Brasil como Magnetti Marelli, Visteon, Whirlpool, Motorola, Electrolux, Continental, Kostal, Delphi dentre outros, são clientes da Freescale Semicondutores.

26 MICROCONTROLADORES - Arquitetura: Alguns exemplos de microcontroladores que utilizam microprocessadores com arquitetura RISC: O PIC (Microchip) e o MSP430 (Texas Instruments), AVR(Atmel). arquitetura CISC: MC68HC08 e HCS08 (Freescale) e o 8051 (Intel).

27 Arquitetura do HC08/HCS08 As CPUs HCS08 são aprimoramentos das da familia HC08, portanto como o 68000, os microcontroladores HCS08 se baseiam na arquitetura Von Neumann (programa armazenado em memória junto com os dados), com um conjunto de instruções CISC (instruções complexas e especializadas).

28 HC08/HCS08 PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DO HC08: Frequência de Barramento: até 8MHz; 64kBytes de endereços de memória para programa (até 4096 bytes), dados (128 bytes) e periféricos; Modo de baixo consumo Stop e Wait; Registrador de 16 bits para SP e HX; 16 modos de endereçamento; 4 canais A/D de 8 bits;

29 HC08/HCS08 PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DO HCS08: Frequência de Barramento: até 20MHz; 64kBytes de endereços de memória para programa (até 8112 bytes), dados (512 bytes) e periféricos; Modo de baixo consumo: Além do Wait, temse Stop1(até 20nA), Stop2 e Stop3;

30 HC08/HCS08 PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DO HCS08: Além dos 16 modos de endereçamento (novos modos de endereçamento para: CPHX, LDHX, STHX) => privilegia o uso de compilador C; 8 canais A/D de 8 e 10 bits;

31 HC08/HCS08 PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DO HCS08: Interrupção de tempo real (RTI); Contador/Temporizador de 8 e 16 bits; Comunicação Serial Assincrona: SCI Comunicação Serial Síncrono (mestre/escravo): SPI => memória e conversores A/D; Comunicação Serial IIC (mestre/escravo) => Memórias, relógios de tempo real, etc;

32 HC08/HCS08 (Diagrama de Blocos) HC08 HCS08

33 HC08/HCS08

34 HC08/HCS08 PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DO HCS08:

35 Perguntas: 1) Quais são os recursos de microcontroladores discutidos neste texto? 2) Por que é importante o conceito de microcontrolador de baixo consumo? 3) Qual é a razão para a baixa quantidade de memória implementada em um microcontrolador? 4) Cite três periféricos de microcontroladores. 5) Por que a linguagem C é muito utilizada em programação de microcontroladores? 6) Cite uma razão para migrar para máquinas de maior número de bits. 7) Cite algumas diferenças do microcontrolador HC08 e HCS08? 8) Em que memórias são alocadas os dados e as instruções?

AULA2 Introdução a Microcontrolador. Disciplina: Aplicações Avançadas de Microprocessadores (AAM)

AULA2 Introdução a Microcontrolador. Disciplina: Aplicações Avançadas de Microprocessadores (AAM) AULA2 Introdução a Microcontrolador Disciplina: Aplicações Avançadas de Microprocessadores (AAM) Tópicos: Microcontroladores - Evolução Principais características dos Microcontroladores Fabricantes de

Leia mais

AULA1 Introdução a Microprocessadores gerais

AULA1 Introdução a Microprocessadores gerais AULA1 Introdução a Microprocessadores gerais Disciplina: Aplicações Avançadas de Microprocessadores (AAM) Prof. Eduardo Henrique Couto ehcouto@hotmail.com 2014/1 Apresentação do Professor: Cronograma:

Leia mais

Índice. Dia 05 de fevereiro de 2014...2. Apresentação... 2. Dia 12 de fevereiro de 2013...3

Índice. Dia 05 de fevereiro de 2014...2. Apresentação... 2. Dia 12 de fevereiro de 2013...3 Índice Dia 05 de fevereiro de 2014....2 Apresentação... 2 Dia 12 de fevereiro de 2013....3 -Processador... 3 -Von Neumann... 3 -Harvard... 4 -Von Neumann x Harvard... 4 -Equipamentos que utilizam a arquitetura

Leia mais

Sistemas Microcontrolados

Sistemas Microcontrolados Sistemas Microcontrolados Uma Abordagem com o Microcontrolador PIC 16F84 Nardênio Almeida Martins Novatec Editora Capítulo 1 Introdução Os microcontroladores estão presentes em quase tudo o que envolve

Leia mais

Estrutura de um Computador

Estrutura de um Computador SEL-0415 Introdução à Organização de Computadores Estrutura de um Computador Aula 7 Prof. Dr. Marcelo Andrade da Costa Vieira MODELO DE VON NEUMANN PRINCÍPIOS A arquitetura de um computador consiste de

Leia mais

Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET

Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET Universidade Tuiuti do Paraná UTP Faculdade de Ciências Exatas - FACET Hardware de Computadores Questionário II 1. A principal diferença entre dois processadores, um deles equipado com memória cache o

Leia mais

Na primeira aula, conhecemos um pouco sobre o projeto Arduino, sua família de placas, os Shields e diversos exemplos de aplicações.

Na primeira aula, conhecemos um pouco sobre o projeto Arduino, sua família de placas, os Shields e diversos exemplos de aplicações. Na primeira aula, conhecemos um pouco sobre o projeto Arduino, sua família de placas, os Shields e diversos exemplos de aplicações. A partir de agora, iremos conhecer o hardware do Arduino e suas caracteristicas

Leia mais

Sistemas Embarcados. Introdução aos sistemas embarcados

Sistemas Embarcados. Introdução aos sistemas embarcados Sistemas Embarcados Introdução aos sistemas embarcados Introdução aos Sistemas embarcados Definição de um sistema embarcado Exemplos de sistemas embarcados Processadores utilizados em sistemas embarcados

Leia mais

Faculdade de Engenharia de Ilha Solteira- Departamento de Engenharia Elétrica

Faculdade de Engenharia de Ilha Solteira- Departamento de Engenharia Elétrica Faculdade de Engenharia de Ilha Solteira- Departamento de Engenharia Elétrica TEEE I- Projeto de Robôs Móveis - Profs. Nobuo Oki e Suely Cunha Amaro Mantovani 1 o.sem / 2013 TEEE I Projeto de Robôs Móveis

Leia mais

Disciplina: Introdução à Engenharia da Computação

Disciplina: Introdução à Engenharia da Computação Colegiado de Engenharia de Computação Disciplina: Introdução à Engenharia da Computação Aulas 10 (semestre 2011.2) Prof. Rosalvo Ferreira de Oliveira Neto, M.Sc. rosalvo.oliveira@univasf.edu.br 2 Hardware

Leia mais

R S Q 0 0 1 0 1 0 1 0 0 1 1 0 Tabela 17 - Tabela verdade NOR

R S Q 0 0 1 0 1 0 1 0 0 1 1 0 Tabela 17 - Tabela verdade NOR 19 Aula 4 Flip-Flop Flip-flops são circuitos que possuem a característica de manter os bits de saída independente de energia, podem ser considerados os princípios das memórias. Um dos circuitos sequenciais

Leia mais

Introdução a Informática. Prof.: Roberto Franciscatto

Introdução a Informática. Prof.: Roberto Franciscatto Introdução a Informática Prof.: Roberto Franciscatto 3.1 EXECUÇÃO DAS INSTRUÇÕES A UCP tem duas seções: Unidade de Controle Unidade Lógica e Aritmética Um programa se caracteriza por: uma série de instruções

Leia mais

Trabalho de: Alexandre / Paulo / Rui

Trabalho de: Alexandre / Paulo / Rui Trabalho de: Alexandre / Paulo / Rui Índice 1 - CPU-Processador 2 - Chipset Intel/AMD 3 - Cache 4 - Núcleo 5 - CISC/RISC 1. CPU / Processador A unidade central de processamento ou CPU (Central Processing

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Unidade Universitária Escola de Engenharia Curso Engenharia Mecânica com formação específica em Mecatrônica Disciplina Microprocessadores I Professor(es) Ivair Reis Neves Abreu Carga horária 2 aulas semanais

Leia mais

Aula 26: Arquiteturas RISC vs. CISC

Aula 26: Arquiteturas RISC vs. CISC Aula 26: Arquiteturas RISC vs CISC Diego Passos Universidade Federal Fluminense Fundamentos de Arquiteturas de Computadores Diego Passos (UFF) Arquiteturas RISC vs CISC FAC 1 / 33 Revisão Diego Passos

Leia mais

Visão Geral da Arquitetura de Computadores. Prof. Elthon Scariel Dias

Visão Geral da Arquitetura de Computadores. Prof. Elthon Scariel Dias Visão Geral da Arquitetura de Computadores Prof. Elthon Scariel Dias O que é Arquitetura de Computadores? Há várias definições para o termo arquitetura de computadores : É a estrutura e comportamento de

Leia mais

PIC18F4550. Curso Engenharia de Controle e Automação. Alex Vidigal Bastos www.decom.ufop.br/alex/ alexvbh@gmail.com

PIC18F4550. Curso Engenharia de Controle e Automação. Alex Vidigal Bastos www.decom.ufop.br/alex/ alexvbh@gmail.com PIC18F4550 Curso Engenharia de Controle e Automação Alex Vidigal Bastos www.decom.ufop.br/alex/ alexvbh@gmail.com 1 Agenda Características do PIC18F4550 Pinagem do PIC18F4550 Pinagem do PIC18F4550 Datasheet

Leia mais

Capítulo 12) Dispositivos de Memória

Capítulo 12) Dispositivos de Memória Capítulo 12) Dispositivos de Memória Terminologia / Velocidade / Preço Tipos de memória / Leitura / Escrita Capacidade Procedimentos de Leitura e Escrita ROM / FLASH / RAM / SRAM / DRAM 12.1) Terminologia

Leia mais

Controle e monitoramento da fonte de alta-tensão: proposta, desenvolvimento e estágio atual.

Controle e monitoramento da fonte de alta-tensão: proposta, desenvolvimento e estágio atual. Controle e monitoramento da fonte de alta-tensão: proposta, desenvolvimento e estágio atual. Paulo Farias 1,2, Victor Ferraz 2, Breno Ramos 2, Linton Esteves 2, Germano Guedes 1 1 Laboratório de Energia

Leia mais

MEMÓRIAS. Sistemas Digitais II Prof. Marcelo Wendling Set/10

MEMÓRIAS. Sistemas Digitais II Prof. Marcelo Wendling Set/10 MEMÓRIAS Sistemas Digitais II Prof. Marcelo Wendling Set/10 1 Definição São blocos que armazenam informações codificadas digitalmente números, letras, caracteres quaisquer, comandos de operações, endereços

Leia mais

1. CAPÍTULO COMPUTADORES

1. CAPÍTULO COMPUTADORES 1. CAPÍTULO COMPUTADORES 1.1. Computadores Denomina-se computador uma máquina capaz de executar variados tipos de tratamento automático de informações ou processamento de dados. Os primeiros eram capazes

Leia mais

Componentes de um computador típico

Componentes de um computador típico Componentes de um computador típico Assim como em um videocassete, no qual é necessário ter o aparelho de vídeo e uma fita contendo o filme que será reproduzido, o computador possui a parte física, chamada

Leia mais

Arquitetura de Von Neumann e os Computadores Modernos

Arquitetura de Von Neumann e os Computadores Modernos Arquitetura de Von Neumann e os Computadores Modernos Arquitetura de Computadores e Software Básico Aula 5 Flávia Maristela (flaviamsn@ifba.edu.br) Arquitetura de Von Neumann e as máquinas modernas Onde

Leia mais

Processadores. Prof. Alexandre Beletti Ferreira

Processadores. Prof. Alexandre Beletti Ferreira Processadores Prof. Alexandre Beletti Ferreira Introdução O processador é um circuito integrado de controle das funções de cálculos e tomadas de decisão de um computador. Também é chamado de cérebro do

Leia mais

Aula 2. - Elaboração de algoritmos/fluxogramas. - Gravação do programa no microcontrolador

Aula 2. - Elaboração de algoritmos/fluxogramas. - Gravação do programa no microcontrolador Aula 2 - Elaboração de algoritmos/fluxogramas - Set de instruções do 8051 - Programação em Assembly - Gravação do programa no microcontrolador - Simulação Exercícios da aula passada... 1) Converta os números

Leia mais

Capítulo 4 Livro do Mário Monteiro Introdução Hierarquia de memória Memória Principal. Memória principal

Capítulo 4 Livro do Mário Monteiro Introdução Hierarquia de memória Memória Principal. Memória principal Capítulo 4 Livro do Mário Monteiro Introdução Hierarquia de memória Memória Principal Organização Operações de leitura e escrita Capacidade http://www.ic.uff.br/~debora/fac! 1 2 Componente de um sistema

Leia mais

Sistemas Operacionais. Prof. M.Sc. Sérgio Teixeira. Aula 03 Conceitos de Hardware e Software parte 02. Cursos de Computação

Sistemas Operacionais. Prof. M.Sc. Sérgio Teixeira. Aula 03 Conceitos de Hardware e Software parte 02. Cursos de Computação Cursos de Computação Sistemas Operacionais Prof. M.Sc. Sérgio Teixeira Aula 03 Conceitos de Hardware e Software parte 02 Referência: MACHADO, F.B. ; MAIA, L.P. Arquitetura de Sistemas Operacionais. 4.ed.

Leia mais

Circuitos de Memória: Tipos e Funcionamento. Fabrício Noveletto

Circuitos de Memória: Tipos e Funcionamento. Fabrício Noveletto Circuitos de Memória: Tipos e Funcionamento Fabrício Noveletto Memória de semicondutores São dispositivos capazes de armazenar informações digitais. A menor unidade de informação que pode ser armazenada

Leia mais

Trabalho de Conclusão de Curso - TCC

Trabalho de Conclusão de Curso - TCC Identificação Trabalho de Conclusão de Curso - TCC Jorge de Assis Merege Neto Construção de um protótipo (hardware e software) para segurança predial através de uma rede digital de monitoração via câmera

Leia mais

Projeto de Sistemas Embarcados Microcontrolados

Projeto de Sistemas Embarcados Microcontrolados Departamento de Engenharia Elétrica - FT UnB Projeto de Sistemas Embarcados Microcontrolados Prof. Ricardo Zelenovsky ENE Prof. Geovany Araújo Borges ENE Prof. Adson Ferreira da Rocha ENE E-mails: {zele,gaborges,adson}@unb.br

Leia mais

Capítulo 1 Introdução

Capítulo 1 Introdução Capítulo 1 Introdução Programa: Seqüência de instruções descrevendo como executar uma determinada tarefa. Computador: Conjunto do hardware + Software Os circuitos eletrônicos de um determinado computador

Leia mais

ARQUITETURA DE COMPUTADORES

ARQUITETURA DE COMPUTADORES ARQUITETURA DE COMPUTADORES Aula 04: Subsistemas de Memória SUBSISTEMAS DE MEMÓRIA Tipos de memória: de semicondutores (ROM, PROM, EPROM, EEPROM, Flash, RAM); magnéticas (discos e fitas) e... óticas( CD

Leia mais

HARDWARE COMPONENTES BÁSICOS E FUNCIONAMENTO. Wagner de Oliveira

HARDWARE COMPONENTES BÁSICOS E FUNCIONAMENTO. Wagner de Oliveira HARDWARE COMPONENTES BÁSICOS E FUNCIONAMENTO Wagner de Oliveira SUMÁRIO Hardware Definição de Computador Computador Digital Componentes Básicos CPU Processador Memória Barramento Unidades de Entrada e

Leia mais

Arquitetura de Computadores. Professor: Vilson Heck Junior

Arquitetura de Computadores. Professor: Vilson Heck Junior Arquitetura de Computadores Professor: Vilson Heck Junior Agenda Conceitos Estrutura Funcionamento Arquitetura Tipos Atividades Barramentos Conceitos Como já discutimos, os principais componentes de um

Leia mais

Introdução à Arquitetura de Computadores IFES Campus Serra

Introdução à Arquitetura de Computadores IFES Campus Serra Os computadores atuais possuem seis ou mais níveis de máquinas conforme podemos observar no quadro abaixo Nível de linguagem orientada para problemas Nível de linguagem de montagem Nível de sistema operacional

Leia mais

Fundamentos em Informática

Fundamentos em Informática Fundamentos em Informática 04 Organização de Computadores nov/2011 Componentes básicos de um computador Memória Processador Periféricos Barramento Processador (ou microprocessador) responsável pelo tratamento

Leia mais

Escola. Europeia de. Ensino. Profissional ARQUITETURA DE COMPUTADORES

Escola. Europeia de. Ensino. Profissional ARQUITETURA DE COMPUTADORES Escola Europeia de t Ensino Profissional ARQUITETURA DE COMPUTADORES TRABALHO REALIZADO: ANDRÉ RIOS DA CRUZ ANO LETIVO: 2012/ 2013 TÉCNICO DE GESTÃO DE EQUIPAMENTOS INFORMÁTICOS 2012 / 2013 3902 Escola

Leia mais

A idéia hardware sugerida é colocar a placa entre o PC e o microcontrolador, conforme mostrado no esquema abaixo.

A idéia hardware sugerida é colocar a placa entre o PC e o microcontrolador, conforme mostrado no esquema abaixo. Circuito de gravação (AVR programmer) Introdução Nossa proposta, nesta parte do trabalho, é apresentar um circuito para gravação ISP (In-System- Programming) para microcontroladores AVR. Este circuito,

Leia mais

Guilherme Pina Cardim. Relatório de Sistemas Operacionais I

Guilherme Pina Cardim. Relatório de Sistemas Operacionais I Guilherme Pina Cardim Relatório de Sistemas Operacionais I Presidente Prudente - SP, Brasil 30 de junho de 2010 Guilherme Pina Cardim Relatório de Sistemas Operacionais I Pesquisa para descobrir as diferenças

Leia mais

Portas lógicas e circuitos digitais. Sistemas da Computação Prof. Rossano Pablo Pinto, Msc. rossano at gmail com 2 semestre 2007

Portas lógicas e circuitos digitais. Sistemas da Computação Prof. Rossano Pablo Pinto, Msc. rossano at gmail com 2 semestre 2007 Portas lógicas e circuitos digitais Sistemas da Computação Prof. Rossano Pablo Pinto, Msc. rossano at gmail com 2 semestre 2007 Tópicos Portas Circuito somador Circuito subtrator flip-flops (registradores)

Leia mais

Conhecendo o PIC16F877 Microcontrolador de 8 bits da Microchip Co.

Conhecendo o PIC16F877 Microcontrolador de 8 bits da Microchip Co. Programação Daniel Corteletti Aula 2 Página 1/6 Conhecendo o PIC16F877 Microcontrolador de 8 bits da Microchip Co. O microcontrolador PIC16F877 pode ser encontrado em diversos encapsulamentos: PDIP, QFP,

Leia mais

ARQUITETURA DE COMPUTADORES Prof. João Inácio

ARQUITETURA DE COMPUTADORES Prof. João Inácio ARQUITETURA DE COMPUTADORES Prof. João Inácio Memórias Memória: é o componente de um sistema de computação cuja função é armazenar informações que são, foram ou serão manipuladas pelo sistema. Em outras

Leia mais

TEEE I Projeto de Robôs Móveis

TEEE I Projeto de Robôs Móveis Faculdade de Engenharia de Ilha Solteira- Departamento de Engenharia Elétrica TEEE I- Projeto de Robôs Móveis- Profs. Nobuo Oki e Suely Cunha Amaro Mantovani. 1 o.sem / 2013 TEEE I Projeto de Robôs Móveis

Leia mais

Arquitetura de Computadores. Arquitetura de Computadores 1

Arquitetura de Computadores. Arquitetura de Computadores 1 Computadores Computadores 1 Introdução Componentes: Processador; UC; Registradores; ALU s, FPU s, etc. Memória (Sistema de armazenamento de informações; Dispositivo de entrada e saída. Computadores 2 Introdução

Leia mais

Microprocessadores II - ELE 1084

Microprocessadores II - ELE 1084 Microprocessadores II - ELE 1084 CAPÍTULO III OS PROCESSADORES 3.1 Gerações de Processadores 3.1 Gerações de Processadores Primeira Geração (P1) Início da arquitetura de 16 bits CPU 8086 e 8088; Arquiteturas

Leia mais

Organização de Computadores 1

Organização de Computadores 1 Organização de Computadores 1 SISTEMA DE INTERCONEXÃO (BARRAMENTOS) Prof. Luiz Gustavo A. Martins Arquitetura de von Newmann Componentes estruturais: Memória Principal Unidade de Processamento Central

Leia mais

Organização e Arquitectura do Computador

Organização e Arquitectura do Computador Arquitectura de Computadores II Engenharia Informática (11545) Tecnologias e Sistemas de Informação (6621) Organização e Arquitectura do Computador Fonte: Arquitectura de Computadores, José Delgado, IST,

Leia mais

ARQUITETURA DE COMPUTADORES

ARQUITETURA DE COMPUTADORES 01001111 01110010 01100111 01100001 01101110 01101001 01111010 01100001 11100111 11100011 01101111 00100000 01100100 01100101 00100000 01000011 01101111 01101101 01110000 01110101 01110100 01100001 01100100

Leia mais

Curso microcontroladores PIC

Curso microcontroladores PIC Curso microcontroladores PIC Jean Carlos www.pk2lab.blogspot.com Curso de microcontroladores em linguagem C 2 Baseado no microcontrolador PIC18F4550 da Microchip, compilador MikroC e placa de desenvolvimento

Leia mais

Hardware. Objetivos da aula. Fornecer exemplos de processadores Intel. Esclarecer as diferenças e as tecnologias embutidas nos processadores Intel.

Hardware. Objetivos da aula. Fornecer exemplos de processadores Intel. Esclarecer as diferenças e as tecnologias embutidas nos processadores Intel. Hardware UCP Unidade Central de Processamento Características dos processadores Intel Disciplina: Organização e Arquitetura de Computadores Prof. Luiz Antonio do Nascimento Faculdade Nossa Cidade Objetivos

Leia mais

Ao longo do presente capítulo será apresentada uma descrição introdutória da tecnologia FPGA e dos módulos básicos que a constitui.

Ao longo do presente capítulo será apresentada uma descrição introdutória da tecnologia FPGA e dos módulos básicos que a constitui. 3 Tecnologia FPGA Ao longo do presente capítulo será apresentada uma descrição introdutória da tecnologia FPGA e dos módulos básicos que a constitui. 3.1. FPGA: Histórico, linguagens e blocos Muitos dos

Leia mais

Estrutura de um Computador. Linguagem de Programação Rone Ilídio UFSJ - CAP

Estrutura de um Computador. Linguagem de Programação Rone Ilídio UFSJ - CAP Estrutura de um Computador Linguagem de Programação Rone Ilídio UFSJ - CAP Hardware e Software HARDWARE: Objetos Físicos que compões o computador Circuitos Integrados, placas, cabos, memórias, dispositivos

Leia mais

CAPÍTULO 5. INTERFACES PARA PERIFÉRICOS DE ARMAZENAMENTO INTERFACES DIVERSAS: FIREWIRE, SPI e I 2 C INTERFACES COM O MUNDO ANALÓGICO

CAPÍTULO 5. INTERFACES PARA PERIFÉRICOS DE ARMAZENAMENTO INTERFACES DIVERSAS: FIREWIRE, SPI e I 2 C INTERFACES COM O MUNDO ANALÓGICO 28 CAPÍTULO 5 INTERFACES PARA PERIFÉRICOS DE ARMAZENAMENTO INTERFACES DIVERSAS: FIREWIRE, SPI e I 2 C INTERFACES COM O MUNDO ANALÓGICO Interfaces para periféricos de armazenamento: Periféricos de armazenamento,

Leia mais

Microcontroladores ARM Cortex-M3 - XM 700 -

Microcontroladores ARM Cortex-M3 - XM 700 - T e c n o l o g i a Microcontroladores ARM Cortex-M3 - XM 700 - Os melhores e mais modernos MÓDULOS DIDÁTICOS para um ensino tecnológico de qualidade. INTRODUÇÃO Microcontroladores ARM Cortex-M3 - XM 700

Leia mais

for Information Interchange.

for Information Interchange. 6 Memória: 6.1 Representação de Memória: Toda a informação com a qual um sistema computacional trabalha está, em algum nível, armazenada em um sistema de memória, guardando os dados em caráter temporário

Leia mais

Arquitetura de Sistemas Embarcados: Controladores Industriais

Arquitetura de Sistemas Embarcados: Controladores Industriais Arquitetura de Sistemas Embarcados: Controladores Industriais Heber A. Scachetti RA 004933 heber_augusto@yahoo.com.br RESUMO Este artigo apresenta algumas das principais características encontradas em

Leia mais

Arquitetura Genérica

Arquitetura Genérica Arquitetura Genérica Antes de tudo, vamos revisar o Modelo Simplificado do Funcionamento de um Computador. Modelo Simplificado do Funcionamento de um Computador O funcionamento de um computador pode ser

Leia mais

Prof. Daniel Gondim danielgondimm@gmail.com. Informática

Prof. Daniel Gondim danielgondimm@gmail.com. Informática Prof. Daniel Gondim danielgondimm@gmail.com Informática Componentes de um SC Hardware X Software Memória do Computador Hardware X Software Toda interação dos usuários de computadores modernos é realizada

Leia mais

CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO INFORMÁTICA BÁSICA AULA 03. Docente: Éberton da Silva Marinho e-mail: ebertonsm@gmail.com 25/06/2014

CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO INFORMÁTICA BÁSICA AULA 03. Docente: Éberton da Silva Marinho e-mail: ebertonsm@gmail.com 25/06/2014 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE INFORMÁTICA BÁSICA AULA 03 Docente: Éberton da Silva Marinho e-mail: ebertonsm@gmail.com 25/06/2014 Unidades de armazenamento

Leia mais

16/09/2012. Agenda. Introdução. Introdução. Introdução. Introdução. Curso Conexão Noções de Informática. Aula 1 Arquitetura de Computadores (Hardware)

16/09/2012. Agenda. Introdução. Introdução. Introdução. Introdução. Curso Conexão Noções de Informática. Aula 1 Arquitetura de Computadores (Hardware) Curso Conexão Noções de Informática Aula 1 Arquitetura de Computadores (Hardware) Agenda ; Arquitetura do Computador; ; ; Dispositivos de Entrada e Saída; Tipos de Barramentos; Unidades de Medidas. Email:

Leia mais

DISPOSITIVOS DE MEMÓRIA

DISPOSITIVOS DE MEMÓRIA DISPOSITIVOS DE MEMÓRIA INTRODUÇÃO Um sistema digital é capaz de armazenar facilmente uma grande quantidade de informação por períodos de tempo curtos ou longos, sendo esta a sua principal vantagem sobre

Leia mais

MEMÓRIA. 0 e 1 únicos elementos do sistema de numeração de base 2

MEMÓRIA. 0 e 1 únicos elementos do sistema de numeração de base 2 MEMÓRIA CONCEITO Bit- 0 1 Essência de um sistema chamado BIESTÁVEL Ex: Lâmpada 0 apagada 1 acesa 0 e 1 únicos elementos do sistema de numeração de base 2 A que se destina a memória: Armazenamento das instruções

Leia mais

Prof. Esp. Lucas Cruz

Prof. Esp. Lucas Cruz Prof. Esp. Lucas Cruz O hardware é qualquer tipo de equipamento eletrônico utilizado para processar dados e informações e tem como função principal receber dados de entrada, processar dados de um usuário

Leia mais

O hardware é a parte física do computador, como o processador, memória, placamãe, entre outras. Figura 2.1 Sistema Computacional Hardware

O hardware é a parte física do computador, como o processador, memória, placamãe, entre outras. Figura 2.1 Sistema Computacional Hardware 1 2 Revisão de Hardware 2.1 Hardware O hardware é a parte física do computador, como o processador, memória, placamãe, entre outras. Figura 2.1 Sistema Computacional Hardware 2.1.1 Processador O Processador

Leia mais

Introdução a Ciência da Computação Conceitos Básicos de Sistema PROFESSORA CINTIA CAETANO

Introdução a Ciência da Computação Conceitos Básicos de Sistema PROFESSORA CINTIA CAETANO Introdução a Ciência da Computação Conceitos Básicos de Sistema PROFESSORA CINTIA CAETANO Introdução A informática é uma área que atualmente vem evoluindo muito rapidamente. A cada dia se torna mais importante

Leia mais

Memória. Introdução. Unidades de medida de capacidade Tipos:

Memória. Introdução. Unidades de medida de capacidade Tipos: Memória Memória Introdução Motivação para ser um Sub-sistema Operações Representação da informação Princípios da organização da memória Hierarquia da memória Critérios de comparação entre memórias Unidades

Leia mais

Microcontroladores e Microprocessadores

Microcontroladores e Microprocessadores Microcontroladores e Microprocessadores Arquitetura Von Neumann e Arquitetura Harvard Prof. Samuel Cavalcante Conteúdo Componentes básicos de um computador Processamento Unidades de Entrada/Saída (I/O)

Leia mais

PROGRAMAÇÃO DO TREINAMENTO:

PROGRAMAÇÃO DO TREINAMENTO: PROGRAMAÇÃO DO TREINAMENTO: Página 2 0. Objetivos deste treinamento Quem está fazendo este módulo avançado II é porque já passou pelos módulos anteriores. Portanto não serão abordados aqui os tópicos já

Leia mais

4. Controlador Lógico Programável

4. Controlador Lógico Programável 4. Controlador Lógico Programável INTRODUÇÃO O Controlador Lógico Programável, ou simplesmente PLC (Programmiable Logic Controller), pode ser definido como um dispositivo de estado sólido - um Computador

Leia mais

Arquitetura e Organização de Computadores

Arquitetura e Organização de Computadores Arquitetura e Organização de Computadores Aula 01 Tecnologias e Perspectiva Histórica Edgar Noda Pré-história Em 1642, Blaise Pascal (1633-1662) construiu uma máquina de calcular mecânica que podia somar

Leia mais

Informática I. Aula 4. http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 4-11/09/2006 1

Informática I. Aula 4. http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 4-11/09/2006 1 Informática I Aula 4 http://www.ic.uff.br/~bianca/informatica1/ Aula 4-11/09/2006 1 Ementa Histórico dos Computadores Noções de Hardware e Software Microprocessadores Sistemas Numéricos e Representação

Leia mais

Sistemas Operacionais. Revisando alguns Conceitos de Hardware

Sistemas Operacionais. Revisando alguns Conceitos de Hardware Sistemas Operacionais Revisando alguns Conceitos de Hardware Sumário Hardware Processador Memória principal Cache Memória secundária Dispositivos de E/S e barramento Pipelining Arquiteturas RISC e CISC

Leia mais

Unidade Central de Processamento Organização da UCP Execução de instruções em paralelo ("pipeline") Execução de programas

Unidade Central de Processamento Organização da UCP Execução de instruções em paralelo (pipeline) Execução de programas http://www.ic.uff.br/~debora/fac! Dar noções iniciais dos componentes básicos de um sistema de computador, assim também como conceitos fundamentais necessários para a manipulação de informação dentro do

Leia mais

Parte 01. Fundamentos de Arquitetura de Computadores. Prof. Pedro Neto

Parte 01. Fundamentos de Arquitetura de Computadores. Prof. Pedro Neto Parte 01 Fundamentos de Arquitetura de Computadores Prof. Pedro Neto Aracaju Sergipe - 2011 Conteúdo 1. Introdução i. Definição de Computador ii. Máquina Multinível iii. Evolução do Computador Histórico

Leia mais

Organização Básica de Computadores. Memória. Memória. Memória. Memória. Memória Parte I. Computador eletrônico digital. Sistema composto por

Organização Básica de Computadores. Memória. Memória. Memória. Memória. Memória Parte I. Computador eletrônico digital. Sistema composto por Ciência da Computação Arq. e Org. de Computadores Parte I Organização Básica de Computadores Computador eletrônico digital Sistema composto por processador memória dispositivos de entrada e saída interligados.

Leia mais

Memórias Prof. Galvez Gonçalves

Memórias Prof. Galvez Gonçalves Arquitetura e Organização de Computadores 1 s Prof. Galvez Gonçalves Objetivo: Compreender os tipos de memória e como elas são acionadas nos sistemas computacionais modernos. INTRODUÇÃO Nas aulas anteriores

Leia mais

Prática 8: Comunicação SPI. 8.1 Introdução e objetivos. 8.2 Princípios básicos do protocolo SPI

Prática 8: Comunicação SPI. 8.1 Introdução e objetivos. 8.2 Princípios básicos do protocolo SPI Prática 8: 8.1 Introdução e objetivos Comunicação SPI O protocolo SPI (serial peripheral interface) é um método de comunicação utilizado para interconectar dispositivos ou chips de tal forma que estes

Leia mais

Componentes do Computador e. aula 3. Profa. Débora Matos

Componentes do Computador e. aula 3. Profa. Débora Matos Componentes do Computador e modelo de Von Neumann aula 3 Profa. Débora Matos O que difere nos componentes que constituem um computador? Princípios básicos Cada computador tem um conjunto de operações e

Leia mais

Introdução aos Computadores

Introdução aos Computadores Os Computadores revolucionaram as formas de processamento de Informação pela sua capacidade de tratar grandes quantidades de dados em curto espaço de tempo. Nos anos 60-80 os computadores eram máquinas

Leia mais

Unidade 14: Arquiteturas CISC e RISC Prof. Daniel Caetano

Unidade 14: Arquiteturas CISC e RISC Prof. Daniel Caetano Arquitetura e Organização de Computadores 1 Unidade 14: Arquiteturas CISC e RISC Prof. Daniel Caetano Objetivo: Apresentar os conceitos das arquiteturas CISC e RISC, confrontando seus desempenhos. Bibliografia:

Leia mais

Curso EFA Técnico/a de Informática - Sistemas. Óbidos

Curso EFA Técnico/a de Informática - Sistemas. Óbidos Curso EFA Técnico/a de Informática - Sistemas Óbidos MÓDULO 769 Arquitectura interna do computador Carga horária 25 2. PROCESSADOR (UNIDADE CENTRAL DE PROCESSAMENTO CPU) Formadora: Vanda Martins 3 O processador

Leia mais

Introdução. Hardware (Parte II) Informações Adicionais. Universidade Federal de Campina Grande Departamento de Sistemas e Computação

Introdução. Hardware (Parte II) Informações Adicionais. Universidade Federal de Campina Grande Departamento de Sistemas e Computação Universidade Federal de Campina Grande Departamento de Sistemas e Computação Introdução à Computação Hardware (Parte II) Informações Adicionais Prof. a Joseana Macêdo Fechine Régis de Araújo joseana@computacao.ufcg.edu.br

Leia mais

Disciplina: Processamento Digital de Sinais (ENG577) Aula 05 Parte 2: Dispositivos de Hardware Programável Prof.: Eduardo Simas eduardo.simas@ufba.

Disciplina: Processamento Digital de Sinais (ENG577) Aula 05 Parte 2: Dispositivos de Hardware Programável Prof.: Eduardo Simas eduardo.simas@ufba. Universidade Federal da Bahia Escola Politécnica Programa de Pós Graduação em Engenharia Elétrica Disciplina: Processamento Digital de Sinais (ENG577) Aula 05 Parte 2: Dispositivos de Hardware Programável

Leia mais

Bits internos e bits externos. Barramentos. Processadores Atuais. Conceitos Básicos Microprocessadores. Sumário. Introdução.

Bits internos e bits externos. Barramentos. Processadores Atuais. Conceitos Básicos Microprocessadores. Sumário. Introdução. Processadores Atuais Eduardo Amaral Sumário Introdução Conceitos Básicos Microprocessadores Barramentos Bits internos e bits externos Clock interno e clock externo Memória cache Co-processador aritmético

Leia mais

Sistemas Embarcados: uma Visão Geral. byprof Edson Pedro Ferlin

Sistemas Embarcados: uma Visão Geral. byprof Edson Pedro Ferlin Sistemas Embarcados: uma Visão Geral Semicondutores Mainstream Silicon Application is switching every 10 Years standard hardwired The Programmable System-on-a-Chip is the next wave procedural programming

Leia mais

Arquiteturas RISC. (Reduced Instructions Set Computers)

Arquiteturas RISC. (Reduced Instructions Set Computers) Arquiteturas RISC (Reduced Instructions Set Computers) 1 INOVAÇÕES DESDE O SURGIMENTO DO COMPU- TADOR DE PROGRAMA ARMAZENADO (1950)! O conceito de família: desacoplamento da arquitetura de uma máquina

Leia mais

Manual (versão 1.4) Kit 8051 Study

Manual (versão 1.4) Kit 8051 Study Manual (versão 1.4) Kit 8051 Study Microgenios Soluções Eletrônicas Ltda. ME - ano 2010 Todos os direitos reservados Proibida cópia integral ou parcial do material aqui contido www.microgenios.com.br Sumário

Leia mais

Processadores e Memórias

Processadores e Memórias Processadores e Memórias INTRODUÇAO Em nosso dia a dia estamos rodeados de equipamentos equipados com microcontroladores, cada vez mais poderosos e baratos. Em automóveis, por exemplo, temos chips controlando

Leia mais

1.3. Componentes dum sistema informático HARDWARE SOFTWARE

1.3. Componentes dum sistema informático HARDWARE SOFTWARE 1.3. Componentes dum sistema informático Computador Sistema Informático HARDWARE SOFTWARE + Periféricos Sistema Operativo Aplicações HARDWARE - representa todos os componentes físicos de um sistema informático,

Leia mais

Microinformática Introdução ao hardware. Jeronimo Costa Penha SENAI - CFP/JIP

Microinformática Introdução ao hardware. Jeronimo Costa Penha SENAI - CFP/JIP Microinformática Introdução ao hardware Jeronimo Costa Penha SENAI - CFP/JIP Informática Informática é o termo usado para se descrever o conjunto das ciências da informação, estando incluídas neste grupo:

Leia mais

Calculadoras Mecânicas

Calculadoras Mecânicas ARQUITETURA E ORGANIZAÇÃO DE COMPUTADORES Evolução e Desempenho de Computadores 1ª Calculadora - séc. V a.c Muitos povos da antiguidade utilizavam o ábaco para a realização de cálculos do dia a dia, principalmente

Leia mais

Características técnicas Baseado no ATMega da empresa AVR, fabricante de micro-controladores em plena ascensão e concorrente do PIC Pode usar ATMega

Características técnicas Baseado no ATMega da empresa AVR, fabricante de micro-controladores em plena ascensão e concorrente do PIC Pode usar ATMega ARDUINO O que é Arduino Arduino foi criado na Itália por Máximo Banzi com o objetivo de fomentar a computação física, cujo conceito é aumentar as formas de interação física entre nós e os computadores.

Leia mais

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL ESTADO DE SANTA CATARINA Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS - CCT

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL ESTADO DE SANTA CATARINA Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC CENTRO DE CIÊNCIAS TECNOLÓGICAS - CCT Curso: ELE-ELE - Bacharelado em Engenharia Elétrica Departamento: DEE - Engenharia Elétrica Disciplina: SISTEMAS DIGITAIS MICROPROCESSADOS Código: SDM0001 Carga horária: 90 Período letivo: 2016/1 Professor:

Leia mais

Universidade Tuiuti do Paraná Faculdade de Ciências Exatas Hardware. Arquitetura básica de Processadores. Profº André Luiz andreluizsp@gmail.

Universidade Tuiuti do Paraná Faculdade de Ciências Exatas Hardware. Arquitetura básica de Processadores. Profº André Luiz andreluizsp@gmail. Universidade Tuiuti do Paraná Faculdade de Ciências Exatas Hardware Arquitetura básica de Processadores Profº André Luiz andreluizsp@gmail.com 1 Microprocessador Ao comprar um desktop ou notebook, quase

Leia mais

A história do Processadores O que é o processador Características dos Processadores Vários tipos de Processadores

A história do Processadores O que é o processador Características dos Processadores Vários tipos de Processadores A história do Processadores O que é o processador Características dos Processadores Vários tipos de Processadores As empresas mais antigas e ainda hoje no mercado que fabricam CPUs é a Intel, AMD e Cyrix.

Leia mais

11/3/2009. Software. Sistemas de Informação. Software. Software. A Construção de um programa de computador. A Construção de um programa de computador

11/3/2009. Software. Sistemas de Informação. Software. Software. A Construção de um programa de computador. A Construção de um programa de computador Sistemas de Informação Prof. Anderson D. Moura Um programa de computador é composto por uma seqüência de instruções, que é interpretada e executada por um processador ou por uma máquina virtual. Em um

Leia mais

Memórias. Circuitos Lógicos. DCC-IM/UFRJ Prof. Gabriel P. Silva

Memórias. Circuitos Lógicos. DCC-IM/UFRJ Prof. Gabriel P. Silva Memórias Circuitos Lógicos DCC-IM/UFRJ Prof. Gabriel P. Silva Memórias As memórias são componentes utilizados para armazenar dados e instruções em um sistema computacional. As memórias podem apresentar

Leia mais

Lista de Exercícios Introdução à Informática

Lista de Exercícios Introdução à Informática Lista de Exercícios Introdução à Informática Histórico e Evolução da Computação 1. Cite alguns problemas que o uso de válvulas provocava nos computadores de 1ª geração. 2. O que diferencia os computadores

Leia mais

Introdução às Tecnologias de Informação e Comunicação. Conceitos Introdutórios

Introdução às Tecnologias de Informação e Comunicação. Conceitos Introdutórios Introdução às Tecnologias de Informação e Comunicação Conceitos Introdutórios Informática Informática - Tratamento ou processamento da informação utilizando meios automáticos, nomeadamente o computador.

Leia mais

Sistemas Operacionais. Prof. Pedro Luís Antonelli Anhanguera Educacional

Sistemas Operacionais. Prof. Pedro Luís Antonelli Anhanguera Educacional Sistemas Operacionais Prof. Pedro Luís Antonelli Anhanguera Educacional Hardware HARDWARE Sistema Computacional = conjunto de circuitos eletrônicos interligados formado por processador, memória, registradores,

Leia mais