1) A tecnologia de núcleo duplo é aplicada na (A) fabricação de um processador com dois núcleos de processamento e o respectivo chipset.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "1) A tecnologia de núcleo duplo é aplicada na (A) fabricação de um processador com dois núcleos de processamento e o respectivo chipset."

Transcrição

1 Olá a todos, Hoje estou aqui para sugerir recursos contra algumas questões da prova de Informática aplicada neste último domingo (16/09) para diversos cargos de nível superior e um cargo de nível médio da Câmara dos Deputados. A meu ver, duas questões extrapolaram o programa previsto no edital. A verdade é que está ficando difícil fazer provas da FCC. Enquanto a prova de informática do 1º grupo foi fácil demais, nivelando os conhecimentos por baixo, a prova do 2º grupo, que tinha o mesmo programa, exagerou na interpretação do alcance do programa do edital. Os recursos que sugero abaixo não são referentes à resposta correta das questões, mas à desqualificação delas no tocante ao programa do edital. As questões referentes a ERP e a Data Mining, em minha opinião, estão claramente extrapolando o previsto em edital. Esclareço que, segundo informações que recebi, as provas de domingo foram marcadas por outras mancadas da FCC. Soube, por exemplo, que a prova para o cargo de Recursos Humanos, que não previa a cobrança de Regimento Interno, trouxe várias questões desse tema. Quer dizer, eles pisaram na bola de forma generalizada, o que pode aumentar as chances de anulação de outras questões. Infelizmente essa história de recursos ainda é muito nebulosa no Brasil, e não temos praticamente nenhuma garantia de que o edital vá ser respeitado. No entanto, sugiro a todos aqueles que se sentirem prejudicados que exerçam seu direito de recurso. Devemos lembrar que há jurisprudência no tocante a questões que não estão previstas no edital, ou seja, mesmo em caso de indeferimento por parte da FCC, há possibilidade de reversão no judiciário. Antes de sugerir os argumentos das questões que julguei terem extrapolado o edital, comentarei muito brevemente outras questões. Infelizmente estou escrevendo este texto às pressas. Peço, por isso, que relevem eventuais erros na redação. Começo, então, comentando a questão sobre Tecnologia de núcleo duplo, abaixo já com a alternativa correta. 1) A tecnologia de núcleo duplo é aplicada na (A) fabricação de um processador com dois núcleos de processamento e o respectivo chipset. Essa é uma daquelas questões em que a alternativa a marcar é a menos errada. Na alternativa correta há uma imprecisão que poderia invalidá-la, mas, honestamente, não acho que a banca o faça. De qualquer forma, não custa tentar. Os novos processadores de núcleo múltiplo (duplo, quádruplo etc) são fisicamente construídos como se fossem um único processador, que compartilham alguns recursos como barramentos, memória RAM e, em alguns casos, também a memória

2 cache. Chipset é o nome dado ao conjunto de circuitos responsáveis pelo gerenciamento dos recursos da placa-mãe. Chipset é, portanto, um componente da placa-mãe. A imprecisão da questão está em sugerir que UM PROCESSADOR com dois núcleos terá O RESPECTIVO chipset. O fato é que realmente temos que ter um chipset compatível com processadores de núcleo duplo para que eles funcionem, NO ENTANTO, esses chipsets não são exclusivos para processadores específicos. Ou seja, não é necessário O RESPECTIVO chipset (interpretando respectivo como uma característica exclusiva). Em verdade, UM ÚNICO CHIPSET PODE SER COMPATÍVEL COM PROCESSADORES DE NÚCLEO SIMPLES E NÚCLEO DUPLO AO MESMO TEMPO. Esse, por exemplo, é o caso do chipset da placa-mãe do computador que uso em casa, um NVIDIA nforce 570 SLI (http://www.nvidia.com/page/nforce5_specs_intel.html). Outro exemplo é o Chipset 945G da Intel (http://www.intel.com/products/chipsets/945g/index.htm). Em resumo, apesar de achar que as chances de anulação dessa questão são baixas, quem quiser tentar tem acima alguns argumentos pertinentes. 2) Outra questão que quero comentar é a que fala em modelos de documentos do Word. Muitas pessoas vieram me perguntar se a resposta indicada estava errada, mas não é o caso. O formato de arquivo padrão para documentos do Word é o.doc. No entanto, o formato para MODELOS DE DOCUMENTOS é o.dot. Um modelo de documento é um arquivo do Word que serve como base, como modelo para outros documentos propiciando uma forma de padronização de documentos. A questão está, portanto, correta. Ela é praticamente uma pegadinha clássica! 3) A próxima questão que quero comentar é a do endereço IP de classe A. A questão está tecnicamente correta e o edital traz, de certa forma, previsão para que ela seja cobrada, quando cita: CONCEITOS BÁSICOS e modos de utilização de tecnologias, ferramentas, aplicativos e procedimentos associados a INTERNET/Intranet.. O que, em minha opinião, poderia ser alegado é que a complexidade da questão não pode ser enquadrada em conceitos BÁSICOS de internet. Esse tipo de questão, perguntando sobre classes de endereçamento IP são muito comuns nas provas específicas para cargos da área de Informática e, à exceção de provas da ESAF, não é provável que encontremos uma questão dessas em provas para outros cargos. A título de exemplo, umas das questões da prova de conhecimentos específicos para o cargo de Analista Legislativo Atribuição Informática Legislativa da Câmara, cargo do 1º Grupo, abordou o mesmo tema de classes de endereçamento IP.

3 Assim, quem desejar, pode tentar argumentar contra essa questão baseando-se na desproporção entre a complexidade da questão e a definição de conceitos básicos trazida no edital. Vamos agora às questões de ERP e Data Mining e suas respectivas sugestões de argumentação para recurso. Coloquei diversos argumentos em cada questão para que possam alterar os textos, reescrevendo-os com suas próprias palavras, recombinando os argumentos e, se possível, enriquecendo-os com outros argumentos. 4) O processo de varrer grandes bases de dados à procura de padrões como regras de associação e seqüências temporais para classificação ou agrupamento de itens é denominado (A) data mining. (B) data warehouse. (C) data base. (D) repositório. (E) dicionário de dados. SUGESTÃO DE ARGUMENTAÇÃO: O termo banco de dados possui semântica forte e consagrada no ramo da informática. Muitas ferramentas e tecnologias atuais derivam diretamente do estudo e aplicação dos conceitos de bancos de dados. Dentre essas tecnologias intrinsecamente relacionadas a banco de dados, podemos citar aquelas que utilizam os conceitos de OLTP (Online Transaction Processing) e OLAP(Online Analytical Processing). Por sua vez, a utilização de técnicas OLAP certamente envolve tecnologias como Data Warehouse e Data Mining. Estudiosos da área de Banco de Dados como Date ou Elmasri/Navathe têm tradicionalmente tratado desses tópicos em suas obras clássicas voltadas a banco de dados. Para Elmasri/Navathe (Sistemas de Banco de Dados, 2005): Data mining pode ser aplicada a bancos de dados operacionais com transações individuais. ; O uso de data mining é fortemente recomendável desde o início, na fase de projeto do data warehouse ; (...) em bancos de dados muito grandes (...) o sucesso de aplicações de data mining dependerá primeiro da construção do data warehouse.

4 Uma vez claramente definida a associação entre Data Mining e tecnologias de banco de dados, cabe agora ressaltar que, em nenhum momento, o edital deste certame definiu em seu programa a cobrança de tais conhecimentos. O trecho do edital em que se lê Procedimentos, aplicativos e dispositivos para armazenamento de dados e para realização de cópia de segurança (backup) não pode, sob pena de claro descumprimento do programa, querer abarcar conceitos afeitos a sistemas e tecnologias de banco de dados. Isso se torna ainda mais visível ao lembrarmos que Data Mining é técnica preponderantemente voltada à CONSULTA analítica e estatística de banco de dados, enquanto que o edital cita tão-somente procedimentos, aplicativos e dispositivos para ARMAZENAMENTO de dados. Corroboram nesse sentido outros editais desta digna banca, nos quais há, explicitamente, a cobrança de tecnologias de banco de dados, Sistemas de Informação ou Business Intelligence. Não precisamos ir longe para comprovar tal fato, pois, exemplo disso é o programa previsto para o cargo de Analista Legislativo atribuição Informática Legislativa deste mesmo concurso, no qual se lê: BANCO DE DADOS: Conceitos básicos: banco de dados, esquema, tabelas (...) Datawarehouse. Business Intelligence. Há ainda outros exemplos, como é o caso do programa contido no edital para Auditor-Fiscal Tributário Municipal de São Paulo (2007). No programa contido no edital desse concurso, vemos menção clara a banco de dados: Conceitos e funções de aplicativos de editores de texto, planilhas eletrônicas, apresentações e gerenciadores de banco de dados. Dessa forma, fica claro o equívoco de trazer questão relacionada ao tema banco de dados em uma prova cujo programa não previu tal cobrança. A jurisprudência do STF é sábia ao afirmar, reiteradamente, que o edital é a lei do concurso e que, nesse sentido, obriga tanto a Administração quanto o candidato às regras nele previstas. Nesse sentido, citamos, a título de exemplo, o Recurso Extraordinário nº , de 21/06/2005, onde se lê: EMENTA: Concurso público: controle jurisdicional admissível, quando não se cuida de aferir da correção dos critérios da banca examinadora, na formulação das questões ou na avaliação das respostas, mas apenas de verificar que as questões formuladas não se continham no programa do certame, dado que o edital nele incluído o programa é a lei do concurso. Diante do exposto, solicito a anulação da questão em análise pela ausência de previsão no programa do edital. 5) Os ERP Enterprise Resource Planning são sistemas de informação estruturalmente do tipo

5 (A) estratégico. (B) especialista. (C) gerencial. (D) transacional. (E) dimensional. SUGESTÃO DE ARGUMENTAÇÃO: A sugestão de argumentação para essa questão segue a mesma linha da questão de data mining, ou seja, tentando derrubar a possível previsão no trecho Procedimentos, aplicativos e dispositivos para armazenamento de dados e para realização de cópia de segurança (backup), o que, para mim, é muito óbvio. Os ERP Enterprise Resource Planning são sistemas de informações que visam a integrar todos os dados e processos de uma organização em um único sistema. É um tema ligado a conceitos como Sistemas de Informação, Sistemas Integrados de Gestão Empresarial, Business Inteligence, e práticas como mapeamento de processos da organização e de práticas de negócio. Sob um ponto de vista técnico, as ferramentas de ERP possuem camadas de aplicação que funcionam sobre camadas de banco de dados. Um ponto em comum às ferramentas de ERP é a utilização de uma base de dados integrada para toda a organização. Ao analisarmos os ERP, seja do ponto de vista negocial, relacionado aos processos da organização, seja do ponto de vista técnico, torna-se claro que tal conteúdo não foi previsto no programa de Informática deste certame. Não só o conceito de ERP não foi previsto, como também nenhum dos termos utilizados nas alternativas da questão encontram respaldo no programa do edital. Termos como estratégico e gerencial, claramente ligados à disciplina de Administração não guardam relação com o programa. Tampouco termos como transacional ou dimensional, muito embora afeitos à disciplina de Tecnologia da Informação, são capazes de extrair sua validade no programa de informática deste concurso. Caso se quisesse erroneamente argumentar que o trecho Procedimentos, aplicativos e dispositivos para armazenamento de dados e para realização de cópia de segurança (backup) pudesse englobar tecnologias e conceitos como ERP, transacional, dimensional, estratégico etc., dever-se-ia primeiramente notar que o trecho do programa em análise limita-se, de forma inequívoca, a procedimentos, aplicativos e dispositivos para, somente, armazenamento de dados. Seria extremamente desarrazoado querer que isso fosse extrapolado para complexas ferramentas de apoio à gestão organizacional.

6 Essa falta de previsão do edital fica ainda mais notória se analisarmos outros editais desta mesma banca, em ocasiões em que se procurou estender o conteúdo básico de Informática para que alcançasse conceitos referentes a Sistemas de Informações Gerenciais. Esse foi justamente o caso observado no edital do concurso para Agente Fiscal de Rendas do Estado de São Paulo (2006), onde se lê, dentro do conteúdo reservado à Informática: Planejamento Estratégico de Sistemas: análise do negócio e diagnóstico situacional. Levantamento de Necessidades de Informações. Metodologia de Especificação de Sistemas. Questões organizacionais e culturais que interferem com sistemas. Riscos e fatores críticos de sucesso em projetos de sistemas. Ciclo de vida de sistemas. Arquitetura de sistemas de informação. Se fosse lícito à Administração produzir editais imprecisos e, a partir deles, inserir questões de variados temas, estaria ela afrontando princípios fundamentais da Administração Pública. Um edital de concurso público deve ser tão objetivo quanto possível a fim de propiciar um tratamento justo e isonômico aos candidatos. Ademais, ao diminuir a objetividade esperada em um concurso público, a Administração afasta também, do cidadão, o direito de controle dos atos administrativos garantido pela Constituição Federal em seu art. 5º, inciso LXXIII. Por fim, ressalta-se que a jurisprudência do STF é pacífica no entendimento de que o edital é a lei do concurso e que, nesse sentido, obriga tanto a Administração quanto o candidato às regras nele previstas. Nesse sentido, citamos, a título de exemplo, o Recurso Extraordinário nº , de 21/06/2005, onde se lê: EMENTA: Concurso público: controle jurisdicional admissível, quando não se cuida de aferir da correção dos critérios da banca examinadora, na formulação das questões ou na avaliação das respostas, mas apenas de verificar que as questões formuladas não se continham no programa do certame, dado que o edital nele incluído o programa é a lei do concurso. Diante do exposto, venho requerer a anulação da questão em tela pela sua não previsão no programa do edital. Bem, é isso. Realmente está ficando difícil estudar para as provas da FCC. Boa sorte a todos e um forte abraço, Sérgio Bonifácio.

Módulo 4: Gerenciamento de Dados

Módulo 4: Gerenciamento de Dados Módulo 4: Gerenciamento de Dados 1 1. CONCEITOS Os dados são um recurso organizacional decisivo que precisa ser administrado como outros importantes ativos das empresas. A maioria das organizações não

Leia mais

Banco de Dados - Senado

Banco de Dados - Senado Banco de Dados - Senado Exercícios OLAP - CESPE Material preparado: Prof. Marcio Vitorino OLAP Material preparado: Prof. Marcio Vitorino Soluções MOLAP promovem maior independência de fornecedores de SGBDs

Leia mais

Nome: Login: CA: Cidade: UF CARTÃO RESPOSTA QUESTÃO RESPOSTA QUESTÃO RESPOSTA

Nome: Login: CA: Cidade: UF CARTÃO RESPOSTA QUESTÃO RESPOSTA QUESTÃO RESPOSTA ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS TURMA 2008 3º PERÍODO - 6º MÓDULO AVALIAÇÃO A3 DATA 09/07/2009 SISTEMAS EMPRESARIAIS Dados de identificação do Acadêmico: Nome: Login: CA: Cidade: UF CARTÃO RESPOSTA

Leia mais

Sistema. Atividades. Sistema de informações. Tipos de sistemas de informação. Everson Santos Araujo everson@everson.com.br

Sistema. Atividades. Sistema de informações. Tipos de sistemas de informação. Everson Santos Araujo everson@everson.com.br Sistema Tipos de sistemas de informação Everson Santos Araujo everson@everson.com.br Um sistema pode ser definido como um complexo de elementos em interação (Ludwig Von Bertalanffy) sistema é um conjunto

Leia mais

Roteiro da Biblioteca das Faculdades Coc Como Fazer Uma Pesquisa Teórica e Elaborar um Trabalho Acadêmico

Roteiro da Biblioteca das Faculdades Coc Como Fazer Uma Pesquisa Teórica e Elaborar um Trabalho Acadêmico Roteiro da Biblioteca das Faculdades Coc Como Fazer Uma Pesquisa Teórica e Elaborar um Trabalho Acadêmico Para realizar uma pesquisa que não se torne um grande sacrifício pelas dificuldades em encontrar

Leia mais

TÉCNICAS DE INFORMÁTICA WILLIAN FERREIRA DOS SANTOS

TÉCNICAS DE INFORMÁTICA WILLIAN FERREIRA DOS SANTOS TÉCNICAS DE INFORMÁTICA WILLIAN FERREIRA DOS SANTOS Vimos em nossas aulas anteriores: COMPUTADOR Tipos de computadores Hardware Hardware Processadores (CPU) Memória e armazenamento Dispositivos de E/S

Leia mais

Classificação dos Sistemas de Informação

Classificação dos Sistemas de Informação Sistemas de Informação Classificação dos Sistemas de Informação O que veremos? Estaremos examinando o tipo de sistema de informação Gerencial. Veremos também, outras classificações dos sistemas de informação.

Leia mais

Prova INSS RJ - 2007 cargo: Fiscal de Rendas

Prova INSS RJ - 2007 cargo: Fiscal de Rendas Prova INSS RJ - 2007 cargo: Fiscal de Rendas Material de Apoio de Informática - Prof(a) Ana Lucia 53. Uma rede de microcomputadores acessa os recursos da Internet e utiliza o endereço IP 138.159.0.0/16,

Leia mais

COMO ENVIAR AS CONTRIBUIÇÕES?

COMO ENVIAR AS CONTRIBUIÇÕES? FORMULÁRIO PARA ENVIO DE CONTRIBUIÇÃO AO APERFEIÇOAMENTO DO TEXTO DA PROPOSTA DE PROJETO DE LEI QUE ALTERA, REVOGA E ACRESCE DISPOSITIVOS DÀ LEI Nº 8.159, DE 1991, QUE DISPÕE SOBRE A POLÍTICA NACIONAL

Leia mais

PREGÃO ELETRÔNICO N. 35/2013

PREGÃO ELETRÔNICO N. 35/2013 PREGÃO ELETRÔNICO N. 35/2013 OBJETO: CONTRATAÇÃO DE SERVIÇO, PELO SISTEMA DE REGISTRO DE PREÇOS, DE ACESSOS À INTERNET SEM FIO, 3G OU SUPERIOR, BANDA LARGA, COM FORNECIMENTO DE MINI-MODEMS USB COM RESPECTIVOS

Leia mais

Olá Concursandos! Vou escolher uma dessas listadas acima para resolver.

Olá Concursandos! Vou escolher uma dessas listadas acima para resolver. Olá Concursandos! No artigo de hoje, vou tratar das taxas (taxas-serviço público, pois as taxaspoder de polícia vão ficar para outra oportunidade). É impressionante como esse ponto cai em concurso da ESAF!

Leia mais

FLUXO DE CAIXA: Módulo BI (Business Intelligence)

FLUXO DE CAIXA: Módulo BI (Business Intelligence) RELATÓRIO DE ESTÁGIO: Tânia Cristina Leite RA: 046567 Orientador: Prof. Dr. Aurelio Ribeiro Leite de Oliveira FLUXO DE CAIXA: Módulo BI (Business Intelligence) Universidade Estadual de Campinas Instituto

Leia mais

Região. Mais um exemplo de determinação

Região. Mais um exemplo de determinação O site Psicologia Nova publica a entrevista com Úrsula Gomes, aprovada em primeiro lugar no concurso do TRT 8 0 Região. Mais um exemplo de determinação nos estudos e muita disciplina. Esse é apenas o começo

Leia mais

Este trabalho visou a caracterização da utilização dos aplicativos APS pelas empresas.

Este trabalho visou a caracterização da utilização dos aplicativos APS pelas empresas. 6 Conclusão Este capítulo tem como objetivo a apresentação dos resultados diretos e indiretos deste trabalho. São apresentadas sugestões para futuras pesquisas sobre o tema aqui abordado. 6.1. Resultados

Leia mais

Discursivas do Cespe Tema específico: resposta fácil, organização complicada.

Discursivas do Cespe Tema específico: resposta fácil, organização complicada. Toque de Mestre 16 Discursivas do Cespe Tema específico: resposta fácil, organização complicada. Profa. Júnia Andrade Viana profajunia@gmail.com face: profajunia Autora do livro Redação para Concursos

Leia mais

Criação e uso da Inteligência e Governança do BI

Criação e uso da Inteligência e Governança do BI Criação e uso da Inteligência e Governança do BI Criação e uso da Inteligência e Governança do BI Governança do BI O processo geral de criação de inteligência começa pela identificação e priorização de

Leia mais

e-business A IBM definiu e-business como: GLOSSÁRIO

e-business A IBM definiu e-business como: GLOSSÁRIO Através do estudo dos sistemas do tipo ERP, foi possível verificar a natureza integradora, abrangente e operacional desta modalidade de sistema. Contudo, faz-se necessário compreender que estas soluções

Leia mais

Comentários de questões sobre COBIT na prova do CESPE. Olá servidores!

Comentários de questões sobre COBIT na prova do CESPE. Olá servidores! Comentários de questões sobre COBIT na prova do CESPE Olá servidores! Com o tão esperado edital do TCU vamos focar em resolução de exercícios e decidi compartilhar com vocês algumas questões. Preparados?

Leia mais

JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO

JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO JULGAMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO TERMO: FEITO: DECISÓRIO RECURSO ADMINISTRATIVO (Contra) REFERÊNCIA: PREGÃO ELETRÔNICO Nº 342/2009 RAZÕES: OBJETO: DESCLASSIFICAÇÃO Contratação de empresa especializada

Leia mais

Professor: Disciplina:

Professor: Disciplina: Professor: Curso: Esp. Marcos Morais de Sousa marcosmoraisdesousa@gmail.com Sistemas de informação Disciplina: Introdução a SI 19/04 Recursos e Tecnologias dos Sistemas de Informação Turma: 01º semestre

Leia mais

A importância da. nas Organizações de Saúde

A importância da. nas Organizações de Saúde A importância da Gestão por Informações nas Organizações de Saúde Jorge Antônio Pinheiro Machado Filho Consultor de Negócios www.bmpro.com.br jorge@bmpro.com.br 1. Situação nas Empresas 2. A Importância

Leia mais

COMENTÁRIOS DA PROVA AFTE-RS CARGO: AGENTE FISCAL DO TESOURO DO ESTADO. Olá pessoal,

COMENTÁRIOS DA PROVA AFTE-RS CARGO: AGENTE FISCAL DO TESOURO DO ESTADO. Olá pessoal, Olá pessoal, Neste ultimo domingo (15/11/2009) tivemos a prova para agente fiscal do tesouro do estado do Rio Grande do Sul, uma prova bastante complexa aplicada pela banca FUNDATEC. Vale a pena lembrar

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br Projeto básico nas licitações públicas. Lei nº 8.666/93: art. 6º, IX e X Airton Rocha Nóbrega* PLANEJANDO COMPRAS, SERVIÇOS E OBRAS Planejar a licitação constitui um dever inafastável

Leia mais

Nome: Login: CA: Cidade: UF CARTÃO RESPOSTA QUESTÃO RESPOSTA QUESTÃO RESPOSTA

Nome: Login: CA: Cidade: UF CARTÃO RESPOSTA QUESTÃO RESPOSTA QUESTÃO RESPOSTA ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS TURMA 2008 3º PERÍODO - 6º MÓDULO AVALIAÇÃO A1 DATA 28/05/2009 SISTEMAS EMPRESARIAIS Dados de identificação do Acadêmico: Nome: Login: CA: Cidade: UF CARTÃO RESPOSTA

Leia mais

ARQUITETURA DE COMPUTADORES - 1866

ARQUITETURA DE COMPUTADORES - 1866 6.7 Operações com as Memórias: Já sabemos, conforme anteriormente citado, que é possível realizar duas operações em uma memória: Escrita (write) armazenar informações na memória; Leitura (read) recuperar

Leia mais

Apresentação, xix Prefácio à 8a edição, xxi Prefácio à 1a edição, xxiii. Parte I - Empresa e Sistemas, 1

Apresentação, xix Prefácio à 8a edição, xxi Prefácio à 1a edição, xxiii. Parte I - Empresa e Sistemas, 1 Apresentação, xix Prefácio à 8a edição, xxi Prefácio à 1a edição, xxiii Parte I - Empresa e Sistemas, 1 1 SISTEMA EMPRESA, 3 1.1 Teoria geral de sistemas, 3 1.1.1 Introdução e pressupostos, 3 1.1.2 Premissas

Leia mais

DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO - DAD COORDENAÇÃO GERAL DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS CGADM COORDENAÇÃO DE INFRAESTRUTURA COINF SERVIÇO DE LICITAÇÃO - SELIC

DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO - DAD COORDENAÇÃO GERAL DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS CGADM COORDENAÇÃO DE INFRAESTRUTURA COINF SERVIÇO DE LICITAÇÃO - SELIC DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO - DAD COORDENAÇÃO GERAL DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS CGADM COORDENAÇÃO DE INFRAESTRUTURA COINF SERVIÇO DE LICITAÇÃO - SELIC Brasília, 20 de fevereiro de 2009. Ref.: Processo n

Leia mais

Análise do Edital AFRFB 2014

Análise do Edital AFRFB 2014 Análise do Edital AFRFB 2014 Olá amigos concurseiros, Hoje (dia 10/03/2014) saiu o edital para o concurso de AUDITOR FISCAL DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL (AFRFB). Serão 278 vagas. Entretanto, já sabemos

Leia mais

Roteiro para se fazer uma boa pesquisa e elaborar um trabalho acadêmico

Roteiro para se fazer uma boa pesquisa e elaborar um trabalho acadêmico Roteiro para se fazer uma boa pesquisa e elaborar um trabalho acadêmico Para realizar uma pesquisa que não se torne um grande sacrifício pelas dificuldades em encontrar as informações, antes é preciso

Leia mais

SAD orientado a DADOS

SAD orientado a DADOS Universidade do Contestado Campus Concórdia Curso de Sistemas de Informação Prof.: Maico Petry SAD orientado a DADOS DISCIPLINA: Sistemas de Apoio a Decisão SAD orientado a dados Utilizam grandes repositórios

Leia mais

Professor: Disciplina:

Professor: Disciplina: Professor: Curso: Esp. Marcos Morais de Sousa marcosmoraisdesousa@gmail.com Sistemas de informação Disciplina: Introdução a SI Noções de sistemas de informação Turma: 01º semestre Prof. Esp. Marcos Morais

Leia mais

CURSO ON-LINE PROFESSOR: VÍTOR MENEZES

CURSO ON-LINE PROFESSOR: VÍTOR MENEZES Caríssimos. Recebi muitos e-mails pedindo ajuda com eventuais recursos para as provas do BACEN. Em raciocínio lógico, eu não vi possibilidade de recursos, apesar de achar que algumas questões tiveram o

Leia mais

CÓDIGO CRÉDITOS PERÍODO PRÉ-REQUISITO TURMA ANO INTRODUÇÃO

CÓDIGO CRÉDITOS PERÍODO PRÉ-REQUISITO TURMA ANO INTRODUÇÃO PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS ESCOLA DE GESTÃO E NEGÓCIOS CURSO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS, ADMINISTRAÇÃO E ECONOMIA DISCIPLINA: ESTRUTURA E ANÁLISE DE CUSTO CÓDIGO CRÉDITOS PERÍODO PRÉ-REQUISITO

Leia mais

Como estudar jurisprudência visando à preparação para concursos públicos

Como estudar jurisprudência visando à preparação para concursos públicos Como estudar jurisprudência visando à preparação para concursos públicos Uma grande dúvida dos candidatos acerca da sistematização da preparação para concursos públicos diz respeito a como estudar jurisprudência

Leia mais

Notas da Aula 15 - Fundamentos de Sistemas Operacionais

Notas da Aula 15 - Fundamentos de Sistemas Operacionais Notas da Aula 15 - Fundamentos de Sistemas Operacionais 1. Software de Entrada e Saída: Visão Geral Uma das tarefas do Sistema Operacional é simplificar o acesso aos dispositivos de hardware pelos processos

Leia mais

Olá, pessoal. Prontos? Então vamos!

Olá, pessoal. Prontos? Então vamos! 1 Olá, pessoal. Meu nome é Claudenir Brito Pereira, sou Analista de Finanças e Controle da Controladoria-Geral da União, atualmente lotado na assessoria do Secretário Federal de Controle Interno, em Brasília.

Leia mais

NOÇÕES DE INFORMÁTICA Agente de Polícia Federal 2012

NOÇÕES DE INFORMÁTICA Agente de Polícia Federal 2012 NOÇÕES DE INFORMÁTICA Agente de Polícia Federal 2012 SUMÁRIO UNIDADE 1 Conceitos básicos e modos de utilização de tecnologias, ferramentas, aplicativos e procedimentos de informática 1.1 Tipos de computadores

Leia mais

Construção de um Sistema de Informações Estratégicas, Integrando Conhecimento, Inteligência e Estratégia.

Construção de um Sistema de Informações Estratégicas, Integrando Conhecimento, Inteligência e Estratégia. Construção de um Sistema de Informações Estratégicas, Integrando Conhecimento, Inteligência e Estratégia. Introdução Sávio Marcos Garbin Considerando-se que no contexto atual a turbulência é a normalidade,

Leia mais

Impetrante: Sindicato Nacional das Empresas de Arquitetura e Engenharia Consultiva - SINAENCO S E N T E N Ç A

Impetrante: Sindicato Nacional das Empresas de Arquitetura e Engenharia Consultiva - SINAENCO S E N T E N Ç A CLASSE Nº 2200 MANDADO DE SEGURANÇA INDIVIDUAL Impetrante: Sindicato Nacional das Empresas de Arquitetura e Engenharia Consultiva - SINAENCO Impetrado: Pregoeira das Centrais Elétricas de Rondônia CERON

Leia mais

Prof. Lucas Santiago

Prof. Lucas Santiago Classificação e Tipos de Sistemas de Informação Administração de Sistemas de Informação Prof. Lucas Santiago Classificação e Tipos de Sistemas de Informação Sistemas de Informação são classificados por

Leia mais

RELATOR - CONSELHEIRO ANTONIO ROQUE CITADINI 34ª SESSÃO ORDINÁRIA DO TRIBUNAL PLENO, DIA 09/12/2009 EXAME PRÉVIO MUNICIPAL VOTO

RELATOR - CONSELHEIRO ANTONIO ROQUE CITADINI 34ª SESSÃO ORDINÁRIA DO TRIBUNAL PLENO, DIA 09/12/2009 EXAME PRÉVIO MUNICIPAL VOTO RELATOR - CONSELHEIRO ANTONIO ROQUE CITADINI 34ª SESSÃO ORDINÁRIA DO TRIBUNAL PLENO, DIA 09/12/2009 EXAME PRÉVIO MUNICIPAL VOTO Processos: TC 34.895/026/09 e TC 35.380/026/09. Representantes: Cheiro Verde

Leia mais

Gabarito 1: Gabarito 2: Gabarito 3: Gabarito 4: 87 B 90 B 65 B 65 B PARECER

Gabarito 1: Gabarito 2: Gabarito 3: Gabarito 4: 87 B 90 B 65 B 65 B PARECER Prova Objetiva Disciplina: D6 - DIREITO EMPRESARIAL Gabarito 1: Gabarito 2: Gabarito 3: Gabarito 4: 87 B 90 B 65 B 65 B PARECER Primeiramente, ressalta-se que boa parte dos recursos interpostos pelos candidatos

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS

SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS 1 SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS John F. Eichstaedt, Toni Édio Degenhardt Professora: Eliana V. Jaeger RESUMO: Este artigo mostra o que é um SIG (Sistema de Informação gerencial) em uma aplicação prática

Leia mais

Planejamento Estratégico de TI. Prof.: Fernando Ascani

Planejamento Estratégico de TI. Prof.: Fernando Ascani Planejamento Estratégico de TI Prof.: Fernando Ascani Data Warehouse - Conceitos Hoje em dia uma organização precisa utilizar toda informação disponível para criar e manter vantagem competitiva. Sai na

Leia mais

DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO - DAD COORDENAÇÃO GERAL DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS CGADM COORDENAÇÃO DE INFRA-ESTRUTURA COINF SERVIÇO DE LICITAÇÃO - SELIC

DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO - DAD COORDENAÇÃO GERAL DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS CGADM COORDENAÇÃO DE INFRA-ESTRUTURA COINF SERVIÇO DE LICITAÇÃO - SELIC DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO - DAD COORDENAÇÃO GERAL DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS CGADM COORDENAÇÃO DE INFRA-ESTRUTURA COINF SERVIÇO DE LICITAÇÃO - SELIC Of. n.º 319/2009 Brasília, 11 de maio de 2009. Ref.:

Leia mais

Capacidade = 512 x 300 x 20000 x 2 x 5 = 30.720.000.000 30,72 GB

Capacidade = 512 x 300 x 20000 x 2 x 5 = 30.720.000.000 30,72 GB Calculando a capacidade de disco: Capacidade = (# bytes/setor) x (méd. # setores/trilha) x (# trilhas/superfície) x (# superfícies/prato) x (# pratos/disco) Exemplo 01: 512 bytes/setor 300 setores/trilha

Leia mais

Informática para Concursos 1 leitejuniorbr@yahoo.com.br

Informática para Concursos 1 leitejuniorbr@yahoo.com.br QUESTÕES TRE / TJ FCC 2007 CARGO: TÉCNICO JUDICIÁRIO ÁREA QUESTÃO 11 -. Com relação a hardware, é correto afirmar que: (A) Computadores com placas-mãe alimentadas por fontes ATX suportam o uso do comando

Leia mais

Unidade 13: Paralelismo:

Unidade 13: Paralelismo: Arquitetura e Organização de Computadores 1 Unidade 13: Paralelismo: SMP e Processamento Vetorial Prof. Daniel Caetano Objetivo: Apresentar os conceitos fundamentais da arquitetura SMP e alguns detalhes

Leia mais

BUSINESS INTELLIGENCE, O ELEMENTO CHAVE PARA O SUCESSO DAS ORGANIZAÇÕES.

BUSINESS INTELLIGENCE, O ELEMENTO CHAVE PARA O SUCESSO DAS ORGANIZAÇÕES. Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão, Presidente Prudente, 22 a 25 de outubro, 2012 88 BUSINESS INTELLIGENCE, O ELEMENTO CHAVE PARA O SUCESSO DAS ORGANIZAÇÕES. Andrios Robert Silva Pereira, Renato Zanutto

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAIS

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAIS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GERENCIAIS O PODER DA INFORMAÇÃO Tem PODER quem toma DECISÃO Toma DECISÃO correta quem tem SABEDORIA Tem SABEDORIA quem usa CONHECIMENTO Tem CONHECIMENTO quem possui INFORMAÇÃO (Sem

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE 2014

PROJETO DE LEI Nº, DE 2014 PROJETO DE LEI Nº, DE 2014 (Do Sr. Arthur Oliveira Maia) Altera a redação do art. 3º da Lei nº 8.650, de 20 de abril de 1993, para suprimir qualquer restrição ou preferência legal na contratação de treinador

Leia mais

EN1002 Engenharia Unificada I. FORMAÇÃO DE EQUIPES Centro de Engenharia, Modelagem e Ciências Sociais Aplicadas

EN1002 Engenharia Unificada I. FORMAÇÃO DE EQUIPES Centro de Engenharia, Modelagem e Ciências Sociais Aplicadas EN1002 Engenharia Unificada I FORMAÇÃO DE EQUIPES Centro de Engenharia, Modelagem e Ciências Sociais Aplicadas Conteúdo da Apresentação Formas de comunicação em Projetos de Engenharia (PE) Interpretação

Leia mais

Tecnologia da Informação. Sistema Integrado de Gestão ERP ERP

Tecnologia da Informação. Sistema Integrado de Gestão ERP ERP Tecnologia da Informação. Sistema Integrado de Gestão ERP Prof: Edson Thizon ethizon@gmail.com O que é TI? TI no mundo dos negócios Sistemas de Informações Gerenciais Informações Operacionais Informações

Leia mais

Sistema Integrado de Gestão ERP. Prof: Edson Thizon ethizon@gmail.com

Sistema Integrado de Gestão ERP. Prof: Edson Thizon ethizon@gmail.com Sistema Integrado de Gestão ERP Prof: Edson Thizon ethizon@gmail.com Tecnologia da Informação. O que é TI? TI no mundo dos negócios Sistemas de Informações Gerenciais Informações Operacionais Informações

Leia mais

Tecnologia Aplicada à Gestão

Tecnologia Aplicada à Gestão Tecnologia Aplicada à Gestão Parte 4 Aula 11 Fundamentos de SI Prof. Walteno Martins Parreira Jr www.waltenomartins.com.br Introdução O que são e para que servem os Sistemas de Suporte Gerencial? Como

Leia mais

ADM041 / EPR806 Sistemas de Informação

ADM041 / EPR806 Sistemas de Informação ADM041 / EPR806 Sistemas de Informação UNIFEI Universidade Federal de Itajubá Prof. Dr. Alexandre Ferreira de Pinho 1 Componentes de uma empresa Organizando uma empresa: funções empresariais básicas Funções

Leia mais

Tópicos Avançados Business Intelligence. Banco de Dados Prof. Otacílio José Pereira. Unidade 10 Tópicos Avançados Business Inteligence.

Tópicos Avançados Business Intelligence. Banco de Dados Prof. Otacílio José Pereira. Unidade 10 Tópicos Avançados Business Inteligence. Tópicos Avançados Business Intelligence Banco de Dados Prof. Otacílio José Pereira Unidade 10 Tópicos Avançados Business Inteligence Roteiro Introdução Níveis organizacionais na empresa Visão Geral das

Leia mais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais

Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Capítulo 3: Sistemas de Apoio Gerenciais Colaboração nas Empresas SPT SIG Aplicações Empresariais Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos,

Leia mais

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG

Sistemas Empresariais. Capítulo 3: Sistemas de Negócios. Colaboração SPT SIG Capítulo 3: Sistemas de Negócios Colaboração SPT SIG Objetivos do Capítulo Explicar como os SI empresariais podem apoiar as necessidades de informação de executivos, gerentes e profissionais de empresas.

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE DADOS

ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE DADOS Capítulo 7 ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS DE DADOS 7.1 2003 by Prentice Hall OBJETIVOS Por que as empresas sentem dificuldades para descobrir que tipo de informação precisam ter em seus sistemas de informação?

Leia mais

MPU 2010 CESPE. Série Provas Comentadas. Cargo 25 Analista de Desenvolvimento de Sistemas

MPU 2010 CESPE. Série Provas Comentadas. Cargo 25 Analista de Desenvolvimento de Sistemas http://rogerioaraujo.wordpress.com Série Provas Comentadas CESPE MPU 2010 Cargo 25 Analista de Desenvolvimento de Sistemas Conceitos de Governança de TI e Escritório de Projetos Rogério Araújo http://rogerioaraujo.wordpress.com

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA Controladoria-Geral da União Ouvidoria-Geral da União

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA Controladoria-Geral da União Ouvidoria-Geral da União NOTA TÉCNICA /2012/OGU/CGU-PR Referência: 23480.015966/2012-33 Assunto: Recurso do art. 23 do Decreto n.º 7.724/2012, referente ao pedido de acesso à informação feito à Universidade Federal do Rio de Janeiro

Leia mais

FAQ Escrita de Cases

FAQ Escrita de Cases FAQ Escrita de Cases 1. Sobre o que escrever um case e com qual foco? Sua EJ poderá escrever cases de sucesso ou insucesso que tenha trazido muito aprendizado e superação, ou seja, cases distintos da realidade

Leia mais

SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS DO TOCANTINS EDITAL PREGÃO PRESENCIAL 008/2015 ASSUNTO:

SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS DO TOCANTINS EDITAL PREGÃO PRESENCIAL 008/2015 ASSUNTO: SERVIÇO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS DO TOCANTINS EDITAL PREGÃO PRESENCIAL 008/2015 ASSUNTO: Impugnação ao Edital oferecida pela empresa QATIVE TECNOLOGIA E EVENTOS LTDA. DECISÃO DA COMISSÃO PERMANENTE

Leia mais

REMATRÍCULA 2015.1 PERGUNTAS E RESPOSTAS

REMATRÍCULA 2015.1 PERGUNTAS E RESPOSTAS 1. Qual o período em que ocorrerá o REMOL Rematrícula Online? R: O REMOL ocorrerá do dia 26/01 ao dia 30/01. 2. Qual o período em que ocorrerá o ROL Requerimento Online? R: O ROL ocorrerá do dia 02/02

Leia mais

Estudo de Caso. Cliente: Rafael Marques. Coach: Rodrigo Santiago. Duração do processo: 12 meses

Estudo de Caso. Cliente: Rafael Marques. Coach: Rodrigo Santiago. Duração do processo: 12 meses Estudo de Caso Cliente: Rafael Marques Duração do processo: 12 meses Coach: Rodrigo Santiago Minha idéia inicial de coaching era a de uma pessoa que me ajudaria a me organizar e me trazer idéias novas,

Leia mais

Terminada a fase de lances, o item 04 do pregão eletrônico apresentou a seguinte classificação:

Terminada a fase de lances, o item 04 do pregão eletrônico apresentou a seguinte classificação: São João del-rei, 23 de outubro de 2014. Processo: 23122.103528/2014-62 Pregão Eletrônico: 104/2014 Assunto: Decisão Recurso Administrativo 1 PRELIMINARMENTE Vistos e examinados os autos do processo licitatório

Leia mais

APLICATIVOS CORPORATIVOS

APLICATIVOS CORPORATIVOS Sistema de Informação e Tecnologia FEQ 0411 Prof Luciel Henrique de Oliveira luciel@uol.com.br Capítulo 3 APLICATIVOS CORPORATIVOS PRADO, Edmir P.V.; SOUZA, Cesar A. de. (org). Fundamentos de Sistemas

Leia mais

DATA WAREHOUSE. Introdução

DATA WAREHOUSE. Introdução DATA WAREHOUSE Introdução O grande crescimento do ambiente de negócios, médias e grandes empresas armazenam também um alto volume de informações, onde que juntamente com a tecnologia da informação, a correta

Leia mais

A evolução da tecnologia da informação nos últimos 45 anos

A evolução da tecnologia da informação nos últimos 45 anos A evolução da tecnologia da informação nos últimos 45 anos Denis Alcides Rezende Do processamento de dados a TI Na década de 1960, o tema tecnológico que rondava as organizações era o processamento de

Leia mais

Tecnologia da Informação

Tecnologia da Informação Tecnologia da Informação Gestão Organizacional da Logística Sistemas de Informação Sistemas de informação ERP - CRM O que é ERP Os ERPs em termos gerais, são uma plataforma de software desenvolvida para

Leia mais

PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO Nº 55000.000886/2012-25 PREGÃO ELETRÔNICO Nº 03/2012 RESPOSTA À RECURSO ELETRÔNICO

PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO Nº 55000.000886/2012-25 PREGÃO ELETRÔNICO Nº 03/2012 RESPOSTA À RECURSO ELETRÔNICO MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO SUBSECRETARIA DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E ADMINISTRAÇÃO COORDENAÇÃO GERAL DE ADMINISTRAÇÃO E RECURSOS HUMANOS COORDENAÇÃO DE LICITAÇÕES E CONTRATOS PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO

Leia mais

ARQUITETURA DE COMPUTADORES - 1866

ARQUITETURA DE COMPUTADORES - 1866 6.9 Memória Cache: A memória cache é uma pequena porção de memória inserida entre o processador e a memória principal, cuja função é acelerar a velocidade de transferência das informações entre a CPU e

Leia mais

Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo Autarquia Federal Lei nº 3.268/57

Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo Autarquia Federal Lei nº 3.268/57 Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo Autarquia Federal Lei nº 3.268/57 CONSULTA nº 110.469/11 Assunto: paciente menor, genitores separados, fornecimento prontuário Relator: Laide Helena

Leia mais

Processadores clock, bits, memória cachê e múltiplos núcleos

Processadores clock, bits, memória cachê e múltiplos núcleos Processadores clock, bits, memória cachê e múltiplos núcleos Introdução Os processadores (ou CPUs, de Central Processing Unit) são chips responsáveis pela execução de cálculos, decisões lógicas e instruções

Leia mais

Empresa de Informática e Informação do Município de Belo Horizonte S/A PRODABEL

Empresa de Informática e Informação do Município de Belo Horizonte S/A PRODABEL Empresa de Informática e Informação do Município de Belo Horizonte S/A PRODABEL Diretoria de Sistema - DS Superintendência de Arquitetura de Sistemas - SAS Gerência de Arquitetura de Informação - GAAS

Leia mais

UNIMEP MBA em Gestão e Negócios

UNIMEP MBA em Gestão e Negócios UNIMEP MBA em Gestão e Negócios Módulo: Sistemas de Informações Gerenciais Aula 3 TI com foco nos Negócios: Áreas envolvidas (Parte I) Flávio I. Callegari O perfil do profissional de negócios Planejamento

Leia mais

Aprender a Distância na Previdência

Aprender a Distância na Previdência Relatório de Encerramento Aprender a Distância na Previdência (ADP-001-09) Brasília, 05 de março de 2009. 1 1. Identificação: Curso: Aprender a distância na Previdência Descrição do curso: Módulo introdutório

Leia mais

COMO FORMATAR MONOGRAFIA E TCC

COMO FORMATAR MONOGRAFIA E TCC TEXTO COMPLEMENTAR AULA 2 (15/08/2011) CURSO: Serviço Social DISCIPLINA: ORIENTAÇÕES DE TCC II - 8º Período - Turma 2008 PROFESSORA: Eva Ferreira de Carvalho Caro acadêmico, na Aula 2, você estudará Áreas

Leia mais

Recurso contra aplicação de multa cominatória

Recurso contra aplicação de multa cominatória PARA: GEA-2 DE: Paulo Portinho RA/CVM/SEP/GEA-2/Nº 105/2015 DATA: 22/06/2015 ASSUNTO: Recurso contra aplicação de multa cominatória CIA. INDL. SCHLOSSER S.A. Processo CVM nº 2014-14745 1. Senhor Superintendente,

Leia mais

COMO INVESTIR PARA GANHAR DINHEIRO

COMO INVESTIR PARA GANHAR DINHEIRO COMO INVESTIR PARA GANHAR DINHEIRO Por que ler este livro? Você já escutou histórias de pessoas que ganharam muito dinheiro investindo, seja em imóveis ou na Bolsa de Valores? Após ter escutado todas essas

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS Acerca dos conceitos básicos de gerenciamento de projetos e considerando o PMBOK, julgue os itens a seguir. 51 No gerenciamento de um projeto, deve-se utilizar não apenas as ferramentas

Leia mais

Para a citação deste material como referência, favor seguir conforme abaixo:

Para a citação deste material como referência, favor seguir conforme abaixo: Para a citação deste material como referência, favor seguir conforme abaixo: ALVARELI, Luciani Vieira Gomes. Novo roteiro para elaboração do projeto de trabalho de graduação. Cruzeiro: Centro Paula Souza,

Leia mais

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO As respostas das atividades deverão ser mais simples e completas possíveis e baseadas nas aulas (vídeo-aula). Acrescentei mais informações para servirem de material de apoio aos estudos para avaliações

Leia mais

Considerando-se a expressão trigonométrica x = 1 + cos 30, um dos possíveis produtos que a representam é igual a

Considerando-se a expressão trigonométrica x = 1 + cos 30, um dos possíveis produtos que a representam é igual a Comentadas pelo professor: Vinicius Werneck Raciocínio Lógico 1- Prova: ESAF - 2012 - Receita Federal - Auditor Fiscal da Receita Federal Sabendo-se que o conjunto X é dado por X = {x R x² 9 = 0 ou 2x

Leia mais

Pagamento Direto a Subcontratados em Empreitada de Obra Pública

Pagamento Direto a Subcontratados em Empreitada de Obra Pública Pagamento Direto a Subcontratados em Empreitada de Obra Pública Antônio Carlos Cintra do Amaral Indaga-me a Consulente se pode estabelecer, em contrato de empreitada para execução de obras e serviços em

Leia mais

Universidade Federal de Alagoas Campus Arapiraca Curso de Administração Pública QUESTIONÁRIO SUPLEMENTAR 01

Universidade Federal de Alagoas Campus Arapiraca Curso de Administração Pública QUESTIONÁRIO SUPLEMENTAR 01 Universidade Federal de Alagoas Campus Arapiraca Curso de Administração Pública Sistemas de Informação Gerenciais 2º Período 2013.2 QUESTIONÁRIO SUPLEMENTAR 01 FCC - 2013 - Banco do Brasil - Escriturário

Leia mais

Sugestão de Roteiro para Elaboração de Monografia de TCC

Sugestão de Roteiro para Elaboração de Monografia de TCC Sugestão de Roteiro para Elaboração de Monografia de TCC Sugerimos, para elaborar a monografia de TCC (Trabalho de Conclusão de Curso), que o aluno leia atentamente essas instruções. Fundamentalmente,

Leia mais

Requisitos de Software. Requisitos de Software. Requisitos de Software. Requisitos de Software. Requisitos de Software. Requisitos de Software

Requisitos de Software. Requisitos de Software. Requisitos de Software. Requisitos de Software. Requisitos de Software. Requisitos de Software INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE Curso Técnico em Informática ENGENHARIA DE SOFTWARE Prof.: Clayton Maciel Costa clayton.maciel@ifrn.edu.br Clayton Maciel Costa

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA DIRETORIA DE INFORMÁTICA

TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA DIRETORIA DE INFORMÁTICA Parecer.DIN 115/07 TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA PROCESSO: ELC 07/00634860 UNIDADE GESTORA: RESPONSÁVEL: ASSUNTO: CELESC DISTRIBUIÇÃO S.A. EDUARDO PINHO MOREIRA Contratação de empresa

Leia mais

CONCORRÊNCIA Nº 001/2013 RESPOSTA 06 AOS QUESTIONAMENTOS DA LICITANTE

CONCORRÊNCIA Nº 001/2013 RESPOSTA 06 AOS QUESTIONAMENTOS DA LICITANTE CONCORRÊNCIA Nº 001/2013 RESPOSTA 06 AOS QUESTIONAMENTOS DA LICITANTE 1. Questionamento: Gostaríamos de saber se nas peças layoutadas, que serão apresentadas em pranchas de até no máximo 42 X 30cm para

Leia mais

EXPERIÊNCIA DE USO DE ARQUITETURA CORPORATIVA NO PROJETO DE RES

EXPERIÊNCIA DE USO DE ARQUITETURA CORPORATIVA NO PROJETO DE RES EXPERIÊNCIA DE USO DE ARQUITETURA CORPORATIVA NO PROJETO DE RES Rigoleta Dutra Mediano Dias 1, Lívia Aparecida de Oliveira Souza 2 1, 2 CASNAV, MARINHA DO BRASIL, MINISTÉRIO DA DEFESA, BRASIL Resumo: Este

Leia mais

A R P O BPMN++ MODELER KLUG PROCESSO PARA DOWNLOAD E INSTALAÇÃO VERSÃO FREEWARE. Verificar requisitos para instalação. Testar instalação do software

A R P O BPMN++ MODELER KLUG PROCESSO PARA DOWNLOAD E INSTALAÇÃO VERSÃO FREEWARE. Verificar requisitos para instalação. Testar instalação do software A R P O KLUG BPMN++ MODELER PROCESSO PARA DOWNLOAD E INSTALAÇÃO VERSÃO FREEWARE Verificar requisitos para instalação Iniciar procedimento de instalação Executar procedimento de instalação Efetuar primeiro

Leia mais

Disciplina: Introdução à Informática Profª Érica Barcelos

Disciplina: Introdução à Informática Profª Érica Barcelos Disciplina: Introdução à Informática Profª Érica Barcelos CAPÍTULO 4 1. ARQUITETURA DO COMPUTADOR- HARDWARE Todos os componentes físicos constituídos de circuitos eletrônicos interligados são chamados

Leia mais

EXAME PRÉVIO DE EDITAL

EXAME PRÉVIO DE EDITAL Expediente: TC-040248/026/11 Representante: Galvão Engenharia S.A. Advogados: Caio Mário da Silva Pereira Neto (OAB/SP nº. 163.211), Joaquim Nogueira Porto Moraes (OAB/SP 163.267), Mateus Piva Adami (OAB/SP

Leia mais

Seminário Sobre Reunir Registros

Seminário Sobre Reunir Registros Seminário Sobre Reunir Registros Esta lição e seus recursos de aprendizado podem ser usados para preparar um seminário de três a quatro horas sobre preparar, reunir, processar e entregar os registros a

Leia mais

Autores: Alex Nakanishi Carolina Horonato Henrique dos Santos Thiago Araújo PAPÉIS DE TRABALHO

Autores: Alex Nakanishi Carolina Horonato Henrique dos Santos Thiago Araújo PAPÉIS DE TRABALHO Autores: Alex Nakanishi Carolina Horonato Henrique dos Santos Thiago Araújo PAPÉIS DE TRABALHO Introdução O auditor tem o dever de documentar, através de papéis de trabalho, todos os elementos significativos

Leia mais

Metodologia de Desenvolvimento de Sistemas

Metodologia de Desenvolvimento de Sistemas Metodologia de Desenvolvimento de Sistemas Aula 1 Ementa Fases do Ciclo de Vida do Desenvolvimento de Software, apresentando como os métodos, ferramentas e procedimentos da engenharia de software, podem

Leia mais