Modelos de Desenvolvimento Agropecuário do Cerrado Brasileiro. Paulo César Nogueira Assessor da Secretaria de Relações Internacionais Embrapa

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Modelos de Desenvolvimento Agropecuário do Cerrado Brasileiro. Paulo César Nogueira Assessor da Secretaria de Relações Internacionais Embrapa"

Transcrição

1 Modelos de Desenvolvimento Agropecuário do Cerrado Brasileiro Paulo César Nogueira Assessor da Secretaria de Relações Internacionais Embrapa

2 BRASIL SAFRA CRESCIMENTO DE 50% NOS ÚLTIMOS 10 ANOS Emprego milhões CRÉDITO bilhões de reais (1/3) PRODUÇÃO milhões de toneladas EXPORTAÇÃO ,5 bilhões de dolares VALOR BRUTO DA PRODUÇÃO bilhões de reais LIDER DE EXPORTAÇÃO café açúcar etanol suco de laranja carne de frango

3 CERRADO Área : KM² 22% DO TERRITÓRIO Estados: GO, TO, MT, MS, MG, BA, MA, PI, RO, PR, SP, DF, AP, RR, AM. Biodiversidade: espécies de plantas 199 espécies de mamíferos 237 espécies de aves PECUÁRIA AGRICULTURA (SUL/NORTE) ILPF PRINCIPAL DESAFIO: INVESTIMENTOS EM INFRAESTRUTURA RESULTADO DA AGRICULTURA: 23% DO PIB BRASIL 50% INCLUINDO AGROINDÚSTRIA

4 COOPERAÇÃO JAPONESA COOPERAÇÃO AMERICANA COOPERAÇÃO EUROPÉIA BRASIL POLÍTICA INDÚSTRIAL Máquinas e implementos crédito POLÍTICA AGRÍCOLA CERRADO BRASILEIRO

5 A agricultura no Brasil Ministério da Agricultura Embrapa pesquisa agropecuária -Embrater assistência Técnica e extensão rural -CFP financiamento da produção -COBAL distribuição de alimentos -CIBRAZEM armazenamento de grãos -INCRA regularização fundiária -IBDF meio ambiente e reflorestamento -BNCC credito cooperativas -SUDEPE piscicultura pesca -INMET meteorologia Ministério da Indústria e Comercio Ministério da Fazenda -IBC café - CEPLAC cacau -IAA açúcar e álcool -SUDHEVEA seringueira ORÇAMENTO: CR$ ,00 0,98% DA LOA

6 POLÍTICAS/ PROGRAMAS DE APOIO À AGRICULTURA CONDEPE - pecuária POLOCENTRO agricultura PRODECER colonização via cooperativas INCENTIVO FISCAL - floresta plantada/pesca CREDITO RURAL conta movimento do BB

7 CONDEPE- Conselho Nacional de Desenvolvimento da Pecuária Criado com recursos do Banco Mundial, alocados no FUNDEPE. Estabeleceu a política de desenvolvimento da pecuária através da aprovação e assistência técnica à projetos de pecuária(infraestrutura, máquinas, veículos e aviões). Impulsionou técnicas de formação de pastagens, melhoria genética e crescimento do rebanho. Polo Centro Programa de Desenvolvimento do Cerrado De 1975 a Transformou terras impróprias ao cultivo em região produtiva, através de projetos de investimentos em máquinas e equipamentos, infraestrutura, armazenamento, correção do solo e adoção de novas tecnologias (kit cerrado)que permitiram a modernização da região e a valorização das terras. Criticado pela exclusão dos pequenos produtores.

8 PRODECER Programa Nipo-Brasileiro para o Desenvolvimento dos Cerrados De 1974 a Financiamento japonês para o desenvolvimento do Cerrado em ano de frustração de safra americana de soja. Criada a CPA-CAMPO, empresa coordenadora da implantação de 21 projetos de colonização com cooperativas das mais estruturadas do País, assentando758 médios agricultores que não dispunham de terra própria, em uma área de ha. Os projetos se transformaram em polos de uso de tecnologia inovadora. INCENTIVO FISCAL Lei de 02/09/1966 Esse benefício durou 23 anos, de 1965 a Os recursos empregados em projetos de reflorestamento e florestamento podiam ser descontados das Declarações de Imposto de Renda de P.F. e P.J., até 50% do valor devido quando aplicados em projetos aprovados pelo IBDF/M.A.. O investidor depositava os recursos no B. do Brasil e recebia os Certificados de Investimentos para aplicação no projeto que desejava investir, através de leilão, recebendo os Certificados de Participação no Reflorestamento. Foi muito utilizado por empresas em projetos próprios e S.P.E. como captadoras de recursos.

9 SISTEMA NACIONAL DE CRÉDITO RURAL Implantado em 1964, teve três fases. A 1ª fase foi até 1980 foi marcada pela criação da conta movimento do Banco do Brasil em 1970, taxas de juros fixas e aumento da inflação que levou a um subsídio indireto. A 2ª fase pela extinção da conta movimento, maior atuação do BNDES, criação do PRONAF e da Poupança Rural e a securitização de dívidas foi até A 3ª fase com a criação da CPR Financeira - Cédula de Produto Rural, MODERFROTA, MODERINFRA, novas modalidades contratuais e quatro consecutivos programas de Renegociação de Dividas (endividamento dos agricultores junto aos Bancos).

10 POLÍTICAS E PROGRAMAS ESTABELECERAM REGRAS CLARAS E VIABILIZARAM CRÉDITO PARA O PRODUTOR RURAL INVESTIR NAS NOVAS FRONTEIRAS AGRÍCOLAS, MOTIVADO PELA PERSPECTIVA DE UM BOM NEGÓCIO.

11 Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Embrapa CONAB CEPLAC INMET ORÇAMENTO: MAPA R$ 9,19 BILHÕES MDA R$ 4,73 BILHÕES + M. Pesca R$ 0,24 BILHÃO M. Ambiente R$ 4,38 BILHÕES TOTAL R$ 18,4 BILHÕES 0,81% da LOA Funções agrupadas, órgãos extintos e atividades entregues ao setor privado e criação de novos Ministérios. ex. café, borracha, laranja, açúcar e álcool... ATIVIDADE PRINCIPAL HOJE: DEFESA AGROPECUÁRIA

12 POLÍTICA AGRÍCOLA - Zoneamento Agrícola reduz risco climático. - Seguro Rural premio subsidiado. - Plano Agrícola e Pecuário linhas de crédito. -Fundos Constitucionais Centro Oeste, Norte e Nordeste. - Maior participação do setor privado.

13 Infraestrutura continua sendo principal gargalo, principalmente de exportação. O Brasil, através do M. da Agricultura (órgão regulador) e demais Instituições, criou condições para o desenvolvimento agropecuário no Brasil Central, estabelecendo marco legal que incentivou a compra da terra e o investimento privado. Os agricultores de outras regiões e de outros Países vislumbraram oportunidades na nova fronteira agrícola, principalmente pela segurança do investimento e pelo crédito disponível. A disponibilidade de tecnologia, máquinas, insumos, R.H. e condições edafoclimáticas impulsionaram a produção. O processo de desenvolvimento foi alimentado pela oportunidade de negócio, principalmente pela valorização das terras na nova fronteira agrícola. Comparando os orçamentos de 1973 e 2013, verificamos o gasto de aproximadamente 1% do orçamento anual na agricultura (constante)para um setor que gera 23% do PIB. Esse é o AGRONEGÓCIO brasileiro!

14 Concluímos que não houve investimento significativo do estado em desenvolvimento rural, mas os programas eram bem estruturados, tinham começo, meio e fim e os marcos regulatórios estabelecidos resultaram na atração dos investidores privados.

15 AGRONEGÓCIO = produção agropecuária + indústria de insumos + Indústria de processamento + setor de distribuição + venda ao consumidor agregação de valor Tecnologia inovação Financiamento organização da produção competitividade A atividade de subsistência, devido aos subsídios, torna-se antieconômica em uma propriedade voltada ao agronegócio. Ser competitivo para enfrentar a concorrência. Sistemas de Produção Sustentáveis para continuar produzindo amanhã.

16 Desenvolvimento Agropecuário do Mato Grosso -Região distante dos portos cerca de 2.000km. -Carente de infraestrutura de transporte, comunicação, educação e saúde , desenvolvimento da pecuária , desenvolvimento da agricultura , integração dentro e entre cadeias produtivas. Transformação de terras consideradas inadequadas para a agricultura em um grande celeiro de produção nacional de alimentos Em 2013: Produção de 45,7 milhões de toneladas. Área de Produção 12,2 milhões de ha. Produtividade de 3,7 t/ha. 24% da produção nacional de grãos. 12,8% do valor bruto da produção do País. 26 milhões de toneladas de soja. 19,7 milhões de toneladas de milho.

17 Após 20 anos... Em 2005, apesar da produção e produtividade as contas dos produtores não fechavam. Eram vítimas dos altos preços dos insumos e das oscilações do preço das comodities agrícolas. As oscilações de cambio geravam surpresas negativas e as dívidas aumentavam. A carência de infraestrutura de armazenamento obrigavam a entrega da produção na época da colheita. Os insumos utilizados tinham os prazos de vigência das patentes expirados, mas não havia concorrentes. Índia e China investem na produção de genéricos. Solução encontrada: Organização da base produtiva por cadeias agrícolas através da formação de Condomínios e Consórcios para diminuir custos de produção e maximizar as receitas. (maior participação no mercado internacional). -

18

19

20

21

22

23

24 2010/ /12/2011 Entrada da Huapont com investimento em capital adquirindo 7,5% de CCAB Agro S.A. por US$20 milhões - holding de produtos químicos chinesa, com faturamento acima de US$500 milhões e market cap acima de US$ 1 bilhão. A Huapont, através de sua subsidiária integral Nutrichem, é um dos maiores exportadores independentes de ingredientes ativos para defensivos agrícolas da China, com forte capacidade de pesquisa e desenvolvimento.

25

26

27

28 SOBRE A ALTILLANURA: -Marco legal -Organização da base produtiva fone: 55(61)

Políticas públicas e o financiamento da produção de café no Brasil

Políticas públicas e o financiamento da produção de café no Brasil Políticas públicas e o financiamento da produção de café no Brasil Organização Internacional do Café - OIC Londres, 21 de setembro de 2010. O Sistema Agroindustrial do Café no Brasil - Overview 1 Cafés

Leia mais

AGRONEGÓCIO PANORAMA ATUAL

AGRONEGÓCIO PANORAMA ATUAL AGRONEGÓCIO PANORAMA ATUAL IMPORTÂNCIA ECONOMICA 1- Exportações em 2014: Mais de US$ 100 bilhões de dólares; 2- Contribui com aproximadamente 23% do PIB brasileiro; 3- São mais de 1 trilhão de Reais e

Leia mais

Subsídios para uma nova política agropecuária com gestão de riscos

Subsídios para uma nova política agropecuária com gestão de riscos Subsídios para uma nova política agropecuária com gestão de riscos Evandro Gonçalves Brito Diretoria de Agronegócios / Banco do Brasil Uberlândia (MG), 18 de novembro de 2010. Desafios Globais Os dez maiores

Leia mais

INFORME SETORIAL O BNDES E A AGROINDÚSTRIA INTRODUÇÃO 1. COMPLEXO AGROINDUSTRIAL CAI 2. AGROINDÚSTRIA

INFORME SETORIAL O BNDES E A AGROINDÚSTRIA INTRODUÇÃO 1. COMPLEXO AGROINDUSTRIAL CAI 2. AGROINDÚSTRIA INFORME SETORIAL O BNDES E A AGROINDÚSTRIA ÁREA INDUSTRIAL MAIO/2009 Nº 11 INTRODUÇÃO Neste informe são apresentados alguns dados sobre os desembolsos do BNDES para a agroindústria no ano de 2008. 1. COMPLEXO

Leia mais

DERAL - Departamento de Economia Rural. Política Agrícola - Análise da Conjuntura Agropecuária

DERAL - Departamento de Economia Rural. Política Agrícola - Análise da Conjuntura Agropecuária Política Agrícola - Análise da Conjuntura Agropecuária Setembro de 2012 A política agrícola anunciada para a agricultura empresarial se caracterizou por assegurar o necessário apoio ao produtor rural.

Leia mais

INTEGRAÇÃO CONTRATUAL

INTEGRAÇÃO CONTRATUAL INTEGRAÇÃO CONTRATUAL Uma Estratégia de Acesso ao Mercado Internacional Pedro Viana Borges Esp. Pol. Públicas P e Gestão Governamental Internacionalização de Cooperativas Integração Regional no Mercosul

Leia mais

Plano Agrícola e Pecuário PAP 2013/2014 Ações estruturantes para a Agropecuária Brasileira

Plano Agrícola e Pecuário PAP 2013/2014 Ações estruturantes para a Agropecuária Brasileira Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil Plano Agrícola e Pecuário PAP 2013/2014 ROSEMEIRE SANTOS Superintendente Técnica Plano Agrícola e Pecuário PAP 2013/2014 Ações estruturantes para a Agropecuária

Leia mais

AGRONEGÓCIO NO MUNDO PRINCIPAIS PLAYERS

AGRONEGÓCIO NO MUNDO PRINCIPAIS PLAYERS AGRONEGÓCIOS AGRONEGÓCIO NO MUNDO PRINCIPAIS PLAYERS Argentina Estados Unidos Indonésia Brasil Canadá Russia Índia Japão Austrália China México Área Agricultável > 30 milhões de ha População urbana > 80

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA GABINETE DO MINISTRO ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL VOTOS APROVADOS NA REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DO CMN 16/04/2009

MINISTÉRIO DA FAZENDA GABINETE DO MINISTRO ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL VOTOS APROVADOS NA REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DO CMN 16/04/2009 MINISTÉRIO DA FAZENDA GABINETE DO MINISTRO ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL VOTOS APROVADOS NA REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DO CMN 16/04/2009 1 - PROGRAMA DE FINANCIAMENTO PARA ESTOCAGEM DE ÁLCOOL ETÍLICO COMBUSTÍVEL

Leia mais

Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso

Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso Índice 1 - Conceito de Agronegócio e a atuação do Imea 2 - Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso 2.1 Agronegócio Soja 2.2 Agronegócio Milho 2.3 Agronegócio Algodão

Leia mais

Governo do Brasil. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Departamento de Cooperativismo e Associativismo DENACOOP

Governo do Brasil. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Departamento de Cooperativismo e Associativismo DENACOOP Governo do Brasil Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Departamento de Cooperativismo e Associativismo DENACOOP Integração Contratual para Acesso a Mercado Rodolfo Osorio de Oliveira Coordenador

Leia mais

VIII Simpósio Técnicas de Plantio e Manejo de Eucalipto para Usos Múltiplos

VIII Simpósio Técnicas de Plantio e Manejo de Eucalipto para Usos Múltiplos VIII Simpósio Técnicas de Plantio e Manejo de Eucalipto para Usos Múltiplos Linhas de crédito para o setor florestal Homero José Rochelle Engº Agrônomo ESALQ 1979 Plano de Safra 2014/2015 MAPA - Ministério

Leia mais

Desenvolvimento e Oportunidades da Agricultura Familiar. Marco Antonio Viana Leite Diretor PAC e Mais Alimentos

Desenvolvimento e Oportunidades da Agricultura Familiar. Marco Antonio Viana Leite Diretor PAC e Mais Alimentos Desenvolvimento e Oportunidades da Agricultura Familiar Marco Antonio Viana Leite Diretor PAC e Mais Alimentos Agricultura Familiar no Mundo São 500 milhões de estabelecimentos da agricultura familiar

Leia mais

O AGRONEGÓCIO BRASILEIRO E O SETOR DE MÁQUINAS AGRÍCOLAS TENDÊNCIAS DOS MERCADOS PARA 2012/2013 E OS CENÁRIOS DE LONGO PRAZO Carlos Cogo Agosto/2012 LA NIÑA PROVOCA FORTES QUEBRAS EM SAFRAS DE GRÃOS O

Leia mais

Linhas de Crédito PISCICULTURA INVESTIMENTO CUSTEIO. Obs.: As informações atinentes às linhas de crédito estão sujeitas a alterações.

Linhas de Crédito PISCICULTURA INVESTIMENTO CUSTEIO. Obs.: As informações atinentes às linhas de crédito estão sujeitas a alterações. PISCICULTURA CUSTEIO INVESTIMENTO Obs.: As informações atinentes às linhas de crédito estão sujeitas a alterações. financiar as despesas normais de custeio da produção agrícola e pecuária. Linhas de Crédito

Leia mais

Perspectivas para o setor agrícola no Brasil

Perspectivas para o setor agrícola no Brasil Perspectivas para o setor agrícola no Brasil O que a conjuntura macroeconômica nos reserva? Felippe Serigati O queaconteceucom o setoragrícola nas últimas décadas? A importânciado agronegócioparao Brasil

Leia mais

A visão de longo prazo contempla: Produção Exportações líquidas Estoques. Área plantada Produtividade Consumo doméstico (total e per capita)

A visão de longo prazo contempla: Produção Exportações líquidas Estoques. Área plantada Produtividade Consumo doméstico (total e per capita) Fornecer aos agentes envolvidos no agronegócio, notadamente as indústrias de insumos agropecuários e de alimentos, além dos produtores, Governo e academia, informações estratégicas sobre a dinâmica futura

Leia mais

EXPLORAÇÃO DO CERRADO BRASILEIRO

EXPLORAÇÃO DO CERRADO BRASILEIRO EXPLORAÇÃO DO CERRADO BRASILEIRO CARACTERIZAÇÃO DO CERRADO BRASILEIRO É o maior bioma brasileiro depois da Amazônia, com aproximadamente 2 milhões de km² e está concentrado na região Centro Oeste do Brasil;

Leia mais

Futuro dos negócios bancários no Brasil: crédito agrícola e seguro rural

Futuro dos negócios bancários no Brasil: crédito agrícola e seguro rural Futuro dos negócios bancários no Brasil: crédito agrícola e seguro rural Fernando Nogueira da Costa Professor do IE-UNICAMP http://fernandonogueiracosta.wordpress.com/ 2 3 6 Contribuição do Agronegócio

Leia mais

Atlas Digital de MINAS GERAIS 1 de 18

Atlas Digital de MINAS GERAIS 1 de 18 Atlas Digital de MINAS GERAIS 1 de 18 Características Agropecuárias A sociedade brasileira viveu no século XX uma transformação socioeconômica e cultural passando de uma sociedade agrária para uma sociedade

Leia mais

O COOPERATIVISMO E O AGRONEGÓCIO BRASILEIRO

O COOPERATIVISMO E O AGRONEGÓCIO BRASILEIRO O COOPERATIVISMO E O AGRONEGÓCIO BRASILEIRO BRASIL Grandeza 5ª Maior População do planeta Maior reserva de água doce do mundo 7ª Economia do mundo Maior área agricultável do planeta Fonte: Banco mundial

Leia mais

SELO COMBUSTÍVEL SOCIAL: balanço e próximos passos

SELO COMBUSTÍVEL SOCIAL: balanço e próximos passos SELO COMBUSTÍVEL SOCIAL: balanço e próximos passos ÍNDICE Balanço Processo de consulta pública para alteração na Portaria 60/2012 Próximos passos BALANÇO - Brasil 43 UPBs detentoras do Selo Combustível

Leia mais

redução dos preços internacionais de algumas commodities agrícolas; aumento dos custos de

redução dos preços internacionais de algumas commodities agrícolas; aumento dos custos de Desempenho da Agroindústria No fechamento do primeiro semestre de 2005, a agroindústria registrou crescimento de 0,3%, taxa bastante inferior à assinalada pela média da indústria brasileira (5,0%) no mesmo

Leia mais

ENTREVISTA COLETIVA. Senadora Kátia Abreu Presidente da CNA. 10 de julho de 2013. Compromisso com o Brasil

ENTREVISTA COLETIVA. Senadora Kátia Abreu Presidente da CNA. 10 de julho de 2013. Compromisso com o Brasil ENTREVISTA COLETIVA Senadora Kátia Abreu Presidente da CNA 10 de julho de 2013 Compromisso com o Brasil 1 Uso do Solo no Brasil Cidades e Infraestrutura 0,2% Terras Devolutas do Incra 17,6% Outros Usos:

Leia mais

O papel da APROSOJA na promoção da sustentabilidade na cadeia produtiva da soja brasileira

O papel da APROSOJA na promoção da sustentabilidade na cadeia produtiva da soja brasileira O papel da APROSOJA na promoção da sustentabilidade na cadeia produtiva da soja brasileira Clusters para exportação sustentável nas cadeias produtivas da carne bovina e soja Eng Agrônomo Lucas Galvan Diretor

Leia mais

AGROINDÚSTRIA. O BNDES e a Agroindústria em 1998 BNDES. ÁREA DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS 1 Gerência Setorial 1 INTRODUÇÃO 1.

AGROINDÚSTRIA. O BNDES e a Agroindústria em 1998 BNDES. ÁREA DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS 1 Gerência Setorial 1 INTRODUÇÃO 1. AGROINDÚSTRIA BNDES FINAME BNDESPAR ÁREA DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS 1 Gerência Setorial 1 O BNDES e a Agroindústria em 1998 INTRODUÇÃO Este informe apresenta os principais dados sobre os desembolsos do BNDES

Leia mais

projetos com alto grau de geração de emprego e renda projetos voltados para a preservação e a recuperação do meio ambiente

projetos com alto grau de geração de emprego e renda projetos voltados para a preservação e a recuperação do meio ambiente O QUE É O FCO? O Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO) foi criado pela Lei n.º 7.827, de 27.09.1989, que regulamentou o art. 159, inciso I, alínea c, da Constituição Federal, com

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SEAPA SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO

SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SEAPA SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO SECRETARIA DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO SEAPA SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO VALOR BRUTO DA PRODUÇÃO (VBP) AGROPECUÁRIO Julho/2015 R$ milhões VBP PRINCIPAIS PRODUTOS AGRÍCOLAS LAVOURAS

Leia mais

A Segurança Alimentar num país de 200 milhões de habitantes. Moisés Pinto Gomes Presidente do ICNA

A Segurança Alimentar num país de 200 milhões de habitantes. Moisés Pinto Gomes Presidente do ICNA A Segurança Alimentar num país de 200 milhões de habitantes Moisés Pinto Gomes Presidente do ICNA O uso da terra no Brasil Evolução das Áreas de Produção Milhões de hectares 1960 1975 1985 1995 2006 Var.

Leia mais

14º CONGRESSO BRASILEIRO DO AGRONEGÓCIO FÓRUM ALIMENTOS. Vamos tornar o Brasil o primeiro produtor de Alimentos do Mundo?

14º CONGRESSO BRASILEIRO DO AGRONEGÓCIO FÓRUM ALIMENTOS. Vamos tornar o Brasil o primeiro produtor de Alimentos do Mundo? 14º CONGRESSO BRASILEIRO DO AGRONEGÓCIO FÓRUM ALIMENTOS Vamos tornar o Brasil o primeiro produtor de Alimentos do Mundo? ALAN BOJANIC Ph.D. REPRESENTANTE DA FAO NO BRASIL ALIMENTAR O MUNDO EM 2050 As novas

Leia mais

O Desempenho do Investimento Público do Ceará, 2007 2012, uma análise comparativa entre os Estados.

O Desempenho do Investimento Público do Ceará, 2007 2012, uma análise comparativa entre os Estados. Enfoque Econômico é uma publicação do IPECE que tem por objetivo fornecer informações de forma imediata sobre políticas econômicas, estudos e pesquisas de interesse da população cearense. Por esse instrumento

Leia mais

PLANO SAFRA DA PESCA E AQUICULTURA 2015/2016

PLANO SAFRA DA PESCA E AQUICULTURA 2015/2016 PLANO SAFRA DA PESCA E AQUICULTURA 2015/2016 PLANO SAFRA DA PESCA E AQUICULTURA 2015/2016 Pilares do PSPA CRÉDITO PROMOÇÃO PROMOÇÃO DO DO CONSUMO PESQUEIRO PSPA INFRAESTRUTURA ASSISTÊNCIA TÉCNICA COMERCIALI

Leia mais

III CONGRESSO BRASILEIRO DO CACAU: INOVAÇÃO TECNOLÓGICA E SUSTENTABILIDADE

III CONGRESSO BRASILEIRO DO CACAU: INOVAÇÃO TECNOLÓGICA E SUSTENTABILIDADE III CONGRESSO BRASILEIRO DO CACAU: INOVAÇÃO TECNOLÓGICA E SUSTENTABILIDADE Painel 8: O papel de Instituições Públicas para Desenvolvimento da Cacauicultura Brasileira O Cacau e a Agricultura Familiar Adriana

Leia mais

BNDES Financiamento à Indústria de Base Florestal Plantada. Outubro de 2014

BNDES Financiamento à Indústria de Base Florestal Plantada. Outubro de 2014 BNDES Financiamento à Indústria de Base Florestal Plantada Outubro de 2014 Agenda 1. Aspectos Institucionais 2. Formas de Atuação 3. Indústria de Base Florestal Plantada 1. Aspectos Institucionais Linha

Leia mais

BRASIL. Francisca Peixoto

BRASIL. Francisca Peixoto BRASIL Francisca Peixoto INTRODUÇÃO BRASIL Um dos principais fornecedores de alimentos e matériasprimas do mundo Dotação única em recursos naturais Política agropecuária alinhada com estratégia nacional

Leia mais

PROGRAMA DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA DA PECUÁRIA DE LEITE EM JARU. Prefeitura Municipal de Jaru Embrapa Rondônia

PROGRAMA DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA DA PECUÁRIA DE LEITE EM JARU. Prefeitura Municipal de Jaru Embrapa Rondônia PROGRAMA DE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA DA PECUÁRIA DE LEITE EM JARU Prefeitura Municipal de Jaru Embrapa Rondônia 81 81 83 72 88 68 Figura 1. Percentual de estabelecimentos de agricultura familiar nas regiões

Leia mais

Linhas Agrícolas Agosto 2013

Linhas Agrícolas Agosto 2013 Linhas Agrícolas Agosto 2013 MERCADO DE CRÉDITO DÍVIDA PRIVADA Dividido em 3 Principais Classes de Ativo: Crédito Geral: Linha de KG, Conta Garantida, Finame, PSI; CCB, Debênture; Crédito Imobiliário:

Leia mais

23ª ABERTURA DA COLHEITA DO ARROZ. Restinga Seca - RS. Diretoria de Agronegócios (DF)

23ª ABERTURA DA COLHEITA DO ARROZ. Restinga Seca - RS. Diretoria de Agronegócios (DF) 23ª ABERTURA DA COLHEITA DO ARROZ Restinga Seca - RS 21-02-2013 Protagonista do Agronegócio Mundial Brasil Protagonista do Agronegócio Mundial População crescerá 2,15 bilhões de habitantes até 2050, elevando

Leia mais

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO MAPA SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO AGROPECUÁRIO E COOPERATIVISMO SDC

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO MAPA SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO AGROPECUÁRIO E COOPERATIVISMO SDC MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO MAPA SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO AGROPECUÁRIO E COOPERATIVISMO SDC Programa ABC Linha de Crédito para Agricultura de Baixa Emissão de Carbono Sidney

Leia mais

SÍNTESE BARRA DO GARÇAS RP IV

SÍNTESE BARRA DO GARÇAS RP IV SÍNTESE BARRA DO GARÇAS RP IV Realizar projetos para destinação de resíduos sólidos * Meio Ambiente Desenvolver programas de educação ambiental Apresentar pequenos e médios projetos de recuperação (seqüestro

Leia mais

Aula 1a: Introdução à Administração do agronegócio. Agronegócio Brasileiro: História, Cenário atual e perspectivas futuras

Aula 1a: Introdução à Administração do agronegócio. Agronegócio Brasileiro: História, Cenário atual e perspectivas futuras Aula 1a: Introdução à Administração do agronegócio Agronegócio Brasileiro: História, Cenário atual e perspectivas futuras Prospecção do conhecimento Defina agronegócio Cite, conforme seu conhecimento e

Leia mais

Índice de Confiança do Agronegócio

Índice de Confiança do Agronegócio Índice de Confiança do Agronegócio Terceiro Trimestre 2014 Principais Resultados:» Índice de Confiança do Agronegócio» Índice da Indústria (antes e depois da porteira)» Índice do Produtor Agropecuário

Leia mais

o mapa da mina de crédito Figura 1 - Passos para decisão de tomada de crédito

o mapa da mina de crédito Figura 1 - Passos para decisão de tomada de crédito crédito rural: o mapa da mina Por: Felipe Prince Silva, Ms. Desenvolvimento Econômico, Espaço e Meio Ambiente UNICAMP. Economista Agrosecurity Gestão de Agro-Ativos LTDA e Agrometrika Informática e Serviços

Leia mais

FATORES CRÍTICOS À COMPETITIVIDADE DA SOJA NO PARANÁ E NO MATO GROSSO

FATORES CRÍTICOS À COMPETITIVIDADE DA SOJA NO PARANÁ E NO MATO GROSSO FATORES CRÍTICOS À COMPETITIVIDADE DA SOJA NO PARANÁ E NO MATO GROSSO Por: Carlos Eduardo Cruz Tavares 1 São várias as cadeias produtivas que constituem o complexo agroalimentar, destacando-se entre elas,

Leia mais

DO OUTRO, O AGRONEGÓCIO PRODUZ UM PAÍS CADA VEZ MAIS FORTE.

DO OUTRO, O AGRONEGÓCIO PRODUZ UM PAÍS CADA VEZ MAIS FORTE. PRODUTOR RURAL: fale com o gerente do seu banco e saiba como ter acesso aos créditos e benefícios do Plano Agrícola e Pecuário 2014/2015. DO OUTRO, O AGRONEGÓCIO PRODUZ UM PAÍS CADA VEZ MAIS FORTE. Para

Leia mais

Resultados da atuação do Bradesco em APL s

Resultados da atuação do Bradesco em APL s Resultados da atuação do Bradesco em APL s Atuação do Bradesco em APL s Por Região NORDESTE 97 APL`S NORTE 48 APL`S CENTRO-OESTE 41 APL`S SUDESTE 102 APL`S SUL 40 APL`S Posição Setembro/2013 Atuação com

Leia mais

Crédito Agro Principais Linhas de Crédito. Fortaleza (CE), maio de 2014

Crédito Agro Principais Linhas de Crédito. Fortaleza (CE), maio de 2014 Crédito Agro Principais Linhas de Crédito Fortaleza (CE), maio de 2014 Agricultura Familiar Principais Linhas de Crédito Pronaf Custeio - Beneficiários: Agricultores familiares, exceto dos grupos A e B;

Leia mais

Departamento de Geração de Renda e

Departamento de Geração de Renda e Departamento de Geração de Renda e Agregação de Valor - DGRAV ESTRUTURA DO MDA Gabinete do Ministro Secretaria Executiva Secretaria da Agricultura Familiar SAF Secretaria de Reordenamento Agrário - SRA

Leia mais

ANÁLISE DAS EXPORTAÇÕES MATO-GROSSENSES Janeiro a Dezembro / 2007

ANÁLISE DAS EXPORTAÇÕES MATO-GROSSENSES Janeiro a Dezembro / 2007 ANÁLISE DAS EXPORTAÇÕES MATO-GROSSENSES / 2007 1- Balança Comercial Mato Grosso continua tendo superávit na Balança Comercial registrando em 2007 um expressivo saldo de US$ 4,38 bilhões valor que representa

Leia mais

O espaço rural brasileiro 7ºano PROF. FRANCO AUGUSTO

O espaço rural brasileiro 7ºano PROF. FRANCO AUGUSTO O espaço rural brasileiro 7ºano PROF. FRANCO AUGUSTO Agropecuária É o termo utilizado para designar as atividades da agricultura e da pecuária A agropecuária é uma das atividades mais antigas econômicas

Leia mais

PROPOSTA DE RENEGOCIAÇÃO DE DÍVIDAS

PROPOSTA DE RENEGOCIAÇÃO DE DÍVIDAS Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural Deputado Ronaldo Caiado - Presidente PROPOSTA DE RENEGOCIAÇÃO I - Securitização - Renegociada LEI Nº 10.437/02 (Artigos. 1º e 4º):

Leia mais

Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso

Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso Índice 1 - Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso 1.1 Agronegócio Soja 1.2 Agronegócio Milho 1.3 Agronegócio Algodão 1.4 Agronegócio Boi 2 Competitividade 2.1 Logística

Leia mais

Programa de Produção Sustentável de Óleo de Palma no Brasil. Programa de Produção Sustentável de Óleo de Palma no Brasil

Programa de Produção Sustentável de Óleo de Palma no Brasil. Programa de Produção Sustentável de Óleo de Palma no Brasil Programa de Produção Sustentável de Óleo de Palma no Brasil Objetivo: Disciplinar a expansão da produção de óleo de palma no Brasil e ofertar instrumentos para garantir uma produção em bases ambientais

Leia mais

Crédito Rural. Comissão de Agricultura e Reforma Agrária - CRA 10.06.2011

Crédito Rural. Comissão de Agricultura e Reforma Agrária - CRA 10.06.2011 Ciclo de Palestras e Debates Crédito Rural Senado Federal Comissão de Agricultura e Reforma Agrária - CRA 10.06.2011 CONTEXTUALIZAÇÃO FINANCIAMENTO DO AGRONEGÓCIO BNDES LINHAS DE CRÉDITO DO AGRONEGÓCIO

Leia mais

Ferrovias. Infraestrutura no Brasil: Projetos, Financiamentos e Oportunidades

Ferrovias. Infraestrutura no Brasil: Projetos, Financiamentos e Oportunidades Ferrovias OBJETIVOS Ferrovias Novo modelo de investimento/exploração das ferrovias Quebra do monopólio na oferta de serviços de transporte ferroviário Expansão, modernização e integração da malha ferroviária

Leia mais

La Experiencia del PRONAF Eco Dendê en Brasil

La Experiencia del PRONAF Eco Dendê en Brasil La Experiencia del PRONAF Eco Dendê en Brasil Taller sobre el Acceso a Créditos para la Agricultura Familiar en América Latina - Cadena Productiva de Palma Bogotá Colombia Junio 2015 O MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO

Leia mais

CAFÉ DA MANHÃ FRENTE PARLAMENTAR

CAFÉ DA MANHÃ FRENTE PARLAMENTAR CAFÉ DA MANHÃ FRENTE PARLAMENTAR Situação Atual do Setor Têxtil e de Confecção Aguinaldo Diniz Filho Presidente da Abit Brasília, 19 de junho de 2013 PERFIL DO SETOR ESTRUTURA DA CADEIA TEXTIL E DE CONFECÇÃO

Leia mais

O Brasil Melhorou. 36 milhões. de brasileiros saíram da pobreza em 10 anos. 42 milhões. de brasileiros ascenderam de classe.

O Brasil Melhorou. 36 milhões. de brasileiros saíram da pobreza em 10 anos. 42 milhões. de brasileiros ascenderam de classe. O Brasil Melhorou 36 milhões de brasileiros saíram da pobreza em 10 anos 42 milhões de brasileiros ascenderam de classe Fonte: SAE/PR O Brasil Melhorou O salário mínimo teve um aumento real de 70% Em 2003,

Leia mais

Novos Prefeitos e Prefeitas 2013

Novos Prefeitos e Prefeitas 2013 Novos Prefeitos e Prefeitas 2013 Curso de Prefeitos Eleitos 2013 a 2016 ARDOCE Missão Ser um banco competitivo e rentável, promover o desenvolvimento sustentável do Brasil e cumprir sua função pública

Leia mais

Desempenho da Agroindústria em 2004. histórica iniciada em 1992. Como tem sido freqüente nos últimos anos (exceto em 2003), os

Desempenho da Agroindústria em 2004. histórica iniciada em 1992. Como tem sido freqüente nos últimos anos (exceto em 2003), os Desempenho da Agroindústria em 2004 Em 2004, a agroindústria obteve crescimento de 5,3%, marca mais elevada da série histórica iniciada em 1992. Como tem sido freqüente nos últimos anos (exceto em 2003),

Leia mais

Mercado de Capitais e seu Papel Indutor no Desenvolvimento do Agronegócio

Mercado de Capitais e seu Papel Indutor no Desenvolvimento do Agronegócio Mercado de Capitais e seu Papel Indutor no Desenvolvimento do Agronegócio Fabio Dutra Diretor Comercial e de Desenvolvimento de Mercados 16/06/2015 1 AGENDA DESAFIOS DO AGRONEGÓCIO MERCADO DE CAPITAIS

Leia mais

Um plano da agricultura familiar para o Brasil

Um plano da agricultura familiar para o Brasil Um plano da agricultura familiar para o Brasil 1 Plano Safra da Agricultura Plano Safra Familiar da Agricultura Familiar 2008/09 2 Mais Alimentos Um plano da agricultura familiar para o Brasil 18 milhoes

Leia mais

Seminário Riscos e Gestão do Seguro Rural no Brasil

Seminário Riscos e Gestão do Seguro Rural no Brasil Seminário Riscos e Gestão do Regulamentação para gestão do seguro rural em eventos catastróficos Otávio Ribeiro Damaso Secretário Adjunto de Política Econômica / otavio.damaso@fazenda.gov.br Campinas,

Leia mais

O BNDES e o Apoio ao Setor Agropecuário. dezembro de 2012

O BNDES e o Apoio ao Setor Agropecuário. dezembro de 2012 O BNDES e o Apoio ao Setor Agropecuário dezembro de 2012 Apoio ao setor rural Ministério da Agricultura Pecuária e Abatecimento - MAPA Programas Agropecuários do Governo Federal Operacionalizados pelo

Leia mais

Financiamento ao Agronegócio. Internacionalização da Agroindústria

Financiamento ao Agronegócio. Internacionalização da Agroindústria Financiamento ao Agronegócio Internacionalização da Agroindústria BRF Visão Geral BRF Principais Key Brands Marcas Dados Financeiros 3 Uma das maiores empresas de alimentos do Brasil e do mundo 7 a maior

Leia mais

Eng o Agr o Decio Luiz Gazzoni. Do Oiapoque ao Chuí

Eng o Agr o Decio Luiz Gazzoni. Do Oiapoque ao Chuí Eng o Agr o Decio Luiz Gazzoni Do Oiapoque ao Chuí Nos últimos 40 anos, ocorreu no Brasil uma revolução sem paralelo na História da Agricultura: Passamos de importador de alimentos a maior exportador

Leia mais

RESUMO. Baseado no S/W, o objetivo do Estudo é o seguinte: 1. ASPECTOS GERAIS DO ESTUDO 1.1 CONTEXTO DO ESTUDO 1.2 OBJETIVO DO ESTUDO R - 1

RESUMO. Baseado no S/W, o objetivo do Estudo é o seguinte: 1. ASPECTOS GERAIS DO ESTUDO 1.1 CONTEXTO DO ESTUDO 1.2 OBJETIVO DO ESTUDO R - 1 Resumo RESUMO 1. ASPECTOS GERAIS DO ESTUDO 1.1 CONTEXTO DO ESTUDO A área total da Região dos Cerrados, que se espalha pelo Brasil centrada na Região Centro-Oeste, é de aproximadamente 200 milhões de hectares

Leia mais

alimentos para o brasil APRESENTAÇÃO

alimentos para o brasil APRESENTAÇÃO 2014-2015 alimentos para o brasil APRESENTAÇÃO O Plano Safra da Agricultura Familiar 2014/2015 Alimentos Para o Brasil vem consolidar mais de uma década de políticas públicas que melhoram a vida de quem

Leia mais

PESQUISA AGROPECUÁRIA. Gian Terres Jessica Freitas Luana de Lemos Sandra Vargas

PESQUISA AGROPECUÁRIA. Gian Terres Jessica Freitas Luana de Lemos Sandra Vargas PESQUISA AGROPECUÁRIA Gian Terres Jessica Freitas Luana de Lemos Sandra Vargas Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) Vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, foi

Leia mais

ESPELHO DE EMENDAS DE ACRÉSCIMO DE META

ESPELHO DE EMENDAS DE ACRÉSCIMO DE META SISTEMA DE ELABORAÇÃO DE S ÀS LEIS ORÇAMENTÁRIAS Página: 2504 de 2619 ESPELHO DE S DE 1 Apoio à pesquisa e preservação de recursos genéticos e biotecnologia Custos financeiros: Despesas de custeio - 3

Leia mais

Indústria avícola paranaense

Indústria avícola paranaense Indústria avícola paranaense Evoluçã o do consumo de fãrelo de sojã e milho pãrã criãçã o de frãngos no Pãrãnã Ana Luiza Lodi analuiza.lodi@intlfcstone.com Thadeu Silva thadeu.silva@intlfcstone.com Natália

Leia mais

Consórcio de Cooperativas:

Consórcio de Cooperativas: Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e Cooperativismo Departamento de Cooperativismo e Associativismo Rural Consórcio de Cooperativas: uma estratégia

Leia mais

Agência de Fomento Paulista

Agência de Fomento Paulista Financiamento ao Desenvolvimento Regional Crédito para as Pequenas e Médias Empresas 2011 Agência de Fomento Paulista A Agência de Fomento Paulista - Nossa Caixa Desenvolvimento é uma instituição financeira

Leia mais

alimentos para o brasil APRESENTAÇÃO

alimentos para o brasil APRESENTAÇÃO 2014-2015 APRESENTAÇÃO O Plano Safra da Agricultura Familiar 2014/2015 Alimentos Para o Brasil vem consolidar mais de uma década de políticas públicas que melhoram a vida de quem vive no Brasil Rural.

Leia mais

Oportunidade de Investimento no Pará. Principais linhas de financiamento do Banco da Amazônia

Oportunidade de Investimento no Pará. Principais linhas de financiamento do Banco da Amazônia Seminário: Oportunidade de Investimento no Pará Palestra: Principais linhas de financiamento do Banco da Amazônia Palestrante: Valmir Pedro Rossi - Presidente São Paulo, 02 de dezembro de 2013 Pauta da

Leia mais

RANKING NACIONAL DE CRÉDITO RURAL - MAIO/2009

RANKING NACIONAL DE CRÉDITO RURAL - MAIO/2009 Rural Mercantil do Brasil Banestes RANKING NACIONAL DE CRÉDITO RURAL - MAIO/2009 Saldo devedor do Crédito Rural em R$ mil 16.000.000 14.000.000 12.000.000 10.000.000 8.000.000 6.000.000 4.000.000 5,9 %

Leia mais

em números Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento

em números Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento agronegócio brasileiro em números Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento 2010 ranking Ranking Brasileiro da Produção e Exportação Fonte: USDA e Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Leia mais

O Cerrado brasileiro: geopolítica e economia

O Cerrado brasileiro: geopolítica e economia O Cerrado brasileiro: geopolítica e economia Bernardo Campolina Universidade Federal do Tocantins Seminário Crise Mundial e Desenvolvimento Regional: Desafios e Oportunidades para o Brasil BNDES Rio de

Leia mais

Produtos, Serviços e Soluções. Novembro de 2015

Produtos, Serviços e Soluções. Novembro de 2015 Produtos, Serviços e Soluções Novembro de 2015 PRONAF AGROINDÚSTRIA Financiamento das necessidades de custeio do beneficiamento e industrialização da produção, da armazenagem e conservação de produtos

Leia mais

Notificações Brasileiras ao Comitê de Agricultura da Organização Mundial do Comércio (OMC)

Notificações Brasileiras ao Comitê de Agricultura da Organização Mundial do Comércio (OMC) Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio Departamento de Acordos Comerciais Notificações Brasileiras ao Comitê de Agricultura da Organização Mundial do Comércio (OMC) Notificações Brasileiras

Leia mais

Guilherme Leite da Silva Dias, FEA/USP

Guilherme Leite da Silva Dias, FEA/USP Seminário Risco e Gestão do Seguro Rural no Brasil Mesa Redonda III Aquecimento global e impactos sobre o seguro agrícola Palestra: Aquecimento global e possíveis impactos econômicos sobre a agricultura

Leia mais

Oportunidades no Financiamento do Setor Florestal. Oduval Lobato Neto Gerente Executivo de Gestão de Programas Governamentais

Oportunidades no Financiamento do Setor Florestal. Oduval Lobato Neto Gerente Executivo de Gestão de Programas Governamentais Oportunidades no Financiamento do Setor Florestal Oduval Lobato Neto Gerente Executivo de Gestão de Programas Governamentais Seminário: Políticas ambientais como fonte de novos negócios para Instituições

Leia mais

Agropecuária Sustentável e Cooperativismo

Agropecuária Sustentável e Cooperativismo DEPARTAMENTO DE ASSOCIATIVISMO RURAL E COOPERATIVISMO SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO AGROPECUÁRIO E COOPERATIVISMO/MAPA Agropecuária Sustentável e Cooperativismo IV SIMBRAS Porto Alegre, 1º de agosto de

Leia mais

Índice de Confiança do Agronegócio. Realização Parceiros Pesquisa

Índice de Confiança do Agronegócio. Realização Parceiros Pesquisa Índice de Confiança do Agronegócio Realização Parceiros Pesquisa Motivações Motivações Medir, trimestralmente, as expectativas dos diferentes agentes do agronegócio, como indústria de insumos, cooperativas,

Leia mais

Palma de óleo, agricultura familiar e desenvolvimento rural sustentável

Palma de óleo, agricultura familiar e desenvolvimento rural sustentável Palma de óleo, agricultura familiar e desenvolvimento rural sustentável Sumário Agricultura familiar no Brasil Importância e aspectos positivos da palma de óleo Programa Palma de Óleo e sinergia com o

Leia mais

O Crédito e a. no BB

O Crédito e a. no BB O Crédito e a Sustentabilidade no BB O Crédito e a Sustentabilidade no BB Para efeito de concessão de crédito, os produtores são divididos da seguinte forma: Agricultura Familiar: Agricultores e Pecuaristas

Leia mais

GUSTAVO ROBERTO CORRÊA DA COSTA SOBRINHO E JOSÉ MACIEL DOS SANTOS EFEITOS DA CRISE FINANCEIRA GLOBAL SOBRE A AGRICULTURA BRASILEIRA.

GUSTAVO ROBERTO CORRÊA DA COSTA SOBRINHO E JOSÉ MACIEL DOS SANTOS EFEITOS DA CRISE FINANCEIRA GLOBAL SOBRE A AGRICULTURA BRASILEIRA. EFEITOS DA CRISE FINANCEIRA GLOBAL SOBRE A AGRICULTURA BRASILEIRA. GUSTAVO ROBERTO CORRÊA DA COSTA SOBRINHO E JOSÉ MACIEL DOS SANTOS Consultores Legislativos da Área X Agricultura e Política Rural MARÇO/2009

Leia mais

FINANCIAMENTO DO DESENVOLVIMENTO URBANO

FINANCIAMENTO DO DESENVOLVIMENTO URBANO FINANCIAMENTO DO DESENVOLVIMENTO URBANO As condições para o financiamento do desenvolvimento urbano estão diretamente ligadas às questões do federalismo brasileiro e ao desenvolvimento econômico. No atual

Leia mais

Contribuições do MAPA para a Implantação da Nova Lei Florestal

Contribuições do MAPA para a Implantação da Nova Lei Florestal MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO MAPA SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO AGROPECUÁRIO E COOPERATIVISMO SDC DEPARTAMENTO DE SISTEMAS DE PRODUÇÃO E SUSTENTABILIDADE DEPROS Contribuições do

Leia mais

Entenda o IC AGRO. Sobre o Índice de Confiança do Agronegócio (IC Agro)

Entenda o IC AGRO. Sobre o Índice de Confiança do Agronegócio (IC Agro) Metodologia Entenda o IC AGRO O Índice de Confiança do Agronegócio (IC Agro) apresenta informações sobre a percepção econômica do Brasil e do agronegócio por produtores agropecuários, cooperativas e indústrias

Leia mais

RELATÓRIO DA GESTÃO 2014

RELATÓRIO DA GESTÃO 2014 1 Senhores Associados: RELATÓRIO DA GESTÃO 2014 Temos a satisfação de apresentar o Relatório da Gestão e as Demonstrações Contábeis da CREDICOAMO Crédito Rural Cooperativa, relativas às atividades desenvolvidas

Leia mais

Programa para Redução da Emissão de Gases de Efeito Estufa na Agricultura. Programa ABC

Programa para Redução da Emissão de Gases de Efeito Estufa na Agricultura. Programa ABC para Redução da Emissão de Gases de Efeito Estufa na Agricultura Conceito Crédito orientado para promover a redução das emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE) na agricultura, conforme preconizado na

Leia mais

Uso da biotecnologia garante US$ 3,6 bilhões à agricultura brasileira, aponta novo estudo da ABRASEM

Uso da biotecnologia garante US$ 3,6 bilhões à agricultura brasileira, aponta novo estudo da ABRASEM Uso da biotecnologia garante US$ 3,6 bilhões à agricultura brasileira, aponta novo estudo da ABRASEM Resultados incluem primeiro ano de cultivo de milho geneticamente modificado, além das já tradicionais

Leia mais

ESTADO DE MINAS GERAIS

ESTADO DE MINAS GERAIS TEMAS VOLUME DE RECURSOS 20 bilhões para o estado de Minas Gerais: 60% Custeio 25% Comercialização 15% Investimento TAXA DE JUROS Diminuição da taxa de juros para o crédito rural (recursos obrigatórios)

Leia mais

Programa 2014 Agropecuária Sustentável, Abastecimento e Comercialização

Programa 2014 Agropecuária Sustentável, Abastecimento e Comercialização 0299 - Equalização de Preços nas Aquisições do Governo Federal e na Formação de Estoques Reguladores e Estratégicos AGF 1. Descrição: O AGF (Aquisições do Governo Federal) é o instrumento tradicional da

Leia mais

OS DESAFIOS PARA O DESENVOLVIMENTO SEGURO RURAL PRIVADO NO BRASIL

OS DESAFIOS PARA O DESENVOLVIMENTO SEGURO RURAL PRIVADO NO BRASIL OS DESAFIOS PARA O DESENVOLVIMENTO DO SEGURO RURAL PRIVADO NO BRASIL S E G U R O S E G U R O Seguro Rural Modalidades Seguro Agrícola; Seguro Pecuário; Seguro Aqüícola; Seguro de Florestas; Modalidades

Leia mais

Máquinas e Equipamentos de Qualidade

Máquinas e Equipamentos de Qualidade Máquinas e Equipamentos de Qualidade 83 A indústria brasileira de máquinas e equipamentos caracteriza-se pelo constante investimento no desenvolvimento tecnológico. A capacidade competitiva e o faturamento

Leia mais

DILMA ROUSSEFF Presidenta da República. PATRUS ANANIAS Ministro do Desenvolvimento Agrário

DILMA ROUSSEFF Presidenta da República. PATRUS ANANIAS Ministro do Desenvolvimento Agrário DILMA ROUSSEFF Presidenta da República PATRUS ANANIAS Ministro do Desenvolvimento Agrário MARIA FERNANDA RAMOS COELHO Secretária Executiva do Ministério do Desenvolvimento Agrário MARIA LÚCIA DE OLIVEIRA

Leia mais

Sumário Executivo. Climate Policy Initiative. Dezembro 2013

Sumário Executivo. Climate Policy Initiative. Dezembro 2013 PRODUÇÃO E PROTEÇÃO: IMPORTANTES DESAFIOS PARA O BRASIL Climate Policy Initiative Dezembro 2013 No Brasil, assim como em outros países, há frequente tensão entre objetivos econômicos, sociais e ambientais,

Leia mais

2014: Um ano de vitórias para o agronegócio

2014: Um ano de vitórias para o agronegócio Edição 08 - Janeiro de 2015 2014: Um ano de vitórias para o agronegócio Esta edição do Boletim do Agronegócio Internacional dedica atenção especial à análise do comércio exterior do setor em 2014. A agricultura

Leia mais