Encaminho a V. Sa., documentação da Prestação de Contas, composta dos anexos

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Encaminho a V. Sa., documentação da Prestação de Contas, composta dos anexos"

Transcrição

1

2 ANEXO I (MODELO) OFÍCIO DE ENCAMINHAMENTO DA PRESTAÇÃO CONTAS CONVÊNIO Nº Ofício nº 001 / Senhor (a) Secretário (a) RECIFE, de JUNHO de Encaminho a V. Sa., documentação da Prestação de Contas, composta dos anexos,,,,,,,,, referentes ao Convênio firmado entre o (a) Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (concedente), CNPJ nº / e o (a) (Convenente), xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx CNPJ nº / Parcela liberada em: 01/01/2012 no valor de R$ (valor recebido) Colocamo-nos à disposição de V. Sa., para quaisquer informações adicionais, que se fizerem necessárias. Atenciosamente, (Nome e assinatura do Presidente e /ou Diretor da Entidade) Ilmo (a). Sr. (a). Secretário (a) Estadual de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos ATT / Núcleo de Prestação de Contas Av. Cruz Cabugá, 665 Santo Amaro Recife PE. CEP

3 RELATÓRIO DE EXECUÇÃO FÍSICO-FINANCEIRO ANEXO III Executor: Convênio Número: Programa: Período de: FÍSICO META ETAPA NO PERÍODO ATÉ O PERÍODO DESCRIÇÃO UNIDADE (ÁREA) FASE PROG. EXEC. PROG. EXEC. M1 1 Aquisição de material de limpeza % 85% 100% 85% M 2 2 Aquisição de material permanente 6 100% 100% 100% 100% M 3 3 Prestação de Serviço - Psicólogo 1 100% 100% 100% 100% TOTAL 100% 95% 100% 95%

4 META (ÁREA) ETAPA FASE FINANCEIRO (R$ 1,00) REALIZADO NO PERÍODO REALIZADO ATÉ O PERÍODO CONCED. EXEC. OUT. TOTAL CONCED. EXEC. OUT. TOTAL M , ,54 579, ,54 M , , , ,00 M , , , ,00 Unidade Executora: Responsável pela Execução: TOTAL 6.867,54 Assinatura do Presidente e/ou Diretor Assinatura do Contador com carimbo e nº do CRC Reservado à Unidade Concedente Parecer Técnico Parecer Financeiro Aprovação do Ordenador da Despesa Assinatura Local e Data / /

5 EXECUÇÃO DA RECEITA E DA DESPESA - ANEXO IV COM TIMBRE DA ENTIDADE 1. EXECUTOR: 2. CONVENIO NÚMERO PROGRAMA: Todos com a Nota Módulo Solidário 3. RECEITA 4. DESPESA Valores Recebidos Inclusive os Rendimento (Discriminar) Despesa realizada conforme Relação de Pagamentos, saldo (recolhido / a recolher) Recebido em: 01 / 02 /2011 R$ 6.973,00 Despesas do Convênio: ,54 Contrapartida 0, ,00 Rend. Aplic. Financeira 100, , , ,54 5. SALDO (Devolvido) 205,46 TOTAL 7.073,00 6. TOTAL 7.073,00 7.EXECUTOR (Assinatura do Diretor / Presidente) 8. RESPONSÁVEL PELA EXECUÇÃO (Assinatura do Contador com nº do CRC)

6 RELAÇÃO DOS PAGAMENTOS ANEXO V COM TIMBRE DA ENTIDADE Cód. Rec. Utilizado s 1.Conced ente 2.Execut or 3.Outros UNIDAD E EXECUT ORA: UNIDADE EXECUTORA CONVÊNIO Nº REC ÍTEM CREDOR CNPJ/CGC NAT.DE DESPESAS LICT. Nº CHEQUE DATA / EMISSÃO CHQ TIT.DE CRÉDITO DATA PAGT. VALOR R$ 1 01 RDM COMERCIAL SUPRIMENTO LTDA / /10/10 NF /10/10 579, FULANO DA SILVA XX /06/10 RECIBO 15/06/ ,52 02 INSTITUTO DE PREV. SOCIAL - INSS XX /06/10 GPS 15/06/10 260,15 02 PREFEITURA DE RECIFE - ISS XX /06/10 DAM 15/06/10 118,25 02 RECEITA FEDERAL DO BRASIL - IR XX /06/10 DARF 15/06/10 35, EQUIPO MATERIAL DE ESCRITÓRIO / /10/10 NF /10/ , INSTITUTO DE PREV. SOCIAL/PATRONAL XX /06/10 GPS 15/06/10 473,00 UNIDADE EXECUTORA Responsável pela Execução TOTAL 6.867,54 Assinatura (Diretor / Presidente) Assinatura do Contador C.R.C.

7 RETENÇÃO DE IMPOSTOS COMO FAZER? No exemplo dado, usamos o valor de R$ 2.365,00 para o pagamento da Prestação de Serviços Terceiros- Pessoa Física e nesse tipo de pagamento existe a incidência dos seguintes impostos: INSS, ISS e IRRF. Vejamos a seguir como fica a retenção dos impostos para uma pessoa que receberia o valor de R$ 2.365,00: Cálculo da retenção do INSS e IRRF Para o INSS calcula-se 11% em cima do valor bruto, então: Valor bruto do serviço = R$ 2.365,00 (-) Retenção do INSS = R$ 260,15 Base calculo p/irrf = R$ 2.104,85 (vamos a tab.do IRRF verificar o percentual do IR, que foi de7,50%) = R$ 157,86 a parcela a deduzir de R$ 122,78= 35,08 Valor do IRRF...= R$ 35,08

8 RETENÇÃO DE IMPOSTOS COMO FAZER? CÁLCULO DO ISS: Lembrando que a porcentagem do valor retido do ISS varia de acordo com a prefeitura. No exemplo a cima, tomamos como referência a Prefeitura do Recife, onde o percentual para retenção é de 5%. Calcula-se o ISS em cima do valor bruto que é de R$ 2.365,00 então teremos: 5% de R$ 2.365,00 = R$ 118,25 para pagamento do ISS Resumindo: Valor bruto do serviço = R$ 2.365,00 (-)Valor da retenção do INSS(11%)...= R$ 260,15 (-)Valor da retenção do ISS(5%)......=.R$...118,25 (-) Valor da retenção do IRRF......=.R$ 35,08 Valor líquido a ser pago.ao Prestador.=.R$ 1.951,52 Cálculo do valor do INSS-patronal(20%): R$ 2.365,00 x 20% = R$ 473,00

9 CONCILIAÇÃO BANCÁRIA ANEXO VII COM TIMBRE DA ENTIDADE UNIDADE EXECUTORA PRESTAÇÃO DE CONTAS CONVÊNIO NÚMERO: PROGRAMA: PARCIAL FINAL PERÍODO DE: BANCO AGÊNCIA CONTA CORRENTE Nº MOVIMENTAÇÃO BANCÁRIA DISCRIMINAÇÃO VALOR SALDO (+) Saldo Constante do Extrato Bancário em: / / (+) Saldo Constante do extrato de Aplicação Financeira em: / / ( -) Cheques Emitidos e não processados no Extrato Bancário (-) Valores Creditados pelo Banco (+) Valores Debitados pelo Banco SALDO DO RAZÃO CONTÁBIL EM: / / Unidade Executora Assinatura do Diretor / Presidente Responsável pela Execução Assinatura do Contador com nº do CRC

10 RELAÇÃO DE BENS ANEXO VIII COM TIMBRE DA ENTIDADE ADQUIRIDOS, PRODUZIDOS OU CONSTRUÍDOS Unidade Executora: DOC. Nº Data Especificação Qtde. NF /10/10 Unidade Executora Roupeiro em aço c/ 12 portas, cor cinza cristal, modelo GRP 503/12 Convênio Número: Programa: Responsável pela Execução Valor Unitário Total , ,00 TOTAL GERAL 3.450,00 Assinatura do Diretor / Presidente Assinatura do Contador com nº do CRC

11 DECLARAÇÃO DE AUTORIDADE COMPETENTE COM TIMBRE DA ENTIDADE (MODELO) Declaro, para os devidos fins, que os recursos transferidos pela Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, no valor de R$ 6.973,00 (seis mil novecentos e setenta e três reais), acrescido dos Rendimentos de Aplicação Financeira no valor de R$ 100,00 (cem reais), e de Contrapartida no de R$ 0,00, Referente ao Convênio nº xx / 2010, foi parcialmente utilizado no Período de 01/07/2010 a 31/12/2010, e que o objeto do Convênio supracitado, foi fielmente cumprido conforme cláusula especificada do referido instrumento. (Entidade), 31 de Dezembro de 2010 (Nome do Presidente e/ou Diretor + Assinatura) (Nome do Contador com nº do CRC + assinatura)

Estado de Mato Grosso Prefeitura Municipal de Alto Garças

Estado de Mato Grosso Prefeitura Municipal de Alto Garças PRESTAÇÃO DE CONTAS ANEXO II RELAÇÃO DE PAGAMENTOS Convênio nº: REC ITEM CREDOR CGC/CPF CH/OB DATA VALOR (R$ 1,00) Responsável pela Execução: INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO RELAÇÃO DE PAGAMENTOS Refere-se

Leia mais

Modelo de Prestação de Contas de Convênio com a SEPOF INSTRUÇÕES GERAIS

Modelo de Prestação de Contas de Convênio com a SEPOF INSTRUÇÕES GERAIS Modelo de Prestação de Contas de Convênio com a SEPOF INSTRUÇÕES GERAIS No momento da entrega da prestação de contas só será protocolado a prestação de contas que estiver completa com todos os itens obrigatórios

Leia mais

ANEXO II INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO RELAÇÃO DE PAGAMENTOS GPC 01

ANEXO II INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO RELAÇÃO DE PAGAMENTOS GPC 01 ANEXO II INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO RELAÇÃO DE PAGAMENTOS GPC 01 Refere-se ao registro de pagamento das despesas efetuadas na execução do projeto, à conta de recursos do Executor e/ou do Concedente, devendo

Leia mais

RELATÓRIO DE EXECUÇÃO FÍSICO-FINANCEIRO

RELATÓRIO DE EXECUÇÃO FÍSICO-FINANCEIRO RELATÓRIO DE EXECUÇÃO FÍSICO-FINANCEIRO INSTRUÇÕES PARA PREENCHIMENTO FÍSICO: refere-se ao indicador físico de qualificação e quantificação do produto de cada meta e etapa a executar e executada. 1. EXECUTOR:

Leia mais

E-mail Funtef-cp@utfpr.edu.br. Categoria Valor Recebido (A) Valor Utilizado (B) Saldo do Projeto (C = A - B) Saldo anterior

E-mail Funtef-cp@utfpr.edu.br. Categoria Valor Recebido (A) Valor Utilizado (B) Saldo do Projeto (C = A - B) Saldo anterior Anexo I Encaminhamento de Prestação de Contas Convênio nº 1122/2012 1 - IDENTIFICAÇÃO DO PROPONENTE/BENEFICIÁRIO Beneficiário: Fundação de Apoio à Educação, Pesquisa e Desenvolvimento Científico e Tecnológico

Leia mais

PRESTAÇÃO DE CONTAS RELATÓRIO FÍSICO-FINANCEIRO

PRESTAÇÃO DE CONTAS RELATÓRIO FÍSICO-FINANCEIRO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE CACHOEIRINHA GABINETE DO PREFEITO MUNICIPAL UNIDADE CENTRAL DE CONTROLE INTERNO PRESTAÇÃO DE CONTAS RELATÓRIO FÍSICO-FINANCEIRO ANEXO II FORMULÁRIO A

Leia mais

ANEXO I OFÍCIO DE ENCAMINHAMENTO DA PRESTAÇÃO DE CONTAS Nº DO CONVÊNIO:

ANEXO I OFÍCIO DE ENCAMINHAMENTO DA PRESTAÇÃO DE CONTAS Nº DO CONVÊNIO: ANEXO I OFÍCIO DE ENCAMINHAMENTO DA PRESTAÇÃO DE CONTAS Nº DO CONVÊNIO: Ofício nº /2015 Uberaba/MG, de de 2015 Ilmo(a). Sr (a), Encaminho à V. Sa., documentação comprobatória da prestação de contas, composta

Leia mais

E-mail Funtef-cp@utfpr.edu.br

E-mail Funtef-cp@utfpr.edu.br Anexo I Encaminhamento de Prestação de Contas Convênio nº 339/2012 1 - IDENTIFICAÇÃO DO PROPONENTE/BENEFICIÁRIO Beneficiário: Fundação de Apoio à Educação, Pesquisa e Desenvolvimento Científico e Tecnológico

Leia mais

LEI Nº 3601/2015, DE 19 DE MAIO DE 2015.

LEI Nº 3601/2015, DE 19 DE MAIO DE 2015. LEI Nº 3601/2015, DE 19 DE MAIO DE 2015. AUTORIZA O MUNICÍPIO CONCEDER SUBVENÇÃO SOCIAL AO CENTRO OCUPACIONAL BRUNO JOSÉ CAMPOS HORTA COMUNITÁRIA, FIRMAR CONVÊNIO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O PREFEITO MUNICIPAL

Leia mais

Elaboração: Nilson José da Silva. Auditor do Estado. Cristina Santos Vilella. Auditora do Estado

Elaboração: Nilson José da Silva. Auditor do Estado. Cristina Santos Vilella. Auditora do Estado Versão 1 - Cuiabá Novembro de 2005 1 Elaboração: Nilson José da Silva Auditor do Estado Cristina Santos Vilella Auditora do Estado 2 APRESENTAÇÃO A Auditoria-Geral do Estado de Mato Grosso AGE-MT após

Leia mais

NORMAS GERAIS PARA RECEBIMENTO E CONFERÊNCIA DE DOCUMENTOS

NORMAS GERAIS PARA RECEBIMENTO E CONFERÊNCIA DE DOCUMENTOS NORMAS GERAIS PARA RECEBIMENTO E CONFERÊNCIA DE DOCUMENTOS PROCEDIMENTO PADRÃO Nº. 001/2006. Teresina, Março 2008 ATUALIZADO EM MARÇO DE 2008 NORMAS GERAIS PARA RECEBIMENTO E CONFERÊNCIA DE DOCUMENTOS

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 20/2015, DE 20 DE ABRIL DE 2015.

PROJETO DE LEI Nº 20/2015, DE 20 DE ABRIL DE 2015. PROJETO DE LEI Nº 20/2015, DE 20 DE ABRIL DE 2015. AUTORIZA O MUNICÍPIO CONCEDER CONTRIBUIÇÃO AO GRUPO DA MELHOR IDADE PAZ E AMOR, FIRMAR CONVÊNIO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O PREFEITO MUNICIPAL DE GUAPORÉ-RS

Leia mais

1 Solicitante do Auxílio Orientador-Pesquisador 2- N.º do Projeto. 3 - Tipo de Despesa. Relação do Material de Consumo.

1 Solicitante do Auxílio Orientador-Pesquisador 2- N.º do Projeto. 3 - Tipo de Despesa. Relação do Material de Consumo. ANEXO D PRESTAÇÃO DE CONTAS ENCAMINHAMENTO DE PRESTAÇÃO DE CONTAS IDENTIFICAÇÃO DO BENEFICIÁRIO Solicitante do Auxílio Orientador-Pesquisador CPF Endereço completo Telefone CEP Cidade UF E-MAIL FAX Tema

Leia mais

RELATÓRIO DA EXECUÇÃO FÍSICO-FINANCEIRA

RELATÓRIO DA EXECUÇÃO FÍSICO-FINANCEIRA PREENCHIMENTO DO ANEXO III RELATÓRIO DA EXECUÇÃO FÍSICO-FINANCEIRA FÍSICO: refere-se ao indicador físico da qualificação e quantificação do produto de cada meta e etapa executada e a executar. Não fazer

Leia mais

ENCAMINHAMENTO DE PRESTAÇÃO DE CONTAS IDENTIFICAÇÃO DO BENEFICIÁRIO MOVIMENTAÇÃO FINANCEIRA

ENCAMINHAMENTO DE PRESTAÇÃO DE CONTAS IDENTIFICAÇÃO DO BENEFICIÁRIO MOVIMENTAÇÃO FINANCEIRA ANEXO VI PRESTAÇÃO DE CONTAS Proponente Endereço completo ENCAMINHAMENTO DE PRESTAÇÃO DE CONTAS IDENTIFICAÇÃO DO BENEFICIÁRIO CPF Telefone CEP Cidade UF E-mail Fax Tema do Projeto Período de utilização

Leia mais

MUNICÍPIO DE BOM PRINCÍPIO Estado do Rio Grande do Sul

MUNICÍPIO DE BOM PRINCÍPIO Estado do Rio Grande do Sul LEI Nº 1.738/2010, de 21 de dezembro de 2010. CONCEDE INCENTIVOS A EMPRESA FIBRAFORM INDUSTRIA DE COMPOSTOS PLASTICOS LTDA E DÁ OUTRAS PROVIDENCIAS. JACOB NESTOR SEIBEL, Prefeito Municipal de Bom Princípio,

Leia mais

Manual Prático Para Prestação de Contas

Manual Prático Para Prestação de Contas Manual Prático Para Prestação de Contas INTRODUÇÃO O presente manual tem por finalidade orientar os gestores de projetos culturais sobre os seus deveres, instruir como realizar as despesas e prestar contas

Leia mais

Prestacao de Contas para Convenios COORDENADORIA DE PLANEJAMENTO E GESTÃO COPLAG NÚCLEO DE CONTROLADORIA NUCON

Prestacao de Contas para Convenios COORDENADORIA DE PLANEJAMENTO E GESTÃO COPLAG NÚCLEO DE CONTROLADORIA NUCON Prestacao de Contas para Convenios COORDENADORIA DE PLANEJAMENTO E GESTÃO COPLAG NÚCLEO DE CONTROLADORIA NUCON SECRETARIO ADJUNTO DO DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO Antônio Rodrigues de Amorim SECRETARIO EXECUTIVO

Leia mais

ANEXO VI PROPOSTA COMERCIAL

ANEXO VI PROPOSTA COMERCIAL ANEXO VI PROPOSTA COMERCIAL Índice 1 - Tarifa Básica de Remuneração 2 - Cálculo da Contrapartida 3 - Demanda Anual 4 - Prazo de Pagamento 5 - Apresentação da Proposta Comercial 6 Modelo de Declaração da

Leia mais

Ilmo. Sr. Delegado de Julgamento da Receita Federal do Brasil

Ilmo. Sr. Delegado de Julgamento da Receita Federal do Brasil Ilmo. Sr. Delegado de Julgamento da Receita Federal do Brasil COMERCIAL MOSTAERT LTDA, empresa comercial inscrita no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica do Ministério da Fazenda sob o Nº. 11.563.145/0001-17,

Leia mais

Retenções na Fonte e Informações para a D.C.T.F. (Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais)

Retenções na Fonte e Informações para a D.C.T.F. (Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais) São Paulo, agosto de 2012 Retenções na Fonte e Informações para a D.C.T.F. (Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais) Prezado cliente: Sua empresa está obrigada a entrega da DCTF (apresentação

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO PRÓ-REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO PRÓ-REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO ANEXO 1 Conferência para nota fiscal de serviço Conferência da NF autuada folha do processo / -. Quadro I Divisão de Contratos Documentos Acompanhados da N.F. nº ( ) SICAF ( ) Certidão Negativa de Débitos

Leia mais

PRESTAÇÃO DE CONTAS - PARCIAL OU FINAL

PRESTAÇÃO DE CONTAS - PARCIAL OU FINAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior Programa de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico Tel. : (061)214-8806 ou 225-3353

Leia mais

ANEXO I INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO DEMONSTRATIVO DA EXECUÇÃO DA RECEITA E DA DESPESA E DE PAGAMENTOS EFETUADOS

ANEXO I INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO DEMONSTRATIVO DA EXECUÇÃO DA RECEITA E DA DESPESA E DE PAGAMENTOS EFETUADOS ANEXO I INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO DO FORMULÁRIO DEMONSTRATIVO DA EXECUÇÃO DA RECEITA E DA DESPESA E DE PAGAMENTOS EFETUADOS BLOCO 1 IDENTIFICAÇÃO CAMPO 01 Informar nome da Prefeitura Municipal (rua,

Leia mais

AUXÍLIOS FINANCEIROS CONVÊNIOS ENTIDADES REGISTRADAS

AUXÍLIOS FINANCEIROS CONVÊNIOS ENTIDADES REGISTRADAS AUXÍLIOS FINANCEIROS CONVÊNIOS ENTIDADES REGISTRADAS Modalidade/Convênios: Repasse de ARTs e Mútua Cooperação (projetos que objetivem o aperfeiçoamento técnico e cultural). Natureza dos Projetos: Pesquisas

Leia mais

ORIENTAÇÕES SOBRE PAGAMENTO DE TRIBUTOS COM ACRÉSCIMOS LEGAIS (JUROS E MULTA)

ORIENTAÇÕES SOBRE PAGAMENTO DE TRIBUTOS COM ACRÉSCIMOS LEGAIS (JUROS E MULTA) ORIENTAÇÕES SOBRE PAGAMENTO DE TRIBUTOS COM ACRÉSCIMOS LEGAIS (JUROS E MULTA) DITE Gerência Financeira do Tesouro Estadual GEFTE 1 GOVERNO DO ESTADO DE SANTA CATARINA João Raimundo Colombo (Governador

Leia mais

PROJETO SETORIAL CONVÊNIO SOFTEX / APEX 2014 2016

PROJETO SETORIAL CONVÊNIO SOFTEX / APEX 2014 2016 Campinas, 15 de outubro de 2014. EDITAL PARA CONTRATAÇÃO DE AUDITORIA EXTERNA INDEPENDENTE PROJETO SETORIAL CONVÊNIO SOFTEX / APEX 2014 2016 Prezados Senhores, A Associação para Promoção da Excelência

Leia mais

Manual de Prestação de Contas: Convênios Estaduais

Manual de Prestação de Contas: Convênios Estaduais D I R E T O R I A D E CONTRATOS E CONVÊNIOS M a n u a l d e P r e s t a ç ã o d e C o n t a s S e c r e t a r i a d e E s t a d o d e D e f e s a S o c i a l Manual de Prestação de Contas: Convênios Estaduais

Leia mais

Portal dos Convênios SICONV

Portal dos Convênios SICONV MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS Portal dos Convênios SICONV Execução Processo de Compra, Contrato,

Leia mais

F4D7 - Solicitação de Convênio para Execução de Projetos e/ou Eventos

F4D7 - Solicitação de Convênio para Execução de Projetos e/ou Eventos Página: 1 de 8 INSTRUÇÕES PARA FIRMAR CONVÊNIO COM O CREA-CE Conforme Art. 25. Serão admitidas para cumprimento do objeto do convênio firmado entre o Crea e a instituição de ensino ou a entidade de classe

Leia mais

CENTRO DE EXCELÊNCIA EM TECNOLOGIA DE SOFTWARE SOFTEX RECIFE

CENTRO DE EXCELÊNCIA EM TECNOLOGIA DE SOFTWARE SOFTEX RECIFE AUDITORIA NO TERMO DE PARCERIA ENTRE A SOFTEX E A PREFEITURA DA CIDADE DO RECIFE NO PERÍODO DE JULHO A SETEMBRO DE 2007 Í N D I C E Páginas 1 PARECER DA AUDITORIA... 3 e 4 2 IDENTIFICAÇÃO DO PROJETO...

Leia mais

ORIENTAÇÃO BÁSICA PARA PRESTAÇÃO DE CONTAS DE ENTIDADES DO TERCEIRO SETOR

ORIENTAÇÃO BÁSICA PARA PRESTAÇÃO DE CONTAS DE ENTIDADES DO TERCEIRO SETOR MINISTÉRIO PÚBLICO DE PERNAMBUCO Procuradoria Geral de Justiça Secretaria Geral do Ministério Público Coordenadoria Ministerial de Apoio Técnico e Infraestrutura Gerência Ministerial de Contabilidade ORIENTAÇÃO

Leia mais

CONVÊNIO SEDAC N 19/2011

CONVÊNIO SEDAC N 19/2011 ... ~ecretaria aa~ura G o V E. R N O D O E S TA D Pro O RIO GRANDE DO SU c. n S ECRET A R I A DA CUL TUR.1f~:.É.~--~~.:...,~~~-- CONVÊNIO SEDAC N 19/2011 CONVÊNIO que celebram o ESTADO DO RIO GRANDE DO

Leia mais

ORDENS BANCÁRIAS ESTADOS E MUNICÍPIOS MANUAL DO USUÁRIO

ORDENS BANCÁRIAS ESTADOS E MUNICÍPIOS MANUAL DO USUÁRIO ORDENS BANCÁRIAS ESTADOS E MUNICÍPIOS MANUAL DO USUÁRIO Ordens Bancárias Estados e Municípios Sumário 1. Introdução... 3 2. Público Alvo... 3 3. Características... 4 3.1. Modalidades e tipos de ordens

Leia mais

C O N V Ê N I O Nº 145/2014

C O N V Ê N I O Nº 145/2014 C O N V Ê N I O Nº 145/2014 Que entre si celebram de um lado o MUNICÍPIO DE ITABIRITO, pessoa jurídica de direito público interno, inscrição no CNPJ sob o nº 18.307.835/0001-54, com endereço a Avenida

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITABIRITO

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITABIRITO C O N V Ê N I O Nº 011/2013 Que entre si celebram de um lado o MUNICÍPIO DE ITABIRITO, pessoa jurídica de direito público interno, inscrição no CNPJ sob o nº 18.307.835/0001-54, com endereço a Avenida

Leia mais

MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO

MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO CONVÊNIO ENTRE O MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO E A SECÇÃO ESTADUAL DO RIO GRANDE DO SUL DO CIOFF, PARA A REALIZAÇÃO DO XI FESTIVAL INTERNACIONAL DE FOLCLORE DE PASSO FUNDO O36/2014 PGM O MUNICÍPIO DE PASSO

Leia mais

FRBL FUNDO DE RECONSTITUIÇÃO DE BENS LESADOS

FRBL FUNDO DE RECONSTITUIÇÃO DE BENS LESADOS FRBL FUNDO DE RECONSTITUIÇÃO DE BENS LESADOS Orientações para Organizações da Sociedade Civil sem Fins Lucrativos (OSCs) Expediente Material produzido pelo ICom - Instituto Comunitário Grande Florianópolis

Leia mais

2- TRANSFERÊNCIAS REALIZADAS ÀS INSTITUIÇÕES POR INTERMÉDIO DE CONVÊNIOS

2- TRANSFERÊNCIAS REALIZADAS ÀS INSTITUIÇÕES POR INTERMÉDIO DE CONVÊNIOS MANUAL DE ORIENTAÇÕES PARA INSTITUIÇÕES DE APLICAÇÃO DE RECURSOS E PRESTAÇÃO DE CONTAS DE CONVÊNIOS FIRMADOS COM A SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL E ESPORTES SEDESE. 1 - INTRODUÇÃO Este

Leia mais

Edital n.º 001/2014 - CMDCA MANUTENÇÃO DE PROGRAMAS EM EXECUÇÃO

Edital n.º 001/2014 - CMDCA MANUTENÇÃO DE PROGRAMAS EM EXECUÇÃO Edital n.º 001/2014 - CMDCA MANUTENÇÃO DE PROGRAMAS EM EXECUÇÃO O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente - CMDCA, no uso de suas atribuições conferidas pela Lei Complementar Municipal

Leia mais

LEI Nº 2.437, DE 11 DE FEVEREIRO DE 2015.

LEI Nº 2.437, DE 11 DE FEVEREIRO DE 2015. LEI Nº 2.437, DE 11 DE FEVEREIRO DE 2015. Autoriza o Executivo Municipal a repassar recursos financeiros mediante convênio às APM'S - Associações de Pais e Mestres das Escolas e CEMEIS da Rede Municipal

Leia mais

TIPO DE CREDITO VALOR DO EMPENHO R$ PROCESSO DE PAGAMENTO No. LIQUIDAÇÃO. Especial Extraordinário

TIPO DE CREDITO VALOR DO EMPENHO R$ PROCESSO DE PAGAMENTO No. LIQUIDAÇÃO. Especial Extraordinário CNPJ: 13.252.01U/UUU16l) NOTA DE SUBEMPENHO BAIXA NOTA DE EMPENHO No. 8 / 2015 TIPO DA NOTA Ordinãric] Global Estimativa Orçamentário e Suplementar UNIDADE ORÇAMENTARIA 01.01.01 Câmara Municipal de Amargosa

Leia mais

PORTARIA TRT 18ª GP/DG/SOF Nº

PORTARIA TRT 18ª GP/DG/SOF Nº PORTARIA TRT 18ª GP/DG/SOF Nº 06, de 17.2.09 O DESEMBARGADOR-PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais, CONSIDERANDO o disposto nos arts.

Leia mais

2. ESPECIFICAÇÃO DAS METAS E ETAPAS

2. ESPECIFICAÇÃO DAS METAS E ETAPAS Cotação Prévia de Preço n 004/2011 Convênio 751723/2010 Menor Preço e melhor técnica Cotação prévia de Preços na modalidade melhor técnica e preço para contratação de serviços contábeis para a prestação

Leia mais

ANEXOS Resolução TCE Nº 1.604/07 (Administração Estadual)

ANEXOS Resolução TCE Nº 1.604/07 (Administração Estadual) ANEXO I DEMONSTRATIVO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA E FINANCEIRA DOS RECURSOS RECEBIDOS Código Receita Ingressos 00 RECURSOS DO TESOURO (PESSOAL) 00 RECURSOS DO TESOURO (CUSTEIO E INVESTIMENTOS) 10 RECURSOS

Leia mais

LEI Nº 3604/2015, DE 19 DE MAIO DE 2015.

LEI Nº 3604/2015, DE 19 DE MAIO DE 2015. LEI Nº 3604/2015, DE 19 DE MAIO DE 2015. AUTORIZA O MUNICÍPIO CONCEDER CONTRIBUIÇÃO AO CLUBE DA MAIOR IDADE ALEGRIA DE VIVER, FIRMAR CONVÊNIO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O PREFEITO MUNICIPAL DE GUAPORÉ-RS

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul Município de Venâncio Aires

Estado do Rio Grande do Sul Município de Venâncio Aires PROJETO-DE-LEI Nº 010, DE 20 DE MARÇO DE 2015 Poder Executivo Autoriza o Poder Executivo a conceder repasse de recursos financeiros ao ESPORTE CLUBE GUARANI, com sede nesta Cidade, a celebrar convênio

Leia mais

2.2.1. Caso seja protocolado mais de 01 (um) projeto, será aceito o último projeto protocolado.

2.2.1. Caso seja protocolado mais de 01 (um) projeto, será aceito o último projeto protocolado. EDITAL DE CONCURSO N 002/2015 8 EDITAL DO FUNDO MUNICIPAL DE APOIO À CULTURA A FUNDAÇÃO CULTURAL DE BRUSQUE, inscrita no CNPJ sob o nº 04.894.677/0001-71, com sede na Rua Germano Schaefer, 110 Praça da

Leia mais

RECIBO DE PAGAMENTO A AUTÔNOMO

RECIBO DE PAGAMENTO A AUTÔNOMO RECIBO DE PAGAMENTO A AUTÔNOMO Como contratar um serviço de Autônomo? O Autônomo é definido por duas formas: 1. Aquele que presta serviço em caráter eventual, em uma ou mais empresas sem relação de emprego;

Leia mais

COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 001/2012

COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 001/2012 COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Contrato de Repasse do Convênio no SICONV nº 763468/2011-IPD/MDA/BB Modalidade: Maior percentual de desconto oferecido sobre o valor do volume de vendas Entrega da Proposta até

Leia mais

CONVÊNIO DE COLABORAÇÃO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO E O INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO DE PASSO FUNDO - SOLIDARIEDADE - IDPF

CONVÊNIO DE COLABORAÇÃO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO E O INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO DE PASSO FUNDO - SOLIDARIEDADE - IDPF CONVÊNIO DE COLABORAÇÃO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO E O INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO DE PASSO FUNDO - SOLIDARIEDADE - IDPF 032/2014 - PGM O MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO, pessoa jurídica

Leia mais

CHECKLIST CONVÊNIOS E CONTRATOS DE REPASSE RECURSOS FEDERAIS

CHECKLIST CONVÊNIOS E CONTRATOS DE REPASSE RECURSOS FEDERAIS CHECKLIST CONVÊNIOS E CONTRATOS DE REPASSE RECURSOS FEDERAIS VERIFICAÇÕES PRELIMINARES Art. 3, caput e 1 ; 1. O objeto do convênio ou contrato de repasse guarda relação com a atividade do convenente? 2.

Leia mais

Agricultura Familiar

Agricultura Familiar DA UNIDADE EXECUTORA: N ºINEP: OFÍCIO N.: / 20 LOCAL E DATA:, / / Senhor (a) Gestor(a), Encaminhamos, em anexo, a V.S.ª, a prestação de conta desta Unidade, referente aos a Repasses/20, no valor total

Leia mais

Análise da Prestação de Contas apresentada pelo Convenente.

Análise da Prestação de Contas apresentada pelo Convenente. PARECER Nº.: 007/2012 PROCESSO: 59510.001420/2012-48 ASSUNTO: Análise da Prestação de Contas apresentada pelo Convenente. DATA: 09/07/2012. A - HISTÓRICO: A.1 - CONVENENTE: Instituto de Promoção do Desenvolvimento.

Leia mais

ANEXO I CADASTRO DO(A) ÓRGÃO/ENTIDADE E DO(A) DIRIGENTE

ANEXO I CADASTRO DO(A) ÓRGÃO/ENTIDADE E DO(A) DIRIGENTE ANEXO I CADASTRO DO(A) ÓRGÃO/ENTIDADE E DO(A) DIRIGENTE BLOCO 1- IDENTIFICAÇÃO DO(A) ÓRGÃO/ENTIDADE CAMPO 01 - CNPJ Informar o número de inscrição do(a) órgão/ entidade proponente (Secretaria de Educação

Leia mais

ATIVO. ATIVO CIRCULANTE Notas 2013 2012. Caixa 100,26 389,19 Bancos Contas Movimento 170.158,22 72.838,03 Bancos Contas Aplicação 3.947,20 264.

ATIVO. ATIVO CIRCULANTE Notas 2013 2012. Caixa 100,26 389,19 Bancos Contas Movimento 170.158,22 72.838,03 Bancos Contas Aplicação 3.947,20 264. BALANÇOS PATRIMONIAIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2013 E 31 DE DEZEMBRO DE 2012 ATIVO ATIVO CIRCULANTE Notas 2013 2012 Disponibilidades Caixa 100,26 389,19 Bancos Contas Movimento 170.158,22 72.838,03 Bancos

Leia mais

FIPLAN-BA Sistema Integrado de Planejamento, Contabilidade e Finanças do Estado da Bahia DEPAT e Unidades Orçamentárias

FIPLAN-BA Sistema Integrado de Planejamento, Contabilidade e Finanças do Estado da Bahia DEPAT e Unidades Orçamentárias ORIENTAÇÃO TÉCNICA Nº 001/2012 Projeto Unidade Responsável: Assunto: FIPLAN-BA Sistema Integrado de Planejamento, Contabilidade e Finanças do Estado da Bahia DEPAT e Unidades Orçamentárias Ordem Bancárias

Leia mais

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO Orientador Empresarial ORIENTAÇÕES PREVIDÊNCIA SOCIAL RETENÇÃO PREVIDENCIÁRIA COMPENSAÇÃO E RESTITUIÇÃO DE VALORES RETIDOS NAS CESSÕES

Leia mais

REGULAMENTO DOS PROCEDIMENTOS PARA CELEBRAÇÃO DE CONVÊNIOS E ACORDOS DE COOPERAÇÃO TÉCNICA

REGULAMENTO DOS PROCEDIMENTOS PARA CELEBRAÇÃO DE CONVÊNIOS E ACORDOS DE COOPERAÇÃO TÉCNICA REGULAMENTO DOS PROCEDIMENTOS PARA CELEBRAÇÃO DE CONVÊNIOS E ACORDOS DE COOPERAÇÃO TÉCNICA I DOS PRINCÍPIOS GERAIS Art. 1º A ABDI tem por objeto promover a execução de políticas de desenvolvimento industrial,

Leia mais

DADOS CADASTRAIS. FUNDAÇÃO DE DIREITO PRIVADO FUNDAÇÃO DE APOIO À PESQUISA E EXTENSÃO DE SERGIPE Instituição: Título: Endereço: Endereço: RUA LAGARTO

DADOS CADASTRAIS. FUNDAÇÃO DE DIREITO PRIVADO FUNDAÇÃO DE APOIO À PESQUISA E EXTENSÃO DE SERGIPE Instituição: Título: Endereço: Endereço: RUA LAGARTO DADOS CADASTRAIS ORIGINAL ALTERAÇÃO 1.1. CONVENENTE Esfera Administrativa: Razão Social: FUNDAÇÃO DE DIREITO PRIVADO FUNDAÇÃO DE APOIO À PESQUISA E EXTENSÃO DE SERGIPE Instituição: Título: Convênio nº

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE VEREADORES

CÂMARA MUNICIPAL DE VEREADORES PARECER DA COMISSÃO DE EDUCAÇÃO, INDÚSTRIA, COMÉRCIO E TURISMO Projeto de Lei nº 021 de 24 de fevereiro de 2014 AUTOR: Poder Executivo PARECER: Favorável, sem apresentação de emendas EMENTA: Autoriza o

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 002/2014

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 002/2014 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 002/2014 DISPÕE SOBRE A CONCESSÃO DE SUBVENÇÃO SOCIAL, AUXÍLIO FINANCEIRO, CONTRIBUIÇÃO E OUTRAS FONTES DE RECURSO NO ÂMBITO DO PODER EXECUTIVO. A Controladoria Geral do Município

Leia mais

Estado do Rio Grande do Sul Município de Venâncio Aires

Estado do Rio Grande do Sul Município de Venâncio Aires PROJETO-DE-LEI Nº 021, DE 24 DE FEVEREIRO DE 2014. Poder Executivo Autoriza o Poder Executivo a conceder auxílio financeiro ao ESPORTE CLUBE GUARANI, com sede nesta Cidade, a celebrar convênio e dá outras

Leia mais

DECRETO Nº 15.114,DE 8 DE JANEIRO DE 2013 CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

DECRETO Nº 15.114,DE 8 DE JANEIRO DE 2013 CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS DECRETO Nº 15.114,DE 8 DE JANEIRO DE 2013 Disciplina a celebração de convênios e operações de crédito com previsão de ingresso de recursos financeiros que beneficiem órgãos e entidades da Administração

Leia mais

Intercâmbio de Informações entre Bancos e Empresas

Intercâmbio de Informações entre Bancos e Empresas Intercâmbio de Informações entre Bancos e Empresas Padrão FEBRABAN 240 Posições Versão 08.7 21/09/2012 Um sistema financeiro saudável, ético e eficiente é condição essencial para o desenvolvimento econômico,

Leia mais

Objetivo: Regular o processo de elaboração e execução de convênios e contratos no âmbito da COPPETEC

Objetivo: Regular o processo de elaboração e execução de convênios e contratos no âmbito da COPPETEC 1 / 5 Objetivo: Regular o processo de elaboração e execução de convênios e contratos no âmbito da COPPETEC Público Alvo: Coordenadores de projeto e órgãos operacionais da Fundação 1. Definições Iniciais

Leia mais

ANEXO VII EDITAL 003/2013 -PROCULTURA INSTRUÇÕES PARA PRESTAÇÃO DE CONTAS

ANEXO VII EDITAL 003/2013 -PROCULTURA INSTRUÇÕES PARA PRESTAÇÃO DE CONTAS ANEXO VII EDITAL 003/2013 -PROCULTURA INSTRUÇÕES PARA PRESTAÇÃO DE CONTAS BASE LEGAL 1. Capítulo III da Lei nº 5.662/09 2. Item 9 do Edital 000/2013-ProCultura ORIENTAÇÕES GERAIS 1. Os PROPONENTES que

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 236/2005-CAD/UNICENTRO

RESOLUÇÃO Nº 236/2005-CAD/UNICENTRO RESOLUÇÃO Nº 236/2005-CAD/UNICENTRO Celebra Termo de Convênio n 245/2005 firmado entre a UNICENTRO e Fundação Araucária. O REITOR DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO-OESTE, UNICENTRO: Faço saber que o Conselho

Leia mais

Execução de Despesa. DNT/SSSCI/SF Abril 2013

Execução de Despesa. DNT/SSSCI/SF Abril 2013 DNT/SSSCI/SF Abril 2013 Realização Secretaria da Fazenda Subsecretaria do Sistema de Controle Interno Departamento de Normas Técnicas Apresentação David Fabri Monique Junqueira Ferraz Zanella INTRODUÇÃO

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 73/2014, DE 16 DE JULHO DE 2014.

PROJETO DE LEI Nº 73/2014, DE 16 DE JULHO DE 2014. PROJETO DE LEI Nº 73/2014, DE 16 DE JULHO DE 2014. AUTORIZA O MUNICÍPIO CONCEDER SUBVENÇÃO SOCIAL À ASSOCIAÇÃO DOS IDOSOS RECANTO DA AMIZADE, SUPLEMENTAR DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA, FIRMAR CONVÊNIO E DÁ OUTRAS

Leia mais

Fernando Roncada VISÃO CONSULTORIA

Fernando Roncada VISÃO CONSULTORIA Aos clientes VISÃO CONSULTORIA Tarumã, SP, 10 de Fevereiro de 2015. MEMO Nº 09/2015 Assunto: Resolução 06/2014 do Tribunal de Contas do Estado de São SP, orientação sobre prestação de contas anual do Terceiro

Leia mais

Cotação de Preços - Processo nº 117/2015

Cotação de Preços - Processo nº 117/2015 Feira de Santana/BA, 21 de Outubro de 2015. Cotação de Preços - Processo nº 117/2015 À Att.: O Movimento de Organização Comunitária vem através desta, convidar essa conceituada instituição/empresa, participar

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE VEREADORES

CÂMARA MUNICIPAL DE VEREADORES PARECER DA COMISSÃO DE SAÚDE, CIDADANIA E ASSISTÊNCIA SOCIAL Projeto de Lei nº 211 de 18 de dezembro de 2013 AUTOR: Poder Executivo PARECER: Favorável, sem apresentação de emendas EMENTA: Autoriza o Poder

Leia mais

RELATÓRIO DE RECEITA E DESPESA PARCELA 02/13 Executor: ASSOCIAÇÃO DE APOIO A CRIANÇA EM RISO Período

RELATÓRIO DE RECEITA E DESPESA PARCELA 02/13 Executor: ASSOCIAÇÃO DE APOIO A CRIANÇA EM RISO Período RELATÓRIO DE RECEITA E DE DESPESA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO RELATÓRIO DE RECEITA E DESPESA PARCELA 02/3 Executor: ASSOCIAÇÃO DE APOIO A CRIANÇA EM RISO Período RECEITA DESPESA es Recebidos Inclusive os Rendimentos

Leia mais

CONVÊNIO Nº 18/2015 CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO

CONVÊNIO Nº 18/2015 CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO CONVÊNIO Nº 18/2015 TERMO DE CONVÊNIO QUE ENTRE SI CELEBRAM A PREFEITURA MUNICIPAL DE ASSIS, POR SUA SECRETARIA MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL E A ENTIDADE ASILO SÃO VICENTE DE PAULO, objetivando o desenvolvimento,

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE PORTO VELHO PROCURADORIA GERAL CONVÊNIO Nº 017/PGM/2014 - PROCESSO Nº 08.00057/2014

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE PORTO VELHO PROCURADORIA GERAL CONVÊNIO Nº 017/PGM/2014 - PROCESSO Nº 08.00057/2014 1 CONVÊNIO QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE PORTO VELHO, POR INTERMÉDIO DA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE/SEMUSA, DE UM LADO, E DE OUTRO A ASSOCIAÇÃO PROTETORA DOS ANIMAIS DESAMPARADO AMIGOS DE PATAS,

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA DIRETORIA DO TESOURO ESTADUAL GERÊNCIA FINANCEIRA DO TESOURO ESTADUAL

ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA DIRETORIA DO TESOURO ESTADUAL GERÊNCIA FINANCEIRA DO TESOURO ESTADUAL Orientação Técnica GEFTE/DITE nº 003/2015 Florianópolis, 14 de setembro de 2015. Assunto: Procedimentos para Pagamento de Tributos com Acréscimos Legais (Juros e Multa) A Diretoria do Tesouro Estadual,

Leia mais

GUIA DO ESTAGIÁRIO CURSO SUPERIOR

GUIA DO ESTAGIÁRIO CURSO SUPERIOR GUIA DO ESTAGIÁRIO CURSO SUPERIOR FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO VICENTE CURSO SUPERIOR EM BACHAREL EM SITEMAS DE INFORMAÇÃO 1 Faculdade de Tecnologia de São Vicente Av. Presidente Wilson, 1013 Centro

Leia mais

NOTA TÉCNICA Nº 14/2014

NOTA TÉCNICA Nº 14/2014 NOTA TÉCNICA Nº 14/2014 Brasília, 10 de junho de 2014. ÁREA: Contabilidade Municipal TÍTULO: Transferências Obrigatórias para Municípios em situação de emergência - SE ou estado de calamidade pública/ecp

Leia mais

Além de toda a documentação já contemplada para todos os candidatos:

Além de toda a documentação já contemplada para todos os candidatos: Para os candidatos classificados nas cotas de inclusão social Além de toda a documentação já contemplada para todos os candidatos: a) Cópia autenticada do histórico escolar ou cópia simples mediante apresentação

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA AGE N.º 10, DE 20 DE MAIO DE 2010.

INSTRUÇÃO NORMATIVA AGE N.º 10, DE 20 DE MAIO DE 2010. AUDITORIA GERAL DO ESTADO ATOS DO AUDITOR-GERAL INSTRUÇÃO NORMATIVA AGE N.º 10, DE 20 DE MAIO DE 2010. Estabelece normas de organização e apresentação das prestações de contas de convênios que impliquem

Leia mais

Banco Mundial. Capacitação em Gestão de Convênios e Projetos

Banco Mundial. Capacitação em Gestão de Convênios e Projetos Banco Mundial Capacitação em Gestão de Convênios e Projetos Versão: Agosto/2011 O QUE É O PROGRAMA PRODUZIR? O PRODUZIR é um programa do Governo do Estado da Bahia, coordenado pela CAR - Companhia de Desenvolvimento

Leia mais

Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente de Viana - COMDICAVI Lei Municipal Nº. 1214/94

Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente de Viana - COMDICAVI Lei Municipal Nº. 1214/94 EDITAL Nº. 01/2014 - COMDICAVI Dispõe sobre o chancelamento de projetos das entidades não governamentais e órgãos governamentais de atendimento à criança e ao adolescente, para financiamento com recursos

Leia mais

Prezado (a) Responsável pelos programas de Bolsas,

Prezado (a) Responsável pelos programas de Bolsas, CAPES MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO GERÊNCIA DE ORÇAMENTO E FINANÇAS DCPC DIVISÃO DE CONTROLE E PRESTAÇÃO DE CONTAS Brasília,

Leia mais

ATOS DA FMEL - FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER DE ITAJAÍ EDITAL Nº. 004/2013 LEI MUNICIPAL DE INCENTIVO AO ESPORTE

ATOS DA FMEL - FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER DE ITAJAÍ EDITAL Nº. 004/2013 LEI MUNICIPAL DE INCENTIVO AO ESPORTE ATOS DA FMEL - FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER DE ITAJAÍ EDITAL Nº. 004/2013 LEI MUNICIPAL DE INCENTIVO AO ESPORTE O Superintendente da Fundação Municipal de Esporte e Lazer de Itajaí, no uso de

Leia mais

ANUIDADE DE 2011 CONCESSÃO DE REDUÇÃO DE ANUIDADE PARA PESSOA FÍSICA (RESOLUÇÃO CRC SP Nº 1071/2010)

ANUIDADE DE 2011 CONCESSÃO DE REDUÇÃO DE ANUIDADE PARA PESSOA FÍSICA (RESOLUÇÃO CRC SP Nº 1071/2010) ANUIDADE DE 2011 CONCESSÃO DE REDUÇÃO DE ANUIDADE PARA PESSOA FÍSICA (RESOLUÇÃO CRC SP Nº 1071/2010) Poderá solicitar desconto de 30% (trinta por cento) ou 20% (vinte por cento) sobre o valor da anuidade

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal da Integração Latino-Americana

Ministério da Educação Universidade Federal da Integração Latino-Americana Ministério da Educação Universidade Federal da Integração Latino-Americana EDITAL PROEX 10/2014, de 05 de agosto de 2014 PROFIEX 2014 A Comissão Superior de Extensão e a Pró-Reitora de Extensão da Universidade

Leia mais

COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS N.º 023/2013

COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS N.º 023/2013 COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS N.º 023/2013 CONVÊNIO CÁRITAS BRASILEIRA E MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO E SECRETARIA NACIONAL DE ECONOMIA SOLIDARIA MTE/SENAES CONVÊNIO N.º 793007/2013 A Cáritas Brasileira

Leia mais

Tribunal de Justiça Departamento de Orçamento e Finanças Prestação de Contas. MARILDE A. WEBBER GOLDSCHMIDT Funcionário para contato

Tribunal de Justiça Departamento de Orçamento e Finanças Prestação de Contas. MARILDE A. WEBBER GOLDSCHMIDT Funcionário para contato Dados da Comarca Comarca GAURAMA Telefone 54.3391-46 Diretor(a) do Foro MARILDE A. WEBBER GOLDSCHMIDT Funcionário para contato Marilze Lago Dados da Ofício à CAGE n.º 05/20 Data do Crédito em Conta Corrente

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DE CONTROLE INTERNO E AUDITORIA

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL RIO GRANDE DO SUL SECRETARIA DE CONTROLE INTERNO E AUDITORIA ORIENTAÇÕES TÉCNICAS PARA A ELABORAÇÃO DA PRESTAÇÃO DE CONTAS DOS DIRETÓRIOS PARTIDÁRIOS Tendo em vista a obrigação das agremiações partidárias de prestar contas até 30 de abril de 2014, referente ao exercício

Leia mais

LEI Nº 3607/2015, DE 26 DE MAIO DE 2015.

LEI Nº 3607/2015, DE 26 DE MAIO DE 2015. LEI Nº 3607/2015, DE 26 DE MAIO DE 2015. AUTORIZA O MUNICÍPIO CONCEDER SUBVENÇÃO SOCIAL À ASSOCIAÇÃO AMIGOS DE SANTA RITA PROVENIENTE DO FUNDO MUNICIPAL DO IDOSO, FIRMAR CONVÊNIO, SUPLEMENTAR DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA

Leia mais

0726 - CONDOMINIO RESIDENCIAL VIDA PLENA RIBEIRO RUA NITEROI,551,RIBEIRAO PRETO-SP, CEP 14.095-020 Cnpj/Cei: 14.848.165/0001-22 Local: C.Custo: Recibo de Pagamento Mensal Junho de 2013 Código 3 Nome Cargo

Leia mais

Circular 641/2014 São Paulo, 12 de Dezembro de 2014.

Circular 641/2014 São Paulo, 12 de Dezembro de 2014. Circular 641/2014 São Paulo, 12 de Dezembro de 2014. PROVEDOR(A) ADMINISTRADOR(A) FINANCIAMENTO PARA A AMPLIAÇÃO DO ACESSO AO TRANSPLANTE DE CÉLULAS-TRONCO HEMATOPOÉTICAS (TCTH) ALOGÊNICO NÃO APARENTADO

Leia mais

Definição: Documentação que comprova os atos e fatos que originam o lançamento na escrituração contábil da entidade Ministério da Previdência Social.

Definição: Documentação que comprova os atos e fatos que originam o lançamento na escrituração contábil da entidade Ministério da Previdência Social. Definição: Documentação que comprova os atos e fatos que originam o lançamento na escrituração contábil da entidade Ministério da Previdência Social. Documentos que possuem validade fiscal perante o fisco

Leia mais

VIGENTE A PARTIR DE 01.01.2014 - Portaria Interministerial MPS/MF 19/2014

VIGENTE A PARTIR DE 01.01.2014 - Portaria Interministerial MPS/MF 19/2014 1 DESCONTO NO CONTRA CHEQUE Ao receber o contra cheque é muito comum ver as pessoas indignadas com a quantidade de descontos no salário. Entretanto não existe salário sem descontos, por isso há uma diferença

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA FINANCEIRA REEMBOLSÁVEL-CURSOS-PROFISSIONALIZANTE PARTE I DA FINALIDADE

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA FINANCEIRA REEMBOLSÁVEL-CURSOS-PROFISSIONALIZANTE PARTE I DA FINALIDADE REGULAMENTO DO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA FINANCEIRA REEMBOLSÁVEL-CURSOS-PROFISSIONALIZANTE PARTE I DA FINALIDADE 1- A Assistência Financeira Reembolsável, programa desenvolvido e executado pela FADE Fundação

Leia mais

LABORATÓRIO DE CONTABILIDADE

LABORATÓRIO DE CONTABILIDADE LABORATÓRIO DE CONTABILIDADE Prof. Cássio Marques da Silva 2015 IRPF 2015 Declaração de Ajuste Anual sobre o Imposto sobre a Renda Pessoa Física 1 IRPF - CARACTERÍSTICAS É um tributo federal; Incidente

Leia mais

a autarquia, de forma a evitar dependência em relação ao prestador, bem como garantir a segurança das informações. Acórdão 1937/2003 Plenário

a autarquia, de forma a evitar dependência em relação ao prestador, bem como garantir a segurança das informações. Acórdão 1937/2003 Plenário a autarquia, de forma a evitar dependência em relação ao prestador, bem como garantir a segurança das informações. Acórdão 1937/2003 Plenário Cumpra fielmente as cláusulas pactuadas nos contratos, evitando

Leia mais

CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES DECRETO Nº 11.261, DE 16 DE JUNHO DE 2003. Estabelece normas para celebração de convênios e instrumentos similares por órgãos e entidades do Poder Executivo, e dá outras providências. Publicado no Diário

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PROCESSO Nº. 003/2012 COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº. 003/2012 TIPO: MENOR PREÇO

TERMO DE REFERÊNCIA PROCESSO Nº. 003/2012 COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº. 003/2012 TIPO: MENOR PREÇO TERMO DE REFERÊNCIA PROCESSO Nº. 003/2012 COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº. 003/2012 TIPO: MENOR PREÇO 1. PREÂMBULO A Cooperativa dos Profissionais em Atividades Gerais COOPAGEL, pessoa jurídica de direito privado,

Leia mais