Analisador de Sites Automático. Palestrante: Heitor de Souza Ganzeli

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Analisador de Sites Automático. Palestrante: Heitor de Souza Ganzeli"

Transcrição

1 Analisador de Sites Automático Palestrante: Heitor de Souza Ganzeli

2

3

4 O que é o ASA? Monitor de sites Realiza a verificação automática e periódica da qualidade dos sites

5 A quem se destina? Desenvolvedores de sites Webmasters A quem interessa? Todos na Internet

6 Quais medidas de qualidade são tiradas? Verificação de suporte IPv6 Proporção de páginas da Web aderentes aos padrões HTML do W3C Proporção de páginas da Web aderentes aos padrões de acessibilidade WCAG Geolocalização do servidor Sincronização de tempo Verificação de links quebrados

7

8 Projeto TIC Web Iniciado em 2009 Publicação de dados do domínio.gov.br em EPTRO/MenuCEPTR OSPCensoWeb

9 Protocolos na internet Vídeo Internet Revelada : dentifier=0&_entityidentifier=cgie9wjkruzqgmpy- VDyEDDAKPUNxmfYneBOql0VJJOuIg.&idRepositorio=0 Na Web, o protocolo é o HTML Deve-se ser rigoroso para enviar Flexível para receber

10 Problemas site:

11 Validador do W3C

12 Mais exemplos Site: Mais de 1500 erros na validação de HTML

13 Mais exemplos Site:

14 Mais exemplos Site:

15 Aderência à padrões HTML Universalidade do acesso: Acesso sem barreiras Compatibilidade Acessibilidade Ganho de desempenho Economia de banda Código mais simples e fácil de atualizar Melhor visibilidade em ferramentas de busca Evita instabilidade e versões de páginas

16 Protocolos de Acessibilidade WCAG E-MAG ASES Avaliador e Simulador de Acessibilidade de Sítios

17 Aderência a padrões de acessibilidade Garante acesso universal aos sítios Web: O modelo de acessibilidade considerado foi o e- MAG O e-mag tem como referência as diretrizes de acessibilidade do W3C publicadas no WCAG Lei Federal: n 5.296, estabelece normas gerais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida

18 Validação de padrões de acessibilidade

19 IPv6 - Internet original

20 IPv6 - Situação ideal...

21 IPv6 - HOJE!

22 IPv6 - Coexistência e Transição

23 IPv6 - Situação crítica!

24 IPv6 - Crescimento da rede...

25 IPv6 - Usuários IPv6 only

26 IPv6 - Dificuldades de acesso!

27 IPv6

28 Validador IPv6

29 Sincronização com a Hora Legal Brasileira A Sincronização com a Hora Legal Brasileira (que equivale ao padrão mundial UTC) é recomendada pelo CGI.br: Todo servidor deve estar sincronizado e, na medida do possível, também computadores pessoais. Isso é importante para: - segurança - funcionamento correto das aplicações Deve-se utilizar o NTP: É uma configuração simples de ser realizada, porém pouco conhecida. Os servidores de tempo são oferecidos pelo NIC.br, em conjunto com o Observatório Nacional. A medida foi realizada obtendo-se a hora dos servidores, via HTTP, e comparando-a com a hora correta.

30 Aplicações Sistemas de distribuição de conteúdo Filesystem Agendadores de eventos Criptografia Protocolos de comunicação e aplicações de tempo real Sistemas transacionais e bancos de dados

31 Aplicações

32 Sincronização com a Hora Legal Brasileira

33 Localização Geográfica dos Servidores O indicador mostra a proporção de servidores localizados no Brasil e no exterior. Usa dados de uma base especializada (GeoIP MaxMind) que tem cerca de 95% de exatidão. Servidores fora do Brasil podem ser mais baratos, contudo implicam em maior lentidão no acesso, e no uso de canais de comunicação de internacionais, com alto custo, levando a um aumento nos custos de acesso no Brasil. É importante que os servidores que hospedam sítios destinados aos internautas do Brasil estejam hospedados no Brasil.

34 Localização Geográfica dos Servidores

35 Localização Geográfica dos Servidores

36 Links quebrados

37

38 Processo de validação Criação do site: <HTML> <HEAD> </HEAD> <BODY> <P>Hello world!</p> </BODY> </HTML>

39 Processo de validação

40 Processo de validação

41 Processo de validação Corrige o site: <!DOCTYPE html PUBLIC "-//IETF//DTD HTML 2.0//EN"> <HTML> <HEAD> <TITLE> A Small Hello </TITLE> </HEAD> <BODY> <P>Hello world!</p> </BODY> </HTML>

42 Processo de validação

43 Problema Processo lento Difícil manutenção Com o asa... Avaliação periódica das características

44 O ASA

45 O ASA

46 O ASA

47 O ASA

48 O ASA

49 Sistema

50 Arquitetura ASA Web Site Escalonador WebCrawler Analisador

51 Webcrawler WIRE-Nic Lista de sítios sítio1.gov.br sítio2.gov.br sítio3.gov.br sítio4.gov.br ( ) sítion.gov.br Busca do conteúdo (só texto ) na Web Base local Extração de novas URLs Análises Relatórios

52 Webcrawler WIRE-Nic senha

53 Além disso... Calcula a quantidade e tamanho das páginas Informa e classifica as URLs Informa a idade das páginas Diferencia páginas estáticas e dinâmicas Calcula diferentes índices de páginas como pagerank e siterank Identifica o idioma das páginas

54 Análise de Sites: ConNeCTOR Convenient Network Characteristics Testing Organized Routines Tipos de teste realizados: Carregamento dos dados do WIRE Validação de páginas Testes sobre sítios e servidores Testes sobre links encontrados

55 Ferramentas: ConNeCTOR Validação de páginas: Validador de HTML do W3C Validados de acessibilidade ASES Arquitetura Distribuída Aumenta a velocidade de processamento

56 Ferramentas: ConNeCTOR Testes sobre Sítios e Servidores: Reposta Realiza uma requisição HEAD Obtêm: Tempo de resposta Tipo de servidor Diferença de tempo Ipv4

57 Ferramentas: ConNeCTOR Testes sobre Sítios e Servidores: IPv6 Não é suficiente verificar se o domínio possui ipv6 ipv6.google.com.br Utiliza variações do nome do site: www6, ipv6 Realiza ping6 e requisição GET ao endereço Verifica se o NameServer possui suporte a IPv6

58 Ferramentas: ConNeCTOR Testes de Sincronização de Tempo Resposta do servidor Web Depende da qualidade da rede e processamento do servidor Precisão de ~ seg Protocolo NTP Mais preciso: ~µseg Mais difícil de ser obtido

59 Ferramentas: ConNeCTOR Testes sobre Sítios e Servidores: Geolocalização Geolocalização de servidores por IP Integra API do GeoIP

60 Análises Futuras Validação de padrões de CSS do W3C Verificação de suporte a DNSSEC Verificação de características de segurança

61 Resumindo Sites com baixa aderência aos padrões da web Dificuldade de manutenção Análise automática e periódica

62 Obrigado! Contatos: Links úteis Perguntas???

A importância dos padrões para a WEB e o ASA. Palestrante: Heitor de Souza Ganzeli

A importância dos padrões para a WEB e o ASA. Palestrante: Heitor de Souza Ganzeli A importância dos padrões para a WEB e o ASA Palestrante: Heitor de Souza Ganzeli Agenda INTRODUÇÃO FUNCIONAMENTO MOTIVAÇÃO SISTEMA Siga os padrões Internet e Dê ASAs a seu site Castro no site: http://asa.nic.br

Leia mais

Analisador Automáticos de Sites para o.br

Analisador Automáticos de Sites para o.br Analisador Automáticos de Sites para o.br Introdução O que é o Projeto? >> Monitor de sites http://vpereiro.files.wordpress.com/2010/05/dominio.jpg Realiza a verificação automática e periódica da qualidade

Leia mais

Dimensões e características da Web brasileira: um estudo do.gov.br. Agosto de 2010

Dimensões e características da Web brasileira: um estudo do.gov.br. Agosto de 2010 Dimensões e características da Web brasileira: um estudo do.gov.br Agosto de 2010 Agenda: Introdução Objetivos da pesquisa Desafios técnicos para o estudo da Web Parceiros Secretaria de Logistica e Tecnologia

Leia mais

Dimensões e características da Web brasileira: um estudo do.gov.br. Agosto de 2010

Dimensões e características da Web brasileira: um estudo do.gov.br. Agosto de 2010 Dimensões e características da Web brasileira: um estudo do.gov.br Agosto de 2010 Agenda: Introdução Objetivos da pesquisa Desafios técnicos para o estudo da Web Análise dos resultados O que é o Projeto

Leia mais

Tendências Web Estatísticas da rede. Heitor de Souza Ganzeli Analista de Projetos do nic.br

Tendências Web Estatísticas da rede. Heitor de Souza Ganzeli Analista de Projetos do nic.br Tendências Web Estatísticas da rede Heitor de Souza Ganzeli Analista de Projetos do nic.br O Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) foi criado pela Portaria Interministerial nº 147, de 31 de maio

Leia mais

Utilizando ferramentas de software livre para estudar a Web Brasileira

Utilizando ferramentas de software livre para estudar a Web Brasileira Utilizando ferramentas de software livre para estudar a Web Brasileira Agenda 1. O projeto 2. As Etapas 3. Ferramentas Utilizadas: Wire, Analise internet 4. Desafios Utilizando ferramentas de software

Leia mais

Web Crawlers Open Source. Heitor de Souza Ganzeli Analista de Projetos do nic.br

Web Crawlers Open Source. Heitor de Souza Ganzeli Analista de Projetos do nic.br Web Open Source Heitor de Souza Ganzeli Analista de Projetos do nic.br O Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) foi criado pela Portaria Interministerial nº 147, de 31 de maio de 1995, alterada pelo

Leia mais

WEBDESIGN. Professor: Paulo Trentin paulo@paulotrentin.com.br http://www.paulotrentin.com.br Escola CDI de Videira

WEBDESIGN. Professor: Paulo Trentin paulo@paulotrentin.com.br http://www.paulotrentin.com.br Escola CDI de Videira WEBDESIGN Professor: Paulo Trentin paulo@paulotrentin.com.br http://www.paulotrentin.com.br Escola CDI de Videira 1 CDI - Curso de Webdesign - Prof. Paulo Trentin Objetivos para esta aula Debater sobre

Leia mais

TAW Tópicos de Ambiente Web

TAW Tópicos de Ambiente Web TAW Tópicos de Ambiente Web Teste rveras@unip.br Aula 11 Agenda Usabilidade Compatibilidade Validação Resolução de tela Velocidade de carregação Acessibilidade Testes Nesta etapa do projeto do web site

Leia mais

Projeto Censo da Web

Projeto Censo da Web Projeto Censo da Web Escritório Brasil W3C Host Entidade ancorada em 3 instituições reconhecidas internacionalmente: MIT - Massachusetts Institute of Technology, Boston, EUA ERCIM The European Research

Leia mais

Oficina: ASES 2.0 Beta 6.0

Oficina: ASES 2.0 Beta 6.0 Oficina: ASES 2.0 Beta 6.0 André Luiz Andrade Rezende ¹ ¹Rede de Pesquisa e Inovação em Tecnologias Digitais (RENAPI) Doutorando em Educação e Contemporaneidade (UNEB) Estes slides são concedidos sob uma

Leia mais

www.andrix.com.br professor@andrix.com.br Conceitos Básicos

www.andrix.com.br professor@andrix.com.br Conceitos Básicos Desenvolvimento Andrique web Amorim II www.andrix.com.br professor@andrix.com.br Conceitos Básicos Sites e Aplicações Web Normalmente, as pessoas utilizam o termo SITE quando se referem a blogs, sites

Leia mais

TIC Web Relatório de Indicadores gov.br

TIC Web Relatório de Indicadores gov.br 1 Análise das características técnicas da web brasileira: um estudo do.gov.br Temos a satisfação de apresentar a segunda edição da Análise das características técnicas da web brasileira: um estudo do.gov.br,

Leia mais

Aplicativos para Internet Aula 01

Aplicativos para Internet Aula 01 Aplicativos para Internet Aula 01 Arquitetura cliente/servidor Introdução ao HTML, CSS e JavaScript Prof. Erika Miranda Universidade de Mogi das Cruzes Uso da Internet http://www.ibope.com.br/pt-br/noticias/paginas/world-wide-web-ou-www-completa-22-anos-nesta-terca-feira.aspx

Leia mais

UNIVERSIDADE. Sistemas Distribuídos

UNIVERSIDADE. Sistemas Distribuídos UNIVERSIDADE Sistemas Distribuídos Ciência da Computação Prof. Jesus José de Oliveira Neto Web Services Web Services Existem diferentes tipos de comunicação em um sistema distribuído: Sockets Invocação

Leia mais

Capacitação IPv6.br. Serviços em IPv6. Serviços rev 2012.08.07-01

Capacitação IPv6.br. Serviços em IPv6. Serviços rev 2012.08.07-01 Capacitação IPv6.br Serviços em IPv6 Serviços DHCPv6 Firewall DNS NTP HTTP Proxy Proxy Reverso SMB CIFS SSH... Implementações BIND Squid IPv6 desde Julho/2001 IPv6 nativo desde Outubro/2008 BIND 9.1.3

Leia mais

www.f2b.com.br 18/04/2006 Micropagamento F2b Web Services Web rev 00

www.f2b.com.br 18/04/2006 Micropagamento F2b Web Services Web rev 00 www.f2b.com.br 18/04/2006 Micropagamento F2b Web Services Web rev 00 Controle de Revisões Micropagamento F2b Web Services/Web 18/04/2006 Revisão Data Descrição 00 17/04/2006 Emissão inicial. www.f2b.com.br

Leia mais

Introdução à Tecnologia Web HTML HyperText Markup Language XHTML extensible HyperText Markup Language Declaração DOCTYPE e Tag Raiz html

Introdução à Tecnologia Web HTML HyperText Markup Language XHTML extensible HyperText Markup Language Declaração DOCTYPE e Tag Raiz html IntroduçãoàTecnologiaWeb HTML HyperTextMarkupLanguage XHTML extensiblehypertextmarkuplanguage DeclaraçãoDOCTYPEeTagRaizhtml ProfªMSc.ElizabeteMunzlinger www.elizabete.com.br ProfªMSc.ElizabeteMunzlinger

Leia mais

Atualização sobre os produtos e serviços da BVS

Atualização sobre os produtos e serviços da BVS Atualização sobre os produtos e serviços da BVS http://brasil.bvs.br/reuniao-redebvs-2014/ #BVSBrasil2014 Renato Murasaki murasaki@paho.org Metodologias e Tecnologias de Informação Administração de Fontes

Leia mais

Acessibilidade na Web Cesár Bomfim Brasília 15 de Março

Acessibilidade na Web Cesár Bomfim Brasília 15 de Março Acessibilidade na Web Cesár Bomfim Brasília 15 de Março Avaliação Passos para Site Acessível -Seguir padrões Web; -Seguir as diretrizes e recomendações de acessibilidade; -Realizar avaliação de acessibilidade.

Leia mais

Introdução ao HTML 5 e Implementação de Documentos

Introdução ao HTML 5 e Implementação de Documentos Linguagem de Programação para Web Introdução ao HTML 5 e Implementação de Documentos Prof. Mauro Lopes 1-31 20 Objetivo Iremos aqui apresentar a estrutura básica de um documento HTML e iremos também apresentar

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Camada de Aplicação P2P Camada de Transporte Slide 1 P2P O compartilhamento de arquivos P2P é um paradigma de distribuição atraente porque todo o conteúdo é transferido diretamente

Leia mais

Tecnologias Web. Lista de Exercícios AV02. Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com

Tecnologias Web. Lista de Exercícios AV02. Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Questão 1 Um analista de sistemas deseja enviar para seu cliente um arquivo de 300 Mb referente a uma atualização do software. Para transferir esse

Leia mais

Governo Eletrônico no Brasil

Governo Eletrônico no Brasil Governo Eletrônico no Brasil João Batista Ferri de Oliveira Natal, 18 de Setembro de 2009 II Simpósio de Ciência e Tecnologia de Natal Estrutura da apresentação Estrutura organizacional Diretrizes Principais

Leia mais

Sistemas Distribuídos. Professora: Ana Paula Couto DCC 064

Sistemas Distribuídos. Professora: Ana Paula Couto DCC 064 Sistemas Distribuídos Professora: Ana Paula Couto DCC 064 Sistemas Distribuídos Basedos na Web Capítulo 12 Agenda Arquitetura Processos Comunicação Nomeação Sincronização Consistência e Replicação Introdução

Leia mais

Proposta para criação de site para

Proposta para criação de site para Proposta para criação de site para Portal de Negócios Sorriso, 04 de Fevereiro de 2011 1 I. Análise...3 II. Projeto...3 III. Desenvolvimento do projeto...3 IV. Âmbito de intervenção da equipe do Portal...3

Leia mais

Disciplina Fundamentos de Redes. Introdução ao Endereço IP. Professor Airton Ribeiro de Sousa Outubro de 2014

Disciplina Fundamentos de Redes. Introdução ao Endereço IP. Professor Airton Ribeiro de Sousa Outubro de 2014 Disciplina Fundamentos de Redes Introdução ao Endereço IP 1 Professor Airton Ribeiro de Sousa Outubro de 2014 PROTOCOLO TCP - ARQUITETURA Inicialmente para abordamos o tema Endereço IP, é necessário abordar

Leia mais

FileMaker Pro 13. Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o FileMaker Pro 13

FileMaker Pro 13. Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o FileMaker Pro 13 FileMaker Pro 13 Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o FileMaker Pro 13 2007-2013 FileMaker Inc. Todos os direitos reservados. FileMaker Inc. 5201 Patrick Henry Drive Santa Clara,

Leia mais

Acessibilidade na web O caminho das pedras para construir sítios acessíveis. SECOP 2011 2 de setembro de 2011 Reinaldo Ferraz W3C.

Acessibilidade na web O caminho das pedras para construir sítios acessíveis. SECOP 2011 2 de setembro de 2011 Reinaldo Ferraz W3C. Acessibilidade na web O caminho das pedras para construir sítios acessíveis SECOP 2011 2 de setembro de 2011 Reinaldo Ferraz W3C.br Um pouco do W3C É um consórcio internacional, criado em 1994 por Tim

Leia mais

PADRÕES PARA O DESENVOLVIMENTO NA WEB

PADRÕES PARA O DESENVOLVIMENTO NA WEB PADRÕES PARA O DESENVOLVIMENTO NA WEB Ederson dos Santos Cordeiro de Oliveira 1,Tiago Bonetti Piperno 1, Ricardo Germano 1 1 Universidade Paranaense (UNIPAR) Paranavaí PR- Brasil edersonlikers@gmail.com,

Leia mais

Aula 1 Desenvolvimento Web. Curso: Técnico em Informática / 2º módulo Disciplina: Desenvolvimento Web Professora: Luciana Balieiro Cosme

Aula 1 Desenvolvimento Web. Curso: Técnico em Informática / 2º módulo Disciplina: Desenvolvimento Web Professora: Luciana Balieiro Cosme Aula 1 Desenvolvimento Web Curso: Técnico em Informática / 2º módulo Disciplina: Desenvolvimento Web Professora: Luciana Balieiro Cosme Plano de Aula Ementa Avaliação Ementa Noções sobre Internet. HTML

Leia mais

Programação WEB Introdução

Programação WEB Introdução Programação WEB Introdução Rafael Vieira Coelho IFRS Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Campus Farroupilha rafael.coelho@farroupilha.ifrs.edu.br Roteiro 1) Conceitos

Leia mais

Deficiências. Deficiência Física Deficiência Auditiva Deficiência Visual Deficiência Mental Deficiência Múltipla. Tem dificuldade para:

Deficiências. Deficiência Física Deficiência Auditiva Deficiência Visual Deficiência Mental Deficiência Múltipla. Tem dificuldade para: Deficiências Deficiência Física Deficiência Auditiva Deficiência Visual Deficiência Mental Deficiência Múltipla Tem dificuldade para: ver a tela usar o mouse usar o teclado ler um texto ouvir um som navegar

Leia mais

SOBRE NÓS. Estamos localizados na Rua Cel Xavier de Toledo, 264 CJ 81, Centro, São Paulo.

SOBRE NÓS. Estamos localizados na Rua Cel Xavier de Toledo, 264 CJ 81, Centro, São Paulo. SOBRE NÓS SOBRE NÓS A Geeklemail é a ferramenta de Email Marketing da Geekle empresa de tecnologia que há 3 anos desenvolve sistemas e projetos on-line. O nome Geekle significa grupo de Geeks ou seja,

Leia mais

www.victorpinheiro.jimdo.com www.victorpinheiro.jimdo.com

www.victorpinheiro.jimdo.com www.victorpinheiro.jimdo.com SERVIÇOS DE REDES DE COMPUTADORES Prof. Victor Guimarães Pinheiro/victor.tecnologo@gmail.com www.victorpinheiro.jimdo.com www.victorpinheiro.jimdo.com Modelo TCP/IP É o protocolo mais usado da atualidade

Leia mais

Intranets. FERNANDO ALBUQUERQUE Departamento de Ciência da Computação Universidade de Brasília 1.INTRODUÇÃO

Intranets. FERNANDO ALBUQUERQUE Departamento de Ciência da Computação Universidade de Brasília 1.INTRODUÇÃO Intranets FERNANDO ALBUQUERQUE Departamento de Ciência da Computação Universidade de Brasília 1.INTRODUÇÃO As intranets são redes internas às organizações que usam as tecnologias utilizadas na rede mundial

Leia mais

7 Utilização do Mobile Social Gateway

7 Utilização do Mobile Social Gateway 7 Utilização do Mobile Social Gateway Existem três atores envolvidos na arquitetura do Mobile Social Gateway: desenvolvedor do framework MoSoGw: é o responsável pelo desenvolvimento de novas features,

Leia mais

FileMaker Pro 14. Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o FileMaker Pro 14

FileMaker Pro 14. Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o FileMaker Pro 14 FileMaker Pro 14 Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o FileMaker Pro 14 2007-2015 FileMaker, Inc. Todos os direitos reservados. FileMaker Inc. 5201 Patrick Henry Drive Santa Clara,

Leia mais

Rede de Laboratórios de Produtividade de Software

Rede de Laboratórios de Produtividade de Software Rede de Laboratórios de Produtividade de Software Testes em aplicações WEB Uma Visão Geral Programa de Capacitação em Testes de Software Desktop system WEB system Ambiente de aplicativo da Web Rede de

Leia mais

TECNOLOGIAS WEB AULA 8 PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO @RIBEIRORD

TECNOLOGIAS WEB AULA 8 PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO @RIBEIRORD TECNOLOGIAS WEB AULA 8 PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO @RIBEIRORD Objetivos: Apresentar os principais problemas de acessibilidade na Internet. Apresentar as principais deficiências e as tecnologias de apoio.

Leia mais

Ferramentas de Acesso Remoto

Ferramentas de Acesso Remoto Ferramentas de Acesso Remoto Minicurso sobre Ferramentas de Acesso remoto Instrutor Marcelino Gonçalves de Macedo Tópicos Abordados O que é acesso remoto? Por que utilizar acesso remoto? Características

Leia mais

Desenvolvimento de Sistema WEB de Gerenciamento de Conteúdo para a empresa SC PRINT

Desenvolvimento de Sistema WEB de Gerenciamento de Conteúdo para a empresa SC PRINT PROJETO Desenvolvimento de Sistema WEB de Gerenciamento de Conteúdo para a empresa SC PRINT Etapas / Atividades Registro de Domínio Hospedagem de Sistema Desenvolvimento de Site (CMS) Gerenciamento do

Leia mais

Esgotamento do IPv4 e implantação do IPv6

Esgotamento do IPv4 e implantação do IPv6 Esgotamento do IPv4 e implantação do IPv6 Reunião Itinerante do CGI.br Curitiba 19/03/2013 Milton Kaoru Kashiwakura Antonio Marcos Moreiras O Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) foi criado pela

Leia mais

Redes de Computadores II. Professor Airton Ribeiro de Sousa

Redes de Computadores II. Professor Airton Ribeiro de Sousa Redes de Computadores II Professor Airton Ribeiro de Sousa 1 PROTOCOLO IP IPv4 - Endereçamento 2 PROTOCOLO IP IPv4 - Endereçamento A quantidade de endereços possíveis pode ser calculada de forma simples.

Leia mais

Autoria Web Apresentação e Visão Geral sobre a Web

Autoria Web Apresentação e Visão Geral sobre a Web Apresentação e Visão Geral sobre a Web Apresentação Thiago Miranda Email: mirandathiago@gmail.com Site: www.thiagomiranda.net Objetivos da Disciplina Conhecer os limites de atuação profissional em Web

Leia mais

Sumário. 4. Clique no botão Salvar & Aplicar para confirmar as alterações realizadas no. Reiniciar o SIMET- BOX

Sumário. 4. Clique no botão Salvar & Aplicar para confirmar as alterações realizadas no. Reiniciar o SIMET- BOX Manual do usuário Sumário Introdução... 3! Instalar o SIMET-BOX... 4! Primeiro acesso ao SIMET-BOX... 5! Estado Atual... 7! Visão Geral... 7! Gráficos... 8! Rede... 9! Rede sem fio... 9! Ativar rede sem

Leia mais

Programando em PHP. Conceitos Básicos

Programando em PHP. Conceitos Básicos Programando em PHP www.guilhermepontes.eti.br lgapontes@gmail.com Conceitos Básicos Todo o escopo deste estudo estará voltado para a criação de sites com o uso dos diversos recursos de programação web

Leia mais

Aula 1 Cleverton Hentz

Aula 1 Cleverton Hentz Aula 1 Cleverton Hentz Sumário da Aula Introdução História da Internet Protocolos Hypertext Transfer Protocol 2 A Internet é um conjunto de redes de alcance mundial: Comunicação é transparente para o usuário;

Leia mais

Programação para Web

Programação para Web Programação para Web Introdução Professor: Harlley Lima E-mail:harlley@decom.cefetmg.br Departamento de Computação Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais Belo Horizonte, 17 de Fevereiro

Leia mais

Aula 03 Internet. Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br http://www.profbrunogomes.com.br/

Aula 03 Internet. Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br http://www.profbrunogomes.com.br/ Aula 03 Internet Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br http://www.profbrunogomes.com.br/ Agenda da Aula Internet O que é a Internet? A Internet é: Rede mundial de computadores interconectados; Serve

Leia mais

Microsoft Internet Explorer. Browser/navegador/paginador

Microsoft Internet Explorer. Browser/navegador/paginador Microsoft Internet Explorer Browser/navegador/paginador Browser (Navegador) É um programa que habilita seus usuários a interagir com documentos HTML hospedados em um servidor web. São programas para navegar.

Leia mais

Linux - Servidor de Redes

Linux - Servidor de Redes Linux - Servidor de Redes Servidor Web Apache Prof. Roberto Amaral WWW Breve histórico Início 1989 CERN (Centro Europeu de Pesquisas Nucleares) precisava de um meio de viabilizar o trabalho cooperativo

Leia mais

Cap 03 - Camada de Aplicação Internet (Kurose)

Cap 03 - Camada de Aplicação Internet (Kurose) Cap 03 - Camada de Aplicação Internet (Kurose) 1. Qual a diferença entre um Programa de computador e um Processo dentro do computador? R. Processo é um programa que está sendo executado em uma máquina/host,

Leia mais

SERVIDOR WEB + LOG DE ACESSO LABORATÓRIO DE REDES DE COMPUTADORES Responsável: Ana Luíza Cruvinel

SERVIDOR WEB + LOG DE ACESSO LABORATÓRIO DE REDES DE COMPUTADORES Responsável: Ana Luíza Cruvinel Versão 2.0 1. INTRODUÇÃO SERVIDOR WEB + LOG DE ACESSO LABORATÓRIO DE REDES DE COMPUTADORES Responsável: Ana Luíza Cruvinel Data: 02/12/2014 Logs são muito importantes para a administração segura de sistemas,

Leia mais

AÇÕES DE GESTÃO DO CONHECIMENTO NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA: COMPARTILHAMENTO DE EXPERIÊNCIAS EUGÊNIA BELÉM CALAZANS COELHO

AÇÕES DE GESTÃO DO CONHECIMENTO NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA: COMPARTILHAMENTO DE EXPERIÊNCIAS EUGÊNIA BELÉM CALAZANS COELHO AÇÕES DE GESTÃO DO CONHECIMENTO NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA: COMPARTILHAMENTO DE EXPERIÊNCIAS EUGÊNIA BELÉM CALAZANS COELHO A DEMOCRATIZAÇÃO DO ACESSO À INFORMAÇÃO EM SAÚDE: ACESSIBILIDADE DA BVS MS ÀS PESSOAS

Leia mais

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS

TECNOLOGIA WEB INTERNET PROTOCOLOS INTERNET PROTOCOLOS 1 INTERNET Rede mundial de computadores. Também conhecida por Nuvem ou Teia. Uma rede que permite a comunicação de redes distintas entre os computadores conectados. Rede WAN Sistema

Leia mais

Wireshark. Captura de Protocolos da camada de aplicação. Maicon de Vargas Pereira

Wireshark. Captura de Protocolos da camada de aplicação. Maicon de Vargas Pereira Wireshark Captura de Protocolos da camada de aplicação Maicon de Vargas Pereira Camada de Aplicação Introdução HTTP (Hypertext Transfer Protocol) 2 Introdução Camada de Aplicação Suporta os protocolos

Leia mais

Implementar servidores de Web/FTP e DFS. Disciplina: Serviços de Redes Microsoft Professor: Fernando Santorsula fernando.santorsula@esamc.

Implementar servidores de Web/FTP e DFS. Disciplina: Serviços de Redes Microsoft Professor: Fernando Santorsula fernando.santorsula@esamc. Implementar servidores de Web/FTP e DFS Disciplina: Serviços de Redes Microsoft Professor: Fernando Santorsula fernando.santorsula@esamc.br Conteúdo programático Introdução ao protocolo HTTP Serviço web

Leia mais

Tutorial NTP. Importânica e Funcionamento do Sincronismo de Tempo na Internet e do NTP

Tutorial NTP. Importânica e Funcionamento do Sincronismo de Tempo na Internet e do NTP Tutorial NTP Importânica e Funcionamento do Sincronismo de Tempo na Internet e do NTP Tutorial NTP 07/04/2010 Agenda Importância do NTP Conceito de tempo Escalas de tempo NTP x SNTP Funcionamento do daemon

Leia mais

FileMaker Pro 12. Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o

FileMaker Pro 12. Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o FileMaker Pro 12 Utilização de uma Conexão de Área de Trabalho Remota com o FileMaker Pro 12 2007 2012 FileMaker Inc. Todos os direitos reservados. FileMaker Inc. 5201 Patrick Henry Drive Santa Clara,

Leia mais

Endereço de Rede. Comumente conhecido como endereço IP Composto de 32 bits comumente divididos em 4 bytes e exibidos em formato decimal

Endereço de Rede. Comumente conhecido como endereço IP Composto de 32 bits comumente divididos em 4 bytes e exibidos em formato decimal IP e DNS O protocolo IP Definir um endereço de rede e um formato de pacote Transferir dados entre a camada de rede e a camada de enlace Identificar a rota entre hosts remotos Não garante entrega confiável

Leia mais

Monday, January 23, 12. Introdução sobre Acessibilidade na web

Monday, January 23, 12. Introdução sobre Acessibilidade na web Introdução sobre Acessibilidade na web Acessibilidade na web é o consumo da informação por qualquer pessoa por qualquer tipo de meio de acesso. Para que serve a web? A web serve para compartilhar informação.

Leia mais

CONCEITOS INICIAIS. Agenda A diferença entre páginas Web, Home Page e apresentação Web;

CONCEITOS INICIAIS. Agenda A diferença entre páginas Web, Home Page e apresentação Web; CONCEITOS INICIAIS Agenda A diferença entre páginas Web, Home Page e apresentação Web; O que é necessário para se criar páginas para a Web; Navegadores; O que é site, Host, Provedor e Servidor Web; Protocolos.

Leia mais

Prof. Manuel A Rendón M

Prof. Manuel A Rendón M Prof. Manuel A Rendón M Tanenbaum Redes de Computadores Cap. 1 e 2 5ª. Edição Pearson Padronização de sistemas abertos à comunicação Modelo de Referência para Interconexão de Sistemas Abertos RM OSI Uma

Leia mais

Manual Comunica S_Line

Manual Comunica S_Line 1 Introdução O permite a comunicação de Arquivos padrão texto entre diferentes pontos, com segurança (dados criptografados e com autenticação) e rastreabilidade, isto é, um CLIENTE pode receber e enviar

Leia mais

Web Services. Integração de aplicações na Web. Sistemas Distribuídos

Web Services. Integração de aplicações na Web. Sistemas Distribuídos Web Services Integração de aplicações na Web Integração de Aplicações na Web Interoperação entre ambientes heterogêneos desafios diversidade de componentes: EJB, CORBA, DCOM... diversidade de linguagens:

Leia mais

Instalando o Internet Information Services no Windows XP

Instalando o Internet Information Services no Windows XP Internet Information Services - IIS Se você migrou recentemente do Windows 95 ou 98 para o novo sitema operacional da Microsoft Windows XP, e utilizava antes o Personal Web Server, deve ter notado que

Leia mais

Práticas de Desenvolvimento de Software

Práticas de Desenvolvimento de Software Aula 8. 13/04/2015. Práticas de Desenvolvimento de Software Aula 8 - Arquitetura e infraestrutura de aplicações Web. Oferecimento Modelo cliente-servidor (1) Cliente Rede scheme://domain:port/path?query_string#fragment_id

Leia mais

Introdução ao Active Directory AD

Introdução ao Active Directory AD Introdução ao Active Directory AD Curso Técnico em Redes de Computadores SENAC - DF Professor Airton Ribeiro O Active Directory, ou simplesmente AD como é usualmente conhecido, é um serviço de diretórios

Leia mais

Redes de Computadores

Redes de Computadores Redes de Computadores Camada de Aplicação Slide 1 Aplicação e Protocolo de Aplicação Aplicação: processos distribuídos em comunicação rodam nos computadores usuários da rede como programas de usuário trocam

Leia mais

ENGENHARIA DE USABILIDADE Unidade V Acessibilidade à Web. Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com

ENGENHARIA DE USABILIDADE Unidade V Acessibilidade à Web. Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Conteúdo Programático Conceitos e Importância Projeto e desenvolvimento de Web acessível Acessibilidade É o processo e as técnicas usadas para criar

Leia mais

Transição IPv4 è IPv6: Desafios e Riscos

Transição IPv4 è IPv6: Desafios e Riscos Transição IPv4 è IPv6: Desafios e Riscos Cristine Hoepers cristine@cert.br! Apresentação desenvolvida em conjunto com a equipe do CEPTRO.br Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança

Leia mais

Módulo 11 A Web e seus aplicativos

Módulo 11 A Web e seus aplicativos Módulo 11 A Web e seus aplicativos Até a década de 90, a internet era utilizada por acadêmicos, pesquisadores e estudantes universitários para a transferência de arquivos e o envio de correios eletrônicos.

Leia mais

Ontologia Navegadores_Codigo-Aberto

Ontologia Navegadores_Codigo-Aberto Ontologia Navegadores_Codigo-Aberto Documento Lista de Termos (versão 1.0) 04-04-2008 report by ontokem Web Tool - ontologies for Knowledge Engineering and Management 1) bookmark: instância da característica

Leia mais

Curso de Aprendizado Industrial Desenvolvedor WEB

Curso de Aprendizado Industrial Desenvolvedor WEB Curso de Aprendizado Industrial Desenvolvedor WEB Disciplina: Programação Orientada a Objetos II Professor: Cheli dos S. Mendes da Costa Modelo Cliente- Servidor Modelo de Aplicação Cliente-servidor Os

Leia mais

UFF-Fundamentos de Sistemas Multimídia. Redes de Distribuição de Conteúdo (CDN)

UFF-Fundamentos de Sistemas Multimídia. Redes de Distribuição de Conteúdo (CDN) Redes de Distribuição de Conteúdo (CDN) Objetivos da Apresentação Apresentar as arquiteturas de Redes de Distribuição de Conteúdo (CDN) com a ilustração de aplicações em ambientes corporativos e residenciais.

Leia mais

Introdução a DNS & DNSSEC 1

Introdução a DNS & DNSSEC 1 Introdução a DNS & DNSSEC 1 David Robert Camargo de Campos Rafael Dantas Justo Registro.br 1 versão 1.0.0 (Revision: ) 1/28 DNS - Domain Name System O Sistema de Nomes de

Leia mais

O QUE É O ENDEREÇO IP

O QUE É O ENDEREÇO IP O QUE É O ENDEREÇO IP O uso de computadores em rede, tal como a internet, requer que cada máquina possua um identificador que a diferencie das demais. É necessário que cada computador tenha um endereço,

Leia mais

MANUAL DE CONFIGURAÇÃO

MANUAL DE CONFIGURAÇÃO MANUAL DE CONFIGURAÇÃO Índice Conteúdo Página Legendas 3 1.0 Primeiro acesso 5 2.0 Cadastro de login e senha 6 3.0 Configuração do Blocker 7 3.1 Senha de acesso 8 3.2 Grade de Horário 9 3.2.1 Configurando

Leia mais

AGOSTO 2010. Dimensões e características da Web brasileira: uma visão do.gov.br. Ano 2 Número 3

AGOSTO 2010. Dimensões e características da Web brasileira: uma visão do.gov.br. Ano 2 Número 3 AGOSTO 2010 Dimensões e características da Web brasileira: uma visão do.gov.br Ano 2 Número 3 APRESENTAÇÃO Dimensões e características da Web brasileira: uma visão do.gov.br A Internet e seus impactos

Leia mais

Servidor IIS. Sorayachristiane.blogspot.com

Servidor IIS. Sorayachristiane.blogspot.com Servidor IIS Servidor IIS IIS Serviço de informação de Internet; É um servidor que permite hospedar um ou vários sites web no mesmo computador e cria uma distribuição de arquivos utilizando o protocolo

Leia mais

Millennium ECO 2.0 (beta)

Millennium ECO 2.0 (beta) MILLENNIUM NETWORK Millennium ECO 2.0 (beta) Documentação Técnica (draft) 10/2013 Este documento contém as instruções para a utilização da biblioteca Millenium_Eco que se presta à comunicação de aplicativos

Leia mais

Guia de instalação JMap 5.0

Guia de instalação JMap 5.0 Guia de instalação JMap 5.0 Instalação JMap A instalação de JMap é normalmente feita em um servidor que será acessado pelo conjunto de usuários. Durante a instalação, todos os componentes de JMap são instalados

Leia mais

Desenvolvimento de Sistema WEB de Gerenciamento de Conteúdo para o Colégio Menino Jesus

Desenvolvimento de Sistema WEB de Gerenciamento de Conteúdo para o Colégio Menino Jesus PROJETO Desenvolvimento de Sistema WEB de Gerenciamento de Conteúdo para o Colégio Menino Jesus Etapas / Atividades Registro de Domínio Hospedagem de Sistema Desenvolvimento de Site (CMS) Gerenciamento

Leia mais

Fundamentos de Redes de Computadores. IPv6. Prof. Claudemir

Fundamentos de Redes de Computadores. IPv6. Prof. Claudemir Fundamentos de Redes de Computadores IPv6 Prof. Claudemir Implantação do IPv6 Implantação do IPv6 Implantação do IPv6 Implantação do IPv6 RIR Regional Internet Registries (Registrador Regional de Internet)

Leia mais

Domínios. Domínios Mundiais Usado para atividades comerciais. Usado em instituições sem fins lucrativos. Usado para nomes pessoais.

Domínios. Domínios Mundiais Usado para atividades comerciais. Usado em instituições sem fins lucrativos. Usado para nomes pessoais. Aula 01 Domínios Domínios são todos os nomes registrados na base de dados do DNS e que, portanto, recebem um endereço IP e passam a estar disponíveis na Internet. Todos os endereços de sites existentes

Leia mais

AULA 02 2. USO DE FERRAMENTAS DE SUPORTE DO SISTEMA

AULA 02 2. USO DE FERRAMENTAS DE SUPORTE DO SISTEMA AULA 02 2. USO DE FERRAMENTAS DE SUPORTE DO SISTEMA 2.1 Desfragmentador de Disco (DFRG.MSC): Examina unidades de disco para efetuar a desfragmentação. Quando uma unidade está fragmentada, arquivos grandes

Leia mais

escanner: uma ferramenta para validação de páginas Web segundo o e-mag - Modelo de Acessibilidade de Governo Eletrônico.

escanner: uma ferramenta para validação de páginas Web segundo o e-mag - Modelo de Acessibilidade de Governo Eletrônico. escanner: uma ferramenta para validação de páginas Web segundo o e-mag - Modelo de Acessibilidade de Governo Eletrônico. Victor Adriel de Jesus Oliveira¹, Vânia Cordeiro da Silva² ¹Instituto de Informática

Leia mais

Quais tipos de informações nós obteremos para este produto

Quais tipos de informações nós obteremos para este produto Termos de Uso O aplicativo Claro Facilidades faz uso de mensagens de texto (SMS), mensagens publicitárias e de serviços de internet. Nos casos em que houver uso de um serviço tarifado como, por exemplo,

Leia mais

Acessibilidade no SIEP (Sistema de Informações da Educação Profissional e Tecnológica) Módulo de Acessibilidade Virtual CEFET Bento Gonçalves RS Maio 2008 ACESSIBILIDADE À WEB De acordo com Cifuentes (2000),

Leia mais

e-mag Modelo Brasileiro de Acessibilidade em Governo Eletrônico

e-mag Modelo Brasileiro de Acessibilidade em Governo Eletrônico e-mag Modelo Brasileiro de Acessibilidade em Governo Eletrônico Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação Departamento de Governo Eletrônico Ae-MAG

Leia mais

O TRAFip é uma poderosa ferramenta de coleta e caracterização de tráfego de rede IP, que vem resolver esse problema de forma definitiva.

O TRAFip é uma poderosa ferramenta de coleta e caracterização de tráfego de rede IP, que vem resolver esse problema de forma definitiva. Não há dúvida de que o ambiente de rede está cada vez mais complexo e que sua gestão é um grande desafio. Nesse cenário, saber o que está passando por essa importante infraestrutura é um ponto crítico

Leia mais

Um White Paper da Websense Web Security Gateway: A Web 2.0 Protegida e Simplificada

Um White Paper da Websense Web Security Gateway: A Web 2.0 Protegida e Simplificada Um White Paper da Websense Web Security Gateway: A Web 2.0 Protegida e Simplificada Visão Geral do Mercado Embora o uso dos produtos da Web 2.0 esteja crescendo rapidamente, seu impacto integral sobre

Leia mais

Desenvolvedor Web Docente André Luiz Silva de Moraes

Desenvolvedor Web Docente André Luiz Silva de Moraes Roteiro 2: Introdução a Linguagem HTML Neste roteiro é explorada a linguagem HTML. A linguagem HTML (Hypertext Markup Language) é amplamente utilizada na construção de páginas de internet e é responsável

Leia mais

Localizador de Informação em Saúde - LIS

Localizador de Informação em Saúde - LIS Localizador de Informação em Saúde - LIS Fontes de Informação Referenciais - FIR/PFI BIREME/OPAS/OMS Catálogo de fontes de informação disponíveis na Internet na área da saúde. Definição Descreve o conteúdo

Leia mais

Ambiente Web PHP Problemas Frameworks CakePHP Symfony Zend Framework Prado CodeIgniter Demonstração

Ambiente Web PHP Problemas Frameworks CakePHP Symfony Zend Framework Prado CodeIgniter Demonstração Desenvolvimento em PHP usando Frameworks Elton Luís Minetto Agenda Ambiente Web PHP Problemas Frameworks CakePHP Symfony Zend Framework Prado CodeIgniter Demonstração Ambiente Web É o ambiente formado

Leia mais

Um pouco sobre Pacotes e sobre os protocolos de Transporte

Um pouco sobre Pacotes e sobre os protocolos de Transporte Um pouco sobre Pacotes e sobre os protocolos de Transporte O TCP/IP, na verdade, é formado por um grande conjunto de diferentes protocolos e serviços de rede. O nome TCP/IP deriva dos dois protocolos mais

Leia mais

6127. Redes comunicação de dados. RSProf@iol.pt. 2014/2015. Acesso à Internet.

6127. Redes comunicação de dados. RSProf@iol.pt. 2014/2015. Acesso à Internet. Sumário Acesso à Internet. Elementos típicos de uma rede. Rede de acesso ADSL. Rede de acesso ADSL. Rede de acesso ADSL. Rede de acesso ADSL. Rede de acesso ADSL. Rede de acesso ADSL. Rede de acesso ADSL.

Leia mais