Núcleo de Cidadania Digital. Apresentam

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Núcleo de Cidadania Digital. Apresentam"

Transcrição

1 Apresentam

2 Apresentação O que você gostaria de saber sobre a política do nosso país, mas sempre teve dificuldade de entender ou de encontrar? Com base nessa pergunta, feita aos eleitores brasileiros, alunos do projeto Tela Cidadã, da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), criaram o Guia do Cidadão Brasileiro, um material que busca trazer essas respostas de forma simples e objetiva. A iniciativa surgiu do (NCD), um programa de extensão da Ufes, composto e administrado por alunos de diversos cursos da Universidade. Nosso propósito é trazer informações básicas sobre o sistema político do nosso país e conscientizar o cidadão brasileiro de sua importância dentro desse sistema. Convidamos você a ler este guia com atenção e se ainda restarem dúvidas ou houver algum tema que ainda não foi abordado, conte pra gente! Envie um para e nos mande sua crítica ou sugestão. Sua opinião é muito importante para nós!

3 Sumário Mas afinal, o que é ser cidadão? 03 O que é democracia? 04 Por que o nosso voto é tão importante? 05 Voto nulo e voto branco 06 Voto proporcional e voto majoritário: como funcionam? 07 Voto proporcional: entenda melhor 08 Quem pode se candidatar a um cargo político? 10 Os três poderes 11 As três esferas 13 Como posso reinvidicar ações e propor mudanças? 16 A lei da Ficha Limpa 17 O Congresso Nacional 18 Conheça o Congresso 19 Cota Parlamentar 21 Quanto cada político recebe por mês de Cota Parlamentar? 22 Tela Cidadã 24

4 Mas afinal, o que é ser CIDADÃO? Ser cidadão é respeitar e participar das decisões da sociedade para melhorar suas vidas e a de outras pessoas. A cidadania começa em pequenos gestos, como não jogar papel na rua e respeitar os sinais e placas. 3 Um cidadão tem direitos e deveres. Ser cidadão é ter direito à igualdade perante a lei, liberdade de consciência e crença, acesso à saúde, educação, trabalho e moradia. É também participar do destino da sociedade, votar, ser votado e ter direitos políticos. O voto eleitoral, o cumprimento das leis e a proteção à natureza e ao patrimônio público do país são alguns dos deveres de um cidadão. Conhecendo melhor o nosso sistema político, podemos exercer de forma mais consciente nossos deveres de cidadão e exigir nossos direitos. Cidadania é a expressão concreta do exercício da democracia.

5 O que é DEMOCRACIA? 4 Democracia significa governo do povo. Nesse tipo de governo, as decisões passam, de alguma maneira, pelo povo. Ela é caracterizada pela liberdade individual, igualdade perante a lei sem distinção de A Democracia surgiu na Grécia, onde os cidadãos faziam reuniões em praça pública para discutir a política e os assuntos de interesse da comunidade. Esse movimento foi chamado de Democracia Direta. Neste tipo de democracia, as decisões são tomadas em assembleias públicas. sexo, raça ou credo, direito ao voto, Porém, nos dias atuais o povo se reúne e escolhe educação e direito ao livre exercício seus representantes por de qualquer trabalho ou meio do voto. Essa forma profissão. do povo de escolher os representantes, que irão tomar decisões em seu nome, é chamada de Democracia Representativa. Este é o processo mais comum de tomada de decisão nos governos democráticos. Na Democracia Representativa, o poder está nas mãos do povo, mas não é ele que governa. Os cidadãos escolhem, por meio de eleição, quem os representará no poder. Na Grécia antiga eram considerados cidadãos apenas os homens livres, nascidos na Grécia, e que não precisavam trabalhar para sobreviver. Assim, ficavam de fora da cidadania grega, os homens trabalhadores, como comerciantes e artesãos, as mulheres, os escravos e os estrangeiros.

6 Por que o nosso voto é tão IMPORTANTE? 5 A democracia exercida no Brasil é a Democracia Representativa. Nós elegemos nossos representantes através do voto, por isso, temos que saber escolher muito bem, afinal, são eles que irão tomar decisões por nós! Já que não podemos exercer o poder diretamente, é com esse instrumento precioso que dizemos quem poderá governar no nosso lugar. É por termos uma democracia representativa que todas as pessoas têm os mesmos direitos na hora de eleger um representante. Como? O voto de cidadãos diferentes (ricos ou pobres, alfabetizados ou não, empregados ou desempregados) tem o mesmo peso na escolha dos representantes. Um voto não vale mais do que o outro.

7 Voto nulo e voto branco 6 qual a diferença? De dois em dois anos, o povo brasileiro é chamado ao direito e dever cívico da votação, seja de caráter nacional ou regional. Porém, além dos votantes, há quem prefira não votar, votar nulo ou em branco. Mas qual a diferença entre estes? A resposta é que não há diferença alguma. Desde 1997, tanto o voto nulo, que ocorre quando o eleitor digita e confirma a votação em um número inexistente, quanto o voto em branco, que é executado ao pressionar a tecla Branco, não são incluídos na contagem dos votos, servindo, em poucos casos, apenas para fins estatísticos. É verdade que se mais de 50% dos votos forem nulos, a eleição é cancelada? Não. A confusão acontece por causa de uma interpretação errônea do artigo n 224 do Código Eleitoral Brasileiro, que diz que se a nulidade da eleição atingir mais que 50%, haverá outra eleição com todos os candidatos diferentes. Segundo o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), isso não tem nada a ver com votos nulos, mas sim com a ocorrência de fraudes eleitorais.

8 Voto proporcional e voto majoritário COMO FUNCIONAM? 7 Voto Majoritário Em um sistema eleitoral majoritário, vence a eleição aquele que recebe o maior número de votos. No Brasil, isso se aplica às eleições do poder executivo, ou seja, para eleger prefeitos, governadores e presidente, e também para as eleições de senadores. Voto Proporcional No sistema eleitoral proporcional, é estabelecida uma proporção entre o número do total de votos que cada partido ou coligação recebe e o número de cargos disponíveis. Os partidos ou coligações que recebem mais votos conseguem eleger mais candidatos. O voto proporcional é usado nas eleições de deputados e vereadores. Coligação é a reunião temporária de partidos políticos para disputar uma eleição. Funciona como se fosse um só partido.

9 Voto PROPORCIONAL Entenda Melhor 8 O principal instrumento do sistema proporcional é o chamado quociente eleitoral. Mas o que é isso? Vamos supor que uma Câmara Municipal tenha 7 vagas a serem preenchidas e o total de votos válidos da população seja de 100. Para descobrir o quociente eleitoral, fazemos uma pequena conta matemática: dividimos a quantidade de votos válidos (100) pela quantidade de vagas disponíveis (7). O resultado dessa conta é a quantidade mínima de votos que o partido ou a coligação precisa para eleger 1 candidato: 14 votos. Chamamos esse resultado de quociente eleitoral ,285 Votos válidos Número de vagas Quociente eleitoral 14 é o número de votos necessários para cada partido eleger um candidato. Assim, se um partido (ou uma coligação) consegue 28 votos, ele tem direito a eleger 2 candidatos: dividimos a quantidade de votos (28) pelo quociente eleitoral (14), dando um total de 2 vagas.

10 Voto PROPORCIONAL Entenda Melhor 9 Serão eleitos aqueles candidatos que contarem com o maior número de votos dentro desse partido ou coligação. PARTIDO A 5 candidatos PARTIDO B 2 candidatos COLIGAÇÃO C/D 7 candidatos votos 28 / 14= 2 O partido A elegerá seus 02 canditados com mais votos. 09 votos 09 / 14 = 0, 64 O partido B com um total de votos abaixo do quociente não elegeria alguém. 47 votos 47 / 14 = 3, 55 A coligação C/D elegerá seus 03 candidatos com mais votos Por essa conta, um candidato com poucos votos pode chegar a ser eleito se fizer parte de uma coligação ou partido que conte com um puxador de votos. O chamado "puxador" é um candidato que acumula uma quantidade de votos tão grande que leva para cima o quociente eleitoral e acaba garantindo além da dele mais vagas para a sua coligação ou partido. Essas vagas podem ser ocupadas por outros candidatos que tiveram menos votos. Os "puxadores" normalmente são celebridades ou personalidades muito conhecidas, que os partidos e coligações lançam como candidatos na eleição proporcional para alavancar a votação e aumentar o quociente eleitoral.

11 Quem pode se candidatar a um CARGO POLÍTICO? 10 Candidatar-se a um cargo político é um direito do cidadão brasileiro. Para se candidatar basta saber ler, escrever, ter nacionalidade brasileira, estar em pleno exercício dos direitos políticos e ser afiliado a algum partido. Estar em pleno exercício de seus direitos políticos significa estar em dia com suas obrigações políticas, ou seja, votar devidamente todos os anos, não ter cometido nenhum crime, (mesmo que já tratado na justiça), e não ter se negado a nenhuma imposição do Estado. Para ser candidato a Presidente da República é preciso ter no mínimo 35 anos. Para vice-presidente e senador, 30 anos. E para governador, deputado federal, estadual, ou prefeito, é preciso ter mais de 21 anos. Aqueles que são analfabetos não podem se candidatar a cargos políticos.

12 Os três PODERES 11 Muita gente acha que no Brasil o presidente faz tudo sozinho e que tudo o que acontece é culpa dele. Mas isso não é verdade. Nosso sistema político é presidencialista e nesse regime nós temos três poderes: Eu administro Eu elaboro as leis eu aplico as leis executivo legislativo judiciário

13 Os três PODERES 12 LEGISLATIVO O Poder Legislativo Federal é exercido pelo Congresso Nacional (deputados e senadores) e pelo Tribunal de Contas da União, o TCU. Este Poder tem a função de criar leis e normas que estejam de acordo com a Constituição brasileira. Também é função do Legislativo exercer a fiscalização financeira do Poder Executivo. EXECUTIVO O Poder Executivo é constituído pelo poder do Presidente no país, dos Governadores nos Estados e dos Prefeitos nos municípios. O Poder Executivo administra, aprovando ou executando as leis feitas pelo Poder Legislativo. O Presidente, os Governadores e os Prefeitos são eleitos por voto majoritário por meio das eleições que ocorrem de quatro em quatro anos. JUDICIÁRIO O Poder Judiciário tem a função de garantir o cumprimento das leis. Ele é composto de Juízes, Ministros e Desembargadores. Este poder ainda é dividido entre Federal e Estadual. Junto ao Judiciário, cabe ao Ministério Público defender a aplicação das leis, prezando pelo interesse dos cidadãos. Contistuição é um conjunto de leis que regem um país, um governo ou um Estado.

14 As três ESFERAS 13 O Poder Executivo, aquele que tem a função de colocar em prática as leis já existentes e de implementar as novas legislações, é organizado em três esferas: FEDERAL Representado pelo Presidente da República estadual Representado pelos governadores nos Estados municipal Representado pelos prefeitos nos municípios

15 E agora, devo cobrar de QUEM? 14 Educação FEDERAL estadual municipal Creches, pré-escolas e o ensino fundamental são de responsabilidade do Municipal, enquanto o Estadual deve priorizar o Ensino Médio e atuar também no Ensino Fundamental. Já o papel do Federal é regular o Ensino Superior e organizar o sistema como um todo. saúde FEDERAL estadual municipal Postos de saúde e outros atendimentos básicos são de responsabilidade do Municipal. O Estadual é responsável pelos serviços secundários e terciários, como serviços terapêuticos e atendimentos de alta complexidade. O Federal é quem financia todo o sistema. Segurança FEDERAL estadual A proteção dos cidadãos é um dever do Estadual, que gere as polícias militar e civil. O governo federal é responsável pela segurança aérea e das fronteiras, e deve atuar contra crimes organizados e internacionais. transporte estadual municipal Enquanto o Municipal é responsável pelos transportes urbanos. O Estadual assume a gestão dos transportes intermunicipais, isto é, entre municípios.

16 E agora, devo cobrar de QUEM? 15 municipal A Coleta, a reciclagem e o destino do lixo e de resíduos sólidos é dever do Municipal, que deve respeitar as exigências do Plano Nacional de Resíduos Sólidos, coordenado e elaborado pelo Ministério do Meio Ambiente. coleta de lixo municipal A iluminação pública é um trabalho exclusivo do Municipal, que pode terceirizar os serviços, mas não a responsabilidade. iluminação pública MANUTENÇÃO DE RUAS municipal A manutenção de ruas e avenidas é um serviço de responsabilidade do Municipal. Não é responsabilidade do município as rodovias federais, estaduais e vias administradas por empresas privadas. programas sociais FEDERAL estadual municipal Os direitos humanos dizem respeito à dignidade das pessoas, previstos pela Constituição brasileira de É responsabilidade, portanto, dos prefeitos, governadores e presidente garantir que seus cidadãos tenham acesso ao necessário para uma vida digna.

17 Como posso reivindicar ações e propor MUDANÇAS? Você pode reivindicar ações e respostas das autoridades por meio de um abaixo-assinado, ou ainda por um projeto de lei de iniciativa popular. Saiba a diferença entre os dois e veja as orientações para atingir seu objetivo: ABAIXO-ASSINADO: Serve para pedir melhorias para determinada situação e expressar formalmente a posição de um grupo de pessoas. Ele pode influenciar a tomada de decisões do poder público e da iniciativa privada. Qualquer pessoa pode criar um abaixoassinado, que pode ser feito em papel ou via internet de maneira gratuita. As informações necessárias são as mesmas nos dois casos: Indicação para quem ele se dirige; O QUE É? COMO FAZER? PROJETO DE LEI DE INICIATIVA POPULAR: Tem como objetivo criar uma lei para atender determinada demanda específica e ser a expressão maior de temas relevantes para a sociedade. Nesse caso, deve seguir uma série de requisitos. O projeto a ser apresentado deve ser redigido de maneira clara e objetiva. Nesse caso, a orientação é pedir ajuda a entidades e especialistas da área jurídica para avaliar a constitucionalidade da proposta. 16 Um texto objetivo com as informações sobre o assunto; Dados pessoais de quem irá assinar a petição (nome completo, documento de identificação, etc. ); Identificação da pessoa que ficará responsável pelo abaixo-assinado. Outro ponto fundamental é divulgar esse abaixo-assinado. Pode ser pela internet, pela imprensa, por meio de associações e através de seus contatos pessoais. Deve conter os dados dos autores da proposta; Dados pessoais básicos de quem irá assinar: nome completo, assinatura, documento, endereço e o número do título do eleitor; Ter um mínimo de assinaturas de eleitores regularizados. As específicações e quantidade de assinaturas variam se a lei a ser criada é de nível federal, estadual ou municipal. Não há uma exigência com relação ao número de assinaturas. Quanto mais assinaturas, mais representativa será a sua petição. Após a coleta, o documento deve ser entregue à autoridade a quem se destina, que poderá acatar ou não a solicitação. RESULTADO O projeto deve ser enviado ao Legislativo, onde ele passará por todas as etapas e processos. É importante que a população acompanhe o processo e cobre sua efetiva aplicação.

18 A lei da FICHA LIMPA 17 É um exemplo de lei que surgiu de iniciativa popular brasileira com a campanha Combatendo a Corrupção Eleitoral, em Até o ano de 2010, arrecadou 1,6 milhões de assinaturas. Mas o que esta lei propõe? Ela proíbe a eleição, por oito anos, de políticos condenados em processos criminais em segunda instância, cassados ou que tenham renunciado para evitar a cassação. Segunda instância é quando há recurso contra a decisão do juiz. O caso então passa a ser examinado por um grupo de juízes, chamado de Colegiado. Quem fica proibido de se candidatar a um cargo político? Não poderão se eleger o governador e o prefeito que perderam os cargos eletivos por violação à Constituição Estadual e à Lei Orgânica do Município, que é a lei maior, ou seja, a lei mais importante de cada município, pelo qual ele é regido. Também não podem se candidatar quem tenha sido condenado pela Justiça Eleitoral em processo de apuração de abuso do poder econômico ou político. E ainda pessoas que foram condenados pelos crimes de ato ilegal contra a administração pública, que cause lesão ao patrimônio público e enriquecimento de modo ilegal. Nas eleições de 2014, cerca de 250 candidatos foram barrados, sendo esta a primeira eleição geral (que inclui presidência da república, governador, deputados estaduais e federais e senador) em que a Lei foi aplicada.

19 O Congresso Nacional 18 O Congresso Nacional é composto pela Câmara dos Deputados e pelo Senado. O Senado representa as unidades federativas. As principais funções de um senador são: propor, debater e aprovar leis que são de interesse do país, além de fiscalizar o uso dos recursos públicos. Os Estados e Distrito Federal elegem três senadores cada um, independentemente do tamanho de seu território ou do número de habitantes. Os membros do Senado são eleitos por voto majoritário, isto é, os que tiveram mais votos em cada Estado. No total são eleitos 81 senadores. A Câmara dos Deputados representa o povo brasileiro. As principais funções de um deputado são: discutir a aprovação de leis sobre diversos temas e fiscalizar o uso dos recursos arrecadados pelo povo (ou recursos públicos). A divisão das cadeiras dentro da Câmara é proporcional ao número de habitantes dos Estados e do Distrito Federal. No total temos 513 deputados federais. Senado Senadores Unidade Federativa Câmara Depudatos Federais Povo

20 Conheça o Congresso 19 Senado PT DEM PSDB PMDB PP PSOL Psb PTB PSd OUTROS senadores DADOS DE 2015 DISPONÍVEIS EM

21 Conheça o Congresso 20 Câmara PT Pmdb PSD PsDB PP PR DEM PSB SD pros deputados Ptb pdt pcdob Psc Prb OUTROS DADOS DE 2015 DISPONÍVEIS EM

22 COTA Parlamentar 21 É chamado de parlamentar quem trabalha no Congresso Nacional. Os deputados e senadores, além do salário, têm direito a um valor mensal chamado de Cota para Exercício da Atividade Parlamentar. Essa cota é uma verba exclusivamente destinada a garantir recursos para a execução da profissão de senador e deputado. Veja o que pode ser pago com essa cota: Passagens aéreas Combustíveis e lubrificantes Telefonia Hospedagem Divulgação da atividade parlamentar Manutenção de escritórios Segurança Alimentação Consultorias, trabalhos técnicos e pesquisas socioeconômicas Locação de aeronaves, embarcações e veículos automotores

23 Quanto cada político recebe por mês de Cota Parlamentar? 22 AC r$ ,32 r$ ,73 al AM ap R$ ,17 R$ ,50 ba R$ ,51 ce R$ ,50 DF R$ ,66 ES R$ ,83 GO R$ ,69 ma RS ,49 R$ ,38 mg MS MT PA PB PE PI PR RJ RN RO RR RS SC SE SP TO r$ ,65 r$ ,24 r$ ,17 r$ ,91 r$ ,68 r$ ,18 r$ ,67 r$ ,32 r$ ,25 r$ ,33 r$ ,80 r$ ,00 r$ ,92 r$ ,43 r$ ,95 r$ ,76 Deputados Federais Como o preço das passagens varia de acordo com o estado do parlamentar, os valores da cota também têm variação. total de R$ ,04 por mês

24 Senadores Quanto cada político recebe por mês de Cota Parlamentar? total de R$ ,57 por mês r$ ,45 r$ ,20 AC al AM R$ ,60 R$ ,20 ap R$ ,20 ba ce R$ ,60 R$ ,20 DF R$ ,60 ES R$ ,20 GO RS ,60 ma R$ ,20 r$ ,20 mg MS r$ ,45 MT r$ ,20 PA r$ ,20 PB r$ ,60 PE r$ ,45 PI r$ ,60 PR r$ ,20 RJ r$ ,20 RN r$ ,20 r$ ,45 RO RR r$ ,60 RS r$ ,32 SC r$ ,45 SE r$ ,20 SP r$ ,20 TO 23

25 Tela Cidadã 24 Agora que você já entende melhor os princípios básicos da política brasileira, está na hora de colocar os seus conhecimentos em prática! Acompanhe a vida política dos seus candidatos, cobre ações, reivindique seus direitos e ponha em prática os seus deveres de cidadão. Existem várias iniciativas populares que nos ajudam a fiscalizar o que acontece no governo, o que os políticos andam fazendo e para onde vai nosso dinheiro. Uma delas é o Tela Cidadã. O Tela Cidadã é um portal de transparência pública, um projeto criado e desenvolvido por alunos da Universidade Federal do Espírito Santo. O projeto surgiu do (NCD), um programa de extensão da UFES. O objetivo do portal é trazer informações de fácil leitura e compreensão da vida política do país. Nele você pode acessar os gastos de todos os políticos do Espírito Santo e também pode verificar os gastos específicos em diversas áreas, como assessoria, passagens e combustível. Acesse telacidada.org e fique por dentro do que acontece na política do nosso País!

26 Fontes 25 Conheça as funções dos poderes Legislativo, Executivo e Judiciário e a quem cabe questões que estão em pauta. Disponível em: <http://goo.gl/hh5ldj>. Conheça as responsabilidades dos municípios, dos Estados e da União. Disponível em: <http://zip.net/bvpsn6>. Cota parlamentar. Disponível em: <http://goo.gl/mc5s8u>. Democracia. Disponível em: <http://goo.gl/lk4wr4>. Eleições 2014: saiba como ficou a nova composição da Câmara dos Deputados por partido. Disponível em: <http://goo.gl/5dnmfc>. O que é ser cidadão. Disponível em: <http://goo.gl/losdtl> Os três poderes no Brasil. Disponível em: <http://goo.gl/nnuywb>. Para assinar embaixo. Disponível em: <http://goo.gl/cfwucy>. Vereador é eleito pelo sistema proporcional; entenda como funciona. Disponível em: <http://goo.gl/bajsjr>. Viva a democaracia. Disponível em: <http://goo.gl/cqysmq>. Imagens Freepik.com

27

Sondagem de Opinião Parlamentar Reforma Política

Sondagem de Opinião Parlamentar Reforma Política Reforma Política Abril a Maio de 2009 Brasília, 28 de Maio de 2008 Introdução O recente envio da proposta do Poder Executivo de reforma política trouxe força e fôlego para o debate do tema no Brasil, mobilizando

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO Escola Judiciária Eleitoral

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO Escola Judiciária Eleitoral TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO RIO DE JANEIRO Escola Judiciária Eleitoral Abril 2013 TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Presidente Desembargadora Letícia De Faria Sardas Corregedor

Leia mais

Perguntas e Respostas Conselho de Usuários VIVO

Perguntas e Respostas Conselho de Usuários VIVO Perguntas e Respostas Conselho de Usuários VIVO Resolução n o 623, de 18 de Outubro de 2013 1. Qual a Resolução que trata sobre Conselho de Usuários e onde ela está disponível? Trata-se da Resolução n

Leia mais

CARTILHA DO VOTO CONSCIENTE

CARTILHA DO VOTO CONSCIENTE CARTILHA DO VOTO CONSCIENTE ART. 1, 1 da Constituição Federal de 88: Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Constituição. Voto consciente:

Leia mais

Cartilha VOTE CONSCIENTE VOTE BEM

Cartilha VOTE CONSCIENTE VOTE BEM Cartilha VOTE VOTE BEM CONSCIENTE O mês de outubro marca a escolha de quem estará, durante os próximos anos, à frente do poder no Brasil. É um dos momentos mais significativos, pois é a hora de o brasileiro

Leia mais

O que fazer para reformar o Senado?

O que fazer para reformar o Senado? O que fazer para reformar o Senado? Cristovam Buarque As m e d i d a s para enfrentar a crise do momento não serão suficientes sem mudanças na estrutura do Senado. Pelo menos 26 medidas seriam necessárias

Leia mais

Reforma Política Democrática Eleições Limpas 13 de janeiro de 2015

Reforma Política Democrática Eleições Limpas 13 de janeiro de 2015 Reforma Política Democrática Eleições Limpas 13 de janeiro de 2015 A Coalizão é uma articulação da sociedade brasileira visando a uma Reforma Política Democrática. Ela é composta atualmente por 101 entidades,

Leia mais

Portaria Interministerial N 416, de 23 de Abril de 2004

Portaria Interministerial N 416, de 23 de Abril de 2004 Portaria Interministerial N 416, de 23 de Abril de 2004 Portaria Interministerial N 416, de 23 de abril de 2004 Presidência da República Casa Civil OS MINISTROS DE ESTADO CHEFE DA CASA CIVIL DA PRESIDÊNCIA

Leia mais

TEMAS DEBATIDOS DECISÕES DA COMISSÃO 1- SUPLÊNCIA DE SENADOR. Foram aprovadas as seguintes alterações:

TEMAS DEBATIDOS DECISÕES DA COMISSÃO 1- SUPLÊNCIA DE SENADOR. Foram aprovadas as seguintes alterações: Senado Federal Comissão da Reforma Política TEMAS DEBATIDOS DECISÕES DA COMISSÃO 1- SUPLÊNCIA DE SENADOR a) Redução de dois suplentes de Senador para um; b) Em caso de afastamento o suplente assume; em

Leia mais

Vem pra urna! Justiça Eleitoral. Cartório Eleitoral - ES. Cartilha educativa da. Justiça Eleitoral. sobreo poder do voto.

Vem pra urna! Justiça Eleitoral. Cartório Eleitoral - ES. Cartilha educativa da. Justiça Eleitoral. sobreo poder do voto. Vem pra urna! Justiça Eleitoral Cartório Eleitoral - ES www.tre-es.jus.br. #vempraurna Cartilha educativa da Justiça Eleitoral sobreo poder do voto. Material desenvolvido pelo Tribunal Regional Eleitoral

Leia mais

ANEXO I BICICLETA ESCOLAR. Modelo de ofício para adesão à ata de registro de preços (GRUPO 1)

ANEXO I BICICLETA ESCOLAR. Modelo de ofício para adesão à ata de registro de preços (GRUPO 1) ANEXO I BICICLETA ESCOLAR Modelo de ofício para adesão à ata de registro de preços (GRUPO 1) Assunto: Adesão à ata de registro de preços nº 70/2010 do pregão eletrônico nº 40/2010. 1 2 BICICLETA 20 - AC,

Leia mais

SENSUS. Relatório CAMPANHA DE ESCLARECIMENTO DO TSE ELEIÇÕES 2010 FIELDS COMUNICAÇÃO TSE. 03 a 07 de Novembro de 2010

SENSUS. Relatório CAMPANHA DE ESCLARECIMENTO DO TSE ELEIÇÕES 2010 FIELDS COMUNICAÇÃO TSE. 03 a 07 de Novembro de 2010 Pesquisa e Consultoria Relatório CAMPANHA DE ESCLARECIMENTO DO TSE ELEIÇÕES 2010 FIELDS COMUNICAÇÃO TSE 03 a 07 de Novembro de 2010 Rua Grão Pará 737, 4 andar Cep 30150-341 Belo Horizonte MG Tel. 31-33042100

Leia mais

Pesquisa de Informações Básicas Estaduais 2012

Pesquisa de Informações Básicas Estaduais 2012 Pesquisa de Informações Básicas Estaduais 2012 Informações Básicas Recursos Humanos Foram pesquisadas as pessoas que trabalhavam na administração direta e indireta por vínculo empregatício e escolaridade;

Leia mais

Saúde Indígena no Brasil

Saúde Indígena no Brasil PAINEL I Particularidades genéticas das populações amazônicas e suas possíveis implicações Coordenação de Mesa: Wim Degrave. Saúde Indígena no Brasil Mário R. Castellani Abordarei um pouco do que estamos

Leia mais

3Apesar dos direitos adquiridos pelas

3Apesar dos direitos adquiridos pelas objetivo. promover a igualdade entre os sexos e a autonomia das mulheres mulheres ao longo do século 20, ainda há considerável desigualdade entre os gêneros no mundo. Em geral, as mulheres sofrem com a

Leia mais

12. Assinale a opção correta a respeito da composição e do funcionamento das juntas eleitorais.

12. Assinale a opção correta a respeito da composição e do funcionamento das juntas eleitorais. TRE-MT ANALIS. JUD. ADM CESPE 9. Assinale a opção correta com relação aos órgãos da justiça eleitoral. a) A justiça eleitoral é composta pelo Tribunal Superior Eleitoral ( TSE ), pelo TRE, na capital de

Leia mais

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA NACIONAL O ELEITOR E A REFORMA POLÍTICA

PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA NACIONAL O ELEITOR E A REFORMA POLÍTICA PESQUISA DE OPINIÃO PÚBLICA NACIONAL O ELEITOR E A REFORMA POLÍTICA JUNHO DE 2007 Dados Técnicos Pesquisa Pesquisa de opinião pública nacional Universo Eleitores e potenciais eleitores brasileiros que

Leia mais

APRESENTAÇÃO. 1. Identificação do Órgão/Unidade Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro Escola Judiciária Eleitoral.

APRESENTAÇÃO. 1. Identificação do Órgão/Unidade Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro Escola Judiciária Eleitoral. APRESENTAÇÃO 1. Identificação do Órgão/Unidade Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro. 2. E-mail para contato eje@tre-rj.gov.br. 3. Nome do Projeto. 4. Tema escolhido Gestão Sócio Ambiental. 5.

Leia mais

INFORME SARGSUS. Situação da Alimentação do Relatório de Gestão Ano 2013-2014 Informações sobre Plano e Programação Anual de Saúde

INFORME SARGSUS. Situação da Alimentação do Relatório de Gestão Ano 2013-2014 Informações sobre Plano e Programação Anual de Saúde INFORME SARGSUS Situação da Alimentação do Relatório de Gestão Ano 2013-2014 Informações sobre Plano e Programação Anual de Saúde 1 ESFERA MUNICIPAL 1.1 Relatório de Gestão Ano 2013 Até a presente data,

Leia mais

26/09/2014. A Via Crucis" judicial do CEBAS e a remuneração dos dirigentes

26/09/2014. A Via Crucis judicial do CEBAS e a remuneração dos dirigentes A Via Crucis" judicial do CEBAS e a remuneração dos dirigentes 1 Josenir Teixeira Advogado Mestre em Direito UniFMU FADISP Pós-Graduado em Direito Processual Civil UniFMU Pós-Graduado em Direito Empresarial

Leia mais

Conselho Nacional de Controle Interno

Conselho Nacional de Controle Interno Veículo: Site Congresso em Foco Data: 13/07/2012 Editoria: Lei de Acesso Coluna: - Página: - Só 12% das prefeituras dão atenção a transparência Uma mesma pergunta foi feita às administrações de 133 cidades

Leia mais

Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira NOVO RATEIO DOS RECURSOS DO FUNDO DE PARTICIPAÇÃO DOS ESTADOS

Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira NOVO RATEIO DOS RECURSOS DO FUNDO DE PARTICIPAÇÃO DOS ESTADOS Nota Técnica 7/13 (7 de Maio) Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira Núcleo de Assuntos Econômico-Fiscais NOVO RATEIO DOS RECURSOS DO FUNDO DE PARTICIPAÇÃO DOS ESTADOS IMPACTOS DA DIVISÃO DO

Leia mais

Você pode contribuir para eleições mais justas

Você pode contribuir para eleições mais justas Procuradoria Regional Eleitoral no Estado de SP Defesa da democracia, combate à impunidade. Você pode contribuir para eleições mais justas Os cidadãos e as cidadãs podem auxiliar muito na fiscalização

Leia mais

Política, Democracia e Cidadania

Política, Democracia e Cidadania Política, Democracia e Cidadania Por um jovem brasileiro atuante Por Floriano Pesaro Vereador, líder da bancada do PSDB na Câmara Municipal de São Paulo. Natural de São Paulo, Floriano é sociólogo formado

Leia mais

POLITICAS PARA O TRÂNSITO SEGURO DE MOTOS

POLITICAS PARA O TRÂNSITO SEGURO DE MOTOS Seminário POLITICAS PARA O TRÂNSITO SEGURO DE MOTOS LEGISLAÇÃO, FISCALIZAÇÃO E POLÍTICA DE SEGURANÇA Brasília DF 13 de setembro de 2012 Regulamentação da atividade de mototaxista Mesmo diante da ausência

Leia mais

FÓRUM ESTADUAL DA UNDIME. Belo Horizonte, 3 de abril de 2013.

FÓRUM ESTADUAL DA UNDIME. Belo Horizonte, 3 de abril de 2013. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FÓRUM ESTADUAL DA UNDIME MINAS GERAIS Belo Horizonte, 3 de abril de 2013. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO ALINHAMENTO DOS PLANOS MUNICIPAIS E ESTADUAIS DE EDUCAÇÃO AO PNE SECRETARIA DE ARTICULAÇÃO

Leia mais

P.42 Programa de Educação Ambiental - PEA. Direitos e Deveres do Cidadão - 2013

P.42 Programa de Educação Ambiental - PEA. Direitos e Deveres do Cidadão - 2013 P.42 Programa de Educação Ambiental - PEA Direitos e Deveres do Cidadão - 2013 Todos os seres humanos nascem com direitos. MAS para terem validade, os direitos de uma pessoa têm de ser respeitados pelas

Leia mais

PROJETO: ELEIÇÕES 2014 E O EXERCÍCIO DA CIDADANIA

PROJETO: ELEIÇÕES 2014 E O EXERCÍCIO DA CIDADANIA PROJETO: ELEIÇÕES 2014 E O EXERCÍCIO DA CIDADANIA Meu ideal político é a democracia, para que todo homem seja respeitado como indivíduo e nenhum venerado. (Albert Einstein) JUSTIFICATIVA Estaremos vivenciando

Leia mais

Pesquisa de Opinião Pública Nacional. Associação dos Magistrados Brasileiros AMB Voto, Eleições e Corrupção Eleitoral

Pesquisa de Opinião Pública Nacional. Associação dos Magistrados Brasileiros AMB Voto, Eleições e Corrupção Eleitoral Pesquisa de Opinião Pública Nacional Associação dos Magistrados Brasileiros AMB Voto, Eleições e Corrupção Eleitoral Julho de 2008 Roteiro I. Metodologia II. III. IV. Eleições e Política Corrupção eleitoral

Leia mais

Ficha Limpa e Alguns Conceitos

Ficha Limpa e Alguns Conceitos Ficha Limpa e Alguns Conceitos A Lei Ficha Limpa foi aprovada graças à mobilização de milhões de brasileiros e se tornou um marco fundamental para a democracia e a luta contra a corrupção e a impunidade

Leia mais

O que são Direitos Humanos?

O que são Direitos Humanos? O que são Direitos Humanos? Por Carlos ley Noção e Significados A expressão direitos humanos é uma forma abreviada de mencionar os direitos fundamentais da pessoa humana. Sem esses direitos a pessoa não

Leia mais

Apresentação e objetivo da pesquisa. Uso dos dados e Forma de citação

Apresentação e objetivo da pesquisa. Uso dos dados e Forma de citação Apresentação e objetivo da pesquisa A pesquisa Trajetórias e práticas políticas no serviço público resulta de parceria entre o IPOL/UnB, a ENAP e o IPEA. Foi realizada, em sua primeira bateria, com os

Leia mais

TEMAS DA REFORMA POLÍTICA

TEMAS DA REFORMA POLÍTICA TEMAS DA REFORMA POLÍTICA 1 Sistemas Eleitorais 1.1 Sistema majoritário. 1.2 Sistema proporcional 1.2 Sistema misto 2 - Financiamento eleitoral e partidário 3- Suplência de senador 4- Filiação partidária

Leia mais

O Desempenho do Investimento Público do Ceará, 2007 2012, uma análise comparativa entre os Estados.

O Desempenho do Investimento Público do Ceará, 2007 2012, uma análise comparativa entre os Estados. Enfoque Econômico é uma publicação do IPECE que tem por objetivo fornecer informações de forma imediata sobre políticas econômicas, estudos e pesquisas de interesse da população cearense. Por esse instrumento

Leia mais

PARECER DO RELATOR * RELATÓRIO *

PARECER DO RELATOR * RELATÓRIO * PARECER DO RELATOR (Sr. Rodrigo Maia) * RELATÓRIO * Em síntese, as propostas constitucionais ora em análise têm por escopo alterar o sistema político-eleitoral em vigor, de modo a ajustar o sistema eleitoral

Leia mais

Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil

Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil Este guia pretende nortear os Grupos Escoteiros do Brasil a desenvolverem um

Leia mais

Guia de Reforma Política

Guia de Reforma Política Guia de Reforma Política Guia de Reforma Política - 2 de 13 O que os partidos querem com a Reforma Política e a proposta do Movimento Liberal Acorda Brasil O Movimento Liberal Acorda Brasil avaliou as

Leia mais

PROMOÇÃO VIVO CONTROLE MÓVEL COM CARTÃO DE CRÉDITO

PROMOÇÃO VIVO CONTROLE MÓVEL COM CARTÃO DE CRÉDITO PROMOÇÃO VIVO CONTROLE MÓVEL COM CARTÃO DE CRÉDITO DISPOSIÇÕES GERAIS DA PROMOÇÃO 1.1. A promoção Vivo Controle Móvel no Cartão de Crédito é realizada pela Telefônica Brasil S/A, que oferece os benefícios

Leia mais

Acesso à Internet e à televisão e posse de telefone móvel celular para uso pessoal

Acesso à Internet e à televisão e posse de telefone móvel celular para uso pessoal Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Ministério das Comunicações Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios PNAD Suplementar 2013 Acesso à Internet e à televisão e posse de telefone móvel celular

Leia mais

Glossário. Assembleia de Voto É o local onde o eleitor vota, ou o conjunto de cerca de 1.000 eleitores que a integram.

Glossário. Assembleia de Voto É o local onde o eleitor vota, ou o conjunto de cerca de 1.000 eleitores que a integram. Glossário Apuramento Geral É a determinação final e a nível nacional através de escrutínio, da vontade expressa pelos eleitores relativamente à escolha dos Deputados ao Parlamento e do Presidente da República.

Leia mais

Apresentação do IDConselho Municipal. Apresentação elaborada pela Coordenação Geral de Vigilância Socioassistencial CGVIS Brasília

Apresentação do IDConselho Municipal. Apresentação elaborada pela Coordenação Geral de Vigilância Socioassistencial CGVIS Brasília Apresentação do IDConselho Municipal Apresentação elaborada pela Coordenação Geral de Vigilância Socioassistencial CGVIS Brasília 5.366 Conselhos Municipais que preencheram o Censo SUAS 2014 Dinâmica de

Leia mais

Gestão Democrática da Educação

Gestão Democrática da Educação Ministério da Educação Secretaria de Educação Básica Departamento de Articulação e Desenvolvimento dos Sistemas de Ensino Coordenação Geral de Articulação e Fortalecimento Institucional dos Sistemas de

Leia mais

Opinião dos Vereadores sobre a Reforma Política

Opinião dos Vereadores sobre a Reforma Política Opinião dos Vereadores sobre a Reforma Política Resultado da pesquisa sobre Reforma Política com Vereadores presentes na 1ª Mobilização Nacional de Vereadores realizada, em Brasília, nos dias 06 e 07 de

Leia mais

Transporte Escolar nos Estados e no DF. Novembro/2011

Transporte Escolar nos Estados e no DF. Novembro/2011 Transporte Escolar nos Estados e no DF Novembro/2011 UFs onde existe terceirização total ou parcial (amostra de 16 UFs) AC AL AP AM DF GO MT MS PB PI RJ RN RO RR SE TO TERCEIRIZAÇÃO TERCEIRIZAÇÃO TERCEIRIZAÇÃO

Leia mais

Quantidade de pedidos registrados por mês

Quantidade de pedidos registrados por mês Relatório de Pedidos de Acesso à Informação e Solicitantes (*) Informações adicionais para o correto entendimento do relatório podem ser encontradas na última seção. Órgão(s) de referência: MinC - Ministério

Leia mais

FORMAÇÃO PARA CONSELHEIROS DE DIREITOS. www.institutocultiva.com.br www.rudaricci.com.br

FORMAÇÃO PARA CONSELHEIROS DE DIREITOS. www.institutocultiva.com.br www.rudaricci.com.br FORMAÇÃO PARA CONSELHEIROS DE DIREITOS www.institutocultiva.com.br www.rudaricci.com.br CIDADANIA E PARTICIPAÇÃO Cidadania é o conjunto de DIREITOS: Civis (individuais, em que todos são indivíduos livres

Leia mais

Objetivos. Como conduzir meu voto de maneira consciente? Como funciona o cenário político?

Objetivos. Como conduzir meu voto de maneira consciente? Como funciona o cenário político? Objetivos Como conduzir meu voto de maneira consciente? Como funciona o cenário político? Como desenvolver a consciência de que fazemos parte do sistema político? 1. O que eu tenho a ver com isso? O que

Leia mais

CONGRESSO NACIONAL COMISSÃO MISTA DA MEDIDA PROVISÓRIA Nº 720, DE 2016 PAUTA DA 2ª REUNIÃO. (2ª Sessão Legislativa Ordinária da 55ª Legislatura)

CONGRESSO NACIONAL COMISSÃO MISTA DA MEDIDA PROVISÓRIA Nº 720, DE 2016 PAUTA DA 2ª REUNIÃO. (2ª Sessão Legislativa Ordinária da 55ª Legislatura) CONGRESSO NACIONAL COMISSÃO MISTA DA MEDIDA PROVISÓRIA Nº 720, DE 2016 PAUTA DA 2ª REUNIÃO (2ª Sessão Legislativa Ordinária da 55ª Legislatura) 06/07/2016 QUARTA-FEIRA às 11 horas e 30 minutos Presidente:

Leia mais

REGISTRO DE CANDIDATO

REGISTRO DE CANDIDATO LEGISLAÇÃO APLICÁVEL - Constituição Federal - Código Eleitoral (Lei n. 4737/65) - Lei n. 9.504/97 (Lei das Eleições) - Lei Complementar n. 64/90 (Lei das Inelegibilidades) DISPOSIÇÕES GERAIS REGISTRO DE

Leia mais

DO BACO INFORMA. Brasil Dados Públicos. O que é o DO BACO INFORMA

DO BACO INFORMA. Brasil Dados Públicos. O que é o DO BACO INFORMA especificações Busca textual pré-definida pelo assinante a qualquer conteúdo publicado em 213 Diários Oficiais de 27 Estados. O BACO Informa leva informação onde você estiver. O que é o O BACO INFORMA

Leia mais

MEC. Censo da Educação Superior 2014

MEC. Censo da Educação Superior 2014 MEC Censo da Educação Superior 2014 BRASÍLIA DF 04 DE DEZEMBRO DE 2015 Tabela Resumo Estatísticas Gerais da Educação Superior Brasil 2014 Categoria Administrativa Estatísticas Básicas Total Geral Pública

Leia mais

DO COLETÂNEA ONLINE. Brasil Dados Públicos. atos oficiais atos administrativos processos judiciais editais, Avisos e Contratos orçamentos da União,

DO COLETÂNEA ONLINE. Brasil Dados Públicos. atos oficiais atos administrativos processos judiciais editais, Avisos e Contratos orçamentos da União, folheto de especificações ONLINE atos oficiais atos administrativos processos judiciais editais, Avisos e Contratos orçamentos da União, Estados e Municípios Base de dados eletrônica que contém a íntegra

Leia mais

MANUAL DO JOVEM DEPUTADO

MANUAL DO JOVEM DEPUTADO MANUAL DO JOVEM DEPUTADO Edição 2014-2015 Este manual procura expor, de forma simplificada, as regras do programa Parlamento dos Jovens que estão detalhadas no Regimento. Se tiveres dúvidas ou quiseres

Leia mais

Carga Tributária dos Combustíveis por Estado. Referência: Junho/2015

Carga Tributária dos Combustíveis por Estado. Referência: Junho/2015 Carga Tributária dos Combustíveis por Estado Referência: Junho/2015 Pontos importantes da Lei 12.741/2012 para a revenda de combustíveis Art. 1º Emitidos por ocasião da venda ao consumidor de mercadorias

Leia mais

Política Nacional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora. Portaria GM/MS n 1.823, de 23 de agosto de 2012

Política Nacional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora. Portaria GM/MS n 1.823, de 23 de agosto de 2012 Política Nacional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora Portaria GM/MS n 1.823, de 23 de agosto de 2012 MARCOS LEGAIS: Constituição Federal de 1988 Art. 200 Ao SUS compete, além de outras atribuições,

Leia mais

20 Diretrizes Priorizadas pela Etapa Estadual

20 Diretrizes Priorizadas pela Etapa Estadual 20 Diretrizes Priorizadas pela Etapa Estadual Paulista da CONSOCIAL Prioridades Texto Diretriz Eixo Pontos 1 2 Regulamentação e padronização de normas técnicas para a elaboração dos Planos de Governo apresentados

Leia mais

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR E DE NÍVEL MÉDIO DEMANDA DE CANDIDATOS POR VAGA

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR E DE NÍVEL MÉDIO DEMANDA DE CANDIDATOS POR VAGA Nível superior Cargo 1: Contador DF Brasília/Sede da Administração Central 35 1820 52,00 Nível médio Cargo 2: Agente Administrativo AC Rio Branco/Sede da SRTE 2 1496 748,00 Nível médio Cargo 2: Agente

Leia mais

Desvio de Finalidade Papel Imune

Desvio de Finalidade Papel Imune Desvio de Finalidade Papel Imune Compliance com as Leis de Defesa da Concorrência ALERTA: Evitar quaisquer discussões ou conversações sobre temas sensíveis à livre competição entre as empresas associadas,

Leia mais

LEI DOS PARTIDOS POLÍTICOS (Lei n. 9.096/95)

LEI DOS PARTIDOS POLÍTICOS (Lei n. 9.096/95) - Partido Político: pessoa jurídica de direito privado, destinada a assegurar, no interesse democrático, a autenticidade do sistema representativo e a defender os direitos fundamentais definidos na CF.

Leia mais

AMAJUM. No próximo dia 7 de outubro, o povo brasileiro retorna às urnas, desta vez para escolher prefeitos, vice-prefeitos e vereadores.

AMAJUM. No próximo dia 7 de outubro, o povo brasileiro retorna às urnas, desta vez para escolher prefeitos, vice-prefeitos e vereadores. No próximo dia 7 de outubro, o povo brasileiro retorna às urnas, desta vez para escolher prefeitos, vice-prefeitos e vereadores. Produção: Ação conjunta: Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso Parceiro:

Leia mais

ESTATUTO DO GRÊMIO ESTUDANTIL

ESTATUTO DO GRÊMIO ESTUDANTIL ESTATUTO DO GRÊMIO ESTUDANTIL CAPÍTULO I Do Nome, Sede, Fins e Duração. Art. 1º - O Grêmio Estudantil Bom Conselho abreviadamente, Grêmio, é uma instituição sem fins lucrativos constituída pelos alunos

Leia mais

META 4. LEITURA OBRIGATÓRIA Legislação: CRFB/88, arts. 6 o 17; Doutrina: Direitos sociais; Nacionalidade; Direitos Políticos e Partidos Políticos.

META 4. LEITURA OBRIGATÓRIA Legislação: CRFB/88, arts. 6 o 17; Doutrina: Direitos sociais; Nacionalidade; Direitos Políticos e Partidos Políticos. META 4 LEITURA OBRIGATÓRIA Legislação: CRFB/88, arts. 6 o 17; Doutrina: Direitos sociais; Nacionalidade; Direitos Políticos e Partidos Políticos. EXERCÍCIO 1. (FGV - 2008 - Senado Federal - Policial Legislativo

Leia mais

Pendências de Envio do Relatório de Gestão Municipal-2013 aos CMS

Pendências de Envio do Relatório de Gestão Municipal-2013 aos CMS INFORME SARGSUS Situação da Alimentação do Relatório de Gestão Ano 2013-2014 Informações sobre Plano e Programação Anual de Saúde 1 ESFERA MUNICIPAL 1.1 Relatório de Gestão Ano 2013 Até a presente data,

Leia mais

Sublimites estaduais de enquadramento para. Nacional 2012/2013. Vamos acabar com essa ideia

Sublimites estaduais de enquadramento para. Nacional 2012/2013. Vamos acabar com essa ideia Sublimites estaduais de enquadramento para o ICMS no Simples Nacional 2012/2013 Vamos acabar com essa ideia 4 CNI APRESENTAÇÃO Os benefícios do Simples Nacional precisam alcançar todas as micro e pequenas

Leia mais

QUADRO NACIONAL DA GREVE DOS SERVIDORES DA DRT novembro/2009

QUADRO NACIONAL DA GREVE DOS SERVIDORES DA DRT novembro/2009 QUADRO NACIONAL DA GREVE DOS SERVIDORES DA DRT novembro/2009 ESTADOS GREVE/PERCENTUAL ES Greve * MG Greve a partir de 13/11 PR Greve * RJ Greve * RS Greve * SE Greve * BA Greve * SP Adesão a partir do

Leia mais

Cartilha da Cidadania

Cartilha da Cidadania Cartilha da Cidadania Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência PIBID/ CAPES Centro Universitário Franciscano Realização Apoio Organizadores Ricardo Antônio Rodrigues Jeronimo Kunz Lauer

Leia mais

População residente, por situação do domicílio Brasil, 2000 Fonte: IBGE, Censo Demográfico 2000 Resultados do Universo

População residente, por situação do domicílio Brasil, 2000 Fonte: IBGE, Censo Demográfico 2000 Resultados do Universo Material elaborado pelo Ético Sistema de Ensino Ensino fundamental Publicado em 2012 Prova bimestral 3o Bimestre 5o ano Geografia Data: / / Nível: Escola: Nome: 1. Leia os dados e o gráfico do censo do

Leia mais

SENADO FEDERAL CPI DO ASSASSINATO DE JOVENS PAUTA DA 17ª REUNIÃO. (1ª Sessão Legislativa Ordinária da 55ª Legislatura)

SENADO FEDERAL CPI DO ASSASSINATO DE JOVENS PAUTA DA 17ª REUNIÃO. (1ª Sessão Legislativa Ordinária da 55ª Legislatura) SENADO FEDERAL CPI DO ASSASSINATO DE JOVENS PAUTA DA 17ª REUNIÃO (1ª Sessão Legislativa Ordinária da 55ª Legislatura) 04/09/2015 SEXTA-FEIRA às 09 horas Presidente: Senadora Lídice da Mata Vice-Presidente:

Leia mais

Relatório de Atividades ABCR - 2012

Relatório de Atividades ABCR - 2012 Relatório de Atividades ABCR - 2012 O ano de 2012 foi de transição na ABCR, em razão da mudança da gestão da sua Diretoria Executiva, e dos demais órgãos que a compõem. Eleita e empossada no final de março,

Leia mais

O GOVERNO. Art.º 182º da Constituição da República Portuguesa

O GOVERNO. Art.º 182º da Constituição da República Portuguesa O GOVERNO Art.º 182º da Constituição da República Portuguesa «O Governo é o órgão de condução da política geral do país e o órgão superior da Administração Pública.» 1 Pela própria ideia que se retira

Leia mais

Novas Regras Básicas para Estrutura e Funcionamento do FBEI

Novas Regras Básicas para Estrutura e Funcionamento do FBEI 1 Novas Regras Básicas para Estrutura e Funcionamento do FBEI 1. Finalidade O FBEI é uma instância de organização e articulação interinstitucional, suprapartidária, que agrega diversos órgãos, organizações

Leia mais

No Brasil, existem cerca de 45 milhões de Pessoas com Deficiência, o que representa ¼ da população geral (Censo IBGE, 2010).

No Brasil, existem cerca de 45 milhões de Pessoas com Deficiência, o que representa ¼ da população geral (Censo IBGE, 2010). O Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência PLANO VIVER SEM LIMITE 2011-2014 foi instituído por meio do Decreto da Presidência da República nº 7.612, de 17/11/2011 e tem como finalidade promover,

Leia mais

n. deputados federais:

n. deputados federais: DEPUTADOS FEDERAIS sistema proporcional, lista plurinominal (partido apresenta vários nomes), lista aberta Art. 45, CF/88: 1º - O número total de Deputados, bem como a representação por Estado e pelo Distrito

Leia mais

TRANSPORTE ESCOLAR PROGRAMAS DE APOIO DO GOVERNO FEDERAL

TRANSPORTE ESCOLAR PROGRAMAS DE APOIO DO GOVERNO FEDERAL TRANSPORTE ESCOLAR PROGRAMAS DE APOIO DO GOVERNO FEDERAL PAULO DE SENA MARTINS Consultor Legislativo da Área XV Educação, Cultura, Desporto, Ciência e Tecnologia MAIO/2008 Paulo de Sena Martins 2 2008

Leia mais

Objetivos Consolidar uma política garantidora de direitos Reduzir ainda mais a desigualdade social

Objetivos Consolidar uma política garantidora de direitos Reduzir ainda mais a desigualdade social AGENDA SOCIAL AGENDA SOCIAL Estamos lutando por um Brasil sem pobreza, sem privilégios, sem discriminações. Um país de oportunidades para todos. A melhor forma para um país crescer é fazer que cada vez

Leia mais

PONTO DOS CONCURSOS CURSO: DIREITO ELEITORAL - TEORIA E EXERCÍCIOS TREs. 3º Simulado de Direito Eleitoral para TREs. PROFESSOR: RICARDO GOMES AVISOS:

PONTO DOS CONCURSOS CURSO: DIREITO ELEITORAL - TEORIA E EXERCÍCIOS TREs. 3º Simulado de Direito Eleitoral para TREs. PROFESSOR: RICARDO GOMES AVISOS: AVISOS: 1. Os Simulados de Direito Eleitoral para TREs serão com base em Provas da FUNDAÇÃO CARLOS CHAGAS (FCC); 2. Estamos ministrando o CURSO DE DIREITO ELEITORAL para TREs Teoria e Exercícios, iniciado

Leia mais

ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE CUIDADOS PALIATIVOS. Núcleo da Região Autónoma dos Açores Associação Portuguesa de Cuidados Paliativos NRA - APCP

ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE CUIDADOS PALIATIVOS. Núcleo da Região Autónoma dos Açores Associação Portuguesa de Cuidados Paliativos NRA - APCP ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE CUIDADOS PALIATIVOS Núcleo da Região Autónoma dos Açores Associação Portuguesa de Cuidados Paliativos NRA - APCP abril de 2012 Núcleo Regional dos Açores da Associação Portuguesa

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão Diretoria Políticas de Alfabetização e Educação de Jovens e Adultos maio 2015 PANORAMA DA EDUCAÇÃO DE JOVENS

Leia mais

Estado do Rio Grande do Norte Câmara Municipal de Natal Palácio Padre Miguelinho GABINETE DA VEREADORA AMANDA GURGEL

Estado do Rio Grande do Norte Câmara Municipal de Natal Palácio Padre Miguelinho GABINETE DA VEREADORA AMANDA GURGEL PROJETO DE LEI 103/2015 Dispõe sobre a redução do subsídio do(a) prefeito(a), do(a) vice-prefeito(a), e dos(as) vereadores(as), para o equivalente ao dobro do fixado como piso salarial nacional para os(as)

Leia mais

Confira no mapa ao lado os Estados que obrigam a prestação da Carta Fiança / Fiança Bancária por parte da empresa

Confira no mapa ao lado os Estados que obrigam a prestação da Carta Fiança / Fiança Bancária por parte da empresa RR AP Confira no mapa ao lado os Estados que obrigam a prestação da Carta Fiança / Fiança Bancária por parte da empresa desenvolvedora do PAF-ECF. As Medidas Judiciais que desobrigam a prestação da Carta

Leia mais

Política Nacional de Educação Infantil. Secretaria de Educação Básica Ministério da Educação

Política Nacional de Educação Infantil. Secretaria de Educação Básica Ministério da Educação Política Nacional de Educação Infantil Secretaria de Educação Básica Ministério da Educação Principais Marcos Normativos Constituição Federal - 1988 Lei de Diretrizes e Bases (LDB) - 1996 Estatuto da Criança

Leia mais

I - INTRODUÇÃO. 1) Como funciona o poder numa democracia

I - INTRODUÇÃO. 1) Como funciona o poder numa democracia I - INTRODUÇÃO 1) Como funciona o poder numa democracia - No plano municipal: prefeito (executivo) governa e vereadores (legislativo) votam leis para a cidade. - No plano estadual: governador (executivo)

Leia mais

MANUAL DE CANDIDATURA DE GRUPOS DE CIDADÃOS ELEITORES

MANUAL DE CANDIDATURA DE GRUPOS DE CIDADÃOS ELEITORES MANUAL DE CANDIDATURA DE GRUPOS DE CIDADÃOS ELEITORES ELEIÇÕES AUTÁRQUICAS 2013 Elaborado com base na legislação atualmente em vigor * * Lei Eleitoral dos Órgãos das Autarquias Locais, aprovada pela Lei

Leia mais

1. O Novo Plano Nacional de Educação (2011 2020) O antigo Plano Nacional de Educação terminou sua vigência em 2010 e o Novo Plano encontra-se em

1. O Novo Plano Nacional de Educação (2011 2020) O antigo Plano Nacional de Educação terminou sua vigência em 2010 e o Novo Plano encontra-se em 1. O Novo Plano Nacional de Educação (2011 2020) O antigo Plano Nacional de Educação terminou sua vigência em 2010 e o Novo Plano encontra-se em discussão na Câmara dos Deputados (PL 8.035/2010). Até o

Leia mais

Centro de Artes e Esportes Unificados, Sertãozinho SP. UBS Elpidio Moreira Souza AC. UPA município de Ribeirão Pires SP

Centro de Artes e Esportes Unificados, Sertãozinho SP. UBS Elpidio Moreira Souza AC. UPA município de Ribeirão Pires SP Centro de Artes e Esportes Unificados, Sertãozinho SP UBS Elpidio Moreira Souza AC Quadra da Escola Municipal Érico de Souza, Águas Lindas GO UPA município de Ribeirão Pires SP UBS Clínica da Família,

Leia mais

Cem edições para informar e formar cidadãos!

Cem edições para informar e formar cidadãos! ParaTod Mandato do Deputado Tadeu Veneri-PT nº 100 Dezembro 2014 s Acesse: www.tadeuveneri.com.br facebook.com/tadeuveneri Edição Especial Número 100 Cem edições para informar e formar cidadãos! Do primeiro

Leia mais

GRUPO 5 - COMUNICAÇÃO

GRUPO 5 - COMUNICAÇÃO GRUPO 5 - COMUNICAÇÃO Nº PROPOSTA UF e Nº Original da Proposta 01 Garantir que todo material produzido pelo poder público e privado seja produzido e veiculado em sistema de braile, texto digital, caracteres

Leia mais

Ir para elections.ca/register agora para verificar, atualizar ou completar seu registro. É fácil e poupará tempo quando você for votar.

Ir para elections.ca/register agora para verificar, atualizar ou completar seu registro. É fácil e poupará tempo quando você for votar. Guia do Meu Eleitor Sobre o guia Este guia responde a perguntas sobre o processo de votação federal e permite que você saiba o que esperar quando você vai para votar. O que são eleições sobre? Quando uma

Leia mais

A PRESENTE PESQUISA ESTÁ ENQUADRADA NA ESTRATÉGIA DO

A PRESENTE PESQUISA ESTÁ ENQUADRADA NA ESTRATÉGIA DO A PRESENTE PESQUISA ESTÁ ENQUADRADA NA ESTRATÉGIA DO SINDICATO APEOC DE CONSTRUIR A ADEQUAÇÃO DO PLANO DE CARREIRA DOS TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO COM BASE NA LEI Nº 11738 DO PISO NACIONAL NA SUA FORMA ORIGINAL

Leia mais

Representação da UNESCO no Brasil. DIREITOS HUMANOS NA MÍDIA COMUNITÁRIA: a cidadania vivida no nosso dia a dia

Representação da UNESCO no Brasil. DIREITOS HUMANOS NA MÍDIA COMUNITÁRIA: a cidadania vivida no nosso dia a dia Representação da UNESCO no Brasil DIREITOS HUMANOS NA MÍDIA COMUNITÁRIA: a cidadania vivida no nosso dia a dia 1ª Edição Brasília e São Paulo UNESCO e OBORÉ Setembro de 2009 2009 Organização das Nações

Leia mais

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR Nº, de 2013.

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR Nº, de 2013. PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR Nº, de 2013. (Do Sr. DAMIÃO FELICIANO) Disciplina a fixação do número de Deputados, nos termos do art. 45, 1º, da Constituição Federal, e dá outras providências. O Congresso

Leia mais

Pré- requisitos necessários:

Pré- requisitos necessários: O programa: Intercâmbio de três semanas nos Estados Unidos para estudantes brasileiros de destaque na rede pública que possuem a;tude posi;va, são voluntários em suas comunidades e falam inglês. A viagem

Leia mais

Pesquisa de Opinião Pública Tema geral: Como o eleitor escolheu seus candidatos em 2010

Pesquisa de Opinião Pública Tema geral: Como o eleitor escolheu seus candidatos em 2010 Pesquisa de Opinião Pública Tema geral: Como o eleitor escolheu seus candidatos em 2010 Apresentação: Somos pesquisadores da Universidade Federal do Ceará e gostaríamos de saber como as pessoas votaram

Leia mais

Política de cotas para mulheres na política tem 75% de aprovação

Política de cotas para mulheres na política tem 75% de aprovação Política de cotas para mulheres na política tem 75% de aprovação População conhece pouco a atual lei de cotas, mas acha que os partidos que não cumprem a lei deveriam ser punidos A maioria da população

Leia mais

Brasília, agosto de 2012.

Brasília, agosto de 2012. Brasília, agosto de 2012. Contas de Governo Cap. 4 (Análise Setorial) Execução do gasto Orçamentário (OFSS + RPNP) Gasto tributário (renúncia de receita) Resultado da atuação governamental no exercício

Leia mais

O ECONOMISTA Fundamental em qualquer empresa por quê?

O ECONOMISTA Fundamental em qualquer empresa por quê? O profissional mais estratégico que a empresa precisa ter: O ECONOMISTA Fundamental em qualquer empresa por quê? Diagnostica. Avalia. Cria. Planeja. Resolve. O Economista é um profissional imprescindível

Leia mais

Ranking nacional mostra PI em 6º com mais pessoas flagradas dirigindo sem CNH

Ranking nacional mostra PI em 6º com mais pessoas flagradas dirigindo sem CNH Levantamento divulgado pela Polícia Rodoviária Federal aponta um novo dado preocupante relacionado ao tráfego de veículos em BRs. De acordo com o Departamento Nacional da PRF, somente nos feriados prolongados

Leia mais

EDUCAÇÃO FISCAL PARA A CIDADANIA. Superintendência da Receita Federal em Minas Gerais

EDUCAÇÃO FISCAL PARA A CIDADANIA. Superintendência da Receita Federal em Minas Gerais EDUCAÇÃO FISCAL PARA A CIDADANIA POR QUE EXISTE TRIBUTO? QUEM TEM O PODER DE COBRAR TRIBUTO? COMO DEVEM SER APLICADOS OS RECURSOS ARRECADADOS? O QUE A POPULAÇÃO PODE FAZER PARA CONTROLAR A APLICAÇÃO DOS

Leia mais

Programa Nacional Alfabetização na Idade Certa PNAIC

Programa Nacional Alfabetização na Idade Certa PNAIC Programa Nacional Alfabetização na Idade Certa PNAIC Objetivo e principais componentes Objetivo O PNAIC é um programa integrado cujo objetivo é a alfabetização em Língua Portuguesa e Matemática, até o

Leia mais