Regulamento do Torneio de Futsal. Masculino e Feminino Presidente IPG. I Inscrições e participações. Artigo 1º

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Regulamento do Torneio de Futsal. Masculino e Feminino Presidente IPG. I Inscrições e participações. Artigo 1º"

Transcrição

1 Regulamento do Torneio de Futsal Masculino e Feminino Presidente IPG I Inscrições e participações Artigo 1º (Inscrições de equipas) 1) Podem participar no Torneio, as equipas representativas e formadas por alunos do mesmo curso: da Escola Superior de Educação Comunicação de Desporto; da Escola Superior de Tecnologia e Gestão; da Escola Superior de Hotelaria e Turismo ; da Escola Superior de Saúde; dos docentes, funcionários e antigos alunos. 2) Em casos especiais poderão ser aceites equipas constituídas por alunos de mais de que um Curso até ao máximo de 5 alunos de Cursos diferentes. Estes casos terão de ser devidamente justificados ao GFCD. 3) A organização reserva-se no direito de não aceitar mais do que uma inscrição por núcleo/curso, dando-se preferência às equipas inscritas pelo núcleo. Nos cursos onde não existe núcleo, são aceites as inscrições por ordem de entrada. Artigo 2º (Inscrição de atletas) A inscrição dos atletas é feita através do preenchimento da ficha de inscrição e um termo de responsabilidade fornecidos pelo GFCD, em computador ou letra maiúscula. A inscrição: 1) é anulada se o preenchimento da ficha de inscrição estiver incorreto, incompleto e ilegível. 2) As equipas não podem ter menos de 5 e mais do que 12 jogadores.

2 3) As equipas só poderão inscrever novos jogadores durante a 1ª fase de grupos. II Prémios Artigo 3º (Taças/Medalhas) 1) O Torneio de Futsal Masculino e Feminino Presidente IPG é dotado de Troféu para o 1º e 2º classificado por equipa e medalhas para os elementos da equipa vencedora. 2) O Torneio de Futsal Masculino e Feminino Presidente IPG é dotado de Troféu para: melhor equipa melhor guarda redes; melhor marcador. 3) O prémio de melhor marcador será entregue ao jogador que no final das finais do torneio tenha marcado mais golos. 4) O prémio de melhor guarda-redes será entregue ao guarda-redes que sofrer menos golos (até à fase das finais). 5) Em caso de empate no melhor marcador o prémio irá para o jogador pelo seguinte critério e ordem: jogador que tiver realizado menos jogos, com mais golos marcados; maior número de golos num jogo; jogador com menor número de pontos de disciplina; maior golos em confronto direto. 6) Em caso de empate no melhor guarda-redes o prémio irá para o jogador pelo seguinte critério e ordem: jogador que tiver realizado menos jogos, com menos golos sofridos; jogador com menor número de pontos de disciplina; Artigo 4º (Prémio Fair - Play) 1) Será atribuído Troféu à equipa Fair Play do Torneio. 2) Para atribuição do Troféu, referidos no número anterior, apenas é contabilizada a participação na 1ª Fase do Torneio. 3) Atribuição da pontuação da classificação para a equipa Fair Play será efectuada com base nos seguintes critérios:

3 a. Cartão Amarelo 1 (Um) ponto b. Duplo Cartão Amarelo 3 (Três) pontos c. Cartão Vermelho Direto 5*n.º de jogos de suspensão III Prova Artigo 5º (Sistema Competitivo) O Torneio desenrola-se em duas fases: 1) Na 1ª fase do Torneio, formam-se 4 grupos (por sorteio) em que as equipas jogarão entre si, todos contra todos por grupos, a uma volta; 2) Passam à 2º fase as duas melhores equipas de cada grupo 3) Na 2ª fase disputa-se no sistema de eliminatória a uma mão e é constituída pelos ¼ finais, ½ final, 3º e 4º lugares e final. Artigo 6º (Pontuação) A pontuação é atribuída a cada equipa segundo o resultado obtido, a qual se processa pelas seguintes normas: Vitória 3 (Três) pontos Empate 1 (Um) ponto Derrota 0 (Zero) ponto Falta de comparência 1 (Menos um) ponto Artigo 7º (Duração de Jogo) 1) Nos jogos da 1ª fase será de 2 x 20 minutos. (tempo corrido) 2) Nos jogos da final de 2 x 20 minutos. (tempo ao cronómetro) 3) Cada equipa tem direito a 1 tempo morto de 1 minuto em cada um dos períodos de jogo.

4 Artigo 8º (Horário dos Jogos) 1) Todos os jogos serão devidamente agendados no início do Torneio. 2) Os jogos realizam-se às terças e quintas das 21.00h às 24.00h. 3) Não podem ser alterados os jogos a não ser por impossibilidade de não se poder jogar no pavilhão. Artigo 9º (Faltas de Comparência) 1) Considera-se falta de comparência, quando: a) A equipa não se apresenta no recinto de jogo nos 5 minutos após o horário estabelecido para o seu início; b) Não respeitam o número mínimo de jogadores (5 jogadores). 2) As faltas de comparência aos jogos são passíveis das seguintes sanções: 3) Uma falta de comparência é atribuída a derrota por 5 0 e uma pontuação de -1 (menos um) ponto; 4) Duas faltas de comparência são atribuídas a desqualificação da equipa no torneio, não podendo participar mais. Artigo 10º (Jogadores) Cada equipa é constituída, por: Mínimo: 5 jogadores por jogo. Máximo: 12 Jogadores por jogo. Artigo 11º (Constituição das Equipas) Os responsáveis de cada equipa devem entregar ao delegado de jogo a respectiva identificação dos jogadores (apresentação do cartão de estudantes ou fotocópia do BI) para a constituição da equipa, até 10 minutos antes do início do jogo.

5 Artigo 12º (Equipamentos) As equipas devem disputar os jogos com o seu equipamento em condições preferenciais: a) Camisola, calções e meias dos jogadores de campo iguais; b) Numeração diferente em todas as camisolas; c) Uso obrigatório de caneleiras. Artigo 13º (Desempates) 1) A determinação da(s) equipa(s) melhor classificada(s) de um grupo é efectuada pela aplicação sucessiva dos seguintes critérios: a) A equipa que tiver menos pontos na classificação Fair Play entre equipas empatadas; b) O número de pontos alcançados pelas equipas empatadas, no jogo ou jogos que entre si realizaram; c) A maior diferença entre o número de golos marcados e o número de golos sofridos pelas equipas empatadas, nos jogos que realizaram entre si; d) O maior número de golos marcados pelas equipas nos jogos entre si; e) O menor número de golos sofridos pelas equipas empatadas entre si; f) A maior diferença entre o número de golos marcados e o número de golos sofridos pelas equipas empatadas, nos jogos realizados em toda a fase; g) O maior número de vitórias em toda a fase; h) O maior número de golos marcados em toda a fase; i) O menor número de golos sofridos em toda a fase; j) Por sorteio. 2) A segunda fase da competição é disputada em sistema de eliminação direta. Em caso de empate no final do tempo regulamentar, o desempate far-se-á mediante a marcação de uma série de 5 pontapés da marca de grande penalidade para cada equipa. Se o empate subsistir, serão marcadas séries de uma grande penalidade para cada equipa até ser encontrado o vencedor. 3) Na final do Torneio, se o encontro terminar empatado será disputado um prolongamento de 10 minutos, dividido em duas partes de 5 minutos sem intervalo. Se no final do prolongamento o empate subsistir, o desempate far-se-á

6 mediante a marcação de uma série de 5 pontapés da marca de grande penalidade para cada equipa. Se o empate subsistir, serão marcadas séries de uma grande penalidade para cada equipa até ser encontrado o vencedor. Artigo 14º (Disciplina) Aos jogadores que lhes sejam exibidos cartões, estão passíveis das seguintes sanções: 1) O jogador ao qual for exibido dois cartões amarelos, na soma de diferentes jogos, ficará excluído do próximo jogo da equipa. 2) O jogador ao qual for exibido dois cartões amarelos durante um jogo, fica automaticamente excluído de jogar o próximo jogo da sua equipa. 3) O jogador ao qual for exibido um cartão vermelho, fica automaticamente excluído dos dois jogos seguintes da sua equipa. Esperando pelo parecer do Conselho de Disciplina, para a sanção a aplicar. Artigo 15º (Arbitragem) 1) Este ano os jogos do Torneio de Futsal O Presidente do IPG serão dirigidos por 2 árbitros. 2) Nenhum jogo pode deixar de se realizar por falta de árbitros. No caso da não comparência da equipa de arbitragem: a) O jogo poderá ser dirigido por árbitros presentes. b) Na impossibilidade de se encontrar presente uma equipa de arbitragem, o jogo será dirigido por apenas um (1) árbitro. c) Na falta destes, o encontro será dirigido por um jogador de cada equipa.

7 IV Conselho de Disciplina Artigo 16º (Conselho de Disciplina) 1) O Conselho de Disciplina é o órgão que vai analisar todos os problemas disciplinares, existentes durante a competição. 2) A sua composição é a seguinte: a) O Presidente do IPG, o Responsável do GFCD e o Presidente da AAG. Artigo 17º (Fundamentos dos Protestos dos jogos) 1) Só são admitidos protestos sobre a validade dos jogos com os seguintes fundamentos: a) Qualificação de jogadores; b) Irregularidades de organização - falta de requisição de equipas de arbitragem, condições da área de jogos; c) Erros de arbitragem; 2) Os protestos relativos à qualificação de jogadores só poderão ter lugar até ao encerramento do Torneio e em relação a jogos efectuados no decurso do mesmo. a) Se o protesto tiver sido efectuado após a homologação da prova a que diz respeito, serão mantidos os resultados desses jogos, mesmo que o protesto seja julgado procedente, havendo apenas lugar à aplicação de sanções à equipa ou ao jogador. b) Caso o protesto venha a ser efectuado depois de homologada a prova e incida sobre a equipa que tenha vencido determinada competição, e caso venha a ser julgado procedente, haverá lugar à alteração da classificação da equipa na respectiva prova, retirando-se-lhe o título e atribuindo-se o mesmo à equipa que se tenha classificado no lugar seguinte. 3) Os protestos relativos às condições da área de jogo só poderão ser admitidos se forem efectuados perante o árbitro, antes do começo do jogo, pelo responsável da equipa ao jogo (salvo se incidirem sobre factos ocorridos durante o jogo). a) No caso previsto no final do número anterior poderá o protesto ser efectuado no final do jogo.

8 b) Não serão admitidos protestos relativos á área em que decorrerá a competição, quando o árbitro, a considere em condições para a competição. 4) Os protestos com fundamento em erros de arbitragem só poderão ser admitidos se baseados em errada aplicação das regras do jogo. a) Os protestos referidos no número anterior só serão considerados se forem manifestados ao árbitro pelo responsável da equipa ao jogo, após o final do jogo. 5) No caso de procedência do protesto com fundamento nas condições irregulares da área de competição e em erros de arbitragem, será determinada a repetição do jogo protestado. 6) No caso de procedência do protesto com fundamento na falta de qualificação de jogadores será a equipa recorrida sancionada com falta de comparência. Artigo 18º (Procedimento de Protestos) 1) Os protestos são efectuados pelo responsável da equipa devidamente credenciado e, na sua ausência, pelo capitão de equipa. 2) Os protestos interpõem-se por meio de declaração escrita e assinada pelo responsável da equipa, no boletim de jogo. 3) As alegações relativas aos protestos dos jogos só poderão ser admitidas e apreciadas se derem entrada, no GFCD, até ás 16 horas do segundo dia útil posterior ao do jogo objecto de protesto. Artigo 19º (Efeito e prazos dos protestos) 1) O protesto tem efeito meramente devolutivo e não suspende a prova em que se insere o jogo protestado. 2) As decisões sobre os protestos apresentados serão decididas no prazo de 10 dias, contados da data da apresentação das respectivas alegações.

9 Artigo 20º (Critérios de apreciação do protesto e decisões) 1) Os protestos só serão admitidos se dos fundamentos alegados resultar um efetivo prejuízo para a equipa que apresenta o protesto e se tiverem consequência decisiva no resultado do jogo. 2) Na apreciação dos protestos poderá o Conselho de Disciplina ordenar a realização de todas diligências que considere necessárias para o apuramento dos factos. 3) As decisões do Conselho de Disciplina deverão conter referência expressa às declarações do árbitro e à matéria legal ou regulamentar infringida, bem como mencionar as razões e fundamentos que conduzam à procedência ou improcedência do protesto. 4) As decisões do Conselho Disciplinar são soberanas. V Diversos Artigo 21º (Interrupções de Jogos) 1) Um jogo considera-se definitivamente suspenso se não for recomeçado 10 minutos após se ter verificado a sua interrupção, com a exceção das situações em que, sendo manifestamente possível recomeçar o jogo num intervalo de tempo considerado nunca superior a 20 minutos, ambas as equipas manifestem essa intenção junto dos árbitros. Neste caso a interrupção definitiva apenas terá lugar após expirado os 20 minutos. 2) Quando qualquer jogo não tiver durado o tempo regulamentar, por ter sido suspenso pelos árbitros, por motivo não imputável a qualquer das equipas: a) Marca-se novo jogo para o mesmo local, para jogar o tempo em falta, só podem participar no jogo os elementos inscritos na ficha de jogo do primeiro jogo. Serão considerados todas as ocorrências no boletim do primeiro jogo, nomeadamente faltas, exibição de cartões e descontos de tempo;

10 b) O GFCD em conjunto com as equipas, tentará chegar a um acordo para a data e horário do novo jogo. Não existindo acordo entre estes, a decisão foca a cargo do GFCD. 3) Quando qualquer jogo não tiver durado o tempo regulamentar, por ter sido suspenso pelos árbitros, por motivo imputável a uma ou ambas as equipas: a) Se a interrupção/suspensão for motivada pelo abandono de campo por uma ou pelas equipas, não será realizado novo encontro, marcado-se falta de comparência a uma ou a ambas as equipas; Se a interrupção/suspensão for motivada por uma das equipas ficar reduzida a menos do que três jogadores, será atribuída a pena b) de derrota a essa equipa. Se tal, acontecer com as duas equipas, será atribuída a pena de derrota a ambas as equipas; c) Se a interrupção/suspensão for motivada por questões disciplinares com jogadores, restantes elementos ou público a decisão da vitória a uma das equipas ou derrota a ambas as equipas, será tomada pelo Conselho Disciplinar, após inquérito. 4) Quando, por motivos de força maior, os árbitros interrompem o jogo, os capitães de cada equipa devem inquirir junto deles se o jogo prossegue. 5) Considera-se como tendo abandonado o recinto de jogo, a equipa que a pretexto da interrupção, saia do terreno de jogo, sem que o capitão se tenha certificado que a interrupção é temporária ou definitiva. Artigo 22º (Publicidade) 1) As equipas que pretenderem utilizar publicidade nas suas camisolas devem requerer autorização ao GFCD, tendo em conta os condicionalismos legais. 2) No requerimento deve constar: a) Nome da empresa a publicitar; b) Dimensões da faixa publicitária; c) Local de colocação de publicidade. 3) Os cursos poderão adicionar o nome do patrocinador, ao nome da equipa.

11 VI Disposições Finais Artigo 23º (Casos Omissos) A interpretação dos casos omissos é da responsabilidade da organização.

ASSOCIAÇÃO DE ESTUDANTES DA ESCOLA SUPERIOR DE SAÚDE DA GUARDA. Regulamento da Componente Desportiva ENEE 2017

ASSOCIAÇÃO DE ESTUDANTES DA ESCOLA SUPERIOR DE SAÚDE DA GUARDA. Regulamento da Componente Desportiva ENEE 2017 ASSOCIAÇÃO DE ESTUDANTES DA ESCOLA SUPERIOR DE SAÚDE DA GUARDA Regulamento da Componente Desportiva Guarda 2017 ÍNDICE 1.INSCRIÇÕES E PARTICIPAÇÕES... 2 1.1.INSCRIÇÕES DE EQUIPAS... 2 1.2.INSCRIÇÃO DE

Leia mais

Regulamento do Torneio de Futebol de 7 da AAUMa/CDN

Regulamento do Torneio de Futebol de 7 da AAUMa/CDN Regulamento do Torneio de Futebol de 7 da AAUMa/CDN 2009/2010 I Disposições Iniciais Artigo 1º - (Âmbito) 1.O previsto neste Regulamento aplica- se no Torneio Académico (TA) de Futebol de 7 de 2010, organizado

Leia mais

FCUP Liga 2013/2014. Regulamento de Prova Oficial. Futsal

FCUP Liga 2013/2014. Regulamento de Prova Oficial. Futsal FCUP Liga 2013/2014 Regulamento de Prova Oficial ÍNDICE Artigo 1º - Âmbito Artigo 2º - Estrutura Artigo 3º - Sistema Competitivo Artigo 4º - Duração de Jogos Artigo 5º - Período de Aquecimento Artigo 6º

Leia mais

Regulamento Prova FUTEBOL 7 Gabinete de Actividades Desportivas da Universidade do Porto

Regulamento Prova FUTEBOL 7 Gabinete de Actividades Desportivas da Universidade do Porto Regulamento Prova FUTEBOL 7 Gabinete de Actividades Desportivas da Universidade do Porto GADUP Rua da Boa Hora n.º 18-A 4050-099 Porto Telefone: 222 074 164 Fax: 222 003 067 E-mail: gadup@sas.up.pt Web:

Leia mais

Torneio Académico de Matraquilhos *Os bilhetes ganhos só poderão ser usados pela equipa vencedora

Torneio Académico de Matraquilhos *Os bilhetes ganhos só poderão ser usados pela equipa vencedora Torneio Académico de Matraquilhos 2010 REGULAMENTO I Disposições Iniciais Artigo 1º - (Âmbito) O previsto neste Regulamento aplica-se no Torneio Académico de Matraquilhos 2010, organizado pela AAUALG.

Leia mais

REGULAMENTO DE PROVA OFICIAL

REGULAMENTO DE PROVA OFICIAL REGULAMENTO DE PROVA OFICIAL Época 2010/11 Masculino e Feminino Página 1 de 9 ÍNDICE I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito II. ORGANIZAÇÃO DE PROVAS Artigo 2º - Modelo Competitivo Artigo 3º - Sistema

Leia mais

Regulamento do Torneio de Futebol de Praia. Dia da Juventude 12 De Agosto

Regulamento do Torneio de Futebol de Praia. Dia da Juventude 12 De Agosto Regulamento do Torneio de Futebol de Praia Dia da Juventude 12 De Agosto 2 Artigo 1º (Organização) 1.1. O Torneio de Futebol de Praia Dia da Juventude, é organizado pela Câmara Municipal da Figueira da

Leia mais

ÍNDICE. I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito

ÍNDICE. I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito ÍNDICE I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito II. ORGANIZAÇÃO DE PROVAS Artigo 2º - Modelo Competitivo Artigo 3º - Sistema Competitivo Artigo 4º - Ordem dos Jogos Artigo 5º - Duração dos Jogos Artigo

Leia mais

Junta de Freguesia de Ançã

Junta de Freguesia de Ançã III TORNEIO FUTSAL INTER-FREGUESIAS DO CONCELHO DE CANTANHEDE REGULAMENTO 1. INTRODUÇÃO 1.1 O presente regulamento aplica-se ao III Torneio de Futsal Inter-Freguesias do concelho de Cantanhede. 1.2. A

Leia mais

REGULAMENTO DO 11.º TORNEIO DE FUTSAL INTER-FREGUESIAS DO CONCELHO DE FERREIRA DO ZÊZERE TORNEIO PAULO CRUZ

REGULAMENTO DO 11.º TORNEIO DE FUTSAL INTER-FREGUESIAS DO CONCELHO DE FERREIRA DO ZÊZERE TORNEIO PAULO CRUZ REGULAMENTO DO 11.º TORNEIO DE FUTSAL INTER-FREGUESIAS DO CONCELHO DE FERREIRA DO ZÊZERE TORNEIO PAULO CRUZ 1. INTRODUÇÃO O 11.º Torneio de Futsal Inter-Freguesias do concelho de Ferreira do Zêzere Torneio

Leia mais

REGULAMENTO X TORNEIO INTERNO DE FUTSAL 2016

REGULAMENTO X TORNEIO INTERNO DE FUTSAL 2016 REGULAMENTO X TORNEIO INTERNO DE FUTSAL 2016 Local e horário Os jogos serão realizados no Pavilhão Gimnodesportivo do CCDTCMP, aos sábados de manhã, entre as 09h00 e as 13h00. Inscrições a) Cada equipa

Leia mais

I Torneio de Futebol de Praia SJ

I Torneio de Futebol de Praia SJ Normas de participação 1. Estas normas são válidas para o Torneio de Futebol de Praia inserido na Semana Jovem Ílhavo 2013, organizado pela Camara Municipal de Ílhavo, e cessam no dia imediatamente a seguir.

Leia mais

ÍNDICE. I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito

ÍNDICE. I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito ÍNDICE I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito II. ORGANIZAÇÃO DE PROVAS Artigo 2º - Modelo Competitivo Artigo 3º - Sistema Competitivo Artigo 4º - Ordem dos Jogos Artigo 5º - Duração dos Jogos Artigo

Leia mais

REGULAMENTO DE PROVA OFICIAL

REGULAMENTO DE PROVA OFICIAL REGULAMENTO DE PROVA OFICIAL Época 2010/11 Voleibol Feminino e Masculino Página 1 de 8 ÍNDICE I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito II. ORGANIZAÇÃO DE PROVAS Artigo 2º - Modelo Competitivo Artigo

Leia mais

REGULAMENTO I Maratona de Futebol de Praia da Instituição o CASA.

REGULAMENTO I Maratona de Futebol de Praia da Instituição o CASA. REGULAMENTO I Maratona de Futebol de Praia da Instituição o CASA. Ponto I Organização 1. O presente Regulamento define as regras da I Maratona de Futebol de Praia do Centro de Apoio ao Sem-Abrigo; 2. A

Leia mais

Campeonato Nacional Interno de Futsal 2016 REGULAMENTO

Campeonato Nacional Interno de Futsal 2016 REGULAMENTO Campeonato Nacional Interno de Futsal 2016 REGULAMENTO O Campeonato Nacional Interno de Futsal 2016 é organizado e regulamentado pelo Grupo Desportivo e Cultural da Pelouro Desportivo e destina-se exclusivamente

Leia mais

MUNICÍPIO DO CADAVAL Serviço de Desporto

MUNICÍPIO DO CADAVAL Serviço de Desporto MUNICÍPIO DO CADAVAL Serviço de Desporto MUNICÍPIO DO CADAVAL Serviço de Desporto 5º CAMPEONATO CONCELHIO DE FUTSAL 2009/10 (Seniores Masculinos) Normas de Participação 1- PARTICIPAÇÃO 1.1- Todas Associações

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE PORTALEGRE

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE PORTALEGRE CAMPEONATO DISTRITAL DE ESCOLAS - VAR/7 1 - Participam 30 equipas, divididas em 3 séries de 10, que jogarão entre si, por pontos, em duas voltas, para apurarem as vencedoras de cada série, de acordo com

Leia mais

XII Torneio de Futsal Entre Freguesias e Associações

XII Torneio de Futsal Entre Freguesias e Associações XII Torneio de Futsal Entre Freguesias e Associações -------- 2014 -------- Promovido por: Município de Macedo de Cavaleiros Organização: Grupo Desportivo Macedense Inscrições até ao dia 08 de Março de

Leia mais

Torneio de FUTSAL Feminino VOLEIBOL Feminino BASQUETEBOL 3x3 Feminino e Masculino e BADMINTON UNIVERSIDADE DO MINHO ESCOLAS SECUNDÁRIAS

Torneio de FUTSAL Feminino VOLEIBOL Feminino BASQUETEBOL 3x3 Feminino e Masculino e BADMINTON UNIVERSIDADE DO MINHO ESCOLAS SECUNDÁRIAS Torneio de FUTSAL Feminino VOLEIBOL Feminino BASQUETEBOL 3x3 Feminino e Masculino e BADMINTON UNIVERSIDADE DO MINHO ESCOLAS SECUNDÁRIAS INFORMAÇÃO GERAL SOBRE OS TORNEIOS 1. Podem participar no torneio

Leia mais

As equipas serão divididas, em dois escalões conforme a faixa etária:

As equipas serão divididas, em dois escalões conforme a faixa etária: 1. Disposições Iniciais Os jogos do Almada Futsal Cup 2015 serão regulamentados pelas regras oficiais da Federação Portuguesa de Futebol, para os campeonatos de Futsal em vigor na presente Época de 2014/2015

Leia mais

REGULAMENTO DE PROVA OFICIAL

REGULAMENTO DE PROVA OFICIAL REGULAMENTO DE PROVA OFICIAL Época 2010/11 Masculino Página 1 de 8 ÍNDICE I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito II. ORGANIZAÇÃO DE PROVAS Artigo 2º - Modelo Competitivo Artigo 3º - Sistema Competitivo

Leia mais

Torneio Masculino de Fut3 REGULAMENTO

Torneio Masculino de Fut3 REGULAMENTO REGULAMENTO CAPÍTULO I 1. Generalidades 1.1. Todos os jogos serão realizados no Salão da Associação Cultural e Recreativa de Maceirinha; 1.2. Não são permitidas alterações de horários ou adiamento de jogos;

Leia mais

Regulamento do Torneio Regional de Tens Feminino 2016/2017 2

Regulamento do Torneio Regional de Tens Feminino 2016/2017 2 REGULAMENTO DO TORNEIO REGIONAL DE TENS FEMININO 2016/2017 Artigo 1.º (Regime Supletivo) Ao Torneio Regional de Tens Feminino aplicam-se as normas do Regulamento Geral de Competições em tudo o que não

Leia mais

REGULAMENTO DE PROVA OFICIAL

REGULAMENTO DE PROVA OFICIAL REGULAMENTO DE PROVA OFICIAL Época 2010/11 Basquetebol Masculino e Feminino Página 1 de 8 ÍNDICE I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito II. ORGANIZAÇÃO DE PROVAS Artigo 2º - Modelo Competitivo Artigo

Leia mais

TORNEIO DE FUTSAL ASSOCIAÇÃO DO FOLHADAL C.S.C.R. REGULAMENTO

TORNEIO DE FUTSAL ASSOCIAÇÃO DO FOLHADAL C.S.C.R. REGULAMENTO TORNEIO DE FUTSAL ASSOCIAÇÃO DO FOLHADAL C.S.C.R. REGULAMENTO ARTIGO 1º PONTUAÇÃO E APURAMENTO 1. A pontuação será como a seguir se indica : Vitória 3 Pontos Empate 2 Pontos Derrota 1 Ponto Falta de comparência

Leia mais

REGULAMENTO DE PROVA OFICIAL

REGULAMENTO DE PROVA OFICIAL REGULAMENTO DE PROVA OFICIAL Época 2010/11 de 11 Página 1 de 8 ÍNDICE I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito II. ORGANIZAÇÃO DE PROVAS Artigo 2º - Modelo Competitivo Artigo 3º - Sistema Competitivo

Leia mais

[REGULAMENTO TORNEIO FUTSAL AIMGF 2017]

[REGULAMENTO TORNEIO FUTSAL AIMGF 2017] 2017 ASSOCIAÇÃO DE INTERNOS DE MEDICINA GERAL E FAMILIAR DA ZONA NORTE AIMGF [REGULAMENTO TORNEIO FUTSAL AIMGF 2017] 11 JUNHO Índice 1. INTRODUÇÃO... 3 1.1 Organização... 3 1.2 Objetivos... 3 2. PARTICIPAÇÃO...

Leia mais

Normas do X Inter-Freguesias de Futsal do Município de Mogadouro

Normas do X Inter-Freguesias de Futsal do Município de Mogadouro Normas do X Inter-Freguesias de Futsal do Município de Mogadouro Artigo 1º (Âmbito) As presentes normas definem as linhas gerais do X Inter-Freguesias de Futsal 2016 do concelho de Mogadouro. Artigo 2º

Leia mais

GABINETE COORDENADOR DO DESPORTO ESCOLAR REGULAMENTO ESPECÍFICO DE FUTSAL

GABINETE COORDENADOR DO DESPORTO ESCOLAR REGULAMENTO ESPECÍFICO DE FUTSAL GABINETE COORDENADOR DO DESPORTO ESCOLAR REGULAMENTO ESPECÍFICO DE FUTSAL 2001/2002 INDICE INTRODUÇÃO... 2 1. CONSTITUIÇÃO / IDENTIFICAÇÃO DAS EQUIPAS... 3 2. DURAÇÃO DOS JOGOS... 3 3. A BOLA... 5 4. CLASSIFICAÇÃO,

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO - FUTSAL -

REGULAMENTO ESPECÍFICO - FUTSAL - REGULAMENTO ESPECÍFICO - FUTSAL - INTRODUÇÃO Este Regulamento aplica-se a todas as competições de Futsal realizadas no âmbito dos XXIV Jogos Nacionais Salesianos, em conformidade com o estipulado no Regulamento

Leia mais

CAPÍTULO I SISTEMA DE DISPUTA

CAPÍTULO I SISTEMA DE DISPUTA REGULAMENTO DA TAÇA DE PORTUGAL DE SEVENS FEMININO 2013-2014 CAPÍTULO I SISTEMA DE DISPUTA Artigo 1.º 1. A Taça de Portugal de Sevens Feminino é aberta a todas as equipas femininas devidamente inscritas

Leia mais

Regulamento de Prova Oficial Basquetebol

Regulamento de Prova Oficial Basquetebol ÍNDICE I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito II. ORGANIZAÇÃO DE PROVAS Artigo 2º - Sistema Competitivo Artigo 3º - Duração dos Jogos Artigo 4º - Período de Aquecimento Artigo 5º - Número de Jogadores

Leia mais

1.FORMA DE DISPUTA Devido ao diferente número de equipas participantes por escalão, a forma de disputa é adequada a este factor. Inicados Femininos Ne

1.FORMA DE DISPUTA Devido ao diferente número de equipas participantes por escalão, a forma de disputa é adequada a este factor. Inicados Femininos Ne REGULAMENTO ANDEBOL DE PAVILHÃO 1.FORMA DE DISPUTA Devido ao diferente número de equipas participantes por escalão, a forma de disputa é adequada a este factor. Inicados Femininos Neste escalão, por ter

Leia mais

Regulamento da Liga Corporate SAPO Desporto (Fut-7)

Regulamento da Liga Corporate SAPO Desporto (Fut-7) Regulamento da Liga Corporate SAPO Desporto (Fut-7) Título I Disposições Gerais Artigo 1.º O Regulamento da Liga Corporate SAPO Desporto (Fut-7) visa disciplinar o funcionamento desta e as relações entre

Leia mais

Índice. 1. Organização. 2. Parceiros. 3. Inscrição. 4. Documentos obrigatórios no ato da inscrição. 5. Calendarização. 6. Locais

Índice. 1. Organização. 2. Parceiros. 3. Inscrição. 4. Documentos obrigatórios no ato da inscrição. 5. Calendarização. 6. Locais Índice 1. Organização 5 2. Parceiros 5 3. Inscrição 5 4. Documentos obrigatórios no ato da inscrição 5 5. Calendarização 6 6. Locais 6 7. Equipamento de Jogadores 6 8. Bolas 7 9. Sistema de Competição

Leia mais

Regulamento de Prova Oficial Futsal

Regulamento de Prova Oficial Futsal ÍNDICE I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito II. ORGANIZAÇÃO DE PROVAS Artigo 2º - Sistema Competitivo Artigo 3º - Duração dos Jogos Artigo 4º - Período de Aquecimento Artigo 5º - Número de Jogadores

Leia mais

REGULAMENTO DO 1º TORNEIO DE FUTEBOL 5 SOLIDÁRIO DA FUNDAÇÃO PORTUGUESA DE CARDIOLOGIA

REGULAMENTO DO 1º TORNEIO DE FUTEBOL 5 SOLIDÁRIO DA FUNDAÇÃO PORTUGUESA DE CARDIOLOGIA 1. INTRODUÇÃO No âmbito das comemorações do mês de Maio, Mês do Coração, em 2017 dedicado à temática Coração no Desporto, a Fundação Portuguesa de Cardiologia organiza o 1º Torneio de Futebol 5 Solidário.

Leia mais

Município de Bombarral

Município de Bombarral Município de Bombarral II Jogos Desportivos do Concelho de Bombarral NORMAS ORIENTADORAS DO FUTSAL CAPÍTULO I ORGANIZAÇÃO TÉCNICA 01 - GENERALIDADES 1. A elaboração do calendário, organização e administração

Leia mais

1. Índice Apresentação Regulamentação Nascidos em 2003/ Data e Horário Local da realização dos jogos...

1. Índice Apresentação Regulamentação Nascidos em 2003/ Data e Horário Local da realização dos jogos... Regulamento 1 2 1. Índice 1. Índice... 3 2. Apresentação... 6 3. Regulamentação... 7 4. Nascidos em 2003/2004... 7 Data e Horário... 7 Local da realização dos jogos... 7 Quadro Competitivo... 7 Duração

Leia mais

REGULAMENTO 1 ORGANIZAÇÃO

REGULAMENTO 1 ORGANIZAÇÃO REGULAMENTO 1 ORGANIZAÇÃO A organização é da Responsabilidade da Escolinha de Futebol Os Pirralhos da Casa do Benfica de Vendas Novas, em colaboração com o Serviço de Desporto da Câmara Municipal de Vendas

Leia mais

Regulamento de Prova Oficial Voleibol

Regulamento de Prova Oficial Voleibol ÍNDICE I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito II. ORGANIZAÇÃO DE PROVAS Artigo 2º - Sistema Competitivo Artigo 3º - Duração dos Jogos Artigo 4º - Período de Aquecimento Artigo 5º - Número de Jogadores

Leia mais

Regulamento 1. APRESENTAÇÃO 2. ORGANIZAÇÃO GERAL Regulamento Campos de Jogos e Bola de Jogo

Regulamento 1. APRESENTAÇÃO 2. ORGANIZAÇÃO GERAL Regulamento Campos de Jogos e Bola de Jogo Regulamento 1. APRESENTAÇÃO A Amarante F.C. Cup 2016 Fut 7 realizar-se-á no Complexo Desportivo de Amarante, nas instalações do Amarante Futebol Clube e decorre entre os dias 25 e 26 Março de 2016 nos

Leia mais

Regulamento I Torneio Carnaval de Faro Andebol 5

Regulamento I Torneio Carnaval de Faro Andebol 5 Regulamento I Torneio Carnaval de Faro Andebol 5 I Enquadramento 1. O Torneio Carnaval de Faro enquadra-se na estratégia da Associação de Andebol do Algarve e do Município de Faro que pretende dinamizar

Leia mais

Torneio de Futsal Verão 2011 Pereira (de 3/6 a 30/6) PRÉMIOS

Torneio de Futsal Verão 2011 Pereira (de 3/6 a 30/6) PRÉMIOS Torneio de Futsal Verão 2011 Pereira (de 3/6 a 30/6) PRÉMIOS 1º Lugar 1200 Bolas 2º Lugar 600 Bolas 3º Lugar 400 Bolas Fair Play 200 Bolas Troféu Melhor Marcador Melhor Jogador Guarda Redes Menos Batido

Leia mais

II Torneio Vila A-dos-Francos Juniores Feminino Fut9

II Torneio Vila A-dos-Francos Juniores Feminino Fut9 II Torneio Vila A-dos-Francos Juniores Feminino Fut9 Artigo nº1 Apresentação Regulamento O 2º Torneio Feminino Sub/19, a realizar no dia 11 de Junho de 2017, é uma organização do Grupo Desportivo e Cultural

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA HORTA Juvenis/ Iniciados (Futsal) Época Organização Competitiva e Regulamento Específico

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA HORTA Juvenis/ Iniciados (Futsal) Época Organização Competitiva e Regulamento Específico DE (Futsal) Época 2016-2017 Organização Competitiva e Regulamento Específico CLUBES PARTICIPANTES ILHA DO CORVO CLUBE DESPORTIVO ESCOLAR DO CORVO ILHA DAS FLORES GRUPO DESPORTIVO FAZENDENSE (A e B) GRUPO

Leia mais

Regulamento Específico de Andebol

Regulamento Específico de Andebol Regulamento Específico de Andebol Regulamento Andebol 1 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. ESCALÕES ETÁRIOS / BOLA DE JOGO... 4 3. CONSTITUIÇÃO DA EQUIPA... 4 4. MESA DE JOGO... 4 5. ARBITRAGEM... 5 6. DURAÇÃO

Leia mais

Regulamento Torneio do Reitor 2016 XIV Torneio do Reitor Masculino VII Torneio do Reitor Feminino

Regulamento Torneio do Reitor 2016 XIV Torneio do Reitor Masculino VII Torneio do Reitor Feminino XIV Torneio do Reitor Masculino VII Torneio do Reitor Feminino Para mais informações desportiva@aaue.pt 1 Objetivo do Torneio O Torneio é disputado na perspectiva do lazer, espirito de equipa, amizade

Leia mais

JUNTA DE FREGUESIA DE MACHICO

JUNTA DE FREGUESIA DE MACHICO JUNTA DE FREGUESIA DE MACHICO MACHICO Verão 2017 Regulamento do Torneio de Futebol de Sete 21.ª Edição ÍNDICE Pontos I Introdução 03 II Organização 03 III Regulamento Geral 04 IV Regulamento do Torneio

Leia mais

Após o sorteio, os grupos e o respetivo calendário dos jogos é o seguinte: PETIZES GRUPO A. C.A. SANTA MARTA PINHAL (A.F.

Após o sorteio, os grupos e o respetivo calendário dos jogos é o seguinte: PETIZES GRUPO A. C.A. SANTA MARTA PINHAL (A.F. 1. Disposições Iniciais Os jogos do Almada Futsal Cup 2016 serão regulamentados pelas regras oficiais da Federação Portuguesa de Futebol, para os campeonatos de Futsal em vigor na presente Época de 2015/2016

Leia mais

CLUBE COMERCIAL DE LORENA

CLUBE COMERCIAL DE LORENA TORNEIO INTERNO DE FUTSAL 2014 I - Dos Objetivos: REGULAMENTO Art. 1 - O evento tem por finalidade promover o intercambio social e esportivo entre os associados do Clube Comercial de Lorena e desenvolver

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO ANDEBOL. (Revisto em Setembro de 2016)

REGULAMENTO ESPECÍFICO ANDEBOL. (Revisto em Setembro de 2016) REGULAMENTO ESPECÍFICO ANDEBOL 2013 2017 (Revisto em Setembro de 2016) Índice 1. Introdução 2 2. Escalões etários 2 3. Constituição das Equipas 3 3.1. Infantis (andebol de 5) 3 3.2. Iniciados, Juvenis

Leia mais

Regulamento de Prova Oficial Futebol

Regulamento de Prova Oficial Futebol Regulamento de Prova Oficial Futebol ÍNDICE I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito II. ORGANIZAÇÃO DE PROVAS Artigo 2º - Sistema Competitivo Artigo 3º - Duração dos Jogos Artigo 4º - Período de Aquecimento

Leia mais

Masculino (+18) e Feminino (+14)

Masculino (+18) e Feminino (+14) I Torneio de Futebol 7 Município de Salvaterra de Magos Masculino (+8) e Feminino (+4) Introdução Com a organização do I Torneio de Futebol 7, o Município de Salvaterra de Magos pretende proporcionarr

Leia mais

1º TORNEIO 2016 Futebol de 6. Regulamento

1º TORNEIO 2016 Futebol de 6. Regulamento 1º TORNEIO 2016 Futebol de 6 Regulamento INDICE 1. Introdução...3 2. Direitos de Imagem 3 3. Organização...3 4. Arbitragem 5 5. Capitão de equipa..5 6. Balneário..5 7. Disciplina..6 8. Protestos..6 9.

Leia mais

Regulamento do III Torneio de Futebol de Sete Inter-Freguesias, concelho de Caminha

Regulamento do III Torneio de Futebol de Sete Inter-Freguesias, concelho de Caminha Regulamento do III Torneio de Futebol de Sete Inter- ÍNDICE I. INTRODUÇÃO -------------------------------------------------------------- 3 II. ORGANIZAÇÃO ------------------------------------------------------------

Leia mais

III TORNEIO DE FUTSAL INTER-FREGUESIAS PAVILHÃO MUNICIPAL DE MONTEMOR-O-VELHO NORMAS QUADRO COMPETITIVO. Versão 3.1 (05/01/2017) pós-sorteio

III TORNEIO DE FUTSAL INTER-FREGUESIAS PAVILHÃO MUNICIPAL DE MONTEMOR-O-VELHO NORMAS QUADRO COMPETITIVO. Versão 3.1 (05/01/2017) pós-sorteio III TORNEIO DE FUTSAL INTER-FREGUESIAS 2017 PAVILHÃO MUNICIPAL DE MONTEMOR-O-VELHO NORMAS e QUADRO COMPETITIVO Versão 3.1 (05/01/2017) pós-sorteio 2 INTRODUÇÃO O Município de Montemor-o-Velho organiza

Leia mais

GDG REGULAMENTO GAFANHA CUP 2016

GDG REGULAMENTO GAFANHA CUP 2016 ART.º 1 - APRESENTAÇÃO O Gafanha Cup 2016 será o segundo torneio internacional organizado pelo Grupo Desportivo da Gafanha e realizar-se-á no Complexo Desportivo da Gafanha. O objetivo deste torneio será

Leia mais

Índice Apresentação Regulamentação Sub

Índice Apresentação Regulamentação Sub 2 Indice Índice... 3 1. Apresentação... 6 2. Regulamentação... 6 3. Sub 13... 7 Data... 7 Horário... 7 Local da realização dos jogos... 7 Pontuação... 7 Quadro Competitivo... 7 Duração dos jogos e intervalos...

Leia mais

TORNEIO 24H. Regulamento. 1.O torneio terá início ás 17h00 do dia 01/08/15 (sábado) e terminará ás 15h00 do dia 02/08/15 (domingo).

TORNEIO 24H. Regulamento. 1.O torneio terá início ás 17h00 do dia 01/08/15 (sábado) e terminará ás 15h00 do dia 02/08/15 (domingo). TORNEIO 24H Regulamento 1.O torneio terá início ás 17h00 do dia 01/08/15 (sábado) e terminará ás 15h00 do dia 02/08/15 (domingo). 2.O torneio disputa-se respeitando as regras oficiais do Futsal. 3.A inscrição

Leia mais

Artigo 1.º Artigo 2.º Artigo 3.º Artigo 4.º 1. ii) iii) iv) 2. a)

Artigo 1.º Artigo 2.º Artigo 3.º Artigo 4.º 1. ii) iii) iv) 2. a) REGULAMENTO TORNEIO NACIONAL DE SEVENS SUB-19 FEMININO 2015/2016 Artigo 1.º (Regime Supletivo) Ao Torneio Nacional de Sevens Sub-19 Feminino aplicam-se as normas do Regulamento Geral de Competições em

Leia mais

Regulamento da Taça de Portugal Sevens Feminino 2016/2017 2

Regulamento da Taça de Portugal Sevens Feminino 2016/2017 2 REGULAMENTO DA TAÇA DE PORTUGAL SEVENS FEMININO 2016/2017 Artigo 1.º (Regime Supletivo) À Taça de Portugal de Sevens Feminino aplicam-se as normas do Regulamento Geral de Competições em tudo o que não

Leia mais

2ª MARATONA DE FUTEBOL 5 JUNTA DE FREGUESIA AVENIDAS NOVAS Seniores

2ª MARATONA DE FUTEBOL 5 JUNTA DE FREGUESIA AVENIDAS NOVAS Seniores Uma Organização da 2ª MARATONA DE FUTEBOL 5 JUNTA DE FREGUESIA AVENIDAS NOVAS Seniores INTRODUÇÃO O TORNEIO realizar-se-á no dia 4 de Junho, de acordo com as regras da FIFA-FPF e Associação Futebol Lisboa.

Leia mais

XVI Torneio de Futebol 11 Sénior 2011

XVI Torneio de Futebol 11 Sénior 2011 Regulamento Geral Introdução Para a realização da XVI edição deste Torneio, no qual participam todos os 6 Clubes do Concelho com Futebol de 11 Sénior não profissional devidamente inscritos na Associação

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE TÉNIS DE MESA DE AVEIRO

ASSOCIAÇÃO DE TÉNIS DE MESA DE AVEIRO TORNEIO ABSOLUTO DISTRITO DE AVEIRO REGULAMENTO REALIZAÇÃO: Artº. 1º. A Associação de Ténis de Mesa de A veiro, organiza um Torneio Aberto destinado a atletas do Distrito de Aveiro. TORNEIO ABSOLUTO DISTRITO

Leia mais

REGULAMENTO. 3. ESCALÕES 3.1. O Santarém Cup é um torneio de FUTEBOL 11 e abrange os seguintes escalões: Iniciados - atletas nascidos em 2002/2003;

REGULAMENTO. 3. ESCALÕES 3.1. O Santarém Cup é um torneio de FUTEBOL 11 e abrange os seguintes escalões: Iniciados - atletas nascidos em 2002/2003; REGULAMENTO 1. ORGANIZAÇÃO A organização do Santarém Cup é da responsabilidade da Associação Académica de Santarém e conta com o apoio da Câmara Municipal de Santarém. 2. DATA E LOCAL DA REALIZAÇÃO DOS

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO ANDEBOL

REGULAMENTO ESPECÍFICO ANDEBOL REGULAMENTO ESPECÍFICO ANDEBOL 2013 2017 Índice 1. Introdução 2 2. Escalões etários 2 3. Constituição das Equipas 3 3.1. Infantis (andebol de 5) 3 3.2. Iniciados, Juvenis e Juniores (andebol de 7) 3 4.

Leia mais

Torneio de Futebol 7

Torneio de Futebol 7 OPEN WEEK campus académico ISMAI IPMAIA 27 março a 1 abril de 2017 Torneio de Futebol 7 Regulamento 1 ORGANIZAÇÃO O Torneio de Futebol 7 ISMAI/IPMAIA realiza-se no dia 27 de março nas instalações da Maiêutica,

Leia mais

CIRCUITO DE BEACH RUGBY 2005/06

CIRCUITO DE BEACH RUGBY 2005/06 CIRCUITO DE BEACH RUGBY 2005/06 1 ORGANIZAÇÃO DAS PROVAS 2 REGULAMENTO GERAL 3 REGULAMENTO ESPECÍFICO * 4 FICHA DE INSCRIÇÃO DA EQUIPA 5 BOLETIM DE JOGO A Direcção da FPR pretende instituir e coordenar

Leia mais

5º CAMPEONATO MUNICIPAL DE MATRAQUILHOS. Normas de Funcionamento

5º CAMPEONATO MUNICIPAL DE MATRAQUILHOS. Normas de Funcionamento 5º CAMPEONATO MUNICIPAL DE MATRAQUILHOS Normas de Funcionamento Normas de Funcionamento Considerando a importância que a promoção da dinâmica desportiva assume no concelho, a Câmara Municipal da Lourinhã,

Leia mais

Índice. Caparica Futsal Summer Cup 2015 Regulamento - 2

Índice. Caparica Futsal Summer Cup 2015 Regulamento - 2 Índice 1. Introdução... 3 2. Disposições Iniciais... 3 3. Inscrições... 3 4. Equipas Participantes... 4 5. Sorteio... 5 Organização dos s por Escalão... 5 6. Calendário... 5 Fase de s enjamins, e Iniciados...

Leia mais

MUNICÍPIOS DA REGIÃO DE SETÚBAL, ASSOCIAÇÕES e ESCOLAS JOGOS DO FUTURO DA REGIÃO DE SETÚBAL 2017 REGULAMENTO

MUNICÍPIOS DA REGIÃO DE SETÚBAL, ASSOCIAÇÕES e ESCOLAS JOGOS DO FUTURO DA REGIÃO DE SETÚBAL 2017 REGULAMENTO JOGOS DO FUTURO DA REGIÃO DE SETÚBAL 2017 FUTEBOL DE 11 E DE 7 REGULAMENTO 1. Organização A organização das competições de Futebol de 11 e de 7 nos Jogos do Futuro da Região de Setúbal 2017 são da responsabilidade

Leia mais

TORNEIO DISTRITAL DE FUTSAL. TROFÉU GUILHERME GOMES FERNANDES Época 2010/2011 REGULAMENTO

TORNEIO DISTRITAL DE FUTSAL. TROFÉU GUILHERME GOMES FERNANDES Época 2010/2011 REGULAMENTO 1. FINALIDADE TORNEIO DISTRITAL DE FUTSAL TROFÉU GUILHERME GOMES FERNANDES Época 2010/2011 REGULAMENTO a. Finalidade do Troféu (1) É do interesse do Comando Distrital de Operações de Socorro do Porto fomentar

Leia mais

As equipas serão divididas, em dois escalões conforme a faixa etária:

As equipas serão divididas, em dois escalões conforme a faixa etária: 1. Disposições Iniciais Os jogos do Almada Futsal Cup 2014 serão regulamentados pelas regras oficiais da Federação Portuguesa de Futebol, para os campeonatos de Futsal em vigor na presente Época de 2013/2014

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA HORTA Infantis (Futebol) Época Organização Competitiva e Regulamento Específico

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA HORTA Infantis (Futebol) Época Organização Competitiva e Regulamento Específico DE Infantis (Futebol) Época 2015-2016 Organização Competitiva e Regulamento Específico CLUBES PARTICIPANTES ILHA DO FAIAL ANGÚSTIAS ATLÉTICO CLUBE FAYAL SPORT CLUB CLUBE FLAMENGOS GRUPO DESPORTIVO CEDRENSE

Leia mais

& - Este torneio integra o grupo de provas com classificação A do regulamento da F.P.T.M, e disporá de prémios monetários no valor de

& - Este torneio integra o grupo de provas com classificação A do regulamento da F.P.T.M, e disporá de prémios monetários no valor de Regulamento Artº: 1 - A Câmara Municipal da Póvoa de Varzim, e o Grupo Recreativo Estrela do Bonfim, vão organizar nos dias 15 e 16 de Março de 2014, o seu XVI Torneio Aberto de Ténis de Mesa denominado

Leia mais

SUPERLIGA - Futebol de 5 Associação Desportiva de Taboeira

SUPERLIGA - Futebol de 5 Associação Desportiva de Taboeira SUPERLIGA - Futebol de 5 Associação Desportiva de Taboeira REGULAMENTO ÍNDICE Pontos: I Introdução.. II Organização. III Regulamento Geral IV Regulamento do Torneio....... V Disciplina..... VI Prémios...

Leia mais

REGULAMENTO TÉCNICO DA PARTE ESPORTIVA

REGULAMENTO TÉCNICO DA PARTE ESPORTIVA REGULAMENTO TÉCNICO DA PARTE ESPORTIVA Das Modalidades Esportivas Art. 1º - A Parte esportiva da gincana conterá as seguintes modalidades: I Futsal II Voleibol Misto III Basquetebol IV Handebol V Tênis

Leia mais

REGULAMENTO DAS CONCENTRAÇÕES DE FUTEBOL A TRAPALHANÇA (ESCALÃO DE TRAQUINAS E PETIZES)

REGULAMENTO DAS CONCENTRAÇÕES DE FUTEBOL A TRAPALHANÇA (ESCALÃO DE TRAQUINAS E PETIZES) COMUNICADO OFICIAL Nº 49 DATA: 13.10.2016 REGULAMENTO DAS CONCENTRAÇÕES A TRAPALHANÇA (ESCALÃO DE TRAQUINAS E PETIZES) ÉPOCA 2016/2017 Para conhecimento de todos os Clubes Filiados e demais interessados,

Leia mais

Regulamento Prova BADMINTON

Regulamento Prova BADMINTON Regulamento Prova BADMINTON Gabinete de Actividades Desportivas da Universidade do Porto GADUP Rua da Boa Hora n.º 18-A 4050-099 Porto Telefone: 222 074 164 Fax: 222 003 067 E-mail: gadup@sas.up.pt Web:

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA HORTA. Infantis-Benjamins (Futsal) Época Organização Competitiva e Regulamento Específico

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA HORTA. Infantis-Benjamins (Futsal) Época Organização Competitiva e Regulamento Específico DE Infantis-Benjamins (Futsal) Época 2017-2018 Organização Competitiva e Regulamento Específico CLUBES PARTICIPANTES ILHA DO CORVO CLUBE DESPORTIVO ESCOLAR DO CORVO (A e B) ILHA DO FAIAL ASSOCIAÇÃO DE

Leia mais

FEDERAÇÃO DE ANDEBOL DE PORTUGAL

FEDERAÇÃO DE ANDEBOL DE PORTUGAL FEDERAÇÃO DE ANDEBOL DE PORTUGAL REGULAMENTO DESPORTIVO CIRCUITO NACIONAL DE ANDEBOL DE PRAIA 2012 Art.º 1 OBJETO 1. O presente regulamento estabelece as regras e normas aplicáveis ao Andebol de Praia

Leia mais

TORNEIO REGIONAL INTER ASSOCIAÇÕES

TORNEIO REGIONAL INTER ASSOCIAÇÕES ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE ANGRA DO HEROÍSMO FUTEBOL Angra do Heroísmo 27, 28 e 29 de Janeiro de 2017 ESTRUTURA ORGÂNICA DIREÇÃO CARLOS FONTES 969 148 800 GABINETE TÉCNICO SAÚL NEVES 925 133 554 PAULO HENRIQUE

Leia mais

REGULAMENTO DE PROVA CAMPEONATO NACIONAL DAS ASSOCIAÇÕES

REGULAMENTO DE PROVA CAMPEONATO NACIONAL DAS ASSOCIAÇÕES FEDERAÇÃO PORTUGUESA MATRAQUILHOS E FUTEBOL DE MESA FUNDADA EM 07 DE FEVEREIRO DE 2007 FILIADA NA ITSF - INTERNATIONAL TABLE SOCCER FEDERATION SEDE OFICIAL AV. ENG.º ARMANDO MAGALHAES, 371 4440-505 VALONGO

Leia mais

XVIII TORNEIO DE FUTEBOL JUVENIL 2015

XVIII TORNEIO DE FUTEBOL JUVENIL 2015 XVIII TORNEIO DE FUTEBOL JUVENIL 2015 Montemor-o-Velho, Maio de 2015 Índice 1. ORGANIZAÇÃO... 3 2. DESTINATÁRIOS/ESCALÕES ETÁRIOS... 3 3. INSCRIÇÕES... 3 4. LOCAL DO TORNEIO... 3 5. COMPETIÇÃO... 4 6.

Leia mais

REGIMENTO ESPECÍFICO ANDEBOL. Câmara Municipal de Lisboa e Juntas de Freguesia Olisipíadas 3ª edição

REGIMENTO ESPECÍFICO ANDEBOL. Câmara Municipal de Lisboa e Juntas de Freguesia Olisipíadas 3ª edição REGIMENTO ESPECÍFICO ANDEBOL Câmara Municipal de Lisboa e Juntas de Freguesia Olisipíadas 3ª edição Índice Preâmbulo 5 Artigo 1.º Escalões Etários, Dimensões do Campo, Bola, Tempo de Jogo e Variantes

Leia mais

Índice. Preâmbulo Pág.1

Índice. Preâmbulo Pág.1 Índice Preâmbulo--------------------------------------------------------------------------------------- Pág.1 Artigo 1º Regras--------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

REGULAMENTO DE ANDEBOL DE PRAIA DA FEDERAÇÃO DE ANDEBOL DE PORTUGAL E ASSOCIAÇÕES * CIRCUITO NACIONAL DE ANDEBOL DE PRAIA REGULAMENTO DA PROVA

REGULAMENTO DE ANDEBOL DE PRAIA DA FEDERAÇÃO DE ANDEBOL DE PORTUGAL E ASSOCIAÇÕES * CIRCUITO NACIONAL DE ANDEBOL DE PRAIA REGULAMENTO DA PROVA REGULAMENTO DE ANDEBOL DE PRAIA DA FEDERAÇÃO DE ANDEBOL DE PORTUGAL E ASSOCIAÇÕES * CIRCUITO NACIONAL DE ANDEBOL DE PRAIA REGULAMENTO DA PROVA Art.º 1 Objeto 1. O presente regulamento estabelece as regras

Leia mais

14º TORNEIO DE FUTSAL DA ASSOCIAÇÃO DE PAIS E ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO DO COLÉGIO LUSO- FRANCÊS

14º TORNEIO DE FUTSAL DA ASSOCIAÇÃO DE PAIS E ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO DO COLÉGIO LUSO- FRANCÊS 14º TORNEIO DE FUTSAL DA ASSOCIAÇÃO DE PAIS E ENCARREGADOS DE EDUCAÇÃO DO COLÉGIO LUSO- FRANCÊS REGULAMENTO CAPÍTULO I Da Finalidade Art.1. - O 14º Torneio de Futebol de Salão é promovido pela Associação

Leia mais

CIRCULAR PA Nº.09 14/15 14/01/2015

CIRCULAR PA Nº.09 14/15 14/01/2015 CIRCULAR PA Nº.09 14/15 14/01/2015 DISTRIBUIÇÃO: Associações, Clubes P.A. ASSUNTO: 1 PO 4 Taça Portugal Masculinos 2 PO 15 Torneio Inter-Regional Sub 17 Masculinos 3 Planeamento de datas das provas nacionais

Leia mais

TAÇA DISTRITAL SENIORES MASCULINOS FUTEBOL DE PRAIA

TAÇA DISTRITAL SENIORES MASCULINOS FUTEBOL DE PRAIA ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE LEIRIA COMUNICADO OFICIAL Nº 006 Data: 2017.07.06 Para conhecimento dos Clubes filiados e demais entidades interessadas, se comunica: TAÇA DISTRITAL SENIORES MASCULINOS FUTEBOL

Leia mais

Normas. Departamento de Cultura, Juventude e Desporto Divisão de Desporto e Juventude Núcleo de Actividades Desportivas

Normas. Departamento de Cultura, Juventude e Desporto Divisão de Desporto e Juventude Núcleo de Actividades Desportivas Normas Departamento de Cultura, Juventude e Desporto Núcleo de Actividades Desportivas Índice 1 Organização... 3 2 Calendarização e Local de Realização dos Jogos... 3 3 Inscrição... 3 3.1 Período de Inscrição...

Leia mais

Escola de Ensino Médio Francisca Moreira de Souza Extensão Parajuru Rua: Carmozita Ferreira Cassiano, s/n. Sucatinga Beberibe - CE

Escola de Ensino Médio Francisca Moreira de Souza Extensão Parajuru Rua: Carmozita Ferreira Cassiano, s/n. Sucatinga Beberibe - CE Escola de Ensino Médio Francisca Moreira de Souza Extensão Parajuru Rua: Carmozita Ferreira Cassiano, s/n. Sucatinga Beberibe - CE REGULAMENTO DOS JOGOS FM DO FUTSAL O Regulamento Específico de Futsal

Leia mais

I ORGANIZAÇÃO.3 II LOCAIS DE JOGO. 3 III PARTICIPANTES. 3 IV IDENTIFICAÇÃO.3 V DURAÇÃO DE JOGOS.4 VI FORMA DE DISPUTA.5 VIII ARBITRAGENS.

I ORGANIZAÇÃO.3 II LOCAIS DE JOGO. 3 III PARTICIPANTES. 3 IV IDENTIFICAÇÃO.3 V DURAÇÃO DE JOGOS.4 VI FORMA DE DISPUTA.5 VIII ARBITRAGENS. REGULAMENTO ÍNDICE I ORGANIZAÇÃO..3 II LOCAIS DE JOGO. 3 III PARTICIPANTES. 3 IV IDENTIFICAÇÃO.3 V DURAÇÃO DE JOGOS..4 VI FORMA DE DISPUTA..4 VII RESULTADOS E CLASSIFICAÇÕES..5 VIII ARBITRAGENS..5 IX COMISSÃO

Leia mais

TORNEIO REGIONAL INTER ASSOCIAÇÕES

TORNEIO REGIONAL INTER ASSOCIAÇÕES ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE ANGRA DO HEROÍSMO Angra do Heroísmo 10, 11 e 12 de Fevereiro de 2017 ESTRUTURA ORGÂNICA DIREÇÃO ABÍLIO GOMES 963 988 511 GABINETE TÉCNICO SAÚL NEVES 925 133 554 DUARTE ALVES 913

Leia mais

REGULAMENTO FUTSAL - INFANTIL

REGULAMENTO FUTSAL - INFANTIL REGULAMENTO FUTSAL - INFANTIL REGULAMENTO ESPECÍFICO DE FUTSAL 1. A competição de futsal será realizada de acordo com as regras oficiais da FIFA para a modalidade, adotada pela confederação brasileira

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE JOVENS DE ALENQUER TORNEIO DE FUTSAL DO MÊS DA JUVENTUDE. 25 de Maio Regulamento

ASSOCIAÇÃO DE JOVENS DE ALENQUER TORNEIO DE FUTSAL DO MÊS DA JUVENTUDE. 25 de Maio Regulamento ASSOCIAÇÃO DE JOVENS DE ALENQUER TORNEIO DE FUTSAL DO MÊS DA JUVENTUDE 25 de Maio 2013 Regulamento Associação de Jovens de Alenquer Contacto: ajalenquer@googlegroups.com 1 1. Local: Pavilhão da Escola

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA MADEIRA TAÇA DA MADEIRA DE INFANTIS / BENJAMINS - FUTEBOL 11-7 ÉPOCA 2016/2017

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA MADEIRA TAÇA DA MADEIRA DE INFANTIS / BENJAMINS - FUTEBOL 11-7 ÉPOCA 2016/2017 TAÇA DA MADEIRA DE INFANTIS / BENJAMINS - FUTEBOL 11-7 ÉPOCA 2016/2017 CAPÍTULO I ORGANIZAÇÃO TÉCNICA 01 GENERALIDADES 1. Esta prova insere-se na área de promoção e divulgação da modalidade, sendo da responsabilidade

Leia mais