INFORMÁTICA APLICADA AULA 03 ALGORITMOS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "INFORMÁTICA APLICADA AULA 03 ALGORITMOS"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO CURSO: Bacharelado em Ciências e Tecnologia INFORMÁTICA APLICADA AULA 03 ALGORITMOS Profª ª Danielle Casillo

2 LINEARIZAÇÃO DE EXPRESSÕES Para a construção de algoritmos que realizam cálculo matemáticos, todas as expressões aritméticas devem ser linearizadas, ou seja, colocadas em linhas. Ex: ((2/3 (5 3)) + 1)*5 2

3 OPERADORES ARITMÉTICOS OPERADORES ARITMÉTICOS PORTUGUÊS ESTRUTURADO Adição + Subtração - Multiplicação * Divisão / Exponenciação ^ 3

4 OPERADORES RELACIONAIS OPERADORES RELACIONAIS PORTUGUÊS ESTRUTURADO Maior > Menor < Maior ou igual >= Menor ou igual <= Igual = Diferente <> 4

5 OPERADORES RELACIONAIS Exemplo: > 4 resulta VERDADEIRO 3 <> 3 resulta FALSO 5

6 OPERADORES LÓGICOS OPERADORES LÓGICOS Multiplicação lógica Adição lógica Negação PORTUGUÊS ESTRUTURADO E OU NAO SIGNIFICADO Resulta VERDADEIRO se ambas as partes são verdadeiras Resulta VERDADEIRO se uma das partes é verdadeira Nega uma afirmação, invertendo seu valor lógico: se for VERDADEIRO torna-se FALSO, se for FALSO, torna-se VERDADEIRO 6

7 OPERADORES LÓGICOS A B A E B A OU B NÃO A NÃO B VERDADEIRO VERDADEIRO VERDADEIRO VERDADEIRO FALSO FALSO VERDADEIRO FALSO FALSO VERDADEIRO FALSO VERDADEIRO FALSO VERDADEIRO FALSO VERDADEIRO VERDADEIRO FALSO FALSO FALSO FALSO FALSO VERDADEIRO VERDADEIRO 7

8 OPERADORES LÓGICOS Exemplo: (2 + 5 > 4) E (3 <> 3) resulta FALSO, pois VERDADEIRO e FALSO resulta FALSO (2 > 3) ou (3 < 2) e (2 < 3) resultado é FALSO (2 > 3) e (3 < 2) ou (2 < 3) resultado é VERDADEIRO 8

9 TIPOS DE DADOS TIPO INTEIRO REAL CARACTERE DESCRIÇÃO Representa valores inteiros Ex: 10; 5; -5; -10 Representa valores reais Ex: 10; Representa texto (sequência ou cadeia de caractere) entre aspas duplas Ex: Esta é uma cadeira de caracteres ; B ; 1234 ; casa21 Obs: Nos números reais, a parte decimal é separada da parte inteira por um ponto (.) e não por uma virgula (,) 9

10 FORMAÇÃO DE IDENTIFICADORES Os identificadores são os nomes das variáveis, dos programas, das constantes. As regras para a formação dos identificadores são: Os caracteres que você pode utilizar são: os números, as letras maiúsculas e minúsculas e o underline. O primeiro caractere deve ser sempre uma letra. Não são permitidos espaços em branco e caracteres especiais $, +, -, %,!). Não podemos usar palavras reservadas nos identificadores, ou seja, palavras que pertençam a uma linguagem de programação. 10

11 FORMAÇÃO DE IDENTIFICADORES Exemplo de identificadores válidos: A a nota NOTA a32 NoTa1 MATRICULA nota_1 IDADE_FILHO 11

12 FORMAÇÃO DE IDENTIFICADORES Exemplo de identificadores inválidos: 5b : por começar com número e 12 : por conter espaço em branco x y : por conter espaço em branco e caractere especial prova 2n : por conter espaço em branco nota(2) : por conter caracteres especiais () para : por ser palavra reservada se : por ser palavra reservada algoritmo : por ser palavra reservada 12

13 ALGUMAS PALAVRAS RESERVADAS PALAVRAS RESERVADAS abs fimenquanto ou algoritmo fimpara para caracter fimrepita passo debug fimse pausa e inicio pi enquanto int quad entao leia raizq escreva literal rand exp logico repita faca mensagem se falso nao senao fimalgoritmo numerico verdadeiro 13

14 OPERADOR DE ATRIBUIÇÃO Para colocar um valor em uma variável dentro de um algoritmo, utilizamos o operador de atribuição. O operador de atribuição é representado por uma seta (<-) apontando para a esquerda. Ex: Peso < // Este comando atribui à variável Peso o valor Nome <- "João da Silva" // Este comando atribui àvariávelnomeovalor"joãodasilva". Achei <- FALSO // Este comando atribui à variável Achei o valor FALSO. 14

15 LINHAS DE COMENTÁRIO Os comentários são declarações não compiladas que podem conter qualquer informação textual que você queira adicionar ao código-fonte para referência e documentação de seu programa. São representados por duas barras normais ( // ). Todo o texto que você digitar após as duas barras será comentário. Ex://Estemétodocalculaofatorialden...x<-y; //Inicializaavariávelxcomovalordey 15

16 COMANDO DE ENTRADA É utilizado para receber dados digitados pelo usuário, que serão armazenados em variáveis. Este comando é representado pela palavra LEIA. Ex: leia (X) // O valor digitado pelo usuário será armazenado na variável X. Ex: leia (Y) // O valor digitado pelo usuário será armazenado na variável Y 16

17 COMANDO DE SAÍDA É utilizado para mostrar dados na tela ou na impressora. Este comando é representado pela palavra ESCREVA, e os dados podem ser conteúdos de variáveis ou mensagens. Ex: escreva ( O valor de X é: ) // mostra a mensagem OvalordeXé: Ex: escreva ( Conteúdo de Y =, Y) //mostraa mensagem ConteúdodeY= eemseguidao valor armazenado na variável Y. 17

18 COMANDO DE SAÍDA No Visualg existem dois comandos escreva com finalidades diferentes quando usado consecutivamente. Escreval ( xxx ) //Mostra o primeiro resultado na mesma linha depois em linhas diferentes. Escreva ( yyy yyy ) //Mostra o resultado na mesma linha, mas em colunas diferentes. 18

19 USANDO O VISUALG O software Visualg é um editor e interpretador de algoritmo e tem como objetivo ajudar aos alunos iniciantes em programação exercitarem seus conhecimentos num ambiente próximo da realidade de uma linguagem de programação. 19

20 TELA PRINCIPAL DO VISUALG 1. Menu 2. Barra de tarefas 3. Barra de Execução de Algoritmo 4. Editor de textos 5. Visualizador de variáveis 6. Simulador de saída 7. Barra de status. 20

21 EXERCÍCIOS Teste usando o programa Visualg os algoritmos feitos na aula anterior. 1. Somar três números 2. Multiplicação de dois números 3. Divisão de dois números 4. A média aritmética de um aluno e mostrar a situação, que pode ser aprovado ou reprovado. 5. O novo salário de um funcionário. Sabe-se que os funcionários que recebem atualmente salário de até R$500,00 terão aumento de 20%; os demais terão aumento de 10%. 21

22 PORTUGUÊS ESTRUTURADO Somar três números ALGORITMO Soma var A, B, C, D: inteiro inicio escreva ( Digite o valor de A: ) leia (A) escreva ( Digite o valor de B: ) leia (B) escreva ( Digite o valor de C: ) leia (C) D <- A + B + C escreva ( D=, D) fimalgoritmo 22

23 PORTUGUÊS ESTRUTURADO Multiplicação de dois números ALGORITMO Multiplicacao var M, N1, N2: inteiro inicio escreva ( Digite o valor de N1: ) leia (N1) escreva ( Digite o valor de N2: ) leia (N2) M <- N1 * N2 escreva ( M =, M) fimalgoritmo 23

24 PORTUGUÊS ESTRUTURADO Divisão de dois números ALGORITMO Divisao var M, N1, N2: inteiro inicio escreva ( Digite o valor de N1: ) leia (N1) escreva ( Digite o valor de N2: ) leia (N2) M <- N1 / N2 escreva ( M =, M) fimalgoritmo 24

25 PORTUGUÊS ESTRUTURADO A média aritmética de um aluno e mostrar a situação, que pode ser aprovado ou reprovado. ALGORITMO Media var M, N1, N2: real inicio escreva ( Digite o valor de N1: ) leia (N1) escreva ( Digite o valor de N2: ) leia (N2) M <- (N1 + N2) / 2 escreva ( M =, M) se (M >= 7) entao escreva( O aluno esta Aprovado ") senao escreva( O aluno esta Reprovado ") fimse fimalgoritmo 25

26 PORTUGUÊS ESTRUTURADO O novo salário de um funcionário. Sabe-se que os funcionários que recebem atualmente salário de até R$500,00 terão aumento de 20%; os demais terão aumento de 10%. ALGORITMO Sal_Atual var sal_atual, novo_sal: real inicio escreva ( Digite o salário atual do funcionário: ) leia (sal_atual sal_atual) se (sal_atual <= 500) entao novo_sal <- sal_atual * 1,20 senao novo_sal <- sal_atual * 1,10 10 fimse escreva( Novo salário =, novo_sal) fimalgoritmo 26

Português Estruturado

Português Estruturado Português Estruturado Português Estruturado Para que o algoritmo possa ser executado por uma máquina é importante que as instruções sejam corretas e sem ambigüidades. O português estruturado é, na verdade,

Leia mais

TIPOS DE DADOS E VARIÁVEIS

TIPOS DE DADOS E VARIÁVEIS AULA 3 TIPOS DE DADOS E VARIÁVEIS 3.1 Tipos de dados Os dados manipulados por um algoritmo podem possuir natureza distinta, isto é, podem ser números, letras, frases, etc. Dependendo da natureza de um

Leia mais

Português Estruturado (VISUALG)

Português Estruturado (VISUALG) Português Estruturado (VISUALG) Estrutura do programa Exemplo: algoritmo "Ola mundo" // Função : Mostrar na tela uma saudação // Autor : Christianne Dalforno // Data : 09/03/2016

Leia mais

INFORMÁTICA APLICADA AULA 02 ALGORITMOS

INFORMÁTICA APLICADA AULA 02 ALGORITMOS UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO CURSO: Bacharelado em Ciências e Tecnologia INFORMÁTICA APLICADA AULA 02 ALGORITMOS Profª ª Danielle Casillo ALGORITMOS Um algoritmo é uma sequência de instruções

Leia mais

INFORMÁTICA APLICADA AULA 06 ALGORITMOS

INFORMÁTICA APLICADA AULA 06 ALGORITMOS UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO CURSO: Bacharelado em Ciências e Tecnologia INFORMÁTICA APLICADA AULA 06 ALGORITMOS Profª ª Danielle Casillo COMANDO ENQUANTO... FACA Na estrutura enquanto... faca,

Leia mais

Noções de algoritmos - Aula 1

Noções de algoritmos - Aula 1 Noções de algoritmos - Aula 1 Departamento de Física UFPel Definição de algoritmo Sequência ordenada e finita de operações para a realização de uma tarefa. Tarefa: Experimento de Física I. Passo 1: Reunir

Leia mais

Algoritmo e Programação Matemática

Algoritmo e Programação Matemática Algoritmo e Programação Matemática Fundamentos de Algoritmos Parte 1 Renato Dourado Maia Instituto de Ciências Agrárias Universidade Federal de Minas Gerais Dados A funcionalidade principal de um computador

Leia mais

PORTUGUÊS ESTRUTURADO: INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO PROF. ALEXANDRO DOS SANTOS SILVA

PORTUGUÊS ESTRUTURADO: INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO PROF. ALEXANDRO DOS SANTOS SILVA PORTUGUÊS ESTRUTURADO: INTRODUÇÃO INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO PROF. ALEXANDRO DOS SANTOS SILVA SUMÁRIO Introdução Conceitos básicos Formato básico Tipos primitivos Variáveis Constantes Operadores Operações

Leia mais

Entrada/Saída, Operadores. Curso: Técnico em Informática Disciplina: Algoritmos Prof. Abrahão Lopes

Entrada/Saída, Operadores. Curso: Técnico em Informática Disciplina: Algoritmos Prof. Abrahão Lopes 1 Entrada/Saída, Operadores Curso: Técnico em Informática Disciplina: Algoritmos Prof. Abrahão Lopes abrahao.lopes@ifrn.edu.br O Visualg Editor e interpretador de algoritmoscriado pelo professor Cláudio

Leia mais

Expressões, Atribuições, Entrada e Saída. Givanaldo Rocha

Expressões, Atribuições, Entrada e Saída. Givanaldo Rocha Expressões, Atribuições, Entrada e Saída Givanaldo Rocha givanaldo.rocha@ifrn.edu.br http://docente.ifrn.edu.br/givanaldorocha Expressões Expressão: em termos computacionais, está ligado ao conceito de

Leia mais

INFORMÁTICA APLICADA AULA 03 LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO C++

INFORMÁTICA APLICADA AULA 03 LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO C++ UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO CURSO: Bacharelado em Ciências e Tecnologia INFORMÁTICA APLICADA AULA 03 LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO C++ Profª ª Danielle Casillo OPERADORES Um operador é um símbolo

Leia mais

Algoritmo e Programação. Capítulo 2 Tópicos Preliminares

Algoritmo e Programação. Capítulo 2 Tópicos Preliminares Algoritmo e Programação Capítulo 2 Tópicos Preliminares Tópicos Preliminares Neste capítulo Tipos Primitivos Variáveis Expressões Aritméticas, Lógicas e Relacionais Comandos de Entrada e Saída Blocos Tópicos

Leia mais

Fábio Rodrigues / Israel Lucania

Fábio Rodrigues / Israel Lucania Fábio Rodrigues / Israel Lucania Variável é um local na memória principal, isto é, um endereço que armazena um conteúdo. Em linguagem de alto nível nos é permitido dar nomes a esse endereço, facilitando

Leia mais

CONCEITOS DE ALGORITMOS

CONCEITOS DE ALGORITMOS CONCEITOS DE ALGORITMOS Fundamentos da Programação de Computadores - 3ª Ed. 2012 Editora Prentice Hall ISBN 9788564574168 Ana Fernanda Gomes Ascênsio Edilene Aparecida Veneruchi de Campos Algoritmos são

Leia mais

Teoria da Computação e Algoritmos. Introdução à Linguagem Pascal. ALGORITMO <Nome do algoritmo>; <definições>; INÍCIO <Comandos>; FIM.

Teoria da Computação e Algoritmos. Introdução à Linguagem Pascal. ALGORITMO <Nome do algoritmo>; <definições>; INÍCIO <Comandos>; FIM. Teoria da Computação e Algoritmos Introdução à Linguagem Pascal 1 Estrutura de um programa INÍCIO FIM. PROGRAM END.

Leia mais

Tipos de Dados e Expressões

Tipos de Dados e Expressões Tipos de Dados e Expressões Prof. Ranieri Alves dos Santos ranieri@ranierisantos.com www.ranierisantos.com Tipos de dados Real Inteiro Lógico Literal Variáveis Estrutura de algoritmos Expressões Aritméticas

Leia mais

Constantes, Variáveis, tipos de dados e expressões

Constantes, Variáveis, tipos de dados e expressões FTC Faculdade de Tecnologia e Ciências Engenharia Civil 1º Semestre Constantes, Variáveis, tipos de dados e expressões Rafael Barbosa Neiva rafael@prodados.inf.br Variáveis Como referenciar e recuperar

Leia mais

Algoritmos e Estrutura de Dados I Conceitos de Algoritmos. Prof. Elyssandro Piffer

Algoritmos e Estrutura de Dados I Conceitos de Algoritmos. Prof. Elyssandro Piffer Algoritmos e Estrutura de Dados I Conceitos de Algoritmos Prof. Elyssandro Piffer CONCEITO DE ALGORITMO O computador pode auxiliar em muitas tarefas, contudo ele não possui independência, não é inteligente,

Leia mais

Algoritmos I Aula 13 Linguagem de Programação Java

Algoritmos I Aula 13 Linguagem de Programação Java Algoritmos I Aula 13 Linguagem de Programação Java Professor: Max Pereira http://paginas.unisul.br/max.pereira Ciência da Computação IDE Eclipse IDE (Integrated development environment) Criar um projeto

Leia mais

PSEUDO-CÓDIGO. Nickerson Fonseca Ferreira

PSEUDO-CÓDIGO. Nickerson Fonseca Ferreira 1 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE CAMPUS JOÃO CÂMARA PSEUDO-CÓDIGO Nickerson Fonseca Ferreira nickerson.ferreira@ifrn.edu.br Introdução 2 Um algoritmo pode ser

Leia mais

Algoritmos Computacionais

Algoritmos Computacionais Material produzido por professores da UFABC Objetivos Aprender a sintaxe e a semântica de instruções de saída e de entrada de dados na linguagem PORTUGOL Aprender alguns operadores pra uso na parte de

Leia mais

CURSO BÁSICO DE PROGRAMAÇÃO AULA 3. Revisão Estrutura de Decisão Se Então

CURSO BÁSICO DE PROGRAMAÇÃO AULA 3. Revisão Estrutura de Decisão Se Então CURSO BÁSICO DE PROGRAMAÇÃO AULA 3 Revisão Estrutura de Decisão Se Então Revisão da aula anterior 1. Variáveis 2. Estrutura de um Algoritmo 3. Operadores 4. Visualg Variável Revisão da aula anterior É

Leia mais

Conceitos Básicos de Algoritmos

Conceitos Básicos de Algoritmos Conceitos Básicos de Algoritmos 35 TIPOS PRIMITIVOS Palavra-reservada: inteiro - define variáveis numéricas do tipo inteiro, ou seja, sem casas decimais Palavra-reservada: real - define variáveis numéricas

Leia mais

Disciplina de Algoritmos e Programação

Disciplina de Algoritmos e Programação Disciplina de Algoritmos e Programação Aula Passada Prática com declaração e inicialização de variáveis Capacidade de representação (estouro de representação) Tamanho ocupado pela variável na memória (comando

Leia mais

Introdução a Programação. Curso: Sistemas de Informação Programação I José R. Merlin

Introdução a Programação. Curso: Sistemas de Informação Programação I José R. Merlin Introdução a Programação Curso: Sistemas de Informação Programação I José R. Merlin Programas Programas são instruções para o computador executar uma tarefa Estas instruções seguem uma lógica Lógica: modo

Leia mais

Processamento de Dados aplicado à Geociências. AULA 3: Algoritmos computacionais Representação de Algoritmos Sintaxe Tipos de dados Expressões

Processamento de Dados aplicado à Geociências. AULA 3: Algoritmos computacionais Representação de Algoritmos Sintaxe Tipos de dados Expressões Processamento de Dados aplicado à Geociências 1 AULA 3: Algoritmos computacionais Representação de Algoritmos Sintaxe Tipos de dados Expressões UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS CENTRO DE DESENVOLVIMENTO

Leia mais

Pseudocódigo e visualg

Pseudocódigo e visualg Pseudocódigo e visualg Professor: Juliano Lucas Gonçalves juliano.goncalves@ifsc.edu.br Agenda Revisão Algoritmos Estrutura de dados Estrutura básica de um algoritmo em pseudocódigo Teste de mesa Operadores

Leia mais

Subalgoritmos. algoritmo completo é dividido num algoritmo principal e em diversos subalgoritmos (tantos quantos forem necessários ou convenientes).

Subalgoritmos. algoritmo completo é dividido num algoritmo principal e em diversos subalgoritmos (tantos quantos forem necessários ou convenientes). Subalgoritmos Sempre é possível dividir problemas grandes e complicados em problemas menores e de solução mais simples. A decomposição de um problema é fator determinante para a redução da complexidade.

Leia mais

Fluxograma. Conjunto de símbolos utilizados em fluxogramas

Fluxograma. Conjunto de símbolos utilizados em fluxogramas 27 Símbolo Nome Terminador Seta de fluxo Entrada de dados Atribuição Saída de dados Desvio condicional Declaração Fluxograma Descrição Indica o início e o fim do fluxo do algoritmo. Indica o sentido do

Leia mais

Introdução ao VisuALG

Introdução ao VisuALG Introdução ao VisuALG Professor: Vilson Heck Junior vilson.junior@ifsc.edu.br Agenda VisuALG: Introdução ao VisuALG; Apresentação do Software; Entrada, Processamento e Saída; Depuração; Comandos de Condições

Leia mais

Aula 4 Estruturas Condicionais

Aula 4 Estruturas Condicionais Departamento de Sistemas de Computação Universidade de São Paulo SSC 600 Introdução a Ciência de Computação I Aula 4 Estruturas Condicionais Seiji Isotani, Rafaela V. Rocha sisotani@icmc.usp.br rafaela.vilela@gmail.com

Leia mais

INFORMÁTICA APLICADA AULA 05 ALGORITMOS

INFORMÁTICA APLICADA AULA 05 ALGORITMOS UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO CURSO: Bacharelado em Ciências e Tecnologia INFORMÁTICA APLICADA AULA 05 ALGORITMOS Profª ª Danielle Casillo ESTRUTURA DE REPETIÇÃO Nos exemplos e exercícios que

Leia mais

Variáveis e Entrada de Dados Marco André Lopes Mendes marcoandre.googlepages.

Variáveis e Entrada de Dados Marco André Lopes Mendes  marcoandre.googlepages. Variáveis e Entrada de Dados Marco André Lopes Mendes marcoandre@ifc-araquari.edu.br marcoandre@gmail.com marcoandre.googlepages.com Algoritmos é a base Primeiro programa Este programa possui apenas uma

Leia mais

Introdução aos Algoritmos

Introdução aos Algoritmos Introdução aos Algoritmos Aula 05 Diogo Pinheiro Fernandes Pedrosa http://www2.ufersa.edu.br/portal/professor/diogopedrosa diogopedrosa@ufersa.edu.br Universidade Federal Rural do Semiárido Bacharelado

Leia mais

AULA 07. HABILIDADES TRABALHADAS: Desenvolver algoritmos utilizando laços a partir da leitura de fluxogramas ou algoritmos em portugol.

AULA 07. HABILIDADES TRABALHADAS: Desenvolver algoritmos utilizando laços a partir da leitura de fluxogramas ou algoritmos em portugol. AULA 07 OBJETIVO: Estruturas de repetição: visão geral HABILIDADES TRABALHADAS: Desenvolver algoritmos utilizando laços a partir da leitura de fluxogramas ou algoritmos em portugol. ESTRUTURA DE REPETIÇÃO

Leia mais

Programação Básica. Estrutura de um algoritmo

Programação Básica. Estrutura de um algoritmo Programação Básica Estrutura de um algoritmo Código-fonte Como vimos na aula anterior um algoritmo pode ser representado usando um fluxograma Um algoritmo pode também ser representado usando texto Esse

Leia mais

ALGORITMOS E LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO

ALGORITMOS E LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO ALGORITMOS E LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO Prof. Esp. Fabiano Taguchi http://fabianotaguchi.wordpress.com fabianotaguchi@gmail.com OPERADORES ARITMÉTICOS OPERAÇÃO OPERADOR SIGNIFICADO SOMA + Efetuar soma de duas

Leia mais

Algoritmos com VisuAlg

Algoritmos com VisuAlg Algoritmos com VisuAlg Prof Gerson Volney Lagemann Depto Eng de Produção e Sistemas UDESC - CCT Algoritmos com VisuAlg Introdução A linguagem VisuAlg é simples, seu objetivo é disponibilizar um ambiente

Leia mais

CAPÍTULO 3 INSTRUÇÕES BÁSICAS

CAPÍTULO 3 INSTRUÇÕES BÁSICAS CAPÍTULO 3 INSTRUÇÕES BÁSICAS Guilherme da Cunha Fonseca FEPI Centro Universitário de Itajubá Curso de Tecnologia em Fabricação Mecânica 1 INTRODUÇÃO As instruções ou comandos básicos são o conjunto de

Leia mais

Algoritmos. Seqüência finita e ordenada de procedimentos que resolvem um determinado problema. Exemplo: O que preciso fazer para preparar um omelete?

Algoritmos. Seqüência finita e ordenada de procedimentos que resolvem um determinado problema. Exemplo: O que preciso fazer para preparar um omelete? Algoritmos Seqüência finita e ordenada de procedimentos que resolvem um determinado problema Exemplo: O que preciso fazer para preparar um omelete? Pegar os ovos na geladeira; Bater os ovos; Escolher o

Leia mais

Material Didático Unificado. Variáveis correspondem a nomes para endereços de memória que são gerenciados pelo Scilab.

Material Didático Unificado. Variáveis correspondem a nomes para endereços de memória que são gerenciados pelo Scilab. Universidade Federal de Ouro Preto -UFOP Departamento de Computação - DECOM Comissão da Disciplina Programação de Computadores I CDPCI Programação de Computadores I BCC701 www.decom.ufop.br/bcc701 Material

Leia mais

Introdução à Pseudo-código PROGRAMAÇÃO I (COM06842) LÓGICA E TÉCNICA DE PROGRAMAÇÃO (COM06039)

Introdução à Pseudo-código PROGRAMAÇÃO I (COM06842) LÓGICA E TÉCNICA DE PROGRAMAÇÃO (COM06039) Introdução à Pseudo-código PROGRAMAÇÃO I (COM06842) LÓGICA E TÉCNICA DE PROGRAMAÇÃO (COM06039) F REDDY BRASILEIRO www.inf.ufes.br/~fbrasileiro fbrasileiro@inf.ufes.br Conteúdo 4. Elementos fundamentais

Leia mais

ALGORITMOS E LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PRÉ AULA DIAGNÓSTICO 22/10/2015. Analise o algoritmo a seguir e depois assinale a alternativa correspondente:

ALGORITMOS E LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PRÉ AULA DIAGNÓSTICO 22/10/2015. Analise o algoritmo a seguir e depois assinale a alternativa correspondente: ALGORITMOS E LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO Prof. Esp. Fabiano Taguchi http://fabianotaguchi.wordpress.com fabianotaguchi@gmail.com PRÉ AULA Julgue as afirmações enumeradas a seguir em verdadeiras (V) ou falsas

Leia mais

Noções de algoritmos - Aula 1

Noções de algoritmos - Aula 1 Noções de algoritmos - Aula 1 Departamento de Física UFPel Definição de algoritmo Sequência ordenada e finita de operações para a realização de uma tarefa. Tarefa: Experimento de Física I. Passo 1: Reunir

Leia mais

Algoritmos: Conceitos Fundamentais. Slides de autoria de Rosely Sanches e Simone Senger de Souza

Algoritmos: Conceitos Fundamentais. Slides de autoria de Rosely Sanches e Simone Senger de Souza Algoritmos: Conceitos Fundamentais Slides de autoria de Rosely Sanches e Simone Senger de Souza DADOS E EXPRESSÕES Uso da Informação Computador manipula informações contidas em sua memória. Classificadas

Leia mais

INTRODUÇÃO A ALGORITMOS

INTRODUÇÃO A ALGORITMOS INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA RIO GRANDE DO NORTE Campus João Câmara INTRODUÇÃO A ALGORITMOS Prof. Alba Lopes alba.lopes@ifrn.edu.br http://docente.ifrn.edu.br/albalopes INTRODUÇÃO

Leia mais

ALGORITMOS E LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PRÉ AULA PRÉ AULA 31/08/2015

ALGORITMOS E LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PRÉ AULA PRÉ AULA 31/08/2015 ALGORITMOS E LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO Prof. Esp. Fabiano Taguchi http://fabianotaguchi.wordpress.com fabianotaguchi@gmail.com PRÉ AULA De acordo com a sua compreensão acerca da representação das fórmulas

Leia mais

Algoritmos I Edézio 1

Algoritmos I Edézio 1 Algoritmos I Edézio 1 Algoritmo Conjunto de regras e operações bem definidas e ordenadas, destinadas à solução de um problema, ou de uma classe de problemas, em um número finito de etapas. Exemplos: As

Leia mais

INFORMÁTICA APLICADA AULA 04 ALGORITMOS

INFORMÁTICA APLICADA AULA 04 ALGORITMOS UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO CURSO: Bacharelado em Ciências e Tecnologia INFORMÁTICA APLICADA AULA 04 ALGORITMOS Profª ª Danielle Casillo ESTRUTURA CONDICIONAL Na vida real tomamos decisões

Leia mais

ALGORITMOS 3ª Aula. 3. Introdução Tipos de dados, variáveis e operadores Tipos de dados

ALGORITMOS 3ª Aula. 3. Introdução Tipos de dados, variáveis e operadores Tipos de dados 3. Introdução Segundo alguns especialistas, qualquer programa de computador pode ser escrito utilizando apenas três estruturas básicas: Seqüência, Condição e Repetição. Isto significa que, na construção

Leia mais

Conceitos básicos de algoritmos

Conceitos básicos de algoritmos Conceitos básicos de algoritmos Operadores Aritméticos Unários: +, - Exemplos: +1-5.9... var a: inteiro... a

Leia mais

Então, poderia basicamente dizer que em um algoritmo a sintaxe seria a seguinte:

Então, poderia basicamente dizer que em um algoritmo a sintaxe seria a seguinte: CEPA ESTRUTURAS DE PROGRAMAÇÃO [1/10] Estrutura Condicional (SE... ENTAO e SE... ENTAO... SENAO) Se o Tabajara vencer entao ele será campeão da libertadores Então, poderia basicamente dizer que em um algoritmo

Leia mais

ESTRUTURA CONDICIONAL E SELEÇÃO

ESTRUTURA CONDICIONAL E SELEÇÃO Algoritmos e Estruturas de Dados 1 Prof. Eduardo 1 ESTRUTURA CONDICIONAL E SELEÇÃO 1 - ESTRUTURA CONDICIONAL (ESTRUTURAS DE CONTROLE OU DECISÃO) Até o momento da disciplina vimos algoritmos e programas

Leia mais

PROGRAMAÇÃO I E N T R A DA E S A Í DA D E DA D O S

PROGRAMAÇÃO I E N T R A DA E S A Í DA D E DA D O S PROGRAMAÇÃO I VA R I Á V E I S, C O N S TA N T E S, O P E R A D O R E S E N T R A DA E S A Í DA D E DA D O S Variáveis 2 Variáveis são locais onde são armazenados os valores na memória. Toda variável é

Leia mais

AULA 02. OBJETIVO: Desenvolvimento e solução de Algoritmos. LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO

AULA 02. OBJETIVO: Desenvolvimento e solução de Algoritmos. LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO AULA 02 OBJETIVO: Desenvolvimento e solução de Algoritmos. LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO A lógica é a ciência do pensamento correto. Esta declaração não implica, contudo em afirmar que ela seja a ciência da verdade.

Leia mais

Lógica de Programação: aula 2. Dariel Mazzoni Maranhão. Uninove: Universidade Nove de Julho. 22 de agosto de 2010

Lógica de Programação: aula 2. Dariel Mazzoni Maranhão. Uninove: Universidade Nove de Julho. 22 de agosto de 2010 Uninove: Universidade Nove de Julho 22 de agosto de 2010 Tipos de Dados Primitivos São informações manipuladas pelos usuários. Classificam-se em quatro tipos: Inteiro; Tipos de Dados Primitivos São informações

Leia mais

Estruturas de Repetição. João Medeiros FATERN

Estruturas de Repetição. João Medeiros FATERN Estruturas de Repetição João Medeiros FATERN 2010.2 Quais seriam os passos do algoritmo? 1. colocar café solúvel na xícara 2. colocar água quente 3. Colocar açucar na xícara 4. mexer 5. mexer 6. mexer

Leia mais

5. Expressões aritméticas

5. Expressões aritméticas 5. Expressões aritméticas 5.1. Conceito de Expressão O conceito de expressão em termos computacionais está intimamente ligado ao conceito de expressão (ou fórmula) matemática, onde um conjunto de variáveis

Leia mais

Algoritmos Estrutura Condicional

Algoritmos Estrutura Condicional Algoritmos Estrutura Condicional Aula 06 Diogo Pinheiro Fernandes Pedrosa http://www2.ufersa.edu.br/portal/professor/diogopedrosa diogopedrosa@ufersa.edu.br Universidade Federal Rural do Semiárido Bacharelado

Leia mais

Introdução a Linguagem C

Introdução a Linguagem C Introdução a Linguagem C Rafael Silva Guimarães Instituto Federal do Espírito Santo rafaelg@ifes.edu.br http://rafaelguimaraes.net 22 de Dezembro de 2014 Rafael Silva Guimarães Introdução a Linguagem C

Leia mais

Aula 5 Oficina de Programação Introdução ao C. Profa. Elaine Faria UFU

Aula 5 Oficina de Programação Introdução ao C. Profa. Elaine Faria UFU Aula 5 Oficina de Programação Introdução ao C Profa. Elaine Faria UFU - 2017 Linguagem de Programação Para que o computador consiga ler um programa e entender o que fazer, este programa deve ser escrito

Leia mais

Estrutura de um Algoritmo, Variáveis, Comandos de Entrada e Saída e Expressões Aritméticas

Estrutura de um Algoritmo, Variáveis, Comandos de Entrada e Saída e Expressões Aritméticas Estrutura de um Algoritmo, Variáveis, Comandos de Entrada e Saída e Expressões Aritméticas Estrutura de um Programa em Linguagem Algorítmica Nesse curso nós vamos utilizar a linguagem algorítmica para

Leia mais

01/08/2011. Tipos de dados Numéricos Alfanuméricos Lógicos. Numéricos. Tipos de dados. Dados Numéricos Inteiros. Dados Numéricos Reais.

01/08/2011. Tipos de dados Numéricos Alfanuméricos Lógicos. Numéricos. Tipos de dados. Dados Numéricos Inteiros. Dados Numéricos Reais. Engenharia de Controle e Automação Programação I Prof. Ricardo Sobjak ricardo.sobjak@ifsc.edu.br Tipos de dados Numéricos Alfanuméricos Lógicos Tipos de dados Os tipos de dados primitivos ou básicos são

Leia mais

Ciência da Computação. Prof. Dr. Leandro Alves Neves Prof. Dr. Adriano M. Cansian

Ciência da Computação. Prof. Dr. Leandro Alves Neves Prof. Dr. Adriano M. Cansian Algoritmos e Programação Informática II Ciência da Computação Prof. Dr. Leandro Alves Neves Prof. Dr. Adriano M. Cansian 1 Sumário Tipos de Dados Variáveis Modelo esquemático Características e Regras para

Leia mais

CURSO BÁSICO DE PROGRAMAÇÃO AULA 3. Revisão Estrutura de Decisão Se Então

CURSO BÁSICO DE PROGRAMAÇÃO AULA 3. Revisão Estrutura de Decisão Se Então CURSO BÁSICO DE PROGRAMAÇÃO AULA 3 Revisão Estrutura de Decisão Se Então Revisão da aula anterior 1. Variáveis 2. Estrutura de um Algoritmo 3. Operadores 4. Portugol Studio Variável Revisão da aula anterior

Leia mais

ET51D - INFORMÁTICA. Algoritmos - Estruturas de Decisão. Professor: Glauber G. O. Brante.

ET51D - INFORMÁTICA. Algoritmos - Estruturas de Decisão. Professor: Glauber G. O. Brante. ET51D - INFORMÁTICA Algoritmos - Estruturas de Decisão Professor: Glauber G. O. Brante gbrante@utfpr.edu.br UTFPR Universidade Tecnológica Federal do Paraná DAELT Departamento Acadêmico de Eletrotécnica

Leia mais

ALGORITMOS E TÉCNICAS DE PROGRAMAÇÃO - MEMÓRIA, VARIÁVEIS E CONSTANTES, OPERADORES. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc.

ALGORITMOS E TÉCNICAS DE PROGRAMAÇÃO - MEMÓRIA, VARIÁVEIS E CONSTANTES, OPERADORES. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. ALGORITMOS E TÉCNICAS DE PROGRAMAÇÃO - MEMÓRIA, VARIÁVEIS E CONSTANTES, OPERADORES Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza ROTEIRO Memória Variáveis e constantes Tipos primitivos de

Leia mais

Algoritmos e Programação

Algoritmos e Programação Universidade Federal do Vale do São Francisco Curso de Engenharia da Produção / Elétrica Parte 02 Prof. Jorge Cavalcanti jorge.cavalcanti@univasf.edu.br www.univasf.edu.br/~jorge.cavalcanti www.twitter.com/jorgecav

Leia mais

Definições de Algoritmos. Algoritmos e Programação I. Conceitos Básicos de Algoritmos. Relação entre Algoritmos e Programação

Definições de Algoritmos. Algoritmos e Programação I. Conceitos Básicos de Algoritmos. Relação entre Algoritmos e Programação Definições de Algoritmos Algoritmos e Programação I Aula 2 Prof a. Márcia Cristina Moraes mmoraes@inf.pucrs.br Prof a. Sílvia M.W. Moraes silvia@inf.pucrs.br Algoritmo é um conjunto finito de regras, bem

Leia mais

ALGORITMOS COM SELEÇÃO 1 - ESTRUTURA CONDICIONAL (ESTRUTURAS DE CONTROLE)

ALGORITMOS COM SELEÇÃO 1 - ESTRUTURA CONDICIONAL (ESTRUTURAS DE CONTROLE) Algoritmos e Estruturas de Dados 1 Prof. Eduardo 1 ALGORITMOS COM SELEÇÃO 1 - ESTRUTURA CONDICIONAL (ESTRUTURAS DE CONTROLE) Já vimos entrada, processamento e saída, que compõem os algoritmos puramente

Leia mais

Professora Martha Spalenza Professora de Informática da Faetec

Professora Martha Spalenza Professora de Informática da Faetec Algoritmos em Estrutura seqüencial 1. Tipos de dados São quatro os tipos básicos de dados, e podem assumir os seguintes valores válidos: - números inteiros: -,, -3, -2, -1, 0, 1, 2, 3,, + ; - números reais:

Leia mais

Variáveis, Expressões Aritméticas e Entrada e Saída de Dados

Variáveis, Expressões Aritméticas e Entrada e Saída de Dados Escola de Ciências e Tecnologia UFRN Variáveis, Expressões Aritméticas e Entrada e Saída de Dados ECT1103 INFORMÁTICA FUNDAMENTAL Manter o telefone celular sempre desligado/silencioso quando estiver em

Leia mais

Conceitos Básicos. Professor: Juliano Lucas Gonçalves.

Conceitos Básicos. Professor: Juliano Lucas Gonçalves. Conceitos Básicos Professor: Juliano Lucas Gonçalves juliano.goncalves@ifsc.edu.br Agenda Revisão Algoritmos Memória, variáveis e constantes Estrutura básica de um algoritmo em pseudocódigo 2 O que já

Leia mais

ALGORITMOS VARIÁVEIS E OPERADORES. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc.

ALGORITMOS VARIÁVEIS E OPERADORES. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. ALGORITMOS VARIÁVEIS E OPERADORES Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. frozza@ifc-camboriu.edu.br ESTRUTURA DE UM ALGORITMO VISUALG Algoritmo Exemplo var valor_a, valor_b, valor_c : inteiro soma : inteiro

Leia mais

BCC Introdu c ao ` a Programa c ao Portugol Guillermo C amara-ch avez UFOP 1/35

BCC Introdu c ao ` a Programa c ao Portugol Guillermo C amara-ch avez UFOP 1/35 BCC 201 - Introdução à Programação Portugol Guillermo Cámara-Chávez UFOP 1/35 Introdução I Lógica A lógica é usada no dia a dia das pessoas que trabalham com computação para solucionar problemas de forma

Leia mais

ALGORITMOS COM SELEÇÃO 1 - ESTRUTURA CONDICIONAL (ESTRUTURAS DE CONTROLE)

ALGORITMOS COM SELEÇÃO 1 - ESTRUTURA CONDICIONAL (ESTRUTURAS DE CONTROLE) Algoritmos e Estruturas de Dados 1 Prof. Eduardo 1 ALGORITMOS COM SELEÇÃO 1 - ESTRUTURA CONDICIONAL (ESTRUTURAS DE CONTROLE) Até o momento da disciplina vimos comandos de entrada, processamento e saída

Leia mais

Introdução a Programação

Introdução a Programação Introdução a Programação Prof. André Gustavo Duarte de Almeida andre.almeida@ifrn.edu.br docente.ifrn.edu.br/andrealmeida Aula 02 Primeiro Programa Roteiro Primeiros Passos Variáveis Expressões Comandos

Leia mais

Introdução a Programação de Jogos

Introdução a Programação de Jogos Introdução a Programação de Jogos Aula 03 Introdução a Linguagem C Edirlei Soares de Lima Estrutura de um Programa C Inclusão de bibliotecas auxiliares: #include Definição

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA E MATEMÁTICA APLICADA. DIM0320 Algoritmos e Programação de Computadores

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA E MATEMÁTICA APLICADA. DIM0320 Algoritmos e Programação de Computadores UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA E MATEMÁTICA APLICADA DIM0320 Algoritmos e Programação de Computadores #VARIÁVEIS #TIPOS DE DADOS E L I EZ I O S O A R ES E L I EZ

Leia mais

Bacharelado em Ciência e Tecnologia Processamento da Informação. Equivalência Portugol Java. Linguagem Java

Bacharelado em Ciência e Tecnologia Processamento da Informação. Equivalência Portugol Java. Linguagem Java Linguagem Java Objetivos Compreender como desenvolver algoritmos básicos em JAVA Aprender como escrever programas na Linguagem JAVA baseando-se na Linguagem Portugol aprender as sintaxes equivalentes entre

Leia mais

ALGORITMOS AULA 1. Profª Amanda Gondim

ALGORITMOS AULA 1. Profª Amanda Gondim ALGORITMOS AULA 1 Profª Amanda Gondim O que é lógica? NOÇÕES DE LÓGICA A lógica trata da correção do pensamento Ensina-nos a usar corretamente as leis do pensamento É a arte de pensar corretamente A forma

Leia mais

Disciplina: Algoritmos e Programação Professor: Paulo César Fernandes de Oliveira, BSc, PhD

Disciplina: Algoritmos e Programação Professor: Paulo César Fernandes de Oliveira, BSc, PhD 1. Atribua valores para as variáveis usadas e determine o resultado da execução dos algoritmos abaixo: algoritmo Intervalo de Numeros var numero : inteiro inicio escreva ( Digite um numero: ) leia (numero)

Leia mais

Fundamentos de Programação 1

Fundamentos de Programação 1 Fundamentos de Programação 1 Slides 5 Prof. SIMÃO Jean Marcelo SIMÃO Exemplo de Algoritmo 1 algoritmo "Soma Dois Números v1" var prim_num, seg_num, soma : inteiro // Parte Principal inicio prim_num

Leia mais

Lógica de Programação I. Gilson de Souza Carvalho

Lógica de Programação I. Gilson de Souza Carvalho Gilson de Souza Carvalho gaucho.gilson@hotmail.com 1. Estruturas básicas Apresentaremos um resumo com os comandos estudados para criação de algoritmos. Para utilizar estes comandos, usaremos uma sintaxe

Leia mais

Prof. Esp. Fabiano Taguchi PHP. Como surgiu o PHP? PHP

Prof. Esp. Fabiano Taguchi  PHP. Como surgiu o PHP? PHP Prof. Esp. Fabiano Taguchi fabianotaguchi@gmail.com http://fabianotaguchi.wordpress.com PHP Como surgiu o PHP? PHP 1 PHP 1994 Rasmus Lerdorf resolveu criar um gerenciador de visitas para sites, a ferramenta

Leia mais

Variável. Expressões. Atribuição. Tipos básicos Declaração. Aritméticas Lógicas. Professor Leandro Augusto Frata Fernandes

Variável. Expressões. Atribuição. Tipos básicos Declaração. Aritméticas Lógicas. Professor Leandro Augusto Frata Fernandes Programação de Computadores III Aula 3 Professor Leandro Augusto Frata Fernandes laffernandes@ic.uff.br Material disponível em http://www.ic.uff.br/~laffernandes/teaching/2011.1/tcc-03.063 Roteiro da Aula

Leia mais

Lógica para programação II Seção 1 - Histórico e Introdução Primeiros Programas

Lógica para programação II Seção 1 - Histórico e Introdução Primeiros Programas Lógica para programação II Seção 1 - Histórico e Introdução Primeiros Programas Prof. Me. Hélio Esperidião Ferreira Objetivos: (Entender os principais conceitos atuais e históricos sobre o desenvolvimento

Leia mais

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARA ENGENHARIA INTRODUÇÃO À LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARTE II. Prof. Dr. Daniel Caetano

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARA ENGENHARIA INTRODUÇÃO À LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARTE II. Prof. Dr. Daniel Caetano LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARA ENGENHARIA INTRODUÇÃO À LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO PARTE II Prof. Dr. Daniel Caetano 2012-1 Material de Estudo Material Notas de Aula Apresentação Material Didático Acesso ao Material

Leia mais

Português Estruturado (VISUALG) Repetição

Português Estruturado (VISUALG) Repetição Português Estruturado (VISUALG) Repetição Algoritmo para somar 2 números algoritmo "Soma" var a, b, c: inteiro inicio leia(a, b) c

Leia mais

Resolução De Problemas Em Informática. Docente: Ana Paula Afonso Resolução de Problemas. 1. Analisar o problema

Resolução De Problemas Em Informática. Docente: Ana Paula Afonso Resolução de Problemas. 1. Analisar o problema ALGORITMIA Resolução De Problemas Em Informática Docente: Ana Paula Afonso 2000-2001 Resolução de Problemas 1. Analisar o problema Conhecer o bem o problema Descrever o problema: subdividir, detalhar 2.

Leia mais

Variáveis, Tipos de Dados e Operadores

Variáveis, Tipos de Dados e Operadores ! Variáveis, Tipos de Dados e Operadores Engenharias Informática Aplicada 2.o sem/2013 Profa Suely (e-mail: smaoki@yahoo.com) VARIÁVEL VARIÁVEL É um local lógico, ligado a um endereço físico da memória

Leia mais

Ambiente de desenvolvimento

Ambiente de desenvolvimento Linguagem C Ambiente de desenvolvimento Um programa em C passa por seis fases até a execução: 1) Edição 2) Pré-processamento 3) Compilação 4) Linking 5) Carregamento 6) Execução Etapa 1: Criação do programa

Leia mais

ALGORITMO. Professor: RODRIGO GOBBI TIPOS DE DADOS E INSTRUÇÕES PRIMITIVAS

ALGORITMO. Professor: RODRIGO GOBBI TIPOS DE DADOS E INSTRUÇÕES PRIMITIVAS ALGORITMO Professor: RODRIGO GOBBI As instruções são os comandos que identificarão a máquina qual deverá ser a ação executada; Os dados são números, medidas, valores relacionados ao problema em que se

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE CAMPI JOÃO CÂMARA COMANDOS DE DESVIO

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE CAMPI JOÃO CÂMARA COMANDOS DE DESVIO 1 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE CAMPI JOÃO CÂMARA COMANDOS DE DESVIO Nickerson Fonseca Ferreira nickerson.ferreira@ifrn.edu.br Expressões lógicas 2 Antes de

Leia mais

Algoritmos I Aula 8 Estrutura de controle: seleção

Algoritmos I Aula 8 Estrutura de controle: seleção Algoritmos I Aula 8 Estrutura de controle: seleção Professor: Max Pereira http://paginas.unisul.br/max.pereira Ciência da Computação Operadores Lógicos Os operadores lógicos retornam verdadeiro (V) ou

Leia mais

Algoritmos e Programação

Algoritmos e Programação Universidade Federal do Pampa Campus-Bagé Algoritmos e Programação Aula 2 - Elementos fundamentais de Algoritmos, Conceitos de Varíaveis Prof. Julio Saraçol juliodomingues@unipampa.edu.br Slide1 Aula de

Leia mais

Introdução à Lógica de Programação Utilizando Perl. Thiago Yukio Kikuchi Oliveira

Introdução à Lógica de Programação Utilizando Perl. Thiago Yukio Kikuchi Oliveira Introdução à Lógica de Programação Utilizando Perl Thiago Yukio Kikuchi Oliveira stratus@lgmb.fmrp.usp.br Lógica de Programação A lógica de programação é necessária para pessoas que desejam trabalhar com

Leia mais

Algoritmos e Programação

Algoritmos e Programação Universidade Federal do Vale do São Francisco Curso de Engenharia da Produção / Elétrica Exercícios Unidade 01 Prof. Jorge Cavalcanti jorge.cavalcanti@univasf.edu.br www.univasf.edu.br/~jorge.cavalcanti

Leia mais

Linguagem C: Introdução

Linguagem C: Introdução Linguagem C: Introdução Linguagem C É uma Linguagem de programação genérica que é utilizada para a criação de programas diversos como: Processadores de texto Planilhas eletrônicas Sistemas operacionais

Leia mais

CURSO BÁSICO DE PROGRAMAÇÃO AULA 2. Revisão Variáveis Estrutura de um algoritmo Estruturação de operações Ferramenta Portugol Studio

CURSO BÁSICO DE PROGRAMAÇÃO AULA 2. Revisão Variáveis Estrutura de um algoritmo Estruturação de operações Ferramenta Portugol Studio CURSO BÁSICO DE PROGRAMAÇÃO AULA 2 Revisão Variáveis Estrutura de um algoritmo Estruturação de operações Ferramenta Portugol Studio Revisão da aula anterior 1. Hardware e Software Básico/Aplicativo. 2.

Leia mais