MARCEL SANTOS SILVA ESPECIALISTA EM GEOPROCESSAMENTO. Novembro/2013

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MARCEL SANTOS SILVA ESPECIALISTA EM GEOPROCESSAMENTO. Novembro/2013"

Transcrição

1 MARCEL SANTOS SILVA ESPECIALISTA EM GEOPROCESSAMENTO Novembro/2013

2 CURRÍCULO Bacharel em Análise de Sistemas UNILINS. Especialista em Geoprocessamento UFSCar. Mestre em Ciência da Informação UNESP (Marília). Doutorando em Engenharia Elétrica e de Computação UNICAMP.

3 CURRÍCULO Bolsista FAPESP por meio do projeto GUTO/UNESP, atuando no desenvolvimento de análises espaciais da criminalidade em Marília (2003). Coordenador do Departamento de Geotecnologia em uma empresa de Geomarketing (2005). Analista de sistemas do CPqD, atuando no desenvolvimento de aplicações de geoprocessamento nas áreas de Educação, Telecomunicações, Energia, Petróleo e Gás (2007). Diretor de TI da Prefeitura de Vinhedo, coordenando a implantação do Cadastro Técnico Municipal (2010).

4 PAUTA O que são Geotecnologias? O que é Geoprocessamento? O que é Georreferenciamento? Análise Espacial. Sistemas de Informação Geográfica. Áreas de Aplicação. Softwares mais utilizados. Exemplos práticos. Referências.

5 PAUTA O que são Geotecnologias? O que é Geoprocessamento? O que é Georreferenciamento? Análise Espacial. Sistemas de Informação Geográfica. Áreas de Aplicação. Softwares mais utilizados. Exemplos práticos. Referências.

6 Conceito Não podemos confundir: Geotecnologia com Geoprocessamento; Geoprocessamento com SIG; Geoprocessamento com Georreferenciamento; SIG com CAD; SIG com Software de SIG;

7 Geotecnologias Geotecnologias consistem no relacionamento de tecnologias com as etapas do geoprocessamento. Geoprocessamento pode ser entendido como um conjunto de tecnologias que tem como objetivo coletar e tratar informações espaciais para um fim específico.

8 Geoprocessamento Cada aplicação de geoprocessamento é executada por um sistema específico, que recebe o nome de Sistema de Informações Geográficas (SIG). Sempre que houver agregação de um componente espacial em um dado, há possibilidade de se utilizar técnicas de geoprocessamento.

9 Geoprocessamento Lazzarotto (2003) apresenta as seguintes etapas: - Coleta de informação espacial; - Armazenamento de informação espacial; - Tratamento e análise de informação espacial; - Uso integrado de informação espacial.

10 Fonte: Lazzarotto (2003)

11 Geoprocessamento Coleta de informação espacial: Cartografia; Topografia; Sensoriamento Remoto; Fotogrametria (Aero); GPS; Dados Alfanuméricos.

12 Geoprocessamento Armazenamento de informação espacial: Banco de dados (Geográficos/Espaciais). Mais utilizados: Oracle Spatial; PostGIS; MySQL Spatial.

13 Geoprocessamento Tratamento e análise de informação espacial: Modelagem de Dados; Geoestatística; Análise de Redes; Análise Topológica; Reclassificação.

14 Geoprocessamento Uso integrado de informação espacial: GIS /SIG; LIS ( informação sobre o terreno); AM/FM ( manejo de facilidades e cartografia automática); CADD; WebGIS.

15 PAUTA O que são Geotecnologias? O que é Geoprocessamento? O que é Georreferenciamento? Análise Espacial. Sistemas de Informação Geográfica. Áreas de Aplicação. Softwares mais utilizados. Exemplos práticos. Referências.

16 Georreferenciamento Referenciamento espacial no terreno de uma entidade geográfica por meio de sua localização utiliza um sistema de coordenadas conhecido. Coordenadas grandezas lineares ou angulares que indicam a posição ocupada por um ponto numa estrutura ou sistema de referência.

17 PAUTA O que são Geotecnologias? O que é Geoprocessamento? O que é Georreferenciamento? Análise Espacial. Sistemas de Informação Geográfica. Áreas de Aplicação. Softwares mais utilizados. Exemplos práticos. Referências.

18 Análise Espacial Análise espacial é a compreensão da distribuição dos dados originados de fenômenos ocorridos no espaço. O objetivo central é incorporar o espaço à análise que se deseja realizar.

19 Análise Espacial Exemplo Pioneiro Londres, Inglaterra, em 1854, o médico John Snow, de forma intuitiva realizou a verdadeira análise espacial que se tem registro. A cidade estava sofrendo com uma epidemia de cólera.

20 Análise Espacial John Snow indicou em um mapa da cidade a localização dos casos de óbito por cólera e os poços de água que abasteciam a cidade. A partir da espacialização das informações, percebeu-se que a maioria dos casos de morte registradas, situavam-se em torno de determinado poço localizado na Broad Street, o qual foi interditado.

21 Análise Espacial Distribuição dos casos de cólera em Londres (1854) Poços Contaminados Poço interditado

22 Análise Espacial A Geotecnologia mais conhecida é o SIG (Sistema de Informações Geográficas). O SIG tem a capacidade de desenvolver análise espacial com base nos dados que alimentam um determinado sistema.

23 Análise Espacial O que distingue um SIG de outros tipos de sistemas de informação são as funções que realizam análises espaciais. Tais funções utilizam os atributos espaciais e não espaciais da base de dados e buscam fazer simulações (modelos) sobre os fenômenos do mundo real, seus aspectos ou parâmetros.

24 Análise Espacial Localização: Onde está...? o (objeto, fenômeno, evento, etc) Quais as áreas cuja temperatura média excedeu 36ºC? Condição: O que está...? em (estudo, jogo, análise, etc) Qual a população atingida pela enchente? Tendência: O que mudou...? desde (1990, o último evento) Estas terras eram produtivas há cinco anos atrás?

25 Análise Espacial Roteamento: Qual o melhor caminho...? para (a universidade, o hospital, o hotel, etc) Qual o melhor caminho para o trabalho? Padrões: Qual o padrão...? em (estudo, jogo, análise, etc) Qual a distribuição dos casos de dengue na Paraíba? Modelos: O que acontece se...? O que acontecerá se não chover nos próximos dias?

26 PAUTA O que são Geotecnologias? O que é Geoprocessamento? O que é Georreferenciamento? Análise Espacial. Sistemas de Informação Geográfica. Áreas de Aplicação. Softwares mais utilizados. Exemplos práticos. Referências.

27 Sistema de Informação Geográfica O termo sistemas de informação geográfica (SIG) é aplicado para sistemas que realizam o tratamento computacional de dados geográficos. A principal diferença de um SIG para um sistema de informação convencional é sua capacidade de armazenar tanto os atributos descritivos como as geometrias dos diferentes tipos de dados geográficos. (CÂMARA, 2005)

28 Sistema de Informação Geográfica Fonte: Adaptado de Lazzarotto (2003)

29 SIG - Hardware Conjunto de equipamentos necessários para que o software possa desempenhar as funções descritas; A comunicação entre computadores também pode ser citada, sendo realizada por meio de um ambiente de rede.

30 SIG - Software Softwares destinados ao processamento de dados referenciados espacialmente e empregados na manipulação de dados de diversas fontes, possibilitando a recuperação e o cruzamento de informações bem como a realização dos mais diversos tipos de análise espacial; Softwares que permitem a integração entre bancos de dados alfanuméricos (tabelas) e gráficos (mapas) para o processamento, análise e saída de dados georreferenciados.

31 SIG - Dados São o material bruto que alimenta o sistema, permitindo gerar INFORMAÇÃO, que nada mais é do que o significado que é atribuído aos dados, do ponto de vista de um determinado usuário; O que tem revolucionado os processos tradicionais de utilização da informação é a maneira como ela pode ser rapidamente processada e utilizada para diferentes objetivos (exemplos: georreferenciada, espacializada, etc); Exemplos de dados em Geoprocessamento: Mapas, tabelas, imagens, cadastros, relatórios, textos, etc; Podem estar em meio analógico ou digital ou podem ser empíricos(consultas a especialistas, ponderações).

32 SIG Recursos Humanos O SIG por si só não garante a eficiência nem a eficácia de sua aplicação; Como em qualquer organização, ferramentas novas só se tornam eficientes quando se consegue integrá-las adequadamente a todo o processo de trabalho; Não basta apenas investimento em hardware e software, mas o treinamento de pessoal, usuários e dirigentes para maximizar o potencial de uso de uma nova tecnologia.

33 SIG - Metodologias Diretamente ligadas ao conhecimento e à experiência do profissional que, a partir de um objetivo definido submete seus dados a um tratamento específico, para obter os resultados desejados; A qualidade dos resultados de um SIG não está ligada somente a sua sofisticação e capacidade de processamento mas é proporcional à experiência do usuário.

34 1ª Geração SIG: CAD Cartográfico Tecnologia Sistemas orientados a projetos; Ênfase em entrada e geração de mapas. Utilização Mapeamento básico e temático; Entrada de dados sem ligação com banco de dados; Inacessibilidade dos dados.

35 2 a geração de SIG: BD geográfico Tecnologia Integração com SGDB relacionais; Linguagem de consulta: SQL + extensões; Controle de transações. Utilização Impõe reorganização institucional; SIG faz gerência de informações; Banco de Dados Corporativo integrado ao SIG.

36 3 a geração de SIG: BD espacial Desafios do Geoprocessamento Integração de informação; Enormes bases de dados espaciais. Iniciativas de pesquisa EOS (Earth Observation System); Digital library technology (NASA); GEOTEC (CNPq) INPE, UNICAMP, IBM, UFPe, PUC/RJ, UFRJ, UFG, PETROBRÁS, EMBRAPA, TELEBRÁS.

37 Evolução da geotecnologia 1 a geração de SIG (~ ) Ambientes centralizados (UNIX): grande número de funções, complexidade e falta de suporte; Ambientes PC (DOS): facilidade de uso, capacidade limitada. 2 a geração de SIG (~ ) Ambientes distribuídos (Windows): interfaces amigáveis, funções simplificadas. 3 a geração de SIG (~2000) Uso da internet (Nuvem).

38 Representação dos dados

39 PAUTA O que são Geotecnologias? O que é Geoprocessamento? O que é Georreferenciamento? Análise Espacial. Sistemas de Informação Geográfica. Áreas de Aplicação. Softwares mais utilizados. Exemplos práticos. Referências.

40 Áreas de aplicação Gestão Pública: Planejamento Urbano; Saúde Pública; Cadastro Urbano; Meio Ambiente; Educação; Transportes Público; Serviços ao Cidadão.

41 Áreas de aplicação Infraestrutura; Transportes; Agricultura; Segurança; Marketing.

42 Gestão Pública Planejamento Urbano: Planejamento de uso e ocupação de solo; Gestão de Zoneamento; Gerenciamento de rede de transportes; Suporte ao Plano Diretor; Identificação de tendências de expansão urbana; Classificação de áreas intraurbanas, segundo densidade e tipo de edificação; Identificação de ocupações clandestinas.

43 Gestão Pública Saúde Pública Acompanhamento de focos epidemiológicos em hospitais, postos de saúde ou regiões específicas; Mapeamento, monitoramento e controle de doenças infecciosas como: DST, AIDS, Dengue, Gripe H1N1, outras; Unidades de Saúde x População atendida; Controle e monitoramento de ambulâncias.

44 Gestão Pública Cadastro Urbano Cadastro imobiliário (IPTU), base de ruas. Disposição e alocação de equipamentos públicos: Escolas; Postos de saúde; Praças, parques; Terminais de ônibus. Apoio ao planejamento e gerenciamento de obras públicas, e sistema de transporte público (pontos de taxi/ônibus, sinalização).

45 Gestão Pública Meio Ambiente Identificação de áreas favoráveis a deslizamentos; Caracterização da topografia; Monitoramento e modificação de canais; Gerenciamento de áreas de proteção; Controle da hidrografia; Monitoramento de Ecossistemas; Monitoramento de Espécies; Gestão de Recursos Naturais; Diagnóstico de Impactos Ambientais; Planejamento, gestão e monitoramento do ecoturismo; Planejamento, gestão e monitoramento da Urbanização em áreas especiais.

46 Gestão Pública Educação Gestão de atendimentos as vagas escolares; Gerenciamento no transporte de alunos; Planejamento na construção e ampliação de novas unidades escolares; Gestão escolar espacializada: frequência, evasão escolar etc.

47 Gestão Pública Serviços ao Cidadão: Localização de serviços públicos e pontos turísticos; Consulta e inserção de novas licenças de construção; Cadastro escolar e localização de escolas.

48 Gestão Pública Infraestrutura Planejamento e gerenciamento de redes de distribuição: Água e Esgoto; Energia; Telecomunicações. Manutenção da rede (localização de interferências, vazamentos);

49 Gestão Pública Transportes Roteirização de transporte público; Planejamento, elaboração e análise de rotas urbanas e rodoviárias; Gestão de infraestrutura, logística e administração de frotas; Apoio ao projeto, construção e monitoramento de pavimentos; Análise de volume de tráfego.

50 Gestão Pública Agricultura Planejamento e Uso do Solo; Previsão de Safras; Agricultura de precisão: Informações sobre produtividade; Atributos físicos e químicos do solo; Condições da cultura e do terreno; Localização. Mapeamento de banco de sementes de plantas daninhas, adubação, flora emergente, detecção de Pragas; Otimização dos bens de produção: máxima produção com mínimo degradação ambiental.

51 Gestão Pública Segurança Pública Identificação de focos de criminalidade; Controle de ocorrências; Identificação de favelas e invasões clandestinas; Gerenciamento de incêndios; Localização de endereços; Patrulhamento planejado; Definição de rotas e despacho; Monitoramento de viaturas; Estudos estatísticos de criminalidade.

52 Gestão Pública Marketing (Geomarketing) É uma técnica de estudo de mercado que utiliza informações associadas a mapas digitais. Principalmente usado: Identificar um bom local de abertura de um novo negócio ou ponto de venda; Analisar a distribuição espacial de clientes e representantes de venda; Estudar participação e potencial de mercado.

53 PAUTA O que são Geotecnologias? O que é Geoprocessamento? O que é Georreferenciamento? Análise Espacial. Sistemas de Informação Geográfica. Áreas de Aplicação. Softwares mais utilizados. Exemplos práticos Referências

54 Softwares mais utilizados Softwares desktop gratuitos

55 Softwares mais utilizados Softwares desktop proprietários

56 Softwares mais utilizados Softwares web gratuitos

57 PAUTA O que são Geotecnologias? O que é Geoprocessamento? O que é Georreferenciamento? Análise Espacial. Sistemas de Informação Geográfica. Áreas de Aplicação. Softwares mais utilizados. Exemplos práticos. Referências.

58 Exemplos práticos Gestão Pública Vinhedo/SP: É possível a consulta de uso e ocupação de solo, antes da abertura de uma empresa. Campinas/SP: Consultar itinerários, linhas, horários do transporte coletivo. Vinhedo/SP Campinas/SP

59 Exemplos práticos - Educação Campinas/SP: disponibiliza consulta às Escolas, com informações detalhadas.

60 Exemplos práticos - Educação Vinhedo/SP: disponibiliza consulta a vida escolar, turma geocodificada, análises comparativas.

61 Exemplos práticos - Saúde Vinhedo/SP: Controle de Zoonose é gerido pelo SIG. Os agentes realização visitas, de acordo com roteiro diário já estabelecido, alimentando as informações por meio de tablets.

62 Projeto SAUDAVEL O projeto SAUDAVEL (Sistema de Apoio Unificado para Detecção e Acompanhamento emvigilância EpidemioLógica) propõe os uso das Tecnologias da Informação Espacial no apoio ao Controle de Endemias: Dos "Lugares das Doenças" às "Doenças do Lugar". O objetivo principal: Encontrar as respostas e produzir os instrumentos de TI Espacial, métodos, algoritmos e produtos de software, para dotar os sistemas de vigilância epidemiológica e de controle de endemias, de capacidade de antecipação, a partir da possibilidade de tratar grandes bases de dados espaço-temporais, com dados dos SIS (Sistema de Informação em Saúde) e com dados caracterizadores da população e de seu lugar.

63 Projeto SAUDAVEL

64 Exemplos práticos - Geomarketing Espacialização de área de influência por supermercado; Distribuição dos clientes; Distribuição por classe social; Consolidação informações estatísticas.

65 Exemplos práticos - Geomarketing Mercado Imobiliário pesquisa origem-destino; Montadora de Veículos Redistribuição de concessionárias; Ações promocionais para determinado público: sabonete, sabão em pó (Baby), desodorante;

66 Case Vinhedo

67 INDE A Infraestrutura Nacional de Dados Espaciais INDE foi instituída pelo Decreto Nº de 27/11/2008. Catalogar, integrar e harmonizar dados geoespaciais existentes nas instituições do governo brasileiro, produtoras e mantenedoras desse tipo de dado; Ser facilmente localizados, explorados e acessados para os mais diversos usos, por qualquer cliente que tenha acesso à Internet. Os dados geoespaciais serão catalogados por meio dos seus respectivos metadados, publicados pelos produtores/mantenedores desses dados. Institucional

68 INDE Em 09 de agosto de 2013 entrou em operação o Nó do Ministério da Saúde (MS) na INDE. Informações já publicadas: Percentual de óbitos infantis investigados; Percentual de óbitos de mulheres em idade fértil; Cobertura da atenção básica; Índice parasitário anual de Malária; Entre outros. Taxa de incidência de Tuberculose (taxa por hab.)

69 PAUTA O que são Geotecnologias? O que é Geoprocessamento? O que é Georreferenciamento? Análise Espacial. Sistemas de Informação Geográfica. Áreas de Aplicação. Softwares mais utilizados. Exemplos práticos. Referências.

70 Recomendações

71 Dúvidas???

72 MARCEL SANTOS SILVA

73 Referências LAZZAROTTO, D. R. O que são geotecnologias Disponível em: <http://www.fatorgis.com.br/>. Acesso em: 22 set mtc-m18.sid.inpe.br/col/dpi.inpe.br/vagner/1999/.../geo_consulta.ppt https://scpa.googlecode.com/files/gis.ppt

74 Imagens utilizadas

INTRODUÇÃO AO GEOPROCESSAMENTO GEOPROCESSAMENTO. Introdução ao Geoprocessamento. Conceitos básicos 18/06/2015. Conceitos básicos

INTRODUÇÃO AO GEOPROCESSAMENTO GEOPROCESSAMENTO. Introdução ao Geoprocessamento. Conceitos básicos 18/06/2015. Conceitos básicos GEOPROCESSAMENTO INTRODUÇÃO AO GEOPROCESSAMENTO Prof. Esp. André Aparecido da Silva Introdução ao Geoprocessamento Conceitos básicos Conceitos básicos Componentes de um SIG Entrada de Dados em Geoprocessamento

Leia mais

INTRODUÇÃO AO GEOPROCESSAMENTO. Profª Iana Alexandra Alves Rufino [iana_alex@uol.com.br]

INTRODUÇÃO AO GEOPROCESSAMENTO. Profª Iana Alexandra Alves Rufino [iana_alex@uol.com.br] INTRODUÇÃO AO GEOPROCESSAMENTO Profª Iana Alexandra Alves Rufino [iana_alex@uol.com.br] Introdução ao Geoprocessamento Conceitos básicos Componentes de um SIG Exemplos de aplicações Conceitos Geoprocessamento

Leia mais

GEOPROCESSAMENTO O que ele pode fazer por Você? Anderson Maciel Lima de Medeiros Tecnólogo em Geoprocessamento 2010

GEOPROCESSAMENTO O que ele pode fazer por Você? Anderson Maciel Lima de Medeiros Tecnólogo em Geoprocessamento 2010 GEOPROCESSAMENTO O que ele pode fazer por Você? Anderson Maciel Lima de Medeiros Tecnólogo em Geoprocessamento 2010 Sumário Geoprocessamento O que é? Geotecnologias Análise Espacial Geoprocessamento e

Leia mais

GERAÇÃO DE MAPAS DIGITAIS E MODELOS TRIDIMENSIONAIS DE SUPERFÍCIES. Manoel Silva Neto Engenheiro Cartógrafo

GERAÇÃO DE MAPAS DIGITAIS E MODELOS TRIDIMENSIONAIS DE SUPERFÍCIES. Manoel Silva Neto Engenheiro Cartógrafo GERAÇÃO DE MAPAS DIGITAIS E MODELOS TRIDIMENSIONAIS DE SUPERFÍCIES Manoel Silva Neto Engenheiro Cartógrafo Com um novo conceito enraizado na inovação, a Droneng busca integrar a multidisciplinaridade no

Leia mais

GERAÇÃO DE MAPAS DIGITAIS E MODELOS TRIDIMENSIONAIS DE SUPERFÍCIES. Manoel Silva Neto Engenheiro Cartógrafo

GERAÇÃO DE MAPAS DIGITAIS E MODELOS TRIDIMENSIONAIS DE SUPERFÍCIES. Manoel Silva Neto Engenheiro Cartógrafo GERAÇÃO DE MAPAS DIGITAIS E MODELOS TRIDIMENSIONAIS DE SUPERFÍCIES Manoel Silva Neto Engenheiro Cartógrafo Com um novo conceito enraizado na inovação, a Droneng busca integrar a multidisciplinaridade no

Leia mais

Gabriel Carvalho Business Developer

Gabriel Carvalho Business Developer Gabriel Carvalho Business Developer ESTRUTURA DA CORPORAÇÃO Geosystems Metrology Captura, referência, analise, processo e armazenamento de valiosa informação geográfica, permitindo, em muitos casos, os

Leia mais

Universidade Federal do Ma Pós-Graduação em Eng. Elétrica

Universidade Federal do Ma Pós-Graduação em Eng. Elétrica Universidade Federal do Ma Pós-Graduação em Eng. Elétrica Computação Gráfica II Sistemas de Informação Geográfica Prof. Anselmo C. de Paiva Depto de Informática Introdução aos Sistemas de Informação Geografica

Leia mais

GEONFORMAÇÃO PARA NÃO ESPECIALISTAS

GEONFORMAÇÃO PARA NÃO ESPECIALISTAS GEONFORMAÇÃO PARA NÃO ESPECIALISTAS - Produtos Cartográficos - Geoprocessamento - Sistemas de Informações Geográficas (GIS) - Serviços de Mapas - Demo de um GIS aplicado na PMSP CARTOGRAFIA (conceitos)

Leia mais

GEOPROCESSAMENTO. Herondino Filho

GEOPROCESSAMENTO. Herondino Filho GEOPROCESSAMENTO Herondino Filho Sumário 1. Introdução 1.1 Orientações Avaliação Referência 1.2 Dados Espaciais 1.2.1 Exemplo de Dados Espaciais 1.2.2 Aplicações sobre os Dados Espaciais 1.3 Categoria

Leia mais

Tecnologias Digitais de Geoprocessamento

Tecnologias Digitais de Geoprocessamento Gilberto Pessanha Ribeiro Engenheiro Cartógrafo - UERJ Mestre em Ciências Geodésicas - UFPR Doutor em Geografia UFF Especialista em Geologia do Quaternário Museu Nacional/UFRJ gilberto@eng.uerj.br gilberto@globalgeo.com.br

Leia mais

Conceitos Básicos. Geoprocessamento: Uma Ferramenta Para o Desenvolvimento Regional Sustentável. Conceitos Básicos.

Conceitos Básicos. Geoprocessamento: Uma Ferramenta Para o Desenvolvimento Regional Sustentável. Conceitos Básicos. Geoprocessamento: Uma Ferramenta Para o Desenvolvimento Regional Sustentável Sistema de Informação Dados Armazenados Questão Informação Laboratório de Geoprocessamento (LAGEO) Programa de Mestrado em Ciências

Leia mais

SIG APLICADO AO MEIO AMBIENTE

SIG APLICADO AO MEIO AMBIENTE SIG APLICADO AO MEIO AMBIENTE Prof. Luciene Delazari Grupo de Pesquisa em Cartografia e SIG da UFPR SIG Aplicado ao Meio Ambiente - 2011 GA020- SIG APLICADO AO MEIO AMBIENTE Prof. Luciene S. Delazari -

Leia mais

ESTUDO COMPARATIVO DE SOFWARES GRATUITOS DE GEOPROCESSAMENTO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS DE ENGENHARIA

ESTUDO COMPARATIVO DE SOFWARES GRATUITOS DE GEOPROCESSAMENTO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS DE ENGENHARIA ESTUDO COMPARATIVO DE SOFWARES GRATUITOS DE GEOPROCESSAMENTO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS DE ENGENHARIA 1. Introdução Nos últimos anos, a área de geotecnologias ganhou maior visibilidade através da popularização

Leia mais

Sistemas de Informação Geográfica Prof. Tiago Eugenio de Melo, MSc.

Sistemas de Informação Geográfica Prof. Tiago Eugenio de Melo, MSc. Sistemas de Informação Geográfica Prof. Tiago Eugenio de Melo, MSc. SUMÁRIO Apresentação da ementa Introdução Conceitos Básicos de Geoinformação Arquitetura de SIGs Referências Bibliográficas APRESENTAÇÃO

Leia mais

Introdução ao SIG. Objetivos Específicos 18/11/2010. Competência: Apresentar: Utilidade de um SIG

Introdução ao SIG. Objetivos Específicos 18/11/2010. Competência: Apresentar: Utilidade de um SIG MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE - MMA INSTITUTO CHICO MENDES DE CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE - ICMBio DIRETORIA DE PLANEJAMENTO, ADMINISTRAÇÃO E LOGÍSTICA - DIPLAN COORDENAÇÃO GERAL DE GESTÃO DE PESSOAS -

Leia mais

Relações mais harmoniosas de convívio com a natureza; O mundo como um modelo real que necessita de abstrações para sua descrição; Reconhecimento de

Relações mais harmoniosas de convívio com a natureza; O mundo como um modelo real que necessita de abstrações para sua descrição; Reconhecimento de Relações mais harmoniosas de convívio com a natureza; O mundo como um modelo real que necessita de abstrações para sua descrição; Reconhecimento de padrões espaciais; Controle e ordenação do espaço. Técnicas

Leia mais

SIG - Sistemas de Informação Geográfica

SIG - Sistemas de Informação Geográfica SIG - Sistemas de Informação Geográfica Gestão da Informação Para gestão das informações relativas ao desenvolvimento e implantação dos Planos Municipais de Conservação e Recuperação da Mata Atlântica

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA (I)

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA (I) UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA SUPERIOR DE AGRICULTURA LUIZ DE QUEIROZ DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE BIOSSISTEMAS DISCIPLINA: LEB450 TOPOGRAFIA E GEOPROCESSAMENTO II PROF. DR. CARLOS ALBERTO VETTORAZZI

Leia mais

Introdução ao Geoprocessamento

Introdução ao Geoprocessamento Sistema de Informação Geográfica SIG Introdução ao Geoprocessamento Professor: Daniel Luis Nithack e Silva O processo de urbanização marcha em um ritmo mais acelerado do que as possibilidades de planejar

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA - UFBA

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA - UFBA UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA - UFBA Instituto de Ciências Ambientais e Desenvolvimento Sustentável Prof. Pablo Santos 4 a Aula SISTEMA DE INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA - SIG Introdução Definições Necessárias

Leia mais

Diferenças entre Sistemas Gerenciadores de Banco de Dados para GIS - SGBDs

Diferenças entre Sistemas Gerenciadores de Banco de Dados para GIS - SGBDs Diferenças entre Sistemas Gerenciadores de Banco de Dados para GIS - SGBDs O objetivo deste documento é fazer uma revisão bibliográfica para elucidar as principais diferenças entre os SGBDs, apontando

Leia mais

SIGs. Gerais e específicos

SIGs. Gerais e específicos SIGs Gerais e específicos Gerais ArcView É o SIG mais popular do mundo É possível: Usar a informação geográfica para apoiar na tomada de decisão; Visualizar e analisar dados espaciais; Criar e manter conjuntos

Leia mais

Site da disciplina: Site do Laboratório de Geotecnologias Aplicadas: https://moodleinstitucional.ufrgs.br. http://www.ufrgs.

Site da disciplina: Site do Laboratório de Geotecnologias Aplicadas: https://moodleinstitucional.ufrgs.br. http://www.ufrgs. Universidade Federal do Rio Grande do Sul Instituto de Geociências Departamento de Geografia Sistemas de Informações Geográficas I GEO 01007 Professora: Eliana Lima da Fonseca Site da disciplina: https://moodleinstitucional.ufrgs.br

Leia mais

Utilização do Google Earth e Google Maps na CEMIG

Utilização do Google Earth e Google Maps na CEMIG Utilização do Google Earth e Google Maps na CEMIG Roberto Proença da Silva Carlos Alberto Moura Companhia Energética de Minas Gerais - CEMIG Superintendência de Tecnologia da Informação - TI Gerência de

Leia mais

Título Utilização de Software Livre Terralib para o Cadastro de Redes de Água e Esgoto. Tema: Sistema de Informações Geográficas - SIG

Título Utilização de Software Livre Terralib para o Cadastro de Redes de Água e Esgoto. Tema: Sistema de Informações Geográficas - SIG Título Utilização de Software Livre Terralib para o Cadastro de Redes de Água e Esgoto Tema: Sistema de Informações Geográficas - SIG Autor/apresentador Eng. José Maria Viillac Pinheiro Currículo Sócio

Leia mais

O Termo SIG é aplicado para sistemas que realizam o tratamento computacional de dados geográficos

O Termo SIG é aplicado para sistemas que realizam o tratamento computacional de dados geográficos Prof. Herondino O Termo SIG é aplicado para sistemas que realizam o tratamento computacional de dados geográficos Inserir e integrar, numa única base de dados informações espaciais provenientes de: meio

Leia mais

Seminário. Banco de Dados II Banco de Dados Espaciais. Alunos: Lucas Alves Teixeira e Vinícius Dias Villar Professor: Guilherme Tavares de Assis

Seminário. Banco de Dados II Banco de Dados Espaciais. Alunos: Lucas Alves Teixeira e Vinícius Dias Villar Professor: Guilherme Tavares de Assis Seminário Banco de Dados II Banco de Dados Espaciais Alunos: Lucas Alves Teixeira e Vinícius Dias Villar Professor: Guilherme Tavares de Assis Descrição do Tema Bando de Dados Espaciais é um recurso que

Leia mais

Novas ferramentas GIS para gestão Ambiental. Fabiano Cucolo 26/02/2015

Novas ferramentas GIS para gestão Ambiental. Fabiano Cucolo 26/02/2015 Novas ferramentas GIS para gestão Ambiental Fabiano Cucolo 26/02/2015 Um pouco sobre o palestrante Fabiano Cucolo fabiano@soloverdi.com.br 11-98266-0244 (WhatsApp) Consultor de Geotecnologias Soloverdi

Leia mais

Apresentação. Maio de 2014

Apresentação. Maio de 2014 Apresentação Maio de 2014 Desafios para a disponibilização da geoinformação para o Monitoramento Ambiental Moderno Case: Ibama Objeto Auxiliar a promoção de um Monitoramento Ambiental Moderno apoiado por

Leia mais

ADM041 / EPR806 Sistemas de Informação

ADM041 / EPR806 Sistemas de Informação ADM041 / EPR806 Sistemas de Informação UNIFEI Universidade Federal de Itajubá Prof. Dr. Alexandre Ferreira de Pinho 1 Sistemas de Apoio à Decisão (SAD) Tipos de SAD Orientados por modelos: Criação de diferentes

Leia mais

INTRODUÇÃO 1.1 POR QUE GEOPROCESSAMENTO?

INTRODUÇÃO 1.1 POR QUE GEOPROCESSAMENTO? 1 INTRODUÇÃO 1.1 POR QUE GEOPROCESSAMENTO? O termo Geoprocessamento denota a disciplina do conhecimento que utiliza técnicas matemáticas e computacionais para o tratamento da informação geográfica. Esta

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA Jugurta Lisboa Filho Departamento de Informática Universidade Federal de Viçosa (MG) jugurta@dpi.ufv.br Universidade Federal de Viçosa Departamento de Informática Tópicos

Leia mais

ESTUDO COMPARATIVO DE FERRAMENTAS COMPUTACIONAIS QUE UTILIZAM GEOPROCESSAMENTO E TECNOLOGIA BIM PARA DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS DE ENGENHARIA CIVIL

ESTUDO COMPARATIVO DE FERRAMENTAS COMPUTACIONAIS QUE UTILIZAM GEOPROCESSAMENTO E TECNOLOGIA BIM PARA DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS DE ENGENHARIA CIVIL ESTUDO COMPARATIVO DE FERRAMENTAS COMPUTACIONAIS QUE UTILIZAM GEOPROCESSAMENTO E TECNOLOGIA BIM PARA DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS DE ENGENHARIA CIVIL 1. INTRODUÇÃO E REFERENCIAL TEÓRICO A área de geoprocessamento

Leia mais

CADASTRO DE METADADOS POR SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE BANCO DE DADOS GEOGRÁFICO (SGBD) EM SIG PARA UNIDADES DE CONSERVAÇÃO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

CADASTRO DE METADADOS POR SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE BANCO DE DADOS GEOGRÁFICO (SGBD) EM SIG PARA UNIDADES DE CONSERVAÇÃO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CADASTRO DE METADADOS POR SISTEMA DE GERENCIAMENTO DE BANCO DE DADOS GEOGRÁFICO (SGBD) EM SIG PARA UNIDADES DE CONSERVAÇÃO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Raphael de Oliveira Fernandes Vivian Castilho da Costa

Leia mais

Novas tendências para a geração e gerenciamento de dados geográficos desenvolvidas pelo Consórcio Cadic - Dmapas

Novas tendências para a geração e gerenciamento de dados geográficos desenvolvidas pelo Consórcio Cadic - Dmapas Novas tendências para a geração e gerenciamento de dados geográficos desenvolvidas pelo Consórcio Cadic - Dmapas Eng. Ignacio de las Peñas CADIC - DMAPAS Dados básicos das empresas que formam o consórcio

Leia mais

GIS Cloud na Prática. Fabiano Cucolo 26/08/2015

GIS Cloud na Prática. Fabiano Cucolo 26/08/2015 GIS Cloud na Prática Fabiano Cucolo 26/08/2015 Um pouco sobre o palestrante Fabiano Cucolo fabiano@soloverdi.com.br 11-98266-0244 (WhatsApp) Consultor de Geotecnologias Soloverdi Engenharia www.soloverdi.com.br.

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS SEBRAE/TO UNIDADE: GESTÃO ESTRATÉGICA PROCESSO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS SEBRAE/TO UNIDADE: GESTÃO ESTRATÉGICA PROCESSO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO SISTEMA DE GESTÃO DE PESSOAS SEBRAE/TO UNIDADE: GESTÃO ESTRATÉGICA PROCESSO: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Competências Analista 1. Administração de recursos de infra-estrutura de tecnologia da informação 2.

Leia mais

Sistema de Informação Geográfica Aplicado na Agricultura

Sistema de Informação Geográfica Aplicado na Agricultura Universidade Federal do Ceará Centro de Ciências Agrárias Departamento Engenharia Agrícola Pós-Graduação em Engenharia Agrícola Disciplina: Seminário I Sistema de Informação Geográfica Aplicado na Agricultura

Leia mais

SISTEMA DE INFORMAÇÃO GEOGRÁFICO (SIG) DOS SERVIÇOS TURÍSTICOS DO CENTRO DE PELOTAS-RS

SISTEMA DE INFORMAÇÃO GEOGRÁFICO (SIG) DOS SERVIÇOS TURÍSTICOS DO CENTRO DE PELOTAS-RS SISTEMA DE INFORMAÇÃO GEOGRÁFICO (SIG) DOS SERVIÇOS TURÍSTICOS DO CENTRO DE PELOTAS-RS Autor(es): Apresentador: Orientador: Revisor 1: Revisor 2: Instituição: SCHMIDT, Kelly Raquel; RAMOS, Maria da Graça

Leia mais

NOÇÕES DE GEOPROCESSAMENTO. Módulo 3

NOÇÕES DE GEOPROCESSAMENTO. Módulo 3 NOÇÕES DE GEOPROCESSAMENTO Módulo 3 Sistema Metropolitano de Informações Georreferenciadas MetroGeo Curso Noções de Geoprocessamento Módulo 3 Oscar Ricardo M. Schmeiske Programação Curso Noções de Geoprocessamento

Leia mais

Geoprocessamento com Software Livre. Anderson Maciel Lima de Medeiros Consultor em Geotecnologias

Geoprocessamento com Software Livre. Anderson Maciel Lima de Medeiros Consultor em Geotecnologias Geoprocessamento com Software Livre Anderson Maciel Lima de Medeiros Consultor em Geotecnologias SUMÁRIO O que é Software Livre? A GLP GNU Geoprocessamento Algumas Geotecnologias Geotecnologias Livres

Leia mais

G E O P R O C E S S A M E N T O N A N U V E M

G E O P R O C E S S A M E N T O N A N U V E M G E O P R O C E S S A M E N T O N A N U V E M A empresa Com 16 anos de experiência, a Tecnomapas fornece soluções tecnológicas para diversas instituições públicas do país que abrangem as áreas de licenciamento

Leia mais

Panorama tecnológico do Geoprocessamento na Prefeitura de São Paulo

Panorama tecnológico do Geoprocessamento na Prefeitura de São Paulo Panorama tecnológico do Geoprocessamento na Prefeitura de São Paulo Ivan Ciola Analista GIS Núcleo de Geoprocessamento PRODAM Quem é a PRODAM? Empresa de economia mista, criada em 1971, com a finalidade

Leia mais

Projeto Geoimagem Introduzindo Diferencial Estratégico e Técnico aos Sistemas Corporativos de Informações Georreferenciadas da CEMIG

Projeto Geoimagem Introduzindo Diferencial Estratégico e Técnico aos Sistemas Corporativos de Informações Georreferenciadas da CEMIG 21 a 25 de Agosto de 2006 Belo Horizonte - MG Projeto Geoimagem Introduzindo Diferencial Estratégico e Técnico aos Sistemas Corporativos de Informações Georreferenciadas da CEMIG Carlos Alberto Moura CEMIG

Leia mais

O Que é SIG? Sistemas de Informação Geográfica (SIG) é sistema baseado na interação software, hardware, pessoas e informações espaciais.

O Que é SIG? Sistemas de Informação Geográfica (SIG) é sistema baseado na interação software, hardware, pessoas e informações espaciais. Sistemas de Informação Geográficas e Saúde Pública Cooperação no Sector da Saúde em Moçambique - Aspectos Conteporrâneos Por: Paulo Jorge Sithoe GEODATA - Consultoria e Pesquisas Espcaciais E-Mail: paulojorge@geodatamz.com

Leia mais

Estudo de Caso: Geocodificando dados do Ministério da Saúde.

Estudo de Caso: Geocodificando dados do Ministério da Saúde. Estudo de Caso: Geocodificando dados do Ministério da Saúde. José Eduardo Deboni deboni@sisgraph.com.br Marcos Alberto Stanischesk Molnar malberto@sisgraph.com.br Estudo de Caso Geocodificação de Dados

Leia mais

Painel 3 - Sustentabilidade: o produtor rural como gestor do território

Painel 3 - Sustentabilidade: o produtor rural como gestor do território SEMINÁRIO VALOR ECONÔMICO AGRICULTURA COMO INSTRUMENTO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO Painel 3 - Sustentabilidade: o produtor rural como gestor do território Gestão da propriedade e governança do território

Leia mais

Setor Sucroenergético: GIS Corporativo e Inovações no Grupo Noble CASE NOBLE GROUP. Herbert Del Petri Gerente Técnico Agrícola

Setor Sucroenergético: GIS Corporativo e Inovações no Grupo Noble CASE NOBLE GROUP. Herbert Del Petri Gerente Técnico Agrícola Gerente Técnico Agrícola Introdução O Noble Bioenergia ao longo da sua história no Brasil vem desenvolvendo o uso das informações espacializadas no dia-a-dia das operações e planejamento agrícola através

Leia mais

TECNOLOGIAS GEOESPACIAIS INOVADORAS. Tecnologia. Geoprocessamento. Sistemas de Informações Geográficas. Sensoriamento Remoto. Geociências.

TECNOLOGIAS GEOESPACIAIS INOVADORAS. Tecnologia. Geoprocessamento. Sistemas de Informações Geográficas. Sensoriamento Remoto. Geociências. TECNOLOGIAS GEOESPACIAIS INOVADORAS Tecnologia Geoprocessamento Sistemas de Informações Geográficas Sensoriamento Remoto Geociências Geofísica www.hexgis.com PIONEIRISMO E INOVAÇÃO Idealizada a partir

Leia mais

Geomarketing na Prática

Geomarketing na Prática Geomarketing na Prática Otimização de Territórios 1 Conceito Um dos desafios de empresas que distribuem seus produtos através de forças de vendas organizadas em territórios é garantir que a divisão territorial

Leia mais

O Sistema Way foi além, idealizou uma forma não só de garantir a qualidade do produto final, como deotimizar a logística de transporte e entrega.

O Sistema Way foi além, idealizou uma forma não só de garantir a qualidade do produto final, como deotimizar a logística de transporte e entrega. A Way Data Solution se especializou em Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) para criar um sistema inovador de logística e monitoramento de temperatura/ umidade, através do qual empresas poderão

Leia mais

ALOCAÇÃO DE DEMANDA ESCOLAR USANDO TECNOLOGIA SIG

ALOCAÇÃO DE DEMANDA ESCOLAR USANDO TECNOLOGIA SIG ALOCAÇÃO DE DEMANDA ESCOLAR USANDO TECNOLOGIA SIG Daniel da Silva Marques (UFAM) daniel.ufam2009@hotmail.com Caio Ronan Lisboa Pereira (UFAM) caioronan@hotmail.com Almir Lima Caggy (UFAM) almir_kggy@hotmail.com

Leia mais

Núcleo de Tecnologia da Informação Arq. Flavio Macedo de Andrade

Núcleo de Tecnologia da Informação Arq. Flavio Macedo de Andrade N T I Núcleo de Tecnologia da Informação Arq. Flavio Macedo de Andrade NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO Uma Visão Simplificada das Atividades Um Breve Resumo Histórico Situação da Informação em 1995

Leia mais

A utilização de Sistema de Informação Geográfica baseada em software livre na área de Segurança Pública

A utilização de Sistema de Informação Geográfica baseada em software livre na área de Segurança Pública A utilização de Sistema de Informação Geográfica baseada em software livre na área de Segurança Pública Alan Peixoto Medeiros Universidade Presidente Antônio Carlos Rodovia MG 368 KM 12 Colônia Rodrigo

Leia mais

Palavras chave Sistema de Informações Geográficas, Banco de Dados, Geoprocessamento

Palavras chave Sistema de Informações Geográficas, Banco de Dados, Geoprocessamento IMPLANTAÇÃO DE UM SISTEMA DE INFORMAÇÕES GEOGRÁFICAS PARA O MUNICÍPIO DE TERESÓPOLIS, EM LABORATÓRIO DO UNIFESO José Roberto de C. Andrade Professor do Centro de Ciências e Tecnologia, UNIFESO Sergio Santrovitsch

Leia mais

GEOPROCESSAMENTO COMO INSTRUMENTO DE ANÁLISE NOS IMPACTOS AMBIENTAIS: MINERADORA CAMPO GRANDE TERENOS/MS.

GEOPROCESSAMENTO COMO INSTRUMENTO DE ANÁLISE NOS IMPACTOS AMBIENTAIS: MINERADORA CAMPO GRANDE TERENOS/MS. GEOPROCESSAMENTO COMO INSTRUMENTO DE ANÁLISE NOS IMPACTOS AMBIENTAIS: MINERADORA CAMPO GRANDE TERENOS/MS. CÁSSIO SILVEIRA BARUFFI(1) Acadêmico de Engenharia Sanitária e Ambiental, Universidade Católica

Leia mais

MEDRAL Geotecnologias 2011. Apresentação UNESP

MEDRAL Geotecnologias 2011. Apresentação UNESP Apresentação UNESP Julho de 2012 MEDRAL Geotecnologias Nossa História A Medral nasceu em 25 de abril de 1961, em Dracena (SP), oferecendo soluções de engenharia para o setor energético Aos poucos, a empresa

Leia mais

POLÍTICA DE GEOPROCESSAMENTO DA ELETROSUL

POLÍTICA DE GEOPROCESSAMENTO DA ELETROSUL POLÍTICA DE GEOPROCESSAMENTO DA ELETROSUL Abril - 2013 SUMÁRIO 1. OBJETIVO... 3 2. ABRANGÊNCIA... 3 3. CONCEITOS... 3 3.1. Geoprocessamento... 3 3.2. Gestão das Informações Geográficas... 3 3.3. Dado Geográfico

Leia mais

Internet of Things. utilizá-la em diversos tipos de negócios.

Internet of Things. utilizá-la em diversos tipos de negócios. Internet of Things 10 formas de utilizá-la em diversos tipos de negócios. INTRODUÇÃO As interfaces Machine to Machine (M2M) estão facilitando cada vez mais a comunicação entre objetos conectados. E essa

Leia mais

S.I.G. na Prevenção Criminal

S.I.G. na Prevenção Criminal 1 S.I.G. na Prevenção Criminal APOIO: FAPESP Programa de Políticas Públicas UNESP Dez. 2003 2 Índice 1. INTRODUÇÃO... 03 2. GEOPROCESSAMENTO... 03 2.1 S.I.G. - SISTEMA DE INFORMAÇÕES GEOGRÁFICAS... 04

Leia mais

SÍNTESE Termo de Referência de Sistema de Informação Geográfica

SÍNTESE Termo de Referência de Sistema de Informação Geográfica SÍNTESE Termo de Referência de Sistema de Informação Geográfica Objetivo Geral O objetivo do desenvolvimento de um sistema de informações geográficas para a bacia hidrográfica do rio Paraíba do Sul é integrar

Leia mais

Conceitos Iniciais MARCEL SANTOS SILVA

Conceitos Iniciais MARCEL SANTOS SILVA Conceitos Iniciais MARCEL SANTOS SILVA DPI - INPE Criada em 1984, a Divisão de Processamento de Imagens (DPI) faz parte da Coordenação Geral de Observação da Terra/OBT do Instituto Nacional de Pesquisas

Leia mais

OBTENÇÃO DE IMAGEM DO GOOGLE EARTH PARA CLASSIFICAÇÃO DE USO E OCUPAÇÃO DO SOLO

OBTENÇÃO DE IMAGEM DO GOOGLE EARTH PARA CLASSIFICAÇÃO DE USO E OCUPAÇÃO DO SOLO OBTENÇÃO DE IMAGEM DO GOOGLE EARTH PARA CLASSIFICAÇÃO DE USO E OCUPAÇÃO DO SOLO ROGER TORLAY 1 ; OSVALDO T. OSHIRO 2 N 10502 RESUMO O sensoriamento remoto e o geoprocessamento trouxeram importantes avanços

Leia mais

MAPEAMENTO FLORESTAL

MAPEAMENTO FLORESTAL MAPEAMENTO FLORESTAL ELISEU ROSSATO TONIOLO Eng. Florestal Especialista em Geoprocessamento OBJETIVO Mapear e caracterizar a vegetação visando subsidiar o diagnóstico florestal FUNDAMENTOS É uma ferramenta

Leia mais

Apresentações do evento GGP 2013

Apresentações do evento GGP 2013 Apresentações do evento GGP 2013 Acesse outras apresentações e vídeos das palestras no site: http://www.ggp.uerj.br Processos GIS: Benefícios e Progressos para a Gestão José Augusto da Silva Machado Gerente

Leia mais

O USO DO SIG NA ADMINISTRAÇÃO E AVALIAÇÃO DE IMÓVEIS DA COMPANHIA IMOBILIÁRIA DE BRASÍLIA TERRACAP

O USO DO SIG NA ADMINISTRAÇÃO E AVALIAÇÃO DE IMÓVEIS DA COMPANHIA IMOBILIÁRIA DE BRASÍLIA TERRACAP O USO DO SIG NA ADMINISTRAÇÃO E AVALIAÇÃO DE IMÓVEIS DA COMPANHIA IMOBILIÁRIA DE BRASÍLIA TERRACAP Thais Borges Sanches Lima e Bruno Tamm Rabello Setembro/2012 Introdução 1. Experiência de um grupo de

Leia mais

SENRORIAMENTO REMOTO E SIG. Aula 1. Prof. Guttemberg Silvino Prof. Francisco das Chagas

SENRORIAMENTO REMOTO E SIG. Aula 1. Prof. Guttemberg Silvino Prof. Francisco das Chagas SENRORIAMENTO REMOTO E SIG Aula 1 Programa da Disciplina 1 CONCEITOS, HISTÓRICO E FUNDAMENTOS (8 aulas) 2 Sensoriamento remoto. Histórico e definições 3 Domínios do Sensoriamento Remoto 4 Níveis de Coleta

Leia mais

11.253.503. 3.100.000 Contribuintes. São Paulo em Números 60.000 200.000. 70.000 Logradouros Públicos. 2.000.000 Lotes. Quadras.

11.253.503. 3.100.000 Contribuintes. São Paulo em Números 60.000 200.000. 70.000 Logradouros Públicos. 2.000.000 Lotes. Quadras. São Paulo em Números 3.100.000 Contribuintes 2.000.000 Lotes 25 Secretarias 1.530 km 2 Área Municipal 96 Distritos 31 Subprefeituras 34 Autarquias, Empresas e outros 11.253.503 Habitantes 60.000 Quadras

Leia mais

INFOAMBIENTE: GESTÃO AMBIENTAL DE RODOVIAS COM SIG-WEB

INFOAMBIENTE: GESTÃO AMBIENTAL DE RODOVIAS COM SIG-WEB Belo Horizonte/MG 24 a 27/11/2014 INFOAMBIENTE: GESTÃO AMBIENTAL DE RODOVIAS COM SIG-WEB Adriano Peixoto Panazzolo (*), Augusto Gattermann Leipnitz, Daniela Viegas, Társio Onofrio Cardoso da Silva, Thiago

Leia mais

Arquiteturas para Bancos de Dados Geográficos

Arquiteturas para Bancos de Dados Geográficos Arquiteturas para Bancos de Dados Geográficos - Evolução da tecnologia - Requisitos para SGBDG - Acesso aos dados - Arquitetura de BDG INPE - Divisão de Processamento de Imagens INPE 1 Evolução da Tecnologia

Leia mais

População. Cidade de São Paulo. 11 milhões de habitantes. Portugal 10,7 milhões de habitantes. Suécia 9 milhões de habitantes

População. Cidade de São Paulo. 11 milhões de habitantes. Portugal 10,7 milhões de habitantes. Suécia 9 milhões de habitantes População Portugal 10,7 milhões de habitantes Suécia 9 milhões de habitantes Suíça 7,5 milhões de habitantes Cidade de São Paulo 11 milhões de habitantes Dinamarca 5,2 milhões de habitantes Uruguai 3,5

Leia mais

Curso de Economia para Jornalistas. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada Erivelton Pires Guedes erivelton.guedes@ipea.gov.br mapas@ipea.gov.

Curso de Economia para Jornalistas. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada Erivelton Pires Guedes erivelton.guedes@ipea.gov.br mapas@ipea.gov. Curso de Economia para Jornalistas Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada Erivelton Pires Guedes erivelton.guedes@ipea.gov.br mapas@ipea.gov.br IpeaMapas Roteiro Missão do Ipea Objetivos principais Principais

Leia mais

Informação Geográfica (SIG) Inês Pinto Instituto de Investigação Cientifica Tropical

Informação Geográfica (SIG) Inês Pinto Instituto de Investigação Cientifica Tropical Introdução aos Sistemas de Informação Geográfica (SIG) Inês Pinto Instituto de Investigação Cientifica Tropical DEFINIÇÃO DE SIG As definições são condicionadas pelo ambiente em que surgem e pela realidade

Leia mais

Bases de Dados Geoespaciais: Conceitos e Tendências. Paulo Costa Paulo.fernando.costa@vale.com

Bases de Dados Geoespaciais: Conceitos e Tendências. Paulo Costa Paulo.fernando.costa@vale.com Paulo Costa Paulo.fernando.costa@vale.com Sumário Dados e informações Base de dados Normatização dos Dados Banco de dados único Interoperabilidade de dados Tendências DADOS E INFORMAÇÕES Dados são observações

Leia mais

Letícia Antunes Resende 1 Herbe Xavier 2

Letícia Antunes Resende 1 Herbe Xavier 2 As contribuiçõesdas geotecnologias à atividade turística Letícia Antunes Resende 1 Herbe Xavier 2 Pode-se considerar que o turismo é, antes de tudo, uma experiência geográfica, pois a atividade se desenvolve

Leia mais

QUEM SOMOS NOSSO NEGÓCIO

QUEM SOMOS NOSSO NEGÓCIO QUEM SOMOS Somos uma empresa brasileira dedicada a construir e prover soluções que empregam tecnologias inovadoras, combinadas com a identificação por rádio frequência (RFID), análise de imagens (imagens

Leia mais

Márcio de Carvalho Saraiva marcio@dsc.ufcg.edu.br

Márcio de Carvalho Saraiva marcio@dsc.ufcg.edu.br DSC/CEEI/UFCG Márcio de Carvalho Saraiva marcio@dsc.ufcg.edu.br 1 o geoprocessamento? o SIG? o o aplicação simples o aplicação complexa o o 2 SIG? o "Geoprocessamento é o conjunto de tecnologias que utilizam

Leia mais

ANEXO B TERMO DE REFERÊNCIA. Declaração de trabalho, serviços e especificações.

ANEXO B TERMO DE REFERÊNCIA. Declaração de trabalho, serviços e especificações. PROCESSO 014-2014 ANEXO B TERMO DE REFERÊNCIA Declaração de trabalho, serviços e especificações. A Contratada deverá executar o trabalho e realizar os serviços a seguir, indicados de acordo com as especificações

Leia mais

Boas vindas!!! Webinar 10 Mitos Geo Resultados da Pesquisa 16 de julho de 2014

Boas vindas!!! Webinar 10 Mitos Geo Resultados da Pesquisa 16 de julho de 2014 Boas vindas!!! Webinar 10 Mitos Geo Resultados da Pesquisa 16 de julho de 2014 Dinâmica Webinar 10 Mitos Geo Resultados da Pesquisa 16 de julho de 2014 Arquivos & Certificados Webinar 10 Mitos Geo Resultados

Leia mais

Estudo de Caso: Geocodificando dados do Ministério da Saúde.

Estudo de Caso: Geocodificando dados do Ministério da Saúde. Estudo de Caso: Geocodificando dados do Ministério da Saúde. José Eduardo Deboni deboni@sisgraph.com.br Marcos Alberto Stanischesk Molnar malberto@sisgraph.com.br Estudo de Caso Geocodificação de Dados

Leia mais

O Zoneamento Ecológico-Econômico (ZEE) e o uso das ferramentas de geotecnologias como suporte à decisão

O Zoneamento Ecológico-Econômico (ZEE) e o uso das ferramentas de geotecnologias como suporte à decisão O Zoneamento Ecológico-Econômico (ZEE) e o uso das ferramentas de geotecnologias como suporte à decisão MundoGEO#Connect LatinAmerica 2013 Seminário Gestores Públicos da Geoinformação São Paulo, 19 de

Leia mais

GERENCIAMENTO ELETRÔNICO DE DOCUMENTOS SISTEMA DE INFORMAÇÕES GEOGRÁFICAS

GERENCIAMENTO ELETRÔNICO DE DOCUMENTOS SISTEMA DE INFORMAÇÕES GEOGRÁFICAS FERRAMENTAS ELETRÔNICAS NO APRIMORAMENTO DA ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIA GERENCIAMENTO ELETRÔNICO DE DOCUMENTOS SISTEMA DE INFORMAÇÕES GEOGRÁFICAS FERRAMENTAS ELETRÔNICAS NO APRIMORAMENTO DA ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

Relatório Técnico-Executivo Referente aos Serviços Prestados pela UNESP/FEG através Empresa JR. ENG

Relatório Técnico-Executivo Referente aos Serviços Prestados pela UNESP/FEG através Empresa JR. ENG Relatório Técnico-Executivo Referente aos Serviços Prestados pela UNESP/FEG através Empresa JR. ENG Este relatório tem como objetivo apresentar as atividades executadas pelo grupo de pesquisa da Faculdade

Leia mais

Anderson Maciel Lima de Medeiros Consultor em Geotecnologias 2011

Anderson Maciel Lima de Medeiros Consultor em Geotecnologias 2011 Anderson Maciel Lima de Medeiros Consultor em Geotecnologias 2011 SOBRE O AUTOR Anderson Maciel Lima de Medeiros Tecnólogo em Geoprocessamento; consultor em Geotecnologias; Criador do Portal ClickGeo [www.clickgeo.com.br];

Leia mais

RESULTADO DEFINITIVO DA SELEÇÃO DE PROPOSTAS Após o julgamento dos recursos administrativos segue a lista final dos projetos.

RESULTADO DEFINITIVO DA SELEÇÃO DE PROPOSTAS Após o julgamento dos recursos administrativos segue a lista final dos projetos. RESULTADO DEFINITIVO DA SELEÇÃO DE PROPOSTAS Após o julgamento dos recursos administrativos segue a lista final dos projetos. CHAMADA PÚBLICA SENAT/TRANSPORTES Nº 001/2013 Em Ordem Alfabética A) PROPOSTAS

Leia mais

Infraestrutura de dados Espaciais Corporativa - Iniciativa Vale

Infraestrutura de dados Espaciais Corporativa - Iniciativa Vale 07/05/2014 Infraestrutura de dados Espaciais Corporativa - Iniciativa Vale Vale Diretoria de Meio Ambiente Gerência de Desenvolvimento Ambiental de Projetos Paulo Fernando Costa Como a Vale entende uma

Leia mais

Sistema de Informações Geográficas

Sistema de Informações Geográficas UNIVERSIDADE DO EXTREMO SUL CATARINENSE Pós Graduação Ecologia e Manejo de Recursos Naturais Sistema de Informações Geográficas Prof. Fabiano Luiz Neris Criciúma, Março de 2011. A IMPORTÂNCIA DO ONDE "Tudo

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO SISTEMAS DE INFORMAÇÃO UNIVERSIDADE DE CUIABÁ - UNIC 1 CURSO: BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Dados de Identificação da Universidade de Cuiabá - UNIC Dirigente da Mantenedora Presidente: Ed. Rodrigo

Leia mais

Sistema de Supervisão de Rede Óptica

Sistema de Supervisão de Rede Óptica WORKSHOP sobre TELECOMUNICAÇÕES DO RIO MADEIRA Soluções para LT de Longa Distância Sistema de Supervisão de Rede Óptica Paulo José Pereira Curado Gerente de Tecnologia de Rede Óptica 17/03/2010 Sumário

Leia mais

PROJETO SIG-SP Solução Corporativa de Dados Espaciais do Município de São Paulo

PROJETO SIG-SP Solução Corporativa de Dados Espaciais do Município de São Paulo PROJETO SIG-SP Solução Corporativa de Dados Espaciais do Município de São Paulo HISTÓRICO DO GEOPROCESSAMENTO NA PREFEITURA DE SÃO PAULO 1972 1980 1985 1996 2001 2005 2013 Cartografia Analógica Aplicativos

Leia mais

Figura 1 Classificação Supervisionada. Fonte: o próprio autor

Figura 1 Classificação Supervisionada. Fonte: o próprio autor ANÁLISE DAS ÁREAS DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE NA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO JUQUERY ATRÁVES DE TÉCNICAS DE GEOPROCESSAMENTO E IMAGENS DE SENSORIAMENTO REMOTO 1. INTRODUÇÃO Ultimamente tem-se visto uma grande

Leia mais

Dado Vetorial. Características do Dado Vetorial. Usa entidades como ponto, linha e polígono para identificar localizações;

Dado Vetorial. Características do Dado Vetorial. Usa entidades como ponto, linha e polígono para identificar localizações; Estrutura dos Dados Geográficos Organização lógica dos dados para preservar sua integridade e facilitar o seu uso. Vetorial Raster ou Matricial Dado Vetorial Usa entidades como ponto, linha e polígono

Leia mais

WORKSHOP COMITÊ GESTOR DO SIG

WORKSHOP COMITÊ GESTOR DO SIG Geoprocessamento na CELG-D Estrutura Organizacional Estrutura Organizacional CELG DISTRIBUIÇÃO DIRETORIA TÉCNICA Superintendência de Sistemas Elétricos Departamento de Tecnologia e Pesquisa Setor de Geoprocessamento

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA SUPERIOR DE AGRICULTURA LUIZ DE QUEIROZ DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA DE BIOSSISTEMAS DISCIPLINA: LEB210 GEOPROCESSAMENTO SEGUNDO SEMESTRE DE 2013 PROF. DR. CARLOS ALBERTO

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GEOGRÁFICAS - GIS

SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GEOGRÁFICAS - GIS SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GEOGRÁFICAS - GIS A LINGUAGEM DA GEOGRAFIA Fabiano dos Santos Diretor Comercial VisãoGeo Usamos linguagens para descrevermos o nosso mundo Elas refletem nossas experiências Matemática

Leia mais

Cloud Computing. O modelo no cenário Geoespacial. Technology Session Latin America Geospatial Forum. 15-17 August 2012 Rio de Janeiro

Cloud Computing. O modelo no cenário Geoespacial. Technology Session Latin America Geospatial Forum. 15-17 August 2012 Rio de Janeiro Cloud Computing O modelo no cenário Geoespacial Technology Session Latin America Geospatial Forum 15-17 August 2012 Rio de Janeiro Iara Musse Felix Diretora, Santiago e Cintra Consultoria, Brazil Alguns

Leia mais

Versão 1.0. 1º. Semestre de 2006 Marcelo Nogueira São José dos Campos SP

Versão 1.0. 1º. Semestre de 2006 Marcelo Nogueira São José dos Campos SP Versão 1.0 I - Introdução 1.1 Motivação Aproveitar o ambiente acadêmico para praticarmos a integração de aplicativos de banco de dados, simulando o que é feito no mercado de trabalho. 1.2 Contexto Em janeiro

Leia mais

Roteiro 2 Conceitos Gerais

Roteiro 2 Conceitos Gerais Roteiro 2 Conceitos Gerais Objetivos: UC Projeto de Banco de Dados Explorar conceitos gerais de bancos de dados; o Arquitetura de bancos de dados: esquemas, categorias de modelos de dados, linguagens e

Leia mais

Diagnóstico Ambiental do Município de Alta Floresta - MT

Diagnóstico Ambiental do Município de Alta Floresta - MT Diagnóstico Ambiental do Município de Alta Floresta - MT Paula Bernasconi Ricardo Abad Laurent Micol Maio de 2008 Introdução O município de Alta Floresta está localizado na região norte do estado de Mato

Leia mais