Estratégia Corporativa Logistics/Supply Chain Strategy and Planning

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Estratégia Corporativa Logistics/Supply Chain Strategy and Planning"

Transcrição

1 Estratégia Corporativa Logistics/Supply Chain Strategy and Planning If you don t know where you want to go, any path will do. Estratégia é o processo onde planos são formulados para posicionar a empresa em uma situação a atingir os seus objetivos. A formulação estratégica começa com a definição de uma estratégia corporativa. Isto envolve: Conhecer as necessidades, forças e fraquezas dos 4 maiores players: Clientes Fornecedores Competidores A própria Companhia Estabelecer uma visão que provavelmente ocorrerrá quando estratégias não-convencionais, desconhecidas ou mesmo contra-intuitivas forem consideradas. Estratégia Logística Corporate to Functional Strategic Planning Os Objetivos da Estratégia Logística são: Minimizar o custo Maximizar o serviço ao cliente Minimizar o Investimento Níveis de planejamento logístico Estratégico Tático Operacional RRL (ROLA) External factors Economic Regulatory Technological Competitive Corporate strategic plan Marketing As 4 areas de problemas na cadeia de suprimentos Nível de serviço ao cliente Localização de facilidades Decisões de estoque Decisões de transporte Recall the logistics strategy triangle Manufacturing Logistics Finance Quando planejar? Quando não existe uma rede logística consolidada. Quando não houve uma reavaliação nos últimos 5 anos. Functional strategic plans

2 Flow of Logistics Planning Objetivo da Logística Individual Link of Logistics System Facility location Operations strategy Inventory management Information systems Material handling Traffic and transportation Planning and control methods Organization Business goals and strategies Customer service requirements Integrated logistics planning Design of integrated logistics management system Overall performance measures Maximizar o Retorno dos Recursos Logísticos (RRL) Return on LOgistics Assets (ROLA) Contribuição da Logística para as Vendas RRL = RECEIT AS CUSTOS RECURSOS Investimento em Recursos Logísticos Custos da Operação Logística Strategic, Tactical, and Operational Decision Making Decision area Strategic Tactical Operational Transportation Mode selection Seasonal equipment leasing Dispatching Inventories Location, Control policies Safety stock levels Order filling Order processing Purchasing Warehousing Facility location Order entry, transmittal, and processing system design Development of supplierbuyer relations Handling equipment selection, Layout design Number, size, and location of warehouses Contracting, Forward buying Space utilization Processing orders, Filling back orders Expediting Order picking and restocking CR (24) Prentice Hall, Inc. 2-7 Six Concepts for Logistics Strategy Formulation Total cost concept Tradeoff conflicting costs at optimum Differentiated distribution Not all products should be provided the same level of customer service Mixed strategy A pure strategy has higher costs than a mixed strategy Postponement Delay formation of the final product as long as possible Shipment consolidation Smaller shipment sizes have disproportionately higher transportation costs than larger ones Product standardization Avoid product variety since it adds to inventory CR (24) Prentice Hall, Inc.

3 A Cost Conflict in Logistics

4 Pure vs. Mixed Strategy Choosing the Right Supply Chain Strategy Classification of Products Low margin Efficient Functional Products-- Predictable demand Retail food products Innovative Products-- Unpredictable demand Electronic equipment Predictable/Mature Products Jello Corn Flakes Lawn fertilizer Ball point pens Light bulbs Auto replacement tires Some industrial chemicals Tomato soup Unpredictable/Introductory Products New music recordings New computer games Fashion clothes Art works Movies Consulting services New product offerings of existing product lines High margin

5 Choosing the Right Supply Chain Strategy Efficient supply chain Supply-tostock Supply-toorder Economical production runs Finished goods inventories Economical buy quantities Large shipment sizes Batch order processing Excess capacity Quick changeovers Short lead times Flexible processing Premium transportation Single order processing Actions for Misclassified Products Supply Chain Design Type Supply-to-Stock/ Efficient Supply-to-Order/ Predictable/ Mature Tomato Soup If product is here Product Characteristic Unpredictable/ Introductory If product is here Personal Computer Models Seven Principles of Supply Chain Management Segment customers based on service needs Listen to signals of market demand and plan accordingly Design to customer needs Develop a supply-chain-wide technology strategy Boundary spanning info. systems Customize the logistics network Differentiate product closer to the customer Source strategically Postponement Adopt channel-spanning performance measures Source: Accenture Consulting Differentiated distribution

SAP Excelência Operacional & Inovação. Daniel Bio Setembro 2013

SAP Excelência Operacional & Inovação. Daniel Bio Setembro 2013 SAP Excelência Operacional & Inovação Daniel Bio Setembro 2013 Portfolio de informações atualmente Fragmentado, antigo e não orientado ao usuário Serviço ao Consumidor Gerente de Vendas Finanças e Operações

Leia mais

Global Logistics Solutions Soluções Logísticas Globais

Global Logistics Solutions Soluções Logísticas Globais BEM VINDO AO MUNDO RANGEL WELCOME TO RANGEL WORLD Atividade Aduaneira Customs Broker Transporte Marítimo Sea Freight ESPANHA SPAIN Transporte Aéreo Air Freight Expresso Internacional FedEx International

Leia mais

Global Logistics Solutions Soluções Logísticas Globais

Global Logistics Solutions Soluções Logísticas Globais Global Logistics Solutions Soluções Logísticas Globais BEM VINDO AO MUNDO RANGEL WELCOME TO RANGEL WORLD Toda uma organização ao seu serviço! Constituídos em 1980 por Eduardo Rangel, rapidamente marcámos

Leia mais

Transferência de Tecnologia. Programa de Capacitação em Valorização de Tecnologias Universidade de Aveiro

Transferência de Tecnologia. Programa de Capacitação em Valorização de Tecnologias Universidade de Aveiro Transferência de Tecnologia Programa de Capacitação em Valorização de Tecnologias Universidade de Aveiro Eurico Neves Análise de Mercado Análise de Produto / Serviço Estratégias de licenciamento Distribuição

Leia mais

Logistics / Supply Chain

Logistics / Supply Chain Deixar descongelar o produto durante cerca de 60minutos Colocar o creme no saco de pasteleiro Efectuar um corte inclinado até meio da bola, na sua parte superior (logo a seguir á emenda) Cortar o bico

Leia mais

Session 8 The Economy of Information and Information Strategy for e-business

Session 8 The Economy of Information and Information Strategy for e-business Session 8 The Economy of Information and Information Strategy for e-business Information economics Internet strategic positioning Price discrimination Versioning Price matching The future of B2C InformationManagement

Leia mais

Tendências da pesquisa acadêmica na àrea de Marketing

Tendências da pesquisa acadêmica na àrea de Marketing Tendências da pesquisa acadêmica na àrea de Marketing Wagner A. Kamakura Ford Motor Company Professor of Global Marketing Duke University Outline A Pesquisa academica na area de Marketing O Marketing como

Leia mais

Modelos de Gestão de Estoques e Otimização do Sistema de Ressuprimento para uma rede de Drogarias

Modelos de Gestão de Estoques e Otimização do Sistema de Ressuprimento para uma rede de Drogarias Dayves Pereira Fernandes de Souza Modelos de Gestão de Estoques e Otimização do Sistema de Ressuprimento para uma rede de Drogarias Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial

Leia mais

Otimização geral de processos (OEE) Fabian Prehn Campinas Setembro 2014

Otimização geral de processos (OEE) Fabian Prehn Campinas Setembro 2014 Otimização geral de processos (OEE) Fabian Prehn Campinas Setembro 2014 Agenda Agenda Futuro da produção farmacêutica Future of pharmaceutical production Compressão como principal ponto no processo de

Leia mais

ASPECTOS FUNDAMENTAIS DO PROBLEMA DE LOCALIZAÇÃO DE INSTALAÇÕES EM REDES LOGÍSTICAS

ASPECTOS FUNDAMENTAIS DO PROBLEMA DE LOCALIZAÇÃO DE INSTALAÇÕES EM REDES LOGÍSTICAS ASPECTOS FUNDAMENTAIS DO PROBLEMA DE LOCALIZAÇÃO DE INSTALAÇÕES EM REDES LOGÍSTICAS Data: 10/03/2001 Peter Wanke INTRODUÇÃO Localizar instalações ao longo de uma cadeia de suprimentos consiste numa importante

Leia mais

O SEU NEGÓCIO ESTÁ NA MODA Your Business is in fashion

O SEU NEGÓCIO ESTÁ NA MODA Your Business is in fashion O SEU NEGÓCIO ESTÁ NA MODA Your Business is in fashion Fazemos parte do processo de retalho de moda com o objetivo de aumentar as suas vendas Desde a fundação em 1980 que somos um operador ativo e inovador,

Leia mais

Sales and Operations Planning S&OP, Integrated Business Planning - IBP, Planejamento Integrado do Negócio

Sales and Operations Planning S&OP, Integrated Business Planning - IBP, Planejamento Integrado do Negócio Sales and Operations Planning S&OP, Integrated Business Planning - IBP, Planejamento Integrado do Negócio Novembro de 2009 STEFANO JR, Wilson Principal - Oliver Wight Together We Make a Difference wstefano@oliverwight.com

Leia mais

Solução Logística de Transportes

<Insert Picture Here> Solução Logística de Transportes Solução Logística de Transportes Reynaldo Braga Senior Sales Manager Importância Estratégica Gestão de Transportes Custos de transporte são o elemento de maior representatividade

Leia mais

Distribuição direta ou distribuição escalonada?

Distribuição direta ou distribuição escalonada? Distribuição direta ou distribuição escalonada? A visão da indústria numa rede de distribuição simples Peter Wanke Introdução As últimas três décadas foram marcadas por fortes transformações nas relações

Leia mais

A Logística na BOSCH Car Multimedia Portugal, Lda.

A Logística na BOSCH Car Multimedia Portugal, Lda. A Logística na BOSCH Car Multimedia Portugal, Lda. Caso prático de aplicação do Value Stream Mapping Carmen Belo 19.Novembro.2009 FÓRUM V.S.M NA LOGÍSTICA 19 NOVEMBRO 2009 Slide. 1 Agenda Apresentação

Leia mais

Riscos na Implantação de Warehouse Management System (WMS) em Centro de Distribuição: Estudo de Caso

Riscos na Implantação de Warehouse Management System (WMS) em Centro de Distribuição: Estudo de Caso Alcione Santos Dolavale Riscos na Implantação de Warehouse Management System (WMS) em Centro de Distribuição: Estudo de Caso Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial para

Leia mais

Operational Management of the Distribution Business aligned with the Regulatory Framework. José Maria de Macedo

Operational Management of the Distribution Business aligned with the Regulatory Framework. José Maria de Macedo Operational Management of the Distribution Business aligned with the Regulatory Framework José Maria de Macedo Chief Distribution and Sales Officer May 2008 1/XX Cemig Distribuição in numbers Indicator

Leia mais

LOGÍSTICA DE MERCADO

LOGÍSTICA DE MERCADO LOGÍSTICA DE MERCADO SILVA, Adriano Pereira KAWAKITA, Gerson M. SILVA, Natália Heloísa RASQUEL, Stefano Adriano Acadêmicos do curso de Administração da Faculdade de Ciências Jurídicas e Gerenciais (FAEG/ACEG)

Leia mais

Custo de transporte e alocação da demanda: análise da rede logística de uma produtora brasileira de fertilizantes nitrogenados

Custo de transporte e alocação da demanda: análise da rede logística de uma produtora brasileira de fertilizantes nitrogenados Journal of Transport Literature, 10(4), 5-9, Oct. 2016. ISSN 2238-1031 Custo de transporte e alocação da demanda: análise da rede logística de uma produtora brasileira de fertilizantes nitrogenados Alessandra

Leia mais

Transformação dos negócios de distribuição e os desafios do setor

Transformação dos negócios de distribuição e os desafios do setor Transformação dos negócios de distribuição e os desafios do setor Geraldo Guimarães Jr Diretor para Indústria de Utilities SAP para Utilities Liderança Global no Setor Maior Provedor de Soluções e Aplicações

Leia mais

Estratégia de Posicionamento Logístico: Conceitos, Implicações e Análise da Realidade Brasileira

Estratégia de Posicionamento Logístico: Conceitos, Implicações e Análise da Realidade Brasileira Estratégia de Posicionamento Logístico: Conceitos, Implicações e Análise da Realidade Brasileira Peter Wanke, M.Sc. Introdução O objetivo deste artigo é apresentar um conceito que está permitindo diversas

Leia mais

Preço ou Custo? Transporte sua Escolha!

Preço ou Custo? Transporte sua Escolha! DHL Supply Chain Preço ou Custo? Transporte sua Escolha! Douglas Tacla Vice President Transport Operation Agenda 1. DP DHL 2. DHL Supply Chain América Latina 3. DHL Supply Chain Brasil - Transportes 4.

Leia mais

Comportamento do Shopper no Varejo

Comportamento do Shopper no Varejo Seminário GVcev Comportamento do Shopper no Varejo Case Dafiti Malte Huffmann A Dafiti traz alegria na hora de comprar We deliver fashion & lifestyle products conveniently and accessibly at one click This

Leia mais

RENATO SOARES DE AGUILAR ADEQUAÇÃO DE UM SISTEMA DE PICKING NO ARMAZÉM DE PRODUTOS ACABADOS DE UMA EMPRESA DE PRODUTOS ELÉTRICOS

RENATO SOARES DE AGUILAR ADEQUAÇÃO DE UM SISTEMA DE PICKING NO ARMAZÉM DE PRODUTOS ACABADOS DE UMA EMPRESA DE PRODUTOS ELÉTRICOS RENATO SOARES DE AGUILAR ADEQUAÇÃO DE UM SISTEMA DE PICKING NO ARMAZÉM DE PRODUTOS ACABADOS DE UMA EMPRESA DE PRODUTOS ELÉTRICOS Escola de Engenharia Universidade Federal de Minas Gerais Departamento de

Leia mais

ISO 9001:2015 e ISO 14001:2015 versão DIS Principais alterações

ISO 9001:2015 e ISO 14001:2015 versão DIS Principais alterações ISO 9001:2015 e ISO 14001:2015 versão DIS Principais alterações Raquel Silva 02 Outubro 2014 ISO 9001:2015 e ISO 14001:2015 ISO 9001:2015 e ISO 14001:2015 PUBLICAÇÃO DIS: - Draft International Standard

Leia mais

CMDB no ITIL v3. Miguel Mira da Silva. mms@ist.utl.pt 919.671.425

CMDB no ITIL v3. Miguel Mira da Silva. mms@ist.utl.pt 919.671.425 CMDB no ITIL v3 Miguel Mira da Silva mms@ist.utl.pt 919.671.425 1 CMDB v2 Configuration Management IT components and the services provided with them are known as CI (Configuration Items) Hardware, software,

Leia mais

OVERVIEW DO EAMS. Enterprise Architecture Management System 2.0

OVERVIEW DO EAMS. Enterprise Architecture Management System 2.0 OVERVIEW DO EAMS Enterprise Architecture Management System 2.0 NETWORKS @arqcorp_br #eamsrio http://arquiteturacorporativa.wordpress.com/ WE MANAGE KNOWLEDGE, WITH YOU Arquitetura Empresarial Repositório

Leia mais

Dados x Informações. Os Sistemas de Informação podem ser:

Dados x Informações. Os Sistemas de Informação podem ser: CONCEITOS INICIAIS O tratamento da informação precisa ser visto como um recurso da empresa. Deve ser planejado, administrado e controlado de forma eficaz, desenvolvendo aplicações com base nos processos,

Leia mais

Processos de Inovação e Desenvolvimento de Novos Produtos. Daniel F. Arcoverde

Processos de Inovação e Desenvolvimento de Novos Produtos. Daniel F. Arcoverde Processos de Inovação e Desenvolvimento de Novos Produtos Daniel F. Arcoverde Agenda Definição de inovação Motivação Processos de Desenvolvimento de Novos Produtos (NPD) Classes de Modelos de NPD Problemas

Leia mais

Gestão e Teoria da Decisão

Gestão e Teoria da Decisão Gestão e Teoria da Decisão e Gestão de Stocks Licenciatura em Engenharia Civil Licenciatura em Engenharia do Território 1 Agenda 1. Introdução 2. Definição de 3. Evolução Histórica da 4. Integração - Aproximação

Leia mais

Glossário BiSL. Bert Pranger / Michelle Hofland 28 Maio 2012 Versão 1.0-1 -

Glossário BiSL. Bert Pranger / Michelle Hofland 28 Maio 2012 Versão 1.0-1 - Glossário BiSL Bert Pranger / Michelle Hofland 28 Maio 2012 Versão 1.0-1 - 1. Glossário de Terminologia Terminologia em Inglês Terminologia em Português BiSL processes Processos de BiSL Business data management

Leia mais

EIA and SEA differences and relationship

EIA and SEA differences and relationship Mestrado em Urbanismo e Ordenamento do Território/ Master in Urban Studies and Territorial Management Mestrado em Engenharia do Ambiente / Master in Environmental Engineering Avaliação Ambiental Estratégica

Leia mais

COMO O PROVEDOR LOGÍSTICO PODE AGREGAR VALOR PARA INDÚSTRIA. Miquele Lioi - DHL

COMO O PROVEDOR LOGÍSTICO PODE AGREGAR VALOR PARA INDÚSTRIA. Miquele Lioi - DHL COMO O PROVEDOR LOGÍSTICO PODE AGREGAR VALOR PARA INDÚSTRIA Miquele Lioi - DHL 19/08/2015 Empresa global com portfolio único No. 1 in international express delivery Europe s largest postal service Leader

Leia mais

Gestão de Processos de Negócio

<Insert Picture Here> Gestão de Processos de Negócio Gestão de Processos de Negócio Susana Santos Principal Sales Consultant Agenda Quais os Desafios Business Process Management Modelação Execução Interacção Humana Monitorização Resumo

Leia mais

Análise de Sistemas de Planejamento Avançado (APS): conceituação e avaliação

Análise de Sistemas de Planejamento Avançado (APS): conceituação e avaliação Gisele Gomes Aguilar Análise de Sistemas de Planejamento Avançado (APS): conceituação e avaliação Dissertação de Mestrado (Opção profissional) Dissertação apresentada como requisito parcial para obtenção

Leia mais

Implantação Oracle e-business Suite utilizando OBA-Oracle Business Accelerator

Implantação Oracle e-business Suite utilizando OBA-Oracle Business Accelerator Implantação Oracle e-business Suite utilizando OBA-Oracle Business Accelerator Roger Rocha Rinco Gerente de Projetos E-mail: roger.rinco@bertini.com.br Agenda Overview e-business Suite (EBS) Ferramenta

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO EM OPERAÇÕES EMPRESARIAIS E LOGÍSTICA 27/11/2014

ADMINISTRAÇÃO EM OPERAÇÕES EMPRESARIAIS E LOGÍSTICA 27/11/2014 ADMINISTRAÇÃO EM OPERAÇÕES EMPRESARIAIS E LOGÍSTICA 27/11/2014 Composição do GELOG Adm. ANA CLAUDIA BELFORT Tecn. ANTONIO SAMPAIO Adm. DOMINGOS ALVES CORRÊA NETO (coordenador) Tecn. JOSINEI RODRIGUES Adm.

Leia mais

XLVII SIMPÓSIO BRASILEIRO DE PESQUISA OPERACIONAL

XLVII SIMPÓSIO BRASILEIRO DE PESQUISA OPERACIONAL UM MODELO DE PLANEJAMENTO DA PRODUÇÃO CONSIDERANDO FAMÍLIAS DE ITENS E MÚLTIPLOS RECURSOS UTILIZANDO UMA ADAPTAÇÃO DO MODELO DE TRANSPORTE Debora Jaensch Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA Centro Regional das Beiras Departamento de Economia, Gestão e Ciências Sociais

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA Centro Regional das Beiras Departamento de Economia, Gestão e Ciências Sociais UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA Centro Regional das Beiras Departamento de Economia, Gestão e Ciências Sociais UNIDADE CURRICULAR Qualidade Total e Gestão das Operações MESTRADO Gestão Negócios ANO E

Leia mais

Gestão de SLA Do etom ao ITIL

Gestão de SLA Do etom ao ITIL Gestão de SLA Do etom ao ITIL Sergio Mainetti Jr. Visionnaire Agenda Parte 1 Apresentação da Empresa Parte 2 SLA Serviços no Mercado Atual O que é SLA? Barreiras para o uso de SLAs Do etom ao ITIL Parte

Leia mais

SAP - Planejamento de Negócio Integrado. Integrated Business Planning (IBP) Maio 2015 Rudi Meyfarth, Business Development, SAP Extended Supply Chain

SAP - Planejamento de Negócio Integrado. Integrated Business Planning (IBP) Maio 2015 Rudi Meyfarth, Business Development, SAP Extended Supply Chain SAP - Planejamento de Negócio Integrado Integrated Business Planning (IBP) Maio 2015 Rudi Meyfarth, Business Development, SAP Extended Supply Chain Agenda Introdução SAP Extended Supply Chain SAP Integrated

Leia mais

Engineering the future. Electronic Manufacturing Services

Engineering the future. Electronic Manufacturing Services Engineering the future Electronic Manufacturing Services 1 Company presentation Primetec is a technological based company, dedicated to the development and manufacture of complete electronic equipment,

Leia mais

Proposta de Criação do Mestrado em Gestão Logística. III - Informação Relativa ao Suplemento ao Diploma

Proposta de Criação do Mestrado em Gestão Logística. III - Informação Relativa ao Suplemento ao Diploma Proposta de Criação do Mestrado em Logística III - Informação Relativa ao Suplemento ao Diploma De acordo com o Despacho RT 41/2005 de 19 de Setembro Universidade do Minho Escola de Economia e Departamento

Leia mais

Altos Níveis de Estoque nas Indústrias de Conexões de PVC

Altos Níveis de Estoque nas Indústrias de Conexões de PVC Altos Níveis de Estoque nas Indústrias de Conexões de PVC Junior Saviniec Ferreira; Letícia Stroparo Tozetti Faculdade Educacional de Araucária RESUMO O problema de estoque elevado é cada vez menos frequente

Leia mais

hdd enclosure caixa externa para disco rígido

hdd enclosure caixa externa para disco rígido hdd enclosure caixa externa para disco rígido USER S GUIDE SPECIFICATONS HDD Support: SATA 2.5 Material: Aluminium and plastics Input connections: SATA HDD Output connections: USB 3.0 (up to 5.0Gbps)

Leia mais

"Novas Demandas para o Profissional de Supply Chain e Logística Empresarial" Adm. Luiz Paulo Zani

Novas Demandas para o Profissional de Supply Chain e Logística Empresarial Adm. Luiz Paulo Zani "Novas Demandas para o Profissional de Supply Chain e Logística Empresarial" Adm. Luiz Paulo Zani Composição do GELOG Coordenador: DOMINGOS ALVES CORRÊA NETO Vice coordenador: MARCOS ANTONIO MAIA DE OLIVEIRA

Leia mais

CS&OP-P Certified S&OP Professional

CS&OP-P Certified S&OP Professional A achain é uma empresa especializada nas áreas de Supply Chain, Value Chain e Demand Chain Management, com atuação nas modalidades de serviços de treinamento e apoio administrativo. Missão achain: Proporcionar

Leia mais

Código da Disciplina: ENEX01427. Semestre Letivo: 1ºSEM/2015

Código da Disciplina: ENEX01427. Semestre Letivo: 1ºSEM/2015 Unidade Universitária: FACULDADE DE COMPUTAÇÃO E INFORMÁTICA Curso: Sistemas de Informação Disciplina: SISTEMAS DE GESTÃO DE FINANÇAS E CUSTOS Etapa: 07 Carga horária: 68 Teóricas, 0 Práticas, 0 EaD Ementa:

Leia mais

design para a inovação social

design para a inovação social design para a inovação social mestrado em design - 15 16 universidade de aveiro gonçalo gomes março de 2016 s.1 ergonomia ergonomia > definição Ergonomia A ergonomia (do grego "ergon": trabalho; e "nomos":

Leia mais

2XVRGD$QiOLVHGH*DSVQD$YDOLDomRGD3HUFHSomRGRV &OLHQWHV VREUH R 3URFHVVR GH 'LVWULEXLomR )tvlfd (VWXGR GH&DVRHP'LVWULEXLGRUDGH%HELGDV

2XVRGD$QiOLVHGH*DSVQD$YDOLDomRGD3HUFHSomRGRV &OLHQWHV VREUH R 3URFHVVR GH 'LVWULEXLomR )tvlfd (VWXGR GH&DVRHP'LVWULEXLGRUDGH%HELGDV 7LUOr&UX]6LOYD 2XVRGD$QiOLVHGH*DSVQD$YDOLDomRGD3HUFHSomRGRV &OLHQWHV VREUH R 3URFHVVR GH 'LVWULEXLomR )tvlfd (VWXGR GH&DVRHP'LVWULEXLGRUDGH%HELGDV 'LVVHUWDomRGH0HVWUDGR Dissertação apresentada como requisito

Leia mais

Riscos e Vantagens na Gestão Global da Cadeia de Suprimentos

Riscos e Vantagens na Gestão Global da Cadeia de Suprimentos Riscos e Vantagens na Gestão Global da Cadeia de Suprimentos Risks and Advantages of Global Supply Chain Management Luiz Evangelista Gerente de Gestão de Ativos Asset Management Manager CHEP do Brasil

Leia mais

MODELO DE GESTÃO LOGÍSTICA NA DISTRIBUIÇÃO

MODELO DE GESTÃO LOGÍSTICA NA DISTRIBUIÇÃO MODELO DE GESTÃO LOGÍSTICA NA DISTRIBUIÇÃO Phablo Antonio Souza da Silva 1 Gabriela Drielly da Silva Machado 2 Luana Moura da Silva 3 Pedro Paulo Procópio 4 Administração ISSN IMPRESSO 1980-1785 ISSN ELETRÔNICO

Leia mais

APLICAÇÃO DE FERRAMENTA GIS EM LOGÍSTICA - ESTUDO DE LOCALIZAÇÃO DE FACILITIES

APLICAÇÃO DE FERRAMENTA GIS EM LOGÍSTICA - ESTUDO DE LOCALIZAÇÃO DE FACILITIES APLICAÇÃO DE FERRAMENTA GIS EM LOGÍSTICA - ESTUDO DE LOCALIZAÇÃO DE FACILITIES Juliana da Silva Stopa Nagela Cristina Ferreira Dabdab Sergio Marcio Fernandes de Souza Telles Universidade Federal do Rio

Leia mais

GANHOS DA IMPLEMENTAÇÃO DA POLÍTICA DE ESTOQUE POR NÍVEL DE SERVIÇO - CASE DA GE TRANSPORTATION

GANHOS DA IMPLEMENTAÇÃO DA POLÍTICA DE ESTOQUE POR NÍVEL DE SERVIÇO - CASE DA GE TRANSPORTATION São Paulo, 11 e 12 de maio de 2011 GANHOS DA IMPLEMENTAÇÃO DA POLÍTICA DE ESTOQUE POR NÍVEL DE SERVIÇO - CASE DA GE TRANSPORTATION Alexandre Oliveira Maria Tereza Diniz Carneiro 1 Organização Patrocínio

Leia mais

ADOÇÃO DO POSTPONEMENT EM EMPRESAS PRODUTORAS DE DERIVADOS DE TOMATE

ADOÇÃO DO POSTPONEMENT EM EMPRESAS PRODUTORAS DE DERIVADOS DE TOMATE ADOÇÃO DO POSTPONEMENT EM EMPRESAS PRODUTORAS DE DERIVADOS DE TOMATE Karine Araujo Ferreira (UFOP) karineprod@deenp.ufop.br Rosane Lucia Chicarelli Alcantara (UFSCar) rosane@power.ufscar.br Nesta pesquisa

Leia mais

APLICAÇÃO DA TEORIA DE CONTROLE NA GESTÃO DE ESTOQUES DE PRODUTOS SUJEITOS A PICOS DE DEMANDA

APLICAÇÃO DA TEORIA DE CONTROLE NA GESTÃO DE ESTOQUES DE PRODUTOS SUJEITOS A PICOS DE DEMANDA APLICAÇÃO DA TEORIA DE CONTROLE NA GESTÃO DE ESTOQUES DE PRODUTOS SUJEITOS A PICOS DE DEMANDA Ricardo Ferrari Pacheco Pontifícia Universidade Católica do Paraná Programa de Pós Graduação em Engenharia

Leia mais

PERFIL DE RELACIONAMENTO DAS CONSTRUTORAS EM SELECIONAR E MUDAR FORNECEDORES DE MATERIAIS

PERFIL DE RELACIONAMENTO DAS CONSTRUTORAS EM SELECIONAR E MUDAR FORNECEDORES DE MATERIAIS PERFIL DE RELACIONAMENTO DAS CONSTRUTORAS EM SELECIONAR E MUDAR FORNECEDORES DE MATERIAIS SOUZA, André Luiz (1); JUNGLES, Antônio Edésio (2); MARCHIORI, Fernanda (3) (1) Universidade Federal de Santa Catarina,

Leia mais

T11 - Manufatura Inteligente Integrando sistemas para o aumento da Produtividade

T11 - Manufatura Inteligente Integrando sistemas para o aumento da Produtividade T11 - Manufatura Inteligente Integrando sistemas para o aumento da Produtividade PUBLIC PUBLIC - 5058-CO900H Desafios Tradicionais de Manufatura Dados de chão de fábrica tipicamente usados somente para

Leia mais

MASSACHUSETTS INSTITUTE OF TECHNOLOGY SLOAN SCHOOL OF MANAGEMENT

MASSACHUSETTS INSTITUTE OF TECHNOLOGY SLOAN SCHOOL OF MANAGEMENT MASSACHUSETTS INSTITUTE OF TECHNOLOGY SLOAN SCHOOL OF MANAGEMENT 15.565 Integração de esystems: Fatores Tecnológicos, Estratégicos e Organizacionais 15.578 Sistemas de Informação Global: Comunicações &

Leia mais

EDUCAÇÃO PROFISSIONAL EM LOGÍSTICA

EDUCAÇÃO PROFISSIONAL EM LOGÍSTICA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL EM LOGÍSTICA 18 de Outubro de 2012 1 Composição do GELOG Coordenador: DOMINGOS ALVES CORRÊA NETO Vice coordenador: MARCOS ANTONIO MAIA DE OLIVEIRA Membros: ANA CLAUDIA BELFORT JOSINEI

Leia mais

Cloud para o Brasil Cloud Services

Cloud para o Brasil Cloud Services Cloud para o Brasil Como as ofertas da Capgemini endereçam os principais pontos levantados pela pesquisa exclusiva We orchestrate your Cloud Services Current Market Situation with Cloud 2 Current Market

Leia mais

INFORMATION SECURITY IN ORGANIZATIONS

INFORMATION SECURITY IN ORGANIZATIONS INFORMATION SECURITY IN ORGANIZATIONS Ana Helena da Silva, MCI12017 Cristiana Coelho, MCI12013 2 SUMMARY 1. Introduction 2. The importance of IT in Organizations 3. Principles of Security 4. Information

Leia mais

MB 756 PESQUISA OPERACIONAL APLICADA À PRODUÇÃO. Professor: Rodrigo A. Scarpel rodrigo@ita.br www.mec.ita.br/~rodrigo

MB 756 PESQUISA OPERACIONAL APLICADA À PRODUÇÃO. Professor: Rodrigo A. Scarpel rodrigo@ita.br www.mec.ita.br/~rodrigo MB 756 PESQUISA OPERACIONAL APLICADA À PRODUÇÃO Professor: Rodrigo A. Scarpel rodrigo@ita.br www.mec.ita.br/~rodrigo Programa do curso: Semana Conteúdo 1 (16 ago 13) 2 (13 set 13) 3 (18 out 13) 4 (9 nov

Leia mais

Information technology specialist (systems integration) Especialista em tecnologia da informação (integração de sistemas)

Information technology specialist (systems integration) Especialista em tecnologia da informação (integração de sistemas) Information technology specialist (systems integration) Especialista em tecnologia da informação (integração de sistemas) Professional activities/tasks Design and produce complex ICT systems by integrating

Leia mais

Software product lines. Paulo Borba Informatics Center Federal University of Pernambuco

Software product lines. Paulo Borba Informatics Center Federal University of Pernambuco Software product lines Paulo Borba Informatics Center Federal University of Pernambuco Software product lines basic concepts Paulo Borba Informatics Center Federal University of Pernambuco Um produto www.usm.maine.edu

Leia mais

Consórcio do Politecnico di Milano. Fevereiro 2013

Consórcio do Politecnico di Milano. Fevereiro 2013 Consórcio do Politecnico di Milano Fevereiro 2013 DESIGN DEFINITIONS SENAI & POLI.design Fevereiro 2013 Design como uma atividade específica no processo de P&D que visa a projetação dos aspectos funcionais

Leia mais

LOGÍSTICA REVERSA. Reverse Logistics. Josiane de Medeiros da Silva 1

LOGÍSTICA REVERSA. Reverse Logistics. Josiane de Medeiros da Silva 1 LOGÍSTICA REVERSA Reverse Logistics Josiane de Medeiros da Silva 1 Resumo: Conforme Ribeiro e Gomes (2004), logística é o processo de gerenciar estrategicamente a aquisição, movimentação e armazenagem

Leia mais

Turismo Industrial. A problemática e tendências para o futuro

Turismo Industrial. A problemática e tendências para o futuro Turismo Industrial A problemática e tendências para o futuro Seminário Turismo Industrial e Desenvolvimento Local Turismo de Portugal - 30 Outubro 2013 Carlos Costa [ccosta@ua.pt] Universidade de Aveiro

Leia mais

Sistemas de Informações. SCM Supply Chain Management

Sistemas de Informações. SCM Supply Chain Management Sistemas de Informações SCM Supply Chain Management Fontes Bozarth, C.; Handfield, R.B. Introduction to Operations and Supply Chain Management. Prentice Hall. 2nd. Edition Objetivos Fluxos de Informação

Leia mais

Logística Integrada. Esse termo refere-se ao papel da Logística como elemento de ligação entre todos os processos, desde o Fornecedor até o Cliente.

Logística Integrada. Esse termo refere-se ao papel da Logística como elemento de ligação entre todos os processos, desde o Fornecedor até o Cliente. Logística Integrada Esse termo refere-se ao papel da Logística como elemento de ligação entre todos os processos, desde o Fornecedor até o Cliente. Ballou (1993) Fonte: BALLOU, R. H. Logística Empresarial.

Leia mais

New Layout Report Bid Lists. Mar 14 Supplier Quality Engineering

New Layout Report Bid Lists. Mar 14 Supplier Quality Engineering New Layout Report Bid Lists 2014 Mar 14 Supplier Quality Engineering BID LIST Novo layout relatório BID LIST 2014 Versão em Português 2 Novo layout relatório BID LIST 2014 Quality Bid List -Layout 2014

Leia mais

LOGÍSTICA: UM DESAFIO A SER EXPLORADO PARA ALCANÇAR A VANTAGEM COMPETITIVA

LOGÍSTICA: UM DESAFIO A SER EXPLORADO PARA ALCANÇAR A VANTAGEM COMPETITIVA LOGÍSTICA: UM DESAFIO A SER EXPLORADO PARA ALCANÇAR A VANTAGEM COMPETITIVA 60 Bárbara Gomes Felício, Munir Jorge Felício Universidade do Oeste Paulista UNOESTE. Pós-graduação em Gestão em Marketing e Comunicação,

Leia mais

Seminário Formação dos Profissionais de Logística e o Mercado de Trabalho. Sergio Rodrigues Bio. N úcleo L. ogística CIESP

Seminário Formação dos Profissionais de Logística e o Mercado de Trabalho. Sergio Rodrigues Bio. N úcleo L. ogística CIESP Seminário Formação dos Profissionais de Logística e o Mercado de Trabalho Sergio Rodrigues Bio N úcleo L ogística CIESP FEA Logicon Breve Apresentação USP 6 campi, 5.000 profs. 60.000 alunos Cerca de 30%

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO METROPOLITANO DE SÃO PAULO CURSO ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS

CENTRO UNIVERSITÁRIO METROPOLITANO DE SÃO PAULO CURSO ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS CENTRO UNIVERSITÁRIO METROPOLITANO DE SÃO PAULO CURSO ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS UMA VANTAGEM COMPETITIVA COM A TERCEIRIZAÇÃO DE SERVIÇOS AMANDA ZADRES DANIELA LILIANE ELIANE NUNES ELISANGELA MENDES Guarulhos

Leia mais

CENTRO DE LOGÍSTICA URBANA DO BRASIL

CENTRO DE LOGÍSTICA URBANA DO BRASIL CENTRO DE LOGÍSTICA URBANA DO BRASIL www.clubbrasil.org Prof. Dr. Orlando Fontes Lima Jr. Problemas da Logística Urbana Logística Urbana Questões Desafiadoras Logística Empresarial Concorrência Sistemas

Leia mais

AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DE CADEIAS DE SUPRIMENTOS

AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DE CADEIAS DE SUPRIMENTOS AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DE CADEIAS DE SUPRIMENTOS Carlos H. M. Aravechia Sílvio R. I. Pires Programa de Mestrado em Engenharia de Produção UNIMEP Rod. Iracemápolis/Sta. Bárbara d Oeste, Km 1, Sta. B. d

Leia mais

GE ADMINISTRAÇÃO DE CADEIAS PRODUTIVAS E LOGÍSTICA EMPRESARIAL

GE ADMINISTRAÇÃO DE CADEIAS PRODUTIVAS E LOGÍSTICA EMPRESARIAL GE ADMINISTRAÇÃO DE CADEIAS PRODUTIVAS E LOGÍSTICA EMPRESARIAL 18 de Agosto de 2011 1 Composição do GELOG 1)- ALEXANDRE JOSÉ DO NASCIMENTO 2)- ANA CLAUDIA BELFORT 3)- DOMINGOS ALVES CORRÊA NETO 4)- EDSON

Leia mais

3 O sistema APO Advanced Planner and Optimizer

3 O sistema APO Advanced Planner and Optimizer 3 O sistema APO Advanced Planner and Optimizer Esse capítulo tem por objetivo apresentar os conceitos do sistema APO (Advanced Planner and Optimizer), o sistema APS da empresa alemã SAP. O sistema APO

Leia mais

Ana Paula Gamberali Nóbrega. Aplicação do VMI para melhoria de indicadores de desempenho logístico

Ana Paula Gamberali Nóbrega. Aplicação do VMI para melhoria de indicadores de desempenho logístico Ana Paula Gamberali Nóbrega Aplicação do VMI para melhoria de indicadores de desempenho logístico Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial para a obtenção do grau de Mestre

Leia mais

João Matias. Managing Director Oracle Portugal

João Matias. Managing Director Oracle Portugal João Matias Managing Director Oracle Portugal Pontos de Partida. Para onde Vamos? Evolução. Estratégia. Desafios. A vida começa aos quarenta... Evolução O passado recente dos ambientes de IT Best of Breed

Leia mais

Performance Measurement Dashboard. António Almeida INESC Porto. VFF project. Holistic, extensible, scalable and standard Virtual Factory Framework

Performance Measurement Dashboard. António Almeida INESC Porto. VFF project. Holistic, extensible, scalable and standard Virtual Factory Framework Performance Measurement Dashboard António Almeida INESC Porto VFF project Holistic, extensible, scalable and standard Virtual Factory Framework Agenda 1. Motivações e Desafios 2. Projeto Virtual Factory

Leia mais

A logística reversa nos centros de distribuição de lojas de departamento

A logística reversa nos centros de distribuição de lojas de departamento A logística reversa nos centros de distribuição de lojas de departamento Gisela Gonzaga Rodrigues (PUC-Rio) giselagonzaga@yahoo.com.br Nélio Domingues Pizzolato (PUC-Rio) ndp@ind.puc-rio.br Resumo Este

Leia mais

Lean manufacturing, é uma filosofia de gestão focada na redução de desperdícios;

Lean manufacturing, é uma filosofia de gestão focada na redução de desperdícios; AGENDA 1. LEAN MANUFACTURING 2. TOYOTA WAY 3. O QUE É STARTUP? 4. LEAN STARTUP 5. LEAN STARTUP X LEAN MANUFACTURING 6. CONSIDERAÇÕES FINAIS REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS LEAN MANUFACTURING Lean manufacturing,

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANA- ESUDA PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E CONTROLADORIA

FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANA- ESUDA PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E CONTROLADORIA FACULDADE DE CIÊNCIAS HUMANA- ESUDA PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E CONTROLADORIA BALANCED SCORECARD: Uma ferramenta de gestão estratégica para empresa do ramo de consultoria contábil com foco

Leia mais

Sistemas de Informações

Sistemas de Informações Sistemas de Informações Prof. Marco Pozam- mpozam@gmail.com A U L A 0 4 Ementa da disciplina Sistemas de Informações Gerenciais: Conceitos e Operacionalização. Suporte ao processo decisório. ERP Sistemas

Leia mais

SISTEMA LOGÍSTICO DE APOIO À DECISÃO NAS OPERAÇÕES DE TRANSFERÊNCIA DE DERIVADOS DA REDE DE DUTOS DA PETROBRAS

SISTEMA LOGÍSTICO DE APOIO À DECISÃO NAS OPERAÇÕES DE TRANSFERÊNCIA DE DERIVADOS DA REDE DE DUTOS DA PETROBRAS 1 de 7 26/6/2009 16:33 SISTEMA LOGÍSTICO DE APOIO À DECISÃO NAS OPERAÇÕES DE TRANSFERÊNCIA DE DERIVADOS DA REDE DE DUTOS DA PETROBRAS Suelen Neves Boschetto, Flávio Neves Jr CPGEI Universidade Tecnológica

Leia mais

IT 204 Análise Operacional e Gerencial de Aeroportos Prof. Carlos Müller sala 2134 (muller@ita.br) 1 º semestre / 2014 Versão 2 Programa:

IT 204 Análise Operacional e Gerencial de Aeroportos Prof. Carlos Müller sala 2134 (muller@ita.br) 1 º semestre / 2014 Versão 2 Programa: Programa: Requisito recomendado: IT-203 Aeroportos. Requisito exigido: não há. Horas semanais: 3-0-6. Análise de terminais aeroportuários sob o ponto de vista operacional. Conceituação de capacidade do

Leia mais

QUEM SOMOS WHO WE ARE

QUEM SOMOS WHO WE ARE QUEM SOMOS A 5PM Consulting é uma empresa de consultoria que atua nos segmentos industrial, construção civil e obras de infraestrutura, fornecendo planejamento, gerenciamento e Follow Up dos empreendimentos.

Leia mais

Conecte-se THE AGILE BUSINESS. conectando pessoas informações dispositivos

Conecte-se THE AGILE BUSINESS. conectando pessoas informações dispositivos Conecte-se THE AGILE BUSINESS conectando pessoas informações dispositivos Operacionalizando e Otimizando Intersecções Intra e Extra Organizacionais Bruno Nowak Soluções para Manufatura Agenda Tendências

Leia mais

LOGÍSTICA INTEGRADA NA CADEIA DE SUPRIMENTOS (Supply Chain)

LOGÍSTICA INTEGRADA NA CADEIA DE SUPRIMENTOS (Supply Chain) LOGÍSTICA INTEGRADA NA CADEIA DE SUPRIMENTOS (Supply Chain) RESUMO PROF. DR. CARLOS UBIRATAN DA COSTA SCHIER PROF. MESTRE ADILSON LOMBARDO PROF. ESP. SERGIO CARDOSO O termo logística vem do francês logistique

Leia mais

SISTEMA PARA OTIMIZAR O ATENDIMENTO DE ENCOMENDAS EM FÁBRICAS PROCESSADORAS DE CASTANHA DE CAJU

SISTEMA PARA OTIMIZAR O ATENDIMENTO DE ENCOMENDAS EM FÁBRICAS PROCESSADORAS DE CASTANHA DE CAJU SISTEMA PARA OTIMIZAR O ATENDIMENTO DE ENCOMENDAS EM FÁBRICAS PROCESSADORAS DE CASTANHA DE CAJU Autor(es) Pedro F. Adeodato de Paula Pessoa E-mail: pedro@cnpat.embrapa.br Vínculo: Centro Nacional de Pesquisa

Leia mais

Peter Øye, CEO & President, Markleen AS. Response and Containment systems

Peter Øye, CEO & President, Markleen AS. Response and Containment systems Peter Øye, CEO & President, Markleen AS Response and Containment systems What we do: Markleen supplies complete Oil Spill Response Systems for PSVs to NOFO and Petrobras standards. Oil Booms Skimmer Fast

Leia mais

COMO A LEROY MERLIN ESTÁ ESTRUTURANDO SEU SUPPLY CHAIN PARA APOIAR SEU CRESCIMENTO

COMO A LEROY MERLIN ESTÁ ESTRUTURANDO SEU SUPPLY CHAIN PARA APOIAR SEU CRESCIMENTO COMO A LEROY MERLIN ESTÁ ESTRUTURANDO SEU SUPPLY CHAIN PARA APOIAR SEU CRESCIMENTO CAFÉ DA MANHÃ 30/04/2014 AGENDA 1. Leroy Merlin Brasil: uma empresa em crescimento 2. A estruturação do Supply Chain Ø

Leia mais

Sustainability issues in the Brazilian automotive industry: electric cars and end-of-life vehicles

Sustainability issues in the Brazilian automotive industry: electric cars and end-of-life vehicles Sustainability issues in the Brazilian automotive industry: electric cars and end-of-life vehicles Adcley Souza (adcley.souza@hotmail.com) Sustainability issues in the Brazilian automotive industry: electric

Leia mais

Introduction to Network Design and Planning

Introduction to Network Design and Planning Introduction to Network Design and Planning Joao.Neves@fe.up.pt 1 In the Beginning... The project of a Network was the result of the inspiration of a guru or an "artist" (after all was considered an art...)

Leia mais

SpreadSheet Server Integração on-line com SAP

SpreadSheet Server Integração on-line com SAP SpreadSheet Server Integração on-line com SAP A Global Software Fundada em 1973, de capitais privados com larga experiência Financeira / ERP Fornecedor No. 1 mundial de automação para Microsoft Excel Sede

Leia mais

29 de novembro de 2011

29 de novembro de 2011 Práticas Contemporâneas em Logística e SupplyChain 29 de novembro de Composição dogelog 1)- ALEXANDRE JOSÉ DO NASCIMENTO 2)- ANA CLAUDIA BELFORT 3)- DOMINGOS ALVES CORRÊA NETO 4)- EDSON VALTER BOYAMIAN

Leia mais

Indicadores de Desempenho Logístico

Indicadores de Desempenho Logístico Indicadores de Desempenho Logístico Lívia B. Ângelo, liviabangelo@hotmail.com 1. Estratégia X Indicadores de Desempenho As estratégias servem como guia para as empresas desenvolverem e utilizarem recursos

Leia mais

1. OBJECTIVOS 2. METODOLOGIA DA DISCIPLINA 3. PROGRAMA PROGRAMA DE UNIDADE CURRICULAR PREVISTO

1. OBJECTIVOS 2. METODOLOGIA DA DISCIPLINA 3. PROGRAMA PROGRAMA DE UNIDADE CURRICULAR PREVISTO Curso Mestrado em Gestão - Logísitca Ano lectivo 2009/2010 Unidade Curricular Gestão Logística da Produção ECTS 6 Ano 1º Tipo Semestral Horas de trabalho globais Docente(s) Amândio Pereira Baía Total 168

Leia mais

Implementação da Ferramenta WMS para Gerenciamento de Estoque de Produtos Acabados na Empresa SIG Combibloc

Implementação da Ferramenta WMS para Gerenciamento de Estoque de Produtos Acabados na Empresa SIG Combibloc Implementação da Ferramenta WMS para Gerenciamento de Estoque de Produtos Acabados na Empresa SIG Combibloc Carla Andréia Crevelaro¹; Diego Vinicius Ziliotto da Silva²; Tiago José de Oliveira³ 1 Faculdade

Leia mais