I. DO OBJETIVO II. DO CONSELHO DELIBERATIVO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "I. DO OBJETIVO II. DO CONSELHO DELIBERATIVO"

Transcrição

1 REGULAMENTO PARA A ELEIÇÃO DE CONSELHEIROS DELIBERATIVOS E FISCAIS, TITULARES E SUPLENTES, REPRESENTANTES DOS PARTICIPANTES E PENSIONISTAS DA DERMINAS SOCIEDADE CIVIL DE SEGURIDADE SOCIAL I. DO OBJETIVO Art. 1º. Este Regulamento tem por objetivo estabelecer as regras para a eleição de membros titulares e suplentes, representantes dos participantes e pensionistas, nos Conselhos Deliberativo e Fiscal da Derminas Sociedade Civil de Seguridade Social, para o mandato de 15/08/2017 a 14/08/2021, na forma dos artigos 11 e 15 da Lei Complementar nº 108/2001, do artigo 3º, 2º da Resolução CGPC nº 7/2002 e do Estatuto da Entidade. 1º. Para o Conselho Deliberativo, serão eleitos 3 (três) conselheiros e respectivos suplentes, com mandato de 4 (quatro) anos, permitida uma recondução. 2º. Para o Conselho Fiscal, serão eleitos 2 (dois) conselheiros e respectivos suplentes, com mandato de 4 (quatro) anos, vedada a recondução. II. DO CONSELHO DELIBERATIVO Art. 2º. O Conselho Deliberativo é o órgão máximo da estrutura organizacional da Derminas, responsável pela definição da política geral de administração da Entidade e de seu plano de benefícios. III. DO CONSELHO FISCAL Art. 3º. O Conselho Fiscal é o órgão de controle interno da Derminas, com a função de emitir juízo formal sobre os atos da gestão administrativa e econômico financeira e verificar o cumprimento da legislação e das normas aplicáveis à Entidade. IV. DA INSCRIÇÃO DO CANDIDATO Art. 4º. Para inscrever se como candidato a Conselheiro Deliberativo ou Fiscal, o participante ou pensionista da Derminas deverá observar as seguintes exigências: I. Candidatar se apenas para um dos Conselhos, mediante chapa composta por titular e suplente, utilizando o Requerimento de Inscrição disponível no Portal da Eleição; II. O candidato participante do Plano de Benefícios ou a pensionista em gozo de benefício deverá estar em dia com as suas obrigações para com a Entidade, inclusive no que se refere a empréstimo financeiro, se for o caso; III. O atual Conselheiro Deliberativo que estiver no exercício de seu primeiro mandato, poderá candidatar se ao 2º mandato, conforme estabelecido no art. 18, 3º, do Estatuto da Derminas. Parágrafo único Não será permitida a inscrição por procuração. Art. 5º. O candidato deverá atender aos seguintes requisitos mínimos para a Homologação da candidatura: 1

2 I. Formação em curso superior reconhecido pelo MEC; II. experiência profissional comprovada de, no mínimo três anos, no exercício de atividades nas áreas financeira, administrativa, contábil, jurídica, de fiscalização ou de auditoria; III. não ter sofrido penalidade administrativa por infração da legislação da seguridade social, inclusive da previdência complementar ou como servidor público; IV. não ter sofrido condenação criminal transitada em julgado; V. ter reputação ilibada. Art. 6º. O candidato deverá apresentar a seguinte documentação no ato da inscrição da chapa: I. Requerimento de Inscrição; II. Declaração Individual de Responsabilidade (firma reconhecida); III. 1 foto recente colorida, tamanho 3x4; IV. Comprovação de experiência específica (conforme modelo); V. Diploma de conclusão de curso de nível superior; VI. Carteira de Identidade (cópia autenticada); VII. CPF; VIII. Comprovante de endereço recente. 1º. O Requerimento de Inscrição, juntamente com a documentação exigida, deverá ser entregue, impreterivelmente, até a data fixada no cronograma (art.22, inciso X), diretamente na sede da Derminas, à Avenida do Contorno, 6.064, 2º andar, Bairro Funcionários, Belo Horizonte, MG, CEP ou via carta registrada nos Correios. 2º. O candidato deverá comunicar, em tempo hábil, qualquer alteração que ocorrer em seus dados pessoais após entrega do Requerimento de Inscrição. 3º. Para efeito de confecção da cédula de votação, pela Derminas, o candidato deverá manter o seu nome completo e poderá utilizar o apelido, se quiser. 4º. A falta da documentação especificada no caput deste artigo acarretará impugnação da candidatura. Art. 7º. Não poderá integrar o Conselho Deliberativo ou Conselho Fiscal da Derminas, o participante ou pensionista que guardar relação consanguínea, ou afim, até o terceiro grau, inclusive, entre si ou com algum Diretor Executivo ou Conselheiro da Entidade. 2

3 V. DA COMISSÃO ELEITORAL Art. 8º. A Comissão, responsável pelo processo eleitoral, está composta por 5 (cinco) membros, a saber: I. 2 (dois) membros do Conselho Deliberativo indicados pelo seu Presidente; II. 1 (um) membro do Conselho Fiscal indicado pelo seu Presidente; III. 2 (dois) funcionários da Derminas indicados pelo Diretor Superintendente. Parágrafo único Os membros da Comissão Eleitoral não poderão se candidatar à eleição prevista neste Regulamento. Art. 9º. Compete à Comissão Eleitoral: I. Acompanhar e aprovar a criação do Portal da Eleição; II. Criar e aprovar os documentos necessários à efetivação do processo eleitoral; III. Divulgar as informações relativas ao processo eleitoral; IV. Registrar, em Ata, as ocorrências consideradas relevantes durante o processo eleitoral; V. Receber e examinar os pedidos de inscrição de chapa e a documentação pertinente, comunicando qualquer irregularidade aos candidatos; VI. Homologar inscrição das chapas, por ordem de protocolo; VII. Julgar os recursos porventura apresentados e dirimir as dúvidas suscitadas durante o processo eleitoral; VIII. Validar a apuração dos votos obtidos no sistema de votação eletrônica contratado especificamente para esta eleição; IX. Coordenar e executar o processo eleitoral na forma estabelecida neste Regulamento; X. Zelar pela boa condução dos atos relativos ao processo eleitoral. 1º. As decisões da Comissão Eleitoral serão tomadas por maioria de votos; 2º. Em caso de empate, o Presidente da Comissão terá prerrogativa ao voto de qualidade. Art. 10. A Comissão Eleitoral dissolver se á com a posse dos eleitos. VI. DA DIVULGAÇÃO DAS CHAPAS HOMOLOGADAS Art. 11. A Comissão Eleitoral divulgará as chapas homologadas no Portal da Eleição e via Correios. 1º. Durante o processo eleitoral, os candidatos deverão primar pela conduta ética, moral e de respeito aos concorrentes das demais chapas, bem como resguardar os interesses e a imagem da Entidade. 2º. A divulgação da chapa homologada de forma diferente da prevista no caput deste artigo é de responsabilidade exclusiva dos candidatos. VII. DO DIREITO AO VOTO 3

4 Art. 12. Poderá votar no processo eleitoral o participante e/ou pensionista da Derminas que: I. Estiver em gozo do benefício; II. Estiver contribuindo para o Plano de Benefícios da Entidade; III. Estiver em dia com as suas obrigações com a Derminas, inclusive no que se refere a empréstimo financeiro. Art. 13. O voto é facultativo, secreto, e se dará, exclusivamente, pelo Portal da Eleição, observada a data limite para votação definida no art. 22, inciso X deste Regulamento. Art. 14. O eleitor deverá escolher apenas uma chapa para cada Conselho. Art. 15. Será considerado voto em branco, aquele que não contiver marcação de chapa no Portal da Eleição. Parágrafo único Os votos brancos não serão computados para nenhuma chapa. VIII. DA VOTAÇÃO ELETRONICA Art. 16. A votação será realizada, exclusivamente, pelo Portal da Eleição utilizando CPF, data de nascimento e senha pessoal. 1º. Os eleitores receberão, via Correios, as orientações necessárias para votar. IX. DA APURAÇÃO Art. 17. A apuração dos votos terá início no primeiro dia útil seguinte ao encerramento da votação no Portal da Eleição. Art. 18. Serão eleitas as chapas que obtiverem o maior número de votos: 3 (três) para o Conselho Deliberativo e 2 (duas) para o Conselho Fiscal. Parágrafo único No caso de empate de votos, observada a ordem de classificação, será proclamada vencedora a chapa em que a idade do seu titular for a maior. Art. 19. Os resultados da eleição serão registrados em Ata, contendo todas as informações relativas aos números apurados, bem como eventuais ocorrências. Art. 20. O resultado da eleição será divulgado no Portal da Eleição e no Jornal Minas Gerais Diário Oficial do Estado. Art. 21. A posse dos conselheiros eleitos ocorrerá conforme disposto no Regimento Interno da Entidade. X. DO CRONOGRAMA DA ELEIÇÃO Art. 22. O cronograma da eleição está apresentado a seguir: 4

5 I Divulgação do Edital no Portal da Eleição e no Jornal Minas Gerais Diário Oficial do Estado 05/04/2017 II Disponibilização, no Portal da Eleição, do material necessário à inscrição das chapas 05/04/2017 III Data inicial para recebimento das inscrições das chapas 17/ IV Prazo final para o recebimento das inscrições das chapas 05/05/2017 V Prazo final para análise das inscrições das chapas para fins de homologação 10/05/2017 VI Prazo final para recebimento de recursos de candidatos em chapas não homologadas 17/05/2017 VII Divulgação das chapas homologadas no Portal da Eleição 01/06/2017 VIII Envio de correspondência, via Correios, com senha para votação e divulgação de chapas 01/06/2017 IX Início do prazo para votação no Portal da Eleição 12/06/2017 X Prazo final para votação no Portal da Eleição 23/06/2017 XI Divulgação do resultado no Portal da Eleição 30/06/2017 Parágrafo único: A data da posse dos conselheiros eleitos será definida posteriormente. XI. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 23. Do Edital constarão as condições para candidatura e cronograma da Eleição. Art. 24. O conselheiro eleito que perder a condição de participante ou pensionista da Derminas ficará impedido de continuar no exercício de seu mandato. Art. 25. A impugnação dos resultados da eleição deverá ser feita, impreterivelmente, no prazo de 24 (vinte e quatro) horas da divulgação do resultado. Art. 26. Para o exercício da função, o conselheiro eleito deverá observar e atender as exigências legais pertinentes ao sistema de previdência complementar fechada, inclusive quanto aos procedimentos para Habilitação, Certificação e Qualificação. Art. 27. A Derminas manterá em arquivo toda a documentação referente ao processo eleitoral pelo prazo de 4 (quatro) anos. Art. 28. As informações sobre a eleição bem como os esclarecimentos de dúvidas poderão ser obtidas no Portal da Eleição ( pelo e mail ou pelo telefone (31) Art. 29. Os casos omissos serão dirimidos pela Comissão Eleitoral. Art. 30. Este Regulamento e o Edital encontram se em vigor desde 24 de março de 2017, data de aprovação pelo Conselho Deliberativo da Derminas. Comissão Eleitoral 5

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ELEIÇÃO PREVBAHIA

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ELEIÇÃO PREVBAHIA EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ELEIÇÃO PREVBAHIA 2018 A COMISSÃO ELEITORAL DA FUNDAÇÃO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO ESTADO DA BAHIA PREVBAHIA, constituída nos termos da Portaria nº 007,

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ELEIÇÃO - RJPrev 2018/2019 DO PROCESSO ELEITORAL

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ELEIÇÃO - RJPrev 2018/2019 DO PROCESSO ELEITORAL EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ELEIÇÃO - RJPrev 2018/2019 DO PROCESSO ELEITORAL Art. 1º A COMISSÃO ELEITORAL DA FUNDAÇÃO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO RJPrev, constituída nos termos

Leia mais

ATO DELIBERATIVO 24/2018. O Conselho Deliberativo da Fundação CELESC de Seguridade Social - CELOS, no uso de suas atribuições,

ATO DELIBERATIVO 24/2018. O Conselho Deliberativo da Fundação CELESC de Seguridade Social - CELOS, no uso de suas atribuições, ATO DELIBERATIVO 24/2018 O Conselho Deliberativo da Fundação CELESC de Seguridade Social - CELOS, no uso de suas atribuições, CONSIDERANDO o que dispõe o 2 do Art. 24 e o 2 do Art. 31 da versão 6 do Estatuto

Leia mais

REGIMENTO PROCESSO ELEITORAL

REGIMENTO PROCESSO ELEITORAL REGIMENTO PROCESSO ELEITORAL ELEIÇÃO PARA REPRESENTANTES DOS PARTICIPANTES NOS CONSELHOS DELIBERATIVO E FISCAL DA CASFAM Artigo 1º Este Regimento estabelece as regras para o processo de eleição de membros

Leia mais

EDITAL DE DIVULGAÇÃO DO PROCESSO ELEITORAL /2019

EDITAL DE DIVULGAÇÃO DO PROCESSO ELEITORAL /2019 EDITAL DE DIVULGAÇÃO DO PROCESSO ELEITORAL - 2018/2019 CONSIDERANDO que o mandato dos atuais membros dos Conselhos Deliberativo e Fiscal do SEBRAE PREVIDÊNCIA Instituto SEBRAE de Seguridade Social se encerrará

Leia mais

ATO DELIBERATIVO 30/2017. O Conselho Deliberativo da Fundação CELESC de Seguridade Social - CELOS, no uso de suas atribuições,

ATO DELIBERATIVO 30/2017. O Conselho Deliberativo da Fundação CELESC de Seguridade Social - CELOS, no uso de suas atribuições, ATO DELIBERATIVO 30/2017 O Conselho Deliberativo da Fundação CELESC de Seguridade Social - CELOS, no uso de suas atribuições, CONSIDERANDO o que dispõe o 2 do Art. 24 e o 2º do Art. 31 da versão 6 do Estatuto

Leia mais

Regulamento Para Eleição Dos Representantes dos Participantes e Assistidos nos Conselhos Deliberativo e Fiscal da Mendesprev

Regulamento Para Eleição Dos Representantes dos Participantes e Assistidos nos Conselhos Deliberativo e Fiscal da Mendesprev Regulamento Para Eleição Dos Representantes dos Participantes e Assistidos nos Conselhos Deliberativo e Fiscal da Mendesprev 1. DEFINIÇÕES: Para fins deste Regulamento considera-se: Aposmendes - Associação

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DAS ELEIÇÕES CASSI 2018

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DAS ELEIÇÕES CASSI 2018 EDITAL DE CONVOCAÇÃO DAS ELEIÇÕES CASSI 2018 Artigo 1º No período de 16.03.2018 a 28.03.2018 será realizado processo de consulta ao Corpo Social da Caixa de Assistência dos Funcionários do Banco do Brasil

Leia mais

Funbep. Edição Especial Eleições Funbep Dezembro 2016

Funbep. Edição Especial Eleições Funbep Dezembro 2016 Funbep Edição Especial Eleições Funbep Dezembro 2016 À sua escolha De 2 a 10 de março de 2017, você poderá eleger seus representantes no Conselho Deliberativo e no Conselho Fiscal do Funbep. Também é possível

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO ELEIÇÕES 2019 MANDATO 2019/2022. PREVIBAYER - Sociedade de Previdência Privada

EDITAL DE CONVOCAÇÃO ELEIÇÕES 2019 MANDATO 2019/2022. PREVIBAYER - Sociedade de Previdência Privada EDITAL DE CONVOCAÇÃO ELEIÇÕES 2019 MANDATO 2019/2022 PREVIBAYER - Sociedade de Previdência Privada Eleição de representantes dos participantes no Conselho Deliberativo e Fiscal da Previbayer Sociedade

Leia mais

Edital das Eleições da SP-PREVCOM CAPÍTULO I. Disposições Preliminares

Edital das Eleições da SP-PREVCOM CAPÍTULO I. Disposições Preliminares Edital das Eleições da SP-PREVCOM - 2016 CAPÍTULO I Disposições Preliminares Art. 1º - Este Edital disciplina as eleições para 2 (dois) membros do Conselho Deliberativo e 1 (um) membro do Conselho Fiscal

Leia mais

REGULAMENTO DO PROCESSO ELEITORAL Diretoria Executiva, Conselhos Deliberativo e Fiscal da FUNCEF

REGULAMENTO DO PROCESSO ELEITORAL Diretoria Executiva, Conselhos Deliberativo e Fiscal da FUNCEF REGULAMENTO DO PROCESSO ELEITORAL Diretoria Executiva, Conselhos Deliberativo e Fiscal da FUNCEF CAPÍTULO I Da finalidade Art. 1º - Em observância ao que determina a legislação e o estatuto, o presente

Leia mais

REGIMENTO ELEITORAL PARA ELEIÇÃO DE MEMBROS DO CONSELHO DELIBERATIVO E DO CONSELHO FISCAL DA OABPREV-PR

REGIMENTO ELEITORAL PARA ELEIÇÃO DE MEMBROS DO CONSELHO DELIBERATIVO E DO CONSELHO FISCAL DA OABPREV-PR REGIMENTO ELEITORAL PARA ELEIÇÃO DE MEMBROS DO CONSELHO DELIBERATIVO E DO CONSELHO FISCAL DA OABPREV-PR Este regimento estabelece instruções para a eleição com vistas ao provimento dos cargos para os órgãos

Leia mais

REGULAMENTO ELEITORAL PARA ELEIÇÃO DE MEMBROS DO CONSELHO DELIBERATIVO E CONSELHO FISCAL DA OABPREV- NORDESTE

REGULAMENTO ELEITORAL PARA ELEIÇÃO DE MEMBROS DO CONSELHO DELIBERATIVO E CONSELHO FISCAL DA OABPREV- NORDESTE REGULAMENTO ELEITORAL PARA ELEIÇÃO DE MEMBROS DO CONSELHO DELIBERATIVO E CONSELHO FISCAL DA OABPREV- NORDESTE Este regulamento estabelece instruções para as eleições de membros dos Conselhos Deliberativo

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DAS ELEIÇÕES CASSI 2016

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DAS ELEIÇÕES CASSI 2016 EDITAL DE CONVOCAÇÃO DAS ELEIÇÕES CASSI 2016 Artigo 1º No período de 11.04.2016 a 22.04.2016 será realizado processo de consulta ao Corpo Social da Caixa de Assistência dos Funcionários do Banco do Brasil

Leia mais

REGULAMENTO DO PROCESSO ELEITORAL FUNCEF 2016 Conselhos Deliberativo e Fiscal da FUNCEF

REGULAMENTO DO PROCESSO ELEITORAL FUNCEF 2016 Conselhos Deliberativo e Fiscal da FUNCEF REGULAMENTO DO PROCESSO ELEITORAL FUNCEF 2016 Conselhos Deliberativo e Fiscal da FUNCEF CAPÍTULO I Da Finalidade Art. 1º - Em observância ao que determina a legislação, o presente Regulamento disciplina

Leia mais

NORMA ELEITORAL Fundo de Pensão Multinstituído da Associação Paulista de Cirurgiões Dentistas APCDPrev. Seção I Do Objeto

NORMA ELEITORAL Fundo de Pensão Multinstituído da Associação Paulista de Cirurgiões Dentistas APCDPrev. Seção I Do Objeto NORMA ELEITORAL Fundo de Pensão Multinstituído da Associação Paulista de Cirurgiões Dentistas APCDPrev Seção I Do Objeto Art. 1º A presente Norma tem por objetivo disciplinar o processo eleitoral para

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DAS ELEIÇÕES CASSI 2014

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DAS ELEIÇÕES CASSI 2014 EDITAL DE CONVOCAÇÃO DAS ELEIÇÕES CASSI 2014 Artigo 1º No período de 09.04.2014 a 22.04.2014 será realizado processo de consulta ao Corpo Social da CASSI para eleição de representantes dos associados em

Leia mais

REGIMENTO ELEITORAL CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGIMENTO ELEITORAL CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES O presente Regimento Eleitoral tem por objetivo regular o processo eleitoral de representantes dos Participantes e Assistidos que devem integrar o Conselho Deliberativo e no Conselho Fiscal da Sociedade,

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DAS ELEIÇÕES PREVI 2016

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DAS ELEIÇÕES PREVI 2016 EDITAL DE CONVOCAÇÃO DAS ELEIÇÕES PREVI 2016 DO PROCESSO ELEITORAL Art. 1º No período de 13 a 27.05.2016 será realizado processo de consulta aos participantes e assistidos dos Planos de Benefícios administrados

Leia mais

REGULAMENTO DO PROCESSO ELEITORAL PARA ESCOLHA DA REPRESENTAÇÃO DOCENTE, TÉCNICO-ADMINISTRATIVA E DISCENTE DO CONSELHO SUPERIOR DO IFMG.

REGULAMENTO DO PROCESSO ELEITORAL PARA ESCOLHA DA REPRESENTAÇÃO DOCENTE, TÉCNICO-ADMINISTRATIVA E DISCENTE DO CONSELHO SUPERIOR DO IFMG. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS REGULAMENTO DO PROCESSO ELEITORAL PARA ESCOLHA DA REPRESENTAÇÃO

Leia mais

REGULAMENTO ELEITORAL DA FUNDAÇÃO ATLÂNTICO DE SEGURIDADE SOCIAL ELEIÇÃO 2013

REGULAMENTO ELEITORAL DA FUNDAÇÃO ATLÂNTICO DE SEGURIDADE SOCIAL ELEIÇÃO 2013 REGULAMENTO ELEITORAL DA FUNDAÇÃO ATLÂNTICO DE SEGURIDADE SOCIAL ELEIÇÃO 2013 DO REGULAMENTO Art. 1º Este Regulamento Eleitoral tem por objetivo definir as normas procedimentais que regerão a Eleição de

Leia mais

REGIUS SOCIEDADE CIVIL DE PREVIDÊNCIA PRIVADA. Regulamento Eleitoral 2018

REGIUS SOCIEDADE CIVIL DE PREVIDÊNCIA PRIVADA. Regulamento Eleitoral 2018 1/8 TÍTULO: CLASSIFICAÇÃO: Documento Executivo REFERENCIAL NORMATIVO: Estatuto da REGIUS Documento que estabelece as regras para eleição de membros dos Órgãos ASSUNTO: Estatutários, especificamente para

Leia mais

REGULAMENTO DE ELEIÇÕES ÍNDICE

REGULAMENTO DE ELEIÇÕES ÍNDICE REGULAMENTO DE ELEIÇÕES ÍNDICE CAPÍTULO I 2 DO OBJETIVO 2 CAPÍTULO II 2 DAS DEFINIÇÕES 2 CAPÍTULO III 2 DAS VAGAS PARA OS CONSELHOS DELIBERATIVOS E CONSELHO FISCAL 2 CAPÍTULO IV 3 DOS CANDIDATOS 3 Seção

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO Eleições PREVCOM-MG 2016

EDITAL DE CONVOCAÇÃO Eleições PREVCOM-MG 2016 EDITAL DE CONVOCAÇÃO Eleições PREVCOM-MG 2016 A Comissão Eleitoral da Fundação de Previdência Complementar do Estado de Minas Gerais PREVCOM-MG, constituída pela Diretoria Executiva em sua 71ª reunião

Leia mais

TÍTULO I CONDIÇÔES DE ELEGEBILIDADE

TÍTULO I CONDIÇÔES DE ELEGEBILIDADE EDITAL N 020/2018 CONVOCAÇÃO ELEITORAL PARA ESCOLHA DOS REPRESENTANTES DOS SERVIDORES DOCENTES, TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS E DISCENTES DO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO (CEPE) DO IF SUDESTE MG CAMPUS

Leia mais

DA INTRODUÇÃO... DAS DEFINIÇÕES...

DA INTRODUÇÃO... DAS DEFINIÇÕES... REGIMENTO ELEITORAL I DA INTRODUÇÃO... 3 II DAS DEFINIÇÕES... 5 III Do Objetivo... 7 IV DAS Disposições Preliminares... 9 V Do eleitor... 12 VI Dos Candidatos e dos Requisitos... 14 VII Da Eleição... 16

Leia mais

SYNGENTA PREVI SOCIEDADE DE PREVIDENCIA PRIVADA. Regimento Eleitoral aprovado pelo Conselho Deliberativo da Syngenta Previ em 22/09/2015

SYNGENTA PREVI SOCIEDADE DE PREVIDENCIA PRIVADA. Regimento Eleitoral aprovado pelo Conselho Deliberativo da Syngenta Previ em 22/09/2015 SYNGENTA PREVI SOCIEDADE DE PREVIDENCIA PRIVADA Regimento Eleitoral aprovado pelo Conselho Deliberativo da Syngenta Previ em 22/09/2015 Regimento Eleitoral A Diretoria-Executiva resolve expedir o presente

Leia mais

Comunicado. Edital de Convocação de Eleição da SP-PREVCOM 2018 CAPÍTULO I. Disposições Preliminares

Comunicado. Edital de Convocação de Eleição da SP-PREVCOM 2018 CAPÍTULO I. Disposições Preliminares Comunicado Edital de Convocação de Eleição da SP-PREVCOM 2018 CAPÍTULO I Disposições Preliminares Art. 1º - Este Edital disciplina as eleições para 1 (um) membro do Conselho Deliberativo e 1 (um) membro

Leia mais

REGIMENTO ELEITORAL PARA ELEIÇÃO DE MEMBROS DO CONSELHO DELIBERATIVO E DO CONSELHO FISCAL DA OABPrev-PR

REGIMENTO ELEITORAL PARA ELEIÇÃO DE MEMBROS DO CONSELHO DELIBERATIVO E DO CONSELHO FISCAL DA OABPrev-PR REGIMENTO ELEITORAL PARA ELEIÇÃO DE MEMBROS DO CONSELHO DELIBERATIVO E DO CONSELHO FISCAL DA OABPrev-PR Este regimento estabelece instruções para a eleição com vistas ao provimento dos Membros dos Conselhos

Leia mais

ANEXO I DO REGIMENTO ELEITORAL CRONOGRAMA. Datas e prazos definidos para o Processo Eleitoral.

ANEXO I DO REGIMENTO ELEITORAL CRONOGRAMA. Datas e prazos definidos para o Processo Eleitoral. REGIMENTO APROVADO NA REUNIÃO DO CONSELHO DELIBERATIVO DO DIA 31 de julho de 2017. ANEXO I DO REGIMENTO ELEITORAL CRONOGRAMA Datas e prazos definidos para o Processo Eleitoral. CALENDÁRIO DE ELEIÇÃO DOS

Leia mais

TÍTULO I CONDIÇÕES DE ELEGEBILIDADE

TÍTULO I CONDIÇÕES DE ELEGEBILIDADE EDITAL Nº 20/2017 CONVOCAÇÃO ELEITORAL PARA ESCOLHA DOS REPRESENTANTES DOS SERVIDORES DOCENTES, TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS E DISCENTES DO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO (CEPE) DO IF SUDESTE MG CAMPUS

Leia mais

I Elaborar e fazer cumprir o presente Regulamento; II Coordenar as atividades do processo eleitoral;

I Elaborar e fazer cumprir o presente Regulamento; II Coordenar as atividades do processo eleitoral; REGULAMENTO DO PROCESSO ELEITORAL PARA ESCOLHA DA REPRESENTAÇÃO DOCENTE, TÉCNICO-ADMINISTRATIVA E DISCENTE DO DO IFMG PARA O PERÍODO 2019-2021 Capítulo I DA ORGANIZAÇÃO Art. 1º A condução do processo eleitoral

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ELEIÇÕES

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ELEIÇÕES EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ELEIÇÕES 1. DO OBJETO A Comissão Eleitoral designada pela Resolução nº 03/2017, do Conselho Deliberativo da, para organizar o processo de eleição dos membros do Conselho Deliberativo

Leia mais

EDITAL DAS ELEIÇÕES DOS CONSELHOS DELIBERATIVO E FISCAL DA CAMED

EDITAL DAS ELEIÇÕES DOS CONSELHOS DELIBERATIVO E FISCAL DA CAMED DAS VAGAS 1. A Camed Caixa de Assistência dos Funcionários do Banco do Nordeste do Brasil abre inscrições para preenchimento de 2 (duas) vagas para o Conselho Deliberativo (titular e suplente) e 1 (uma)

Leia mais

EDITAL Nº 08/2016 Processo Nº /

EDITAL Nº 08/2016 Processo Nº / EDITAL Nº 08/2016 Processo Nº 23225.000343/2016-19 Edital de convocação eleitoral para escolha dos REPRESENTANTES DOS SERVIDORES DOCENTES, TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS E DISCENTES NO CONSELHO SUPERIOR e no

Leia mais

GERDAU SOCIEDADE DE PREVIDÊNCIA PRIVADA CNPJ Nº / Regimento Eleitoral

GERDAU SOCIEDADE DE PREVIDÊNCIA PRIVADA CNPJ Nº / Regimento Eleitoral GERDAU SOCIEDADE DE PREVIDÊNCIA PRIVADA CNPJ Nº 92.326.818/0001-17 Regimento Eleitoral A Diretoria-Executiva resolve expedir o presente Regimento Eleitoral, o qual regulamentará o processo eleitoral para

Leia mais

CAGEPREV FUNDAÇÃO CAGECE DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR COMISSÃO ELEITORAL EDITAL DAS ELEIÇÕES DE 2014

CAGEPREV FUNDAÇÃO CAGECE DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR COMISSÃO ELEITORAL EDITAL DAS ELEIÇÕES DE 2014 CAGEPREV FUNDAÇÃO CAGECE DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR COMISSÃO ELEITORAL EDITAL DAS ELEIÇÕES DE 2014 A Comissão Eleitoral da CAGEPREV, nomeada nos termos da Portaria Nº 280/14/DPR de 28 de julho de 2014,

Leia mais

EDITAL Nº 01, 09 DE MARÇO DE 2017.

EDITAL Nº 01, 09 DE MARÇO DE 2017. PROCESSO DE ELEIÇÃO PARA ESCOLHA DO REPRESENTANTE DOS PARTICIPANTES E ASSISTIDOS PARA DIRETOR DE BENEFÍCIOS, CONSELHEIRO FISCAL E CONSELHEIRO ADMINISTRATIVO EDITAL Nº 01, 09 DE MARÇO DE 2017. Pelo presente

Leia mais

BOLETIM DE SERVIÇO Nº 08/I Edição Extra 09 de Agosto de 2017

BOLETIM DE SERVIÇO Nº 08/I Edição Extra 09 de Agosto de 2017 BOLETIM DE SERVIÇO Nº 08/I Edição Extra 09 de Agosto de 2017 Campus Barbacena Rua Monsenhor José Augusto, nº 204 - São José CEP: 36.205-018 Barbacena MG BOLETIM DE SERVIÇO Nº 08/I Edição Extra 09/08/2017

Leia mais

REGIMENTO ELEITORAL PARA ELEIÇÃO DE MEMBROS DO CONSELHO DELIBERATIVO E DO CONSELHO FISCAL DA OABPREV-PR

REGIMENTO ELEITORAL PARA ELEIÇÃO DE MEMBROS DO CONSELHO DELIBERATIVO E DO CONSELHO FISCAL DA OABPREV-PR REGIMENTO ELEITORAL PARA ELEIÇÃO DE MEMBROS DO CONSELHO DELIBERATIVO E DO CONSELHO FISCAL DA OABPREV-PR Este regimento estabelece instruções para a eleição com vistas ao provimento dos cargos para os órgãos

Leia mais

SISTEMA ELEITORAL PARA ESCOLHA DOS COORDENADORES REGIONAIS E ESTADUAL DO COLÉGIO DE ENTIDADES DE CLASSE REGISTRADAS NO CREA-RS

SISTEMA ELEITORAL PARA ESCOLHA DOS COORDENADORES REGIONAIS E ESTADUAL DO COLÉGIO DE ENTIDADES DE CLASSE REGISTRADAS NO CREA-RS SISTEMA ELEITORAL PARA ESCOLHA DOS COORDENADORES REGIONAIS E ESTADUAL DO COLÉGIO DE ENTIDADES DE CLASSE REGISTRADAS NO CREA-RS CAPÍTULO I - DOS OBJETIVOS Art. 1º Este Regulamento Eleitoral estabelece normas

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE PERNAMBUCO CAMPUS BARREIROS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE PERNAMBUCO CAMPUS BARREIROS NORMAS DO PROCESSO ELEITORAL PARA ESCOLHA DOS MEMBROS DA COMISSÃO PERMANENTE DE PESSOAL DOCENTE DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE PERNAMBUCO A COMISSÃO ELEITORAL torna públicas

Leia mais

REGULAMENTO DO PROCESSO ELEITORAL. Ano PARA CONSELHO DELIBERATIVO CAPÍTULO I DA FINALIDADE

REGULAMENTO DO PROCESSO ELEITORAL. Ano PARA CONSELHO DELIBERATIVO CAPÍTULO I DA FINALIDADE REGULAMENTO DO PROCESSO ELEITORAL Ano PARA CONSELHO DELIBERATIVO CAPÍTULO I DA FINALIDADE Artigo 1º - Em observância ao que determina o Estatuto Social da ONG Moradia e Cidadania, o Conselho Deliberativo

Leia mais

REGULAMENTO ELEITORAL PARA ESCOLHA DOS REPRESENTANTES DO CONSELHO SUPERIOR DO IF SUDESTE MG (CONSU).

REGULAMENTO ELEITORAL PARA ESCOLHA DOS REPRESENTANTES DO CONSELHO SUPERIOR DO IF SUDESTE MG (CONSU). GOVERNO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS CAMPUS SANTOS DUMONT REGULAMENTO

Leia mais

TÍTULO I CONDIÇÕES DE ELEGIBILIDADE

TÍTULO I CONDIÇÕES DE ELEGIBILIDADE CAMPUS RIO POMBA EDITAL DE CONVOCAÇÃO ELEITORAL PARA ESCOLHA DOS REPRESENTANTES DOS SERVIDORES DOCENTES E TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS DO CAMPUS RIO POMBA NO CONSELHO SUPERIOR (CONSU) E NO CONSELHO DE ENSINO,

Leia mais

I - Representantes do corpo discente: 1 (um) aluno membro efetivo e 1(um) suplente

I - Representantes do corpo discente: 1 (um) aluno membro efetivo e 1(um) suplente GOVERNO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS CÂMPUS SANTOS DUMONT REGULAMENTO

Leia mais

REGULAMENTO ELEITORAL 2016 IAB RS

REGULAMENTO ELEITORAL 2016 IAB RS A Comissão Eleitoral constituída nos termos do Art. 80 do Estatuto do IAB RS, vem, através deste Regulamento Eleitoral Eleições 2016, editado nos termos do parágrafo único do Artigo 80 do Estatuto do IAB

Leia mais

ESTADO DO MARANHÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE TUTÓIA SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO SUSTENTAVEL

ESTADO DO MARANHÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE TUTÓIA SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO SUSTENTAVEL EDITAL Nº 001/2018 SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO SUSTENTAVEL EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA A REALIZAÇÃO DA ELEIÇÃO DO CONSELHO MUNICIPAL DE DEFESA DO MEIO AMBIENTE - CONDEMA PREÂMBULO

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DAS ELEIÇÕES PREVI 2018

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DAS ELEIÇÕES PREVI 2018 EDITAL DE CONVOCAÇÃO DAS ELEIÇÕES PREVI 2018 DO PROCESSO ELEITORAL Art. 1º Art. 2º No período de 18 a 30.04.2018 será realizado processo de consulta aos participantes e assistidos dos Planos de Benefícios

Leia mais

ELEIÇÕES FACEB

ELEIÇÕES FACEB ELEIÇÕES FACEB - 2018 REGULAMENTO ELEITORAL PARA ESCOLHA DE MEMBROS DOS CONSELHOS DELIBERATIVO E FISCAL (MANDATO 2018/2022) E DA DIRETORIA DE BENEFÍCIOS (MANDATO 2018/2020) DA FUNDAÇÃO DE PREVIDÊNCIA DOS

Leia mais

REGIMENTO PARA ELEIÇÃO DE MEMBROS DO COMITÊ DE PLANO ACMV DA FUNDAÇÃO ITAÚ UNIBANCO PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR CAPÍTULO I DA FINALIDADE

REGIMENTO PARA ELEIÇÃO DE MEMBROS DO COMITÊ DE PLANO ACMV DA FUNDAÇÃO ITAÚ UNIBANCO PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR CAPÍTULO I DA FINALIDADE REGIMENTO PARA ELEIÇÃO DE MEMBROS DO COMITÊ DE PLANO ACMV DA FUNDAÇÃO ITAÚ UNIBANCO PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR CAPÍTULO I DA FINALIDADE Art. 1º - O presente Regimento estabelece procedimentos que regem a

Leia mais

CAPÍTULO II DA COMISSÃO ELEITORAL

CAPÍTULO II DA COMISSÃO ELEITORAL REGIMENTO DAS ELEIÇÕES PARA A GESTÃO DE 2019/2021 DO CENTRO ACADÊMICO DA LICENCIATURA EM LETRAS (CALLE) DO IFRS CAMPUS RESTINGA CAPÍTULO I DAS ELEIÇÕES Art. 1 O presente Regimento Eleitoral regulamenta

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS COLÉGIO TÉCNICO EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 29/2018

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS COLÉGIO TÉCNICO EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 29/2018 EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 29/2018 O Diretor do Colégio Técnico da Universidade Federal de Minas Gerais, Prof. Márcio Fantini Miranda, no uso de suas atribuições legais no uso de suas atribuições conferidas

Leia mais

REGULAMENTO ELEITORAL PARA ESCOLHA DOS COORDENADORES REGIONAIS E ESTADUAL DO COLÉGIO DE ENTIDADES REGIONAIS NO CREA-RS

REGULAMENTO ELEITORAL PARA ESCOLHA DOS COORDENADORES REGIONAIS E ESTADUAL DO COLÉGIO DE ENTIDADES REGIONAIS NO CREA-RS REGULAMENTO ELEITORAL PARA ESCOLHA DOS COORDENADORES REGIONAIS E ESTADUAL DO COLÉGIO DE ENTIDADES REGIONAIS NO CREA-RS CAPÍTULO I - DOS OBJETIVOS Art. 1º Este Regulamento Eleitoral estabelece normas operacionais

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO E NORMAS DO PROCESSO ELEITORAL PARA A ELEIÇÃO DOS MEMBROS DA COMISSÃO SETORIAL PERMANENTE DE PESSOAL DOCENTE - CSPPD

EDITAL DE CONVOCAÇÃO E NORMAS DO PROCESSO ELEITORAL PARA A ELEIÇÃO DOS MEMBROS DA COMISSÃO SETORIAL PERMANENTE DE PESSOAL DOCENTE - CSPPD MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO REITORIA CENTRO DE REFERÊNCIA EM FORMAÇÃO E EM EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA - CEFOR Rua Barão de Mauá, 30, Jutucuquara, CEP 29040860, Vitória ES 27 3222-0933

Leia mais

REGULAMENTO ELEITORAL CAIXA DE ASSISTÊNCIA OSWALDO CRUZ CAPÍTULO I DO REGULAMENTO

REGULAMENTO ELEITORAL CAIXA DE ASSISTÊNCIA OSWALDO CRUZ CAPÍTULO I DO REGULAMENTO REGULAMENTO ELEITORAL CAIXA DE ASSISTÊNCIA OSWALDO CRUZ - 2014 CAPÍTULO I DO REGULAMENTO Art. 1º - Este Regulamento tem por objetivo instituir as normas que regerão as eleição para escolha dos representantes

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO

EDITAL DE CONVOCAÇÃO EDITAL DE CONVOCAÇÃO A COMISSÃO ELEITORAL, constituída pela Diretoria Executiva, nos termos do disposto em ata de reunião ocorrida na data de 09/11/2016, vem convocar os participantes dos Planos de Benefícios

Leia mais

ELEIÇÕES FUNDIÁGUA 2016 REGULAMENTO ELEITORAL DO CONSELHO FISCAL

ELEIÇÕES FUNDIÁGUA 2016 REGULAMENTO ELEITORAL DO CONSELHO FISCAL ELEIÇÕES FUNDIÁGUA 2016 REGULAMENTO ELEITORAL DO CONSELHO FISCAL 1. DO OBJETO Este REGULAMENTO estabelece normas do processo eleitoral para escolha de membros do Conselho Fiscal da FUNDIÁGUA - FUNDAÇÃO

Leia mais

I - Representantes dos professores da carreira de Ensino Básico, Técnico e Tecnológico.compostas por 2(dois) membros suplentes.

I - Representantes dos professores da carreira de Ensino Básico, Técnico e Tecnológico.compostas por 2(dois) membros suplentes. GOVERNO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO SUDESTE DE MINAS GERAIS CÂMPUS SANTOS DUMONT REGULAMENTO

Leia mais

Regimento. Eleitoral. Interno

Regimento. Eleitoral. Interno Regimento Eleitoral Interno 2 Regimento Eleitoral Interno Índice Capítulo I Disposições Preliminares... 4 Capítulo II Dos Objetivos... 5 Capítulo III Das Eleições... 5 Capítulo IV Das Etapas do Processo...

Leia mais

REGULAMENTO ELEITORAL PARA ELEIÇÃO DE MEMBROS DA ASSEMBLEIA GERAL DA CAIXA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL DA FIPECq FIPECq Vida/2017 CAPÍTULO I

REGULAMENTO ELEITORAL PARA ELEIÇÃO DE MEMBROS DA ASSEMBLEIA GERAL DA CAIXA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL DA FIPECq FIPECq Vida/2017 CAPÍTULO I REGULAMENTO ELEITORAL PARA ELEIÇÃO DE MEMBROS DA ASSEMBLEIA GERAL DA CAIXA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL DA FIPECq FIPECq Vida/2017 CAPÍTULO I Art. 1º Este Regulamento tem por objetivo estabelecer critérios e

Leia mais

VI Publicar todas as informações referentes ao processo eleitoral; e

VI Publicar todas as informações referentes ao processo eleitoral; e MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS Reitoria Gabinete da Reitoria Av. Professor Mário Werneck, 2590

Leia mais

ELEIÇÕES - FUNDIÁGUA 2016 REGULAMENTO ELEITORAL PARA ESCOLHA DE DIRETOR DE SEGURIDADE DA FUNDIÁGUA

ELEIÇÕES - FUNDIÁGUA 2016 REGULAMENTO ELEITORAL PARA ESCOLHA DE DIRETOR DE SEGURIDADE DA FUNDIÁGUA ELEIÇÕES - FUNDIÁGUA 2016 REGULAMENTO ELEITORAL PARA ESCOLHA DE DIRETOR DE SEGURIDADE DA FUNDIÁGUA 1 - DO OBJETO Este REGULAMENTO estabelece normas para o processo eleitoral para escolha de DIRETOR DE

Leia mais

PREVI-ERICSSON. Sociedade de Previdência Privada REGIMENTO ELEITORAL PROCESSO ELEITORAL 2019

PREVI-ERICSSON. Sociedade de Previdência Privada REGIMENTO ELEITORAL PROCESSO ELEITORAL 2019 PREVI-ERICSSON Sociedade de Previdência Privada REGIMENTO ELEITORAL PROCESSO ELEITORAL 2019 RENOVAÇÃO DOS CONSELHOS DELIBERATIVO E FISCAL (Representantes dos Ativos e Assistidos) Regimento Eleitoral aprovado

Leia mais

REGULAMENTO DAS ELEIÇÕES

REGULAMENTO DAS ELEIÇÕES REGULAMENTO DAS ELEIÇÕES PREÂMBULO Este REGULAMENTO estabelece normas do processo eleitoral para escolha de membros do Conselho Fiscal da TECHNOS - FUNDAÇÃO TECHNOS DE PREVIDÊNCIA SOCIAL, nos termos do

Leia mais

ELEIÇÃO FACEB 2016 REGULAMENTO ELEITORAL PARA ESCOLHA DE DIRETOR DE BENEFÍCIOS DA FUNDAÇÃO DE PREVIDÊNCIA DOS EMPREGADOS DA CEB

ELEIÇÃO FACEB 2016 REGULAMENTO ELEITORAL PARA ESCOLHA DE DIRETOR DE BENEFÍCIOS DA FUNDAÇÃO DE PREVIDÊNCIA DOS EMPREGADOS DA CEB ELEIÇÃO FACEB 2016 REGULAMENTO ELEITORAL PARA ESCOLHA DE DIRETOR DE BENEFÍCIOS DA FUNDAÇÃO DE PREVIDÊNCIA DOS EMPREGADOS DA CEB 1. DO OBJETIVO Em cumprimento ao disposto nas Leis Complementares n os 108

Leia mais

EDITAL 56/2019 ELEIÇÃO DE MEMBROS TITULARES E SUPLENTES DAS COMISSÕES PERMANENTES LOCAIS E CENTRAL DE FLEXIBILIZAÇÃO DA JORNADA DE TRABALHO

EDITAL 56/2019 ELEIÇÃO DE MEMBROS TITULARES E SUPLENTES DAS COMISSÕES PERMANENTES LOCAIS E CENTRAL DE FLEXIBILIZAÇÃO DA JORNADA DE TRABALHO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS Reitoria Gabinete da Reitoria Av. Professor Mário Werneck, 2590

Leia mais

PROCESSO ELEITORAL PARA OS CONSELHOS 2016 CAPÍTULO I FINALIDADE CAPÍTULO II DA ELEIÇÃO

PROCESSO ELEITORAL PARA OS CONSELHOS 2016 CAPÍTULO I FINALIDADE CAPÍTULO II DA ELEIÇÃO Página: 1 de 8 CAPÍTULO I FINALIDADE Art. 1º Este Regulamento Eleitoral tem por finalidade definir as normas que regerão o Processo Eleitoral de 2016 para a escolha de 01 (um) membro titular para o Conselho

Leia mais

Participe das eleições

Participe das eleições Fundação Itaú Unibanco Edição Especial Eleições Fundação Itaú Unibanco Maio 2017 Participe das eleições De 19 a 27 de julho, você poderá eleger seus representantes no Conselho Deliberativo, no Conselho

Leia mais

CAPÍTULO II DA COMISSÃO ELEITORAL

CAPÍTULO II DA COMISSÃO ELEITORAL Comissão Temporária do Processo Eleitoral Estudantil do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - Campus Restinga REGIMENTO DAS ELEIÇÕES PARA A GESTÃO DE 2018 DO GRÊMIO

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS COLÉGIO TÉCNICO EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 03/2018

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS COLÉGIO TÉCNICO EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 03/2018 EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 03/2018 O Diretor do Colégio Técnico da Universidade Federal de Minas Gerais, Prof. Márcio Fantini Miranda, no uso de suas atribuições legais no uso de suas atribuições conferidas

Leia mais

REGIMENTO INTERNO NORMA Nº 02/ DO REGULAMENTO ELEIÇÕES DA DIRETORIA EXECUTIVA E CONSELH0 FISCAL

REGIMENTO INTERNO NORMA Nº 02/ DO REGULAMENTO ELEIÇÕES DA DIRETORIA EXECUTIVA E CONSELH0 FISCAL REGIMENTO INTERNO NORMA Nº 02/2010 - DO REGULAMENTO ELEIÇÕES DA DIRETORIA EXECUTIVA E CONSELH0 FISCAL Art. 1º - Este Regulamento fixa normas para eleição da Diretoria Executiva e Conselho Fiscal da, de

Leia mais

EDITAL Nº 002/2015 CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

EDITAL Nº 002/2015 CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Sexta-feira, 16 de Outubro de 2015. Poder Executivo Secretaria Municipal de Políticas Sociais - CMDCA Ano XXI - Edição N.: 4908 EDITAL Nº 002/2015 O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente

Leia mais

REGIMENTO DAS ELEIÇÕES PARA A GESTÃO DE 2019/2020 DO CENTRO ACADÊMICO DA LICENCIATURA EM LETRAS (CALLE) DO IFRS CAMPUS RESTINGA

REGIMENTO DAS ELEIÇÕES PARA A GESTÃO DE 2019/2020 DO CENTRO ACADÊMICO DA LICENCIATURA EM LETRAS (CALLE) DO IFRS CAMPUS RESTINGA CAPÍTULO I DAS ELEIÇÕES Art. 1 O presente Regimento Eleitoral regulamenta as eleições para a Diretoria do Centro Acadêmico da Licenciatura em Letras (CALLE) do IFRS Campus Restinga; Parágrafo único A eleição

Leia mais

REGIMENTO ELEITORAL - CONGREGAÇÃO

REGIMENTO ELEITORAL - CONGREGAÇÃO REGIMENTO ELEITORAL - CONGREGAÇÃO REGIMENTO ELEITORAL PARA ELEIÇÃO DOS REPRESENTANTES DOS SERVIDORES TÉCNICO-ADMINISTRATIVOS, DOS DOCENTES E DOS DISCENTES DA UFSB NO ÂMBITO DA CONGREGAÇÃO DO INSTITUTO

Leia mais

REGIMENTO ELEITORAL CAPÍTULO I - DA COORDENAÇÃO DO PROCESSO ELEITORAL SEÇÃO I - DA COMISSÃO ELEITORAL

REGIMENTO ELEITORAL CAPÍTULO I - DA COORDENAÇÃO DO PROCESSO ELEITORAL SEÇÃO I - DA COMISSÃO ELEITORAL REGIMENTO ELEITORAL Regulamenta as eleições para Diretoria Executiva do Sindicato dos Trabalhadores em Instituições Federais de Educação Profissional e Tecnológicas Goiás Triênio 2018/2021 CAPÍTULO I -

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE MINAS GERAIS ELEIÇÃO DE MEMBROS TITULARES E SUPLENTES DA COMISSÃO PERMANENTE

Leia mais

FUNDAÇÃO BANRISUL DE SEGURIDADE SOCIAL REGULAMENTO ELEITORAL 2017 CONSELHOS DELIBERATIVO E FISCAL. Capítulo I DO OBJETO

FUNDAÇÃO BANRISUL DE SEGURIDADE SOCIAL REGULAMENTO ELEITORAL 2017 CONSELHOS DELIBERATIVO E FISCAL. Capítulo I DO OBJETO FUNDAÇÃO BANRISUL DE SEGURIDADE SOCIAL REGULAMENTO ELEITORAL 2017 CONSELHOS DELIBERATIVO E FISCAL Capítulo I DO OBJETO Art. 1º - Este Regulamento Eleitoral, elaborado para efeitos do art. 11 e do art.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS COLÉGIO TÉCNICO EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 04/2018

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS COLÉGIO TÉCNICO EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 04/2018 EDITAL DE CONVOCAÇÃO Nº 04/2018 O Diretor do Colégio Técnico da Universidade Federal de Minas Gerais, Prof. Márcio Fantini Miranda, no uso de suas atribuições legais no uso de suas atribuições conferidas

Leia mais

PROCESSO ELEITORAL PARA OS CONSELHOS 2014 CAPÍTULO I FINALIDADE CAPÍTULO II DA ELEIÇÃO

PROCESSO ELEITORAL PARA OS CONSELHOS 2014 CAPÍTULO I FINALIDADE CAPÍTULO II DA ELEIÇÃO Página: 1 de 8 CAPÍTULO I FINALIDADE Art. 1º Este Regulamento Eleitoral tem por finalidade definir as normas que regerão o Processo Eleitoral de 2014 para a escolha de 02 (dois) membros titulares para

Leia mais

Considerando o que consta no parágrafo único do Artigo 140, da Lei n 6404/76, alterado pelo Artigo 2 da Lei n /2001;

Considerando o que consta no parágrafo único do Artigo 140, da Lei n 6404/76, alterado pelo Artigo 2 da Lei n /2001; RETIFICAÇÃO DO EDITAL PARA ELEIÇÃO DE 01 (UM) REPRESENTANTE DOS EMPREGADOS PARA COMPOR O CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO E 01 (UM) REPRESENTANTE PARA COMPOR O CONSELHO FISCAL DA CAMPANHA DE SANEAMENTO AMBIENTAL

Leia mais

REGULAMENTO ELEITORAL COMITÊ GESTOR DE INVESTIMENTO E PREVIDÊNCIA

REGULAMENTO ELEITORAL COMITÊ GESTOR DE INVESTIMENTO E PREVIDÊNCIA REGULAMENTO ELEITORAL COMITÊ GESTOR DE INVESTIMENTO E PREVIDÊNCIA 1. FINALIDADE 1.1. O presente Regulamento tem por finalidade estabelecer normas e procedimentos para a escolha dos representantes dos empregados

Leia mais

ELEIÇÕES FUNDIÁGUA 2016 REGULAMENTO ELEITORAL DO CONSELHO DELIBERATIVO

ELEIÇÕES FUNDIÁGUA 2016 REGULAMENTO ELEITORAL DO CONSELHO DELIBERATIVO ELEIÇÕES FUNDIÁGUA 2016 REGULAMENTO ELEITORAL DO CONSELHO DELIBERATIVO 1. DO OBJETO Este REGULAMENTO estabelece normas do processo eleitoral para escolha de membros do Conselho Deliberativo da FUNDIÁGUA

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 001 DE 03 DE MAIO DE 2016.

RESOLUÇÃO Nº 001 DE 03 DE MAIO DE 2016. RESOLUÇÃO Nº 001 DE 03 DE MAIO DE 2016. Dispõe sobre a aprovação do Regulamento para eleição dos representantes dos corpos discente, docente e técnico-administrativo do Conselho Acadêmico do Instituto

Leia mais

Regimento Eleitoral da Adufla-SS. Aprovado em Assembléia Geral de 19/09/2002. TÍTULO I Dos Princípios Gerais

Regimento Eleitoral da Adufla-SS. Aprovado em Assembléia Geral de 19/09/2002. TÍTULO I Dos Princípios Gerais Regimento Eleitoral da Adufla-SS Aprovado em Assembléia Geral de 19/09/2002 TÍTULO I Dos Princípios Gerais Art. 1º Este Regimento Eleitoral rege, de acordo com o Regimento da Adufla-SS e o Estatuto do

Leia mais

REGIMENTO ELEITORAL DO SAERGS ELEIÇÕES PARA DIRETORIA E CONSELHO FISCAL

REGIMENTO ELEITORAL DO SAERGS ELEIÇÕES PARA DIRETORIA E CONSELHO FISCAL REGIMENTO ELEITORAL DO SAERGS ELEIÇÕES PARA DIRETORIA E CONSELHO FISCAL I DA ELEIÇÃO Art. 1º - A eleição da Diretoria e do Conselho Fiscal do Sindicato dos Arquitetos no Estado do Rio Grande do Sul SAERGS

Leia mais

ELEIÇÃO DOS REPRESENTANTES DOS PARTICIPANTES NOS CONSELHOS DELIBERATIVO E FISCAL REGULAMENTO ELEITORAL Nº 001/ RETIFICAÇÃO

ELEIÇÃO DOS REPRESENTANTES DOS PARTICIPANTES NOS CONSELHOS DELIBERATIVO E FISCAL REGULAMENTO ELEITORAL Nº 001/ RETIFICAÇÃO ELEIÇÃO DOS REPRESENTANTES DOS PARTICIPANTES NOS CONSELHOS DELIBERATIVO E FISCAL REGULAMENTO ELEITORAL Nº 001/2017 - RETIFICAÇÃO Seção I Da Eleição e dos Cargos Art. 1º - A eleição para Conselheiro Deliberativo

Leia mais

Regulamento para eleição de membro do Conselho Deliberativo e de membro do Conselho Fiscal da Fundação Itaubanco

Regulamento para eleição de membro do Conselho Deliberativo e de membro do Conselho Fiscal da Fundação Itaubanco Regulamento para eleição de membro do Conselho Deliberativo e de membro do Conselho Fiscal da Fundação Itaubanco Capítulo I DA FINALIDADE Art. 1º O presente Regulamento estabelece procedimentos que regem

Leia mais

EDITAL DE Nº 1 DE 23 DE JUNHO DE 2017.

EDITAL DE Nº 1 DE 23 DE JUNHO DE 2017. EDITAL DE Nº 1 DE 23 DE JUNHO DE 2017. ELEIÇÃO PARA RECOMPOSIÇÃO DOS INTEGRANTES DA COMISSÃO PERMANENTE DE PESSOAL DOCENTE (CPPD) DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA GOIANO - CAMPUS

Leia mais

EDITAL IFRS Campus Alvorada Nº 008/2017

EDITAL IFRS Campus Alvorada Nº 008/2017 EDITAL IFRS Nº 008/2017 Eleição de representantes docentes, discentes e técnico-administrativos para o Conselho Superior do IFRS CONSUP O Diretor-Geral Pro Tempore do do Instituto Federal de Educação,

Leia mais

REGULAMENTO DA ELEIÇÃO

REGULAMENTO DA ELEIÇÃO REGULAMENTO DA ELEIÇÃO PREÂMBULO Este REGULAMENTO estabelece normas do processo eleitoral para escolha de membros do Conselho Deliberativo da FUNDAÇÃO TECHNOS DE PREVIDÊNCIA SOCIAL - TECHNOS, nos termos

Leia mais

Universidade Estadual de Maringá Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes

Universidade Estadual de Maringá Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes R E S O L U Ç Ã O N.º 003/2008 CI / CCH Aprovar o Regulamento de eleição para representante técnicouniversitário no Conselho Interdepartamental do Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes. Considerando

Leia mais

REGULAMENTO DAS ELEIÇÕES DOS CONSELHOS DELIBERATIVO E FISCAL DA CAMED

REGULAMENTO DAS ELEIÇÕES DOS CONSELHOS DELIBERATIVO E FISCAL DA CAMED CAPÍTULO I Da Composição e Formação da Comissão Eleitoral Art.1º O Conselho Deliberativo da Caixa de Assistência dos Funcionários do Banco do Nordeste do Brasil Camed instalará uma Comissão Eleitoral,

Leia mais

1º Para cada representante membro efetivo no Conselho Acadêmico haverá um suplente, cuja designação obedecerá às normas previstas para os titulares.

1º Para cada representante membro efetivo no Conselho Acadêmico haverá um suplente, cuja designação obedecerá às normas previstas para os titulares. REGULAMENTO PARA ELEIÇÃO DOS REPRESENTANTES DOS CORPOS DISCENTE, DOCENTE E TÉCNICO-ADMINISTRATIVO NO CONSELHO ACADÊMICO DO IFMG CAMPUS AVANÇADO DE PONTE NOVA O Conselho Acadêmico é o órgão consultivo e

Leia mais

REGULAMENTO DO PROCESSO ELEITORAL PARA OS ÓRGÃOS SOCIAIS DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS ADVOGADOS DA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - ADVOCEF

REGULAMENTO DO PROCESSO ELEITORAL PARA OS ÓRGÃOS SOCIAIS DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS ADVOGADOS DA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - ADVOCEF REGULAMENTO DO PROCESSO ELEITORAL PARA OS ÓRGÃOS SOCIAIS DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS ADVOGADOS DA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - ADVOCEF CAPÍTULO I OBJETO Artigo 1º. Este Regulamento Eleitoral disciplina o Processo

Leia mais

REGULAMENTO PARA ELEIÇÃO DE MEMBRO DO CONSELHO DELIBERATIVO E DE MEMBRO DO CONSELHO FISCAL DA CARGILLPREV SOCIEDADE DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR

REGULAMENTO PARA ELEIÇÃO DE MEMBRO DO CONSELHO DELIBERATIVO E DE MEMBRO DO CONSELHO FISCAL DA CARGILLPREV SOCIEDADE DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR REGULAMENTO PARA ELEIÇÃO DE MEMBRO DO CONSELHO DELIBERATIVO E DE MEMBRO DO CONSELHO FISCAL DA CAPÍTULO I DA FINALIDADE Artigo 1 - O presente Regulamento estabelece procedimentos que regem a eleição, através

Leia mais

REGIMENTO ELEITORAL. Capítulo I DAS ELEIÇÕES

REGIMENTO ELEITORAL. Capítulo I DAS ELEIÇÕES A COMISSÃO ELEITORAL faz saber que, de acordo com o que estabelece os Artigos 10 e 11 do Estatuto do SINSTAUFAP, a Assembléia Geral Extraordinária do dia 05 de dezembro de 2006, CONVOCOU ELEIÇÃO PARA O

Leia mais

PROCESSO DE ELEIÇÃO PARA ESCOLHA DO REPRESENTANTE DOS PARTICIPANTES E ASSISTIDOS PARA O CARGO DE DIRETOR FINANCEIRO- ADMINISTRATIVO.

PROCESSO DE ELEIÇÃO PARA ESCOLHA DO REPRESENTANTE DOS PARTICIPANTES E ASSISTIDOS PARA O CARGO DE DIRETOR FINANCEIRO- ADMINISTRATIVO. PROCESSO DE ELEIÇÃO PARA ESCOLHA DO REPRESENTANTE DOS PARTICIPANTES E ASSISTIDOS PARA O CARGO DE DIRETOR FINANCEIRO- ADMINISTRATIVO. EDITAL Nº 01, DE 20 DE FEVEREIRO DE 2016. Pelo presente Edital, a Comissão

Leia mais